Page 17

Cada época tem, falando de modo prosaico, seus manuais. Talvez cause espanto ao jovem leitor entrar em contato com os estudos de Norbert Elias2 (1994). Este descreve, com maestria, o processo de civilização e a importância dos manuais de etiqueta da sociedade ocidental. Pasme-se. O que hoje é naturalizado, banalizado, foi motivo de imposição, por meio de manuais de etiqueta. Há alguns séculos, nossos ancestrais se valiam de modos à mesa que hoje seriam repulsivos. Graças a esses manuais, eles deixaram de usar a mesma faca para cortar a carne, limpar as botas, extrair o espinho encravado na sola dos pés... O processo de refinamento da sociedade ocidental levou alguns séculos. Nem todos acompanharam ou foram convidados a entrar nessas mudanças. Alguns, tardiamente, deixaram de comer com as mãos e passaram a usar talheres e um prato individual. Coisas que nos são tão familiares não o eram há alguns séculos. Fomos civilizados e somos constantemente socializados nesses códigos que naturalizamos. Mas, lembre-se, no mundo social nada há de natural. Todas as instituições passaram e passam por formulações de normas. A universidade também. Algumas exigiam o uso de togas para distinguir seus integrantes daqueles que jamais nela ingressariam. Hoje as vestes estão democratizadas, mas há outros procedimentos que devem ser aprendidos. Há outra “etiqueta” acadêmica. Ingressar na universidade é entrar num novo mundo, um rito de

2 Sociólogo europeu que dedicou boa parte de seus estudos para pesquisar o processo de “refinamento” da sociedade europeia, abandonando a violência e a agressividade, comuns até meados das Idades Média e Moderna.

Apresentação

19

Cadernos metodológicos: diretrizes do trabalho científico  

Cadernos metodológicos valoriza a transversalidade da metodologia científica, percorrendo temas e questões relacionados às formas de produçã...

Advertisement