Issuu on Google+

Projetos desafiadores ganham soluções Armco Staco Grandes obras que se tornaram cases de sucesso Na liderança de vários mercados e com 100 anos de realizações na bagagem, a Armco Staco participou de algumas das maiores e mais importantes obras do Brasil e também de outros países. Diversos projetos apresentaram grandes desafios que foram vencidos por cada unidade gerencial de Segurança e Sinalização Viária, Drenagem, Pontes e Túneis, Exportação e Armazenagem de Grãos.


Cases Segurança e Sinalização Viária

Uma das maiores e mais relevantes obras da área de Segurança e Sinalização Viária da Armco Staco foi a remodelação das Marginais Tietê e Pinheiros - duas das mais extensas vias da cidade de São Paulo - e, simultaneamente, a preparação das pistas da Fórmula Indy, em 2010. “Completo 28 anos na empresa em julho e este foi, sem dúvida, o projeto mais desafiador que realizamos. As grandes quantidades de material, o curto prazo

e as condições para a realização da obra contribuíram para torná-lo um importante caso de sucesso”, afirma o engenheiro Jorge Gavranic, gerente da área. A obra de remodelação, realizada por um convênio entre o Governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura da capital, incluiu toda a extensão das vias, em todas as faixas e sentidos, e suas áreas de abrangência.


Iniciado em janeiro de 2010, o projeto foi concluído em junho de 2011 e teve 90% dos serviços de instalação do material realizados no período noturno, entre 22h e 5h. “Um dos maiores desafios foi trabalhar nas Marginais com as vias abertas ao tráfego. A obra causava pontos de estreitamento das pistas e, consequentemente, engarrafamentos, mas não havia alternativa. Apesar das grandes dificuldades, executamos o projeto no prazo, com competência, qualidade e muita dedicação”, conta Gavranic. Ainda no início de 2010, a Prefeitura de São Paulo e a Indy Car assinaram o compromisso de realização da Fórmula Indy nas ruas da cidade e o Circuito Anhembi reunia as melhores condições para o evento. “O desafio do curto prazo na obra das Marginais Tietê e Pinheiros foi enorme. Porém, na Fórmula Indy, foi assustador. A corrida foi marcada para meados de março. Ou seja, tivemos entre 40 e 45 dias para discutir e aprovar o projeto, encomendar as matériasprimas especiais, fabricar e montar os sistemas. Tudo tinha de estar perfeito, pois precisávamos deixar as vias principais e as ruas do entorno, que foram utilizadas como pistas de corrida, preparadas de acordo com os exigentes requisitos técnicos da Indy Car”, lembra o engenheiro. O Circuito Anhembi tem aproximadamente 9 mil m de extensão e passa por dentro do Sambódromo de São Paulo, Av. Olavo Fontoura, estacionamento do Parque Anhembi e Marginal Tietê. A parte do circuito na Marginal Tietê, até então, era a maior reta em extensão da Fórmula Indy, sendo que os carros podiam atingir 300 km/h ou mais. Apenas para o evento, foram instalados 3,6 mil m de defensas metálicas especiais com três lâminas perfil W sobrepostas e postes e espaçadores perfis I, o que equivale, em peso, a aproximadamente 11 mil m de

Segurança e Sinalização Viária

Especificamente na área de Segurança e Sinalização Viária, foram necessários 9,2 mil m de alambrados metálicos especiais, 3,6 mil m de defensas metálicas especiais, com três lâminas perfil W sobrepostas e postes e espaçadores perfis I, e outros 45 mil m de defensas metálicas padrão ABNT. Foram usados também 200 suportes metálicos para sustentação de placas, 90 colunas e braços projetados para sustentação de placas, 100 semi-pórticos metálicos, 85 pórticos metálicos, 4 mil m³ de concreto, 150 toneladas de barras de aço e 12 mil m² de formas de madeira para fundação.

defensas metálicas padrão ABNT. Para a montagem dos 9,2 mil m de alambrados metálicos especiais foram necessários aproximadamente 81 mil m de cabos de aço, 23 mil m² de telhas e 300 toneladas de tubos metálicos para suporte. Além do fornecimento e montagem dos materiais, a Armco Staco foi a responsável ainda pelos serviços de desmontagem após a prova e da manutenção da equipe de reparos, durante todo o período de treinos e corrida. Em alguns momentos, havia 180 homens trabalhando na instalação dos produtos. “Esta obra envolveu toda a empresa – fábrica, administração, expedição, engenharia, financeiro, RH, comercial – e todos deram conta do trabalho. Este projeto aumentou ainda mais a confiança da empresa junto ao mercado e reafirmou a Armco Staco como líder no segmento de Segurança e Sinalização Viária”, completa.

 OBRA Segurança e Sinalização Viária da Reformulação das Marginais Tietê e Pinheiros e Fórmula Indy - 2010  LOCAL Cidade de São Paulo  TEMPO DE DURAÇÃO Aproximadamente 1 ano e meio  CLIENTE FINAL Convênio entre Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura da Capital


www.armcostaco.com


Case armcostaco defensa