Page 1

REDAÇÃO | (28) 99991 7726 ANÚNCIOS E ASSINATURAS (28) 3521 7726

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL | ANO V EDIÇÃO 01548| DIÁRIO

SÁBADO E DOMINGO 31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1° DE JANEIRO DE 2017

Foto: Divulgação

DEPOIS DE 15 ANOS, FESTIVAL DE GUAÇUÍ VOLTA EM 2017 Lobão é uma das atrações nacionais já confirmadas

P.6 e 7

Foto: Divulgação

Desejo para 2017 P.9

VIRA O ANO, VIRA A CRISE?

Prevendo mais um ano difícil, empresários capixabas já planejam soluções para 2017 P.4 e 5 Foto: Wanderson Amorim

P.11

PM prende suspeito de matar frentista em Cachoeiro

Iasmim Conti, de Muqui, tem apenas 10 anos. Ela enfrenta o câncer pela terceira vez, mas precisa de ajuda para fazer uma cirurgia que custa R$25 mil


2 OPINIÃO

SÁBADO E DOMINGO|31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1º DE JANEIRO DE 2017

FOLHEANDO

POSSES

Foto: Internet

A partir deste domingo, os municípios estarão sob a responsabilidade de novas administrações, mesmo aqueles em haverá continuidade de gestor que foi reeleito. Isso porque o ano de 2017 promete exigir muita criatividade e trabalho com austeridade. Pelo menos, é o que estão pregando alguns prefeitos eleitos, que tomam posse, como é o caso do Coronel Weliton, de Iúna. Ele pretende uma administração com a participação da população, mas ao mesmo tempo, terá que gerir os recursos com todo cuidado, para conseguir fazer o que for reivindicado pela população. A vida não vai ser fácil em 2017 para as administrações municipais.

POSSES (2) O prefeito de Iúna também fala que a população precisa se reorganizar. O município que ele vai administrar já foi exemplo de organização comunitária, o que tem se perdido nos últimos, muito pela falta de interesse dos agentes públicos, mas um pouco pela desmotivação e desmobilização das comunidades, o que interessa a alguns agentes políticos, com certeza. Tem político que não gosta de comunidade organizada. Por isso, os novos mandatários devem mostrar que governar com o povo é possível e buscar a participação popular cada vez mais. Só não concorda com isso os idiotas de plantão que querem uma intervenção militar no país. Ditadura militar no Brasil nunca mais!

CONSÓRCIO E falando em organização, a afirmação do governador Paulo Hartung sobre o fortalecimento do Consórcio Intermunicipal do Caparaó, para o desenvolvimento da região, é a mais pura realidade. Quando o Consórcio era forte e contava com a mobilização dos prefeitos e das comunidades de seus municípios, foi a época em que o Caparaó capixaba alcançou mais vitórias. Então, deve fazer parte da agenda dos novos prefeitos a reestruturação e fortalecimento desta organização que colocou o Caparaó capixaba no mapa do Espírito Santo e do Brasil. Antes éramos um anexo esquecido no extremo do sul do Estado. Hoje, somos reconhecidos como um dos lugares mais bonitos do Brasil. Pensamento do dia: Perder o que ainda estava para se conquistar faz parte do jogo. O problema é perder aquilo que já estava com você.

EXPEDIENTE

GRUPO FOLHA DO CAPARAÓ DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME | CNPJ: 10.916.216\0001-55 Rua Irmãos Fernandes, 59, Bairro Bela Vista, Cep: 29.560-000 - Guaçuí-ES Telefone: (28) 3553 0517 Rua Dona Joana, 25, 2º Pavimento, Bairro Centro, Cep: 29.300-120 - Cachoeiro de Itapemirim-ES Telefone: (28) 3521-7726 | (28) 3511 2611

DIRETORIA GERAL: Elias Carvalho Soares EDITOR GERAL: Lucia Bonino REPORTAGEM: Ana Gláucia Chuína, Edézio Peterle, Guilherme Gomes, Lucas Schuina e Taynara Barreto EMAIL: jornalismo.aquinoticias@gmail.com ASSISTENTE COMERCIAL: Débora Osório, Alcino Júnior PROJETO GRÁFICO: Giliard Santos Silva Nogueira DIAGRAMAÇÃO: Celso Wallace

»» Marcos Freire »» marcosfolhadocaparao@gmail.com

NOVOS CAMINHOS Enquanto as bombas explodem na Síria e os comentaristas se preocupam com o que será os Estados Unidos com o Trump, temos que olhar para dentro de nossas fronteiras e lembrar que vamos entrar 2017 com os mesmos problemas de 2016, com gente morrendo de dengue e outras doenças transmitidas por um mosquito que deixaria de existir se tivéssemos mais educação, entre outros problemas crônicos que enfrentamos no nosso dia a dia. Aliás, o Brasil sempre viveu o drama de não conseguir resolver seus problemas de saúde pública. Entra governo, sai governo, e os hospitais continuam lotados, o atendimento é muito ruim, o saneamento básico, com tratamento do esgoto deixando de ser lançado nos rios e córregos, não existe na maioria das cidades. Aliás, esse deve ser um desafio para os novos e futuros gestores municipais. Acabar com os esgotos poluindo os recursos hídricos, que já são tão escassos. Os municípios não têm dinheiro para isso, mas o governo federal tem a obrigação de providenciar os recursos para isso, tapando bem os

COLABORADORES: Alexandre Garcia, Ewerton Miranda Tréggia, Guilherme Gomes, Luciana Fernandes, Ricardo Lemos, Ruy Guedes, Wagner Medeiros Junior, Basílio Machado, Almir Forte, Ramom Barros.

CIRCULAÇÃO Anchieta, Atílio Vivácqua, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Conceição do Castelo | Iconha, Itapemirim, Marataízes, Mimoso do Sul, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante.

ralos por onde entram ou fogem os ratos. Isso não é papo de ecologista. Já deixou de ser há muito tempo. Deve ser prioridade, porque educação ambiental deveria fazer parte do currículo escolar, como matéria obrigatória, valendo nota para passar de ano. Todos nós que moramos no planeta Terra temos a obrigação de sermos ambientalistas. Porque o equilíbrio do meio ambiente também significa mais saúde e menos gente nos postos e hospitais. Menos gastos com remédios e internações. Parece uma matemática simples, mas não é, justamente, porque não é vista como prioridade. São poucos os gestores, inclusive os que estão entrando agora, que falam em preservação do meio ambiente. Poucos mesmo. E olha que tenho conversado com todos eles. Educação também é colocada como prioridade, mas este setor tem funcionado, apesar de ser preciso quebrar alguns paradigmas e ví-

cios. Por isso, acredito que a Escola Viva, do Governo do Estado, por meio da Sedu, é um programa que pode fazer isso. Escola integral existe no mundo todo e pode mudar a vida de muitos jovens. Mas qualquer resultado, só será possível com a gestão austera e responsável dos recursos públicos. Sem isso nada vai acontecer, frente a esta realidade em que vivemos, com a falta de dinheiro nos cofres das cidades. Prefeito não vai poder fazer tudo que quer e já não pode há muito tempo. Se não houver gestão, a conta não vai fechar no final. O certo é que novos caminhos precisarão ser abertos e trilhados.

As matérias assinadas e publicadas neste jornal, não traduzem a opinião do próprio jornal. A veracidade das informações publicitárias veiculadas é de responsabilidade de quem as patrocina (anunciante). A legislação não impõe ao órgão que veicula o anúncio (jornal) a obrigatoriedade de verificação e comprovação da fide lidade e

correção destes anúncios. Fonte: STJ (Superior Tribunal de Justiça).

ACESSE:


SÁBADO E DOMINGO|31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1° DE JANEIRO DE 2017

POLÍTICA 3

NA PREFEITURA

REGINALDO AFIRMA QUE PRIORIDADE SERÁ MELHORAR A SAÚDE DO MUNICÍPIO O prefeito eleito de Ibitirama quer focar na melhoria do setor de Saúde e afirma que recebe administração de forma tranquila Marcos Freire Ibitirama

O prefeito eleito de Ibitirama, Reginaldo Simão (PMDB), toma posse amanhã (01), em solenidade que será realizada no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), a partir das 17 horas. Vai receber a Prefeitura, sem qualquer problema de transição de governo, já que assume o lugar que era ocupado por seu companheiro político, o prefeito Javan de Oliveira (PSD), numa administração em que Reginaldo era o vice-prefeito. Segundo Reginaldo, a transição correu de forma tranquila. “Nos-

sa transição de governo está terminando com muita tranquilidade, não houve qualquer problema, e as informações estão todas ok”, disse. Nomes que ocupam as

MELHORAR A SAÚDE É COMPROMISSO DE CAMPANHA secretarias municipais da atual gestão podem continuar na equipe de Reginaldo. Contudo, até o fechamento desta edição, apesar de afirmar, em entrevista a este jornal, que a equipe está montada, Reginaldo não divulgou os nomes que vão ocupar as pastas que formam a administração. Isso

deve acontecer depois da posse. O que está confirmado, conforme afirmou o prefeito eleito, na entrevista, é que a maior prioridade da sua administração será melhorar a qualidade do setor de saúde de Ibitirama. “Sempre foi falado em nossa campanha que nossa saúde tem problemas, assim como acontece no país todo, então, é um compromisso que fiz com a população”, afirmou. Apesar de saber que outras prioridades vão surgindo, principalmente, depois das chuvas que caíram no mês de dezembro e deixaram danos no município.

Foto: Marcos Freire

Reginaldo ainda não divulgou os nomes que vão ocupar as secretarias municipais em seu governo


4 ESPECIAL

SÁBADO E DOMINGO|31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1º DE JANEIRO

BALANÇO

VIRA O ANO, VIRA A CRISE? Com pouco a comemorar em 2016, empresários capixabas projetam 2017 difícil e planejam soluções. Em Cachoeiro, por exemplo, a Associação Comercial estuda parcerias com o Bandes. A ideia é tentar estabelecer linhas de crédito vantajosas e também oferecer palestras, para contribuir com a profissionalização do comércio local. Na construção civil, outro setor termômetro da crise, investimentos em capacitação e busca por parcerias público-privadas são as apostas para um 2017 melhor Lucas Schuina Cachoeiro de Itapemirim

O ano de 2016 foi pior do que o esperado e as perspectivas para 2017 não são exatamente otimistas. Mesmo com reação nos últimos meses, o comércio do Espírito Santo teve retração. A expectativa para o próximo ano é de recuperação lenta. Essa é a avaliação feita por empresários e representantes de entidades comerciais e industriais capixabas. O juízo não é exatamente uma surpresa, dada a instabilidade política, econômica, social e jurídica do Brasil atual. Mas há motivos de preocupação específicos para o Espírito Santo. De janeiro a outubro deste ano, o comércio no Estado acumulou uma retração de 11,5%, contra 6,7% da média nacional, segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC). No mês de outubro, houve uma reação, com um crescimento no comércio de 1% em relação ao mês anterior. E, conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o

fechamento de postos de trabalho desacelerou 4% em relação ao mês anterior, ainda que o saldo continue negativo. O índice de confiança do empresariado também registrou, em novembro, a sexta alta consecutiva do ano, com 1,9% maior do que o mês anterior. Apesar disso, o espírito é de cautela. “O aumento da confiança dos empresários ainda precisa se transformar em resultados na economia real, que tem apresentado uma recuperação mais lenta do que se esperava. Por isso, o desafio do comércio hoje é recuperar a confiança do consumidor”, destaca o presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri. DIFICULDADES ESTADUAIS O agravamento da crise política do Brasil, que criou um nível de instabilidade ainda maior no país, é o principal responsável pelo pessimismo dos empresários. Mas alguns fatores locais também devem ser colocados nessa conta. A nível estadual, segundo a Fecomércio-

José Lino Sepulcri, presidente da Fecomércio-ES: “O desafio do comércio hoje é recuperar a confiança do consumidor.”

Fotos: Divulgação

A construção civil foi um dos setores afetados pela crise

-ES, a seca extrema que atingiu sobretudo as regiões Norte e Noroeste teve grande impacto na economia. A queda da barragem da Samarco em Mariana (MG), no final de 2015, também causou grande prejuízo, seja por interromper a usina de pelotização de Anchieta, seja por afetar o comércio dos municípios pelos quais o Rio Doce percorre. CACHOEIRO Uma das principais atividades econômicas de Cachoeiro de Itapemirim e região, a comercialização de

Áureo Mameri, vice-presidente institucional da Findes em Cachoeiro de Itapemirim e região: “A oscilação do dólar foi muito ruim para o setor de rochas ornamentais.”

rochas ornamentais também sofreu este ano. Segundo informações do Centrorochas, o Brasil teve saldo positivo de 11,15% em toneladas exportadas de janeiro a novembro de 2016, mas o valor do produto caiu quase 7% em relação ao ano passado. Além disso, um dos principais países compradores, os Estados Unidos, desacelerou as importações em 10,36%. “A oscilação do dólar foi muito ruim, porque os nossos principais insumos para produção são dolarizados e o produto também

Celso Luiz Costa, presidente da CDL Cachoeiro: “Cachoeiro está muito feia, mal cuidada. Devemos unir os setores da sociedade para tornar o município mais aprazível.”

perde valor na exportação. Além disso, o mercado interno está muito retraído”, comenta Áureo Mameri, vice-presidente institucional da Findes em Cachoeiro de Itapemirim e região. Segundo Celso Luiz Costa, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cachoeiro de Itapemirim (CDL Cachoeiro), o município tem tido dificuldades de atrair empreendimentos industriais, em detrimento do setor de serviços, que tem crescido bastante – como a área educacional, por exemplo. E os principais gargalos

Pedro Sandrini, presidente da Acisci: “Estamos tentando uma parceria com o Bandes, para estabelecer linhas de crédito especiais para os comerciantes.”

são a falta de investimentos e problemas de logística. “Cachoeiro tem uma densidade demográfica grande e uma arrecadação baixa. E o que é arrecadado também é mal gasto. A cidade está muito feia, mal cuidada. Devemos unir os setores da sociedade para tornar o município mais aprazível, para que as pessoas tenham vontade de vir aqui e fazer suas compras”, afirma. Já Pedro Sandrini, presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Cachoeiro de Itapemirim (Acisci),

Paulo Alexandre Baraona, presidente do Sinduscon-ES: “Hoje não temos nenhuma grande obra pública no Estado. As Parcerias Público-Privadas podem ser uma saída.”


ESPECIAL 5

SÁBADO E DOMINGO|31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1º DE JANEIRO

destaca que nenhuma linha de crédito especial foi criada para os comerciantes alavancarem seus negócios. As fortes chuvas que atingiram o Sul do Estado na segunda semana de dezembro também afetaram muito as vendas de Natal, uma das datas comemorativas mais importantes para o comércio. “Perdemos praticamente uma semana de vendas. Estamos conversando com os comerciantes mais atingidos pelas chuvas”, completa. ALTERNATIVAS Sandrini destaca ainda que, para 2017, a Acisci está negociando uma parceria com

o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes). A ideia é tentar estabelecer linhas de crédito vantajosas e também oferecer palestras, para contribuir com a profissionalização dos comerciantes de Cachoeiro. O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo (Sinduscon-ES), Paulo Alexandre Baraona, destaca que a entidade que preside – que representa outro setor muito afetado pela crise – também tem investido em qualificação de mão de obra. Outra saída tem sido lutar para o investimento públi-

co em investimentos em Parcerias Público-Privadas (PPPs). “Não adianta chorar sobre o leite derramado. É preciso ser proativo”, diz. Ainda assim, o empresariado capixaba é unânime ao destacar que a situação só poderá melhorar se o governo e o legislativo federal colocarem em prática reformas estruturais importantes – trabalhista, tributária, previdenciária e política. E que, além disso, haja um ambiente de maior estabilidade no país. “Falta de trabalho nós não temos. Faltam condições para trabalhar”, completa Baraona.

PAULO HARTUNG: NEM TUDO FOI TÃO RUIM Em entrevista coletiva concedida esta semana, o governador Paulo Hartung (PMDB) fez um balanço de 2016. Hartung afirmou que o ano foi duro, mas destacou que o governo estadual fechará com um superávit de R$ 40 milhões, o que dará maior margem para investir em áreas essenciais como Saúde, Educação, Segurança e Meio Ambiente. “Estamos cuidando da crise com uma mão. Fazendo ajuste fiscal, mantendo as contas organizadas. Mas com outra mão estamos inovando em políticas públicas”, disse

Foto: Arquivo Pâmela Koppe

Fotos: Lucas Schuina

Que venha 2017 Sofrendo os impactos de um ano difícil, nas ruas, a população se despede de 2016 com esperança. A maioria quer mesmo e esquecer o ano que passou e ser feliz em 2017. A empregada doméstica Vânia Kobi Pereira, moradora de Rio Novo do Sul, comentou que não conseguiu cumprir a sua principal meta no ano, que é finalizar o pagamento da casa em que reside há mais de dez anos.

Ela também enfrentou um problema no emprego, mas conseguiu trocar de empregador e se estabilizar. “Eu queria ter finalizado todo o pagamento, mas acabaram acontecendo imprevistos e não foi possível. De qualquer forma, as parcelas estão em dia e, se Deus quiser, vou conquistar isso ano que vem”, disse. A diarista Eunice Mendonça também não conseguiu cum-

prir sua principal meta neste que era conquistar a aposentadoria. Ela se diz um pouco confusa com as novas regras previdenciárias que podem ser votadas no ano que vem, e teme que isso afete o seu planejamento. Mas se mostra tranquila. “O que eu quero mesmo é saúde”, finalizou. Já para o jovem Mateus Felício, 2016 fechou com chave de ouro: ele conseguiu se formar em Sistemas de

Vânia Kobi Pereira: meta é finalizar pagaMateus Felício: finalizou graduação e quer famento da casa própria zer pós em 2017

Formação. Em 2017, Mateus pretende realizar uma pós-graduação e conseguir

se firmar no mercado de trabalho. “Foi tudo muito corrido, trabalhando de dia numa

empresa de informática e estudando à noite. Mas deu tudo certo”, comentou.


6 ESPECIAL

SÁBADO E DOMINGO|31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1º DE JANEIRO DE 2017

PROGRAME-SE

FESTIVAIS QUE PROMETEM AGITAR

Shows musicais, festivais gastronômicos, de cinema e cervejas artesanais compõem uma extensa programação prevista pa Guilherme Gomes Nacional

O ano de 2017 promete ser agitado no cenário cultural. Ele já começa com expectativa de grandes eventos e festivais por todo o estado e também pelo Brasil a fora. No Espírito Santo, a novidade é o retorno do Festival de Inverno de Guaçuí. Após 15 anos, a “pérola do Caparaó”, voltará a ser palco de um grande evento, com atrações de renome nacional além de bandas regionais. O agito já tem data marcada, entre os dias 15 a 17 de junho. Estão confirmados shows com Lobão, Ira! e Leoni, que tocará acompanhado da Camerata do Sesi. Sobre o Ira!, a banda paulista tem um detalhe que pouca gente sabe. O compositor de clássicos como “Envelheço na Cidade”, “Flores em Você” e“Núcleo Base”, entre outros, Nasi, nasceu em Guaçuí. O evento será uma realização da Contexto Eventos, com organização da Cancun Eventos e apoio do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura, Câmara Municipal e Associação Comercial de Guaçuí e visa resgatar a tradição do festival de inverno na região. São esperadas mais de 10 mil pessoas durante os três dias de eventos. Em paralelo ao Festival, os bares e restaurantes do município farão um Festival Gastronômico, com cardápios especiais. Na praça, acontecerá uma oficina de música e shows de bandas e artistas regionais, complementando a programação. Outro evento que deve movimentar a região é a segunda edi-

Leoni Ira!

Lobão

ção do Bora Caparaó. Festival multicultural realizado em Alegre, o Bora Caparaó reúne arte, música, gastronomia, sustentabilidade e cinema em um só lugar. No ano de 2006 as apresentações foram diversas, com destaque para volta aos palcos da banda Estado de Sítio. Um pouco mais ao sul, em Muqui, deve acontecer o Encontro de Cervejas Artesanais. A programação reúne apresentações musicais aliadas à exposição de comidas e bebidas e, mais uma edição do já tradicional Festival de Cinema Independente de Muqui – FECIM.

ESPÍRITO SANTO Em Vitória, a programação começa logo depois do carnaval. Em 01 de abril, a capital irá receber uma edição de um dos maiores festivais de música sertaneja do país. O Villa Mix Vitória contará com atrações de peso, segundo informam os produtores. O Pavilhão de Carapina receberá shows de Jorge e Mateus, Wesley Safadão, Simone e Simaria, Matheus e Kauan, Israel e Rodolffo e DJ Alok. A sétima arte tem presença cativa em

Simone e Simaria

Vitória. Anualmente acontece o Festival de Cinema, com programação diversificada e gratuita, o festival contribui para o desenvolvimento da produção audiovisual brasileira,

e o fortalecimento dos profissionais capixabas. O balneário de Manguinhos, na Serra, e Santa Teresa serão, mais uma vez, palco de festivais de Jazz & Blues. A programação

reúne aproximadamente 20 horas de música ao vivo, lançamentos de discos, música boa, artistas capixabas e nacionais e muita gente animada. A entrada é gratuita.


ESPECIAL 7

SÁBADO E DOMINGO|31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1º DE JANEIRO DE 2017

R O CENÁRIO CULTURAL EM 2017

ara o ano de 2017. No Espírito Santo, a grande novidade e o retorno do Festival de Inverno de Guaçuí, marcado para junho

Festivais Nacionais em 2017 Red Hot Chili Peppers

LITORAL SUL A gastronomia fica em evidência com mais uma edição Festival de Frutos do Mar em Anchieta. Durante o festival, o charmoso balneário de Iriri reúne um cardápio com

iguarias feitas a base de Lula, polvo, camarão, sururu, lagosta, siri e caranguejo. Mas a programação ultrapassa a boa mesa, trazendo diversas atividades que são um

convite para o público se divertir e conhecer as belezas do local. Entre as opções, estão shows acústicos, aulas show de culinária e ações educativas nas praias do balneário.

OUTROS FESTIVAIS

RIO DE JANEIRO O Rock in Rio já está confirmado e promete grandes atrações nacionais e bandas internacionais em sua programação. O festival terá uma programação de dois finais de semana no Brasil: de 15/9 a 17/9 e de 21/9 a 24/9. Até o momento, as principais bandas e atrações confirmadas são Aerosmith, Maroon 5, Bon Jovi e Red Hot Chili Peppers. Uma das grandes atrações do Rock in Rio também é o universo da Cidade do Rock que este ano muda de local e será montada no Parque Olímpico, Rio de Janeiro. A cidade de Paraty contará com cinco importantes atrações durante 2017. Tendo início com o aniversário da cidade, que acontece no dia 28 de fevereiro, vai ter uma

festança em dobro. E o motivo é simples: como já aconteceu em outros anos, desta vez a data coincide com a terça feira de carnaval, então pode esperar encontrar muita folia pela cidade. No mês de maio, será realizado o Bourbon Festival durante três dias, a cidade se transforma na terra do Jazz, Soul e Blues no Brasil. O evento que costuma atrair cerca de 150 mil turistas para as antigas ruas de Paraty. A literatura também terá sua vez com a Festa Literária Internacional – Flip - que tem sua 15ª edição agendada para entre os dias 26 a 30 de julho. Presente no calendário festivo de Paraty desde 1982, o Festival da Cachaça, Cultura e Sabores rola no mês de outubro. A gastronomia também terá represen-

tatividade com a Folia Gastronômica, realizado em novembro e que reúne chefs e profissionais da gastronomia de todo o Brasil. SÃO PAULO Outro tradicional festival de música que vai acontecer neste ano que se inicia é o Lollapalooza. O evento reúne gêneros como rock alternativo, heavy metal, punk rock,Grunge e performances de comédia e danças, além de estandes de artesanato. Também fornece uma plataforma para grupos políticos e sem fins lucrativos. O Lollapalooza este ano acontece entre os dias 25 e 26 de março e contará com Metallica, The Strokes, The XX, Rancid, Cage The Elephant, Criolo, Suricato, Duran Duran entre outros.

Metallica

Em janeiro acontece o Planeta Brasil, no dia 28, a Esplanada do Mineirão receberá atrações como Jason Mraz, Skank, Natiruts, Planet Hemp, Tiago Iorc, Anavitória, Jaloo e outros. Jason Mraz também se apresenta no mês de fevereiro na edição 2017 do Planeta Atlântida, que acontece nos dias 03 e 04, na SABA, em Atlântida, Rio Grande do Sul. Além da atração internacional, o festival vai trazer: Alok, Anitta, Wesley Safadão, O Rappa e Natiruts. Nos dias 4 e 5 de fevereiro, o festival holandês Dekmantel realiza sua primeira edição brasileira. Durante o

dia, o evento acontece na zona oeste de São Paulo, no hipódromo do Jockey Club. Além disso, uma programação adicional noturna acontecerá na Fabriketa, no bairro do Brás. O evento traz em seu line-up destaques da música eletrônica contemporânea, como Nicolas Jaar, Jeff Mills, Nina Kraviz e também o grupo brasileiro Bixiga 70. Muito aguardado para o mês de maio, o Maximus Festival, acontece no autódromo de Interlagos, no dia 13, e contará com Linkin Park, Rise Against, Five Finger Death Punch e Prophets of Rage, Pennywise, Rob Zom-

bie e Slayer. No mês também acontece a Virada Cultural Paulista, um evento gratuito com shows e espetáculos artísticos que acontece em 23 municípios do interior e do litoral paulista. Realizado pelas prefeituras das cidades participantes em parceria com o SESC-SP, o evento acontece em palcos externos e em teatros municipais. Entre as atrações da última edição estão shows de Os Mutantes, Alceu Valença, Erasmo Carlos, Almir Sater, Marcelo D2, Tiê, Emicida, Trio Virgulino, Zeca Baleiro, Tribo de Jah, Mart’nália, entre outros.

Skank


8 COLUNA SOCIAL

RENATO CASAGRANDE desejou muita paz e harmonia aos capixabas do sul do ES, em conversa exclusiva com este Colunista. Disse que está a acompanhando a transição e o inicio do Governo Victor Coelho e que tem contribuído com sua experiência nesse primeiro momento. JONAS NOGUEIRA está afinado com o Prefeito Victor Coelho para corresponder à grande expectativa que o cachoeirense depositou ao eleger a coligação 40. Para Casagrande o desafio é muito grande mas ele crê que a humildade e a inteligência de Coelho irá surpreender a todos.

SÁBADO E DOMINGO|31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1º DE JANEIRO DE 2017

A ALEGRENSE Beth Caetano, uma das lideranças Herbalife no ES, mandou mensagem ao Colunista “Estou na Fazenda São Jorge, em Arraial do Café, distrito de Alegre. É região rural, montanha. Clima de Pedra Azul”. Muito chique gente!!!

CASAGRANDE ainda reforçou que embora sem mandato, está em Brasília à disposição, não só de Cachoeiro, mas toda a região sul capixaba, como interlocutor e incentivador dos novos prefeitos. AS CEIAS DE FIM DE ANO tem lentilha. Ela é uma estrela que não pode faltar. Ela possui alto valor nutricional. Aliás, segundo reza a tradição italiana, uma colher de sopa de lentilha após a virada do ano é garantia de um ano inteiro de muita fartura. SIONE PIZETA a doceira e boleira mais famosa de Cachoeiro, curte com a filha, um relax na região dos lagos, Rio de Janeiro. Foto: Helmut Hossmann/ M2 Divulgação

Foto: Eduardo Klein

Kamila Covas, ex-bailarina do “Domingão do Faustão”, fez caras e bocas e ainda abusou da sensualidade. O Resultado foi para a revista”Styllus”. A bela se inspirou buscou inspiração nas pin-ups (modelos e atrizes das décadas de 40 e 50) para a sessão de fotos.

SILVINHO COELHO – o Vereador mais votado de Cachoeiro de Itapemirim, se prepara para assumir seu cargo, dia 1º. ao lado do Senador Ricardo Ferraço, pretende trabalhar por Cachoeiro de Itapemirim, rumo ao progresso.

Foto: Divulgação

Foto: Arquivo Pessoal

JAILTON PEDROSO é de fato cidadão Guarapariense. O título é uma honraria a pessoas que se destacam no trabalho em prol da cidade saúde. Pedroso tem se dedicado junto ao hospital que tem gestão do Hifa, de Cachoeiro de Itapemirim. O Vereador Jair Gotardo foi autor da homenagem.

INTERNACIONAL – Ademar Possebom e sua Bartira estão na Alsácia, região francesa onde Bartira Zanoteli, professora de francês em Cachoeiro, morou enquanto fez aqui o seu mestrado em tradução técnico-científica trilíngue. Ficarão por lá 20 dias principalmente na França, mas visitando também cidades vizinhas na Suíça, na Bélgica e na Alemanha.

No portal aquinoticias.com você encontra mais fotos e informações de todos os eventos. Acesse!


CIDADES 9

SÁBADO E DOMINGO|31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1º DE JANEIRO DE 2017

DESEJO PARA 2017

CAMPANHA BUSCA FUNDOS PARA AJUDAR MENINA COM CANCER A pequena Iasmin Conti, de Muqui, tem apenas 10 anos. Ela enfrenta a doença pela terceira vez, mas precisa de ajuda para fazer uma cirurgia que custa R$ 25 mil Lucas Schuina Cachoeiro de Itapemirim

A pequena Iasmin Conti, moradora de Muqui, convive desde muito cedo com sérias enfermidades. Com apenas dois anos, após seguidas passagens por hospitais por conta da glicose descontrolada, foi diagnosticada com câncer no pâncreas. Enfrentou quimioterapia, passou por uma cirurgia de retirada do tumor e conseguiu, enfim, uma surpreendente recuperação. Aos seis anos, cinco meses após a cura, surgiu um novo desafio: com fortes dores no abdômen, descobriu-se que ela tinha um câncer no intestino. Nova luta contra doença e nova vitória, depois de passar por um transplante. Há cerca de sete meses, pouco depois de completar 10 anos, Iasmin começou a sentir dormências nas pernas e febre alta. Diagnóstico: um linfoma que afeta a região das pernas e virilha. Está reagindo muito bem à quimioterapia, mas necessita de uma cirurgia que custa R$ 25 mil. “Sem o dinheiro, a alternativa seria enfrentar a fila do SUS. Acontece que a cirur-

gia dela é urgente. Não vou ficar esperando. Vou lutar pela minha filha”, garante Ivanilde Soares Santos, mãe de Iasmin. Para conseguir os recursos para o procedimento cirúrgico de Iasmin, foi criada uma campanha em um site na internet, especializado na arrecadação de fundos para diversas causas. A iniciativa é da empresária Lila Pinho, amiga de Ivanilde, com quem realiza trabalho voluntário no projeto Caminhos, do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim. Até o fechamento desta edição, R$ 440 tinham sido doados e mais R$ 130 em doações estavam pendentes. VIDA NORMAL, APESAR DE TUDO Segundo Ivanilde, Iasmin segue uma rotina normal, apesar de tudo. Habituada às sessões de quimioterapia, perda de cabelo e medicamentos, a pequena é muito ativa. Gosta de dançar, desfilar, brincar e de se divertir com os amigos. “Às vezes ela até faz coisas que nem podia fazer, como certos movimentos de dança,

Foto: Divulgação

mas se esquece e faz do mesmo jeito. Ela nunca perdeu a vontade de viver”, comenta a mãe. Ivanilde afirma ainda que, por conta dos problemas de saúde, Iasmin chegou a perder quase quatro anos na vida escolar. Mas, neste ano, conseguiu estudar e passar em todas as matérias. Isso porque ela conseguiu aprender a ler e escrever recentemente – uma vitória conquistada em 2016. “O perfil dela no facebook era eu que ajudava a manter. Hoje em dia ela faz tudo sozinha”, diz a mãe. OUTRO DESAFIO Lavradora em uma região rural de Muqui, Ivanilde teve, ela mesma, que enfrentar um câncer nos ovários logo após a cura do tumor no intestino da filha. “Às vezes a gente para e chora mesmo, não tem jeito. Mas continuo indo em frente”, destaca. Ivanilde diz ainda que a família toda está muito unida pela luta de Iasmin - que tem cinco irmãos, três deles frutos de um relacionamento anterior de seu pai. “A irmã mais velha tem um cabelão cacheado e

A mãe também teve que superar um câncer. A filha é alegre e de bem com a vida, apesar dos problemas

queria raspar para dar apoio, mas eu não deixei. Disse que eu mesma faria isso, já estou acostumada. Minha

família é uma benção”, conta. E com a força da família, a lavradora se mostra confiante na

recuperação definitiva da filha. “Acredito muito nisso. Será o nosso presente para 2017”, finaliza.

PARA CONTRIBUIR NA CAMPANHA Página oficial: vakinha.com.br/vaquinha/vamos-ajudar-iasmin-conti (pagamentos com boleto ou cartão de crédito)


10 CIDADES

SÁBADO E DOMINGO |31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1° DE JANEIRO DE 2017

CONTEMPLADO

Foto: Divulgação

COLETIVO JUVENIL DE MUNIZ FREIRE É SELECIONADO EM EDITAL DA SECULT O coletivo, voltado para a música erudita, recebeu um incentivo de R$ 10 mil para investir na qualificação do grupo Redação Muniz Freire

Com a ideia de tornar a ópera e a música erudita mais acessíveis para o povo de Muniz Feire, os amigos Laura Gomes e Mateus Quinelato decidiram cursar aulas de canto na intenção de montar o musical “O Fantasma da Ópera”. A intenção era apresentar algumas músicas em escolas, e depois, decidiram chamar Lucas Malvino e Danielle Sanches para compor o grupo e formar o coletivo juvenil Tré Camerata de Muniz Freire. Pensando em dar uma maior abertura a essas duas manifestações artísticas ao público do interior que o coletivo juvenil Tré

Camerata resolveu enviar uma proposta de qualificação no setor para a Secretaria de Estado de Cultura. A proposta foi selecionada no edital 004/2016 e o coletivo recebeu o incentivo de R$ 10 mil para investir na qualificação do grupo.

RESULTADO SERÁ APRESENTADO EM SETEMBRO O projeto contou com a assessoria da prefeitura da cidade que, desde 2009, vem colaborando com artistas, grupos e associações culturais do município. O resultado será apresentado no mês de setembro de 2017,

na Casa da Cultura de Muniz Freire. Desde a sua formação o Tré Camerata fez pequenas apresentações no município e região. Fizeram parte de diversos projetos musicais em escolas, igrejas e em eventos de comunidades tradicionais de imigrantes italianos. O principal objetivo é iniciar o estudo do canto lírico com a tutoria de um profissional capaz de fazer uma avaliação vocal do grupo, de seu timbre, afinação, extensão vocal. Um trabalho para cultivar o desenvolvimento vocal e musical na arte do canto, ao mesmo tempo, pretendem trabalhar a expressividade cênica através de tutoria.

O principal objetivo do projeto é iniciar o estudo do canto lírico com a tutoria de um profissional capaz de fazer uma avaliação vocal do grupo

FIQUE LIGADO

Reclamação em novo endereço Foto: Divulgação

O Procon Municipal funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 16h Redação Cachoeiro

Na volta da virada, o consumidor vai contar com mais conforto e

acessibilidade no Procon de Cachoeiro, que agora funciona no bairro Guandu. Mais precisamente, na rua Bernardo

Horta, n° 210, na antiga Microlins. “Ficamos muito orgulhosos por estar inaugurando esse novo espaço.

A partir de agora contamos com uma nova estrutura que permite melhor acesso aos idosos e cadeirantes. Possuímos duas vagas especiais de estacionamento, e espaço adaptado para receber os consumidores que possuem necessi-

dades especiais. Na antiga sede não tínhamos acessibilidade. Essa é uma grande realização, pois um órgão que fiscaliza a questão da acessibilidade em agências bancárias hoje, também garante acessibilidade à população em sua sede”,

disse o diretor do Procon, Rogério Athayde. Athayde afirma que a nova sede, por estar situada na região comercial, vai permitir celeridade na fiscalização e economia de combustível nos deslocamentos de fiscais.


CIDADES 11

SÁBADO E DOMINGO|31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1º DE JANEIRO DE 2017

DESVIO

Fotos: Divulgação

RODOVIA ES 487 É LIBERADA EM ITAPEMIRIM O desvio foi concluído ontem. Está liberada apenas a passagem de carros de passeio Redação Itapemirim

O tráfego para veículos de passeio na Rodovia ES 487, no quilômetro 19, em Itapemirim foi liberado no início da tarde de ontem. O trânsito na região estava interrompido deste o último dia 17, por causa das fortes chuvas que elevaram o nível do Rio Itapemi-

rim arrastando a ponte localizada no trecho. O diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Enio Bergoli, destacou que o desvio é somente para veículos de passeio. Caminhões e ônibus devem seguir pela ES 490, a Rodovia do Penedo. “Mesmo os veículos leves devem ter cautela ao passarem

pelo desvio/variante na ES 487, onde rompeu a ponte”, alertou Enio Bergoli. A liberação do tráfego foi realizada em cooperação pela Prefeitura e DER, e trata-se de medida emergencial até que o Estado providencie a construção de nova ponte no local, conforme foi acordado na última quinta-feira.

LUTO

Fotos: Divulgação

Guaçuí dá adeus ao capitão Daniel Danielle Muruci Guaçuí

Faleceu ontem, no Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim, o capitão reformado da Polícia Militar, Daniel Alves de Lima. Morador de Guaçuí, o militar estava internado por causa de problemas cardíacos. Capitão Daniel, também participou ativamente da sociedade guaçuiense, atuando como presidente do Lions Clube e como provedor da Santa Casa de Misericórdia do município. A morte do capitão reformado foi confirmada pela Polícia Militar no fim da tarde de ontem. De acordo com a PM, o capitão RR Daniel se destacou na carreira por sua competência e humildade. Em seus 30 anos de trajetória militar ele serviu no 3º Batalhão

em Alegre, onde fez o curso de soldado e, mais tarde, foi instrutor, lecionando a matéria História da PMES para os jovens ingressantes. Um de seus alunos na turma de 1989, foi o coronel RR Turini, de Alegre. “Ele era muito dedicado, sempre foi”, destacou. Em seguida foi transferido para a 2ª Cia, em Guaçuí, onde passou de soldado a sargento, tenente e capitão. Quando entrou para reserva militar, o capitão Daniel era comandante da PM de Guaçuí. À frente do comando da 2ª Cia, ele ajudou a criar a Polícia Interativa e o Conselho de Segurança Municipal. Vários amigos e colegas de farda se manifestaram com pesar ao falecimento do capitão Daniel. “O capitão Daniel foi um paizão para todos

Apenas a passagem de carros de passeio está liberada

CAIU

PM prende suspeito de matar frentista em Cachoeiro Redação Cachoeiro

A Polícia Militar prendeu um dos suspeitos de participar da execução do frentista Juscelino da Silva de Oliveira, de 36 anos, assassinado a tiros no dia 9 do mês passado, em um posto de combustíveis no bairro Aquidaban. Ele foi preso na noite de quinta-feira, na rua Arenívea dos Santos, no bairro

Nossa Senhora Aparecida, em Cachoeiro de Itapemirim. De acordo com o boletim de ocorrências, por volta das 23 horas, militares do Grupo de Apoio Operacional (GAO) realizavam o patrulhamento tático, quando avistaram J.A.O., procurado pelo crime. Ele estava dentro de um bar. Com ele foram apreendidas duas munições calibre 22.

VARGEM ALTA

Querido na cidade, capitão Daniel dirigiu a Santa Casa de Guaçuí

nós na Polícia Militar. Ele tinha um respeito e um carinho muito grande pela tropa que comandava. Era muito manso e humilde. Com certeza uma grande perda para todos nós”, lamentou o capitão Martins. O ex-comandante da PM de Guaçuí, recém-reformado, capitão Xavier, lembrou dos dias em que, segundo ele, teve a honra

de trabalhar junto ao capitão Daniel e também lamentou sua perda. Capitão Xavier destacou também que o capitão Daniel atuou como delegado de Polícia Civil, na época em que militares podiam ser nomeados para o cargo e foi diretor do presídio de Cachoeiro de Itapemirim. Ainda não há detalhes sobre o velório.

Homem foge da polícia e abandona carro em matagal Redação Vargem Alta

Policiais militares do 9° Batalhão recuperaram, em Vargem Alta, um veículo com restrição de roubo. De acordo com a polícia, durante patrulhamento na localidade de Castelinho, militares se depararam com o veículo Gol, de cor branca, que havia sido tomado em assalto hora antes em Matilde,

município de Alfredo Chaves. O condutor do automóvel ao perceber a presença da viatura empreendeu fuga em alta velocidade. Houve perseguição e o carro acabou abandonado dentro de uma mata. Os suspeitos conseguiram fugir a pé e não foram localizados. O automóvel foi encaminhado para a delegacia local.


12 CIDADES

SÁBADO E DOMINGO |31 DE DEZEMBRO DE 2016 E 1° DE JANEIRO DE 2017

FIM DE MANDATO

OBRAS ENTREGUES ATÉ O ÚLTIMO MINUTO EM CACHOEIRO Prefeitura encerra 2016 com maratona de inaugurações e ordens de serviço Redação Cachoeiro de Itapemirim

Neste sábado pela manhã, serão inaugurados dois ginásios poliesportivos. Às 9 horas, o prefeito Carlos Casteglione entregará, no distrito de Itaoca, a quadra Darcilio Cossi, construída a partir de convênio com o governo estadual. O inves-

timento total ficou em torno de R$ 1,3 milhão. Depois, às 11 horas, é a vez da inauguração da quadra Sylvia de Castro Soares, erguida no distrito de Pacotuba, com recursos do município, orçados em mais de R$ 980 mil. Ontem, o prefeito inaugurou as obras de reforma da praça Irmã

Foto: Divulgação

Dulce, no bairro recanto. Antes, na igreja católica de Coronel Borges, Casteglione assinou o documento que autoriza o início da obra de reconstrução da escola Olga Dias da Costa Mendes, na qual serão investidos mais de R$ 3,9 milhões dos cofres municipais.

OUTRAS OBRAS ENTREGUES DURANTE A SEMANA - Unidade de Pronto Atendimento 24 horas “Dr. Antônio Jorge Abib”, no bairro Marbrasa - Reforma do Mercado Municipal Quincas Leão (Mercado da Pedra) - Posto de Saúde “Antônio

Dalvi”, no bairro Elpidio Volpini (Valão) - Auditório “David Alberto Loss”, na escola municipal Zilma Coelho Pinto - Agroindústria de Banca de Areia, no distrito de Pacotuba

Neste sábado, às 9 horas, o prefeito Carlos Casteglione entrega o ginásio de Itaoca

Aqui Notícias Edição 1548  
Advertisement