Page 1

REDAÇÃO | (28) 99991 7726 ANÚNCIOS E ASSINATURAS (28) 3521 7726

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL | ANO V EDIÇÃO 01600| DIÁRIO

SÁBADO E DOMINGO 18 E 19 DE MARÇO DE 2017

Foto: Divulgação

P.3

PRESIDENTE DA CÂMARA DE CACHOEIRO É INTERNADO APÓS CAIR DE PRÉDIO O vereador Alexandre Bastos sofreu uma queda do terceiro andar do edifício onde mora, no bairro Independência. Ele está na UTI, mas quadro é estável

P.3

CACHOEIRO STONE FAIR CONFIRMADA PARA AGOSTO Camerata do Sesi se apresenta no Santuário de Anchieta

Vale feira para 240 famílias em Anchieta Dona Isaura é uma das beneficiadas

P.4

ALUNOS DE ITAPEMIRIM PODEM FICAR SEM TRANSPORTE ESCOLAR A PARTIR DE SEGUNDA P.4

P.8

Polícia prende suspeito de matar idosa e caseiro em Mimoso P.11


2 OPINIÃO/CIDADES

SÁBADO E DOMINGO|18 E 19 DE MARÇO DE 2017

FOLHEANDO

AULA DIFERENTE

»» Marcos Freire »» marcosfolhadocaparao@gmail.com

REUNIÃO COM ARTESÃOS A Prefeitura de Guaçuí, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte e das Superintendências de Cultura e Turismo, realizou uma reunião com os artesãos do município. O objetivo da reunião foi discutir o plano de ação para expansão do desenvolvimento do trabalho realizado por eles. “Foi um grande encontro. Ouvimos a todos, apresentamos nos-

Foto: Divulgação PMG

CRIANÇAS DE PATRIMÔNIO DA PENHA TÊM DIA DE VIVÊNCIA ECOLÓGICA

Elas puderam observar e captar o som dos pássaros presentes na mata que envolve o distrito

Foto: Divulgação

sa idéia inicial, que irá receber as sugestões de nossos artesãos, além de debater questões mais amplas, como a comercialização, iden-

tificação de produtos, cadastramento, entre outros”, destacou o secretário de Cultura, Turismo e Esporte, Leonardo Ridolfi.

SEGURANÇA NA ZONA RURAL Na noite de quinta-feira, o município de Guaçuí debateu, junto com produtores rurais, os problemas de segurança na zona rural do município. Ao mesmo tempo, o Consórcio Caparaó também está discutindo a necessidade As crianças participaram de uma verdadeira “expedição” pelas matas da região de mais segurança para os agricultores de toda a região, que vêm sofrendo As crianças são alunas Caparaó. Elas foram com a ação de bandidos. Ou seja, o problema de falta de segurança na roça Redação Divino de São Lourenço acompanhadas pela da Escola Municipal de não é só de Guaçuí. Então, talvez seja o caso de Guaçuí levar seu debate e estendê-lo aos outros, porque os municípios unidos têm muito mais possibi- Crianças entre 8 e 12 secretária de Turismo Ensino Fundamental lidade de conseguirem reforço para um policiamento rural, que se faz mais anos, moradoras do Relva Rodrigues, a bi- Allan Kardec Bitendistrito de Patrimônio óloga Tatiana Pongilu- court Dias, localizada do que necessário. Sozinho fica muito mais difícil se chegar a algum lugar. da Penha, tiveram a ppi e pelos condutores no distrito. “Vimos tarde de ontem voltada de turismo e morado- uma boa oportunidade CONFERÊNCIA INTERMUNICIPAL às questões ambien- res da região Reinaldo de convidá-los, através de seus responsáveis, Será realizada na próxima terça (21) e na quarta-feira (22) a I Conferên- tais sobre a comuni- QUESTÕES interagir com a cia Intermunicipal de Saúde da Mulher de Iúna e Irupi. O evento vai acon- dade onde moram. AMBIENTAIS DA para natureza, as artes e tecer na Câmara Municipal de Iúna, das 19 às 22 horas, tendo como tema Elas participaram do “Saúde das mulheres: desafios para a integralidade com equidade”. O projeto de educação COMUNIDADE cultura que são ofereConselho Municipal de Saúde de Iúna convidou o município de Irupi para ambiental da Associa- e Marilda Oliveira. cidas através do Polo realizar uma conferência única, o que foi aceito pelo município vizinho. ção Pró MelhoramenAs atividades consis- Ambiental de Turismo Foi levado em consideração a relevância do tema, o atual momento políti- to Ambiental, AMAR tem em mostrar um e das ONGs são as parco e a necessidade de fortalecer a participação popular, bem como a região Caparaó, em parceria olhar sob uma nova ceiras fundamentais do Caparaó e sul do Estado, quanto a decisões em saúde, políticas públicas com a Secretaria Mu- perspectiva, voltada à para esse despertar e a locação de recursos para a região, O evento contará com profissionais nicipal de Turismo, preservação ambiental ambiental nas criande diversas áreas e a participação é gratuita e aberta à população. Serão que, semanalmente, e sensibilização eco- ças”, explica a secretádebatidos temas ligados à saúde da mulher, direitos, empoderamento fe- recebe crianças para lógica. “A intenção do ria de Turismo Relva. minino, participação social, igualdade e equidade. O projeto acontece atividades turísticas e projeto é utilizar o hoculturais em horários rário que essas crian- às terças-feiras com CONFERÊNCIA INTERMUNICIPAL (2) alternativos às aulas. ças não estão na escola crianças de 4 a 8 anos Munidos de binócupara aprofundar ques- e, às sextas, com crianAs Conferências Municipais são realizadas como etapa inicial e levarão los e microfones de alta tões voltadas para a ças entre 8 e 12 anos. propostas e delegados para a Conferência Estadual de Saúde que, por sua captação, as crianças região, que ainda conta Sempre no horário vez, encaminhará proposições à Conferência Nacional de Saúde da Mulher, partiram rumo à expecom uma boa preserva- das 14 às 16 horas, na para a implementação de políticas públicas, em nível nacional. Estas condição para a observação ção ambiental e rique- Brinquedoteca Comuferências são um meio de viabilizar a participação popular, que é um dos de aves pelo entorno za de espécies de aves, nitária Curumim, no princípios do SUS nas decisões em saúde. da Brinquedoteca Co- que são o objeto do en- distrito de Patrimônio Pensamento do dia: Tal qual a planta que cresce na procura do sol, o home munitária Curumim, contro de hoje”, explica da Penha, em Divino de consciência deve crescer na procura da igualdade entre os seres humanos. de São Lourenço. ligada à ONG AMAR a bióloga Tatiana.

EXPEDIENTE

GRUPO FOLHA DO CAPARAÓ DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME | CNPJ: 10.916.216\0001-55 Rua Irmãos Fernandes, 59, Bairro Bela Vista, Cep: 29.560-000 - Guaçuí-ES Telefone: (28) 3553 0517 Rua Dona Joana, 25, 2º Pavimento, Bairro Centro, Cep: 29.300-120 - Cachoeiro de Itapemirim-ES Telefone: (28) 3521-7726 | (28) 3511 2611

DIRETORIA GERAL: Elias Carvalho Soares EDITOR GERAL: Lucia Bonino REPORTAGEM: Ana Gláucia Chuína, Edézio Peterle, Guilherme Gomes, Lucas Schuina e Taynara Barreto EMAIL: jornalismo.aquinoticias@gmail.com ASSISTENTE COMERCIAL: Débora Osório e Ludmylla De Moraes PROJETO GRÁFICO: Giliard Santos Silva Nogueira DIAGRAMAÇÃO: Celso Wallace

COLABORADORES: Alexandre Garcia, Ewerton Miranda Tréggia, Guilherme Gomes, Luciana Fernandes, Ricardo Lemos, Ruy Guedes, Wagner Medeiros Junior, Basílio Machado, Almir Forte, Ramom Barros.

CIRCULAÇÃO Anchieta, Atílio Vivácqua, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Conceição do Castelo | Iconha, Itapemirim, Marataízes, Mimoso do Sul, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante.

As matérias assinadas e publicadas neste jornal, não traduzem a opinião do próprio jornal. A veracidade das informações publicitárias veiculadas é de responsabilidade de quem as patrocina (anunciante). A legislação não impõe ao órgão que veicula o anúncio (jornal) a obrigatoriedade de verificação e comprovação da fide lidade e correção destes anúncios. Fonte: STJ (Superior Tribunal de Justiça).

ACESSE:


CIDADES 3

SÁBADO E DOMINGO |18 E 19 DE MARÇO DE 2017

SE DESEQUILIBROU

PRESIDENTE DA CÂMARA DE CACHOEIRO É INTERNADO APÓS CAIR DE PRÉDIO

Vereador Alexandre Bastos sofreu uma queda do terceiro andar do edifício onde mora, no bairro Independência. Ele está na UTI, mas quadro é estável Lucas Schuina Wanderson Amorim Cachoeiro de Itapemirim

O Presidente da Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim, vereador Alexandre Bastos (PSB), foi internado após sofrer uma queda do terceiro andar do prédio em que mora, na manhã de ontem. Ele quebrou um osso da costela e lesionou outros dois, segundo um assessor do parlamentar, mas passa bem e recebe cuidados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Unimed. De acordo com o vice-prefeito de Cachoeiro, Jonas Nogueira (PP), que esteve no hospital, a queda ocorreu por volta das 9 horas. Bastos estaria consertando uma janela nos fundos de seu apartamento, localizado no bairro Independên-

cia, quando se desequilibrou e caiu às margens do Rio Itapemirim. Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e tiveram dificuldades para socorrê-lo. De acordo com Nogueira, o vereador chegou consciente ao hospital. Em nota, a assessoria de imprensa da Câmara informou que “Alexandre Bastos é diabético e estava medicado para tratamento de sintomas de doenças como pressão alta e labirintite”, fator que pode ter contribuído para o acidente. No fim da tarde, o Hospital Unimed também divulgou nota oficial, na qual destacou que o estado clínico do parlamentar era estável e que “A equipe médica que o acompanha indicou a internação do paciente na Unidade de Terapia

Foto: Divulgação

Intensiva (UTI) para a manutenção da estabilidade do quadro”. VICE ASSUME Na ausência de Alexandre Bastos, quem deverá comandar os trabalhos na Câmara é o vice-presidente, vereador Professor Wallace (PP). De acordo com o Regimento Interno da casa, compete ao vice mandar publicar resoluções e decretos na ausência do presidente, bem como promulgar leis municipais, caso ultrapasse o prazo legal. Ainda conforme o Regimento, se a licença de um membro da Mesa da Câmara exceder 120 dias, é declarada a vacância do cargo, e uma nova eleição deve ser realizada na primeira sessão ordinária subsequente. O mesmo prazo de licença é dado para

O vereador foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, e chegou consciente ao hospital

a ausência do cargo de vereador. Neste caso, quem assume é o primeiro suplente, Henrique Negão (PSB), mas apenas interinamente. O vereador Professor Wallace foi procurado para falar sobre a situação da Câmara, mas a sua assessoria informou que ele estava em reu-

nião e não deveria emitir qualquer comentário sobre o assunto. CARREIRA Com 50 anos e reeleito como o terceiro vereador mais votado em 2016, Alexandre Bastos está na Câmara Municipal de Cachoeiro desde 1996, tendo o maior nú-

mero de mandatos consecutivos entre os atuais parlamentares municipais – seis no total. Em 1º de janeiro de 2017, foi eleito presidente da Casa pela primeira vez. Ele também se candidatou a deputado federal uma vez e a deputado estadual em duas ocasiões, mas sem sucesso.

EM AGOSTO

Parque será reformado para receber Cachoeiro Stone Fair Redação Cachoeiro de Itapemirim

Para tratar da realização da Cachoeiro Stone Fair 2017, o prefeito Victor Coelho se reuniu nesta semana com representantes da empresa organizadora da feira e de entidades do setor de rochas ornamentais. A proposta é unir forças para fortalecer o evento internacional,

que tem a sua 44ª edição confirmada para o período de 22 a 25 de agosto, no Parque de Exposições Carlos Caiado Barbosa. “Queremos uma feira ainda mais pujante, inovadora e atrativa. Estamos mobilizados e vamos ajudar no que for possível para garantir o sucesso do evento, que é tão importante

para nossa economia”, destaca o prefeito de Cachoeiro de Itapemirim. O Parque de Exposições vai passar por melhorias para a receber a feira. Um levantamento das necessidades de reparos começa a ser feito na próxima semana. A prefeitura também prepara uma edição especial do Giro Gas-

tronômico, para atrair principalmente os visitantes da feira para a rede de restaurantes do município, aquecendo ainda mais a economia local. Para Cecília Milanez Milaneze, CEO da empresa organizadora, os trabalhos de divulgação e comercialização nacional e internacional da Cachoeiro Stone Fair

estão bem adiantados e a parceria com a prefeitura de Cachoeiro é de grande importância para o evento. “A cidade abriga o maior polo processador de rochas naturais da América Latina, e isso desperta o interesse de marmoristas e distribuidores de todo Brasil, e também de fornecedores e compradores de

máquinas e insumos”, pontua. Também participaram do encontro com o prefeito o presidente do Sindirochas, Tales Machado, o presidente do Centro Tecnológico do Mármore e Granito, Eutemar Antônio Venturim, e os dirigentes da Milanez & Milaneze, Flávia Milanez Milaneze e Alberto Piz.


4 CIDADES

SÁBADO E DOMINGO |18 E 19 DE MARÇO DE 2017

NADA DE HORA EXTRA

ESTUDANTES PODEM FICAR A PÉ EM ITAPEMIRIM

O problema é que os motoristas dos ônibus escolares não aceitam a nova escala de trabalho. Eles reclamam de ter que ficar por conta da prefeitura das 6 às 23 horas, sem receber por isso Redação Itapemirim

Uma insatisfação com a mudança na escala de trabalho dos motoristas de transporte escolar municipal em Itapemirim pode fazer com que estudantes fiquem sem ônibus, já a partir desta segunda-feira. A categoria disse que não fará horas extras a partir de segunda, e cumprir apenas a carga horária de oito horas por dia. Com isso, alunos do turno vespertino e noturno podem ficar a pé. Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Itapemirim, Cleverson Maia, uma comissão foi formada, junto aos motoristas, para traçar a nova rotina de trabalho. “A partir de 20 de março, os sindicalizados da categoria não realizarão mais

horas extraordinárias, passando a cumprir apenas a carga horária obrigatória de 40 horas semanais (8 horas diárias). O Município de Itapemirim foi notificado formalmente da decisão, protocolizado no último dia 09 e, até o momento, não se manifestou”, disse.

MUNICÍPIO NOTIFICADO DA DECISÃO Ainda segundo o presidente do Sindicato, a insatisfação ocorre por conta da proposta da nova escala intercalada, que obriga o motorista a ficar por conta da prefeitura das 6 às 23 horas, mas sem ser remunerado ou contar no banco de horas por isso, como era feito até o final do ano passado.

“A ideia é que sejam contabilizadas apenas as horas ao volante como carga horária de trabalho. Exemplificando: o motorista busca o ônibus na garagem antes das seis da manhã e leva os alunos para a escola até as sete horas. No intervalo até a saída dos alunos, o motorista fica impossibilitado de assumir qualquer compromisso, porque se houver contratempo, o transporte dos alunos fica prejudicado. Ou seja, ele fica a disposição do município, mas essas horas não são levadas em conta. A proposta atual, que gerou insatisfação, é que apenas o momento em que está dirigindo é que será contabilizado”, ponderou Cleverson. Por esse motivo, a partir de segunda-fei-

Foto: Divulgação

Os prejudicados seriam os alunos dos turnos vespertino e noturno.

ra, os motoristas irão cumprir apenas as oito horas diárias, chegando na prefeitura as 7 horas e encerrando o expediente as 16 horas. “Existe o risco de os alunos do turno vespertino e noturno ficarem sem transporte,

caso a secretaria não tome nenhuma providência”, alertou o presidente do sindicato. A reportagem entrou em contato com a secretária de Educação de Itapemirim, Angélica Rufino Sales, para ouvir dela a versão do

município. Ela adiantou, por telefone, que existe fundamentação jurídica para a mudança e que na segunda-feira irá receber representantes do jornal para, pessoalmente, prestar esclarecimentos.

ALIMENTOS DE QUALIDADE

240 famílias beneficiadas com Vale Feira em Anchieta Foto: divulgação/PMA

Redação Anchieta

A Prefeitura de Anchieta, por meio de Centro de Referência da Assistência Social (Cras) já começou a entrega do Vale Feira. Serão beneficiadas cerca de 240 famílias do município. Na primeira reunião de entrega, na quinta-feira passada, cerca de 80 famílias receberam o benefício. Até o final do mês serão realizados outros dois encontros para atender toda demanda. O Vale Feira é destinado às famílias em situação de vulnerabilidade

“Somos em cinco pessoas e o Vale Feira nos ajuda a melhorar nossa alimentação”, conta dona Isaura, uma das beneficiadas pelo programa.

social, identificadas por meio de visitas domiciliares por técnicos do Cras. Cada família rece-

be um carnê com tíquetes que correspondem a R$ 40 por mês. Com o recurso, podem ser

adquiridos produtos da agricultura familiar nas feiras do município, que acontecem nas quartas e sábados. De acordo com o nutricionista da Secretaria Municipal da Assistência Social, Cristiano de Assis Silva, as famílias devem adquirir na feira produtos in natura, como frutas, verduras e legumes. “O benefício é para incentivar o consumo de alimentos naturais, que vêm direto do campo, produzido por agricultores familiares de Anchieta”, disse. Segundo Silva, nos en-

contros serão abordados o objetivo do programa, o que é agricultura familiar e quais são os produtores do município cadastrados para fornecer os alimentos; além de normas do programa. Para a dona de casa Isaura Maria Ferreira Vitor, 62, moradora da sede, o benefício é muito importante para a alimentação de sua família. “Somos em cinco pessoas e o Vale Feira nos ajuda a melhorar nossa alimentação. Adquiro verduras e ovos com ele”, conta.

Conforme a coordenadora do Cras, Ângela Maria dos Santos Florentino, o programa é destinado exclusivamente para famílias em vulnerabilidade social. “Os membros dessas famílias devem cumprir algumas obrigações, como participar de cursos e outras ações oferecidos pelo Cras”, explica. Florentino explica que o benefício não é contínuo e constantemente as famílias serão avaliadas. Durante o ano, o Cras irá oferecer para as famílias cursos para preparo de alimentos.


CIDADES 5

SÁBADO E DOMINGO|18 E 19 DE MARÇO DE 2017

CHEGA DE VIOLÊNCIA

CACHOEIRO VAI RECEBER PROJETO “HOMEM QUE É HOMEM” Usando a conscientização, o projeto pretende ajudar a acabar com a violência contra a mulher Redação Cachoeiro de Itapemirim

A Polícia Civil apresentou ontem, a proposta de expansão do “Homem que é Homem”, um projeto que busca promover a reflexão e a responsabilização de homens autores de violência doméstica. A apresentação aconteceu no auditório da Chefatura de Polícia, em Vitória, e estiveram presentes representantes de vários municípios, inclusive o prefeito de Cachoeiro, Victor Coelho, que já consolidou parceria com o Estado para receber o projeto. Na programação, as prefeituras participaram de uma palestra sobre “A situação atual da violência contra a mulher no Estado”, ministrada pela delegada Natalia Tenório

Sampaio, seguido de uma explanação sobre o conceito e desenvolvimento “Projeto Homem que é Homem”, feita pela a psicóloga da Polícia Civil, Ana Paula Milani Patrocínio. De acordo com o chefe da Polícia Civil, o evento visa buscar parcerias, sem nenhum custo, para ampliar as ações do “Homem que é Homem” para todos os municípios do Estado. “É de suma importância a participação dos municípios para que o projeto de continuidade, com este evento o projeto passa a ser de toda sociedade e nosso objetivo é buscar diminuir os índices de violência com a mulher”, destacou Guilherme Daré. O evento foi encerrado com orientações praticas e legais, apre-

sentados pelo superintendente de Polícia Regional Metropolitana e coordenador do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Elaboração de Ações para o Enfrentamento à Violência (NIEV) da Polícia Civil e responsável pelo projeto, delegado Sérgio de Mello. Na oportunidade, ele entregou uma cópia do Termo de Cooperação à equipe da prefeitura de Cachoeiro Itapemirim, consolidando a parceria.

“HOMEM QUE É HOMEM” Lançado em 2015 o projeto “Homem que é Homem” foi desenvolvido para contribuir para a redução do índice de reincidência de violência contra a mulher. Para isso, homens agressores que foram

Foto: Secom

Cachoeiro firmou parceria com o Estado e vai receber o projeto.

denunciados são convocados a participar de um ciclo de palestras com temas voltados para a desconstrução de ideias sexistas e machistas, a fim de estimular formas pacíficas de lidar com os conflitos. As reuniões acontecem uma vez por semana e totalizam cinco

encontros. O primeiro acontece por meio de intimação judicial, mas, depois, a permanência e frequência aos outros quatro encontros é voluntária. Em cada um são apresentados conceitos para uma cultura de respeito e não violência. Os temas abordados contemplam relações

de gênero, formas pacíficas de lidar com os conflitos, identificação e reflexão a respeito das violências nas relações, bem como aspectos relativos à relação familiar, propondo pensar o espaço subjetivo ocupado na família como um lugar democrático de convivência.


6 CIDADES

SÁBADO E DOOMINGO|18 E 19 DE MARÇO DE 2017

AFINADOS

PARA DAR O TOM DA MÚSICA Quase em extinção, o luthier, profissional que fabrica ou regula instrumentos, resiste ao tempo e mostra a imporância de sua técnica Guilherme Gomes Cachoeiro de Itapemirim

Muitas pessoas acreditam que ao adquirirem um instrumento musical direto da loja, ele já vem pronto para ser usado. Pouca gente sabe, ainda, que é de extrema importância que o instrumento passe por uma regulagem antes de ser usado por quem está começando a apreender a tocar. Mas esse “afinamento” não pode ser feito por qualquer um. Tem gente certa para isso. Esse profissional é chamado luthier. Ele é especializado na construção, de modo artesanal, dos instrumentos de corda. Além de construir, o luthier realiza o reparo e regulagem dos instrumentos como violão, violinos, violas, contrabaixos, e todos os tipos de guitarras. Por essa função, o profissional recebe o nome de técnico em luthieria. Em Cachoeiro de

Itapemirim e alguns municípios da região Sul, esse serviço, quase em extinção, ainda pode ser encontrado, porém, é preciso ter paciência. Como o número de profissionais vem diminuindo com o tempo, os luthieres costumam ser bem ocupados, fazendo manutenção ou criação de algum instrumento. Estudando eletrônica desde os 13 anos de idade, Humberto Figueiró Cocco, disse que por ser apaixonado por Jimi Hendrix, resolveu saber como era feito aquele som distorcido que ecoava da guitarra de Hendrix. “Eu escutava muito Jimi Hendrix e queria saber como funcionava aquele som com distorção e microfonia. Assim comecei a pesquisar sobre guitarras e equipamentos. Na época ganhei uma guitarra elétrica e me interessei em saber como funciona”, disse Humberto.

Fotos: Guilherme Gomes

Humberto Cocco, disse que por resolveu ser luthier por ser apaixonado por Jimi Hendrix e tentar descobrir o funcionamento da distorção que ecoava da sua guitarra

O luthier, hoje, produz amplificadores e realiza manutenção eletrônica de guitarras, contrabaixos, pe-

dais e caixas de som, além de rádios, vitrolas e tocadores de vinil. Em sua loja, a Tesla, localizada na

Rua Carlos Rebelo Silva, no bairro Santo Antônio, ele tem um grande número de instrumentos musi-

cais usados e equipamentos, como pedais e pedaleiras, além de outros aparelhos eletrônicos.

do os meus próprios passos”, completa Fábio. Como não existe uma formação técnica para a profissão em nossa cidade, o conhecimento é passado pelos mestres para os aprendizes que, na maioria das vezes, é um músico ou uma pessoa que tem muita afinidade com o assunto. Certos assuntos também podem ser encontrados na internet. “Costumo assistir vídeos no YouTube, baixando arquivos com estudos de determinados instrumentos que tenho interesse em produzir, isto acaba ajudando bastante. O

fato de eu ter me tornado um multi-instrumentista me ajudou a entender mais sobre materiais e as estruturas dos instrumentos, mas penso que é a prática que nos torna bons profissionais, além da teoria, logicamente. Embora minha formação seja de língua inglesa, eu sigo a luthieria paralelamente, mas focada em pios e cajons. Na verdade, existem alguns profissionais que se dedicam à manutenção e outros que se dedicam à construção dos instrumentos. “No meu caso, sou mais inventivo”, disse o músico.

REGULAGEM E MANUTENÇÃO Por se tratar de uma das profissões mais antigas, o ofício exige muita dedicação, paciência e conhecimento técnico. O luthier deve dominar uma técnica que é passada de geração para geração e que vai se aprimorando com o tempo. Se o trabalho for feito por uma pessoa que não domina totalmente a técnica, a sonoridade do instrumento pode ficar comprometida. Voltando do Rio de Janeiro para Cachoeiro de Itapemirim, o músico Fábio Coelho Marins começou a lidar profissionalmente com luthiera em

2009, quando assumiu a direção da Fábrica de Pios Maurílio Coelho. Antes disso, costumava fazer a manutenção nos instrumentos da escola de música Musimundi, que fundou com dois amigos na capital secreta, Clauber Fabre e Susanne Brandão. “Eu regulava os instrumentos de corda, afinava os pianos, fazendo manutenção básica. Sempre fui curioso e a própria vivência com luthieres faz a gente entender certos processos e funções dos materiais nos instrumentos musicais. Após minha

Fotos: Guilherme Gomes

O músico Fábio Coelho Marins começou a lidar profissionalmente com luthieria em 2009, quando assumiu a direção da Fábrica de Pios Maurílio Coelho

entrada na Fábrica de Pios tive algumas lições de marcenaria

com meu amigo Tião, um marceneiro de mão cheia, aí fui dan-


CIDADES 7

SÁBADO E DOOMINGO|18 E 19 DE MARÇO DE 2017

CUIDADOS, RESTAURAÇÃO E CRIAÇÃO DE INSTRUMENTOS A melhor forma de achar um bom luthier é perguntar para as pessoas que trabalham com música. Para o mercado de trabalho, por ser bem restrito, eles podem trabalhar em locais como lojas de instrumentos musicais, fábricas de instrumentos e oficinas próprias. Acompanhando grupos de ciganos aos sete anos de idade fez o luthier Daniel Galvão se apaixonar por música. Naquela situação, aprendeu a tocar flauta de pan e rabeca, além de fabricar instrumentos junto aos ciganos, na cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul. Mas, começou a desenvolver o trabalho com instrumentos no ano de 2005. Hoje, ele é técnico autorizado das marcas Tagima e Giannini em Cachoeiro. A novidade é a sociedade com o luthier Fernandes Silvério e em maio será iniciada a produção de violões, violas e cavacos. “Fiz o curso em 1996,

no Conservatório de Corumbá, porém trabalhava em uma loja de instrumentos musicais da cidade como vendedor, e percebi uma procura muito grande por consertos de instrumentos que haviam saído da garantia, foi onde aluguei um ponto comercial e iniciei a Musitec Assistência Técnica Autorizada. Hoje temos parceria com todas as lojas de instrumentos da cidade, e mais de 1000 clientes cadastrados no sistema”, conta Galvão. Galvão esclarece que logo ao ser adquirido, este instrumento necessita de uma revisão geral, pois pode acontecer do equipamento ter sofrido alguma interferência interna ou externa, em vista de como é feita a exposição e transporte até chegar a loja. “Assim que comprar um instrumento em loja já se deve levar em uma assistência técnica para uma revisão geral, pois sempre ocorre interferências externas sobre o mes-

mo. Um caso muito comum aqui, são instrumentos que já saem da loja com trastes gastos devido ao encordoamento oxidado. Aconselho a não comprar mostruários devido a ação de testes”, diz. Uso de acordamentos revestidos e transporte em cases são outras dicas importantes para manter o instrumento sempre nas melhores condições de uso. “Faça uso de encordoamentos revestidos, a maioria das cordas não são revestidas. Outra dica é armazenar o instrumento em case, para evitar qualquer interferência externa. Terminou de usar sempre passe uma flanela seca por baixo das cordas retirando o excesso de sujeira. Mais de modo geral não faça questão de economizar quando o assunto for a manutenção do seu instrumento, pois vejo alunos desistirem de aprender devido ao instrumento com uma péssima tocabilidade”, finaliza.

Fotos: Divulgação

O técnico luthier, Galvão, esclarece o instrumento necessita de uma revisão geral logo ao ser adquirido, pois pode ter sofrido alguma interferência interna ou externa


8 CIDADES

SÁBADO E DOMINGO|18 E 19 DE MARÇO DE 2017

IMPERDÍVEL

MOZART VISITA ANCHIETA A Música clássica vai tomar conta do Santuário de Anchieta. Neste domingo, tem apresentação da Camerata Sesi

Redação Anchieta

O Santuário Nacional de Anchieta, em Anchieta, sedia, neste domingo, a audição do ‘Réquiem de Mozart’, um espetáculo exibido pela Orquestra

Camerata Sesi, com participação do Coro Sinfônico da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames). O evento é gratuito começa logo depois da missa das 19 horas. De acordo com os or-

ganizadores, estarão envolvidos cerca de 63 músicos. A iniciativa faz parte do projeto ‘Concertos no Santuário’, que tem apoio de diversas entidades. A apresentação desse dia irá comemorar o

segundo ano de instalação da reitoria e os 483 anos de nascimento de São José de Anchieta. Réquiem de Mozart trata-se de uma das mais simbólicas obras do compositor austría-

co Wolfgang Amadeus Mozart (1756–1791). ‘Requiém’, em latim,

“RÉQUIEM DE MOZART” significa descanso. A apresentação da orquestra Camerata Sesi-ES com o Coro Sinfônico da Fames estará sob a regência do maestro Leonardo David. De acordo com o maestro, o Requiem – gênero musical criado especificamente para cerimônia fúnebre – é considerado a obra mais aclamada de Mozart. “O Ré-

quiem é mais do que o standard das obras de Mozart, é uma honra executar uma peça que emociona o público através dos tempos”, diz Leonardo. O projeto é uma realização do Santuário Nacional de São José de Anchieta, em parceria com a vice-governadoria do Estado e a Secretaria de Estado da Cultura (Secult), e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Anchieta, Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) e Sesi-ES. Foto: Divulgação/Sesi

A Camerata do Sesi se apresenta com o Coro Sinfônico da Fames


CIDADES 9

SÁBADO E DOMINGO|18 E 19 DE FEVEREIRO DE 2017

ITAPEMIRIM

SEMANA LEMBRA A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA

Haverá distribuição de mudas e campanha de educação ambiental na praça e no porto de Itaipava

Foto: Divulgação

Redação Itapemirim

Em comemoração ao Dia Internacional das Florestas e ao Dia Mundial da Água, 21 e 22 de março, respectivamente, a Prefeitura de Itapemirim programou várias ações para a próxima semana, no município. Na segunda-feira, a partir das 8h30, haverá distribuição de mudas e campanha de educação ambiental na praça e no porto de Itaipava. Na terça, dia 21, acontece uma ação de limpeza nas margens do rio Itapemirim e plantio de mudas para recomposição da mata ciliar, na Sede do município. As atividades começam às 9 horas. Já na quarta-feira, 22 de março, tem palestra com o tema “Economia de Água e Conservação Ambiental”, para os alunos da escola Elvira Meale Lesqueves, em Itaoca. No mesmo dia, às 8 horas, em parceria com a usina Paineiras, os alunos do curso técnico de Açúcar e Álcool da escola Washington Pinheiro Meirelles, plantarão mudas nas margens do rio Itape-

Os produtores interessados receberão material e orientação para proteger as nascentes

mirim, na altura de Paineiras. Para a manhã da próxima quinta-feira, foi agendada distribuição de mudas e educação ambiental na região da Grande Piabanha. Na sexta-feira (24), também ocorrerá distribuição de mudas e atividades de educação ambiental, além de cadastro para o projeto Mata Ciliar durante a Feirinha Municipal, na Sede.

dade uma nascente ou curso hídrico e queira fazer a recomposição florestal pode entrar em contato com a secretaria de Meio Ambiente e realizar o cadastro para ser contemplado pelo projeto. Em seguida, os técnicos irão ao local ver a real necessidade da recuperação e já fazem o levantamento do material e quantidade de mudas necessárias.

PROJETO MATA CILIAR Qualquer produtor rural ou cidadão que tenha em sua proprie-

O município disponibiliza materiais como mourões, arame para cercas, grampo e formicida, além do monito-

MUDAS E PALESTRAS

ramento periódico da área plantada e entrega de mudas. “Nosso maior objetivo com o projeto é promover nas margens dos rios, córregos e nascentes, um espaço de revegetação nativa que servirá de habitat para aves, pequenos mamíferos e outros animais que acabaram desaparecendo e retornarão a estes locais. Também quero ressaltar a importância da proteção das nascentes e consequentemente do fluxo de água, tendo em vista que a vegetação faz com que elas não sequem”, explica o secretário de Meio Ambiente, Tiago Leal.

“EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA 2017” A Presidente da COOPESULC – Cooperativa Educacional Sul Capixaba, CNPJ/MF nº. 08.699.560/0001 - 98, no uso das atribuições conferidas pelo Estatuto Social, convoca os Senhores cooperados para se reunirem em Assembleia Geral Ordinária que se realizará no dia 29 de março de 2017, na sede da Cooperativa, localizada na Rua Misael Barcelos nº. 54, Bairro Vila do Sul, Município de Alegre – ES, em primeira convocação às 16 horas, com a presença de 2/3 (dois terços) dos cooperados em condições de votar; no mesmo dia e local; em segunda convocação às 17 horas, com a presença de metade mais um do número total de cooperados em condições de votar, e persistindo a falta de quorum legal, em terceira e última convocação, no mesmo dia e local, às 18 horas, com a presença mínima de 10 (dez) cooperados em condições de votar, a fim de deliberarem sobre a seguinte ORDEM DO DIA: I – Prestação de contas do exercício 2016 dos órgãos de administração acompanhada de parecer do Conselho Fiscal, compreendendo: a) Relatório de Gestão; b) Balanço Patrimonial; c) Demonstração de Sobras ou Perdas e demais Demonstrativos de 2016; d) Parecer do Conselho Fiscal. II – Rateio de Sobras ou Perdas do Exercício de 2016; III – Eleição dos componentes do Conselho Fiscal; IV – Plano de Trabalho para o ano de 2017; V - Fixação dos valores do “pró-labore” dos Diretores Executivos e de Cédulas de Presença para os membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal, de acordo com o Estatuto Social; VI – Assuntos Informativos Gerais, tais como: admissão e exclusão de cooperados. NOTA: Para efeito de quorum, declara-se que o número de cooperados em condições de votar nesta data é de 20 (vinte) votantes. Alegre/ES, 16 de março de 2017. SIMONE APARECIDA MANOEL CORRENTE Presidente da Cooperativa Educacional Sul Capixaba COOPESULC

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA

O Presidente da Cooperativa dos Cafeicultores do Sul do Estado do Espírito Santo - CAFESUL, CNPJ: 02.983.209/0001-48, no uso das atribuições conferidas pelo Estatuto Social, convoca os senhores cooperados para se reunirem em Assembleia Geral Ordinária que se realizará no dia 31(trinta e um) de março de 2017 no Salão Paroquial da Igreja Matriz São João Batista, situado à Rua Cel. Luiz Carlos, nº 55, no Centro da Cidade de Muqui/ES, CEP: 29.480-000. A reunião não acontecerá na sede (Galpão da Cooperativa), pois, o Galpão fica a 3 KM da cidade, dificultando assim o acesso dos cooperados que vem do interior sem veículo de condução própria. A Assembleia Geral Ordinária realizar-se-á em primeira convocação às 07h30min, com a presença de 2/3 dos associados, em segunda convocação às 08h30min, no mesmo dia e local, com a presença de metade mais um do número total de associados, e persistindo a falta de quórum legal, em terceira e última convocação às 09h30min, com a presença mínima de 10 (dez) associados a fim de deliberarem sobre a seguinte ORDEM DO DIA: Pauta da AGO: I – Prestação de Contas do exercício de 2016 compreendendo: a) Relatório de Gestão; b) Balanço Patrimonial; c) Demonstrativos das Sobras e demais Demonstrativos; d) Parecer do Conselho Fiscal; II – Destinação das Sobras; III – Eleição dos Componentes do Conselho Fiscal; IV – Fixação dos valores do pró-labore e cédula de presença dos membros do Conselho de Administração/Diretoria e do Conselho Fiscal; V – Plano de Trabalho para o ano de 2017; VI –Votação para a aprovação do PDCJ da Cooperativa Cafesul (Plano de Desenvolvimento do Comércio Justo), OBS: O Plano do Prêmio Fairtrade da Cooperativa para o ano de 2017 está incluso no PDCJ; NOTA: Para efeito de quórum, declara-se que o número de cooperados em condições de votar nesta data é de 149(cento e quarenta e nove) cooperados. Muqui/ES, 10 de março de 2017. Carlos Renato Alvarenga Theodoro Presidente da Cooperativa dos Cafeicultores do Sul do Estado do Espírito Santo

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA

O Presidente Sr. Duilio Mariano Berilli, segundo autoriza a Legislação e o Estatuto Social da Cooperativa Educacional de Muqui – COOPEM, CNPJ N° 02.606.089/0001-60, no uso das atribuições conferidas pelo Estatuto Social, convoca os senhores cooperados para se reunirem em Assembleia Geral Ordinária que se realizará na Câmara Municipal de Muqui, Situada à Rua Satyro França, n° 95 - Centro, Muqui, Estado do Espírito Santo, no dia 30 de março de 2017. A Assembleia Geral Extraordinária realizar-se-á em primeira convocação às 17:30 horas, com a presença de 2/3 dos associados, em segunda convocação às 18:30 horas, no mesmo dia e local, com a presença de metade mais um do número total de associados, e persistindo a falta de quórum legal, em terceira e última convocação, às 19:30 horas, com a presença mínima de 10 (dez) associados. A Assembleia Geral Ordinária em primeira convocação realizar-se-á às 18:00 horas, com a presença de 2/3 dos associados, em segunda convocação às 19:00 horas, no mesmo dia e local, com a presença de metade mais um do número total de associados, e persistindo a falta de quórum legal, em terceira e última convocação, às 20:00 horas, com a presença mínima de 10 (dez) associados, a fim de deliberarem sobre a seguinte ORDEM DO DIA: Pauta da AGE: I – Alteração no Estatuto Social da Cooperativa Educacional de Muqui – COOPEM. Pauta da AGO: I - prestação de contas, exercício 2016, dos órgãos de administração, compreendendo: a) Relatório de Gestão; b) Balanço Patrimonial; c) Demonstrativo das sobras apuradas. d) Parecer do Conselho Fiscal II - Destinação das sobras apuradas; III – Eleição de Recomposição dos componentes do Conselho de Administração. IV- Eleição dos componentes do Conselho Fiscal; V - Plano de Trabalho para o ano de 2017. Nota: Para efeito de quórum, o número de cooperados aptos a votar é 85. Muqui, 18 de março de 2017 Duílio Mariano Berilli Presidente

COMUNICADO CERAMICA CIMACO LTDA, torna público que Requereu da SEMMA- ITAPEMIRIM, a renovação da LMO nº 08/2012, para extração de argila, feldspato e caulim para produção de cerâmica e outros produtos industriais, na Fazenda Colher, Distrito de Itapecoá, Itapemirim – ES. Referente ao processo SEMMA 13727/10. Processo DNPM nº 896.514/2003.


10 COLUNA SOCIAL

SÁBADO E DOMINGO|18 E 19 DE MARÇO DE 2017

No portal aquinoticias.com você encontra mais fotos e informações de todos os eventos. Acesse!

Os Destaques de Guaçuí, Sul do Espírito Santo;

Adele recusa cachê milionário Paulo Coelho escreveu… “O amor jamais morre de morte natural, geralmente morre de sede porque nos esquecemos da fonte.”

FESTIVAL DE INVERNO do Caparaó está começando a movimentar o público capixaba. Com programação especial, o evento será um marco na região. A UNIÃO de várias entidades e empresas marcam esse Festival que tem nomes nacionais nos palcos. UM BOM EXEMPLO a ser seguido onde mostra que não devemos só esperar pelos governos, e sim dar os primeiros passos. O FESTIVAL será maravilhoso com certeza, unindo música, gastronomia, clima e o acolhimento do povo do Caparaó. AS SANDÁLIAS mais famosas do

ADELE que por si, sozinha brilha... a principal vencedora do Grammy 2017 recusou oferta milionária para participar de um reality show. POR R$150 MILHÕES poderíamos conhecer a intimidade de Adele e sua família, proposta que a bela negou. Foto: DÉBORA OSÓRIO

Durante o badalado lançamento do Festival de Inverno de Guaçuí, a presença do Secretário Municipal de Meio Ambiente Roberto Martins, da Secretária Municipal de Governo e Articulação Josélia Rita, do Presidente da ACISG Marcos Luiz Jauhar e da Gerente do SICOOB Guaçuí Marcela Gomes Furtado.

Brasil registraram lucro líquido de R$ 358,4 milhões no ano passado. Os consumidores preferem as Havaianas. A PÁSCOA deve registrar um crescimento na economia Brasileira. Além das vendas, as oportunidades de emprego também devem ter um aquecimento. ENQUANTO o comércio formal ainda contabiliza prejuízos, em janeiro, o e-commerce registrou aumento de 15% nas vendas, em relação ao mesmo mês do ano anterior. CLASSE POLÍTICA sem crédito. Os empresários desistiram de esperar soluções oficiais e estão se unindo para resolver seus problemas.

O diretor do Grupo Folha do Caparaó, Elias Carvalho Soares e sua Equipe campeã, na Pousada Vovô Zinho, durante o lançamento do Festival de Inverno de Guaçui: Giliard Santos (Design gráfico), Débora Osório (comercial), Daniele Muruci(repórter), Kátia Quedevez(Revista Safra), Daniel Borges (Jornalista), Alessandra Nascimento (Adminstrativo) e Marcos Freire (Jornalista). Foto: DÉBORA OSÓRIO

A Arquiteta Laís Miranda, Rafael Lamas, Maria Thereza , Márcio Santanna proprietários do Delírios da Carne e Cacá Côgo


SEGURANÇA 11

SÁBADO E DOMINGO|18 E 19 DE MARÇO DE 2017

RODARAM

ARMA, CRACK E DINHEIRO

DUPLA SAI DE CACHOEIRO PRA Polícia pega três COMPRAR DROGAS EM GUAÇUÍ com drogas em Iúna E ACABA PRESA EM JERÔNIMO Edézio Peterle Iúna

Wanderson Amorim Jerônimo Monteiro

Dois homens, de 18 e 21 anos, foram presos na noite de quinta-feira, em Jerônimo Monteiro, suspeitos de tráfico de drogas. Eles foram detidos no bairro Santo Antônio. Com E.S.L. e W.S.D., foram encontrados pedaços de maconha e R$ 200 em dinheiro. A dupla, que é de Cachoeiro, voltava de Guaçuí, onde confessou ter ido comprar drogas. De acordo com o boletim de ocorrências, as 22h50, militares visualizaram a dupla em atitude suspeita, a bordo de uma motocicleta com a placa praticamente ilegível. Ao abordá-los, os PMs encontraram nove pedaços de maconha e o dinheiro. Ao checarem a placa da moto, os policiais constataram que

ela pertencia a outro veículo. A moto também estava com a numeração do chassi e do motor raspada. Os detidos informa-

ram aos policiais que estavam com problemas em uma boca de fumo de Cachoeiro de Itapemirim e por isso foram comprar o entorpecente

no município de Guaçuí. A dupla foi encaminhada para o plantão da Delegacia Regional de Alegre para as medidas legais.

NOVAS BUSCAS

Uma ação do Grupo de Apoio Operacional (GAO) da Polícia Militar de Iúna, no Caparaó, prendeu três suspeitos de tráfico de drogas, dentre eles um menor de idade, e apreendeu drogas, uma arma e dinheiro. A ocorrência foi registrada no início da noite de quinta-feira, no bairro Quilombo. Foram apreendidos 130 pedras de crack, 42 buchas de maconha e dois papelotes de cocaína. Além das drogas, o GAO recolheu um revólver calibre 38, com numeração raspada; um simulacro de arma de fogo, seis munições 38 (além das que estavam no revolver); e R$ 483 em espécie. A ação começou durante um patrulhamento. Os policiais tiveram informações de

que em uma residência do bairro Quilombo, havia três pessoas armadas vendendo drogas. Segundo a Polícia Militar, os suspeitos estavam no terraço da casa. Ao avistarem os policiais, eles tentaram se livrar do flagrante, jogando as drogas e o dinheiro pela janela da cozinha. A Polícia Militar fez a abordagem e prendeu o menor W. e sua companheira, grávida de sete meses. O terceiro suspeito preso foi M. D., que, segundo o mesmo, saiu do presídio há pouco tempo. O menor W. também possui passagens pela Justiça por atos infracionais diversos. Um quarto indivíduo que estava no local conseguiu fugir. Os três suspeitos e o material apreendido foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Venda Nova do Imigrante.

FACA NA CINTURA

Parte de corpo encontrada em Marataízes Preso homem suspeito de matar idosa e pode ser de menino que se afogou Wanderson Amorim Marataízes

Um morador de Marataízes encontrou na manhã de ontem, na praia da Areia Preta, restos mortais que podem ser do menino Lucas Caetano, de

12 anos, morador do bairro Monte Cristo, em Cachoeiro de Itapemirim, que se afogou na tarde do último domingo, quando participava de um passeio no balneário. De acordo com o se-

cretário municipal de Segurança de Marataízes, Anderson Gouveia, por volta das 8 horas, um morador localizou parte de um pé direito. “As buscas pelo corpo de Lucas foram encerradas nesta quinta-fei-

ra. Mas, diante do aparecimento de parte do corpo, mergulhadores do Corpo de Bombeiros farão novas buscas neste sábado”, afirmou Gouveia. Durante a semana, 31 homens com embarcações e auxílio de um helicóptero da Polícia Militar trabalharam intensamente nas buscas pelo corpo de Lucas, mas sem êxito. A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada para recolher o material encontrado que será encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro. Um exame será realizado para confirmar se realmente trata-se de parte do corpo da criança.

caseiro em Mimoso Redação Mimoso do Sul

Um homem de 29 anos foi preso, ontem, em uma operação conjunta entre policiais civis da Delegacia de Mimoso do Sul e Polícia Militar. R.P.S. é um dos suspeitos de roubar e matar Anísia Alves Teodoro e seu empregado José Luiz Pereira. O crime aconteceu na quarta-feira. De acordo com o responsável pela operação, delegado Rômulo Carvalho Neto, o suspeito foi localizado na residência de sua tia, na localidade de São José, Zona Rural de Mimoso do Sul. “O suspeito junto com outro ho-

mem mataram as vítimas usando uma faca. Anísia foi morta por ter reconhecido o suspeito e por consequência mataram José para que ele não os denunciasse a polícia”, contou. O delegado disse ainda que no momento da prisão de R.P.S. ele estava usando na cintura uma faca de cabo branco que foi roubada da casa da vítima. Ele foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro de Itapemirim. “A polícia vai continuar as investigações para localizar e prender o segundo suspeito do crime”, concluiu Rômulo Carvalho Neto.


12 CIDADES

SÁBADO E DOMINGO|18 E 19 DE MARÇO DE 2017

VOLUNTÁRIAS

EVANGÉLICO LANÇA PÁSCOA SOLIDÁRIA Os ovos de 100 gramas estão custando R$15, 250 gramas R$ 25, de 500 gramas custam R$ 45 e os pirulitos R$2,50 Redação Cachoeiro de Itapemirim

450 quilos do mais puro chocolate Garoto. É com essa matéria prima que as voluntárias, em sua maioria ex-pacientes oncológicos, transformam em ovos de 100, 250 e 500g e pirulitos. E todas essas delicias são vendidas e a renda arrecadada é revertida para manter os serviços básicos dos pacientes oncológicos atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) bem como aqueles que necessitam também dos serviços oferecidos pela Casa de Apoio. É assim que há 12 anos o Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI) em parceria com a Casa de Apoio aos Portadores de Câncer Cachoeiro

Foto: Divulgação

Já estão prontos para comercialização cerca de 700 pirulitos e mais de 500 ovos de todos os tamanhos

coordena a equipe de voluntárias. Os produtos já estão disponíveis na recepção do Hospital Evangélico e em breve estarão na Casa do Coelho, na Praça Jerônimo Monteiro.

TODO O TRABALHO É VOLUNTÁRIO

de Itapemirim (GAPCCI) promovem a Páscoa Solidária. Um projeto que cresce a cada ano e que sempre vem

recheado de solidariedade. Este ano, a produção está a todo vapor. Tanto que já estão prontos

para serem comercializados cerca de 700 pirulitos e mais de 500 ovos de todos os tamanhos. “A expectativa é

de conseguirmos fazer cerca de 3.000 produtos para vender”, disse Clarice Turine que desde o início do projeto

Como todos os anos, os preços são especiais. Os ovos de 100 gramas estão custando R$15, 250 gramas R$ 25, de 500 gramas custam R$ 45 e os pirulitos R$2,50. Somente os ovos de 250 gramas e o de 500 grmas têm a versão meio amargo cujo os preços são os mesmo da versão ao leite. Não deixe de participar. Custa muito pouco ajudar!

Aqui Notícias Edição 1600  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you