Page 1

EDIÇÃO EDIÇÃO 119 122

Ano X – EDIÇÃO Nº 119 – Março 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432 Ano X – EDIÇÃO Nº 122 – Junho 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari Jaguari -- São São Vicente Vicente -- Mata Mata -- Capão Capão do do Cipó Cipó -- Nova Nova Esperança Esperança do do Sul Sul -- Unistalda Unistalda

Ano 2016 Ano X X -- Nº Nº 119 122 -- MARÇO JUNHO 2017


2

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

PALAVRA DO DIRETOR J. Franco - Diretor Arauto francoprof@gmail.com | francoprofe@yahoo.com.br | (55) 9674 7590 / 8131-9259

Vamos Trabalhar para o Reino de Deus ! Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor. I Coríntios 15 : 58 Vêem-nos uma sensação de tristeza quando vemos pessoas que outrora eram usadas nas mãos de Deus para ganhar ALMAS, para o Reino de Deus, e que por um motivo ou outro se desanimaram e não fazem mais o que em outros tempos lhe causavam tanta alegria. Na Bíblia vemos que Jesus nunca desiste de nós, mesmo quando estamos tristes, decepcionados, frustrados... Como os discípulos que desciam para o caminho de Emaus, Jesus se coloca no meio deles, e começa um dialogo ainda hoje Jesus têm o Maximo interesse de conversar com você, saber por que tanta amargura, tristeza... etc. E, respondendo um, cujo nome era Cléopas, disse-lhe: És tu só peregrino em Jerusalém, e não sabes as coisas que nela têm sucedido nestes dias? Lucas 24:18 – Como entender que uma pessoa andou três anos e meio ao lado do Mestre, que só fez o bem, que nunca deixou de anunciar a verdade, que Ele teria que ir para Cruz, mas que ressuscitaria no terceiro dia, o terceiro dia não tinha terminado, mas estes homens já tinham abandonado a Fé, o que levou eles andarem ao lado de Jesus. Chego a uma conclusão simples; muitos de nós abandonamos tudo, quando as coisas não são como a gente quer, mesmo sabendo que a rota pode mudar, insistimos em quer que seja do nosso gosto. Muitas vezes estive a um passo de abandonar tudo; mas o TEMOR misturado com a ESPERANÇA, me impulsionará a seguir... Por que acredito na Promessa do Senhor: E os resgatados do Senhor voltarão; e virão a Sião com júbilo, e alegria eterna haverá sobre as suas cabeças; gozo e alegria alcançarão, e deles fugirá a tristeza e o gemido. Isaías 35:10 - e esta mesma promessa se repete : Assim voltarão os resgatados do Senhor, e virão a Sião com júbilo, e perpétua alegria haverá sobre as suas cabeças; gozo e alegria alcançarão, a tristeza e o gemido fugirão. Isaías 51:11 - Por isso, você que esta lendo esta mensagem, confie no Senhor, ande não pare de anunciar que Ele é Bom, Que Salva, Transforma, Liberta... É tempo de trabalhar para aquele que nos AMOU de tal maneira que deu o melhor que Ele tinha, seu único filho, para que todo aquele que acreditasse ou cresse em JESUS não se perda, mas tenha a vida eterna.

Cremos

JUNHO/2017

1 - ) Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo ( Dt 6.4; Mt 28.19 e Mc 12.29); 2 - ) Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2 Tm 3.14-17); 3 - ) Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9); 4 - ) Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na Obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurar a Deus ( Rm 3.23 e At 3.19); 5 - ) Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo3.3-8); 6 - ) No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25;5.9); 7 - ) No batismo Bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.16 e Cl 2.12); 8 - ) Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15); 9 - ) No batismo Bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At1.5; 2.4; 10.4446; 19.1-7); 10 - ) Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme sua soberana vontade (1 Co 12.1-12); 11 - ) Na segunda vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira – Invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel na terra, antes da Grande Tribulação; segunda – visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos ( 1Ts 4.16,17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14); 12 - ) Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber a recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10); 13 – ) No Juízo vindouro que recompensará os fiéis e codenará os infiéis (Ap 20.11-15); 14 – ) E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis.


JUNHO/2017

3

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Curtas da URI URI no APA- A escola Apolinário Porto Alegre recebeu atividade da URI Santia-

go no último dia 15. Foi realizada uma Roda de Conversa, com o tema: Conversa de Mãe! Por onde passam nossas (pré) ocupações? Foi um trabalho envolvendo a assistente social, Joceane Lima, a advogada, Angélica Chechi, a psicóloga Anahy Silveira Freitas Azambuja e o estagiário Anderson Munareto.

URI fez ação dentro do Maio Amarelo

Movimento chama a atenção para o alto índice de mortes e feridos no trânsito

CEP na URI São Luiz- No dia 18, o Comitê de Ética em Pesquisa da URI Santiago, coordenado pela professora Sandra Ost, esteve visitando a URI- São Luiz Gonzaga, onde foram recebidos pela diretora Dinara Tomasi e sua equipe. Foram tratados assuntos referentes aos projetos de pesquisa.

Curso- O curso manejos avançados para a produção de mel será em 13 de junho, das 8h às 18h, com inscrição gratuita. Confira a programação abaixo: Manhã: - 8h às 9h: Abertura e apresentação entre os participantes - 9h às 10h: Apicultura na Propriedade Agrícola Familiar e a Mortandade de Enxames Palestrante: Sanderlei Pereira - Emater/Ascar - 10h às 11h: Localização dos Apiários para Apicultura Sustentável Palestrante: Luis Fernando Wolff - Embrapa - 11h às 12h: Manejos de Inverno e Técnicas de Retenção de Calor Palestrante: Sanderlei Pereira - Emater/Ascar Tarde: - 13h às 15h: Boas Práticas Apícolas no Apiário e Manejos para a Produção de Mel Palestrante: Luis Fernando Wolff - Embrapa - 15h às 16h: Nutrição Apícola e Alimentação Artificial de Enxames Palestrante: Sanderlei Pereira - Emater/Ascar - 16h às 17h: Doenças e Inimigos das Abelhas Palestrante: Luis Fernando Wolff - Embrapa - 17h às 18h: Avaliação entre os Participantes e Encerramento Palestrante: Augusto Souto - URI Santiago/APL VJ Egresso- A publicação do livro “Análise de fatores que influenciam no clima organizacional”, fruto do Trabalho de Conclusão de Curso realizado no ano de 2016, pelo egresso da URI Santiago, Igor Idalgo Perdoná, e sua orientadora, a professora Ane Marjorie Sangoi Frozza, trata do Clima Organizacional analisado em uma empresa do ramo distribuidor, situada na cidade de Agudo (RS). A publicação da obra ocorreu no início do mês de maio de 2017. Direito- O curso de Direito realizou o IV Seminário Internacional, VII Ciclo de Egressos e XII Cine Qua Non. Com a temática Direitos Humanos, Justiça e Cidadania, reuniu um grande público no salão de atos.

A URI Santiago sediou reunião no último dia 12 sobre o Maio Amarelo e o III Seminário de Trânsito que deverá ocorrer em agosto. A reunião contou com a Brigada Militar, Guarda Municipal de Trânsito e CFC Direção Segura, além de colaboradores da URI Santiago e a diretora acadêmica Michele Noal Beltrão. No último dia 16, o Núcleo de Pesquisa e Extensão (NUPEX) desenvolveu o Maio Amarelo, no

câmpus. Foram entregues aos alunos e professores fitas amarelas simbolizando o movimento, adesivos e fôlderes explicativos. Também, foram passados vídeos sobre o movimento. O Maio Amarelo nasceu com uma proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O III Seminário de Trânsito está previsto para 18 de agosto.


4

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

JUNHO/2017

“Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo” (2 Co 5.10).

Qual será a recompensa no Tribunal de Cristo? “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo; pois aquele que faz injustiça receberá em troco a injustiça feita; e nisto não há acepção de pessoas” (Cl 3.23-25). Tudo para o Senhor! Quanto antes você começar a perseguir esse alvo, maior será sua herança! Ainda que não saibamos exatamente como será a vida na presença de Deus, creio poder dizer

que pelo menos uma das atividades será louvar e servir ao Senhor. “Quero ir para o céu para louvar e servir ao meu grande Deus e Salvador...” Sim, eu creio que esse é o rumo. Nossa recompensa poderia consistir em serviço a Deus. Mas será que iremos mesmo servir a Deus na eternidade? “Servir no céu? Então prefiro tocar harpa!”, dirão alguns. Calma, irmão! Vejamos Apocalipse 22.3: “Nunca mais haverá qualquer maldição. Nela, estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os seus servos o servirão”.

Quem são esses “servos de Deus e do Cordeiro” que O servirão? São os salvos, que um dia estarão com o Senhor! Sendo assim, a maior alegria será de fato servir o Salvador. Esse serviço na eternidade não será serviço de escravo ou trabalho de servo no sentido comum. Nós serviremos a Ele. De fato, somos chamados de servos, assim como somos chamados de sacerdotes e reis, irmãos e amigos de Jesus, bem como de filhos de Deus e herdeiros Seus. Por exemplo, em Apocalipse 21.7 está escrito: “O vencedor herdará estas coisas, e eu lhe serei Deus, e ele me será filho”. A Bíblia diz ainda que iremos reinar com Ele, pois conforme Apocalipse 22.5 os servos de Deus “reinarão pelos séculos dos séculos”. Esse reinado em conjunto com Cristo também é um serviço. Não reinaremos para nós mesmos mas para o Senhor e com o Senhor. Atentemos: Apocalipse 22.4 fala que veremos Sua face e que Seu nome estará em nossa fronte. Seu nome, Seu santo nome estará em nossa fronte. Isso demonstra que somos propriedade dEle e que nada

mais poderá nos separar do amor e da presença de Deus e do Cordeiro. Para todo o sempre somos Seus! Que privilégio poder servir na imediata presença do Deus santo e todo-poderoso Criador! Será no lugar que Apocalipse 21 descreve assim: “Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles... Deus mesmo estará com eles. E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas já passaram”. Usufruir do agrado do Deus santo e todo-poderoso, fazer parte do Seu círculo mais íntimo, ficar sempre perto do Salvador – isso tudo não é uma recompensa altamente desejável? Podemos dizer com convicção que este será um trabalho privilegiado, que Paulo almejava e que será motivo de alegria transbordante para cada um de nós. Será um servir cheio de satisfação, sem preocupações e sem privações – um serviço celestial no sentido literal da palavra. Mesmo não conseguindo

compreender plenamente essa realidade com nosso raciocínio limitado, não haverá nada mais belo, e jamais teremos experimentado algo mais sublime do que estar na imediata presença de Deus, servindo e adorando a Ele. Com palavras nunca consegui-

remos exprimir nem descrever vagamente tudo aquilo que um dia experimentaremos e viveremos na presença de Deus. Não podemos nem imaginar o que realmente significará reinar com Ele, ser filhos e herdeiros Seus e estar servindo a Ele para todo o sempre.

Um poderoso estímulo O fato de que cada cristão estará diante de Deus no Tribunal de Cristo, prestando contas a Ele, deveria nos estimular a sermos fiéis e a direcionar as prioridades da nossa vida de acordo com a avaliação que nossos atos terão diante da eternidade. Não terão importância as belas palavras e os elogios proferidos junto à nossa sepultura. Importan-

te será o que o Senhor nos dirá na hora do julgamento diante do Tribunal de Cristo, quando nosso Salvador pesará e avaliará nossas obras. Uma coisa é bem certa: nesse julgamento a alegria será preponderante, já que teremos parte na vida eterna e estaremos vendo o Senhor face a face, adentrando a indescritível glória eterna.

diante da eternidade, Não terão importância as belas palavras e os elogios proferidos junto à nossa sepultura. Tudo isso será motivo de alegria, júbilo e adoração: “Filhinhos, agora, pois, permanecei nele, para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança...” (1 Jo 2.28). Diante de toda essa alegria indizível que espera por nós, enquanto andarmos aqui na terra animemos e incentivemos uns aos outros

a servir ao Senhor de todo o coração e a sermos administradores fiéis, para que “dele não nos afastemos envergonhados na sua vinda”. Louvado seja o Senhor por Seu amor e pela fidelidade que tem demonstrado para conosco. Queremos ser fiéis por amor Àquele que nos amou primeiro e que entregou tudo, mas tudo mesmo – por nós, por mim e por você! (1 Jo 4.9-11,1416,19). (Thomas Lieth — Chamada. com.br)


JUNHO/2017

5

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Testemunho de Vida ! Olavo Silva de Paula – 72 anos

prendidas, em nome de Jesus, fiquei liberto de todas. Dali uns três dias, meus pais levantaram cedo para a lida e quando me viram eu vinha caminhando agarrado pela parede da casa. Fui totalmente restaurado. Passado uns meses minha mãe me trouxe na cidade para consultar, quando o Dr. LanO irmão Olavo começa relatar gh me enxergou, não podia crer seu testemunho, contando que que eu era o Olavo, que havia aos 7 anos, sofria de varias enfer- me mandado para casa, para esmidades. Seus Pais : Volézio Cha- perar a morte, então perguntou:” ves de Paula e Teodora Silva de em que médico a Sra. levou esPaula, foram uns dos primeiros te guri, a resposta dela foi: “ Levei crentes a serem batizados da lo- ele até o médico dos médicos; JEcalidade de Itacurubi, vieram mo- SUS CRISTO. Sua expressão de asrar na Estância do Serro – Onde sombro acompanhado destas paabriram uma porta de pregação.” lavras, REALMENTE DEUS FEZ UM Nesta época sofria de paralisia In- MILAGRE. fantil, leocemia, tuberculose e fui Em 1957 fui batizado, pelo Pr. paralitico por três anos ( 1952 a Serafim Martins em Itacurubi, co1955 ), por três médicos fui de- mecei a frequentar a casa de Deus, senganado; Dres: Langh-Aurelia- aprendi muito da sua Palavra , em no e Antoninho. – Fui levado pelo 1959 devido a morte do meu pai, dono da fazenda ( Sr. Bruno Perei- viemos morar em Santiago - mira Dorneles ) para morrer em ca- nha mãe e meus irmãos (13) – sa, foi comunicado a minha mãe Lembro que a primeira Igreja Asque não havia remédio para mi- sembleia de Deus, era abaixo do nhas doenças até então, a respos- Clube 7 de Setembro, numa casa, ta da minha mãe foi : “ vou leva-lo quem cuidava dos trabalhos, era o ao meu médico, que este médico Ev. Francisco da Silva, mais conhetinha o remédio para curar todas cido como Tio Jelo – Era por volas minhas enfermidades. Na ca- ta do ano 1948, cheguei a ir algusa dos meus pais eram realizados mas vezes neste templo devido a cultos domésticos a diário, e num minha enfermidade. Em 1955 foi destes cultos; Deus usou meu ir- construído um novo templo de mão (Tiago – 13 anos) o qual orou madeira, ao lado do templo atual, por mim, e ordenou que todas foi construído pelo Ev. Francisco aquelas enfermidades fossem re- da Silva ( Jelo ) o qual cuidou dos

trabalhos, passam os anos e devido a uma enfermidade mudou-se para Porto Alegre para tratar-se, ficou no seu lugar; seu genro – Edi Pereira Urique e mais tarde o Pr. Dilson Genro, depois assumiu Pr. Almarino M. da Costa Recordo que meus pais me contavam sobre o inicio dos trabalhos de Evangelização, e que muitas vezes foram hospedados os Pastores: Nils Taranger, Gustavo e Herbert Nordlund, na casa do meu Pai (Volézio Chaves de Paula) na cidade de Itacurubi. No ano 1963, devido a um mal entendido, me afastei do caminho do Senhor. Por 53 anos estive no mundo, mas Deus nunca se esqueceu de mim, e numa tarde de 5 de Agosto de 2016 recebi a visi-

ta do Pb. Franco e esposa, não conhecia o irmão, mas Deus colocou palavras sábias e ungidas na sua boca, e me entregou um recado de Deus, que Ele estava me chamando, pois teria que completar a obra que iniciou, até tentei relutar, mas o Espírito Santo tocou meu coração, depois da oração, o irmão Franco me abraçou e me perguntou: Vamos pra casa de Deus irmão Olavo, e minha resposta foi SIM, vamos ! Hoje sou feliz com Jesus, Ele tem me ajudado em muitas áreas da minha vida, como também da minha família, sou grato a Cristo que até a minha alma Ele curou. Deixo um versículo para meditação: Atos 16.31 “ Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa.”

Construção do Novo Templo

Libertar-se

Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. — Romanos 8:1 O elefante é o maior animal da Terra — e um dos mais poderosos. No entanto, é preciso apenas uma corda forte para contê-lo. É assim que funciona: o elefante quando jovem é amarrado a uma grande árvore. Durante semanas ele esticará e puxará a corda, mas ela o manterá preso. Ao final, ele desistirá. Quando o elefante atinge a plenitude de seu tamanho e força, não lutará para libertar-se, pois quando sentir resistência, desistirá. Ele ainda acredita que está cativo e não pode se libertar. Satanás pode usar um truque parecido conosco para manter-nos cativos. A Bíblia nos assegura de que “…nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do

Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte” (Romanos 8:1,2). Mas o inimigo das nossas almas tenta nos fazer acreditar que ainda somos dominados pelo pecado. O que devemos fazer então? Refletir sobre o que Cristo fez. Ele morreu por nossos pecados e declarou o fim do domínio do pecado sobre nós (v.3). Ele ressuscitou dos mortos e nos deu o Espírito Santo. Agora, somos capazes de viver vitoriosamente nele porque “…habita em vós o Espírito daquele que ressuscitou a Jesus dentre os mortos…” (v.11). Somos livres em Cristo. Experimente a verdadeira liberdade — leve todo pensamento cativo em obediência a Cristo. Pb. Franco


6

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

10 anos do Programa Antes da Meia Noite

A união é abençoadora A última frase do Salmo 133 é: Ali o Senhor ordena a bênção e a vida para sempre (v. 3b). O “ali” do salmista se refere ao monte Sião, lugar que recebe o orvalho do Hermom: ali, há a bênção de Deus. Não esqueça que, neste Salmo, a “união” é comparada com este “orvalho”. Então, assim como há bênção no monte Sião, que recebe o orvalho do Hermom, há bênção e vida para sempre onde há união entre o povo de Deus. Ao combinarmos as frases do primeiro e do último verso, encontramos uma mensagem maravilhosa: Como é bom e agradável os irmãos viverem em união! Ali o Senhor ordena a bênção e a vida para sempre. Onde “existe a persistência e a luta pela manutenção da união, existe uma constante ordem direta de Deus: Bênção e vida para sempre!”. [2] A união entre os irmãos é abençoadora. Mas, para isso, precisa ser autêntica. Impor regras para manter a unidade é fraude. A união do povo de Deus não acontece por imposições humanas, mas como resposta das pessoas que foram lavadas pelo sangue de Jesus à ação do Espírito Santo. A unidade artificial é fácil. Os homens são capazes de esconder diferenças reais e criar alianças ímpias, como o faziam os fariseus e os herodianos, quando se uniam contra seu adversário comum, Jesus. Mas a unidade real requer trabalho duro. Exige estudo diligente, humildade genuína, amor pelos irmãos e, acima de tudo, um amor incondicional por Deus e sua palavra. Mas, quando ela acontece há bênção e vida para sempre. “Se andarmos em união seremos uma família e uma igreja abençoada e cheia da vida de Deus. (...) E essa bênção não é desvinculada da vida dele”. [3] E se faltar a união? Teremos dificuldades. Ficaremos fracos. “Se é bom e suave viver em união, certamente é mal e pesado viver sem ela”. [4] Por isso, peçamos a ajuda do Senhor para vivermos sempre essa bênção. Quando nos reunirmos para adorar o Senhor, fortaleçamos, cada dia e cada vez mais, a união. Ao invés de muros de separação, construamos pontes que nos liguem uns com os outros.

Vereador: Joel Oliveira

Sara F. Souza

Pr. Dorvalino de Almeida

Eron D. Soares

JUNHO/2017


JUNHO/2017

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

10 anos do Programa Antes da Meia Noite

7

Reinauguração Templo Pronto Socorro Espiritual

Trio Shekina - Curitiba

Culto no Rincão dos Lopez

Cultos Abençoados na cidade de Nova Esperança do Sul


8

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

JUNHO/2017

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8.32 O conflito de Jesus com os fariseus, enquanto o Mestre ensinava no templo em Jerusalém, revela como a verdade humana é relativa, parcial e manipulável, segundo os interesses de quem a intenciona afirmar. A verdade nos é apresentada como uma filosofia. Diversos pensadores falam da verdade como um conceito. Mas a verdade não cabe em uma filosofia, nem muito menos em um conceito. Costuma se usar o termo “verdade”, para pontuar as factualidades mais pensadas e resolvidas por nós. Mesmo essas factualidades mais pensadas, analisadas, ouvidas, “provadas” e resolvidas são frutos do nosso olhar parcial e da nossa interpretação. Nenhuma filosofia é capaz de carregar em si mesmo, a multiplicidade dos significados da verdade! A verdade é tão poderosa, envolve tantas variáveis, necessita de conhecimentos de intenção do coração, de conhecimento dos pensamentos humanos, que dificilmente um ser humano conseguirá afirmar tal verdade, pura, total, sem distorções! Para cada percepção de verdade na existência humana, existe uma quantidade enorme de percepções não captadas, que acabam gerando “meias verdades”, que geralmente levam ao preconceito Somente o Deus infinito, eterno e todo poderoso, que tudo sabe e tudo conhece, pode conter a verdade.

“Responderam-lhe: Somos descendência de Abraão, e nunca servimos a ninguém; como dizes tu: Sereis livres?” João 8:33

Jesus se referia a liberdade moral, liberdade da escravidão do pecado. Porém eles estavam enganados em seu preconceito nacionalista, pensavam que o Mestre falava de liberdade política. Eles tinham o privilégio de serem da descendência de Abraão, mas isso não os tornava livres do pecado. Ao contrário, o preconceito religioso dos fariseus só os faziam mais escravos e servos do pecado, e os remetiam ao ódio com intenção homicida em relação a Jesus. Não suportavam que o Mestre revelasse o quanto hipócritas eles eram. O fariseus tiveram origem por volta do ano 170 antes de Cristo. Época em que a cultura helênica ameaçava invadir o povo que cultuava ao verdadeiro e único Deus. Surge então uma classe no seio do povo, que rejeitava energicamente o helenismo. Foram chamados de ‫םישורפ‬ peruschim(os separados), palavra que sob a influência do grego e do latim, transformou-se em fariseus na nossa língua. Tiveram uma origem honrosa, foram rapidamente associados a serem os sucessores dos hasidim, homens piedosos que se uniram aos macabeus, no combate ao Antíaco Epífanes, contra a invasão do helenismo. E sentavam na cadeira de Moisés, eram sucessores de Moisés, responsáveis por oficialmente interpretar a lei. Porém com o passar do tempo, começaram a se “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; nin- isolar em uma religiosidade preconceituosa e nacionalista. Não se satisfazendo com aquilo que a lei determinava, começaram a acrescentar e a impor mandamenguém vem ao Pai, senão por mim.” João 14:6 tos e tradições humanas que nem eles mesmos conseguiam cumprir.

Entretanto, os fariseus se intitulavam os “guardiões da verdade”. Quanta pre“Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos tensão! Julgavam que eles eram os responsáveis por preservar a Lei escrita, fazer os manuscritos, interpretá-la e aplicá-la na vida cotidiana dos cidadãos israelitas. ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movêComo se a verdade pudesse ser contida em códigos ou palavras. Nem este -los;” Mateus 23:4 universo inteiro poderia conter a verdade. O cosmos se torna pequeno, diante da verdade. Nem mesmo o céu dos céus pôde conter a verdade! A lei deveria ser um privilégio para os israelitas, e não uma carga. Porém as milhares de prescrições acrescentadas à lei, pelos fariseus, faziam com que uma carga pesada, um fardo opressivo recaísse sobre os ombros do povo. Essa era a “ver“Mas quem é capaz de construir um templo para ele, visto que os dade” que os fariseus tanto pregavam. Uma verdade humana e opressora, verdade céus não podem contê-lo, nem mesmo os mais altos céus?” 2 Crô- escravista. Líderes religiosos orgulhosos, não havia títulos que os satisfizessem. Acreditavam ser superiores a todos os homens. Faziam de tudo para serem vistos, nicas 2:6 para serem admirados. Pensavam sempre em si mesmos. Egoístas, ostentadores, A verdade só pode estar em Alguém em que nele, todas as coisas subsistam, vaidosos em todas as coisas, reclamavam os primeiros postos e os primeiros lupois Ele é a causa primária de todas as coisas e as sustenta com a força do seu gares. Exigiam demonstração de respeito em forma de longas saudações e títulos honoríficos. Estavam presos, escravizados por todas essas coisas e muitas outras poder, segundo a sua boa, eterna e perfeita vontade. semelhantes a estas. Eles não compreendiam no seu orgulho desenfreado que somente a verdade os poderia libertar, e que esta verdade, Jesus, habitava junto ao “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32 humilde e ao quebrantado de coração!A verdade não está em vãs filosofias, nem em axiomas ou códigos de conduta. A verdade é um ser vivo e pessoal. A verdade Mas os fariseus estavam cegos em seu nacionalismo e religiosidade quase que é Jesus! Esta verdade se revestiu de natureza humana e foi enviada ao mundo, mas racista. Vejam que eles, por serem descendentes de Abraão respondem a Jesus, os homens preferiram acreditar na mentira e o penduraram no madeiro. Mas em todo humilde de coração, em todo pobre de espírito se pode ouvir a afirmando que não precisavam de libertação, pois nunca tinham servido como verdade que desceu do céu. Que Deus possa nos guiar nos seus caminhos, de verescravos. dade em verdade, até que venha.


JUNHO/2017

9

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Batismo dos irmãos do Bouqueirão – Foi uma honra ter compartilhado com o Pb. José Inocêncio e ir. Gavioli – juntamente com muitas famílias o Batismo de seis novos convertidos – A alegria foi marcada em cada família, apesar de chuva intensa, não desanimou os irmãos. Depois do Batismo foi servido um churrasco, e mais tarde; ali mesmo debaixo da lona, foi realizado um culto.

Aprendendo a amar O amor é paciente, é benigno… 1 Coríntios 13:4

Quando Antonio foi à Argentina como missionário em 2001, ele não conhecia a língua Castellana. Seu temperamento era frequentemente arrogante e ele lutava para ser gentil com as pessoas. Em 2003, uma crise econômica assolou o país vizinho, o povo sofreu muito este abalo financeiro, e já não era mais tempo de vacas gordas, para o Missionário Antonio, pois as ofertas e os dízimos escassearam; mas além da esposa de Antonio. Este sofrimento compartilhado dissolveu a dura conduta de Antonio e ele passou a trabalhar incansavelmente para cuidar do povo física e espiritualmente. Pelo fato de sua vida agora representar melhor as histórias que ele contava ao povo sobre o amor de Deus, os Argentinos puderam finalmente começar a compreender o desejo de Deus de amá-los também. Mesmo no sofrimento, seus corações voltaram-se para Deus. Depois de dez anos venho a conhecer Antonio e sua esposa, e me contaram esta incrível história de suas vidas como Missionários, como Deus mudou seus pensamentos, colocou um grande amor nos seus corações por que povo, que hoje Eles dizem ser mais Argentino que Brasileiro. Talvez você seja como os hermanos nesta história e seja incapaz de ver Deus nas pessoas ao seu redor. Ou talvez você seja como Antonio, que lutou para expressar o amor de um modo que ensinasse às pessoas algo sobre Deus. Sabendo que somos pessoas fracas e necessitadas, Deus nos mostrou como é o amor. Ele enviou Seu Filho, Jesus Cristo, para morrer por nossos pecados (João 3:16). Tudo porque Deus nos ama tanto! Jesus é o exemplo perfeito do amor que é descrito no livro de 1 Coríntios 13. Ao olharmos para Ele, descobrimos que somos amados e assim aprendemos como amar. Que eu nunca seja a barreira que impede outros de verem o Senhor. Pb. Franco

VENHA E VEJA

Era verdade a palavra que ouvi? E eu não cria naquelas palavras, até que vim e os meus olhos o viram ... A Bíblia dá testemunho de homens e mulheres que humildemente depositaram sua confiança no Senhor Jesus. Reconheceram nEle o Filho de Deus e logo desejaram segui-Lo de todo coração. Ao ver o Senhor Jesus, João Batista exclamou: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (João 1:29). No dia seguinte, dois de seus discípulos foram atrás do “Cordeiro de Deus”. Quando perguntaram ao Senhor Jesus onde Ele morava, a resposta foi: “Vinde, e vede” (João 1:36-39). Filipe, um dos discípulos do Senhor Jesus, encontrou Natanael, um israelita piedoso, e lhe disse que havia encontrado o Messias.

Mas como Natanael não quis crer, Filipe lhe propôs: “Vem, e vê”. Levado à presença do Senhor Jesus, Natanael se inclinou e declarou: “Rabi, tu és o Filho de Deus” (João 1:46-49). Uma mulher de Sicar foi tirar água do poço e se encontrou com o Senhor Jesus. Confundida pela luz divina, disse aos habitantes da cidade: “Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Porventura não é este o Cristo?” (João 4:29). Talvez mesmo sentindo que as profundas necessidades de seu ser não são supridas pelos esforços que faz, você ainda tem resistência em se aproximar do Senhor Jesus? Venha e veja! Pb. Franco


10

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

JUNHO/2017

Cristo na tempestade …Por que sois assim tímidos?! Como é que não tendes fé? Marcos 4:40

Rembrandt, aos 27 anos, pintou a paisagem marítima de Cristo na tempestade no mar da Galileia, fundamentado na história relatada no livro de Marcos 4. Com seu contraste de luz e sombra característico, a pintura de Rembrandt exibe um pequeno barco prestes a ser destruído numa furiosa tempestade. Enquanto os discípulos lutam contra o vento e as ondas, Jesus está sereno. O aspecto mais notável, no entanto, é a presença de um 13º discípulo no barco, que os especialistas em

arte dizem assemelhar-se ao próprio Rembrandt. O evangelho de Marcos descreve a mais intensa lição dos discípulos sobre quem Jesus é e sobre o que Ele pode fazer. Enquanto todos tentavam freneticamente salvar um barco afundando, Jesus dormia. Será que Ele não se importava com o fato de que todos estavam prestes a morrer? (v.38). Após Jesus ter acalmado a tempestade (v.39), Ele fez a pergunta pungente: “…Por que sois assim tímidos?! Como é que não tendes fé?” (v.40). E

O coração importa Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida. Provérbios 4:23 A taxa de batimento cardíaco de nosso coração é de 70-75 batimentos por minuto. Ainda que pesando apenas 310 gramas em média, um coração saudável bombeia 7.570 litros de sangue por 95 quilômetros de vasos sanguíneos todos os dias. Diariamente o coração cria energia suficiente para mover um caminhão por 32 quilômetros. No curso de uma vida, isso equivaleria a ir até a lua e voltar. Um coração saudável pode fazer coisas incríveis. Se nosso coração não funciona bem, todo o nosso corpo para. O mesmo poderia ser dito de nosso “coração espiritual”. Nas Escrituras, a palavra coração representa o centro de nossas emoções, de nosso pensamento e raciocínio. É o “centro de comando” de nossa vida. Então quando lemos “Sobre tudo o que

se deve guardar, guarda o teu coração…” (Provérbios 4:23), vemos o sentido que a afirmação tem. Mas é um conselho difícil de seguir. A vida sempre fará exigências com relação ao nosso tempo e à nossa energia, que clamam por atenção imediata. Por outro lado, investir tempo para ler a Palavra de Deus e para fazer o que ela diz pode não ser um apelo tão forte. Podemos não notar as consequências de negligenciar essa prática, mas com o tempo, pode ocorrer um ataque cardíaco espiritual. Sou grato por Deus ter nos dado Sua Palavra. Precisamos de Sua ajuda para não negligenciá-la, mas para usá-la para alinhar nossos corações com o coração de Deus todos os dias. Para manter-se espiritualmente em forma, consulte o Grande Médico. Pb. Franco

eles, ainda mais assustados, exclamaram uns aos outros: “…Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?” (v.41). Poderíamos nos colocar nesta história e descobrir, assim como os discípulos de Jesus o fizeram, que a cada pessoa que confia em Jesus Ele revela a Sua presença, compaixão e controle em qualquer tempestade da vida. Deus é o nosso abrigo durante as tempestades da vida. Pb. Franco

“Se quiseres” …Senhor, se quiseres, podes purificar-me. Mateus 8:2 Marisa queria a ajuda de seu pai, mas estava com medo de pedir. Ela sabia que quando ele estava trabalhando em seu computador, não gostava de ser interrompido. Ele pode ficar chateado comigo, ela pensou, então não pediu sua ajuda. Não precisamos ter tais medos quando vamos a Jesus. No evangelho de Mateus 8:14, lemos sobre um leproso que não hesitou em interromper Jesus com suas necessidades. Sua doença o desesperava — ele havia sido banido da sociedade e passava por sofrimento emocional. Jesus estava ocupado com “grandes multidões”, mas o leproso caminhou pela multidão para falar com Jesus. O evangelho de Mateus diz que o leproso veio e “…adorou-o…” (v.2). Ele

abordou Jesus em adoração, com confiança em Seu poder e com humildade, reconhecendo que a escolha de ajudar pertencia a Jesus. Ele disse: “…Senhor, se quiseres, podes purificar-me” (v.2). Em compaixão, Jesus o tocou (a lepra havia tornado o homem “intocável” pelos padrões da lei judaica), e ele foi purificado imediatamente. Como o leproso, não precisamos hesitar em abordar Jesus quando desejamos Sua ajuda. Ao nos aproximarmos dele em humildade e adoração, podemos confiar que Ele fará as melhores escolhas para nós. Acheguemo-nos […] junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia… Hebreus 4:16 Pb. Franco


JUNHO/2017

11

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Quem é este homem?

…[Jesus Cristo] foi designado Filho de Deus […] pela ressurreição dos mortos… — Romanos 1:3,4

Quando fui convidado para fazer um “ FALA “ para os jovens de uma escola pública, muitos deles já me conheciam, dispensando muitas apresentações, logo fui direto ao assunto: perguntando-lhes o que aqueles jovens estudantes pensavam sobre Jesus, as respostas foram respeitosas outras não tanto. Um disse que Ele era “alguém que cuidava de pessoas”. Outro disse: “Ele parece ser um cara legal.” Outros o rejeitaram abertamente: “Ele era apenas uma pessoa. Não acho que Ele era o Salvador.” E “Não aceito qualquer sistema de fé que diz: ‘Eu sou o único caminho para Deus.’” Algumas pessoas refletem e questionam sobre quem Jesus é e algumas o rejeitam. Quando Jesus enfrentou a morte, dois mil anos atrás, muitas pessoas zombaram da ideia de Ele ser alguém especial. “Por cima da sua cabeça puseram escrita a sua acusação: Este é Jesus, o rei dos judeus” (Mateus 27:37). Aqueles que disseram: “Ó tu que destróis o santuário e em três dias

o reedificas! Salva-te a ti mesmo…” (v.40) duvidavam do Seu poder. As pessoas religiosas ainda disseram:“Salvou os outros, a si mesmo não pode salvar-se…” (v.42). Em Sua morte, Jesus pode ter parecido impotente. Mas, quando lemos a história toda, vemos que Ele deu Sua vida de boa vontade. Ao irromper do túmulo, Ele provou ser o Filho de Deus e ilimitado em poder. Perceba o valor da Sua morte e contemple o poder da Sua ressurreição. Ele é o Salvador do mundo! Meu amigo/a leitor, uma das claras provas é a data do calendário = estamos no ano 2014 = Depois de Cristo. Será que você é tão inocente em pensar que a terra só tem dois mil quatrocentos anos, claro que não. Somos surpreendidos com artefatos, objetos; achados pelos arqueólogos, com uma data prevista de 4,8 milhões de anos, como a Arca de Noé, encontrada pelos Chineses, no monte Ararat, na Turquia A ressurreição de Jesus significou a morte da morte. Pb. Franco

Nossa homenagem ao Pastor Presidente: Almarino M. da Costa pelos 55 anos de matrimonio.

Sobre a preocupação Senhor, como tem crescido o número dos meus adversários!… Salmo 3:1 Um amigo me deu um copo grande de água e me disse para segurá-lo. Quanto mais tempo o segurava, mais pesado ele parecia. Finalmente, minha mão se cansou e tive de parar de segurar o copo. “Aprendi que a preocupação pode ser como segurar esse copo”, Ele disse. “Quanto mais me preocupo com algo, mais meus medos me empurram sob o seu peso.” O rei Davi conhecia o medo. Toda a sua vida fora virada de cabeça para baixo. O seu filho Absalão lhe roubara a fidelidade da nação de Israel e estava tentando tomar o trono para si. Davi não sabia quem lhe era leal e quem estava contra ele. Sua única opção parecia ser correr. Ele dis-

se aos seus servos: “…Dai-vos pressa a sair, para que [Absalão] não nos alcance de súbito, lance sobre nós algum mal…” (2 Samuel 15:14). Podemos ler num salmo que Davi pode ter escrito enquanto fugia para salvar sua vida: “Com a minha voz clamo ao Senhor, e ele do seu santo monte me responde” (Salmo 3:4). Em meio ao medo, Davi buscou o Senhor. Deus lhe concedeu graça e lhe restituiu o trono. São muitas as preocupações que podem nos oprimir. Mas, quando as colocarmos nas fortes mãos de Deus, Ele nos ajudará ao longo das nossas provações. A preocupação é um fardo que Deus nunca pretendeu que suportássemos. Pb. Franco


Ano X- Nº 122 - JUNHO 2017

Ano X– EDIÇÃO Nº 122 – Junho 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari - São Vicente - Mata - Capão do Cipó - Nova Esperança do Sul - Unistalda

O que fez os céus e a terra, o mar e tudo quanto há neles, e o que guarda a verdade para sempre; Salmos 146:6 EDIÇÃO EDIÇÃO 119 121

Ano X – EDIÇÃO Nº 119 – Março 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432 Ano X – EDIÇÃO Nº 121 – Maio 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari Jaguari -- São São Vicente Vicente -- Mata Mata -- Capão Capão do do Cipó Cipó -- Nova Nova Esperança Esperança do do Sul Sul -- Unistalda Unistalda

Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Salmos 1:1

Ano 2016 Ano X X -- Nº Nº 119 121 -- MARÇO MAIO 2017

Acesse nosso site para ler a EDIÇÃO 121

Jornal arauto edição 122  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you