{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

50

R

anos

Santa Maria / RS / Brasil ANO 50 nº 01 Janeiro/Fevereiro - 2017

Foto Rodrigo Fortes/APUSM

O novo espaço da Associação Entrevista:

Jurídicas:

Médico garante desaverbação da licença-prêmio Página

07

A presidente analisa a sua gestão Página

09

Página 13

Estreia:

Uma crônica italiana de Vitor Biasoli Página

14


02

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017

Melhores fotos de 2016:

A

A natureza segundo a National Geographic

National Geographic acaba de anunciar as melhores fotografias de 2016. A lista da revista com imagens de

O pequeno tamarin se abriga junto a sua protetora, a menina peruana, Yoina Mameria Nontsotega. A imagem foi captada no Rio Yomibato, dentro do Parque Nacional de Manu, no norte do Peru. (Charlie Hamilton James - National Geographic)

animais, viagens, situações cotidianas e natureza é divulgada anualmente na primeira edição do ano posterior. As 52 imagens selecionadas foram feitas por 91 fotógrafos e escolhidas entre mais de 2 mi-

lhões de fotografias. Confira todas as premiadas acessando o seguinte endereço eletrônico na rede mundial de computadores: www.nationalgeographic.com/ photography/best-photos-2016/

Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Fundada em 14/11/1967 Av. Nossa Senhora das Dores, 791 CEP: 97050-531 - Santa Maria/RS Fone/Fax: (55)3223 1975 ou (55) 32214856 - www.apusm.com.br E-mail: apusm@apusm.com.br DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Tania Moura da Silva Vice-presidente: Eduardo Rizzatti 1º Vice-presidente: Darcila Castelan 1º Secretário: Martha Adaime 2º Secretário: Solange Fagan 1º Tesoureiro: Luiz Antônio Freitas CONSELHO DE CURADORES Titulares Waldyr Pires da Rosa Etevaldo Vargas Porto Julio Cesar Farret Suplentes Sirlei Dalla Lana Ronaldo Morales Pedro Romeu Bagioto

Fotografia da natureza selvagem sempre é perigosa, mas imagens assim, no mar das Bahamas ao lado de um enorme tubarão-tigre, demonstram um sangre frio incrível do autor e do fotografado. (Brian Skerry - National Geographic)

Novos associados ASTOR HENRIQUE NIED (UFSM) CLANDIO TIMM MARQUES (UNIFRA) GLADYS SEEGER CUNHA (UFSM) MACKLINI DALLA NORA (UFSM) MAURICIO SCOPEL HOFFMANN (UFSM)

SILVANA MALDANER (UFSM) ANDREA CRISTINA DORR (UFSM) JOSIANE FAGANELLO (UFSM) MARCELO LEITE DA VEIGA (UFSM) NEIVA MARIA GRAZIADEI FERNANDES (UFFS)

Jantar baile de abertura das comemorações dos 50 anos na APUSM Começando o ano de 2017, convidamos o associado para o jantar que será realizado na noite de 17 de março às 20h30. Convite e outras informações no Departamento de Eventos da APUSM ou pelo tel 55 3026 3565

JORNAL DA APUSM Fundado em 30/03/1971. Supervisão Geral Quintino Corrêa de Oliveira Gaspar Miotto Jornalista Responsável Ricardo Ritzel / MTB: 12773 Fone: (55) 3221-4856 Ramal 25 jornal@apusm.com.br Diagramação Rodrigo de Oliveira Fortes Revisão Prof. Leila Ritzel Tiragem 3.000 exemplares O Jornal da APUSM aceita a colaboração da Comunidade Universitária Distribuição gratuita e dirigido aos associados

Foto de capa: Rodrigo Fortes E-mail: fortesrodrigo@gmail.com

Acompanhe as notícias pela página da APUSM ou pelo facebook. Para receber nossas notícias por e-mail, mantenha o seu cadastro atualizado. * Caso queira atualizá-lo ou mandar alguma sugestão envie um e-mail para: jornal@apusm.com.br


Janeiro/Fevereiro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

03

Curtas APUSM: Expediente APUSM - Até o dia 24 de fevereiro, o expediente da Associação será das 8h às 14h. Nos dias 27 e 28 de fevereiro (Carnaval), não haverá expediente. A partir do dia 1º de março, retorna o expediente normal, das 8h às 12h, das 14h às 18h. Plano de Saúde - Quem é associado APUSM e possui o plano de saúde da Unimed não pode deixar de retirar a nova carteirinha na Secretaria da Associação durante horário de expediente. E, para isto, basta levar um documento de identificação com foto. Não tem custo e melhor, não leva mais do que cinco minutos. Imposto de Renda 2017 - O Setor Financeiro informa ao seu quadro de associados que o demonstrativo de pagamentos de plano de saúde para fins de Imposto de Renda Pessoa Física 2017 já está disponível no site da Associação. Basta acessar www.apusm. com.br, e entrar no Painel do Associado com seu CPF e senha.

Outras informações ou dúvidas podem ser obtidas em horário comercial na sede da APUSM, pelo e-mail apusm@apusm.com.br, ou pelos telefones (55) 3221 4856 e (55) 981 118837. Cinema I – Depois de 11 edições competitivas, o Santa Maria Vídeo Cinema terá, entre 22 e 25 de maio, uma edição comemorativa batizada de SMVC 11 ¹/². Nela será feita uma retrospectiva com

os vencedores nacionais e locais realizadas entre 2002 e 2013. O objetivo é propor um balanço do que o SMVC representou (e representa) para Santa Maria e a o audiovisual brasileiro, além de lançar a 12ª edição competitiva de 2018. Cinema II – Dentro da programação do SMVC 11 ¹/², o auditório da CESMA foi o local escolhido para exibição dos curtas vencedores de todas as edições entre os dias 22 e 24 de maio. No dia 25, o auditório da APUSM é o palco do lançamento nacional e debate de mais uma obra do consagrado diretor de cinema gaúcho, Paulo Nascimento: “A Superfície da Sombra”. Logo após, a Associação sedia também o lançamento oficial da 12ª do festival de cinema santa-mariense. Cinquentenário – A incansável vice-presidente da APUSM,

professora Darcila Castelan, está capitaneando a comissão organizadora da programação comemorativa dos 50 anos da APUSM. A expectativa aponta para um grande número de eventos culturais, sociais, esportivos e educacionais que serão realizadas ao longo deste ano de 2017. Xadrez – O Departamento de Xadrez informa que, às 14h do sábado, 18 de março, haverá mais um torneio interno do esporte no auditório da Associação. Em abril, enxadristas de vários estados brasileiros, assim como do Uruguai e Argentina, celebram os 50 anos da APUSM com a realização do Torneio Aberto do Brasil – Taça APUSM 50 anos (mais informações na página 11 desta edição). Futebol – Atenção futebolistas da APUSM: os professores Cleber e Clauton já estão programando a temporada 2017 de futebol de campo. Interessados em participar devem ficar atento as novidades que estão sendo preparadas.


04

Crônicas:

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Celina Fleig Mayer*

Quando os anjos-da-guarda conspiram

À

s vezes nos sentimos plenamente felizes, até encantados e surpresos, quando não programamos nada e usufruímos horas de convívio com pessoas queridas. Ficamos com uma sensação de plenitude ou, como usamos dizer, energizados. Há pouco tempo recebi uma mensagem eletrônica de uma pessoa querida, onde ela contava, entre outras novidades, que teve um dia completo que se estendeu para a noite, quando levou a filha caçula para brincar com uma amiguinha. Por lá permaneceu, pois mais gente ia chegando, todas amigas da mãe da menina, sem nada combinarem. E, como acontece com quem é generoso, surgiram quitutes, providenciados por uma dona de casa atenta. Depois uma pizza, cervejinha (que ninguém é de metal)!, e elas ali, na melhor das conversas “ jogadas fora”. Que aliás são os papos mais sérios, e que mais nos acrescentam e enchem o coração de paz. Uma verdadeira celebração! À vida, às amizades, tudo o que sonhamos, quando se tenta descrever a felicidade. Epifanias! São momentos assim, não planejados, que parecem tecidos por uma mágica ou, vai ver, pelos anjos da guarda de cada um. Quem sabe, eles mesmos, saudosos entre si, e loucos para “falar de nós”, se unem para nos agregar,o que explica porque nos sentimos abençoados, totalmente plenos de harmonia, quando juntos de pessoas especiais. Esse fato me fez lembrar as comemorações dos 50 anos de ginásio de uma turma do colégio Santa Maria. Além de churrascos em duas cidades distintas, houve uma missa no próprio colégio, e a Direção aliou-se à ideia e envolveu-se totalmente com o evento, oferecendo o recinto para um almoço festivo.Mas houve mais do que isso,nesse Encontro. A magia,pois o que poderia ser uma celebração comum transformou-se numa volta ao passado e

atualização do presente. Após a Missa, “os alunos”, com suas esposas (na época só aceitavam meninos para estudar), foram convidados a visitar a secretaria para “revisar” as notas de término do ginásio, na época um grande feito e um privilégio. Momentos de muito riso entre documentos amarelados, quando as mulheres se divertiram com as exigência dos maridos sobre os próprios filhos, que ali,às vezes, ficava comprovado não terem levado sempre a sério seus deveres de alunos,como querem que os filhos o façam. Comportamento, por exemplo, uma regra difícil para impor nos dias de hoje e, surpresa! naquele tempo também!!! Foi uma manhã “cheia de graça”, muito além do planejado. Também aí, os anjos da guarda de cada um, certamente, estavam abençoando a celebração. Mas, houve, em especial, anjos bem visíveis e presentes a quem foi imperioso agradecer na despedida: à Direção do Colégio Santa Maria, na época dessa comemoração, e aos funcionários envolvidos. Dispensaram aos festeiros,um tratamento superlativo que deixou a todos muito emocionados. Houve muito planejamento para o sucesso do Encontro,mas a surpresa, a troca de lembranças e o reatamento de amizades quase esquecidas, superou a tudo. Depois de 50 anos,ex-colegas, usando as novas tecnologias, realimentaram contatos, para não mais se afastar. E essa turma que festejou os 50 anos de formatura do ginásio anos atrás, é a única de toda a história do colégio que tem uma placa de bronze, bonita iniciativa dos “formandos”, que pode ser vista nos jardins do educandário. Nela constam os nomes de todo o grupo, num registro de que há reencontros que valem por uma vida, que ficam além do metal gravado, graças, quem sabe, à conspiração dos seus anjos da guarda.

*Jornalista

Janeiro/Fevereiro 2017

Máximo José Trevisan*

(Re) conhecendo Santa Maria

A

o tentar conhecer mais e entender melhor a cidade em que nasci e estou construindo a minha história, surgem vários caminhos à minha frente. Devo começar por onde, a partir de que ano, levar em conta que personagens e fatos históricos, ater-me ao passado, ao presente e ao (in)certo futuro? Começo me perguntando se sou pessimista, otimista, realista, crente, descrente, confiante, afinal, como me vejo e sou diante da minha cidade ao buscar descobrir a sua identidade, os seus sonhos, as suas circunstâncias, o seu povo, a sua história, a sua geografia, os seus gestores. Tenho tido, como cidadão santa-mariense, oportunidades de conhecer mais e melhor a cidade onde nasci e vivo. Em 2016, por exemplo, durante aproximadamente duas horas, vi e ouvi seis líderes/dirigentes falando de Santa Maria. Lembro ainda muito bem da fala do Reitor da UFSM, da Reitora do Centro Universitário Franciscano, do hoje ex-Presidente da CACISM , do ex-Secretário Municipal de Desenvolvimento (Governo Schirmer), do Presidente do CDL e do Presidente da Agência de Desenvolvimento de Santa Maria. Que revelaram de novo? Que disseram que já não foi dito e repetido em tevês, rádios, jornais e revistas? Ao deixar o Salão Nobre da UNIFRA, naquela tarde, após o encerramento dos debates, dei-me conta de que Santa Maria não carece de diagnóstico, nem de discursos, nem de visão de futuro, mas de algo

aparentemente simples: cultivar mais a consciência do coletivo; dar cada vez menos valor ao blá-blá-blá, nascido em palanque eleitoral e mantido, ao longo das gestões administrativas; criar e praticar ações, respeitando e valorizando boas idéias e valores como a solidariedade. Santa Maria tem potencial para muitas coisas, ninguém duvida disso. Quem não conhece herdeiros que receberam fortunas, não souberam desenvolvê-las e morreram pobres? Quem não conhece também herdeiros que pouco receberam, mas transformaram o pouco no muito que hoje são, agora chamados de ricos e gente de sucesso? As cidades também se comportam assim. Santa Maria, como é? Cultiva a mesmice como paradigma ou está comprometida com o novo, com o enfrentamento de crise, com o empreendedorismo? Ou a inveja, o ciúme, a política pequena dominam as grandes decisões? O mundo-mundo, o mundo-Brasil, o mundo-Rio Grande e o mundo-Santa Maria nos surpreendem quase diariamente. Hoje há mais perguntas do que respostas, mais problemas do que soluções à vista, todos sabemos. Então, qual a saída? Não tenho respostas prontas, até porque me faltam condições para isso, mas, por certo, Santa Maria não carece de mais instituições, entidades, grupos e pessoas capazes de levá-la para novos e necessários caminhos, pois as tem em qualidade e quantidade.

maximotrevisan@uol.com.br Advogado e escritor


Janeiro/Fevereiro 2017

05

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Cidadania

V

Um Observatório Social para SM

ocê sabe que aqui em Santa Maria existe uma associação civil, totalmente apartidária, formada por cidadãos e entidades unicamente interessados em contribuir para o bom uso dos recursos públicos, que ao promover transparência e o controle social dos gastos públicos, evita desvios no Município de Santa Maria? E que além destas tão importantes metas, promove a educação fiscal, incentiva a atividade de micro e pequenas empresas da cidade, por meio da democratização das compras públicas? Está organização é o Observatório Social de Santa Maria, que faz parte de uma grande rede nacional que promove a conscientização da sociedade para a cidadania fiscal ao propor aos governos locais a adequada e transparente gestão dos recur-

sos públicos, por meio de ações de participação e controle social, agindo de forma preventiva, no fluxo dos processos, antes que os recursos sejam gastos, conforme padrão estabelecido pelo OSB. Mantenedores e Apoiadores: Como ajudar? Para o funcionamento de um Observatório Social é indispensável a sensibilização de um grupo de entidades mantenedoras para garantir a sustentabilidade; um grupo de entidades apoiadoras para o trabalho técnico e uma equipe de voluntários para atividades operacionais. Para se tornar mantenedor, apoiador ou voluntário do Observatório Social de Santa Maria entre em contato conosco por meio do e-mail observatoriosocialsantamaria@gmail.com ou pelo telefone (55)32222808 - (55)999243544.

Carta de Identidade - Garantir, em qualquer nível organizacional, a associação de pessoas idôneas, sem vinculação partidária ou subordinação a órgão observado. - Fundamentar o alicerce institucional a partir da mais ampla diversidade representativa da sociedade civil organizada. - Estimular o trabalho voluntário no controle social e pela cidadania fiscal. - Respeitar as diretrizes estabelecidas pelo Observatório Social do Brasil, fundamentado na padronização dos trabalhos. - Primar pela sustentabilidade ética, sem vínculo com recursos de órgão fiscalizado ou de fonte inidônea. - Garantir a adequação dos Estatutos Sociais ao do Observatório Social do Brasil. - Submeter-se ao Conselho de Ética instituído pelo Observatório Social do Brasil. - Primar pela qualidade da aplicação dos recursos públicos e estimular a cidadania fiscal, focado no interesse coletivo. - Divulgar, pública e periodicamente,

os relatórios de atividades e prestação de contas, aprovadas pela diretoria. - Manter uma postura imparcial e impessoal, focada na avaliação processos e resultados.

Conheça o novo Conselho de Administração Presidente: Alexandre Prates da Silva Vice-presidente para assuntos administrativo-financeiro: Edina Sandra Moser Toneto Vice-presidente para assuntos institucionais e de alianças: Ricardo Coelho Vice-presidente para assuntos de produtos e metodologia: Isamar Cristina Iop Vice-presidente para assuntos de controle social: Alexandre Cortez CONSELHO FISCAL Titulares: Leono Pacheco De Oliveira, Ivanice Zanini Schultes, Thiago Kader Ibdaiwi. Suplentes: Marco Veleda, Ricardo Munarski Jobim, João Neto Wolinghaupt Aires.


06

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017

Artigo

Como nasce um jornal

A

credito que nasci com a alma da comunicação, graças a genética da mãe comerciante e do pai, empreendedor, professor e líder comunitário. Essa mistura e as oportunidades que tive, me tornaram um marqueteiro desde muito cedo. Característica que levei para dentro dos negócios e do magistério superior (lecionei Marketing nos cursos de Administração e de Comunicação Social). Mesmo apaixonado pela área da comunicação, jamais imaginei que um dia seria sócio de uma empresa jornalística. E foi o que aconteceu recentemente, quando junto com um grupo de parceiros (somos em 11), adquirimos da RBS o Diário de Santa Maria. Claro que não foi uma decisão fácil, pois estou próximo dos 70 anos! Mas não levei 2 segundos

para aceitar o desafio que me foi proposto pelo amigo Paulo Ceccim. Na realidade o Grupo RBS está focando nas novas plataformas de comunicação, e os seus jornais do interior ficaram fora da reformulação estratégica. Com isso, surgiu a oportunidade de trazer para Santa Maria a propriedade do Diário, e de transformá-lo numa ferramenta para o desenvolvimento da cidade e de toda a nossa região. A negociação foi longa, pois envolvia muitos temas e valores. Felizmente deu tudo certo! E a RBS a partir daí nos abriu todas as portas, demonstrando o maior interesse numa transição tranquila e muito transparente. Reconhecemos isso de parte do seu Presidente Executivo, Cláudio Toigo Filho.

Liderando o grupo, o Paulo contratou um time de profissionais para desenvolver um jornal totalmente novo, segmentado, farto em conteúdo local e regional, encorpado e visualmente atraente. A jornalista Sione Gomes assumiu a responsabilidade, e nos apresentou a proposta do novo jornal, que encantou a todos instantaneamente. Um belíssimo trabalho! Assim, a partir do dia 1º., os leitores do “novo” Diário de Santa Maria puderam conferir as mudanças que realizamos. Um jornal privilegiando diariamente as áreas da saúde, educação, agronegócio e interior, além da cobertura dos temas tradicionais como política, cultura, economia, segurança pública, social, entretenimento, esportes. E um seleto grupo de formadores de opinião passou a ter espaço, juntamente com o resgate da história de Santa Maria. Outra novidade é o “Diário

Digital”, que ganhou uma editoria própria e um grupo de jornalistas e colunistas exclusivos. Assim, passamos a oferecer dois jornais: o impresso e o digital. Ainda é muito cedo para se saber, até porque estamos tendo de aprender muito coisa. Mas estamos convencidos de que “acertamos na mosca”, com essa nova proposta! E Santa Maria ganhou um jornal moderno e dinâmico, com foco no desenvolvimento e com uma linha editorial positiva e propositiva. Prof. Carlos Costabeber


Janeiro/Fevereiro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

07

Jurídicas

Garantindo a licença-prêmio

T

RF4 julgou o caso, com base em entendimentos do Superior Tribunal de Justiça. A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região reconheceu, por unanimidade, que um médico aposentado, servidor público, tem direito ao cômputo de tempo de serviço especial, bem como a consequente desaverbação da licença-prêmio contada em dobro, que passa a ser indenizada. Conforme descrito no acórdão, “a opção pela contagem em dobro de período de licença-prêmio para efeito de percepção de abono permanência e aposentadoria somente é irretratável se indispensável para concessão do benefício.” Deste modo, o servidor, com a contagem privilegiada do tempo especial, tinha direito ao benefício sem o cômputo de períodos de licença-

-prêmio não gozadas, sendo possível a desaverbação e, consequentemente, a indenização. Ao receber a licença-prêmio de forma indenizada, o servidor não terá incidência de imposto de ren-

da, conforme entendimento do Superior Tribunal de Justiça. O direito ao cômputo de tempo de serviço especial foi adquirido no período em que a atividade de médico era prevista como especial.

Docente reprovado no estágio probatório da UFES é reintegrado Universidade avaliadora não seguiu corretamente os critérios estabelecidos para aprovação. A Juíza da 6ª Vara Federal Cível de Vitória/ES, Eloá Alves Ferreira, determinou que a Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) reintegrasse, imediatamente, um docente reprovado no estágio probatório e logo, exonerado. A ação, movida pelo professor, contou com a atuação do escritório Terciano & Tomaz Advogados Associados, parceiro de Wagner Advogados Associados, que

assessora juridicamente a Adufes. Conforme descrito no processo, a Comissão Avaliadora não seguiu corretamente os critérios estabelecidos para o estágio probatório, agindo assim, de forma irregular. Após apuração detalhada, especialmente dos depoimentos de testemunhas, ficou constatada a irregularidade na avaliação probatória do docente, no que se refere à aplicação dos critérios da relação interpessoal e desempenho didático-pedagógico, capacidade e produtividade. Ade-

mais, a Comissão Avaliadora não estabeleceu previamente as regras de avaliação e muito menos deu conhecimento ao docente. Além da reintegração, foi determinado também que a UFES restabeleça ao docente “os dados de contagem de tempo para promoções, aposentadoria, estabilidade ou qualquer outro direito de espécie, como se aprovado fosse no estágio probatório originalmente”. Da sentença, ainda cabe recurso. Fonte: Wagner Advogados Associados.

O advogado e sócio do escritório Wagner Advogados Associados, Flávio Ramos, realiza todas as quintas-feiras pela manhã, das 10h ao meio-dia, orientações jurídicas aos associados da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM). Ramos é especializado nos assuntos relacionados a questões funcionais do servidor público como: carreira, vínculos do professor ao serviço público, entre outros. O escritório atua nesta área há cerca de 30 anos. Neste ano o escritório também está atendendo aos professores associados que possuem vínculos com instituições particulares. Assuntos relativos ao regime geral da previdência - INSS destes associados podem ser esclarecidos pelos advogados. Para isso, basta que o associado utilize este serviço nas quintas-feiras.


08

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017

Meio Ambiente

Bicicleta ecológica é brasileira

Q

ue tal uma armação de bicicleta produzida a partir de plástico de garrafas PET, embalagens de shampoo e peças de geladeira? Pelo menos a 2.500 pessoas essa ideia interessa. Elas estão numa lista de espera para adquirir uma bike de quadro reciclado que é fabricada, sob encomenda, em São Paulo. Essa bicicleta é mais resistente, flexível e barata. Isso porque o plástico não enferruja, amortece naturalmente e sua

fabricação transforma resíduos sólidos em um novo produto. A invenção é do artista plástico uruguaio Juan Muzzi, radicado no Brasil. Ele iniciou em 1998 pesquisa de materiais PET e Nylon como fonte de matéria prima, em São Paulo. A produção concluída em 2008, mas foi necessário um ano de teste para a comercialização do produto para garantir o selo do INMETRO de qualidade e patenteada na Holanda em 2012.

“Tenho a patente da primeira bicicleta de plástico reciclado do mundo”, diz. Para fabricá-las, Muzzi conta com o trabalho de algumas ONGs que recolhem sucata e vendem para uma empresa que granula o material. Os grãos são vendidos para a Imaplast, empresa de moldes que Muzzi dirige. Também é possível que o próprio interessado leve o material reciclável. No processo de produção, o plástico granulado entra em uma máquina e é injetado no molde de aço. “Cada quadro

demora dois minutos e meio para ser fabricado e, se for feito só de PET, usa 200 garrafas”, explica o empresário. As encomendas devem ser feitas pelo site MuzziCycles – http://www. muzzicycles.com.br/. Eles possuem diferentes modelos que custam a partir de R$ 680. Hoje é necessário encomendar sua bicicleta online e esperar na fila de espera. Tanto sucesso que existem já em 12 países do mundo e 90% da matéria prima é produzida no Brasil.


Janeiro/Fevereiro 2017

09

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Entrevista

“Ousadia define a gestão 2013/2017” Qual o balanço dos 4 anos de gestão? gestão 2013/2017 foi movida pela ousadia, e, nesse ritmo o balanço é superavitário. Tendo como lema “APUSM para todos”, a Diretoria vislumbrou a importância de mostrar mais a Associação para Santa Maria e suas Instituições de Ensino Superior, e a retribuição foi imediata, tanto na mídia como em número de associados. A partir de ideias e sugestões de nossos apoiadores, passamos a trabalhar em prol de atender as propostas de campanha, executando tudo que estava ao nosso alcance, cada vez mais projetos e propostas chegavam para nossas discussões, o momento era de transformação e integração.

A

Quais as principais ações desenvolvidas pela APUSM nesse período? s primeiras ações foram em prol de conquistar o nosso associado com maiores comodidades ao usufruir das dependências da Associação, que foram as transformações físicas, comandadas pelo Professor e Engenheiro Adarci Antoniazzi. Para comodidade dos associados, o acesso ao prédio pelo estacionamento ao fundo e, depois, atendendo à legislação, construímos as escadarias anti-fogo e mais um elevador que abrange desde o subsolo 2 até o Salão Panorâmico. Outra alteração importante foi o fechamento com portas de vidro no Salão Cultural, criando um espaço elegante com sofás e um lindo lustre para utilização do associado, bem como essa divisória, preserva o ar condicionado durante as festas, deixando o ambiente muito agradável para as festividades. Alteração do nosso muro da frente da APUSM, com aproveitamento de espaço interno para estacionamento. Ampliação do Salão Panorâmico, hoje com capacidade para 150 pessoas, mantendo a sacada em sua volta, deixando o salão aconchegante e com um belo por do sol. Construção de um bloco com dois andares, que será a ligação do prédio hoje sede da APUSM, com o futuro Complexo Poliesportivo. Nesses dois andares, foram criadas salas de aula/auditório, sala de ginástica, ambiente para descanso dos funcionários, vestiários e uma sala para a Fundação Mo’a.

A

Seguindo, promovemos ações culturais e sociais. Um dos destaques foi a nossa representação por meio do Coral APUSM, que sempre por onde passa encanta com suas maravilhosas vozes. E, no ano de 2016, promovemos o primeiro encontro internacional de coros, reunindo em nossa cidade diversos grupos para deleite de todos. Ainda na cultura promovemos várias exposições de arte e fotografia com grande representação artística, como por exemplo, as exposições dos santa-marienses Marilia Chartune e Flamarion Trevisan, entre outros. O cinema alcançou grande destaque, com mostra nacional e internacional, reunindo críticos, artistas e grande público em nossa sede social. Um exemplo, foi “Os Senhores da Guerra”, gravado em Santa Maria. Ainda, foram realizados lançamentos de livros, apoiando projetos editoriais de professores de nossa cidade. As promoções sociais em da-

tas especiais e comemorativas, também reuniram muitos associados, familiares e amigos para festejar e se divertir. Tudo planejado com muito amor e carinho pelo setor de eventos, capitaneados pela nossa incansável vice-presidente professora Darcila Castelan. As ações esportivas ficaram por conta do xadrez e do futebol. Por inciativa de dois ex-presidentes, Professores Arlindo Mayer e Quintino Oliveira, o departamento de xadrez foi incentivado, realizando mais de quarenta torneios internos, duas finais de Campeonatos Gaúchos e duas finais de Campeonatos Brasileiros. E, agora, no ano que a APUSM comemora 50 anos, haverá um torneio internacional reunindo os melhores enxadristas do Mercosul. Também, depois de 30 anos, houve a retomada do futebol, com a participação de equipes da APUSM em torneios amadores em Santa Maria e região, comandadas pelos Professores Cleber e Clauton. Como você pensa a APUSM para os próximos anos? á pensando, e muito, na APUSM do futuro, ousamos um pouco mais. Fizemos uma pesquisa junto ao nosso quadro de associados sobre a criação de um espaço para abrigar um restaurante, obtendo grande aceitação. Passamos então, ao projeto de adequação da infraestrutura para ofertar ao público de Santa Maria e em especial aos

J

associados, familiares e amigos, uma gastronomia com qualidade e requinte. Atendendo todas as especificações determinadas pela diretoria, somou-se a nossa estrutura o Restaurante Santo Garden Grill, que hoje oferece excelente gastronomia e maravilhosa carta de bebidas, proporcionando ao associado desconto em suas refeições. Ainda falando em futuro, o nosso tão sonhado Complexo Poliesportivo finalmente sairá do papel. As obras estão planejadas para ter inicio nesse primeiro semestre e contemplará o ginásio poliesportivo, um salão multiuso para eventos como teatro, cinema, congressos, seminários, entre outros, além de garagem coberta, piscina térmica e espaços para novas atividades da Associação. Por fim, visando aproveitar todo o espaço da associação e como ação de preservação do meio ambiente, criamos o “Projeto Ecoespaço”, que contará com uma pista de caminhada, pracinha de brinquedos, churrasqueiras, área de lazer arborizada e jardins planejados para serem desfrutados pelos associados. O que deixou de ser feito? elas plataformas traçadas pelos nossos apoiadores para este período de duas gestões, não faltou nada. Todas as metas foram cumpridas. E mais, todos os convênios foram honrados e ampliados, conquistando mais benefícios e vantagens para os associados e seus familiares. Mas, com certeza, tudo o que foi citado aqui, não foi feito somente por mim. Destaco, e muito, as diretorias das duas gestões, o Conselho de Curadores, o Conselho Consultivo e o nosso grupo de apoio. Agradeço imensamente a todos o apoio e o carinho que tiveram. Foi pela garra de vocês que quando assumi a presidência em 2013, pensei: dois anos demoram a passar. E, hoje, quatro anos depois, aprendi com estas mesmas pessoas a amar e respeitar a APUSM. Quatro anos passaram muito depressa. Obrigada, por terem acreditado em mim. Obrigada, por serem ousados comigo na conquista de novos espaços e novos associados. Obrigada pela parceria, pela sabedoria, pela experiência e, principalmente, pela amizade nesses quatro anos de muitas alegrias e algumas tristezas. Obrigada APUSM!!!

P


10

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017

Educação:

A

APUSM na Academia de Ciências

diretora da APUSM e pró-reitora de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Unifra, Solange Binotto Fagan, foi escolhida para integrar a Academia Brasileira de Ciências (ABC). A professora passa a ser Membro Afiliado da Região Sul da instituição que tem como objetivos o desenvolvimento científico do país e a interação entre os cientistas brasileiros e pesquisadores de outras nações. A professora Solange possui bacharelado, mestrado e doutorado em Física. Coordenou a Rede de Centros de Inovação em Nanocosméticos SIBRATEC/MCT e ganhou o prêmio L´oreal para Mulheres na Ciência na área de Física em 2006. No Centro

Universitário Franciscano, foi uma das idealizadoras do Programa de Pós-graduação em Nanociências, estando à frente da pró-reitoria há sete anos. “A indicação como membro afiliado da Academia Brasileira de Ciências me deixa muito feliz, pois me coloca em contato com a mais importante instituição científica do Brasil onde estarei em contato com grandes pesquisadores brasileiros e do exterior, levando os resultados das pesquisas que venho desenvolvendo no Centro Universitário Franciscano”, explica Solange. A posse dos novos integrantes da Academia Brasileira de Ciências ocorrerá em 2017.

A professora Solange possui bacharelado, mestrado e doutorado em Física e agora foi escolhida para integrar a Academia Brasileira de Ciências


Janeiro/Fevereiro 2017

11

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Xadrez

C

Taça APUSM 50 anos em abril

elebrar em grande estilo o cinqüentenário da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria com a realização de um torneio internacional de xadrez. Este é o objetivo do Departamento de Xadrez da APUSM, em parceria com o Santa Maria Xadrez Clube (SMXC), em promover nos próximos dias 21 e 22 de abril, o Torneio Aberto do Brasil – Taça APUSM 50 anos, com apoio da Federação Gaúcha de Xadrez (FGX) e Confederação Brasileira de Xadrez (CBX). A competição vai distribuir, até agora, mais de R$ 5 mil em prêmios, além de troféus, medalhas e brindes. A organização estima a participação de consagrados enxadristas gaúchos, catarinenses, argentinos e uruguaios. Mas a confirmação da vinda de mestres e grandes mestres a Santa Maria em nada impedem que jogadores com graduação menor, ou mesmo sem rating, participem da disputa em homenagem à Associação, já que a organiza-

ção oferece premiação para todos os níveis, idades e categorias enxadrísticas. Sendo o evento, uma ótima oportunidade para aprimorar a técnica, assim como a experiência de competição no tabuleiro (confira a premiação completa, via internet, nos sites da APUSM, FGX e Xadrez Gaúcho).

Torneio Abertura 2017 – Valdemir Albuquerque foi o grande campeão do torneio de abertura da temporada 2017 de xadrez na Associação realizado no último dia 18 de fevereiro. E não foi uma vitória fácil. Ele deixou no segundo posto o mestre argentino, Francisco “Tito” Dejeanne, e

na terceira colocação o jogo duro de Clerberson Tolentino. Na oportunidade, os enxadristas santa-marienses reelegeram em Assembleia Geral, para mais dois anos a frente da presidência do SMXC, o general Jorge Alberto Boabaid, assim como toda sua equipe de diretoria. O SMXC tem convênio com a APUSM para promover e desenvolver o xadrez de competição em Santa Maria. A parceria já realizou, além de mais de 40 torneios internos nos últimos quatro anos, duas finais do Campeonato Gaúcho e duas finais do Campeonato Brasileiro Absoluto de Xadrez.


12

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017

Associação

A

Todos querem o Terraço APUSM

diretoria da APUSM já previa uma grande procura pelo Terraço APUSM, o novo espaço da Associação para festas e encontros informais. Afinal, é uma área aberta que possui uma vista magnífica para o lado sul de Santa Maria, oferece toda estrutura para confraternizações com o já tradicional padrão de qualidade e sofisticação, como também bastante apropriada para estes dias quentes deste verão de 2017. O que ninguém esperava era a intensidade desta procura para reservar o novo local, principalmente para casamentos. O último, que aconteceu no entardecer do último dia 21 de janeiro, foi da judoca e atleta olímpica castilhense, mas radicada em Santa Maria, Maria Portela, com o também judoca, Etierre Manhago, e reuniu a elite desta modalidade esportiva no Brasil (clique aqui e leia a matéria no Diário de Santa Maria). O Terraço APUSM é a primeira parte, já construída e em atividade, de um grande projeto da atual gestão da Associação: o Complexo Cultural-Poliesportivo, que aguarda apenas a liberação da Executiva santa- mariense para o início das obras. Sim, a construção do Complexo da Associação dos Professores

Fotos Rodrigo Fortes/APUSM

Universitários de Santa Maria pode se tornar realidade dentro de pouco tempo. E, muito mais que um antigo sonho dos fundadores, a construção deste novo espaço é uma das necessidades mais imediatas da APUSM, apontada em pesquisa de opinião realizada entre o quadro social da entidade. Ou seja, é hoje também a grande aspiração do associado. O projeto arquitetônico do Complexo Cultural Poliesportivo da APUSM foi elaborado pelo escritório Pepe Reys e terá uma área de 8.800 m2, distribuídos em cinco pavimentos, sendo que o térreo

abrigará uma quadra poliesportiva tamanho oficial (que pode se tornar um grande teatro para

apresentações culturais), conjuntos de vestiários, sanitários e respectivas salas de apoio das modalidades esportivas oferecidas. No segundo andar está previsto arquibancadas com 340 lugares, mezanino e cabines de transmissão. No primeiro subsolo será construído um salão de eventos multiuso, churrasqueira, cozinha, espaços de apoio, além de uma academia de ginástica. O segundo subsolo é para instalação de um refeitório, sala-de– estar, vestiários e sanitários. Neste mesmo pavimento haverá um estacionamento para aproximadamente 60 veículos. No terceiro subsolo serão oferecidos espaços para esportes de salão, como o xadrez, e um bar para pequenas confraternizações. Maquete Pepe Reyes

Maquete do futuro Complexo Cultural Poliesportivo (Pepe Reys)


Janeiro/Fevereiro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Novo espaço

P

Você conhece o novo Restaurante Santo Garden Grill na APUSM?

ara quem gosta de apreciar momentos de descontração em um local aconchegante e, principalmente, com excelentes opções gastronômicas, desde o dia 13 de janeiro, a sede da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria – APUSM – oferece para seus associados, assim como para toda comunidade santa-mariense, o conforto e a sofisticação do Restaurante Santo Garden. O novo espaço gastronômico da Associação tem seu funcionamento diurno de terça a sexta-feira, das 11h30 até 14h30, e nos sábados, domingos e feriados, das 11h30 até às 15h30. E no período noturno, também de terça a sábado, das 19h30 até às 23h30. Sendo que ao meio dia a casa oferece um variado buffet e, durante o período de atendimento noturno os pedidos são “a la carte”. A especialidade da casa são os risotos que formam harmonizações perfeitas com as diversas opções da carta de vinhos, composta por produtos de mais de 9 nacionalidades. Além disto, o Santo Garden oferece sugestões de filés, massas e sobremesas, bem como variações de bebidas, como cervejas importadas e artesanais.

Professora Darcila Castelan foi dar as boas vindas aos donos

Associado tem 10% de desconto nas despesas do Restaurante Prezado associado: A diretoria da APUSM informa que, todo associado da APUSM com carteira social, tem 10% de desconto na despesa realizada no recentemente inaugurado Restaurante Santo Garden Grill. O novo espaço gastronômico da Associação tem seu funcionamento diurno de terça a sexta-feira, das 11h30 até 14h30, e nos sábados, domingos e feriados, das 11h30 até às 15h30. E no período noturno, também de terça a sábado, das 19h30 até ás 23h30. Sendo que ao meio dia a casa oferece um variado buffet e, durante o período de atendimento noturno os pedidos são “a la carte”. Para reservas e contatos, ligue para o telefone 055-30257875.

13


14

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017

Crônica

Viajar e aprender im à Itália nesse mês de fevereiro para estudar italiano. Um curso para estrangeiros. Para estudar e também conhecer os lugares famosos dessa terra. Afinal, a proposta do curso – oferecido pelo Campus Magnolie, na cidade de Castelraimondo (na região de Marche) – é de possibilitar a imersão do estudante na língua e na cultura italianas. Aulas pela manhã, passeios pela tarde (às vezes viagens de quatro dias, ao sul e ao norte do país), com guias (professores do próprio curso) falando a língua nativa e forçando os alunos a irem além do “bongiorno” e “arrivederci”. No meu caso, uma proposta para testar a capacidade de voltar a ser estudante. Professor de História por 38 anos (aposentado recentemente), de repente me vi caminhando pela Basílica de São Francisco, em Assis, e admirando as pinturas de Giotto. Estão ali representados os momentos essenciais da trajetória do santo e a emoção é vertiginosa. Um marco na arte cristã e também ocidental (a ruptura com o modelo bizantino e o início da naturalização da figura humana). Pinturas que algumas vezes abordei em aula, a partir de um conhecimento livresco e agora constato em loco. Sim, Giotto é tudo quanto os especialistas dizem, concluo quando chego à pintura número 20 (“A morte de Francisco”) e vejo e sinto a dor dos frades em torno do corpo do santo, tocando e beijando os estigmas que ele adquirira no Monte Alverne (tema da pintura anterior). Giotto é mesmo o início da naturalização das figuras dos homens e dos santos. A doce humanização – e não a selvagem, como farão mais tarde outros artistas. Talvez o Veneza, Véneto Italia

Fotos Vitor Biasoli

V

Vitor Biasoli

Assis

Via San Rufino, Assis, Umbria início da construção de uma sensibilidade que muito admiramos – como é o caso da proposta do próprio Francisco, na sua leitura radical dos Evangelhos, no seu despojamento material e reaproximação da Natureza. Tento me lembrar se não foi com Armindo Trevisan que aprendi isso, mas acima que esse curso em Castelnão arrisco. Sou um simples estu- raimondo é um teste para minha dante e talvez esteja confundindo capacidade de voltar a ser estuas lições. Mas passarei na livra- dante, estou enfrentando a primeira etapa. Franria fransciscana cisco é uma aula mais próxima Carnaval de Veneza de humildade; e confirmarei o Giotto, a repreassunto. O prinsentação singecipal, no entanla desse projeto to, está feito. A ambicioso. Preexperiência estensiosamente, tética. O gozo e me coloco como a emoção. Agoaprendiz desses ra é ler, refletir e mestres e sigo afinar a compreem frente. Vim ensão das coia Itália nesse sas. Aprender é mês de fevereiisso. ro para estudar Se escrevi Perúgia

a língua e a cultura italianas. Para caminhar pela cidade de Assis, pelas ruínas de Pompéia, pelas ruas de Roma, comer sorvete na Praça de São Pedro (o que fiz no último domingo) e pensar se realmente é verdade que parte de nossas vidas de integrantes da Civilização Ocidental (mesmo que seja do Extremo Ocidente, da maltratada América Latina) está vinculada a esse território. Seguramente temos raízes nesse espaço, constato até o momento. Coisa alguma me parece estranha, apesar de tudo ser esplendorosamente novo, a exigir intenso processo de aprendizagem.


Janeiro/Fevereiro 2017

15

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Minissérie

O eco-cinema que vem do sul...

C

Ricardo Ritzel

om a ditadura imposta pelas distribuidoras de Holywood nas principais salas de cinema mundiais (até mesmo nos EUA) e o sensível crescimento das televisões transmitidas a cabo ou pela internet, a produção cinematográfica independente de vários países se volta para o formato das minisséries para encontrar em casa, a domicílio, seus espectadores. E são nestes formatos que atualmente encontramos o grande “filão de ouro” do cinema mundial, com as melhores histórias, roteiros super bem bolados e, como consequência, a participação de artistas e diretores consagrados ou em via de consagração. Neste sentido, assisti pelo Netflix os 12 capítulos da minissérie argentina “Cromo”, gravada, em 2015, em locações da Antártida, Patagônia, Buenos Aires e nos esteros correntinos de Iberá, (praticamente vizinhos para quem vive no RS), a poucos quilômetros da fronteira brasileira. E não foi nenhuma exaustiva maratona cinematográfica. Muito pelo contrário. Fui magnetizado por este eco-trailer baseado em dois contos de Martin Jauregui, com ótimos atores (destaque para a bela Emilia Attias), trama muito bem construída no roteiro (Lucía Puenzo, Sergio Bizzio e Leonel

D’Agostino), direção inovadora e bastante segura (Lucía Puenzo, Nicolás Puenzo e Pablo Fendrik), fotografia para lá de fabulosa: bárbara (Nicolás Puenzo), e não há como se esquecer das inteligentes e sensíveis escolhas da trilha sonora que, junto com o som incidental, uma aposta arrojada da edição que deu certo, resultou em um verdadeiro “pleno” com todas as fichas. E sem entregar as surpresas da minissérie (que são muitas), a história

começa quando a bióloga e professora universitária, Valentina (Emilia Attia), viaja até a cidade de Corrientes, no norte do país, para pesquisar a brusca redução na população de capivaras em uma reserva ecológica nacional, o Parque de Mburucuyá, e encontra um problema muito maior: a contaminação de mananciais de água pelos dejetos de curtumes irregulares que estão causando graves doenças e até mesmo mortes na população ribeirinha,

assim como na fauna local. Enquanto isso, seu marido Diego (Guillermo Pfening), também um cientista, e seu sócio e grande amigo, o biólogo Simon (Germán Palacios), viajam para o Pólo Sul para investigar o degelo repentino de glaciais. Neste momento, uma trágica notícia chega aos dois em meio ao gelo: Valentina sofreu um suspeitíssimo acidente. Mas, mesmo não sendo o melhor momento da amizade deles (nem um pouco mesmo), os dois largam tudo para ajudá-la em Iberá. Lá, eles encontram evidências de que uma empresa multinacional está encobrindo muito mais que crimes ambientais na região. Para quem é da Boca do Monte e for assistir a obra, um extra: depois de trazer dois de seus inspirados curta metragens e participar com sucesso da última II Mostra Internacional de Cinema de Santa Maria, realizada, em março de 2016, na APUSM com parceria do Santa Maria Vídeo Cinema (SMVC), o diretor e produtor cinematográfico argentino, Marcel Czombos, aparece como guarda florestal de Mburucuyá, fazendo uma bela ponta entre os atores coadjuvantes. Enfim, recomendo, e muito! * Para quem se interessar, aí vai o link do trailer de Cromo: https://youtu.be/AM3fgO6lB7g


16

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017 Carlos Costabeber

Cinema

Telão em casa NEGÓCIO DAS ARÁBIAS

Título original:“A Hologram For the King” Tom Hanks garante com atuação vibrante no papel de um vendedor de sistemas, o sucesso dessa mistura de melodrama e comédia; além de se conhecer um pouco de um país fechado, Arábia Saudita, o filme é embalado por sucessos dos anos 70 e 80. Final diferente e agradável! IMPERDÍVEL!

SETEMBRO EM SHIRAZ

Título original: “Septembers of Shiraz” História real de um iraniano judeu e muito rico, que enfrenta junto com a família, a perseguição da temida “Guarda Republicana” do aiatolá Musavi Khomeini. Grande interpretação do ator Adrien Brody, que parece talhado para papéis de sofrimento. IMPERDÍVEL!

STONEWALL: ONDE O ORGULHO COMEÇOU

Título original: “Stonewall” O bar “Stonewall Inn” em Greenwich Village, New York, frequentado pela comunidade LGBT, foi invadido violentamente pela polícia em 28 de junho de 1969. Os eventos que se sucederam marcaram o início do moderno movimento de libertação gay nos EUA. O enredo desse filme mostra os momentos que levaram a 1ª Parada Gay da história. MUITO BOM!

CHOCOLATE

Título original: “Chocolat” A história real do negro cubano Rafael Padilha (filho de escravos), que foi para a França, e trabalhava num pequeno circo no início do século XX. Descoberto por um artista inglês, ganha o apelido de “Chocolat”, e com isso passam a formar numa célebre dupla de palhaços em Paris. Mas foi perseguido e humilhado, morrendo precocemente em 1917. IMPERDÍVEL!

O RECOMEÇO

Título original:“Hansie” Biografia do jogador e capitão da equipe de críquete da África do Sul na década de 1990, Hansie Cronje, que no auge da carreira se deixou corromper por bookmakers da Índia. O filme tenta retratá-lo de forma positiva e como vítima, mas a verdade foi bem outra. MUITO INTERESSANTE!


Janeiro/Fevereiro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Literatura Professor Aguinaldo Severino

A natureza de Humboldt

L

er livros de quinhentas páginas é uma típica ocupação maravilhosa das férias, mas este “A invenção da natureza” é tão bem escrito que é muito provável que o leitor acabe tendo de procurar algo novo para ler bem antes do que imaginava. Andrea Wulf nos apresenta o multitalentoso naturalista e explorador Alexander von Humboldt em detalhes. Trata-se de alguém sempre curioso das cousas do mundo, sempre em movimento, estudando e encontrando associações entre os mais variados assuntos. Na verdade, Wulf não apenas conta a história da vida e das muitas descobertas do prolífico von Humboldt (homem dos séculos XVII e XVIII, que nasceu em 1769 e morreu em 1859). Ela também produziu e incluiu em seu livro extensas passagens biográficas de outros cientistas naturais, políticos, exploradores e pensadores tão produtivos e memoráveis quanto ele, como Goethe, Thomas Jefferson, Simón Bolívar, Darwin, Thoreau, George Marsh, Ernst Haeckel e John Muir. A vida de Humboldt e suas contribuições para a ciência e o mundo contemporâneo não cabem neste registro de leitura (não cabem nem na biogra-

fia de Wulf, a bem da verdade). O livro descreve cronologicamente a evolução do pensamento de Humboldt; suas principais contribuições científicas; o roteiro de suas grandes viagens (a primeira pelas Américas, do sul, central e do norte; a segunda pela Rússia dos czares, pela Sibéria); os temas de seus livros; a repercussão de suas pesquisas; a efetiva rede de colaboração científica

criada por ele; sua habilidade política e gerencial. Lendo o livro nos convencemos da originalidade do pensamento de Humboldt, de suas preocupações ecológicas (foi dos primeiros a registrar o impacto das atividades humanas no clima e no geografia do planeta) e humanistas (era absolutamente refratário à ideia e à prática da escravidão). O livro é fartamente ilustrado, inclusive com uma reprodução do Naturgemälde (sua proposta para a geografia das plantas) e tantas outras maravilhas. Há também um extenso conjunto de notas e posfácio onde Wulf explica do que trata cada um dos volumes publicados da enorme produção de Humboldt. Grande sujeito. Vale a pena consultar os guardados da página eletrônica da Fundação von Humboldt. E vale a pena se aventurar por esta excelente biografia. “A invenção da natureza: A vida e as descobertas de Alexander von Humboldt”, Andrea Wulf, tradução de Renato Marques, São Paulo: editora Planeta do Brasil (selo Crítica), 1a. edição (2016), [edição original: The invention of Nature (New York: Knopf Doubleday Publishing Group) 2015]

17


18

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017

Saúde

Você e a vitamina T omar mais vitamina D pode proteger contra gripes, resfriados e outras infecções respiratórias, afirmou um estudo publicado, no início de fevereiro, pela Universidade Queen Mary de Londres, e que reabre o debate sobre a utilidade dos suplementos nutricionais. Um estudo sobre 25 testes clínicos realizados em 14 países, alguns dos quais apontaram resultados contraditórios, descobriu “a primeira prova definitiva” da relação entre a vitamina D e a prevenção da gripe, afirmaram pesquisadores na revista “British Medical Journal” (BMJ). Os efeitos são maiores nas pessoas que têm baixos níveis deste nutriente, que se encontra em alguns alimentos e é absorvido pelo corpo quando a pele se expõe à luz ultravioleta. Muita gente, principalmente de países com climas frios e nublados, não tem vitamina D suficiente. Durante anos, os estudos cientí-

ficos defenderam conclusões opostas sobre este tema. Alguns deles demonstram que as pessoas com níveis baixos desta vitamina têm mais risco de sofrer fraturas ósseas, doenças cardíacas, câncer de cólon, diabetes, depressão ou Alzheimer. Para outros, não existe uma prova que corrobore este risco. Este novo estudo, realizado pelos pesquisadores da Universidade Queen Mary de Londres com base em uma amostra gigantesca com 11 mil participantes, esclarece por que os suplementos parecem funcionar em alguns testes e não em outros. “A conclusão é que os efeitos protetores dos suplementos de vitamina D são mais fortes nas pessoas que têm níveis mais baixos de vitamina D, e também quando o suplemento é fornecido diariamente ou a cada semana, mais que em doses espaçadas”, disse o diretor da pesquisa, Adrian Martineau, em um comunicado.

Atenção Associado: Como autorizar débito em conta da APUSM no Banco do Brasil, passo a passo? 1 - Vá até um caixa eletrônico do Banco do Brasil, insira seu cartão e clique em “OUTRAS OPÇÕES” 2 - Pagamento 3 - Débito Automático 4 - Confirmar a autorização *Caso seu débito não seja efetuado, retornando na alínea “SEM CONTRATO DE DÉBITO AUTOMÁTICO”, o associado deverá efetuar a nova autorização de débito seguindo os mesmos procedimentos.

Surge uma hipótese A vitamina D protege contra infecções respiratórias, incluindo a bronquite e a pneumonia, ao aumentar os Vitamina D como níveis de peptíredutora do risco deos antibióticos de infecções nos pulmões, serespiratórias gundo os cientistas. Isto coincide com a observação de que resfriados e gripes são nacional de saúde britânico, commais comuns no inverno e na pri- partilha a cautela da equipe de mavera, quando os níveis de vita- pesquisa. “Este estudo não fornemina D são mais baixos. Também ce provas suficientes para aconseexplica por que a vitamina D pro- lhar a vitamina D como redutora do tege contra os ataques de asma, risco de infecções respiratórias”, afirmou. acrescentaram. Outros especialistas são, no Em um editorial publicado com entanto, mais otimistas. O caso o estudo, os especialistas Mark dos suplementos de vitamina D, Bolland e Alison Avenell afirmam ou outros complementos nutricioque as conclusões devem ser connais, “agora é indiscutível”, consideradas como uma hipótese que cluiu Benjamin Jacobs, do Royal requer uma confirmação científica. Louis Levy, chefe de ciência nutri- National Orthopaedic Hospital. cional do Public Health England Fonte: France Presse (PHE), uma agência do serviço

Exercícios físicos na APUSM Pilates no Solo Todas as terças e quintas-feiras Manhã: 9h às10h - Tarde: 17h às18h Circuito Funcional em Grupo Terças e sextas-feiras, das 18h às 19h Segundas e quintas-feiras, das 19h30 às 20h30 Aulas orientadas pelo professor Daniel Corrêa Moraes. Inscrições ou sugestões para novas turmas, favor entrar em contato pelos telefones (55)3221-4856 e (55)99166-9308 ou pelo e-mail: apusm@apusm.com.br


Janeiro/Fevereiro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

19


20

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017

Crônica

Francamente, aqui entre nós Por: Eduardo Ayala

É

de se supor que um impenitente como eu, que aceita com relutância os padrões morais socialmente instituídos, seja contumaz no pecado e na perversidade. Conheço pessoas que são meus antípodas, que seguem à risca os preceitos religiosos e sociais com um ato de fé e uma franca convicção de dar inveja. Há os que agem da mesma forma, mas o intuito é notoriamente diferente: mostrar-se para os outros, não sem um falso arroubo de beato, como exemplos de correção, moralidade, humildade, modéstia... A estes, com o perdão do Criador, os detesto de maneira inefável! As diversas religiões consideram o pecado como um abuso da liberdade. Pergunto-me: quais são de um modo geral e categórico, os limites da tal liberdade humana? Eu que não presto tributo ao altar de nenhum dogma religioso nem a uma ideologia ir-

refutável, imagino que o livre arbítrio de cada um seja o melhor recurso para o balizamento dos nossos atos, sejam estes quais forem. Neste caso e parafraseando Baruch Spinoza: evite-se, com o maior cuidado, a ironia cáustica e o desprezo pelas ações dos nossos semelhantes; em contrapartida, o que deve ser feito é tratar de compreendê-los com a mais conspícua responsabilidade. Ainda lembro, como se fosse hoje, os tortuosos prolegômenos da minha primeira comunhão católica. A catequista, uma solteirona de uns 45 ou 50 anos, genuína e fervorosa amante de Cristo, reivindicava a nossa fé em Jesus sem esquecer jamais que éramos pecadores iminentes em potencial. Eu já pensava, naquela ocasião, que incutir a fé numa criança era uma intolerância em estado avançado. Admitir o

pecado, então, significava conviver com a paranoica cultura do medo. Aqui entre nós, alguma vez eu já lhes disse que a fé é uma dádiva que não me foi concedida em plenitude? E o pecado? Simples: consiste em rejeitar as normas de Deus escritas por humanos como você e eu. De antemão, advirto que não sou um virtuoso e nunca conseguiria sê-lo. Possuo vícios que não infringem a lei e que são inerentes à maioria da espécie humana. Isto é imoral e antiético? Pois então que seja enquanto me traga felicidade. Adoro preparar um “ceviche” ao ritmo de uns goles de “pisco” permeado por umas cervejinhas bem geladas. Ah! Tenho uma queda por mulheres bonitas e inteligentes. Juridicamente, evito transgredir as regras impostas pela sociedade; portanto, não há crime que me seja imputado.

Agora, teologicamente não poderia dizer a mesma coisa: sou um pecador iminente, quase congênito, passível de sucumbir a um oceano de “tentações”. Pelo menos isso é o que determinam as leis e os mandamentos elaborados pelos homens em nome de Deus. Todas as religiões, verdadeiras amantes do Supremo Ungido, conduzem à vida eterna no almejado paraíso celestial. Todas sem exceção! Basta seguir ao pé da letra os preceitos de cada uma delas para ser salvos da mácula do pecado. Por outro lado, acredito, sem assomo de dúvidas, na existência de um Deus indivisível, e não mais de um. Modestamente, elaborei minha própria liturgia para falar com Ele, para amá-lo a meu modo, sem interpostas pessoas que direcionem o meu caminho ou obnubilem a minha mente. Tenho a absoluta certeza de que Ele me ouve e me responde com encorajadoras e quase inaudíveis epifanias quando adormeço. Senhor onipotente de diamantina pureza, eu te amo!


Janeiro/Fevereiro 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

21


22

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017

Novos Convênios Leve a carteira de Associado da APUSM e ganhe 30% de desconto

Bella Forma Centro Estético & Cosmético A Bella Forma Centro Estético & Cosmético, há mais de 10 anos oferecendo o melhor para você. Vem por meio deste expandir seus serviços e produtos aos seus COLABORADORES e ASSOCIADOS em forma de CONVÊNIO com benefícios e descontos especiais. Benefícios: Desconto para associados APUSM: 3% em todos os serviços à vista Pagamento parcelado em 2 vezes (valor mínimo R$ 200,00) Produtos / Serviços: 60% entrada + 40% no vencimento do cartão de crédito. Desconto maior à vista com 5% - Somente nos pacotes. Page no Facebook : Bella Forma Centro de Estética @bellaforma.clinica. estetica - Telefone 055 3217-5450 / whats 98123-5450 Endereço: Rua Vicente do Prado Lima, 355 sala 101 e 102 - Camobi - Faixa Nova - duas quadras da UFSM. Visite-nos e descubra o que oferecemos para você se sentir ainda melhor.


Janeiro/Fevereiro 2017

23

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Convêniados: Saúde Agafarma Telefone: (55) 3222.6509 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte). Fisioterapeuta Marcelo de Carvalho Pozza Telefone: (55) 99989.3099 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Reni Farmácias Telefone: 0800 510 1933 / (55) 3223.1930 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Delínea – Pilates e Atividades Físicas Telefone: (55) 3317.0493 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Centro Clínico Camobi Telefone: (55) 3226.6571 10% a 20% de desconto para associados e familiares Laura Weber – Fisioterapia, RPG e Pilates Telefone: (55) 99608.0048 *Desc. 10% para associados APUSM (consulte) Consultório Psicológico de Juliana Martins Telefone: (55) 99114.9919 *Desc. 30% de desconto nas consultas e atendimentos Andréa Machado - Psicóloga Telefone: (55) 99133.9633 *Desc. 50% de desconto nas consultas e atendimentos Mariane Noal Moro: Pilates e massagem Telefone: (55) 3025.2216 Descontos de 5 a 15% para associados. Psicólogos - Diego Gomes e Volnei Telefone: (55) 99673.8293 / 99953.3693 Consulte descontos para associados. Colchão Inteligente Telefone: (55) 3317.2442 Descontos especiais para associados. Dr. Luciano Ceron – Dentista Telefone: (55) 3225.3123 10% de desconto. Stefani Brondani – Nutricionista Telefone: (55) 99948.3060 10% de desconto. Dentista - Alessandra Camponogara Telefone: (55) 99992.1378 Consulte descontos para associados.

Matheus Bortolaso - Cirurgião Dentista Telefone: (55) 3015.5300 Descontos para associados.

Stoika Training System Telefone: (55) 3217.8837 10% descontos para associados.

Diego Gonçalo Gomes - Psicólogo Telefone: (55) 99167.7797 Descontos para associados.

Wagner Advogados Associados Telefone: (55) 3026.3206 *Desc. especiais para associados APUSM

Clínica Kowalski Odontologia Telefone: (55) 3026.2962 *Desc. especiais para associados APUSM

Sicredi Telefone: (55) 3026.0198 *Condições especiais para associados APUSM

Andréa HOME CARE – Psicóloga Telefone: (55) 99133.9633 50% de desconto. Bruna Scherer Lorenzoni – Fisioterapeuta Telefone: (55) 99913.1842 10% de desconto. Fernando S. Molon – Psicólogo Telefone: (55) 99913.1842 30% de desconto. SOMMOS Odontologia Telefone: (55) 3219.3276 20% de desconto para associados. EKOAUDIO Aparelhos Auditivos Telefone: (55) 3028.3815 Desconto para associados.

Estética Vanis Cabelereiros Telefone: (55) 3317.1999 10% descontos para associados. Beleza Ville Telefone: (55) 3347.1113 *Desc. especiais para associados APUSM Adriana Stiler Bohrer - Estética e Cosmética Telefone: (55) 99680.0043 *Desc. 15% para associados APUSM

Escolas de idiomas Up-Escola de Idiomas Telefone: (55) 3025.6217 *Desc. 10% de descontos em qualquer de seus cursos Curso de Inglês CNA Telefone: (55) 3028.0050 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Wizard Escola de Idiomas Telefone: (55) 3222.2293 Descontos de 20% para associados da APUSM

Serviços diversos

Nova Derme – Farmácia de manipulação Telefone: (55) 3026-7340 *Desc. 15% para associados APUSM.

Cheia de Graça Telefone: (55) 3025.3545 *Desc. 10 a 15% para associados APUSM

Perfil Odontologia Telefone: (55) 3025.1005 *Desc. 5 a 15% para associados APUSM

Nação Verde Telefone: (55) 3307.2226 10% descontos para associados.

Automotivo Superauto Telefone: (55) 3027.7974 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Minami Motors de Santa Maria Telefone: (55) 2101.1300 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Cia Todo Dia Telefone: (55) 3307.4661 Descontos 10% para associados APUSM.

Citroen - De France Telefone: (55) 3223.1001 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Centro Óptico Fone: (55) 3307.1337 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Concessionária Hunday Telefone: (55) 3027.9700 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Gaiger Telefone: (55) 3026.0022 Descontos de 20% nas compras à vista e 10% no crediário.

Lavagem Zero Grau Fone: (55)99998.2050 / 99902.4477 10% de desconto para associados APUSM

Jornal A Razao Telefone: (55) 3220.2100 Descontos de 15% na assinatura anual Pet Life Telefone: (55) 3015.5815 *Desc. especiais para associados APUSM Urbanes Empreendimentos Telefone: (55) 3026.7761 Vantagens especiais para associados.

Comidas Empório dos Cupcakes Telefone: (55) 99663.8366 Descontos de 5 a 10% para associados. River’s Grill e Restaurante Telefone: (55) 3347.2019 *Desc. de 10% para associados APUSM Santo Garden - Restaurante Telefone: (55) 3027.7898 Descontos 10% para associados. Eleven Burger Telefone: (55) 99124.0288 Descontos 10% para associados.

Unidas – Aluguel de carros Telefone: (55) 99641.8888 10% de desconto.

Hotéis Lar Residence - Porto Alegre/RS Fone/Fax: (51) 3226.6126 *Desc. especiais para associados APUSM Holiday Inn - Porto Alegre/RS Telefone: (51) 3378.2727 *Desc. especiais para associados APUSM Dall´Onder Hotéis (Bento Gonçalves - RS) Grande Hotel Telefone: (54) 3455.3555 Vittoria Hotel Telefone: (54) 3455.3000 *Desc. especiais para associados APUSM Hotel Jandaia - Santana do Livramento/RS Fone: (55) 3242.2288 *Desc. especiais para associados APUSM Hotel Continental Santa Maria - SM Telefone: (55) 3028.7070 *Desc. especiais para associados APUSM


24

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Janeiro/Fevereiro 2017

Profile for Apusm Santa Maria

Jornal APUSM edição Janeiro 2017  

Jornal APUSM edição Janeiro 2017  

Advertisement