Page 1

EDIÇÃO 118

Ano X – EDIÇÃO Nº 118 – Feveiro 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari - São Vicente - Mata - Capão do Cipó - Nova Esperança do Sul - Unistalda

Ano X - Nº 118 - FEVEREIRO 2017

É TEMPO DE EVANGELIZAÇÃO E AVIVAMENTO !


2

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

PALAVRA DO DIRETOR J. Franco - Diretor Arauto francoprof@gmail.com | francoprofe@yahoo.com.br | (55) 99674 .7590 / 98131-9259

AVIVAMENTO E SEUS ELEMENTOS O que é verdadeiramente avivamento: • Avivamento é o ato sobrenatural de Deus na vida do cristão que; abrindo para ele (Deus) o seu coração, torna-se solo fértil para a produção do fruto do espírito, do batismo com o Espírito Santo e os dons espirituais. Qual o perfil do cristão avivado: (aspectos, aparências, atitudes e etc...) • Seu efeito imediato é mudança de vida; • O cristão passa a glorificar a Deus em tudo que faz (I-Co 10:31); • Sente-se responsável pela igreja; • Não se conforma com a inércia, ou seja, a apatia, desanimo, preguiça espiritual dos demais crentes; • Está sempre em busca de alternativas, aperfeiçoamentos para o crescimento da obra do Senhor; • Ainda que faça parte de uma igreja atuante, sempre estará comprometendo suas energias em fazer ainda mais para o Senhor; OBS: Este cristão é diferente. De certa forma, ele incomoda porque seu coração está cheio de ardor pelo evangelismo, todo o seu prazer esta no Senhor. Qual a evidência do avivamento bíblico: • O avivamento bíblico se evidencia pelo amor à palavra, arrependimento, vida de oração, santificação e etc... A palavra de Deus: 1°- A palavra de Deus (bíblia), poderosa, revigorante e renovadora é o grande agente divino para o avivamento. Hoje a bíblia esta saindo dos púlpitos da maioria das igrejas, e está sendo substituída ardilosamente por festas, jograis, shows e outras apresentações que não passam de ‘sacrifícios de tolos’. 2°- Os caps. 8 e 10 de Neemias descrevem um dos maiores avivamentos do A. T. O avivamento teve início mediante um autêntico retorno à palavra de Deus e um esforço decisivo para a compreensão da sua mensagem (v.8), durante sete dias, seis horas por dia, Esdras leu o livro da lei (v. 3,18). Uma das principais evidências de um avivamento bíblico entre o povo de Deus é a grande fome de ouvir, ler e estudar a palavra de Deus. VIII- Oração profunda: Primeiramente devemos orar, porque? 1°- Orar é nosso dever, Lc 18:1 2°- Orar é o nosso mandamento bíblico, Cl4:2 3°- Deixar de orar é pecado, Ism 12:23 • Arrependimento: O verdadeiro arrependimento começa: - Com arrependimento. Em II-Rs 23:4 vemos as reformas religiosas de Josias observam o princípio de que o arrependimento de pecados é condição essencial para um real avivamento. - Nossa expectativa é que a vida de um despertamento espiritual seja como uma explosão de alegria, enquanto que, na verdade, primeiro se manifesta com lágrimas de arrependimentos. - Estamos prontos a admitir que nossa falta de avivamento é pecado. - Já reconhecemos que a igreja não avivada é uma igreja caída. OBS: Sem arrependimento, não veremos avivamento algum arrependimento significa confessar e deixar o pecado. - Quando a arrependimento: Há reconhecimento de pecado, tristeza pelo pecado, abandono pelo pecado e praticas mundanas, os padrões de santidade são restaurados, a glória de Deus se manifesta e permanece. • A sarça que arde; • A glória que vem; • O espírito que caí; • O poder que chega; • A alegria que fica; • Renovai-nos pela instrumentalidade do Senhor. Santificação e retidão: Proveniente de nossos desejos, orações e arrependimento, ocorrerá mudança para um estilo de vida mais santo. Santidade e diferente que retidão. (em Mc 12:30,31) O primeiro fala da santidade e a segunda da retidão. • Santidade significa: Separar-se do mundo, torna-se santo (no gr hagiasmos) consagrar – apartar-se do pecado. • Retidão: É para com as pessoas, é o amor ágape para com os próximo. O crente avivado demonstrará tanto a santidade para com Deus quanto a retidão para com os homens. “Destrancar a porta do avivamento, é como abrir uma fechadura de combinação”. Mantendo o avivamento vivo: Temos que aprender a manter vivo o espírito de avivamento. Vivermos sempre em estudos da palavra de Deus, em orações a sós com Deus, viver sempre em santidade e retidão, sem hipocrisia. Só assim veremos um grande avivamento continuo em nossas igrejas, e coisas grandes, até mesmo que nós não sabemos, Deus irá fazer no em nosso meio. (Sl 85:6,7) Haverá tempos de alegria da salvação e tempos de choro pelos perdidos, mas o avivamento tem de continuar.

FEVEREIRO/ 2017

CESAR DORNELES – LEVITA E PREGADOR Nos primeiros meses do ano 2006 – Estamos atendendo o público no Centro de Atendimento, na Rua General Canabarro e Pinheiro Machado, o sol forte cruzava as grandes janelas de vidros, a luz entrava e iluminava todo aquele lugar; não marquei a hora naquela manhã, mas entrou aquele lugar um homem triste, abatido e cansado. Sentamos e começamos conversar... Passaram os minutos rápidos, e o convidemos para o culto às 15 horas, para minha grande surpresa minutos antes das 15 horas recebemos na porta no irmão e amigo César Dorneles, já com outro semblante e com seu violão debaixo do braço, o Pr. João Pinto conversou e orou com ele, minutos depois minhas lágrimas rolaram ao ouvirem a letra do louvor que o irmão Cesar estava cantando, com tanta alegria e liberdade. Podia ver as Cargas caindo, o peso indo embora e uma nova pessoa estava se colocando nas mãos de Deus. E até hoje, quando encontro-o posso ver quer estas mais firma nas promessas do Senhor Jesus. LETRA DA CANÇÃO : “ Que AMOR é ESSE “ Que AMOR é esse Que mudou a minha sorte Mesmo estando após a morte Teve compaixão de mim Que AMOR é esse Que mudou a minha vida Quando não tinha saída Quando estava no Fim. QUE AMOR É ESSE ... ( 3 x ) Esse AMOR pra mim é tudo Minha história e o meu mundo Minha vida e o meu prazer Esse AMOR é muito mais O meu tudo é a minha Paz Meu motivo pra viver Amor igual neste mundo não há Amor assim só JESUS têm pra dar Amor Eterno que veio do céu

CREMOS : 1) Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19 e Mc 12.29); 2) Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2Tm 3.14-17); 3) Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9); 4) Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurar a Deus (Rm 3.23 e At 3.19); 5) Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo 3.3-8); 6) No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor. (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9); 7) No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12);

8) Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15); 9) No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7); 10) Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme sua soberana vontade (1Co 12.1-12); 11) Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira — invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda — visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1Ts 4.16, 17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14); 12) Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber a recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10); 13) No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15); 14) E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis .


FEVEREIRO/ 2017

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Noticias da URI

3

Curtas da URI

RI remodela seu laboratório de Geotecnologias Técnicas de sensoriamento remoto e de geoprocessamento despontam como promessa no cenário brasileiro

URI Santiago esteve na praça Inscrições promocionais foram realizadas A URI Santiago esteve presente na praça central no último sábado (21), em atividade relacionada ao VESTIBULAR 2ª EDIÇÃO. Foram realizadas inscrições promocionais ao vestibular. Também, os cursos de Enfermagem e Farmácia realizaram aferição da pressão arterial, com grande procura da comunidade. O vestibular está com inscrições abertas até dia dois, com vagas para os seguintes cursos: Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Direito- Diurno, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Pedagogia e Psicologia.

A URI Santiago remodelou o seu laboratório de Geotecnologias, o qual faz parte do curso de Agronomia, sendo coordenado pelo professor doutor Júlio Cesar Wincher Soares. O laboratório destina-se ao ensino, pesquisa e extensão, tendo enfoque para a agricultura, pecuária/pastagens e silvicultura de precisão, mapeamento digital de solos e cadastro técnico multifinalitário. Nas atividades de ensino, o espaço recebe semestralmente os acadêmicos do curso de Agronomia, no qual são ministradas aulas de topografia e elementos de geodésia, desenho assistido por computador, cartografia, ajustamento de observações geodésicas, geoprocessamento e sensoriamento, entre outras. As atividades de pesquisa estão atreladas a execução de projetos de agricultura e silvicultura de precisão, etc. Os trabalhos de extensão passarão pela difusão de conhecimentos, visando atingir a comunidade do Vale do Jaguari e também, outros municípios, por meio de eventos e cursos de capacitação. Remodelação- Conforme o professor Julio, para a remodelação do laboratório de Geotecnologias foram utilizados recursos próprios da URI e de parcerias com empresas de geotecnologias, como a Leica Geosystems South América e a ESRI, somando um investimento em hardware, software, rede e climatização de 296 mil. Desafio- A população mundial ultrapassou os sete bilhões e está projetada para alcançar nove bilhões até 2050. “Desta maneira, nos próximos anos, o agronegócio será desafiado a ter patamares de eficiência até há pouco tempo inimagináveis”, comentou Julio.

Fim de semana teve colações de Arquitetura e Pedagogia Na sexta (20), às 19h30min, no Grêmio, a URI Santiago formou 26 novos arquitetos e urbanistas, em cerimônia presidida pelo diretor geral do câmpus, professor Francisco Assis Gorski. As professoras Angela Paulina Grandeaux Pisani e Giana da Rocha Zófoli, paraninfa e patrona da turma, conduziram os formandos ao recinto da cerimônia, a qual contou com a presença de autoridades educacionais, civis e militares. A juramentista da décima segunda turma foi a formanda Luana Sinigaglia da Silva, já as oradoras da turma foram as formandas Priscila Piccoli Dri e Talita Siqueira da Luz. Formandos (as): Ana Cristina Damian Prestes, Ana Letícia Camini Nunes, Carla Alexandra Cavalheiro Gireli, Caroline Cogo de Souza, Cibeli Maurer Corrêa Maronez, Cilene Martins Benites, Dionatan Figueiredo Maciel, Edilson Saucedo, Ellen Flores, Emerson Ibarr De Paula, Felipe Mulazzani Melo, Ingrid Pedrozo Carlin, Jaqueline Frescura Barcelos, Jeferson Silva De Sá, José Henrique Da Silva Freitas, Kélvin Hoff Kleinubing, Luana Luisa Abreu Santos Engelhardt, Luana Sinigaglia da Silva, Luiza Feksa Guarda, Nésia Gideoni Machado de Machado, Priscila Piccoli Dri, Talita Siqueira da

Luz, Taritza Pimentel da Silva, Tauane Moreira Lorenzoni, Vanessa Ramos Berno e Vanise Werneck Diel. Sábado (21), dirigentes e colaboradores da URI Santiago viveram a emoção de mais uma formatura: 10 formandos colaram grau em Pedagogia no clube União, em cerimônia presidida pela diretora acadêmica, professora Michele Noal Beltrão. As professoras Adriana Madrid Rocha e Elaine Maria Dias de Oliveira, foram a paraninfa e patrona da turma. A formanda Theresa Christina Uberti Pinheiro prestou o juramento. A dupla Guilherme Carpes Motta e Michele dos Santos da Luz, ficou responsável pelo discurso em nome dos colegas. Formandos (as): Andressa do Nascimento Rodrigues, Angélica Disconzi Dos Santos, Denise da Silva Cochlar, Elisângela Piani Machado, Guilherme Carpes Motta, Liége Teixeira de Lima, Michel dos Santos da Luz, Tainise Kister Da Silva, Theresa Christina Uberti Pinheiro e Vatiare Magalhães Moizinho.


4

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

FEVEREIRO/ 2017

Queremos registrar que nos dias 28 a 30 de Outro/2016 – Ocorreu o Pré - Encontro do Circulo de Oração : “ Orai sem cessar “ e do Coral “ Louvor Eterno “ na Congregação do Bairro Carlos Humberto, cujo dirigentes são Ev. Paulo Silva e Ev. A. Bonete - Na oportunidade estiveram ministrando o louvor e também a Palavra de Deus a dupla de irmã de Caçapava do Sul ! Foi uma festa Espiritual abençoada !


FEVEREIRO/ 2017

5

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

RECONCILIAÇÃO Há dois mil anos atrás o maior milagre que este mundo já viu aconteceu. Alguém viveu na terra sem cometer nenhum pecado, mas em tudo fez o certo, de acordo com o julgamento de Deus. Isso não começou quando tinha vinte ou quarenta anos, mas desde a infância tudo o que fez trouxe alegria para Deus. Você talvez conhece a quem me refiro: só pode ser o Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus. Ele foi o único a viver uma vida em perfeita concordância com a vontade de Deus. A Bíblia testifica que Jesus “não cometeu pecado” (1 Pedro 2:22). Ele também foi a única Pessoa cuja vida concordou plenamente com o que falou. Ele nunca reivindicou ser ou fazer qualquer coisa que não fosse verdadeira. Mesmo o melhor de nós precisa admitir que temos coisas que escon-

demos dos outros. A vida de Cristo, entretanto, era tão transparente que o juiz Pilatos foi forçado a afirmar que Jesus era “um homem justo”, antes de sentenciá-lo injustamente. Será que temos a capacidade de entender o fato que Deus julgou e puniu esse Homem perfeito, Seu Próprio Filho, por pecados que Ele não cometeu? O crente pode dizer: Ele foi pendurado na cruz por meus pecados. Ele deu Sua vida por mim, e assim meus pecados podem ser perdoados. O sacrifício expiatório de Cristo foi suficiente para o pecado de todos. Mas beneficia apenas aqueles que vêm a Deus, confessando seus pecados e aceitando pessoalmente a obra redentora de Jesus pela fé. Isso é como nós devemos responder ao pedido do Senhor: reconciliai-vos com Deus.

E se formos infiéis? Mas Deus é fiel! “Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar” (1Coríntios 10.13 – ARA). Que Ele é o eternamente Fiel, isso ninguém tem a menor dúvida. Deus cumpre a Sua Palavra. Aquilo que Ele prometeu, isso será cumprido. Suas milhares de promessas soam como uma forte batida de martelo na bigorna divina: “mas Deus é fiel!” Qual foi a resposta dos israelitas depois que Deus os salvou milagrosamente? Eles pisaram a fidelidade de Deus com seus pés. Enquanto Ele Se preocupava amorosamente pelo bem-estar deles, os israelitas entregaram-se à rebeldia, saudaram o bezerro de ouro como seu deus. Entregaram-se à devassidão. Tentaram ao Senhor. Murmuraram contra Deus. Se opuseram ao Altíssimo como se fossem crianças malcriadas. Por isso Deus permitiu que eles morressem no deserto. Que tal, se Deus agisse assim conosco? Quantas vezes também nós O entristecemos! Apenas uma olhada ao nosso coração seria suficiente. Nosso dia a dia confirma isso. Por esse motivo, o apóstolo Paulo nos lembra dessa chocante história de Israel e nos previne contra qualquer presunção. Seu chamado ecoa através do “dormitório” da Igreja: “Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!” (1Coríntios 10.12). “Estar firme” não é uma brincadeira infantil.

A luta espiritual exige disciplina, autocontrole e firmeza. É por isso que Paulo pede com insistência: andem na trilha correta! Cuidem para não serem subjugados por Mamom! Mantenham a pureza! Não se rebelem contra a vontade de Deus! Assim, por sermos assediados por todos os lados, deveríamos manter essa promessa viva em nossa mente: “mas Deus é fiel!” As tempestades do fim dos tempos são de apavorar. Por isso, assegure sua ancoragem em seu poderoso Deus. Não é possível ficar parado em uma perna só! E aquele que, mesmo com as duas pernas, fica capengando, certamente em breve perderá o chão sob os pés. A verdadeira fé enxerga o mundo assim como ele realmente é, ou seja, com olhos vigilantes. Ele se opõe às ondas do maligno e está disposto a se empenhar pelo que é mais elevado. A fé vê a eterna fidelidade de Deus em tudo – mesmo que nossa vida seja atribulada. Ah, seria desesperador se nosso Senhor Jesus apenas avaliasse nossa eficiência e fidelidade. A soma seria miserável! Abaixo do traço constaria apenas um resultado magro. O que acontece, então, quando os ataques do inimigo se tornam mais intensos, quando forças e poderes se levantam contra nós e nos levam a grandes dificuldades? “...mas Deus é fiel!” – Como essa ideia nos consola! Não, nosso Senhor não permitirá que o inimigo abra sua goela para nos engolir. Mesmo que os tempos se tornem mais pavorosos e os filhos de Deus estejam cada vez mais à mercê do inimigo: mas Deus é fiel.

JOSÉ COMO TIPO DE CRISTO Quando os irmãos de José chegaram no Egito para comprar grãos, ele falou seriamente à consciência deles. Sua forma severa de tratá-los os fez dizer: “somos culpados acerca de nosso irmão...por isso vem sobre nós esta angústia” (Gênesis 42:21). Depois eles entenderam que seu irmão não planejava se vingar, mas cuidou deles com amor. Quando José finalmente revelou sua identidade, ele enviou-os de volta a seu pai, instruindo-os para que contassem a ele acerca de sua glória no Egito. A história de José é uma das mais bonitas de todos os tipos de Cristo no Antigo Testamento. Sua glória no Egito aponta para o milênio, quando Cristo será reconhecido como o Salvador do mundo e se unirá a Seus irmãos de Israel. Mas a vida de José, que o conduziu da humilhação e sofri-

mento para a glória, também tem uma mensagem clara para nós nessa era da graça. “Fazei saber a meu pai toda a minha glória no Egito”. Isso não nos faz lembrar de outra coisa? Quando contemplamos o Senhor Jesus em Sua vida e morte sacrificial, Sua devoção a Deus e Seu amor para conosco, nós temos uma profunda impressão de Sua glória. Nossos corações sentem a urgência para testemunhar essas coisas em adoração diante de Deus. Quando honramos o Filho alegramos o coração do Pai (João 5:23). Quando os crentes se reúnem no primeiro dia da semana para anunciarem a morte do Senhor, e adorarem o Pai “em espírito e em verdade” (João 4:23-24), essas gloriosas características do Filho são nosso assunto peculiar.

Não, nosso Senhor não permitirá que o inimigo abra sua goela para nos engolir. Esse “mas” de Deus é para nós como uma muralha de concreto à prova de balas que se interpõe. Sem a Sua permissão, nada nos acontece! Nada! O olhar para a fidelidade de Deus nos proporciona confiança e esperança. Não precisamos perguntar: “O que sucederá no futuro? Como me arranjarei com minha solidão quando for idoso? Como terminará minha jornada aqui? O que acontecerá com os meus queridos, pelos quais orei durante tantos anos? Conseguirei superar os obstáculos da vida? O que será de minha saúde? O que acontecerá com meus filhos e netos?” – Veja você mesmo, se não há milhares de pensamentos opressores que nos querem desviar do bom senso? Como é bom sabermos a respeito da fidelidade de nosso Salvador! Ele, que começou a boa obra em você e em mim, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus (ver Filipenses 1.6). Completar – você entendeu? Ele não permite que algum dos Seus filhos seja pre-

judicado. O selo de bondade em nossa vida contém unicamente o Seu Nome. Apesar de todas as falhas em nossa vida, Paulo nos diz: “Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 8.38-39). Isso não nos comove?... mas Deus é fiel! Eu sei que o inimigo muitas vezes sussurra ao nosso ouvido: “Dessa vez o seu Deus vai abandoná-lo! Onde está o cumprimento daquilo que Ele prometeu?” Deveríamos responder: “Sim”, mas podemos afirmar com vigor: “... mas Deus é fiel!” Esse pensamento deveria nos levar a colocarmos todos os nossos desejos e esperanças, todos os nossos pedidos e preocupações em um só pacote, com a inscrição: “... mas Deus é fiel!”

Não devemos duvidar da fidelidade de Deus quando ocorrerem horas obscuras em nossa vida Recordo-me de um agricultor, o qual, enquanto arava o solo, tinha grandes dúvidas quanto à fidelidade de Deus. Faltava-lhe a certeza da salvação. Cada vez em que ele redirecionava o arado, ele se ajoelhava e convertia-se novamente. Então, ao pensar sobre isso, ele se lembrou dessa maravilhosa promessa que Deus concedeu para todos os que creem Nele. Imediatamente o agricultor tomou uma estaca, cravou-a no solo, ajoelhou-se e, com lágrimas confessou sua falta de confiança em Deus. Depois disso ele continuou tranquilamente a arar a terra. O Diabo, porém, renovou os ataques

e pôs dúvidas na conversão do agricultor. Este, tomado de uma repentina santa ira, gritou: “Olhe para a estaca! Ali eu entreguei minha vida para Jesus!”, e seu coração foi tomado por uma profunda paz que nunca havia sentido anteriormente. Não devemos duvidar da fidelidade de Deus quando ocorrerem horas obscuras em nossa vida. Através de sua fé inocente, honre ao seu Senhor e Salvador. Ele é fiel! Que grandioso Salvador nós temos! — Manfred Paul Textos extraídos do site www.chamada.com.br


6

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

FEVEREIRO/ 2017

Parabéns aos Formandos

Palavra do Pastor Pr. Almarindo M. da Costa Pr. Presidente

E logo mandei chamar-te, e bem fizeste em vir. Agora, pois estamos todos presentes diante de Deus, para ouvir tudo quando por Deus te é mandado. Atos 10.33 Ouvir uma boa palavra em tempos de crise, em momentos delicados da nossa vida, quando muitas vezes nos encontramos em um beco sem saída é algo revigorante, é como balsamo na nossa alma. Deus sempre tem uma palavra certa no momento oportuno para nossa vida, Ele conhece as nossas necessidades e sabe de tudo a nosso respeito. Quando nós abrimos nosso coração para receber a palavra de Deus e ouvir Deus falar, a história da nossa vida começa a mudar. Deus jamais negou a sua palavra, desde o princípio da criação Deus vem sempre falando com o homem. Dependendo de cada situação a palavra de Deus pode vir recheada de juízo, edificação ou consolação. Você já ouviu muitas palavras por parte de várias pessoas, e até de pessoas influentes, talvez você até acreditou e confiou, mas foi decepcionado (a). Porém há um Deus que não nos decepciona, quando Ele fala a sua palavra é fiel e verdadeira. Existem pessoas que entram em desespero e vão em busca de uma palavra em tudo quanto é lugar, elas querem respostas para seus dilemas e soluções para os seus problemas. Buscam em toda parte, mas esquecem de consultar a bíblia, a palavra de Deus. Deus tem uma palavra para você, abra a bíblia e leia-a e Deus vai falar com você. Amém! Quando Deus fala a sua palavra tem endereço certo, ela cumpri o seu propósito e não volta vazia. Assim está escrito: Como a chuva e a neve descem dos céus e não retornam para eles sem regarem a terra e fazerem-na brotar e florescer, a fim de que ela produza sementes para o semeador e pão para os que dele se alimentam, assim também acontece com a Palavra que sai da minha boca: Ela não voltará para mim vazia, mas realizará toda a obra que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei (Isaías, 55.10,11). Deus falou através do profeta Jeremias acerca da invasão do rei da Babilônia e que este levaria cativa a nação de Judá. Porém, muitos não acreditaram inclusive o rei de Judá, que mandou prendê-lo. Passado dias o rei decidiu soltá-lo e ouvi-lo novamente. Então o rei mandou buscá-lo e Jeremias foi trazido ao palácio. E, secretamente, o rei lhe indagou: “Há alguma Palavra da parte do SENHOR?” Ao que imediatamente replicou Jeremias: “Há!” E, concluiu: “Eis que serás entregue nas mãos do rei da Babilônia!” (Jeremias, 37.17). Deus quando fala a sua palavra não muda, ela é fiel aos propósitos de Deus. Ouça a voz de Deus e obedeça, porque Deus tem pensamentos de paz e prosperidade a seu respeito. Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então, me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração ( Jeremias, 29.11-13). Descanse na palavra de Deus, Ele proverá todas as coisas, a última palavra é a de Deus, o resto são prognósticos falíveis. Amém!

Irmã Nésia G. Machado

Kelia Melo

Vanesa Lajes


FEVEREIRO/ 2017

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

7

Novo dirigente na cidade de Unistalda Assumiu como novo dirigente na cidade de Unistalda o Ev. Milton Fidêncio - Parabéns, sucesso!

Nova Esperança do Sul tem novo Dirigente, Ev. Paulo Melo, desejo êxitos em seus trabalhos juntos aos demais irmãos daquela linda cidade !

Novo Dirigente no Bº Alto da Boa Vista - Pr. Alvorino La corte


8

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

FEVEREIRO/ 2017

O Tribunal de Cristo

Thomas Lieth

“Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo” (2 Co 5.10). Os destinatários da Segunda Carta aos Coríntios eram filhos de Deus, pessoas renascidas que um dia estarão com o Senhor. Apesar disso, 2 Coríntios fala de um tribunal e de um julgamento que ainda virá. Está escrito que “todos nós” compareceremos diante do tribunal de Cristo. O apóstolo Paulo inclui a si mesmo ao usar o plural, nós. À primeira vista, essa passagem parece estar em contradição com João 5.24, que diz: “Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”. Mas essas passagens serão contraditórias apenas se não levarmos em consideração que haverá diversos julgamentos futuros. Em sua carta aos coríntios, Paulo está mencionando um julgamento bem diferente daquele a que

Jesus se refere no Evangelho de João. Nós cristãos também teremos de prestar contas diante de um tribunal. Mas neste estará em julgamento apenas nosso galardão e não a sentença por nossos pecados. Nossa culpa foi expiada pelo sangue do Senhor Jesus, que Ele derramou na cruz do Calvário, onde pagou por toda a nossa culpa de uma vez por todas! “Porque, com uma única oferta, aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados... Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniqüidades para sempre” (Hb 10.14,17). Em Colossenses 2.13-15, a Bíblia fala que o Senhor rasgou o escrito de dívida que era contra nós e que Ele triunfou sobre o pecado e a morte. Existem passagens que dizem que somos participantes dessa vitória de Cristo, por exemplo 2 Coríntios 2.14: “Graças, porém, a Deus,

que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo...” Que triunfo seria esse se um cristão acabasse perdendo sua salvação outra vez? Que vitória seria essa se o Deus Todo-Poderoso, que não poupou Seu próprio Filho, permitisse que Satanás lhe arrancasse novamente Seus filhos salvos e eleitos? Isso não seria triunfo! Mas nós somos vencedores por meio dEle, já e desde agora: “Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Co 15.57). Nossa culpa foi expiada definitivamente e nosso pecado está esquecido. O escrito de dívida foi rasgado, não apenas colocado de lado para uma cobrança futura. Isso é perdão pleno e completo! Não há mais nada que acuse os filhos de Deus. É por essa razão que não entraremos mais em juízo. “Quem nele crê não é julgado...” (Jo 3.18).

O Tribunal de Cristo julga o quê? Como podemos imaginar o Tribunal de Cristo? Obviamente qualquer tentativa de comparação é deficiente, mas eu gostaria de traçar alguns paralelos com a premiação do Oscar. Todos os convidados não vêm ao evento para serem insultados ou zombados; são personalidades escolhidas e privilegiadas participando dessa grande festa. Muitos deles são homenageados, recebem um Oscar, um buquê de flores, um beijinho no rosto ou alguma outra distinção. Mas nem todos recebem o prêmio máximo, que é a estatueta do Oscar. Ob-

viamente haverá os frustrados por terem sido preteridos enquanto outros recebem as honrarias. Mas apesar das decepções, todo mundo fica feliz por estar ali, participando. É algo bonito, mesmo que os níveis de alegria e satisfação não sejam iguais para todos. Segunda Coríntios 5.10 diz: “importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo”. Portanto, nossas obras estarão em julgamento, ou seja, o que fizemos ou

deixamos de fazer com os dons e talentos que nos foram confiados – depois de salvos. Que fruto produzimos, que semente plantamos? Essas coisas serão reveladas no Tribunal de Cristo e condicionarão o que receberemos como recompensa. Um cristão deve produzir fruto e não contentar-se apenas com sua própria salvação. Deve servir com boas obras para alegrar seu Senhor. Essa é nossa tarefa: “Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas” (Ef 2.10).

Mas, o que são boas obras? São aqueles atos e palavras que contribuem para a glorificação do nome de Deus: “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus” (Mt 5.16). Entendemos bem? Cada palavra e cada ato que contribui para que o nome do Senhor seja glorificado é uma boa obra. O malfeitor na cruz não tinha nenhuma oportu-

nidade de fazer o bem, apenas sua confissão: “Nós, na verdade, com justiça, ...recebemos o castigo que os nossos atos merecem; mas este nenhum mal fez” (Lc 23.41). Essa foi uma boa obra, porque glorificou o nome de Jesus. Por exemplo, se eu prego a Palavra e depois do culto a igreja fica falando que eu sou o máximo como pregador, então minha mensagem certamente não foi uma boa obra, já que evidentemente des-

viei a atenção dos ouvintes do que é essencial, que é o Senhor, e a dirigi à minha própria pessoa. Mas se os ouvintes chegam à conclusão: “Como é grande o nosso Deus! Que salvador maravilhoso nós temos! Louvado seja o nome do Senhor!”, então essa minha mensagem foi uma boa obra. Ela honrou o Senhor e contribuiu para Sua glória. Continuará na próxima edição ! (Thomas Lieth — Chamada.com.br)


FEVEREIRO/ 2017

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Páginas dos Jovens

9

Namoro Cristão !

Eu sempre ouço reclamações de namorado(a)s que têm sido maltratados pelo companheiro. Isso normalmente acontece porque o casal não sabe conversar da forma correta e acabam agredindo um ao outro com palavras e depois fica difícil reparar o erro.Ao aconselhar alguns casais, cheguei à conclusão de que, muitas vezes, tem faltado o respeito, o carinho e o cuidado, tão importantes para um relacionamento dar certo. Mas por que isso tem acontecido entre tantos casais cristãos? Acredito que seja porque as pessoas têm se tornado muito individualistas e não estão preocupadas com o bem estar do outro. De acordo com que o apóstolo Paulo escreveu, este é um sinal do fim dos tempos: “Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. “Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem,

traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se também destes” (2 Timóteo 3:1-5). Quando dizemos que um namoro deve ser santo, geralmente a única coisa que vem à cabeça das pessoas é um namoro sem sexo ou defraudação. De fato, um namoro santo não tem essas práticas, mas a santidade vai muito além disso! Veja o que a Bíblia diz: “Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros. Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não deis lugar ao diabo. (...) Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção. Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós, Antes sede uns

para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo” (Efésios 4:25-27,29-32). A santidade no namoro também envolve tratar bem a outra pessoa, e a passagem que você leu acima é praticamente um manual de como lidar com o seu/sua namorado(a). Pensando nisso, escrevi 4 passos para você ter um namoro santo, inspirados nessa carta do apóstolo Paulo: 1) Não deixe que no seu namoro tenha brigas que nunca acabam, por causa de motivos bobos; 2) Não deixe que o diabo encontre espaço para atuar no seu namoro; 3) Nas conversas, não aceite palavrões, palavras de duplo sentido e manipulação; 4) Perdoe sempre e seja bondoso com seu/sua namorado(a).

O JOVEM CRISTÃO E O COMPROMISSO COM DEUS O jovem cristão compromissado com Deus sempre vai ser diferenciado em um mundo em que as coisas certas ficaram erradas e as coisas erradas ficaram certas. Ter compromisso com Deus é sinônimo de sucesso na vida , pois a sua benção , proteção e cuidado sempre estarão presentes naqueles que o amam. Não tem nada melhor do que desfrutar da amizade do nosso melhor amigo que é o Senhor Jesus Cristo. Davi nos ensinou que precisamos ter compromisso com Deus através da obediência dos ensinos das Sagradas Escrituras. Nós devemos em obediência as Escrituras Sagradas, e ter compromisso com Deus. O JOVEM COMPROMISSADO COM DEUS DEVE: a) Louvar a Deus com o coração sincero. O Senhor jamais recebera um louvor que saia com falsidade de nossa vida e dos nossos lábios ele requer de nós sinceridade e verdade , pois ele esta a procura de verdadeiros adoradores. vs 7 b) Obedecer os decretos de Deus sem os abandonar. Ter obediência aos decretos de Deus mostra o grau de amor que temos para com ele , pois são ensinos eternos, que sempre deveram reger toda a nossa trajetória e não apenas uma parte dela. Sempre devemos persistir nos ensinamentos do Senhor e jamais abandonar a sua vontade que é boa perfeita e agra-

dável a nossa vida. vs 8 c) Manter uma conduta pura. A forma como vivemos no nosso dia a dia é o que vai mostrar quem nós somos. Se a nossa conduta for má e irresponsável seremos alvos de criticas por todos aqueles que nos cercam mais se for uma conduta pura seremos observados como bons exemplos a serem seguidos. Mas num mundo tão escasso de bons exemplos como podemos manter uma conduta pura? O salmista Davi nos dá esta receita: Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra. vs 9 Se vivermos de conformidade com a vontade da palavra de Deus a nossa conduta sempre será sadia e feliz. O JOVEM COMPROMISSADO COM DEUS PRECISA: a) Buscar a Deus de todo o coração. Em todo o tempo se deve buscar a presença de Deus pois somos totalmente dependentes do nosso Senhor, tudo o que temos e o que somos é por causa do seu poder. Buscar a Deus de todo coração é ter total confiança na sua pessoa, é desenvolver uma forte intimidade com ele reconhecendo que houve de nossa parte uma verdadeira entrega em suas mãos. O salmista ainda faz um pedido a Deus:

Não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos. vs 10 b) Guardar a palavra de Deus no coração. Devemos ter como prática diária a leitura da palavra de Deus, para aplicar na nossa vida aquilo que aprendemos do Senhor. Mas haverá momentos em que não vamos estar com um exemplar da Bíblia em nossas mãos e alguém que precise de nossa ajuda ou até mesmo nós em um momento de aflição vamos nos lembrar o que está escrito na palavra de Deus. Ao guardar a palavra de Deus em nosso coração estaremos permitindo que Deus nos fale todos os dias da nossas vidas. Davi também nos mostra outro motivo importante para que devamos guardar a palavra de Deus em nosso coração: Para não pecar contra ti. vs 11 Não deixaremos de ser pecadores por ler a Bíblia mais com certeza iremos evitar o máximo de pecar contra Deus. A importância de ter compromisso com Deus é aumentar o nosso amor por ele a todo o instante e nos colocar sempre a sua disposição como verdadeiros servos. Independente de qualquer idade que tenhamos o nosso principal alvo deve ser a prioridade para com Deus sempre o colocando em primeiro lugar no nosso coração, permitindo que ele reine com total soberania. Amém


10

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

FEVEREIRO/ 2017

Página da Família Miss. Rosani Franco

Família, nosso maior bem!

Eu estava correndo e de repente um estranho trombou em mim: – Oh, me desculpe “por favor” , foi a minha reação. E ele disse: – Ah, desculpe-me também, eu simplesmente nem te vi! Nós fomos muito educados um com o outro, aquele estranho e eu. Então, nos despedimos e cada um foi para o seu lado. Mais tarde naquele dia, eu estava fazendo o jantar e meu filho parou do meu lado tão em silêncio que eu nem percebi. Quando eu me virei, tomei o maior susto e lhe dei uma bronca. – Saia do meu caminho filho! E eu disse aquilo com certa braveza. E ele foi embora, certamente com seu pequeno coração partido. Eu nem imaginava como havia sido rude com ele. Quando eu fui me deitar, eu podia ouvir a voz calma e doce de Deus me dizendo: – Quando falava com um estranho, quanta cortesia você usou! Mas com seu filho, a criança que você ama, você nem sequer se preocupou com isso! Olhe no chão da cozinha, você verá algumas flores perto da porta. São flores que ele trouxe para você. Ele mesmo as pegou. A cor-de-rosa, a amarela e a azul. Ele ficou quietinho para não estragar a surpresa e você nem viu as lágrimas nos olhos dele. Nesse momento, eu me senti muito pequena. E agora, o meu coração era quem derramava lágrimas. Então eu fui até a cama dele e ajoelhei ao seu lado. – Acorde filhinho, acorde. Estas são as flores que você pegou para mim? Ele sorriu. – Eu as encontrei embaixo da árvore. Eu as peguei porque as achei tão bonitas como você! Eu sabia que você iria gostar, especialmente da azul. Eu disse: – Filho, eu sinto muito pela maneira como agi hoje. Eu não devia ter gritado com você daquela maneira. – Ah mamãe, não tem problema, eu te amo mesmo assim! – Eu também te amo. E eu adorei as flores, especialmente a azul. Você já parou pra pensar que, se morrermos amanhã, a empresa para qual trabalhamos poderá facilmente nos substituir em uma questão de dias. Mas as pessoas que nos amam, a família que deixamos para trás, os nossos filhos, sentirão essa perda para o resto de suas vidas. E nós raramente paramos para pensar nisso. Às vezes colocamos nosso esforço em coisas muito menos importantes que nossa família, que as pessoas que nos amam, e não nos damos conta do que realmente estamos perdendo. Perdemos o tempo de sermos carinhosos, de dizer um “eu te amo”, de dizer um “obrigado”, de dar um sorriso, ou de dizer o quanto cada pessoa é importante para nós. Ao invés disso, muitas vezes agimos rudemente, e não percebemos o quanto isso machuca os nossos entes queridos.

As suas Promessas Jamais Falham! Deve ser muito triste uma vida sem esperanças, não é mesmo? Coloque-se no lugar de alguém que não tem a menor perspectiva de um futuro melhor, mais feliz, com paz interior, um bom trabalho, boa saúde, prosperidade, tranquilidade, família unida e harmoniosa, uma vida espiritual em comunhão plena com Deus... Realmente é difícil imaginar que alguém sobreviva por muito tempo assim, porque a própria amargura o consumirá. O fato é que infelizmente existem muitas pessoas ao nosso redor que por algum motivo perderam por completo a esperança e nem mesmo em Deus confiam mais ou jamais confiaram de verdade. Conhecendo esse triste sentimento de “desesperança” que muitos seres humanos tem, Deus se prontificou em registrar em sua palavra (a bíblia) milhares de promessas. Se você é uma dessas pessoas ou está passando por um momento difícil em sua vida, com problemas que não tem solução, creia que o que Ele prometeu, certamente cumprirá, porque... Deus sempre cumpre as suas promessas. A Bíblia diz em 2 Coríntios 1:19-20 “Porque o Filho de Deus, Cristo Jesus, que entre vós foi pregado por nós, isto é, por mim, Silvano e Timóteo, não foi sim e não; mas nele houve sim. Pois, tantas quantas forem as promessas de Deus, nele está o sim; portanto é por ele o amém, para glória de Deus por nosso intermédio.” Deus nunca se retrata ou altera as suas promessas. A Bíblia diz em Salmos 89:34 “Não violarei o meu pacto, nem alterarei o que saiu dos meus lábios.” As promessas de Deus nunca falham. A Bíblia diz em Josué 23:14 “Eis que vou hoje pelo caminho de toda a terra; e vós sabeis em vossos corações e em vossas almas que não tem falhado uma só palavra de todas as boas coisas que a vosso respeito falou o Senhor vosso Deus; nenhuma delas falhou, mas todas se cumpriram.” Deus nos deu a promessa de vida eterna. A Biblia diz em I João 2:25 “E esta é a promessa que ele nos dá, a vida eterna.” Deus pode fazer o impossível. A Bíblia diz em Lucas 18:27 “Respondeu-lhes: As coisas que são impossíveis aos homens são possíveis a Deus.” Deus deu-nos a promessa de novos corações e de novos desejos. A Bíblia diz em Ezequiel 36:26 “Também vos darei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne.” Ele prometeu-nos perdão. A Bíblia diz em 1 João 1:9 “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” Ele prometeu os frutos do Espírito Santo. A Bíblia diz em Gálatas 5:22-23 “Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. A mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.” Ele prometeu nos libertar do medo. A Bíblia diz em Salmos 34:4 “Busquei ao Senhor, e ele me respondeu, e de todos os meus temores me livrou.” Deus prometeu salvação para os nossos filhos. A Bíblia diz em Isaías 49:25 “Porque eu contenderei com os que contendem contigo, e os teus filhos eu salvarei.” Temos a promessa do Espírito Santo. A Bíblia diz em Lucas 11:13 “Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem? Deus prometeu suprir todas as nossas necessidades. A Bíblia diz em Filipenses 4:19 “Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus.” Deus não nos negará o que é bom para nós. A Bíblia diz em Salmos 84:11 “Porquanto o Senhor Deus é sol e escudo; o Senhor dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam na retidão.” Ele promete-nos sabedoria.A Bíblia diz em Tiago 1:5 “Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada.” Deus nos promete paz. A Bíblia diz em Isaías 26:3 “Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti.” Deus promete livrar-nos da tentação. A Bíblia diz em 1 Coríntios 10:13 “Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar.” Temos a promessa de saúde e cura. A Bíblia diz em Jeremias 30:17 “Pois te restaurarei a saúde e te sararei as feridas, diz o Senhor; porque te chamaram a repudiada, dizendo: É Sião, à qual já ninguém procura.” Deus nos promete proteção de mal e perigo. A Bíblia diz em Salmos 91:10 “Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.” A Bíblia promete que os mortos viverão de novo. A Bíblia diz em João 5:28-29 “Não vos admireis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo.”


FEVEREIRO/ 2017

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

11

Como me preparar para a vinda de Jesus Cristo !

A melhor maneira de preparar-se para este glorioso evento, que será a volta de Jesus, é estando em Cristo, comungando com Ele e permanecendo nEle: “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”. (2 Coríntios 5:17 RA). “Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós. Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira, assim, nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em mim”. (João 15:4 RA). É fundamental também que perseveremos (leia Hebreus 12:1) em seguir ao Senhor. Não devemos permitir que os problemas da vida e as provações nos façam esmorecer na fé, pois: “Todavia, o meu justo viverá pela fé; e: se retroceder, nele não se compraz a minha alma”. (Hebreus 10:38 RA). A fim de permanecer em Cristo, primeiramente a pessoa deve crer em Jesus e aceitá-Lo como seu salvador pessoal: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3:16 RA). A aceitação de Jesus e seu sacrifício é evidenciada pelo batismo por imersão: “Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado”. (Marcos 16:16 RA). Se você ainda não deu esse passo, deverá fazê-lo. Também é recomendado (pelo próprio Jesus) que vigiemos, ou seja, que tenhamos cuidado em aperfeiçoar pelo poder de Deus nosso caráter para que estejamos atentos aos sinais da volta de Jesus: “Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor”. (Mateus 24:42 RA). “Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá”. (Mateus 24:44 RA). “Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei a vossa cabeça; porque a vossa redenção se aproxima”. (Lucas 21:28 RA). Em suma, para preparar-nos para volta de Jesus devemos: 1) Crer nEle e aceitá-Lo como salvador, evidenciando tal disposição através do batismo; 2) Permanecer nELe, perseverando em estudar Sua Palavra e em nossas orações;

3) Perseverar; 4) Vigiar; 5) Ir à igreja (Hb 10:25) Qualquer coisa que façamos de modo que estejamos investindo em nossa vida espiritual, contribuirá para nossa preparação. E você? Porque não permite que Jesus tome conta da sua vida? Porque não O aceita como seu salvador? Você pode fazer isso agora mesmo e começar sua preparação para a vida eterna hoje. Ele está muito desejoso de dar-lhe a vida eterna! Tome a decisão por Jesus; Ele está esperando-lhe: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo”. (Apocalipse 3:20 RA). Por que o ser humano lê tanto e nunca se transforma? Para sermos transformados, precisamos primeiramente nos colocar nas mãos de Deus. Pois, somos transformados mediante a Sua luz. A Bíblia nos diz em João 15:5: “Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em Mim, e Eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem Mim nada podeis fazer”. Esta também é uma questão de escolha; a cada momento fazemos escolhas, escolhemos a nossa roupa preferida, a nossa comida predileta, a cor que mais nos agrada, o perfume, etc.. Essas são algumas das escolhas que normalmente fazemos, muitas vezes as nossas escolhas acabam nos afastando de Cristo, pois são escolhas tolas, que fazemos sem antes consultar Aquele que tudo sabe, tudo vê e tudo conhece. Devemos orar constantemente para que possamos escolher o caminho correto. Alguns escolhem seguir a Cristo, escolha correta; outros escolhem seguir o mundo e o que nele há. A leitura não nos transforma, mas sim o Espírito Santo (ele pode usar a leitura para impressionar nossa mente).


Ano VIII- Nº 116 - DEZEMBRO 2016

Ano X – EDIÇÃO Nº 118 – Feverereiro 2017 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari - São Vicente - Mata - Capão do Cipó - Nova Esperança do Sul - Unistalda

Nova Esperança tem novo dirigente

Unistalda tem novo dirigente

Acesse nosso site para ler a EDIÇÃO 118

Jornal arauto edicao 118  

Jornal Arauto - Edição 118

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you