Issuu on Google+

CENTRO DE ARTES

CARPINTARIA SÃO LÁZARO

PROJECTO PARA CML


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

APRESENTAÇÃO A Associação Artistic Development Nucleus (ADN) tem o prazer de apresentar o projeto CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13, afim de que obtenha vossa apreciação para ocupação do edifício Carpintaria São Lázaro, promovido pela Câmara Municipal de Lisboa em 2014. Este projeto propõe a criação de um Centro de Artes, que se pretende inovador nas vertentes do espetáculo, circo, dança, música, performance, artes visuais e afins. Seguindo as diretrizes da Associação ADN (responsável pelo projeto), o Centro de Artes Armazém 13 destina-se à investigação, criação, formação e promoção do circo contemporâneo interligado às outras formas de arte, dando continuidade, de uma forma mais ampla, ao atual projeto em ação Armazém 13 Benfica. 2


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

INTRODUÇÃO PARA ESSE DOSSIÊ: CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 O Armazém 13 propõe-se à criação, instalação e dinamização de um Centro de Artes no centro de Lisboa, que consiste num espaço propício para a promoção e produção das artes circenses e das artes afiliadas: dança, teatro, performance, rigging, música, artes visuais e plásticas. Contará com uma área de pesquisa em tecnologias das artes do circo (Centro Tecnológico das Artes do Circo), área de exposições de artes visuais e plásticas (Sala de Exposições), área de residências e ateliês de criação (Espaço SOU - Movimento e Arte), estúdio dedicado à dança, ao circo e à performance (Sala Multiusos), além claro de uma Sala de Espetáculos (na Sala Multiusos). O atual projeto contempla também a comunidade circundante, sendo que se predestina a englobar a comunidade em atividades pontuais de ateliês criativos, lúdicos (infantis) e de apresentação (em datas festivas da comunidade, por exemplo). Será, então, o CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13, uma grande montra das artes do espectáculo. Propõe-se a ser uma casa onde Lisboa pode viver o que há de mais expressivo e representativo nas artes do circo contemporâneo e das artes ligadas ao mundo do espetáculo e das artes em geral. O espaço contará também com uma área de bar e restauração para ser desfrutada pelos frequentadores do centro de artes. Um espaço multidisciplinar em homenagem à beleza da cidade que o pode acolher. 3


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

ÍÍNDICE NDICE

APRESENTAÇÃO................... ........................................................................................................................................................................2 ......................................... ........................ .............. ...................... ...... ... ... ... ..........................................................................................2 13.....................................................................................................3 Introdução para esse dossiê: CENTRO CENT EN NT TR RO DE E ARTES ARTES ARMAZÉM AR RMAZ RM AZÉM Z 13... ....... .................. ............ ............................. .... ...... ......................................................................3 QUEM SOMOS SOM OM OMO MOS OS................................................................................................................................................................................6 ................. ................................... .................................................... ................. ................................... ................................ ............................................................................................6 Benfi Notass sobre sob so ob brre o Armazém Arrmazém 133 B Arm en nfica - Atual Espaço Esp spaç aço o em e Ação:...............................................................................................................6 Açã ç o: o:...... ........................................ .......................... .... ........ ....... ......................... ......................................... ....... ...............................................66 Sobre projeto: Associação So Sob obr bre o responsável res re esponsável pelo proje jeto je to:: As A sociação ADN................................................................................................................................6 ADN DN.. N......................................... ................................ .............................................. .................................. ..................................... ............................... ....... ............... .............6 A Programação.............................................................................................................................................................................................9 P ogramação................................. ................................... Pr .. .............. ....... ............................................... ............................................... ... ....................................... ..................................................... .................................... ...........99 Os O Cabarés.....................................................................................................................................................................................................9 Cab a arés.................................................................................................................................. ........................... ......................................................................... ................................. ..................................................... .................................................... .....9 .99 Artes Ar te Ar t s Visuais...................................................................................................................................................................................................11 Visu Vi suai a s.......................................................................................................................... ........................ ............. ..... ................................ ............................................ ...................................... .................................................... ....................................................11 11

FOTOGRAFIA F FO TOGR TO GRAF GR AFIA AF IA........................................ .............................................................................................................................................................................11 .......... .......................... ....................... ............................. ................................. ............................................. . .......................................................... ........ .... ....... ... .........................111 Buddy........................................................................................................................................................................................................12 Phil ill B uddy............................................................................................................. ud ......... ................................................................................ .................................................................. ................................................ ............................................................ .......................... ........... .........................................................................12 12 Arcanjo........................................................................................................................................................................................16 Maria Jo JJoão oão o Arcanjo.................................................... ...... .............. ...... ........................... ... ......................................................................... ................................................................ ................................................ .......................... .............. .............. ..........................16 Armando o Romão Ro omã m o ...........................................................................................................................................................................................17 .......................................................................... . .................................................................................................. .................................................................. .............................................. ....................... ............................ ...............................17 Nuno Soveral...................................................................................................................................................................................................17 Soveral all............ .................................................................................. ......................................................................... .............................................................. .............................................................. .......................................... ............ ... ...............................................17 ........... ............. JoaPics..............................................................................................................................................................................................................19 JoaPics..................... ......................................................................................... ............................................................ .................................................... .................................. .............. ... ................................................19 ... .............. Luis Rocha Luiss R Lu ocha ocha oc ha dos doss Reis.......................................................................................................................................................................................21 Rei eis. eis s.... ...... ................................. ...... ... ........................................ .... ......... ............ ............. ................................. ................................................................ .................. ......................... .......................................... ........... . ........................ ........................... ............... .... ............... ....... ........... ........21 Carolina Caro Caro Ca r liina n Duarte.............................................................................................................................................................................................21 Duaart rte. e....... e. .................... ........ ....... ........ ....... .................................... ....... ....... ....... ....... ...... ......... ..... .............. ................... ....... .......... ..... .................... ....... ....... ................................... ........ ................ ....... ....... ........... ............... ....... .................... ................. ........................................ ................................................................. ......... .................. .............. ............. ........... ....... ..................... ..................... .......21 21 21 Virgilio Rodrigues.........................................................................................................................................................................................23 Virg Virg Vi rgil gil ilio lio R odri od driigues.........................................................................................................................................................................................23 ............................................................................... .......................... .................... ........... ......... ........ ......................................23 IMAGENS DE ALGUMAS PRODUÇÕES ARTÍSTICAS NO ARMAZÉM 13..............................................24 Espetáculo Vertigo 1.0 – 2009 Fábrica Braço de Prata........................................................................................................................24 Domingo - 2008- Fábrica Braço de Prata..................................................................................................................................................26 Amor Científico – 2009 – Fábrica Braço de Prata...................................................................................................................................26 “Cadernos Suspensos” 2011 encenado por Bernardo Gama, música original Sérgio Ferreira........................................................27 “Eu de Nós Ruídos do Eu” 2013 encenação Mónica Alves.....................................................................................................................28 Circo de Natal 2013, encenação Mónica Alves.........................................................................................................................................29 “EXTREMO” 2014 encenação Raquel Nicoletti.......................................................................................................................................30 Cabarés Armazém 13 desde 2011................................................................................................................................................................31 Sopro Através do Espelho” 2013 encenação coletiva...............................................................................................................................32 Circo Dossel - 2012 infantil , encenação coletiva....................................................................................................................................32 O ESPAÇO FÍSICO DO ARMAZÉM 13 BENFICA......................................................................................................33 Parcerias na Europa.......................................................................................................................................................................................34 Formação ........................................................................................................................................................................................................34 Artigo Sobre Armazém 13 A Procura de Um Novo Espaço: Revista Corvo.......................................................................................35 Referências:......................................................................................................................................................................................................35 PROPOSTA PARA O FUTURO CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 NA ANTIGA CARPINTARIA SÃO LÁZARO............................................................................................................................................36 O CONCEITO da proposta de Criação do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 .........................................................................36 O objetivo de ocupação do espaço da Carpintaria São Lázaro é implantar e dinamizar:................................................................37 Sobre o Edifício para receber o CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13.............................................................................................38

ORGÂNICA DOS DIFERENTES ESPAÇOS .......................................................................................................................40 Tabela de entidades parceiras responsáveis pela sub-gestão dos espaços sob ocupação fixa:..........................................................41 Estratégia de Gestão e Administração Financeira..................................................................................................................................41 Gabinete de Contabilidade e Contatos....................................................................................................................................................41

PLANO FINANCEIRO CA13...........................................................................................................42 MODELO DE PROGRAMAÇÃO...................................................................................................................................................44 Organograma do futuro espaço Centro de Artes Armazém 13...........................................................................................................44 As Vertentes da Sala Multiusos Sala de Espetáculos..............................................................................................................................45 Proposta de estruturas para a Sala Multiusos.........................................................................................................................................45 A Sala Multiusos.........................................................................................................................................................................................45

4


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

EQUIPADA E EQ UIPADA COM.................................................. .......................................................................................................................................................................46 ........... ........... ................................. ................................... .............. ..............................................................46 Espaço E Es paço de ensaios e pesquisa....................................................................................................................................................................46 pa pesquisa................................... .................... ............. ................. .............................................................. ......................... ...................... ....................................46 Curso Espaço Formação Associação C rs Cu rso o de d Acrobacia de Solo e Forças Combinadas, Comb mb mbi bin inad adas a , Es as E spaço de de Fo orm rmação m Ass s occiação ADN, AD DN, Curso Curso de de Acrobacia A ro Ac roba baaci b ciaa aérea .............47 Aulas Workshops pontuais, Workshops para local..........................................................48 Aula Au l s de dança la dan a ça contemporânea, Wo Work rksh rk ksh s op ps po p ontuais, Worksh ho op ps pa p ara r a ccomunidade omunidad om ad de lo ocaal...............................................................................48

ESPAÇO ES SP PA AÇ ÇO O SOU SOU U-M MOVIMENTO OVIM OV MENTO E ARTE. AR RTE. RT E.............................. .........................................................................................................................50 ....................................................................................................................... .5 ... .500 OS P PARCEIROS DE ARTES ARMAZÉM A CE AR C IR IROS ROS O DO DO CENTRO CE CE AR RMA MAZÉ Z M 13........................................................................................................51 13...........................................................................................................................................511 ASSOCIAÇÃO ASSO OCIAÇ CIIAÇ C AÇÃO ÃO O SOU SOU O MOVIMENTO MOV O IMENTO E ARTE................................................................................................................................51 ARTE........................................................... ................................................................................................511 O SO SOU EM SOU EM NÚMEROS......................................................................................................................................................................52 NÚM Ú ER ROS O ..................................................... .... ........................................................ ...................................... .............................................................................................52 52 FORMAÇÃO FORM FO RM R MAÇ AÇÃ ÃO 22013/2014.....................................................................................................................................................................53 ÃO 013/ 013/ 01 3/20 2 14 20 14.................................. ............... ................. 14.. .................................... ... ..................... ... .... ........ ........ ................................. .................................................................................. .............................................................................................................5 .553 SOU PROGRAMAÇÃO.....................................................................................................................................................................54 SOU SO U PR PROG OG GRA R MA MAÇÃ ÇÃO ÇÃ O................ ................ ......................... ...... ...... ....... .... .... ............. ........ .................... ............ .................. ......................... .............................................. ........................ ......... ................ ...................... ................................. .............. ....... ..... ... ... ......................... ................................... ................5 .54 .5 54 Festival Fest Fe stiv st ival iv al AoGosto...........................................................................................................................................................................................55 AoG oGos osto os osto to................................... ................................................................ ................................................... .................................................. .................................... .............. . .............. .........................................................................................................................555 SOU SO U CO COMPA COMPANHIA ANH HIA........................................................................................................................................................................56 HIA HI ..................................................................... .............................................................. ..................................................... ...................... ........................................... ...............................................................................5 .. .556 LARGO Residê Residências ênciass...............................................................................................................................................................................57 ............................................................................... ............................................................... ............................................ .................... ............... ................................................................................................................57 Referências..... ...............................................................................................................................................................................................59 .............................. ................................................................................................................................................................................. .......................59 CENTRO CENT CE ENT NTRO TECNOLÓGICO NTRO TEC E NO ECNO OLÓ LÓGI GICO O DAS DAS S ARTES AR RTES RT ES S DO DO CIRCO CIR CIR CI RC CO – CTAC CT C TAC AC..............................................................................60 ......................................... ... ... .......... ................................................................................... ............... ........60 6 60 ASSOCIAÇÃO ASSOCIAÇÃ ÃO DOSS PROFISSIONAIS ROFISSIONAIS FISSIONAIS SSIONAIS ONAIS DE RIGGING RI R RIGGIN RIGG - APR AP ..... ................................................................................61 ............................................ .................... .......................................61 Proposta de formação..................................................................................................................................................................................62 rmação ................................................................................... ..................................................... ........................... .... ................................................... ..............

PÚBLICO ALVO LVO.... ...........................................................................................................................................................................62 ........................................................................ ...................................... ............................................................ .......................... ...... ........ Espaço paço Restaur Restauração ração ação..... ...........................................................................................................................................................62 ............................................................. .................... ........................................................ ............................ ................ ....... FONT FONTES NTES DE INTERESSE INTER TERES ERE RESSE E PA PARA ARA FORMAÇÃO DE D PÚBLICO PÚBLI LIC ICO O.......................................... ..............................................................................63 ......................... ........ ESTRATÉGIA ES STRATÉGIA TÉGIA DE D ANGARIAÇÃO ANG NGA GARIA AÇÃO DE PÚBLICO PARA COMUNICAR C MUNICAR CAR O PROJECTO PROJ PROJECT E O PATROCINADOR TRO CINADOR....... .............................................................................................................................................................................63 ......... .......... .. ................................................ .................................................. ..................... RESUMO UMO MO DO MO MODELO MODE DE D PR PROGRAMAÇÃO..........................................................................................................64 EIXOS OS DE E INT INTERVENÇÃO INTERVE INTERVENÇÃ ÃO E INDICADORES DE RESULTADO.....................................................................64 PROPOSTA OPOSTA DE APOIO/ APO PA PATROCÍNIO / MECENATO..........................................................................................65 Descrição das contrapartidas......................................................................................................................................................................66 contra contrapartidas....... CENTRO RO DE ARTES ART ARMAZÉM 13.................................................................................................................................66 Cronograma de execução do projecto....................................................................................................................................................67

APOIOS DO ARMAZÉM 13 BENFICA..........................................................................................................................68 ANEXO 1: CVS..............................................................................................................................................................................70 ARTISTAS DO ARMAZÉM 13..............................................................................................................................................71 CVS DOS PARCEIROS DO ARMAZÉM 13 NO PROJETO CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13......................................73

Carta de Recomendação Giacomo Scalisi........................................................................................................................................74

5


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

QUEM SOMOS SOBRE O RESPONSÁVEL PELO PROJETO: APRESENTAÇÃO E PORTFOLIO NOTAS SOBRE O ARMAZÉM 13 BENFICA - ATUAL ESPAÇO EM AÇÃO: O que é atualmente a ADN e artes performativas, Associação público). Conta com uma relevante ADN + Evil Angels (empresa produção artística e programação o Armazém 13: A Associação ADN – Artistic Development Nucleus é uma Associação Cultural de Pesquisa em Circo Contemporâneo em Portugal. Esta associação foi fundada em 2007, resultado da junção de artistas multifacetados e produtores de Portugal. São profissionais reconhecidos nas suas áreas e que sentiram a necessidade de uma estruturação na sequência de exemplos de outros países da Comunidade Europeia. Desde o início que reuniu associados importantes, artistas profissionais da área e que colaboram efectivamente e activamente no projecto. Através da união de dois núcleos de actuação na área do circo e das 6

especializada em rigging), surge o projecto = Armazém 13. Está actualmente sediado num espaço amplo na Avenida Gomes Pereira, 11, Benfica, Lisboa, após uma completa remodelação e adaptação. O Projecto Armazém 13 é um projecto multidisciplinar no campo das artes performativas e da tecnologia voltada para a criação artística circense. Destina-se ao desenvolvimento de actividades de criação de espectáculos, inovação tecnológica, investigação e formação profissional. Actualmente são mais de 180 associados efectivos (formandos e profissionais) e mais de 5000 já foram associados/amigos por um dia (frequentadores temporários/

no espaço Armazém 13 Benfica. Temos uma programação regular, que oferece um leque vasto de actividades que vão desde espectáculos com os artistas residentes e artistas convidados, formação profissional para artistas, cursos de circo em técnicas específicas, workshops variados e ateliês de artes circenses para a comunidade. É nossa preocupação e objectivo a promoção das artes circenses e performativas na perspectiva da formação e da criação de novos públicos.


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

ASSOCIAÇÃO ADN ARTISTIC DEVELOPMENT NUCLEUS PROMOÇÃO DE ESPETÁCULOS E ARTISTAS: A nível comercial, em Portugal, tem atuado com produção de espetáculos circenses para grandes produtoras de espetáculos, televisão, salas de espetáculo e casinos, com grande visibilidade. Produz espetáculos mensais com afluência de um público fiel, média de 200 espectadores (lotação da casa atual) por espetáculo. Com isso, além de divulgar o trabalho de artistas portugueses, leva o circo e a performance contemporâneos ao grande público. A Companhia de Circo Contemporâneo Armazém 13 produziu em 2011 o espetáculo

“Cadernos Suspensos”, inspirado na obra “O Sr. Valery” de Gonçalo M. Tavares, sob encenação de Bernardo Gama. Em 2013 produziu “Eu de Nós Ruídos do Eu” e “Circo de Natal” e em 2014 o espetáculo “EXTREMO”, ambos encenados por artistas da Companhia Armazém 13, Mónica Alves e Raquel Nicoletti, sucessivamente. O Armazém 13 é visitado por artistas do mundo inteiro de passagem por Portugal, pois já é uma referência no mundo da arte do espetáculo circense contemporâneo. Alguns artistas colaboradores e

participantes ativos no nosso projeto até então: por Portugal, pois já é uma referência no mundo da arte do espetáculo circense contemporâneo. - Companhia Marimbondo - João Paulo Santos – ArtistaCircense de Mastro Chinês - Cirque Mechaniques - Trupilariante - Magalie Lanriot – bailarina - Momentos Mágicos, com o ilusionista/malabarista Alexis Ricardo - Joel Oliveira – Palhaço SpagettiOperação Nariz Vermelho - Andréas Pipper – Palhaço Operação Nariz Vermelho - Natália Cerqueira – Voltige Acrobático - Bernardo Gama – bailarino/ encenador / mestre Gyrotonic 7


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro arti tista - Leonardo Ferreiraa – artista circense arti tist sa - Miguel Tira Picos - artista circense circen ensse - Ricardo Paz - artista circense Tos osta Mista Mis ista ta - Torsten - Palhaço Tosta Niep epce ce – Bailari rina - Diana Niepce Bailarina rian ana Romã mão - Ba Bailar rin i a - Mari Mariana Romão Bailarina Brun no Pa Pardo - Bailarin no - Bruno Bailarino Ca Ramos – pole da dancer er - Carolina - Paul Paula ula Pinto – Projeto Compota Comp pot oa - Oly Mary Clowns Oly & M ary – C lown wnss - Colin Vieira – Bailarino e co ore r óg ógraffo, artista circense coreógrafo, - João Romain ão e R omain – dupla circense - Kung Fu Fu Fl Flor de Lotus - Joca Serena Malabarista Seren ena – Ma M labarista o-M alabaristas - Mika e Tiago Malabaristas - Dario ex – malabarista - Banda Ca Cadáver C dáver Esquisito - Banda Mahamudra - Banda Bruto and the Channibals - Banda Irmãos Esferovite - Banda Muri-Muri - Homem Bala Empresa de Multimédia. Muitos outros artistas de igual importância colaboraram e colaboram com o Armazém 13. O Armazém 13 produz, em cooperação com outras produtoras espetáculos para os mais diversos Eventos.

8


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

Inauguração do Hotel Conrad - Algarve

A PROGRAMAÇÃO O Armazém 13 tem apoiado vários grupos de teatro, dança e música, oferecendo o espaço para apresentações das suas produções. Dos vários espetáculos que já passaram pelo nosso palco, é exemplo: Espetáculo “Guarda-Sopros” (teatro); Oly&Marry “TV Show” (clown); “Projecto Compota” (dança multidisciplinar);Planeta Fluffen (standup comedy); “Mahamudra” (música); “Cadáver Esquisito” (música); “Bycicle Film Festival” (evento); “Banda OVO” (música); “Banda S.A.” (música); “Muri-muri” (música); “Benfica Rock Contest” (festival); entre muitos outros. O nosso palco é um palco aberto a programação diversificada. Temos recebido a visita de inúmeros grupos de pesquisa e produção cultural e artística no sentido de compartilhar o nosso espaço físico e humano, seja como programadores, seja como parceiros artistas. O Armazém 13 Benfica pretende

OS CABARÉS alcançar novos vôos também, para que a programação possa se expandir ao nível das propostas que recebemos. link para programação: http://armazem13.cia-adn.com/blog/blog/

Mensalmente o Armazém 13 abre as suas portas para o que há de mais irreverente e actual em matéria de Circo em Portugal. O Cabaret de Circo Armazém 13 é um evento único que convida todos os amantes do circo e das artes performativas a viajarem pelas mais variadas expressões de artistas proeminentes. Sempre no último Sábado de cada mês o Armazém 13 acolhe o público num ambiente festivo, que segue com performances, música e um bar. Transformando-se num espaço convidativo para desfrutar do espectáculo e convívio com amigos. link para o video promocional:http://www.youtube.com/ watch?v=0MbBVVQQZBo

9


ArmazĂŠm 13 Centro De Artes / Carpintaria SĂŁo Lazaro

10


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

ARTES VISUAIS Em 2011 deu-se início às filmagens do documentário produzido por André Matos Cardoso sobre o Projeto Armazém 13, que ainda não estreou e que estará inscrito para competição em vários festivais de Documentário no Mundo. O link abaixo contém parte do material utilizado no documentário final chamado “SUSPENDED WAREHOUSE”, o qual não podemos divulgar na íntegra ainda, o excerto abaixo fala exatamente do nosso desejo e necessidade de um novo espaço: https://vimeo.com/64760478 password: abovethetree Como parte da produção “EXTREMO”, encenada por Raquel Nicoletti, a companhia produziu uma curta-metragem chamada “TOP BEGGAR CHEF”, uma sátira aos programas de culinária. Uma idéia original de Adam Heller (colaborador e Chef de cozinha) e Raquel Nicoletti (elemento da Companhia Armazém 13).

FOTOGRAFIA O Armazém 13 tem participado de várias produções fotográficas, com diversos fotógrafos interessados na produção do Armazém 13, na estética, na forma de intervir… São registos de espetáculos, produções para editoriais de moda, fotografia artística, e mais. Além de serem registos do nosso trabalho. Alguns exemplos: ALGUNS EXEMPLOS Filipe Santos (Phil Buddy) / Maria João Arcanjo / Armando Romão / Nuno Soveral / Joaquim Gouveia (JoaPics) / Luis Rocha dos Reis / Carolina Duarte / Virgilio Rodrigues .

11


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

Phil Buddy

12


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contempor창neo

13


ArmazĂŠm 13 Centro De Artes / Carpintaria SĂŁo Lazaro

14


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contempor창neo

15


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

Maria João Arcanjo

16


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contempor창neo

Armando Rom찾o

Nuno Soveral

17


ArmazĂŠm 13 Centro De Artes / Carpintaria SĂŁo Lazaro

18


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contempor창neo

JoaPics

19


ArmazĂŠm 13 Centro De Artes / Carpintaria SĂŁo Lazaro

20


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contempor창neo

Luis Rocha dos Reis

Carolina Duarte

21


ArmazĂŠm 13 Centro De Artes / Carpintaria SĂŁo Lazaro

22


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

Virgilio Rodrigues

ENFIM, UMA IMENSA PRODUÇÃO FOTOGRÁFICA A PARTIR DA NOSSA ARTE, DOS NOSSOS CORPOS, CAPTURANDO O NOSSO MELHOR. A nossa intenção é de continuar a colaborar com a arte fotográfica e produzir exposições. Isso é contemplado no nosso projeto Centro de Artes Armazém 13 - Carpintaria São Lázaro. 23


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

IMAGENS DE ALGUMAS ARTÍSTICAS NO Abaixo ficam algumas imagens dos espetáculos produzidos pela Companhia Armazém 13 de Circo Contemporâneo. São algumas das nossas produções mais recentes, onde se pode ver o elenco de artistas da Companhia Armazém 13 e os nossos colaboradores.

Atualmente a nossa produção mensal (ao modelo dos cabarés anteriores), contempla o desenvolvimento artístico enquanto grupo, mas também a criação artística individual, a encenação dos espectáculos mensais fica a cargo de um dos artistas da Companhia que vai

variando ao longo dos meses. Isto é, cada espetáculo é criado de raíz e apresentado uma vez por mês, com encenação e elenco novos, isto porque para além de contar com o elenco residente, conta também com a colaboração de técnicos, artistas e amigos convidados.

ESPETÁCULO VERTIGO 1.0 – 2009 FÁBRICA BRAÇO DE PRATA

24


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

PRODUÇÕES ARMAZÉM 13

25


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

DOMINGO - 2008- FÁBRICA BRAÇO DE PRATA AMOR CIENTÍFICO – 2009 – FÁBRICA BRAÇO DE PRATA

26


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

“CADERNOS SUSPENSOS” 2011 ENCENADO POR BERNARDO GAMA, MÚSICA ORIGINAL SÉRGIO FERREIRA.

27


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

“EU DE NÓS RUÍDOS DO EU” 2013 ENCENAÇÃO MÓNICA ALVES

28


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

CIRCO DE NATAL 2013, ENCENAÇÃO MÓNICA ALVES

29


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

“EXTREMO” 2014 ENCENAÇÃO RAQUEL NICOLETTI

30


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

CABARÉS ARMAZÉM 13 DESDE 2011

31


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

SOPRO ATRAVÉS DO ESPELHO” 2013 ENCENAÇÃO COLETIVA

CIRCO DOSSEL - 2012 INFANTIL , ENCENAÇÃO COLETIVA.

Membros do Armazém 13: ADN: Angélica Evrard, Mila Xavier, Joa Gouveia, Raquel Nicoletti, João Godinho, Mónica Alves. Evil Angels: Joaquim Silva, Pedro Martins. 32


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

O ESPAÇO FÍSICO DO ARMAZÉM 13 BENFICA O projeto atualmente está sedia- de investimento pessoal e finando num espaço amplo na Avenida Gomes Pereira, 11, Benfica, Lisboa, após a conclusão da remodelação e adaptação do espaço. Restaurado inteiramente com fundos próprios, desde a canalização e electricidade, até reestruturação do solo e paredes, construção de estruturas sanitárias e cozinha. Tudo isto, através

ceiro dos membros da Associação ADN, Evil Angels e colaboradores. O resultado final é um orgulho para nós e por isso sabemos ser detentores de potencial para investir num novo espaço, mais adequado para as nossas necessidades, como o espaço Carpintaria São Lázaro.

33


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

PARCERIAS NA EUROPA O Armazém 13 é parceiro a nível europeu do Projeto Intercircus (promovido pela Associação Valenciana – Espanha - www.espaidecirc.com/) e do Projeto CircusNext (impulsionado pelo projeto Jeunes Talents du Cirque – França - www.circusnext.eu/).

FORMAÇÃO No campo da formação, conta atualmente com 6 turmas nos cursos de acrobacia aérea, acrobacia de solo, dança contemporânea, yoga e circo para crianças. São mais de 180 estudantes que frequentam ou frequentaram entre 2011 e 2014 os cursos da Associação ADN, fazendo do nosso espaço um novo pólo de formação em artes do espetáculo em Portugal. O Armazém 13 atua diretamente com a comunidade local com projetos de cunho social e recreativo, sendo apoiado pela Junta de Freguesia de Benfica. Através dessa parceria recebeu

34

já no seu espaço mais de 500 crianças (carenciadas e não carenciadas) durante as férias escolares e tem colaborado com as escolas da região de Benfica. A Formação é um dos principais focos do Projeto Armazém 13. Proporcionamos um desenvolvimento personalizado a cada aluno, pois as nossas turmas são frequentadas tanto por iniciantes como estudantes da área e também por profissionais. Acreditamos que ampliar as nossas instalações pode contribuir para

a ampliação da nossa capacidade de receber e produzir espetáculos, asim como diversificar e aumentar a nossa oferta formativa.


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

ARTIGO SOBRE ARMAZÉM 13 A PROCURA DE UM NOVO ESPAÇO: REVISTA CORVO Benfica não é só terra de futebol. Benfica tem um armazém que não serve para guardar tralha. Este armazém guarda um circo, mas não por muito tempo. O Armazém 13 (A13) é um espaço de circo contemporâneo e em breve precisará de um novo tecto. Localizado desde a sua formação, em 2011, na Avenida Gomes Pereira, o Armazém 13 contínua à procura de investimento por parte de privados ou do governo, apesar do apoio da Junta de Freguesia de Benfica. O espaço actual é arrendado e está na iminência de ser demolido. O projecto pretende encontrar um novo local para continuar a produzir as suas peças inovadoras, a apoiar os artistas da área e a ensinar as suas

artes. Este armazém artístico alberga várias actividades: desde aulas de circo para crianças a aulas de acrobacia aérea para adultos, passando por aulas de dança contemporânea e de yoga, são cada vez mais os interessados nos cursos que o Armazém 13 tem para oferecer. Para além destas aulas, no último sábado de cada mês é organizado o Cabaret Circo, um espectáculo de variedades, com circo, música, dança e magia para toda a família. Qualquer artista pode candidatar-se. “É preciso ter uma obra consistente em relação ao cabaret, isto é, não julgamos as obras, mas a sua consistência no nosso palco e no espectáculo”, esclarece Raquel

Nicoletti, membro fundador do A13. Raquel convida toda a gente a conhecer o Armazém 13 e a ver com os próprios olhos porque é que este é um espaço único e merece o reconhecimento da cidade. Nem os armazéns servem só para guardar tralha, nem os circos têm de ser só no Natal. Lisboa tem um circo contemporâneo e os circos fazem as cidades mais felizes. Não o deixemos fugir. Texto: Mariana Garcia link para o artigo: http://ocorvo. pt/2013/06/20/armazem-13-o-circo-que-procura-um-novo-tecto/

REFÊRENCIAS: http://armazem13.cia-adn.com/blog/ // www.evilangels.pt // www.raquelnicoletti.com // www.joacirque. com // www.milacirco.com // www.angevrard.com // www.facebook.com/Armazem13.lx 35


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

PROPOSTA PARA O FUTURO CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 NA ANTIGA CARPINTARIA SÃO LÁZARO O CONCEITO da proposta de Criação do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 Ao propor a instauração do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 (CA13), a Associação ADN propõe-se a expandir a cooperação entre as áreas artísticas que já apoia no Projeto Armazém 13, de forma a divulgar e inter-relacionar as suas criatividades, assim como tenciona promover a cultura de forma mais abrangente, de acordo com as palavras de Jean-Pierre Saez, do Observatório das Politicas Culturais, Grenoble, “Cada vez mais as equipes artísticas entre-misturam suas disciplinas e competências, numa hibridação de formas artísticas e estéticas que conduz a criar livremente entre elas: artes plásticas, artes numéricas, artes da rua, música, coreografia, teatro de intervenção, todos na mesma posição artística. Não há mais fronteiras nem limites à mescla das artes. As disciplinas são hoje sobrecarregadas por essa cria36

tividade.” No caso do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13, o circo contemporâneo é o centro de dinamização das diversas manifestações artísticas envolvidas, por conter na sua ideologia artística e estética uma vasta gama de processos e produtos criativos. Essa hibridização das formas não é nova, se lembrarmos as avant-gardes do século vinte ou até mais anteriores, como a ópera. No entanto é uma iniciativa atípica e inovadora para a sociedade em que a imprime. Para o CA13 fazemos uso do pensamento associativo na propulsão de novas correntes artísticas e envolvência social. É, de certa forma, também uma maneira de contribuir para a evolução das políticas culturais, que até então, têm tido a tendência a pensar de maneira setorial. Portanto, o CENTRO DE ARTES, será inovador e moderno, à ima-

gem do que já acontece em tantas capitais da Europa. A instituição Armazém 13 e os parceiros envolvidos neste projeto possuem atualmente parte do equipamento necessário para a implantação do projeto no espaço Carpintaria São Lázaro. No entanto, o principal objetivo é, para além de tranferir o que já está em ação em Benfica, também ampliar a possibilidade de cooperação com outras instituições de criação, restauração e promoção artística, na forma de cooperação fixa ou esporádica. Certos da necessidade de ampliação e implementação, apostamos no crescimento através da mudança para um novo espaço. CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 significa para o Armazém 13 vislumbrar horizontes mais abrangentes, mais amplos, incluir as artes visuais e plásticas,


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

a produção multimédia, a dança, a música, o teatro, o circo, exposições, espetáculos e uma ampla área de restauração, tudo num só espaço, o Centro de Artes Armazém 13. É uma iniciativa a lon-

go prazo, cujo objetivo primeiro é o de criar um espaço de troca de conhecimentos, pesquisa, criação, partilha com a comunidade local, produção e exibição artística. Inovar, englobar, mesclar, numa ati-

tude atípica, arrojada e moderna. Uma proposta ousada, mas atenta às necessidades da comunidade de Lisboa e receptiva a outras propostas e projetos.

O objetivo de ocupação do espaço da Carpintaria São Lázaro é implantar e DINAMIZAR: 1- Uma sala de Espetáculos com programação regular no piso um (Sala Multiusos); 2- Espaço de rigging e tecnologia do circo divididos entre o piso um e o piso inferior (Sala Multiu sos e piso inferior); 3- Estúdios de formação e criação no piso um e piso inferior para colaboradores e para a asso ciação ADN (Sala Multiusos e Espaço SOU - Movimento e Arte, em parceria com o Largo Residências); 4- Espaço de restauração no piso superior; 5- Bar associativo no piso um (Sala Multiusos). 6- Sala de Exposições (Sala Multiusos) Observação: Mais adiante há mais pormenores sobre a orgânica dos espaços. Baseados nisso, propomos concentrar a orgânica de gestão do espaço Centro de Artes Armazém 13 nas mãos da Associação ADN (mentora do Armazém 13), com a política de sub-ocupação para a associação SOU – Movimento e Arte e também para potenciais novos parceiros, de modo a não delimitar essas parcerias a entidades fixas, mas deixando aberto algum espaço

para a comunidade, formadores e criadores em geral que carecem de locais para criar, formar e compartilhar experiências. O objetivo consiste na instalação e gerência de um “grande espaço” (Sala Multiusos, Espaço SOU Movimento e Arte, Espaço Rigging, Bar e Restauração), que será feito em colaboração com diversos grupos e artistas, formadores e cri-

adores, que poderão inserir-se no espaço sob política de sub-locação das salas e/ou co-participação dos lucros adquiridos durante a ocupação temporária do espaço. Isto é, o Armazém 13 gerirá a ocupação dos espaços inerentes (Sala Multiusos- incluindo a Sala de exposições) e cobrará uma taxa pela ocupação por terceiros (Espaço SOU - Movimento e Arte e Espaço 37


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro Rigging e parceiros porvir). Assim, acreditamos, não fecharemos as possibilidades de exploração do espaço com entidades específicas, mas abriremos a possibilidade de exploração a diversos parceiros. Quanto ao espaço Restauração, será oferecido ao parceiro um espaço sob total gestão da entidade exploradora, por contrato de pagamento de quotas mensais. Acredi-

tamos ser uma mais-valia ter um espaço de convívio e restauração com uma vista excepcional sobre a cidade de Lisboa, além da locação de fácil acesso, portanto propomos a instalação de um quiosque na cobertura do edifício Carpintaria São Lázaro. Propomos também a instalação de um pequeno espaço de performance no espaço terraço, para que o quiosque seja uma ex-

tensão do centro de artes, para que o espaço terraço faça parte do conceito do Centro em geral. Quanto ao Bar Associativo, propomos a exploração do bar por parte da Associação ADN, ao modelo do que já existe no espaço Armazém 13 Benfica. Um bar de pequeno porte, para espectadores e frequentadores do espaço.

Sobre o Edifício para receber o CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 Espaço para as instalações: O Atual projeto destina-se à Antiga Carpintaria São Lázaro, espaço mais do que ideal para esse conceito, que foi concebido com vistas a tal prédio e à área que o circunda. A comunidade desta área

será um fator importante para o sucesso do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13, que contempla e admira a diversidade, característica tão imbuída na comunidade que frequenta ou habita a área do Martin Moniz. A centralidade e a diversidade são características que

farão desse prédio o nosso espaço especial de criação e interação com a sociedade de Lisboa. E, acreditamos, que darão imensa visibilidade às atividades realizadas no CA13, bem como aos associados, parceiros e patrocinadores.

Primeiro Piso : Sala Multiusos, escritíorios e bar

38


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

Piso Inferior. Espaço para SOU - Movimento e Arte e Espaço Rigging.

Primeiro Piso: sala Multiusos com acesso ao piso superior

terraço: dedicado à restauração

39


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

ORGÂNICA DOS DIFERENTES ESPAÇOS Descrição das diferentes salas/estúdios que farão parte do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13, representando as diferentes vertentes artísticas que o projeto contempla. O espaço CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 será composto por:

Sala Multiusos espaço amplo para criação circense, espetáculos, formação em artes circenses, dança e artes performativas. (piso 0)

Espaço SOU - Movimento e Arte

Espaço dedicado à residências artísticas, criação, apresentação de projetos artísticos. (piso inferior)

Sala de Exposições espaço para exposição de artes plásticas e visuais, principalmente fotografia; (piso -1 ou 0)

Bar/Cafetaria que atenderá uma sala de convívio aberta sempre que o espaço estiver aberto para os formandos, público e visitantes. (Piso 0)

Espaço Rigging para a equipa técnica e sede do Centro Tecnológico das Artes do Circo – CTAC, Evil Angels e da Associação dos Profissionais de Rigging (APR) (piso -1 e 0)

Restauração a definir parceiro. (cobertura)

40


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

Estratégia de Gestão e Administração Financeira A Associação ADN será o grande gestor dos diferentes espaços, que poderão ser ocupados pelos atuais parceiros da associação, como a Associação SOU e Evil Angels, assim como por futuros potencias parceiros. A gestão geral, fica então a cargo da Associação ADN, responsável pela gestão de recursos: - receber os pagamentos e percentuais de receitas advindos da utilização do espaço pelos parceiros; - manejar a renda advinda da programação de espetáculos; - gestão dos gastos diários de funcionamento e manutenção; - gestão de financiamentos destinados ao CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13. Todo investimento adquirido para o Centro de Artes Armazém 13 (apoios e patrocínios) reverterão para a Associação ADN, que fará a gestão adequada e investimentos

na implementação, manutenção e gestão do Centro de Artes. Cada intervenção por terceiros deverá funcionar independentemente dos recursos angariados pela Associação ADN, e serão acolhidos no espaço sob regime de sub-locação. No caso do Espaço SOU – Movimento e Arte, e Evil Angels (que são parceiros fixos e terão espaço fixo) cada um desses parceiros tem como responsabilidade garantir o funcionamento da sua atividade durante o período de utilização, gerir recursos próprios, investir nas instalações necessárias para o funcionamento das suas atividades, além de contribuir com o pagamento de uma renda (um valor fixo mensal acordado entre as partes). Haverá encargos que serão divididos proporcionalmente entre todos os parceiros fixos do CA 13, como a manutenção das áreas comuns e

limpeza. Cada associação, empresa, instituição parceira poderá e deverá funcionar com recursos independents e próprios, sendo que compete a cada um cumprir com os encargos acordados com a Associação ADN. O espaço de restauração terá uma administração independente, de responsabilidade do Empreendimento Hoteleiro responsável pela sua exploração, sob acordo contratual com a Associação ADN para pagamento da quota mensal por utilização do espaço.

Tabela de entidades parceiras responsáveis pela sub-gestão dos espaços sob ocupação fixa: Associação ADN: Sala Multiusos, Bar Associativo e Sala de Exposições (com apoio de profissionais associados). Espaço SOU – Movimento e Arte: Associação SOU; Espaço Rigging: Evil Angels Restauração: entidade a definir

Gabinete de Contabilidade e Contatos A Figueiredo Pratas – Stoc, é Empresas, gestão administrativa e tas - Sociedade de Técnicos Oficiuma empresa especializada no apoio ás Grandes Empresas, PME´s, Micro Empresas, Empresários em Nome Individual, Profissionais Liberais, IPSSS e Associações, nas áreas da contabilidade, gestão de

de recurso humanos, consultoria ais de Contas, Lda de gestão, consultoria fiscal, acon- Rua Cândido de Figueiredo, 78 A selhamento financeiro, elaboração 1500-136 Lisboa de estudos económicos e projectos de investimento. Gestor Financeiro: Figueiredo Pra-

41


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

PLANO FINANCEIRO CA13 Despesas Estrutura Renda Água Luz Comunicações Segurança Licenças Seguros Comissões Bancárias

1.600,00 € 200,00 € 600,00 € 200,00 € 150,00 € 150,00 € 150,00 € 150,00 €

Despesas Equipa Gestão Geral Atendimento * 2 pessoas Bar Associativo * 4 pessoas Limpeza TOC Avença Designer

900,00 € 1.500,00 € 3.000,00 € 450,00 € 150,00 € 150,00 €

Contribuições Segurança Social Finanças Comissões Bancárias

400,00 € 400,00 € 150,00 €

TOTAL

Média Anual Despesa Equipa e Estrutura Formadores (média) Extras Total Despesa Receita Formação Regular Formação Pontual Programação Aluguer Espaços (Resturante + salas) Aluguer Eventos Total Receita Balanco

Receita Aulas Regulares Aluguer Espaços Espectáculos Eventos Pontuais

10.300,00 €

Janeiro

Fevereiro

Março

Abril

Maio

Junho

10.300,00 € 3.000,00 € 500,00 € 13.800,00 €

10.300,00 € 3.000,00 € 500,00 € 13.800,00 €

10.300,00 € 3.000,00 € 500,00 € 13.800,00 €

10.300,00 € 3.000,00 € 500,00 € 13.800,00 €

10.300,00 € 3.000,00 € 500,00 € 13.800,00 €

10.300,00 € 3.000,00 € 500,00 € 13.800,00 €

7.000,00 € 400,00 € 750,00 € 4.000,00 € 1.500,00 € 13.650,00 € - 150,00 €

8.000,00 € 550,00 € 1.000,00 € 4.000,00 € 2.000,00 € 15.550,00 € 1.750,00 €

7.000,00 € 600,00 € 1.250,00 € 4.000,00 € 2.000,00 € 14.850,00 € 1.050,00 €

6.500,00 € 750,00 € 1.500,00 € 4.000,00 € 2.000,00 € 14.750,00 € 950,00 €

6.500,00 € 750,00 € 1.500,00 € 4.000,00 € 2.000,00 € 14.750,00 € 950,00 €

6.000,00 € 650,00 € 2.500,00 € 4.000,00 € 3.000,00 € 16.150,00 € 2.350,00 €

Média Anual Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Resultado Despesa Equipa e Estrutura 10.300,00 € 10.300,00 € 10.300,00 € 10.300,00 € 10.300,00 € 10.300,00 € Formadores (média) 1.500,00 € 1.500,00 € 3.000,00 € 3.000,00 € 2.000,00 € Extras 500,00 € 500,00 € 500,00 € 500,00 € 500,00 € 500,00 € Total Despesa 12.300,00 € 10.800,00 € 12.300,00 € 13.800,00 € 13.800,00 € 12.800,00 € 158.600,00 € Receita Formação Regular 4.000,00 € 2.500,00 € 4.000,00 € 5.000,00 € 5.000,00 € Formação Pontual 750,00 € 750,00 € 400,00 € Programação 1.250,00 € 1.250,00 € 1.250,00 € 1.500,00 € 1.500,00 € 750,00 € Aluguer Espaços (Resturante + salas) 4.000,00 € 4.000,00 € 4.000,00 € 4.000,00 € 4.000,00 € 4.000,00 € Aluguer Eventos 3.000,00 € 2.500,00 € 3.000,00 € 2.000,00 € 2.000,00 € 4.500,00 € Total Receita 12.250,00 € 7.750,00 € 10.750,00 € 12.250,00 € 13.250,00 € 14.650,00 € 160.600,00 € Balanco 50,00 € - 3.050,00 € - 1.550,00 € - 1.550,00 € - 550,00 € 1.850,00 € 2.000,00 €

42


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

20.000,00 €

15.000,00 €

10.000,00 € Total Despesa 5.000,00 €

Total Receita Balanco

- €

-5.000,00 €

Ano 1 - Incubação Ano 2 - Mudança Ano 3 - Break Even Ano 4 - Crescimento Ano 5 - Sedimentação Funcionamento 80% 90% 100% 105% 110% 126880 142740 158600 166530 174460 Receita 70% 90% 100% 110% 120% 112420 144540 160600 176660 192720 Obras 1ª Fase 2ª Fase Manutenção Manutenção Manutenção 2500 12500 1500 1500 1500 Resultado -16960 -10700 500 8630 16760

250000 200000 150000 100000

Receita Funcionamento

50000

Obras Resultado

0 -50000

43


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

MODELO DE PROGRAMAÇÃO • • • • • •

Sala Multiusos (Espaço de Formação, Espaço para Eventos e Sala de Espetáculos); Espaço Rigging (CTAC – Centro tecnológico das Artes do Circo e APR); Espaço SOU - Movimento e Arte (Espaço de Formação, Residências artísticas e Sala de Espetáculos); Sala de Exposições;w Bar associativo; Restauração.

Organograma do futuro espaço Centro de Artes Armazém 13:

CA13

ASSOCIAÇÃO ADN

EVIL ANGELS APTR ASSOCIAÇÃO PORTUGAISA DE RIGGING

ESPAÇO RIGGING

CTAC

SALA MULTIUSOS

SALA DE EXPOSIÇÕES

LARGO RESIDENÇIAS

RESIDENÇIAS ARTISTICAS

SALA DE ESPETACULOS

SALA DE FORMAÇÃO CIRCO DANÇA

FORMAÇÃO DANÇA TEATRO MUSICA

SALA DE ESPETACULOS

SALA DE ENSAIOS

ESPAÇO PARA A COMUNIDADE

BAR ASSOCIATIVO

SALA DE PESQUISA PARA CTAC

44

SOU MOVIMENTO E ARTE

FORMAÇÃO KIDS


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

A Sala Multiusos: O CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 terá uma sala com múltiplas funções (ao exemplo do que acontece atualmente no espaço Armazém 13 Benfica):

• Sala de espetáculos; • Sala de formação em técnicas circenses e dança voltada para a acrobacia; • Sala de pesquisa do Centro Tecnológico das Artes do Circo – CTAC; • Sala de treino e ensaios da Companhia Armazém 13; • Sala de treino de artistas associados; • Bar Associativo - Lounge.

As condições adequadas para a sala serão garantidas pelas estruturas de truss, iluminação, palco, som e projeção (que o Armazém 13 possui e pretende incrementar, renovar e atualizar para se adequar ao novo espaço). Para tal, o espaço será amplo e será a maior sala do CA 13. A Sala Multiusos é o maior desafio arquitetônico do Centro de Artes, com capacidade

de transmutar-se, com o intuito de ser versátil e adaptável às diferentes atividades. Será composta por estruturas móveis: linhas de truss suspensas, palcos amovíveis em módulos de estrados, arquibancadas móveis e linhas para cortinas de separação. A idéia principal é otimizar o Sala Multiusos e oferecer condições a todas as atividades que neces-

sitem de um solo adequado, além das cortinas (resguardo das atividades), os palcos móveis, a estrutura para iluminação e sonorização e espaço para o grande público. Espetáculos, eventos, programação, acolhimento... Uma Sala Viva, uma arquitetura aberta à criatividade.

As Vertentes da Sala Multiusos Sala de Espetáculos: A Sala Multiusos abrigará a Sala de Espetáculos do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 A Sala Multiusos abrigará a Sala de Espetáculos e contará com a programação mensal de espetáculos da Companhia Armazém 13 e

outros tantos, como de circo contemporâneo, performance, dança, teatro, música, enfim, as artes do espetáculo. O espaço de espetáculos contará com estrutura própria para iluminação e som, palco adequado e estruturas para suspensão de

equipamento, cenário e artistas. A Sala Multiusos será uma sala gerida pela Associação ADN, e dispõe-se a ser o espaço de acolhimento onde os parceiros podem apresentar as suas criações e intervir criativamente. O PALCO

Proposta de estruturas para a Sala Multiusos: -

palco com 10m2, de madeira com caixa de ar; arquibancadas móveis para 300 pessoas; espaço Bar Associativo (lounge) para 150 pessoas;

45


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

EQUIPADA COM :

-

Equipamento de sonorização; Equipamento de iluminação; Projetor de vídeo; Munição; Régie para equipe técnica com mesa de luz e de som; 2 Câmeras de vídeo; Mesas e cadeiras no lounge do Bar.

Lista de equipamentos que o Armazém 13 dispõem atualmente para instalação imediata na Sala Multiusos:

- Palco com caixa de ar de 6mx6m coberto com linóleo; - Equipamento de iluminação básico para teatro, com mesa de luz 48 canais, 20 pares, 2 pcs, 5 robôs; - Equipamento de sonorização, com mesa de som e munição de 2 colunas pré-amplificadas; - Box truss de 6mx6m, em X30; - Todo equipamento de suspensão que precisamos para nosso material de circo; - Todo equipamento de circo necessário atualmente para aulas e espetáculos; - Linóleo para cobertura da área de aulas; - Projetor de vídeo; - Câmeras de vídeo.

Listamos o equipamento acima, certos de que necessita de maior investimento para estar ao nível das necessidades deste novo espaço. Mesmo assim, estamos orgulhosos pela aquisição de tal material com recursos próprios,

nossos parceiros e colaboradores e com o apoio indispensável da Junta de Freguesia de Benfica. Para Financiadores: Pretendemos utilizar o material atual e expandir o nosso potêncial através de maiores investimentos na aqui-

sição de material mais moderno e em maior quantidade, que julgamos indispensáveis para a instalação no local pretendido, a antiga Carpintaria São Lázaro.

Espaço de ensaios e pesquisa: Abrigará as criações da Companhia Armazém 13 de Circo Contemporâneo, sede de desenvolvimento e pesquisa dos artistas da Companhia, criação de espetáculos e apre-

46

sentação. Também será o espaço de pesquisa do CTAC- Centro Tecnológico de Artes do Circo, um campo de pesquisa, de desenvolvimento artístico e tecnológico, ba-

seado nas diretrizes da Associação ADN, promover e desenvolver o circo contemporâneo interligado às artes afins...


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

Espaço Livre de Treino: Da mesma maneira que os países que apostam no desenvolvimento das Artes Circenses, Portugal têm cada vez mais sobressaído na qualidade dos profissionais aqui formados, no entanto, por falta de perspectivas, investimentos e espaços de treino, ensaios e criação, esses novos artistas veêm-se obrigados a emigrar para países com maiores condições. Como forma de apoio a Associação

ADN dispõe também de um espaço livre para artistas associados, epaço livre de treino e aperfeiçoamento de jovens performers e artistas. A proposta é oferecer aos associados a possibilidade de utilização do espaço de criação, abrindo assim um espaço independente e livre de pesquisa para novos criadores.São muitos os atuais artistas associados ao nosso Projeto que têm utilizado as nossas instalações para o seu

treino pessoal e troca de experiências com os artistas da nossa Associação. Também tem recebido artistas do Cirque Du Soleil, Cirque Mechanics, e muitos outros, de grande cariz, que passam por Portugal e querem ser bem recebidos e ter um porto bem equipado para os receber. O Armazém tem sido esse porto, agradavelmente.

Espaço de Formação Associação ADN: A sala Multiusos servirá como espaço de formação em dança e circo contemporâneo. No Projecto Armazém 13 ressalta-se o investimento bastante importante no âmbito da formação, como já especificado acima. A Sala Multiusos será parcialmente destinada à formação com cursos de dança, acrobacia aérea e acrobacia de solo, entre outras

performance e circo em Portugal. O Armazém 13 tem promovido cursos de formação em circo e dança com imenso sucesso nas suas instalaçãos em Benfica, e preOutra vertente são os work- tende continuar com essa vertente. shops orientados por artistas/professores estrangeiros convidados que podem dar formação a curto prazo. Um importante contributo para o desenvolvimento da área da técnicas circenses. A nossa oferta formativa destina-se a adultos e crianças, e será orientada pelos profissionais da nossa Associação.

Curso de Acrobacia aérea: Acrobacia aérea no circo é quando o acrobata executa movimentos com o corpo completamente suspenso por um aparelho, fora do chão. Este curso tem como objectivo a aprendizagem de técnicas tradicionais de circo com uma visão contemporânea, enfatizando

a técnica do movimento e a criatividade do performer. Indicada para bailarinos, actores, principiantes e principalmente visionários e amantes do circo. Fazem parte desse curso as técnicas de tecido vertical, tecido marinho, lira, trapézio, corda lisa, mastro chinês,

straps, mastro chinês e dança suspensa. Trabalhamos atualmente com todo equipamento e estruturas para garantir a qualidade e segurança das aulas. Somos profissionais qualificados e experientes da pedagogia das artes do circo.

Curso de Acrobacia de Solo e Forças Combinadas: Acrobacia de solo é quando o acrobata executa movimentos ousados com a ajuda do solo, ou ainda de um parceiro no caso de forças combinadas. O curso enfatiza a aprendizagem desde movimentos básicos a “solo” ou em “duplas” e os pinos. Indicado a todos que

pretendem expandir suas quali- to com a aquisição de tranpolins. dades de movimento, desenvolver a capacidade acrobática e principalmente criar uma nova maneira de comunicar com o corpo. Temos material de suporte para essas aulas. Mesmo assim, desejamos implementar nosso equipamen47


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

Armazém 13 Kids aulas: Aulas de circo com caráter lúdico para os miúdos dos 5 aos 12 anos. Malabarismo, acrobacia de solo e aérea e equilíbrios. Os mais jovens travam o primeiro contato com as técnicas do circo e preparam-se para um futuro promissor no campo das artes. Essa aula tem

sido um sucesso em nossa sede em Benfica, e vislumbramos muitas mais crianças a viajarem conosco pelo universo do circo, e, quem sabe, se tornarem bons profissionais com nossa ajuda. Um espaço mais central ajudará o Armazém 13 a encontrar mais adeptos, di-

vulgar entre a juventude e a comunidade local. Acreditamos que o circo é uma excelente atividade para a infância, pois além da ludicidade que oferece, imprime disciplina de uma maneira saudável.

Aulas de dança contemporânea: A sala principal servira também para as aulas de dança contemporânea acrobática, sob coordenação de diversos professores de dança, atuais colaboradores e também aberto a novos parceiros. Temos muitos colaboradores na

área, mas não queremos fechar as oportunidades de troca com outros formadores. Nossa formação em dança contemporânea tem forte enfoco na dança acrobática, como complemento das artes do circo. Nossos formadores poten-

ciais parceiros são: Diana Niepce, Bruno Pardo, Magalie Lanriot e Bernardo Gama. (trabalham conosco em nossas produções e ministram ou ministraram aulas em nossa sede em Benfica).

Workshops pontuais: É com prazer que disponibilizamos nosso espaço para residências de formação oferecidas por renomados artistas estrangeiros. Essa troca é um contributo fundamental para o desenvolvimento das artes circenses em plena expansão em Portugal. Estamos dispostos a receber proposta estrangeiras e

nacionais de formação cujo foco de intervenção vem a incrementar as propostas do Armazém 13. Queremos promover a troca de experiências e promover formação em diversos níveis, incluindo o PROFISSIONAL. Muitos mestres nas artes do espetáculo são potencias colaboradores nesse campo.

Não os citamos aqui porque serão muitos os nomes interessados e de interesse para comunidade portuguesa, profissionais esses que já estão de alguma forma envolvidos no projeto Armazém 13 ou então novos nomes a colaborarem com a formação esporádica.

Workshops para a comunidade local: Ao exemplo do que vem acontecendo em Benfica, o Armazém 13 pretende dar continuidade às atividades de cunho social, de maneira a apoiar a comunidade circundante com atividades para crianças, adultos e idosos (sem custos associados no caso de carência das famílias). Assim, podemos promover conhecimento e novas experiências à comunidade e arredores. Costumamos fazer um atelier dedicado

48

a uma experiência de um dia no circo, o Atelier Circo Kids, onde as crianças aprendem as diversas técnicas circenses e depois assistem a um espetáculo circense infantil. Esse atelier teve imensa afluência e aceitação das escolas e centros de apoio à infância (na nossa sede atual em Benfica). Trabalhamos com crianças com deficiências, que sofrem de algum tipo de violência e carenciadas. Além dessa vertente,

o atelier também é oferecido às escolas com custos mínimos, porque acreditamos na importância do contato dos mais miúdos com o circo e as artes. Com esse intuito também contamos com a colaboração do SOU- Movimento e Arte como parceiro a complementar o contato com a comunidade local com seu projeto já em ação na área do Martin Moniz/Intendente. (ver página do parceiro SOU).


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contempor창neo

Atelier de Circo Kids

49


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

OS PARCEIROS DO CENTRO ESPAÇO SOU - MOVIMENTO E ARTE Esse espaço seria implementado no piso inferior da Carpintaria São Lázaro. A sala destina-se às residên- outro lado, estimular várias áreas para a dança e demais técnicas cias artísticas de artistas con- culturais e até conjugar estas. O do movimento, sonorização e vidados, nacionais e internacionais, para realizarem suas produções bem como a workshops pontuais e apresentações. “As residências artísticas começaram-se a destacar e a proliferar na década de 90, sendo vários os modelos de residência praticados então, e consequentemente enorme a diversidade dos resultados desta forma de interação artística contemporânea. As residências artísticas variam sobretudo consoante objetivos, projetos e tempo de duração, compreendendo realidades variadas, conteúdos e modelos específicos, em que se podem focar apenas numa determinada linguagem artística, ou por 50

conceito de Residência Artística é iluminação adequadas. assim uma forma de cooperação e incentivo ao desenvolvimento de um projeto orientado para o público, não descartando claro o incentivo ao artista que para além da “residência” beneficia de todas as condições para elaborar um trabalho proveitoso, possibilitando-lhe o desenvolvimento e a divulgação dos seus projetos artísticos.” Retirado do site do Centro de Artes e Congressos Caldas da Rainha. As dimensões serão adequadas a pequenos trabalhos de pesquisa e criação e apresentação de espetáculos e também receberá alguns workshops. Será equipada com piso adequado


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

DE ARTES ARMAZÉM 13

ASSOCIAÇÃO SOU MOVIMENTO E ARTE BREVE HISTORIAL O SOU foi fundado em 2004, Ana Tamen, Cláudio Hochman, O reconhecimento do SOU enpor iniciativa de Vanda Melo, numa antiga loja, nos Anjos, agitada zona de comércio e habitação, caracterizada pela sua diversidade humana e cultural. Em 2008 foi altura de abraçar um novo desafio, nascendo o espaço SOU com um grande estúdio (espaço de aulas e apresentações), vestiário, cafetaria, esplanada, expositores (roupa, figurinos e artesanato) e espaço para exposições. No ano lectivo 2009/2010, nasce o CAP - Curso de Artes Performativas, com um conjunto variado de propostas promovidas a partir de um corpo docente composto por:

Félix Lozano, Madalena Victorino, Marta Silva, Miguel Moreira, Pedro Sena-Nunes, Sara Machado Graça, Giacomo Scalisi, entre outros. Em 2010, este projecto deu lugar à criação de uma associação constituída por um grupo de profissionais de várias áreas artísticas e de gestão, ampliando as vertentes formativas, de criação, produção e programação artística. Concretizam-se as parcerias com escolas e infantários da zona, assim como com a Junta de Freguesia, criando dinâmicas com outras franjas de idade, nomeadamente com crianças e idosos.

quanto espaço de oferta cultural no bairro dos Anjos, afirma-se com a 1ª edição do Festival AoGosto, e na parceria com o Festival Todos (coproduções, acolhimento de programação e ponto e encontro de artistas participantes). Em Junho de 2011 dá inicia a um novo projeto - LARGO Residências, localizado no Largo do Intendente, em Parceria com o ACIDI e com o Apoio Institucional da Câmara Municipal de Lisboa. Para a gestão e execução deste projeto cria-se uma Cooperativa da qual a SOU é um dos cooperantes fundadores.

51


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

O SOU EM NÚMEROS 210 Alunos das aulas regulares; 30 Alunos nos workshops pontuais; Média 30 pessoas por cada evento programado; 3mil novos associados livres; Mais de 7mil contactos na newsletter Mais de 5mil seguidores na página Facebook Membro fundador do LARGO Residências Artísticas e Turísticas, localizado no Largo do Intendente ao abrigo do programa BIP ZIP (zona de intervenção prioritária)

52

da CM Lisboa, com parceria institucional do ACIDI. Parceria com o Festival Todos (desde 2010) - coprodução de criações artíticas, acolhimento de programação e ponto de encontro de artistas participantes nas instalações da SOU e do LARGO Residências. Colaboração com o ACIDI (Alto Comissariado para a Imigração e DiálogoIntercultural), cedência de Instalações para ensaios do SOU Companhia e construção de um plano de intervenção postural para os seus funcionários. Espectáculos SOU Companhia – O Baile (criação de Marta Silva e Félix Lozano) apresentado em 7

freguesias de Lisboa entre Maio e Setembro, inserido no programa Mais Cultura da CM Lisboa, Poema (criação de Claudio Hochman com alunos do SOU), Ovelhas Clandestinas (criação de Madalena Victorino), O Bote da Razão (criação de Claudio Hochman com os alunos do SOU), Companhia Limitada (projecto de intervenção na população idosa, de Madalena Victorino e parceria LARGO Residências), Minuto Lento (criação de Felix Lozano com os alunos do SOU), O Melhor Foi o Jantar (criação de Cláudio Hochman com os alunos do SOU)


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

FORMAÇÃO 2013/2014 Curso de Artes Performativas O Curso de Artes Performativas do SOU promove a formação nas áreas da dança, teatro, música e performance. O seu principal objetivo é a formação de um performer-criador, multidisciplinar,

respeitando a linguagem e estética de criação, com criadores diferartística que cada um propõe, mas entes, permitindo aos alunos apreabrindo as possibilidades e diver- sentações públicas dos trabalhos. sidades através da partilha, troca e formação recíproca. Ao longo do ano são elaboradas três oficinas

Formadores Regulares: Félix Lozano, João Garcia Miguel, Sílvia Filipe Oficina de Criação I: Tonan Quito Oficina de Criação II: Carlota Lagido Oficina de Criação III: Félix Lozano, João Garcia Miguel, Sílvia Filipe

Curso Anual de Produção O SOU cria o seu primeiro Curso Anual de Produção num formato de iniciação teórica e acima de tudo prática numa área muito abrangente que é a Produção nas

Artes do Espectáculo. Pretende-se cas de formadores em actividade dotar os alunos de noções bási- profissional, nas áreas de música, cas que envolvem o tratamento dança, teatro e serviço educativo. de artistas e de espectáculos, com contributos e experiências práti-

Formadores Vítor Martelo, Alexandra Fonseca, José Sebastião, Nuno Sampaio, Bruno Neves, Andrea Sozzi, Cristina Piedade, José Soares Neves, Susana Menezes, Giacomo Scallisi, Sérgio Oliveira, João Campos, José Luís Costa e Catarina Rebelo, José Dias

Aulas Livres DANÇA Dança Contemporânea com António Tavares Dança Criativa para Crianças com Marta Silva Dança Contemporânea Inclusiva com Carla Ribeiro Dança Clássica com Paulina Santos Stretching/Alongamento com Mário Barba

Aulas Livres TEATRO Texto, Composição e Trabalho de Actor com José Neves Teatro Performativo com André Amálio Interpretação com Paula Só Teatro do Gesto com Catarina Santana Teatro da Máscara com Sofia Cabrita Teatro Participativo com Marco Ferreira

53


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

Aulas Livres MÚSICA Contrabaixo e Improvisação (qualquer instrumento) com Carlos Barretto Guitarra com Pedro Salvador Voz e Canto com Isabel Campelo Piano com Carlos Santos Acordeão com Rini Luyks Laboratório de Pesquisa com Gil Dionísio

Aulas Livres DANÇAS SOCIAIS Danças Orientais com Catarina Ribeiro Tango com Adam Vucetic Sevilhanas com Raul Morales Ciganas com Mónica Roncon Bollywood com Hema e Moin Udin

SOU PROGRAMAÇÃO A programação cultural é a segunda vertente de orientação estratégica do SOU, permitindo que se faça um aoclhimento todas as semanas de novos artistas para apresentação de trabalhos, assim como criar uma dinâmica sempre crescente e diversificada de construção de novos públicos afetos a cultura.

Eventos Regulares Milonga de Tango com Adam Vucetic Baile Tradicional com Celina da Piedade Cacharolete de Contos pelos Contabandistas Sou Fadista (fado vadio) Cinema no Sofá com dinamização dos associados Exposições temporárias

Eventos Pontuais Festa de Aniversário do SOU Sou Santo (festas Santos Populares) Festival AoGosto (Festival de Artes Performativas) SOU Terraço (Ponto de Programação Cultural) Troca-Te (feira de troca de roupa, livros, artigos multimédia

Programação Artistas que já atuaram no SOU: António Zambujo, António Chainho, Carlos Barretto, Nuno Prata, A Jigsaw, Birds Are Indie, Orlando Santos, João Lima, Andrea Vertessen, The Loafing Heroes, André Santos, João Bengala, Caixa de Pandora, Kasutera, entre outros.

54


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

Festival AoGosto Festival AoGosto porque é “ao gosto do freguês”. AoGosto é composto por artistas convidados de diferentes áreas: teatro, dança, performance, vídeo, música, instalação, fotografia, cinema e artes plásticas. São mais de 50 artistas

que actuam em palcos mais institucionais, outros apresentam-se em espaços mais alternativos, tanto em Portugal como no estrangeiro. Juntam-se no mês de Agosto para criar “uma sopa de pedra na festividade” e provar que a arte não vai de férias.

O gosto não se discute e o desafio é dar ao “movimento” a importância de ser a fonte do Festival e abrir as portas de diferentes correntes artísticas. Convidar todos a espreitar, entrar, ficar, voltar e circular.

O SOU produziu a edição zero do Festival AoGosto, de 9 a 14 de Agosto de 2010, no Espaço SOU. Agora em 2013, de 5 a 10 Agosto, AoGosto irá criar um intercâmbio com a comunidade artística e a comunidade local. Será criada uma teia cultural que irá unir diferentes géneros artísticos. O SOU deixa a sua cave e estende os braços, iniciando com o Festival o seu novo percurso SOU do Bairro.

de uma plataforma que possibilita a apresentação de trabalhos mais intimistas e/ou experimentais que durante o ano nem sempre têm oportunidade de desenvolver e que podem encontrar, neste contexto, um importante alicerce para futuros projectos artístico Como objectivos artísticos e profissionais prioritários foram definidos: - Disponibilizar programação de qualidade, eclética, gratuita e internacional. - Promover o diálogo e o cruzamento de diversas correntes artísticas através de actividades culturais

num mês em que a oferta artística na cidade é escassa. - Estimular o contacto da população com os ambientes criativos. - Promover a descentralização de espaços de experimentação e manifestações culturais. - Dinamizar espaços de proximidade de dimensão cultural e participação cívica. - Apoiar os artistas portugueses emergentes dando possibilidade de divulgar as suas obras. - Fomentar o voluntariado e o apoio a estágios curriculares e profissionais através de parcerias com entidades académicas e associa-

O Festival AoGosto pretende ser um evento de promoção das artes performativas onde os artistas convidados podem também usufruir

55


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro tivas pela prática de experiências neste contexto profissional. - Captar o interesse de programadores portugueses e estrangeiros e promover o contacto entre artistas

de diferentes linguagens e estéticas. Em suma, o Festival AoGosto pretende chegar mais próximo do público menos habituado a frequentar as redes culturais mais institucio-

cionais, criando pontes entre as diferentes entidades de forma a promover a circulação e contaminação de novos públicos com novas correntes performativas.

serão Claudio Hochman, Félix Lozano, Madalena Victorino, Marta Silva, Catarina Câmara e Vanda Melo. Assim, o SOU Cia é composta por profissionais com um percurso artístico sólido e reconhecido, tanto ao nível da criação como da interpretação, que desenvolverão projectos de Criação nas áreas do Teatro e da Dança, para apresentação no Espaço SOU, e posterior circulação nacional e internacional. Paralelamente aos projectos profissionais, o SOU Companhia pretende ser uma estrutura semi-profissional, os mesmos criadores trabalharão com alunos

que concluíram a formação em Artes Performativas do SOU (Curso Anual), e que numa segunda etapa se dedicarão à recriação e interpretação de espectáculos que autores já tinham desenvolvido, ou mesmo à criação de novas propostas. Tem como objectivo a criação de oportunidades de trabalho profissional, sendo uma forma de transição entre a formação e o contexto real de trabalho. Estas criações serão maioritariamente dirigidas ao público escolar.

SOU COMPANHIA SOU Companhia é um espaço criativo do SOU, onde os criadores residentes têm a oportunidade de desenvolver um trabalho de criação, tendo à sua disponibilidade um espaço de ensaios e uma equipa de produção que ajuda a criação e execução do produto artístico. Pretende-se também criar uma ponte entre a companhia e os alunos da escola SOU como reflexo de uma possibilidade para aceder ao mundo artístico profissional. Uma companhia residente do SOU, com elementos comuns à equipa docente dos cursos de criação desenvolvidos nesta instituição. Alguns dos criadores residentes

Espectáculos disponíveis para circulação. - Poema – Cláudio Hochman (Oficina de Criação dos Alunos SOU) - Companhia Limitada – Madalena Victorino (incluído no PDCM Mouraria) - Ovelhas Clandestinas – Madalena Victorino (Coprodução com o Festival Todos) - Baile – Marta Silva e Félix Lozano(Coprodução com o Teatro Maria Matos)

56


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

PARCERIAS Contacto Cultural (C.C.) Conjuntamente com a Associação Solidariedade Imigrante, o Sport Clube Intendente e a Junta de Freguesia dos Anjos, é estabelecida uma colaboração com o projecto C.C., cuja candidatura ao Programa Escolhas foi recentemente aprovada. Na parceria com este projecto, entre outros objectivos, promovemos a cidadania activa junto dos jovens no quadro de uma sociedade multicultural, fomentamos a participação cívica e comunitária dos jovens e a interculturalidade junto da sociedade civil.

ACIDI / Alto Comissariado foi aprovado em Junho de 2011 e é membro fundador do projeto, para a Imigração e Diálogo In- encontra-se já em implementação. pertencente ao corpo de direção terCultural - Foi com a presença Festival TODOS - Desde 2010 do mesmo. O LARGO Residêndo SOU no Festival TODOS que nos pusemos em contacto com o ACIDI, que tomou conhecimento do trabalho que desenvolvemos na comunidade local, com uma carga multicultural que o festival tocava, e cujas propostas levadas por nós a cabo fizeram com que ficássemos reconhecidos por esta instituição. O ACIDI torna-se entidade parceira na Candidatura ao BIP ZIP da CM Lisboa, para a criação do espaço LARGO Residências, que

o SOU associa-se à programação deste Festival que apresenta no seu território de eleição, Anjos, Intendente, Mouraria e Martim Moniz um programa novo, mas enraizado nos seus propósitos iniciais: um festival de dimensão internacional desenhado à medida do bairro, que propõe ao longo de quatro dias um contacto forte e íntimo com as culturas que habitam esta zona da cidade. LARGO Residências – O SOU

cias pretende aliar o turismo à actividade cultural, conseguindo assim produzir a sustentabilidade e autonomia necessário e tão essencial. Pretende também acolher artistas nas diversas áreas, dando todas as condições logísticas e apoio de produção, para um trabalho de pesquisa e de intervenção na zona social envolvente.

LARGO Residências – O SOU é membro fundador do projeto, pertencente ao corpo de direção do mesmo. O LARGO Residências pretende aliar o turismo à actividade cul-

tural, conseguindo assim produz- logísticas e apoio de produção, para ir a sustentabilidade e autonomia um trabalho de pesquisa e de internecessária e tão essencial. Pretende venção na zona social envolvente. também acolher artistas nas diversas áreas, dando todas as condições

57


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

O Centro de Artes Armazém 13 através da Associação SOU conta com a parceria do Largo Residências no que compete a receber artistas e oferecer alojamento e apoio institucional.

Apresentação do Largo Residências: No LARGO Residências proporcionamos condições de pesquisa, criação e maturação do trabalho dos artistas em residência. Queremos garantir os meios técnicos e financeiros e o conhecimento especializado para acolher e produzir trabalhos das mais variadas áreas artísticas, como as artes plásticas e visuais, dança, teatro, literatura ou fotografia. Também pretendemos receber projectos de investigação e trabalhos académicos de diferentes áreas: antropologia, sociologia, psicologia, arquitectura, entre outros. No entanto, na base da criação de todos esses projectos artísticos ou académicos deve estar pelo menos um dos seguintes pontos de inspiração: o local, o património, a história, as pessoas, as comunidades imigrantes e as instituições dos territórios em que a nossa cooperativa está inserida. Quando nos instalámos no In-

tendente, Lisboa, procurámos, primeiro, conhecer o espaço, o passado e os seus habitantes. Fizemos, no fundo, trabalho criativo de rua. Isso passou por estar perto da comunidade, ouvir, saber os problemas, opiniões e desejos, conversar, partilhar e, desse modo, criar relações de confiança. Não partimos para o terreno com uma ideia prévia para ser concretizada segundo as nossas premissas. Pelo contrário, foi da ligação à comunidade que começaram a surgir os projectos artísticos e sociais. Ainda hoje é essa relação que nos permite criar novas ideias e saber qual a pessoa certa dos bairros para cooperar nesta ou naquela performance e em que função (actor, carpinteiro, cabeleireiro, etc.). O LARGO faz a ponte entre os eventos culturais, os artistas com quem trabalhamos e a comunidade em que nos inserimos, para darmos o nosso contributo no processo de

regeneração urbana e social do Intendente, Anjos e Mouraria (bairros agora integrados nas freguesias de Arroios e Sta. Maria Maior). Para tudo isto ser possível, na fase de incubação do LARGO Residências, idealizámos um ecossistema económico, uma estrutura que ainda estamos a edificar: os quartos alugados a turistas, terão de pagar a dormida e parte dos custos da residência de um artista a trabalhar com o LARGO. À actividade turística soma-se um café/estúdio e uma loja. O objectivo é, assim que o investimento inicial esteja pago, sermos menos dependentes de financiamento público e privado. www.largoresidencias.com Marta Silva - Direcção Artística e Executiva (00 351) 91 920 40 31 (00 351) 21 888 54 20 Largo do Intendente, 19 1100 - 285 Lisboa, Portugal

circo contemporâneo em Portugal, capitalizando esse esforço numa ampliação do mercado de trabalho na área, através do desenvolvimento de um sentido de dedicação e competência de técnicos e artistas. O contributo da empresa no projecto tem estado relacionado com o apoio técnico, a nível de rigging, iluminação e sonorização, bem como o fornecimento de equipamentos de rigging acrobático. É dado ainda apoio técnico no desenvolvimento e inspecção de aparatos circenses, e dimensionamento de sistemas acrobáticos para espectáculos. Nunca foram esquecidos os papéis de promoção artística e cultural inerente ao projecto, que des-

de sempre foram abraçados com a mesma seriedade dos projectos comerciais. Posição apoiada por uma consciência permanente, de que num ambiente criativo por natureza, há necessidade de criação de uma base consistente para que os artistas possam desenvolver o seu trabalho, onde o único objectivo é fazer e elevar o circo contemporâneo enquanto arte. Foram abraçados de igual modo todos os projectos sociais promovidos pelo Armazém 13, onde são valorizadas as componentes de intervenção junto de camadas infantis muitas vezes carenciadas do ponto de vista social. De uma forma geral os objetivos

Parceiro Evil Angels: Fundada em 2005 a Evil Angels assume-se como principal percursor do rigging acrobático em Portugal, papel que abraça com a responsabilidade imposta por uma actividade repleta de risco e que impõe rigorosos parâmetros de trabalho. Desde sempre que a empresa considera a estreita colaboração entre riggers e artistas, um ponto-chave de sucesso de todos os trabalhos. A formalização desta colaboração resultou na criação conjunta com a ADN, do projecto Armazém 13, vindo-se a mostrar um sucesso evidente que tem crescido além das expectativas mais optimistas. Esta parceria resume-se na união de esforços no sentido de promover o 58


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo futuros da Evil Angels dentro do projecto do CAA 13 são rigorosamente os mesmos que colocaram a empresa no já existente Armazém 13. São eles; promoção do circo contemporâno em Portugal, criação de uma plataforma de evolução do circo enquanto

arte, ampliação de um mercado específico pela demonstração de qualidades e competências. A Evil Angels encara uma evolução como o crescimento natural de uma estrutura ímpar que tem vindo a mostrar uma capacidade interventiva a vários níveis, seja; a

promoção cultural, a formação ou papel social na comunidade em que se insere a nível cultural como em termos geográficos, pela mais-valia inequívoca que trás à região onde desenvolve a sua actividade.

Referências: Trabalha com: FX Road Lights, Pavilhão Atlântico, Campo Pequeno, Ligações, Alfasom, Blackout, Regi Concerto, Everything is New, Música no Coração, André Sardet, Mundo Cão, Tony Carreira, Michael Carreira, Xutos e Pontapés.

59


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

CENTRO TECNOLÓGICO DAS ARTES DO CIRCO – CTAC O CTAC é uma estrutura do CA 13 que se dedica ao estudo, teste e desenvolvimento das artes circenses na sua componente técnica e tecnológica, sob responsabilidade dos técnicos da APR e Evil Angels em associação com os artistas da Associação ADN. Envolve uma aproximação analítica com cariz científico ao rigging acrobático e automação, bem como as outras disciplinas técnicas transversais ao ambiente circense. Este departamento enquadra-se de forma natural nas actividades diárias da companhia, carecendo apenas da introdução de elementos físicos de monitorização e armazenamento de dados, nas diferentes cadeias de segurança dos vários aparatos acrobáticos, usados no dia-a-dia pelos artistas e alunos. Estes dados relacionam-se com a quantificação e qualificação, das cargas resultantes de cada elemento performativo ao longo de cada acto. Permitindo caracterizar a sobrecarga imposta por cada aparelho à estrutura de apoio, bem como qualificar níveis de força choque específicos de cada fig60

ura realizada pelo artista. Os dados obtidos são posteriormente tratados e cruzados, de forma a permitir aos técnicos, o desenvolvimento de metodologias e equipamentos que maximizem o rendimento performatico dos artistas e acima de tudo substanciem a segurança. Trata-se portanto de um projecto multi-disciplinar, que carece da intervenção coordenada de: artistas, riggers e investigadores, de forma a fornecer a cada resultado uma validade de rigor científico. A ausência de informação sustentada de forma credível referente aos diferentes aparelhos de circo cria alguns constrangimentos na instalação de números circens-

es em determinadas estruturas. É nosso objectivo colmatar a ausência de dados de suporte técnico a nível de rigging acrobático, criando ferramentas de trabalho para que tanto técnicos, desenhadores e artistas possam dimensionar os seus actos performativos com mais segurança, sem sub-dimensionamento ou sobre-dimensionamento estrutural. Considerando que somente o conhecimento empírico não fornece uma resposta à altura das preocupações desta indústria, a disseminação do saber adquirido, será realizada através de acções formativas sectoriais, desenvolvidas por forma a suprir as carências de cada sector. Em suma e de forma genérica este programa tem como objectivo, o estudo do ponto de vista físico das artes circenses e consequentes repercussões no ambiente do circo actual, juntando a difusão do conhecimento através de programas de formação sustentados. Sob administração da parceira Evil Angels, membro do Armazém 13.


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE RIGGING - APR A APR assume-se como representante dos riggers profissionais da indústria do entretenimento em Portugal. Esta associação tem como principal objectivo a certificação e promoção da carreira de rigger junto da sua indústria. Sendo esta a actividade profissional responsável pela suspensão de equipamentos, pessoas e cenografia em espectáculos, sobressai a enorme necessidade de parametrização de procedimentos e postura profissional por todos os envolvidos em trabalhos de rigging. Fundada em 2009, esta associação tem movido esforços para sensibilizar as autoridades tutelares portuguesas, para as questões operacionais da actividade dos riggers em Portugal. A representação da nossa comunidade profissional além fronteiras, tem constituído também uma prioridade, juntando ao conhecimento geral do profissionalismo do técnicos de rigging portugueses, uma mensagem de organização deste sector, e disponibilidade no desenvolvimento de códigos de ética e deontologia profissional a aplicar numa real-

idade universal a médio prazo. Hoje, volvidos 3 anos, a APR tem já em prática planos de formação dos seus técnicos, baseados em protocolos pedagógicos internacionais desta área e que apresentam uma procura muito além das expectativas iniciais deste projecto. A actividade desenvolvida no CA 13 acentua a necessidade da criação de bases de apoio sólidas, que sustentem o dimensionamento de sistemas de rigging acrobático por parte dos riggers. Torna-se hoje imperativo estudar o comportamento dinâmico dos aparatos usados em circo, bem como as consequentes solicitações dos mesmos nas estruturas de suporte. A criação do centro tecnológico das artes do circo, oferece uma oportunidade impar de promover

um programa de investigação independente, de grande utilidade para a comunidade de técnica. A APR dentro dos seus quadros, engloba técnicos e técnicos superiores que podem sustentar e contribuir para uma credibilizacão deste programa do ponto de vista científico. A dinamização de projectos desta natureza, representa um valor acrescentado ainda além do seu objecto directo. Numa era em que a formação e certificação, conquistam um papel preponderante nos mercados de trabalho, torna-se fundamental à APR contribuir para o enriquecimento do conhecimento global em rigging. Mais que uma aposta na simples aquisição de conhecimento, a APR considera a parceria com o CA13, uma forma cabal de demonstrar a toda uma comunidade, que existem condições em Portugal para que se possa dar à indústria do entretenimento e do circo nacionais um imput de conhecimento técnico/tecnológico que permitirá a todos trabalhar mais além, mais seguro e melhor. 61


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

Proposta de formação: Workshop de rigging. Público-alvo: Estudantes , profissionais ou técnicos de espectáculos da indústria do entretenimento. Objetivos: A acção de formação de Rigging nível 1 (Rigger estagiário), tem por objectivo enquadrar o formando nas definições de legislação e normas, cuidados básicos, manutenção, identificação dos equipamentos e interpretação da simbologia de rigging no solo. Referências Pedro Martins: Presidente da Associação Portuguesa de Rigging. Formador e Coordenador de Área de Formação: Criação de planos de formação, coordenação de equipa de formação, organização logística das acções de formação AERD; Formação em acesso por corda e elevação de pessoas e carga em resgate. Rigger, Stunt Rigger: Montagem e suspensão de estruturas

e equipamentos em espectáculos; Idealização e concepção de sistemas de voo em cordame e motorizados para pessoas e cargas; Desempenho de funções de house rigging no Pavilhão Atlântico e Campo Pequeno, com competências de verificação e aprovação de requisitos de segurança de equipamentos e estruturas suspensas. Evil Angels, rigging. Membro do corpo de Monitores da Comissão de Ensino da Federação Portuguesa de Espeleologia: Elaboração de planos de formação, organização e participação em acções de formação. Avaliação de candidaturas e pedidos de acreditação. Participação em plenários. Pedro Tiago Martins pedro@evilangels.pt +351 919 586 207

O parceiro ainda se encontra por definir. Será oferecido um espaço sob total gestão da entidade exploradora, por contrato de pagamento de quotas mensais. Acreditamos que este espaço com uma vista excepcional sobre a cidade de Lisboa e de fácil acesso, seja de particular interesse para várias entidades hoteleiras. Numa zona de grande massa habitacional, turística e de transuentes será uma mais-valia na atracção de potenciais parceiros. Será proposta a instalação de um pequeno palco para performances, de forma a que o quiosque/restaurante faça parte do conceito geral do CA13.

PÚBLICO ALVO Caracterização da Zona: As fragilidades do território em que se insere a Carpintaria São Lázaro foram confirmadas pelo diagnóstico estatístico feito pelo Programa de Desenvolvimento Comunitário da Mouraria. A Mouraria (que integra quarteirões das freguesias de Arroios e Sta. Maria Maior) tem uma população de cerca de seis mil pessoas em que 44% das famílias são constituídas por uma única pessoa. Num território conhecido pelo envelhecimento, é curioso que os censos do INE de 2011 registem um crescimento de 12% na população entre os 0 e os 14 anos. Também neste grupo, verificámos no terreno vários casos de crianças e adolescentes solitários que passam o dia na rua, não vão à escola ou, pura e simplesmente, 62

ficam sozinhos em casa. Não será estranho a este fenómeno o facto de, na Mouraria, 18% da população (segundo dados do IEFP e do MTSS) receber prestações sociais, bem mais do que os 10% de toda a população alfacinha. Os laços familiares são enfraquecidos por problemas financeiros, desemprego ou, muitas vezes, pela necessidade de os pais terem de sustentar o lar com mais do que um emprego. Nosso projeto está voltado para as necessidades e carencias dessas famílias, e também para artistas e população interessada nas atividades desenvolvidas no Centro.

Público para os cursos de formação e workshops: Jovens ávidos por formação regular nas áreas das artes do espetáculo (dança, circo, performance, teatro, rigging), e em formações de curta/média duração como workshops (dança, circo, performance, teatro, rigging). Público para as atividades de exposição: Frequentadores habitués de galerias, novos frequentadores, habitantes da comunidade local, e público em geral atraído pela diversidade e qualidade do Centro de Artes, bem como pela área da restauração e bar/cafetaria. Público para os espetáculos: Jovens, adultos e crianças. Sala de espetáculos com capacidade para mais de 300 espectadores. Comunidade de Lisboa acentuando a co-


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo munidade local. A Programação e Criações Artísticas dirigem-se a um tipo de público conhecedor e interessado, que procura uma oferta lúdica e cultural, de qualidade e com conteúdo, em alternativa ao circuito normal nocturno da cidade. Jovens, artistas, adultos e crianças, da mesma maneira, o CA13 pretende ser um local de frequência do grande público, mas com atividades na sua maioria voltadas para os jovens.

FONTES DE INTERESSE PARA FORMAÇÃO DE PÚBLICO: Formação circo

dança

rigging

performance

teatro

música

Espetáculos circo

concertos

infantis

teatro

dança

Workshops artistas convidados

artistas internacionais

Exposições fotografia

artes visuais e plásticas

Restauração

Residências Artísticas

ESTRATÉGIA DE ANGARIAÇÃO DE PÚBLICO PARA COMUNICAR O PROJECTO E O PATROCINADOR O CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 tem como estratégia de angariação de público primeiramente a confiança no seu grande carisma e a garantia na dedicação dos seus frequentadores e associados. O CA13 com as diversas atividades propostas, por si só representa um núcleo de possível afluência de grande público, devido às diferentes vertentes representadas no espaço. Outro fator importante é a instauração de um espaço de restauração na cobertura e um Bar/Cafetaria no piso 1. A localização proposta para esse projecto e a proximidade com a grande massa que frequenta a área farão do CA13 um local de encontro da popu-

lação local, turistas e transeuntes da área. O centro propõe-se a ser um local de encontro da comunidade e interessados, um local de formação, um local de espectáculos e de exposições. Acreditamos no potencial de grande afluência de público.

63


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

RESUMO DO MODELO DE PROGRAMAÇÃO EIXOS DE INTERVENÇÃO E INDICADORES DE RESULTADO Tabela com intenção de indicar resultados ao longo de um ano de intervenção. A título de análise de resultados posteriores e projeção do ano devir. Atividades a realizar anualmente:

Eixo de intervenção Oferta Formativa ao longo de um ano

Indicadores de Resultado (anual) -

-

1 workshop de rigging 15 participantes 2 turmas de acrobacia aérea realizados por ano- 2x semana. (20 alunos por turma) 80 participantes 2 turmas no curso de acrobacia de solo e forças combinadas (2x semana) (20 alunos por turma) 40 participantes 2 turmas Armazém 13 kids - curso de circo para crianças (1x semana) 40 participantes 4 workshops pontuais anuais com participantes internacionais 80 participantes 4 workshops (dos ateliers residentes) 80 participantes 5 workshops pontuais nacionais ministrados por convidados da AssociaçãoADN 100 participantes 48 espectáculos realizados anualmente – 4 espetáculos por mês 10000 espectadores (média 208 espectadores por espetáculo)

-

6 exposições (uma a cada 2 mês) 14000 espectadores 20000 frequentadores do Bar/Cafetaria anualmente 15000 Frequentadores do Restaurante.

-

Interacção com a comunidade ao longo de um ano

64


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

PROPOSTA DE APOIO/ PATROCÍNIO / MECENATO Mantemos esse capítulo nesse dossiê para mostrarmos nosso interesse em angariar patrocínios e apoios para a realização do disposto nesse documento, e informarmos a maneira de o executar. Essa será a maior fonte de renda para execução da proposta atual. Nossa associação tem licença e reconhecimento para recolhermos fundos também através do mecenato. Para a execução deste projeto é imprescindível o apoio do Governo Local, de empresas privadas, fundos através da lei do mecenato ou patrocínio, para investimento na remodelação do espaço pretendido para a instalação do CA13 e em pessoal. O espaço que vai albergar este projeto deve ser amplo e com características específicas para o sucesso de tal empreendimento. O atual texto refere-se ao projeto destinado primeiramente ao prédio “Antiga Carpintaria São Lázaro”, a ser ocupado por um projeto cultural através de concurso público a partir do ano de 2014. Iremos concorrer à ocupação de tal prédio da Câmara Municipal de Lisboa com o projeto CA13. Para esse empreendimento estamos a oferecer a possibilidade de nos apoiar como patrocinador, apoiador ou mecenas, porque vemos no nosso projeto, uma potencial possibilidade de parceria com

a vossa empresa, que terá grande visibilidade ao associar-se ao nosso empreendimento. Caso o nosso projeto se adecue às exigências e necessidades do Concurso público referido acima, daremos início às assinaturas de contratos com os patrocinadores e mecenas. Em caso de inadequação da nossa proposta ao concurso oferecido

pela CML para tal edifício, o Armazém 13 levará a proposta adiante até encontrar o espaço ideal para a sua instalação, por confiar na viabilidade, força e mais-valia deste projeto para a comunidade portuguesa numa perspectiva europeia.

BENEFÍCIOS PARA O PATROCINADOR O CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 é um projeto arrojado, com cariz moderno, multi-discilinar e ligado às artes do Circo, tão em voga na contemporaneidade das artes. A associação da vossa marca à instauração deste moderno centro de cultura identificar-se-á com os termos de contemporaneidade, arrojo, vida, desportos radicais, saúde e juventude, pesquisa científica ligada às artes do circo

(que por si só já é de grande apreço pela população portuguesa), enfim, inovação aliado à tradição, de visibilidade garantida pelos médias. Existe uma espectativa e estimativa de alcançar grande número de público devido às múltiplas actividades a serem desenvolvidas no Espaço CA13 e também do impacto e atualidade da proposta.

65


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13: Arte para consumir, pensar, aprender, fazer e degustar. Descrição das contrapartidas A Associação ADN tem noção do potencial do empreendimento e oferece ao patrocinador/mecenas contrapartidas a nível de visibilidade, comunicação social e divulgação, associados ao nome Centro de Artes Armazém 13, bem como a associação da imagem dos artistas

ligados ao projecto na concepção e realização de material de divulgação da marca patrocinadora, fortalecendo a aliança. Em caso de mecenato, as contrapartidas também são dadas em forma de descontos dedutíveis à declaração anual de impostos ao governo ma-

joradas em 20%, conforme a lei do mecenato portuguesa. Descrição aproximada das contrapartidas em caso de patrocínio total do projecto:

•Publicação do nome da marca patrocinadora em toda e qualquer divulgação e material publicitário de qualquer actividade ligada ao CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 pelo período de 2 anos, passível de renovação conforme acordo entre partes; •Apresentação da marca no local do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13, com lugar garantido para venda e exposição do produto (espaço não superior a 20m2 no caso de stand, providenciado pelo patrocinador); •Utilização do nome “A MARCA” patrocina o Centro de Artes Armazém 13, pelo período de 2 anos renováveis conforme acordo ente as partes, no sítio do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 na internet, mailing list, cartas, comunicação, tv, rádio, jornais, revistas, sítios da net; •Apresentação dos eventos a serem realizados no Centro de Artes Armazém 13 enquanto patrocinados pela “Marca”; •Apresentação no Layout da fachada do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 na forma: “A MARCA” patrocina este espaço. •Ingressos para todos eventos e espetáculos produzidos no CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13, para livre utilização do patrocinador (quantidade a definir). Descrição aproximada (por ser futuro acordo entre as partes) das contrapartidas em caso de patrocínio parcial do projecto: •Publicação do nome da marca patrocinadora em toda divulgação de qualquer actividade ligada ao CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 pelo período de 2 anos, passível de renovação conforme acordo entre partes, em escala relativa a percentagem do apoio;

•Apresentação da marca no local do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13, em material gráfico, banners, impressos em grande formato; •Utilização do nome “A MARCA” (juntamente com possíveis outras marcas) apoia o Centro de Artes Armazém 13, pelo período de 2 anos renováveis conforme acordo ente as partes; •Apresentação dos eventos a serem realizados no Centro de Artes Armazém 13 enquanto apoiados pela “Marca”; •Apresentação no Layout da fachada do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 na forma: “A MARCA” apoia este espaço. •Ingressos para todos eventos produzidos no CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13, para livre utilização do patrocinador (quantidade a definir). 66


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

No caso de apoio em material, fica garantido: •Inserção do logotipo da “marca” patrocinadora no material impresso para a inauguração do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13; •Inserção do logotipo da “marca” como apoios pelo período de 2 anos renováveis, no material de divulgação do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13; •Inserção do Logotipo no material gráfico impresso em grandes dimensões no interior do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13. •Ingressos para todos eventos produzidos no CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13, para livre utilização do patrocinador. (quantidade a definir) As percentagens serão determinadas em função do orçamento global aqui apresentado para instalação do projeto, pelo período de 2 anos renováveis, sendo 100% o montante correspondente a patrocínio total do projeto (ver valores relativos em orçamento). As percentagens de patrocínio e apoios ficam assim determinados de acordo com o montante relativo do patrocínio parcial ou apoio. Observação: A instalaç��o/afixação de quaisquer dispositivos publicitários carece de expressa e prévia autorização da CML e está sujeita a licenciamento municipal nos termos gerais aplicáveis. Valor relativo a apoio total:

Cronograma de execução do projecto De 01 de fev à 30 de mar. 2014:

Encontros com parceiros e profissionais para esboços e escritura do Pré-projeto para captação de recursos para execução;

Até 04 abril 2014

Inscrição para participação no concurso público internacional da CML para execução do projecto na Antiga Carpintaria São Lázaro;

A partir de maio 2014: (em caso afirmativo)

Finalização dos contratos com patrocinadores, financiadores, investidores, parceiros, confirmação das parcerias; Início da adequação do projeto arquitectónico às necessidades do espaço. Definir prazos com os encarregados da obra;

Início do ano de 2015: Abertura oficial do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 ao grande público com espectáculo oferecido a convidados e imprensa para apresentação do Centro de Artes e do Patrocinador. Confirmar data conforme cronograma real porvir.

Ps.: Pode ser ajustável à realidade das necessidades porvir.

67


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro •Divulgação impressa mensalmente em forma de caderno cultural, onde conterá as actividades desenvolvi das nos diferentes espaços do centro de artes, a ser distribuída na área metropolitana Lisboa; •Distribuição mensal pela cidade de cartazes com a programação do Centro de artes; •Programação frequente de espectáculos na Sala Multiusos; •Exposições de arte nas áreas disponíveis para exposições de Fotografia e outras exposições em geral; •Inclusão da programação nas agendas culturais de Lisboa e arredores; •Divulgação na Imprensa escrita, radiofônica e televisiva sobre a abertura do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 e durante o decorrer das atividades e eventos; •Manutenção da divulgação do CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13 na Imprensa durante o decorrer do ano.

•Divulgação atualizada no sitio web Armazém 13, facebook e CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13. O nome Armazém 13 e Associação SOU já são reconhecidos do grande público de Lisboa, portanto, já carregam consigo muitos apreciadores, formandos e espectadores. Observação: Contamos com o apoio da IMACX, para impressões em grande formato, para material gráfico como lonas, outdoor, banners para a fachada, etc. Além destas ofertas, a localização do centro também é um fator importante para angariação de público.

APOIOS DO ARMAZÉM 13 BENFICA A IMACX – Empresa de Impressão Digital apoia o Armazém 13 na impressão do material em Grandes Formatos para interior e exterior, em diferentes suportes.

A empresa Evil Angels, parceira da ADN apoia o projeto com equipamento de rigging, suspensão e elevação.

Fx Road Lights. Apoia os espetáculos produzidos pelo Armazém 13.

Apoia o projeto Armazém 13 em 2011/2014.

68


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contempor창neo

69


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

ANEXO 1: CVS Associação ADN A Associação ADN - Artistic Development Nucleus é uma Associação Cultural de Pesquisa em Circo Contemporâneo em Portugal. A associação surgiu em 2007 da junção de artistas multifacetados e produtores de Portugal. A ADN criou e atuou na Fábrica Braço de Prata as performances Domingo, para o lançamento do livro homónimo do escritor brasileiro Francisco Slade, 2008, Amor Científico, 2009, e o espetáculo Vertigo 1.0 ,2009, numa fusão muito apreciada pela companhia que é música ao vivo e circo. Todos os artistas ligados a ADN são artistas reconhecidos em mérito na área da performance contemporânea em circo (ver cvs individuais). Em 2011 A Associação ADN fundou o Armazém 13.

Armazém 13 O Armazém 13 produz e apresenta o Cabaré Circo desde 22 de Janeiro de 2011 e entre 2011 e 2013 contou com outras 25 edições que tiveram uma média de frequência de cerca de 250 espectadores por evento realizado. Atualmente o Armazém 13 produz um espetáculo a cada mês, cada um encenado por um dos artistas residentes. Para além do evento Cabaré Circo e Espetáculos Armazém 13, também foram acolhidos pelo espaço outros espectáculos e alguns concertos como por exemplo a Co-produção do espectáculo Oli&Mary (realizada nos dias 13,14 e 15 do mês de Maio), o encontro RockContest realizado em parceria com a Junta de Freguesia de Benfica (evento que deu início a um intensa cooperação entre as instituições), o concerto com a banda Muri-Muri e a temporada do espectáculo criado pela Companhia Armazém 13 denominado Cadernos Suspensos - 13ª Edição sob inspiração do livro Sr. Valery e a colaboração do escritor Gonçalo M. Tavares (que cedeu ao grupo os direitos autorais para a criação e pôde acompanhar parte dos trabalhos criativos). Contou com a participação do coreógrafo Bernardo Gama e do músico Sérgio Ferreira. Apoia a organização francesa Jeune Talent du Cirque, no projeto CircusNext, bem como à Associação Valenciana, da Espanha, a nível de formação em circo na Europa. O Armazém 13 possui três turmas de técnicas circenses para adultos e duas para crianças, e para além das aulas desenvolve projetos com escolas a nível de formação e apresentação de um espetáculo infantil. O Armazém 13 produz espetáculos circenses para eventos e instituições, em cooperação com diversas empresas de produção de eventos, e também possui uma produtora própria. Nesse âmbito participou das “7 Maravilhas do Mundo”, “7 Maravilhas da Culinária”, “7 Maravilhas das Praias”, “Ambição Olímpica”, “Globos de Ouro”, dentre diversos programas de tv. 70


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

ARTISTAS DO ARMAZÉM 13: Angélica Evrard Licenciada em Artes Cénicas pela Universidade Estadual de Campinas (2000) e em Artes do Espectáculo pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (2010), onde actualmente frequenta o mestrado em Estudos Teatrais. Sócia – fundadora e artista da Associação ADN. Em Portugal trabalha como performer e acrobata aérea em diversas companhias e produtoras. Em 2007 participa do Festival Cargotopia em Vila Nova de Gaia, com a performance “Salomé”. Em 2007 foi assistente do Curso de Fim de Tarde na escola Chapitô. Como formadora leccionou cursos de acrobacias aéreas no Brasil, entre 2001 e 2006. Foi sócia-fundadora e artista-pesquisadora do Espaço Cultural Semente, fundado em 2002 no Brasil. Com a Cia Magna Mater, realizou em 2002 o espectáculo “Salomé: o beijo da morte”, direcção colaborativa de Stela Fischer. Com o grupo A Trupe, actuou no espectáculo circense “Elementos”, em número aéreo orientado por Delisier Rethy, Brasil (2005 e 2006). Formação em técnicas acrobáticas aéreas com Marion Brede e Alex Brede de 2002 a 2006. Participou de diversos workshops do grupo Lume Teatro.

João Godinho Iniciou suas actividades como ginasta com 7 anos, tendo alcançado a alta competição e sido reconhecido como ginasta de categoria mundial em 2002. Frequentou a Escola Superior de Comunicação Social no curso de Publicidade e Marketing. Em 2003 estreia-se como bailarino, efectuando diversos trabalhos televisivos, comerciais e na área do teatro. Realizou diversos workshops de representação e aulas de canto com Cristina de Castro. Em 2008 protagonizou o musical “Footloose” no teatro Tivoli. Integrou o elenco da novela juvenil “Rebelde Way”. Simultaneamente desenvolveu a vertente de acrobata aéreo. Actualmente faz parte da Associação ADN e integra o elenco da produção musical “Fado-A história de um povo”.

Joaquim Gouveia (Joa) Leciona técnicas circenses desde maio de 2009 (Escola Shems-y em Marrocos). Actua no espectáculo “Mundo de Cartão” com o músico André Sardet 2009 e no espectáculo “Cavalia” 2008.Foi finalista nos Jovens Talentos RTP 2007 e Jeune Talent de Cirque França 2004. Trabalhou com: Cie Lunatic – “Tancegritter” Festival de l’OH emParis (2006); Cia. Ensemble Acronote – “Music et Magie en mouvement”, Festival Sidanse em Seoul , Associação Belgais – “Art Impressions” 2005; Vo’Arte - Mostra “ArtNonStop” (2004/06); Cia. Circo Saudade – “Cone”; Teatro KA – “Noites de Dia” (2004); Cia. Armence Brown e Bruno Krief – “Bambous de souffle” 71


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro (2003/04); Circo Romanes (2001/02); Circo Dr. Paradis – “Le Baiser de l’Auguste”; Cia. Theatre Ecarlate – “Mur mur 1”, “Mur mur 2” e “Le plateau fait sont cirque”; Ópera da Bastilha – “Die Fledermaus”, direcção Colline Serreau (2001 e 2004); Cia. de Noctambules-”Pylôme”; Festival Mundial de Circo do Brasil, Belo Horizonte (2001). Fez estágios de: cintas aéreas com Armence Brown e Bruno Krief; dança vertical com Laura de Nercy, Bruno Dizien (Cie Roc in Linche) em 2001/03 e outras técnicas como mastro chinês, tecido vertical, trapézio, hamac, cordas de fogo e dança comtemporânea em França e no Brasil. Formou-se na Escola de Circo Annie Fratellini (1996/98). Sócio – fundador e artista da Associação ADN. ra o elenco da produção musical “Fado-A história de um povo”.

Mila Xavier Foi pioneira de tecidos verticais em Portugal. Actua em eventos culturais e comerciais como acrobata aérea: Casino Chaves e Praia da Rocha “08; Casino de Lisboa ’08; C.C.B.; Casa da Música; Art’fest e Vo’arte ’07; Imaginarius ’06; Semana do Circo A.N.C.Loucomotivo ’05; “Fulgor” ’02; “Zéphirus” ’01 e Expo’98. As suas criações: “Dakini” ’07; “A história do meu corpo, ou o corpo da minha história” ’05 (trapézio). No Teatro K a (00/07) participa em: “Asas do Destino” na Europa e na Colômbia ’04, (Prémio em Holzminden ’02); “Transmissions - Art Impression” com a pianista Maria João Pires ’05; ”Noites de Dia” ‘03. Faz estágios de técnicas aéreas: Centre des Arts du Cirque (França), Fil De Block, Shane Carol (Cirque du Soleil). E em outras técnicas com Nola Rae (mímica), Sisal Pape (Action Theater). Fez o Curso de Artes do Espectáculo no Chapitô 92/95 ganhando bolsa de mérito para o projecto “Kaléidoscope” da Federação Europeia de Escolas de Circo em Bruxelas ‘95. Sócia – fundadora e artista da Associação ADN.

Mónica Alves Foi ginasta de Alta-Competição durante 11 anos.Frequentou o Curso de Artes e Oficios do Espectáculo na Escola Chapitô entre 1999 a 2002, ingressando de imediato na Companhia de Dança Vertical “ Adrenaline”, em Bordéus, França.Ingressou no elenco do Espectáculo “Circo da Lua” (encenação de André Gago).Foi artista convidada em dois espectáculos da Companhia CDCE, “ Flow” e “ Luz”. Com a Companhia Armazém Aério participou no Espectáculo de Circo Contemporâneo “ Toca”, em Cabo Verde. Nos ultimos três anos integrou no elenco da Companhia Filipe Láféria, nos Musicais “ Fado- História de um povo”, e “ O melhor de Láféria” , no Salão Preto e Prata do Casino do Estoril. Actualmente é professora de Acrobacia no Chapitô, faz parte da Associação ADN. Encenação de “Eu de Nós Ruídos do Eu”, espetáculo da Companhia Armazém 13, 2014.

Raquel Nicoletti Atriz, performer circense, professora e encenadora. Pós-graduada (Mestrado) em Ciência da Arte pela Universidade Federal Fluminense - UFF, Brasil. Bacharel em Interpretação Teatral pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, Brasil, e formada em Piano Clássico pelo Conservatório Johann Sebastian Bach, Brasil. Foi professora de técnicas circenses (acrobacia aérea) e coordenadora da área de circo da Escola Chapitô de 2003 à 2001. Fundadora da Associação ADN – Artistic Development Nucleus e artista da Companhia Armazém 13 de circo contemporâneo sedeada em Lisboa. Participou de diversos festivais como Fmale Route, Spain; Visibility Project09, Istanbul; Between Sky and Sea, Norway; Glastombury Arts Festival(UK) e Macau Fringe Festival (CH) como performance artist. Encenadora da Companhia Cabaré Volante (Brasil) por 2 anos. Sua formação foi complementada com workshops com importantes mestres como Desmond Jones (Mime and Physical Theatre); John Mowat (Comédia com Máscaras); Maria Delisier na Escola Nacional de Circo do Rio de Janeiro (Acrobacia Aérea); Thomas Lhemen (Composição em Dança); Guy Henderson (Physical Theatre); Liane Venturella (O Jogo com Máscaras). Outros cursos: Laban; O treino do Ator; Clown; Butô, Dança Acrobática e Kung Fu. Participou da Ópera Crioulo no CCB de Antônio Tavares e demais produções audiovisuais, circenses e como actriz no Brasil e Europa. Modelo Fotográfico de Rodrigo Bittencourt, Vânia Lilova e Luís Rocha dos Reis, Portugal, 2010. Participação no documentário “Longe de Casa” de Gilson Vargas, produção RBS tv, Brasil, 2010. Encenação de “EXTREMO”, espetáculo da Companhia Armazém 13, 2014. 72


Criar, Desenvolver E Promover O Circo Contemporâneo

CVS DOS PARCEIROS DO ARMAZÉM 13 NO PROJETO CENTRO DE ARTES ARMAZÉM 13

SOU – Movimento e Arte Formação – aulas regulares nas artes performativas, em horário laboral e pós-laboral; desenvolvimento de cursos anuais semi-profissionais e de workshops pontuais Programação – apresentação de espectáculos, concertos, tertúlias, em formato de café teatro ou pequeno auditório, num registo regular ao fim de semana Infância – um dos pilares mais vinculados passa por dinamizar atividades regulares ao público infantil e familiar, que vão desde formação em dança e música, como a apresentação de espectáculos, horas do conto e ateliers didáticos Sou Companhia – espaço próprio para a criação contínua de espectáculos, fundindo a experiência de profissionais da área do espetáculo e os alunos provenientes dos cursos anuais, potenciando a sua integração no mercado

Evil Angels www.evilangels.pt

APR – Associação de Profissionais de Riggins de Portugal Orientações Guia da APR: •Congregar e representar profissionais de rigging •Estruturação de carreiras profissionais •Facilitar acesso e padronizar conhecimentos técnicos A APR foi formalizada a 10 de Março de 2009, com o objectivo de congregar e representar indivíduos com actividade profissional ligada á suspensão e elevação de cargas e pessoas em estruturas e edifícios. Estão ainda contemplados todos os aspectos relativos ao acesso por corda e segurança em altura, enquanto manobras de segurança e de apoio a execução das diferentes tarefas. A APR pretende promover a carreira profissional de rigger, dando-lhe credibilidade, e oferecendo aos seus sócios um veículo privilegiado para legitimação das suas competências e funções no mercado de trabalho. A orientação estratégica da APR foca-se essencialmente no reconhecimento das competências de um rigger, na padronização dos conhecimentos, e na estruturação da carreira profissional. Não se pretende criar nada de novo, mas sim e apenas, usar o conhecimento adquirido por outras organizações homólogas, a operar em outros países. Importar essas experiencias e dar-lhes uma face visível no panorama nacional. Somos um veículo privilegiado para legitimação das suas competências e funções no mercado de trabalho.

73


Armazém 13 Centro De Artes / Carpintaria São Lazaro

Carta de Recomendação Giacomo Scalisi:

74


C iar, Cr iar, Desenvolver Des esen envo en volv l er lv rEP rom ro mo ove ver r O Circ C irco co Contempor창neo Cont Co nt teem mpo por창 r ne r창 neo o Criar, Promover Circo

7 75


Armazém 13 carpintaria são lázaro 2014