Issuu on Google+

Your company information


Protagonistas da Participação

Your company information


Rigor sem창ntico

Your company information


Rigor sem창ntico?


Conceito de Participação

Your company information


O que é Participação?


O que é Participação?

Your company information


O que é Participação?

Your company information


E a vida o que é? Diga lá meu irmão

Ela é a batida de um coração. Ela é uma doce ilusão. Ela é maravilha ou é sofrimento? Ela é alegria ou lamento?


Exercício dialético #1


Exercício dialético #2


Nietzsche e a participação


Exercício dialético #3


Exercício dialético #4


A torin贸i l贸, 2011


Arcanjo Miguel


Exercício dialético #5


Exercício dialético #6


Exercício #7


. . . . .. . . . .. . . . .. . . . .. . . . .. . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Observações

. . . . .. . . . .. . . . .. . . . .. . . . .. . . . ..


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


participação... uma ação coletiva


Mudanรงa disruptiva


. . . . .. . . . .. . . . .. . . . .. . . . .. . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Proposta

. . . . .. . . . .. . . . .. . . . .. . . . .. . . . ..


. . . . .. . . . .. .

. . . . . . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . .. .

.. . . . .. . . . ..

. .. . . . .. . . . ..


Projeto

Produto: Publicação de 320 páginas diagramada de maneira que possa ser lida de três formas: i)

A partir da experiência dos protagonistas - 20 regiões de planejamento OP/PPA; ii) A partir da perspectiva de governo e sua “visão de mundo”: iii) A partir de 32 provocações, via analogias.


1.

a pergunta...


2.

as provocações...


32 provocaçþes conceituais


32 provocações / exemplos


32 provocações / exemplos


Obst谩culo Epistemol贸gico

Pensamento Relacional

Pensamento Abissal

Gaston Bachelard

Piere Bourdieu

Boaventura S.Santos


Te o r i a d o naufrรกgio

Um, nenhum, cem mil

Individual vs Coletivo

Karl Jaspers

Luigi Pirandello

Elionor Ostrom


Alteridade

Liberdade de Atlas

Objeto Tr a n s i c i o n a l

Theodor Adorno

Ayn Rand

Donald Winnicott


Fim da história

Francis Fukuyama

Discurso único

Paradoxo do arquipélago

Ignácio Ramonet

Piere Veltz


Novos conceitos

Quem somos?

Quem queremos chegar a ser?

Guilles Deleuze

Immanuel Kant

Michel Foucault


Ă?ndice - estrutura


Ă?ndice - estrutura


Your company information


Apresentação do projeto