Page 1


APRESENTAÇÃO

Código de Conduta Profissional


Maecenas a lacus congue,euismod urna sed, eleifend elit. Proin ac mattis mauris. Nuncsed odio eleifend, laoreet augue nec, elementum nulla. Maecenas tincidunt, metus nec condimentum ultricies, ligulaorci accumsan tellus, sit amet cursus leo arcu eu dui. Proinlaoreet sollicitudin hendrerit. Fusce condimentum justoconsequat justo volutpat, nec gravida ante posuere. Nullamquis justo et nisi ultricies cursus eget luctus nibh. Vestibulumsemper lectus eu est pulvinar venenatis. Interdum etmalesuada fames ac ante ipsum primis in faucibus. Donec neque felis, aliquet sed nh a, placerat placerat lacus.Aenean vitae aliquam ante. Duis imperdiet dignissim urna, sitamet vehicula dolor consectetur vitae. Cras eu neque vitae odio elementum dignissim. Ut tincidunt est nec ultricies facilisis. Innon lectus non diam blandit dapibus non ac ante. Donec rutrumvestibulum lobortis. Donec mollis vitae mauris eget tincidunt.Aenean eros sem, pharetra et justo vitae, adipiscing tinciduntpurus. Donec placerat purus id mi vulputate rhoncus.

Marco Antonio Cassou Presidente Grupo CR Almeida

C贸digo de Conduta Profissional

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nulla enim justo, posuere et nunc vitae, venenatis iaculis dolor. Nullam elementum pellentesque sem id bibendum. Ut necimperdiet nulla, adipiscing semper eros. Suspendisse nisilorem, ultricies ut cursus nec, vehicula posuere nisl. Donecsuscipit ac ligula eget mollis.


SUMÁRIO

Código de Conduta Profissional


pág

. 01

01. Objetivos deste código

03

02. Missão, visão e valores da holding

05

03. Missão, visão e valores da construtora

07

04. Aplicação

08

05. Princípios básicos adotados

09

06. Normas para ação empresarial

15

07. Norma para ação dos profissionais

18

08. Responsabilidades


Código de Conduta Profissional

Este Código de Conduta tem como objetivo nortear as atividades da CR Almeida, de seus gestores e colaboradores no relacionamento com esferas externas e internas. O mesmo deve ser também considerado como uma ferramenta de comprovação do empenho da empresa em honrar seus compromissos com todos os públicos de seu relacionamento.

01.OBJETIVOS

1


2


Cテウdigo de Conduta Profissional

02. VISテグ, MISSテグ E VALORES DA HOLDING

3


Código de Conduta Profissional 2.1 MISSÃO “Construir e gerir portfólio na área de infraestrutura.” 2.2 VISÃO “Destacar-se como player na área de infraestrutura na América do Sul.” 2.3 VALORES Foco no Desempenho Econômicoa - buscar maximização de resultados, melhorias constantes nos processos, aplicação de novas tecnologias e práticas de inovação em nossas operações; Ética e Transparência - agir de forma ética e transparente na condução de nossos negócios junto a clientes, acionistas, parceiros, colaboradores e órgão reguladores; Valorização das Pessoas - valorizar e reconhecer a dedicação de nossos colaboradores, incentivar o seu crescimento pessoal e profissional, proporcionando ambiente de cooperação e respeito; Ousadia - estimular o espírito empreendedor em nossos colaboradores; manter condição favorável para discussão e implantação de novas idéias, entendendo que o erro é parte do aprendizado e crescimento, transmitir confiança para enfrentar desafios; Sustentabilidade - atuar de forma responsável, garantindo a continuidade e qualidade de seus serviços ao longo do tempo; contribuir com aspectos ecológicos, econômicos e sociais das comunidades nas quais se insere.

4


Cテウdigo de Conduta Profissional

03. VISテグ, MISSテグ E VALORES DA CONSTRUTORA

5


Código de Conduta Profissional

2.1 MISSÃO “Construir, gerando valor com sustentabilidade.” 2.2 VISÃO “Por meio de engenharia focada em resultados destacar-se até 2015 como uma das lideranças no mercado em que atual.” 2.3 VALORES Comprometimento - ter compromisso com a empresa, seus objetivos, metas e filosofia, buscando a satisfação dos clientes, acionistas e colaboradores; Espírito de Equipe - ser proativo, buscando os mesmos objetivos, dando e respeitando opiniões, construindo uma comunicação efetiva m todos os níveis da empresa; Confiança e Respeito ao ser Humano - acreditar e saber lidar com as pessoas, suas diferenças, limitações e aspirações, criando e consolidando relações com transparência; Empreendedorismo - aspirar, buscar novas conquistas e ser perseverante; Espírito de Liderança - ter iniciativa, agregando, motivando e influenciando pessoas em prol dos objetivos da empresa;

6


Código de Conduta Profissional

Este Código de Conduta aplica-se a todos os gestores e colaboradores do Grupo CR Almeida, independentemente do cargo ocupado ou da função desempenhada. As empresas envolvidas são todas aqui denominadas simplesmente como “empresa”. São partes interessadas os acionistas, clientes, concorrentes, parceiros, fornecedores, Poder Público, imprensa, Organismos de controle, imprensa, comunidade e Associações Entidades de Classe

04. APLICAÇÃO

7


Equidade ·Despender tratamento igualitário e antidiscriminatório a todos os profissionais, parceiros, clientes, fornecedores, prestadores de serviços, acionistas e demais stakeholders. ·Responsabilidade ·Pela boa gestão do investimento e pela preservação do patrimônio dos acionistas.

Código de Conduta Profissional

Na condução de suas atividades, os integrantes da empresa, público alvo deste Código de Conduta, devem pautar suas ações pelos seguintes princípios:

·Pelo desenvolvimento e pelo crescimento dos negócios, mantendo e expandindo as oportunidades de trabalho, em especial com as comunidades lindeiras dos locais onde a empresa atua. ·Pelo cumprimento das obrigações fiscais, legais e contratuais. ·Pelo compromisso empresarial com as práticas de sustentabilidade, em especial, nos aspectos socioambientais, econômicos e culturais, integrando às práticas de gestão e assegurando seu equilíbrio e o permanente atendimento aos acionistas. ·Pelo estabelecimento de um relacionamento de confiança entre os representantes dos acionistas, as administradores e os profissionais. ·Pelo aumento da produtividade, pela inovação, pela evolução tecnológica e pela redução de desperdícios. ·Pelo desenvolvimento profissional e pela melhoria da qualidade de vida dos integrantes das empresas. Transparência ·Pela confiança e transparência que devem pautar a relação entre os integrantes da empresa. ·Pelo incentivo ao fluxo natural de informações entre as áreas, visando o conhecimento das boas práticas de gestão e controles internos

05. PRINCÍPIOS BÁSICOS ADOTADOS

8


Código de Conduta Profissional

Práticas consideradas inaceitáveis ·Todo e qualquer tipo de discriminação, quer de cunho econômico, social, político, de cor, raça, de sexo ou de religião. ·Uso de trabalho infantil e de trabalho escravo ou análogo seja na atuação direta da empresa ou de seus fornecedores. ·Pagamento ou recebimento de propinas. ·Oferecimento ou recebimento de vantagem indevida, de qualquer natureza. ·Patrocínio, sob qualquer forma, à prática de fraude ou ato ilícito. ·Recebimento de brinde presentes ou favores de natureza não promocional, que não respeitem as melhores práticas legais e morais, com vistas à obtenção ou concessão de privilégios indevidos. · Atos da empresa que causem danos aos interesses de lientes, do poder público, dos fornecedores ou tragam prejuízos às comunidades onde a empresa atua. Relações com Acionistas ·O relacionamento com os acionistas é baseado na gestão profissional e na comunicação precisa, transparente e empestiva de informações necessárias ao acompanhamento e avaliação de desempenho. Relações com o Público Interno ·A empresa tem como premissa tratar com respeito seus colaboradores internos, reconhecendo e aceitando sua diversidade, bem como preservando a sua integridade física, moral e psicológica.

06. NORMAS PARA AÇÃO EMPRESARIAL

9


·As oportunidade de emprego devem ser oferecidas de forma equânime e com especial atenção à pessoas com deficiências.Os candidatos indicados por colaboradores devem cumprir o ciclo completo seletivo, bem como concorrer em igualdade de condições com os demais candidatos. Havendo parentesco, não será permitida subordinação ou relação de influência direta entre ambos.

Código de Conduta Profissional

·Nos processos de recrutamento, seleção e desligamento não deve haver qualquer forma de discriminação relativa a raça, sexo, religião, cor, idade, nacionalidade, orientação sexual ou estado civil.

·As políticas de remuneração e de ascensão profissional baseiam-se exclusivamente no mérito individual e plano de carreira, envolvendo o desempenho e as competências de cada um. ·Os sistemas e as práticas de avaliação de desempenho e de recompensas devem considerar, exclusivamente, critérios relacionados ao desempenho e aos resultados dos trabalhos de cada um, não sendo admitida nenhuma decisão que afete a carreira profissional de subordinados baseada em aspectos positivos ou negativos de relacionamento pessoal. · ·O processo de comunicação interna é valorizado de maneira a disseminar e nivelar as informações e o conhecimento. ·É dever de cada colaborador zelar pelo sigilo e segurança das informações corporativas. ·É inaceitável o uso do cargo para solicitar favores ou serviços pessoais a subordinados. ·Os gestores devem ser modelo de conduta, pautando suas ações para dar exemplo de comportamentos e atitudes adequados.

06.NORMAS PARA AÇÃO EMPRESARIAL

10


Código de Conduta Profissional

Relações com Clientes ·A empresa busca prestar serviços aos seus clientes com qualidade e transparência, com compromisso com soluções de engenharia que garantam a sua satisfação, com respeito aos contratos em vigor e sempre de acordo com a legislação. · Em respeito aos clientes, aos princípios da empresa e à legislação em vigor é vedada a alteração de contratos que levem à obtenção de vantagens indevidas,que não observem as regras previstas em lei ou aquelas determinadas para a concorrência. Relações com Parceiros ·O relacionamento com parceiros é baseado no profissionalismo e no compartilhamento de ações e informações comuns a cada negócio, sendo a empresa a líder, ou não, da sociedade ou parceira. Relações com Concorrentes ·As ações empresariais nesse campo são orientadas pelo cumprimento da legislação de defesa da concorrência e pelo comportamento ético. ·A empresa busca obter informações de maneira lícita e preservar o sigilo daquelas fornecidas pelos concorrentes. ·A empresa não emite comentários que possa afetar a imagem de concorrentes ou contribuir para a divulgação de boatos sobre eles. ·A atividade de conquista de novos contratos deve se desenvolver de acordo com os corretos princípios econômicos e em ambiente regular do mercado, em competição leal com a concorrência, na observância das normas legais regularmente aplicáveis.

06. NORMAS PARA AÇÃO EMPRESARIAL

11


·A empresa mantém canais permanentes de comunicação, diálogo e negociação com as comunidades onde atua. ·É política empresarial empregar preferencialmente profissionais oriundos das comunidades lindeiras, contribuindo assim com o desenvolvimento local. Relações com Fornecedores

Código de Conduta Profissional

Relações com as Comunidades

·Na seleção e contratação de prestadores de serviço a empresa se baseia em critérios técnicos objetivos e preestabelecidos abrangendo idoneidade, capacidade técnica e de fornecimento, qualidade, prazos e preços praticados. ·Somente são contratados os fornecedores que: — Não utilizam mão de obra infantil nem mão de obra escrava ou análoga; — Não exerçam nenhuma forma de coerção física ou moral que violem direitos humanos; — Cumpram a legislação trabalhista, previdenciária, tributária e ambiental. ·Tendo atendido aos critérios acima mencionados, são preferenciais aqueles fornecedores que possuam aspectos de sustentabilidade agregados a seus produtos, ou seja, produzidos com materiais renováveis, certificados, reciclados, com tecnologias limpas, entre outras, de modo a contribuir para a não degradação do meio ambiente. ·Os colaboradores dos fornecedores que prestam serviços terceirizados têm por parte da empresa tratamento ético equivalente ao dispensado aos seus próprios colaboradores.

06.NORMAS PARA AÇÃO EMPRESARIAL

12


Código de Conduta Profissional

Relações com o Poder Público e Organismos de Controle ·A empresa assegura precisão em seus livros e registros contábeis. ·É vedada a prática que envolva o favorecimento ou a concessão de vantagens pessoais de qualquer natureza para autoridades de qualquer instância do setor público visando induzir a obtenção de tratamento favorável. ·E vedada a prática de todo e qualquer ato que possa levar à diminuição da concorrência e de seu caráter competitivo ou ao favorecimento indevido em qualquer tipo de licitação. ·A empresa respeita rigorosamente as leis vigentes e é fidedigna e tempestiva no fornecimento de informações aos poderes públicos. ·Toda contribuição eleitoral promovida pela empresa é feita com estrita observância da lei aplicável. A empresa não adota posição político-partidária e deve ser preservada de qualquer eventual posição de caráter pessoal de seus integrantes. Relações com Meio Ambiente, Saúde e Segurança. ·A empresa entende que o desenvolvimento sustentável garantirá a perenidade de seus negócios e permeia suas atividades pelos preceitos do desenvolvimento sustentável, de modo que o uso de recursos naturais supram as necessidades atuais sem comprometer a capacidade de atendimento de demandas futuras. ·A cultura da responsabilidade socioambiental é incentivada entre os colaboradores, por meio dos Comitês de Sustentabilidade, formados por representantes de diferentes áreas estratégicas das empresas e cuja atuação foca a melhoria dos indicadores de gestão, além de avaliar e propor projetos socioambientais.

06. NORMAS PARA AÇÃO EMPRESARIAL

13


·A empresa incentiva e desenvolve regularmente programas de saúde e medicina preventiva dirigida aos seus colaboradores e seus familiares, que objetivam promover melhoria da qualidade de vida. ·A disseminação da cultura preventiva é reforçada com a realização de treinamentos regulares para integrantes das mais diversas áreas.

Código de Conduta Profissional

·A empresa gerencia permanentemente programas voltados à saúde e segurança do trabalho cumprindo rigorosamente a legislação pertinente.

·A empresa apoia e incentivamos a atividade das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes, assim como o desenvolvimento de atividades diferenciadas durante as SIPATs (Semanas Internas de Prevenção de Acidentes do Trabalho). Relações com Associações e Entidades de Classe ·A empresa reconhece a legitimidade das Associações e Entidades de Classe e prioriza a via negocial para a resolução dos conflitos, procurando manter diálogo permanente e buscando a construção de relações produtivas e harmoniosas. Relações com a Imprensa ·A empresa mantém atitude independente e respeitosa no relacionamento com a imprensa, preservando seus interesses, sua imagem, bem como as informações internas consideradas estratégicas ou confidenciais. ·As manifestações externas são coordenadas pela Assessoria de Comunicação Corporativa e só podem ser feitas diretamente a imprensa ou indiretamente, por meio de fontes habilitadas e autorizadas a representar a empresa.

06. NORMAS PARA AÇÃO EMPRESARIAL

14


Código de Conduta Profissional

Comportamentos inaceitáveis ·Tratamento desrespeitoso, descortês, desleal, indigno, ameaçador ou discriminatório para com qualquer pessoa, independentemente de nível hierárquico, cargo ou função, ou ainda decorrente de discriminação de origem social, cultural, econômica, de raça, cor, sexo, idade, religião, característica física ou orientação sexual; ·Assédio sexual, moral ou de qualquer outra natureza; ·Utilizar para fins particulares ou repassar a terceiros, tecnologias, metodologias, know-how ou informações de propriedade da empresa ou de terceiros em poder da empresa, sem a competente autorização prévia; ·Utilizar equipamentos e outros recursos da empresa, inclusive o horário de trabalho, para fins particulares não autorizados; Manifestar-se em nome da empresa quando não habilitado ou não autorizado para tal; ·Manter relações comerciais em nome da empresa com fornecedores em que pessoalmente ou pessoas de seu núcleo familiar / pessoal tenham interesse ou participação direta ou indireta; ·Usar de seu cargo, de sua função ou de informações privilegiadas, em benefício próprio, de familiares ou de seu círculo de relacionamento pessoal, em prejuízo dos negócios da empresa; ·Utilizar sistemas e canais de comunicação da empresa para busca, propagação ou divulgação de trotes, boatos, pornografia, piadas, jogos ou propaganda político-partidária; ...

07. NORMAS PARA AÇÃO DOS PROFISSIONAIS

15


·Receber, direta ou indiretamente, favores, vantagens ou presentes de caráter pessoal não considerados como boas práticas promocionais, que possam influenciar decisões de negócio ou beneficiar terceiros (Não são considerados como tal os brindes sem valor comercial ou de valor simbólico, bem como aqueles distribuídos por quaisquer entidades como cortesia, propaganda ou por ocasião de eventos especiais ou datas comemorativas, relacionados a atos de cortesia como parte normal do relacionamento comercial, dentro dos limites do bom senso e da razoabilidade);

Código de Conduta Profissional

·Utilizar sistemas e canais de comunicação da empresa para busca, propagação ou divulgação de trotes, boatos, pornografia, piadas, jogos ou propaganda político-partidária;

·Oferecer ou receber qualquer tipo de vantagem indevida, de qualquer natureza; ·Patrocinar ou incentivar, sob qualquer forma, a prática de qualquer fraude ou ato ilícito, independente de natureza, objetivo ou razão; ·Burlar, ou tentar burlar, qualquer regra posta pela empresa, pela legislação, pelo cliente ou, quando aplicável, pelo procedimento licitatório ou pelo contrato em vigor. Comportamentos esperados ·Permanente preocupação com a preservação do patrimônio, da imagem e dos interesses da empresa; ·Transparência, austeridade e bom senso nas viagens a serviço e/ou quando do uso de cartão de crédito empresarial, de forma a não ocorrer gastos ou vantagens pessoais nem condições de conforto diferentes daquelas existentes no cotidiano de cada um;

07. NORMAS PARA AÇÃO DOS PROFISSIONAIS

16


Código de Conduta Profissional

·Respeito à propriedade intelectual, adotando todas as medidas razoáveis para proteger a confidencialidade de informações restritas, bem como prevenir a divulgação não autorizada, a menos das exigidas por lei ou norma equivalente; ·Avaliação cuidadosa de situações que possam caracterizar conflito de seus interesses com os da empresa, assegurando que todas as decisões sejam tomadas no exclusivo interesse da empresa. Quando isso não for possível, comunicar o próprio interesse e não participar do processo de tomada de decisões; ·Permanente cuidado e atenção com comportamentos, atitudes e posturas para que reflitam sempre profissionalismo e respeito às pessoas, à empresa e as suas regras; ·Agir com integridade pessoal e profissional, não colocando em risco a segurança patrimonial pessoal ou a da empresa; ·Respeito à lei e as regras vigentes; ·Respeito ao presente Código de Conduta Profissional. Consequências da violação do Código ·A violação deste Código pode expor o infrator à ações disciplinares corretivas, incluindo a rescisão do contrato de trabalho, e ainda, quando couber, sua eventual responsabilização civil e criminal.

07. NORMAS PARA AÇÃO DOS PROFISSIONAIS

17


·Indicar os integrantes do Comitê de Ética; ·Aprovar este documento e suas revisões. ·Cabe ao Comitê de Ética: ·Avaliar e atualizar este código a cada dois anos; ·Orientar e acompanhar as ações necessárias para a sua divulgação e disseminação;

Código de Conduta Profissional

Cabe ao Conselho de Administração:

·Assegurar a existência de um canal de comunicação direto e permanente para a solução de dúvidas dos interessados quanto ao seu conteúdo; ·Dúvidas quanto ao entendimento e aplicação deste código podem ser solucionadas pelos meios abaixo disponibilizados: — — —

No site institucional: www.cralmeida.com.br/comitedeetica Por E-mail: comitedeetica@cralmeida.com.br Por Carta: Comitê de Ética CR Almeida Avenida Vicente Machado 1789, Batel, Curitiba, Paraná, 80.440.020

Cabe aos Gestores: ·Orientar seus liderados e sanar eventuais dúvidas em relação ao presente Código e à suas disposições. ·Dar o exemplo por sua conduta.

08. RESPONSABILIDADES

18


Curitiba, XX de março de 2014. 1ª edição

19


Código de Conduta Profissional

TERMO DE COMPROMISSO Declaro que recebi, examinei e compreendi o CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL da CR Almeida. Assumo o compromisso de observá-lo em todos os seus itens, conhecendo o seu conteúdo completo e aceitando as sanções previstas no caso de seu descumprimento. ______________________________________________________ Nome completo ______________________________________________________ Área de trabalho

______________________________________________________ Número da matrícula

______________________________________________________ Local Data

______________________________________________________ Assinatura

2. TERMO DE COMPROMISSO


Av. Vicente Machado 1789, Batel Curitiba, Paranรก, 80.440-020 www.cralmeida.com.br 41 3312 9200

Fechando  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you