Page 1

Magazine Cultural Escola Secundรกria Infanta Dona Maria . nยบ06. Nov-Dez 2010

ArtistasEscondidos


ESpEcIaL nAtAl Ilustração - Pintura

Tema: O natal 7ºano turmas A e B


Ilustrações - Natal – 8ºA e C


Ilustração

Composições visuais

8ºC


Ilustração Composições visuais 8ºA


desenho

Miguel Rolinho 8ยบA

Daniela Cruz 8ยบA

Joana Maia 8ยบA


Patrícia Ribeiro 8ºA


O Século Cómico nº858, 16 de Abril 1914


Composições abstractas 8ºA

Design Gráfico


Professor Jo達o Santos

g o s t a r d e

art.

ost art.

G


Instalação

Educação Tecnológica

Árvore da vida

Natal é quando um homem quiser


poesia

"Fantasma

Um fantasma a cantar, A Lua cheia, A gente alheia, O luar. Anda e vê, Pára e olha. Porquê? Quiçá escolha. Traz atrás de si o Sol, A terra, o ar, Azul do mar, E o lençol. Voz que entoa, Voz de morto Pelo porto Quase ecoa. Um fantasma a sussurrar, A gente cheia, A Lua alheia, De quem já não pode amar."

Maria Mafalda Fernando 10ºB


BIBLIOTECA

Na Biblioteca, festejou-se o S. Martinho de um modo um pouco diferente. As turmas do 7º e 8º Anos tiveram a oportunidade de provar um pouco da deliciosa cultura popular. José Craveiro encantou-nos com o seu jeito delicioso de servir contos populares, juntando uma pitada de sabedoria e uma boa dose de boa disposição.

Estamos muito gratos pela sua disponibilidade para visitar a nossa escola. Em sua honra, o professor António Azenha, um dos artistas do nosso Armazém, pintou o seu retrato que lhe foi oferecido em nome da Escola.


A

entrada

da

biblioteca

está

engalanada

com

poemas

alusivos à época de Natal. É um convite à leitura e reflexão sobre a beleza e ideais que deviam nortear a nossa

conduta.

valores

que

Um

outro

devíamos

apelo

cultivar

é

à a

importância

dos

linda Árvore

da

Vida que foi produzida na oficina do professor Luís Sequeira a partir de papel velho e cheia de mensagens que

se

Continuamos

irão a

mudando divulgar

ao as

longo

novas

do

aquisições

ano. da

biblioteca na vitrine dasNovidades e também vamos ter destacadas sugestões a pensar nas leituras de férias.


Última página "Tu que dormes a noite na calçada de relento Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento És meu irmão amigo És meu irmão E tu que dormes só no pesadelo do ciúme Numa cama de raiva com lençóis feitos de lume E sofres o Natal da solidão sem um queixume És meu irmão amigo És meu irmão Natal é em Dezembro Mas em Maio pode ser Natal é em Setembro É quando um homem quiser Natal é quando nasce uma vida a amanhecer Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher Tu que inventas ternura e brinquedos para dar Tu que inventas bonecas e comboios de luar E mentes ao teu filho por não os poderes comprar És meu irmão amigo És meu irmão E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei És meu irmão amigo És meu irmão Natal é em Dezembro Mas em Maio pode ser Natal é em Setembro É quando um homem quiser Natal é quando nasce uma vida a amanhecer Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher…"

José Carlos Ary dos Santos

ARMAZÉM Nº06  

Magazine Cultural

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you