Page 1

EDIÇÃO 119 126

Ano X – EDIÇÃO Nº 119 – Março 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432 Ano X – EDIÇÃO Nº 126 – Outubro 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari Jaguari -- São São Vicente Vicente -- Mata Mata -- Capão Capão do do Cipó Cipó -- Nova Nova Esperança Esperança do do Sul Sul -- Unistalda Unistalda

Ano 2016 Ano X X -- Nº Nº 119 126 -- MARÇO OUTUBRO 2017

Inauguração do lindo Templo em Monte Alegre


2

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

PALAVRA DO DIRETOR J. Franco - Diretor Arauto francoprof@gmail.com | francoprofe@yahoo.com.br | (55) 9674 7590 / 8131-9259

PARA AQUELES QUE SÃO OS SEUS DISCÍPULOS Eles obedeceram a ordem de Jesus (Mc 6.45) – Conforme o evangelho de Marcos, Jesus “constrangeu” (fez necessário) os discípulos a entrarem no barco. O Senhor tinha um plano. Eles não foram ali por um acaso, Jesus tinha lições para ensinar aos seus discípulos. A embarcação não era um navio, era um pequeno barco. E eles sabiam do perigo que era navegar quase à noite em um pequeno barco. Nunca é fácil obedecer a Deus. Muitas vezes temos que entrar no mar mesmo! O prazer de Deus é que o obedeçamos (cf 1Sm 15.22). Sem questionar! Obedecer é renunciar sua vida: “Assim, pois, todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo.”(Lc 14.33).Os discípulos seguem Jesus por onde ele for: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem.”(Jo 10.27). Mesmo que as circunstâncias não sejam favoráveis (v.17b) – Estava escuro e havia muitos perigos. Essa era a característica de um discípulo. Paulo e Barnabé pregaram o Evangelho em Listra (uma cidade da Ásia, era uma província romana), e foram confundidos com deuses da mitologia grega (Barnabé Júpiter e Paulo Mercúrio). Porém eles rejeitaram este título rasgando suas vestes (cf At 14.14). E a multidão enfurecida apedrejou Paulo lançando-o para fora da cidade (v.19). O que Paulo fez? “… levantou-se e entrou na cidade… …”(v.20). E lá foi estabelecida uma igreja (cf At. 16.1). Um verdadeiro discípulo não desiste, mesmo que as circunstâncias não pareçam favoráveis! Jesus garante a paz em meios às tormentas da vida – Para aqueles que são os seus discípulos. E ser discípulo não é tão simples. Deve haver uma renúncia de si mesmo. O discípulo segue o Mestre e obedece a Sua Palavra. Mesmo que pareça difícil deve haver obediência. O seguidor de Cristo vive para Cristo a cada dia: “logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.” (Gl 2.20). Isto é ser discípulo! Você é um discípulo de Jesus? JESUS GARANTE A PAZ EM MEIOS ÀS TORMENTAS DA VIDA – Para OS QUE SÃO OS SEUS DISCÍPULOS (V.16-17; MC 6.45) – Os que obedecem a sua ordem, mesmo que as circunstâncias não estejam favoráveis. Para OS QUE PASSAM AFLIÇÕES POR FAZEREM A VONTADE DE DEUS (V.18-19) – Aqueles que estão dispostos a sofrerem por Cristo, terão dele a Paz. E também para OS QUE O RECEBEM E TEM PRAZER NELE (V.20-21) – Não basta só dizer que é cristão, tem que ter prazer em Cristo e alegria em sua presença! 1 – Se você é verdadeiramente discípulo de Cristo, e faz sua vontade, descanse porque ele nunca vai te desamparar. 2 – Passar por aflições por fazer a vontade de Deus não é maldição, mas glória (cf At 5.41). 3 – Tenha prazer na presença de Jesus. Alegre-se no Senhor. Ame a Jesus, porque ele anda sobre as águas para te dar a sua Paz! Talvez você esta desanimado, cansado ou até decepcionado, olhe para o autor da vida : JESUS CRISTO e siga adiante... Não pare ... Não desista, ELE não desiste de você... Não esqueça disso!

Cremos

OUTUBRO/2017

1 - ) Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo ( Dt 6.4; Mt 28.19 e Mc 12.29); 2 - ) Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2 Tm 3.14-17); 3 - ) Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9); 4 - ) Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na Obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurar a Deus ( Rm 3.23 e At 3.19); 5 - ) Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo3.3-8); 6 - ) No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25;5.9); 7 - ) No batismo Bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12); 8 - ) Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15); 9 - ) No batismo Bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7); 10 - ) Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme sua soberana vontade (1 Co 12.1-12); 11 - ) Na segunda vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira – Invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel na terra, antes da Grande Tribulação; segunda – visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos ( 1Ts 4.16,17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14); 12 - ) Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber a recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10); 13 – ) No Juízo vindouro que recompensará os fiéis e codenará os infiéis (Ap 20.11-15); 14 – ) E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis.


OUTUBRO/2017

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Crescimento espiritual: uma questão básica para o cristão Continuação da edição anterior ...

5 passos para amadurecer

Se você compreendeu que precisa crescer e deixa de ser um menino no entendimento, obedeça à Palavra de Deus. Logo abaixo, estão 5 passos necessários para você amadurecer e viver a plenitude do que Deus preparou para você. Observe-os, reflita sobre eles e tome decisões para iniciar hoje a transformação em sua vida. 1) Medite constantemente na Palavra de Deus Em 1 Pedro 2:2, está escrito que devemos desejar o leite racional para crescermos e esse alimento é a Palavra de Deus. 1 Pedro 2:2 “1Deixando, pois, toda malícia, e todo engano, e fingimentos, e invejas, e todas as murmurações, 2desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que, por ele, vades crescendo, 3se é que já provastes que o Senhor é benigno.” 2) Ore constantemente A oração permite que você se torne íntimo de Deus entregando a Ele toda a sua vida e ouvindo-O para conhecer a vontade Dele. 3) Abandone o orgulho Em Provérbios 16:18, está escrito que o orgulho precede a ruína, ou seja, leva ao fracasso. É necessário que você libere perdão para as pessoas que o(a) magoaram no passado independentemente do fato que ocorreu.

Lembre-se de que Jesus perdoou absolutamente todos os nossos pecados, demonstrando um amor incondicional por nós. Provérbios 16:18 “18A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda.” 4) Abandone o medo O medo é totalmente contrário à fé. É impossível afirmar que há fé se houver medo. Isto é, se você tem medo de se ferir novamente, de “bater com a cara da parede”, de ser humilhado, reconheça a sua incredulidade, ore ao Senhor para que lhe transforme e permita que Ele lhe dê a oportunidade de confrontar esse medo. 5) Tome decisões Pare de se enganar e justificar dizendo “estou esperando a revelação de Deus” e tome decisões sobre a direção que Deus já deu a você anteriormente (talvez há muito tempo). A direção é de Deus? Então, creia e vá, faça a sua parte. Observe que todos os passos listados necessitam da sua ação, pois o problema não está em Deus, mas sim em você. Quando você admitir isso, seu orgulho será quebrado e você amadurecerá em Cristo. Deus abençoe a sua vida abundantemente. Fique na paz e na graça do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Amém! Extraído: viveremverdade.com.br

3


4

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

OUTUBRO/2017

Convite: 10ª Semana Acadêmica de Agronomia de dois a seis de outubro

Curtas da URI Acadêmicos aprovam oito trabalhos em evento internacional

De dois a seis de outubro ocorrerá a Semana Acadêmica de Agronomia na URI Santiago, em sua décima edição.

A abertura será às 19h30min do dia dois. No último dia, às 20h, acontece confraternização na AFURIS.

Grupo de alunos dedica trabalhos ao biólogo Paulo, colaborador da URI falecido este mês

No mês de setembro, os acadêmicos do curso de Agronomia Daniel Nunes Krum, Guilherme Guerin Munareto, Gustavo Lamana, Jéssica Santi Boff, Lenon Vaz, Nádia Mariane Mucha e Thaylana Souza aprovaram oito trabalhos completos e que serão capítulos do e-book do IV Congresso Sul Americano de Agricultura de Precisão e Máquinas Precisas. Os acadêmicos são do 4°, 6º, 8º e 10º semestres de Agronomia e desenvolvem projetos de iniciação científica sob orientação dos professores doutores Júlio Cesar Wincher Soares e Claiton Ruviaro sobre agricultura, pecuária (gestão de pastagens) e silvicultura digital, utilizando ferramentas de mapeamento digital de solos. As pesquisas foram apoiadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Progra-

ma Institucional de Iniciação Científica (PIIC – URI), Polo de Modernização Tecnológica do Vale do Jaguari (PMTVJ) e Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT). Conforme o professor Júlio, que também faz parte do comitê científico do evento, o congresso terá como tema central “Agricultura Digital: Inovação para a eficiência e a preservação da produtividade” e será realizado nos dias 26 e 27 de setembro, no município de Não-Me-Toque, Rio Grande do Sul. O grupo de pesquisa dedica os trabalhos ao colaborador Paulo Eraldo Ferreira do Carmo, falecido neste mês. Paulo era biólogo e acadêmico de Pedagogia e estava desenvolvendo ferramentas pedagógicas para a conscientização sobre a importância dos solos para o ensino médio e fundamental.

Setembro Amarelo com momentos especiais na URI Cursos de Enfermagem e Psicologia foram os responsáveis pelas atividades

Dia 12 de setembro, o IV semestre de Enfermagem movimentou os alunos em uma ação relativa ao Setembro Amarelo, no hall do prédio quatro. Na mateada de valorização à vida, ocorreu distribuição de erva-mate e material informativo a quem passava pelo local. O prédio nove também contou com a mesma ação. Já sexta-feira (22), o curso de Psicologia movimentou a comunidade aca-

dêmica com evento realizado no prédio nove, o qual teve mateada, pipoca, música, grafite, rodas de conversas e apresentações de trabalhos. O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, com o objetivo de alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo e suas formas de prevenção.


OUTUBRO/2017

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

PÁGINA

Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espiríto Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? 1 Corínstios 6:19

DA SAÚDE

5


6

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

OUTUBRO/2017

Décio Collaço

Paciência, o que falta nestes dias ! Jó, exemplo de paciência em meio à dor. Jó é um exemplo de paciência, fé e persistência diante das tribulações. Ele perdeu em um único dia seus filhos, seus bens e sua saúde, mas não perdeu a sua fé em Deus. Em meio à dor de tão grandes perdas, ele declarou: “Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra” (Jó 19.25). A fé que Jó tinha em Deus o levou a esperar com paciência pelo socorro divino. Se você está enfrentando alguma situação adversa, tenha fé. Não perca a sua paciência e em tudo dê graças, pois neste mundo tudo é passageiro, até mesmo as aflições (1Ts 5.18). As provações funcionam como disciplina do Pai divino e amoroso em prol de nossa santidade (Hb 12.711). Jó é o exemplo clássico de um homem que pacientemente suportou o sofrimento e foi abençoado por Deus por sua fé. Note que Jó não entendia as causas de seu sofrimento. Ele não sabia o que estava acontecendo nos bastidores com Deus e Satanás, mas Jó suportou pacientemente. Lendo seu livro, entendemos que este homem foi paciente, no entanto, ele mesmo não pensava assim! De sua boca saiu a expressão: “Qual é a minha força, para que eu aguarde? Qual é o meu fim, para que eu tenha paciência?” (Jó 6.11). Ele não se julgava paciente. Os capítulos 4 a 27 de seu livro trazem uma discussão vigorosa entre ele e seus amigos, e ali não são vistos muitos traços de uma pessoa paciente. A expressão que deu a Jó fama de paciente não está em seu livro, mas sim em Tiago 5.11. É bom notar, porém, que a palavra ‘paciência’ ali registrada foi substituída por ‘perseverança’ . Até mesmo os estudiosos da Bíblia não acharam a palavra ‘paciência’ muito adequada para Jó. . O ensino de Tiago 5.11, trata da paciência de Jó e o fim que o Senhor lhe concedeu após tamanha aflição e sofrimento (Ez 14.14,20; Hb 11.23-38). Os crentes a quem Tiago escreveu sentiam-se orgulhosos por ser comparados aos personagens do Antigo Testamento. Ao experimentar as aflições, eles sabiam que assim como Deus concedera graça a Jó (Jó 42.10-17), da mesma forma daria a eles. No versículo doze, após o exemplo do poder de Deus em relação aos seus servos, os profetas e Jó, Tiago admoesta-nos a que não caiamos no erro de jurar pelo céu ou pela terra. Nossas palavras não são poderosas para garantir o juramento. Não! Tudo depende de Deus e da sua vontade. Tiago nos ensina que não devemos fazer tais juramentos, pois a palavra do discípulo de Jesus deve se resumir ao sim ou ao não (Mt 5.33-37). Isto deve ser suficiente! Por isso seja Paciente !

Anderson Bastos

Fabiane Oliveira

Ev. Acelino Amaral

Pr. Horácio Bittencourt

Cleusa Avila Flores

Lídia Zauza


OUTUBRO/2017

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

Inauguração do Templo MONTE ALEGRE

Desfile 7 de Setembro

Semana Farroupilha Evangélica AD

7


8

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

OUTUBRO/2017

Os 5 piores erros que muitos cometem ao ler a Bíblia (o 2º é o pior de todos)

A Bíblia Sagrada é um livro maravilhoso. É o livro mais vendido no mundo e para nós cristãos é a nossa regra de fé e prática. Aqueles que já tiveram a oportunidade de degustar um pouco dos ensinos bíblicos nunca mais serão as mesmas pessoas, pois a Bíblia é viva e o poder da palavra de Deus transformador. O famoso evangelista Billy Graham disse algo interessante sobre a Bíblia, disse que “a Bíblia é mais atual do que o jornal que irá circular amanhã”. E ele tem razão. Mesmo depois de centenas de anos os escritos são atuais. Porém, mesmo com todas estas características positivas não podemos negar que a Bíblia não é um livro tão fácil de ser lido e que a sua leitura deve ser cuidadosa para que não seja distorcida. Pensando nisso, listei os cinco principais erros que muitas pessoas cometem ao ler a Bíblia. Evitar esses erros vai ajudar qualquer leitor apaixonado pela palavra de Deus a extrair dela o seu real significado, que é o desejo de Deus para o leitor de Sua palavra. Erro 1 - Ler a Bíblia abrindo-a aleatoriamente Não é difícil encontrar pessoas que praticam esse tipo de leitura. Inclusive, sei de igrejas que permitem que pregadores usem essa “técnica” no púlpito. Ou seja, abrem a Bíblia aleatoriamente e onde cair começam a ler. Entendem que dessa forma Deus irá falar misteriosamente. Essa é uma das piores formas de ler a Bíblia, pois não se têm um estudo sistemático que busque entender os contextos, as sequências, os fatos e outras informações importantes para compreensão de um texto corretamente em seu sentido. Geralmente quem lê a Bíblia dessa forma não sabe nada de Bíblia, não consegue entender muito do que está lendo e fica tentando adivinhar o que quer dizer aquele texto que caiu em frente aos seus olhos. Erro 2 - Ler a Bíblia sem ler os contextos

Todo texto tem um contexto, que é o que vem antes e o que vem depois daquele texto. Muitos leem a Bíblia por pedaços. Ou seja, hoje leem um capítulo de Salmos, amanhã leem um capítulo em Gênesis, depois leem Apocalipse, etc. Esse tipo de leitura prejudica em muito o entendimento correto do que Deus quis comunicar na Bíblia. É muito importante que as leituras sejam feitas englobando todo o contexto. Se você for estudar, por exemplo, o livro de Gênesis, que o estude inteiro em sequência, buscando compreender de forma geral a história e o contexto ali mencionados. Ou se for ler um trecho de algum livro, que leia um pouco do que foi escrito antes e depois desse trecho. Textos lidos fora de seus contextos podem tomar sentidos diferentes e totalmente contrários ao que realmente significam. Erro 3 - Ler a Bíblia sem um dicionário por perto Ninguém é tão culto que saiba e lembre de todos os significados das palavras. A Bíblia é um livro extenso, tem o emprego de centenas de palavras, das quais muitas não conhecemos muito bem o significado. Muitos leem a Bíblia e não entendem bem o sentido de algumas passagens, pois não checam um dicionário quando se deparam com uma palavra desconhecida. Dessa forma, perdem o ensino daquele texto e acabam também não compreendendo versos próximos que dependem daquele. Ter um dicionário é muito importante para quem quer ler e entender a Bíblia. Não pesquisar os significados de palavras desconhecidas torna a leitura pobre e fraca. Erro 4 - Ler a Bíblia em qualquer lugar A leitura e o estudo são atos que exigem atenção. Apesar de existirem alguns poucos que conseguem se concentrar em diversas coisas ao mesmo tempo, a maioria não consegue. Muitos

reclamam de ter lido a Bíblia várias vezes, mas ainda não entendem muito do que leem. Não é de se admirar que muitos deles não entendem porque não leem com foco e atenção. Ler a Bíblia em lugares barulhentos, agitados ou que tirem a sua atenção é perda de tempo. Eu gosto de comparar um bom leitor da Bíblia a um cirurgião. Será que um cirurgião operando um paciente faz bem em colocar uma tevê na sala da cirurgia e, enquanto opera um coração, assiste também seu programa favorito? Não dá, não é verdade! Assim como uma cirurgia requer atenção exclusiva do cirurgião, o leitor da Bíblia também deve dar atenção exclusiva a esse encontro com o texto sagrado e Seu autor. Erro 5 - Ler a Bíblia sem regularidade Acho interessante como algumas pessoas leem a Bíblia: uma vez na semana, no máximo duas. Cinco a dez capítulos apenas por semana e, alguns mais relaxados, demoram um mês inteiro para ler isso. Isso é muito ruim. Para que nosso cérebro aprenda coisas complexas é necessário que ele seja exposto àquilo com certa frequência. Por exemplo, ninguém consegue se formar em uma profissão indo uma vez por mês na faculdade e nos outros dias não estudando nada sobre o tema. Geralmente as faculdades incentivam o estudo pelo menos cinco dias da semana, aí tem os estágios para vivenciar o estudo na prática, os trabalhos, etc. Tudo isso forma um profissional que domina o tema do estudo. Quem deseja “dominar” o texto bíblico também precisa aprender a ter regularidade. Isso quer dizer que é importante que haja o contato com a palavra de Deus por mais tempo e não somente alguns poucos minutos por semana. É um grande erro achar que irá conhecer a Bíblia a fundo estudando-a 30 minutos por semana. Extraído : http://ei.esbocandoideias.com


OUTUBRO/2017

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Um Pequeno Preço a Pagar Quando você reconhecer Deus como Criador, você vai admirá-Lo. Quando você reconhecer a sabedoria dEle, vai aprender dEle. Quando você descobrir a força dEle, você vai confiar nEle. Mas somente quando Ele lhe salvar é que você vai adorá-Lo. Antes do seu resgate, você podia facilmente manter Deus a uma distância. Confortavelmente dispensado e facilmente colocado na estante. Claro, ele era importante, mas sua carreira também era… seu status. Daí veio a tempestade e a segurança arrebentada. Virar para sua carreira para ajuda? Só se você quiser se esconder da tempestade, e não escapar dela. Se apoiar no seu status como força? Uma tempestade não se impressiona com o seu título. E deste momento em diante, ele não é só uma divindade para admirar ou um professor para observar, ele é o Salvador. O Salvador a ser adorado. Um período de sofrimento é um preço pequeno a pagar para se ter uma visão clara de Deus!

A Marca de um Discípulo A marca de um discípulo é a habilidade dele ou dela de ouvir a voz do Mestre! O mundo dá uma pancada na sua porta enquanto Jesus bate de leve. Vozes gritam pela sua fidelidade, mas Jesus gentilmente e suavemente pede. Qual voz você escuta? Nunca há um tempo quando Jesus não nos chama. Nunca. Não há nenhum lugar onde Jesus não está. Jamais. Nunca há um tempo quando Ele não está batendo de leve nas portas dos nossos corações – esperando para ser convidado para entrar. Poucos ouvem a voz dEle. Menos ainda abrem a porta. Mas nunca confunda a nossa falta de reação com a ausência dEle. Pois no meio das promessas efêmeras de prazer há a promessa eterna da presença dEle. “Eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos” (Mateus 28:20). Não há nenhum coro tão alto que a voz de Deus não pode ser ouvida… se nós ao menos estivermos escutando!

Extraordinário Estou pensando nas bênçãos de Deus. Todo dia eu tenho o privilégio de sentar com um livro que contém as palavras dAquele que me criou. Todo dia eu tenho a oportunidade de deixar ele me dar pensamentos sobre como viver. Se eu não fizer o que ele diz, Ele não queima o livro ou cancela a minha assinatura. Se eu não entender o que Ele diz, Ele não me chama de burro. Ele explica o que eu não entendo.Enquanto penso nas minhas três filhas, sobre a esposa que eu tenho e que posso ficar com ela por toda minha vida, eu balança a minha cabeça e agradeço o Deus da graça. E eu penso: Extraordinário! Estou aprendendo que se eu abrir os meus olhos e observar, há muitas razões para olhar para a Fonte de tudo isso, e simplesmente dizer obrigado!

Um Novo Capítulo Para Sua Vida O coração ansioso diz, “É perigoso lá fora!” Então você não dorme bem. Você não ri o suficiente. A adversidade espera… é só uma questão de tempo. Como resultado você é ansioso. Você não está sozinho. Nossa sociedade está aleijada pela ansiedade. Como é que isso acontece? Nosso carros estão mais seguros que nunca. Nós fiscalizamos a comida, a água e a eletricidade. Mas, se a ansiedade fosse um esporte Olímpico, nós ganharíamos a medalha de ouro! Não se esqueça que a ansiedade não é um pecado, mas uma emoção. Ela pode, no entanto, levar a atitudes pecaminosas. Quando nós calamos os nossos medos com grades de cerveja ou comendo em excesso, quando nós vendemos os nossos medos a qualquer um que queira comprar, estamos pecando. Jesus deu esta palavra: “Tenham cuidado, para não sobrecarregar o coração de vocês de… ansiedades da vida.” (Lucas 21:34 NVI). Deus lhe criou para mais que uma vida de angústia e ansiedade que racha a mente. Ele tem um novo capítulo para sua vida. E ele está pronto para escrevê-lo! Extraído: Devocional – Max Lucado

9

TODAS TOSQUENEJARAM

Ev Valdir Aguirre A parábola das dez virgens é a evidencia clara de como será a volta de Jesus para arrebatar a sua igreja. Diz que todas tinham lâmpadas mas nem todas tinham azeite. Algumas levaram vasilhas com reserva de azeite, outras não. Todas sairam e caminharam ao encontro do noivo, mas em dado momento da trajetória, todas tosquenejaram, quer dizer, dormiram! Aqui eu para para chamar a atenção do leitor, para que percebam que até as mais dedicadas e fieis dormiram. Quer dizer que até os crentes mais fieis podem dormir o sono profundo da negligência. Quando se fala em dormir espiritualmente, quer dizer que estamos com os olhos fechados para jesus, para as coisas do Reino Eterno. Algo está tomando o lugar de Deus. Irmãos que outrora fervorosos, cheios do espírito Santo, com a chama acesa para ganhar almas, pregando o evangelho nas praças, nas casas e em outras cidades, hoje estão parados com suas vidas espirituais quase apagadas e ainda sem azeite de reserva, que tristeza! O sono do materialismo tem levado dia e noite a busca desenfreada por coisas que se terminam nessa terra. Daí não há mais tempo para a obra perfeita de Cristo. Outros dormem em frente das televisões, viciados em novelas cheias de adultérios, concupiscência da carne, mentiras e enganos que só destrói famílias. Estão apagados e sem brilho. Suas mensagens pregadas ja não impactam mais a igreja, porque estão vazios da glória de Deus. Igrejas estão esvaziando. O culto para muitos não é mais prioridade. Dizem: tenho que passear, viajar, curtir o carro novo. Tenho que ir em clubes, me envolver na sociedade, a final, estou bem financeiramente e numa posição privilegiada. Misericórdia! Mas a meia noite se ouviu: “ Eis aí o noivo, saí ao encontro.” todas saltam correndo, mas as loucas percebem que não há azeite suficiente e imploram as prudentes para que lhe ceda um pouco. Elas respondem que não há como, pois lhes faltará no caminho. “ Vão e compram para vós”, responderam. Mas onde achar o azeite naquela hora da madrugada? Que situação! Assim será para muitos que estão levando a vida espiritual de maneira leviana, sem nada de temor. Pecando as escondidas, fazendo todo tipo de atrocidade, envergonhando e escandalizando a igreja. A santidade de Deus você não compra e nem negocia com ninguém. Só se consegue com oração e uma vida de exemplo através da palavra. Glória a Deus! Te arrependa em quanto a tempo. Confesse e deixe hoje mesmo dessa vida de pecado e volte a ser uma benção e a estar preparado para subir com os fieis. Que Deus te abençoe com essa mensagem.


10

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

OUTUBRO/2017

O que está levando uma geração de jovens à depressão? Por Cássia Oliveira

Ninguém espera que uma jovem de 17 anos, cheia de sonhos e expectativas, e que passa boa parte do dia acessando a internet e conversando com amigos pelo celular, tenha um diagnóstico de depressão. Essa, no entanto, é a realidade de Ketlin da Silva Soares. Ela mora em Montenegro com a família há dois anos, após uma infância com várias mudanças de cidade, cursa o Ensino Médio e, em meio a uma rotina típica de adolescentes, faz acompanhamento psicológico e psiquiátrico. Apesar da juventude, a relação de Ketlin com a depressão já é antiga. Há 10 anos, após um problema familiar que não será divulgado para preservar a jovem que, então com sete anos, começou a dar sintomas de que algo não ia bem. Esses sinais, porém, demoraram a indicar uma depressão. O pai de Ketlin, Célio, conta que ela por muitos anos se queixou de dores no estômago que foram se arrastando sem que médicos descobrissem a causa. A família já residia em Montenegro quando o diagnóstico de “gastrite nervosa” apareceu e o clínico encaminhou para tratamento com psicólogo e psiquiatra. O diagnóstico de depressão veio logo depois. Saber que a filha era depressiva surpreendeu, mas não chegou a ser um susto completo. Depressão não era uma novidade na família. “Ela ficava irritada facilmente. Mas não imaginávamos”, conta. “Já tínhamos conhecido a doença. Meu pai teve. E a mãe dela também trata depressão. Então recebemos a notícia sabendo que ela podia tratar”, complementa. O tratamento ajuda, mas as mudanças na rotina são inevitáveis. Além das visitas ao psicólogo, Ketlin faz uso de um medicamento. “Se ficar três dias sem tomar volta a tristeza e a irritação”, conta. Ela diz aceitar que, possivelmente, tenha de fazer acompanhamento médico por toda a vida apesar do médico afirmar que será por um período apenas. “No início era mais difícil. É também aceitar que tem depressão”, revela. Agora mais controlada, mesmo que por conta do medicamento, Ketlin percebe o quanto a depressão afetava o seu dia a dia. “Problemas de concentração na aula, dificuldade de se relacionar com os colegas e com os professores”, conta ela.

A família acompanha Ketlin de perto, com hábitos rígidos, se comparados com os de outros lares. A adolescente utiliza a tecnologia e passa várias horas do seu dia com os olhos na tela do celular, assistindo vídeos do YouTube ou trocando mensagens. Mas por uma regra da casa, a noite o aparelho fica na sala. “Pela manhã, primeiro faço as minhas coisas e depois pego o telefone e fico mexendo”, conta, com o smartphone nas mãos. A jovem diz acompanhar as notícias sobre o Desafio da Baleia Azul, que culminaram em tentativas de suicídio, casos por vezes vinculados a diagnósticos de depressão. Mas afirma que isso lhe soa estranho. “Mesmo estando com muita tristeza, eu nunca pensei nisso. Nunca me passou pela cabeça me matar”, diz. O pai confia nela, na forma de agir da filha e no tratamento. Quer também que ela logo comece a ter uma atividade profissional, se ocupe e saia mais de casa. Pessoas de fé, há na família a certeza de que Ketlin conseguirá superar a depressão. Mesmo assim, o pai segue mantendo a atenção sobre a filha. “Acompanho de perto”, resume. A jovem, que pensa em cursar odontologia, espera muito da vida e faz planos, mesmo que a depressão a siga de perto. “Quero tentar me controlar, amenizar isso, alcançar meus objetivos”, finaliza. Uma geração muito conectada, porém isolada em seus quartos Nunca se falou tanto de depressão na adolescência. Muito em função dos casos de suicídio motivados pe-

lo jogo da Baleia Azul. Há, ainda, uma intensa discussão motivada pela série “13 Reasons Why”, da Netflix, que aborda o caso de uma jovem que tirou a própria vida. Muito mais do que debater os efeitos do jogo ou criticar a série, é necessário que as famílias tentem identificar sinais de problemas em seus adolescentes. A psicóloga clínica Bárbara Hohr diz que os casos de tentativa de suicídio na adolescência estão longe de ser raros. Muitos, felizmente, são frustrados e servem de alerta. Mas a vontade de encerrar a própria vida e realmente agir para isso vem sendo bastante manifestada. Os números mais recentes disponíveis foram divulgados pelo Ministério da Saúde em 2014 e mostram que em uma década (de 2002 a 2012) os suicídios entre crianças e pré-adolescentes com idade entre 10 e 14 anos cresceram 40%. Já na faixa etária de 15 a 19 anos, o aumento foi de 33,5%. Apesar de salientar que cada caso é diferente, Bárbara diz que alguns sinais devem deixar os pais em alerta. Isolamento, marcas de automutilação ou práticas de atividades arriscadas, todos com repetição, são considerados sintomas de que aquele adolescente precisa de ajuda. É difícil vincular um adolescente a um caso de depressão porque os sintomas são características desse período da vida. Porém, exacerbados. “Oscilações de humor são normais na adolescência. Acorda feliz e logo está cabisbaixo. Não é bipolar nem depressivo. É da

adolescência. Mas nunca quer sair do quarto ou chora com frequência, bom daí pode ser tristeza patológica, que vai além da tristeza normal que todos sentimos”, detalha Bárbara. Diálogo e limites são necessários Que essa é uma geração mais triste que suas antecessoras parece ser consenso. As causas estariam ligadas a mudanças nas relações familiares. Na rotina agitada, muitos assistem aos filhos crescerem sem conhecê-los. Lares onde não há diálogo e os filhos se isolam. Muitas vezes, a fragilidade das relações é compensada com bens materiais. “Eu trabalho demais para trazer tudo que meu filho precisa, dizem. É muito consumo e pouco contato. Aquele filho por vezes só quer que olhe pra ele. E chama a atenção com uma atitude como automutilação. Começam a se cortar, até com o objetivo da mãe ver” diz a psicóloga clínica Bárbara Hohr. A tecnologia, muito mais presente para quem é adolescente hoje, também pode prejudicar relações. “Eles estão sempre conectados, trocando mensagens com várias pessoas, com muitos amigos. Mas também estão sozinhos”, diz Bárbara. Desejando a segurança dos filhos, os pais gostam de tê-los no quarto. “Os pais temem perder os filhos para as drogas. Mas podem perdê-los para a internet, trancados na segurança do próprio quarto. Devem se perguntar o que ele está fazendo no quarto, no celular”, diz Bárbara citando que esses jogos, como o da Baleia Azul, são especialmente convidativos para jovens fragilizados. Os demais, mesmo que haja exceções, entenderão que é arriscado. A compreensão por parte dos pais de que aquele jovem é um indivíduo com as próprias características é importante. Mas isso não significa ignorar os limites. Não fazer tudo o que os filhos desejam é uma forma de desenvolver neles a capacidade de lidar com frustração e perdas. “Muitos adolescentes têm dificuldades de lidar e tolerar a frustração. Nem tudo será como queremos e é preciso aprender a lidar com dificuldades e decepções. Têm pais que não conseguem ‘frustrar’ seus filhos”, finaliza. Continuará na próxima Edição !


OUTUBRO/2017

11

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Pagina da Mulher Por Rosani Franco

“Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus. Não enterre os dons que Deus te deu”. Filipenses 1:6

Ao longo dos anos a mulher tem conquistado seu espaço dentro da sociedade, mas ainda vemos muitas deixando seus dons escondidos. Exercer tantos papeis, muitas vezes, faz com que elas se esqueçam de si. E, nesse dia da Mulher, quero deixar uma mensagem para essa mulher que ainda não sabe quem ela é, que não conhece o seu enorme potencial. Uma mulher vencedora vence a dor e conhece quem ela é. A coisa mais importante para desenvolver o seu

potencial é conhecer quem você é. Talvez você cuide demais do seu trabalho, do seu filho, marido e esquece de si mesma. Pare para pensar qual é a sua potencialidade, quais são os dons que Deus colocou na sua vida. Quando você conhece seu potencial os seus dons irão se manifestar e quando eles se manifestam você realiza o seu propósito. Não é sua filiação natural que determina quem você é. Quando Deus pensou no projeto do homem e da mulher, Ele pensou no ser humano total e íntegro. Quando Deus pensou em você, Ele viu uma pessoa capaz de cumprir a missão que Ele delegou para sua vida. A palavra Eva significa vida, por isso, a mulher tem o dom de trazer vida. Deus te fez com capacidade de encher o lugar onde você vai com vida. E o diabo ataca aonde? Tirando a vida. Quando Deus criou a mulher, Ele colocou a marca da vida. A mulher tem sempre alguma coisa para falar, para acrescentar. Deus não te formou para levar a responsabilidade de tudo sozinha. Não entre em competição com seu marido. Não lute em prol do poder em sua casa. Não faça comparações com nada e nem ninguém. Para saber quem somos temos que pensar naquilo que não somos. Muitas vezes, as pessoas precisam de um mito porque elas se perderam e com isso precisam de uma referência. Somos únicos! As pessoas ficam tão preocupadas com as outras que se esquecem de quem realmente são. A mulher vencedora não é aquela que chega primeiro. A sua identidade está ligada ao seu relacionamento com Deus. Temos o DNA de Deus. Paulo diz que somos mais que vencedores, que temos capacidade de vencer. O Espírito de Deus já habita em você, se estiver cansada saiba que Deus te dá força para reagir.A mulher virtuosa em primeiro lugar é aquela que se encontra. A essência e virtude da mulher é ser forte em Deus, por isso, não deve desistir. Lembre-se, se você não pode ter, não copie. Isto te rouba de você mesma. Tem pessoas que buscam substitutos para felicidade real. Não tem alegria normal, vai para as drogas. Para você se tornar quem é, precisa saber o que gosta. As pessoas te tratam da forma que você deixa, por isso, cuide-se! Depois de Deus, seja a pessoa mais importante em sua vida. Tudo que é vivo muda, se transforma. Você deve mudar. A sua identidade é mais que seus dados pessoais. Você é um conjunto, tem uma biografia. Não se esconda atrás de suas limitações. Aceite sua história de vida e pare de lutar com o passado. Perdoe! O perdão te liberta. Encontre o seu propósito, a sua missão. Descubra qual seu dom e talento porque Deus está te chamando e desafiando!


Ano X- Nº 126 - OUTUBRO 2017

Ano X– EDIÇÃO Nº 126 – Outubro 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari - São Vicente - Mata - Capão do Cipó - Nova Esperança do Sul - Unistalda

Jornal arauto edição 126  

Outubro 2017

Jornal arauto edição 126  

Outubro 2017

Advertisement