Page 1

R

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Santa Maria / RS / Brasil

ANO 48 nº12

Dezembro - 2015

II Mostra de Cinema Internacional de Santa Maria:

Em março tem cinema argentino Foto na História:

O primeiro coral universitário Página

03

Associação:

O verdadeiro espírito do Natal Página

06

Xadrez:

Memória:

Um pioneiro chamado Ervino Weigert Página

Página 13

11

APUSM fica em sétimo no Pan-Americano Página

17


02

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015

EDITORIAL

Comunicação entre diferentes Photograph: Kyle Taylor / Australia September 2015.

Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Fundada em 14/11/1967 Av. Nossa Senhora das Dores, 791 CEP: 97050-531 - Santa Maria/RS Fone/Fax: (55)3223 1975 ou (55) 32214856 - www.apusm.com.br E-mail: apusm@apusm.com.br DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Tania Moura da Silva Vice-presidente: Eduardo Rizzatti 1º Vice-presidente: Darcila Castelan 1º Secretário: Martha Adaime 2º Secretário: Solange Fagan 1º Tesoureiro: Luiz Antônio Freitas 2º Tesoureiro: Gildo Meneghello

Q

uando todas as previsões apontam para um 2016 muito difícil para todos os brasileiros, não é necessário dizer que, historicamente, o trabalho árduo e a união de forças são os únicos caminhos para sairmos de uma crise como a que enfrentamos.

Mas para isto, nós necessitamos romper barreiras da comunicação com o diferente e estabelecer um diálogo com o não igual. Desafio que se transforma no grande objetivo de um Brasil tão maltratado por tantos e tantos anos. Desafio liricamente ilustrado

por esta foto de Kyle Taylor, captada em Byron Bay, Australia, em setembro de 2015, e que nos remete também para outra grande causa de nossos dias: o meio ambiente. Enfim, o mundo é um só! A foto foi premiada como uma das melhores de 2015 pela Word Press.

Novos associados JUREMA SALERNO DEPEDRINI (UFSM) LEANDRO MACHADO DE CARVALHO (UFSM) MARCOS ALEXANDRE ROSE SILVA (UFSM-COLÉGIO POLITÉCNICO) NATÁLIA DE FREITAS DAUDT (UFSM)

THERESINHA DE MOURA SPERONI (UFSM) VANDERLEI BOTH (UFSM) VANESSA GISLAINE DOBLER DE SOUZA (INST.FED. RS) VITOR CRISTIANO BENDER (UNIPAMPA)

CONSELHO DE CURADORES Titulares Waldyr Pires da Rosa Etevaldo Vargas Porto Julio Cesar Farret Suplentes Sirlei Dalla Lana Ronaldo Morales Pedro Romeu Bagioto JORNAL DA APUSM Informativo mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria - Fundado em 30/03/1971. Supervisão Geral

Acompanhe as notícias pela página da APUSM ou pelo facebook. Para receber nossas notícias por e-mail, mantenha o seu cadastro atualizado.

Quintino Corrêa de Oliveira * Caso queira atualizá-lo ou mandar alguma sugestão envie um e-mail para: jornal@apusm.com.br

Gaspar Miotto

Jornalista Responsável Ricardo Ritzel MTB: 12773 Fone: (55) 3221-4856 Ramal 25 jornal@apusm.com.br Diagramação Rodrigo de Oliveira Fortes Revisão Prof. Leila Ritzel Tiragem 3.000 exemplares O Jornal da APUSM aceita a colaboração da Comunidade Universitária

Distribuição gratuita e dirigido aos associados


Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015

Foto na História:

C

O primeiro Coral Universitário

inco meses de sua fundação, exatamente no dia 27 de janeiro de 1963, o primeiro Coral Universitário de Santa Maria fazia sua primeira apresentação na Concentração de Corais Universitários de Sul do Brasil, em Florianópolis. Com quarenta vozes dos mais diversos cursos da então incipiente UFSM, o coral interpretou coros de óperas, músicas brasileiras e sucessos internacionais E, apesar de ser o mais novo entre os conjuntos de canto coral do festival catarinense, foi o único a ser bisado e aplaudido de pé durante longo período ao final da interpretação de “Bríndisi”, da ópera “La Traviata”, de Verdi, com solo do tenor Milton Braff e da maestrina Lygia Romano. Também faziam parte do grupo, três pianistas universitárias e duas professoras pianistas: Evinha Alves e Vera Soares. O coral ainda teve a colaboração do organista Irmão Gelásio Mombach e do pianista arquiteto Luiz Gonzaga Binato de Almeida. (Fontes: Maestrina Lygia Romano e o então coralista, hoje diretor executivo da APUSM, Adarci Antoniazzi)

Em 15 de agosto de agosto de 1962, o sonho há muito acalentado tomava forma. Um grupo de universitários oriundos de diversos cursos atendiam a um chamado para unir as vozes. Como resultado de encontros, o projeto de criação de um coral, o primeiro da então Universidade de Santa Maria, transformava-se em realidade, na gestão do Reitor José Mariano da Rocha Filho, através da Superintendência Artística, coordenada pelo Sr. Edmundo Cardoso e do Departamento de Educação e Cultura, por seu Diretor Irmão Gelásio Mombach, sendo organizado e dirigido pela cantora e musicista Lygia Romano Migliore

Curtas & Breves: da carteira UNIMED, pois houve mudança no código. - Plano de Saúde III – Qualquer dúvida, entrar em contato pelo telefone (55) 32214856 ou pelo e-mail

- Plano de Saúde I – Usuários do Plano de Saúde APUSM UNIMED com vencimento em maio e finais 6688 e 6689 devem observar a validade da sua carteira. Há um grande número de carteiras a disposição dos usuários no setor administrativo da APUSM. - Plano de Saúde II – Usuários do Plano de Saúde que não fez a troca no mês de agosto, também devem se dirigir ao setor competente da Associação para efetuar a troca

Colônia de Férias - A APUSM esta com um projeto de Colônia de Férias para filhos e netos de associados nos meses de julho de 2016 e janeiro de 2017. Caso haja interesse, a direção pede que o associado entre em contato pelo e-mail apusm@ apusm.com.br ou direção@ apusm.com.br e informe a idade dos dependentes para direcionar o projeto conforme a idade dos interessados. A Associação pede também sugestões e colaborações na elaboração no projeto da Colônia de Férias.

03


04

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015

Crônicas

A vida pode ser engraçada Celina Fleig Mayer

C

hega uma hora em que olha- correr dele e começo a contemplar mos para a frente e não te- as experiências acumuladas. Nesse mos como negar: somos os período, o grande objetivo é silenprimeiros da fila. Estamos naquela ciar a mente para aguçar a percepfase em que tudo é possível: dor ção... a obsessão pela ação é inútil se aqui, dor ali, doença, morte. Al- não houver uma conexão. É o caso cançamos o patamar que dizem ser de quem fica atrás de muita divero limite da expectativa do tempo são, ou mesmo de religião, achan“hábil”. Pertencemos, como que- do que está fazendo alguma coisa, rem alguns, à terceira idade, ou pois a ação é supervalorizada hoje outros, a melhor idade. Uma vez em dia. Não acho que quem tem 20 disseram, numa propaganda de um anos deve passar o dia contemplanshow de Juca Chaves, que ele era do, mas quem tem mais de 40 ou um homem de meia idade, mas ain- 50... precisa encontrar tempo para da muito atuante. Daí, ele foi pra ficar quieto,prestar atenção,olhar o cima: “Como assim, meia idade? que acontece em volta.” E, continuJá fiz sessenta, querem que eu viva ando, escreve: “Juntamos de tudo: 120 anos”?. Gracinha dele mas, re- dinheiro, experiência, conhecimenalmente, meia idade to, sons, doenças, paparece aquela que ...chega uma hora lavras, marcas, traupodemos dobrá-la, mas... Chega uma em que temos como é o caso de 40 que fazer a curva, hora em que temos ou 50. Depois, não que fazer a curva, começar a abrir tem metade. Dá pra começar a abrir mão, rezar se sobrar um mão, jogar o que jogar o que não sernão serve fora, terço (de vida). ve fora, dispensar. E Mas, em se falantambém se esvaziar dispensar do de meia idade ou de um monte de voterceira (e última?) a zes, de discursos,de gente percebe que algumas pesso- saberes. Isso serviu para nos trazer as conseguiram se superar, crescer, até aqui, mas é preciso se abrir para enfim, entender a existência. No outras percepções, pois o acúmulo entanto, a maioria só deixa que seu atrapalha. O grande desafio, hoje, lado meia-noite, escuro, magoado é lidar com o tempo. Deixamos de floresça. E como vicejam os defei- viver o presente por estarmos apetos nessa fase! Então, quando se gados ao passado... ou ocupados fala em abandono de idosos,maus em projetar e acumular coisas para tratos, é bom ver o outro lado,como viver um futuro ilusório”. foi a “semeadura”, nas boas fases, E, para complementar: Marcedesses, hoje, idosos. lo Rubens Paiva diz que ao enveO terapeuta junguiano Robe- lhecer “você descobre que os fito Gambini, conta que há décadas lhos quando crescem não tem nada ouve histórias de pacientes, e em a ver com os pais, nem se encaipouco mais de 10 anos dedica-se a xam em projeções, comparações decifrar sonhos de crianças brasilei- ou expectativas criadas na infânras, publicando o resultado na obra cia. Descobre que, mesmo filiado A VOZ E O TEMPO. Sobre esse li- a uma geração que quebrou tabus vro, diz, lá pelas tantas: “há pesso- e diminuiu a distância entre pais e as que endurecem com o passar dos filhos, estes nunca entenderão os anos e não mudam mais. Para que o pais. Haverá sempre um conflito tempo transforme é preciso deixá- que parece ser a força motriz das -lo agir sobre você”. Revela, ainda, relações: o novo nega o antigo, o que a relação com a temporalidade dominante perde espaço, o gene é depende das fases da vida. “Na pri- aprimorado”. E ele termina, com meira fase, cora frase: “A vanro junto com o tagem de envetempo, não quero lhecer? Retirar que ele me peda vida expecgue... Depois dos tativas que a 40, 50 anos, devo tornam mais deixar o tempo complicada e passar a minha descobrir que, frente. Não tenho no fundo, ela é mais medo dele. também engraSei que meu temçada”. po vai acabar um *Jornalista dia, então paro de

Ela o faz pequeno... Máximo José Trevisan*

A

prendi, através das li- que, há anos ,foi encenada em ções e do testemunho Santa Maria, no Cine Imperial, do meu pai, que deveria hoje prédio de Casas Eny. Espesempre ter respeito com as au- rando Godot tinha no elenco Létoridades, um dever de cidadão. lia Abramo, Eva Vilma e Lilian Aprendi também, ainda criança, Lemertz, dentre outros artistas. que o ocupante de cargo público Na véspera do espetáculo, tive o exerce uma função importante e privilégio de participar do gruagrega uma marca de honra ao po que as acompanhou ao Jantar seu nome. No Executivo, no Le- Italiano, no Bairro Itararé sob gislativo, no Judiciário, ser um o comando de Nelson Borin e servidor público é, antes de mais do Pe.Marcuzzo e de uma grannada, perceber-se corresponsável de e valorosa equipe. (Quanpelo atendimento às necessida- tos ainda lembram a alegria, a des da comunidade, é considerar- confraternização, a cantoria dos -se um empregado do povo, por Jantares Italianos no Clube 21 ele contratado, por ele pago, por de Abril?) Pois, na ocasião, conele avaliado no desempenho. Ser versando sobre o desempenho dos artistas, lemservidor público bro que alguém é cultivar sempre, como dever “O personagem não perguntou à Lélia Abramo sobre um de ofício, a consda ciência de que os atriz que o vive no personagem cidadãos são os palco é que o faz peça, considerando aquele papel verdadeiros destipequeno!” insignificante. A natários de todas lembrada Lélia, as ações públicas. com a sua experiA administração brasileira, em todos os ní- ência e sabedoria, disse: “O perveis, tem mostrado que a prática sonagem não é insignificante; a tem sido diferente e, a cada dia, atriz que o vive no palco é que torna-se mais difícil o respeito o faz pequeno!” Nunca mais esa certos personagens públicos. queci as palavras de Lélia! Há, sim, homens e mulheres Inverteu-se a mão: o cidadão é que deve dar atenção ao servi- que fazem pequeno o papel que dor público, se espera conseguir desempenham. Na área pública o que pretende. Não podemos, é o que o Brasil está vivendo e nem devemos generalizar, mas sentindo, com indignação, diandesconhecer a forte e vigente cul- te dos frequentes escândalos nos tura que valoriza o burocrático Poderes Executivo, Legislativo e em desfavor do eficaz, o meio em Judiciário. Há os que engrandedetrimento do fim, o despacho em cem o papel que exercem, mas há vez da decisão, “o volta no mês os que o apequenam, deturpam, que vem” em lugar de “o que falta corrompem. A esses, por inaceipara resolver hoje o assunto?” é táveis, a nossa crítica, o repúdio, não levar em conta a necessidade a contestação pública de todos que sonham com um Brasil mais e a urgência que o real impõe. Há servidores públicos que democrático e ético. engrandecem a função que exer*maximotrevisan@uol.com.br – cem, mas há servidores públicos Advogado e escritor, membro da que apequenam demais a funAcademia Santa-Mariense de ção que ocupam. Lembrei-me, a Letras (ASL). propósito, de uma peça de teatro


Dezembro 2015

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

05


06

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015

Celebração:

O verdadeiro espírito do Natal Lorenzo Franchi

N

atal é acreditar, é viver na fé cristã em benevolência e graça. É estarmos em família, amigos e na comunhão dos que te proporcionam momentos impares. Neste sentido, a Associação dos Professores Universitários de Santa Maria doou presentes para crianças e cestas básicas para as famílias carentes atendidas pelo Centro Social São Francisco da Vila Maringá, com objetivo de proporcionar bons momentos e a perspectiva de um ano próspero àquela comunidade. Os donativos foram arrecadados junto aos associados APUSM pela campanha “Natal Solidário” no decorrer do mês de novembro e vão beneficiar cerca de 80 lares. A coordenadora do Centro Social, Marizete Gabbi, destaca que: “esta é a terceira ação que APUSM nos acolhe. Isto nos dignifica como pessoas e comunidade, ainda mais em um ano tão difícil o qual passamos”. Ela, com o sorriso carregado de confiança, conclui: “com a nossa força de vontade e o auxilio de instituições como a APUSM, só temos a crescer!”.

Lar das Vovozinhas pede a sua colaboração.

Entidade de caráter beneficente, o Lar das Vovozinhas sobrevive, em grande parte, pela solidariedade de pessoas físicas e jurídicas que compreendem a responsabilidade

social da instituição. A instituição é o maior asilo do Rio Grande do Sul, atendendo de forma integral 200 idosas de Santa Maria e região. Todas em situação de vulnerabilidade social ou portadoras de necessidades especiais. Neste sentido, o Lar pede a colaboração dos associados da APUSM, através de doações como, café, leite em pó, margarina, biscoitos, doces e salgados, óleo de soja, produtos de limpeza (desinfetante, detergente, alvejante, álcool, esponja e esfre-

pressivo e enfatiza a necessidade de doações em dinheiro para regularizar a situação. Estas doações podem ser feitas diretamente na instituição ou através de depósitos bancários nas seguintes instituições financeiras: - Banco do Brasil Agência 0126-0 Conta Corrente 6204-9 - Banrisul Agência 0353 Conta corrente 0600587000

gão de aço), papel higiênico, fraldas geriátricas tamanho G. A instituição também ressalta que possui um déficit mensal ex-

- Sicredi Agência 0434 Conta corrente 820776


Dezembro 2015

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

07

Comemoração:

Celebrando com os colaboradores APUSM

A

noite de 17 de dezembro foi diferente para os funcionários e colaboradores da APUSM. Eles que trabalham com afinco para proporcionar aos associados os melhores serviços e festas, foram agraciados com um jantar comemorativo de final de ano, uma homenagem ao comprometimento e zelo à instituição. A comemoração não teria melhor local para ocorrer, o Salão Panorâmico. De lá, além de uma linda visão de Santa Maria, cenário para as melhores poses e cliques, se viu um clima aprazível, harmônico e descontraído que serviu para estreitar as relações de amizade no local de trabalho. O evento teve seu início por volta das 21 horas com uma celebração de graças, seguida da excelente e única gastronomia do Chef Norberto da Cás. O qual mais uma vez surpreendeu o paladar com sua requintada e saborosa refeição. Mas o melhor ainda estava

por vir. Após sorteio de brindes e homenagens aos diretores Cleber Biazus e Argemiro Coelho, a noite virou madrugada, regada a um refrescante chopp e a boa música de Patrick Cortez. Mas, se um cantor é bom, vários é melhor ainda! A pedidos, o músico cedeu o microfone e dividiu os holofotes com os colaboradores que deram um show nas interpretações de Anitta, Falamansa, entre outros. Ao final da confraternização, foram distribuídas cestas de Natal para funcionários e membros da diretoria, além de presentes para as crianças e um grande e fraterno grito de “feliz 2016”! Lorenzo Franchi


08

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015

Homenagem:

APUSM entrega Prêmio a Rudi Weiblen

D

epois de não poder estar presente por motivos profissionais na festa de entrega do Prêmio Mérito Científico APUSM 2015, o professor e doutor Rudi Weiblen, da UFSM, recebeu em gabinete da diretoria da Associação, no último dia 30 de dezembro, a sua láurea por destaque e reconhecimento em suas pesquisas. Weiblen foi recebido na Sala do Conselho pela presidente da APUSM, Tania Moura da Silva, que estava acompanhada pelo diretor-executivo, Adarci Antoniazzi e por seu antigo professor da Medicina Veterinária na UFSM, Quintino Corrêa de Oliveira. Segundo o professor laureado,

.

Weiblen acredita que esta honraria é . Rudi Weiblen é professor titular da Universidade Federal de Santa Maria e bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, assim como Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1D - CA VT – em Medicina Veterinária. Possui graduação em Curso de Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Santa Maria (1976), Mestrado em Veterinary Preventive Medicine - University of Illinois (1981) e Doutorado em Veterinary Preventive Medicine -

University of Illinois (1983). Atua como revisor para vários periódicos, como o Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Pesquisa Veterinária Brasileira, Brazilian Journal of Medical and Biological Research, International Journal of Veterinary Medicine: Research and Reports, Veterinaria Italiana, Archives of Virology, Brazilian Journal of Microbiology, Revista Brasileira de Ciência Veterinária, Ciência Animal Brasileira (UFG). É editor chefe da Revista de Ciências Agroveterinárias e - Ciência Rural, há mais de 24 anos, desde 1997. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Medicina Veterinária Preventiva, atuando principalmente nos seguintes temas: Herpes vírus bovino 1 e 5; Diarreia viral bovina;

Weiblen é professor titular da Universidade Federal de Santa Maria e bolsista do Conselho Nacional de Desen-

Professor doutor Rudi Weiblen foi recebido na Sala do Conselho pela presidente da APUSM, Tania Moura da Silva, que estava acompanhada pelo diretor-executivo, Adarci Antoniazzi e por seu antigo professor da Medicina Veterinária na UFSM, Quintino Corrêa de Oliveira

Professora participa de publicação sobre mudanças climáticas

Simone Erotildes Teleginski Ferraz, professora do Departamento de Física e orientadora no Programa de Pós-Graduação em Meteorologia, participou da publicação “Temas atuais em Mudanças Climáticas”. Direcionado a crianças e adolescentes, o material editado pela Universidade de São Paulo (USP) traz linguagem acessível e ilustrações.

A publicação objetiva informar, conscientizar e sensibilizar os leitores dos ensinos fundamental e médio com relação às mudanças climáticas. A produção teve a participação de pesquisadores e docentes, vinculados ou colaboradores, do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Mudanças Climáticas (Incline) da USP, e é financiada pelo CNPq.

A professora Simone Ferraz, autora de dois capítulos, é uma das únicas participantes externas O livro está disponível apenas na versão online. Os interessados devem entrar em contato pelo ac.ccne.ufsm@gmail.com para solicitar a publicação. (Camila Jardim, Assessoria de Comunicação do CCNE)


Dezembro 2015

09

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Mais informações (55) 3221 4856 / (55) 3026 3565 (55) 3223 1975 / (55) 3026 4826


10

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015


16

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015

Palestra:

Lucy, uma história de vida

Lorenzo Franchi

Q

uantas vezes nos queixamos por coisas mínimas, ou atribuímos a desculpas o “não” fazer algo? Inúmeras. Enquanto uns veem apenas as barreiras, há outros que as transformam em combustível e fazem destes motivos para superação.

Some a este exemplo uma história emocionante, um carisma inconfundível e um sorriso radiante. Esta é a professora universitária com deficiência visual, palestrante e escritora Lucy Portuguez Kortz, que sublinha em discurso e narrativa que os verdadeiros olhos, são os da alma. Acompanhada de rosas e trigos, em alusão ao sonho que foi materializado no livro, Lucy, por cerca de uma hora “tirou suspiros” do público que encheu o Salão Cultural da APUSM na noite de quinta-feira, 10 de dezembro. A iniciativa de contar sua trajetória parte do querer ajudar. Lucy conta que não foi uma tarefa fácil, “tive que (re)enfrentar alguns medos, mas tudo por um propósito: a valorização da vida”. Sobre o livro ela enfatiza, “não é um romance, ou uma ficção, é a verdade”. Para a amiga, prima e apreciadora Leni Lourenço, a escritora é “sinônimo de humildade e luta”. “Conheço ela desde criança, acompanhei de perto as dificuldades que enfrentou.

É inspirador ver a maneira como ela conduz a vida, a presença constante de Deus e da fé em tudo”, ressalta. Leni ainda sugestiona, “vale a leitura. Este é um livro para ser ter junto em todos os momentos.” O professor universitário Carlos Alberto Wolle a define como: “dádiva”. “As palavras dela me tocaram, me fizeram entender que em tudo há um sentido”. Wolle conclui: “a vida constitui-se de pequenas batalhas. Hoje, sei que posso vencê-las!”. Após o bate papo e sessão de autógrafos, houve um happy hour no Espaço Cultural da APUSM, regado com a boa música de Patrick Cortez. Ao final do encontro, a Associação presenteou a professora com um buquê de flores.


Dezembro 2015

17

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Xadrez:

APUSM em 7º no Pan-Americano 2015

M

ais de 100 enxadristas de seis países das três Américas foram a Curitiba disputar, entre os dias 16 e 20 de dezembro, o Campeonato Pan-Americano de Xadrez Amador 2015 nas modalidades Xadrez Clássico e Xadrez Blitz. Todos buscavam a classificação para o Campeonato Mundial de Xadrez Amador 2016, que será realizado no próximo mês de abril na Grécia e, junto, um pacote oferecido pela organização e patrocinadores que incluem recursos para passagem, hospedagem e alimentação no país mediterrâneo. Não houve moleza para ninguém, muito menos partidas fáceis. Todas disputadas ao extremo, peça a peça, casa por casa. Ao final, o enxadrista representante da APUSM, Ricardo Ritzel, colocou seu nome entre os 10 melhores da América no Xadrez Blitz, conquistando a sétima colocação no torneio com 5,5 pontos em 9 disputados, ficando apenas 1 ponto do campeão continental, adversário com o qual empatou em sua última partida da competição, retirando suas chances da segunda colocação no torneio e, é claro, o sonho do Mundial.

Torneios agendados na Associação - Torneio Aberto Rápido 26 de março - Torneio Aberto Rápido 9 de abril - Taça Cidade de Santa Maria 28 e 29 de maio - Torneio Aberto Rápido 11 de junho - Final do Gaúcho de Xadrez 2016 - 26 e 27 de novembro

Jorge Alberto Boabaid e Ricardo Ritzel foram os dois representantes de Santa Maria na competição e se duelaram na capital paranaense

Mas a posição não foi de todo ruim para o enxadrista da APUSM. Os pontos obtidos em Curitiba deixaram o santa-mariense apto para disputar dois torneios internacionais promovidos pela FIDE em 2016: III Internacional de Donuhue, no Chile, e o Campeonato Sul-Americano

Amador, em Lima, Peru. O outro representante da parceria APUSM SMXC na capital paranaense foi Jorge Alberto Boabaid, que também fez uma boa campanha, mas não conseguiu os pontos necessários para colocar seu nome na parte superior da tabela de classificação.

*Fique ligado! Novas datas devem entrar na programação do Departamento de Xadrez da Associação ainda no mês de março e serão amplamente divulgadas no Jornal da APUSM e site.

Boabaid, que também é presidente do SMXC e vice presidente da FGX, joga agora o Aberto Internacional de Gilbraltar, o Chess Master de Florianópolis e também tem passaporte carimbado para o Mundial de Veteranos que será disputado na metade do ano na República Tcheca.


18

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015

Saúde:

Os quatro sintomas do coração

Por Marcos Cavalheiro*

A

s doenças cardiovasculares podem apresentar-se de várias formas diferentes e com manifestações sintomáticas diversas. Esta publicação tem o objetivo de abordar superficialmente os 4 sintomas mais comuns que indicam que o indivíduo deve realizar uma avaliação cardiológica. Futuramente iremos abordar cada um destes sintomas separadamente. São eles:

Angina (dor no peito): A dor cardíaca é chamada de “angina pectoris”, ou angina de peito. Esta dor costuma assemelhar-se com uma pressão, peso, aperto ou queimação na região central do tórax. A dor também pode acometer os ombros ou irradiar-se pela região interna dos braços, pescoço, costas, mandíbula ou região superior do abdome. Algumas pessoas descrevem a sensação mais como um desconforto ou uma pressão do que uma dor propriamente dita. A maioria dos casos de angina de peito são decorrentes da obstrução das artérias coronárias (artérias que irrigam a musculatura cardíaca) por placas ateroscleróticas. Nos casos iniciais ela pode aparecer durante os esforços físicos e tornar-se cada vez mais frequente e intensa com o passar do tempo, podendo ocorrer em repouso nos casos mais graves. Mas esta ordem de aparecimento, em casos mais graves, pode não ocorrer, sendo que o primeiro episódio de dor, eventualmente, pode ser em repouso (mais comumente nos casos de infarto ou de angina instável).

Dispnéia (falta de ar): É um sintoma muito comum na prática médica, sendo especialmente referido por indivíduos com doenças dos aparelhos cardiovascular e respiratório (mas pode ocorrer em indivíduos saudáveis). Esse sintoma é o principal fator limitante da qualidade de vida relacionada à saúde de pacientes crônicos. Muitas patologias cardíacas podem resultar em dispneia, as mais frequentes são: doença das válvulas cardíacas, doenças do músculo cardíaco (miocardiopatias), cardiopatia isquêmica e arritmias, todas estas levando à insuficiência cardíaca. Os casos iniciais de dispneia de origem cardíaca podem aparecer durante os esforços físicos tornando-se cada vez mais frequente e intensa com o passar do tempo, podendo ocorrer em repouso nos casos mais graves (de forma semelhante à angina). Com a progressão da doença de base, a dispneia poderá acordar o paciente em decúbito horizontal durante a noite (dispneia paroxística noturna), ou impedir que o paciente durma deitado (ortopnéia). Outras situações clínicas devem ser levadas em consideração no diagnóstico diferencial de dispneia de origem cardíaca como: anemia, gravidez, ansiedade, falta de condicionamento físico, hipotireoidismo e várias outras.

Síncope (desmaio) e Lipotímia (quase desmaio): A síncope pode ser definida como uma perda transitória da consciência. A lipotímia é a sensação de desmaio, sem que esse efetivamente ocorra. A perda da consciência é resultado do baixo fluxo sanguíneo cerebral, que pode ter causas de origem cardíaca (10 a 40% dos casos) ou não cardíacas (cerca de 50% dos casos de síncope investigados não apresentam causa definida). A síncope de origem cardíaca costuma ser súbita, sem associação com sintomas premonitórios. A estenose da válvula aórtica (estreitamento da válvula), é uma causa comum de síncope, costuma estar associada ao esforço, acometendo pacientes mais idosos e com a presença de um sopro cardíaco no exame clínico. Na síncope relacionada às arritmias com baixa frequência cardíaca (síndrome de Stoke-Adams) a recuperação é rápida, podendo ocorrer vários episódios por dia. Pacientes jovens, com síncope de repetição, especialmente aqueles com história familiar de morte súbita em parentes também jovens (com menos de 30 anos de idade), merecem uma investigação minuciosa na busca de síndromes arritmogênicas “malignas”. Pacientes com episódios de síncope, principalmente de repetição, merecem uma avaliação cardiológica minuciosa.

Palpitações (Arritmias): As palpitações são as manifestações sintomáticas mais comuns das arritmias. Elas podem ser percebidas de várias formas pelos pacientes. Mais comumente como uma falha nos batimentos, de forma rápida e sem outros sintomas associados, mas também de forma duradoura e muito acelerada por outros pacientes. As palpitações nem sempre estão relacionadas à alguma arritmia grave, porém, é importante que uma avaliação cardiológica seja realizada. Alguns pontos relevantes devem ser observados pelos pacientes e podem ajudar muito o médico cardiologista durante a avaliação das arritmias como: duração dos episódios de palpitações (segundos, minutos, horas); frequência que ocorre (diariamente, semanalmente, mensalmente, raras vezes) e, principalmente, a presença de sintomas associados (tonturas, desmaios, dor no peito e falta de ar). *Marcos Borges Fortes Cavalheiro é graduado em medicina pela Universidade Católica de Pelotas ( UCPEL) no ano 2000, pós-graduado em Clínica Médica pelo Programa de Residência Médica do Hospital São Francisco de Paula - UCPEL, pós-graduado em Cardiologia pelo Programa de Residência médica em Cardiologia do Hospital São Francisco - Santa Casa de Porto Alegre. Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia/Associação Médica Brasileira desde 2005. Atualmente atua como Médico Cardiologista Clínico na cidade de Santa Maria, na Clínica Santé Diagnóstico e Tratamento. Artigo publicado originalmente em www.portalbei. com.br O site reúne notícias de quatro veículos de comunicação da Região Centro do RS e publica crônicas e artigos de profissionais das mais diversas áreas do conhecimento que, de uma maneira ou outra, estão ligados a Santa Maria.


Dezembro 2015

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

19


20

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015

Jurídicas

Professora tem direito a férias durante curso

D

ecisão foi proferida pelo Superior Tribunal de Justiça em favor de professora. Conforme a Lei nº 8.112 de 1990, o afastamento de um servidor público para o estudo, quando autorizado, deve ser considerado como tempo efetivo de exercício. Sendo assim, deve ser considerado também o direito ao gozo das férias. Este, porém, não é o entendimento da Fundação Universidade de Pelotas, que interpôs recurso especial no STJ contra uma professora afastada em virtude do curso de pós-graduação. A professora, representada por Wagner Advogados Associados, se afastou pelo período de quatro anos, para cursar o doutorado no país. Após seu retorno ao trabalho, teve o pedido de férias indeferido. A decisão da universidade teve como base o Art. 4º da Portaria nº 02 de 14/10/1998, que dispõe: “O servidor licenciado ou afastado fará jus às férias relativas ao exercício

em que retornar”. O seja, a professora só teria direito às férias após retornar ao trabalho. O recurso interposto pela Fundação foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça. Para o STJ, “a Corte possui entendimento no sentido de possuir o servidor direito a férias durante todo o período em que se encontra afastado para participação em programa de pós-

-graduação stricto sensu ou licença para capacitação, uma vez que tais períodos são considerados como de efetivo exercício”. Neste caso, portanto ficou esclarecido que uma portaria normativa não pode restringir o que a lei não restringe. Deste modo, a decisão do STJ foi favorável à servidora. Fonte: Wagner Advogados Associados

STF: conversão em pecúnia das férias e licença-prêmio não gozadas

A decisão refere-se a conversão em pecúnia das férias e licença-prêmio não gozadas. O servidor, quando não desfruta de suas férias ou de licença-prêmio, deve ser indenizado financeiramente, com o objetivo de se recompor o patrimônio jurídico. Para garantir esse direito, o servidor vinculado ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), representado

por Wagner Advogados Associados, ajuizou ação visando o pagamento de indenização aos servidores da base, que se enquadram neste caso. Segundo a desembargadora federal Vivian Josete Pantaleão Caminha, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, “as férias e as licenças-prêmio não fruídas pelo servidor em atividade constituem-se direito adquirido,

sendo dever da Administração indenizá-las”. Contra esta decisão, o Dnit interpôs recurso especial no Superior Tribunal de Justiça, alegando que “o acórdão embargado padece de vício de contradição”, porém, o STJ manteve a decisão do TRF4, negando o recurso do DNIT, em favor do servidor. Fonte: Wagner Advogados Associados

O advogado e sócio do escritório Wagner Advogados Associados, Flávio Ramos, realiza todas as quintas-feiras pela manhã, das 10h ao meio-dia, orientações jurídicas aos associados da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM). Ramos é especializado nos assuntos relacionados a questões funcionais do servidor público como: carreira, vínculos do professor ao serviço público, entre outros. O escritório atua nesta área há cerca de 30 anos. Neste ano o escritório também está atendendo aos professores associados que possuem vínculos com instituições particulares. Assuntos relativos ao regime geral da previdência - INSS destes associados podem ser esclarecidos pelos advogados. Para isso, basta que o associado utilize este serviço nas quintas-feiras.


Dezembro 2015

Convênio:

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

21


22

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015

Convênio:

Atenção associado APUSM! Você já pensou em um Consórcio Honda.... Minami Motors de Santa Maria oferece condições especiais do Consórcio Honda para os associados e familiares.

Honda Civic SI 2016

E

m tempos de inflação e juros altos, o principal caminho encontrado pelos brasileiros para garantir os seus objetivos em tempos de crise é capitalização de renda. E é exatamente por isto que as administradoras de consórcio do país celebram um crescimento significativo de 5,4% na venda de novas cotas em relação ao mesmo período do ano passado. Ou seja, entre janeiro e julho de 2015, o consórcio de veículos leves

Honda FIT 2016

disponibilizou créditos superiores a R$ 12 bilhões para os diversos elos da cadeia produtiva do setor automobilístico. Só para uma ideia mais precisa da procura, nos seis primeiros meses do ano o setor literalmente abocanhou 26,5% do total de contemplações oferecidas por financiamento, leasing e, é claro, consórcio. Em 2012, este percentual era de 18,7%. Neste sentido, uma parceria entre APUSM e a Minami Motors de Santa Maria oferece condições es-

peciais do Consórcio Honda para os associados e familiares, e ainda garante a primeira revisão do seu futuro veículo totalmente gratuita. Sendo que, na aquisição de uma cota do Consórcio Nacional Honda, não será cobrada Taxa de Adesão, muito menos qualquer juros. Em

síntese, uma das taxas administrativas mais competitivas do mercado, com um prazo de até 60 meses para a linha de automóveis. Minami Motors é a concessionária Honda em Santa Maria, com a confiabilidade de estar no mercado desde 1981.

Endereço e contato: Avenida Prefeito Evandro Behr, 6710, Camobi. Telefone: (55) 2101-1300. Outras informações: www.minamimotors.com.br/servicos/consorcio


Dezembro 2015

23

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Conveniados da APUSM Saúde Agafarma Telefone (55)3222.6509 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte).

Beleza

Empresas de Buffet

Beleza Ville Telefone (55) 3347.1113 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Babette Restaurante (55) 3027 1716 Focus Produtora (55) 3027 5027 Maffi Restaurante (55) 3222 2799

Fisioterapeuta Marcelo de Carvalho Pozza Telefone (55)9989.3099 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Nedel Eventos (55) 3026 6234

Estética e Cosmética em Santa Maria Telefone (55)9680.0043 *Desc. 15% para associados APUSM (consulte)

Norberto Da Cás (55) 3222 1981 Via Gastronômica (55) 3217 5337 Vira Cambota (55) 3026 3333

Reni Farmácias

W Eventos (55) 9984 7608

*Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

*Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Fone: 0800 510 1933 - (55) 3223 1930

A Delínea – Pilates e Atividades Físicas Telefone (55)3317.0493 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Airton Cabeleireiros Telefone (55) 3026.3483 / (55) 3317.3050 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Serviços diversos

Centro Clínico Camobi Fone: (55) 3226.6571 10% a 20% de desconto para associados e familiares

Centro Óptico Fone: (55)3307-1337 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Superauto Telefone:(55) 3027-7974 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Laura Weber – Fisioterapia, RPG e Pilates Telefone (55)9608.0048 *Desc. 10% para associados APUSM (consulte)

Gaiger Telefone:(55) 3025-3533 Descontos de 20% nas compras à vista e 10% no crediário.

Wagner Advogados Associados Fone: (55) 3026.3206 *Desc. especiais para associados APUSM

Consultório Psicológico de Juliana Martins Telefone (55) 9114 9919 *Desc. 30% de desconto nas consultas e atendimentos

Jornal A Razao Telefone: (55) 3220-2100 Descontos de 20% na assinatura anual

Sicredi Telefone:(55) 3026-0198 *Condições especiais para associados APUSM

Andréa Machado - Psicóloga Telefone (55) *Desc. 50% de desconto nas consultas e atendimentos

Up-Escola de Idiomas Telefone (55) 3025-6217 *Desc. 10% de descontos em qualquer de seus cursos

River’s Grill e Restaurante Fone: (55) 3347.2019 *Desc. de 10% para associados APUSM

Curso de Inglês CNA Telefone:(55) 3028-0050 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Pet Life Telefone: (55) 3015-5815 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Wizard Escola de Idiomas Telefone:(55) 3222-2293 Descontos de 20% em todos os idiomas para funcionários, dependentes e associados da APUSM

Lavagem Zero Grau Fone: (55)9998.2050 / 9902.4477 10% de desconto

Hotéis Lar Residence - Porto Alegre/RS Fone/Fax: (51) 3226.6126 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Holiday Inn - Porto Alegre/RS *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Dall´Onder Hotéis (Bento Gonçalves - RS) Grande Hotel Telefone:(54) 3455-3555 Vittoria Hotel Telefone:(54) 3455-3000 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Hotel Jandaia (Rede Versare) - Santana do Livramento/RS Fone: (55) 3242.2288 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Hotel Continental Santa Maria - SM Telefone:(55) 3028-7070 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Apresente sua carteira de associado para pedir os descontos. Para saber mais sobre os conveniados e descontos acesse o site www.apusm.com.br


24

Periódico mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2015


Jornal APUSM edição Dezembro 2015  
Jornal APUSM edição Dezembro 2015  
Advertisement