Page 1

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

R Santa Maria / RS / Brasil ANO 49 nº 12 Dezembro - 2016

Quando o canto encanta

Foto Ronald Mendes Photography

Encontro Internacional de Coros

Página 16 Rodrigo Fortes/APUSM

Homenagem:

Associação reverencia pioneiros Página

06

Natal Open Bar inaugura novo espaço

Página

11

Jurídicas:

Auxílio Transporte para servidores Página

07


02

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Editorial:

Alegrias e tristezas Tania Moura da Silva Presidente da APUSM

E

stamos chegando a mais um final de ano! Momento de agradecer! Agradecer a Deus, por todas as etapas vencidas em 2016. Felizes por todas as conquistas, mas também com uma ponta de tristeza por perdas que ocorreram nesse ano. Estou falando da partida precoce do colega e grande amigo Gildo, pessoa mais que especial, pois tinha a capacidade de viver intensamente pelas causas que acreditava. Sempre empenhado na realização dos sonhos, metas e objetivos traçados firmemente para serem alcançados,

não se descuidando da competência, do rigor, da ousadia e da alegria em cada detalhe. Um colega, um profissional e um amigo de bem com a vida. Trazia diariamente sua alegria, sua força, sua palavra de ânimo. Existiam, também, suas discordâncias e seus porquês, e mesmo nas discussões mais acirradas, vislumbrava novas oportunidades para melhorar cada vez mais nossa Associação. Quis o bom Deus levar esse amigo para alegrar o céu, nos deixando sem prévio aviso, com um enorme vazio, mas sabemos que mesmo depois do último adeus, aqueles que partiram continuam fazendo parte da vida dos que ficaram por meio

da Saudade, onde sempre recordaremos com carinho os maravilhosos momentos passados juntos. Por isso, agradecemos por ter posto tanta sabedoria, cuidado e imaginação em nosso trabalho e em nossa amizade e por compartilhar tantas coisas boas. A nossa Saudade não será sentida com dor, mas, com orgulho de termos passado por momentos tão únicos e extraordinários com nosso amigo Gildo Meneghello. Por fim, queridos amigos associados, a Diretoria da APUSM ao encerrar mais um ano, deseja a todos um feliz e abençoado Natal e um 2017 cheio de saúde, paz e muitas realizações.

Novos associados ARCI DIRCEU WASTOWSKI (UFSM) ASTOR HENRIQUE NIED (UFSM) CAROLINA GOMES DIEFENBACH (PENSIONISTA) CLANDIO TIMM MARQUES (UNIFRA) DANIEL ARDISSON ARAÚJO (UFSM) ELIZIANE DA SILVA DÁVILA (IFF) GLADYS SEEGER CUNHA (UFSM) JULIANA DE MAGALHÃES BANDEIRA (IFF) LUCILAINE GOIN ABITANTE (IFF) MACKLINI DALLA NORA (UFSM)

MAURICIO SCOPEL HOFFMANN (UFSM) MELINA DE SOUZA MOTA (UFSM) PATRICIA DO AMARAL COMARU (UFSM) ROSILAINE CORADINI GUILHERME (UNIPAMPA) SILVANA MALDANER (UFSM) THOMAZ FRANCISCO SILVEIRA DE ARAUJO SANTOS (UFSM) VANDERLEI MANICA (UFSM) VIRGINIA SUSANA VECCHIOLI (UFSM)

Você quer praticar exercícios físicos na Associação..... Então confira os dias e horários na sede da APUSM abaixo: ATIVIDADES FÍSICAS 3ª e 5ª das 18 às 19h PILATES 3ª e 5ª - Manhã das 9:30 às 10:30h Tarde das 16:30 às 17:30 h Mais informações na Secretaria da APUSM ou pelo e-mail apusm@apusm.com.br

Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Fundada em 14/11/1967 Av. Nossa Senhora das Dores, 791 CEP: 97050-531 - Santa Maria/RS Fone/Fax: (55)3223 1975 ou (55) 32214856 - www.apusm.com.br E-mail: apusm@apusm.com.br DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Tania Moura da Silva Vice-presidente: Eduardo Rizzatti 1º Vice-presidente: Darcila Castelan 1º Secretário: Martha Adaime 2º Secretário: Solange Fagan 1º Tesoureiro: Luiz Antônio Freitas CONSELHO DE CURADORES Titulares Waldyr Pires da Rosa Etevaldo Vargas Porto Julio Cesar Farret Suplentes Sirlei Dalla Lana Ronaldo Morales Pedro Romeu Bagioto JORNAL DA APUSM Fundado em 30/03/1971. Supervisão Geral Quintino Corrêa de Oliveira Gaspar Miotto Jornalista Responsável Ricardo Ritzel / MTB: 12773 Fone: (55) 3221-4856 Ramal 25 jornal@apusm.com.br Diagramação Rodrigo de Oliveira Fortes Revisão Prof. Leila Ritzel Tiragem 3.000 exemplares O Jornal da APUSM aceita a colaboração da Comunidade Universitária Distribuição gratuita e dirigido aos associados

Foto de capa: Ronald Mendes Photography Contato: 55.99918.1614 E-mail: ronaldmendesfoto@hotmail.com

Acompanhe as notícias pela página da APUSM ou pelo facebook. Para receber nossas notícias por e-mail, mantenha o seu cadastro atualizado. * Caso queira atualizá-lo ou mandar alguma sugestão envie um e-mail para: jornal@apusm.com.br


Dezembro 2016

03

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Foto na História

Os 25 anos do Centro de Tecnologia

O

Centro de Tecnologia da UFSM foi fundado em 30.6.1960, como Centro Politécnico da ASPES. Para o programa comemorativo de seu Jubileu de Prata, em 1985, o Prof. José Antonio Brenner organizou uma exposição com expressiva documentação incluindo fotos, textos, documentos e objetos referentes aos 25 anos da história do CT. Tal documentação abrangia desde a doação do terreno para o Centro Politécnico – origem da Cidade Universitária –, a transformação em Faculdade Politécnica, sua instalação na Escola Hugo Taylor, as diversas fases da construção até a época do jubileu. Alguns itens chamaram a atenção: O teodolito que serviu para as primeiras aulas de topografia. Era chamado “Meneghetti” porque fora doado pelo eng. Ildo Mene-

Foto arquivo José Antonio Brenner

Abertura da exposição, no saguão do C.T.: Arlindo Mayer, José Antonio Brenner, Antonieta Brenner, José Mariano da Rocha Fº, Wilson Aita, Gilberto Moresco, Raphael Pillar e Ângela Ferrari.

ghetti, que usara o aparelho em seus ca de dois metros, usada nas aulas de 1962, comunicando a direção que os estudantes entrariam em greve. Cálculo Numérico. primeiros anos de profissão. Fonte José Antonio Brenner Ofício do Diretório Acadêmico, em Uma régua de cálculo com cer-


04

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Crônicas

Relacionamentos

Da nossa janela

N

ós pouco sabemos o que é um verdadeiro encontro entre pessoas. Nossos relacionamentos são bastante rasos. Nesta época do ano, desejamos Boas Festas – mais um costume do que algo sentido de espírito aberto - não nos entregamos, não conseguimos ser convincentes. A nossa intimidade com os mais próximos não passa de fórmulas prontas de se dizer. Chamamos tanta gente de amigo, mas não vamos além do que se espera do outro. A intimidade está em falta entre nós na vida em sociedade e, muito também, nos lares. Frequentamos um mundo superficial, repetindo mantras conhecidos, sem buscar nossa essência para nos entregarmos ao outro. Quantos são os filhos que visitam os pais nesta época do ano, e que com eles não têm nenhum diálogo? Velhos desacertos que vêm à tona em cada encontro. Festas de fim de ano servem para “unir” as pessoas que não querem parecer sozinhas. Quando vemos pais orgulhosos de seus filhos, muitas vezes apenas falam o que os estranhos esperam ouvir. Por outro lado, isso me fez lembrar uma mãe que contava às amigas o sucesso do filho, aprovado no Vestibular de Medicina. Estava radiante com o feito do menino, mas nunca conseguiu dizer a ele do seu orgulho. Apenas alertou-o que isso era só o começo, que o rapaz teria que se dedicar muito para ser um bom profissional. Preferiu apelar para a disciplina mais rígida, citando nomes de pessoas que fracassaram. Não chegou a desestimular, pois é uma necessidade a continuação do empenho, após uma aprovação. O que faltou foi a “festa inicial”, o elogio merecido, especialmente dizer de sua felicidade. Fato que só as amigas parece terem compartilhado. Numa matéria da Revista Claudia (dez.2016), a autora cita a psicanalista Cristiane Maluf Martin que diz: “Não adianta exigir do outro algo que ele não

Máximo José Trevisan*

pode oferecer. As pessoas têm valores diferentes e é preciso lidar com isso”. Existem casais que só conhecem a intimidade no sexo, quando se dizem palavras carinhosas. No dia a dia, mal se olham, os assuntos são sempre banais, contas a pagar,preços dos alimentos, noticiário do jornal. Uma amiga contou que, quando o marido fala em política, ela pede para ele tentar essa conversa na sauna ou no futebol. Quer dizer, as frivolidades chegam ao ponto de uma mulher, pode também acontecer de um homem, assuntarem com o companheiro ou companheira como se estivessem preenchendo o silêncio, nada a ver com a relação de cumplicidade que deveria uni-los. Muitos silêncios transmitem mais do que tanta banalidade. A autora diz que nenhum vínculo cria automaticamente a empatia. Não são automáticos, e engana-se quem pensa que só porque o outro é seu irmão, o entendimento está consolidado. Conforme ela, “a conexão vem dos sentimentos, não do intelecto”. Não se pode tentar falar a mesma linguagem dos filhos, por exemplo. Mas demonstrar, amor, sim. Esse estranhamento entre familiares é muito comum. Certo dia perguntei a uma médica pela tia, de quem gosto muito. E ela respondeu que “não sabia”. A parente afastou-se por um desentendimento desconhecido. Isso mostrou que a intimidade entre elas – sem que a mulher mais jovem notasse, já estava deteriorada. Um simples fato disparou a ruptura. Outro ensinamento básico do artigo em questão: “Criar vínculos pressupõe troca. A rejeição não pode ser tolerada indefinidamente”. E, Liliane Prata, no capítulo Rupturas Necessárias, escreve que “não adianta exigir do outro aquilo que ele não é capaz de oferecer”. E ela resume: “Às vezes o caminho é procurar profundidade em outras relações.”

*jornalista

1

. Da solidão Ninguém é só quando tem ao seu dispor um número de celular, um e-mail para atravessar distâncias, um whats app para trazer o de longe para perto, o invisível para alimentar o olhar, a voz para quebrar o silêncio indesejado. 2. Dos cargos e dos ocupantes Há homens e mulheres que têm o tamanho dos seus cargos. Há homens e mulheres que são menores do que seus cargos. Há homens e mulheres que são maiores do que seus cargos. 3. Do casamento – ontem e hoje Ontem, quase todos casavam para sempre. Hoje, importam, a cada dia, decisões de amor, pequenas às vezes, quase insignificantes não raro, mas sempre necessárias para que o óleo da lamparina não termine e a luz não se apague, deixando de iluminar o necessário encontro dos afetos. Ontem, quase todos casavam até que a morte os separasse. Hoje, não. Um acontecimento menor, uma colisão de interesses, uma briga de impacientes, um sexo mal começado ou mal terminado, um silêncio inoportuno de gestos de amor não feitos, eis rompido o elo dos sentimentos e valores maiores. Ontem, quase todos casavam na igreja para que Deus, o padre e os convidados presenciassem o pacto do amor. Hoje há quem faça do clube um templo, da festa a liturgia do provisório, e dos convidados as testemunhas do começo de um amor que se “pretende eterno enquanto dure...”

Foto Ricardo Ritzel/ APUSM

Celina Fleig Mayer*

4. Do lazer e do prazer Disse Chantal Thomas: “Na sociedade moderna há muito lazer e pouco prazer.” 5. Do muito e do pouco É verdade (no fundo todos sabemos): precisamos de tão pouco para viver, mas hoje, mais do que ontem, tudo nos leva a crer que carecemos do muito para ser feliz. Pura sabedoria? Pura bobagem? 6. Dos melhores desejos Gostaria de ter mais humor, de não ser tão sério. Gostaria de não me dar importância, mesmo quando a vaidade exige espaço e vez. Gostaria de não gastar tempo, nem talento e saúde no que não vale a pena.

*maximotrevisan@uol.com.br; advogado, membro da ASL.


Dezembro 2016

05

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Geral

Inscrições abertas para Colônia de Férias Informações úteis Datas:

16 a 20 de janeiro de 2017 (segunda a sexta) 23 a 27 de janeiro de 2017 (segunda a sexta) – Período de inscrição: 05 de dezembro a 14 de janeiro 2017 na secretaria da APUSM das 8h às 12h e das 14h às 18h. – Horário das Atividades: das 13:30h às 18:30h. – Local: Sesc Santa Maria – Av. Itaimbé nº66.

O

Sesc Santa Maria e a APUSM, em parceria, estão com as inscrições abertas para o projeto “Brincando nas Férias”, que acontecerá entre os dias 16 e 27 de janeiro. As atividades, destinadas para crianças entre 4 e 11 anos, é voltada para filhos de trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e público em geral. Os encontros acontecerão no

Sesc Santa Maria, e os responsáveis pelas crianças podem escolher uma ou as duas semanas de participação no projeto. Nesta edição, serão abertas 3 turmas (4 a 5 anos; 6 a 7 anos; 8 a 11 anos). Cada uma com 20 vagas. A programação das atividades será divulgada pelo Sesc no dia 16 de janeiro para os responsáveis pelas crianças. O “Brincando nas Fé-

rias” contempla atividades esportivas, contação de histórias, oficinas de culinária, artesanato, e jogos recreativos. Serão 2 monitores formados em pedagogia por turma, mais 2 oficineiros formados em pedagogia e educação física e 4 organizadores do evento que estarão diretamente com as crianças em todas as atividades, totalizando 12 monitores.

– Valores: R$70,00 POR SEMANA (pagamento em dinheiro ou cheque)

Documentos necessários para a inscrição: Cópia do RG, CPF, Comprovante de Residência e Foto do Titular (Responsável pelas crianças) e dos dependentes (as crianças).


06

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Café dos Pioneiros

entardecer desta quinta-feira, 24 de novembro, foi especial na APUSM. O Café dos Pioneiros, já tradicional na Associação, teve a sua quinta edição proporcionando um reencontro entre amigos, uma boa gastronomia e homenagens àqueles que tiveram a visão e o tirocínio para dar um passo importante para a educação superior em Santa Maria. Para abrir o evento, a professora e presidente da APUSM, Tania Moura, fez um pronunciamento e deu boas vindas aos cerca de 30 convidados que estavam presentes. Em seguida, após todos apreciarem o café colonial preparado pelo setor de eventos e petiscaria da APUSM, os professores homenageados deram um depoimento e receberam um troféu de

reconhecimento. Os agraciados com as homenagens foram a Prof.ª Lori Schmitz, além dos professores Ciro Schmitz, Tabajara Gaúcho da Costa, Paulo Jorge Sarkis, Walmor Mozzaquatro e Máximo Trevisan. “Gostaria muito de agradecer a APUSM que teve a gentileza de me conceder esse mimo”emociona-se o professor Paulo Jorge Sarquiz, um dos homenageados. Além dos seis professores que estiveram presentes para receber o troféu, também estavam entre os homenageados os professores Hugo Amaral, Júlio Brenner e Ronald Bossemeyer, mas que por motivos de força maior, não puderam comparecer à quinta edição do Café dos Pioneiros. Gabriel Pfeifer

Fotos Rodrigo Fortes / APUSM

O

Tarde de reencontros na APUSM

Confraternização de homenageados e familiares

Homenageado Máximo Trevisan (esq)

Homenageado Paulo Jorge Sarkis (esq)

Homenageados Lori Schmitz e Ciro Schmitz

Homenageado Walmor Mozzaquatro (esq)

Homenageado Tabajara Gaúcho da Costa (esq)


Dezembro 2016

07

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Jurídicas

Auxílio-Transporte para servidor

U

niversidade Federal exigia de seus servidores que utilizassem apenas o transporte coletivo. Por meio da assessoria jurídica de Wagner Advogados Associados, a Associação dos Docentes da Universidade Federal Rural de Pernambuco (ADUFERPE) ajuizou ação contra a UFRPE, para que os docentes possam receber o auxílio-transporte, independentemente do meio utilizado no deslocamento entre a residência e o local de trabalho, e vice-versa. Os docentes da Universidade recebiam o Auxílio-Transporte, destinado ao custeio parcial das despesas realizadas com o transporte municipal, intermunicipal ou interestadual. Ocorre que a instituição passou a fazer exigências para conceder e/ou manter o pagamento do benefício. Uma dessas exigências é que os

Atenção senhores associados:

servidores deveriam utilizar apenas o transporte coletivo. Ao analisar o processo, o magistrado Frederico José Pinto de Azevedo, da Justiça Federal de Pernambuco, reconheceu o direito de os substituídos receberem o Auxílio-Transporte, independentemente do meio de locomoção utilizado. Para o magistrado, “o Auxílio-Transporte é benefício que

ostenta caráter indenizatório, cujo escopo é compensar o servidor pelos gastos com o deslocamento para o local de labor, independentemente da utilização de transporte coletivo ou particular, razão pela qual não se constitui empecilho ao gozo do benefício o mero uso de veículo próprio para locomoção”. No processo ainda cabe recurso. Fonte: Wagner Advogados Associados.

Reconhecida Repercussão Geral sobre abono de permanência Entendimento reconhecido será aplicado nos demais processos sobre a mesma matéria. Conforme previsto na Constituição Federal, é legítimo o pagamento do abono de permanência ao servidor público que opte por permanecer em atividade, embora tenha preenchido os requisitos para a concessão da aposentadoria. Tal entendimento, no entanto, não estava sendo aplicado

pela Administração Pública aos servidores que preenchem os requisitos para a aposentadoria voluntária especial. Sobre este tema, o Supremo Tribunal Federal reconheceu repercussão geral, e a jurisprudência foi reafirmada pelo plenário virtual. A aposentadoria voluntária especial é possível para os servidores públicos que trabalham em condições prejudiciais à saúde

ou integridade física, permitindo que se aposentem com menor tempo de contribuição. Como tal direito implica em redução do tempo de contribuição, a consequência é uma antecipação do direito ao abono de permanência, que pode ser exigido pelos servidores públicos que preencherem os requisitos dessa regra. Fonte: Wagner Advogados Associados.

Não haverá atendimento jurídico da Wagner Advogados Associados na sede da APUSM nos próximos dias 29/12 e 05/01/17. Após este período, segue normal os dias e horários programados para o atendimento. O advogado e sócio do escritório Wagner Advogados Associados, Flávio Ramos, realiza todas as quintas-feiras pela manhã, das 10h ao meio-dia, orientações jurídicas aos associados da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM). Ramos é especializado nos assuntos relacionados a questões funcionais do servidor público como: carreira, vínculos do professor ao serviço público, entre outros. O escritório atua nesta área há cerca de 30 anos. Neste ano o escritório também está atendendo aos professores associados que possuem vínculos com instituições particulares. Assuntos relativos ao regime geral da previdência - INSS destes associados podem ser esclarecidos pelos advogados. Para isso, basta que o associado utilize este serviço nas quintas-feiras.


08

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Artigo

Garantindo seu futuro com o Plano APUSM

E

m tempos de reforma da previdência, o novo plano da APUSM, o Brasilprev, é fácil de contratar e possui diversas opções de investimento. É o benefício que faltava no projeto de vida de associados e funcionários da APUSM. Ao contratar o Plano Brasilprev, você tem a flexibilidade de optar por um produto com as características que melhor se ade15quam aos seus objetivos, estratégias e perfil de investimentos, customizando seu plano de acordo com as suas necessidades.

ações de renda variável. A carteira de ações é composta por empresas referenciais em histórico de pagamento de dividendos.

Escolha seu plano de acordo com seu perfil tributário:

*(1) Desde que o participante contribua com o regime geral (INSS) ou próprio dos servidores públicos e opte pelo modelo completo na Declaração Anual de Ajuste de Imposto de Renda.

- PGBL: indicado para quem deseja deduzir o valor das contribuições da base de cálculo do Imposto de Renda. Nesta modalidade é possível deduzir até 12% de sua renda bruta anual tributável (1) na declaração de IR.

- VGBL: indicado para quem não necessita deduzir o valor das contribuições da base de cálculo do Imposto de Renda. Nesta modalidade, em caso de resgate ou recebimento de renda, o imposto incidirá somente sobre os rendi-

mentos.

Estratégia de investimento

Nos Planos Brasilprev você pode construir a sua estratégia de acordo com seu perfil: - Fundos de Renda Fixa: perfil conservador, 100% compostos de títulos privados de Renda Fixa e Títulos Públicos Federais. - Fundos Compostos: até 49% em renda variável. Ideal para investidores com boa tolerância as flutu-

Fundos Ciclo de Vida: são fundos que acompanham os diversos momentos da sua vida, Eles ajustam automaticamente o direcionamento dos investimentos em renda fixa e variável, buscando o melhor resultado de rentabilidade ao longo do tempo. Planos Brasilprev. A maneira mais fácil de realizar seus projetos de vida. Para saber mais, entre em contato com a consultora Natália Medeiros Milbrandt pelo telefone (55) 99951.8070 ou pelo e-mail natalia.milbrandt@brasilprev.com.br


Dezembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

09


10

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Artigo:

Reforma do Ensino Médio no Brasil Ronaldo Mota*

A

convite do Congresso Nacional, participei da Audiência Pública promovida pela Comissão Mista que acolhe a Medida Provisória (MP) de iniciativa do Executivo Federal modificando o ensino médio. Como educador, reafirmo minha tendência de valorizar as etapas de esclarecimentos e convencimentos, imprescindíveis ao sucesso educacional. Tais procedimentos conflitam com a figura de MP. Mesmo assim, há que se ressaltar que, no caso, os elementos formais de MP, urgência e emergencial, são atendidos. As manifestações podem ser assistidas no link: https://www.youtube. com/watch?v=L3IaLYSFS0I&feat ure=youtu.be. O indicador de qualidade mais adotado, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, IDEB, evidencia que, entre os níveis da educação básica, o ensino médio é aquele que está em pior situação. A realidade atual de treze disciplinas obrigatórias em si contribui para limitar ou mesmo impedir que melhores e mais adequadas estratégias no processo ensino-aprendizagem sejam debatidas ou implementadas. Os argumentos para manter como obrigatórios tanto o ensino de artes como o de educação física são plausíveis e respeitáveis. Tanto quanto para filosofia, sociologia, história e geografia. Da mesma forma, como físico, teria pouca dificuldade em apontar os prejuízos e deficiências de um

formando do ensino médio que não tivesse tido acesso a um mínimo de física e uma introdução ao raciocínio embasado no método científico. A mesma lógica vale para biologia e química. Enfim, tal caminho argumentativo, definitivamente, não funciona e melhor tratarmos mais de conteúdos e interdisciplinaridades e menos de disciplinas isoladas. Além disso, Anísio Teixeira apontava, desde a década de 1950, que a educação secundária era excessivamente propedêutica. Priorizava a visão de etapa preparatória a estudos mais aprofundados de nível superior, subestimando o relevante papel de preparação técnica profissional dos jovens para o mundo do trabalho. Nos países mais competitivos e bem-sucedidos, a maioria dos jovens que fazem o ensino médio regular o fazem juntamente com educação profissional. No Brasil, somente 11% adotam tal estratégia. Como está estruturado hoje, a concepção subjacente é de que o ensino médio quase exclusi-

vamente prepara ao ensino superior. Porém, contraditoriamente, menos de um quinto dos jovens vão para as faculdades e menos de 12% da população adulta têm diploma universitário. O processo ensino-aprendizagem no ensino médio depende de muitos fatores, mas cabe especial destaque às condições de trabalho dos professores que atuam neste nível educacional. Em geral, eles são mal remunerados (http://www1.folha.uol.com.br/ educacao/2016/11/1832095-professor-recebe-até-39-menos-que-profissional-com-igual-escolaridade.shtml) e os cursos de formação, quando ofertados, não conseguem capacitá-los adequadamente à adoção de metodologias inovadoras e contemporâneas, especialmente quanto ao uso de novas tecnologias no ambiente educacional. Má qualidade do ensino médio tem também como consequência um parque universitário extremamente limitado na sua capacidade

Tefelonia APUSM: Adquirindo o plano da APUSM, obtenha as seguintes vantagens: - Atendimento presencial, sem filas. - Tarifas reduzidas nas ligações para outras operadoras. - Ao receber ligações em viagens nacionais, não há tarifação. - Fatura por e-mail com débito em conta. - Serviços como troca de chip, liberação de roaming e aquisição de pacote de dados, no mesmo dia.

de gerar ciência e inovação que sejam mundialmente competitivas. Seremos reduzidos, cada vez mais, a meros consumidores de tecnologias desenhadas no exterior e adquiridas via commodities com preços aviltantes, num ambiente de baixa produtividade e de altas taxas de desemprego. Adicionalmente, a convite da Frente Parlamentar pela Educação, apresentei a Palestra “Tecnologias e Metodologias Inovadoras da Educação Contemporânea”, cuja reprodução pode ser assistida no link: https://www.youtube.com/ watch?v=Mn7TrSEmVS4&featu re=youtu.be. Na Palestra, abordei o tema das tecnologias digitais que permitem explorar um novo cenário educacional onde todos aprendem (não sabíamos disso, pensávamos que somente alguns aprendiam), onde todos aprendem o tempo todo (antigamente a aprendizagem estava circunscrita ao ambiente escolar, delimitando espaços e tempos que hoje extrapolam os muros e os tempos da escola) e, por fim, o mais relevante, descobrimos que cada educando aprende de maneira única e personalizada (uma espécie de DNA educacional que caracteriza cada um de nós). Apoiados pela analítica da aprendizagem e por plataformas de aprendizagem, os educadores poderão conhecer muito mais sobre seus educandos, bem como estes sobre si mesmos, propiciando desenvolver trilhas educacionais personalizadas que atendam às características, circunstâncias e peculiaridades de cada aluno individualmente. *Ex-professor da UFSM e atualmente reitor da Estácio de Sá.


Dezembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

11

Evento:

Natal Open Bar inaugura Terraço APUSM

A

proveitando a chegada das brisas de verão, neste final de dezembro, a APUSM promoveu o Natal Open Bar, seu último encontro de 2016 entre associados, convidados e amigos em seu novo espaço de festas: o Terraço

APUSM, uma área ao ar livre, própria para os dias quentes, mas com toda estrutura para o bem receber. A Banda Charm’s Trio deu o tom da festa com o melhor do MPB e Pop internacional, assim como o Chef Da Cás criou um cardápio es-

Foto Thassia Moura da Silva

pecial para a celebração. A presidente Tania da Silva e família, recepcionaram a todos com a alegria de sempre. Confira quem esteve lá nas fotos abaixo e também no site da APUSM.

Foto Thassia Moura da Silva

Fotos Rodrigo Fortes/APUSM

A presidente Tania Moura da Silva, recepcionou convidados e amigos no novo espaço para confraternizações e festas da Associação: Terraço APUSM

Na esquerda: Adarci Antoniazzi, Paulo Sarkis, Neuton Pasini e Goretti, Luiz Fernando Sangoi e Jane

Da esquerda para direita: Rodrigo e Lilian Vargas, Sirlei Dalla Lana, Terezinha Jornada e Sônia Quadros

Da esquerda para direita: Darcila Castelan, Maria Silveira, Adélia Zusi, Ana Rosa, Regina Botti

Da esquerda para direita: Darleia Ziegler, Henrique Vizzoto, Rerbison Silva e Elisangela Machado

Da esquerda para direita: Margaretti e Luiz Freitas, Maria Aparecida Venturini e Vicente Brondani

Da esquerda para direita: Larissa Terra, Marli e Micheline Naisinger, Mariane Simonetti e Cla Rehbein

Banda Charm’s Trio encantou os presentes com suas interpretações: Simone, Claudiomiro e Toni

Depois da queima de fogos, a noite terminou na pista de dança com o melhor do MPB e Pop

Natal Open Bar como de praxe contou com bartender Eduardo (Dudu) e seus drinks


12

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Xadrez

Até o último movimento da partida

D

epois de seis rodadas e mais de 550 minutos de muita disputa intelectual durante todo o sábado, dia 3 de dezembro, no auditório da APUSM, Dayan Deste, de Porto Alegre, se sagrou campeão gaúcho absoluto de xadrez 2016 com 5 pontos em 6 disputados. Everton Togni, também de Porto Alegre, ficou na segunda colocação com 4,5 pontos, e o pelotense ex-campeão gaúcho, Donay Martins, com 4 pontos e no terceiro lugar fecham o pódio principal. Mas não foi fácil para nenhum dos primeiros classificados, assim como para os outros 22 enxadristas que vieram de todas as regiões do Rio Grande do Sul para jogar a final do campeonato estadual deste ano. A competição teve partidas disputadas ao extremo, algumas até mesmo bastante acirradas, e a lista de vencedores só foi definida no último movimento da última rodada, e mesmo assim deixando vários nomes consagrados deste esporte fora da zona de premiação. Tanto que, Valdemir Albuquer-

Foto Marcelo Konrath

que (APUSM-SMXC) também com 4 pontos ficou na 4ª colocação, Rogério do Nascimento, de Cruz Alta, com os mesmos 4 pontos, mas critérios de desempates inferiores, no quinto lugar e, fechando o grupo dos “4”, Ricardo Ritzel (APUSM-SMXC) com 4 pontos na 6ª colocação. Dirney Paulo, de Uruguaiana, e Henrique Backes, de Porto Alegre, com 3,5 pontos, completam o quadro de premiados. Próximos torneios – Enxadristas da parceria APUSM – Santa Maria Xadrez Clube se preparam

agora para participar do III Floripa Chess Open, um dos mais fortes torneios abertos do Brasil, que se realiza na capital catarinense entre

20 e 26 de janeiro próximo. Na sede, as competições de 2017 iniciam em fevereiro com o já tradicional torneio de xadrez rápido entre associados e convidados, mas com data a ser confirmada somente em janeiro. A grande novidade do Departamento de Xadrez é o anúncio da realização, ainda no primeiro semestre de 2017, de um torneio internacional em homenagem aos 50 anos da APUSM com participação de enxadristas brasileiros, uruguaios, argentinos e paraguaios. A confirmação da data e premiação da Copa APUSM 50 anos deve ser divulgada nas próximas edições do Jornal da APUSM e site.

Final do Campeonato Gaúcho Absoluto de Xadrez 2016 Arbitragem: Árbitro Chefe: AF Marcelo Konrath (RS) Árbitro Auxiliar: Eduardo Albuquerque (RS) Diretor: CM Jorge Alberto D. Boabaid Organização e realização: APUSM e Santa Maria Xadrez Clube Apoio: CBX e Federação Gaúcha de Xadrez Patrocínio: ENY Calçados e APUSM


Dezembro 2016

13

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Memória

F

A despedida do professor Gildo

oi um sábado triste para Educação santa-mariense. Faleceu, na noite do último dia 26 de novembro, o professor, contador e diretor da APUSM, Gildo Meneguello. Ele tinha 76 anos e lutava contra um câncer há seis meses. Gildo foi professor do Curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) por mais de 30 anos. Também prestou serviços a diversas empresas, assim como exerceu trabalhos voluntários em instituições da cidade. Atualmente, Meneguello era tesoureiro da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM) e consultor financeiro da Indústria de Massas Corrieri. O professor Gildo também presidiu a Associação Italiana de Santa Maria (AISM), foi padrinho do Lions Clube Medianeira, governador do Distrito LD-4 e presidente da Fundação Moacir de Ramos Martins. Segundo sua família e amigos, Meneguello era uma pessoa simples, sempre bem humorada e que cativava a todos com uma brincadeira. Seu lado humano, sensível e conciliador ficará como legado. Nas horas vagas ele gostava de torcer para seu time do coração, o Grêmio, e não dispensava uma festa acompanhado da esposa e amigos. “Gringo”, como era carinhosamente conhecido por seus familiares e inúmeros amigos, nasceu na localidade de Três Barras, Distrito de Arroio Grande, em Santa Maria. E aqui no “Coração do Rio Grande” ele viveu e conheceu sua eterna namorada e companheira, Carmem Meneguello, com quem teve os filhos Gildo, Gustavo e Luana, além de Tadeu, um “filho do coração”, como costumava dizer. Os filhos lhes deram três netos: Claudio, Betina e Artur. Gildo Meneguello também deixa muita saudade entre a direção, associados e funcionários da APUSM, onde nos últimos quatro anos foi um dos seus mais laboriosos colaboradores, sendo que, nos últimos dois anos, exerceu o cargo de tesoureiro da Associação. O professor foi sepultado no Cemitério Ecumênico Municipal na tarde do dia 27 de novembro. Texto Lorenzo Franchi ex-estagiário da APUSM, e atualmente jornalista no DSM

Sobre a vida & a morte Em memória do amigo Gildo Meneghello

Do mais sábio ao mais ignorante, do mais precavido ao mais displicente, todos sabemos: um dia ela virá, carregada de interrogações e mistério, ora ceifando crianças e jovens, ora até matusalênicos anciãos, ela, a morte, virá! Quantas vezes e em quantos lugares já nos perguntamos: por que assim acontece? Por quê? Artesã de muito talento e arte, não demonstra fadiga ao esculpir adeuses. Separa, no leito de um hospital ou na coletiva tragédia aérea, amantes de amados, parceiros de longa data e história, pais de filhos, irmãos de irmãos, amigos de amigos. A morte não pratica justiça ao se dar o direito de escolher, a seu critério, a quem, como e quando privar do convívio dos homens e do mundo. Hoje compreendo melhor meu pai quando, no passado, passava o dia triste, profundamente triste e silencioso, ao receber a notícia da perda de um amigo! Estou ficando assim! É o coração humano que vai se tornando mais solitário e solidário à medida que partem os que amamos. Viver, mesmo no meio de dificuldades e desafios, mesmo sofrendo injustiças e privações, viver é bom! A morte quebra expectativas? Quebra! A morte nega continuidade a sonhos, interrompe travessias? Interrompe! Mas, se a morte é uma das poucas certezas que temos, por que somos, então, tão desa-

Máximo José Trevisan

tentos à sua presença e ao seu significado maior, em nosso cotidiano? Se assim é, por que não somos cada vez mais conscientes da nossa fragilidade e da nossa transitoriedade? Seríamos, por certo, mais livres, mais desapegados das coisas, mais donos das nossas horas e das suas circunstâncias, mais sonhadores, mais capazes de curtir cada momento, especialmente o mais simples e próximo, deixando-nos menos sérios e sofridos diante das desatenções e injustiças de cada dia. A vida, diante da certeza da morte, nos leva sempre a pensar no mistério do destino humano. O cotidiano, por mais significativo, apequena-se e cobre-se de perguntas, quando a morte chega. Mesquinharias, desatenções, pequenas e grandes invejas, pequenas e grandes vaidades, tudo fica menos frequente porque nos tornamos mais humanos, mais justos, mais prudentes às vezes, mais audazes e sonhadores noutras, ao percebermos que não somos, na vida, o motorista, mas tão somente o passageiro que pode descer na próxima parada do destino... A perda recente de um amigo e a queda de um avião, que deixou a todos nós de luto, no Brasil, levaram-me a pensar na morte não como término, mas como inspiração para um presente mais liberto e mais feliz, apesar da realidade atual.


14

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Literatura Professor Aguinaldo Severino

O traço curioso de Juanjo Sáez

F

oi Sílvia, amiga querida, que lá de sua atrevida Barcelona sugeriu a Helga que comprasse algo do Juanjo Sáez. Juanjo é um quadrinista, roteirista e ilustrador espanhol, ou melhor, catalão (não podemos confundir essas cousas quando falamos de um legítimo barcelonês). Começou em seu ofício com fanzines e revistas alternativas, de arte e cultura. Posteriormente manteve colaborações com jornais e revistas de grande circulação. Desde o início dos anos 2000 publicou quase uma dezena de volumes de antologias de seus cartuns e histórias em quadrinhos (para ele mesmo, que assina uma introdução, trata-se de uma forma de fixar em livro coisas que desapareceriam com os jornais e também uma forma de organizar-se mentalmente). O traço é curioso. Seus personagens não têm olhos, nariz ou boca. Só nos momentos em que experimentam uma forte emoção é que ganham traços de alguma parte da anatomia de seus rostos. Em compensação seus personagens falam, muito, têm opinião sobre tudo, refletem sobre si e o mundo. As histórias reunidas em “Yo, el otro libro egocéntrino” foram publicadas originalmente nos anos 1990 e 2000 (o livro é de 2010). O livro oferece justamente o que o título promete. São histórias centradas no autor, que sempre é um per-

sonagem em suas histórias. Ele também faz uso de um alter ego que policia suas ideias, critica continuamente suas escolhas, reclama de sua timidez e inação. Parece uma brincadeira contínua com o shakespeariano fantasma do pai do Hamlet. Como todo bom cartunista ele abusa da ironia e do sarcasmo, nunca edulcora a vida e o comportamento dos homens (nem tampouco utiliza seu traço para fazer proselitismo político, explicitando alguma servidão mental e política a algum grupo - cousa que muitos de seus congêneres brasileiros se orgulham em fazer). Enfim, gostei. Grato Sílvia pela lembrança. Vamos a ver se a encontro (e encontro mais coisas do Juanjo) numa próxima viagem à Espanha. Em tempo (1): Juanjo coloca no Facebook e no Twitter um bocado de ilustrações bacanas. Em tempo (2): Conceitualmente, o estilo de Juanjo lembra as coisas do Angeli, apesar do Angeli não ser nada verborrágico e utilizar-se mais da força de seu traço comparativamente a seu texto. Sei lá. Talvez um teórico dos quadrinhos um dia possa me explicar se essa associação tem algum valor. Vale. “Yo: El otro libro egocéntrico”, Juanjo Sáez, Barcelona: Reservoir Books (Random House Mondadori), 1a. edição (2010)


Dezembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Cinema

Telão em casa

por Carlos Costabeber

CAFÉ SOCIETY Título original: “Cafe Society” O genial Woody Allen produziu um dos seus filmes mais espetaculares. Ambientado nas requintadas Hollywood e New York dos anos 30, para uma relação amorosa cheia de surpresas e sofisticação. ESPETACULAR!

SAMBA Título original: “Samba” Esse é mais uma produção que mostra o drama dos imigrantes na França. Estrelado pelo simpático Omar Sy (atuou em “Chocolate”), o filme é basicamente a história de um senegalês, que acaba conhecendo e se apaixonando por uma jovem branca. INTERESSANTE!

O RECOMEÇO Título original: “Hansie” Biografia do jogador e capitão da equipe de críquete da África do Sul na década de 1990, Hansie Cronje, que no auge da carreira se deixou corromper por bookmakers da Índia. O filme tenta retratá-lo de forma positiva e como vítima, mas a verdade foi bem outra. MUITO INTERESSANTE!

À PROCURA DA LIBERDADE Título original: “Freedom” Filme real sobre a escravatura nos Estados Unidos, e a existência de uma rota de fuga para o Canadá, a chamada “Underground Railroad”. Triste e meio chato! I N T E RESSANTE!

15


16

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Coral da APUSM:

Encontro Internacional de Coros

O

Theatro Treze de Maio foi palco da abertura do Encontro Internacional de Coros na noite da última sexta-feira, 25 de novembro. Além das apresentações no theatro, mais de 600 vozes de diferentes grupos coralistas exibiram o seu talento em outros locais de Santa Maria, durante sábado e domingo, 26 e 27. Entre os grupos que participaram deste encontro internacional na cidade, estavam coralistas da Argentina e do Uruguai, além de cidades como Chapecó, Novo Hamburgo, Erechim, São Leopoldo, Porto Alegre e Agudo, além de é claro, do premiado Coral da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria, regido pelo maestro Nei Beck. O coral da APUSM foi responsável pela abertura do encontro na noite de sexta-feira, no Theatro Treze de Maio. Premiado em segundo lugar no último mês de julho no III Cantoritiba (Festival Internacional de Corais de Curitiba) na categoria canto erudito de mostra competitiva, o coral da Associação mais uma vez deu um show de entonação e interpretação e mostrou toda a leveza de sua sintonia, arrancando aplausos da plateia.” O coral regido pelo maestro Nei Beck segue fazendo sucesso pelos palcos por onde passa nestes 10 anos de sua trajetória, que começou no dia 30 de agosto de 2006, como resultado de uma forte parceria entre a Associação e os artistas, Câmara de Vereadores e Associação dos Professores Universitários de Santa Maria e desde então divulga o canto coralista e o nome da APUSM. Além do Coral da APUSM, logo em seguida foi a vez dos Argentinos e Uruguaios emocionarem o público com todo o seu talento. Representando os Argentinos, os grupos “Alterados”, “Universitario de Missiones”, “Vocal Arsis Nova”, e “Polifônico Mar del Plata” se apresentaram no palco. Para finalizar a primeira noite do Encontro Internacional de Corais de Santa Maria, os grupos coralistas uruguaios “Amikanto” e “Aparcanto” também fizeram bonito promovendo uma intensa harmonia entre a música e a plateia. “Tive a oportunidade de participar das excelentes apresentações como um verdadeiro espetáculo, com excelentes músicas, participa-

Fotos Rodrigo Fortes/APUSM

Abertura do Encontro Internacional de Coros com a apresentação do Coral da APUSM no Theatro Treze Maio

ções estrangeiras, realmente ficou além do esperado, parabéns pela organização e por proporcionar ao público esse evento. Foi notória a

satisfação do público devido aos aplausos e manifestações a cada apresentação.” - relatou Daniel Moraes, que estava na plateia e

trabalha na telefonia da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria. Por Gabriel Pfeifer/ APUSM


Dezembro 2016

17

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Meio Ambiente:

Efeito estufa cresce 3,5% no Brasil

A

s emissões brutas de gases do efeito estufa no Brasil cresceram 3,5% em 2015 em relação a 2014, segundo balanço divulgado nesta quarta-feira (26) pelo Observatório do Clima rede que reúne 40 organizações da sociedade civil. De acordo com o Sistema de Estimativa de Emissão de Gases de Efeito Estufa (Seeg), o País emitiu 1,927 bilhão de tonelada de CO2 no ano passado, contra 1,861 bilhão de toneladas em 2014. O desmatamento foi, segundo o estudo, o principal responsável pelo aumento, o que contrariou a tendência de queda no lançamento de poluentes, esperada em um ano de recessão, com retração de 3,8% do Produto Interno Bruto (PIB). As emissões por mudanças no uso da terra cresceram 11,3% em 2015. A transformação de áreas de mata em pasto ou plantações representa 46% das emissões brasileiras.

Nesse sentido, o observatório destaca que o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais apontou para um aumento de 25% na taxa de desmatamento na Amazônia em 2015 em relação ao ano anterior. Energia O setor de energia, responsável por 24% das emissões no país, registrou queda de 5,3% no lançamento de poluentes em 2015. Além da redução do nível da atividade econômica, o estudo aponta para o aumento do uso de energias renováveis como um dos fatores que levaram à redução. Segundo o levantamento, uma queda de 7,1% no consumo de diesel, devido à diminuição no transporte de cargas ocasionado pela crise. O consumo de etanol e gasolina permane-

ceu estável. No entanto, o balanço indica uma substituição no uso do fóssil pelo renovável, com aumento de 18,6% do uso de etanol e queda de 9,4% no consumo de gasolina. Com isso, as emissões relacionadas ao uso de combustíveis caíram 7,4%. A agropecuária, terceira maior responsável pelas emissões no Brasil, com 22% do total de CO2, praticamente não variou em 2015, com um aumento de apenas 0,6% em comparação com o ano anterior. As emissões industriais (5% do total) tiveram queda de 1,2% no ano passado. A poluição resultante da disposição de resíduos, que representa 3% do CO2 brasileiro, teve ligeira elevação de 0,3%. Agência Brasil

Frase ecológica do ano “ Há quase 30 anos a Fundação Moã está se disponibilizando a facilitar a vida da Executiva santa-mariense quando o assunto é ecologia e meio ambiente. Até hoje não houve respostas para nossa mão estendida. Espero que a situação mude em 2017. Somos o Município mais atrasado do estado ao falarmos de sustentabilidade. Nem coleta seletiva de lixo temos”

Professor Rainer Oscar Müller, diretor- presidente da Fundação Moã


18

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Saúde

Sim, cirurgia plástica tem riscos sim!

S

onho de consumo de muitos brasileiros, a cirurgia plástica pode ser feita para fins corretivos ou estéticos. O Brasil é um dos países com maior número de intervenções do gênero, e também considerado referência mundial na área. Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) mostram que são realizadas cerca de 700 mil cirurgias anualmente no país, e dessas 73% são de ordem estética. É sempre válido corrigir ou melhorar algum aspecto físico que está afetando a auto-estima. No entanto, quem deseja se submeter a uma cirurgia plástica, seja ela reconstrutiva ou estética, precisa estar ciente de que nem sempre o resultado final é o desejado. Mesmo tomando o cuidado de realizar o procedimento com um cirurgião plástico experiente, por vezes, o organismo reage diferente do esperado, transformando o sonho de um corpo mais bonito num verdadeiro desastre estético. “Sempre pergunto aos meus pacientes se eles me procuraram por uma questão de momento ou se é algo que incomoda há tempo. Plástica não pode ser algo de momento. É preciso avaliar se os benefícios serão maiores do que os riscos. Quando não são, oriento a pessoa a pensar melhor” diz o cirurgião plástico Marcelo Wulkan, de São Paulo. Cerca de 30 %, diz ele, não voltam porque pensaram melhor ou porque encontraram outro profissional que aceitou fazer o procedimento sem questionar isso. Consultar um profissional habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), analisar os potenciais riscos durante e depois da operação, fazer todos os exames necessários e, principalmente, pesar os prós e contras da cirurgia são etapas que devem ser seguidas à risca antes de partir para o procedimento, recomenda o cirurgião Luciano Chaves, vice-presidente da SBCP. Ter o apoio da família é outro cuidado que pode ajudar a diminuir os riscos de problemas depois da cirurgia. “Tem pacientes, especialmente mulheres, que fazem plástica à revelia da família sem ter em mente que o pós-operatório é um período delicado, com limitações, e que precisa ser enfrentado com apoio de quem está mais próximo. A pessoa fica mais dependente e precisa

de alguém por perto para ajudar na rotina” diz Chaves. Durante e logo após a cirurgia, os riscos mais imediatos – e que independem da ação do médico – são as reações à anestesia e os sangramentos. Infecções são eventos mais raros, mas também podem acontecer, diz Wulkan. Alguns problemas podem aparecer certo tempo depois de feito o procedimento: cicatrizes de má qualidade, como as quelóides e as hipertróficas (com aspecto feio, alargado, espesso e, às vezes, doloroso) são mais frequentes em negros e asiáticos mas também podem estar presentes em qualquer pessoa, especialmente em áreas como o lóbulo da orelha e a região entre as mamas. Muitas vezes dá para prever como será a cicatrização com base em uma análise da pele e dos hábitos de vida dos pacientes. Quem fuma, alerta Wulkan, provavelmente terá problemas de cicatrização. Pessoas com estrias também podem não ter um bom resultado. “As marcas das estrias na pele já são um indicativo de que ela não tem uma boa capacidade de retração. É importante sempre informar isso ao paciente para evitar frustração com os resultados” explica Wulkan. Na colocação de implante de silicone um problema imprevisível é a rejeição da prótese pelo organismo, gerando o que os médicos chamam de contratura capsular,

Veja como você pode ajudar a reduzir os riscos de um resultado inesperado na cirurgia plástica: • Se você fuma, pare ao menos um mês antes do procedimento • Se você é mulher, evite a pílula um mês antes da cirurgia, especialmente se o procedimento for durar mais do que 4 horas (ela aumenta o risco de trombose venosa profunda, uma condição potencialmente fatal) • Não faça procedimentos estéticos como esfoliação, peeling profundo ou dermoabrasão antes da cirurgia • Se toma isotretinoína (para acne) pare com o medicamento três meses antes da cirurgia e só volte a tomar depois de 6 meses do procedimento (a medicação pode prejudicar a cicatrização no pós operatório) • É importante estar com o peso estabilizado, para evitar o efeito-

uma condição que ocorre em cerca de 3% das mulheres no período de um ano. Em alguns casos, explica Wulkan, é necessário retirar e trocar a prótese. Tanto na cirurgia de redução quanto na de aumento, também pode haver perda (temporária ou até permanente ) de sensibilidade nas aréolas. Outro imprevisto comum da cirurgia plástica é o acúmulo de líquido na região lipoaspirada. Esse líquido, explica Wulkan, pode ser

-sanfona, especialmente se a cirurgia for feita na barriga, no bumbum ou nas mamas • Se quer engravidar em curto ou médio prazo, vale repensar se não é melhor adiar cirurgia para depois de seis meses decorridos do fim da amamentação • Evite o sol antes e depois da cirurgia, especialmente se ela for feita na face. Na área operada, use filtro com fator de proteção solar 30 (no mínimo) • Faça todos os exames clínicos solicitados pelo médico para saber se pode se submeter ao procedimento • Só opere em hospitais ou clínicas que tenham suporte para atuar em casos de emergência

retirado no consultório com a ajuda de uma seringa ou é absorvido pelo corpo em algumas semanas. Já nas plásticas feitas no abdome um efeito inesperado bem frustrante para o paciente é a distorção no umbigo. “Toda cicatriz em região de orifícios, como é o caso do umbigo, pode ficar com o tamanho menor do que o usual. Além disso, o umbigo pode ficar com o aspecto irregular”, explica o cirurgião. Fonte Editorial Bibliomed - IG 2016


Dezembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

19


20

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Saúde

Plantando dedicação e colhendo dignidade

S

e este texto chegou aos seus olhos foi porque o destino está cumprindo seus objetivos. Está na hora de encontrar soluções para um problema que parece impossível de resolver. Nossa sociedade padece de um mal crônico, a dependência química, que parece invisível mas está destruindo famílias e pessoas que se amam. Como pode algo que faz mal à saúde e só prejudica o indivíduo se tornar, mais importante que os vínculos que ele construiu a vida inteira? Porque é uma droga. Sim, isto mesmo. É algo que dá a ilusão da felicidade por alguns momentos, que faz esquecer os demais problemas e que cria uma grande dependência. Mas quem usa não pensa assim. Pensa que pode parar a qualquer momento. E esse é o maior problema, conseguir conscientizar quem faz uso contínuo e é dependente. Os melhores resultados têm sido alcançados em comunidades terapêuticas, nas quais as pessoas, aos poucos, desintoxicam o corpo e a mente. É um programa que exige muita força de vontade e superação, mas que já recuperou milhares de pessoas em todo Brasil. Em Ivorá, na Quarta Colônia, funciona a Fazenda do Senhor Jesus, uma comunidade que tem de-

Vagas atendimento e outras informações: O que move o trabalho da Fazenda do Senhor Jesus é a liberdade. Não há grades nem portões. Quem está lá concordou em participar do programa. Visitas familiares: 3º domingo de cada mês, participando em grupo de apoio: Amor-exigente e CAPS-AD.

volvido à sociedade e às famílias dependentes químicos prontos para uma nova vida. Conheça nosso trabalho. E deposite aqui a semente de esperança, para que novas flores surjam na primavera da vida, depois de invernos longos e tenebrosos. Fazenda do Senhor Jesus: Trabalho, Disciplina e Oração. Existe um tempo para cada fase na vida. O nosso é de nove meses. Neste período, temos a missão de devolver pessoas para suas famílias e para a sociedade. Na maioria das vezes, dá certo, pois conseguimos mostrar para quem está conosco que sua vida não pode ser jogada fora. Nosso programa exige comprometimento, trabalho duro, disciplina rígida e um encontro

Vista aérea da Fazenda do Senhor Jesus, em Ivorá, na Quarta Colônia

diário com o Criador. Está dividido em três fases: desintoxicação, conscientização e ressocialização. Em todas elas há atividades conduzidas pela filosofia dos dozes passos dos AA e dos 12 princípios do amor-exigente, de maior espiritualidade, do trabalho como terapia, de encontros para falar dos sentimentos da Bíblia, para receber ajuda das entidades anônimas que auxiliam dependentes. Os resultados têm sido animadores. Centenas de pessoas tomaram consciência de sua dependência, melhoraram a sua autoestima, ganharam em qualidade de vida e voltaram a ter amor e respeito dos familiares, amigos e da sociedade. Passaram a amar mais seus semelhantes e desenvolveram um espírito mais comunitário. Sempre existe uma esperança. O ser Humano não foi feito para desistir. Às vezes a gente se deixa abater. Mas a cada novo dia, o sol ressurge com todo o seu brilho, renovando corações.

As vagas são oferecidas em dois níveis da seguinte forma: • Vagas públicas (Via SENAD); • Particulares O ingresso é feito através da Central de Atendimento que funciona em Santa Maria. Entidades filiadas à: • FEBRACT – Federação Brasileira de Comunidades Terapêuticas. • FEBRAE – Federação Brasileira de Amor-exigente. • COMEN – Conselho Municipal de Entorpecentes.

Atenção associado APUSM e amigos: O PACTO - Programa de Auxilio Comunitário ao Toxicômano - e a Fazenda do Senhor Jesus necessitam com urgência se sua colaboração. Cortes de recursos e a diminuição das contribuições ameaçam o trabalho da instituição. Solicita-se que os interessados em contribuir que preencham o folheto anexo a esta edição do Jornal da APUSM e os enviem a PACTO através da secretaria da Associação, ou entrem em contato diretamente com a instituição através do endereço abaixo ou telefones. Pacto - Programa de Auxílio Comunitário ao Toxicômano Rua - Vale Machado, 1444 - Santa Maria /RS Contatos - (055) 3221-5573 ou 99624.8174 Horário comercial. A sua ajuda será determinante para continuação do nosso trabalho.


Dezembro 2016

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

21

Novos Convênios

Realizando o sonho de morar bem

A

mais investe em Camobi e nas locaCOASE CONSlidades mais privilegiadas do bairro, TRUTORA E INlevando assim, conforto e praticidade CORPORADORA para quem busca morar bem e com LTDA é a mais nova parceiqualidade de vida. Fato este, que ra dos associados APUSM também é vantajoso para o invespara o ano de 2017. Esta tidor, que terá um imóvel de ótimo pode ser a sua grande oporacabamento em uma região com alta tunidade para investir com procura de aluguéis. segurança e ter a certeza de Atualmente a COASE vem se se morar bem. destacando por sua ousadia, credibiA empresa surgiu a parlidade e responsabilidade, buscando tir do sonho de um de seus o constante aprimoramento de seus sócios, Gilberto Bressa, serviços; objetivando a excelência na que com sua experiência execução de suas obras e na concrede mais de 25 anos no mertização dos sonhos de seus clientes. cado da construção civil, Gilberto Bressa e Nilvo Dalmolin sempre almejou em ter sua Vantagens para associado APUSM própria empresa. Na compra de qualquer imóvel COASE, feEm 01 de novembro de 2007 esse sonho chado diretamente com a construtora, 4% do vatornou-se realidade, quando um casal de amigos lor total do contrato será revestido em BÔNUS (Nilvo e Stela Dalmolin) acreditou, não somente Estes bônus podem ser revertidos em desconno sonho, mas também no seu potencial. tos diretos (valores em dinheiro), ou em valeCom 9 anos de muito trabalho e dedicação, -compras em lojas de móveis e eletrodomésticos a COASE possui mais de 200 imóveis entregues a ser acordado. na data prevista à famílias e investidores de Santa Assim, a COASE proporcionará mais vantaMaria e Região. gens para você que busca a certeza de morar bem! A COASE é sem dúvidas a construtora que


22

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Que a paz do Natal se multiplique no ano que se inicia!

A diretoria e funcionários da APUSM desejam a todos associados e famílias um Feliz Natal e que o próximo ano seja repleto de alegria, saúde e sucesso.

Estamos esperando vocês em 2017!


Dezembro 2016

Convênios APUSM Saúde Agafarma Telefone: (55) 3222.6509 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte). Fisioterapeuta Marcelo de Carvalho Pozza Telefone: (55) 99989.3099 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Reni Farmácias Telefone: 0800 510 1933 / (55) 3223.1930 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Delínea – Pilates e Atividades Físicas Telefone: (55) 3317.0493 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Centro Clínico Camobi Telefone: (55) 3226.6571 10% a 20% de desconto para associados e familiares Laura Weber – Fisioterapia, RPG e Pilates Telefone: (55) 99608.0048 *Desc. 10% para associados APUSM (consulte) Consultório Psicológico de Juliana Martins Telefone: (55) 99114.9919 *Desc. 30% de desconto nas consultas e atendimentos Andréa Machado - Psicóloga Telefone: (55) 99133.9633 *Desc. 50% de desconto nas consultas e atendimentos Mariane Noal Moro: Pilates e massagem Telefone: (55) 3025.2216 Descontos de 5 a 15% para associados. Psicólogos - Diego Gomes e Volnei Telefone: (55) 99673.8293 / 99953.3693 Consulte descontos para associados.

23

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Andréa HOME CARE – Psicóloga Telefone: (55) 99133.9633 50% de desconto.

Pet Life Telefone: (55) 3015.5815 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Bruna Scherer Lorenzoni – Fisioterapeuta Telefone: (55) 99913.1842 10% de desconto.

Urbanes Empreendimentos Telefone: (55) 3026.7761 Vantagens especiais para associados.

Fernando S. Molon – Psicólogo Telefone: (55) 99913.1842 30% de desconto. SOMMOS Odontologia Telefone: (55) 3219.3276 20% de desconto para associados.

Estética

Comidas Empório dos Cupcakes Telefone: (55) 99663.8366 Descontos de 5 a 10% para associados. River’s Grill e Restaurante Telefone: (55) 3347.2019 *Desc. de 10% para associados APUSM

Vanis Cabelereiros Telefone: (55) 3317.1999 10% descontos para associados.

Santo Garden - Restaurante Telefone: (55) 3027.7898 Descontos 10% para associados.

Beleza Ville Telefone: (55) 3347.1113 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Eleven Burger Telefone: (55) 99124.0288 Descontos 10% para associados.

Adriana Stiler Bohrer - Estética e Cosmética Telefone: (55) 99680.0043 *Desc. 15% para associados APUSM (consulte)

Escolas de idiomas Up-Escola de Idiomas Telefone: (55) 3025.6217 *Desc. 10% de descontos em qualquer de seus cursos Curso de Inglês CNA Telefone: (55) 3028.0050 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Wizard Escola de Idiomas Telefone: (55) 3222.2293 Descontos de 20% para associados da APUSM

Serviços diversos

Colchão Inteligente Telefone: (55) 3317.2442 Descontos especiais para associados.

Cheia de Graça Telefone: (55) 3025.3545 *Desc. 10 a 15% para associados APUSM

Dr. Luciano Ceron – Dentista Telefone: (55) 3225.3123 10% de desconto.

Nação Verde Telefone: (55) 3307.2226 10% descontos para associados.

Stefani Brondani – Nutricionista Telefone: (55) 99948.3060 10% de desconto.

Stoika Training System Telefone: (55) 3217.8837 10% descontos para associados.

Dentista - Alessandra Camponogara Telefone: (55) 99992.1378 Consulte descontos para associados.

Wagner Advogados Associados Telefone: (55) 3026.3206 *Desc. especiais para associados APUSM

Nova Derme – Farmácia de manipulação Telefone: (55) 3025.2115 *Desc. 15% para associados APUSM.

Sicredi Telefone: (55) 3026.0198 *Condições especiais para associados APUSM

Perfil Odontologia Telefone: (55) 3025.1005 *Desc. 5 a 15% para associados APUSM

Cia Todo Dia Telefone: (55) 3307.4661 Descontos 10% para associados APUSM.

Matheus Bortolaso - Cirurgião Dentista Telefone: (55) 3015.5300 Descontos para associados.

Centro Óptico Fone: (55) 3307.1337 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Diego Gonçalo Gomes - Psicólogo Telefone: (55) 99167.7797 Descontos para associados.

Gaiger Telefone: (55) 3026.0022 Descontos de 20% nas compras à vista e 10% no crediário.

Clínica Kowalski Odontologia Telefone: (55) 3026.2962 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)

Jornal A Razao Telefone: (55) 3220.2100 Descontos de 15% na assinatura anual

Automotivo Superauto Telefone: (55) 3027.7974 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Minami Motors de Santa Maria Telefone: (55) 2101.1300 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Citroen - De France Telefone: (55) 3223.1001 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Concessionária Hunday Telefone: (55) 3027.9700 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Lavagem Zero Grau Fone: (55)99998.2050 / 99902.4477 10% de desconto para associados APUSM Unidas – Aluguel de carros Telefone: (55) 99641.8888 10% de desconto.

Hotéis Lar Residence - Porto Alegre/RS Fone/Fax: (51) 3226.6126 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Holiday Inn - Porto Alegre/RS Telefone: (51) 3378.2727 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Dall´Onder Hotéis (Bento Gonçalves - RS) Grande Hotel Telefone: (54) 3455.3555 Vittoria Hotel Telefone: (54) 3455.3000 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Hotel Jandaia - Santana do Livramento/RS Fone: (55) 3242.2288 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte) Hotel Continental Santa Maria - SM Telefone: (55) 3028.7070 *Desc. especiais para associados APUSM (consulte)


24

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Dezembro 2016

Jornal APUSM edição Dezembro 2016  
Jornal APUSM edição Dezembro 2016  
Advertisement