{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

R Santa Maria / RS / Brasil ANO 49 nº1 Janeiro e Fevereiro - 2016

Página 17

Os eventos de março Foto na história:

As memórias de gaveta da UFSM Página

Literatura:

Caderno especial:

Confira as atrações em destaque na II Mostra

03

Página

Jurídicas:

As dicas de Wagner Advogados Página

Professor Severino e John Coltrane

07

Saúde:

05

Alerta para a pílula da inteligência Páginas 9 à 16

Página

18


02

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

EDITORIAL

Nós e as mulheres

Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Fundada em 14/11/1967 Av. Nossa Senhora das Dores, 791 CEP: 97050-531 - Santa Maria/RS Fone/Fax: (55)3223 1975 ou (55) 32214856 - www.apusm.com.br E-mail: apusm@apusm.com.br DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Tania Moura da Silva Vice-presidente: Eduardo Rizzatti 1º Vice-presidente: Darcila Castelan 1º Secretário: Martha Adaime 2º Secretário: Solange Fagan 1º Tesoureiro: Luiz Antônio Freitas 2º Tesoureiro: Gildo Meneghello

N

as fotos acima, mais de 130 anos de passaram entre a sufragista pioneira, Mary Anderson, que reivindicava direitos básicos para mulheres, como votar, e a imagem oficial da coronel Eileen Collins, primeira mulher comandante de um voo espacial, considerada uma das mais complexas atividades humanas, permitida somente para pessoas com grande conhecimento e

uma comprovada aptidão física e mental muito acima da média. Sim, o mundo mudou, e muito, neste último século. Conquistas foram celebradas, direitos são exercidos plenamente. Porém a luta da primeira ainda não acabou. Há ainda um longo caminho a ser trilhado! Por isto, nós, homens do Setor de Comunicação da APUSM, conclamamos a todos por um mundo sem violência moral e

física contra as mulheres e também salientamos nossa crença em uma sociedade de mulheres livres, que possam agir conforme seus próprios desejos, com liberdade e sem medo de julgamentos opressores e patriarcais. Porque só assim seremos também felizes. Plenamente e juntos! Parabéns a todas as mulheres. São vocês que geram a vida e dão sentido e beleza ao mundo!

Novos associados CESAR SCHIRMER DOS SANTOS (UFSM) DEIVIDI DA SILVA PEREIRA (UFSM) LAURA SENNA FERREIRA (UFSM) LUIS ANTONIO RICHTER (PENSIONISTA) MONIQUE SOARES VIEIRA (UNIPAMPA) SARA COPÊS RAMBO (PENSIONISTA) ALBERTO PAHIM GALLI (IFF) BRUNA RODRIGUES MAZIERO (UNIFRA) CRISTIAN MULLER (UNIPAMPA) DIEGO ZENI (IFF) ÉDISON GONZAGUE BRITO DA SILVA (IFF) JEFERSON LUIS FRANCO (UNIPAMPA) JONES KLANN (UNIFRA) JORDANA MARQUES KNEIPP (UFSM) JOSIANE DE OLIVEIRA PILLAR HINNING (IFF) JOZE MEDIANEIRA DOS S. DE A. TONIOLO (IFF) MARCOS TOEBE (UNIPAMPA) MARI SILVA RODRIGUES DE OLIVEIRA (UFSM)

MARIANE FRIGO DENARDIN (IFF) MATEUS DE ALMEIDA GRANADA (IFF) MÁRIO FERNANDO DE MELLO (ULBRA) SUELEN DE LEAL RODRIGUES (IFF) VANTOIR ROBERTO BRANCHER (IFF) ALINE BEATRIZ SCHUH (IFF) ANDRE LUIS KIRSTEN (UFSM) ANDRESSA BALLEM (IFF) ANI CAROLINE GRIGION POTRICH (UFSM) CLAUDIR JOSE BASSO (UFSM) DANIELLE DIFANTE PEDROZO (UFSM) GABRIEL NUNES DE OLIVEIRA (UFSM) JOEL FELIPE GUINDANI (UNIPAMPA) KARINA CARLESSO PAGLIARIN (UFSM) LILIANNA BOLSSON LOEBLER (IFF) LUCIANE AYRES PERES (IFF) MONIQUE PAFIADACHE DA SILVA (UNIFRA)

CONSELHO DE CURADORES Titulares Waldyr Pires da Rosa Etevaldo Vargas Porto Julio Cesar Farret Suplentes Sirlei Dalla Lana Ronaldo Morales Pedro Romeu Bagioto JORNAL DA APUSM Fundado em 30/03/1971. Supervisão Geral Quintino Corrêa de Oliveira Gaspar Miotto Jornalista Responsável Ricardo Ritzel / MTB: 12773 Fone: (55) 3221-4856 Ramal 25 jornal@apusm.com.br Diagramação Rodrigo de Oliveira Fortes Revisão Prof. Leila Ritzel Tiragem 3.000 exemplares O Jornal da APUSM aceita a colaboração da Comunidade Universitária Distribuição gratuita e dirigido aos associados

Acompanhe as notícias pela página da APUSM ou pelo facebook. Para receber nossas notícias por e-mail, mantenha o seu cadastro atualizado. * Caso queira atualizá-lo ou mandar alguma sugestão envie um e-mail para: jornal@apusm.com.br


Fevereiro 2016

03

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fotos na História

A

Lembranças do fundo da gaveta

coluna Foto na História foi criada com objetivo de resgatar um pouco da memória visual dos pioneiros no Ensino Superior em Santa Maria. Seu trabalho sempre foi realizado nos mais diver-

sos arquivos fotográficos da UFSM, publicações de época ou livros memórias de professores e funcionários. Porém, a pontual (e brilhante) criação de um grupo na rede social Facebook vem facilitando o trabalho

Formatura da 1ª Turma Comunicação Visual, em 17 de dezembro de1982. O paraninfo foi o talentoso e carismático professor Léo Guerreiro. A imagem foi postada por Marilde Pilotto.

deste editor e apresentando verdadeiras pérolas em forma de imagens para quem um dia frequentou as cadeiras da primeira universidade federal do interior do Brasil: o grupo Ex-Alunos da Universidade Federal

de Santa Maria. E, sim, com direito da tela “Estação de Camobi”, do pintor santa-mariense Flamarion Trevisan, outro ex aluno, como página de rosto. Vale (mesmo) uma conferida na rede!

Jantar dos formandos de Engenharia, em 1967, no antigo Restaurante Vera Cruz, na Avenida Medianeira, um famoso ponto de encontro da época. A foto é do arquivo de José Feliciano Albuquerque‎


04

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

Crônicas

O emponderamento das sobreviventes Celina Fleig Mayer*

N

uma época em que estão acontecendo tantas mudanças no relacionamento das pessoas, nas conquistas que as mulheres vem alcançando, no uso (pouco entendido para a maioría) do verbo EMPONDERAR, refrindo-se às mulheres para que não se deixem dominar, ainda acontecem fatos quase hilários, não fossem as próprias mulheres desrespeitarem as do seu gênero. Assisti, por exemplo, o fato de uma senhora, não mais jovem, mas com tudo em cima, entrar numa clínica de exames e aguardar sua vez. Na sala, umas dez pessoas, algumas ao redor do balcão. Quando a atendente disse que estava às ordens, a mulher mostrou uma requisição e a carteirinha do plano de saúde, indagando se poderia ser atendida ainda naquele dia. No documento estavam todos os dados necessários para preencher uma ficha, inclusive a data do nascimento. E a moça, no meio daquela multidão, indagou: - Qual é a sua idade, dona Mirtes? A mulher olhou para um lado, mirou para o outro, enrubesceu e disse, baixinho, que era só fazer o cálculo, porque na carteira constava o dia e ano em que nasceu, e estávamos em 2015. A secretária, contrariada e sem argumento, tentou lembrar como se subtrai. O mais fácil, evidentemente, era a mulher falar a idade mas, hoje, como sempre, parece feio e de mau-

Amigo verdadeiro Máximo José Trevisan*

-gosto ir além dos cinqüenta, num país onde tudo gira em torno da juventude, beleza e frescor. Por que é que uma pessoa, especialmente do sexo feminino vai ter que dizer, na frente de um mundo de gente, quantos anos tem? Será que essas mocinhas de plantão não sabem calcular? É uma situação normal, mas requer bom senso já que têm pessoas que não gostam de apregoar o tempo que já viveram. Todos sabemos do preconceito, e nós não estamos imunes, imperando por aí em relação a ser mais velho do que a maioria. A pessoa se cuida, anda de nariz empinado, não arrasta os pés e, de repente, dentro de uma repartição, vai ter que dizer com todos os números, que é uma velha sobrevivente? Mesmo com a expectativa de vida aumentando, muitas morrem, ainda jovens, por acidente, homicídio e outros motivos. Quem sobrevive, envelhece, é obvio. Só que as que partem cedo não vão conhecer o gosto bom que cada ano acrescenta à vida mas, estranhamente, ter mais idade parece crime, tal a discriminação que é cometida contra as felizardas. É preciso lembrar que, no passado, essas pessoas velhas, estavam abrindo caminho, conquistando espaços, facilitando às moças de hoje a credibilidade no campo profissional. Não custa às jovens recepcionistas fazerem, discretamente, os cálculos. Dona Mirtes e todas as senhoras ficariam gratas, e “emponderadas”... * Jornalista

E

m uma entrevista, Eduardo Galeano, autor do livro “As Veias Abertas da América Latina”, lembrou um pensamento de Fonseca Amador, fundador do Sandinismo: “Amigo, amigo verdadeiro, é quem elogia pelas costas e critica pela frente.” A frase vem-me agora à memória. O tempo passa, as vivências se acumulam, importa mais o sabor do presente do que o do futuro. A vida ensina: só o momento presente é real, no aqui e no agora, só o presente está ao alcance das mãos para realizar os sonhos que alimentamos. A verdade está na mesa. Os amigos, na juventude, são quase sempre circunstanciais. No geral, a troca não exige maior custo. Na maturidade, especialmente na velhice, a coisa muda muito. Os amigos são mais permanentes, as amizades têm raízes mais profundas. Além do mais, como costumava lembrar-me um amigo, depois dos cinquenta, não temos mais o direito de perder amigos. Substituí-los já não é tarefa fácil. Há alguns que são insubstituíveis, uma presença valiosa e única. Tornam-se, com frequência, um antídoto à solidão e à tristeza que nos invadem. Daí não ser irreal afirmar-se que os que têm amigos são ricos porque donos de um patrimônio afetivo invejável, capaz de afastar a possibilidade de concordata ou de falência emocional, mesmo nas crises mais sérias e agudas. A frase de Fonseca Amador, lembrada por Galeano, adverte para a necessidade de distinção entre o verdadeiro amigo e o falso amigo, entre o leal e o desleal. O amigo, o verdadeiro, o autêntico, esse é feito de madeira de lei e, por isso, resistente ao cupim da falsidade. O amigo,

o verdadeiro, é capaz de “elogiar pelas costas e criticar pela frente” porque sabe como ninguém que todos somos carentes de aprovação e de elogios mas, ao mesmo tempo, necessitados da crítica que leva à correção de erros e rumos. Não podemos esquecer que é melhor “um inimigo leal” do que “um amigo desleal.”. Ao “inimigo leal”, sabemos com que armas podemos combatê-lo, o que não ocorre com o “amigo desleal”, que nos surpreende, desconcerta, prejudica e decepciona. Especialmente neste tempo em que o pragmatismo e o poder se sobrepõem à lealdade e à generosidade dos gestos, vale lembrar a sabedoria bíblica, segundo a qual quem tem um amigo verdadeiro tem um tesouro. Um dia cheguei a escrever que há sorrisos que são cascas a ocultar amêndoas amargas, há palavras que mais escondem do que revelam sentimentos sinceros. Essa é a realidade humana, feita de sóis resplandecentes e de tempestades imprevistas. Importa não ser ingênuo, acreditando que tudo são rosas. Não podemos, por outro lado, ser dolorosamente tristes e deprimidos, acreditando que tudo são espinhos. A vida realmente é um pouco ou muito de cada coisa. O papel dos amigos na construção pessoal, no equilíbrio da vida, na edificação do prazeroso é muito importante, quando não imprescindível. Milton Nascimento tem razão: “Amigo é pra gente guardar no lado esquerdo do peito”, sem esquecer que é um ser vivo que precisa e merece ser cultivado sempre com renovado carinho. * maximotrevisan@uol.com.br. Advogado, escritor.


Fevereiro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

05

Jurídicas

Aposentadoria integral e doença grave

A

autora é portadora de esquizofrenia paranoide, moléstia que deve ser considerada “alienação mental”, termo previsto na Lei 8.112/90. O Juizado Especial Federal do DF decidiu que uma servidora de universidade federal, aposentada por invalidez com proventos proporcionais, tem direito a aposentadoria integral. Representada por Wagner Advogados Associados, a ex-funcionária, que tem esquizofrenia paranoide, conseguiu o benefício previsto na Lei 8.112/90. Segundo o referido diploma, o direito a este tipo de aposentadoria é conferido a todo servidor público acometido de “alienação mental”. Segundo o Juiz Alexandre Jorge Fontes Laranjeira, apesar de a lei não indicar que a esquizofrenia

esteja incluída no rol de doenças que podem ser classificadas como “alienação mental”, a Portaria Normativa nº. 1174/MD garante o benefício integral aos trabalhadores com distúrbio mental, que altere a personalidade do indivíduo, ocasionando a incapacitação permanente para qualquer trabalho.

A UnB justificou que negou a aposentadoria integral para a ex-funcionária porque, no momento da concessão do benefício, a mesma não havia sido diagnosticada com alienação mental. Ressaltou o juiz que todo o conjunto probatório, especialmente a perícia judicial, demonstrou o estado clínico da autora e não restou qualquer dúvida da doença existente. Por esta razão, a aposentadoria deveria ser alterada de proporcional para integral. A sentença de procedência garantiu o direito do benefício com proventos integrais e sendo respeitada a paridade com os servidores em atividade. Da decisão ainda cabe recurso para a Turma Recursal. Fonte: Wagner Advogados Associados.

Benefícios distintos podem ser acumulados Decisão foi proferida em favor de portadora de esclerose múltipla, que recebe aposentadoria e pensão por morte. De acordo com o entendimento do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, os benefícios de pensão por morte e aposentadoria por invalidez possuem naturezas distintas e, por esse motivo, podem ser acumulados. Tal decisão foi proferida após ação ajuizada por uma portadora de esclerose múltipla, aposentada por invalidez. A ação foi movida contra a União, por meio de Wagner Advogados Associados e Woida, Magnago, Skrebsky, Colla Advogados Associados. O

objetivo era obter a concessão de pensão por morte, na condição de filha inválida, independente da aposentadoria que a autora já possui. Conforme descrito em sua defesa, a autora comprova que a doença é progressiva e incapacitante, de causa ainda desconhecida e incurável, o que a torna incapacitada para desempenhar quaisquer atividades laborativas. Sua aposentadoria, paga pelo Regime Geral de Previdência Social, é mínima e insuficiente para a compra da medicação adequada ao tratamento. A Advocacia-Geral da União, por sua vez, defendeu que a autora já rece-

be a aposentadoria por invalidez e não pode acumular dois benefícios. Após a comprovação das necessidades, o TRF4 decidiu, por voto unânime, dar continuidade ao benefício de pensão por morte, que antes era recebido pela mãe da autora. Para o TRF4, o direito à pensão se concretiza porque a autora encontrava-se totalmente incapacitada para o trabalho na época da morte de seu genitor. A sentença encontra-se sujeita ao reexame necessário. Fonte: Wagner Advogados Associados e Woida, Magnago, Skrebsky, Colla Advogados Associados, com informações do TRF4.

O advogado e sócio do escritório Wagner Advogados Associados, Flávio Ramos, realiza todas as quintas-feiras pela manhã, das 10h ao meio-dia, orientações jurídicas aos associados da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM). Ramos é especializado nos assuntos relacionados a questões funcionais do servidor público como: carreira, vínculos do professor ao serviço público, entre outros. O escritório atua nesta área há cerca de 30 anos. Neste ano o escritório também está atendendo aos professores associados que possuem vínculos com instituições particulares. Assuntos relativos ao regime geral da previdência - INSS destes associados podem ser esclarecidos pelos advogados. Para isso, basta que o associado utilize este serviço nas quintas-feiras.


06

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

Cinema

Telão em casa

por Carlos Costabeber

Promessas de Guerra Título original: “The Water Diviner” Depois de conhecer a Turquia, tudo a respeito da sua história me interessa. E esse grande filme tem ligação com a batalha entre turcos e soldados da Austrália e Nova Zelândia (ANZAC) na 1ª Guerra; e que foi um desastre para os aliados. Um drama familiar, simplesmente… ESPETACULAR!

Perdido em Marte Título original: “The Martian” Só a genialidade do cinema americano poderia produzir um filme dessa qualidade. É uma aula de criatividade, tecnologia e futurologia. Indicado para o Oscar, é simplesmente… MARAVILHOSO!

Homem Irracional Título original: “Irrational Man” É impossível perder um filme de Woody Allen. Nessa produção ele mostra um professor em crise existencial, que se muda para uma universidade do interior, e que por ordem do acaso, decide cometer um assassinato. Embalado por algum jazz e diálogos contundentes, o filme, para mim, é…. GENIAL!

Regresso do Mal Título original: “Pay the Ghost” O ator Nicolas Cage só faz bons filmes! E neste, de suspense, transmite a angústia de um pai que tem o filho desaparecido no Dia das Bruxas (Halloween) em NYC. Prende muito a atenção, e por ser fora de clichês. EXCELENTE!


Fevereiro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Literatura

Profe

rino

o Seve

uinald ssor Ag

Coltrane e os traços de Parisi

C

oltrane” é uma biografia ficcional das boas, um daqueles livros que você aproveita completamente. A história é muito bem contada e o traço de Paolo Parisi especial. Parisi é jovem, tem pouco menos de quarenta anos, é um ilustrador e designer italiano que se dedica ao mundo da música. De alguma forma ele tenta capturar a complexidade do som de John Coltrane e fixá-lo em seus desenhos. Ele identifica um livro de Lewis Power (John Coltrane: His Life and Music, de 2000) como a sua referência básica, mas usa também transcrições de entrevistas com Coltrane e relatos sobre algumas de suas sessões de gravação. A narrativa não é linear. Parisi experimenta um bocado a forma, alterna esquetes dramáticos e líricos, avança e retrocede no tempo, apresentando alguns dos momentos chave da vida de Coltrane. O livro segue a estrutura de um dos álbuns mais icônicos de Coltrane (o fenomenal “A Love Supreme”). Claro que segui a sugestão dele é tentei conectar a leitura de sua graphic novel com a audição do disco. O livro inclui bibliografia, discografia e videografia de Coltrane. Ouro fino e puro. É possível ler as primeiras páginas do livro no ISSUU. Vale. “Coltrane”, Paolo Parisi, tradução de Rogério de Campos, São Paulo: editora Veneta, 1a. edição (2015).

John William Coltrane – músico e compositor considerado quase que unanimemente como o maior sax tenor do jazz e um dos maiores compositores deste gênero de todos os tempos. Sua musicalidade é uma referencia para várias gerações. Ele recebeu uma citação especial do Premio Pulitzer de Música, em 2007, por sua “perita improvisação, musicalidade suprema e um dos ícones centrais na história do jazz”.

07


08

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016


Fevereiro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Caderno especial

09


10

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

Intercâmbio com difusão e debate Preparando a sua volta com edições anuais o Festival Santa Maria Vídeo e Cinema – SMVC, nunca deixou de pulsar na cidade. E faz tempo!

D

esde 2002 o SMVC realiza ações de intercâmbio com outros estados e países. A proposta de realizar um encontro anual com mostras competitivas e não competitivas que valorizam a produção santa-mariense, privilegiam o debate e a difusão de obras audiovisuais, além de realizar cursos e palestras que democratizam o acesso do público ao audiovisual. O festival consolidou, definitivamente, Santa Maria como Cidade Polo Audiovisual. As Cartas de Santa Maria, lançadas a cada edição do festival, são um marco em reivindicações na política audiovisual na cidade, estado e país, sendo que muitas delas foram alcançadas e hoje fazem parte do ideário nessa área. O fato do festival ter sido pioneiro na exibição pela web de sua programação competitiva, somado aos encontros presenciais e via internet com convidados, revelam a busca constante pela a ampliação do público, por novas tecnologias e um diálogo amplo e irrestrito. De lá para cá, além de 11 edições do festival, foram realizados dois Encontros Ibero-Americanos de Cineclubes, uma Jornada e duas Pré-Jornadas Nacionais de Cineclubes, reuniões do Fórum Entre Fronteiras (com realizadores do Paraguai, Argentina e Brasil), da Federação Internacional de Cineclubes (FICC) e do Grupo Ibero-Americano da FICC, além de intercâmbios com festivais do país e exterior. É motivo de orgulho para os cineclubes santa-marienses e para o SMVC saber

que na edição realizada em 2006, com a presença de cineclubistas de vários países - convidados do Festival e da Federação - surgiu a ideia do Catálogo “Cinesud”, composto por filmes de curta, média e longa-metragem que, após concepção e curadoria, foi distribuído no ano seguinte juntamente com um DVD para Cineclubes dos cinco continentes na comemoração dos 60 anos da FICC, no Festival Internacional de Cineclubes, na cidade de Matera, Itália. Desde então, o catálogo é uma referência na difusão de filmes em cineclubes, mostras e festivais. Uma das atividades de intercâmbios mais consolidadas do SMVC ocorre na Argentina com o Festival Internacional “Oberá em Cortos”, realizado na cidade de Oberá, na Província de Misiones. Todos os anos o Festival de Santa Maria promove uma mostra no período do encontro do país vizinho, da mesma forma que acontece em Santa Maria. Uma das principais características estabelecidas pelo SMVC foram as oficinas de videoclipes que produziram na prática vários trabalhos de bandas santa-marienses, exibidos sempre na última noite do festival, além de emissoras de tv, web e mostras. Também foram produzidos pelo Festival, por meio de parcerias, apoios e co-produções, os curtas “Super-70”, “Jair do Cinema Alan” e “Cariry do Mundo”, além do longa-metragem “Edmundo”.

Luiz Alberto Cassol

Outra atividade firmada pelo SMVC, com a fundamental parceria da APUSM – Associação dos Professores Universitários de Santa Maria é a Mostra Internacional de Cinema, que teve sua primeira edição em 2014, com debates e exibições na sede da associação e no Cineclube Lanterninha Aurélio na CESMA – Cooperativa dos Estudantes de Santa Maria. Agora, em 2016, com a segunda edição da mostra, a parceria da APUSM firma-se indicando a relevância que a associação demonstra para com a cultura, em especial, a sétima arte. O que, para nós, do SMVC, é motivo de

entusiasmo, pois, somada as demais instituições locais e internacionais que apoiam a mostra, corrobora com o intento inicial do festival, lá em 2002: debater e difundir obras audiovisuais que chegam por meio do intercâmbio e da efetiva integração com demais festivais, cineclubes e instituições de ensino nas artes, em especial, no cinema. Dessa vez, produções de três províncias argentinas - Chaco, Corrientes e Misiones – somadas com realizações daqui, dão o tom do diálogo proposto. Adelante! Luiz Alberto Cassol Cineasta e Cineclubista Coordenador do SMVC e da Mostra Internacional de Cinema de Santa Maria


Fevereiro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Filmes vindos do outro lado do rio

P

ara quem gosta de um bom cinema, uma oportunidade ímpar para conferir o que a tão prestigiada produção argentina vem fazendo. Está confirmada a II Mostra Internacional de Cinema de Santa Maria, que acontece entre 14 a 18 de março na sede da APUSM, com a exibição de seis obras cinematográficas vindas diretamente da margem sul do Rio da Prata e ainda inéditas em telas brasileiras. A mostra traz ainda em sua programação principal o premiado, “República dos Ratos”, produzido e realizado no Rio Grande do Sul, assim os santa-marienses “Espelho Hexagonal” e “Poeira”, que tem atraído muito público e, mais ainda, aplausos calorosos em suas exibições. Confirmada também a presença de diretores, produtores e atores do país vizinho, que veem a Santa Maria debater suas obras com o público.

A primeira edição da Mostra Internacional de Cinema de Santa Maria aconteceu em dezembro de 2014, levando um bom público para salas de exibições do evento. O encontro também propiciou ótimos debates entre realizadores, professores e espectadores, e ainda trouxe um pouco da cultura de cinco países da América do Sul em forma de obras de arte audiovisuais. A expectativa dos organizadores é que se repita o sucesso da edição anterior e prepare ainda a volta do SMCV, o festival de cinema santa-mariense. II Mostra Internacional de Cinema de Santa Maria tem promoção de: Filmes de Junho Produtora, INCAA, Oberá en Cortos, Cooperativa de la Tierra, DCEA, Festival La Pacho e Fórum Entre Fronteiras, apoio da UFSM, CESMA e Estação Cinema, e a realização é da APUSM e Festival SMVC (Santa Maria Vídeo e Cinema).

Programação II Mostra Internacional de Cinema de Santa Maria De 14 a 18 de março de 2016 Local: APUSM – Avenida Dores, 791 Horário: 20h Segunda, dia 14: “Trazos de Historia” – Chaco, Argentina “Correa la Difunta” – Chaco, Argentina Terça, dia 15: “Origen Chapá” – Misiones, Argentina. Quarta, dia 16: Curtas de Santa Maria: “Espelho Hexagonal” “Poeira” Quinta, dia 17: “El Tiempo Detenido” Corrientes, Argentina. “Chirola” – Corrientes, Argentina. Sexta, dia 18: Curtas-metragem: “República dos Ratos” – Rio Grande do Sul, Brasil “Ahora Despúes” – Misiones, Argentina

11


12

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

Segunda-feira, 14 de março, 20h Trazos de Historia

Ficha Técnica:

Sinopse:

Roteiro e direção: Yoni Czombos

D

lia Alasia

Produção: Néstor Czombos Ceci-

epois do impulso inicial de Pocho (74 anos), um grupo de adultos maiores se reúnem três vezes na semana para realizar ginástica. Pocho então, coloca seu selo pessoal na atividade física do grupo: fabrica instrumentos para o trabalho aeróbico, renova constantemente a rotina das atividades, cantarola canções que marcam o ritmo dos exercícios, introduz músicas para a turma relaxar dançando e, sobretudo, pede esforço e dedicação total para todos. A narração mostra a atividade do grupo e se prende a inesgotável energia cotidiana de Pocho, seus anseios e recordações e, por outro lado, se divide com os diferentes e sensíveis relatos dos demais participantes de tão raro grupo de pessoas. São pequenos acontecimentos que marcam a vida destas pessoas, seus sonhos e indagações e que revelam nos objetos que escolhem diariamente, pistas e rastros de suas vidas e de suas viagens.

Direção de Fotografía: Guillermo Rovira Câmera: Guillermo Rovira e Leo Bayol Direção de som: Tani Sotosca Música: Coqui Ortiz, Juan Mora y Patricio Hermosilla Assistente de Produção: José Luis Muñoz Czombos y Leticia Gauna Montagem: Verónica Seniquel. Pós-produção de áudio: Estanislado Sotosca Tradução: Luciana Gallardo Produção Gráfica: Veronica Seniquel Catering: Elena Gurniak Foto fixa: Pablo Vassel Duração: 73 minutos Link de tráiler: h t t p s : / / w w w. y o u t u b e . c o m / watch?v=hLENdwW3KMg

Correa, la difunta Sinopse:

M

aría Correa vive com seu pequeno filho em uma zona rural do Chaco, Argentina, onde é assediada constantemente por um estancieiro recém chegado no lugar. Uma noite, seu marido desaparece, quando decide enfrentar ao estancieiro e seus capangas até as últimas consequências.

Ficha Técnica: Produção integral: CoopAr Director: Roly Ruiz Produtores: Karina Montiel, Valeria De Pedro, Vanesa De Pedro. Direção de fotografia: Pablo Vassel Direção de Arte: Valeria Young Cenografia: Celeste Massin Câmera: Rafael Medina-Celeste Massin- Pablo Vassel- Roly Ruiz Som: David Chamorro Gênero: Curta metragem de ficção Duração: 23 minutos Ano: 2013 Contato com realizadores: cooparweb@gmail.com Trailer: https://vimeo.com/79845585


Fevereiro 2016

13

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Terça e quarta-feira, 15 de março, 20h Origen Chapá (terça-feira) Sinopse:

O

destino reúne a homens e mulheres em um tempo, em um espaço, em um cotidiano de fazer em coletivo que os faz se encontrarem. E assim a paisagem se transforma, se configura uma cidade.... Campos Roca, Colonia Chapá, Colonia Alberdi. Relatos de muitos tempos em um mesmo espaço.

Espelho Hexagonal (quarta-feira)

(Ficção, Colorido, 24 min, Santa Maria, 2015)

Sinopse: “Eu, meu analista, meu pai. Precisei de um para ver o outro. Para me ver. Aprendendo a ver, não vejo três, vejo quatro. Há um espelho, espelho hexagonal. Uma só pessoa.”

O

filme Espelho Hexagonal, produzido pela Finish Produtora, foi selecionado para a competição internacional de curtas-metragens do 4th Kolkata Shorts International Film Festival, que acontece na cidade de Calcutá, Índia. O professor Luis Carlos Grassi é um dos atores da obra.

Elenco: Rafael Sieg, Maurício Schneider, Luiz Carlos Grassi e Theo

Género: Documentário Duração: 48 minutos

(Ficção, Colorido, 24 min, Santa Maria, 2015)

terle, Roteiro: Maurício Canterle

E

Fossatti

mo Rovira

(quarta-feira)

Sinopse:

cutiva: Christian Lüdtke e Juliane

Diretores: Axel Monsú y Guiller-

Poeira

Lüdtke, Direção: Maurício Cane Thiago Brasil, Produção Exe-

Ficha Técnica:

rnesto, o último artesão de lápides da região, depois de dedicar-se anos ao seu ofício solitário, revive a esperança de perpetuar a profissão no seu novo ajudante, o aprendiz José.

Elenco: Joel Cambraia, Denise Copetti, Victor Dutra Barbosa e Ana Maria Medeiros, Participação especial: Paulo Saldanha, Direção: Paulo Tavares, Roteiro: Alice Alfinito, Olívia Janot, Paulo Tavares, Produção Executiva: Marcos Borba, Produção: TV OVO


14

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

Quinta-feira, 17 de março de 2016 - 20h El tiempo detenido

Chirola Sinopse:

C

Sinopse:

C

aá Catí con sus 5.000 habitantes é conhecida como “Berço de Poetas”, já que os mais importantes poetas da Província nasceram insólidamente neste lugar. Juan David Martínez, irmão de Agustín, é um deles e também Carlos Gordiolla Niella, José Alberto Alarcón, Pedro Cabral, Rodrigo Galarza, Olga Piñeiro, Enrique Piñeiro. O filme se concentra em dos grandes núcleos destes artistas, por um lado sobre a obra do poeta

Ficha Técnica: Direção: Marcel Czombos

hirola é um personagem machista, apostador, amante da rinhas de galo e fiel a sua própria forma de ser e viver. No transcurso de suas andanças, sua mulher, Bety, consegue um trabalho melhor e começa a questionar a sua forma de vida, a qual desemboca em uma discussão tensa, fazendo que uma má situação se torne ainda pior. Chirola não suporta as considerações e críticas e abandona sua casa, sem remorsos de consciência e sem pensar no amanhã.

Ficha Técnica: Direção: Fernando Cattaneo Produção: Sebastian Toba Direção de fotografia: Guillermo Rovira Som: Carlos Kbal Montagem: Fernando Cattaneo Duração: 13 minutos Trailer:

https://vimeo.

com/128250464

Produtor: Carlos Kbal Duração: 52 minutos Trailer: https://vimeo.com/104892542

correntino, David Martínez, que foi jornalista, crítico literário, e como poeta se soma aos grandes da poesía lírica dos anos 50 na Argentina.

Sexta-feira, 18 de março de 2016 - 20h República dos Ratos

Ahora, Después

(Ficção, P&B, 25 min, Porto Alegre, 2011)

Sinopse:

Sinopse:

U

ma crônica não linear sobre a ausência, o desamor, a morte e o esquecimento. O universo soturno de uma cidade que não dorme, onde o real e a fábula interagem na desordem de uma noite que nunca termina. A trajetória de Santo, um

personagem atordoado pela incerteza de suas próprias lembranças. Vencedor do Troféu Vento Norte, no 10º SMVC – Festival Santa Maria Vídeo e Cinema, em 2011, nas categorias de Melhor Curta, Melhor Direção para Beto Mattos, Melhor Ator para Anselmo Vasconselos, Melhor Edição para Alfredo Barros e Rodrigo Carneiro, Melhor Trilha Sonora Original para Leandro Schirmer e Melhor Direção de Arte para Carmem Fernandes.

G

astón e Nacho tem 27 anos, não se preocupam com o amanhã e vivem em um constante “ahora después”. Com um tom melancólico,passam os dias em uma pequena cidade, quando Gustavo toma a decisão de abandonar os estudos e Nacho toma conhecimento do falecimento de seu pai e da dupla vida que ele levava. O roteiro e direção são de Guillermo Rovira El guión y la dirección le pertenecen a Guillermo Rovira. Os protagonistas são Maximiliano Juañuk (também responsavél pela música original) e Milton Rosés. Completam o elenco, Christian Harika, Bárbara Hobecker y Cristina Roth.


Fevereiro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

15


16

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

14 a 18 de março na sede da APUSM às 20 horas


Fevereiro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Eventos

Repensando a mulher do século XXI associados e associadas e disponibiliza com antecedência o convite. Basta entrar em contato, por telefone ou pessoalmente, com nossa Secretaria, em horário comercial na sede social da Avenida Dores.

Rosane Oliveira

Foto reprodução ZH

D

ois importantes eventos promovidos e realizados pela Associação dos Professores fazem, neste março – mês da mulher, uma releitura do papel feminino nos dias de hoje. O século XXI atesta esta nova realidade, com mulheres inseridas no mercado de trabalho em diversas áreas de atuação, à frente de postos de comando, mulheres independentes que não mais se sujeitam à violência por parte dos maridos ou companheiros, mulheres com voz ativa na sociedade tomando decisões importantes no contexto social, mulheres com liberdade e direito de expressão, enfim, mulheres cidadãs. Porém, isso não quer dizer que as desigualdades deixaram de existir, elas persistem, e muito, todavia de forma mais disfarçada ou escondida nas camadas mais altas da sociedade e ainda de uma forma descarada nos bolsões de miséria das grandes cidades brasileiras. Assim, o primeiro encontro realizado pela APUSM para repensar uma sociedade mais igualitária e menos opressora será um painel de debates que vai ser realizado no próximo dia 22 de março, às 19h, no Prédio 16 da UNIFRA, com entrada livre e reunirá mulheres santa-marienses de destaque nas mais diversas áreas de atuação, assim como do conhecimento humano: Painel Mulher – Liderança, Criatividade e Competência. A direção da APUSM reitera a importância da participação de seus

Palestra – A conceituada jornalista Rosane Oliveira é a grande convidada da APUSM para a realização da palestra: Mulher, Jornalismo e Política no Brasil. O encontro está programado para o dia 29 de março, às 19h30, no Salão Cultural da Associação e também terá ingresso livre para quem quiser acompanhar “in loco” as considerações e pensamentos desta profissional de Comunicação especializada na tão complexa política brasileira. Rosane é editora e colunista de Zero Hora, âncora da Rádio Gaúcha e comentarista da TVCOM. Todos estes, veículos de comunicação ligados ao Grupo RBS.

17


18

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

Saúde

E

Alerta com a pílula da inteligência

ncontradas de forma legal em quase todo mundo, as chamadas “pílulas da inteligência” têm crescido em popularidade. O repórter da BBC Benjamin Zand experimentou uma dessas drogas e relatou os efeitos. Leia seu depoimento: Uma amiga me contou sobre as “pílulas da inteligência” há algum tempo.”Todo mundo toma. Elas são apenas pílulas que ajudam na concentração”, disse ela, que já tomava os comprimidos. Muitas destas chamadas “pílulas da inteligência” são usadas como medicamentos convencionais para tratar problemas como a narcolepsia ou os causados por mudanças extremas de turno de trabalho. Mas elas também têm sido consumidas por pessoas que querem trabalhar melhor. O modafinil foi chamado de “a primeira pílula da inteligência segura do mundo” por pesquisadores das universidades de Harvard e Oxford, que sugeriram que os efeitos são de “baixo risco” quando o medicamento é consumido por um curto período de tempo. No entanto, seus efeitos colaterais podem incluir insônia, dores de cabeça e erupções cutâneas potencialmente perigosas. Depois de ler avaliações positivas online - alguns estudantes alegavam que essas pílulas melhoraram muito seu desempenho na universidade -, decidi fazer uma experiência e tomar o medicamento. É ilegal vender modafinil na Grã-Bretanha sem receita médica, mas não é ilegal comprar. Há muitos sites, geralmente baseados na Índia, que vendem a substância. Quando o pacote chegou, menos de uma semana depois da compra, as pílulas pareciam comprimidos de paracetamol. Depois de uma consulta médica - na qual ouvi que, por ser jovem e

Foto: BBC

tro comprimido para adiantar alguns trabalhos durante uma viagem de trem. Mas fiquei mais distraído do que o normal. A pílula fez com que eu me concentrasse nas coisas erradas, como joguinhos no smartphone. Com o passar do tempo, comecei a sentir uma dor de O repórter da BBC participou de testes na cabeça muito forte, perdi o Universidade de Cambridge com o uso do apetite e sentia vontade consmedicamento tante de ir ao banheiro. Meu cérebro não estava trabalhansaudável, provavelmente não sofreria do mais rápido, mas minha bexiga efeitos colaterais graves -, comecei a estava. Naquela noite, quando tentava experiência.Tomei o primeiro comprimido na Universidade de Cambrid- dormir, não conseguia me desligar ge, como parte de um teste cognitivo e foi assim até as primeiras horas da no qual os pesquisadores analisaram manhã. Também encontrei um carominha atenção visual constante, me- ço na parte de trás da minha perna e mória espacial, função executiva e outro apareceu no meu braço no dia memória episódica antes e depois de seguinte; os dois coçavam. tomar a pílula. Boas experiências “Fizemos vários estudos, que Jason Auld, atleta e empreendedor mostram um aumento na habilidade cognitiva - com médicos (trabalhan- de Edimburgo, na Escócia, afirmou do) no turno da noite e pessoas saudá- que acha que pode veis em um ambiente controlado para alcançar tudo o que o teste”, afirmou Barbara Sahakian, quer quando toma o modafinil. uma das pesquisadoras. “Faz você se senAntes de tomar os comprimidos, meu nível de atenção estava entre os tir como se estivesse 15% a 20% dos melhores entre as pes- operando a 100% (de soas da minha idade. Depois, estava sua capacidade), você está indo com tudo o entre os 5% a 10% dos melhores. Sem dúvida comecei a me sentir que pode. Geralmenmais desperto e com uma tendên- te não penso que isso é possível, mas cia menor à frustração. Mas também o modafinil me permite fazer isto”, pode haver outros fatores que tenham disse. “Eu tive apenas uma explosão afetado os resultados.Minha mente inicial de energia e aumento de concontinuava alerta. Viajei durante qua- centração na primeira vez com o retro horas para minha cidade, Liverpo- médio. Depois, fiquei muito longe de ol, e não senti o cansaço que costumo meu melhor rendimento. A terceira e última vez em que sentir. No entanto, esses foram os últimos resultados positivos que viven- tomei o modafinil também foi decepcionante: a dor de cabeça voltou, ciei com o modafinil. No dia seguinte, tentei tomar ou- fiquei cada vez mais desidratado e não

senti fome. E amigos me lembravam toda hora o quanto a minha pele parecia ruim: o modafinil não me deixava dormir e minha aparência era terrível. Com o passar das horas eu parei de procrastinar, e o comprimido parecia estar fazendo o efeito desejado. Mas isso aconteceu apenas às 20h. Trabalhei sem parar até cerca de 23h, editando, gravando, escrevendo. Fazendo coisas que nem sabia se precisaria fazer. Sentia como se tivesse que continuar trabalhando, ao contrário de querer continuar. Balanço Os efeitos negativos do remédio pesaram bem mais do que os positivos. Os corpos das pessoas reagem de forma diferente a comprimidos e produtos químicos e, depois de falar com meu médico, descobri que meu fígado tinha liberado uma enzima que tentou eliminar o modafinil do meu corpo. Pelo fato de ter comprado o comprimido na internet, também levei em conta a possibilidade de ter adquirido um medicamento adulterado. Mas Jason Auld, o atleta de Edimburgo, me disse que já tinha comprado do mesmo site. De certa forma fiquei decepcionado por não ter tido a chance de sentir os efeitos positivos do modafinil, que tinha visto na internet. Mas também me senti aliviado por não estar perdendo nada em relação às pessoas que tomam o medicamento. Os efeitos colaterais e a falta de produtividade me mostraram que não é uma pílula milagrosa e definitivamente não pretendo tentar de novo.

Coral da APUSM convida: III Festa do Bife à Milanesa Dia: 2 de abril Hora: 20h30 Local: Salão Cultural da APUSM Cardápio: Bife à milanesa, risoto, saladas, cucas italianas e alemãs, buffet de sobremesas, música do coral e muitos brindes Ingressos limitados na Secretária da Associação: R$ 45,00

(Fonte: BBC Portugal)


Fevereiro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

19


20

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

Novos convênios

Duas novas parcerias da Associação

D

uas novas parcerias foram concretizadas pela APUSM neste início de ano e já estão com convênios assinados e disponibilizados para todos associados e seus familiares. O primeiro novo convênio é com a conceituada Kowalski Odontologia, uma clínica especializada em Implantodontia, Estética Dental e Reabilitação Oral que atua em Santa Maria, Nova Palma

e região a mais de 14 anos. A clínica oferece todas as especialidades odontológicas como: Implantodontia e Reconstruções Ósseas (Dr. Rafael Kowalski) Prótese Dentária (Dra. Magliane Freddo) Restaurações (Dra. Magliane Freddo) Endodontia (Dr. Thiago Mena Barreto)

Odontopediatria (Dra Lisiane) Periodontia (dr. Cristiano ) Cirurgia Odontológica (Dr. Rafael Kowalski) Ortodontia (Dra. Eliane) Endereço:

A Clínica Kowalski Odontologia esta localizada na Rua Floriano Peixoto 1000, Edifício Rio da Prata, sala 104 e 105, em Santa Maria – RS.

Nutrição: O segundo convênio fechado pela associação neste mês de março é com a nutricionista Stefania Brondani, já que viver bem e com saúde é uma das máximas adotadas pela atual diretoria da APUSM. A primeira razão é que uma rotina saudável exige muito mais do que atividades física, é preciso dedicação e disciplina também com a alimentação. Com este intuito que a Associação dos Professores apresenta. O a seu quadro social esta renomada profissional que oferece descontos de 10% em seus serviços e, para sua comodidade, as consultas podem ser agendadas na sede social da APUSM. Basta entrar em contato com nossas recepcionistas. Stefani Brondani – Nutricionista Atendimentos a partir de 14 de março de 2016: - Na APUSM: Segunda-feira, das 14h às 17H (inicialmente) -No consultório: Demais dias, das 9h às 11h, e das 14h às 17h. A consulta para associado APUSM é de R$ 70,00. A quantidade mínima de retornos é de duas vezes, além da primeira avaliação.

A Clínica Kowalski Odontologia proporciona para os associados da APUSM um desconto de 50% na consulta inicial com direito a retorno. Ou seja, a Consulta Inicial – Particular que é de R$ 120,00, para o associado é de R$ 60,00. E mais, em todos procedimentos odontológicos o desconto oferecido é de 12% na nossa tabela de valores. Para usufruir das condições especiais do novo convênio da APUSM, o associado necessita apenas se identificar na hora de marcar a consulta e, depois, apresenta-la na recepção da clínica. Todos os profissionais da Kowalski Odontologia são Especialistas ou Mestres nas suas áreas de atuação.

Endereço: Rua Alberto Pasqualini, 121, sala 502, Edifício Continente. Telefone: 55 9948 3060


Fevereiro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

21


22

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

Convênio

Você sabe qual o perfil do consorciado no Brasil

C

om 7,17 milhões de consorciados ativos, o Sistema de Consórcios tem sido uma opção segura para os brasileiros que desejam realizar seus sonhos, adquirindo bens e serviços. A fim de entender o perfil do consorciado e saber por que ele opta por essa modalidade, a ABAC realizou, em 2015, por meio da Quorum Brasil, mais uma pesquisa de mercado, entrevistando 1.400 consorciados e potenciais clientes de oito capitais brasileiras. Os dados revelam que o consórcio está cada vez mais forte, mesmo em tempos de instabilidade econômica. Isso indica que o consumidor tem procurado analisar, de forma mais consciente, como poderá concretizar seus objetivos, sem comprometer seus ganhos. Confira, a seguir, os principais resultados do estudo.

Classe social

De acordo com a pesquisa, a

classe C desponta com predominância (44%). Houve, porém, aumento da participação das classes B e A, em relação a 2014, com 26% e 7% dos consorciados, respectivamente. Já a classe D, representa 23% das pessoas que optam por essa modalidade.

Gênero

A pesquisa também revelou que os homens são maioria, representando 60% dos entrevistados. As mulheres, no entanto, estão se tornando mais adeptas ao Sistema, uma vez que o estudo apontou 4% de crescimento na quantidade de mulheres consorciadas em relação à pesquisa de 2014, indo de 36% para 40%. “Essa evolução feminina na modalidade pode ser explicada pelo aumento de seus rendimentos em 5,3%, segundo o IBGE”, avalia Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC. Outros fatores ainda podem justificar a maior participação feminina, como o grande

número de mulheres que montam seu próprio negócio – que corresponde a cinco vezes mais do que os homens – ou a volta delas aos estudos com foco no crescimento profissional. (...)

Consórcio, opção para qualquer idade

Apesar de a pesquisa ter revelado uma participação maior das pessoas que têm 50 anos ou mais, com 34% do total da amostra, o Sistema de Consórcios se mostra uma alternativa de investimento para pessoas de todas as idades. Aqueles que estão na faixa dos 30 a 39 anos representam 26% dos consorciados, ao passo que os que têm 40 a 49 anos somam 23%. Mesmo os mais jovens, com idade até 29 anos, demonstram interesse em investir no futuro de forma segura e planejada, representando 17% do total.

Um bom investimento

Quando os entrevistados foram questionados sobre a percepção que têm do consórcio, a maioria (66%) afirmou ser um bom investimento. Esse percentual cresceu em relação a 2014, quando ficava em torno de 54%. Dos potenciais clientes do Sistema, 55% também o consideram um bom investimento e, mais uma vez, houve aumento dessa percepção em relação a 2014, quando o número ficava em 42%.

Vem mais gente por ai!

A pesquisa revela que 64,6% dos potenciais consorciados que pretendem adquirir imóveis e 62,5% dos que planejam comprar automóveis poderão fazê-lo pelo consórcio. Esses números evidenciam o interesse no Sistema de Consórcios como mecanismo importante para quem planeja futuras aquisições de bens ou contratações de serviços, poupando com objetivo definido.


Fevereiro 2016

23

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Conveniados da APUSM Saúde Agafarma Telefone (55)3222.6509 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte).

Empresas de Buffet

Beleza

Babette Restaurante (55) 3027 1716 Focus Produtora (55) 3027 5027 Maffi Restaurante (55) 3222 2799

Fisioterapeuta Marcelo de Carvalho Pozza Telefone (55)9989.3099 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Nedel Eventos (55) 3026 6234

Beleza Ville Telefone (55) 3347.1113 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Estética e Cosmética em Santa Maria Telefone (55)9680.0043 *Desc. 15% para associados APUSM (consulte)

Norberto Da Cás (55) 3222 1981 Via Gastronômica (55) 3217 5337 Vira Cambota (55) 3026 3333

Reni Farmácias

W Eventos (55) 9984 7608

*Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

*Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Fone: 0800 510 1933 - (55) 3223 1930

A Delínea – Pilates e Atividades Físicas Telefone (55)3317.0493 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Centro Clínico Camobi Fone: (55) 3226.6571 10% a 20% de desconto para associados e familiares Laura Weber – Fisioterapia, RPG e Pilates Telefone (55)9608.0048 *Desc. 10% para associados APUSM (consulte) Consultório Psicológico de Juliana Martins Telefone (55) 9114 9919 *Desc. 30% de desconto nas consultas e atendimentos Andréa Machado - Psicóloga Telefone (55) *Desc. 50% de desconto nas consultas e atendimentos

Hotéis

Airton Cabeleireiros Telefone (55) 3026.3483 / (55) 3317.3050 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Serviços diversos Centro Óptico Fone: (55)3307.1337 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Superauto Telefone:(55) 3027.7974 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Gaiger Telefone:(55) 3025.3533 Descontos de 20% nas compras à vista e 10% no crediário.

Wagner Advogados Associados Fone: (55) 3026.3206 *Desc. especiais para associados APUSM

Jornal A Razao Telefone: (55) 3220.2100 Descontos de 20% na assinatura anual

Sicredi Telefone:(55) 3026.0198 *Condições especiais para associados APUSM

Up-Escola de Idiomas Telefone (55) 3025-6217 *Desc. 10% de descontos em qualquer de seus cursos

River’s Grill e Restaurante Fone: (55) 3347.2019 *Desc. de 10% para associados APUSM

Curso de Inglês CNA Telefone:(55) 3028.0050 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Minami Motors de Santa Maria Consórcio Honda. (55)2101.1300 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Lar Residence - Porto Alegre/RS Fone/Fax: (51) 3226.6126 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Pet Life Telefone: (55) 3015.5815 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Holiday Inn - Porto Alegre/RS Telefone (51)3378.2727 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Lavagem Zero Grau Fone: (55)9998.2050 / 9902.4477 10% de desconto

Wizard Escola de Idiomas Telefone:(55) 3222.2293 Descontos de 20% em todos os idiomas para funcionários, dependentes e associados da APUSM

Dall´Onder Hotéis (Bento Gonçalves - RS) Grande Hotel Telefone:(54) 3455-3555 Vittoria Hotel Telefone:(54) 3455-3000 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Hotel Jandaia (Rede Versare) - Santana do Livramento/RS Fone: (55) 3242.2288 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Hotel Continental Santa Maria - SM Telefone:(55) 3028-7070 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Apresente sua carteira de associado para pedir os descontos. Para saber mais sobre os conveniados e descontos acesse o site www.apusm.com.br


24

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Fevereiro 2016

Profile for Apusm Santa Maria

Jornal APUSM edição Janeiro e Fevereiro 2016  

Jornal APUSM edição Janeiro e Fevereiro 2016  

Advertisement