{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

JORNAL

Riviera E D. N º 2 4 | S E TE MBR O - 2 0 1 9

entrevista Paulo Ramada, dir. de operações do Dom Pedro Hotels conta trajetória do grupo no Brasil

esportes Praias de Aquiraz são atrativas para prática de esportes náuticos, como surf e kitesurf

ambiente Confira dicas de como agregar os melhores tipos de plantas para cada lar


[entrevista]

PAULO RAMADA

Diretor de Operações do Grupo Dom Pedro Hotels desde 2002, Paulo Ramada gerencia oito hotéis de luxo divididos entre as terras lusitanas e a primeira capital do Ceará. Em visita periódica ao Brasil, o Diretor conversou com o Jornal Riviera para contar um pouco da trajetória do grupo no mercado da hotelaria, além de conversar sobre o pioneirismo do dom pedro no turismo de golfe e das expectativas de crescimento e ampliação do resort cearense.


Jornal Riviera - Quais são os negócios hoteleiros do Grupo Dom Pedro Hotels no Brasil? O Dom Pedro Laguna é o único? Paulo Ramada - No Brasil nós só temos este hotel. Na verdade, nós começamos com parceria no empreendimento Aquiraz Riviera e o presidente e um dos acionistas do grupo, Stefano Saviotti, decidiu começar o primeiro hotel no Brasil, que é o Dom Pedro Laguna: um hotel junto ao campo de golfe do Aquiraz Riviera. Em Portugal temos também mais sete hotéis: o Dom Pedro Lisboa, dois hotéis na ilha da Madeira, o Dom Pedro Madeira e o Dom Pedro Garajau e quatro hotéis no Algarve, três em Vilamoura, o Dom Pedro Vilamoura, o Dom Pedro Marina, que é um hotel boutique, e o Dom Pedro Portobelo, e em Lagos temos o hotel Dom Pedro Lagos. Recentemente o grupo decidiu investir em campos de golfe e então adquirimos os cinco campos de golfe de Vilamoura, que são os mais conhecidos e mais jogados do país. J.R - Como tem sido a experiência de investir fora de Portugal, com o Dom Pedro Laguna? P.R - O Dom Pedro Laguna foi uma experiência muito desafiadora. O hotel está localizado em Aquiraz e no início foi muito difícil encontrar mão de obra qualificada, tanto para construir a estrutura como para iniciar o funcionamento. Quando começou o treinamento do padrão de qualidade Dom Pedro, foi bastante desafiador, então optamos por recrutar colaboradores de Aquiraz e dar um treinamento de A a Z. Foi difícil, mas tenho o gosto de ver que ainda hoje temos muitos funcionários que receberam esse treinamento e ainda estão aqui, e alguns deles são líderes. J.R - Como vocês visualizam o potencial dessa região, já que não

estamos em uma capital e sim na Região Metropolitana?

AS PRAIAS DE AQUIRAZ E O AQUIRAZ RIVIERA SÃO PARA MIM UNS DOS LUGARES MAIS LINDOS DO MUNDO.

P.R - Antes de tudo, devemos dizer que este local é maravilhoso. Não há muitos locais tão bonitos como esse. As praias de Aquiraz e o Aquiraz Riviera são para mim uns dos lugares mais lindos do mundo. Só quem não viajou que não sabe, e isso ajuda na comercialização. Por outro lado, há uma dificuldade de não estar numa capital, num destino já firmado. Tivemos que fazer o destino, mas hoje podemos dizer que estamos bem implantados no do grupo, a simpatia e a disponibimercado e que há um conhecimen- lidade para servir o cliente ajudava to de Aquiraz e do Dom Pedro La- muito. guna no Brasil e também na EuroJ.R - Existem outros planos do pa. grupo aqui na região ? J.R - Vocês tiveram dificuldades P.R - Nesse momento temos que com a hotelaria no Ceará? desenvolver a região de Aquiraz P.R - A hotelaria é feita por pes- com os nossos parceiros, porsoas para pessoas, então nunca é que ainda há muito para ser feito. simples. Lidar com pessoas e trei- Quanto ao Dom Pedro Laguna, nos nar os colaboradores para o padrão últimos anos o reconhecimento do de excelência de serviço não é fácil. resort tem crescido de forma subsMas, a simpatia natural da gente de tancial e isso está nos levando a penAquiraz ajuda muito, porque mes- sar em ampliar o espaço, porque a mo no início, quando eles ainda não demanda de grupos corporativos tinham aprendido bem a filosofia que conheceram o hotel e repetem


anualmente a visita é crescente. Isso mostra que eles estão muito seguros de que vão receber um serviço de excelência. Para nós isso é muito importante. A atenção, a disponibilidade e a eficácia para resolver os pedidos dos clientes é fundamental e tem feito a diferença no Brasil, por isso os grupos repetem sempre a estadia conosco. J.R - Há uma previsão para essa ampliação? P.R - É um plano a curto prazo. J.R - O Dom Pedro Laguna é um hotel muito premiado, anualmente recebe prêmios internacionais, inclusive. Como é para o grupo ter essas conquistas? P.R Nós temos recebido esse reconhecimento e ficamos muito contentes. Mas isso é o reflexo de três coisas: da beleza natural do empreendimento e do hotel, da simpatia dos colaboradores que estão conosco e principalmente do serviço que nós conseguimos oferecer. É o que tem feito com que consigamos esses

prêmios, já que o vencedor é eleito cimento e maturidade. Em Portugal por votação, competindo com ho- já compramos campos maduros, téis do mundo inteiro. são os mais jogados do país e neles nós fazemos mais de 200 mil voltas J.R - Como iniciaram os investi- por ano. É muita volta. Nosso mermentos do Dom Pedro Hotels no cado é essencialmente britânico e golfe? do Reino Unido, mas estamos tenP.R - Em Portugal nós tínhamos tando desenvolver outros mercados muita experiência com golfe por- já existentes, como o da Holanda, que há mais de 25 ou 30 anos, o Sr. França e o norte europeu. Saviotti lançou os primeiros pacotes É verdade que o Brasil ainda não de golfe do Algarve e do país. Nós tem uma potencialidade muito fortrabalhávamos em uma parceria te no golfe, mas São Paulo, Rio e oumuito próxima com os campos de tros estados, no sul principalmente golfe, e por isso ganhamos experi- é possível ver esse crescimento. ência. Então, há três ou quatro anos, Eu penso que vamos desenvolver surgiu a oportunidade de comprar como foi feito com o hotel, que iniesses campos, que antes eram nos- cialmente não tinha procura, mas sos parceiros e agora fazem parte do criamos um destino. Todas as áreas grupo. têm essa fase. Então acredito que a J.R - Quando resolveram investir no golfe já foi vislumbrando um potencial de crescimento no esporte? E no Brasil, como vocês enxergam esse potencial?

decisão foi um desejo de ver o golfe crescer e uma visão estratégica também.

J.R - Como foi sua visita ao hotel neste segundo semestre? É uma P.R - O caminho faz-se cami- demanda frequente da sua rotina? nhando. Sempre há um começo, P.R- Faz parte da minha função uma fase de aprendizagem, de cres- visitar os hotéis periodicamente e utilizar essas visitas para melhorar o serviço, treinar a gestão e encontrar soluções para desenvolver cada vez mais o hotel. Eu tenho muito gosto em fazer porque é sempre um prazer visitar o Brasil.

O CAMINHO FAZ-SE CAMINHANDO. SEMPRE HÁ UM COMEÇO, UMA FASE DE APRENDIZAGEM, DE CRESCIMENTO E MATURIDADE.


AQUIRAZ RIVIERA NO

COSTUME SAUDÁVEL [esportes]

NOSSA ONDA S

ol intenso, águas de temperatura amena e ventos fortes são algumas das características que os adeptos dos esportes aquáticos mais buscam na hora de escolher um lugar ideal para o surf, e outras práticas onde o mar é o protagonista. Por ter todos esses atributos, o litoral cearense é um dos destinos mais procurados por atletas e amantes destas atividades, que para muitos é mais do que um hobby. As praias de Aquiraz - CE também são muito requisitadas pelos esportistas, principalmente aqueles que vêm em busca de treinar manobras radicais.

muito boas para o kite, o vento é perfeito e as ondas são maravilhosas para a prática de manobras, que são chamadas de freestyle”, pontua. “O que mais me incentiva a continuar treinando é manter o contato com a natureza, que é uma experiência fantástica”, finaliza o atleta.

Além do surf tradicional, aquele praticado em pé com uma prancha mais longa, há o kitesurf, modalidade que acopla uma pipa à prancha; bodyboard, que o atleta vai deitado em uma prancha de menor tamanho e windsurf, que utiliza uma vela similar a dos barcos.

A profissional de educação física, Andreza Brasil, é moradora de Aquiraz e cresceu explorando as praias da região. Os benefícios para a saúde e as belezas naturais do local são os fatores que a levaram a escolher o surf como passatempo. “Além de aliviar o estresse da rotina, o surf tonifica o corpo, queima calorias, aumenta o equilíbrio, melhora o sistema cardiorrespiratório e ainda estimula o desenvolvimento de atividades cerebrais. É um esporte completo!”, explica. “E ter a vista paradisíaca de Aquiraz enquanto surfo, o pôr do sol, é mágico. Volto para casa leve”, complementa Andreza.

Verydiano Araújo pratica kitesurf há cinco anos e desde o início se apaixonou pelo esporte. “Comecei no kitesurf no ano de 2014, estava de férias e fui incentivado pelos relatos das pessoas que já praticavam este esporte. Desde então sempre vou para Aquiraz, as praias são

O Aquiraz Riviera conta com um acesso exclusivo à praia de Marambaia, em Aquiraz, para condôminos, hóspedes e visitantes, que podem ainda adquirir o pacote One Day Golf, que inclui aula de golfe, almoço, bebidas não alcóolicas e acesso à piscina do Club House.


[ambiente]

MAIS NATUREZA Diante da constante poluição, preservar a natureza é cada vez mais necessário. E sempre que possível, é nosso dever contribuir com este processo em casa, no trabalho ou por onde passarmos. Pensando nisso, o Aquiraz Riviera preparou algumas dicas de decoração e plantio de árvores tanto para você que mora em um de nossos condomínios de apartamento, como em loteamento de casas.

Casas Ter um jardim amplo é ótimo para quem gosta do verde e do contato com a natureza. Investir em árvores frutíferas típicas do nosso clima e de estatura média é a dica para quem dispõe de mais espaço. Os pés de limão, acerola e cajá são alguns exemplos que podem ser utilizados.

Apartamentos Este ambiente traz algumas limitações, como espaço restrito e poucos locais com exposição ao sol, mas tais condições não te impedem de deixar seu apartamento mais verde. O indicado é escolher plantas que exigem cuidados simples e luz do sol indireta. A "lança de São Jorge" é um exemplo ideal para ambientes internos. Além de ter um estilo moderno e tamanho pequeno, a plantinha só precisa ser regada uma vez a cada duas semanas. Os mini-cactos também estão em alta para decoração e são boas opções para deixarem os espaços descontraídos, podendo ficar em estantes, prateleiras ou bancadas. Para quem gosta de cor, as dicas são as violetas e begônias. Com tons intensos e regas pouco frequentes, as flores ficam ótimas nos parapeitos das janelas ou em jarros como centro de mesa. As cores fortes e o aroma leve deixam a casa mais alegre e perfumada. As “mini-árvores” como jades e os "bambus da sorte" também são excelentes escolhas para decorar apartamentos. Os bambus, por não precisarem de nenhuma exposição ao sol, ficam bem instalados em banheiros, podendo ser regados apenas uma vez por semana.

Já quem prefere um ambiente mais ornamental ou têm menos espaço pode escolher espécies decorativas e perfumadas como as rosas, gérberas ou as famosas "onze-horas", disponíveis em diversas cores. Estas plantas precisam de bastante exposição ao sol, por isso, o ideal é que esteja em um jardim descoberto. Para o interior da casa, as opções são similares às sugeridas para apartamento, lembrando sempre de escolher plantas menores, que não precisam de muito sol e com cuidados acessíveis.


[notas]

Brasil Kids Golf Tour No mês de setembro ocorreram as duas primeiras etapas do Brasil Kids Golf Tour - BKGT - torneio infantil de golfe referência no país. O evento ocorreu no Lago Azul Golf Club, localizado em Araçariguama, São Paulo. O BKGT premia os mini-golfistas que se classificam até o 5° lugar com medalhas, e ao final das seis etapas todos os atletas participantes que atingiram até a quinta colocação ganham um troféu exclusivo. Além disso, o campeão da competição também é convidado para jogar a final mundial em Pinehurst - EUA. O prodígio do golfe cearense, Daniel Miquéias, de apenas 11 anos, foi um dos participantes do torneio. O jovem, que é patrocinado pela Dibra e pelo Aquiraz Riviera, jogou as duas primeiras etapas e se classificou em 4° lugar em ambos os

dias de prova, conquistando assim duas medalhas para o Ceará. O técnico de Daniel e instrutor do Club House, Max Lima, que acompanha o atleta nas viagens, está muito otimista com o jogo do pequeno, e

considera que nas próximas etapas as chances de melhorar de posição são muito grandes. As outras etapas do BKTG ocorrem no Damha Golf Club, que fica na cidade de São Carlos, também em São Paulo.

dança das águas Sempre em busca de inovação e melhorias, o Aquiraz Riviera segue investindo em novas instalações que propiciem bem-estar e lazer para visitantes, condôminos e hóspedes. Desta vez, a novidade está na entrada do empreendimento, que foi contemplada com uma fonte luminosa ornamental que traz ainda mais beleza e estilo para a portaria. Inspirada em fontes famosas, como a Fontana Di Trevi, em Roma, e a Fonte Mágica de Montjuic, na Espanha, a fonte já está em funcionamento e foi arquitetada como forma de apresentar a quem passa um pouco do encanto que o espaço tem a oferecer portaria a dentro. Além da nova fonte, o Aquiraz Riviera possui outro equipamento semelhante, instalado na Praça Riviera.


INCOMPARÁVEL EM TODOS OS SENTIDOS

EXPEDIENTE Praia de Marambaia - Distrito de Tapera Aquiraz - Ceará | Brasil | +55 (85) 3391.4655 Diretor: Wandocyr Romero Coord. da Área Administrativa: Thaíse Medeiros Jornalista responsável: Nathanael Filgueiras

Profile for AQUIRAZ RIVIERA

EDIÇÃO Nº 024 - JORNAL RIVIERA - SETEMBRO_2019  

EDIÇÃO Nº 024 - JORNAL RIVIERA - SETEMBRO_2019  

Advertisement