Page 1

EDIÇÃO 119 EDIÇÃO 129 Ano X – EDIÇÃO Nº 119 – Março 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari - São Vicente - Mata - Capão do Cipó - Nova Esperança do Sul - Unistalda

Ano X - Nº 119 - MARÇO 2016

Ano X – EDIÇÃO Nº 129 – Janeiro 2018 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari - São Vicente - Mata - Capão do Cipó - Nova Esperança do Sul - Unistalda

Ano X - Nº 129 - JANEIRO 2018

2018 o ano das boas surpresas !


2

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

PALAVRA DO DIRETOR J. Franco - Diretor Arauto francoprof@gmail.com | (55) 9 9674 75 90

Não são poucas as pessoas, que mesmo dentro da Igreja, mostram-se desanimadas. Não quero dizer com isso que não creiam em DEUS ou que perderam a sua fé, NADA DISSO! Na verdade, todos os que estão na Igreja já tiveram uma experiência com o PODER de DEUS, por isso, a sua vida mudou: foram curados, libertos, são prósperos, hoje amam e são amados, receberam a união e a paz familiar, enfim, DEUS já se manifestou nas suas vidas. Então, porquê tantos desanimados? Abraão tinha as promessas de DEUS e somente ouvia a Sua Voz, por isso entrou em acordo com ELE. DEUS inspirava, dava a Palavra, a ideia, a visão, enfim, passava a FÉ, e Abraão OBEDECIA. Por isso, DEUS abençoava-o de maneira extraordinária, mas ainda não completa. “Era Abrão muito rico; possuía gado, prata e ouro.” (Génesis 13.2) “E a terra não podia sustentá-los, para que habitassem juntos, porque eram muitos os seus bens; de sorte que não podiam habitar um na companhia do outro.” (Génesis 13.6) Aqui, podemos ver que DEUS não faltava com a Sua Palavra, pois Abraão obedecia. Agora, por que motivo estava Abraão desanimado, para que DEUS tivesse que ANIMÁ-LO? Ele tinha uma boa vida, mas não era tudo o que desejava, faltava-lhe o filho, havia um acordo entre DEUS e Abraão, mas, faltava “O TUDO” para Abraão. Génesis 15: 1 Depois destes acontecimentos, veio a palavra do SENHOR a Abrão, numa visão, e disse: Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, e teu galardão será sobremodo grande. (DEUS lembra a Abraão tudo o que tinha feito, como o tinha protegido, e que ia fazer mais ainda) 2 Respondeu Abrão: SENHOR Deus, que me haverás de dar, se continuo sem filhos e o herdeiro da minha casa é o damasceno Eliézer? (Abraão recorda a DEUS que tem um acordo com ELE e que lhe falta o seu maior sonho, o filho que tanto desejava) 3 Disse mais Abrão: A mim não me concedeste descendência, e um servo nascido na minha casa será o meu herdeiro. (Aqui, podemos observar o desânimo de Abraão, como se ele já tivesse perdido a esperança) 4 A isto respondeu logo o SENHOR, dizendo: Não será esse o teu herdeiro; mas aquele que será gerado de ti será o teu herdeiro. (DEUS anima-o, fazendo novamente a promessa) 6 Ele creu no SENHOR, e isso lhe foi imputado para justiça. (Abraão fica novamente animado, ele creu e cria na Palavra de DEUS, por isso, obedecia) Foi, então, que veio a pergunta, a necessidade de uma garantia, de uma prova, de um sinal de que DEUS iria fazer mais, além do que já vinha a fazer, pensou Abraão. 8 Perguntou-lhe Abrão: SENHOR Deus, como saberei que hei-de possuí-la? (Quero uma garantia de que este acordo vai-se cumprir como até agora) Quando se pede uma garantia a DEUS, então, DEUS também pede a materialização da nossa fé! Por outras palavras, é como se ELE dissesse: “Abraão, EU ainda não te dei TUDO, porque ainda não fizeste o teu TUDO, se queres realmente o teu filho, então, deixemos o acordo APALAVRADO e passemos aos FACTOS, materializaremos este acordo numa ALIANÇA que farei contigo.” 9 Respondeu-lhe: Toma-me uma novilha, uma cabra e um cordeiro, cada qual de três anos, uma rola e um pombinho. 10 Ele, tomando todos estes animais, partiu-os pelo meio e lhes pôs em ordem as metades, umas defronte das outras; e não partiu as aves. Materializaremos esta ALIANÇA, através do SACRIFÍCIO, do TUDO por TUDO! 18 Naquele mesmo dia, fez o SENHOR aliança com Abrão, dizendo: À tua descendência dei esta terra, desde o rio do Egipto até ao grande rio Eufrates. É o sacrifício que nos faz entrar e manter a nossa ALIANÇA com DEUS; é o sacrifício que encurta distâncias; é o sacrifício a menor distância entre o QUERER e o REALIZAR. Depois desta ALIANÇA, Abraão, com 99 anos, que já tinha esperado quase 25, agora, simplesmente, esperou cerca de 3 meses, até Sara engravidar, e depois foi o tempo de gestação, até se completar 1 ano. Muitos estão desanimados, porque estão cansados de esperar pelo seu MAIOR SONHO REALIZADO ou o seu MAIOR PROBLEMA SOLUCIONADO, por isso, o SACRIFÍCIO que encurta distâncias é a SAÍDA. Génesis 21: 1 Visitou o SENHOR a Sara, como lhe dissera, e o SENHOR cumpriu o que lhe havia prometido. 2 Sara concebeu e deu à luz um filho a Abraão na sua velhice, no tempo determinado, de que Deus lhe falara. 3 Ao filho que lhe nasceu, que Sara lhe dera à luz, pôs Abraão o nome de Isaque. 4 Abraão circuncidou a seu filho Isaque, quando este era de oito dias, segundo Deus lhe havia ordenado. 5 Tinha Abraão cem anos, quando lhe nasceu Isaque, seu filho. 6 E disse Sara: Deus me deu motivo de riso; e todo aquele que ouvir isso vai rir-se juntamente comigo. 7 E acrescentou: Quem teria dito a Abraão que Sara amamentaria um filho? Pois na sua velhice lhe dei um filho. 8 Isaque cresceu e foi desmamado. Nesse dia em que o menino foi desmamado, deu Abraão um grande banquete. Agora, sim, Abraão sentia-se realizado, o seu sonho era real. Havia risos, festas, banquetes, alegria. E é exatamente isso que DEUS quer fazer com cada um de nós!

JANEIRO/2018

EM QUE CREMOS 1 - ) Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo ( Dt 6.4; Mt 28.19 e Mc 12.29); 2 - ) Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2 Tm 3.14-17); 3 - ) Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9); 4 - ) Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na Obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurar a Deus ( Rm 3.23 e At 3.19); 5 - ) Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo3.3-8); 6 - ) No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25;5.9); 7 - ) No batismo Bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12); 8 - ) Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15); 9 - ) No batismo Bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7); 10 - ) Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme sua soberana vontade (1 Co 12.1-12); 11 - ) Na segunda vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira – Invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel na terra, antes da Grande Tribulação; segunda – visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos ( 1Ts 4.16,17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14); 12 - ) Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber a recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10); 13 – ) No Juízo vindouro que recompensará os fiéis e codenará os infiéis (Ap 20.1115); 14 – ) E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis.


JANEIRO/2018

3

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Pagina dos Jovens

Texto: Ana Maria Logatti Tositto*

OS DESAFIOS DO MERCADO DE TRABALHO NA ATUALIDADE Desde cedo muitos alunos começam a pensar em possíveis profissões que gostariam de seguir, muitas vezes influenciados pelos pais, tios ou amigos da família. Entretanto, a maior dificuldade que encontram é na definição de uma profissão porque, geralmente, faltam a eles informações precisas e orientação adequada para essa escolha. Por esse motivo muitos alunos, após iniciarem um curso superior, chegam à conclusão de que não era bem aquilo que imaginavam para a profissão escolhida e acabam por abandonar o curso. Temos ainda a considerar que a lista de profissões hoje existente é enorme. Antigamente havia somente profissões bem definidas e em menor número, como, por exemplo, Medicina, Direito, Magistério. Atualmente essas profissões têm várias especializações e muitas áreas novas de trabalho foram criadas baseadas principalmente na informática. Outro fator importante é a tradição familiar que obrigava os jovens a optar pela profissão de seus pais, tios ou avós. Atualmente, essa tradição foi praticamente esquecida, pois o leque de profissões é enorme e não se dá mais tanta ênfase à tradição. A escolha tornou-se, portanto, mais difícil. Além disso, a maioria dos jovens de hoje valoriza mais a boa remuneração, o prestígio e o status social que

a profissão escolhida poderá lhes proporcionar. Faz-se então necessário buscar informações sobre novas carreiras e os respectivos cursos, o que poderá ser feito por meio de entrevistas com profissionais da área, visitas às instalações desses cursos nas faculdades e, principalmente, buscar auxílio no Centro de orientação profissional. Nele o aluno poderá desenvolver seu autoconhecimento para saber quais são suas habilidades e potencialidades, bem como suas reais possibilidades de seguir essa ou aquela profissão. Outro fator a ser levado em conta é que a concorrência aos empregos aumentou muito, exigindo cada vez mais a competência do candidato e sua qualificação profissional na área escolhida. Essa competência só será adquirida mediante real dedicação aos estudos durante todo o curso. É importante que os alunos levem a sério a frequência às aulas, estudem sempre após cada período e pesquisem na Biblioteca e na Internet sobre os assuntos que lhes interessarem mais. A formação dos recursos humanos tornou-se diversificada, com ênfase na solução rápida de problemas e no trabalho em equipe. Além disso, é indispensável o conhecimento de pelo menos duas línguas estrangeiras (francês e inglês). Também a tecnologia da informação influi muito na

contratação de um profissional. A capacidade do profissional de adaptação a novas funções também será considerada por ocasião da entrevista. Além disso, o conceito de estabilidade no emprego e do salário garantido será cada vez mais raro. Será exigida a competência do profissional, sua capacidade de liderança, se for o caso de trabalho em equipe e bons conhecimentos das novas tecnologias de sua área de trabalho. Em resumo: o futuro profissional deverá estar bem preparado para enfrentar a concorrência de seus colegas de serviço. Por tudo o que foi dito acima pode-se perceber que a escolha da profissão não deverá ser baseada apenas na vocação e na oportunidade de boa remuneração. A questão financeira é muito importante em nossa sociedade, porém, não é tudo. O importante mesmo é nos sentirmos felizes quando fazemos aquilo de que gostamos, porque, seguramente, seremos bons profissionais e faremos jus a uma boa remuneração. *Ana Maria Logatti Tositto é psicóloga, professora da Uniara e membro do Centro de Orientação Profissional da instituição.


4

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

Curtas da URI Alunos lançaram E-book

JANEIRO/2018

Centro Ictiológico: Mundo Aquático Encantado

Inovação na Enfermagem

Os alunos e professora da Enfermagem inovaram e, atentos ao mundo digital, lançaram um E-book recentemente. A professora Greice Pieszak, que ministra a disciplina de Saúde da Criança e do Adolescente, no 8º semestre do curso de Enfermagem, propôs aos acadêmicos a construção de E-book sobre os agravos na infância. Eles aceitaram o desafio e por meio de orientações individuais e coletivas trabalharam nesta construção durante o semestre letivo. O livro contém 151 páginas com os principais acometimentos à saúde da criança desde o nascimento até a adolescência. Ao todo são dezoito agravos, cada capítulo aborda a fisiopatologia da doença, a avaliação diagnóstica, a conduta terapêutica e as intervenções e cuidados de enfermagem. “Essa elaboração coletiva tem como objetivo o fortalecimento da construção do conhecimento em enfermagem pediátrica, oportunizar aos graduandos de enfermagem o fortalecimento do raciocínio crítico e refle-

xivo sobre a atenção à criança e adolescente no sentido de saber avaliar clinicamente, saber intervir por meio da tomada de decisão e com o respaldo nas evidências científicas”, contou Greice.

Crianças participaram de tarde de brincadeiras na URI Acadêmicos (as) de Psicologia estiveram envolvidos

A EMEI Jovino Zambonato esteve na URI Santiago na última semana no turno da tarde. Os pequenos participaram de uma tarde de brincadeiras a convite dos acadêmicos do 2º se-

mestre de Psicologia e do projeto de extensão Ser e Criar. Foi parceiro o Rotaract, o qual proporcionou lanche e a doação de diversos brinquedos para a EMEI.

O Centro Ictiológico (CI) da URI Santiago apresenta três linhas básicas de ação: ensino, pesquisa e extensão. Justificando esta tríade, o CI dispende vários esforços na manutenção dos animais que ali habitam, tanto da fauna Icticia, como outros espécimes, entre eles cnidários, crustáceos e equinodermos. A reprodução destes organismos é uma das prioridades de pesquisa no que tange aos aspectos de conhecimento e manutenção do Centro. Na manhã do dia seis de dezembro, os colaboradores do CI foram surpreendidos por um fato curioso: quando o professor mestre, Olmiro Bochi Brum, zootecnista, junto das acadêmicas do curso de Ciências Biológicas, Eurides Araci Figueiró Gomes e Bibiana Cruz dos Santos, responsáveis pelo local, foram fazer suas observações habituais, verificaram algo intrigante em um dos aquários. Eles identificaram como sendo filhotes de ofiúro (Ophiothrix fragilis), sendo que o referido progenitor(a) é um animal marinho que habitava sozinho este recinto a quase dois anos, como então poderia ter ocorrido esta reprodução? Mais- O Ophiurodea é uma classe de equinodermos conhecida como ofiuroides. Sabe-se que ofiúros são animais de sexo separados na sua maioria, contudo, existem casos de hermafroditismo, porém, até o momento não encontramos na literatura nenhum registro de casos de autofecundação desta espécie ou casos de partenogênese, outro tipo de reprodução não relatada nesta espécie. Normalmente a reprodução dos equinodermos é sexuada podendo ser assexuada. Foi encontrado em literaturas registros de outras espécies de animais, o qual ocorreu reprodução por partenogênese. O que intriga os pesquisadores é que sabemos que a

reprodução assexuada ocorre em alguns Ofiuroides pelo processo de fissiparidade, onde o disco central divide-se em dois e cada metade forma um animal inteiro por regeneração, porém, este não foi o caso. A maioria dos equinodermos é dioica (indivíduos de sexos diferentes), principalmente os Ofiuroides que tem um sistema reprodutor relativamente simples e intimamente associado com derivações do celoma, suas gônadas são abrigadas em seios genitais revestidos por peritônio. Esses animais possuem de uma a muitas gônadas, presas no peritônio de cada bursa próximo às suas aberturas. Os gametas são liberados nas bursas e, em seguida, liberados para o meio externo pelas suas aberturas. A incubação dos ovos é comum entre os Ofiuroides, contudo, não existe relato de que estes animais possam se reproduzir por partenogênese ou mesmo ocorrer a autofecundação. “Pesquisadores do Centro Ictiológico da URI agora se esforçam sobremaneira para explicar e comprovar o fenômeno ocorrido”, disse Olmiro. Tem interesse em saber mais? Entrevistas? Telefone: 9 9906 4246 e-mail: olmiro@urisantiago.br


JANEIRO/2018

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Projeto Nacional de Evangelização 2018

A Palavra de Deus Uma pessoa conhecida nossa presenciou, não faz muito tempo, uma cena lamentável. Achei o assunto oportuno, para um comentário da situação atual da Igreja Evangélica no Brasil. Se, por acaso, você gostar deste artigo, por favor, faça o seu projeto e passe adiante este texto, sendo que desta vez não precisa colocar meus créditos. Seguinte, o Brasil precisa de Jesus dentro de cada lar, para iluminar a mente de cada ente na busca de solução urgente para os grandes problemas do cotidiano: problemas de saúde, dependência de drogas, depressão, desemprego, fome, alcoolismo e suicídio. Não devemos nos enganar, achando que projetos políticos vai trazer honra para a Igreja e a solução para os problemas do país, porque isto não vai acontecer. Também não devemos nos iludir, esperando pelo dia em que nosso líder máximo de nossa Igreja vai chegar em nossa congregação com um plano abrangente de evangelização das almas perdidas que se encontram escravizadas pelo diabo. Respeitando as exceções, pode ser que ele não ache isto prioritário... Vamos a alguns fatos. 1) Recentemente, sofri a perda de um parente querido. Tive a oportunidade de visitá-lo no Hospital. Eu já havia trabalho seis anos em um deles. Sei muito bem o que esperar de um Hospital público, apesar do empenho da maioria de seus servidores. O que revi ali me deixou muito preocupado. Em poucas palavras, entre a vida de um velho e a de um jovem, dada a falta de quase tudo, os médicos estão, a contragosto, escolhendo de quem vai viver e, por conseguinte, quem vai morrer. Na balança das escolhas, os velhos sempre saem perdendo. 2) Na periferia das grandes metrópoles, antes, era possível ver o povo pentecostal trabalhando em projetos de evangelização: cultos ao ar-livre, visita às comunidades, evangelização de porta-em-porta... . Hoje, excetuando o trabalho dos Testemunhas de Jeová que não mudaram sua metodologia, via de regra, não existe mais crente evangelizando. O que tenho presenciado tem sido a ação “evangelizadora” das facções do tráfico de drogas. O país está literalmente apodrecendo por falta do sal e da luz que só Igreja tem. Mas como? se há uma dezena delas em cada Rua? Sim, isto é verdade, mas o evangelho que pregam fica restrito às quatro paredes. Em lugar do “ide-por-todo-mundo”, está sendo praticado o “quem-quiser-venha-aqui-e-beba”. 3) Você então poderia questionar-me: E o evangelho neo-pentecostal? Ele não está tão fortemente presente no Rádio e na TV? Sim, ele está. Todavia, Deus me perdoe a franqueza, aquele evangelho, na verdade, tem funcionado como atividade-meio. A julgar pelo foco e insistência durante os cultos o objetivo dele tem sido a busca incansável por aquilo que está no bolso dos fiéis. Prove! Sim, eu posso. Outro dia eu vi e ouvi na TV um fulano que se diz Bispo e que se veste de saco, sugerindo aos fiéis que não tivessem dinheiro que fizessem um empréstimo no banco para fazer com ele uma doação pela “fé” para sua igreja. Nisso eu pude ver a ação de um falso profeta, explorando gente desesperada por um milagre de Deus. Não posso racionalizar com um evangelho desses. Depois de ter dito estas coisas, você pode perguntar para mim: acabou? E eu vou dizer: quase. 4) Para concluir segue este quarto exemplo. Uma jovem médica, da família de uma

congregação conhecida, tirou a própria vida, cometendo suicídio. Apesar de médica, bem empregada, ganhando bem, aparentemente, não houve ninguém que ouvisse a voz do Espírito Santo para ir até ela conversar. Ou pior, o Espírito falou, mas a pessoa não foi. Quero acrescentar duas coisas. Segundo soube, ela tinha se afastado da Igreja. E acho eu que Igreja também havia se afastado delaAssim está a situação atual das grandes Igrejas Evangélicas no Brasil. Tenho visto as lideranças de grandes Igrejas focadas na representação política. Está virando rotina grandes Igrejas fundando partidos políticos para se dar bem no poder. Não condeno aos crentes o exercício da política e aos que não têm chamada ministerial, não vejo problema e concorrer a cargos de representação política. Entretanto, quero lembrar que apesar de tantos pastores em cargos políticos, os hospitais continuam sem recursos financeiros, os velhinhos nas UTIs continuam indo embora para dar chances a uma criança ou a um jovem. Quanto ao evangelho neo-pentecostal ele fermentou, sim, a ação da Igreja, trocando sua atividade-fim pela atividade-meio. A paixão pelas almas pelo amor ao dinheiro. Enquanto isso o sistema do tráfico de drogas segue firme “evangelizando” as crianças e jovens periferia das grandes cidades. Depois de ter dito coisas tão deprimentes, quero dizer que não vim aqui apenas para repetir palavras de desânimo, tal como profeta Elias escondido na caverna. Não! Eu vim para dizer algo especial. Assim como Deus deu três tarefas para Elias vencer o desânimo, este mesmo Deus tem grandes promessas para cada brasileiro. Não vou iludir a mim nem a você esperando ou achando que a partir de hoje cada Pastor que ler este texto irá depois para sua casa, sentar à mesa da cozinha, para desenhar um projeto de evangelização sob a inspiração do Espírito Santo. Eu estou aqui para dizer que a solução dos problemas de nossa nação ainda é Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele, sim, tem boas novas de perdão, regeneração, salvação, mudança de coração para traficantes, bandidos, crentes desviados, suicidas, pastores falsos-profetas, políticos ladrões e aviõezinhos do tráfico. Quando isto vai acontecer? Quem irá anunciar estas boas novas aos ouvidos destas almas? Sabe, isto é tarefa para mim e para você. Disse Jesus assim: onde estiver dois ou três reunidos em Meu nome, ali eu também estarei no meio deles. O ano de 2018, assim como o ano de 2017, é o ano aceitável da misericórdia de Deus. Se eu e você tivermos consciência disso, podemos começar a fazer a obra de Deus ainda esta semana. Um projeto de evangelização começa quando alguém dá lugar à voz do Espírito Santo que pergunta: Quem enviaremos, e quem há de ir por Nós? Acredito muito no poder de uma conversa durante uma visita a uma ovelha desviada, uma vista a um doente no hospital. Oportunidades há muitas, basta começar com apenas uma por semana e manter a disciplina. Isto faz parte de um Projeto Nacional de Evangelização. Se você orar, se você interceder, o Espírito Santo vai lhe ajudar a decidir sobre o que fazer e quando fazer. O que você vai ganhar com isto? Eu posso dizer com certeza que quando o Espírito de Deus vê em seu coração o que está disposto a fazer, ele vai se alegrar. E quando Ele se alegra, o coração de quem Lhe dá lugar também se enche de grande alegria. Peço que faça seu projeto, trabalhe nele toda semana, e passe o assunto adiante para mais 2 crentes amigos.Fonte : olharcristao.com.br

5


6

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

JANEIRO/2018

Os Melhores momentos de 2017

Igreja Capão do Cipó

Tenho um sentimento de gratidão, e quero expressar uma palavra de agradecimento a todos os irmãos, pelas expressivas vitórias que juntos temos conquistado. Sou ciente das limitações, que me é imposta como ser humano, Por isso sou grato ao Senhor Jesus Cristo pelo privilégio de ser escolhido pela soberana vocação, como Ministro da Sua Palavra e participantes da multiforme graça de Deus. Sabedor de que tudo que sou ou faço esta sob dependência do Senhor, pois sou inteiramente dependente dele, e tenho um versículo como regra de fé para ministério. Jo. 15:5. “Sem mim nada podereis fazer”. Como pastor sênior do ministério, tenho como objetivo Priorizar a mensagem da cruz, e desenvolver relacionamentos nos dois sentidos horizontal e vertical. Relacionamento é o “produto” que a igreja tem para oferecer às pessoas: relacionamento com Deus (vertical) e relacionamento interpessoal ou das pessoas umas com as outras (horizontal). Nosso ministério IEAD investe todos os seus esforços e recursos para oferecer o melhor relacionamento possível. Procuro sempre ensinar que a vida diária e suas atividades não podem ocupar o primeiro lugar em nossas vidas, em primeiro lugar sempre vem o relacionamento com Deus, por que a qualidades de todos os relacionamentos depende de como nos relacionamos com Deus. E neste sentido almejo que continuemos caminhando unidos, para engrandecer o soberano nome de Jesus Cristo na terra, e obedecendo ao seu IDE ... Vamos trabalhar e ganhar almas para o Reino de Deus. Feliz 2018.

Culto São Vicente do Sul

Linda Igreja de Nova Esperança do Sul

Unistalda têm novo Dirigente: Ev. Milton Fidêncio

Inauguração lindo Templo - Monte Alegre

Homenagem aos 10 anos do Jornal Arauto


JANEIRO/2018

7

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

Os Melhores Momentos de 2017

10 º Encontro Circulo de Oração - C. Humberto

Cong. Carlos Humberto Remodelada

Cong. Jovens 2017

Cong. UMADESAN 2017

CTG Lotado - 9 Fronteira em Chamas

Banda Canticos de Vitória Desfile 7 Setembro

13 anos do Programa Família Cristã

Pr. Leonardo M. - 9 Fronteira em Chamas

Pastor Pres. Orando pelo povo

Pastor Presidente e Vice

Programa: Jesus Nossa Esperança

Reinauguração do PSE - Lotado


8

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

JANEIRO/2018

Sinceridade a qualquer preço: é isso que a Palavra ensina? Afinal, o que significa dizer a verdade? O que significa ser sincero? Não é essa uma das prioridades de Deus: ser verdadeiro? “Sinto muito, mas eu estava apenas sendo sincero!” Essa é uma frase que parece estar cada vez mais presente na boca dos jovens - e dos adultos também - principalmente quando censurados em sua forma de se expressar. Sim, possivelmente você só esteja sendo sincero, mas usar sua liberdade para expressar o que pensa independentemente da forma como isso afeta os outros talvez não seja o ideal. Afinal, o que significa dizer a verdade? O que significa ser sincero? Não é essa uma das prioridades de Deus: ser verdadeiro? Tenho que ser! Direito de ser honesto? A maioria das pessoas hoje pode achar relativamente fácil serem honestas. Cada indivíduo costuma defender os seus direitos a qual-

quer preço. Alguns desses direitos costumam incluir “fazer o que eu quiser”, “ninguém manda em mim”, “me expresso como eu quiser”. Se você acredita ser importante expressar seus pontos de vista, então ser honesto com alguém sobre como você vê ou pensa se torna uma extensão dos seus direitos. Mas falar a verdade pode ser tão perigoso a ponto de se tornar um abuso verbal às pessoas. O amor exerce um poder de refrigério e cura, trazendo uma real transformação na vida do outro. É um alívio saber que Deus tenha uma versão de “falar a verdade” muito mais balanceada. Deus nos revela em Sua Palavra que Ele não apenas nos chama para falar a verdade, mas também para falar com amor. Falar a verdade em amor Efésios 4:15 diz: “Seguindo a verdade em

amor, cresçamos em tudo naquele que é o cabeça, Cristo”. Nós precisamos estabelecer um equilíbrio entre a responsabilidade pelo bem-estar de alguém e dizê-lo a verdade (que pode ser dura de ouvir, às vezes). Essa é bela oportunidade de fazer a diferença! Se me atrevo a exercer minha escolha em ser verdadeiro de forma sem ser agressivo ou arrogante, então eu consigo demonstrar um amor genuíno e uso a verdade de forma benéfica para o crescimento da outra pessoa. Em meio a nossas vidas difíceis e corriqueiras, muitas vezes centradas em auto defesa e instinto de sobrevivência, aposto no amor radical de Jesus. Esse amor demonstrado em nosso caráter, pode exercer um poder de refrigério e cura, trazendo uma real transformação na vida do outro.


JANEIRO/2018

9

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Aconteceu em 2017...

8 Cruzada Evangelistica Santiag

10 anos do PSE

10 anos do PSE

10 anos do PSE

Cantora Antonia Gomes - Antes da Meia Noite

Carlos Humberto

Circulo de Oração

Abençoado Culto A. Bonato

Antes da Meia Noite

Novo dirigente do A. Boa Vista

Pascoa dos Militares

Templo Lotado


10

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

JANEIRO/2018

Mesmo na igreja você tem se perguntado o que é ser cristão? Aprenda agora as verdadeiras características do cristianismo ensinado por Jesus Novo convertido ou não todo cristão verdadeiro deve parecer com nosso Senhor Jesus; você nasceu de novo e precisa desenvolver estas características que todo filho de Deus deve possuir. É urgente em nossos dias desenvolver e demonstrar características de verdadeiros cristãos, você concorda? Pois há muitos falsos crentes por aí, hipócritas e ou-

tros descompromissados com Deus e precisamos estar longe de ser um deles, não é mesmo?! Ainda bem que o próprio Senhor Jesus nos orientou que pelo fruto conhecemos as árvores. Portanto quero te convidar a mergulhar a fundo neste estudo sobre as características dos verdadeiros cristãos e não só ler, mas colocar uma por uma delas em prática. Então vamos começar?

O verdadeiro cristão obedece a Palavra de Deus com prazer

de que ama a Deus sobre todas as coisas e que também ama a sua família. Os obreiros de Deus que pensam receber toda aprovação do Senhor somente por cumprirem seu ministério, não dando tanta importância à sua família, caem em grande erro. “Pois, se alguém não sabe governar sua própria família, como poderá cuidar da igreja de Deus?” (1 Timóteo 3: 5)

Quem tem os meus mandamentos e lhes obedece, esse é o que me ama […]”. (João 14: 21a) Quando eu ainda era novo convertido, ficava me perguntando: como podemos provar que uma pessoa é realmente de Deus e o ama? Há tanta falsidade hoje em dia. Eu ficava me perguntando: Como posso amar alguém que não vejo? Até que achei esta frase do Senhor Jesus que você acabou de ler no versículo acima e ao meu ver este versículo já responde muitas coisas. O cristão que verdadeiramente ama a Deus tem prazer e alegria em obedecer sua Palavra, a Bíblia Sagrada. As vezes as pessoas pensam que obedecemos a Palavra de Deus porque somos forçados a isso, porque a igreja nos obriga ou porque o pastor nos punirá se não seguirmos a Bíblia Sagrada. Se fosse assim seria difícil ser cristão, não é mesmo?! Ficar seguindo ou obedecendo algo que eu não gosto. Por que eu estaria na igreja então? Mas na verdade os verdadeiros cristãos não precisam ser cobrados a obedecer as Escrituras Sagradas, pois por amor ao Senhor Jesus estes leem, estudam de boa vontade e com alegria obedecem. A tua palavra é muito pura; por isso, o teu servo a ama. (Salmo 119: 140 ARC)

O verdadeiro cristão não se esconde de ser um

Existem pessoas que estão na igreja, mas seus conhecidos mal a reconhecem como cristão. Repare o que diz 2 Coríntios 5: 17: “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!” Pensando nisso todo cristão verdadeiro é reconhecido pelas outras pessoas como tal, mesmo que as vezes não diga, mas as pessoas reconhecem. Veja como automaticamente perceberam que Pedro era um seguidor de Cristo nos versículos abaixo. “Pouco tempo depois, os que estavam por ali chegaram a Pedro e disseram:“Certamente você é um deles! O seu modo de falar o denuncia”. (Mateus 28: 73 NVI) Note que reconheceram Pedro como cristão só de ouvi-lo falar em uma conversa comum. Mas como se dá esse reconhecimento? Com a naturalidade da convivência com Cristo e com a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, estudando-a, praticando-a, orando, fazendo tudo que agrada a Deus e renunciando ao pecado.

O verdadeiro cristão cuida de sua família

Eu já ouvi algumas pessoas, inclusive intitulados pastores, dizendo que“primeiro vem a obra de Deus e depois a família”. Mas engana a si mesmo quem pensa assim. Eu quase caí neste erro quando novo convertido, desprezando minha família de sangue e afirmando que os irmãos da igreja que eram minha verdadeira família. Tenha certeza de uma coisa: Se sua família vai mal, tudo vai mal, independente de ser cristão ou não. Mesmo que alguém se dê bem no trabalho ou no ministério, por exemplo, mas se a família não está bem cuidada pelo tal, está cavando um buraco para que no meio do caminho ele mesmo caia dentro. Nosso país, nossas crianças, adolescentes, educação, respeito e dignidade, só vão mal hoje em dia porque as famílias, em boa parte delas, não se cuidam mais. Se hoje você diz “quero ser um crente de verdade” e não cuida de sua família, saiba que até o momento tem sido pior do que um incrédulo. Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente. (1 Timóteo 5: 8 NVI) Deus criou primeiro a família, depois de muito tempo a igreja. A família está no centro da criação. Cada um deve estar seguro em seu coração

O verdadeiro cristão não se envergonha do evangelho

Muitas pessoas neste mundo não compreendem o verdadeiro objetivo da mensagem do evangelho, pois ainda não reconheceram seus pecados. Enquanto que muitos cristãos sentem vergonha até mesmo de andar pelas ruas com sua Bíblia em mãos, pois ainda não compreenderam também o motivo de serem cristãos. Em contra partida, em certos países, muitas pessoas estão desesperadas para terem uma Bíblia em mãos, andarem em liberdade pelas ruas sem precisar esconder sua fé, etc., mas não podem. O cristão imaturo que não entende da Bíblia Sagrada e da vida cristã tende a se envergonhar do evangelho de Cristo, e ainda se faz tal que necessita de entendimento. Se você está dentre estes, ore a Deus arrependendo-se de coração dos seus pecados, comece a buscá-lo em sua Palavra e peça ajuda, Deus há de te responder e te dar entendimento para que você não se envergonhe mais do evangelho. Não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê: primeiro do judeu, depois do grego. (Romanos 1: 16)

O cristão verdadeiro leva a sua cruz e segue a Cristo

Eis aqui uma das passagens mais difíceis de se lidar, pois desafia o ser humano a renunciar a si mesmo e seguir a Cristo incondicionalmente, levando sua cruz. Mas o que seria negar a si mesmo e tomar sua cruz? Vamos examinar isto de forma simples, tomando como exemplo a própria vida do Senhor Jesus. Jesus fala sobre sua morte e ressurreição com seus discípulos em Marcos 8, vamos tomar por base os versículos 31 até 33, confira abaixo: Então ele começou a ensinar-lhes que era necessário que o Filho do homem sofresse muitas coisas e fosse rejeitado pelos líderes religiosos, pelos chefes dos sacerdotes e pelos mestres da lei, fosse morto e três dias depois ressuscitasse. Ele falou claramente a esse respeito. Então Pedro, chamando-o à parte, começou a repreendê-lo. Jesus, porém, voltou-se, olhou para os seus discípulos e repreendeu Pedro, dizendo: “Para trás de mim, Satanás! Você não pensa nas coisas de Deus, mas nas dos homens”. Logo, negar a si mesmo significa fazer o mesmo que Jesus fez: renunciou o fato de ser Deus, poder escapar da morte, e entregou-se à missão que o Pai o designou. Veja Filipenses 2: 5-8. Da mesma forma nós precisamos entregar a direção de nossa vida a Deus e considerar que Ele tem o controle dela, não somos mais nós que “ditamos as regras”, mas estar pronto a viver por aquilo que Deus nos designar. Jesus afirma, no versículo 31, que ele seria rejeitado pelos líderes religiosos, chefes dos sacerdotes e mestres da lei, que sofreria muitas coisas, inclusive carregar a vergonha da cruz como se fosse um criminoso, morrer e ressuscitar. Tomar a sua cruz significa identificar-se com Cristo, com sua missão, com seus sofrimentos e a perseguição e rejeição que ele sofreu por causa do evangelho. João 15: 18-20 NVI “Se o mundo os odeia, tenham em mente que antes me odiou. Lembrem-se das palavras que eu disse: Nenhum servo é maior do que o seu senhor. Se me perseguiram, também perseguirão vocês. Se obedeceram à minha palavra, também obedecerão à de vocês.” Seguir a Cristo significa viver como Ele viveu, ir onde Ele iria e onde enviar, pregar a mensagem que ele pregou e dar o exemplo que Ele deu. Fonte : http://www.bibliaseensina.com.br


JANEIRO/2018

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

11

O desejo dos humildes Tens ouvido, Senhor, o desejo dos humildes; Tu lhes fortalecerás o coração e lhes acudirás. Sal. 10:17. Os Salmos 9 e 10 são complementares. No Salmo 9, o povo de Deus enfrenta perigos que vêm das nações vizinhas; enquanto no Salmo 10 os perigos e as pressões que o povo experimenta vêm de dentro. Você já pensou que muitas vezes os maiores inimigos estão bem perto da gente? Neste salmo, pessoas soberbas maltratam e humilham seus irmãos. O salmista se refere aos que temem ao Senhor e andam nos Seus caminhos como os humildes. É preciso humildade para reconhecer os limites de criatura e aceitar o conselho divino. Tente andar nos caminhos de Deus entre pessoas que levam na brincadeira as coisas sagradas, e você verá que muitas vezes filas o farão sentir-se ridículo e obsoleto. Seu respeito pelos valores e princípios divinos fará com que, em muitas ocasiões, as pessoas zombem de sua maneira de encarar a vida. É nessas circunstâncias que o cristão precisa prestar atenção ao texto de hoje. O salmista afirma que Deus faz duas coisas com os humildes: os ouve e os fortalece. Se alguma vez você esteve preso num elevador, sabe como é bom ser ouvido por alguém. Ou se já foi assaltado, sabe como desejou que alguém o ouvisse para vir em seu auxílio. No salmo de hoje, Deus promete ouvir seu clamor quando você se sentir pressionado pelas críticas daqueles que não temem ao Senhor. Mais ainda, Ele promete fortalecê-lo. Deus não vem para tomar o seu lugar. Ele não quer filhos frágeis, fracos e incapazes de enfrentar os perigos. Ele o fortalece. Aguça suas ideias. Coloca os argumentos necessários nos seus lábios. Estimula-o a enfrentar os perigos e pressões. E quando os embates da vida são mais fortes que você, Deus promete acudi-lo, tomar você nos Seus braços, como um pássaro feri-

do prestes a ser destruído pelo predador, e levá-lo ao outro lado da montanha, onde Ele Se encarregará de curar suas feridas. Não é maravilhoso? Por isso, o apóstolo Paulo pergunta: Se Deus está conosco, quem será contra nós? Hoje, você tem pela frente um dia de vitória. Mas, se ao olhar pela janela da vida, enxergar o horizonte escuro, não sê desespere. Confie na promessa: “Tens ouvido, Senhor, o desejo dos humildes; Tu lhes fortalecerás o coração e lhes acudirás”. Fonte www.bibliaensina.com.br


Ano X- Nº 129 - JANEIRO 2018

Ano X– EDIÇÃO Nº 129 – Janeiro 2018 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari - São Vicente - Mata - Capão do Cipó - Nova Esperança do Sul - Unistalda

Jornal Arauto - edição 129  
Jornal Arauto - edição 129  
Advertisement