Page 1

O intercâmbio para futuros profissionais de

relações internacionais e sua importância no mercado de trabalho

powered by


Os futuros profissionais de Relações Internacionais devem considerar uma experiência de intercâmbio como algo indispensável, pois são responsáveis pela condução das relações entre povos, nações e empresas nas áreas política, econômica, social, militar, cultural, comercial e do direito e, intercâmbios são oportunidades incríveis para desenvolver algumas competências como domínio de alguns idiomas, capacidade de interação, empatia, liderança, etc, necessárias para o dia-a-dia desses profissionais. Ter um intercâmbio no currículo é sempre um diferencial. Experiência internacional, contato com novas culturas e domínio de outro idioma contam pontos positivos na carreira. Quem consegue aliar a viagem ao aprimoramento profissional, com conhecimentos paralelos àqueles adquiridos em sala de aula, se torna mais competitivo no mercado.


Cidadão Global O programa Cidadão Global desenvolve a liderança do intercambista através do trabalho voluntário. O intercambista poderá trabalhar em ONGs ou escolas com projetos de educação, empreendedorismo, gestão ou cultura. Essa oportunidade é uma ótima forma de desenvolver habilidades que você não tinha e poderá aprender na prática. Além da importância de ajudar o próximo e se desenvolver como ser humano, o trabalho voluntário desenvolve o lado profissional do intercambista que ganha cada vez mais relevância no currículo. Em alguns casos o voluntariado é um grande diferencial no currículo e uma porta de entrada para o emprego dos sonhos.


Outros olhares Se você ainda está se questionando sobre as vantagens de um intercâmbio, você deve saber que estudar em um país diferente oferece muitas novas atividades e interesses que você nunca descobriria se tivesse ficado em casa. As próprias empresas estão mudando suas visões e procurando funcionários mais preocupados com as pessoas e com o meio ambiente. O profissional que já realizou intercâmbio passa a ver as pessoas com outros olhos, o que é muito bom principalmente em organizações maiores onde todos tendem a se voltar para si mesmas. Ao enxergar o outro, o intercambista desenvolve a reciprocidade.


Trabalho em equipe Viajar para um país desconhecido e conhecer pessoas novas desenvolve no intercambista o espírito de liderança, pois ele passa a ser responsável por um projeto, uma ação ou uma turma e isso acaba exigindo responsabilidade do estudante e comprometimento. Além disso, dar aulas para crianças, elaborar projetos e palestras fará com que o intercambista lide com pessoas do mundo todo, com pensamentos e hábitos diferentes eles terão que se adequar a isso para que o resultado seja positivo.


Oportunidade de Carreira Você retornará da sua experiência com uma nova perspectiva de vida. Você terá mais conhecimento sobre uma determinada cultura, novas habilidades linguísticas e uma vontade de aprender mais e mais. Sem mencionar que tudo isto contará muito na hora de arrumar um novo emprego. Pesquisas apontam que 97% dos estudantes que se graduaram e que já tiveram uma experiência de intercâmbio acharam um emprego em até 12 meses após a graduação, enquanto a taxa do grupo dos que nunca fizeram intercâmbio é de apenas 49%. Portanto, a chance dos que fizeram intercâmbio de se posicionar no mercado de trabalho é duas vezes maior do que os que não fizeram.


Desenvolvimento Pessoal Um dos benefícios de se fazer um intercâmbio é a oportunidade de descobrir a si mesmo, enquanto ganha uma compreensão de uma cultura diferente. Estar em um novo lugar por si mesmo pode ser, por vezes, um quanto difícil. Mas isso testa a sua capacidade de se adaptar a diversas situações, como também a sua capacidade de resolver problemas. Fazer um intercâmbio te deixa mais maduro, mais experiente, e com certeza mais independente e responsável. Isso ajuda a incrementar a carreira profissional de qualquer pessoa, que passa a ter pontos positivos favoráveis para o instinto de liderança.


Comunicação Para ampliar ainda mais esta liderança, uma característica importante que se desenvolve é a capacidade de interação. Quem faz intercâmbio tem bastante facilidade de interação, pois na prática desenvolve percepções particulares, já que está em um país desconhecido, tendo que aprender a se comunicar e deixar a timidez de lado para ter sucessos nos diversos desafios do dia, como por exemplo, ajudando projetos sociais que nem sempre possuem recursos abundantes. Alguns deles dependem de doações, por exemplo, e essa pode ser a oportunidade perfeita de desenvolver, além das habilidades de interação, um lado empreendedor e social.


O trabalho voluntário é bom para o crescimento profissional, pessoal e para a comunidade. Ele dá sentido de cidadania e posiciona o intercâmbista no mundo, além de reforçar a necessidade do ser humano em colaborar e ser produtivo com os outros. Se você já estagia e tem ressalvas por causa do tempo de duração da experiência ser maior que o período de férias da empresa, saiba que podemos lhe ceder uma declaração informando todos os benefícios que a sua viagem pode trazer para ela e como você pode crescer profissionalmente durante o intercâmbio. Pode contar com a gente!


Etapas da Experiência 1 2

Reunião de Alinhamento

3

Contato com a AIESEC do país de destino

Aplicação

4

Experiência de Intercâmbio

É super importante que você se aplique para uma vaga logo após a reunião de alinhamento. Trata-se de um processo seletivo e, como todos, tem datas a serem cumpridas. Estaremos aqui para ajudar nesse processo!


O que oferecemos Suporte constante por e-mail, facebook ou whatsapp

Acomodação durante o período do projeto

Suporte da AIESEC do país de destino

Contato com outros intercâmbistas

Oferecemos, também, suporte total nos 30 primeiros dias na busca da vaga ideal e do processo seletivo. Caso encontremos a vaga ideal para você, continuaremos a te acompanhar por toda a sua experiência!


powered by

Relações Internacionais  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you