Page 1

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

R Santa Maria / RS / Brasil ANO 49 nº 11 Novembro - 2016

Campeonato Gaúcho de Xadrez 2016

Página 13

Copa Quintino Oliveira define finalistas estaduais Jurídicas: PEC e o impacto nas áreas de saúde e educação Página

07

A harmônica segundo o professor Rubem Boelter

16 e 17

Páginas

Saúde: Urologista escreve sobre o Novembro Azul Página

20


02

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Memória:

O adeus de um pioneiro

M

orreu no início do último dia 14 de novembro, aos 87 anos, o fotógrafo e professor aposentado da Universidade Federal de Santa Maria, Leo Pinto Guerreiro. Ele esteve internado por 15 dias no Hospital Ernesto Dornelles devido a uma pneumonia. Nascido em Porto Alegre em 1929, foi contratado pela UFSM como professor de fotografia no Centro de Artes e Letras , em 1969, onde permaneceu até sua aposentadoria. Aqui, em Santa Maria, fez muitos amigos e desempenhou as funções de fotógrafo. Ficou conhecido por imprimir grandes painéis fotográficos, que decoraram ambientes, especialmente nas salas da Universidade Federal. No início de sua carreira profissional, participou da fundação da Associação dos Repórteres e Fotógrafos Cinematográficos do RS, instituição que ele presidiu de 2005 a 2008. A morte do fotógrafo foi lamentada pelos colegas Marcelo Campos e Batista Filho, respectivamente presidentes da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Estado (Arfoc-RS) e da Associação Riograndense de Imprensa (ARI). Campos manifestou tristeza pela perda do amigo e reconheceu que o “professor Leo”, como ele o chamava, foi fundamental à associação, visto que foi um dos fundadores, em 1956. “Ele foi de extrema importância na defesa dos direitos de nossa categoria”, pontuou. Também impactado pela perda, Batista destacou ao portal as qualidades e as bandeiras que o fotógrafo defendia. “Sempre cordial, é um

Foto Arfoc-RS/Reprodução APUSM

Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Fundada em 14/11/1967 Av. Nossa Senhora das Dores, 791 CEP: 97050-531 - Santa Maria/RS Fone/Fax: (55)3223 1975 ou (55) 32214856 - www.apusm.com.br E-mail: apusm@apusm.com.br DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Tania Moura da Silva Vice-presidente: Eduardo Rizzatti 1º Vice-presidente: Darcila Castelan 1º Secretário: Martha Adaime 2º Secretário: Solange Fagan 1º Tesoureiro: Luiz Antônio Freitas 2º Tesoureiro: Gildo Meneghello CONSELHO DE CURADORES Titulares Waldyr Pires da Rosa Etevaldo Vargas Porto Julio Cesar Farret Suplentes Sirlei Dalla Lana Ronaldo Morales Pedro Romeu Bagioto

Aqui, em Santa Maria, Leo Guerreiro ficou conhecido por imprimir grandes painéis fotográficos nas principais salas da UFSM

exemplo para outras gerações. Ele lutava pela expansão e valorização da profissão no Interior, como a presença de um repórter fotográfico ao lado de um jornalista na co-

bertura das pautas”, explicou. Ao aposentar-se na UFSM, o professor retornou a Porto Alegre e continuou trabalhando com a restauração de retratos e fotos antigas.

Você quer praticar exercícios físicos na Associação.....

JORNAL DA APUSM Fundado em 30/03/1971. Supervisão Geral Quintino Corrêa de Oliveira Gaspar Miotto Jornalista Responsável Ricardo Ritzel / MTB: 12773 Fone: (55) 3221-4856 Ramal 25 jornal@apusm.com.br Diagramação Rodrigo de Oliveira Fortes Revisão Prof. Leila Ritzel Tiragem 3.000 exemplares O Jornal da APUSM aceita a colaboração da Comunidade Universitária Distribuição gratuita e dirigido aos associados

Então confira os dias e horários na sede da APUSM abaixo: ATIVIDADES FÍSICAS 3ª e 5ª das 18 às 19h PILATES 3ª e 5ª - Manhã das 9:30 às 10:30h Tarde das 16:30 às 17:30 h Mais informações na Secretaria da APUSM ou pelo e-mail apusm@apusm.com.br

Acompanhe as notícias pela página da APUSM ou pelo facebook. Para receber nossas notícias por e-mail, mantenha o seu cadastro atualizado. * Caso queira atualizá-lo ou mandar alguma sugestão envie um e-mail para: jornal@apusm.com.br


Novembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Foto na História

C

Farguinho desbravando Camobi Foto acervo pessoal Nicola Garoffallo / Reprodução APUSM

onhecido carinhoreitor Mariano da Rocha samente como Farera transferir e implantar o guinho, o ônibus em mais rápido possível as atidestaque na Foto na Históvidades da instituição para ria deste mês foi o primeiro a Cidade Universitária de carro coletivo especialmente Camobi. adquirido pela Universidade Tanto que é unânime Federal de Santa Maria para entre as recordações desser utilizado gratuitamente tes pioneiros que, quando por seus alunos e professochovia, muito barro vermeres. lho foi amassado pelo FarO trajeto programado guinho nas avenidas e ruas do veículo era entre a antique iam sendo abertas pelas ga garagem da instituição, centenas de operários que localizada na Rua Roque trabalhavam na construção Callage, Centro de Santa do campus. Maria (ao lado da antiga Mais tarde, depois da reitoria), até o distante Bairfrota de veículos da UFSM ro Camobi daquele início de crescer, Farguinho começou anos 1960, onde está locali- Farguinho foi o primeiro carro coletivo especialmente adquirido pela UFSM para a ser utilizado somente denzado até hoje o campus uni- ser utilizado gratuitamente por seus alunos e professores tro do perímetro da Cidade versitário. Universitária, “levando genOs pioneiros da UFSM Centro Politécnico (hoje Centro Obras em um prédio ainda em te de um extremo ao outro do lembram que os primeiros de Tecnologia), quando as pri- construção, assim como todo campus”, como recorda Nicola usuários do Farguinho foram meiras salas de aulas começaram o campus universitário santa- Garoffallo, autor da imagem os professores acadêmicos do a serem liberadas pelo Setor de -mariense. A estratégia do então desta Foto na História.

03


04

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Crônicas

Festejar, viajar ou ficar Celina Fleig Mayer*

E

nquanto os sócios da Acade- manha, Karl May, que escreveu mia-Santamariense de Letras livros sobre viagens “sem aterriscurtiam o Jantar-Festa-Baile, sar as botinas fora da Alemanha”, comemorativo aos 10 anos dessa (expressão do autor). Teve até Entidade, eu me recolhia, para quem contatasse Karl, indagando não piorar o meu quadro de saúde. que idiomas ele dominava com Então, olhando o Convite, agora tanta locomoção. Ele respondeu, inútil – embora considere os dois citando mais de dez e acrescentanadquiridos como uma colaboração do que, como exceção, não falava para o pagamento das despesas, apenas “lapão”. Escolheu essa senti que não estava preparada língua para gozar com o curioso. para tanta emoção ou,por que Suas farsas foram descobertas e, não? movimentação. Isso me fez claro, injustamente, condenado lembrar – uma experiência que pela opinião pública, segundo o nada tem a ver com a outra, mas cronista. O autor ainda reforça, são formas de convívio social para dizendo que isso não se constituía as quais vai-se perdendo, com os uma farsa, e só denotava a grande anos, o entusiasmo de participar. capacidade fabulativa do “invenApesar da vitória de Donald tor” alemão. Trump nos Estados Unidos e tudo Mas voltando aos que ficam, o que isso significa, fico com os ele cita Nelson Rodrigues, que meus pequenos assuntos,porque se alegava passar o túnel Rebouças, fosse para falar em política, temos e já sentir uma enorme saudade do aqui farto material. Mas, voltanBrasil. O filósofo alemão, Kant, do aos acontecimentos do nosso também ficava, mas seu sucessor mundo diário, essa festa da ASL intelectual, Shopenhauer, viajame fez lembrar, quase como um va. Os gregos Sócrates e Platão paralelo, de quando eu faziam uma dupla e minhas colegas sou“quem tem ima- parecida no ir e ficar bemos que uma amiga dos filósofos citados. ginação , pode O primeiro, ficava; o não tinha aproveitado a estada do irmão em viajar sem sair outro ia. Lisboa, onde fazia Li uma ocasião de de casa” Pós-Graduação,para um autor que teria conhecer a Europa, toda a eternidade para deixando-nos incrédulas. Viajar ver o mundo de outro “lugar”, e fazer festa é o sonho de todo o então sossegava no seu canto, mundo. E tendo onde se hospedar, sem os incômodos de bagagens, além de rever um irmão, como não hotéis, e outros transtornos se aventurar? imprevisíveis. Como me relatou No entanto, fiquei solidária uma jovem mãe com seu bebê: ... com a desistente. E disse que a “na última viagem tínhamos mientendia, com receio das crítilhas de uma empresa de aviação cas alheias. Dei-me conta de que e resolvi comprar uma passagem há fases para movimentações, com elas. Quando sai do pricomo essa de querer sair mundo meiro avião, coloquei meu filho a fora. Mas ainda gosto de fesno carrinho, pendurei as bolsas tejar por aqui os acontecimentos de mão e literalmente corri no especiais,como esse dos 10 anos aeroporto. Cheguei no portão de de uma Entidade que tem dado embarque suando, pois já estava realce à cidade-cultura. sendo aberto aos que partiriam. Quanto a viagens, fui duas Quê susto! Imagina se fosse uma vezes à Europa, com finalidades pessoa mais velha e com dificulespecíficas, não somente pelo pasdade de locomoção!” seio. Visitei poucos países, e não Mas, retornando aos festejos senti mais o desejo de partir. E, dos 10 anos da ASL, lamento quando me caiu em mãos a crônica ter perdido a festa. Resta-me “A Aventura Pode Estar na sua congratular-me pela capacidade Cabeça”, relaxei de vez. de organização de sua Diretoria, O jornalista David Coimbra, liderada pela Presidente, Lígia nesse trabalho, divide as pessoas Militz da Costa. Mesmo sem ter em dois grupos: as que vão e as ainda notícia da comemoração, que ficam. Já fui de ir e ter mais parabenizo-as pelo evento que, vontade. E ele escreve que “quem sem dúvida, marcou como um dos tem imaginação, pode viajar sem encontros sociais mais comentados sair de casa”. Como exemplo, cita deste novembro. * Jornalista um escritor bem popular da Ale-

Papoulas & Jabuticabeiras Máximo José Trevisan*

C

onta-se: um ancião cuidava do em longos anos. A papoula é de uma planta com muito frágil, muito bonita, fugaz, mas a carinho, quando se aprovida é feita também de papoulas. ximou um jovem e lhe perguntou Esses momentos não podem passar que planta era aquela. ”É uma imperceptíveis. Quantas vezes, ao jabuticabeira”, respondeu o velho. nos darmos conta dos momentos“Demora muito para dar frutos?” -papoula, exclamamos: “Que pena! “Sim, pelo menos uns quinze Tudo passou tão depressa!” Por anos”. O jovem, com ironia, indaoutro lado, há o tempo-jabuticagou: “E o senhor espera viver tanto beira, que precisa ser plantado, tempo assim?” “Não creio viver cultivado com atenção e solicitutantos anos”, respondeu o ancião. de. Filhos só podem ser pensados “Então que vantagem o senhor vai como tempo de jabuticabeira! Sater com isso?” “Nebedoria só pode ser nhuma, exceto saber colhida como tempo A APUSM tem vi- de jabuticabeira! que ninguém vai colher jabuticabas Nesta época em vido, há décadas, se todos pensarem que o instantâneo é muitos momencomo você”, finalia marca, em que a tos-papoula. Mas, pressa é sinônimo de zou o velho. De fato, a jabuporque seus pio- eficiência, em que ticabeira demora neiros-fundadores os sonhos não admuitos anos para dar mitem médio prazo, plantaram jabufrutos. Árvore naé difícil entender o ticabeiras, hoje, tiva, de flores alvas testemunho do velho com estames, folhas ao plantar sem a após quase cinpequenas com glânintenção de colher! A quenta anos, con- vida é, sim, feita de dulas translúcidas, tinua a oferecer sobre cujo tronco momentos-papoula. aparecem as bagas bons, saborosos, O transitório é, sim, suculentas. Assim e importante. múltiplos e valio- valioso ensina o Mestre Para comer jabuticasos frutos. MJT. Aurélio. bas, porém, é preciso Um contraponto plantar jabuticabeià jabuticabeira seria ras, e isso leva anos. a papoula. Planta com flores coloA vida não é feita só de gritos; ridas, incomum em nosso meio, é é tecida também de silêncios. A conhecida há milênios, especialvida tem células de amor e ódio, mente na Grécia antiga. Há quem de generosidade e egoísmo, de lhe dê má fama. Afinal, é dela que passos de tartaruga e de lebre. se obtém o ópio. O grande contras- A vida é surpreendente quando te entre a jabuticabeira e a papoula adverte não só para a beleza das é o mesmo que existe entre os papoulas em nosso jardim, mas grandes momentos e os pequenos também para a necessidade de na vida. Há o que fazemos para jabuticabeiras em nosso pomar. os próximos minutos, horas e dias * Professor, advogado, escritor – e há o que deve ser feito, pensanmaximotrevisan@uol.com.br


Novembro 2016

05

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Informe APUSM Seguros

Atenção senhores associados da APUSM: Boa notícias aos associados que possuem Seguro de Vida em Grupo, com a APUSM e APUSM Seguros. A Seguradora Zurich Santander do Brasil proporcionou uma correção nos Capitais Segurados de 11,65% a todos os segurados da Apólice. Essa iniciativa é de suma importância para que os segurados não tenham seus capitais defasados em relação ao mercado. Maiores informações consultem-nos. Porque fazer um seguro de Vida? Início das atividades Escolares de nossos filhos e netos, diversos preparativos para garantir o sucesso e futuro deles são alguns dos principais motivos para “Fazer um bom seguro de Vida”. Imprevistos acontecem! Ações devem ser tomadas para minimizar suas consequências. Uma das ações mais tradicionais é fazer um seguro de vida que amenize o impacto que este imprevisto causa em nossas vidas. - Já que nos preocupamos em fazer seguro de nossa casa e car-

Consulte a APUSM Seguros e faça uma cotação de Seguro de Vida ou uma Previdência Privada. 55 3221 4856 / 30263683 / 32211652 APUSM SEGUROS

ro, por que não valorizamos ainda mais a proteção daqueles que amamos e usufruem desses bens? Em caso de um acidente, uma doença, situações adversas podem ocorrer, desde o aumento dos custos pessoais à necessidade de um trata-

mento médico específico ou mesmo no caso de invalidez permanente. Em situações assim, a contratação de um Seguro de Vida poderá proporcionar a manutenção do seu padrão econômico ou mesmo atender as necessidades mais urgentes.

APUSM SEGUROS RUA SILVA JARDIM 1570 CENTRO - SANTA MARIA -RS - BR (55) 3221-1652 www.apusmseguros.com.br

IMPORTANTE: Temos Financiamentos para compra de Veículos. Taxas Competitivas. Obrigado por fazer parte da nossa História! Qualquer dúvida referente à sua apólice nos passe um e-mail que teremos o maior prazer em atendê-lo. Em caso de alterações de dados informados durante o período de vigência da sua apólice nos informe. URGENTE. “Dificilmente existirá alguma coisa neste mundo, que alguém não possa fazer um pouco pior e vender mais barato e as pessoas que consideram PREÇO somente são suas merecidas vitimas.” John Ruskin.


06

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Prêmio Jabuti 2016

O “Hamlet” de Lawrence Pereira

O

professor da UFSM, Lawrence Flores Pereira, é um dos 27 vencedores do 58º Prêmio Jabuti 2016, uma das mais tradicionais e conceituadas premiações da literatura nacional, pela tradução de “Hamlet”, de William Shakespeare. Lawrence é santa-mariense, autor, poeta e tradutor, possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1992), mestrado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1996) e doutorado em Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2000), além de pós-doutorado na Universidade de Massachusetts, no Massachusetts Center for Interdisciplinary Renaissance Studies. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Santa Maria. O Jabuti distribui troféus em 27 categorias. Entre os gaúchos, além do professor santa-mariense, se destacaram Natalia Borges Polesso (com Amora) e Luis Fernando Verissimo (com As Mentiras que

A resenha do Instituto Shakespeare

as Mulheres Contam), na categoria Contos e Crônicas. E para definir bem a qualidade da tradução do bardo feita por Lawrence Pereira, reproduzimos um trecho da resenha de “Hamlet” elaborada e publicada por ninguém mais, ninguém menos que o próprio Instituto Shakespeare, na Inglaterra.

O resgate do verso dodecassílabo é a característica mais marcante dessa nova tradução de Hamlet feita pelo professor da UFSM, Lawrence Flores Pereira. Ao valorizar essa característica do vernáculo e substituir o verso de dez sílabas (decassílabo) pelo verso de doze silabas poéticas (dodecassílabo), o tradutor pode lidar com a riqueza do idioma português e deixar que os personagens “falem” em português. A preocupação textual vai além do formato em que a peça está sendo construída, pois também existe cuidado em precisar o texto base. Para concluir, o conjunto de práticas presentes nesta edição, uso do verso dodecassílabo, preocupação textual com a variação e a grande quantidade de notas são características que gostaríamos de ver em qualquer tradução de obra de Shakespeare. Assim, o Hamlet de Lawrence Flores Pereira, no quesito de práticas a serem

empregadas, ocupa uma posição paradigmática para as futuras traduções brasileiras de Shakespeare. Práticas que esperamos encontrar com mais frequência nas prateleiras. (*Instituto Shakespeare)


Novembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

07

Jurídicas

PEC proposta pelo Executivo

S

e aprovada, a PEC proposta pelo chefe do Poder Executivo congelará os gastos por 20 anos e trará impacto também nas áreas de saúde e educação. O Presidente da República Michel Temer apresentou na Câmara dos Deputados a Proposta de Emenda à Constituição n. 241/2016 (PEC do Teto de Gastos Públicos), que tem como objetivo alterar o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias para instituir o Novo Regime Fiscal. Esse novo regime fixa um limite individualizado para despesas públicas e traz graves consequências à situação dos servidores. Por força deste novo regime, nos próximos 20 anos o Governo Federal não poderá ter aumentos

reais em suas despesas, inclusive com os servidores públicos e os repasses destinados às áreas de saúde e educação. Isso porque os valores destinados para tal fim corresponderão aos gastos do ano anterior, acrescidos apenas da inflação (medida pelo IPCA). Além disso, se não cumpridas as metas previstas no novo regime, fica proibida até mesmo a concessão de revisão

geral de remuneração, bem como a realização de novos concursos públicos e criação de novos cargos. Entende-se que a PEC 241/2016 se destina a relativizar o dever do Estado perante as despesas obrigatórias, decorrentes de direitos essenciais ao funcionalismo público e, de forma mais grave, aos percentuais de investimento em saúde e educação. Com o objetivo de alertar os servidores sobre tal emenda, Wagner Advogados Associados elaborou uma nota técnica, que contém também um capítulo de perguntas e respostas. A nota técnica pode ser obtida mediante solicitação no site www.wagner.adv.br. Fonte: Wagner Advogados Associados.

O não pagamento das férias e o do adicional, que é de direito do servidor O servidor afastado para participação em Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu tem direito às férias no período correspondente ao curso, pois o mesmo é considerado como de efetivo exercício. Esse direito é garantido pela Lei 8.112/90 e foi reafirmado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, ao jugar ação de servidor contra o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFET/MT). Por meio de portaria do IFET/ MT, o servidor foi autorizado a se afastar em período integral, sem

perda de vencimentos, para cursar o doutorado em Biotecnologia. Entretanto, para a capacitação ser considerada como efetivo exercício, o servidor foi informado que não lhe seria concedido o direito às férias e pagamento do adicional. A decisão é equivocada, e como argumento o instituto afirmou que o afastamento para cursar a pós-graduação não tem relação com os interesses da instituição mas apenas os pessoais do servidor. Entretanto, a própria legislação que institui a licença de afastamento para douto-

rado ou mestrado afirma que ficam mantidos todos os direitos e vantagens a que o docente faria jus se não estivesse afastado. Para garantir o direito de receber o correspondente às férias, o servidor ajuizou ação por meio de Wagner Advogados Associados e Ione Ferreira Castro Advogados Associados. O TRF1, no julgamento do caso, reconheceu o direito e determinou ao instituto pagar o valor devido, sem qualquer perda de vencimentos. No processo ainda cabe recurso. Fonte: Wagner Advogados Associados.

O advogado e sócio do escritório Wagner Advogados Associados, Flávio Ramos, realiza todas as quintas-feiras pela manhã, das 10h ao meio-dia, orientações jurídicas aos associados da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM). Ramos é especializado nos assuntos relacionados a questões funcionais do servidor público como: carreira, vínculos do professor ao serviço público, entre outros. O escritório atua nesta área há cerca de 30 anos. Neste ano o escritório também está atendendo aos professores associados que possuem vínculos com instituições particulares. Assuntos relativos ao regime geral da previdência - INSS destes associados podem ser esclarecidos pelos advogados. Para isso, basta que o associado utilize este serviço nas quintas-feiras.


08

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Artigo

O novo plano de previdência da APUSM

O

novo plano de previdência da APUSM, o Brasilprev, é fácil de contratar e possui diversas opções de investimento. É o benefício que faltava no projeto de vida de associados e funcionários da APUSM. Ao contratar o Plano Brasilprev, você tem a flexibilidade de optar por um produto com as características que melhor se adéquam aos seus objetivos, estratégias e perfil de investimentos, customizando seu plano de acordo com as suas necessidades.

de ações é composta por empresas referenciais em histórico de pagamento de dividendos. Fundos Ciclo de Vida: são fundos que acompanham os diversos momentos da sua vida, Eles ajustam automaticamente o direcionamento dos investimentos em renda fixa e variável, buscando o melhor resultado de rentabilidade ao longo do tempo.

Escolha seu plano de acordo com seu perfil tributário:

te contribua com o regime geral (INSS) ou próprio dos servidores públicos e opte pelo modelo completo na Declaração Anual de Ajuste de Imposto de Renda.

- PGBL: indicado para quem deseja deduzir o valor das contribuições da base de cálculo do Imposto de Renda. Nesta modalidade é possível deduzir até 12% de sua renda bruta anual tributável (1) na declaração de IR. *(1) Desde que o participan-

- VGBL: indicado para quem não necessita deduzir o valor das contribuições da base de cálculo do Imposto de Renda. Nesta modalidade, em caso de resgate ou recebimento de renda, o imposto incidirá somente sobre os rendimentos.

Estratégia de investimento

Nos Planos Brasilprev você pode construir a sua estratégia de acordo com seu perfil: - Fundos de Renda Fixa: perfil conservador, 100% compostos de títulos privados de Renda Fixa e Títulos Públicos Federais. - Fundos Compostos: até 49% em renda variável. Ideal para investidores com boa tolerância as flutuações de renda variável. A carteira

Planos Brasilprev. A maneira mais fácil de realizar seus projetos de vida. Para saber mais, entre em contato com a consultora Natália Medeiros Milbrandt pelo telefone (55) 99951 8070 ou pelo e-mail Natalia.milbrandt@brasilprev.com.br


Novembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

09


10

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Fotos Rodrigo Fortes / APUSM

Música:

Kariel Nunes agitou a noite na APUSM

P

ara comemorar os 49 anos de história completados na última segunda-feira, 14 de novembro, a Associação dos Professores Universitários de Santa Maria recebeu na noite desta quinta, 17, no salão cultural, o show musical “O Que há em mim (?)” do cantor Kariel Nunes e banda. Já com 15 anos de trajetória musical, se apresentando em bares na noite santa-mariense, Kariel animou e emocionou as cerca de 70 pessoas presentes na APUSM com suas músicas autorais com letras repletas de muita poesia, além de também ter interpretado um cover de Vitor Ramil e um de Cazuza com Herbert Viana, artistas os quais o servem de inspiração e sempre são reverenciados em seus shows. Antes do show de Kariel Nunes, o também músico Tainan Guazina se apresentou e fez um “aquecimento” para o que ainda vinha pela frente na noite. Além das atrações musicais, o público também pôde apreciar a boa gastronomia que foi oferecia pela APUSM durante o evento. Por Gabriel Pfeifer/APUSM

Carlos Wello e Elizabete Pozzobom

Tainan e Tania Guazina

O músico Kariel Nunes

Professores de diversas Instituições de Ensino Superior de SM confraternizaram durante o espetáculo

Kim Ruviaro e Rafaela Marcuss


Novembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

11

Evento:

História da Academia Santa-Mariense de Letras Lígia Militz da Costa – presidente da ASL

I

nstalada em Assembléia Geral Extraordinária, em 8 de novembro de 2006, a Academia nasceu dos 20 anos de existência e experiência da Associação Santa-Mariense de Letras, sob os auspícios da Academia Rio-Grandense de Letras, através do seu então Presidente, Prof.Dr. Irmão Elvo Clemente. Presente entre nós na noite de 15 de dezembro de 2006, Irmão Elvo Clemente presidiu, no auditório da CESMA, a sessão solene de posse dos quinze membros efetivos da Academia, egressos da Associação de Letras com obra publicada de exclusiva autoria. Os quinze sócios empossados foram considerados, na oportunidade, fundadores da Academia Santa-Mariense de Letras e, igualmente, na noite dessa sessão solene, foram agraciadas com títulos especiais: a Professora Agueda Brazzale Leal – Sócia Honorária; e as Professoras Ceres Helena Ziegler Bevilaqua e Ione Maria Rorato Mainardi – Sócias Beneméritas. Graças à Associação Santa-Mariense de Letras, fundada em 21 de agosto de 1986, a Academia iniciou-se em 2006 com a garantia de um lastro intelectual e criativo de 20 anos, contabilizando a edição de 24 antologias, 5 revistas, 38 lançamentos de livros e dezenas de eventos de conteúdo admirável. Mas o maior amparo para sua instalação em Santa Maria adveio da documentação que regulamentou a entidade. E nesse ponto é imperioso lembrar, com o devido reconhecimento, daquele que por muitas semanas e meses trabalhou denodadamente na elaboração do Estatuto da nova entidade, baseando-se no material da Academia Rio-Grandense de Letras (da qual fazia parte), mas observando as circunstâncias locais e os vínculos com a matriz original – Associação Santa-Mariense de Letras. É ao poeta, escritor e advogado ANTONIO AUGUSTO BRUM FERREIRA, primeiro entre todos na relação dos Acadêmicos de Letras de Santa Maria e detentor da Cadeira Nº1, que a entidade deve a maior reverência: ele foi o principal mentor e responsável pela criação da Academia, providenciando, inclusive, a viabili-

presente. No ano de 2008, essas pesquisas transformaram-se em ensaios e foram publicadas no primeiro livro coletivo zação legal e conclusiva dos docu- da Academia – Patronos, com 245 páginas. Nesta obra, encontram-se mentos da nova ASL. Os quinze associados fundadores estudos com informações valiosas provaram que a decisão para assumir sobre a vida e a obra dos quinze priuma entidade do porte da Academia meiros Patronos da Academia, figuapresentava, em Santa Maria, a sus- ras ilustres da Literatura, da Histótentação e a maturidade necessárias. ria, da Educação, do Jornalismo e da A exemplo de outras cidades, com Ciência sul-rio-grandense. Como as demais Academias de distinção e importância semelhantes no estado e no país, Santa Ma- Letras do país, a ASL compõe-se ria mostrava-se merecedora de uma de 40 cadeiras e, consequentemenAcademia de Letras. A criação da te, também de 40 Patronos, que são entidade veio legitimar ainda mais o figuras notáveis já falecidas que traço intelectual e artístico do perfil honram nossas letras escritas. Cada do município, identificado por uma acadêmico efetivo é detentor de uma comunidade afeta aos livros, pujan- Cadeira e pode escolher para seu te em escritores, pesquisadores, jor- Patrono um dos nomes indicados nalistas, professores e estudantes de no Estatuto.da entidade. O ingresso na Academia realiza-se por meio todos os níveis de ensino. A união de propósitos demons- de inscrição realizada na Biblioteca trada entre os integrantes da Aca- Henrique Bastide, onde a Academia demia e a qualidade das atividades tem sua sede. No momento o Edique passaram a ser realizadas, a tal para admissão de novos sócios partir da fundação, evidenciaram o encontra-se publicado e aberto, haempenho de todos no cumprimen- vendo 10 Cadeiras a serem ainda preenchidas. to da exigência Com uma final para legiti- A relação dos Acadêmicos Fundadomação do lugar res, com o número das Cadeiras de década de históde cada um na que são detentores e seus respecti- ria, a Academia Santa-Mariense novel entidade: vos Patronos, é a seguinte: de Letras vem a apresentação Nº 1: Antonio Augusto Brum Ferreira (*1935 progressivamende um panegírico +2008) /BARBOSA LESSA te avançando nos bem elaborado Nº 2: Aristilda Rechia/MARIO QUINTANA (elogio público e Nº 3: Lígia Militz da Costa/FELIPPE D’OLIVEIRA seus propósitos literários e culsolene) sobre os Nº 4: José Bicca Larré/ALCEU WAMOSY Patronos das Ca- Nº 5: Ruth Farias Larré (*1938 +2015) /APPA- turais, graças às Diretorias que a deiras ocupadas RÍCIO SILVA RILLO na Academia. No Nº 6: Humberto Gabbi Zanatta/JOÃO CEZIM- administraram e a colaboração de período de abril BRA JACQUES a dezembro de Nº 7: Máximo José Trevisan/PRADO VEPPO seus sócios, tendo na liderança 2007, em sessões Nº 8: Tânia Lopes/ERICO VERISSIMO públicas quinze- Nº 9: Letícia Raimundi Ferreira/AURELIANO os seguintes Presidentes: nais na Sala 3 do DE FIGUEIREDO PINTO Nº10: Carla Mano/JOSUÉ GUIMARÃES 2006 a 2008 Itaimbé Palace Nº11: Celina Fleig Mayer/ROMEU BELTRÃO Hotel, sempre no Nº12: Evandro Weigert Caldeira/CAIO FER- – Aristilda Rechia; 2008 a horário das 20h, NANDO ABREU 2012 – Lígia os Acadêmicos Nº13: Lauro Trevisan/CARLOS REVERBEL expuseram os Nº14: Darcy Pereira da Paixão/JOÃO SI- Militz da Costa; 2012 a 2016 panegíricos de MÕES LOPES NETO forma brilhante, Nº15: Dinara Xavier da Paixão/GUILHERMI- – João Marcos Adede y Castro; sempre com ex- NO CESAR 2016 – Lígia Mipressivo público

litz da Costa A produção escrita da Academia, qualificada por rigorosa Comissão Editorial, pode ser conferida nos 22 livros publicados, entre eles oito antologias (obra coletiva anual da ASL) e seis livros infantis ilustrados – premiados nos Concursos de Literatura Infantil Ignez Sofia Vargas, com início em 2011 e agora em 6ª edição –, os quais são doados ao público, escolas e entidades culturais. Eventos plurais têm sido realizados ao longo do tempo, como a criação, em nossa sala na Biblioteca Pública Henrique Bastide, da GALERIA DOS MEMBROS EFETIVOS DA ASL (em 23/8/2010), com a foto de todos os sócios já empossados até o presente momento. Recitais, Cursos e Concursos de Arte Declamatória, oficinas, palestras e, mais recentemente, os Saraus Literários mensais, abertos ao público, são eventos que marcam fortemente a atuação da Academia em nossa cidade e região. Neste ano, a ASL concedeu o 1º prêmio Academia Santa-mariense de Letras, destinado a escritor de livro selecionado pelo conteúdo e qualidade editorial entre os mais qualificados publicados no período de 2014-2016. Trata-se de um prêmio bianual, que outorga Troféu e Diploma ao respectivo Autor. A outorga do prêmio aconteceu na Festa comemorativa dos 10 anos, no dia 12 de novembro. A vencedora foi Maria Izabel Mariano da Rocha Duarte pelo livro “José Mariano da Rocha Filho: Fotobiografia”. Ao completar 10 anos de existência, a Academia compõe-se de 30 Acadêmicos Efetivos, mantendo-se, entre eles, ainda os nomes dos detentores (falecidos) das Cadeiras Nº 1 – Antonio Augusto Ferreira; e Nº 5 – Ruth Farias Larré. Como lema, pauta-se a Academia Santa-Mariense de Letras na certeza de que “as palavras voam e os escritos ficam”, conforme a máxima latina “verba volant, scripta manent”, gravada em nosso brasão, criado e desenhado pelo acadêmico José Bicca Larré. As palavras escritas realmente ficam, permanecem e ganham vida pela leitura, em qualquer temporalidade, e é com esse intuito que a ASL mantém firme os seus objetivos.


12

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Festival Internacional de Coros de SM Mais de 600 vozes em coro Serão 18 Coros sendo 04 da Argentina e 02 do Uruguai, um de Chapecó Santa Catarina, um de Erechim, um de São Leopoldo, um de Novo Hamburgo e 05 de POA, um de Agudo e dois de Santa Maria. Serão mais de 600 vozes com apresentações por toda a cidade

SEXTA FEIRA: 25/11/2016 RECEPÇÃO AOS COROS LOCAL: SEDE DA ASSOCIAÇÃO DOS PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS DE SANTA MARIA ( APUSM) ENDEREÇO: AVENIDA NOSSA SENHORA DAS DORES, Nº 791 20h00: ABERTURA DO FESTIVAL LOCAL: THEATRO 13 DE MAIO ENDEREÇO: RUA VENÂNCIO AIRES, PRAÇA SALDANHA MARINHO, CENTRO COROS: CORAL APUSM CORAL ALTERADOS - ARGENTINA CORO UNIVERSITÁRIO DE MISSIONES - ARGENTINA GRUPO VOCAL ARSIS NOVA – ARGENTINA CORO POLIFÔNICO MAR DEL PLATA – ARGENTINA CORO AMIKANTO – URUGUAI CORO APARCANTO – URUGUAI 22h00: CONFRATERNIZAÇÃO ENTRE COROS LOCAL: CENTRO MARISTA DE EVENTOS ENDEREÇO: BR 158 - CERRITO

SÁBADO: 26/11/2016 HORÁRIO: 10h00 INTERVENÇÕES DOS COROS LOCAIS: PRAÇA SALDANHA MARINHO – CORETO ( 01 CORO ) CALÇADÃO DA BOZANO ( 02 COROS ) SHOPPING ROYAL PLAZA ( 01 CORO ) SHOPPING MONET PLAZA ( 01 CORO ) LOJA WALTER BELTRAME – CAMOBI ( 01 CORO) LOJA WALTER BELTRAME – AVENIDA ÂNGELO BOLSON (01 CORO) COROS PARTICIPANTES: CORAL DA PUC CORAL ALTERADOS

CORAL DA UFRGS CORAL AMIKANTO CORAL APARCANTO CORAL UNIVERSITÁRIO DE MISSIONES CORO POLIFÔNICO MAR DEL PLATA CORAL VIVA LA VIDA GRUPO VOCAL ARSIS NOVA CONFRATERNIZAÇÃO – ALMOÇO HORÁRIO: 12h00 LOCAL: CENTRO MARISTA DE EVENTOS OFICINA DE TÉCNICA VOCAL HORARIO: 14h00 LOCAL: SEDE DA APUSM PALESTRANTE: CINTIA DE LOS SANTOS PAINEL : REGÊNCIA E ATUAL MOMENTO DO CANTO CORAL HORÁRIO: 14h00 LOCAL : SEDE DA APUSM APRESENTAÇÃO NATALINA DOS COROS PARTICIPANTES DO FESTIVAL HORÁRIO: 17h00 LOCAL: PRAÇA SALDANHA MARINHO - CENTRO SEGUNDA NOITE FESTIVAL INTERNACIONAL DE COROS CORAL APUSM HORÁRIO: 20h00 LOCAL: CENTRO DE EVENTOS DO ITAIMBÉ PALACE HOTEL COROS: CORAL APUSM VOCAL 5 CORO POLIFÔNICO MAR DEL PLATA CORAL DA PUC CORAL ALTERADOS CORO APARCANTO CORAL MADRIGAL PRESTO GRUPO VOCAL ARSIS NOVA CORAL DAS MENINAS CANTORAS DE NOVO HAMBURGO CORAL EXPRESSO 25

DOMINGO: 27/11/2016 HORARIO: 9h00 INTERVENÇÕES DOS CORAIS LOCAIS: IGREJA LUTERANA IGREJA METODISTA IGREJA CATEDRAL DIOCESANA IGREJA NOSSA SENHORA DAS DORES IGREJA BASíLICA NOSSA SENHORA MEDIANEIRA COROS: CORAL DA UNOCHAPECÓ CORAL DA UFRGS/ CORAL VIVA LA VIDA CORAL VIVA LA VIDA / CORAL AMIKANTO CORAL DA UNIVERSIDADE DE MISSIONES CORAL APARCANTO/ CORAL DA URI CONFRATERNIZAÇÃO – ALMOÇO HORÁRIO: 12h00 LOCAL: CENTRO MARISTAS DE EVENTOS TERCEIRA NOITE FESTIVAL INTERNACIONAL DE COROS HORÁRIO: 18h00 LOCAL: PALCO DO NATAL SOLIDÁRIO – PRAÇA SALDANHA MARINHO COROS: CORAL APUSM CORO AMIKANTO CORAL DICKOW CORAL DA UNOCHAPECÓ CORAL VIVA LA VIDA CORAL DA URI CORAL DA UNIVERSIDADE DE MISSIONES CORO APARCANTO CORO DE CÂMARA DA UFSM CORAL DA UFRGS JANTAR DE ENCERRAMENTO DO FESTIVAL HORARIO: 20h30 LOCAL: CENTRO MARISTA DE EVENTOS

JANTAR E FESTA DOS CORALISTAS HORÁRIO: 22h00 LOCAL: CENTRO MARISTA DE EVENTOS

Você é o nosso convidado!

Apoio: Walter Beltrame, Podal Distribuidora de Alimentos e Arroz Rei Arthur dos Engenhos Dickow de Agudo.


Novembro 2016

13

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Xadrez

Torneio homenageia Quintino Oliveira

C

ompetição também classificou cinco enxadristas da região para a grande final do Gauchão de Xadrez 2016 A Copa Professor Quintino de Oliveira, de Xadrez, foi atração na Associação dos Professores Universitários de Santa Maria neste sábado, 19 de novembro, que também foi o dia do Enxadrista. Desde as 9h da manhã, enxadristas de Santa Maria e Cruz Alta duelaram pelo título do torneio e também pelas vagas para a final do Campeonato Gaúcho Absoluto de Xadrez 2016, que ocorre no próximo dia 3 de dezembro, também na APUSM. Com a arbitragem de Eduardo Ribeiro de Albuquerque, a competição foi realizada na forma suíça de disputa em cinco rodadas, ou seja, cada participante jogava cinco partidas e os cinco enxadristas que somassem mais pontos ganhariam um troféu e uma medalha como premiações, além de se garantirem na final do Campeonato Gaúcho Absoluto. Depois de quatro rodadas disputadas, as partidas finais aconteceram por volta das 17h30, repletas de muita concentração e atenção por parte dos jogadores. E quem acabou levando a melhor, com 4,5 pontos conquistados foi o santa-mariense João Batista Cezar, que afirmou que o primeiro lugar, superou as suas expectativas iniciais no torneio: “Vim com o objetivo de conseguir a classificação para a final do gaúcho e foi melhor até do que eu imaginava, pois tinha jogadores fortíssimos na

“A minha avaliação do torneio é a melhor possível pelo resultado e esforço de todos, pelos jogos equilibrados que a gente pôde ver. E gostaria de agradecer a APUSM por dar esta oportunidade aos enxadristas de Santa Maria e de fora, oferendo ótimas instalações”. - ressalta Jorge. O destaque infantil do torneio ficou por conta de Lucas da Luz Nascimento, de apenas 13 anos e os destaques sub-18 com Gustavo Martins Quadros, que também foi o quarto colocado geral e Patrick de Mattos. A Copa Quintino de Oliveira de Xadrez teve organização da APUSM juntamente com o Santa Maria Xadrez Clube, apoio da FGX e Patrocínio da ENY Calçados. Os cinco melhores colocados, juntamente com o Professor Quintino Oliveira, o vice presidene da FGX, general Jorge Alberto Boabaid e o árbitro Eduardo Albuquerque.

disputa e eu consegui colocar em prática tudo o que aprendi nestes 42 anos de trajetória minha no xadrez”- declarou o campeão da Copa Quintino de Oliveira. Além de João, os outros quatro classificados para a final do dia 3, foram, do segundo ao quinto lugar respectivamente, Rogério Cardoso Nascimento, Vinícius de Camargo Machado, ambos naturais de Cruz Alta, além dos santa-marienses Gustavo Martins Quadros e Ricardo Ritzel. O professor Quintino de Oliveira, homenageado com o nome da taça, foi o grande idealizador há 4 anos do Departamento de Xadrez,

que existe atualmente na APUSM. Em pronunciamento, após o término da competição, Quintino falou sobre a sua enorme gratidão pela homenagem feita pela Associação e pelo Santa Maria Xadrez Clube: “É uma satisfação muito grande ter sido homenageado devido ao motivo de ter sugerido a criação do Departamento de Xadrez na APUSM. Hoje eu estou colhendo uma das homenagens mais importantes da minha vida, que levarei para sempre”-. O diretor e também participante do torneio, Jorge Alberto Boabaid, ficou extremamente satisfeito com o nível da competição e também com a estrutura que foi proporcionada:

Final do Gauchão - A grande final do Campeonato Gaúcho de Xadrez 2016 acontece no próximo dia 3 de dezembro, também no auditório da APUSM. A competição, que tem apoio da FGX e CBX, colocará frente a frente os melhores enxadristas do Rio Grande do Sul na disputa do título máximo deste esporte no Estado. Interessados e apreciadores do xadrez poderão assistir às partidas na sede da APUSM, a partir das 9h da manhã. A cerimônia de premiação acontece às 20h do sábado, dia 3 de dezembro. Texto e foto Gabriel Pfeifer/APUSM

Final do Campeonato Gaúcho de Xadrez Absoluto de 2016 Local: Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Dia: 3 de dezembro, sábado Entrada livre

Programação:

03/12/16 – Sábado 08h – Recepção aos jogadores 08h30 – Término das inscrições 08h45 – Abertura e Congresso técnico 09h – 1ª rodada 10h30 – 2ª rodada 12h – Almoço 13h – 3ª rodada 14h30 – 4ª rodada 16h – 5ª rodada 17h30 – 6ª rodada 19h – Premiação e encerramento

Árbitro Chefe: AF Marcelo Konrath (RS) Árbitro Auxiliar: AA Rodrigo Borowski (RS) Diretor: CM Jorge Alberto D. Boabaid Organização e realização: APUSM e Santa Maria Xadrez Clube Apoio: Confederação Brasileira de Xadrez e Federação Gaúcha de Xadrez Patrocínio: ENY Calçados e Associação dos Professores Universitários de Santa Maria – APUSM

APUSM e SMXC convidam você!


14

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Literatura Professor Aguinaldo Severino

Os gatos beats de Burroughs Aborrecido em um aeroporto e já tendo terminado os dois livros que levara comigo, inevitavelmente procurei uma livraria. A seleção em oferta era sofrível, mas por sorte consegui encontrar esse William Burroughs e um Hunter S. Thompson (sobre o qual em breve escreverei aqui). “O Gato Por Dentro” é uma pequena série de apontamentos autobiográficos que Burroughs fez sobre seus gatos. O sujeito fala sobre os gatos como se deve, com o maior respeito e gratidão, sabedor dos muitos méritos que os gatos têm e que por fortuna partilham conosco, pobres homo sapiens sapiens que somos. A edição original incluía desenhos e grafismos de Brion Gysin, o artista plástico, músico e poeta multitalentoso que inspirou não apenas o povo da geração Beat (Burroughs entre eles), mas também a geração imediatamente posterior (David Bowie, Keith Haring, Mick Jagger).

A edição original com os desenhos de Gysin custa uns três mil dólares hoje em dia. Bueno. Burroughs descreve seu livro como uma alegoria, na qual sua vida espelha-se à dos gatos que o cercam (os gatos oferecendo infinitas charadas, inventando jogos e diversões, procurando proteção). Um texto assim poderia facilmente descambar para o piegas, mas Burroughs sabe o que escreve. Há algo no texto que lembra ensinamentos zen, princípios filosóficos sofisticados. Grande Burroughs. Como não concordar com ele quando diz: “Nos somos os gatos por dentro. Os gatos que não podem andar sozinhos, e para nós há apenas um lugar”. A quantas tristezas estamos condenados. “O gato por dentro”, William Burroughs, tradução de Edmundo Barreiros, Porto Alegre: L&PM editores, 1a. edição (2015), edição original: The Cat Inside (New York: The Grenfell Press) 1986]


Novembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Cinema

Telão em casa

por Carlos Costabeber

ELVIS & NIXON

AGNUS DEI Título original: “Les Innocentes” Um drama real impressionante! Com a chegada dos russos à Polônia no final da 2ª Guerra, houve uma avalanche de estupros por parte dos soldados. E num convento de freiras carmelitas, no final de 1945, 8 delas haviam engravidado. Graças a interferência de uma médica francesa, vidas foram salvas. IMPERDÍVEL!

AS CARTAS DE MADRE TERESA Título original: “The Letters” O filme é baseado nas cartas que Madre Teresa enviava ao seu mentor, o padre Michael Van Der Peet, sobre a vontade de trabalhar junto aos miseráveis da Índia. Enfrentou muitas barreiras, até convencer o Vaticano a criar a Congregação “Missionárias da Caridade”. IMPERDÍVEL!

Título original: “Elvis & Nixon” Em 21 de dezembro de 1970, teve lugar um dos acontecimentos mais peculiares da história dos Estados Unidos. Na ocasião, a Casa Branca recebeu um ilustre visitante, recebido pelo então presidente Richard Nixon: o rei do rock n’ roll ELVIS PRESLEY. Além de interessante, o filme mostra o lado maniático do cantor. IMPERDÍVEL!

VISÕES DO PASSADO Título original: “Backtrack” Desempenho magistral do Adrien Broody (no papel de um psicólogo atormentado pela morte da filha), num filme muito inteligente, e que mistura psiquiatria com ficção.

IMPERDÍVEL!

Associado APUSM tem 10% de descontos em toda a linha de cervejas. Entrega sem custo a partir de 100,00

15


16

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Música:

Todos chamam de Harmônica, mas ...

Rubem Boelter

O

objetivo deste artigo é divulgar os novos espaços que a harmônica, este pequeno e versátil instrumento vem alcançando nos últimos anos, ainda considerado por muitas pessoas, um brinquedo infantil. Por falta de conhecimento, inclusive dos músicos, a harmônica de boca ainda não possui cátedra dentro da orquestra, não sendo reconhecida como um instrumento musical completo. Eu toco harmônica desde criança, aprendi com meus pais, ambos de origem alemã, que na colônia, nos fins de semana animavam as festas com harmônicas “Seductora” da Hohner. Anos depois, comprei uma das primeiras harmônicas cromáticas da Hering e um manual que continha exercícios, para aprender a tocar através de partituras musicais. Mas graças ao avanço tecnológico, com novos materiais, novas

ligas (acrílico e ABS), diferentes designs e tipos, as harmônicas além de serem usadas para o lazer, ganharam espaço na iniciação e inclusão musical para crianças, na formação de novos profissionais, os harmonicistas (gaitistas) e na terapia auxiliar de algumas doenças. A gaita de boca é conhecida como gaita de beiço, gaita de bolso e realejo, mas nome correto é Harmônica, para diferenciá-la da gaita de mão ou acordeon. A harmônica do formato como é popularmente conhecida, foi inventada em 1820, por um de afinador de órgãos e pianos, o alemão Christian Friedrich Ludwig. Necessitando um diapasão prático e de fácil transporte, idealizou um pequeno instrumento composto por uma placa metálica, colocada num molde de madeira sulcado, com 12 palhetas metálicas de diferentes comprimentos, que sopradas reproduziam os 12 sons da escala cromática . Seu instrumento exótico, mais tarde foi conhecido como Harmônica, em razão da possibilidade de reproduzir 3 ou 4 vozes simultâneas formando acordes. Mas o desenvolvimento da gaita de boca teve início quando um modesto e hábil relojoeiro, Matthias Hohner da cidade de Trossinger, na Alemanha, ganhou de presente um exemplar do pequeno instrumento e entusiasmado com o timbre sonoro da harmônica, fabricou alguns exemplares e vendeu todos. Em 1857 montou uma pequena fábrica e vendeu 650 exemplares e em 1887 atingiu um milhão de harmônicas e hoje a produção anual

O gênio da harmônica Toots Thielemans

No Brasil, em 1923 Alfred Hering fundou a primeira fábrica de harmônicas

da Fábrica Hohner é de 7 milhões de unidades com mais de 1500 diferentes modelos de harmônicas. No Brasil, em 1923 Alfred Hering fundou a primeira fábrica de harmônicas na cidade de Blumenau, tornando-se a segunda maior fábrica do mundo e a única na América do Sul. Produz centenas de modelos diferente, com matéria de alta qualidade, utilizando madeira da Amazônia dentro de um programa de manejo sustentável, exportando as harmônicas para mais de 30 países.

Devido à grande procura de harmônicas principalmente as diatônicas, outras fábricas surgiram: Swan (China), Dolphin (E.U.A.), Seydel (Alemanha), e a Suzuki (Japão). Principais tipos de harmônicas:

As oitavadas - usadas para executar musicas mais fáceis e que possuíam 2 palhetas sopradas e 2 palhetas aspiradas, afinadas com diferença de uma oitava, conferindo um som de acordeon. As diatônicas (gaitas blues)derivadas das oitavadas, com duas palhetas em cada orifício, usadas para música country, jazz e blues e bandas de rock, com o recurso de produzir bends. Chegaram ao Brasil nos meados dos anos 80, trazidas pelo harmonicista Flavio Guimarães. As oitavadas e as diatônicas, podem ser encontradas em todas as afinações, sendo a maioria em C (Dó). As cromáticas usadas para executar qualquer gênero musical, do popular ao clássico, uma vez que os recursos das oitavadas e diatônicas eram limitados. Desenvolvida em 1918 pelo maestro Borrah Minevitch, a harmônica cromática é dotada de uma chave (registro), que pressionada libera os furos dos bemóis e sustenidos, semelhante às teclas brancas e pretas do piano. Eu tenho uma Chromônica X-12 Black Dó Tenor, toda


Novembro 2016

17

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Música:

É mais que um simples instrumento rais (popular, regional e Piazzola) e o conjunto “Bom de boca” que usam gaitas oitavadas e tocam musicas alemãs.

de plástico preto e que dispensa ferramentas para sua montagem. Além destes modelos, encontramos também, harmônicas para formação de orquestras: gaitas solo, barítono, tenor e de acompanhamento (baixo e de acordes).

Orquestras de Harmônicas Os Harmônicos (São Paulo) – Harmônicas de Curitiba e o Troupe da gaita (Paraná) - Mundharmonikas (Alemanha). Entre as mulheres harmonicistas: Raquel Ingrid ( Brasil), Susan Santer (Alemanha), Evelyn (Malasia) e Mendes (Portugal). No outros países encontramos muitos virtuosos da harmônica: Jia-Yi-He (China), Franz Chmel (França), Bonfiglio (Itália). Rudy Hung (Hong Kong) que interpreta Vivaldi, Mozart, Chopin. Nos E.U.A. destacamos Stevie Wonder, Stan Harper,Bob Dylan, Toost Thielemans e Buddy Green ( no estilo rock, jazz e blues). Juan Maya (Chile) e Luis Saltos (Argentina) com tangos na harmônica.

Projetos de inclusão musical e social . José Staneck é um harmonicista que realiza um trabalho de inclusão musical/social nas comunidades carentes do Rio de Janeiro onde já distribuiu mais de 3 mil harmônicas para as crianças. Mestre em música pela UERJ, solista de orquestras nacionais e internacionais com temas de Villa-Lobos, Staneck utiliza a harmônica de boca em vez da flauta doce ou violão e a resposta é muito boa, por ser um instrumento que tem boa sonoridade, de preço mais acessível (15,00 a 30,00 reais) e pode se levado no bolso.

Em Fortaleza, o Projeto Arte Indutora, com parceria com o Banco do Nordeste e a Fundação Raimundo Fagner, fomenta a inserção social por meio da música , promovendo curso de formação teórico e prático em harmônica para jovens. Marcio Scialis do conjunto Harmônicos, que já lecionou gaita de boca para milhares de crianças, é diretor de um centro cultural em São Paulo onde atua na divulgação e história da harmônica. Na internet oferece aulas e métodos de ensino da harmônica, tanto cromática como a diatônica, por tablatura ou partituras e em Santa Maria algumas Escolas de Música já oferecem aulas de harmônica. A harmônica na terapia de doenças. A harmônica é muito usada também na terapia ocupacional e no tratamento auxiliar de algumas enfermidades. O músico Larry Rawdon usou a hamônica após um transplante

de pulmão e sua capacidade pulmonar se elevou substancialmente. Compartilhou sua cura dando aulas de harmônica para outros pacientes com problemas pulmonares na Cínica de Mayo, através do programa “ Humanidades em Medicina” e a fábrica Hohner se comprometeu de doar as harmônicas necessárias para as aulas. No Hospital Psiquiátrico São Pedro, em Porto Alegre, é permitido o uso da harmônica como auxiliar na psicoterapia e no Instituto Psiquiátrico Forense, os pacientes formaram o “Grupo Loucos por Música” com gaitas de boca para animar as festividades daquela instituição. Segundo a coodenadora da Terapia Ocupacional, o uso da harmônica auxilia na saúde mental dos pacientes do HPSP. Na Alemanha uma instituição grupo de adultos epiléticos formou uma orquestra com suas modestas gaitinhas de boca e conseguiram através desta “cura social” diminuir a intensidade e a frequência das crises epiléticas. Harmonicistas do Brasil O número de músicos profissionais que tocam harmônica cromática é muito pequeno (1 para 130

Mercado de harmônicas em nosso país. O preço das harmônicas cromáticas varia de 350,00 a 1200,00 guitarristas), sendo mais expressivo reais. sendo que alguns modelos os adeptos das harmônicas blues . profissionais da Hohner e da Suzuki Um dos mais famosos harmoni- podem chegar a 6000,00 reais. cista, ao lado de Fred Wilhams, foi Santa Maria é raro encontrar haro gaúcho Edu da gaita, que interpre- mônicas cromáticas, as mais ventava músicas populares e clássicas didas são as oitavadas e diatônicas com arranjos do maestro Radamés da Hering, por terem um preço mais Gnatalli, que lhe presenteou com o acessível e as de fabricação chinesa “Concerto para harmônica de boca mas são de pouca durabilidade. e orquestra”, tendo-se apresentado Da mesma forma os CDs de em vários países da Europa. harmônicas, dos 14 que eu possuo, Foi o primeiro a tocar o Moto somente 4 foram adquiridos em Perpétuo de Paganini na harmônica nossa cidade. e que eu tive o privilégio de assistir Harmônica: um bom presente numa apresentação no Cinema GlóQue tal presentear nossos filhos, ria na década de 60, época de maior netos ou mesmo um amigo com uma divulgação da harmônica. harmônica no Natal que se aproxima? Atualmente é em São Paulo e Também podemos doar harmôniRio de Janeiro que encontramos ao cas para uma instituições de caridade maioria dos gaitistas, entre outros: de crianças ou idosos, ou como fez o Aloysio Becker e José Staneck dentista Mauricio Souto doando uma executando música popular e clás- gaita cromática para um menino defisico, Rildo ciente visual Hora, Clayda APAE em ber, Pablo Ijuí. Fagundes, Todos os Omar Izar, gaitistas que Einhorn e foram menVitor Lopes cionados, interpretanpodem ser do MPB e encontrados chorinhos. na internet e No RGS suas músidestacamos cas ouvidas Roberto Mo- O gaúcho Edu da Gaita no youtube.


18

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Meio Ambiente

Tijolo de plásticos retirados do mar

O

plástico, por estar presente em diversos produtos que usamos em nosso dia a dia, pode ser considerado um dos grandes vilões quando falamos em descarte incorreto de materiais. Ao invés de ser encaminhado à reciclagem, grande parte do material é enviado a aterros sanitários, indo parar também nos oceanos, causando danos severos ao meio ambiente. Com o decorrer dos anos, os pedaços de plástico se fragmentam nos oceanos e, ao serem confundidos com alimentos, prejudicam a vida de todos os tipos de animais, desde seres microscópios até grandes peixes e aves. Para se ter ideia da gravidade do problema, segundo informações divulgadas no Fórum Econômico Mundial de Davos, em janeiro deste ano, em 2050, é possível que os oceanos tenham mais resíduos de plásticos do que peixes. Sabendo disto e pensando em uma forma de fazer a diferença, a start up ByFusion criou um tijolo ecológico desenvolvido a partir de todos os tipos de plásticos retirados dos oceanos. Uma máquina modular comprime os plásticos em blocos duráveis que, a princípio, foram configurados no formato de um bloco de cimento comum. Porém, segundo os fabricantes, o tijolo ecológico, que foi batizado de Replast, pode ser customizado em diferentes formas e densidades. Replast não precisa de colas ou adesivos, possui elevado isolamento térmico e acústico e, segundo a ByFusion, sua fabricação emite 95% menos gases de efeito estufa (GHG) em comparação com um bloco de concreto. A má-

quina que produz os tijolos pode ser transportada em contêineres para qualquer lugar do planeta, o que facilita sua distribuição. O tijolo ecológico vem sendo

usado na construção de muros e barreiras de estradas, mas a empresa já está trabalhando para que o Replast possa ser usado na construção de casas e edifícios.

E então, o que acharam do tijolo ecológico? Será que, no futuro, ele será mais uma opção sustentável para a construção de moradias? Por enquanto, fica a reflexão sobre o consumo de plásticos em nosso dia a dia. Diminuir o consumo destes materiais é possível e uma dica bacana é reaproveitar de alguma forma o plástico que costumamos usar. Compartilhe com seus amigos, pense no planeta. Confira em http://www.condominiosverdes.com.br/tijolo-e-produzido-a-partir-de-plasticos-retirados-dos-oceanos/um vídeo que mostra o funcionamento da máquina e a construção de um muro com o tijolo ecológico. Fonte: http://www.condominiosverdes. com.br/tijolo-e-produzido-a-partir-de-plasticos-retirados-dos-oceanos/


Novembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

19


20

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Saúde

Câncer de próstata Dr. Alberto Stein

O

câncer de próstata é o câncer mais frequente entre os homens, sendo que um em cada 6 homens vai ser acometido por este tumor e é o segundo tumor que mais mata os homens, perdendo apenas para o câncer de pulmão. O tumor pode surgir com o envelhecimento masculino, normalmente a partir dos 45 anos e a incidência deste câncer vai aumentando com a idade podendo acometer cerca de 70% dos homens após os 80 anos. Segundo o Instituto Nacional do Câncer, estima-se 61.200 casos novos no Brasil para o ano de 2016. A campanha - “Novembro Azul” foi criada, pela Sociedade Brasileira de Urologia, para conscientizar os homens sobre o câncer de próstata, prevenção e diagnóstico do mesmo, e além disto estabelecer uma ótima relação entre os homens e seus urologistas, estimulando a avaliação completa da saúde masculina. Deve-se incentivar os homens a realizar sua avaliação anual das doenças da próstata, tentando desta forma evitar que pacientes sejam diagnosticados com câncer de próstata em estágios clínicos avançados, o que impossibilitaria formas de tratamento curativo e exporia estes homens aos riscos e complicações da doença disseminada. Sabemos, atualmente, que em fases inicias o tumor de próstata pode ser curado em 90% dos casos. Fatores de risco - para o desenvolvimento desta doença, podemos citar: história familiar, que é muito importante (pai e/ou irmão com câncer de próstata), raça negra; além destas, a ingestão de alimentos ricos em gordura animal (carne vermelha) e carne assada também

podem estar relacionados. Existem alimentos que parecem exercer um fator protetor na gênese do câncer de próstata como exemplo: arroz, milho, feijão, vagem, soja, aspargos, tomate e vitamina E. Sem queixas ou sintomas - A doença tem na maioria das vezes um comportamento silencioso, ou seja em quase 90% dos casos, o homem que apresenta câncer de próstata não tem queixas ou sintomas associados a este tumor. O paciente só vai apresentar queixas quando a doença é metastática (disseminada pelo corpo) ou quando ela é localmente avançada (o tumor cresceu envolvendo outras estruturas como a bexiga, uretra e outros), e nestes casos perdemos a chance de curar este paciente. É importante salientar que sintomas como: levantar à noite para urinar, fazer força para urinar, urinar várias vezes durante o dia e/ou à noite, perder urina (incontinência urinaria), retenção urinária (não conseguir urinar) estão na imensa maioria das vezes relacionadas à hiperplasia benigna da próstata que é, após os 50 anos de idade, a doença mais comum na próstata, sendo que a mesma deve ser avaliada, diagnosticada e tratada para evitar futuras complicações. Segundo a SBU, está indicada a avaliação da próstata de todos os homens que apresentam história familiar de câncer de próstata, a partir dos 45 anos e para os de-

mais homens a partir dos 50 anos, sendo que sempre deve se discutir com estes os prós e os contras, da avaliação, do diagnóstico precoce ou tardio, e dos tratamentos contra o câncer de próstata. Avaliação - É feita através da dosagem do PSA (antígeno prostático especifico) no sangue e do exame físico (toque retal) que é indispensável. Em cerca de 30% dos homens que têm câncer de próstata, os níveis de PSA estão dentro de valores considerados normais, e sem o exame físico o diagnóstico deste tumor não seria feito. A reavaliação da próstata é feita anualmente e em casos de maior risco a cada seis meses. Em homens com mais de 60 anos, e com PSA menor que 1,0, a reavaliação poderia ser feita com intervalos maiores. Aqueles pacientes que foram operados da próstata para doença benigna devem fazer a reavaliação da próstata seguindo os mesmos critérios, como se não tivessem sido operados. Na suspeita - de câncer de próstata, o paciente deve ser submetido à biópsia da próstata guiada pela ultra-sonografia transretal, e em casos específicos, a biopsia é feita por técnica de fusão de imagens e guiada por Ressonância magnética. Uma vez confirmado o diagnóstico de câncer de próstata, o paciente deve ser estadiado (avaliação realizada para identificar se o tumor esta localizado, localmente avança-

do ou disseminado), para só então determinar o tipo de tratamento que será utilizado e se deve ser tratado. Tratamento e prevenção - A escolha do tratamento leva em conta muitos parâmetros (idade, doenças associadas, expectativa de vida...), bem como agressividade do tumor. Hoje através de exames, podemos em muitos casos estabelecer como este tumor vai evoluir, e nos casos onde a evolução é lenta e o risco de metástases é baixo, podemos apenas fazer uma “vigilância ativa”. Por isto a importância de se individualizar e discutir, cada caso. Por exemplo um paciente de 80 anos com câncer localizado na próstata não deve mais ser submetido a cirurgia radical, ao passo que o mesmo tumor em um homem de 60 anos, com doença agressiva, já deveria ser tratado por esta técnica. Existem várias formas para tratar o câncer de próstata, em casos muito específicos, podemos acompanhar este tumor com a “vigilância ativa”, mas deve ser bem discutida com o paciente. Naqueles casos de câncer de próstata mais agressivos, onde doença é localizada, e expectativa de vida maior que 10 anos, a cirurgia: prostatectomia radical (retirada completa do próstata e vesículas seminais) ainda permanece como a melhor opção para tratamento deste paciente. Em alguns casos específicos pode-se usar a radioterapia externa. Na doença localmente avançada e/ou metastática existem formas paliativas de tratamento, mantendo o paciente com uma boa qualidade de vida. Prevenção - A melhor forma de prevenir as complicações do câncer de próstata é fazer o diagnóstico precoce e tratá-lo adequadamente. Importante que, sempre, a avaliação e o tratamento sejam individualizados e discutidos com o paciente, respeitando todas as normas técnicas e utilizando medicina baseada em evidências. *Dr. Alberto Stein – urologista - CRM 19575 Formado em Medicina pela UFSM Mestre e Doutor pela UFRGS Titular da Sociedade Brasileira de Urologia Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões Membro da Associação Americana de Urologia (AUA) Urologia Minimamente Invasiva e Laparoscopia Diretor Serviço de Oncofertilidade – INSEMINE alberto@insemine.com – (55) 3221.7777 – Santa Maria - RS


Novembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

21


22

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Novos Convênios

Urbanes sucesso de vendas na FEISMA

O

rganizada pela Câmara de Comércio Indústria e Serviços de Santa Maria, do dia 29 de outubro ao dia 06 de novembro ocorreu a 29ª Multifeira de Santa Maria, a FEISMA. Com a casa cheia durante os nove dias e condições especiais exclusivas para o evento, a Urbanes garantiu o sucesso de vendas durante sua participação: “-Contamos com a parceria de imobiliárias conceituadas de nossa cidade, isso nos permitiu alcançar o objetivo traçado desde o planejamento e organização deste evento”, afirmou Avelino Júnior, gerente da empresa. Durante a feira a empresa comunicou o lançamento da 3ª fase do residencial Cidade Universitária, condomínio fechado localizado a 200m do acesso secundário da UFSM e novas condições de pagamento para o residencial Galápagos, incorporado na região em que será implantada a nova perimetral de Santa Maria (ligando a saída

para São Sepé até a faixa nova de Camobi). Devido a grande procura, Avelino afirma que as condições ofertadas durante a FEISMA serão estendidas durante todo o mês de novembro. Acompanhe abaixo:

Urbanes Empreendimentos Av. Fernando Ferrari, 1091/Sala 101 – Fone (55) 3026-7761

Cidade Universitária (3ª fase): - Lotes a partir de R$ 110mil* *Valor válido para pagamento à vista ou em até 6x. Galápagos: - Financiamento direto com a incorporadora: 98x de R$ 367,99* *Referente ao lote 452 - Quadra T - Entrada R$ 21.805,64 - 98x de 367,99 - 8 reforços anuais de 3.249,88 (reajuste conforme contrato de compra e venda). Para maiores informações ligue e agende uma visita aos nossos empreendimentos. E não esqueça, informe que você é associado APUSM para garantir vantagens em nossos produtos!

Sommos Odontologia é a nova parceria da APUSM A Sommos Odontologia oferece descontos de 20%, para associados apusm nas seguintes especialidades odontológicas: Estética Orofacial Prótese Dental Implantes Dentários Endodontia Ortodontia Dentística Restauradora Periodontia

SOMMOS ODONTOLOGIA CRORS-EPAO-3756 Endereço: Av. Presidente Vargas 2355, sala 1303, Policlínica Provedor Wilson Aita Telefone: 55 3219.3276


Jornal A Razao Telefone: (55) 3220.2100 Descontos de 15% na assinatura anual

Convênios APUSM Saúde Agafarma Telefone: (55) 3222.6509 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte).

Andréa HOME CARE – Psicóloga Telefone: (55) 99133.9633 50% de desconto.

Fisioterapeuta Marcelo de Carvalho Pozza Telefone: (55) 99989.3099 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Bruna Scherer Lorenzoni – Fisioterapeuta Telefone: (55) 99913.1842 10% de desconto.

Reni Farmácias Telefone: 0800 510 1933 / (55) 3223.1930 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Delínea – Pilates e Atividades Físicas Telefone: (55) 3317.0493 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Fernando S. Molon – Psicólogo Telefone: (55) 99913.1842 30% de desconto.

Estética

Centro Clínico Camobi Telefone: (55) 3226.6571 10% a 20% de desconto para associados e familiares

Vanis Cabelereiros Telefone: (55) 3317.1999 10% descontos para associados.

Laura Weber – Fisioterapia, RPG e Pilates Telefone: (55) 99608.0048 *Desc. 10% para associados APUSM (consulte)

Beleza Ville Telefone: (55) 3347.1113 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Consultório Psicológico de Juliana Martins Telefone: (55) 99114.9919 *Desc. 30% de desconto nas consultas e atendimentos

Adriana Stiler Bohrer - Estética e Cosmética Telefone: (55) 99680.0043 *Desc. 15% para associados APUSM (consulte)

Andréa Machado - Psicóloga Telefone: (55) 99133.9633 *Desc. 50% de desconto nas consultas e atendimentos Mariane Noal Moro: Pilates e massagem Telefone: (55) 3025.2216 Descontos de 5 a 15% para associados. Psicólogos - Diego Gomes e Volnei Telefone: (55) 99673.8293 / 99953.3693 Consulte descontos para associados. Colchão Inteligente Telefone: (55) 3317.2442 Descontos especiais para associados.

23

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Escolas de idiomas Up-Escola de Idiomas Telefone: (55) 3025.6217 *Desc. 10% de descontos em qualquer de seus cursos Curso de Inglês CNA Telefone: (55) 3028.0050 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Wizard Escola de Idiomas Telefone: (55) 3222.2293 Descontos de 20% para associados da APUSM

Serviços diversos

Dr. Luciano Ceron – Dentista Telefone: (55) 3225.3123 10% de desconto.

Cheia de Graça Telefone: (55) 3025.3545 *Desc. 10 a 15% para associados APUSM

Stefani Brondani – Nutricionista Telefone: (55) 99948.3060 10% de desconto.

Nação Verde Telefone: (55) 3307.2226 10% descontos para associados.

Dentista - Alessandra Camponogara Telefone: (55) 99992.1378 Consulte descontos para associados.

Stoika Training System Telefone: (55) 3217.8837 10% descontos para associados.

Nova Derme – Farmácia de manipulação Telefone: (55) 3025.2115 *Desc. 15% para associados APUSM.

Wagner Advogados Associados Telefone: (55) 3026.3206 *Desc. especiais para associados APUSM

Perfil Odontologia Telefone: (55) 3025.1005 *Desc. 5 a 15% para associados APUSM

Sicredi Telefone: (55) 3026.0198 *Condições especiais para associados APUSM

Matheus Bortolaso - Cirurgião Dentista Telefone: (55) 3015.5300 Descontos para associados.

Cia Todo Dia Telefone: (55) 3307.4661 Descontos 10% para associados APUSM.

Diego Gonçalo Gomes - Psicólogo Telefone: (55) 99167.7797 Descontos para associados.

Centro Óptico Fone: (55) 3307.1337 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Clínica Kowalski Odontologia Telefone: (55) 3026.2962 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Gaiger Telefone: (55) 3026.0022 Descontos de 20% nas compras à vista e 10% no crediário.

Pet Life Telefone: (55) 3015.5815 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Comidas Empório dos Cupcakes Telefone: (55) 99663.8366 Descontos de 5 a 10% para associados. River’s Grill e Restaurante Telefone: (55) 3347.2019 *Desc. de 10% para associados APUSM Santo Garden - Restaurante Telefone: (55) 3027.7898 Descontos 10% para associados. Eleven Burger Telefone: (55) 99124.0288 Descontos 10% para associados.

Automotivo Superauto Telefone: (55) 3027.7974 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Minami Motors de Santa Maria Telefone: (55) 2101.1300 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Citroen - De France Telefone: (55) 3223.1001 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Concessionária Hunday Telefone: (55) 3027.9700 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Lavagem Zero Grau Fone: (55)99998.2050 / 99902.4477 10% de desconto para associados APUSM Unidas – Aluguel de carros Telefone: (55) 99641.8888 10% de desconto.

Hotéis Lar Residence - Porto Alegre/RS Fone/Fax: (51) 3226.6126 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Holiday Inn - Porto Alegre/RS Telefone: (51) 3378.2727 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Dall´Onder Hotéis (Bento Gonçalves - RS) Grande Hotel Telefone: (54) 3455.3555 Vittoria Hotel Telefone: (54) 3455.3000 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Hotel Jandaia - Santana do Livramento/RS Fone: (55) 3242.2288 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Hotel Continental Santa Maria - SM Telefone: (55) 3028.7070 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)


24

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novembro 2016

Jornal APUSM edição Novembro 2016  
Jornal APUSM edição Novembro 2016  
Advertisement