Page 1

REDAÇÃO | (28) 99991 7726 ANÚNCIOS E ASSINATURAS (28) 3521 7726

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL | ANO V EDIÇÃO 01530| DIÁRIO

QUARTA-FEIRA

7 DE DEZEMBRO DE 2016 Foto: Lucas Schuina

P.6

PARA CACHOEIRENSES, NOVAS REGRAS VÃO DEIXAR APOSENTADORIA “DIFÍCIL”

Foto: Divulgação

Com contas de campanha aprovadas, Amanda será diplomada dia 13

Foto: Leonardo Duarte

P.4

Governo anuncia construção de cinco novas barragens P.15


2 OPINIÃO

QUARTA-FEIRA|7 DE DEZEMBRO DE 2016

FOLHEANDO »» Marcos Freire »» marcosfolhadocaparao@gmail.com

ESTATOCRACIA

MUDANÇAS NO TRÂNSITO DE GUAÇUÍ Amanhã, será realizada uma audiência pública para a apresentação do projeto de sinalização e novas demarcações do trânsito de Guaçuí, elaborados pelo Detran-ES. A audiência será realizada na Câmara Municipal, a partir das 19 horas. O evento é organizado pela Prefeitura, por meio das Secretarias de Planejamento e de Obras, em parceria com o órgão estadual,

que elaborou o estudo para as novas marcações e normas de trânsito na cidade.

MUDANÇAS NO TRÂNSITO DE GUAÇUÍ (2) De acordo com a secretária municipal de Planejamento, Josélia Silva, a audiência pública é um espaço legitimo para a manifestação da população, garantindo o direito a participação efetiva de todos. “A Prefeitura mobilizou entidades da sociedade civil organizada e entidades públicas para participarem”, afirma a secretária. Já o secretário de Obras, Hermes Guimarães, acrescenta que “a cidade é um organismo vivo, é fundamental repensar o trânsito, permitindo melhor mobilidade urbana”.

POLÍTICA PARA CAFÉ DE QUALIDADE Buscar a excelência na produção de um café de qualidade é a proposta de um projeto de Lei de autoria do deputado federal Evair de Melo (PV-ES), que entra em pauta hoje (7), na Comissão de Constituição e Cidadania (CCJC) em Brasília. O deputado sugere uma Política Nacional de Incentivo à Produção de Café de Qualidade, com o objetivo de elevar o padrão de qualidade do café brasileiro, por meio do estímulo à produção, industrialização e comercialização de cafés de categorias superiores. “A produção brasileira de café de qualidade ainda é pequena, mas o consumidor desse tipo de produto aumenta cada vez mais. Por isso, são necessárias ações que visem suprir a demanda doméstica crescente, com produtos melhores e mais acessíveis, exportar produtos de maior valor agregado e aumentar a sustentabilidade econômica, social e ambiental da cafeicultura”, disse o deputado Evair de Melo. Pensamento do dia: Existem dias que até o pensamento necessita de silêncio, porque só assim podemos ouvir o que diz o coração, e ele nem sempre diz o que você pensava estar ouvindo.

EXPEDIENTE

GRUPO FOLHA DO CAPARAÓ DE COMUNICAÇÃO LTDA-ME | CNPJ: 10.916.216\0001-55 Rua Irmãos Fernandes, 59, Bairro Bela Vista, Cep: 29.560-000 - Guaçuí-ES Telefone: (28) 3553 0517 Rua Dona Joana, 25, 2º Pavimento, Bairro Centro, Cep: 29.300-120 - Cachoeiro de Itapemirim-ES Telefone: (28) 3521-7726 | (28) 3511 2611

DIRETORIA GERAL: Elias Carvalho Soares EDITOR GERAL: Lucia Bonino FOTOGRAFIA: Pâmela Koppe REPORTAGEM: Ana Gláucia Chuína, Edézio Peterle, Guilherme Gomes, Lucas Schuina, Skarlady Fernandes e Taynara Barreto EMAIL: jornalismo.aquinoticias@gmail.com ASSISTENTE COMERCIAL: Débora Osório, Alcino Júnior PROJETO GRÁFICO: Giliard Santos Silva Nogueira DIAGRAMAÇÃO: Celso Wallace

Qual é o regime do estado brasileiro? Democracia? No primeiro artigo da Constituição, está escrito que o Brasil é um estado democrático de direito. Mas na prática não é. E até fica difícil saber o que é. O artigo 5º da Constituição, que trata dos direitos, começa afirmando que “todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza”. Você acha que isso é verdade, ou apenas belas intenções impossíveis de serem aplicadas numa cultura como a nossa? Dispensa demonstração o fato de que isso não é verdade. Imagine que até a própria lei que fica abaixo da Constituição contraria a lei maior. A criação de cotas por cor da pele, por exemplo. Ou o foro privilegiado. A lei estabelece distinção entre os supostos iguais. Mas na verdade, isso é menos forte que a grande diferença entre dois brasis: o oficial e o não-oficial. O Brasil estatal e o Brasil não-estatal. Um apartheid que também nega a bonita frase de “governo do povo, para o povo e pelo povo”. Conversa fiada. Não é o povo o dono do estado brasileiro, mas a casta formada pelos governantes, os legisladores e os empresários ligados aos governantes e legisladores - presidente, governadores, prefeitos, deputados, senadores, vereadores. É o que a Lava-jato demonstra e comprova. E, também gravitando essa casta, 13 milhões de brasileiros, 6% da população, que recebem 15% do PIB e 46% dos tributos, com salário médio de 9.676 reais e aposentadoria média de 8.419 reais. São os que têm estabilidade, direitos adquiridos e

COLABORADORES: Alexandre Garcia, Ewerton Miranda Tréggia, Guilherme Gomes, Luciana Fernandes, Ricardo Lemos, Ruy Guedes, Wagner Medeiros Junior, Basílio Machado, Almir Forte, Ramom Barros.

CIRCULAÇÃO Anchieta, Atílio Vivácqua, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Conceição do Castelo | Iconha, Itapemirim, Marataízes, Mimoso do Sul, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante.

são empregados do estado brasileiro. Os outros, a maioria, são os cidadãos de segunda-classe. Têm o salário médio de 1.174 reais, pagam impostos em tudo que compram, não têm segurança pública, sofrem com o péssimo sistema público de saúde, com educação pública muito ruim e são submetidos a humilhações de filas e burocracia, tudo por causa do rombo nas contas públicas cometido pelos que administram o estado, pelos que corrompem e são corrompidos, pelos que desperdiçam e não são servidores do público mas de si próprios e de seus patrimônios. Na hora de votar, os cidadãos de segunda classe ainda são enganados pela propaganda dos que querem continuar, pelo voto, a serem titulares do estado brasileiro. Há uma outra mentira na Constituição. Diz que o limite máximo de salário do serviço público é o que ganha um ministro do Supremo. Seriam 34.700 reais. Mas, com a adição de penduricalhos, há milhares de brasileiros da classe especial, a oficial, recebendo mais de 100 mil reais por mês, inclusive aposentados. Gente que recebe “benefícios” atrasados, como “auxílio-moradia”, que chegam a milhões de reais. São fatos que escandalizariam qualquer autoridade de país rico. Se a Constituição fosse levada a sério, impostos equivalentes a 10 bilhões de reais sairiam dos super-salários para serem aplicados em serviços públicos para os brasileiros de segunda classe.

As matérias assinadas e publicadas neste jornal, não traduzem a opinião do próprio jornal. A veracidade das informações publicitárias veiculadas é de responsabilidade de quem as patrocina (anunciante). A legislação não impõe ao órgão que veicula o anúncio (jornal) a obrigatoriedade de verificação e comprovação da fide lidade e correção destes anúncios. Fonte: STJ (Superior Tribunal de Justiça).

ACESSE:


POLÍTICA 3

QUARTA-FEIRA|7 DE DEZEMBRO DE 2016

Fotos: arquivo

Ninho tem equipe definida mas reclama de transição SEM DIÁGOLO Segundo o prefeito eleito de Dores do Rio Preto, a atual administração não está colaborando Marcos Freire Dores do Rio Preto

Na região do Caparaó, conforme vai se aproximando o primeiro dia de 2017, quando irão assumir os novos prefeitos e vereadores, os prefeitos eleitos já têm praticamente a equipe de governo formada. Em Dores do Rio Preto, o prefeito eleito Cleudenir José de Carvalho Neto, mais conhecido como Ninho (PDT), já está com sua equipe definida, mas afirma que só vai divulgar todos os nomes depois da diplomação. Contudo, ele adiantou três nomes para a reportagem deste jornal. Na Secretaria Municipal de Turismo,

Esporte e Cultura, irá assumir a ambientalista e atual secretária executiva do Consórcio Caparaó, Dalva Ringuier. Já na Secretaria Municipal de Educação, está confirmado o nome de Roseane Riva, que é professora efetiva dos quadros

PREFEITO ELEITO SERÁ TAMBÉM SECRETÁRIO DE OBRAS da Prefeitura. O chefe de Gabinete também foi confirmado, com o nome do advogado Marcelo Meireles. Além disso, Ninho também revelou que

irá, por enquanto, acumular as funções de prefeito e de secretário municipal de Obras e Serviços Urbanos. Segundo ele, em primeiro lugar, pretende organizar a pasta . “Devo ficar à frente da Secretaria de Obras por uns 90 dias, pelo menos”, afirmou o prefeito eleito.

TRANSIÇÃO

Contudo, apesar de já ter seu secretariado definido, Ninho diz não estar satisfeito com o processo de transição que, segundo ele, não está sendo facilitado pela equipe da prefeita Claudia Bastos. “Ela só entrega

Ninho só vai revelar toda sua equipe depois da diplomação dos eleitos ainda este mês

as informações no prazo máximo de 20 dias. Por último, fiz um ofício para que, depois da diplomação, os futuros secretários sejam recebidos pelos atuais secretários para troca de informações. Estou

aguardando uma resposta”, destacou. Ninho também colocou que pediu uma audiência com a prefeita Claudia, o que teria sido negado. “Depois, quiseram marcar e eu não quis mais. Vou

assumir sem qualquer diálogo com a atual administração”, disse. “E agora estão anunciando um leilão, com mais de 20 equipamentos, sem perguntar se estamos de acordo”, completou.

Claudia diz que todas as informações estão sendo passadas

Redação Dores do Rio Preto

Claudia disse que é de seu interesse apresentar relatórios que são satisfatórios

A prefeita de Dores do Rio Preto, Claudia Bastos, rebateu as afirmações feitas pelo prefeito eleito Ninho. Segundo ela, durante o processo de transição, em momento algum foi negada ou respondidas com atraso as informações solicitadas pela equipe formada por Ninho. “E quanto à audiência que ele solicitou, foi o seguinte: eles protocolaram com data e horário impostos por ele, exatamente na data em que eu já tinha outro compromisso, mas a equipe de transição perguntou a ele se gostaria de agendar outro dia e ele disse que não inte-

ressava mais”, contou a prefeita. “Nem o poder Judiciário marca com o prefeito sem antes saber das possibilidades de datas”, completou. Claudia Bastos afirmou que os pedidos feitos pela equipe de transição de Ninho têm sido atendidos prontamente, colocando que a linha de trabalho de sua administração é democrática e que é de seu interesse apresentar relatórios que são satisfatórios. “E ao mesmo tempo, deixa o futuro gestor a par da situação, para planejar e depois não dizer que precisa de tempo para conhecer o processo. E eu posso afirmar que o

município está em dia com suas obrigações, índice da folha em 45% e, ainda, um saldo razoável para a futura administração trabalhar”, enfatizou. O decreto 3085/2016, que regula os procedimentos para a transição do governo do município de Dores do Rio Preto, para o mandato 2017 a 2020, foi assinado pela prefeita Claudia Bastos no dia 7 de outubro. Segundo o decreto, o início do processo aconteceu no dia 19 de outubro, com o objetivo de passar informações sobre a estrutura e o funcionamento dos órgãos e entidades da administração pública municipal,

assim como as contas públicas e os programas e projetos do município. O decreto define, também, que as reuniões entre as equipes seriam agendadas com antecedência e registradas em ata, com todos membros devendo manter sigilo dos dados e informações confidenciais a que tiverem acesso. Também em 7 de outubro, a prefeita assinou a portaria 5323/2016, nomeando dois servidores efetivos para compor a equipe de transição da atual administração, a controladora geral interna, Luciane Teresinha Palácios Pirovani, e o contador Alex Vargas.


4 POLÍTICA

QUARTA-FEIRA|7 DE DEZEMBRO DE 2016

Denúncia arquivada, contas aprovadas, diplomação garantida CERTO A Justiça aprovou as contas de Amanda Quinta e mandou arquivar a denúncia de irregularidades na prestação de contas de campanha da prefeita reeleita de Kennedy Foto: Divulgação

Ilauro Oliveira Presidente Kennedy

A coligação encabeçada pelo ex-prefeito do município, Reginaldo dos Santos Quinta (PMDB), bem que tentou melar a vitória de Amanda Quinta Rangel (PSDB) em Presidente Kennedy. Mas não conseguiu. A denúncia de supostas irregularidades quanto a prestação

SUPOSTAS IRREGULARIDADES de contas da candidata não prevaleceu. O juiz da 49ª Zona Eleitoral, Marcelo Jones de Souza Noto canetou: “Logo, a utilização de bens públicos e da máquina Com a decisão, está tudo certo para a diplomação de amanda, na semana que vem administrativa, mesmo que tivesse ocorrido, contas, posto que tais impugnação a presta- dente a Impugnação à nenhuma relação tem ilícitos não são e nem ção de contas. Declaro, Prestação de Contas de com a prestação de devem ser objeto de por sentença, improce- Campanha Eleitoral da

candidata eleita Amanda Quinta Rangel”, diz trecho da sentença. A aprovação das contas de campanha, pelo juiz Marcelo Noto, deixa Amanda em plenas condições de ser diplomada no próximo dia 13, no Fórum da cidade, às 13 horas. “Compete aos Juízes Eleitorais, a fiscalização das peças contábeis no que se refere à prestação de contas, atestando se elas refletem adequadamente a real movimentação das despesas efetuadas e a idoneidade dos recursos arrecadados e utilizados durante a campanha. Nesse mister deve o candidato atender às exigências da Lei das Eleições e, de forma pormenorizada, da Resolução

TSE n. º 23.463/2015. Bem como, ante o relatório conclusivo e o parecer ministerial, verifica-se que ambos constataram inexistir impropriedade(s) que desaconselhasse a aprovação da Prestação de Contas em exame”, diz o magistrado, em sua decisão. A denúncia da coligação do ex-prefeito Reginaldo Quinta trazia fotografias e legendas com supostas irregularidades (aglomeração de pessoas em frente aos locais de votação, uso de camisetas, presença de carros adesivados na frente de escolas, suposta distribuição de cestas básicas e caixas d´água, arregimentação de eleitor e captação ilícita de votos).

FERRAMENTA

Tribunal de Contas vai orientar prefeitos eleitos Redação Estado

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-ES) fará, na próxima segunda-feira, a partir das 14 horas, o Semi nário de Orientação a Prefeitos. Na ocasião, será lançada uma valiosa ferramenta de transparência de informações fiscais e econômicas, o Cidades – Controle Social. Pelo sistema online, o cidadão poderá acompanhar a evolução da

Foto: Divulgação

receita, da despesa, gastos com pessoal, saúde e educação de seu município, além de compará-lo com seus vizinhos. A ferramenta trará ainda diversos rankings sobre os dados apresentados. A abertura será feita pelo conselheiro José Antônio Pimentel, coordenador do evento, que contará com a palestra do governador Paulo Hartung sobre

o “desafio de gestão e da inovação no setor público em tempo de crise”. Também serão tratados os temas de meio ambiente, previdência, índice de gestão municipal, Geo-Obras, dentre outros. Os presentes receberão um manual de Início de Mandato, com orientações para o período. As inscrições podem ser feitas no portal da Escola de Contas.

O governador Paulo Hartung será um dos palestrantes do seminário

PROGRAMAÇÃO 14h – Abertura e apresentação do seminário Conselheiro José Antônio Pimentel (TCE-ES, coordenador do evento) 14h10 – Desafio de gestão e da inovação no setor público em tempo de crise Governador do Estado, Paulo Hartung 14h40 – Meio ambiente: resíduos sólidos nas prefeituras

Conselheiro Júlio Pinheiro (TCE-AM) 15h10 – Previdência e Lei 13.019/2014 Conselheiro Domingos Taufner (TCE-ES) 15h25 – Índice de gestão e manual de início de mandato Secretário-adjunto de Controle Externo, Adécio de Jesus Santos (TCE-ES) 15h45 – Geo-Obras

Secretário de Controle Externo de Engenharia, Carlos Augusto Rodrigues dos Santos (TCE-ES) 16h – Cidades: prestações de contas e Controle Social Secretário-geral de Controle Externo, Rodrigo Lubiana Zanotti (TCE-ES) 16h30 – Encerramento Presidente do TCE-ES, conselheiro Sérgio Aboudib


POLÍTICA 5

QUARTA-FEIRA|7 DE DEZEMBRO DE 2016

Bom Jesus terá praça revitalizada e pórticos BANCADA O dinheiro para as benfeitorias no município, R$ 420 mil, virá de emendas parlamentares Foto: Divulgação Marcos Freire Bom Jesus do Norte

A praça principal de Bom Jesus do Norte será revitalizada e a cidade também receberá a construção de três pórticos nas principais entradas do município. As obras serão viabilizadas com a liberação de R$ 420 mil oriundos de duas emendas parlamentares. As informações foram repassadas pela Secretaria Municipal de Planejamento, que já está trabalhando na elaboração dos projetos. Segundo o secretário municipal de Planejamento, Alex Oliveira, o projeto dos pórticos já está sendo concluido e eles deverão ser construídos no acesso ao município pela ES 484, vindo de São José do Calçado, no acesso para quem chega de Apiacá e no acesso ao município por meio da ponte que liga a cidade a Bom Jesus do Itabapoana, já no Rio de Janeiro. Os pórticos

O projeto para a revitalização da Praça Astolfo Lobo já está sendo elaborado

contarão com painel de informações sobre o município, tais como população, geografia, clima, flora, fauna, entre outros. Quanto à revitalização da Praça Astolpho Lobo, o secretário adiantou que o projeto também está sendo elaborado e que, no mês de novembro, recebeu uma visita técnica da equipe de

engenharia da Secretaria de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), para ajustes finais. A Praça terá todo o piso trocado, contará com rampas de acesso para cadeirantes e Piso Tátil ou Podotátil – pisos com relevo para orientar as pessoas com deficiência visual ou de baixa visão –

em todo o seu entorno e nos obstáculos em seu interior. “A praça terá o piso totalmente trocado, tendo como prioridade a acessibilidade para deficientes visuais e cadeirantes”, informou Alex. Ele adiantou que, assim que as propostas sejam aprovadas e celebrado o convênio, a previsão é que as obras tenham inicio em 2017, já na

administração do novo prefeito Marquinhos Messias. Os recursos para a construção dos pórticos foram disponibilizados por meio de emenda do senador Magno Malta (PR), no valor de R$ 300 mil. Já os recursos para a revitalização da Praça Astolfo Lobo são fruto de emenda, no valor de R$ 120 mil, de autoria

do deputado estadual Rodrigo Coelho (PDT). O prefeito Ubaldo Martins comemorou as duas emendas. “Durante todo o nosso mandato, estivemos várias vezes em Brasília e constantemente em Vitória, buscando parcerias para obras em nossa cidade e essas emendas foram resultados desse trabalho”, declarou.

DINHEIRO PUBLICO

Câmara de Vargem Alta vai devolver recursos e estuda abono Ilauro Oliveira Vargem alta

O presidente da Câmara de Vargem Alta, Luciano Quintino (SD), garantiu que irá devolver as sobras dos recursos à Prefeitura Municipal. Segundo ele, ao longo do seu mandato na presidência, cerca de R$ 700 mil já foram devolvidos, graças ao zelo com dinheiro publico. No entanto, ele disse que espera pagar as despesas da Casa para ver o que será repassado aos cofres municipais. “Por enquanto, não podemos definir valores uma vez que não sabemos o que te-

mos de despesas para pagar. Essa devolução é uma obrigação legal e uma tradição da Câmara, e certamente cumpriremos”. Sobre a data da devolução, o presidente também não sinalizou nada.

CRÍTICAS AO ATUAL PREFEITO “Não ainda não temos a data, mas será devolvido”, disse. Outro assunto levantado foi a possibilidade de os 14 servidores da Câmara Municipal receberem um abono

natalino. O presidente disse que, ano passado, isso foi feito, a exemplos de outras Câmaras do Espírito Santo, mas não confirmou o benefício: “Esse assunto está em discussão aqui na Casa e os vereadores têm autonomia para tomar essa decisão. Mas estamos discutindo”. Luciano Quintino também afirmou que não há valor fechado: “Não temos valor definido. Como disse, tudo depende dos nossos compromissos”. O presidente criti-

cou o atual prefeito, Bosquinho (PSB). Segundo ele, o repasse da prefeitura para a Câmara Municipal é de R$ 170 mil e não de R$ 400 mil como o prefeito vem dizendo. “Hoje, não estamos em dificuldades graças à economia que nós vereadores temos feito ao longo do ano”, acrescentou. Detalhe: o presidente e o prefeito não falam a mesma língua política. “Não há diálogo da parte dele, infelizmente” arremata Luciano Quintino.

Luciano Quintino disse que já devolveu R$ 700 mil à prefeitura


6 CIDADES

QUARTA-FEIRA |7 DE DEZEMBRO DE 2016

Para cachoeirense, mudanças na Previdência tornam aposentadoria um “sonho” distante PREVIDÊNCIA A Pelas novas regras, trabalhador terá que contribuir 49 anos para ter aposentadoria

integral

Fotos: Guilherme Gomes

Orlando, Olinda e Ronaldo acreditam que as mudanças nas regras previdenciárias vão diminuir a expectativa de aposentadoria do brasileiro Guilherme Gomes/com informações de Folhapress Estado

As mudanças na Previdência propostas pelo Governo Federal não agradaram em nada ao cachoeirense. Nas ruas, muita gente se mostrou indignada, principalmente com o aumento da idade mínima para aposentadoria e com os novos cálculos. Se o projeto for aprovado como está, o brasileiro só poderá se aposentar depois de completar 65 anos de idade e comprovar 25 anos de contribuição. Além disso, para ter direito ao benefício integral, será necessário somar 49 anos de contribuição com a Previdência. É que a nova regra prevê direito a 76% da base de cálculo do benefício com 25 anos de contribuição. Essa

taxa aumenta 1 ponto percentual a cada ano. Portanto, para chegar a 100%, será necessário somar 49 anos de contribuição. As novas regras valem para mulheres de até 45 anos e homens até os 50. Desempregado, Orlando Murini acha que as mudanças diminuem ainda mais a expectativa do traba-

49 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO lhador em conseguir a aposentadoria. “Sinceramente, não tenho expectativa nenhuma de aposentar. Espero que tenha uma política séria de previdência e que essa tenha uma mudança definitiva, não que fique alterando constantemente. É

importante que o mercado esteja apto para receber os trabalhadores até a idade de aposentadoria”, completa Orlando. Para a empregada doméstica Olinda Soares da Silva, as mudanças propostas são revoltantes. Ela disse que as novas regras colocam o trabalhador em seu limite. “É um absurdo. O povo não aguenta trabalhar e quando pode finalmente ter um tempo para aproveitar sua aposentadoria, pode, na verdade, não ter saúde ou ter outros problemas que impedem isso”, desabafou. O acabador Ronaldo Galvão acredita que essa medida irá forçar o brasileiro a procurar outras formas para

continuar a obter uma renda, pois, segundo ele, conseguir a aposentadoria passará a ser quase inviável. “Fica complicado. A aposentadoria chegou a um ponto que se tornará difícil de ser alcançada. Acredito que estas mudanças, caso aprovadas, forcem o brasileiro a desistir do benefício, está se tor-

nando cada vez mais inviável conseguir ter seus direitos no país”, finaliza Ronaldo.

PENSÃO O governo proibirá o acúmulo de benefícios, como a pensão e aposentadoria. A pessoa que tiver direito à aposentadoria e pensão poderá escolher o benefício que tiver

maior valor. Apesar de as aposentadorias estarem limitadas a pelo menos um salário mínimo, as pensões podem ficar abaixo desse piso. É que o novo cálculo da pensão prevê uma cota familiar de 50%, além de 10% como cota adicional para cada dependente até a maioridade.

POR QUE A REFORMA É NECESSÁRIA? De acordo com o Governo Federal, a Previdência registra rombo crescente. Os gastos saltaram de 0,3% do PIB, em 1997, para projetados 2,7%, em 2017. Em 2016, o déficit do INSS chega aos R$ 149,2 bilhões (2,3% do PIB) e em

2017, está estimado em R$ 181,2 bilhões. Os brasileiros estão vivendo mais, a população tende a ter mais idosos, e os jovens, que sustentam o regime, diminuirão. O governo pretende mexer na fórmula de cálculo e pressionar o

trabalhador a contribuir por mais tempo e, assim, melhorar o valor do benefício. Hoje, dificilmente, o segurado recebe benefício integral. Para entrar em vigor, as mudanças vão depender da aprovação da reforma no Congresso.


CIDADES 7

QUARTA-FEIRA|7 DE DEZEMBRO DE 2016

Consórcio do Caparaó debate futuro da Região DEBATE O encontro de prefeitos eleitos com a atual diretoria aconteceu durante a segunda-feira (05) em uma pousada da região Redação Ibatiba

Os prefeitos eleitos da Região do Caparaó reuniram-se em Ibatiba, na segunda-feira, para debaterem diversos temas, bem como a reestruturação do Consórcio do Caparaó que reúne os municípios da região. A escolha dos novos presidente e vice-presidente do órgão também foi discutida.

CONSÓRCIO PODE PASSAR A SER PÚBLICO Com a presença do atual presidente do Consórcio e prefeito de Ibitirama, Javan Oliveira, e da secretária-executiva da instituição, Dalva Ringuier, os novos prefeitos trataram, principalmente, do futuro do órgão, dentre outros temas de grande importância. Também estiveram presentes os vice-prefeitos eleitos de Ibatiba e de Muniz Freire. Orientados pelo assessor jurídico da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), Mauro Estevam, os presentes

Fotos: Divulgação

debateram sobre a possível transformação do Consórcio privado para público, como forma de mais oportunidades de desenvolvimento para a Região do Caparaó. O encontro foi realizado na Chácara 3G, onde foi servido um almoço, aos presentes.

REESTRUTURAÇÃO

Outro ponto debatido foi a escolha da nova diretoria do Consórcio. Mesmo só podendo ser definida oficialmente após a posse dos eleitos, foi deliberado que será realizada a eleição no dia 9 de janeiro de 2017, no município de Ibitirama, a partir das 14 horas. Como forma de facilitar a reestruturação do órgão e viabilizar algumas discussões necessárias para a próxima gestão, foi construída, com concordância unânime, uma possível chapa, tendo como presidente o prefeito eleito de Ibatiba, Luciano Pingo, e como vice-presidente, o prefeito eleito de São José do Calçado, José Carlos de Almeida.

A diretoria ainda não oficial que vai conversar sobre a reestruturação do Consórcio Capaaraó.

O Conselho Fiscal, também ainda provisório, será formado pelos prefeitos eleitos de Iúna, Coronel Weliton, de Ibitirama, Reginaldo Simão, e de Muniz Freire, Carlinhos Bazarella, como membros titulares. Como suplentes, ficaram os prefeitos de Dores do Rio Preto, Ninho, de Jerônimo Monteiro, Sérgio Fonseca, e de Divino de São Lourenço, Eleardo Brasil. Fotos: Divulgação

O encontro aconteceu na Chácara 3G em Ibatiba.


8 ENTRETENIMENTO

MALHAÇÃO GLOBO - 17H47 Jabá defende Juliana para Corrêa e Ricardo. Jéssica vence a promoção da academia e ganha uma viagem para os Estados Unidos. Rômulo deixa a casa de Nanda, que lhe devolve o anel de noivado. Jorjão desiste de ser o treinador de Rômulo. Jabá descobre que o pai brigou com Marlene. Joana garante a Bárbara que não quer o dinheiro de Ricardo. Lucas se recusa a ajudar Jabá. Martinha pede para ser a acompanhante de Jéssica na viagem aos Estados Unidos. Lopes ameaça Nanda para Rômulo.

QUARTA-FEIRA |7 DE DEZEMBRO DE 2016

ROCK STORY / GLOBO 19H00 Gui fica inconformado com as críticas que Gordo faz à sua bandae invade o consultório de Eva. Gui pede para Júlia assistir à apresentação da banda. Marisa e Nicolau se beijam. Lázaro consegue um show inusitado para Gui. Néia pede para Diana procurar Léo. Lázaro manda Ramon seguir Gui. Luizão pede para Luana tentar se aproximar de JF. Ramon invade o ensaio da banda sem ser visto. Léo e Diana não se entendem. Gui se surpreende ao saber da insistência de Lázaro para que ele fizesse um show para idosos. Diana decide acabar com a tristeza de Léo. Diana ajuda na sessão de fotos de Léo. Gui flagra Lázaro e Ramon juntos.

FAMOSOS

Fernanda Lacerda faz charme com sutiã superdecotado SOL NASCENTE GLOBO - 18H00

Loretta é irônica com Lenita. Patrick reforça que Mario precisa de provas concretas para acusar Cesar. Mario revela a Patrick que está ajudando Wagner. Cesar manda João Amaro seguir Júlia. Alice não consegue contar para Mario que viajará com Cesar para São Paulo. Peppino pede Nanda em namoro. Milena visita Ralf na cadeia. Cesar afirma a João Amaro que quer culpar Mario pelo assassinato de Massao. Vittorio conversa com Lenita sobre Loretta. Wagner pede para se encontrar com Júlia e João Amaro segue a caiçara. Cesar sugere para Mesquita que Mario foi o mandante do crime contra Massao.

A LEI DO AMOR GLOBO - 21H00

Helô decide brigar na Justiça contra Tião. Tião chama Vanessa para confirmar ao delegado que Zelito estava drogado quando esteve no seu escritório. Magnólia divide o empréstimo de Tião com Ciro. Ciro sugere a Magnólia que convença Tião a eliminar Pedro e Fausto. Letícia afirma a Helô que a defenderá de Tião. Ciro beija Magnólia. Magnólia aconselha Ciro a reatar com Vitória, para que ninguém desconfie de sua relação. Bruno exige que Tião se afaste de Jéssica. Aline dispensa Marcão. Tiago pede ajuda a Elio e Ana Luiza para procurar Isabela. Salete atira contra Tião para proteger Jéssica.

Fernanda Lacerda chamou a atenção de seus seguidores no Instagram na noite desta segunda-feira, 5, ao aparecer deitada na cama, usando um sutiã superdecotado. A Mendigata fez charme para a selfie, feita em um ângulo que exaltou sua ‘comissão de frente’.

MaisTelevisão

CORAÇÃO DE CAVALEIRO

ÁGUA PARA ELEFANTES

SESSÃO DA TARDE - 15:11

CORUJÃO- 01:54

Após seu mestre morrer subitamente, o jovem William, um valoroso escudeiro, resolve substituí-lo em uma competição envolvendo combate com lanças. Título Original: A Knight’s Tale Elenco: Heath Ledger, Mark Addy, Rufus Sewell, Shannyn Sos Direção: Brian Helgeland Nacionalidade: Americana Gênero: Aventura

Jacob Jankowski já passou dos 90 anos e não consegue esquecer seus momentos da juventude nos anos 30. Título Original: Water for Elephants Elenco: Reese Witherspoon, Robert Pattinson, Christoph Waltz, Paul Schneider, Jim Norton, Hal Holbrook Direção: Francis Lawrence Nacionalidade: Americana Gênero: Drama


ENTRETENIMENTO 9

QUARTA-FEIRA |7 DE DEZEMBRO DE 2016

Passatempo

Sudoku

Caça Palavras

Solução: Para jogar:

Preencha com números de 1 a 9 os quadrados pequenos, as linhas verticais e horizontais. Não repita.

Horóscopo Diário ÁRIES

20/03 20/04

Não estranhe se faltar disposição para a rotina, você quer desafios mais interessantes. A Lua em Peixes sintoniza frequências mais sutis, o que é bom para as atividades que precisam de inspiração e conexão espiritual.

CÂNCER

21/06 21/07

Os sonhos o guiam, e mesmo com toda névoa hoje você tem poder de decisão. Tenha disciplina. Ainda assim, parece que tem uma condição de dependência de algo ou alguém que provenha recursos ou estrutura.

LIBRA

23/09 22/10

Sintonia fina entre você e alguém, seja o parceiro amoroso ou criativo, pode produzir bons resultados para o trabalho e a vida privada. Mas talvez uma sensibilidade orgânica o aflija. Qual a limpeza emocional?

CAPRICÓRNIO 22/12 21/01 A temporada é mesmo altamente subjetiva para você, o que favorece mais as atividades artísticas e os estudos –você está em transição, lembra? Todavia, talvez tenha que responsabilizar-se por questões domésticas hoje.

TOURO

21/04 20/05

É uma semana favorável ao trabalho e às atividades criativas. Mas onde você quer chegar mesmo? Hoje ainda pode ser importante respeitar formalidades e formatos mais concretos. Invente, mas com objetividade.

LEÃO

22/07 22/08

Um bom momento para se articular com parceiros para fazer seus planos decolarem. Mas este é também um dia mais sensível para você, que precisa confiar. Em questão, o dinheiro e os recursos emocionais necessários.

ESCORPIÃO

23/10 21/11

Assuma sua sensibilidade com objetividade para dar uma organizada em casa. Será que as crianças não estão precisando de sua orientação amorosa e dinâmica? Ou você precisa se dedicar ao exercício criativo?

AQUÁRIO

21/01 18/02

Para agir bem é preciso inteligência emocional, e hoje talvez você esteja mais sensível a alguns apegos. Mas o astral é favorável para o trabalho, para elaborar ideias e conceitos e para tratar da vida financeira.

GÊMEOS

21/05 20/06

O trabalho a chama e precisa ser cumprido. Talvez sinta como um dever ou como uma missão. Mas, para o que precisa ser feito, você receberá instrução. Além disso, visão de amplo alcance a capacita a fazer escolhas.

VIRGEM

23/08 22/09

Você tem condições de melhorar o funcionamento de vários aspectos do cotidiano, organizando-se com mais dinamismo e cuidando da saúde. O lar e o casamento (ou relacionamento íntimo) têm tudo a ver com isso.

SARGITÁRIO

22/11 21/12

A mente está funcionando, mas a Lua em Peixes o chama ao lar e à intimidade. Para você, não haveria conteúdo mais interessante a elaborar que seu projeto pessoal. De resto, é o amor, o amado e a família.

PEIXES

19/02 19/03

Com a Lua em Peixes, você fica que é pura sensibilidade. Mas sabe que dá para vislumbrar uma saída para algum dilema pessoal? Dá também para equacionar o conflito atual entre sonho, realidade e possibilidade.


10 CIDADES

QUARTA-FEIRA |7 DE DEZEMBRO DE 2016

Banda Estado de Sítio volta aos palcos em show no “Bora Caparaó” PRÉ-LANÇAMENTO A banda se prepara para tocar pela primeira vez ao vivo as canções do seu segundo álbum, intitulado “Estiagem”

Lucas Schuina / Guilherme Gomes Alegre

O festival multicultural “Bora Caparaó” trará de volta aos palcos a banda alegrense Estado de Sítio. Após quatro anos longe dos holofotes, a banda fará uma apresentação na sexta-feira (9), para matar a saudade e encher os olhos e ouvidos dos fãs que aguardam ansiosamente este retorno. Em pré-lançamento de seu segundo disco “Estiagem”, produzido de forma independente no estúdio próprio, o “i9 Estúdio”, localizado em Alegre, a banda colocará sua nova formação para esquentar a primeira noite do festival. O quinteto é formado por Danyel Sueth (vocal e guitarra), Aluízio Junior (baixo), Neto Zitão (guitarra), Ronnie Silveira (bateria) e Olandin Sueth (violão e outros instrumentos). Para o vocalista Danyel Sueth, tocar em um evento multicultural, e o melhor, em Alegre, é gratificante. “Na verdade, nós esperamos por esse momento desde 2008, quando começamos a compor o disco, mas a banda sofreu uma alteração na sua formação, algumas pessoas saíram e tivemos que parar com o processo de composição para nos estruturarmos novamente. Nesse meio tempo, fizemos projetos diversos que ajudaram a nos encontrarmos novamente e preparar a banda para a produção de um novo disco. Então, estar de volta com o nosso projeto autoral depois de tantos anos é, de fato, a realização

de um sonho, e tinha que ser em Alegre, onde a banda nasceu. Melhor ainda sendo num evento tão bacana quanto o Bora Caparaó”, completa Danyel Sueth. Essencialmente, as composições ficam polarizadas entre Danyel e Aluízio, sendo que há composições e contribuições dos demais integrantes no restante das músicas. Neste novo trabalho, Neto Zitão teve uma grande participação e crescimento no processo de criação. Mas, a ideia da banda é de somar e abrir espaço para que os integrantes encontrem a própria voz dentro da estética do grupo, deixando o trabalho ainda mais plural e comunicativo.

A BANDA OPTOU POR COMPOSIÇÕES EM PORTUGUÊS A escolha por composições em português, apesar da grande influência musical dos integrantes ser composições em inglês, é a principal e mais marcante característica da Estado de Sítio. Para o baixista Aluízio, o importante é ser honesto e fazer o som de forma única, o que dá personalidade a banda, o resto, como ele mesmo diz, é consequência. “Compor em português sempre foi a nossa meta. Nunca vimos isso como um empecilho, muito pelo contrário. Havia um maior preconceito com as bandas de rock mais pesa-

Foto: divulgação

das que cantavam em português quando começamos, mas, atualmente, isso tem ficado cada vez mais para trás em razão, também, de se ter criado uma linguagem nesse segmento, que absorveu e recriou seus próprios símbolos e formas de se expressar. Ainda que o rock cantado em português hoje, seja infinitamente mais difundido, o principal mesmo é levar a sua verdade”, finaliza Aluízio.

ESTADO DE SÍTIO

A banda Estado de Sítio é natural de Alegre, no Caparaó, e foi formada em 2001 pelos irmãos Aluízio e Danyel Sueth, e o baterista Felipe Mantovaneli, quando ainda estudavam na Faculdade de Direito de Cachoeiro de Itapemirim (FDCI). Logo em seguida, o guitarrista Ricardo Muniz passou a integrar a formação. Eles lançaram o primeiro disco “Aparências” em 2006, consolidando o trabalho autoral que sempre foi o propósito do grupo. A banda tem como marca um som notadamente mais pesado, com influências diversas dentro do rock, que passeiam de The Beatles e Led Zeppelin até Sepultura, ou de Rage Against The Machine até Nação Zumbi, desenvolvendo uma diversidade de elementos que se intensifica com uma vertente do grunge, originando as composições da banda que se pautam em linhas melódicas cantadas em português.

A banda Estado de Sítio volta aos palcos após quatro anos distanciados dos holofotes com seu som autoral


CIDADES 11

QUARTA-FEIRA |7 DE DEZEMBRO DE 2016

Divulgada programação do Natal Luz de Venda Nova do Imigrante EMOÇÃO Shows, teatro e corais fazem parte da programação que tem entrada gratuita Edézio Peterle Venda Nova do Imigrante

A programação do Natal Luz de Venda Nova do Imigrante, foi divulgada ontem. A abertura do evento será na no próximo dia 15, quando acontece o show do padre Fábio de Melo. Ele se apresentará no Centro de Eventos Padre Cleto Caliman, o “Polentão, às 20 horas. Até sábado (17), haverá corais, encenações e queima de fogos. Na sexta-feira (16), os corais Sol da Manhã e EnCantar se apresentam no Centro Cultural e Turístico Máximo Zandonadi, na Vila Betânea. O evento começa às 19h30. A noite de sábado (17) será cheia de atrações e o palco volta a ser o “Polentão”. A partir das 18 horas tem teatro de bonecos, apresentação do Coral Santa Cecília e das crianças da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais

(Apae), e musical à luz de velas com teatro e encenação da história natalina. A noite será encerrada com queima de fogos. No sábado, pede-se a doação de alimentos e produtos de limpeza não perecíveis para a entrada no Polentão. Todo material será doado para a Apae e Hospital Padre Máximo, ambas instituições filantrópicas de Venda Nova do Imigrante. O acesso a toda a programação do Natal de Luz de Venda Nova é gratuito.

Foto: Divulgação

O Natal de Luz de Venda Nova começa no dia 15, com show do padre Fábio de Melo

NATAL DE LUZ DE VENDA NOVA 15 de dezembro (quinta) Show de Ação de Graças com padre Fábio de Melo Onde: Centro de Eventos Padre Cleto Caliman, o Polentão Horário: 20h Abertura dos portões às 18h 16 de dezembro (sexta)

Coral Sol da Manhã e Coral EnCantar Onde: Centro Cultural e Turístico Máximo Zandonadi Horário: 19h30 17 de dezembro (sábado) Teatro de bonecos Apresentação especial do Coral Santa Cecília e crianças da Apae

Musical à luz de velas com teatro e encenação da história natalina. Queima de fogos Onde: Centro de Eventos Padre Cleto Caliman, o Polentão Horário: 18h Entrada: alimentos não perecíveis ou produtos de limpeza, que serão doados para a Apae e Hospital Padre Máximo

PREVENÇÃO

Conceição do Castelo faz ação contra dengue

Redação Conceição do Castelo

Acontece hoje, em Conceição do Castelo, uma grande ação para eliminação de focos do mosquito Aedes Aegypti. Servidores

da secretaria de Saúde e de outros setores da administração estarão percorrendo as ruas do centro do município, visitando

residências e informando aos moradores sobre as formas de proliferação do mosquito transmissor dos vírus da dengue,

chikungunya e zika. Os agentes comunitários de Saúde passaram por um curso de reciclagem, onde foram atualizados

com dados e informações sobre as doenças transmitidas pelo mosquito. A participação popular no combate à dengue é funda-

mental, uma vez que o maior número de foco de larvas do mosquito é detectado dentro das residências e em quintais.


12 CIDADES

QUARTA-FEIRA |7 DE DEZEMBRO DE 2016

Campanha visa incentivar emissão de notas NOTAS A campanha “Sua nota vale prêmios” vai sortear três tratoritos para produtores que emitirem nota fiscal em Guaçuí Marcos Freire Guaçuí

Aumentar a arrecadação municipal. Este é o principal objetivo da campanha “Sua nota vale prêmios” que está sendo realizada pela prefeitura de Guaçuí, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento Alimentar. A campanha já é uma tradição no município que sorteia prêmios, todos os anos, entre os produtores que emitem nota fiscal de venda de produção agrícola. O sorteio dos prêmios já tem data definida para acontecer: 27 de maio de 2017, e está marcado para acontecer na praça da Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, no centro de Guaçuí, após a realização da Missa Rural, na mesma data e local. Por isso, o horário do sorteio vai depender do horário que a celebração religiosa for realizada.

PRODUTOR DEVE LEVAR TALÃO AO NAC Para concorrer aos prêmios, o produtor rural deve levar o talão de notas emitidas ao Núcleo de Atendimento ao Contribuinte (NAC), da Secretaria Municipal de Agricultura. Cada R$ 500,00 em notas fiscais, dá, ao produtor, direito a um cupom. No sorteio do ano que vem, valerão as notas emitidas no

Foto: arquivo

Serão sorteados três tratoritos com carreta acoplada e enxada rotativa.

exercício de 2016 e os prêmios serão três tratoritos da marca Kwashima, modelo MCG780 7HP, com carreta acoplada e enxada rotativa. “Esta campanha é realizada desde 2013 e, com isso, o número de notas fiscais emitidas no município só tem aumentado. Emitir a nota é vantajoso para o produtor que passa a ter acesso a uma série de benefícios, além de comprovar a atividade rural para sua aposentadoria e, ainda,

contribui com a arrecadação municipal”, afirma o secretário da Agricultura, Wendel Amaral. A nota fiscal de venda de produção agrícola é um documento fiscal, autorizado pela Secretaria de Estado da Fazenda, que comprova a venda de mercadorias produzidas no campo. Em Guaçuí, o talão é oferecido, gratuitamente, pela prefeitura. Para ter acesso a esse talão, é preciso entrar em contato com a Secretaria Municipal de Agricultura.

VANTAGENS

A emissão da nota fiscal serve para comprovar a produção da propriedade rural e tornar legal o transporte de produtos vendidos pelos agricultores. Além disso, contribui para o aumento da receita do município e permite que o produtor tenha mais facilidade para adquirir crédito em instituições financeiras. Outro benefício é que a nota fiscal serve para comprovar, junto ao INSS, que o

mesmo exerce a atividade no campo, o que lhe dá o direito à aposentadoria, como produtor rural. Além disso, com a inscrição estadual existente na nota fiscal, o produtor pode comprar adubo e outros insumos direto das fábricas, com preços mais atrativos (o que não é possível somente com Cadastro de Pessoa Física – CPF). Já na compra de carro utilitário, os descontos podem chegar a 12%. Emitir nota fiscal também dá direito a

um desconto de 52% no ICMS cobrado na contra de energia elétrica, com a redução de 25% para 12% do imposto. Mais informações podem ser obtidas no Núcleo de Atendimento ao Contribuinte (NAC), que fica na Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Alimentar, na rua Custodio Tristão, no Centro, de segunda à sexta-feira, das 7 horas às 13 horas. O telefone para contato é o (28)3553-4841.


CIDADES 13

QUARTA-FEIRA |7 DE DEZEMBRO DE 2016

Morador que insistir em jogar esgoto no Amarelo será punido CERCO Equipes da prefeitura de Cachoeiro notificaram moradores que ainda não fizeram a ligação de esgoto. Eles

terão até 60 dias para regularizar a situação Lucas Schuína Cachoeiro de Itapemirim

Em ação realizada na manhã de ontem, a prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim notificou várias residências e estabelecimentos comerciais estão lançando esgoto diretamente no córrego Amarelo. O córrego é um dos principais afluentes do rio Itapemirim e passa por quatro bairros do município. Os donos dos imóveis notificados têm um prazo de 30 a 60 dias para regularizarem a situação junto à Odebrecht Ambiental, e estão sujeitos a multa e outras sanções judiciais caso não acertem o problema.

Na lista feita pela concessionária dos serviços de água e esgoto de Cachoeiro, constava um número de 170 locais a serem notificados, mas a fiscalização não chegou a todos os imóveis listados. Mas, durante a fiscalização, nossa reportagem encontrou moradores que disseram ter sido notificados mesmo já tendo feito a ligação adequada. Foi o caso do dono de uma academia que preferiu não ser identificado. Ele fez questão de mostrar à reportagem que o encanamento de seu estabelecimento

De acordo com Mantovani, a responsabilidade pela ligação do esgoto é do proprietário do imóvel

Fotos: Lucas Schuina

está ligado diretamente na rede de esgoto municipal. Ainda assim, ele, assim como outros que estão na mesma situação, terão que entrar em contato com a Odebrecht Ambiental para informá-la da situação.

AÇÃO CONJUNTA

Participaram da ação de ontem 10 fiscais da Vigilância Sanitária, 10 da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e outros 10 da Secretaria Municipal de Obras (Semo). Além daqueles com ligações irregulares de esgoto, também foram notificados imóveis com lançamento ilegal de resíduos industriais e com obras ou reformas irregulares. Segundo gerente de Fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Cláudio José Mantovani, a atividade de notificação partiu de um acordo de cooperação entre os três órgãos do poder público diretamente envolvidos na ação – que deverá se

Os proprietários notificados terão um prazo de 30 a 60 dias para acertarem a situação

estender a outras regiões do município no ano que vem. “Foi diagnosticada a necessidade dessa ação, e nós nos reunimos para programar a medida”, afirma Mantovani. Ele ressalta, ainda, que a responsabilidade por fazer a regularização das ligações de esgoto é dos proprietários dos imóveis. “Há muitos casos de imóveis que estavam regularizados, mas

que, posteriormente, os donos resolveram fazer uma ampliação, um “puxadinho”, sem tomar as devidas medidas legais”, comenta

FISCALIZAÇÃO EM OUTROS BAIRROS o gerente de Fiscalização da Semma. A ação desta terça-feira também serviu como contribuição ao Programa de Revita-

lização dos Córregos, que começou a ser aplicado em 2014 pela Odebrecht Ambiental em parceria com a Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Agersa) e a Federação das Associações de Moradores e Movimentos Populares de Cachoeiro de Itapemirim. O objetivo é coibir o lançamento de esgoto irregular no município por meio de ações diversas.


14 CIDADES

QUARTA-FEIRA |7 DE DEZEMBRO DE 2016

ES tem melhor desempenho do país em avaliação internacional de educação MELHOROU O Estado passou do 8º lugar, em 2006, para a primeira colocação, em 2015 Redação Estado

O Espírito Santo é destaque entre os estados brasileiros com a maior média nas três áreas - Ciência, Leitura e Matemática - avaliadas pelo Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa, na sigla em inglês) 2015. O Estado passou do 8º lugar, em 2006, para a primeira colocação, em 2015. A avaliação, realizada a cada três anos pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), em 2015, foi aplicada em 35 países e avaliou conhecimentos em Leitura, Matemática e Ciências com estudantes de 15 anos. No total, 911 estudantes em 31 escolas, entre públicas e privadas, fizeram a prova no Espírito Santo. Na última avaliação, em 2015, o Estado alcançou a maior diferença em relação à média nacional brasileira no Pisa, sendo 32 pontos acima. O Espírito Santo atingiu 427 pontos e o Brasil 395 pontos. A média dos estudantes capixabas está acima da média brasileira e a cada avaliação fica mais próxima da média dos estudantes dos países membros da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Para o subsecretário da Educação, Eduardo Malini, “ter uma base comum de ensino, um currículo comum para

Foto: Divulgação

o país, um programa forte de avaliação nacional e um professor melhor formado e conectado com as competências do século XXI são frentes importantíssimas pra melhoria da qualidade do ensino no país”, pontuou. “A educação básica se faz para as pessoas terem uma percepção melhor do mundo. Vai além da escolarização, elas se qualificam para a entrada no mercado de trabalho. O Brasil vem há anos seguidos caindo a produtividade. Precisamos proporcionar uma educação de qualidade para todos para voltar a ter um país com desenvolvimento mais intenso e mais competitivo”, destaca o secretário da Educação, Haroldo Rocha.

AVALIAÇÃO

De acordo com a avaliação na área Ciências, os estudantes capixabas atingiram 435 pontos, enquanto a média brasileira foi de 401 pontos. O Espírito Santo ficou nove pontos na frente do segundo colocado, que foi o Distrito Federal com 426 pontos. A pontuação do Espírito Santo, nessa área, igualou a média do Uruguai, que é um dos países avaliados pelo Pisa. Já o desempenho dos estudantes do Estado na avaliação de Leitura atingiu 441 pontos, quando a média brasi-

Para Haroldo Rocha, a qualificação dos professores é peça fundamental para bons resultados na educação

leira teve a pontuação de 407. Na evolução dos resultados dos estados, o posicionamento do Espírito Santo subiu da 9ª posição, em 2006, para a primeira, em 2015. Isso demostra que os alunos estão cada vez mais compreendendo, usando e refletindo os textos escritos. Quando se trata de formular, empregar e interpretar situações matemáticas em uma série de contextos, os capixabas também tiveram o desempenho acima da média brasileira, onde o Espírito Santo teve 405 pontos e o Brasil 395. Neste quesito, o Paraná teve

maior pontuação dos estados com 406 pontos, porém não atingiu a taxa de resposta exigida, prejudicando a análise fidedigna, assim como ocorreu com o Amapá.

PROVA É APLICADA EM 35 PAÍSES O secretário Haroldo Rocha acredita que a avaliação é motivadora. “É com muita alegria que recebemos esse resultado, onde podemos ver a nossa evolução. É o resultado do trabalho cotidiano das escolas, professores, do maior envolvimento das famílias. Essa conquista

PISA O Programme for International Student Assessment (PISA) - Programa Internacional de Avaliação de Estudantes - é uma iniciativa de avaliação comparada, aplicada a estudantes

na faixa dos 15 anos, idade em que se pressupõe o término da escolaridade básica obrigatória na maioria dos países. O programa é desenvolvido e coordenado pela Organização para

Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Em 2015, 35 países participaram da avaliação, sendo que no Brasil 23.141 estudantes participaram em 841 escolas.

mostra que é possível melhorar a qualidade do ensino e nos dá mais confiança para buscar novas possibilidades, focar no olhar positivo, catalisando para o tamanho do desafio que temos e no esforço que temos que fazer e faremos para melhoria da qualidade da aprendizagem dos nossos estudantes”. E completa, “o Pisa nos revela um desafio na leitura, na área da ciência e um muito maior na matemática. Precisamos superar isso. Desde o ano passado, estamos estimulando a participação dos nossos estudantes em programas como o ‘Matemática na Rede’,

que estimula a participação em Olimpíadas Científicas e Tecnológicas e fortalece a aprendizagem a partir de atividades como a monitoria. Recentemente, o governador Paulo Hartung viajou para Singapura e um dos objetivos foi conhecer novas metodologias para melhoria da Educação no Espírito Santo, como a qualificação dos nossos professores. Estivemos também na China, ambos países referências em Educação. Tudo que precisa ser feito para melhoria da qualidade do ensino deve passar pelos professores”, ressaltou o secretário.


CIDADES 15

QUARTA-FEIRA|7 DE DEZEMBRO DE 2016

Estado anuncia construção de mais cinco barragens ARMAZENAMENTO De acordo com o secretário da Agricultura, Octaciano Neto, este é mais um passo que o Estado dá nas ações de enfrentamento aos períodos de seca Redação Estado

Em continuidade às ações de enfrentamento à estiagem no Espírito Santo, mais cinco barragens tiveram os editais de licitação para a construção lançados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag). O objetivo é armazenar água para garantir a segurança hídrica e a regularidade do abastecimento público, beneficiando vários municípios capixabas. A solenidade de lançamento aconteceu ontem, no Palácio Anchieta, em Vitória. O evento também marcou a assinatura de convênios para a elaboração de novos projetos de barragens que serão executados em nove municípios. A Barragem Cupido e a Barragem Pasto novo ficarão localizadas nos distritos de Juncado, em Sooretama; a Barragem Santa Julia na localidade de Agrovila e a Barragem Alto Santa Júlia na localidade de Santa Luzia, ambas no distrito de Santa Julia, em São Roque do Canaã; e a Barragem Graça Aranha ficará na localidade de Paul de Graça Aranha, em Colatina. O investimento será de aproximadamente R$ 8,5 milhões. As cinco

barragens juntas terão capacidade para armazenar mais de 800 milhões de litros de água. As obras vão gerar 170 empregos. Além disso, também foram assinados editais de contratação de projetos de barragens que vão beneficiar nove municípios. Seis dessas cidades terão o projeto contratado em parceria da Seag e da Cesan, cujo investimento será de mais de R$ 1 milhão e vai contemplar Alto Rio Novo, Barra de São Francisco, Domingos Martins, Ecoporanga, São Roque do Canaã e Vila Pavão. Outros três projetos, que vão beneficiar as cidades de Aracruz, São Mateus e Pedro Canário/Pinheiros, serão contratados por meio de acordo de cooperação junto ao setor produtivo. Os parcei-

OBRAS VÃO GERAR 170 EMPREGOS ros serão a Associação Movimento Empresarial Aracruz e Região (Amear), o Sindicato Patronal Rural de São Mateus e a Placas do Brasil S.A. Os atuais prefeitos e os prefeitos eleitos dos municípios que serão contemplados assinaram termo de cooperação técnica para a execução do

Foto: Leonardo Duarte/Secom Os editais para as novas barragens foram lançados ontem

projeto e da construção das barragens. O governador Paulo Hartung explicou que, para a política de barragens funcionar, é fundamental a atuação do poder público municipal. “Se as prefeituras ajudarem vai andar mais rápido. Um exemplo foi o de Barragem Liberdade, em Marilândia. Estamos atravessando essa crise financeira que está castigando o Estado e os municípios, com uma forte queda na arrecadação. É um momento duro, mas com parcerias as coisas andam, as pessoas se animam e, consequentemente, o país ganha força para fazer as reformas necessárias”, comentou. O secretário da Agricultura, Octaciano

MAIOR BARRAGEM DO ES A Seag também está concluindo as obras da barragem de Pinheiros-Boa Esperança, um investimento de R$ 6,1 milhões. Essa barragem será a maior do

Espírito Santo, com cerca de 270 hectares de área alagada, em uma extensão de aproximadamente 10 quilômetros. A capacidade de armazenamento da

barragem será de 17 bilhões de litros de água, quantidade suficiente para abastecer uma população de 310 mil habitantes por um período de um ano.

Neto, destacou que este é mais um passo que o Estado dá nas ações de enfrentamento aos períodos de seca. “Hoje nós estamos licitando mais cinco barragens totalizando mais de R$ 8 milhões, e mais projetos de engenharia que a partir do segundo semestre do ano que vem darão início às novas obras. Em geral, as obras de

barragens duram em torno de seis meses. O Programa Estadual de Barragens vai investir R$ 90 milhões até 2018, em todo o Espírito Santo, mas as primeiras obras estão centradas nas Regiões Norte e Noroeste devido ao déficit hídrico. Nós já temos obras praticamente prontas e essas barragens que estão sendo licitadas

começam em janeiro e fevereiro do próximo ano”, afirmou o secretário. A solenidade contou com a presença de secretários de Estado, representantes de autarquias e da Cesan, prefeitos atuais e eleitos, deputados estaduais, além de representantes empresariais, sindicais e de demais setores.

CONVÊNIO SEAG E CESAN A Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) e a Seag firmaram um convênio para a elaboração de seis novos projetos de barragens de médio porte. De acordo com o convênio, a Cesan vai repassar R$ 600 mil para que a Seag realize a licitação para elaborar os estudos e projetos básicos necessários para contratar as obras de construção das barragens. A prioridade dos empreendimentos é para o abastecimento humano, mas os reservatórios tam-

bém podem ser utilizados para outros fins, como geração de energia, irrigação e contenção de enchentes. O objetivo de construção das barragens é armazenar água para garantir a segurança hídrica e a regularidade do abastecimento público. Os municípios beneficiados serão Alto Rio Novo, Vila Pavão, Pedro Canário, Ecoporanga, Barra de São Francisco e São Roque do Canaã, cidades que estão entre as mais afetadas pela crise hídrica. A expectativa é que os

projetos de engenharia sejam concluídos até o primeiro semestre do ano que vem. As barragens deverão ser construídas em áreas estratégicas e atender às regiões que historicamente apresentam redução na disponibilidade da água e que estão com os mananciais em estado extremamente crítico. A construção das barragens também vai reduzir os efeitos das mudanças climáticas no regime de chuvas e da baixa retenção de água pelo solo devido ao desmatamento.


16 PUBLICIDADES

QUARTA-FEIRA|7 DE DEZEMBRO DE 2016

Aqui Notícias Edição 1530  
Advertisement