{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

R

50

anos

Santa Maria / RS / Brasil ANO 50 nº 09 Outubro - 2017

Celebrando os 50 anos

Página 09 Paulo e Lair Magnano, Martha Adaime e Nilson Alves recepcionam associados e amigos no Baile dos 50 anos da Associação

Jantar Baile Dia do Professor: Jurídicas:

Aplicação do teto salarial pelo Supremo Página

06

Social:

Aos mestres, Momentos de o Prêmio um Imaginário APUSM 2017 Feminino Páginas

10 e 11

Página

08


02

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Outubro 2017

Editorial

C

Associados da APUSM

onsidero uma feliz coincidência e uma honra que este aniversário em que a APUSM comemora 50 anos dia 14 de novembro, esteja sendo comemorado durante a vigência do mandato da nossa diretoria. Temos a consciência de que fazemos parte do seleto grupo de pessoas que vêm há 50 anos dirigindo nossa APUSM, uma associação representativa dos professores e técnicos administrativos da Instituições de Ensino Superior do Estado do Rio Grande do Sul. Ao assumirmos a presidência, há aproximadamente 6 meses, nosso desafio, juntamente com os demais membros da diretoria seria de prosseguirmos a “Reforma Estatutária” e o início do “Complexo Cultural APUSM” com 7.800 metros quadrados, o que está ocorrendo e espera-se que até o final de nossa gestão possamos entregar aos associados. Temos a certeza que, nesses 50 anos, todos que por aqui passaram contribuíram, de uma forma ou de outra, para a Associação que temos hoje. E, por isso, o nosso compromisso é de uma “APUSM para todos”. Ao longo desses 50 anos, a associação viveu 14 gestões muito marcantes sempre procurando defender os interesses, o respeito e a credibilidade de seus associados. Nos últimos 20 anos a APUSM tem vivido momentos muito importantes da sua história, como a edificação de sua sede atual. Parece ser fácil chegar a tão importante posto e grandeza de como é e como será no futuro a nossa associação, mas devemos lembrar as dificuldades que atravessaram nossos antecessores para chegar ao que é a APUSM hoje, com uma imagem reconhecida e respeitada pela sociedade local e rio-grandense.

Assumimos uma grande missão, a de fazer a APUSM uma associação ainda mais forte e respeitada. E, para isto, entusiasmo e capacidade não nos faltam. Com o novo “Complexo Cultural APUSM” pretendemos oferecer mais oportunidades aos associados, mantendo todos os demais serviços já existentes e buscando ampliá-los na medida do possível com o desenvolvimento de práticas esportivas e de lazer. São muitas as demandas e as tarefas que teremos pela frente. Sem dúvida, tentaremos cumprir com a missão que nos foi conferida! Neste momento, temos que agradecer a muitas pessoas e colaboradores que acreditaram e estiveram ao nosso lado, como: a família, pelo apoio, paciência e dedicação, por entenderem de nossa ausência em determinados momentos, para dedicarmos ao trabalho na associação; aos associados por confiarem no nosso trabalho; aos apoiadores e parceiros, os nossos mais sinceros agradecimentos por acreditarem em nós e aos funcionários pelo apoio e a dedicação que demonstram pela associação. Por fim, deixo um convite aos associados, para que, no dia 14 de novembro, participem das comemorações dos 50 anos da APUSM. Acesse o site e veja a programação. Um abraço a todos Atenciosamente Prof. Paulo Magnago Presidente Gestão 2017-2019 APUSM PARA TODOS

Novos associados ANDERSON WEBER (UNIPAMPA) DAIANE DE VARGAS BRONDANI (PENSIONISTA) ELDER ELOY (UFSM)

JAIME ALBERTO MOSQUERA SÁNCHEZ (UFSM) MARCIO OLIVEIRA HORNES (IFF) ZÍPORA MORGANA QUINTEIRO DOS SANTOS (IFF)

Agenda APUSM 2017

Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Fundada em 14/11/1967 Av. Nossa Senhora das Dores, 791 CEP: 97050-531 - Santa Maria/RS Fone/Fax: (55)3223 1975 ou (55) 32214856 - www.apusm.com.br E-mail: apusm@apusm.com.br DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Paulo Roberto Magnago Vice-presidente: Eduardo Rizzatti 1º Vice-presidente: Martha Adaime 1º Secretário: Luis Fernando Sangoi 2º Secretário: Oni Lacerda da Silva 1º Tesoureiro: Ivan Henrique Vey 2º Tesoureiro: Cleber Biazus CONSELHO DE CURADORES Titulares Waldir Pires da Rosa Sirlei Dalla Lana Etevaldo Porto Suplentes José Maria Pereira João Delazzana Julio Cesar Farret JORNAL DA APUSM Fundado em 30/03/1971. Supervisão Geral Quintino Corrêa de Oliveira Gaspar Miotto Jornalista Responsável Ricardo Ritzel / MTB: 12773 Fone: (55) 3221-4856 Ramal 25 jornal@apusm.com.br Diagramação Rodrigo de Oliveira Fortes Revisão Prof. Leila Ritzel Tiragem 3.000 exemplares O Jornal da APUSM aceita a colaboração da Comunidade Universitária Distribuição gratuita e dirigida aos associados

3, 4 e 5 de novembro:

Torneio de Xadrez Clássico APUSM 50 anos

14 de novembro:

Jantar-Baile do Cinquentenário da APUSM

17 de dezembro:

Circuito de Corrida e Caminhada APUSM - OAB/SM Você é nosso convidado. Participe!

Acompanhe as notícias pela página da APUSM ou pelo facebook. Para receber nossas notícias por e-mail, mantenha o seu cadastro atualizado. * Caso queira atualizá-lo ou mandar alguma sugestão envie um e-mail para: jornal@apusm.com.br


Outubro 2017

03

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Associação A pedido

A

A diretoria da gestão 2013-2017 vem esclarecer:

diretoria (gestão 2013/2017) recebeu em 13/05/2014 uma Notificação unilateral, correspondente a uma decisão da UNIMED, constando que: Em um prazo de 60 dias os planos CR1B-I e CR2B-I - Plano Antigo estariam rescindidos. Considerando tal notificação, que deixaria 2.507 pessoas (associados e seus dependentes) sem atendimento, a Diretoria tomou a seguinte decisão, a qual foi devidamente comunicada, através de meios eletrônicos, para todos os sócios: Negociar junto a UNIMED de forma a equalizar os referidos planos para dar continuidade aos mesmos sem que houvesse prejuízo para os Associados, porém, além de um aumento de R$

250.000,00 na arrecadação mensal, o que representou um acréscimo de 35,73% no total da fatura, teríamos, ainda, para atender a determinação da ANVISA, que proceder a adequação nas faixas etárias de 1 a 10, para migração no ano seguinte para o Plano Novo, o que foi feito em consonância com a UNIMED de forma transparente. Esta decisão foi baseada em estudo exaustivo feito professores especializados e consolidada através de convocação extraordinária para este fim, onde se fizeram presentes os associados ou seus procuradores que autorizaram a decisão tomada. Tanto que os planos foram mantidos até esta data sem prejuízo a estes.

Houve sim uma equalização e uniformização de valores, para evitar grandes disparidades de mensalidades que havia na mesma categoria de forma a reduzir gradativamente o impacto que seria causado para cada associado, pela exigência da Direção da Unimed, com a migração para o Plano Novo, bem como de forma a garantir o atendimento de um grande número de exames laboratoriais, consultas médicas, internações hospitalares, etc. Considerando o acima descrito é que até o presente momento não houve a migração para o plano novo (data muito além da determinada na notificação). Isso por que a decisão tomada manteve o equilíbrio do contrato de forma que a própria UNIMED formalmente declarou o seguinte: “Tendo em vista o equi-

líbrio financeiro do contrato dos planos CR1B-I e CR2B-I (Plano antigo), acompanhado mensalmente por essa cooperativa, esta exigência por parte da Unimed está suspensa até o momento”. (UNIMED, 2017) Desta forma queremos esclarecer que a gestão da Diretoria 2013/2017 sempre agiu na maior transparência e que se, eventualmente, algum Associado desejar, poderá consultar os arquivos da Associação, pois todo o acima exposto está documentado. Texto em relação ao editorial publicado no JORNAL APUSM do mês de setembro de 2017 Prof. Tania Moura da Silva Presidente gestão 2013-2017


04

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Crônicas

Celina Fleig Mayer*

Contra quem são feitas as greves?

T

odos os anos, em minhas aulas de redação, proponho aos alunos um enunciado sugerido pela Fundação Carlos Chagas, há bastante tempo atrás: “Indaga-se: devem as greves ser feitas contra o povo ou contra os patrões? Se o povo sofre com os efeitos da greve, conseguirá manter-se simpático aos grevistas?” Geralmente eles consideram, num primeiro momento, a greve como um movimento radical, sugerindo que devem existir outros caminhos para se chegar a um consenso. E, também, indagam-se o motivo de tantos desses movimentos não passarem de desgastes de energia e tempo, prejudicando os próprios envolvidos e, pior, àqueles que foram privados de serviços, como é o caso da população. Para eles, quando se pede que apontem o que causa uma greve, o que ocasiona um movimento de paralisação, a primeira citada é a questão salarial. E, concordo que se costuma embutir aí, para ganhar a simpatia da coletividade, a melhoria das condições de trabalho. O que, às vezes, é uma realidade a ser considerada e trazida à tona. Mas, em alguns casos, é uma questão secundária, que não depende dos patrões. Por exemplo, é sempre citada nas paralisações do Magistério, após a questão salarial,a questão de uma melhor qualidade de ensino. Mas, explico a eles que esse fator depende exclusivamente da boa vontade dos docentes, essa busca de atualização nas suas disciplinas. Claro que o salário do magistério, se visto apenas como um pagamento ínfimo por uma atividade desgastante, não incentiva ninguém a fazer mais do que cumprir uma carga horária. Mas, segundo algumas pessoas,

existem outras profissões para os “menos contentes”. Dando continuidade à proposta, eles apontam como conseqüência o fato de que as Escolas, ao cerrarem suas portas, lançam nas ruas milhares de crianças e jovens, desorientando pais ou responsáveis pelos menores, que já tinham seus dias planejados. Aí, a greve parece ser feita contra eles todos... Ao responder a pergunta da Fundação Carlos Chagas, para a maioria dos alunos, num primeiro momento, uma paralisação sempre vai ser prejudicial ao povo. No caso de uma grande empresa, os patrões, por maior que sejam as perdas pelos dias de inatividade, podem “embutir” em futuros aumentos o que deixaram de lucrar nos dias em que seus funcionários “deram prejuízo”. Mas, voltando ao caso do Magistério, os professores, são obrigados a recuperar os dias letivos, e todo mundo sabe que os alunos não terão a mesma qualidade de ensino de uma época normal de aulas. Então eles indagam: em que atrelar esse “prejuízo?” Por fim, os alunos geralmente afirmam que, mesmo politizado e reconhecendo que os motivos dos grevistas são justos, o povo não é simpático à greve. Segundo eles, quando os primeiros transtornos de uma quebra de rotina afeta o dia a dia de quem já tem uma vida atribulada, como é o caso das classes populares, pode-se descartar a hipótese de apoio para esse tipo de movimento. Por fim, a maioria, para sintetizar a questão que lhes foi proposta, invariavelmente, conclui: a greve é sempre contra o patrão, mas quem paga é o povo... *celmayer@terra.com.br

Outubro 2017

Máximo José Trevisan*

A

Aos mestres, com carinho

o buscar entender o conteúdo e o significado da palavra elegância, logo me ocorria identificar homens e mulheres elegantes. O conceito, tão difícil de explicar por impalpável, ficava, então, mais claro e visível, feito gente. Com a palavra educação acontece a mesma coisa! Educar é construir! Há um outro jeito melhor de se entender o processo de educar? Arquitetos, engenheiros, mestres-de-obra, azulejistas, pedreiros, carpinteiros, operários de todos os ofícios participam da construção dos seres humanos, a dos primeiros até os últimos dias. A família, primeiro canteiro de obras, é o centro maior e melhor para a edificação de uma criança, por mais simples e modesto o ambiente por ela vivido. Educar é construir! Importa, sim, o projeto, os seus responsáveis, o que e como será investido na edificação, bem como por quem. Não há nenhum ser humano que não seja educado, bem ou mal, do útero ao túmulo, seja por mão-de-obra informal, seja por mão-de-obra mais formal, mais institucional, entregue a instituições públicas ou privadas. Quando se afirma que “a educação é essencial ao desenvolvimento humano”, por certo a referência é para uma educação de qualidade, feita no devido tempo. Um povo ou uma criança, um jovem, um adulto mal educado exercerá a sua cidadania com carências e defeitos capazes de comprometer a sua presença e participação na comunidade. Se não há povo bem educado, não há povo politicamente ciente e consciente do seu papel na sociedade humana. No dia 15 de outubro, é comemorado o Dia do Professor. A vida

me deu a oportunidade de tornar-me, ainda muito cedo, um professor. A experiência profissional, ao invés de me decepcionar, embora cada vez mais desafiadora, fez-me com o tempo mais consciente da grande missão de ensinar. Estudante, nunca me faltaram o respeito e a admiração pelos homens e mulheres que me ensinaram, ao longo dos anos, a ser mais competente como ser humano. Saber viver é não só um desafio, mas também uma arte, uma ciência, um caminho para a sabedoria! Hoje faço Ação de Graças àqueles homens e àquelas mulheres que, como arquitetos/engenheiros/ mestres-de-obra, operários de todos os níveis e especialidades, participaram da minha construção como pessoa, como pai, avô, profissional, escritor, cidadão. Lembro os meus mestres que tornaram o aprendiz de ontem no profissional de hoje, o ser mais do que imperfeito de ontem no homem que tenta ser e viver hoje de modo feliz. Aos professores-mestres, com carinho, o meu agradecimento e louvor! Aos jovens que hoje percorrem caminho, às vezes tão árduo, e recebem um reconhecimento tão precário por parte de uma sociedade anêmica de valores essenciais e imprescindíveis, um pedido especial: não desanimem! O mundo precisa urgente e necessariamente de vocês! * maximotrevisan@uol. com.br

Contatos com a Associação Para dúvidas ou outras informações sobre a APUSM, entre em contato conosco: Telefones: (55) 3221 4856 / (55) 3223 1975 / (55) 3026 4856 E-mails: Secretaria: apusm@apusm.com.br

Recepção: recepcao@apusm.com.br Financiamento e cobrança: financiamento@apusm.com.br Telefonia: telefonia@apusm.com.br Tesouraria: tesouraria@apusm.com.br Eventos: eventos@apusm.com.br Faturamento: ti@apusm.com.br Diretoria: diretoria@apusm.com.br Jornal e site: jornal@apusm.com.br


Outubro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

05


06

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Outubro 2017

Jurídicas

T

A aplicação do teto remuneratório

eto remuneratório deve ser aplicado de forma isolada. Servidor com dois cargos não pode ter teto calculado sobre a soma das remunerações. A acumulação de dois cargos públicos só é permita em algumas hipóteses constitucionais. Isso ocorre quando o servidor ocupar dois cargos docentes, ou um docente e outro técnico ou científico ou, ainda, quando forem cargos privativos da área de saúde. Essa proibição de acumular estende-se a empregos e funções, referindo-se tanto à remuneração fruto do exercício atual do cargo quanto aos proventos de aposentadoria decorrentes do exercício pretérito do mesmo. Como cada cargo terá uma remuneração própria, é fundamental que essas sejam consideradas de forma isolada para fins de incidên-

cia do Teto Remuneratório (valor máximo que um servidor pode receber por seu trabalho). Na prática, a Administração vem somando os dois contratos e, desse resultado, aplicando o teto. Esse método, evidentemente irregular, acabou ocasionando prejuízo financeiro para inúmeros servidores

que exercem dois cargos públicos. O Judiciário tem entendimento que proíbe essa prática da Administração. Em julgamento recente o Supremo Tribunal Federal manifestou-se de forma favorável à não incidência do Teto na soma das remunerações, mas sim sua aplicação de forma isolada.

STJ considera ilegal alta programada para segurados do INSS Em decisão unânime, a Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu a ilegalidade do procedimento conhecido como “alta programada”, no qual o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), ao conceder benefício de auxílio-doença, fixa previamente o prazo para o retorno do segurado ao trabalho e o fim do benefício, sem a marcação de nova perícia. Os julgadores entenderam que a cessação do auxílio-doença deve ser

obrigatoriamente precedida de perícia médica, em vez de ocorrer em data presumida pela autarquia como sendo a da reabilitação do segurado. O relator do processo, ministro Sérgio Kukina, manifestou posição no sentido de que a alta programada constitui ofensa à lei, na medida em que esta determina que o benefício seja mantido até que o segurado seja considerado reabilitado para o exercício de atividade laboral, constatação

que, no entendimento do relator, exige avaliação médica. “A cessação de benefício previdenciário por incapacidade pressupõe prévia avaliação médica, sendo imprescindível, no caso concreto, que o INSS realize nova perícia, em ordem que o segurado retorne às atividades habituais apenas quando efetivamente constatada a restauração de sua capacidade laborativa”, concluiu. Fonte: Superior Tribunal de Justiça.

O advogado e sócio do escritório Wagner Advogados Associados, Flávio Ramos, realiza todas as quintas-feiras pela manhã, das 10h ao meio-dia, orientações jurídicas aos associados da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM). Ramos é especializado nos assuntos relacionados a questões funcionais do servidor público como: carreira, vínculos do professor ao serviço público, entre outros. O escritório atua nesta área há cerca de 30 anos. Neste ano o escritório também está atendendo aos professores associados que possuem vínculos com instituições particulares. Assuntos relativos ao regime geral da previdência - INSS destes associados podem ser esclarecidos pelos advogados. Para isso, basta que o associado utilize este serviço nas quintas-feiras.


Outubro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Cirurgia Prótese Implante

07


08

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Outubro 2017

Evento

Momentos do Imaginário Feminino

E

o Salão Cultural da APUSM ficou pequeno novamente para tantas mulheres (e homens) que foram prestigiar a II edição do Imaginário Feminino, evento que aconteceu no último dia 26 de setembro e confirmou que, sim, se pode inovar, e muito, ao se promover acontecimentos sociais de Santa Maria. Uma das novidades deste ano foi a música ao vivo que contagiou e agitou o final de tarde na sede da Associação. Confira também mais outras presenças no site www.apusm.com.br.


Outubro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

09 Foto reprodução Débora Irion

Associação

Celebrando o cinquentenário

U

ma história de cinco décadas de representatividade, cultura, esporte e lazer junto aos professores universitários de Santa Maria. É isto que a APUSM comemora no próximo dia 14 de novembro, quando completa o seu cinqüentenário com uma programação es- O casal presidente da Associação, Paulo e Lair pecialmente constru- Magnago, recepcionam os convidados junto com a vice-presidente, Martha Adaime e Nilson ída para associados, Alves, além dos onze casais anfitriões do Jantarfamiliares e amigos da -Baile dos 50 Anos da APUSM. Associação. E ela começa, às 20 horas, do dia 14 de novembro, tradição de boa gastronomia do Buna sede social na Avenida Dores, ffet Via Gastronômica. com a inauguração do busto do O casal presidente da Assoprofessor fundador da APUSM, ciação, Paulo e Lair Magnago, Noli Brum de Lima, eternizado recepcionam os convidados junem alumínio pela artista plástica to com a vice-presidente, Martha santa-mariense, Débora Irion Adaime e Nilson Alves, além dos A obra, que foi encomendada onze casais anfitriões da festa que pela direção, será fixada em colu- não tem hora para acabar no Salão na do hall de entrada da Associa- Cultural. ção, com direito a contato direto, Ainda dentro da programação via internet, com a Europa, onde dos 50 anos da APUSM, a Assoo professor homenageado atual- ciação promove em conjunto com mente reside. Noli Brum de Lima o SMXC, nos próximos dias 3, 4 também foi o primeiro presidente e 5 de novembro, um torneio de da APUSM, exercendo mandato xadrez clássico válido para moentre 1967 e 1969. vimentar o rating da Federação Logo após a solenidade, aconte- Internacional de Xadrez e, no dia ce o Jantar comemorativo 50 anos 17 de dezembro, o I Circuito de da APUSM, que terá a sensibilida- Caminhada e Corrida em parceria de musical da Banda Charm’s e a com a OAB-SM.

Ainda na fase da moldagem em barro, a obra será inaugurada no próximo dia 14 de novembro no hall de entrada da APUSM –

Jantar promovido pela Associação Cultural Libanesa de Santa Maria A independência do Líbano é comemorada no dia 22 de novembro, data em que, em 1943, o Líbano passou a ser administrado autonomamente após o mandato da França, concedido pela Liga das Nações (antecessora da atual Nações Unidas) ao fim da Primeira Guerra Mundial em 1920. A história do Líbano é milenar e foi repassada para o ocidente pelos gregos como Fenícia. Na foto do convite está reproduzido o Templo de Bachus, construído pelos Romanos pouco anos antes de Cristo, na cidade de Baalbeck. É um dos templos mais bem conservados do Império Romano. O Jantar é promovido pela Associação Cultural Libanesa de Santa Maria e Região com o apoio da APUSM


10

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Outubro 2017

Prêmio APUSM

F

Homenagem ao Dia do Professor

azendo parte da programação dos 50 anos de APUSM, associados, convidados, familiares e amigos celebraram o Dia do Professor com um Jantar-Baile que lotou o Salão Cultural da Associação na noite do último dia 20 de outubro. Na ocasião, foi realizada também a cerimônia de entrega dos Prêmios APUSM 2017 que homenageia professores universitários de Santa Maria e região. São eles: Prêmios Distinção APUSM – 2017 para os docentes da UFSM: Amanda Eloina Scherer, do Centro de Artes e Letras; Eugenia Mariano da Rocha Barichello, do Centro de Ciências Sociais e

Humanas; e Helio Leão Hey, do Centro de Tecnologia. Prêmios Distinção APUSM – 2017 para os docentes da UNIFRA: Galileo Adeli Buriol e Juan Humberto Torres Amoreti . Prêmio Destaque Pesquisa -2017: Enio Marchesan Destaque Ensino 2017 – Tatiana Valéria Trevisan A festa dos professores se prolongou pela madrugada e contou também com a música envolvente da Banda Realce e um refinado Buffet preparado por Norberto Da Cás e equipe, e os refrescantes drinks da Full Entretenimento. Confira algumas presenças na festa:

Fotos Rodrigo Fortes/APUSM

O Destaque Ensino 2017 é de Tatiana Valéria Trevisan e Prêmio Destaque Pesquisa 2017 foi entregue para o professor Enio Marchesan

Galileo Adeli Buriol, da UNIFRA recebeu o Prêmio Distinção APUSM

Prêmios Distinção: Eugenia Mariano da Rocha Barichello, Amanda Scherer e Paulo Bayard, Paulo Magnano e Luciano Schuch (Helio Leão Hey)

Presidente Paulo Magnano entrega homenagem a Juan Torres Amoreti

Setor de Eventos sorteou convites para o Baile dos 50 Anos

Cleber Biazus e Clauton Machado

Fernando e Andréia Lüdtke

João Cleber Delazzana e esposa

Conteg marcou presença no evento


Outubro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

11

Prêmio APUSM

Cesar Augusto e Eugenia Maria Barichello, Bruno Barichello e Bianca Vasseur

Clóvis Bornemann e esposa prestigiaram a entrega do Prêmio APUSM

Sonia e Benildo Frizzo, Ivo e Lucia Reis Kersting

Ovanir Negrini e Gisele, Airton e Isabel De Gregori, Enio e Eliete Pedroso, Ademir e Mara Gadargi


12

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Literatura

Professor Aguinaldo Severino

A Dandara da Boca do Monte “

D

andara” é uma mini graphic novel, um bom trabalho produzido por dois jovens talentosos aqui de Santa Maria. O Pedro eu conheço muito bem, desde pequeno, filho de meus amigos Jamila e Marcos. A Jade só conheço de lenda (talvez um dia ele me apresente). Noutro dia encontrei com os “caras” no glorioso Ponto de Cinema (não posso deixar de citar que o Dante também estava presente, sempre direto em suas observações e comentários, sempre querendo saber das cousas que leio, curioso dos bons que é). O Pedro mostrou seu primeiro trabalho no formato fanzine, vamos chamá-lo assim, pois antes ele se dedicava a intervenções urbanas com grafite e matrizes em lambe-lambe. Li ali mesmo, no Ponto. Disse a ele que não me furtaria de fazer um pequeno registro aqui e nos “Livros que eu li”, afinal de contas a ideia é sempre registrar o que leio, fazer curtos comentários que substituirão um dia minhas memórias, no tempo em que o velho e paciente Alzheimer derretê-las, levá-las para o infinito, arre!, ai de mim. A “Dandara” do Pedro e da Jade rende homenagem a uma mulher negra e forte, guerreira, dos tempos do Brasil colônia. Como os autores registram, ela quase sempre é lembrada como “a esposa de Zumbi dos Palmares”, mas esse tratamento diminui sua importância e valor. O pouco que se sabe dela, Pedro e Jade registraram em seu fanzine: era boa em capoeira, tinha talento para estratégia, luta armada e era boa caçadora. Li noutro lugar que ela pode ter tido três filhos com Zumbi e suicidou-se na prisão, recusando-se a voltar à condição de escrava.

Zezé Motta como Dandara no filme “Quilombo”, de Carlos Diegues

Eu nunca havia ouvido falar nela, portanto aprendi uma coisa boa naquele dia. As coisas permanecem e são transmitidas de uma geração a outra quando são ouvidas e contadas e quando restam registradas num meio que sobrevive ao tempo de vida dos homo sapiens. O Pedro e a Jade fizeram a sua parte. E eu faço a minha. Longa vida à memória de Dandara! Evoé Dandara, evoé! “Dandara”, Pedro Carara e Jade Malagmam, Santa Maria / RS: Editora do autor, 1a. edição (2017), fanzine 7,5x10 cm., 6 págs.,

Novo horário de expediente Com objetivo de proporcionar um maior conforto ao associado, mudou o horário da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria. A partir do dia 19 de junho, segunda-feira, o expediente administrativo da APUSM será das 8 horas até às 18 horas, sem fechar ao meio dia.

Outubro 2017


Outubro 2017

13

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Literatura

UFSM – Uma luz em nossas vidas Eugênia Maria Mariano da Rocha Barichello Professora da UFSM – PHD em Comunicação

F

oi com emoção que eu li o livro de Hélio João Bellinaso, que relata uma história de vida incrível e demonstra superação de obstáculos e realização de sonhos. De motorista a professor, a trajetória deste servidor da UFSM, no sentido mais autêntico, é a história de vida de alguém que partilhou e lutou pela concretização do sonho do Dr. Marianinho, como ele se refere carinhosamente á figura do fundador da Universidade Federal de Santa Maria, José Mariano da Rocha Filho, meu pai. Dr. Marianinho era o nome pelo qual à comunidade universitária conhecia o líder, uma pessoa entusiasmada, que dizia para todos que trabalhavam na Universidade: - “Vocês estão construindo o templo do saber para seus filhos, para seus descendentes, para os habitantes do interior”. Helio Bellinaso proporciona a oportunidade de entendermos o olhar de quem participou da construção da UFSM, onde ingressou como motorista, graduou-se em Engenharia, foi engenheiro e professor. O livro descreve, minuciosamente, aquela época e nomeia servidores que compartilharam do sonho e da realização da construção do campus, dos quais o autor recorda Um olhar especial é dirigido com incrível precisão. Lembra por Bellinaso ao professor Luiz a figura de Floriano Gonçalves Gonzaga Isaia, diretor do DeparDias, o primeiro construtor, que tamento de Administração Central acompanhou meu desde 1962, quanpai desde 1953, do foi convidado quando teve início por meu pai para a construção do este cargo, permaprédio da Faculdanecendo até 1970, de de Farmácia, na quando assumiu a Rua Floriano Peidireção do Centro xoto, no Centro de de Ciências JuríSanta Maria, até a dicas, Econômicas construção da cie Administrativas. dade universitária Na posição de dire“José Mariano da tor do DAC, Isaia Rocha Filho”, o era responsável campus da UFSM. pela contratação A menção de Flo- Helio Bellinaso o autor dos funcionários e riano Dias me feaz pela administração recordar o carinho e o orgulho das obras do campus. E, assim, de com que meu pai se referia aos maneira muito próxima, convivia servidores, aos construtores, com a maioria dos personagens sempre qualificados como “os citados neste livro. melhores do mundo”. Este é o relatório do cotidiano

da construção da primeira universidade federal do interior do Brasil, escrito por um dos personagens que trabalharam o dia a dia dessa obra, que cada vez mais tem sido tema de livros e pesquisas. Tive a oportunidade de pesquisar e escrever sobre as idéias de meu pai, de acompanhá-lo na redação do livro A Terra, o Homem e a Educação, que traz as bases de seu pensamento educacional, que prega a interação da Educação com a formação integral do ser humano e o compromisso com a terra que habita, tanto no sentido literal de preservação do solo, como em um sentido político, de formar indivíduos responsáveis pelo seu próprio destino. Elaborei minha tese na UFRJ sobre a relação da universidade com a sociedade, que resultou no livro Comunicação e a Comunidade do Saber, em 2001, e tenho

trabalhado na UFSM, com a filosofia e as escolas de pensamento que guiaram as escolhas do seu Fundador. No livro - USM, a nova universidade -, publicado por José Mariano da Rocha Filho, em 1962, escrito pelo menos dez anos antes, ele relata o planejamento da Universidade e afirma: -“Um dos maiores males do nosso tempo tem sido a falta de planejamento, por isto a cidade universitária de Santa Maria foi exaustivamente planejada, não para 10, 20 ou 50 anos, mas para atender a possibilidade de contínuo aperfeiçoamento à mocidade estudiosa do interior do Rio Grande do Sul para sempre”. Diz ainda o reitor fundador: - “As universidades devem ser dinâmicas e não estáticas, autônomas didática e financeiramente, para se situarem acima das ambições e lutas políticas. Numa universidade moderna todos devem se constituir uma família só, onde não faltem o mútuo respeito e a hierarquia natural, ditada pela experiência, capacidade e perfeita compreensão dos fatos”. O que Bellinaso nos descreve é a concretização desses ideais nas atividades do dia a dia, evidenciando, na sua escrita, o espírito comunitário e colaborativo presente na construção da Universidade, explicitado na preocupação do autor em dar visibilidade aos colegas com as quais conviveu. Este olhar enriquece a história da Universidade, e, em diversas passagens, além de dar visibilidade ao que ele vivenciou, o autor retrata de maneira particular as conversas com meu pai – “construir com economia era a meta do Dr. Mariano”, “A universidade é o templo do saber”, frases que mostram a visão de quem viveu a construção do campus e a realização de um sonho. Recomendo a leitura de UFSM: Uma Luz em Nossas Vidas, pois o leitor terá a fantástica oportunidade de acompanhar esta luz na vida do Hélio Bellinaso e, também, de todos que tiveram o privilégio de participar, como ele, da grandiosa materialização de um sonho – a construção da Universidade Federal de Santa Maria. *O prefácio do livro escrito pela professora Eugênia Maria Mariano da Rocha Barichello foi transcrito na íntegra para o Jornal da APUSM.


14

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Outubro 2017

Música e Artes Plásticas

O

Canto Coral no Treze de Maio

Coral da APUSM realizou o seu já tradicional concerto anual no Theatro Treze de Maio, no último dia 27 de setembro. O grupo, que tem a regência do professor Nei Beck, apresentou um espetáculo especial e diferenciado em homenagem ao cinquentenário da APUSM, fundada em 14 de novembro de 1967. A apresentação contou também com a participação do Coral Ilumina, regido pela batuta da professora Juliana Pires e composto somente por crianças entre 10 e 13 anos, todos alunos da Escola Duque de Caxias. Com muita emoção, todos foram aplaudidos de pé em uma noite inesquecível. A próxima apresentação do Coral será no dia 16 de novembro, em Montevideo, Uruguay, onde participam de Encontro Sul-americano de Grupos de Canto. Magnético!


Outubro 2017

15

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fotografia

Santo Antônio, por Brasanelli Luiz Gonzaga Binato de Almeida Arquiteto e professor aposentado luizbinato@gmail.com

E

m berço devoto de Santo Antônio, nasci. Já adulto, visitei “il Santo”, a basílica iniciada logo após a canonização desse Doutor da Igreja, fato este ocorrido em 1232. Além das relíquias, o templo abriga o túmulo do Santo. Encontra-se em Pádua, Itália, cidade onde esse franciscano português passou os últimos anos e, moço ainda, faleceu em 13 de junho de 1231. Por isso, para os italianos, ele é “de Pádua”. Agora, em setembro, estive em Lisboa e conheci a igreja que, pela tradição, foi erguida sobre a casa onde teria nascido Santo Antônio. “De Lisboa”, para os lusos. Apreciador da arte produzida nas missões jesuíticas que, por nada menos de 170 anos, floresceram em territórios brasileiro, argentino e paraguaio, alegrei-me diante dessa imagem de Santo Antônio. Esculpiu-a o Irmão Hernando José Brasanelli. Jesuíta nascido em Milão (1659), muito labutou em meio às matas sul-americanas, até morrer no antigo Povo de Candelaria (Argentina) em 1728. Sempre de acordo com o projeto jesuítico de catequese numa sociedade teocrática, organizada, que se pretendia justa para os silvícolas daqui. Artista polivalente, formado em Roma, Brasanelli criou edificações de toda a sorte, notadamente as igrejas das antigas aldeias guaraníticas de S. Borja (RS), Concepción e Loreto (Argentina). Também escultor, deixou sensível e erudita marca em várias peças, das quais esse Santo Antônio é exemplo notável. Tive a ventura de visitar os remanescentes de todas as missões jesuítico-guaranis em nosso estado, na Argentina e no Paraguai. Vi então centenas de esculturas executadas por padres e índios. Observei os dignos acervos dos Museus Jesuíticos de San Ignacio Guazú, da Reducción de Santa

Fotografia: Museu de Arte Sacra de Santa Maria, 04/10/2017, digital, cor, fotógrafo Rodrigo Fortes, jornal APUSM.

Maria de Fe, da antiga Santiago, de Trinidad, de Jesús, e de Santa Rosa (todos no Paraguai), além do localizado no sítio do extinto Povo de São Miguel, RS. Após tais experiências, estou convicto de que esse Santo Antônio constitui ponto alto da arte do

gênero. Deve-se a identificação da autoria da obra ao Prof. Dr. Édison Hüttner, coordenador do Grupo de Pesquisa sobre Arte Sacra Jesuítico-Guarani da PUC/RS. Ele baliza a origem da peça entre 1696 e 1706. É provável, segundo o pesquisador, que ela tenha

sido produzida na região da atual São Borja. Aliás, no altar da catedral dessa cidade, admirei há anos uma escultura de cedro, atribuída a Brasanelli. É um São Francisco de Borja, de tamanho natural. Do mesmo artista seja talvez o São Luís Gonzaga que se encontra na matriz da cidade homônima. Esse Santo Antônio foi doado à Mitra Diocesana local pela família Rossato. Desde 13 de outubro passado, está disponível aos olhos, à fé e à emoção do público, no Museu de Arte Sacra de Santa Maria, instalado no subsolo da Catedral Metropolitana. A referida obra reúne conteúdos históricos, artísticos e religiosos, além de incitar conhecimentos sobre o Santo e sobre José Brasanelli. O Museu conta ainda com outras relíquias missioneiras. Por exemplo, um tricentenário sino de bronze, fundido em 1684, especialmente para a distante Reducción de Santa Maria. Posteriormente transportado para cá, repicou, por quase todo o século XIX, no alto do rústico campanário da primeira Matriz de Santa Maria, que se localizava defronte à atual Praça Saldanha Marinho. Também integram o acervo desse Museu uma bela escultura de madeira, representando Nossa Senhora da Conceição, premiada pelo IPHAN por seu valor histórico, e um pequeno Senhor dos Passos. Ambas não têm ainda autoria identificada. Esta última, descoberta há cerca de quatro anos na Estrada do Perau, foi incorporada à coleção do Museu, junto com o Santo Antônio. Além dessas pérolas, nossa cidade conta com 35 esculturas missioneiras do Museu Vicente Pallotti e com um par de imagens de arenito, instaladas no vestíbulo do Centro de Artes e Letras da UFSM (doação da família Benaduce). Santa Maria deve orgulhar-se, portanto, de seu rico patrimônio missioneiro. De internacional valor.

Atenção Associado: Prazo para exclusão de plano de saúde é até dia 20 do mês Associados APUSM tem até o dia 20 de cada mês para solicitarem a exclusão de Plano de Saúde sem cobranças no mês seguinte. Mais informações pelo telefones (55) 3221 4856 ou pelo e-mail apusm@apusm.com.br


16

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Outubro 2017

Esporte

Circuito de Corrida e Caminhada APUSM – OAB/SM

*Atenção: Associado APUSM não paga inscrição. Basta preencher a ficha de participação no site da APUSM ou da OAB-SM, informando o seu número de matrícula na Associação e tenha uma ótima prova!

Acompanhe na próxima edição as dicas de preparação para a prova


Outubro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

17


18

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Outubro 2017

Campanha

Memorial às Vítimas da Kiss

A

BRACE um memorial para celebrar a vida “Os gregos inventaram o teatro trágico para suportar as dores da vida. Por que eles não sucumbiram ao pessimismo? Porque recorreram à beleza da narrativa. O belo não cura, mas alivia. Estamos nos devendo esse alívio.” (Marcelo Canellas). Um memorial para celebrar a vida. Para abrir, em meio à cidade, um oásis. Tirar das cinzas o espaço das lembranças mais tristes e transformá-lo em um lugar de luz. Tudo isso nasce de um sentimento nobre: o amor. Por quem se foi e por quem ficou. É por isso que queremos fazer do memorial às vítimas da Kiss um local para preencher a lacuna da tristeza e da indiferença. Abraçar um espaço que até então é feito de dor. Queremos que este memorial seja para a cidade abrigo de vida para quem ficou, de memória de quem se foi, uma maneira de enxergarmos um novo olhar. Metamorfosear e deixar nascer, em meio às ruínas de um prédio triste, um local que estimule a vida. E queremos que você também faça parte dessa reconstrução. Para criarmos, no mundo, um novo olhar sobre a nossa cidade. Abrace e construa conosco um memorial de amor e vida. UM FINANCIAMENTO COLETIVO Acreditamos que conseguiremos ressignificar um local cheio de dor com o abraço de muitos. Por isso escolhemos a modalidade de financiamento coletivo para viabilizarmos um concurso de projetos para a construção do memorial. Os valores que arrecadarmos asseguram um concurso de projeto arquitetônico para mantermos a isenção e qualidade imprescindíveis para a escolha do melhor projeto. Os valores pedidos cobrem custos de contratação de profissionais para que possamos deixar o projeto com a máxima qualidade necessária. Todo o processo para a construção deste espaço será feito sem uso de dinheiro público.

Os valores foram reduzidos porque, com a realização do “Seminário: um memorial para Santa Maria”, realizado no início de setembro, foi possível determinar de forma clara quais as diretrizes do Memorial, reduziu-se a complexidade e, consequentemente, o valor. Além disso, os custos do concurso foram enxugados, diminuindo-se honorários e produção de materiais que dariam suporte para a arrecadação de verba para a construção em si. ETAPAS O caminho para o Memorial se tornar realidade acontece em três etapas. As duas primeiras precisam, agora, do seu apoio para acontecer!

A primeira etapa é a realização do concurso público nacional de arquitetura que selecionará o projeto; o concurso será organizado pelo IAB-RS. A segunda é o desenvolvimento do projeto arquitetônico vencedor. A terceira é a construção do Memorial. Os valores arrecadados serão destinados à primeira e à segunda etapa.

A planilha com os valores especificados pode ser acessada aqui: https://goo.gl/W9jzYZ COMO POSSO FAZER A MINHA PARTE Para fazer parte da construção do memorial bem simples: você deve clicar em “Apoiar este projeto”, inserir seus dados ou fazer o login utilizando o seu perfil no facebook, ou se cadastrar, selecionar o valor da doação e escolher a forma de pagamento. Pronto! O pagamento pode ser feito por cartão de crédito ou boleto bancário. Conforme o valor do apoio, você receberá uma recompensa! Confira ao lado.

METAS A arrecadação está dividida em duas metas. É fundamental atingirmos todas!

Juntos, vamos trazer um novo significado ao local onde aconteceu a tragédia. Você também pode fazer parte disso. Apoie, para que não se repita. Curta e compartilhe nossa página no Facebook:https://www. fb.com/campanhamemorialkiss

O valor da primeira meta será destinado à realização do Concurso Nacional de Arquitetura, que selecionará o melhor projeto para o Memorial às Vítimas da Kiss. A segunda meta tem como foco a contratação do vencedor e o desenvolvimento do projeto arquitetônico, que possibilitará que a terceira etapa – a construção do Memorial às Vítimas da Kiss – inicie!

A campanha é realizada por meio de parceria entre Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), Instituto de Arquitetos do Brasil-RS (IAB-RS) e Prefeitura de Santa Maria.

A APUSM se une a campanha e convida seus associados a participar!


Outubro 2017

19

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Meio Ambiente

I Seminário de Sustentabilidade Apoio: Hotel Umberto e ASENA (Associação Santa-Mariense de Esportes Náuticos)

E

Fotos: Gilvan Ribeiro

ntre 15 e 16 de outubro aconteceu o I Seminário de Sustentabilidade na Casa Círculo de Santa Maria

Entidades e Instituições e em especial o proprietário da Casa Círculo, Instituidor da Fundação, Luiz Giovani Pozzobon oportunizaram a participação de interessados e convidados nas palestras: Thiago Berto sobre “Cidade Escola Ayni” de Guaporé, João Rockett e Tatiana Cavaçana do IPEP - Instituto de Permacultura da Pampa e Kleber Antonio Fernandes do Quintal Plantas Alimentícias Não Convencionais. A abertura foi realizada pela Presidente do Conselho Administrativo da Fundação, Professora Eliane Maria Foleto da UFSM, que fez referências sobre a origem, os objetivos e as atividades desenvolvidas durante esses 20 anos e relatou o empenho e a dedicação do casal Eleonora Diefenbach Müller e Rainer Oscar Müller. Luiz Giovani relatou sobre sua infância junto a natureza e depois de alguns anos começou a vivenciar ações práticas de Permacultura e Sustentabilidade, o que contribuiu para a criação da Casa Círculo. Thiago falou da vivência de suas viagens pelo mundo na busca de um sentido mais profundo para sua vida após abandonar o trabalho de um promissor empresário de informática. Descobre um intenso desejo em colaborar com a sociedade no campo da educação, volta à sua cidade Guaporé e cria uma escola que une as diferentes iniciativas pedagógicas, oportunizando para que a criança se sinta compreendida e segura para expressar toda sua genialidade e potencial criativo.

Rockett e Tatiana comentaram que a base da permacultura é a Ecologia no seu sentido mais amplo associada ao conhecimento das culturas ancestrais, ao equilíbrio emocional do ser humano, ao respeito e uso adequado dos recursos naturais. A aplicação desses conhecimentos sem dispensar o saber tecnológico e científico, compõem as diretrizes de emprego da permacultura por meio de ações simples de baixo custo e baixo impacto ambiental. A palavra deriva de PERMANENT AGRICULTURE usada por Bill Molison e David Holmgren quando trabalhavam na Tanzânia por volta de l970. Foi versada para cultura permanente significando o uso e aplicação dos princípios acima citados para proporcionar vida permanente com qualidade em harmonia e integração com a natureza de nosso planeta.

Cuidar da terra, das pessoas e dividir as sobras são os princípios éticos da permacultura. Exige de cada um de nós assumir a responsabilidade e consequências de nossos impactos causados pelo uso inadequado dos recursos naturais. Kleber Antônio Fernandes, pesquisador e extensionista de Plantas Alimentícias não convencionais, é renomado conhecedor do assunto que se encaminha como alternativa de cultivo e consumo em futuro próximo. Conhecidas como PANCS são plantas que surgem em variados ambientes e por isso são chamadas de plantas daninhas, plantas ruderais, plantas espontâneas ou plantas invasoras porque não são reconhecidas como plantas domesticadas para cultivo. Podem ser espécies nativas ou exóticas (nativas de outros países ou continentes). As PANCS são pouco usadas no cardápio do consumidor porque desconhece suas propriedades nutricionais, prevalece o conceito genérico de “plantas de mato”. São plantas com excelentes teores de proteínas, fibras, sais minerais, vitaminas e antioxidantes.

No lanche da tarde foi servida uma alimentação vegetariana, vegana, sem glúten e sem lactose, elaborado pela “Cozinha Pedaço da Natureza”

O evento proporcionou encontros, entre outros, do Presidente do Instituto de Planejamento do Executivo Municipal de Santa Maria, Engº Vilson Serro, o Vice-Reitor eleito da UFSM, Prof. Luciano Schuch e o colaborador da MO’Ã em Canela, Biólogo Carlos Frozi, um dos idealizadores de Canela ECO-CIDADE. Vivências foram divididas com professores, acadêmicos, profissionais, e membros de Secretarias do Município, 8ª. Coordenadoria de Ensino e Patrulha Ambiental. Diversos pontos de vistas todos para minimizar agressões que causam as mudanças climáticas.

A participação nas oficinas no sábado, Geodésica de Madeira por Rockett, Tatiana e PANCS por Kleber incluiu uma caminhada nas imediações da Casa Círculo para identificar algumas espécies, conhecer as características morfológicas, seu habitat e colheita para elaboração de pratos que fizeram parte do cardápio oferecido na hora do almoço. Colaborou: Professor Adelino Alvarez Filho, Instituidor da Fundação.


20

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Outubro 2017

Saúde

Pesquisa: exercícios certos para você

I

ndependente de sexo, idade ou de você está há 10 anos sem atividade física, qual são os melhores exercícios para seu corpo e sua saúde? Segundo o recém publicado relatório médico “Starting to Exercise” (começando a se exercitar, em tradução livre ao português) elaborado por I-Min Lee, médico e professor de Medicina na Harvard Medical School, há cinco exercícios básicos que todo ser humano deve fazer para obter resultados rápidos e significativos para saúde, como perda de peso, ganho de músculos, melhora da capacidade cardiorrespiratória, saúde do cérebro, além de fortalecer os ossos. Confira abaixo a conclusão do médico norte-americano:

2. Tai Chi Tai Chi combina respiração profunda e relaxamento com movimentos suaves. Originalmente desenvolvido como uma arte marcial na China do século XIII, é acessível para uma grande variedade de pessoas, independentemente da idade ou do nível de aptidão, já que os praticantes seguem seu próprio ritmo. Tai Chi “é particularmente bom para as pessoas mais velhas, porque o equilíbrio é um componente importante da aptidão, e o equilíbrio é algo que perdemos à medida que envelhecemos “, disse Lee. Na verdade, a pesquisa mostrou que o exercício pode ajudar pessoas com 65 anos ou mais a reduzir o estresse, melhorar a postura, equilíbrio e mobilidade geral e aumentar a força muscular nas pernas.

4. Exercícios de Kegel Os exercícios de Kegel podem ajudar a prevenir ou controlar a incontinência urinária e outros problemas no piso pélvico. São importantes para homens e mulheres. A maneira correta de realizar envolve contrair os músculos que você usa para segurar o xixi, dizem os pesquisadores de Harvard. Eles recomendam segurar a contração por dois a três segundos, soltando e repetindo 10 vezes. Para os melhores resultados, faça quatro a cinco vezes por dia.

1. Natação Segundo o Lee, a natação é “o exercício perfeito”, porque usa quase todos os músculos do seu corpo. Nadar regularmente por pelo menos 30 a 45 minutos proporciona um treino aeróbico – que está ligado ao aumento da frequência cardíaca para melhorar a saúde do seu coração. Ele também protege o cérebro de um declínio relacionado à idade. Além disso, a natação é de baixo impacto, pois o suporte da água não força as articulações. “A natação é boa para indivíduos com artrite porque é menos pesada”, explica Lee. A natação regular pode reduzir o risco de doenças crônicas, como doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e acidente vascular cerebral, além de melhorar o seu humor e manter o peso sob controle.

3. Treinamento de força Este tipo de treinamento envolve o uso de peso, que pode ser seu próprio corpo, pesos livres ou halteres, para criar resistência contra a atração da gravidade. Você também pode usar fitas elásticas ou acessórios com pesos nos tornozelos. Os especialistas indicam esse tipo de exercício como uma ótima maneira de reduzir a gordura corporal e aumentar a massa magra, bem como para desenvolver ossos fortes e acelerar seu metabolismo para ajudá-lo a queimar mais calorias. Apenas uma série, geralmente com 8 a 12 repetições do mesmo movimento, por treino é efetivo, embora algumas evidências sugiram realizar duas ou três repetições para melhores resultados. Seus músculos precisam de pelo menos 48 horas para se recuperar entre sessões de treinamento de força.

5. Caminhar Pode parecer insignificante, mas andar, mesmo durante poucos minutos regularmente, pode fazer maravilhas para a sua saúde. Os cientistas descobriram que uma rápida caminhada diária de apenas 20 minutos poderia adicionar anos a sua vida. Fonte: O Sul


Outubro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

21


22

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Outubro 2017

Esporte

Olhando a tabela do alto...

E

as três equipes da APUSM estão em plena e vibrante arrancada neste início de campeonato promovido pela Associação de Futebol de Veteranos de Santa Maria (AFUVESMA). Destaque para os atletas da Categoria 65 anos que, depois de três rodadas, são líderes isolados da competição (veja tabela abaixo), com dois pontos de vantagem sobre o segundo colocado e deixando para a parte de baixo da tabela de classificação, tradi-

Foto divulgação APUSM

cionais e aguerridas equipes de futebol de campo amador santa-marienses, como Gauchão, Ferroviária e Dois de Novembro. A equipe da APUSM na Categoria 65 anos é dirigida pelo professor Clauton Machado. Tecnicamente, na mesma situação estão os representantes da Associação pela Categoria 60 anos no torneio da AFUVESMA que, depois de 5 rodadas, são os segundos colocados na classificação, com um ponto a menos na tabela em com-

paração a equipe do Gauchão Crespan, mas com um jogo a menos e 100% de aproveitamento. O professor Cleber Biazus é o coordenador dos atletas na Categoria 60 anos. Já na Categoria 50 anos, onde 14 equipes disputam a competição divididas em duas chaves de sete agremiações, a equipe do Montese APUSM se apresenta na Chave B com 11 pontos e a vice-liderança, a dois pontos de diferença do líder, Estrela Vermelha. O time do Mon-

tese APUSM tem o professor Ivan Vey como um de seus comandantes. O torneio da AFUVESMA acontece em 25 campos de futebol de Santa, quando 75 equipes divididas em seis categorias etárias (de 35 até maiores de 65 anos) disputam o título de campeão de futebol veterano movidos pela paixão ao futebol, e são assistidos, em média, por um público de seis mil pessoas, entre torcedores, familiares e simpatizantes.

Torneio de Xadrez Clássico comemora os 50 anos da APUSM DATA: 03, 04 E 05 novembro de 2017. ENTRADA: Livre LOCAL: Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM), Av. Nossa Senhora das Dores, 791, Santa Maria, RS. OBJETIVOS: – Integrar as comemorações dos 50 anos da APUSM; – Conta pontos para selecionar os três classificados à final do Campeonato Gaúcho de Xadrez 2017. – Movimentar os ratings FIDE e CBX – Participar do Circuito Brasileiro de Xadrez e Circuito Gaúcho de Xadrez – Permitir uma confraternização entre os enxadristas; SISTEMA DE DISPUTA: Suíço, em 7 (sete) rodadas. RITMO DE JOGO: 60 min + 30 seg ou 1 h e 30 minutos K.O. (relógios analógicos). OBSERVAÇÃO: TRAZER PEÇAS E RELÓGIOS. BYE AUSENTE: É possível na 1ª e 2ª rodadas, desde que comunicado quando da inscrição. Será dado 0,5 ponto ao jogador. PARTICIPAÇÃO: Somente 60 jogadores que estejam cadastrados na CBX e com a anuidade 2017 quitada.

R$ 3

CRITÉRIOS DE DESEMPATE: Resultado individual (Confronto direto); Buchholz com corte do pior resultado; Buchholz sem corte; Maior número de vitórias; Mais partidas com peças pretas; Sorteio, caso ainda persista o empate. PREMIAÇÃO: R$ 3100,00 + troféu e medalhas Absoluto: 1º lugar - 600,00; 2º lugar- 500,00; 3º lugar- 400,00; 4º lugar- 300,00; 5º lugar- 200,00; 6º lugar- 150,00; 7º, 8º, 9º e 10º – 100,00. 1º lugar sub 1800 – 100,00; 2º lugar sub 1800 – 50,00; 1º lugar feminino – 100,00; 2º lugar feminino – 50,00; 1º lugar sub 18 – 100,00; 2º lugar sub 18 – 50,00; 1º lugar sênior (>50) – 100,00; 2º lugar sênior (>50) – 50,00; 1º lugar veterano (>65) – 100,00 Premiação não cumulativa

.100

,00

em

prêm

ios

INSCRIÇÕES: Pelo e-mail apusm50classico@outlook.com até às 20h do dia anterior (02/11/2017).

* O jogador que faltar uma rodada sem avisar a arbitragem, será excluído da próxima rodada. DIRETOR DE TORNEIO: Valdemir Ribeiro Albuquerque ARBITRAGEM: AI César Viegas (atual presidente da FGX) e equipe

HOSPEDAGEM: Hotel Morotin Centro (convênio com a APUSM), 55- 3220-1600/3220-5200. E-mail: morotin@morotin.com.br. * Para usufruir dos descontos do convênio APUSM, basta se identificar como participante do torneio durante a reserva de quarto ou registro de hospedagem * Tarifas diárias com café da manhã incluso.

Patrocinadores: Conteg, Fundação Eny, Santo Garden Grill


Outubro 2017

23

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Convênios Saúde Consultório Psicológico Carla A Stork Telefone: (55) 99161.0602 Descontos 30% para associados. Fisioterapeuta Marcelo Carvalho Pozza Telefone: (55) 99989.3099 Descontos 20% somente para acunpuntura e quiropraxia. Reni Farmácias Telefone: 0800 510 1933 / (55) 3223.1930 Segunda–feira genéricos até 70% Quarta-feira: manipulados até 70% Sexta fazendo teste de glicose ganha verif. Pressão

SOMMOS Odontologia Telefone: (55) 3219.3276 20% de desconto para associados. EKOAUDIO Aparelhos Auditivos Telefone: (55) 3028.3815 Descontos 50% consultas e exames, e 10% aparelhos Matheus Bortolaso Odontologia Telefone: (55) 3033-0056 20% de desconto para associados. Débora Lima Rios - Especializada em Ortodontia Telefone: (55) 3221-3589 15% de desconto para associados.

Delínea – Pilates e Atividades Físicas Telefone: (55) 3317.0493 Descontos 10% para associados.

Gleidson Fernandes Rodrigues Odontologia Telefone: (55) 99715.9003 30% de desconto para associados.

Centro Clínico Camobi Telefone: (55) 3226.6571 10% a 20% de desconto para associados e familiares

Caroline S. Sperandio Odontologia Telefone: (55) 3025-1005 5% a 15% de desconto para associados.

Laura Weber – Fisioterapia, RPG e Pilates Telefone: (55) 99608.0048 *Desc. 10% para associados APUSM (consulte)

Nutricionista Franciele Sartori Telefone: (55) 3225-4066 30% de desconto para associados.

Consultório Psicológico de Juliana Martins Telefone: (55) 99114.9919 *Desc. 30% de desconto nas consultas e atendimentos

CIRE-Centro Integrado de Reabilitação e Exercícios Telefone: (55) 3347-4123 15% em fisioterapia e atv. físicas e 10% em Pilates.

Andréa Machado - Psicóloga Telefone: (55) 99133.9633 Desc. 50% de desconto nas consultas e atendimentos Mariane Noal Moro: Pilates e massagem Telefone: (55) 3025.2216 Descontos de 5% a 15% para associados. Colchão Inteligente Telefone: (55) 3317.2442 Descontos 15% à vista e 5% a prazo. Dr. Luciano Ceron – Dentista Telefone: (55) 3225.3123 Desc. 10% para associados APUSM Stefani Brondani – Nutricionista Telefone: (55) 99948.3060 10% de desconto. Nova Derme – Farmácia de manipulação Telefone: (55) 3026-7340 Desc. 15% para associados APUSM. Perfil Odontologia Telefone: (55) 3025.1005 Desc. 5 a 15% para associados APUSM Diego Gonçalo Gomes - Psicólogo Telefone: (55) 99167.7797 Descontos 30% para associados. Clínica Kowalski Odontologia Telefone: (55) 3026.2962 Descontos 10% para associados. Andréa HOME CARE – Psicóloga Telefone: (55) 99133.9633 50% de desconto para associados.

Estética Vanis Cabelereiros Telefone: (55) 3317.1999 Desc. 10% para associados APUSM Beleza Ville Telefone: (55) 3347.1113 Desc. 10% para associados APUSM

Serviços diversos Cheia de Graça Telefone: (55) 3025.3545 Desc. 10 a 15% para associados APUSM Nação Verde Telefone: (55) 3307.2226 10% descontos para associados. Stoika Training System Telefone: (55) 3217.8837 10% descontos para associados. Wagner Advogados Associados Telefone: (55) 3026.3206 *Desc. especiais para associados APUSM Sicredi Telefone: (55) 3026.0198 *Condições especiais para associados APUSM Cia Todo Dia Telefone: (55) 3307.4661 Descontos 10% para associados APUSM. Centro Óptico Fone: (55) 3307.1337 20% de desconto à vista e 10 % a prazo. Gaiger Telefone: (55) 3026.0022 Descontos de 18% nas compras à vista e 5% no crediário. Ótica Silvio Joalheiro Telefone: (55) 3221.6204 Ótica 20% à vista e 10% a prazo, e Joalheria 15% à vista e 10% a prazo Restaurante Sharong Telefone: (55) 3307-2238 10% de desconto

Adriana Stiler Bohrer - Estética e Cosmética Telefone: (55) 99680.0043 Desc. 15% para associados APUSM Bella Forma Centro Estético & Cosmético Telefone: (55) 3217-5450 Desc. 3% para associados APUSM

Escolas de idiomas

Hotéis Lar Residence - Porto Alegre/RS Fone/Fax: (51) 3226.6126 30% de desconto (tabela de balcão)

Up-Escola de Idiomas Telefone: (55) 3025.6217 Desc. 10% de descontos em qualquer de seus cursos

Holiday Inn - Porto Alegre/RS Telefone: (51) 3378.2727 20% de desconto todo ano

Curso de Inglês CNA Telefone: (55) 3028.0050 Desc. 10% para associados APUSM

Dall´Onder Hotéis (Bento Gonçalves - RS) Grande Hotel Telefone: (54) 3455.3555 Vittoria Hotel Telefone: (54) 3455.3000 Desc. 20% para associados APUSM

Wizard Escola de Idiomas Telefone: (55) 3222.2293 Descontos de 20% para associados da APUSM KNN Idiomas Telefone: (55) 3223.0058 Descontos de 30% nas mensalidades

Comidas

Hotel Jandaia - Santana do Livramento/RS Fone: (55) 3242.2288 Desc. especiais para associados APUSM Hotel Continental Santa Maria - SM Telefone: (55) 3028.7070 Desc. especiais para associados APUSM

Bruna Scherer Lorenzoni – Fisioterapeuta Telefone: (55) 99913.1842 10% de desconto para associados.

Empório dos Cupcakes Telefone: (55) 99663.8366 Descontos de 5 a 10% para associados.

Alessandra Camponogara Odontologia Telefone: 55) 3028-9989 40% de desconto para associados.

River’s Grill e Restaurante Telefone: (55) 3347.2019 Desc. de 10% para associados APUSM

Oral Bella Odontologia Telefone: (55) 32264884 10% a 40% de desconto.

Santo Garden - Restaurante Telefone: (55) 3027.7898 Descontos 15% para associados.

Lavagem Zero Grau Fone: (55)99998.2050 / 99902.4477 10% de desconto para associados APUSM

Fernando S. Molon – Psicólogo Telefone: (55) 99913.1842 30% de desconto.

Eleven Burger Telefone: (55) 99124.0288 Descontos 10% para associados.

Unidas – Aluguel de carros Telefone: (55) 99641.8888 10% de desconto para associados APUSM

Mariéle Pasetto - Psicóloga Telefone: (55) 99910.7454 Descontos 50% para associados.

Food Truck Telefone: (55) 99685.0508 Descontos 30% primeiro serviço e serviço 10% .

RACERPOINT Telefone: (55) 3227-7377 10% em produtos e até 50% em instalações

CURI Palace Hotel - Pelotas Telefone: (55) 3028.7070 Desc. 10% para associados APUSM

Automotivo


24

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Outubro 2017

Profile for Apusm Santa Maria

Jornal APUSM edição Outubro 2017  

Jornal APUSM edição Outubro 2017  

Advertisement