__MAIN_TEXT__

Page 1

O que gosto mais de fazer em casa

Os alunos do 4.Âş ano falam das tarefas que lhes dĂŁo mais prazer. Esta pode ser uma boa ajuda para aqueles que andam mais aborrecidos e nĂŁo sabem como ocupar os seus tempos livres!...


Educação à Distância Tarefa desempenhada em sessões assíncronas * Turmas: 4.º ano A – professora Alice 4.º ano B – professora Delfina * Escola Básica José Manuel Durão Barroso Agrupamento de Escolas Gomes Teixeira, Armamar Maio de 2020


Ana Beatriz

O que eu mais gosto de fazer em casa, nos tempos livres, é brincar e ajudar a minha mãe na lida de casa e no trabalho exterior. Estudar também é uma das minhas obrigações. Ajudo a minha mãe a fazer as camas, a limpar a casa e sinto-me já uma dona de casa. Sinto-me bem por estar a ser útil e ajudar. Preciso sempre de um empurrão para ajudar porque, às vezes, dá-me a preguiça, mas com esforço lá vou. Gosto muito de trabalhar porque assim aprendo cada vez mais coisas e é muito bom na minha idade ajudar quem mais precisa.


Ana Rita Cabral

Escolhi este tema pois adoro flores e de plantá-las ou semeá-las. Para plantar ou semear flores, preciso de: um vaso, semente ou uma planta já desenvolvida, terra, sol, água, muito amor e cuidado. Primeiro, coloco a terra no vaso. Depois, faço um buraco, nem muito grande nem muito pequeno, na terra que acabei de colocar no nosso vaso. De seguida, retiro o vaso da flor que arranjei e ponho a flor no vaso. Se por acaso não tiver em casa uma planta desenvolvida, também pode utilizar-se uma semente. Em seguida, coloco a terra e tapo o buraco com a planta já no vaso. Por último, rego muito bem a planta. Quando planto flores, sinto-me muito bem, sinto-me como se estivesse a criar uma nova pessoa. Gosto bastante porque, depois, posso colher as flores, fazer um arranjo muito muito bonito e cheirá-las. É uma tarefa que não faço muitas vezes, mas acredito que, com esta fase difícil que estamos a passar hoje em dia, vou passar a fazer mais vezes. E espero que sim!


David Nunes A minha atividade favorita é jogar no telemóvel. Quando tenho um tempo livre, gosto de pegar no telemóvel e procurar jogos novos para passar o tempo. Os meus jogos favoritos são jogos de construções. Gosto também de interagir com personagens virtuais. Às vezes, distraio-me muito e deixo acabar a bateria… “hehehehe”! O tempo, quando estou a jogar no telemóvel, parece que passa muito mais rápido; nem dou conta de que já passaram tantos minutos, não sei explicar, é estranho. Um problema em jogar no telemóvel é quando chega a hora de almoçar e, às vezes de lanchar: os meus pais chamam-me para ir para a mesa e eu demoro sempre mais um pouco. Quando acaba a bateria, fico triste, mas depois tenho de meter o telemóvel a carregar :D. Também gosto de assistir a vídeos no telemóvel, alguns são muito engraçados e ajudam a passar o tempo.


Guilherme

Devido à Covid-19, a nossa vida mudou, tivemos de ficar em casa e aprender novas atividades. Aprendi com os meus pais vários jogos, mas o que eu mais gosto é o Dominó. O Dominó é um jogo que pode ser jogado por duas até quatro pessoas. É constituído por 28 peças e as peças têm duas pontas, por exemplo: 2 – 5, 6 – 6, 0 – 1… Todos os dias, à noite, a seguir ao jantar, jogamos um bocadinho como 300 pontos. Um jogador, quando não tem mais nenhuma peça, diz-se “Bate o jogo!” e ganha o jogo, mas também pode acontecer não ter peça para jogar e passa a sua vez ao adversário, ou então o jogador tem uma peça que pode fechar o jogo. Eu gosto muito de jogar Dominó com os meus pais e estou sempre a fazer contas de cabeça.


Gonçalo Martim

Olá! Eu sou um rapaz, de nove anos, e chamo-me Martim. A minha atividade preferida é jogar com a bola. Tenho uma grande varanda onde posso jogar, tanto na minha casa, como na dos meus avós. Jogo muitas vezes ao dia, mas também tenho que estudar. A minha mãe é que me diz quando posso jogar, pois só me deixa jogar depois de todos os trabalhos da escola terminar. Eu preferia estar sempre a jogar com a bola, mas a minha mãe tem razão: em primeiro lugar, tenho de estudar, porque em primeiro lugar estão os estudos. Muitas vezes, jogo sozinho, chuto a bola contra a parede; outras vezes, com o meu pai. O que eu gosto mesmo é de jogar com alguém. No inverno, é mais difícil, pois não posso jogar dentro de casa, o que eu gosto mais são os dias de sol, pois posso jogar à vontade. Gosto tanto de jogar à bola que a minha mãe me diz: “Martim, andas sempre com bola nos pés!”


Heloísa

A minha atividade preferida é educação física, porque trabalha o corpo e é divertido aprender brincando. Eu também gosto porque trabalha os músculos, ossos, órgãos e membros. Eu me sinto bem me exercitando, pois faz bem à saúde. Gosto das professoras, mas da minha última é de quem eu gosto mais. Eu gosto de fazer A Roda Dos Animais, porque é divertido imitar animais engraçados: a cobra, a aranha, a girafa e etc. A imitação que eu mais gosto é da cobra. Para fazer ela, tem que deitar no chão, de barriga para baixo, e se movimentar em linha reta, se arrastando. Eu gosto porque é engraçado e fixe. Também adoro a imitação da girafa, pois se estica o braço o mais alto possível e se tenta agarrar às folhas imaginárias.

Para fazer esses exercícios de imitação, não é preciso muita coisa, é só olhar bem para as professoras que estão na televisão e depois imitar o que elas fazem, usando seu corpo.


Inês Alvim

A atividade que eu gosto de fazer em casa é cozinhar, porque gosto de seguir as receitas dos livros e também porque gosto muito de ajudar. Gosto muito de poder ajudar pessoas! Quando cozinho, sinto que já sou uma bela cozinheira e sinto-me confiante, como se já soubesse que a receita vai ficar ótima. Nesta atividade, eu preciso dos ingredientes que a receita me diz. Neste caso, vou precisar de maçãs, canela, manteiga culinária e massa folhada. Começo por esticar a massa folhada num tabuleiro e pico-a com um garfo. De seguida, coloco as maçãs sobre a massa folhada (eu coloco sempre em forma de círculo). Depois, espalho a canela na tarte de maçã e corto, mais ou menos, cinco cubos de manteiga culinária. Por último, vai ao forno durante, mais ou menos, vinte e cinco minutos. Retiro do forno após os minutos recomendados. E está pronta a servir a minha tarte de maçã!


Íris

Eu gosto de fazer várias coisas na minha casa, tantas que nem sei por qual hei de começar. Desde ver televisão, arrumar a cozinha, ajudar a minha avó a mexer no telemóvel, brincar com as minhas amigas por via online… mas a minha favorita, lá no fundo do meu coração, é brincar com os meus patudinhos cá de minha casa. Os meus patudos são o meu gato e os cães. O meu gato, o Chico, de olhos verdes e pêlo matizado de tons acinzentados, é o nosso verdadeiro herói, pois protege-me contra o que eu não gosto, como lagartixas e outros rastejantes, mas, ao mesmo tempo, é um gato super meigo e brincalhão. Os meus dois cães são a Pipa e o Óscar. A Pipinha é completamente adorável, linda e fofa, ela é uma pinscher, logo, o seu tamanho encanta qualquer ser humano. O Óscar foi o meu primeiro cão, com o qual eu cresci, nós temos uma amizade muito profunda e sincera, ele acompanhou-me sempre nos meus bons e maus momentos. Eu e os meus animais fazemos várias atividades juntos, como passear, correr, jogar às escondidas, ao atira e busca. Os meus animais são os meus melhores amigos, eles são muito importantes para mim. Somos amigos inseparáveis.


João Pedro Fernandes

Nas atividades que gosto de fazer, preciso de: . mousse, . bolachas-maria, . café, . natas com um pouco de açúcar.

Primeiro, prepara-se a mousse e batem-se as natas com açúcar. De seguida, molham-se as bolachas no café. Montamos o bolo em camadas, até usarmos todos os ingredientes. Depois, coloca-se a sobremesa no frio para ela se tornar mais sólida.

Sinto alegria e felicidade neste trabalho e gosto, depois, de o comer. Gosto tanto, porque ajudo a mãe a trabalhar e é bom trabalhar e depois comer aquilo que fizemos.


Jorge

Tenho uma atividade que gosto muito de fazer: é uma sobremesa que faço todos os fins-de-semana, chamada Bolo de Bolacha. Para o meu Bolo de Bolacha, tenho de utilizar vários ingredientes que são: . chocolate em pó, . café, . leite, . bolachas e utensílios como: . colher de sopa, . um garfo, . dois recipientes de alumínio que levam o chocolate quente e o café . um prato de cerâmica para colocar o Bolo de Bolacha.

Vou explicar como o faço. Aqueço o leite com chocolate até à fervura. Aqueço água com café até ferver e, de seguida, coloco bolachas, uma a uma, na água fervida do café. Coloco-as no prato e barro-as com o chocolate e vou-as intercalando. O objetivo é sempre fazer uma pirâmide de bolachas muito alta. Esta sobremesa foi a primeira que eu aprendi a fazer, mas já vou pesquisando outras. É esta uma das minhas atividades preferidas.


José Pedro

Eu gosto muito de tratar do meu cavalo. Ter um animal em casa é muita responsabilidade, pois os animais são como nós, precisam de atenção e de cuidados. Para tratar do meu cavalo, eu preciso de água, uma escova, um serrote de escovar e demoro algum tempo a fazer esse serviço. Para além de cuidar do seu pelo, também tenho de o alimentar. Ele come feno, quando está no estábulo, mas quando os dias estão de sol, deixo-o a pastar no campo onde há erva verdinha de que ele tanto gosta. Depois de ter feito isto tudo, é hora de limpar o estábulo. Quando está bom tempo para montar, coloco o selim e os outros arreios e vou passear com ele. Sem dúvida! É o que mais gosto de fazer, pois gosto muito de cavalos.


Leonor

Quando estou em casa, eu gosto de fazer muitas coisas, mas o que gosto mais é de fazer bolos com a minha mãe. Para fazermos um bolo, precisamos dos ingredientes, da receita para podermos acertar nas quantidades e também para misturar os ingredientes no momento certo. Também é importante pôr o forno na temperatura certa. Eu gosto de fazer bolos, porque é engraçado mexer em todos os ingredientes e calcular as medidas certas para não falhar nada. Também gosto muito de ver a batedeira a funcionar. Já fiz muitos bolos, diferentes uns dos outros, mas o que eu mais gosto de fazer é o Bolo de Iogurte. Já consigo fazê-lo sozinha. A minha mãe só fica a ver e a pôr a funcionar a batedeira e o forno. Aí, eu não posso mexer! Quando estou a fazer os bolos com a minha mãe, divirto-me muito e rio-me bastante, é muito engraçado! E, no final, compensa, porque podemos comer um bolo fofinho. Uau, que delicia!


Lino

O que eu gosto mais de fazer é transformar rolos de papel higiénico em bonecos. Primeiro, vou pesquisar à internet e, em casa, faço os bonecos ao meu gosto. Para esta tarefa, preciso de rolos de papel higiénico, um pincel, tintas, cartolina, lápis, borracha, tesoura, marcadores. Sinto muita alegria e entusiasmo a fazer estes trabalhos. Eu gosto muito porque aprendo a reciclar e a reutilizar estes materiais de desperdício. Às vezes, eu jogo no tablet, Monopoly, à Caça ao Tesouro e muitos mais jogos, com a minha família, mas principalmente faço atividades manuais.


Mariana

Bolo de caneca com chocolate Uma atividade que eu às vezes faço é um bolo de caneca com chocolate. É muito fácil! Vou mostrar como se faz. Ingredientes: 1 ovo, 2 colheres de sopa de farinha, 2 colheres de sopa de açúcar, 1 malga ou 1 taça, 1 colher de sopa de óleo, 1 colher de sopa de chocolate em pó, e, se quisermos, decorações. Modo de Preparação: Misturamos tudo muito bem, até ficar uma massa bem cremosa. Depois, coloca-se a taça ou a malga com a massa no micro-ondas, mais ou menos 1 minuto e 20 segundos ou 2 minutos. Por fim, se quisermos, colocamos as decorações, como por exemplo, missangas coloridas ou açúcar em pó. Bom apetite!!!


Martim

Eu gosto de jogar à bola. Jogo com a minha irmã, andebol e futebol. Divirto-me muito. A minha irmã deita-se ao chão para apanhar a bola e, de repente, começa a rir. Ela atirou-me muitas vezes a bola contra a minha cabeça e, quando eu caio, ela também cai. Ela está sempre a “chatear-me” a dizer para irmos jogar à bola. De manhã, quando acordo, está sempre a dizer para irmos jogar à bola Quando estava a ver as aulas na RTP Memória, no Estudo Em Casa, ela dizia para irmos jogar à bola. Quando acabam as aulas, ou quando vou comer os cereais ou mesmo se vou fazer os TPC, ela quer de novo jogar à bola comigo.


Matilde Reis

Eu gosto de andar de bicicleta à volta da minha casa. Gosto muito porque é bastante divertido! Preciso de uma bicicleta e, para não me magoar, joelheiras, cotoveleiras e um capacete. Sinto que estou a andar de moto ou de carro, mas com segurança. Tenho muita imaginação! Ando de bicicleta todos os dias, para me divertir cá fora, no meu espaçoso jardim. Também ando de baloiço e faço muitas outras brincadeiras. Eu já caí muitas vezes… mas, mais um tempo de aprendizagem, e ficarei muita boa nisto!


Miguel

Eu gosto de cozinhar porque me distraio e passo tempo com a minha mãe. Quando cozinho, sinto-me bem e relaxo a minha mente. E, com isso, aprendo coisas úteis para o resto da minha vida. Gosto ainda mais quando a comida não precisa de ser levada para o forno, porque assim tenho menos risco de me queimar ou aleijar. A comida que eu mais gosto de fazer é a Francesinha, porque posso realizá-la sozinho. No Dia da Mãe, eu e a minha prima fizemos o almoço sozinhos (Francesinha e, de sobremesa, Bolo de Cenoura). A única coisa que eu não gosto quando cozinho é de esperar, porque fico sem fazer nada muito tempo. Gosto de cozinhar, principalmente com a minha mãe; de vez em quando, cozinho com a minha tia. Mas, como tenho a escola para assistir, cozinho só ao fim-de-semana e, se houver tempo, cozinho nos dias da semana. Esta é a atividade que mais gosto de fazer.


Paulo

O que eu mais gosto de fazer em casa é de ver televisão. O que preciso para fazer essa atividade é: uma televisão, um sofá ou uma cadeira. Quando estou a ver os desenhos animados, fico alegre; quando estou a ver futebol e o meu clube perde, fico triste; quando estou a ver um filme e aparece alguma coisa de terror, fico com medo. Gosto muito desta atividade porque posso fazer em conjunto com a minha família e porque me entretenho muito e passo assim a tarde de fim-de-semana. Gosto mais quando estou a ver televisão e vem a minha família e a minha gata Kitty e a minha cadela Pitucha, que só querem estar sempre a brincar comigo e com todos.


Rafael

A atividade que eu mais gosto de fazer é jogos online, com os meus amigos. Para poder fazer essa atividade, necessito de um telemóvel, tablet, ou computador e os meus fones para ouvir muito bem os meus amigos. Esta atividade faz-me sentir calmo, feliz, confiante. Uma das coisas que sei fazer melhor é mexer na tecnologia, até por vezes ajudo os meus pais. Gosto desta atividade porque consigo ocupar o meu tempo livre com os meus amigos e pesquisar coisas novas. Eu gosto de jogar jogos de estratégia e batalha, como o Freefire e Minecrafter. A tecnologia é um refúgio onde eu gosto de estar, de mexer, de pesquisar e de inovar. Quando estou a jogar, por vezes, necessito mais do que um equipamento, para procurar códigos ou estratégias para ajudar a avançar de nível ou só para ouvir música.


Rita Machado

Uma das minhas atividades favoritas é tocar violino. Gosto muito de o fazer porque me faz sonhar um pouco. Ainda não tenho muita prática, porque só o recebi no Natal e comecei a ter aulas em janeiro. Mas já consigo tocar algumas músicas nele. É preciso estar com muita atenção ao tocar violino e ter uma postura muito correta, isso é essencial para tocarmos bem. Sempre gostei do som do violino, por isso, pedi ao Pai Natal que me trouxesse um. E não é que resultou?! Lá em casa é que não acham muita piada quando estou a treinar, porque é uma grande barulheira. No entanto, já começam a apreciar os meus dotes musicais. Gosto de trautear as notas enquanto toco no meu violino, isso faz com que decore a maior parte das músicas. O meu pai e a minha irmã mais velha também sabem tocar instrumentos musicais. O meu pai toca acordeão e a minha irmã toca viola e violoncelo. Às vezes, juntamo-nos para tocar músicas em conjunto. É uma grande diversão. A minha irmã mais nova, com apenas dois anos, também quer juntar-se à festa e começa a soprar numa flauta, a fingir que toca. Esta minha atividade, além de reforçar a minha atenção, melhora a minha concentração, o que me ajuda nos estudos.


Rui

Tenho muitas atividades que gosto de fazer em casa, como ver televisão, jogar computador, estar no telemóvel, entre outras. Mas gosto muito de jogar Monopólio com os meus irmãos. Gosto muito desse jogo porque me divirto muito e passo algum tempo com eles. Quando decidimos jogar Monopólio, vamos para a mesa da sala. Para se conseguir jogar, é preciso tabuleiro, dados, baralho da sorte e da comunidade, peões, dinheiro, baralho de cartões de propriedades, em que estão impressos os valores a cobrar pelas rendas nos vários casos, o custo das casas e hotéis e, nas costas, o valor obtido em caso de hipoteca da propriedade, casinhas verdes e hotéis vermelhos e um livro de regras. Tentamos sempre cumprir as regras do jogo, mas nem sempre é fácil. Gosto muito de o jogar porque, através deste jogo, posso estudar estratégias para conseguir vencer os meus irmãos e obter um património grande. É sempre uma grande confusão quando o jogamos porque todos queremos ganhar e porque eu sou um pouquinho “batoteiro”. Para este jogo, é preciso muita sorte para vencer. Este jogo torna-se entusiasmante porque aprendemos a gerir o dinheiro e porque estou a jogar em família. É muito divertido!


Sara

Eu sinto que devemos fazer todos os dias jogos com bola. Para isso, necessito de uma bola, de uma garrafa de água e de roupa apropriada. Eu gosto de jogar à bola porque é muito divertido, faz bem à circulação sanguínea e faço nos tempos livres. Quando saio, levo sempre uma bola e brinco com ela. Brinco sempre com as seguintes pessoas: a Lara e a Mariana que é a minha irmã, a bebé. Eu e minha família vivemos num sítio onde, perto, há um campo, mas há um problema: o campo, por causa do coronavírus, está encerrado, mas existe um sítio muito perto que é do outro lado da rua. Existe uma escola fechada, agora só tem um jardim lindíssimo e tem árvores altíssimas todas floridas. Temos lá uma torneira de água, mas a água está tratada, podemos beber. Atrás da escola, está um montão de areia onde eu brinco a fazer castelos de areia, bolos, etc.. E não me posso esquecer que também brinco à bola em casa. Às vezes, também jogo ténis, mandamentos, etc.. E nunca me esqueço da garrafa de água… sinto-me maravilhosa, sinto-me relaxada. Amo muito fazer isso!


Simão Vaz

Desde que fiquei em casa, devido ao Covid-19, tenho ajudado a minha mãe nas tarefas de casa. O que mais gosto de ajudar é a preparar o almoço e o jantar. Quando comecei, era tudo muito difícil. Tinha medo de me cortar, então a minha mãe arranjou-me umas luvas para proteger as mãos. Não consigo estar na cozinha quando é preciso picar a cebola porque me faz chorar. Já vou aparando algumas batatas e descascando os alhos, também ajudo a fazer pizzas, e coloco o fiambre e o frango, quando fazemos bôlas. Também fazemos doces como natas e bolos de chocolate. Por fim, ajudo a lavar a loiça… mas cá por casa não gostam muito porque dizem que gasto muita água e detergente. Gosto de ajudar nesta tarefa porque é muito interessante e adoro comer.


Walter

O que gosto mais de fazer, em casa, é de andar de patins! Preciso dos pantins, do capacete, das joalheiras, cotoveleiras e das proteções para as mãos. Há dia em que não coloco o capacete e as proteções, pois ando pouco tempo e o espaço é curto. Gosto muito porque, assim, faz com que eu tenha mais equilíbrio. Gosto de sentir o vento na minha cara e até posso fazer desafios, como dar algumas voltas à mesa em pouco tempo.


Profile for Armamar

Livro 4.º ano, Armamar, 2020  

Trabalho realizado no âmbito das sessões assíncronas.

Livro 4.º ano, Armamar, 2020  

Trabalho realizado no âmbito das sessões assíncronas.

Profile for armamar
Advertisement