Page 1

EDIÇÃO 114

Ano IX – EDIÇÃO Nº 114 –Outubro 2016 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari - São Vicente - Mata - Capão do Cipó - Nova Esperança do Sul - Unistalda

Ano IX - Nº 114 - OUTUBRO 2016

Santa Ceia do senhor !


2

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

PALAVRA DO DIRETOR J. Franco - Diretor Arauto francoprof@gmail.com | francoprofe@yahoo.com.br | (55) 9674 7590 / 8131-9259

Quanta falta de reverência na Casa de Deus ! É alarmante a falta de respeito, de reverencia na casa de Deus, principalmente nos cultos de Ceia, é gente falando, conversando como se estivesse no pátio da sua casa, é um levanta e senta, e caminha, vai e volta... nos momentos de maior respeito ao Senhor estamos presenciando atitudes que nos deixam muito triste. Por isso busquei este estudo, pode ser para alguns. Eclesiastes 5.1 “Guarda o teu pé quando entrares na casa do teu Deus!” Vivemos em um tempo que as pessoas procuram lazer, entretenimento e irreverência para se distrair e relacionar com pessoas interessantes. Mas quanto ao culto, até que ponto pode ser descontraído? Creio que o culto deve ser espontâneo e alegre sem perder o respeito que lhe é devido. Quando você comparece diante de uma autoridade, se preocupa em como se comportar, não se atrasando, vestindo-se adequadamente, escolhendo palavras e cuidando do tom de voz. Será que diante do Rei dos reis não deveríamos ter ainda maior respeito? Claro que sim, pois Jesus merece sempre o melhor. Como ser reverente no culto? Vamos aprender algumas coisas que precisamos num culto: 1- ORAÇÃO: Mateus 21.13 “A minha casa será chamada Casa de Oração” A coisa mais importante num culto é a oração. Se não tiver oração é apenas uma reunião qualquer. A oração invoca a presença de Deus no culto e leva as pessoas a sentirem perto de Deus. O propósito do culto é falar com Deus e ouvir sua voz. Quando outras atividades como apresentações e piadinhas começam a ocupar muito tempo do culto, em detrimento ao tempo necessário de oração, o culto começa a perder seu propósito. A oração é prioridade em seu culto? Um culto verdadeiro é cheio de oração! 2- SILÊNCIO: Habacuque 2.20 “O SENHOR, porém, está no seu santo templo; cale-se diante dele toda a terra” A segunda coisa importante no culto é o silêncio. A palavra de Deus diz que há “tempo de estar calado e tempo de falar” (Eclesiastes 3.7). Durante o culto é desnecessário conversar com qualquer outra pessoa que não Aquele a quem você está orando que é Deus. Interessante que num cinema ou teatro, incentiva-se o silêncio e as pessoas obedecem em respeito umas às outras. Na Igreja precisa-se de um respeito ainda maior. Evite conversas durante o culto, desligue seu celular ou qualquer outro meio de comunicação. Avise quem está perto de você que precisa estar ligado em tudo que acontecer. Você conversa durante o culto? Dedique sua voz somente ao Senhor cultuando a Ele! 3- CONCENTRAÇÃO: 2 Coríntios 10.5 “e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo” Outra coisa muito importante no culto é a concentração. Para melhor aproveitamento do culto é preciso que todos estejam atentos num foco para a mensagem. Cada um deve esquecer um pouco as coisas que estão lá fora para sentir a presença de Deus. O ambiente da Igreja deve ser tal que evite distrações. Como aconteceu com Isaías que chegou ao templo e viu que “as abas de suas vestes enchiam o templo” e “a casa se encheu de fumaça” (Isaías 6.1e 4), assim a presença de Deus deve preencher totalmente nossa atenção. É imprescindível que haja um clima de adoração. Você consegue se concentrar no culto? Dedique toda sua atenção durante o culto! 4- REFLEXÃO: Romanos 12.1 “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional” Além da oração, do silêncio e da concentração também é importante a reflexão durante o culto. Quando vamos ao culto, devemos aprender alguma coisa útil para a vida. Muitas pessoas não conseguem lembrar o que o pregador falou mesmo após o culto. Isso é porque deixam sua mente adormecer durante a mensagem. O psicólogo Augusto Cury argumenta que a geração moderna sobre de SPA – Síndrome do Pensamento Acelerado. As pessoas são ativistas, mecânicas e não conseguem ficar paradas e refletir. Você medita durante o culto? Aproveite para refletir e ouvir a voz de Deus!

OUTUBRO/ 2016

CREMOS : 1) Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19 e Mc 12.29); 2) Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2Tm 3.14-17); 3) Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9); 4) Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurar a Deus (Rm 3.23 e At 3.19); 5) Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo 3.3-8); 6) No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor. (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9); 7) No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12); 8) Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15); 9) No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7); 10) Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme sua soberana vontade (1Co 12.1-12); 11) Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira — invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda — visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1Ts 4.16, 17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14); 12) Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber a recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10); 13) No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15); 14) E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis .

Seja reverente no culto! Ajude na reverência aos cultos: 1. Chegue mais cedo à igreja e procure se assentar no melhor lugar. 2. Não se esqueça de cumprimentar aos irmãos. 3. Dobre seus joelhos e ore em antes de tudo. 4. Esteja em oração e reflexão antes de começar o culto. 5. Não ande no templo durante a oração ou leitura da Bíblia. 6. Evite conversar durante o culto. 7. Desligue o celular ou no mínimo coloque no silencioso [pressionando #]. Se realmente precisar atender, saia do templo. 8. Não leia revista, jornal e nem mesmo a Bíblia enquanto o pregador ou dirigente estiver falando a menos que este peça para ler. 9. Siga as orientações do dirigente, se levantando ou se ajoelhando quando for pedido. Se esforce para cantar mesmo que a música não seja conhecida. 10. Evite sair antes de terminar. Peça aos familiares e amigos para não te chamar durante o culto. 11. Ajude as crianças e entenderem a seriedade do que está sendo feito no culto. Ensinando-as a prestar a devida atenção assentadas junto com os pais. 12. Seja receptivo aos visitantes cumprimentando-os, se assentando junto e compartilhando a Bíblia e Harpa. Fonte.www.esboçoesermões.com.br


OUTUBRO/ 2016

3

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

COMPLETO PLANO ASSITENCIAL FAMILIAR Há 28 anos no Mercado, esta Empresa reconhecida, esta oferecendo um ótimo serviço para que no momento de uma perda familiar, basta a dor de uma família enlutada e ainda ter que lidar com fatores financeiros e burocráticos, com uma pequena mensalidade o Completo Plano Assistencial Familiar ANJO da GUARDA a sua família fica protegida e assegurada destes transtornos. Ao adquirir nosso Completo Plano Assistencial Familiar sua família ganha um cartão de desconto, onde firmamos convênios

em vários setores do comércio de Santiago e Municípios da região; como: Farmácias, Laboratórios de Exames Clínicos, Lojas, Dentistas, óticas e muito mais. Para maiores informações dirija-se a Funerária e Capela Anjo da Guarda; situada na rua: Sete de Setembro nº 601, Centro – Santiago – Em frente ao Hospital – Santiago – RS – ou pelos telefones (55) 3251 – 3973 - (55) 9912-0136 PLANTÃO 24 HORAS Um endereço Amigo nos momentos difíeis.

Estudo: se a fé fosse extinta, governo não conseguiria suprir benefícios de ações sociais de igrejas Um estudo inédito e relevante foi realizado pela Universidade de Georgetown, de Washington, DC (EUA) e descobriu que a fé movimenta, apenas no país, uma cifra de US$ 1,2 trilhão por ano. A novidade é que o estudo descobriu que, na ausência dos trabalhos promovidos pelas entidades religiosas, o Estado não teria condições de suprir essas ações, justamente por falta de recursos. O valor movimentado pela fé nos Estados Unidos – nação de ampla maioria cristã – é superior à receita das dez maiores empresas de tecnologia do país, incluindo Google, Apple e Microsoft, apontou o estudo. Para os pesquisadores que conduziram o estudo“Contribution of Religion to American Society: An Empirical Analysis” (“contribuição da religião a sociedade americana: uma análise empírica”, em tradução livre), “o setor da fé é, sem dúvida, um componente significativo da economia no geral, impactando e envolvendo a vida da maioria da população”. De acordo com informações do Gospel Herald, a movimentação financeira da chamada “economia da fé” seria equivalente à 15ª maior economia do mundo. O autor do estudo, Brian Grimm, presidente da Religious Freedom & Business Foundation (“fundação para a liberdade religiosa e negócios”, em tradução livre), afirmou que o

número dos valores movimentados através da fé foi conseguido através de relatórios anuais de organizações religiosas e outros dados nacionais, incluindo instituições de caridade em geral. Para Grimm, essas estatísticas são de extrema importância para expor o impacto positivo da fé na sociedade e contrapor a postura da mídia de retratar, sempre sob um viés negativo, todas as questões ligadas à religião, como em casos de escândalos sexuais ou intolerância. “Será que precisamos saber [do valor socioeconômico da religião] para apreciar o valor da fé? Claro que não. Mas numa época em que menos pessoas são levantadas nas congregações religiosas, precisamos mostrar uma perspectiva mais equilibrada sobre a fé do que pode vir através de manchetes diárias”, comentou Grimm. Hoje, os Estados Unidos têm uma população aproximada de 318 milhões de pessoas, sendo que mais de 150 são participantes ativos de comunidades de fé. Um levantamento do instituto Pew Research Center apontou que dois terços dos adultos praticantes de alguma religião fazem doações regulares de tempo, dinheiro ou bens aos pobres, através de suas respectivas comunidades ou diretamente. Nos últimos 15 anos, o valor em-

preendido pelas igrejas dos Estados Unidos em projetos sociais triplicou. Dentre as ações mais comuns estão programas de recuperação de abusos de álcool e drogas, prevenção do HIV/AIDS e aconselhamento e requalificação profissional para desempregados. “Imagine o que aconteceria se todo mundo acordasse e dissesse ‘eu não sou religioso e eu não quero participar de uma congregação’”, propôs Ram Cnaan, diretor do Program for Religion and So-

cial Policy Research da Universidade da Pensilvânia, chamando atenção para o impacto social e econômico da perda, direta, de 1,5 milhão de empregos, ocupados por pessoas que dedicam todo seu tempo a igrejas e outras entidades. “A influência da religião nos impacta positivamente a todos nós de maneira substancial e isso apenas contribui para a sociedade”, frisou Grimm. FONTE: Noticias Gospel


4

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

OUTUBRO/ 2016

NOTÍCIAS DA URI

Eleições 2016: URI Santiago sediou palestra e debate DCE agradeceu pelo auxílio de todos no evento

Na noite de quarta (14) a URI Santiago sediou a palestra “A história das relações de poder no Brasil como alicerce à construção do valor democracia”, com Rodrigo Milani Fett, analista da Justiça Eleitoral. A palestra foi organizada pelo Departamento de

Ciências Sociais Aplicadas. Após a palestra, teve início o debate com os candidatos à prefeitura, que, teve uma fala inicial da professora Michele Noal Beltrão, diretora acadêmica. Ela salientou alguns pontos importantes, como o fato do

URI Santiago classifica projetos Polo de Modernização Tecnológica do Vale do Jaguari apresentou dois projetos EDITAL DCIT 01/2016 - PROGRAMA DE APOIO AOS POLOS TECNOLÓGICOS CLASSIFICAÇÃO

Colocação

Universidade

Projeto

Nota Final

1

UFSM

Ensaio e desenvolvimento de sistemas fotovoltaicos para apoio ao setor de energias renováveis no RS

87,10

2

Fundação Maronna

Implantação de Centro de Validação Tecnológica e Treinamento de Boas Práticas em Bovinocultura de Leite

82,68

3

UNISINOS

Desenvolvimento de componentes a base de material polimérico para aumento da eficiência energética e acústica de habitações de interesse social

77,94

4

UFSM

Desenvolvimento de Equipamento para Descarga Automática de Produtos em Silos

77,88

5

FURG

Polo pesqueiro inovador

75,86

6

UNISINOS

7

UPF

8

UNIPAMPA

Correlação de dados geológico-geofísicos para a redução de custos no processo de modelagem geológica

73,58

9

UPF

Erva-mate como componente funcional no desenvolvimento de processos e produtos alimentares

72,18

10

UNIJUÍ

Avanços tecnológicos à produção mais eficiente e sustentável de aveia com qualidade à alimentação

70,74

11

UNIPAMPA

Exploração Integrada de Recursos Energéticos em Bacias Hidrográficas

69,18

12

UNISC

Controle biológico das principais pragas na cadeia produtiva do tabaco seco

68,62

13

URI

Desenvolvimento de metodologia para avaliação de condições ambientais pela ação dos meliponíneos - Jataí (Tetragonisca Angustula)

68,30

14

UNIJUÍ

Desenvolvimento de alimentos sem glúten a partir de grãos cultivados na região Noroeste do RS

68,24

15

Feevale

Desenvolvimento de materiais poliméricos alternativos para fabricação de formas para calçados e perfis da construção civil

67,82

16

URI

Aplicação de cinza casca de arroz granulada na agricultura

66,94

17

UNISC

Novas tecnologias para avaliação cardiopulmonar e metabólica, com vistas à qualidade de vida de adolescentes

66,72

18

UFPEL

Melhoria dos processos pós-colheita em industrialização para aumento da competitividade do arroz gaúcho

66,26

19

UNICRUZ

Metabolismo e imunidade no periparto de vacas leiteiras e sua influência na saúde e produtividade: tecnologias ao alcance do produtor

65,68

20

UNIVATES

Manejo de vinhedos: controle biológico e a influência sobre a produção de substâncias bioativas

62,56

21

UNIVATES

Tratamento anaeróbio de biomassas residuais com foco na geração de energia renovável

62,16

22

UNICRUZ

Batata-doce: uma alternativa para a agricultura familiar

61,18

23

UFPEL

Produção de leite orgânico na região sul: ações preliminares com vistas à implementação

61,16

24

UCS

Desenvolvimento do processo e do produto: Estratégia de inovação para o APL moveleiro

60,30

25

Feevale

Usos tecnológicos de resíduos agrícolas da região do Vale do Sinos

60,18

26

UCS

Compósitos geopoliméricos para aplicações aeroespaciais

58,36

27

FURG

Energia solar para aumento da produtividade de camarão em cultivo multitrófico na região Sul

58,16

28

URI

Núcleo de soluções para cidades inteligentes

57,44

29

UCS

30

UCS

31

URI

Geração de carvão ativado e bio-óleo empregando como matéria-prima palito residual do processamento da erva-mate

52,30

32

UCS

Ações de pesquisa e extensão em agricultura de precisão através do modelo implantado pelo projeto Vitrine Tecnológica para os Campos de Cima da Serra

51,20

33

UCS

Produção de biocombustíveis e derivados a partir da conversão termoquímica de Capim Elefante

50,96

34

URI

Centro de inovação em manejo, conservação e regeneração dos solos da região do Vale do Jaguari – RS

35

UNIJUÍ

Desenvolvimento de produtos a base de plantas medicinais para tratamento animal e agronômico

36

UPF

Utilização de materiais compósitos pela indústria metal-mecânica para aplicações aeroespaciais e da saúde

37

URI

Desenvolvimento de salame empregando antioxidante natural: alternativa de inovação para agroindústria familiar

38

URI

Manejo do solo e de plantas para aumentar o valor agregado da fruticultura na agricultura familiar

Segurança contra incêndio das edificações: desenvolvimento de alternativas para selagem passiva de paredes de compartimentação e de portas corta-fogo com menor energia de produção incorporada Melhoramento genético e biotecnologia no fortalecimento da cadeia produtiva da batata na região norte/nordeste do Rio Grande do Sul

Potencialidades e limitações da expansão da fronteira agrícola no cenário edafoclimático e hidrológico na região dos Campos de Cima da Serra Agricultura de Precisão: Desenvolvimento de sistemas de liberação prolongada de feromônios, a partir de nanopartículas, para o controle de insetos-praga

No edital 01/2016, a URI Santiago, através do PMTVJ - Polo de Modernização Tecnológica do Vale do Jaguari, apresentou e classificou os dois projetos a que tinha direito. Conforme o gestor do polo, professor Clovis Ben Brum, ambos buscam recursos da ordem de um milhão de reais cada um. Saiba quais são os projetos:

DCE ter organizado este debate, que, foi instigado pelo candidato do Partido dos Trabalhadores, Antonio Carlos Rosa Bueno e que, por motivo de força maior, não pode estar presente no debate. A mediação do debate foi do professor do curso de Direito, Fernando Hoffmann, que inclusive é eleitor da cidade de Santa Maria. Participaram os candidatos Guilherme Bonotto e

Tiago Gorski Lacerda. Na organização, o DCE teve o apoio dos seguintes cursos: Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Contábeis e Direito. A atividade foi assistida pelos diretores da instituição, coordenadores de cursos, professores, funcionários, alunos, comunidade, como também, membros dos partidos/coligações.

75,60 74,84

57,20 56,40

45,60 Desclassificado conforme item 3.2. Desclassificado conforme item 3.2. Desclassificado conforme item 7.5. Desclassificado conforme item 7.5.

Classificado em 13 no edital 01/2016: - “Desenvolvimento de Metodologia para Avaliação de Condições Ambientais pela Ação dos Meliponíneos”. Coordenador prof. Dr. Attus Pereira Moreira Classificado em 34 no edital 01/2016: - “Centro de Inovação em manejo, conservação e regeneração dos solos da região do Vale do Jaguari- RS”. A coordenação é do prof. Dr. Claiton Ruviaro

Curso de Enfermagem foi estrelado Curso estará no GE Profissões Vestibular 2017 A Editora Abril divulgou que o curso de Enfermagem da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - Santiago foi estrelado na avaliação de cursos superiores realizada pelo Guia do Estudante (GE) no ano de 2016 e constará da publicação GE Profissões Vestibular 2017, que passa a circular nas

bancas a partir do dia 14 de outubro. “Tenham certeza que este resultado vem do compromisso de todos os envolvidos com o curso de Enfermagem”, disse a coordenadora, professora Patricia Bitencourt Toscani Greco Abaixo, veja o selo de qualidade referente à avaliação.


OUTUBRO/ 2016

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

5

Amor de Deus ! “O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei” ( Jo 15:12) 1.EROS (físico, sexual): Eros é um amor que toma. Expressões que caracterizam o amor Eros: • Você me faz bem; • Você é meu/minha; • Você é lindo (a); • Você me pertence; • Teu corpo é perfeito; • Eu amo você porque você me faz feliz. • “O amor é cego” Por exemplo, Eros está representado no livro de Cantares (onde Salomão deleitava-se com a beleza de sua amada) e na tradução de Provérbios 7:18, onde uma prostituta faz o seguinte apelo: “Vem,embriaguemo-nos com as delícias do amor, até pela manhã”. Nesse versículo, “amor” é uma representação para Eros. A primeira palavra grega é Eros. Aparece com freqüência na literatura grega secular, mas não na Bíblia. Eros é o amor totalmente humano, carnal, voltado para o sexo. Daí a nossa palavra ERÓTICO. 2.PHILOS (amizade): Relacionam-se com a alma, mais do que com o corpo. Lida com a personalidade humana – o intelecto, as emoções e a vontade. Envolve compartilhamento mútuo. Em português, a palavra mais próxima é amizade. A forma nominal é usada apenas uma vez no Novo Testamento (Tg 4.4), mas o verbo “amar”, no sentido de “gostar”, e o adjetivo “amável” são usados muitas vezes. Este é o grau de afeição que Pedro disse ter por Jesus quando este lhe perguntou, “Simão, filho de João, tu me amas?”. O pescador respondeu: “Sim, Senhor, tu sabes que te amo”. No original grego, o sentido é: “Sim, Senhor, tu sabes que gosto de ti, que sou teu amigo” (Jo 21. 15,16). Neste nível, o amor é menos egoísta, mas ainda contempla o prazer, a realização e os interesses pessoais. Não deveria, mas... Normalmente, desenvolvemos amizades com pessoas cujas características nos agradam, cujos interesses intelectuais e gostos compartilhamos. Desejamos e esperamos que estes relacionamentos sejam agradáveis e nos beneficiem de algum modo. Damos, sim, amizade, atenção e ajuda, mas com alguma motivação egoísta. Mesmo assim, philos é um nível de amor mais elevado do que Eros. Nesse nível, “nossa” felicidade é mais importante do que “minha” felicidade. Muitos casamentos comparativamente felizes são construídos nesse nível. É muito bom quando marido e mulher são amigos. Alguns maridos e esposas dizem que se amam, mas, no dia a dia, nem amigos eles são. Prova disto é que não têm sequer prazer e empolgação com a companhia, os interesses e assuntos um do outro. Um casamento não pode sobreviver a menos que cresça pelo menos até ao nível do philos. Se você é jovem e está pensando em se casar, você deve tomar tempo para verificar se gosta realmente da pessoa com quem você pretende se unir para o resto da vida. Seguramente, essa pessoa tem defeitos, características e hábitos que poderão irritá-lo ou mesmo exasperá-lo no dia a dia da vida conjugal. Você vê mais virtudes do que defeitos e gosta dessa pessoa o bastante para perdoá-la, ajudá-la e fazê-la feliz? Provavelmente você já ouviu esta frase romântica: “O amor é cego!” Cuidado! O único amor cego é o Eros. Esse tipo de amor realmente fecha os olhos para as faltas, ri dos defeitos e racionaliza os problemas potenciais (a menos que a pessoa amada não seja interessante em seu aspecto físico). Philos, por outro lado, honestamente encara os defeitos e decide se eles podem ser superados pelas virtudes. Philos é o meio caminho do amor verdadeiro Philos é um amor que troca. É um “amor” um tanto quanto egoísta. O amor do tipo Philos não é um amor que doa; sempre espera algo em troca. Expressões que caracterizam o amor philos: • metade da laranja; • ele/ela me completa; • ele/ela pensa como eu; • ele/ela me ajuda em casa; • ele/ela me dá presentes; • Gostamos das mesmas coisas; • Fazemos muitas coisas juntos; 3.STORGE (familiar): Chamaremos esse amor de “amor da tia Maria”. Amamos tia Maria e tentamos ajudá-la, não com base na atração física (Eros) dela, mas porque ela é a nossa tia Maria. Ela pode ficar velha, surda e meio-cega, mas ainda é a nossa tia Maria. Um excelente exemplo desse tipo de lealdade encontra-se em 2 Sm21:10 e 11, onde “Rispa montou guarda ao lado dos corpos de seus dois filhos e outros

parentes, espantando dali aves de dia e animais do campo à noite”. É o amor mais relacionado à família ( Rm 12.10) Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. O desaparecimento desse amor é mencionado em Rm 1.31 – insensatos, pérfidos, sem afeição natural e sem misericórdia e 2 Tm 3.3 – sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons. O AMOR FAMILIAR – num certo sentido todos somos filhos de Adão, porém nem todos somos filhos de DEUS, somente os nascidos de novo, regenerados pelo poder da Palavra de DEUS, assim a família de DEUS só é formada por salvos em CRISTO. 4.ÁGAPE (Amor Incondicional): Chamaremos, portanto, o amor ágape de “amor chuva-sobre-justos-e-injustos”. Deus não isola pequenas áreas onde estão as pessoas boas e faz chover somente ali. Ele deixa a chuva cair sobre os maus também. A ilustração clássica desse tipo de amor encontra-se na história do bom samaritano (Lc 10:29–37), que é contada para ilustrar o amor (ágape) ao próximo (v. 27). Quando o samaritano olhou para o homem ferido e sangrando, não houve atração física (Eros). O homem que havia sido açoitado não era um ente ou conhecido querido; os judeus e os samaritanos se odiavam (não tinham amor storge). O homem deixado à beira da estrada não era um amigo; ele não tinha nada para oferecer; não havia possibilidade de ação recíproca (philos). Qual seria a única motivação possível para o viajante ajudá-lo? Ele era semelhante, um ser humano e o bom samaritano disse, em outras palavras: “Por isso eu vou ajudá-lo”. Isto é amor ágape. Esse tipo de amor não espera nada em troca. Há quem diga: “Mas isto não é possível, não é humano!” Tem razão. Ninguém pode amar desse jeito... a menos que Deus lhe dê esse tipo de amor. Ágape é amor divino! Jesus e os apóstolos usaram este substantivo (e o verbo correspondente) quando se referiram ao amor de Deus. (Jo 3.13; Rm 5.8; I Jo 4.8-10). O Novo Testamento nos ensina também que quando nós nos arrependemos dos nossos pecados e cremos em Cristo, recebendo-o como nosso Salvador e Senhor, Deus derrama seu amor em nosso coração (Rm 5.5). A partir daí, espera-se que o amor de Deus se manifeste através de nós, nos nossos relacionamentos, principalmente com o cônjuge. (Ef 5.25 e Tt 2.3-4). Isto não é fácil... Todos queremos ser amados... Fazemos de tudo para conseguir um pouco de amor... E o que acontece? Nossos esforços neste sentido acabam dificultando ainda mais as coisas; talvez até afastem de nós a pessoa cujo amor tanto almejamos. A duras provas descobrimos que é preciso amar primeiro com amor ágape! Em I Jo 4, há várias referências ao amor de Deus por nós e recomendações para nos amarmos também uns aos outros. Nesse contexto, o apóstolo explica porque ou como isto é possível: “Nós amamos porque Deus nos amou primeiro” ( I Jo 4.19). O amor de Deus por nós ensina-nos a amar ou gera amor em nosso coração. Deus nos ama como somos, a despeito da nossa pecaminosidade, das nossas atitudes e atos egoístas. Refletindo sobre isto, observando e agradecendo as manifestações diárias do seu amor, aprenderemos a amar de verdade. Além disso, o Espírito Santo faz alguma coisa sobrenatural em nosso coração... “O fruto do Espírito é amor...” (Gl 5.22). Só assim, seremos capazes de amar, no sentido mais elevado e nobre do termo. Note que esse amor não é um esforço que fazemos porque é a única maneira de conseguirmos que certa pessoa nos ame. Esse Amor, o Amor de verdade: • É ordenado por Deus para nos induzir. • É exemplificado por Deus para nos ensinar. • É produzido por Deus para nos capacitar. O marido ou esposa que ama assim não tenta mudar o cônjuge, não cobra dele o amor desejado. Simplesmente ama, sem cobrar nada em troca. Entretanto, assim como “nós amamos porque Deus nos amou primeiro”, o cônjuge amado, mais cedo ou mais tarde, responderá com amor. O princípio é simples: amor gera amor! Outras passagens ensinam esta mesma verdade ( Lc 6.38; Gl 6.7). Ágape é o Amor que dá, de graça; dá tudo e não espera nada em troca. Frases típicas: • Eu te amo (sem um por que). • Você precisa ficar internado algum tempo, porque eu te amo (numa clínica de drogas, ou até mesmo preso) – chamados por uns de “amor firme”; • Eu te amo e por isso você precisa de correção ( Hb 12:6); • “Vai doer mais em mim do que em você” – sem o sentido pejorativo. Que Deus tenha misericórdia dessas pessoas, pois estão ultimamente sendo joguete nas mãos da mídia dos senhores do mundo e de satanás. Amém


6

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

OUTUBRO/ 2016

Aniversariantes :

Palavra do Pastor Pr. Almarindo M. da Costa Pr. Presidente SETE PRÁTICAS HONRÁVEIS QUE GARANTEM AS BENÇÃOS DE DEUS 1. A PRÁTICA DE LER E OUVIR DA PALAVRA DE DEUS “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar que maneja bem a Palavra da Verdade.” (II Tim. 2.15) “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Deus”. (Rm. 10.17) 2. A PRÁTICA DE OBEDECER A PALAVRA DE DEUS “Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele de dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.” (Js.1.8) 3. A PRÁTICA DE BUSCAR SABEDORIA DIARIAMENTE PARA RECEBER ORIENTAÇÃO PESSOAL “A sabedoria é a coisa principal; adquire, pois, a sabedoria; sim com tudo o que possuis, adquire o conhecimento.” (Pv. 4.7) 4. A PRÁTICA DE IR A IGREJA “Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns; antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais quanto vedes que se vai aproximando aquele dia. (Hb. 10.25)” 5. A PRÁTICA DE LOUVAR E ADORAR A DEUS “Dai ao Senhor, ó filhos dos poderosos, dai ao Senhor glória e força. Dai ao Senhor a glória devida ao Seu Nome; Adorai o Senhor na beleza da Sua santidade” (Sl. 29.1-2) 6. A PRÁTICA DE ORAR DIARIAMENTE “Daniel, pois, quando soube que a escritura estava assinada, entrou em sua casa. (Havia em seu quarto janelas abertas da banda de Jerusalém) e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como também antes costumava fazer.” (Dn. 6.10) “Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai, que vê o que está oculto, e teu Pai, que vê o que está oculto, te recompensará.” (Mt. 6.6) 7. A PRÁTICA DE ENTREGAR OS DÍZIMOS DE CADA PAGAMENTO QUE RECEBER “Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das arvores do Senhor: santas são ao Senhor. No tocante a todas as dízimas de vacas e ovelhas, de tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao Senhor.” (Lv. 27.30-31) “Honra ao Senhor com a tua fazenda e com as primícias de toda tua renda; e se encherão os teus celeiros abundantemente, e transbordarão de mosto teus lagares.” (Prov. 3.9-10) “Trazei todos os dízimos a casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós uma benção tal, que dela vos advenha a maior abastança.” (Ml. 3.10)

Felipe Mattos

Felix Junior

Nossa Banda no Desfile de 7 de Setembro


OUTUBRO/ 2016

7

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

Encontro de Gaiteiros na Cong. Carlos Humberto

Dias dos Pais com a Presença do Ev. Gelson Maciel

Pr. Joel - Sede

Sede

Pr. Manoel Chaves - Sede Irmãos de Mata - Sede


8

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

OUTUBRO/ 2016

A grande Importância das Crianças Louvarem à Deus ! Um dos meios mais eficazes de ensinar à criança uma verdade bíblica é através dos cânticos. Neste artigo, vamos identificar como os cânticos podem ser eficientes na aula para EBD Infantil. Algumas igrejas e professores negligenciam esta possibilidade e alguns acabam oferecendo às crianças músicas de adultos, pois não conhecem a grande variedade de cânticos evangélicos infantis. Basta uma rápida procurada pela internet para encontrar inúmeros álbuns infantis. O ideal é que os cânticos sejam preparados adequadamente para cada faixa etária. É através dos cânticos que podemos fazer que a criança entenda mais facilmente alguns conceitos básicos do cristianismo. Além disso, ensinamos diretamente a importância da adoração para o cristão. Podemos aproveitar este momento para explicar às crianças por que existem cânticos de agradecimento, outros exaltam as qualidades de Deus e assim por diante. Os salmistas cantavam para adorar a Deus. Através dos cânticos, conseguiam acalmar corações perturbados e fazer pedidos urgentes de oração. Na aula, alguns cânticos devem ter estes mesmo propósitos. Infelizmente, com o tempo, muitos professores acabam escolhendo os cânticos aleatoriamente, para seguir um protocolo e não percebem que estão desperdiçando uma ótima oportunidade de falar de Deus às crianças de uma forma diferente e eficaz. Por que devemos cantar? 1.É bíblico. Colossenses 3:16 e Salmo 47:6;7 2.Faz parte da vida natural da criança. Elas cantam enquanto brincam, ficam na fila, desenham… 3.A música alcança a mente da criança, o coração e a vontade 4.É uma forma de comunicar e ensinar verdades bíblicas 5.É mais fácil de fixar um ensina-

mento 6.A criança participa da aula 7.Trata-se de uma adoração Como escolher os cânticos Em primeiro lugar devemos analisar se o cântico é bíblico. Este primeiro critério para escolhermos uma canção é ver se a letra está de acordo com a Bíblia. Se possível associe um versículo com cada cântico. Assim, você terá certeza que você estará cantando algo coerente com a Palavra de Deus. Ao selecionar seus cânticos em sua aula para EBD Infantil, escolha os cânticos de acordo com o nível e a idade das crianças da igreja infantil. Para crianças com pouca idade, o ideal são músicas com muitos gestos e bem repetitivos. Evite cânticos muito poéticos ou abstratos como “meu cálice feliz transborda”, “Castelo Forte é nosso Senhor e bom refúgio”. Se for inevitável escolher músicas com linguagem figurada, explique o significado de expressões como essas. Deve haver um propósito com a

A sábia e velha coruja ...o que modera os lábios é prudente. —Provérbio 10:19 Anos atrás, um escritor anônimo compôs um curto poema sobre as vantagens de medirmos nossas palavras. Uma sábia e velha coruja sentou-se sobre um carvalho; Quanto mais via, menos falava; Quanto menos falava, mais escutava; Por que não podemos todos ser iguais a esse sábio e velho pássaro? Existe uma relação entre a sabedoria e o limite sobre o que dizemos. O livro de Provérbios 10:19 alerta: “No muito falar não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente.” Somos sábios ao tomar cuidado com o que dizemos ou com o quanto dizemos em certas situações. Faz sentido guardar as nossas palavras quando estamos zangados.

Tiago recomendou aos seus colegas cristãos: “…Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar” (Tiago 1:19). Refrear as nossas palavras também demonstra reverência a Deus. Salomão falou: “…Deus está nos céus, e tu, na terra; portanto, sejam poucas as tuas palavras” (Eclesiastes 5:2). Quando outras pessoas estão sofrendo, a nossa presença silenciosa pode ajudar mais do que muitas expressões de solidariedade. “…e nenhum lhe dizia palavra alguma, pois viam que a dor era muito grande” (Jó 2:13). Embora haja momentos de ficarmos em silêncio e momentos de falarmos (Eclesiastes 3:7), optar por falar menos nos permite ouvir mais.Que seu discurso seja melhor que o silêncio; caso contrário, permaneça silente.

aula. Os cânticos a serem cantados devem ter um propósito para aquele dia, ou um objetivo claro, como por exemplo: -ensinar os livros da Bíblia -ressaltar a importância de orar -pedir a benção para nossa família -agradecer a Deus -acalmar os corações O professor do departamento infantil também deve observar a melodia. A música infantil deve ser fácil de ser cantada por qualquer criança. As canções que exigem um tom mais alto, agudo, baixo, podem dificultar a aprendizagem. Não deve ter vários ritmos, quebras, ou melodias. A criança deve gostar da música cristã infantil. Alguns professores escolhem o cântico porque ele, o professor, gosta, mas nem sempre a criança se identifica com aquele cântico, ou mesmo uma turma pode ter um gosto diferente de outra. Ao gostar de uma música, a criança irá cantá-la em casa, na escola…

A escolha de cânticos que tenham relação com a aula para EBD Infantil facilita o aprendizado. Usando os cânticos durante a aula O cântico deve ensinar algo sobre aquele momento. Ao orar, cante algo que mostre o poder da oração e sua importância. Após a lição, cante algo que reforce a mensagem da lição, de acordo com o objetivo traçado para aquela aula. Na oferta e no final da aula, deve-se cantar algo sobre agradecimento ou algo que ressalte as qualidades de Deus. No início da aula também é recomendável um período de cântico.Antes de iniciar a cantoria, você deve explicar o que estão cantando e leia, pelo menos, uma vez o cântico sozinho(a) para a classe, antes que todos cantem juntos. Use a mesma canção diversas vezes para que elas memorizem o cântico, mas não use somente as mesmas músicas. Fonte : http://www.materialgospel.com.br/a-importancia-de-canticos-na-aula-para-ebd-infantil/


OUTUBRO/ 2016

9

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

PÁGINA DA MULHER

por Rosani Franco

O VALOR DA MULHER CRISTÃ “Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis. 11 O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo. 12 Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida. 28 Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva.” (Provérbios 31:10-12,28) Nos nossos dias, principalmente entre adolescentes - e talvez até mesmo entre nós adultos - “ter valor” é ser bonita, ter os cabelos longos e bem cuidados, se vestir bem e na moda, usando roupas de marcas famosas, ser alta, magrinha, fazer parte de uma família influente, saber usar “palavras espirituais corretas, na hora certa e com entonação

adequada”. Ela tem que se destacar tanto que qualquer pessoa, por exemplo, num Shopping Center, a apontaria como uma pessoa de valor e que tem auto-estima. Mas Deus não pensa assim. Ele me ama e me valoriza independente da minha aparência física; Ele me ama e me valoriza apesar das minhas inseguranças; Ele me ama e me valoriza porque um dia aceitei Seu Filho, Jesus Cristo, como Senhor e Salvador de minha vida e me tornei parte de Sua família. Realmente, Deus me considera uma”mulher de valor”. “A mulher de Deus tem auto-estima. O primeiro ingrediente para uma boa auto-estima é saber que ‘eu tenho valor’. A mulher de Deus sabe que é preciosa e

tem valor porque Jesus Cristo está em sua vida. Ela entregou sua vida para viver na presença dEle.” Além do mais, ela é o templo do Espírito Santo. E vejam como devemos nos sentir seguras: é o próprio Deus que nos diz em Zacarias 2:8: “... porque aquele que tocar em vós toca na menina do seu olho.” Existe amor maior do que este? Com certeza, Deus cuida de nós e nos considera “mulheres de valor”. Tente responder em seu coração as seguintes perguntas: 1- Quais são as áreas de sua vida que você sabe que agradam a Deus e que a torna um “mulher de valor”? 2- Que coisas você gostaria que acon-

tecessem em sua vida para transformá-la em uma “mulher de valor”? 3- O que Mateus 10:29-31 lhe diz? (Ele diz que não devo temer, pois eu tenho muito valor para Ele.) 4- E também o Salmo 17:8 o que lhe diz? (Que é Ele, o próprio Deus, que me guarda e me esconde debaixo da sombra de Suas asas.) O mundo olha para as pessoas, sua influência, sua origem, popularidade. Deus, que é o Deus de honra, de verdade e de valor e que nos criou a Sua imagem e semelhança, me vê como uma “mulher bela aos Seus olhos”, como uma “mulher de honra” e como uma “mulher de valor”.

Foi Cristo Que Valorizou A Mulher Eu e você que somos crentes no Senhor Jesus, que um dia O aceitamos como Senhor e Salvador de nossa vida, temos “uma herança de mulheres de Deus, que conheceram Cristo pessoalmente.” Na época de Jesus, as mulheres não tinham muito valor. O “valor da mulher” era questionado pelos homens e eles “negavam-lhe respeito e privilégios na política, no casamento, na economia, na educação e na religião. Com Jesus era diferente. Ele pensava mais no valor da mulher do que no Seu próprio valor. “As mulheres judias nunca eram ensinadas em público - exceto por Jesus. Um comerciante judeu nunca daria um troco de volta na mão de uma mulher, com medo de tocá-la e ser contaminado, mas Jesus tocou as mulheres para curá-las. Em muitas ocasiões, Jesus revelou grandes verdades primeiro às mulheres. A ressurreição, sobre a qual se baseia o Cristianismo, foi revelada primeiro a uma mulher.” Na igreja do primeiro século, as mulheres eram respeitadas e se destacavam no trabalho do Senhor. Irmãs, SER é mais importante do que FAZER. Você quer ser uma “mulher de valor”, uma mulher “bela aos olhos de Deus”? Então: *Coloque Deus em primeiro lugar em sua vida; *Seja uma mulher de oração. Ore por seu marido que, depois de Deus,deve ser a pessoa mais importante de sua vida; ore por seus filhos, seus pais, seus irmãos... Converse com Deus e abra seu coração, derrame o seu espírito aos pés do Senhor; *Seja uma mulher que lê a Bíblia, diariamente;

*Seja uma mulher que louva ao Senhor de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento. *Finalmente, seja uma “mulher de valor” diante de Deus, do seu marido e dos seus filhos. Provérbios 31:28 diz: “Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva.” Lia (Gênesis 29:17) “Lia tinha olhos tenros, mas Raquel era de formoso semblante e formosa à vista.” Lia foi a primeira esposa de Jacó. A segunda foi sua irmã Raquel. Lia não era bonita, nem a esposa preferida. Ela foi destinada a viver à sombra de sua bela irmã que era a mais amada por Jacó. Além de ser menos atraente que sua irmã, Lia - cujo nome significa “cansada” ou “enfraquecida por doença” - também tinha um defeito físico. Ela era considerada uma mulher defeituosa, mas amava o Senhor e, aos olhos dEle, ela era uma “mulher de valor”. 1 Pedro 3:3-4 nos diz que: “O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de jóias de ouro, na compostura dos vestidos; Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus.” Graças a Deus que Ele nos diz em Sua Palavra que a beleza interior é de grande valor diante dEle. Quer ser, então, “uma mulher de valor”? Tenha um espírito manso e quieto para que Deus a tenha como uma “mulher preciosa”, “uma mulher de valor” diante dEle. Você quer, realmente, de todo o seu coração ser “uma mulher de valor”? Então: 1- Cultive a beleza de seu coração, procure enfeitá-lo, adorná-lo e seguir os passos de Jesus tendo um caráter piedoso.

2- “Aprimore a beleza de um espírito sereno e gentil. Este é o seu ornamento mais precioso. Deus valoriza a graça de um espírito calmo e tranqüilo e não roupas e jóias caras.” 3- Valorize seu interior, pois é somente a Deus que você deve honrar.” Felizmente a Bíblia nos diz em 1 Samuel 16:7 o seguinte: “Porém o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.” Então, irmãs, se quero ser uma “mulher de valor” aos olhos do Senhor tenho que trabalhar o meu interior dedicando uma parte do meu dia a Deus, conversando com Ele através das minhas orações e Ele conversando comigo através da Bíblia. *Como crente no Senhor Jesus, posso dizer que tenho “valor” porque Jesus mor-

reu por mim e me perdoou de todos os meus pecados. *Eu tenho “valor” porque Deus me aceita do jeito que eu sou (gorda, magra, alta, baixa, doente, sadia, com problemas, sem problemas, com defeitos ou sem defeitos). *Eu tenho “valor” aos olhos de Deus e ainda sou uma “mulher especial”. *Eu tenho “valor” porque de hoje em diante quero ser uma “mulher dedicada a ele”, firme na Sua Palavra, que conversa com Ele, diariamente, em meu lugar de refúgio (orando), que obedece, que se submete, que ama o marido sendo sua cooperadora, que ama seus filhos encorajando-os, orientando-os, disciplinando-os e acima de tudo conduzindo-os nos caminhos do Senhor, que transforma a casa em um lar onde o marido e os filhos têm prazer em repousar, que cresce espiritualmente a cada dia, que encoraja e que em tudo só visa agradar a Deus.

Oração Senhor Deus, meu Pai, obrigada por Teu tão grande amor enviando Teu único filho, o Teu filho unigênito Jesus, para morrer em meu lugar. Jesus morrer por mim, Senhor, é realmente um ato de amor que me dá a certeza que aos Teus olhos sou uma “mulher de valor”. Obrigada por teres tocado em meu coração e por teres aberto os meus olhos para que eu me tornasse uma “mulher de valor”. Que eu viva, Senhor, de acordo com as Tuas prioridades. Que eu não só seja dedicada a Ti mas que eu O ame e viva para Ti. Que eu possa honrar meu marido e instruir meus filhos nos Teus caminhos. Que eu saiba como transformar a minha casa em lar aconchegante e ornamentada com um coração que Te ama. Que eu cresça, espiritualmente, a cada dia, lendo a Tua preciosa Palavra e pondo em prática Teus ensinamentos. Que Tu possas abençoar o meu ministério que tão amorosamente me deste. E, que eu possa, diante de Ti, ser uma “mulher bela aos Teus olhos”, uma “mulher de honra”, uma “mulher segundo o Teu coração”, uma “mulher de valor”. Em nome do Senhor Jesus, Amém!


10

“ As pessoas estão perdendo as suas vidas, porque nós não estamos dispostos a doar as nossas.”

Refeição medieval Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar! Mais que o mel à minha boca. — Salmo 119:103

Em um dos seminários, preparamos diversos alimentos que eram comuns nos tempos medievais. Usamos o pilão e o socador para triturar a canela e frutas para fazer geleias. Cortamos cascas de laranja e as tostamos com mel e gengibre para produzir um petisco doce. Esmagamos amêndoas com água e outros ingredientes para criar um leite de amêndoa. E, finalmente, preparamos frangos inteiros e arroz para servir como prato principal. Ao provarmos esses pratos, apreciamos a deliciosa experiência culinária. No que diz respeito ao alimento espiritual para a nossa alma, Deus nos deu um cardápio variado que podemos mastigar e saborear. Ao fazer isso, pode-

mos ser plenamente satisfeitos. Os livros históricos, a poesia, a literatura de sabedoria, a profecia e outras partes da Bíblia nos fortalecem quando estamos fracos, dando-nos sabedoria e encorajamento, e nos alimentam para a jornada de cada dia (Salmos 19:7-14; 119:97104; Hebreus 5:12). Como o salmista nos diz: “Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar! Mais que o mel à minha boca” (Salmo 119:103). Portanto, o que você está esperando? Deus colocou um banquete de alimentos espirituais deliciosos à nossa disposição e nos convida a vi e cear. Todos nós estamos convidados! A Bíblia é o pão da vida, e ele nunca resseca.

Sendo conhecido ... Disse: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado. —Salmo 32:5

Um dos conflitos interiores mais difíceis que temos é o desejo de ser conhecido versus o medo de ser conhecido. Como seres criados à imagem de Deus, fomos feitos para sermos conhecidos — por Deus e pelos outros também. Contudo, em função da nossa natureza caída, todos nós temos pecados e fraquezas que não queremos que outros tenham conhecimento. Usamos a expressão “lado sombrio” para nos referir aos aspectos ocultos da nossa vida. E usamos slogans como “passe uma boa impressão” para estimular outros a mostrar o seu melhor lado. Um motivo pelo qual não estamos dispostos a nos arriscarmos ser conhecidos é por temermos a rejeição e a zombaria. Mas, ao descobrirmos que Deus nos conhece, nos ama e está disposto a nos per-

doar até mesmo com relação à pior coisa que tenhamos feito, nosso temor de ser conhecido por Deus começa a desaparecer. E, quando encontramos uma comunidade de cristãos que entende o relacionamento dinâmico entre perdão e confissão, nos sentimos seguros para confessar os nossos pecados uns aos outros (Tiago 5:16). A vida de fé não se limita apenas em demonstrarmos o nosso lado bom. Envolve expor o nosso lado sombrio à luz de Cristo por meio da confissão a Deus e aos outros também. Desta maneira, podemos receber a cura e viver na liberdade do perdão. A voz do pecado pode ser alta, mas a do perdão é mais alta ainda. —D. L. Moody

OUTUBRO/ 2016

Enraizado ...Fez Joás o que era reto perante o Senhor todos os dias do sacerdote Joiada. —2 Crônicas 24:2

Joás provavelmente se sentiu confuso e assustado quando soube das obras perversas de sua avó Atalia. Ela havia assassinado os irmãos dele para usurpar o poder ao trono de Judá. Mas o bebê Joás fora escondido em segurança pelos tios durante seis anos (2 Crônicas 22:10-12). À medida que ele crescia, desfrutava do amor e da instrução de seus cuidadores. Quando estava com apenas 7 anos, o menino foi coroado rei secretamente, e a avó foi destronada (23:12-15). O jovem rei Joás tinha um conselheiro sábio ao seu lado — seu próprio tio Joiada (22–25). Joás era um dos raros “bons reis” de Judá, e, enquanto seu tio viveu, ele obedeceu ao Senhor agin-

do corretamente (24:2). Porém, assim que o seu tio não estava mais ali para ensinar e dar o exemplo, Joás sucumbiu, e a vida dele terminou mal (24:1525). Parece que as raízes de sua fé não eram profundas. Ele até começou a adorar ídolos. Talvez, a “fé” de Joás fosse mais do seu tio do que dele próprio. Outras pessoas podem nos ensinar os princípios da sua fé, mas cada um de nós deve vir individualmente com fé duradoura e pessoal em Cristo. Para que a fé seja verdadeira, ela deve se tornar pessoalmente nossa. Deus nos ajudará a andar com Ele e a criar raízes e nos firmarmos na fé (Colossenses 2:6,7). A fé que continua até o fim testifica de que era genuína em seu início.

Conte a Sua história Rendei graças ao Senhor, invocai o seu nome, fazei conhecidos, entre os povos, os seus feitos. —1 Crônicas 16:8

Quando o reconhecido autor Studs Terkel estava procurando um tema para o seu próximo livro, um de seus amigos sugeriu “morte”. Embora ele estivesse resistente a princípio, a ideia pouco a pouco começou a tomar forma, e tornou-se real demais quando aos 60 anos a esposa do Sr. Terkel faleceu. Agora, o livro também representava uma busca pessoal: o desejo de saber o que há além, para onde sua amada tinha acabado de partir. As páginas do livro dele são um lembrete pungente de nossa busca por Jesus e das questões e preocupações que temos sobre a eternidade enquanto caminhamos em nossa jornada de fé. Sou agradecido pela garantia que podemos ter de que estaremos com Jesus após morrermos, se tivermos confiado ne-

le para perdoar os nossos pecados. Não há esperança maior. Hoje, é um privilégio compartilhar essa esperança com a maior quantidade possível de pessoas. O apóstolo Pedro nos encoraja: “…sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós […] com mansidão e temor…” (1 Pedro 3:15,16). Recebemos a oportunidade de Deus, como disse Davi, de invocar “…o seu nome, fazei conhecidos, entre os povos, os seus feitos” (1 Crônicas 16:8). As histórias de tantas pessoas que amamos ainda não terminaram, e o privilégio de lhes contar sobre o amor de Jesus é o bem mais precioso. Que os nossos dias sejam repletos do desejo — e das oportunidades — de contar a nossa história com Jesus.


OUTUBRO/ 2016

11

“ O Amor suporta tudo, mas não aceita tudo, pois o que tudo se aceita, não é Amor, mas omissão.”

Conhecendo o poder de Deus provocado pela oração

Embora algumas pessoas ainda não consegue acreditar, mas mesmo não acreditando a oração tem poder , que até mesmo pode transportar montes, nada é impossível para Deus, pois se trata de um Deus Onipotente, ou seja, tem todo o poder, e este poder Deus pode nos conceder através da oração, basta pedir em nome de Jesus, a fim de que o Filho revele a natureza gloriosa do Pai, portanto é bom lembrar que a oração tem como finalidade exaltar e glorificar a Deus por esta causa, algumas pessoas pede e não recebe. Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Tiago 4:3 . Deus conforme nos revela em Isaías 59:16 ficou espantado por não encontrar nenhum intercessor nos tempos em que Isaías exercia seu ministério profético, talvez o povo estavam preocupados demais pra fazer intercessões, que é uma das categorias de oração, é muito importante interceder para o povo diante de Deus, fazendo isto estaremos cumprindo um dos maiores mandamentos de Deus que é Amar o próximo como a nós mesmos. Encontramos alguns homens que podemos chamar de intercessores do povo. Como Abraão que intercedeu em prol do seu sobrinho Ló e para os moradores de Sodoma e Gomorra, que mais tarde foram destruídas por não haverem ali apenas dez justos, mas somente Ló e suas filhas foram salvas já

que a esposa de Ló olhou para trás e a ordem era não olhar para trás, sendo convertida em uma estátua de sal. Este poder que encontramos na oração é o próprio poder de Deus provocado pela oração, vemos este poder quando: Ezequias se vê afrontado e ameaçado pelo rei da Assíria, pois o exército assírio era muito forte e tinham derrotados grandes reinos, e o povo de Deus nem ao menos tinha um exército para lutar, mas Ezequias usa sua arma secreta chamada: “Oração que tem poder”, e o Anjo do Senhor vai até o acampamento dos assírios e derrota matandoos cento e cinquenta mil soldados assírios revelando seu poder provocado pela oração. Eliseu se encontra em uma situação que a principio parece ser um pouco contraditória porque ele(Eliseu) tinha prometido a uma mulher que morava em Suném, um filho porém esta mulher não podia ter filhos pois dá se a entender ser ela estéril, porém o profeta Eliseu promete que ela teria um filho, e realmente ela teve este filho prometido, porém, um dia em que o menino estava com pai trabalhando no campo teve uma forte dor de cabeça, sendo ele enviado para casa e na presença de sua mãe ele falece, porém a mãe do menino não pensou duas vezes e

foi na casa do profeta para lhe informar sobre a situação e exigir a presença do profeta em sua casa no local em que seu filho estava morto, porém Eliseu manda seu servo Geazi ir na frente e colocar um bastão no menino desta maneira o menino seria ressuscitado, foi colocado o bastão no menino, porém o menino não ressuscitou, desta maneira obriga Eliseu usar sua arma secreta chamada: “Oração que tem poder”, assim o menino foi ressuscitado e mais uma vez Deus revela seu poder provocado pela oração. Ana era uma mulher temente a Deus casada com Elcana, porém não tinha filhos e não ter filho no período em que Ana vivia era motivo de vergonha, por esta causa Ana era provocada e humilhada por sua concorrente chamada Penina, que por sua vez podia gerar filhos trazendo tristeza e descontentamento para Ana, e isto acontecia com frequências, anos após anos, fazendo com que Ana só chorasse e ficava muitas vezes se comer, até que um dia Ana usa uma arma que até pra ela mesma era secreta, pois estava o tempo todo em seu alcance porém por viver abatida pela circunstância da vida acredito que ela não usava, porém certa vez Ana estava em Siló , e o sacerdote Eli estava assentado em sua cadeira, ela entra

na Tenda Sagrada, mesmo aflita e chorando ela usa sua arma secreta chamada: “Oração que tem poder “, e Deus lhe concede um Filho Chamado Samuel que mais tarde ele é entregue para oficio sacerdotal e depois Deus levanta ele como profeta, e Ana teve mais filhos e filhas e mais uma vez Deus revela seu poder provocado pela oração. São muitos os exemplos que eu poderia citar de homens e mulheres que conheceram o poder de Deus provocado pelo poder da oração, este poder também está em nosso alcance e este poder é invencível no tempo e no espaço, ou seja, não importa a hora ou momento ou local que você esteja, pois a oração feita por um pode muito em seus efeitos; é uma pena que o poder da oração é ainda desconhecido em toda sua extensão pela humanidade de hoje, precisamos urgentemente estar orando pela nação, quem sabe assim aja esperança, e possa ser solucionados grandes problemas, pois tem coisas que só debaixo da oração pode ser resolvida. Comece hoje mesmo ter um hábito de orar, e com certeza sua vida vai mudar, E, tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação.

Questão de confiança

Mas regozijem-se todos os que confiam em ti; folguem de júbilo para sempre, porque tu os defendes… — Salmo 5:11 Um jornal australiano contou a história de Pascale Honore, uma paraplégica que, depois de 18 anos presa a uma cadeira de rodas, começou a surfar. Como? Ty Swam, um jovem surfista, tomou a iniciativa de amarrá-la em suas costas com fita adesiva. Depois de obter o equilíbrio perfeito, ele rema em direção ao mar aberto para que possam pegar uma onda. Assim, Pascale pode experimentar a alegria de surfar. Isto requer uma tremenda confiança; muitas coisas podem dar errado. Mesmo assim, a confiança da mulher no surfista é o suficiente para permitir que ela viva um sonho apesar do perigo. A vida é assim para o seguidor de Cristo. Vi-

vemos num mundo perigoso, repleto de desafios imprevisíveis e riscos invisíveis. Apesar disso, temos alegria porque conhecemos Alguém que é suficientemente forte para nos carregar pelas ondas turbulentas da vida que ameaçam nos afogar. O salmista escreveu: “Mas regozijem-se todos os que confiam em ti; folguem de júbilo para sempre, porque tu os defendes; e em ti se gloriem os que amam o teu nome” (Salmo 5:11). Diante dos maiores perigos e desafios da vida, podemos conhecer a alegria que vem da nossa confiança em Deus. Sua força é mais que suficiente! Nossa fé cresce quando trocamos a nossa fraqueza pela força de Deus.


10 ANOS

Ano IX- Nº 114 - OUTUBRO 2016

Ano IX – EDIÇÃO Nº 114– Outubro 2016 – Santiago – RS – ASSEMBLÉIA DE DEUS – Presidida: Pr. Almarino M. da Costa – CNPJ Nº 14.332.612/0001 – 96 – Insc. Mun.: 986432

Jaguari - São Vicente - Mata - Capão do Cipó - Nova Esperança do Sul - Unistalda

Seja LUZ para este mundo de trevas !

Jornal arauto edicao 114  

Jornal Arauto - Outubro de 2016

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you