Page 1


Velações ENSAIO VISUAL nº 1 | 2013 www.apublicada.com

Santiago Régis Bacharel em Artes Plásticas pela Universidade Federal de Goiás – UFG. Trabalha como ilustrador desenvolvendo livros infantis. Sua pesquisa caminha em torno da relação palavra/imagem em vários âmbitos. E-mail: santiagoregis@gmail.com Site: www.santiagoregis.com


Davinópolis, Maranhão.

Na rua o carro anuncia a morte de alguém conhecido, que a família aguarda o comparecimento dos amigos para o velório e um último encontro com o morto. Às vezes eu nem conhecia o morto, mas ia mesmo assim com minha vózinha. Havia, de fato, momentos de choro. De longe ouvíamos os lamentos. Mas isso era só nas primeiras horas quanto o sangue ainda estava quente. Depois, quando as lágrimas já não vinham porque choraram as últimas, como esponjas espremidas, a conversa se instalava. O assunto não era outro: a vida do defunto. Mesmo morto ali no caixão parecia mais vivo que qualquer outro. As histórias eram narradas às controversas, desalinhadas, desrespeitando a temporalidade. Falavase das estripulias de quando o defunto era criança, de quando foi crescendo, de quando tantas vezes escapou da morte. Madrugada à dentro, servia-se café com bolinhos e a conversa rendia. Era desta forma que eu conhecia o morto, agora muito vivo na minha cabeça de criança que imaginava todas aquelas histórias. O velório não era um triste. Era um encontro ritualístico de comemoração da vida, da personalidade, gostos e características marcantes de uma pessoa. De boca em boca entrávamos na intimidade daquela pessoa. Era tudo isso ao som de ladainhas e rezas. Santiago Régis

APUBLI[CADA] ∙ ENSAIO VISUAL ∙ Nº 1 ∙ 2013

4/5


APUBLI[CADA] ∙ ENSAIO VISUAL ∙ Nº 1 ∙ 2013

6/7


APUBLI[CADA] ∙ ENSAIO VISUAL ∙ Nº 1 ∙ 2013

8/9


APUBLI[CADA] ∙ ENSAIO VISUAL ∙ Nº 1 ∙ 2013

10 / 11


APUBLI[CADA] ∙ ENSAIO VISUAL ∙ Nº 1 ∙ 2013

12 / 13


APUBLI[CADA] ∙ ENSAIO VISUAL ∙ Nº 1 ∙ 2013

14 / 15


APUBLI[CADA] ∙ ENSAIO VISUAL ∙ Nº 1 ∙ 2013

16 / 17


APUBLI[CADA] ∙ ENSAIO VISUAL ∙ Nº 1 ∙ 2013

18 / 19


20


Velações  

Fotografia: Santiago Régis