{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

R Santa Maria / RS / Brasil ANO 49 nº 06 Junho - 2016

Reverenciando os Pioneiros

Páginas 09, 10 e 11

Jurídicas:

O cálculo da aposentadoria por invalidez Página

05

Planos de Saúde:

Reajuste abaixo do índice da ANS Página

07

Literatura:

Escritores santa-marienses em destaque Página

14

Xadrez:

O resultado da Copa Arlindo Mayer Página

17


02

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016

EDITORIAL Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Fundada em 14/11/1967 Av. Nossa Senhora das Dores, 791 CEP: 97050-531 - Santa Maria/RS Fone/Fax: (55)3223 1975 ou (55) 32214856 - www.apusm.com.br E-mail: apusm@apusm.com.br

Una cena italiana na Associação Garantam seus convites para o jantar mais quente da APUSM. Os convites são limitados e estão à disposição no Setor de Eventos e na Secretaria da Associação. Mais informações pelo e-mail eventos@apusm.com.br ou pelos telefones (55) 3221 4856/ 9152 7083

Você é nosso convidado. Participe!

DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Tania Moura da Silva Vice-presidente: Eduardo Rizzatti 1º Vice-presidente: Darcila Castelan 1º Secretário: Martha Adaime 2º Secretário: Solange Fagan 1º Tesoureiro: Luiz Antônio Freitas 2º Tesoureiro: Gildo Meneghello CONSELHO DE CURADORES Titulares Waldyr Pires da Rosa Etevaldo Vargas Porto Julio Cesar Farret Suplentes Sirlei Dalla Lana Ronaldo Morales Pedro Romeu Bagioto JORNAL DA APUSM Fundado em 30/03/1971. Supervisão Geral Quintino Corrêa de Oliveira Gaspar Miotto Jornalista Responsável Ricardo Ritzel / MTB: 12773 Fone: (55) 3221-4856 Ramal 25 jornal@apusm.com.br Diagramação Rodrigo de Oliveira Fortes Revisão Prof. Leila Ritzel Tiragem 3.000 exemplares O Jornal da APUSM aceita a colaboração da Comunidade Universitária Distribuição gratuita e dirigido aos associados

Novos associados ADRIANO RUDI MAIXNER (UFSM) ANDRÉ LUIS DOMINGUES (UNIFRA) ARUNA NOAL CORREA (UFSM) BERNANRDO HENZ (IFF) CARLOS AYRTON JOSENDE PRATES (IFF) ELISEO SALVATIERRA GIMENES (IFF) IDO ALFREDO WEIS JOSITA SOARES MONTEIRO (UFSM) JULIANO DAMIÃO BITTENCOURT DE GODOI (UFSM) KELLY DE FATIMA CASTILHO (IFF) LAURA BEATRIZ DA SILVA SPANIVELLO (IFF)

LEANDRO OLIVEIRA FREITAS (UFSM) LIDIANE SCHIMITZ LOPES (IFF) LISE LENZ VIANNA (UFSM) LUCAS VIZZOTTO BELLINASO (UFSM) MARIANA DURIGON (IFF) NATALIA BRUCKER (UFSM) NELSON GUILHERME MACHADO PINTO (UFSM) ROGERIO CORREA ZURCHETTI (UFSM) TIAGO ANTONIO RIZZETTI (UFSM) VANESSA GINDRI VIEIRA (UFSM)

Acompanhe as notícias pela página da APUSM ou pelo facebook. Para receber nossas notícias por e-mail, mantenha o seu cadastro atualizado. * Caso queira atualizá-lo ou mandar alguma sugestão envie um e-mail para: jornal@apusm.com.br


Junho 2016

A

03

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Avaliando a nossa UFSM

consultoria QS Top Universities divulgou na semana passada um ranking avaliando todas as Universidades do mundo conforme a sua posição geográfica e socioeconômica. A Universidade Federal de Santa Maria apresentou resultados diversos, tendo subido entre os países em desenvolvimento e caído entre os demais países da América Latina. O grupo dos BRICS (sigla, em inglês, para Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) reúne os países considerados em desenvolvimento, ou seja, que apresentam índices de crescimento muito superiores ao esperado pelo seu papel geopolítico. Dentre as instituições de ensino superior destes países, a UFSM apresentou crescimento, da posição 121º para a 111º. Já entre as universidades dos 21 países que compõem a América Latina, a UFSM demonstrou queda, indo da posição de número 89 para o 99º lugar. Entre as instituições gaúchas, a UFSM ocupa o 3º lugar. Entre as brasileiras, o 24º, e

Foto: reprodução UFSM APUSM

no ranking mundial, o 701º. O ranking geral pode ser encontrado aqui em www.topuniversities.com. Nos BRICS, Universidade subiu para a

111º posição. Já entre as universidades dos 21 países que compõem a América Latina, a UFSM saiu do 89º para o 99º lugar. Fonte Jornal A Razão


04

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016

Crônicas

Por falta de um “clique”

Achei um homem

Celina Fleig Mayer*

A

moça deixou os anos passarem sem encontrar o amor de sua vida com uma conclusão: nunca teve um “clique” por ninguém.Tinha certeza que saberia “qual é o cara”, se desse o estalo. Ponderei que o tal sinal podia ser unilateral e, assim, não aconteceria nada. Então ela entendeu que, muitas vezes, somos incapazes de ver melhor a nossa volta, procurando alguém que não existe. Como reforço, contei a história de amor dos dois escritores, Marina Colassanti e Affonso Romano de Sant’Anna. Pois o Affonso amava a Marina, e ela não achava nada especial nele, muito menos ouvia sininhos tocarem com sua presença. E ele, humildemente, insistia. Até que pintou um pós-graduação no exterior, e ele teve de partir. Antes, entregou um maço de folhas com poemas que já escrevia na época. Para ela foi mais um sinal de que o cara não era seu tipo. Ora, um poeta! Atirou os versos numa gaveta, e esqueceu-os. Um dia, daqueles que não se tem vontade de fazer nada, nenhum convite para se divertir, Marina resolveu tomar um longo banho de banheira. Colocou os sais preferidos, muita espuma, e lembrou que tinha aquelas “porcarias” para ler.

Máximo José Trevisan*

Quem sabe achasse graça, se distraísse com a leitura, e até levantasse seu astral. Mergulhada na água, só a cabeça de fora, puxou das folhas e leu, uma a uma. E, diante dos versos do poeta, foi descobrindo, abismada, um homem maravilhoso. Começou a sentir saudade, vontade de revê-lo, que pena, o cara assim distante e inalcançável! Lembrou da insistência dele, ela sempre mantendo a pose. Procurou saber o telefone, informações sobre seu regresso. E quando aquela criatura, que partiu insignificante para Marina, pisou no aeroporto, ela o recebeu toda apaixonada. Terminei o relato e a moça do “clique” ficou muito quieta, nunca tinha pensado nisso, pois houve mais de um cara ao seu alcance, que não mereceu ser o eleito, só pela falta de um bate-coração mais apressado. Evidente que nenhum deles era, assim, um Affonso, penso eu, muito menos Romano de Sant’Anna; como ela, também, não era nenhuma Marina, assim tão Colassanti. Existiram pretendentes, com nomes menos pomposos, capazes de realizar os sonhos de felicidade dessa moça, só que ela, por não sentir o tal “clique”, despachou-os, um a um. E, encalhou... * Jornalista

D

iógenes de Sínope é conhecido através dos séculos como o filósofo da Antiga Grécia (404 a.C.-323 a.C.). Em 1878, passados mais de dois mil anos, Machado de Assis surpreende os leitores ao lembrar esse famoso personagem em uma crônica: ”Achei um homem; vou apagar a lanterna.” É que Diógenes andava pelas ruas de Atenas, com uma lanterna acesa, à procura de um verdadeiro homem. Assim, fazia ácida crítica à sua época e aos comprometidos com a riqueza e a fama. É dentro desse contexto que o autor de Dom Casmurro escreve: “Lá nos Campos Elíseos do teu paganismo, enforca-te, Diógenes, filósofo sem préstimo nem fortuna, arruador caipora, procurador de impossíveis. Eu, sim, achei um homem”. Machado se referia a um incógnito benfeitor das órfãs da Santa Casa que deu uma boa quantia em dinheiro de forma anônima, um verdadeiro “homem do Evangelho”, com espírito de caridade e “um certo desdém para os clarins da fama e rufos do tambor”. Ao ler o texto do mestre Machado de Assis, lembrei-me do que escrevi em 2001 - Procura-se um homem. Sem a acidez crítica de Diógenes, revelo o desejo de encontrar um homem cheio de humanidade: Procura-se um homem mais ocupado com a vida do que com os seus problemas. Procura-se um homem capaz de andar descalço no campo, colher pitangas vermelhas, ouvir o ruído quase silêncio de um pequeno córrego. Procura-se um homem que não sinta o sabor da marca de cigarro e, ao beber, não proclame o rótulo da garrafa. Procura-se um homem

capaz de compreender e perdoar, de servir ao pobre e ao marginalizado e não deles se servir na política, na economia e na religião. Procura-se um homem sem pressa, que tenha tempo para a amizade, que goste de dinheiro e o deteste. Procura-se um homem que elogie sem bajular, critique sem destruir, ande sem tropeçar nos outros caminhantes.” Mais de uma década depois de ter escrito essa crônica, senti vontade de também dizer a Diógenes: “Achei um homem; vou apagar a lanterna.” Ele nasceu numa manjedoura em Belém, viveu só trinta e três anos, anunciou intensamente a paz, a fraternidade, o amor e depois tragicamente deu a própria vida para salvar o mundo. Por isso, Diógenes: apaga a lanterna! Mas quero ainda dizer: não foi só Ele que achei, ao longo dos meus dias e anos, mas outros homens e mulheres, que não estão nas tevês e nas páginas dos jornais, mas, anônima e generosamente, doam o melhor das suas vidas aos outros sem esperar recompensas, sem buscar elogios ou rufar de tambores, convivendo muitas vezes com críticas injustas. Esses homens e essas mulheres, à semelhança de Zilda Arns, Carmem Moraes, Ivo Lorscheiter e tantos outros, são quem Diógenes, na antiga Grécia, procurava. São os que tornam possível a excluídos e oprimidos recuperar a dignidade, ser mais felizes ou menos infelizes, homens e mulheres que fazem o mundo mais justo e luminoso. Apaga a lanterna, Diógenes! * maximotrevisan@uol.com.br – advogado, professor, integrante da Academia Santa-Mariense de Letras (ASL)

Novidades na Telefonia APUSM: A Telefonia APUSM informa aos associados o novo plano Claro. Por R$ 12,20, você fala de graça, TARIFA ZERO em ligações locais com pessoas do plano Claro APUSM. Outra novidade é o plano de internet. O pacote fidelidade por 12 meses, renovável automaticamente pela APUSM ( para efetuar cancelamento, favor entrar em contato). Confira:

100 MB = R$ 19,90

300 MB = R$ 29,90

2 GB = R$ 59,90

5 GB = R$ 74,90

OBS: Todos pacotes com redução de velocidade para 128 kbps após o consumo da franquia.


Junho 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

05

Jurídicas

O cálculo da aposentadoria por invalidez

O

s servidores que ingressaram no serviço público após 31 de dezembro de 2003 e precisam se aposentar em razão de invalidez causada por moléstia profissional, doença grave, contagiosa ou incurável, estão tendo seus proventos calculados com base na média aritmética das contribuições vertidas ao sistema previdenciário, e não com base no valor equivalente à última remuneração. No entanto, decisões judiciais estão demonstrando entendimento diverso. Segundo precedentes da Justiça Federal do Rio Grande do Sul, a Constituição Federal prevê o direito aos proventos integrais, sem cálculo pela média aqueles que se aposentam por invalidez, em razão de acidente em serviço, moléstia profissional ou doença grave, contagiosa ou incurável. Em razão disso, é necessário avaliar bem a regra que está sen-

do utilizada para a concessão da aposentadoria, para que não sejam calculados e pagos proventos de

aposentadoria inferiores aos efetivamente devidos. Fonte: Wagner Advogados Associados.

Adesão à Previdência Complementar não deve ser obrigatória Com a Lei 13.183/15, servidores públicos não podiam optar pela inclusão ou não ao plano.. O Partido PSOL e o SINASEFE Nacional (representado por Wagner Advogados Associados) ingressaram com Ação Direta de Inconstitucionalidade contra o art. 4º da Lei 13.183/15. O referido dispositivo altera a Lei 12.618/12, que prevê para os servidores públicos os benefícios de aposentadoria e de pensão obrigatoriamente sujeitos ao teto do Regime Geral da Previ-

dência Social (RGPS), desde que implementando um Regime de Previdência Complementar. Deste modo, para que um servidor público federal venha a ser beneficiário de valores superiores ao teto dos benefícios do RGPS deverá, por opção, aderir ao plano de previdência complementar da FUNPRESP-EXE, EXECPREV, LEGISPREV ou FUNPRESP-JUD. Contrária a esse dispositivo, a Lei 13.183/15 retirou a natureza facultati-

va da adesão aos planos de previdência complementar, tornando-a obrigatória. Essa adesão deve, em razão de expressa ordem constitucional, ser facultativa e jamais compulsória. Desse modo, tem-se por manifesta a inconstitucionalidade do art. 4º da Lei n. 13.183/15. O pedido dos autores é declarar inconstitucional o artigo 4º da Lei n. 13.183, de 04 de novembro de 2015, com efeitos retroativos. A ADI recebeu o nº 5.502. Fonte: Wagner Advogados Associados.

O advogado e sócio do escritório Wagner Advogados Associados, Flávio Ramos, realiza todas as quintas-feiras pela manhã, das 10h ao meio-dia, orientações jurídicas aos associados da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM). Ramos é especializado nos assuntos relacionados a questões funcionais do servidor público como: carreira, vínculos do professor ao serviço público, entre outros. O escritório atua nesta área há cerca de 30 anos. Neste ano o escritório também está atendendo aos professores associados que possuem vínculos com instituições particulares. Assuntos relativos ao regime geral da previdência - INSS destes associados podem ser esclarecidos pelos advogados. Para isso, basta que o associado utilize este serviço nas quintas-feiras.


06

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016


Junho 2016

07

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Planos de Saúde

A

Reajuste menor para associados

ssociados da APUSM e seus familiares garantiram mais um benefício neste primeiro semestre de 2016. Desta vez é em relação aos planos de saúde administrados pela Associação junto à operadora UNIMED-Santa Maria. As direções das duas entidades confirmaram que, em negociação realizada ao longo do ano, chegaram ao acordo com 10% de reajuste anual, um número abaixo em 3,57% do índice autorizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). “A excelência das relações entre a direção da APUSM e a diretoria da UNIMED Santa Maria permite que possamos usufruir coletivamente deste benefício, principalmente em tempos tão difíceis para nossa eco-

nomia”, enfatizou a presidente da Associação, Tania Moura da Silva. A ANS confirmou em publicação no Diário Oficial do dia 6 de julho um reajuste de até 13,57% nos planos de saúde individuais e familiares. O percentual, válido para o período de 1º de maio de 2016 a 30 de abril de 2017, atinge cerca de 8,3 milhões de beneficiários – cerca de 17% do total de 48,5 milhões de consumidores de planos de assistência médica no Brasil. O índice atinge apenas planos individuais e familiares. O reajuste de planos coletivos empresariais é calculado com base na livre negociação entre as operadoras e as empresas, fundações, associações e conselhos profissionais.

Curtas da Associação - Carteiras UNIMED – Atenção usuários dos Plano de Saúde APUSM: o setor responsável lembra os associados para observar data de validade dos cartões. Qualquer dúvida ou outra informação entrar em contato em nossa sede social ou através do email: apusm@apusm. com.br - Petit Comité I – Uma ótima opção para reuniões profissionais ou pequenos encontros sociais e culturais é o Espaço Cultural da APUSM, inaugurado no final do ano passado na sede da Associação. O local, além da tradicional elegância de nossos salões, oferece uma petiscaria totalmente equipada para satisfação gastronômica dos nossos

associados, familiares e amigos. - Petit comité II – Para reservar o Espaço Cultural, basta entrar em contato com o Setor de Eventos da APUSM, na sede da Associação ou através do e-mail evento@apusm. com.br. Para sua comodidade, outras informações ou esclarecer dúvidas podem ser feitas pelo telefone:(55) 3223-1975. - Cinema I - O último curta-metragem do cineasta santa-mariense, Luis Carlos Grassi, está com todas suas cenas gravadas e já entrou em fase de edição. A obra, ainda sem data

de estreia, tem apoio da APUSM e também vai realizar seu lançamento no Salão Cultural da Avenida Dores. - Cinema II - Grassi, que é professor aposentado da UFSM e também associado APUSM, tem uma longa lista de trabalhos audiovisuais assinados como diretor, diretor de fotografia e ator, além de participações em festivais de cinema e mostras internacionais da sétima arte. - Xadrez I – Devido a grande procura por informações

sobre horários de atividades do Departamento de Xadrez da Associação, a diretoria do setor informa que o Santa Maria Xadrez Clube e a APUSM disponibilizam tabuleiros e peças para disputas de partidas amistosas entre aficionados no esporte durante os dias de competições na Associação. - Xadrez II – O Departamento de Xadrez também informa que com a próxima inauguração de uma sala na sede da APUSM com uso exclusivo para os enxadristas da APUSM e do Santa Maria Xadrez Clube, um novo horário de atividades será divulgado no site da Associação e aqui no Jornal da APUSM.


08

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016

Um show de Improviso na Associação

M

ais que um happy hour ou uma atividade extraclasse, o Improviso, evento promovido pela Musiartes e APUSM, busca criar uma integração entre alunos, professores e a comunidade. O encontro que passou a ter como sede o Salão Cultural da APUSM, há cerca de dois anos, sublinha o que todos já descon-

fiam: não é improviso, é talento. Cerca de 20 interpretações, aqueceram as mais de 150 pessoas que se dirigiram a APUSM na quarta-feira fria de 8 de junho, para apreciar grandes sucessos nacionais e internacionais. Ao fim de cada apresentação, os músicos foram aplaudidos, sem exeções, em pé.

Para o diretor da Musiartes e idealizador do encontro musical, Henrique Schneider Pereira, o Improviso Show é um momento relax realizado com o intuito do aluno perder a timidez e passar a se familiarizar com o palco e público. Pereira destaca também o porquê da Associação dos Professores como

Depois do já tradicional Jantar do Bife à Milanesa, o Coral APUSM tem o prazer de convidá-los para a sua primeira

FEIJOADA!

ponto de encontro. “Aqui é um lugar diferenciado. Os pais gostam, nós gostamos, pois alia beleza, boa localização e aconchego”, disse ele sobre o Salão Cultural. Henrique ainda conclui, “a parceria entre a APUSM e a escola de música só tende a crescer”. Lorenzo Franchi

DIA 25 DE JUNHO - sábado! Local: No Salão Panorâmico da APUSM - Av. Nossa Senhora das Dores, 791. E mais uma coisa: VAI TER BINGO! Prêmios super legais para divertir a noite. Leve o trevo de quatro folhas e torça para ser um dos ganhadores! Valor: R$35,00 Ingressos a venda com os coralistas.

Esperamos vocês lá!


Junho 2016

09

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Café dos Pioneiros

A

Um Café de história e tradição

introdução do Ensino Superior no interior do Brasil é uma das histórias mais ricas que Santa Maria oferece aos seus habitantes. É uma saga belíssima que nos deixa um grande legado e os relatos daqueles tempos, construídos ao longo destas últimas cinco décadas pelos professores pioneiros, são por si só, uma grande lição polifônica de vida. São histórias que falam de muito trabalho, de vidas com dedicação ímpar à Educação e, principalmente, de como se constrói um sonho coletivamente. É são estas as primeiras razões que levam a Associação a promover e realizar o Café dos Pioneiros, que este ano chega a sua quarta edição com muitos reencontros, lembranças e, é claro, muito sucesso. Por isto, o encontro no Salão

Panorâmico da APUSM, realizado no último dia 15 de junho, iniciou com reverências aos mestres que deixaram sua marca nesta história, levando muita emoção aos altos da

Associação, além de conversas animadas, emoções e ótima gastronomia. Foram homenageados seis professores pioneiros, ou bandeirantes

desbravadores, como tão bem definiu a presidente da APUSM ao abrir o evento: Carlos Edison Domingues, Zaíra Napoleão, José Antonio Brenner, Luis Gonzaga Isaia, Paulo Irajá de Abreu e Josefino Franceschetto. Todos, além do carinho dos presentes ao evento, receberam uma placa comemorativa entregue pela vice presidente da Associação, professora Darcila Castelan. A empresária Elbia Borges ressalta que participa da celebração já há três oportunidades e destaca, “o Café dos Pioneiros é um evento que nos sensibiliza a participar”, salienta. Segundo ela, “já virou tradição. Sempre que for realizado, seremos presença garantida”. Ela ainda conclui, “...instituições como a APUSM, que valorizam o passado, pensam o presente e projetam o futuro, só tendem a crescer.”


10

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Café dos Pioneiros

Zaira de Jesus Teixeira Napoleão

José Antonio Brenner

Paulo Irajá Coelho de Abreu

Edson Domingues

Josefino Francesquetto

Luis Gonzaga Isaia

Junho 2016


Junho 2016

Café dos Pioneiros

C

ucas, chás, chocolate quente, tortas salgadas e bolos variados deram o tom na quarta edição do Café dos Pioneiros da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria. Cerca de 70 pessoas participaram do encontro. No roteiro, um dos pontos altos ficou por conta da homenagem a seis professores pelos seu comprometimento, zelo, responsabilidade e contribuição com a educação superior de qualidade em Santa Maria. Confira algumas presenças:

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

11


12

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016

Cinema

Telão em casa

por Carlos Costabeber

A Grande Aposta Título original: “The Big Short” Perfeita interpretação do que ocorreu às vésperas da quebra do sistema bancário americano (2008), levado pela “bolha especulativa” de bilhões de dólares em dividas imobiliárias. E a visão que alguns poucos especialistas tiveram de que o sistema iria implodir, e que poderiam ganhar muito com isso. O difícil para os leigos no assunto, é entender o jargão típico dos operadores de Wall Street. De resto, é um filme realmente… ESPETACULAR!

O Regresso Título original: “The Revenant” O magistral desempenho de Leonardo DiCaprio é que tornou esse filme famoso, ao interpretar Hugh Glass, um caçador no inicio do século 19 nas florestas nevadas de Dakota do Norte. Achei cansativo (156′) e muito dramático, pois a dor e as adversidades parecem não ter fim. O filme vale por DiCaprio, ganhador do Oscar de Melhor Ator desse ano.

O Experimento do Aprisionamento de Stanford Título original: “The Stanford Prison Experiment” Uma coisa muito louca, essa experiência realizada em 1971 na Universidade de Stanford, pelo psiquiatra Philip Zimbardo. Ele queria estudar os efeitos da prisão no comportamento humano, e selecionou 24 estudantes para desempenharem os papéis de “guardas” e “prisioneiros”. Como era de se prever, foi um fracasso! INTERESSANTE, apesar das cenas de agressões e maus tratos.

Sobrevivente Título original: “Djúpið” Durante o inverno de 1984, um barco pesqueiro naufraga no Atlântico Norte, nas proximidades da Islândia. Os tripulantes tentam sobreviver, mas apenas Gulli se salva. Ele era um homem comum, acima do peso, e com poucos amigos ou familiares. Após nadar por seis horas nas águas geladas, ele consegue chegar a salvo. Isso levou os médicos a realizarem muitos exames, para explicar o milagre de sua sobrevivência. Baseado em fatos reais! IMPERDÍVEL!


Junho 2016

13

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Artes Plásticas

Literatura

Sergio Pires – O Livro

Easy

Exposição

Um bom pedaço de história docente santa-mariense foi resgatado na noite do dia 31 de maio com o lançamento do livro ‘Sergio Pires. Uma vida Política’, de autoria da professora Cecília Pires, aposentada do departamento de Filosofia da UFSM e ex-companheira do sindicalista que dá nome à obra. De certa forma, a concretização do livro encerrou um processo que se estendeu ao longo de 25 anos, já que desde o falecimento de Sergio, no ano de 1990, a professora conserva o objetivo de tornar documento parte de suas memórias, conectadas intensamente à luta sindical, à universidade e à própria cidade de Santa Maria. Como sintetizou o professor Adriano Figueiró, então presidente da Sedufsm: “não se trata apenas da história de uma pessoa; é a história de uma construção coletiva”. E para dar conta de reconstruir a caminhada de Pires, Cecília explicou durante o lançamento, que buscou contato com amigos e pessoas que partilharam do breve convívio com ele, falecido aos 44 anos. O livro de memórias do professor Pedro Coelho também foi citado como importante para a pesquisa, além da consulta às memórias da própria docente e autora da obra, visto que conhecera e caminhara ao lado de Sergio desde seus 12 anos. A obra possui aproximadamente 120 páginas e tem o prefá-

cio escrito pelo professor Adriano Figueiró. Ao longo da publicação, textos datilografados por Sergio Pires, recortes de jornais em vários momentos históricos narrando a intensa militância do professor, além de fotos inéditas. No prólogo da obra, a autora resume a trajetória de Sergio, destacando desde a militância no movimento secundarista, nas comunidades de base da Igreja Católica, no Movimento Negro, e passando pelas grandes contribuições no debate em defesa da universidade e da categoria docente. Um sujeito de esperança - Ao descrever o ex-companheiro, Cecilia diz: era um sujeito de esperança. “Fico contente porque a vida continuou para mim, meus filhos, netos e para todos que aqui estão com uma coragem de luta, de acreditar que a vida pode ser diferente e que, apesar de todas as dificuldades que enfrentamos, nós conseguimos pensar que existe um amanhã. A seção sindical é responsável pelo lançamento da obra, disponível gratuitamente a todos os sindicalizados. Quem desejar obter o livro ‘Sergio Pires. Uma Vida Política’ basta se dirigir à secretaria da Sedufsm, com horário de funcionamento entre 8h e 12h e 14h e 18h, de segunda a sexta-feira. Já quem reside fora da cidade pode contatar o sindicato e solicitar o envio de um exemplar.

Salão Cultural da APUSM Das 8h às 12h e das 14h às 18h Entrada gratuita Texto: Bruna Homrich Fotos: Rafael Balbueno (Assessoria de Imprensa da Sedufsm)


14

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016

Literatura

Uma aventura da Boca do Monte

O

Castelo da Masmorra é o primeiro volume de uma série de quatro livros intitulada O Último Reino. Esse é o livro de estreia do autor Luiz C. C. Pereira, lançado na última Feira do Livro de Santa Maria e que fisga o leitor com descrições que nos faz sentir como se estivéssemos realmente passando por essa aventura, algo que muito me agradou. O interessante é que vamos descobrindo a história da terra de Ad’Ham à medida que os personagens conversam; não há longas descrições sobre o que aconteceu àquele povo, fato que gera mistério nos guiando a avançar. O autor conseguiu inserir elementos culturais (como o chimarrão, além de Botânica) em forma de costumes do povo local, o que foi lúdico e criativo. O livro é curto, porém nota-se que tem mais a ser desenvolvido nas histórias subsequentes. Além de seu pequeno tamanho, o ritmo da leitura, narrado em terceira pessoa, é veloz. Com poucas palavras, muito é dito. Talvez tenha sido por isso que achei que faltou um pouco mais de aprofundamento no texto, embora seja uma his-

tória muito boa. O livro conta ainda com um apêndice informando os significados para nomes de personagens e algumas notas complementares à leitura. Fica a dica para quem curte aventura, com cenas de ação, fantasia e histórias medievais. O autor é funcionário da UFSM, trabalha no Hospital Universitário de Santa Maria e é associado APUSM. *(Fonte: Clóvis Marcelo-Blog De Frente Para Os Livros)

A Obra pelo autor: Como surgiu a ideia de escrever “O castelo da masmorra”? Gosto de escrever e desenhar. Creio que tudo começou por aí. Certo dia me sentei diante do computador, abri uma página em branco do Word e comecei a escrever a primeira cena. Nada pensado em termos de continuidade. Depois, percebi que tinha ficado um texto bom (porque antes de apresentar um trabalho para outras pessoas apreciarem, creio que o próprio autor precisa gostar do que escreveu). Levei alguns dias para pensar no enredo principal que deveria nortear a história, os personagens e a ambientação. Quando comecei mesmo a pôr em prática o processo de criação, ainda não tinha ideia da amplitude que a obra tomaria. O livro será uma série? Quantos livros? Para não apressar a história, e ter o espaço necessário aos enredos e o desenvolver das tramas e mistérios (que são muitos), estou

trabalhando num total de quatro livros, sendo que “O castelo da masmorra” é o “livro 1”. Os quatro livros são parte da saga (ou série, como queira) intitulada: O Último Reino. Este, estou lançando pela Chiado Editora, uma empresa lusitana que publica aqui e em Portugal, inclusive, o livro já consta na livraria online da Chiado e da Bertrand. Para os que gostam da versão ebook, está para ser lançado também na Amazon.

Professora da Unipampa lança livro sobre propaganda Nas próximas semanas deve chegar às livrarias de todo o Brasil a obra O Argumento Ético-Social na Propaganda: Uma Marca da Contemporaneidade, a qual situa a função da publicidade e propaganda no sistema capitalista, como sua linguagem retrata as relações sociais e o cenário contemporâneo. Ao comparar a estrutura dos anúncios analisados com a com-

posição tradicional das mensagens mercadológicas, a autora revela importantes estratégias dos argumentos ético-sociais, entre elas, a convergência da comunicação institucional, social, mercadológica e de relações públicas e mensagens verbais e visuais com foco nas pessoas reais e suas necessidades. A autora integra o corpo docente da Universidade Federal do

Pampa, campus São Borja/RS, onde atua na área de planejamento da comunicação mercadológica e pesquisa temas relacionados à produção de sentidos no/do discurso publicitário. O livro já pode ser adquirido pelo site da editora Paco. http:// www.pacolivros.com.br/O-Argumento-Etico-Social-na-Propaganda/prod-4225848/


Junho 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

15

Literatura Professor Aguinaldo Severino

“Os Mortos”- Um Joyce dos diabos!

E

ssa é uma edição muito especial de “Os mortos”, conto de James Joyce que encerra a coletânea “Dublinenses”, publicada originalmente em 1914 (muito embora esse conto tenha sido finalizado um bom tempo antes, quando Joyce vivia em Trieste, em 1907). Trata-se de uma edição bilíngue e a tradução é assinada por Tomaz Tadeu. Nela o leitor tem direito a um conjunto robusto de notas, que explicam as passagens mais enigmáticas do livro, uma breve introdução e um link de acesso a um mapa onde os locais mencionados no conto estão assinalados. O tradutor alerta na introdução que foi obrigado a fazer ligeiras adaptações devido a uma restrição editorial, que foi a necessidade de deixar os parágrafos traduzidos com o mesmo número de linhas dos respectivos parágrafos originais, de forma a permitir a leitura em paralelo dos dois. Não me pareceu nada que prejudique essencialmente o texto. Como sabe qualquer sujeito que tenha lido “Dublinenses”, trata-se de uma das histórias mais poderosas e bem escritas de Joyce. O leitor acompanha uma festa de epifania, um jantar de gala, com direito a música e bebidas, que acontece num dia 6 de janeiro, provavelmente o de 1904. Quem dá a festa são as irmãs Morkan, Kate e Júlia, duas senhoras idosas. Joyce utilizou duas tias avós maternas suas na concepção destas personagens. O local da festa é o número 15 de um dos “Quays” da margem direita do rio Liffey, aquele conhecido por “Usher’s

Island”. Hoje esse endereço fica exatamente defronte a entrada sul da James Joyce Bridge, uma ponte projetada pelo arquiteto Santiago Calatrava. Nesse endereço ainda existe uma casa que foi propriedade das duas tias avós de Joyce e onde deveria funcionar um museu ou casa de cultura (mas que não está regularmente aberto ao público, infelizmente). Por uma sorte dos diabos, através de um amigo irlandês, o John Murphy, conheci o atual proprietário da casa, um sujeito chamado Brendan Kilty, e a visitei numa noite de inverno em 2015 alternando Irish whiskey e Guinness (mas esta é outra história, que um

dia conto com detalhes). Pois no conto de Joyce acompanhamos os frenéticos preparativos para a festa e logo uma elaborada apresentação de todos os personagens que chegam. Gabriel Conroy, sobrinho das anfitriãs, que fará um discurso de encerramento do jantar, é um dos últimos a chegar. Conroy é um sujeito afetado, que imagina serem superiores suas opiniões sobre a complexa relação política e social entre Irlanda e Inglaterra. Mas o que o leitor acompanha na história são as sucessivas mostras de quão errado está Conroy, não apenas sobre a situação de seu país (não exatamente um país, pois a Irlanda ainda estava sob administração inglesa naquela época), mas também sobre a forma como ele se relaciona com os demais e com sua mulher. Após a festa Conroy e a mulher rumam para a O’Connell Street, onde fica o hotel em que ficarão hospedados. Conroy parece animado e ansioso , mas quando confronta a tristeza que nota na mulher ela lhe conta que uma das músicas cantadas na festa a fez lembrar-se de um rapaz por quem foi apaixonada e que morreu numa noite fria como aquela. Conroy percebe de súbito a tolice de sua vaidade, do vazio das palavras que proferiu no discurso e do quão pouco conhece sua mulher e a si mesmo. Sua existência é patética, sabe ele agora. Que história dos diabos. “Os mortos”, James Joyce, tradução de Tomaz

Tadeu, Belo Horizonte: editora Autêntica, 1a. edição (2016).


16

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016

Esporte

Um jogo para ficar na memória

O

esporte mais popular do país transcende à bola, à chuteira e aos 11 jogadores. Sai do campo, passa para as arquibancadas, flamula em bandeiras e ecoa com o grito de gol. O colorido da tarde fria e cinzenta do sábado, 28 de maio, deu-se pela habilidade dos atletas das equipes de veteranos, categoria 60 anos, da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria. Era clássico, mas engana-se quem pensa que foi um jogo feio. Disputado, sim. Na bola. Logo no início da partida, quem atacava era a APUSM B. “Os laranjas” queriam abrir o placar a qualquer custo. Em 15 minutos, foram quatro escanteios ao seu favor, sem êxito. Aos poucos a APUSM A reequilibrou o confronto. Aos 25 minutos, num contra-ataque o camisa 10, Abel, foi tocado na área, pênalti. Cobrado e convertido por ele. Confiantes os atletas de farda azul queriam mais, e conseguiram.

Num cruzamento da direita Danielzinho subiu sozinho para ampliar o marcador. Fazendo valer a máxima, “o jogo só acaba quando termina”, a APUSM B entrou para o segundo tempo. Precisando vencer para sonhar com a classificação, o time foi só pressão. Toques rápidos, aproximação dos homens de frente foram a receita para virar o jogo e decretar de goleada a vitória por 4 a 2 com gols de Feltrin, Fornel e Elvio, duas vezes. Classificação assegurada: No confronto seguinte do time B, diante do Aliado, no campo do adversário, a equipe saiu vencedora por 3 a 2 e garantiu a sétima colocação que assegurou ingresso na segunda fase. A APUSM B está na chave D junto da Biomédica, do União/ Imembuy e do Aliado. As quatro equipes se enfrentam em turno e returno. As duas melhores colocadas vão para o quadrangular final. Lorenzo Franchi

Tabela de jogos APUSM Confira os próximos confrontos do time veterano: 2ª Rodada- 18/06 Campo 2 DE NOVEMBRO

Equipe APUSM B

X

Equipe BIOMEDICA

3ª Rodada- 25/06 Campo ALIADO

Equipe ALIADO

X

Equipe APUSM B

Imembuy APUSM Os atletas da Equipe Imembuy APUSM, categoria 50 anos estão na disputa pela vaga no quadrangular final da categoria. A equipe da Associação divide a chave C com a Assoc. Fighera, Xavante, ATC Montese, AFE Medianeira, Aliado, Bal. Bella Vista e o Chamongo.

Tabela de jogos da Equipe Imembuy/APUSM Quatro partidas já foram disputadas. Confira as próximas rodadas (com datas definida): 4ª Rodada- 18/06 Campo Equipe ALIADO ALIADO 5ª Rodada- 25/06 Campo Equipe MONTESE ATC/MONTESE 6ª Rodada-02/07 Campo Equipe IMEMBUY IMEMBUY/APUSM 7ª Rodada- 09/07 Campo Equipe MONTESE BAL. BELA VISTA 8ª Rodada- 16/07 Campo Equipe IMEMBUY IMEMBUY/APUSM

X

Equipe IMEMBUY/APUSM

X

Equipe IMEMBUY/APUSM

X

Equipe AFE MEDIANEIRA

X

Equipe IMEMBUY/APUSM

X

Equipe ALIADO


Junho 2016

17

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Esporte

P

Todas as emoções do Xadrez

or um lado, estudos e pesquisas das mais conceituadas instituições apontam que o jogo de xadrez é um grande aliado na Educação de jovens e crianças e uma ótima atividade recreativa na velhice, que retarda, e muito, a senilidade e os sintomas de Parkinson, entre outras enfermidades típicas da idade avançada. Por outro, pouca gente sabe que o xadrez de competição é um dos mais emocionantes esportes praticados pela humanidade, com uma intensa disputa intelectual, um forte embate físico e, sobretudo, o confronto de ideias, uma das mais apaixonantes emoções humanas. E foi isto que aconteceu na Copa Arlindo Mayer de Xadrez Absoluto e Estudantil, realizada nos últimos dias 28 e 29 de maio no Salão Panorâmico da Associação. Com a presença dos melhores enxadristas de Santa Maria, sendo dois deles mestres e um candidato a mestre, a Copa foi muito além de uma justa homenagem ao idealizador e fundador do Departamento de Xadrez da APUSM que reuniu nos altos da Associação mais de 40 enxadristas de Santa Maria e região, além de professores, amigos e familiares dos competidores. Foi uma competição bastante disputada, com partidas acirradas em todas as rodadas e muitas reviravoltas, surpresas e emoções. No mínimo, podemos dizer que o torneio não era indicado para cardíacos. Tanto que os principais favoritos não levaram para casa o prêmio oferecido ao primeiro colocado, mesmo eles jogando (como sempre) um xadrez de alto nível. Embora também, o campeão não seja nenhuma surpresa tão inesperada assim. E, muito antes do resultado final, uma constatação: a Copa nos trouxe a certeza de que temos um ótimo grupo e a parceria com o Santa Maria Xadrez Clube é um sucesso. E, o melhor, este grupo está crescendo, tanto qualitativamente como também quanticamente! Estão de parabéns todos os

participantes, APUSM, SMXC e, é claro, estão de parabéns mais que especial o campeão absoluto, Valdemir Ribeiro Albuquerque, o campeão estudantil, Victor Mafinni. assim como o grande homenageado deste bonito evento esportivo, professor Arlindo Mayer. Afinal, com a iniciativa do professor Arlindo em organizar e colocar em atividade o Departamento de Xadrez da APUSM, nestes últimos três anos, a Associação já foi sede de duas finais do Campeonato Brasileiro Absoluto de Xadrez Rápido e Blitz, uma final do Campeonato Gaúcho Absoluto de Xadrez, promoveu mais de 25 torneios de âmbito municipal e regional, além de ser representada em competições como Pan Americano Amador 2015, Copa Latina 2015, Aberto de Gibraltar 2015 e 2016, Mundial de Veteranos 2016 e Brasileiro Amador 2015, entre outras competições estaduais gaúchas e catarinenses. Sobre o torneio estudantil, só uma frase para definir: não tem preço presenciar jovens de 8 a 17 anos disputando com tanta alegria partidas de xadrez. E uma certeza: a iniciativa da direção da APUSM em incentivar a prática deste esporte entre o meio estudantil de Santa Maria deve se repetir. Confira nos quadros ao lado os resultados finais:

Copa Arlindo Mayer de Xadrez Estudantil Geral 1º. Victor Maffini 2º. Patrick de Mattos 3º. Samuel Silva da Silva 4º. Eduardo Conceição de Abreu 5º. Leonardo Lencina Nunes

Sub-14

Categorias

1º. Leonardo Lencina 2º Juan Machado

Sub-10

Sub-12

1º Eduardo Conceição de Abreu 2º lugar Diogo Flores

1º Vitor Samuel da Silva 2º Nícolas Coutinho P. da Silva

Copa Arlindo Mayer de Xadrez Absoluto Campeão: Valdemir Ribeiro Albuquerque Vice-campeão: Ivan Boere de Souza 3º lugar: Francisco Dejeanne 4º lugar: Leonardo Bortolloti 5º lugar: Fábio Freitas

Copa Arlindo Mayer de Xadrez Torneio Aberto de Outono foi realizado no sábado, dia 4 de junho, quando também aconteceu a cerimônia de premiação da Copa Arlindo Mayer de Xadrez. O resultado final da competição foi o seguinte: Categoria Absoluta: (da esquerda para direita) Valdemir Ribeiro Albuquerque (2º) Mestre Fide Ivan Boere de Souza (campeão), Candidato a Mestre Jorge Alberto Duardes Boabaid (4º) e Ricardo Ritzel (3º). No torneio estudantil, Samuel Silva em primeiro lugar, Leonardo Lencina em segundo e Gabriel Nunes em terceiro.


18

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016

Saúde

H1N1 já fez 886 mortes no Brasil

O

vírus H1N1 já matou 886 pessoas no País desde o início do ano até o dia 4 de junho, segundo boletim divulgado pelo Ministério da Saúde. Com a chegada da primeira grande frente fria do ano, no início de junho, em uma semana, foram registradas 122 novas mortes pelo vírus. No ano passado, o Brasil registrou 36 mortes por H1N1; em 2014, tinham sido 163 mortes e, em 2013, 768 óbitos pelo vírus. Ao todo, foram notificados 4.581 casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por influenza A/H1N1 ao longo de 2016. A SRAG é uma complicação da gripe. Em uma semana, foram registrados 603 novos casos de SRAG por H1N1 no País. Além das mortes pela influenza

A/H1N1, houve ainda 93 mortes por outros tipos de influenza. São Paulo foi o estado com o maior número de

Tire suas dúvidas sobre a vacina.... - A vacina contra gripe funciona? A Vacina contra gripe é eficaz em cerca de 89% dos casos, desde que tomada na época adequada. - A vacina contra gripe é segura? Ela é muita segura, sendo usada em todo o mundo e não dando reações colaterais graves. - Quando começa a fazer efeito a vacina contra gripe? Cerca de 15 dias após a vacinação já começam a surgir os anticorpos que darão a proteção contra a gripe, sendo que esta proteção máxima será atingida após aproximadamente 45 dias. - Por quanto tempo dura a imunização pós-vacina? Como o vírus da gripe sofre mutação a cada ano, o tempo de duração da vacina é de 1 ano.

- A vacina contra gripe pode causar gripe? Não. A Vacina contra gripe é uma vacina inativada e fracionada, o que significa que os vírus estão mortos e replicados, não podendo se reproduzir dentro do organismo das pessoas vacinadas; no entanto, podem produzir uma resposta imunológica protetora. - Por que algumas pessoas, mesmo com a vacinação, ficam doentes ? A Vacina contra gripe protege da gripe, porém, não protege dos resfriados e de outras infecções que também ocorrem no inverno e têm sintomatologia semelhante. Devemos estar atentos ao fato de que cerca de 10% dos indivíduos vacinados podem ter gripe, porém, de uma forma mais branda. Fonte: www.vacinacontraagripe.com.br

mortes por influenza, correspondendo a 45% do total no País. Vacinação atingiu 95,5% do

público-alvo. Segundo o Ministério da Saúde, a campanha nacional de vacinação contra a gripe vacinou mais de 47,6 milhões de pessoas, o que corresponde a 95,5% do público-alvo. A campanha é destinada a alguns grupos prioritários: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade. A vacina aplicada é a trivalente, que protege contra H1N1, H3N2 (ambos vírus da Influenza A) e uma cepa da Influenza B. A campanha se encerrou no dia 20 de maio. (AG)


Junho 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

19


20

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016

Artigo

Meio ambiente – uma realidade palpável… uma necessidade inadiável… Eloisa Antunes Maciel

E

mbora muitas pessoas tendam a restringir o conceito de meio ambiente ao espaço físico de inserção e vivência humanas, esse conceito possui um sentido tão amplo quanto deveria ser a responsabilidade dos humanos, ou seja, de seus usufrutuários – por vezes travestidos de “defensores” incondicionais. Todavia, não é incomum verificarmos a negligência desses usufrutuários– e também a nossa - frente à preservação e a atenção devida ao seu entorno imediato – seu bairro, sua rua, seu(s) núcleo(s) de convivência – ou, ao menos a preservação do seu próprio quintal… (E, diga-se, muitas vezes essas pessoas nos surpreendem com seus discursos inflamados ao discorrerem sobre o assunto - o Meio Ambiente, claro…). No entanto, o amplo meio em

que vivemos – e “ambientamos” não somente nossas vivências físico-espaciais, como também os nossos hábitos mentais e atitudes, constituem uma realidade tão palpável quanto palpitante no sentido de apontar aos seus usufrutuários a ingente e inadiável necessidade – não apenas de simples preservação

– mas de testemunhos de respeito, cuidados específicos e oportunos, bem como de providências sistemáticas requeridas por contingências mesológicas – previsíveis ou ocasionais, como as chamadas “secas”, enchentes e /ou outros fenômenos emergências que, por suas implicações e/ou abrangência, requererem

ações adequadas sob modalidades de intervenção que visem a minimizar efeitos devastadores, bem como gerar ideias saneadoras que se integrem em práticas permanentes e progressivas através de atitudes conscientes e comprometidas com a verdadeira preservação ambiental… E lembremos que essas relevantes atitudes não se delimitam à dimensão físico-espacial, mas se configuram, fundamentalmente, na dimensão que renomados estudiosos denominam de atitudes mentais… Portanto, MÃOS À OBRA – eu, tu, eles… Lembremos, finalmente, que o “Dia do Meio Ambiente” não se restringe a uma data num determinado mês do ano sem, contudo, ignorar que essa importante data se constitui em chamado à responsabilidade a todos os usufrutuários desse Grande Meio que, como tal, merece respostas consistentes e igualmente responsáveis.


Junho 2016

Novo convênio

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

21


22

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016

Novos convênios

AVISO TELEFONIA APUSM: Atenção associado APUSM! Adquirindo a compra de número para celular com planos da VIVO ou CLARO, você ganha descontos em aparelhos : Samsung J1 mini – R$ 199,00 Alcatel 4016- R$ 99,00 Todos os aparelhos em até 10 vezes na fatura Obs: Outros modelos mediante encomenda Obs: Vivo e claro numero próprio da APUSM

Atenção associado: convênio APUSM/Polvo Clube! Associados da APUSM que queiram aproveitar os descontos oferecidos por mais de uma centena de empresas, devem encaminhar sua filiação ao POLVO CLUBE junto à Secretaria da Associação, para começarem ganhando. A anuidade e a carteira própria, através da APUSM, custam apenas R$ 35,00!

Terça à sábado Jantar: das 19h30 às 23h30 Almoço: 11 as 14h30 Domingos e feriados: 11h30 às 15h

Endereço: Av. Nossa Sra. das Dores, 898 - Nossa Sra. das Dores, Santa Maria - RS, 97050-530


Junho 2016

23

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Conveniados da APUSM Saúde

Serviços diversos

Agafarma Telefone (55)3222.6509 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte).

Centro Óptico Fone: (55)3307.1337 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Superauto Telefone:(55) 3027.7974 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Fisioterapeuta Marcelo de Carvalho Pozza Telefone (55)9989.3099 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Gaiger Telefone:(55) 3026.0022 Descontos de 20% nas compras à vista e 10% no crediário.

Wagner Advogados Associados Fone: (55) 3026.3206 *Desc. especiais para associados APUSM

Reni Farmácias

*Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Jornal A Razao Telefone: (55) 3220.2100 Descontos de 15% na assinatura anual

Sicredi Telefone:(55) 3026.0198 *Condições especiais para associados APUSM

Delínea – Pilates e Atividades Físicas Telefone (55)3317.0493 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Up-Escola de Idiomas Telefone (55) 3025-6217 *Desc. 10% de descontos em qualquer de seus cursos

River’s Grill e Restaurante Fone: (55) 3347.2019 *Desc. de 10% para associados APUSM

Centro Clínico Camobi Fone: (55) 3226.6571 10% a 20% de desconto para associados e familiares

Curso de Inglês CNA Telefone:(55) 3028.0050 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Minami Motors de Santa Maria Consórcio Honda. (55)2101.1300 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Laura Weber – Fisioterapia, RPG e Pilates Telefone (55)9608.0048 *Desc. 10% para associados APUSM (consulte)

Pet Life Telefone: (55) 3015.5815 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Consultório Psicológico de Juliana Martins Telefone (55) 9114 9919 *Desc. 30% de desconto nas consultas e atendimentos

Lavagem Zero Grau Fone: (55)9998.2050 / 9902.4477 10% de desconto

Andréa Machado - Psicóloga Telefone (55) *Desc. 50% de desconto nas consultas e atendimentos

Cia Todo Dia Telefone: (55) 3307.4661 Descontos 10% para associados.

Beleza Ville Telefone (55) 3347.1113 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Andréa HOME CARE – Psicóloga Telefone: (55) 9133 9633 50% de desconto.

Adriana Stiler Bohrer - Estética e Cosmética em Santa Maria Telefone (55)9680.0043 *Desc. 15% para associados APUSM (consulte)

Eleven Burger Telefone: (55) 9124-0288 Descontos 10% para associados.

Fone: 0800 510 1933 - (55) 3223 1930

Mariane Noal Moro: Pilates e massagem Telefone: (55) 3025-2216 Descontos de 5 a 15% para associados. Psicólogos - Diego Gomes e Volnei Telefone: (55) 9673-8293 / 9953-3693 Consulte descontos para associados. Amanda Facco - Terapeuta da Postura Telefone: (55) 3317.2442 Descontos especiais para associados e familiares. Dr. Luciano Ceron – Dentista Telefone: (55) 3225 3123 10% de desconto. Stefani Brondani – Nutricionista Telefone: (55) 9948 3060 10% de desconto.

Unidas – Aluguel de carros Telefone: (55) 9641 8888 10% de desconto. Nova Derme – Farmácia de manipulação Telefone: (55) 3025 2115 15% de desconto. Empório dos Cupcakes Telefone: (55) 9663-8366 Descontos de 5 a 10% para associados. Santo Garden - Restaurante Telefone: (55) 3027.7898 Descontos 10% para associados.

Matheus Bortolaso - Cirurgião Dentista Telefone: (55) 3015.5300 Descontos para associados.

Wizard Escola de Idiomas Telefone:(55) 3222.2293 Descontos de 20% em todos os idiomas para funcionários, dependentes e associados da APUSM Clínica Kowalski Odontologia Telefone: (55) 3026-2962 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Diego Gonçalo Gomes - Psicólogo Telefone: (55) 9167.7797 Descontos para associados.

Hotéis Lar Residence - Porto Alegre/RS Fone/Fax: (51) 3226.6126 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Holiday Inn - Porto Alegre/RS Telefone (51)3378.2727 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Dall´Onder Hotéis (Bento Gonçalves - RS) Grande Hotel Telefone:(54) 3455-3555 Vittoria Hotel Telefone:(54) 3455-3000 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Hotel Jandaia (Rede Versare) - Santana do Livramento/RS Fone: (55) 3242.2288 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Hotel Continental Santa Maria - SM Telefone:(55) 3028-7070 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)


24

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Junho 2016

Profile for Apusm Santa Maria

Jornal APUSM edição Junho 2016  

Jornal APUSM edição Junho 2016  

Advertisement