{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

50

R

anos

Santa Maria / RS / Brasil ANO 50 nº 03 Abril - 2017

Gestão 2015/2017 apresenta seu relatório

Projeto do futuro Complexo Cultural Esportivo da APUSM

Eleições 2017:

Jurídicas:

Vantagens aos professores do EBTT Página

Páginas 08 à 16

06

Meio ambiente:

Dia 26 de abril A Virada venha votar Sustentável da pela Associação Fundação Mo’ã Página

03

Página

22


02

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Abril 2017

Lançamento do livro:

“Papoulas & Jaboticabeiras”

M

ais um livro do professor Máximo Trevisan. Desta vez, o autor santa-mariense apresenta para a comunidade suas crônicas em “Papoulas & Jaboticabeiras”, em

evento cultural que acontece às 19h do próximo dia 24, segunda-feira, no Salão Cultural da associação dos Professores Universitários de Santa Maria – APUSM .

Associação dos Professores Universitários de Santa Maria Fundada em 14/11/1967 Av. Nossa Senhora das Dores, 791 CEP: 97050-531 - Santa Maria/RS Fone/Fax: (55)3223 1975 ou (55) 32214856 - www.apusm.com.br E-mail: apusm@apusm.com.br DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Tania Moura da Silva Vice-presidente: Eduardo Rizzatti 1º Vice-presidente: Darcila Castelan 1º Secretário: Martha Adaime 2º Secretário: Solange Fagan 1º Tesoureiro: Luiz Antônio Freitas CONSELHO DE CURADORES Titulares Waldyr Pires da Rosa Etevaldo Vargas Porto Julio Cesar Farret Suplentes Sirlei Dalla Lana Ronaldo Morales Pedro Romeu Bagioto

Novos associados ANDRE PASSGLIA SCHUCH (UFSM) CARLA CALLEGARO CORREA KADER (IFF) DOUGLAS CAMPONOGARA (UFSM) EZEQUIEL GASPARIN (UFSM) JANE SHUMACHER (UNIPAMPA) RAFAEL MATIAS FELTRIN (UNIPAMPA) RENATA VENTURINI ZAMPIERI (UFSM) ROSANNA CLAUDIA VETUSCHI D ERI (FAMES)

ALESSANDRA NAIMAIER BERTOLAZI (UFSM) CLAUDIO EDUARDO RAMOS CAMFIELD (UFSM) ELISIANE MACHADO LUNARDI (UFSM) LUIZ CALDEIRA BRANT DE TOLENTINO NETO (UFSM) MARCELO ANDRE TOSO (UFSM) MARIANA MARQUEZAN (UFSM) OSCAR FRANCISCO MARQUEZ SOSA (UFSM) SARADIA STURZA DELLA FLORA (UFSM)

JORNAL DA APUSM Fundado em 30/03/1971. Supervisão Geral Quintino Corrêa de Oliveira Gaspar Miotto Jornalista Responsável Ricardo Ritzel / MTB: 12773 Fone: (55) 3221-4856 Ramal 25 jornal@apusm.com.br Diagramação Rodrigo de Oliveira Fortes Revisão Prof. Leila Ritzel Tiragem 3.000 exemplares O Jornal da APUSM aceita a colaboração da Comunidade Universitária Distribuição gratuita e dirigido aos associados

Atendimento ao Associado

Foto de capa: Rodrigo Fortes E-mail: fortesrodrigo@gmail.com

Nos atendimentos médicos prestados em Porto Alegre e grande Porto Alegre o associado, que tem plano de saúde através da APUSM, fica responsável pelo pagamento “a posteori” de um fator moderador de 10% (dez porcento) do total da fatura. Esse percentual (10%) é cobrado, também, sobre consultas e exames.

Acompanhe as notícias pela página da APUSM ou pelo facebook. Para receber nossas notícias por e-mail, mantenha o seu cadastro atualizado. * Caso queira atualizá-lo ou mandar alguma sugestão envie um e-mail para: jornal@apusm.com.br


Abril 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Biênio 2017/2019

M

Dia de votar pela Associação

arque na agenda: 26 de abril é dia de votar por mais uma gestão na Associação dos Professores Universitários de Santa Maria. A votação para eleger a nova diretoria e Conselho de Curadores da APUSM acontece entre às 9h e 20h em cinco urnas colocadas em cinco locais diferentes do Município de Santa Maria, todos autorizados e determinados pela Comissão Eleitoral da Associação. São eles: Urna 1 – Sede da APUSM, na Avenida Dores, 791. Urna 2 – Reitoria da UFSM, Campus, Camobi. Urna 3 – Prédio da antiga Reitoria da UFSM, Rua Floriano Peixoto, esquina Astrogildo de Azevedo. Urna 4 – Prédio do Centro de Tecnologia da UFSM, Campus, Camobi. Urna 5 – Campus I da Unifra, Rua dos Andradas, 1614. Neste ano, somente uma chapa se apresentou para buscar a administração da APUSM no biênio 20172019, tendo o professor Paulo Ro-

berto Magnago à frente da diretoria executiva. Os demais componentes da chapa única são: Eduardo Rizzatti (vice presidente), Martha Adaime (1ª vice presidente), Luis Fernando Sangoi (1º secretário), Oni Lacerda da Silva (2º secretário), Ivan Henrique Vey (1º tesoureiro) e Cleber Biazus (2º tesoureiro). Conforme o estatuto, foram apresentados também os novos nomes para concorrerem ao Conselho de Curadores. Os titulares são Waldir Pires da Rosa, Sirlei Dalla Lana e Etevaldo Porto, tendo como suplentes, José Maria Pereira, João Delazzana, Julio Cesar Farret. Ainda em conformidade ao Estatuto da Associação, estão aptos para votar todas as categorias de associados, desde que estejam em dia com suas obrigações estatutárias. A apuração dos votos será realizada na sede da APUSM, a partir das 20h30min do mesmo dia 26 de abril, e a diretoria e curadores eleitos tomarão posse imediatamente após a divulgação dos resultados da eleição.

03


04

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Crônicas:

E

Celina Fleig Mayer*

Praia azul

ra uma praia pequena, local de encontro, no verão, de muita gente que usufruia a melhor das convivências com seminaristas e padres palotinos. O grande hotel, que constituía quase todo o balneário, pertencia à Congregação deles. Desde que descobrimos aquele local, todas as férias íamos passar 15 dias com os hóspedes, fazendo parte de uma grande família. Ninguém voltava de lá como chegou: todo mundo adquiria uns quilos a mais, a comida era generosa e de máxima qualidade, e sentia-se muita saúde pelos exercícios praticados– até goleira de futebol feminino eu fui - e um desastre, porque deixei passar todas, que afinal nem eram tantas, ninguém jogava nada. Lembro das minhas filhas pequenas ainda, que me davam a maior folga de 15 dias, tantas eram as pessoas para paparicá-las. A menor, que sempre gostava de “empacar”, só aceitava sair do lugar, seja onde estivesse, quando um amigo nosso, seminarista da Filosofia, ia até o chão onde ela chorava, dizia alguma coisa no ouvido dela, ela levantava os bracinhos e voltava para casa na garupa dele. Uma vez perguntei a ele o que disse para acalmá-la, ele apenas riu. E, nunca fiquei sabendo. Nem ela é capaz de lembrar, hoje, que palavras mágicas ele pronunciava. Ele a chamava carinhosamente de Pipoca. Desistiu de ser padre, quase na reta final, não por paixão a uma mulher, mas induzido, levado, convencido de que não tinha vocação para o sacerdócio. Depois de idas e vindas com uma moça, casaram e no convite davam “satisfação” de suas “insanidades”, com um desenho onde ele era arrastado por ela, para um barco, talvez as águas representassem a vida, onde ele teria que velejar, forçado, daí por diante. Algumas vezes ainda o vi de longe, quando o casal vinha de férias com as duas filhinhas. Trabalhavam com os índios no Mato Grosso e, lá, soube depois, ele se empenhou como se aquilo fosse uma missão, outro tipo de sacerdócio.

Certo dia telefonou para um parente daqui, se despedindo. Como assim? quis saber o primo. Vai para a Europa, Ásia, Oceania? Do outro lado da linha, apenas deixou escapar um riso. Foi ao cartório, colocou tudo no nome da mulher, se despediu das meninas, e partiu. Não fez mais contato.. Anúncios foram colocados nos maiores jornais da capital daqui e dos outros Estados. Nada. O último sinal que ele deu foi um telefonema, já na Foz do Iguaçu, e quando tentaram perguntar para onde ia, que pensasse bem no que estava fazendo, desligou. Nunca mais, nesses mais de 20 anos, foi visto nem deixou pista Alguns pensam em suicídio premeditado... Sinto saudades da Praia Azul, que hoje deve ter mais do que aquele hotel, de outros proprietários, agora. Terrenos foram loteados e casas construídas. Queria aquela praia que não existe mais, quase deserta e que se enchia de vida por dois meses apenas. E, além das “travadas” da minha filha de três anos, queria vê-la levantar os braços e fazer as pazes com o mundo, porque um rapaz sabia convencê-la a ir para a hospedaria, já que era perigoso ficar só, na imensidão arenosa. Mas, acima de tudo, queria saber por onde, em que mundo, dos vivos ou dos mortos, está aquele moço que foi um grande amigo. Que entrava na minha casa pela porta dos fundos, para tomar cerveja e conversar. Homens quase não conversam, ao menos os que encontrei ao longo da vida. Esse falava. O essencial, sempre. O que ia por dentro do seu coração. O filho que não tive, queria assim: aberto, sem frescuras, sabendo compartilhar. Como ele sempre fez comigo. E, é por falta de “colocar-se” no mundo, que não conseguimos mais “achar” as pessoas, nem uma praia que tinha o nome de Azul, como as águas que a banhavam, foi barulhenta dois meses ao ano, e que tinha um rapaz que, no fim, não confiou seu último segredo, sumindo para sempre...

Abril 2017

Máximo José Trevisan*

O

Apressa-te lentamente

importante (a vida ensina) não é o quê nem o quanto se sabe, mas o quê e o quanto se sabe fazer com o que se sabe. A vida mostra também: há os que sabem viver; são os sábios! Há os outros, os que não sabem viver! Alguns até são doutores, mas quem disse que a vida exige diplomas para o ser humano saber viver? A prática é mais simples e menos exigente do que se pensa: cobra tão somente uma boa dose de sabedoria, necessária para dar sentido, um rumo ao existir. Há um outro lado que não se pode desconhecer: todos vivemos dentro da vigente cultura da esperteza! O mundo é dos espertos, diz o povo. Olhe ao seu redor ! A cultura da esperteza valoriza e premia quem procura levar vantagem em tudo. Aprender a arte de ser feliz não seria esperteza, no bom sentido? Ou é ingênuo quem assim pensa? Por que não é censurado quem obedece cegamente à Lei de Gerson? A vida, no entanto, não deixa por menos e insiste em perguntar: como se pode esperar farinha branca, bonita e saborosa, se no moinho dos espertos você só coloca trigo mofado e úmido? É bem conhecida a posição do ex-ministro Delfim Neto, quando todo poderoso no Brasil. Era preciso fazer antes o bolo para depois reparti-lo! A geração antiga levou muito a sério a ordem: primeiro, é preciso trabalho, muito trabalho; depois, só na aposentadoria, pensar em descanso e gozar a vida com o conquistado! Perguntam os jovens: por que a vida deve ser assim? Por que não repartir o bolo,

enquanto está sendo feito? Por que não trabalhar, ser competente e dedicado, e também dar espaço e vez ao prazeroso? Por que não se pode ser feliz tendo compromissos e responsabilidades? A geração y contesta: não queremos ser como os mais velhos! Mas esses insistem: os jovens não sabem o que é a vida, as suas cobranças, as suas exigências, os seus desafios! Querem o que a vida não lhes dá tão cedo, procuram o bônus sem o ônus! Pergunta-se: o conflito é inevitável? Com quem está a sabedoria de viver? Quem está com a razão? O poeta romano Horácio, na ode 1.11, ao dirigir-se a uma personagem feminina, escreveu: “Não interrogues, não é lícito a mim ou a ti saber/ que fim os deuses darão, Leucônoe. Nem tentes/ os cálculos babilônicos.” E adiante: “...enquanto conversamos terá fugido despeitada/ a hora. Colhe o dia (carpe diem), minimamente crédula no porvir.” A expressão carpe diem atravessou os séculos e o mundo; é citada frequentemente, aliás mais falada e lida do que vivida! Existe um provérbio latino que parece seu co-irmão: Apressa-te lentamente! Que sabedoria! Diz o povo: o mundo não conta com os lentos, pois esses sempre chegam depois. E os apressados? O povo também afirma que eles comem cru! Apressa-te lentamente. Afinal, só vê a paisagem quem dá tempo aos olhos de perceber o mundo à sua volta! * maximotrevisan@uol.com.br - escritor, advogado, membro da Academia Santa-Mariense de Letras (ASL).


Abril 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

05


06

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Abril 2017

Jurídicas

Vantagem deve ser concedida a todos os professores do EBTT

U

ma professora aposentada garantiu na justiça o direito de obter o Reconhecimento de Saberes e Competências (RSC) para fins de Retribuição por Titulação. O Reconhecimento de Saberes e Competências é um processo de seleção pelo qual são reconhecidos os conhecimentos e habilidades desenvolvidos a partir da experiência individual e profissional. É possível constatar, portanto, que o RSC trata de vantagem concedida a todos os professores ativos do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT), que atingirem os critérios objetivos estabelecidos para sua concessão. Em respeito a princípios constitucionais, o RSC deve ser estendido aos professores aposentados

que também cumprirem as regras para seu deferimento. Por este motivo, um juiz federal do Rio Grande do Sul deu provimento ao pedido da servidora aposentada e determinou que a União procedesse à análise do pedido administrativo, com a respectiva avaliação dos critérios para o RSC. A interpretação é no sentido de

que o professor do EBTT, aposentado antes de 01/03/2013, também tem direito à alteração da forma de cálculo de remuneração de RT através da avaliação de seus saberes e competências para o fim de obter o acréscimo de sua retribuição. Neste processo, não cabe recurso. Fonte: Wagner Advogados Associados.

Pagamento em grau máximo para professores que atuam em laboratório O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília (IFB/ DF) foi condenado a pagar o adicional de insalubridade no grau máximo (20%) para professoras de seu quadro funcional. O processo, movido pelo SINASEFE/DF e Wagner Advogados Associados, foi julgado pela Justiça Federal do Distrito Federal. As servidoras ocupam o cargo de Professoras do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT), e são lotadas em um dos laboratórios de análises químicas do IFB. Devido às

atribuições do cargo, diariamente e de forma permanente mantêm contato com vários agentes biológicos causadores de extremo risco à saúde, o que justifica receber o adicional em grau máximo. A Justiça Federal, ao analisar o caso, também entendeu a necessidade do adicional. Conforme descrito na sentença proferida, “no caso em exame, a perícia realizada por Engenheiro do Trabalho devidamente habilitado constatou a efetiva, habitual e permanente exposição das autoras a agentes

nocivos à saúde, predominantemente químicos e biológicos, caracterizada e classificada no grau máximo, em conformidade com as normas fixadas pelo Ministério do Trabalho”. Além de pagar o adicional em grau máximo, o IFB deverá pagar as parcelas corrigidas monetariamente, desde a data em que cada parcela deveria ter sido paga, e acrescidas de juros de mora, conforme o Manual de Cálculos da Justiça Federal. No processo ainda cabe recurso. Fonte: Wagner Advogados Associados.

O advogado e sócio do escritório Wagner Advogados Associados, Flávio Ramos, realiza todas as quintas-feiras pela manhã, das 10h ao meio-dia, orientações jurídicas aos associados da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM). Ramos é especializado nos assuntos relacionados a questões funcionais do servidor público como: carreira, vínculos do professor ao serviço público, entre outros. O escritório atua nesta área há cerca de 30 anos. Neste ano o escritório também está atendendo aos professores associados que possuem vínculos com instituições particulares. Assuntos relativos ao regime geral da previdência - INSS destes associados podem ser esclarecidos pelos advogados. Para isso, basta que o associado utilize este serviço nas quintas-feiras.


Abril 2017

07

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Prestação de contas 2016

E

Relatório de gestão 2013/2017

m assembleia realizada dia 12 de abril de 2017, na sede da entidade, foram aprovadas as contas da atual gestão, presidida pela professora Tania Moura da Silva. Inicialmente o escritório de contabilidade fez a apresentação detalhada do balanço patrimonial relativo ao exercício de 2016 e do parecer do Conselho de Cura-

dores, que foi aprovado por unanimidade. Após, a presidente Tania fez um relato das atividades da diretoria, incluindo seus quatro anos de mandato, o qual o Jornal da APUSM reproduz na íntegra nesta edição (confira entre as páginas 8 e 16). Como no dia 26 ocorrem eleições para escolha de nova diretoria – e por força do Estatuto, recentemen-

te reformulado, a professora Tania não mais pode concorrer – ela mostrou o conjunto das atividades e ações desenvolvidas ou planejadas durante estes quatro anos”. “A gestão 2013-2017 foi movida pela ousadia, e, nesse ritmo, o balanço é superavitário” ressaltou a presidente ao analisar seu mandato a frente da Associação nestes últimos quatro anos.

Fotos Rodrigo Fortes/APUSM


08

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Abril 2017

Prestação de contas

Demonstrativos financeiros 2016 ATIVO CIRCULANTE Disponibilidades Caixa e equivalentes de caixa Bancos c/Movimento Aplicações de Liquidez Imediata Direitos Adiantamentos Convênios a Receber Créditos a Convênios Sicredi - Créditos a Associados Créditos a Associados Créditos Diversos Despesas Antecipadas NÂO CIRCULANTE Realizável Longo Prazo Créditos Diversos Adiantamentos Investimento Cota Capital SICREDI Outras Participações Imobilizado Terrenos Construções em Andamento Imóveis Móveis e Utensiílios Máquinas e Eguipamentos Veículos Instalações (-) Depreciações Acumuladas INTANGÍVEL Marcas e Patentes TOTAL DO ATIVO

2.016 4.898.706,56 4.216.031,22 4.781,11 34.896,73 4.176.353,38 682.675,34 73.920,47 596.883,93 378,02 8.416,60 1.647,96 526,16 902,20

2.015 5.191.276,20 4.604.656,16 9.619,99 150.145,45 4.444.890,72 586.620,04 36.368,26 522.424,39 22.613,20 1.580,46 2.533,61 1.100,12

2.016

2.015

8.908.330,61 7.065.607,88 PASSIVO PASSIVO 39.438,62 41.286,23 CIRCULANTE CIRCULANTE Obrigações com Obrigações Terceiros com Terceiros 39.438,62 22.236,23 Fornecedores Fornecedores 19.050,00 FornecedoresFornecedores de Bens e Serviços de Bens e Serviços Salários a pagar Salários a pagar 24.500,04 24.500,04 Salários a pagar Salários a pagar Provisões Provisões 22.486,04 22.486,04 Provisões Provisões 2.014,00 2.014,00 Encargos Socias Encargos a Recolher Socias a Recolher INSS a Pagar INSS a Pagar 8.819.672,80 6.975.102,46 FGST a PagarFGST a Pagar PIS Folha de Pagamento PIS Folha de a Pagamento Pagar a Pagar 687.307,27 512.307,27 Contribui,cão Sindical Contribui,cão Sindical 857.338,44 681.150,09 Encargos Tributários Encargos Tributários Imp. De Renda Imp. na Fonte De Renda a Pagar na Fonte a Pagar 5.790.862,67 4.693.469,52 ISSQN a Pagar ISSQN a Pagar 496.145,16 326.034,11 INSS Retenções INSS a pagar Retenções a pagar ContribuiçõesContribuições sociais retidassociais na fonte retidas na fonte 1.095.845,10 1.040.539,74 IRRF s/ notas fiscais IRRF s/ notas fiscais Contas a Pagar Contas a Pagar 30.000,00 30.000,00 Honorários Contábeis Honorários Contábeis 449.864,28 229.274,88 AdiantamentoAdiantamento para Eventos para Eventos Pensão Alimentícia Pensão Alimentícia (587.690,12) (537.673,15) Convênios Convênios Convênios Convênios 24.719,15 24.719,15 Outra Obrigações Outra Obrigações 24.719,15 24.719,15 Prog. Cumunitário Pagar Prog.aCumunitário a Pagar Depósito a Identificar Depósito a Identificar 13.807.037,17 12.256.884,08 Ressarcimento UNIMED a pagar Ressarcimento UNIMED a pagar

2.016

NÃO CIRCULANTE Antecipações de Eventos Antecipações de Eventos Encargos Tributários COFINS a pagar depósito judicial PATRIMÔNIO LÍQUIDO Patrimônio Social Patrimônio Social Ajustes Exercícios Anteriores Superavit do Exercício TOTAL DO PASSIVO

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO 2.015 RECEITAS DO EXERCÍCIO 2.016 Receitas Sociais 927.895,00 845.650,00 Mensalidades de Associados 927.895,00 845.650,00 Receitas de Convênios 1.842.706,84 1.756.602,64 Convênios a Associados 1.842.706,84 1.756.602,64 Receitas Dep. Soc./Divulgação 65.771,56 49.576,50 Receitas com Evendos 65.771,56 49.576,50 Receitas de Aluguéis 133.935,37 77.997,50 Aluguéis Salões p/Festividade 133.935,37 77.997,50 Outras Receitas 6.900,00 5.722,81 Doações 6.900,00 5.722,81 Receitas de Recuperações 34.391,02 38.807,04 Recuperações de Despesas/Custos 34.391,02 38.807,04 Receita Operacional Líquida 3.011.599,79 2.774.356,49 Receitas e Desp. Operacionais (1.999.109,71) (1.826.576,14) Despesas com Pessoal (915.890,66) (778.028,64) Despesas c/Utilidades e Serviços (589.989,77) (597.571,90) Despesas c/Impostos e Taxas (102.961,22) (102.099,43) Depesas de Viagens (1.787,58) (1.024,64) Despesas com Convênios (40.954,98) (34.607,07) Despesas c/Contrib. e Doações (24.293,20) (17.842,38) Despesas Dep. Cultural (25.100,00) (53.368,22) Despesas Dep. Social (129.260,82) (122.540,42) Despesas Dep. Divulgação (148.354,45) (104.799,70) Despesas Dep. Esportivo (20.517,03) (14.693,74) Res. Antes Rec./Desp.Financ. 1.012.484,75 947.780,35 Receitas Financeiras 540.466,55 805.616,50 Despesas Financeiras (96.427,49) (75.124,06) Outras Despesas (5,33) Superavit Líquido do Exercício 1.456.523,81 1.678.272,79 2.016 308.206,25 308.206,25 34.082,37 34.082,37 36.062,47 36.062,47 123.181,23 123.181,23 30.077,09 24.176,45 5.127,91 645,36 127,37 5.886,48 4.380,97 646,06 68,95 617,50 173,00 6.411,40 4.660,10 1.751,30 296,00 296,00 11.134,21 10.319,81 814,40 61.075,00 61.075,00 -

Antecipações Antecipações Antecipações Antecipações de Eventos de Eventos Antecipações Antecipações de associados de associados

2.015

31.179,59 5.500,00 5.500,00 25.679,59 25.679,59

13.871,06 5.250,00 5.250,00 8.621,06 8.621,06

13.467.651,33 13.467.651,33 11.984.129,47 26.998,05 1.456.523,81 13.807.037,17

11.984.129,47 11.984.129,47 10.615.107,93 (309.251,25) 1.678.272,79 12.256.884,08

2016 RESULTADO GERAÇÃO FLUXO CAIXA PASSIVO/PATRIMONIO PASSIVO/SUPERAVIT

2.016 2.015 308.206,25 258.883,55 308.206,25 258.883,55 34.082,37 27.748,47 34.082,37 27.748,47 36.062,47 35.423,93 36.062,47 35.423,93 123.181,23 101.672,56 123.181,23 101.672,56 30.077,09 25.006,15 24.176,45 18.562,99 5.127,91 5.655,66 645,36 712,43 127,37 75,07 5.886,48 15.801,69 4.380,97 3.110,32 646,06 8.339,19 68,95 3.767,54 617,50 462,23 173,00 122,41 4.717,78 6.411,40 4.172,92 4.660,10 197,62 347,24 1.751,30 718,17 296,00 718,17 296,00 12.469,80 11.134,21 9.345,60 10.319,81 3.124,20 814,40 35.325,00 61.075,00 35.325,00 61.075,00 -

2015

1.456.523,81

1.678.272,79

-221.748,98

-13,21%

-388.624,94

-103.850,57

-284.774,37

-274,21%

2,52%

2,28%

23,30%

16,25%

Principal motivo da diminuição do fluxo de caixa é a aplicação dos recursos nas atividades de investimento, principalmente nas construções.

Principal motivo da diminuição do fluxo de caixa é a aplicação dos Sendo que a atividade operacional gerou um resultado R$ 1.505.962,37. recursos nas atividades de investimento, principalmente nas construções. Sendo que a atividade operacional gerou um resultado R$ 1.505.962,37.

258.8 258.8 27.7 27.7 35.4 35.4 101.6 101.6 25.0 18.5 5.6 7

15.8 3.1 8.3 3.7 4 1 4.7 4.1 1 3 7 7 12.4

9.3 3.1 35.3 35.3


Abril 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

09

Prestação de contas

Relatório de atividades da diretoria Reposicionamento do muro frontal do prédio Com objetivo de ampliar o espaço interno do estacionamento e oferecer um melhor visual do prédio, foi construído um novo muro com portão mais amplo para entrada e saída de dois veículos ao mesmo tempo. Este serviço foi executado em janeiro de 2016.

Prédio de acesso ao Complexo Cultural Poliesportivo:

Prédio de 465 m2, em dois pavimentos. Obra concluída no final de julho de 2016 Subsolo 2: Estar e copa para funcionários Conjunto de sanitários e vestiários feminino e masculino Conjunto de sanitários PNE Lavanderia Depósito Fundação Mo’Ã.


10

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Prestação de contas Prédio de acesso ao Complexo Cultural Poliesportivo: Subsolo 1: Academia Auditório 1 com 60 lugares Auditório 2 com 30 lugares Terraço – (Disputado para cerimônias de casamento).

Remodelação do jardim na parte frontal do prédio Com o novo sistema de estacionamento e circulação de veículos na área frontal do prédio foi necessária uma renovação do nosso jardim concluída em março de 2016.

Reforma do Salão Olho D’água e instalação do Restaurante Santo Garden Grill De agosto a novembro de 2016, foi feita a reforma da área do Salão Olho D’água com uma área de 569m² para ser utilizada como restaurante. Os sanitários foram adaptados para PNE conforme legislação permanecendo um sanitário masculino e um feminino para o público. A cozinha foi adaptada com instalação de gás, sistema de exaustão e todas as bancadas necessárias para seu funcionamento. Foram feitas as adaptações nas instalações hidrossanitárias e elétricas para a individualização da medição de água e luz. O piso da cozinha foi substituído por porcelanato natural antiderrapante. O Salão Olho D’água foi todo remodelado e hoje conta com o restaurante contendo todo o equipamento necessário para seu funcionamento, conforme lista de material constante do contrato de locação assinado com a Associação. Os serviços de reforma ficaram concluídos em dezembro de 2016 e o restaurante iniciou suas atividades em 13/01/2017.

Abril 2017


Abril 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

11

Prestação de contas Projeto do Complexo Cultural Poliesportivo Um prédio com aproximadamente 8.000m² foi projetado contemplando um ginásio poliesportivo ao nível do pavimento térreo, um salão de eventos ao nível do primeiro subsolo, estacionamento para automóveis no nível do segundo subsolo e uma piscina terapêutica ao nível do terceiro subsolo. O Projeto foi aprovado em 07 de março de 2017.

Complexo Cultural Poliesportivo - Projeto arquitetônico - Autoria arquiteto Pepe. Aprovado em março de 2017. - Projeto e execução das fundações e da estrutura - tratativas com ART com a empresa CERAÇÁ. - Projeto para Combate a Incêndio (PPCI) contratado com o Eng. Sílvio Froes. - Projeto da cobertura metálica em estudo. - Projeto elétrico – Projeto telefônico – Projeto da rede lógica - Projeto da rede de para-raios - Projeto hidro sanitário - Projeto do sprinklers - Projeto do tratamento acústico - Projeto de sonorização – Projeto de climatização (todos com propostas para contratação). - Responsável técnico para execução – Tratativas com Eng. Bolzan. - Responsável pela coordenação dos projetos e da execução - Prof. Adarci. A Prefeitura exige as Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) desses projetos para a liberação da execução da obra (licenciamento).


12

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Abril 2017

Prestação de contas Projeto Eco Espaço A APUSM nesse ano de 2016 adquiriu mais uma área medindo 60m de frente por 19m de profundidade, contígua a existente com o objetivo de preparar um espaço de lazer e esporte para os seus associados. O Eco Espaço prevê um quiosque coberto, algumas churrasqueiras, pracinha de brinquedos e uma pista de caminhada, tudo isso aproveitando as condições naturais da área, como árvores e implementação de flores e arbustos.

Eventos gestão 2015/2017

Janeiro - 12 eventos Fevereiro - 09 eventos Março - 07

Eventos de Associados APUSM Salão Cultural e Panorâmico

Abril - 04 Maio - 06 Junho - 05 Julho - 07 Agosto - 08 Setembro - 06 Outrubro - 05 Novembro - 06

Mostra Internacional de Cinema - Argentina

Dezembro - 09

Exposição Ateliê Marilía Chartune

Palestra UNIFRA

Palestra jornalista Rosane de Oliveira - Mulher, jornalismo e política Exposição da Associação de Artistas Plásticos de Santa Maria

Happy Hour no Salão Panorâmico com a Banda Concerva

Final do Campeonato Gaúcho de Xadrez Absoluto

Feijoada Filantrópica da APUSM

Galpão Criolo na Semana Farroupilha


Abril 2017

13

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Prestação de contas Eventos 2016

Chá do Grupo Beneficente

Café dos Pioneiros - Homenageados

Terraço APUSM - Happy Hour

Jantar Italiano

Natal Open Bar APUSM

Encontro de Universidades Cinema Argentina/Brasil

Jantar do Bife à Milanesa


14

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Abril 2017

Prestação de contas

Realizações da diretoria 2013 - 2017 Conselho Consultivo da APUSM Criado no final do ano de 2015, com objetivo de orientar, fiscalizar, auxiliar e aconselhar a presidência na solução dos problemas da Associação. Composto pelos seguintes associados: Argemiro Martins Coelho, Arlindo Mayer, Clara Kurtz, Edison Domingues, Isaias Salin Farret, Jadete Lampert, Jesus Renato Brunet, Jose Zanella, Josefino Francesquetto, Máximo Trevisan, Nubia Vargas Marafiga, Paulo Sarkis, Quintino Oliveira, Renato Londero e Sirlei Dalla Lana.

Orçamento Em 2015, foi implantado o Orçamento de Gestão visando adequar da melhor forma os recursos da Associação. Como o resultado foi satisfatório, já está em vigor o Orçamento de Gestão para 2016 e, agora, será apresentado para a nova Diretoria em 2017.

Escadaria e Elevador Para melhor atender o acesso ao prédio atual da APUSM e de acordo com a legislação existente, foi projetado pelo Arquiteto Pepe, uma escadaria com 2,20m de largura e um elevador com capacidade para 10 pessoas para atender os cinco pavimentos, com uma área total construída de 446,00m². Obra concluída em agosto de 2015.

Reforma e ampliação do Salão Panorâmico Ampliação do salão com uma área de 153,82m², com duplicação da sua capacidade que era de 80 lugares para 160. Foi projetado também um novo banheiro feminino e ampliação do banheiro masculino. Obra concluída em agosto de 2015.


Abril 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Prestação de contas Construção de uma parede de vidro Sala de estar, com lustre para dar uma boa iluminação no ambiente e na escadaria adjacente e principalmente melhorar as condições de climatização

Mudança do local da Portaria e Pintura do Prédio Com o fim de permitir circulação independente entre o Salão Cultural e os demais ambientes da APUSM, foi transferida a portaria com estrada lateral no prédio, bem como foi feita a pintura interna de toda a APUSM.

15


16

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Abril 2017

Prestação de contas Passarela de acesso à portaria do prédio Para facilitar o acesso em dias de chuva, foi construída uma passarela coberta que liga a frente do prédio com a porta de acesso à portaria, concluída em novembro de 2015. Espaço Cultural Com o objetivo de oferecer aos associados um espaço para pequenos encontros em fim de tarde, foi construído um Espaço Cultural com cozinha independente da cozinha do Salão de Eventos. Aproveitando o espaço, foi construída uma copa para auxiliar que servirá para os eventos do Salão Cultural. Este serviço foi iniciado e concluído em 2015. Gerador de energia Para suprir eventuaisfaltas de energia foi adquirido um gerador com capacidade de 150KVA com motor à diesel, com capacidade para atender o atual prédio com todas as instalações.

Atividades Físicas e Pilates Ver dias e horários junto à Secretaria

Convênios Saúde

Estética

Automotivo

Agafarma Reni Farmácias Nova Derme Delínea – Pilates e Ativ. Físicas Centro Clínico Camobi Mariane Moro – Pilates e Massagem Fisioterapeuta Laura Weber Fisioterapeuta Marcelo Pozza Fisioterapeuta Bruna Lorenzoni Psicóloga Juliana Martins Psicóloga Andréa Machado Psicólogos Diogo Gomes e Volnei Psicóloga Andréa Care Psicólogo Fernando Molss Colchão Inteligente Dentista Luciano Ceron Dentista Alessandra Camponogara Perfil Odontológico Cirurgião Dentista Matheus Bortolaso Clinica Kowalski Odontologia Sommos Odontologia Nutricionista Stefania Brondani

Vanis Cabeleireiros Belea Ville Adriana Bohrer – Estética e Cosmética

Superauto Minami Motors de Santa Maria Citroen – De France Concessionaria Hunday Pampeiro Lavagem Zero Grau Unidas Aluguel de Carros

Escolas de Idiomas Up-Escola de Idioma Curso de Inglês CNA Wizard Escolas de Idiomas Serviços Diversos Cheia de Graça Nação Verde Stoika Training System Wagner Advogados Associados Sicredi Cia todo Dia Centro Óptico Gaiger Pet Life Urbanes Empreendimentos

Comidas Santo Garden Grill River´s Grill e Restaurante Empório dos Cupcakes Hotéis Lar Residence – Porto Alegre Holiday Inn – Porto Alegre Dall ´Onder Hoteis – Bento Gonçalves Hotel Jandaia – Uruguaiana Hotel Continental - Santa Maria


Abril 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Literatura Professor Aguinaldo Severino

“As Fantasias Eletivas”

S

ó fiquei conhecendo algo da existência desse livro quando soube que uma tradução dele saíra em espanhol recentemente. Schroeder conta uma história inventiva, que trata de como pessoas se encontram e se desencontram, de como as motivações e escolhas de cada um de nós interferem, mesmo que quase com insignificância, nas motivações e escolhas de todos os demais que nos cercam, todos os demais com quem interagimos. Num romance de Goethe as afinidades eram eletivas, ou melhor resumindo, as afinidades entre pessoas se davam como as afinidades químicas e físicas entre os elementos. Para Schroeder são as fantasias, e também os sonhos, frustrações e ilusões o que miseravelmente escolhemos e eventualmente compartilhamos. A história que se conta é a de Renê, solitário recepcionista noturno de um hotel de Balneário Camboriú (cidade do litoral catarinense quase sempre povoada por turistas argentinos) e de Copi, travesti argentino que tenta fazer michê com os clientes do hotel onde Renê trabalha. Destino e história são detalhes.

Acompanhamos os estados psicológicos e os dramas dos dois personagens com a curiosidade de quem ainda não se embruteceu completamente. O livro inclui reproduções das fotografias que Copi fez e legou a Renê. A cada fotograma corresponde um pequeno texto que antes de falar do que está fixado pela luz conta a solidão, tristeza e dor de quem escreve. O narrador da história inclui também

o que seriam as poesias completas de Copi, sete versos bisonhos, que apenas os olhos de alguém apaixonado como Renê poderia valorizar. O livro é pequeno, muito interessante e poético. Notavelmente bem escrito. Vale. “As fantasias eletivas”, Carlos Henrique Schroeder, Rio de Janeiro: editora Record, 5a. edição (2016, 111 págs [edição original: 2014].

Exercícios físicos na APUSM Pilates no Solo Todas as terças e quintas-feiras Manhã: 9h às10h - Tarde: 17h às18h Circuito Funcional em Grupo Terças e sextas-feiras, das 18h às 19h Segundas e quintas-feiras, das 19h30 às 20h30 Aulas orientadas pelo professor Daniel Corrêa Moraes. Inscrições ou sugestões para novas turmas, favor entrar em contato pelos telefones (55)3221-4856 e (55)99166-9308 ou pelo e-mail: apusm@apusm.com.br

17


18

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Abril 2017

Cinema

A estreia de “O Tesouro” na APUSM

U

m tesouro escondido, cobiça alheia e as diferentes formas de encarar os problemas da vida. Enfim, uma história surpreendente de transformação em uma situação inusitada no interior gaúcho. Este é o argumento do curta-metragem 100% santa-mariense, “O Tesouro”, que estreou na noite do último dia 19 de abril com o Auditório da Associação completamente lotado. Esta é a 14ª produção de uma das mais destacadas referências cinematográficas de Santa Maria, o diretor Luiz Carlos Grassi, que atuou como professor do Curso de Comunicação Social da UFSM e também é associado APUSM. O curta tem roteiro e argumento de Beto Oliveira, Álvaro de Carvalho Neto e (in memorium) Sérgio de Assis Brasil. “Em uma das reuniões de organização do Santa Maria Film Commission, o Grassi me pediu para criar um roteiro para rodar. Neguei, mas disse que tinha um pronto, elaborado junto com o inesquecível Sérgio de Assis Brasil, e que o projeto só não foi concluído devido o falecimento dele em 2007. Grassi se interessou pela história, pediu para olhar e gostou do que viu. Aí, não demorou até a produção ganhar forma”, explicou o roteirista Beto Oliveira.

Foto Ricardo Ritzel/APUSM

Diretor, equipe técnica e elenco confraternizaram com o público que lotou o auditório da APUSM na quarta dia 19

A produção foi gravada entre abril e maio de 2016, e envolveu cerca de 30 voluntários que amam a Sétima Arte, entre eles nomes destacados da interpretação na Boca do Monte como Cândice Lorenzoni, Paulo Saldanha e Vera Maders. A pós-produção começou a ser feita em julho de 2016 e foi finalizada neste mês de abril. Isso envolveu o tratamento de som, produção de

áudio, composição da trilha sonora inédita por Heitor Amaral Gonçalves, aluno de música da UFSM, entre outros detalhes técnicos. Tudo foi produzido com menos de R$ 2 mil reais. O valor foi patrocinado pela Associação dos Professores Universitários de Santa Maria (APUSM6) e o Supermercado Beltrame colaborou com um crédito de R$ 500 em produtos. A trama

se passa em um tempo indeterminado, em uma área rural, no interior do Rio Grande do Sul. No curta, de 22 minutos, a história gira em torno de um rico fazendeiro e de sua filha, uma pianista. Certo dia, o fazendeiro perde a audição e o prazer pela vida. Deprimido, o fazendeiro adoece e recorre à bebida. A filha, com medo que o pai jogue tudo fora, resolve esconder um tesouro na propriedade. A comunidade local fica sabendo do ocorrido e uma lenda acerca das riquezas escondidas desperta a cobiça de pessoas próximas. A partir daí, a história de mistério se desenrola. Longa vida ao cinema de Santa Maria!


Abril 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

19

Crônica

Bortolo Achutti, o primeiro fotógrafo da UFSM Luiz Gonzaga Binato de Almeida

Arquiteto e professor universitário aposentado luizbinato@gmail.com

D

ia desses, na rua Dr. Francisco Mariano da Rocha, perpendicular ao prédio da Câmara de Vereadores, deparei-me com a última morada do fotógrafo pioneiro da UFSM, Bortholo Achutti. Refiro-me ao n.º 101 daquela via, casa cujo primeiro proprietário foi o belga Carlos de Baumont (engenheiro municipal de Santa Maria, esposo de Rachel de Baumont e pai de Jeane Antoinette Baumont, assassinado em Santo Antônio da Patrulha, nos meados dos anos 1930). O referido Bortolo Achutti, em 11 de fevereiro de 1953, foi admitido como técnico de laboratório da antiga Faculdade de Farmácia de Santa Maria, então anexa à URGS. Foi integrado ao Quadro de Pessoal Permanente, desta Universidade, em 29 de julho de 1960. No ano seguinte, passou a atuar como fotógrafo da recém-criada USM, graças à sua experiência na área. Entre outras atividades universitárias, foi fotógrafo-chefe do Departamento de Fotografia, membro da Comissão de Publicidade e chefe do Departamento Cultural da UFSM. Aposentou-se em 1968. Sua tarimba farmacêutica vinha de longe. Em 21 de setembro de 1934, a Diretoria de Higiene e Saúde Pública do Estado concedera-lhe Alvará de Licença para o exercício de “oficial de farmácia”. Nessa condição, foi proprietário (1939 a 1942) da Farmácia Popular, em Agudo, então distrito de Cachoeira do Sul. Em Santa Maria, trabalhara na antiga Farmácia Fontenelle, situada na rua do Acampamento, 32, adquirida (1.º/5/1926) por Antônio

GS (1951), Rizzato e professora da Léo Pinto da UFSM, agoSilva, a qual ra aposentaoriginou a da, ex-diretoOrganização ra da célebre FarmacêuEscolinha tica Rizzade Artes e to. Achutti do Centro também fora de Artes e funcionário Letras desta da Farmácia Universidada Faculdade. Sua irmã, de, instalada a doce Maria na av. Rio Helena CeBranco, 863, chella Achutque servia de ti, nascida apoio à Faem 3/9/1930, culdade de diplomou-se Farmácia de Santa Maria. Imagem: de fotografia original: Santa Maria, em Farmácia B o r t o l o 1937, autor Artur Koehn, sépia, 14 cm x 18 pela UFRBorin Achut- cm, acervo Lia Maria e Maria Helena Cechel- GS (1952) e ti era santa- la Achutti, disponível em http://cechella. lecionou na UFSM. O - m a r i e n s e , com.br/netos.htm. caçula Aloynascido em 28 de outubro de 1898, filho de zio Cechella Achutti nasceu em imigrantes: o libanês Antonio Man- 1º/7/1934. Tornou-se renomado sur Achutti e a italiana Magdalena médico cardiologista, pesquisador Miolo Borin. Desde jovem labutou e professor universitário, percorreu em várias frentes. Solteiro ainda, uma luzente trajetória profissional. foi desenhista da Viação Férrea. Formado na UFRGS (1958), atua Talvez este trabalho tenha-lhe des- na capital do estado. Talvez o gosto pelas imagens pertado a sensibilidade para as imagens visuais e, em consequência, e a índole para a pesquisa fotográpara a fotografia. A paixão por tal fica, próprias de Bortolo Achutti, arte, por seus equipamentos, seus manifestaram-se na arte da filha laboratórios e processos, suas pes- Lia Maria e nas atividades do neto quisas na área, sua coleção de câ- Luiz Eduardo Robinson Achutti, fotógrafo e antropólogo, professor meras, foi constante em sua vida. No dia 26 de outubro de 1927, do Instituto de Artes da UFRGS e casou com Luiza Cechella (SM, doutor em antropologia visual. Pessoalmente, não conheci Bor15/2/1911 – SM, 5/12/1999). Tiveram três filhos, todos santa-marien- tolo Achutti. Ele faleceu em 19 de ses natos, bem conhecidos. A pri- novembro de 1977, ano no qual mogênita, nascida em 22/7/1928, aqui me fixei. Sua viúva sobrevifoi Lia Maria Cechella Achutti, veu-lhe, nesta cidade, até 5 de deartista plástica formada na UFR- zembro de 1999. Os três filhos per-

manecem vivos. A fotografia, acima reproduzida, mostra Bortolo Achutti com sua família, em 1937. Ele, no vértice do triângulo da composição, a esposa Luiza, à direita, e os filhos Lia Maria, Maria Helena, à frente, e o pequeno Aloyzio, sobre o peitoril da janela. Essa clássica foto foi obtida em estúdio, prática em voga na época. Serviu de cenário, o ateliê de Artur Koenh, fotógrafo casado com Ada Bopp, uma prima de Luiza, esposa de Bortolo. Artur Koehn seguiu o trabalho do pai, Ferdinand Koehn, estabelecido com ateliê fotográfico nesta cidade, na atual rua Dr. Bozano, antigo n.º 78 A, entre Serafim Vallandro e Duque de Caxias, quem desce à direta. Com a morte de Ferdinand (24/7/1913), a viúva Alvina Koehn assumiu a atividade. Nos finais da década de 1920, passou o ateliê ao primogênito Artur. Anos depois, este se transferiu para Porto Alegre, onde abriu a Fotografia Koehn, na Rua Cristóvão Colombo. Além das leituras complementares, sugiro a prazerosa fruição de imagens obtidas pelo fecundo Bortolo Achutti, um dos responsáveis pela memória iconográfica da UFSM e de Santa Maria. Leituras complementares: Em amicorextension.blogspot. com. br/2012/10/bortolo-achutti-1898-1977.html?view=flipcard, o Dr. Aloyzio Achutti relata experiências fotográficas do progenitor. O livro Casata Cecchella Cechella: descendência de Luigi Cecchella e Maria Luiza Link (Santa Maria: Pallotti, 2004), organizado por Luiz Fernando Cechella e outros familiares, contém dados e depoimentos sobre Cechellas, em geral, e Achuttis, em particular.


20

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Abril 2017

Saúde

Implantodontia Moderna

A

implantodontia é a especialidade da odontologia responsável por reabilitar a perda do elemento dentário através da implantação cirúrgica de um parafuso de titânio no interior do tecido ósseo. A possibilidade de devolver ao paciente sem dentes as funções mastigatória, fonética e estética, bem como todos os benefícios advindos tanto do ponto de vista fisiológico, como psicológico, faz com que estes pacientes recuperem sua vida social com maior qualidade. A busca por melhores tratamentos e desenvolvimento de novas técnicas e biomateriais é constante na implantodontia e seu sucesso além de ser baseado na literatura mundial está comprovado por mais de 40 anos de atividade clínica. O processo cirúrgico dos implantes dentários é normalmente simples e de pós-operatório praticamente indolor, com uma taxa de sucesso acima de 95% dos casos. Atualmente na implantodontia,

existem técnicas cirúrgicas conservadoras, sem corte, planejadas virtualmente onde se tem pouco sangramento, conseqüentemente sem a necessidade de pontos e melhor recuperação do paciente. Por ter atingido um elevado nível de previsibilidade e aliado ao alto grau de exigência dos pacientes, a técnica da carga imediata assumiu um lugar de rotina e grande importância na clínica de implantodontia. Na técnica de carga imediata não precisa aguardar o tempo de 4 a 6 meses para que o implante ósseo integre ao osso, como faz na técnica tradicional, com isto diminuiu-se o tempo para instalar a prótese definitiva e consequentemente o paciente sai da clínica com uma coroa provisória em acrílico sobre o implante. Assim, o paciente pode esperar a cura dos tecidos adjacentes ao dente e o implante com um provisório, para posterior confecção da coroa definitiva em porcelana.

Dra. Caroline Bortolas de Carvalho Especialista em Cirurgia Bucomaxilofacial Especialista em Implantodontia CRO-RS 13.728 Dr. Eduardo Bortolas de Carvalho Especialista em Prótese Dentária Mestre em Implantodontia CRO-RS 14.809


Abril 2017

Esporte

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

21


22

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Abril 2017

Novos Convênios

Virada Sustentável

A

Fundação Mo’ã participou da 4º Jornada da Virada Sustentável que foi realizada em Porto Alegre no período de 30 de março a 2 de abril deste ano na Casa de Cultura Mario Quintana, Unisinos e Parque Farroupilha (Parque da Redenção). A Virada Sustentável é um movimento nacional que se propõe mobilizar a sociedade para a necessidade de refletir, entender, sistematizar e encontrar soluções ou caminhos para atender os desafios da sustentabilidade ambiental. Este acontecimento é anual e envolve estudiosos de diferentes saberes, formuladores de políticas públicas, empresários, ONGs de diversos matizes, escolas, associações de classes e qualquer cidadão interessado em debater as questões ambientais. De início modesto, o movimento se consolidou e tem atuação fecunda no Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Manaus, Brasília, Porto

Alegre e Valinhos (SP). A busca por um sistema sustentável ou modernização ecológica ou eco eficiência ou eco economia, que junto com as questões demográficas e alimentares, continuam sendo os principais desafios que a humanidade apresenta no século XXI, são problemas de múltiplas facetas e elevados índices de complexidade. É consenso que o enfrentamento dos problemas ambientais, também requer uma mudança radical para gerir alternativas ao sistema de desenvolvimento hoje vigente, transformação de comportamento e mudança de valores que não pode ser individual e sim coletiva. Santa Maria, pelas suas características socioculturais e posição geográfica, poderia engajar-se a fim de participar desse movimento que se impõe como compromisso inadiável que renderá um legado ambiental sustentável para as gerações futuras.

Secretário Municipal de Meio Ambiente visita a sede da Fundação MO’Ã Foi no dia 28 de março, na sala da Fundação MO’Ã, prédio, da APUSM que o Secretário André Agne Domingues foi recebido por membros do Conselho Administrativo. Propostas apresentadas pelo Secretário: implantar projeto de criação de coope- Deco Domingues com Darcila, Rainer, rativas de selecionadores de Eleonora, Benildes, Fátima e Eliane material reciclável; construir um centro de triagem com equipamentos necessários: esteira, também o real funcionamento do balança, prensa etc., cadastrar sele- Conselho Municipal de Meio Amcionadores; estudar a biodiversida- biente e os seus recursos do Fundo. O Secretário passou algumas de; implantar o Parque dos Pallottihoras nesta reunião e no seu facenos e o Parque dos Morros. book postou: “Juntos na promoRelato da Profª. Eliane sobre a RPPN Estadual MO’A e sua im- ção da conscientização ambienportância como área de pesquisas e tal, MO’Ã, APUSM, UFSM, SMA, serviços ambientais e o “Corredor OAB/SM, Conselho Municipal de Ecológico”. Ainda foram tratadas ou- Saúde, .. Tarde de contextualizatras questões pendentes que fazem de ções, planejamentos, otimismo e Santa Maria uma cidade abandonada muito amor.” Fonte Assessoria de Imprensa com inúmeros problemas ambientais Fundação Mo’ã que se refletem na saúde pública,


Abril 2017

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

23

Social

O Imaginário Feminino na Associação

O

Salão Cultural da APUSM ficou pequeno para tantas mulheres (e homens) que foram prestigiar o Imaginário Feminino, evento que aconteceu no último dia 29 de março e inovou os acontecimentos sociais de Santa Maria. Tanto que os elogios que chegaram na APUSM literalmente não cabem nesta página. Estão de parabéns o Setor de Eventos da Associação e, é claro, a diretora social e vice presidente, Darcila Castelan. Confira algumas presenças desse grande encontro social:

Fotos Rodrigo Fortes/APUSM


24

Publicação mensal da Associação dos Professores Universitários de Santa Maria

Abril 2017

Profile for Apusm Santa Maria

Jornal APUSM edição Abril 2017  

Jornal APUSM edição Abril 2017  

Advertisement