Page 1

Meu amigo e minha amiga! Veja meu amigo e minha amiga, Jesus quer te salvar! Venha ser meu jumento e salve-se jรก!


A

CONTINELA

ANUNCIANDO

O

ct15p

REINO

DOS

®

DEUSES SANTOS

Trimestral Português Edição Brasileira

O OBJETIVO DESTA REVISTA ELETRÔNICA*, A Continela, é honrar a Jeová, os Deuses santos — desde o maior até o menor Deles. (Sal 136:2) Assim como os vigias dos tempos bíblicos se postavam nas altas torres de monitoramento, para dali monitorar os eventos, esta revista nos demonstra como enxergar as verdades bíblicas de um ângulo nunca antes observado. Consola e dá entendimento da verdade a todas as pessoas da atualidade — principiando pelas ungidas Testemunhas dos Deuses Santos — com as boas novas de que o Reino dos Deuses Santos em breve acabará com as mentiras e enganos religionistas e com as demais maldades da terra, transformando-a num belo paraíso. Incentiva a fé em Jesus Cristo, um Deus santo que morreu para que pudéssemos ter vida feliz e sem fim à vista, sob o Reino do qual ele é o principal dos reis. (Is 9:6; Jo 1:1, 18; Fil 2:6) Essa revista, que é publicada ininterruptamente pela Associação das Testemunhas dos Deuses Santos desde 2012, não é política. (embora tenha autorização para abordar temas relacionados) Adere às Escrituras Sagradas, às ciências humanas e à evolução da vida — de todas as espécies — (uma verdade perfeitamente apoiada pela Bíblia), como autoridades. (Gên 2:7) No entanto, nunca infringe a “regra básica” bíblica, de ‘ir além do que se encontra escrito nela’, conforme 1Co 4:6.

Número de assinantes: 022.598 EM 001 IDIOMA

JULHO A SETEMBRO DE 2013

MATÉRIA DE CAPA:

PÁGINA 3

TAMBÉM NESTE NÚMERO Conhecendo o livro de Enoque XIV 18 Compreensão perspicaz da Bíblia

23

LEIA MAIS ONLINE www.estudopessoal.blogspot.com

O “pai da mentira” e sua primeira mentira – parte II

Qual o motivo de tudo? A menos que haja outra indicação, os textos citados são da moderna Tradução dos Deuses Santos das Escrituras Sagra-

das com Referências.

*Não será publicada em papel. Nenhuma árvore será derrubada. Não ‘arruinaremos a Terra.’ — Re 11:18.

Uma revista por onde “a justiça sai pervertida”

Acesse www.tds-org.blogspot.com.br Ou escreva para um dos endereços abaixo: acontinela@gmail.com apostolotds.001@gmail.com

BAIXE ESTE E OUTROS NÚMEROS DE A CONTINELA EM PDF ONLINE


MATÉRIA DE CAPA

“A TERRA INTEIRA será um imenso paraíso!” “No paraíso ninguém dirá: ‘estou doente’; ou ‘estou passando fome, . . ., ou pobreza’.” “Serão os melhores dias de nossas vidas!” Dir-se-á então: “Vida eterna, enfim!” Você já ouviu promessas assim? Já tentaram convencer-lhe que “viver para sempre num paraíso na Terra não é mero sonho”, mas uma realidade maravilhosa? Neste caso pode-se dizer que você já foi contatado, quer direta quer indiretamente, pelas Testemunhas de Jeová e sua mensagem de salvação. Longe de essas promessas pertencerem a elas, ou a qualquer religião. As promessas citadas pertencem aos Deuses santos e, concordemente, encontram-se “escritas na Escritura da verdade”, a Bíblia. (Daniel 10:21) Entretanto, para alcançarmos aquelas bênçãos, será necessário que todos nós — individualmente ou em grupo —, nos esforcemos vigorosamente para sermos “salvos desta geração pervertida”, conforme expressa recomendação bíblica. (Atos 2:40; Lc 13:24) O que é a salvação promovida pela Bíblia? De que “geração”, hoje, precisamos ser salvos e por qual motivo? Muito mais importante: Você será salvo? Todos juram que sim. Entretanto, o que revela uma pesquisa honesta? Os próximos artigos alistarão alguns requisitos para se viver a salvo num paraíso. Convidamo-lo a vê se você os cumpre. A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

3


TODO INSTANTE, em muitas partes do globo, centenas de milhares de pessoas são livradas de situações ameaçadoras de suas vidas. Enquanto que alguns são curados de múltiplas doenças mortais, outros simplesmente são salvos de males menores, como sair vivo e ileso de um acidente automobilístico ou de algo muito mais simples, como levantar-se de um tombo apenas com leves escoriações. Ao contrário destes sortudos, outros tantos acabam por perderem suas vidas em situações idênticas. Deveras, o 4

A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

privilégio do usufruto da vida veio acompanhado de sérios perigos e desafios. Engana-se aquele que pensa está inteiramente livre deles hoje. Por isso, é vital que cuidemos muito bem desse que é um “presente perfeito” que vem dos “Dadores animados”, os Deuses santos, Jeová. (Tiago 1:17; 2 Coríntios 9:7; At 17:25; Gên 2:7) É realístico prever que, a qualquer momento, o imprevisto se apresenta e, insensível como ele é, tentará ceifar essa dádiva. Portanto, todo cuidado é pouco! — Ec 9:11. Independente do quão bom é sermos salvos


de situações que nos ameasse a vida física, é com respeito a outro tipo de vida que devemos ter maior cuidado: com nossa vida espiritual. Por quê? Porque há inumeráveis e diferenciadas ameaças à nossa vida espiritual e, se esta for afetada, a vida física será afetada de forma ainda mais devastadora. Assim, se estimamos muita nossa vida carnal, é ainda mais vital que façamos isso com a vida espiritual! É somente através da preservação de um bom nome diante de nossos Criadores que seremos aprovados por Eles para ganharmos a “verdadeira vida”; isto é: a vida eterna no paraíso na Terra. — Pro 22:1; 1 Timóteo 6:19; 2Ti 2:15; Lc 23:43. O que é esta vida espiritual? Quando os Deuses criaram o homem, ‘à imagem e semelhança Deles’, então eles ‘deram um espírito’ ao homem. Desde então, quando um novo ser humano é concebido no ventre de sua mãe, este ganha uma réplica desse espírito. No entanto, este ‘espírito que é formado em nós’ é personalizado, o que quer dizer que o seu é único. — Gênesis 1:26; Zacarias 12:1. Nossos espíritos têm características imortais* e, por isso, ele faz com que nossa carne tenha vida. Entretanto, se ele, por qualquer motivo, ‘sair’ de nosso corpo, este, o corpo, simplesmente morre! (Jó 34:14, 15; Sal 146:4) Ao contrário disso, porém, o espírito continua vivo quando morremos — ele é recolhido a ‘receptáculos’ divinos. (Ec 12:7; Eno 21:14) Entretanto, o diametralmente oposto ocorre __________ * Segundo as Escrituras, somente os Deuses Jeová é quem têm o poder de decisão quanto a destruir um espírito. Ainda segundo a Bíblia, existe apenas uma forma de se destruir um espírito: destinando-o para a “Geena” (também chamado de “Lago de Fogo” ou “Segunda Morte”. (Mateus 10:28; Revelação [Apocalipse] 20:14, 15) Para uma consideração profunda sobre o espírito que temos, queira ler: “A Condição dos Mortos Segundo a Bíblia”, em A Continela de setembro de 2012, p. 9. — ct9P_set12.

com um corpo sem espírito, a Bíblia diz: “O corpo sem espírito está morto.” — Tiago 2:26. Embora que, quando a Bíblia menciona a “vida espiritual” que temos, esteja se referindo à vida deste espírito, não é possível desvincular as duas vidas sem sofrermos danos — desvincular a vida carnal da vida espiritual. A verdade é que uma depende da outra para estarem ativas neste planeta e também para vivermos a futura vida eterna no paraíso na Terra. No entanto, é imperativo que sejamos salvos da condição de pecadores para atingirmos a “vida eterna que os Deuses, que não podem mentir,” darão aos Seus escolhidos obedientes. (Tito 1:1, 2) Mas o que vem a ser a salvação bíblica? Veremos isso. — 1Pe 1:5, 10; Ju 3. Quando escapamos da morte — quer pela ajuda de alguém, quer por termos tido a sorte de nos livrarmos sozinhos —, dizemos que ‘fomos salvos’. Com respeito à salvação do tipo bíblico, no entanto, é ligeiramente diferente. Assim, para compreendermos profundamente todos os aspectos ligados à salvação bíblica, explanaremos quatro modelos da salvação apresentada nela para os que estão se ‘esforA CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

5


O QUE É A ALMA?

çando vigorosamente a ser salvos’. (Lucas 13:24) Verão que cada modelo apresentado é diferente um do outro. Prometemos que, no fim, o leitor estará apto a discernir a qual dos modelos bíblicos de salvação sua esperança se encaixa. Ademais, só pelo fato de você está aprendendo estas verdades aqui, estará investigando “coisas profundas dos Deuses”. (1 Coríntios 2:10). Vejamos os modelos. MODELO 1 — A SALVAÇÃO DOS MORTOS. O que ocorre com uma pessoa que ‘não foi salva’ de um perigo onde teve sua vida carnal ceifada? A pessoa teve morte da carne e possivelmente da alma, mas seu espírito continua vivendo. (Veja o artigo: “O que é a alma?”, no quadro ao lado) Qual é a esperança de salvação para os mortos? Ocorrerá que, “na recriação”, no “dia do juízo”, os espíritos dos mortos, após aprovação por parte dos Deuses santos, serão reencarnados num novo corpo que, embora ainda não ‘manifestado’, poderá ser semelhante ao que a pessoa tinha antes. — Mateus 19:28; 10:15; 1Co 15:35-41; 1Jo 3:2. A promessa de ressurreição será tão completa que, diz a Bíblia, “o mar [entregará] os mortos nele, e a morte e o Hades* [entregarão] os mortos neles, e [os ressuscitados serão] julgados individualmente segundo as suas ações.” (Revelação [Apocalipse] 20:1114) Será um completo esvaziamento da sepultura comum da humanidade! Esta, a “ressurreição dos mortos”, será apenas a primeira de duas etapas para que se atinja a salvação propriamente dita. — Mateus 22:31. A segunda etapa consiste em a pessoa ressuscitada ser julgada favoravelmente após sua ‘saída da morte’. Quando ocorrerá? A Bíblia não especifica uma data, mas será após a __________ * “Hades.” Gr.: haí·des; Vg(lat.): ín·fe·rus; Vgc(lat.): in·fér·nus; SyhJ7,8,11-14,16-18,22: “Seol” ; Português: Inferno. ”Hades” é o mesmo que a “sepultura comum da humanidade”.

6

A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

Embora não nos aprofundaremos aqui, as Escrituras ensinam que nós somos compostos não somente de corpo e de espírito, mas também de “alma”. Na Bíblia, a alma é muitas vezes relacionada à nossa própria vida, ao nosso sangue e até mesmo aos sentimentos ativos em nós. — 1Tes 5:23; He 4:12; Gên 1:30; 9:4; 34:3, 8; Jó 33:18, 20, 22, 28, 30; 36:14; Sal 7:2. vindoura guerra em que os Deuses eliminarão da terra todos aqueles que não desejam viver segundo as Suas normas justas. (2Tes 1:6-9) Isso abrirá o caminho para o Dia do Juízo e da ressurreição de todos aqueles a quem os Deuses considerarem habilitados para uma ressurreição terrestre. (Mt 10:15; Jo 5:28, 29; At 24:15) O Dia do Juízo será de mil anos. Portanto, a ressurreição durará todo este período que, para os Deuses, é o mesmo que “um dia’ — o “último dia”. — João 6:39, 40; 2Pe 3:8. Naquele “dia” todos serão julgados pelo Juiz e Rei designado pelos Deuses santos, Cristo Jesus. (Rev 20:4-7) “Nós todos ficaremos postados diante da cadeira de juiz dos Deuses”, diz a Bíblia referente àquele dia. Sim, “cada um de nós prestará contas de si mesmo” a Eles, completa ela. (Romanos 14:10-12) Neste processo o homem recém-ressuscitado ‘virá a ser uma alma vivente’ novamente, um ser completamente salvo através de um dos modelos de salvação bíblica. — Gênesis 2:7. A salvação do tipo bíblico de modo algum se limita à junção do espírito com um corpo carnal — uma ressurreição ou reencarnação. De acordo com o próprio “Salvador do mundo”, o Senhor Jesus, haverá pessoas que serão salvas para o mesmo paraíso na terra sem ao menos ter que provar a morte! Isso é mesmo possível? (João 4:42; 1 João 14) Sim, e veremos como es-


sa é uma das mais maravilhosas promessas de salvação ao modo bíblico! MODELO 2 — A SALVAÇÃO DOS VIVOS. Quem serão as pessoas que, obviamente após serem escolhidas, “nunca jamais [morrerão]”? Como e quando se dará esta salvação sem igual e além das nossas mais esperadas expectativas? (João 11:26; 5:24; 8:51) Sabia que se você é um dos que hoje vive em razão da fé poderá ser alcançado por este segundo modelo de salvação? — He 10:38; Hab 2:4. Considere: do mesmo modo como houve sobreviventes no dilúvio, haverá quem sobreviva ao futuro fim deste mundo. Porém, diferentemente de Noé e os com ele, que morreram depois de serem salvos do dilúvio, milhões de pessoas santas que viverem nos últimos dias do atual sistema iníquo, ‘sairão daquela grande tribulação’ para nunca mais morrer! (Revelação [Apocalipse] 7:9, 10, 14) Que perspectiva maravilhosa! Os sobreviventes serão justificados e, assim como os que estiveram ‘adormecidos no pó do solo’, estes também ganharão a “vida de duração indefinida”! — Daniel 12:2; Mt 24:21, 22. Esta perspectiva é deveras maravilhosa e uma das bênçãos possíveis graças ao resgate de Cristo! Imagine você sendo alcançado por essas bênçãos! Quão maravilhoso é ser declarado justo e salvo; apto a ‘ir às árvores da vida e se empanturrar ainda mais de vida’!* Será deveras a melhor das salvações para os que irão viver num paraíso aqui na Terra! — Compare com Mateus 10:22 e Romanos 8:24; Revelação (Apocalipse) 2:7. À parte destes dois modelos de salvação apresentados pela Bíblia, há um terceiro e __________ * Para um exame pormenorizado sobre os mistérios envolvendo a especial árvore da vida, leia o número 6 desta revista — ct6P_jun12.

mais maravilhoso modo de salvamento, mas que é restrito apenas a alguns dentre a humanidade: é o modelo de salvação de humanos para irem para os céus. Quem serão os alcançados por este modelo de salvação e por quê? Vejamos. MODELO 3 — A SALVAÇÃO DE “SACERDOTES”.

Salvar pessoas para viverem nos domínios celestiais não fazia parte do plano original dos Deuses a princípio. Porém, com a ‘entrada do pecado e da morte no mundo’, fez-se necessário um intrincado arranjo sacerdotal para atuarem junto ao altar dos Deuses santos. (Romanos 5:12) Era necessário que todos os arranjos fosse tipificados para que a purificação do arranjo original fosse completa. (He 8:5; 9:9) O arranjo era composto de um sumo sacerdote e seus sacerdotes ajudantes. O inteiro arranjo fora posto em funcionamento para “oferecer dádivas e sacrifícios pelos pecados” do povo em geral. — Hebreus 5:1. O objetivo derradeiro seria o de eliminar a morte por ‘tirar do mundo’ o responsável pelo seu reinado — o pecado. (Ro 5:12, 14; 1Co 15:55, 56; He 2:15) Por fazer isso, os sacerdotes desfazem as ‘obras dos Diabos’. (João 1:29; 1 João 3:5, 8) No arranjo físico, Arão fora o primeiro Sumo Sacerdote e este prefigurou o Sumo-Sacerdote-Maior: Cristo Jesus. A quem prefiguraram os sacerdotes levitas? Sim, quem seriam os sacerdotes celestiais que oficiariam junto com o Cristo? — Je 33:18, 21, 22; Rev 3:6.


Os mistérios ligados a este aspecto da salvação constituía um dos maiores segredos sagrados, mas que foi devidamente revelado pelo próprio Salvador e pelo seu espírito, o “espírito [de todos os] Deuses santos”. (Jo 15:26; 16:7; Daniel 4:8; Fil 1:19) Os sacerdotes “selados” com o selo de filiação são homens e mulheres que, além de sacerdotes, também “reinarão com [o Cristo] durante os mil anos”. (Ef 1:13; 4:30; Rev 7:4) Porém, para que esse arranjo pudesse dá certo, os Deuses teriam de ‘comprá-los da terra, dentre a humanidade’ para, após ressuscitá-los ou transformá-los em “corpos celestes”, levá-los ao “santíssimo” do “templo espiritual” — os “domínios de cima”. — Revelação [Apocalipse] 7:1-3; 20:6; 14:1-4; 1 Coríntios 15:35-49. Embora não saibamos quem ou quantos se salvarão para a vida no paraíso na terra, a Bíblia limita a 144 mil pessoas que serão salvos para a vida espiritual e que os primitivos apóstolos fiéis, bem como milhares de outros cristãos que depositaram fé nele naqueles tempos, foram contados entre os salvos nesta esperança. (Revelação [Apocalipse] 7:4; Mt 19:27-29) Entretanto, a Escritura indica que o pleno número deles só será completado no fim deste sistema de coisas. Os Deuses estabelecem a base para a admissão ou a adoção deles na qualidade de filhos por declará-los justos por meio do mérito do sacrifício de resgate de Cristo, no qual exercem fé, inocentando-os de toda culpa devida ao pecado. (Ro 5:1, 2, 8-11; compare isso com Jo 1:12.) Eles, portanto, são “contados” ou creditados como pessoas completamente justas, todos os seus pecados sendo perdoados e não imputados a eles. — Ro 4:68; 8:1, 2; He 10:12, 14. Outro aspecto desse modelo de salvação é que, enquanto que a maioria destes sacerdo8

A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

tes que já morreram aguarda a ressurreição, o restante deles, os que viverem durante o fim deste mundo, não ‘adormecerão na morte’. Ao ‘toque de uma trombeta’ os que estiverem mortos serão ressuscitados e os que dentre eles que vivem durante este tempo, serão milagrosamente “arrebatados”. Paulo explicou isso assim: “todos [nós, os aprovados reis e sacerdotes] seremos mudados, num momento, num piscar de olhos, durante a última trombeta. Pois a trombeta soará, e os mortos serão levantados incorruptíveis, e nós [os que vivermos durante o toque da trombeta] seremos mudados”. Que espantoso modelo de salvação será este! — 1 Coríntios 15:51, 52; 1 Tessalonicenses 4:16, 17, TNM. Os líderes religiosos de hoje tem afirmado constantemente que eles, e mais ninguém, são os ‘últimos contados’ para serem salvos neste modelo bíblico de salvação. No entanto, a conduta estranha que estes homens e mulheres religionistas têm apresentado ao mundo tornam suas pretensões improváveis, para dizer o mínimo. Será mesmo que estes ‘homens que têm dominado outros homens, causando-lhes prejuízos espirituais’ e que agem quais ‘amos da fé deles’, serão mesmo salvos para servirem como sacerdotes e reis junto aos Deuses santos nos céus? Não concorda que muito mais fácil é que ‘passem camelos pelos orifícios de agulhas de costura’? — Eclesiastes 8:9; 2 Coríntios 1:24; Lucas 18:25.

Sabemos que, começando com os onze apóstolos fiéis do Cristo e passando por milhares de discípulos do primeiro século, todos estão entre os sacerdotes. Será que os líderes religionistas falsos de hoje são mesmo o ‘restante deles vivos aqui na terra’? O que você acha?


MODELO 4 — A SALVAÇÃO DE ANJOS.

O quarto e último modelo bíblico de salvação tem uma particularidade que não agrada a muitas pessoas religiosas hoje — excepcionalmente os líderes religiosos. Trata-se da salvação dos “anjos que não conservaram a sua posição original, mas abandonaram a sua própria moradia correta” com objetivos ‘desnaturais’. — Judas 6, 7, TNM. Centenas de anjos que haviam sido constituídos quais Sentinelas (ou Monitores) para a humanidade nos tempos de Enoque, se deixaram levar pelas ‘desencaminhantes saudações’ de assédio sexual por parte das belas humanas de então. Eles sucumbiram aos seus desejos por elas e, após jurarem guardar segredo, ‘tomaram todas as que escolheram como suas esposas’. — Enoque 7:1, 2; 9:6; 18:2; Gênesis 6:1.

mento pecaminoso dos anjos na terra. O assunto todo foi levado ao conhecimento do Supremo Conselho dos Deuses e, este, que é biblicamente identificado como o composto “Deus dos Deuses”, julgou o caso. Todo aquele mundo foi sentenciado à destruição devido às ‘maldades’ que o iníquo Azaziel, um perverso Deus que se apostatou, ‘ensinou aos homens’. — Eno 8:1, 2; 9:5; Gênesis 6:5; Salmos 136:2. Aos demais Deuses (ou anjos) pecadores, os Deuses sentenciaram à prisão em regime fechado “por setenta gerações debaixo da terra, mesmo até o dia do julgamento”. (Enoque 10:15; 2 Pedro 2:4) Milhares de anos depois, o inspirado evangelista Lucas, empenhou-se na “[pesquisa de] todas as coisas com exatidão, desde o início”. (Lucas 1:1-3) O que ele descobriu? Ele alistou exatos 70 homens desde o “sétimo homem na linhagem de Adão”, Enoque, até o Cristo. — setenta gerações. (Lc 3:23-38; Judas 14) O que aconteceu ao final das “setenta gerações”? Pedro, movido pelo mesmo espírito, escreveu que quando o Senhor se achou no ‘estado de espírito’ — o que se deu logo após ele ser ressuscitado —, “foi e pregou” a esses anjos “em prisão”. (1 Pedro 3:19; 2Pe 1:21) Que capacidade maravilhosa de controlar o tempo e o nascimento das gerações humanas têm os Deuses santos Jeová! Quão maravilhoso é que Jesus, no tempo marcado Visto que muitos preferem fazer parte deste mundo corrupto, pode-se dizer que estes mundapara isso, foi até onde estavam os “anjos nos “retrocedem para a destruição”. Por outro lado, os que “[têm] fé para preservar viva a alma” que pecaram”! O que teria Jesus a pregar a terão êxito certo em “escapar de todas [as] coisas que estão destinadas a ocorrer [com este estes prisioneiros? Salvação. Sim, o Senhor mundo corrupto], e em ficar em pé diante do Filho do Homem.” — Hebreus 10:39; Lucas 21:36. Jesus foi a eles oferecer o mesmo que veio oferecer à humanidade: a salvação através do Algum tempo depois, quando as mulheres perdão dos pecados baseados nos méritos de deram a luz ‘filhos gigantes’ e quando as seu sangue resgatador! Que Salvador maraviações iníquas destes fizeram com que ‘a mal- lhoso é o Deus Jesus! Bendito seja ele por seu dade na terra aumentasse’, alguns Deuses grandioso ato de amor! — João 15:13. Jeová notaram isso e descobriram o envolviMas alguém poderia questionar: “Se Enoque A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

9


profetizou as ‘setenta gerações até o julgamento’, então por que Jesus, o 70.0 homem, não julgou os anjos e os salvou”? Sim, é verdade, o “julgamento” dos anjos só ocorrerá no futuro “Dia do Juízo”. Isso significa que Enoque estivera errado? Não. Repare novamente no texto, conforme escreveu ele:

”A Miguel, igualmente, o Senhor Altíssimo disse: ‘Vai e anuncia seus próprios crimes a Samiaza, e aos outros duzentos [Deuses] que estão com ele, os quais têm se associado às mulheres para se contaminarem com toda sua impureza. . . ., amarra-os por setenta gerações debaixo da terra, mesmo até o dia do julgamento, e da consumação, até o julgamento”. — Enoque 10:15.

Reparou no detalhe sutil, inserido ali propositalmente pelo espírito? Os anjos ficariam ‘presos por setenta gerações’ e mais além! O primeiro período findou em 33EC quando Jesus, o 70.0 descendente de Adão desde Eno-

que, ‘pregou’ a estas ‘coisas nos céus’ uma mensagem de ‘reconciliação e de paz’. (Colossenses 1:13-20) Daí, informa Enoque, eles continuariam presos, “mesmo até o julgamento”, até o dia da “consumação”. Que capacidade fantástica têm os Deuses em manipular “as coisas que [ainda] não se fizeram”! — Isaías 46:10; 42:9; 45:21; 55:11. Conforme podemos perceber, são quatro as maneiras de os Deuses salvar, “quer as coisas nos céus” — os anjos que pecaram e que estão presos — “quer as coisas na terra” — todos nós, os humanos “corretamente dispostos para com a vida eterna” — quer os que serão salvos para viverem num paraíso, quer os que serão ‘levados juntos’. (Atos 13:48; Colossenses 1:1320; Lucas 17:34-37) Entretanto, agora que você já sabe as quatro maneiras de os Deuses salvar, você precisa aceitar os requisitos para se alcançar a salvação. Afinal, não basta apenas achar que ‘já está salvo’, temos de agir. Para atingirmos a salvação, temos de agir contra o “mundo”. O próximo artigo o ensinará como fazer exatamente isso.

O Salvador está salvando muitos pecadores, tanto humanos quanto Deuses. Você tem aceitado o convite para ser salvo? Se sim, você poderá ser salvo para viver na terra – por um de dois modelos diferentes: quer por ser ressuscitado, caso morra antes do fim deste sistema, quer por passar com vida àquela “grande tribulação”. Se sua salvação é a do tipo celestial, então, também ocorrerá de duas formas: ressurreição ou por ser ‘transformado durante o toque da última trombeta’.


SSIM COMO UMA LÂMPADA que ao ser acesa em meio à escuridão ilumina todo o recinto em que ela se encontra, “do mesmo modo”, recomendou o Senhor Jesus aos seus discípulos: “deixai brilhar a vossa luz perante os homens, para que vejam as vossas obras excelentes e deem glória aos vossos Pais, que estão nos céus”. (Mateus 5:16) Qual a importância da luz espiritual para a salvação? O apóstolo Paulo, um exemplo de homem que antes ‘vivia nas trevas espirituais’ mais que saiu a tempo para a “maravilhosa luz”, exortou: “Persisti em produzir a vossa própria salvação . . . pois os Deuses são aqueles que, . . . estão agindo em vós, . . .. Persisti em fazer todas as coisas livres de resmungos e de ar-

guições”. Para que finalidade? Ele completou: “para que venhais a ser inculpes e inocentes, filhos dos Deuses sem mácula no meio duma geração pervertida e deturpada, entre a qual estais brilhando como iluminadores no mundo”. — Filipenses 2:12-15; 1 Pedro 2:9; At 22:4; 26:5; Fil 3:5. Tanto o Senhor quanto seus primitivos discípulos transmitiam a mesma ideia, a de que os que servem aos Deuses, obedecendo aos mandamentos e às leis Deles, estão em luz; sendo eles mesmos luzeiros espirituais. Dessa forma, todo cristão ‘tem de deixar brilhar a sua luz diante dos sem fé, para iluminá-los’. Por outro lado, os que nada querem com a fé, estão em trevas espirituais. Assim, precisamos ‘produzir a nossa própria salvação’ por sempre A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

11


‘brilharmos em meio aos em escuridão’. Isso significa que temos de nos distanciarmos das obras ímpias praticadas e promovidas pelos agentes da “geração pervertida e deturpada” desta escuridão. É essencialmente a isso o que o apóstolo Pedro alertou quando disse: “Sede salvos desta geração pervertida” (Atos 2:40) Quais características são identificadoras de uma “geração pervertida”? Como sermos salvos dela nos garante a salvação para vivermos num paraíso no futuro novo mundo dos Deuses?

Em todos os períodos de tempo em que os Deuses decretaram o fim de um mundo, percebeu-se que a sentença aplicada foi devido à preexistência de uma “geração” de pessoas que ‘agiam ruinosamente’ e que, por isso, ‘não eram filhos dos Deuses’ mas tratava-se de uma “geração pervertida e deturpada.” (Deuteronômio 32:5) Foi assim no Dilúvio; na destruição das cidades imorais de Sodoma e Gomorra e em muitos outros ‘fins’. No que tange ao fim do inteiro sistema mundial de coisas que está à nossa frente e no qual está prevista a derradeira ‘revelação’ do Senhor Jesus desde os céus com milhares de DeusesAnjos ao seu comando, não será diferente. — Lc 17:26-30; Mt 13:40-43, 47-50; 24:31-39. No Dilúvio os Deuses ‘salvaram a Noé, pregador do que é justo, junto com mais sete, quando trouxe um Dilúvio sobre um mundo de pessoas ímpias’. (2 Pedro 2:5, 6) Quanto às duas cidades tomadas de homossexuais e outras monstruosidades similares, os Deuses as ‘reduziram a cinzas, condenando-as para estabelecer para os ímpios viados atuais um modelo das coisas que hão de vir’ sobre si. O fato é que praticamente toda a humanidade 12

A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

hoje avança rapidamente para a mesma situação em que se encontravam aqueles mundos antigos — para um “mundo de pessoas ímpias”. — 2 Pedro 2:5.

Como no período antediluviano e no mundo em que viviam os viados de Sodoma e de Gomorra, também hoje a humanidade se transforma num “mundo de pessoas ímpias”. Repare nas perversidades hoje praticadas: violência física; falatórios obscenos e nojentos; a forma como os mundanos tratam seus corpos, tatuando-os com termos e desenhos cada vez mais desprezíveis e demoníacos; nas cada vez mais degradantes e perversas práticas sexuais, com seus estilos homossexuais — estes são apenas alguns exemplos de reprováveis “obras da carne”. (Gálatas 5:19-21) Repare ainda nas músicas que escutam e que cantam! Atente para os estilos, letras e batidas rítmicas daquilo que eles chamam de música: o Funk! Não acha que são nojentas, perversas e perturbadoras? — Pro 2:12-15.


Os infames ímpios que as produzem e os que as escutam não se contentam em apenas eles se poluírem com elas. Antes, eles tentam a todo custo que os que se mantem longe desse lixo sejam também contaminados. É por isso que eles, guiados por mil demônios, as põe para tocar nos seus carros em volumes altíssimos, forçando assim aos em volta a também escutarem. Esses ímpios seres terão de desaparecer da superfície da terra tão logo o Armagedom chegue. Que “abundância de paz” terão os salvos desta “geração pervertida”! — Salmos 37:10, 11. Depois de elogiar os que se mantêm distantes dos ímpios, por ‘andarem nos caminhos de gente boa’, a Bíblia esclarece: “Pois os retos são os que residirão na terra e os inculpes são os que remanescerão nela. Quanto aos iníquos, serão decepados da própria terra; e quanto aos traiçoeiros, serão arrancados dela.” (Provérbios 2:20-22, TNM) Assim, percebe-se que a salvação está como que garantida para os que ‘vencem o mundo’, assim como o Senhor Jesus venceu. — João 16:33. Todo aquele que se mantiver livre dos múltiplos aspectos aviltantes deste mundo, oferecido pelos ímpios da atual “geração pervertida e deturpada”, sofrerá perseguições injustas da parte deles. Entretanto, é somente desta forma que se alcançará a salvação. Jesus disse: “vós sereis pessoas odiadas por todos [estes perversos], por causa do meu nome; mas aquele que tiver perseverado até o fim é o que será salvo.” Que perspectiva maravilhosa aguarda os corajosos discípulos do Cristo! — Mateus 10:22. Evidentemente não é só por nos mantermos livres dos ímpios e de suas práticas degradantes que seremos salvos. Também temos de nos ‘sujeitarmos aos Deuses’ em ado-

ração. (Tiago 4:7-9) Eles, os Deuses santos Jeová, ainda estão procurando adoradores para os adorarem segundo suas próprias regras. (João 4:23, 24) Você está disposto a fazer isso? Bilhões hoje são religiosos. Todos buscam a salvação. Será que a atingirão? Você é um dos que busca a salvação através da adoração? Neste caso, acha que está adorando corretamente aos Deuses? Acha que será salvo? O último artigo desta série examinará esta possibilidade, dê bastante atenção.

Enquanto que os perversos continuam a tentar poluir o mundo ainda mais, as Testemunhas dos Deuses Santos mantém-se longe de seus aviltamentos. Por que fazem isso? Elas querem ser salvas desta “geração pervertida e deturpada”


SALVAÇÃO PERTENCE A JEOVÁ”, diz claramente a Bíblia em Salmos 3:8; Provérbios 21:31 e Jonas 2:9, TNM (Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, publicada por nós Testemunhas de Jeová). Incrível quanto pareça, há líderes religiosos hoje que, embora que concordem com esta declaração com um canto de suas bocas, desacreditam com o outro, como veremos neste último artigo da série. Se você é uma pessoa religiosa (um cristão), e aguarda a salvação com viva esperança, deve considerar seriamente a possibilidade de está sendo levado a crer num tipo de salvação falsa, ilusória. Sim, embora que a salvação para um futuro paraíso na terra seja um fato garantido e que está à disposição de todos os que creem no Senhor Jesus, para milhões, porém, a esperança não passará de uma irrealidade! — At 16:31; Jo 6:47; Rev 21:6 n TNM. 14

A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

Ocorre que, não raro, os crentes estão confinados a uma forma de adoração onde opera o poder organizacional religioso, isto é: numa forma de ‘adoração aos Deuses’ segundo regras pré-estabelecidas por uma organização religiosa cujos mandados e leis, as crenças e até mesmo a fé, são creditados a ela por um pequeno grupo de homens privilegiados* e que são tidos como o ‘único canal de comunicação entre os Deuses e o próprio homem'. Estes privilegiados são classificados como os “clérigos”, enquanto que os demais são apenas os “leigos”, ou “grande multidão”. Sim, estamos relatando sobre religiosos que hoje juram serem cristãos, mas que ‘prestam serviço sagrado’ segundo regras diferentes das deixada pelo Senhor Jesus, o criador do cristianismo, e as dos apóstolos. Jesus deixou cla__________ * Em algumas denominações religionistas são mulheres e não homens que, mesmo após a morte, como ocorre com os Adventistas do Sétimo Dia, domina as mentes de seus leigos.


ra sua intenção de que seus discípulos devessem ‘ser todos iguais' e que a existência de “líderes”, ‘Pais’ (ou “Papas”) e até mesmo de “Corpo de Governantes” seria uma crassa violação de Suas expressas ordens. (Mateus 23:8-12; 20:25-28; 28:20; Mc 9:35; Lc 22:25, 26; Jo 13:13;) O uso de títulos e nomes pomposos, cargos e posições não autorizados sobre os demais cristãos é algo abominável aos olhares de todos os Deuses santos. — Jó 32:22; Pro 8:13; Gál 6:3. A insistência por parte de líderes religionistas em se utilizar de posições e títulos blasfemos só têm um objetivo certo: desviar a adoração dos discípulos do Cristo para si próprio. (Jó 32:22) Todas as religiões, sem exceção, ficaram vítimas de homens gananciosos, alguns em sentido material mas outros em sentido espiritual. Eles agem idênticos aos líderes religionistas governantes judeus, aqueles pervertidos fariseus que perseguiram o Senhor até matá-lo. — Jo 7:45-47; Mt 27:1, 25, 26. Jesus fez mais do que simplesmente condenar estes líderes religionistas judaicos. Ele indicou que ter muito amor ao prestígio mundano granjeia a desaprovação dos Deuses. (Mateus 20:26; 23:6-9, 33) De modo que os cristãos, mesmo hoje, devem procurar antes servir uns aos outros do que ultrapassar ou dominar outros. O que têm feito os líderes religionistas hoje? Hoje eles submeteram inteiros grupos de cristãos em corporações; organizações impiedosas que, enquanto que uns visa o lucro financeiro, outros visam o lucro espiritual, indicando a si próprios como salvadores dos crentes. Caro leitor, qual é sua posição a respeito? Acha que a salvação possa vir de tais homens? É mesmo realístico pensar que tais homens trarão o que as Escrituras imputam

somente aos Deuses? O salmista cantou: “Não confieis nos nobres, nem no filho do homem terreno, a quem não pertence a salvação. Sailhe o espírito, ele volta ao seu solo; Neste dia perecem deveras os seus pensamentos”. (Salmos 146:3, 4, TNM) A Nova Versão Internacional da Bíblia verte assim a última parte do versículo 4: “Naquele mesmo dia acabam-se os seus planos.” Embora ninguém hoje afirme ‘confiar em homens para ser salvo’, é exatamente isso o que estão indicando quando submetem sua fé através de governantes religionistas. — Sal 60:11; 62:9; 118:9. Contrariando o que o Salvador havia dito, que ‘só através dele é que as pessoas vão aos Deuses’ e que “não há salvação em nenhum outro, pois não há outro nome debaixo do céu, que tenha sido dado entre os homens, pelo qual tenhamos de ser salvos”, os líderes religionistas ‘corrompem com palavras sedutoras as mentes’ dos que lhes ‘obedecem ao invés de aos Deuses’ para que a salvação fique dependente deles e de suas organizações religionistas. — Jo 14:6; Atos 4:12; 5:29; 2Co 11:3. Acha um exagero o que estamos dizendo aqui? Então leia você mesmo o que disseram os líderes religionistas das Testemunhas de Jeová ainda esses dias. Em A Sentinela de 1.0 de julho de 2013, página 3, o Corpo dos Governantes indica de onde é que vem a salvação destinada às leigas Testemunhas de Jeová e a eles próprios: “Se pertencemos a uma organização religiosa, nossa vida espiritual está nas mãos dela. Isso inclui nossa própria salvação.” (O itálico é nosso) Num outro número, eles dizem também que ‘Nossa saúde espiritual e nossa relação com os Deuses dependem deles’. (A Sentinela 15 de julho de 2013, p. 20 § 2) Que declarações mais blasfemas e tão fora do propósito cristão! Estranho quanto possa parecer, as leigas TesA CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

15


temunhas de Jeová — cristãos fiéis e leais ao seu Corpo de Governantes —, leram esta “declaração de fé” quando pintaram este número de A Sentinela. Entretanto, é possível que não tenham se dado conta do pleno significado que ela carrega. Muitas outras, evidenciando inexperiência espiritual, entenderam muito bem o teor da declaração. Mas, embora que tenham sentido certo desconforto com elas, decidiram simplesmente ignorálas bem como também as trágicas consequências que elas causarão à sua relação com os Deuses santos Jeová. Eles ‘depositaram fé’ nas palavras de homens. — Provérbios 14:15; Compare com Romanos 16:18. Longe de serem palavras “sem sentido” ou “declarações inocentes”, como ainda diriam outros acostumados a seguir homens dentre o povo de Jeová, os do Corpo dos Governantes, ao inseri-las ali na sua revista, estão deliberadamente transmitindo um dos seus ensinos prediletos. Eles todos estão de acordo: ‘para os cristãos hoje serem salvos, estes têm de ser fiéis tanto à nossa organização religiosa quanto a nós próprios’.* As leigas Testemunhas de Jeová, ao ignorarem as implicações envolvidas em tudo o que 16

A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO 2013

os do Corpo dos Governantes lhes dizem, estão na verdade aceitando que a salvação deveras venha de uma organização religiosa, através de seus líderes governantes.# Quão prejudicial tem sido ‘homens governarem outros homens, . . . maquinando o erro’ com sua ‘velhacaria’! (Eclesiastes 8:9; Efésios 4:14) Por dependerem de homens e de suas organizações religionistas espiritualmente, as leigas Testemunhas de Jeová estão ‘correndo de tal modo que não poderão alcançar o prêmio da salvação’! — 1 Coríntios 9:24.

ESTÁ A SUA SALVAÇÃO “NAS MÃOS” DE UMA ORGANIZAÇÃO RELIGIOSA? __________ * Nos últimos tempos os do Corpo dos Governantes têm intensificado sua insistência na fidelidade, lealdade e obediência por parte de seus governados. Em parte, isso se deve ao grande despertar espiritual de milhares de Testemunhas no mundo inteiro. Elas estão cada vez mais apercebidas do quão antibíblico é ser ‘dominados por homens para prejuízo’. — Eclesiastes 8:9. # Os do Corpo dos Governantes fazem propagandas mirabolantes, usando a visão de Ezequiel para justificar uma “organização” religiosa. (Leia Ezequiel 1) Será mesmo que o profeta viu uma organização religiosa, ou será que viu uma aeronave?


Por confiar sua futura vida eterna a homens em vez de aos Deuses santos, as Testemunhas de Jeová — também os demais crentes de todas as religiões cristãs, que igualmente esperam salvação vinda de seus respectivos líderes — estão percorrendo, por assim dizer, a ‘estrada larga e espaçosa que conduz à destruição’, conforme apontou Jesus em Mateus 7:13. O único paraíso que homens poderão dá em retribuição aos que esperam neles e em suas organizações religiosas é uma salvação do tipo fictícia. Será como em Cargo, filme de ficção que narra o desespero de pessoas, sobreviventes terrestres pós-destruição do meio ambiente, que querem ir pra Rhea, um planeta-paraíso descoberto nas imediações da galáxia e que, no filme, está sendo povoado por certos privilegiados. Rhea, na verdade, não passa de um paraíso fictício. Os que para lá vão, e que enviam mensagens com vídeos aos terrestres, mostrando as belezas da natureza ali existentes, na verdade nem mesmo vivos estão. O filme culmina por evidenciar que apenas os cérebros dos que ali ‘vivem’ — os únicos órgãos ainda vivos mas em rápida degeneração — estão conectados a supercomputadores que os fazem pensar, sentir e até imaginarem está num lugar real. É preciso que o leitor assista ao filme para entender plenamente a comparação. De uma coisa temos certeza: Os que esperam salvação das “mãos” de organizações humanas obterão uma salvação irreal, um paraíso e salvação fictícios. Entretanto, cabe agora uma pergunta: Quem verdadeiramen-

Os que põem sua esperança de salvação nas “mãos” de organizações religiosas, por confiar nos líderes governantes delas, estão, na verdade, depositando sua esperança de salvação numa irrealidade; num paraíso fictício.

te se salvará hoje? Existe esperança de que você possa ser um dos salvos? Aprendemos aqui que a salvação bíblica — seus quatro modelos — é real. Vimos que, para a alcançarmos, não basta apenas querermos. Temos de nos esforçar muito, ‘vencer um mundo de pessoas ímpias’. Por fim apontamos que a salvação oferecida por líderes governantes através de suas organizações religionistas é uma furada. Na verdade, o que eles buscam mesmo é a morte do crente por causar a estes uma “[separação] dos Deuses viventes”. (He 3:12; Rev 20:5) Fazendo isso “[vão] pela vereda de Caim”. Eles também querem fazer dos crentes seus jumentos. Por isso eles “se arremeteram no proceder errôneo de Balaão”. — Judas 11, TNM.* Faça como as ungidas Testemunhas dos Deuses Santos: Se livre destes homens e creia apenas nos Deuses santos para ser salvo! __________ * Para um exame detalhado do aspecto profético que liga o profeta bíblico, Balaão, aos atuais líderes religionistas, acesse ct6P_jun12, p. 19.

“Meu amigo e minha amiga. Veja meu amigo e minha amiga, meus jumentos estão todos indo imbora!!!! Eu pricíííííso de mais jumeeeeeennntos . . . Eu priciso de você, meu amigo e minha amiga!!!! Venha ser meu jumento e alcaaaaance a salvaçãoa!!!!”


SUA LEITURA E ESTUDO DA BÍBLIA “E as mulheres conceberam e geraram filhos gigantes, cuja estatura era de trezentos cúbitos. Estes devoravam tudo o que o labor dos homens produzia e tornou-se impossível alimentá-los; Então eles se voltaram contra os homens, a fim de devorá-los; E começaram a ferir pássaros, animais, répteis e peixes, para comer sua carne (um depois do outro), e para beber seu sangue. Então a terra reprovou os injustos.” — Enoque 7:11-15.

a algum filme de terror, tipo de vampiros? Um dos motivos que leva muitas pessoas, não raro os mais jovens, a gostar desses estilos de filmes é a adrenalina que é liberada pelos seus cérebros diante do medo sentido. “Isso é muito estimulante”, dizem todas. Entretanto, ao perguntar se elas acreditam mesmo na real existência de vampiros, ou de muitos outros monstros apresentados na tela do cinema, são unânimes em concordar que tudo não passa de pura ficção, lenda urbana criada apenas para a finalidade de entreter.* Será mesmo? Não é verdade que se costuma dizer por ai que, por trás de um mito existe sempre uma história verdadeira? Será que houve mesmo vampiros reais? __________ * As Testemunhas dos Deuses Santos, diferentemente dos líderes religionistas, que “amarram cargas pesadas nas costas dos discípulos”, não impõem nenhuma proibição ou regra antibíblicas aos seus co-cristãos no sentido de proibi-los de assistir tais filmes. Cabe a cada um decidir isso, segundo sua própria consciência cristã, treinada pela Bíblia. — Mateus 23:4.

18

A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

Por exemplo, todos os que leem sobre os mitos e lendas acerca dos deuses e deusas gregos, simplesmente ficam encantados com as histórias ali narradas, muitas vezes em formato poéticos. Quem não leu, ou assistiu, sobre os atos heroicos de Aquiles? Não é verdade que as lendas referentes a ele ou a muitos outros heróis apontam para uma história bem real, história essa que envolvia personagens igualmente reais embora que fizeram parte do passado distante da humanidade? Assim, os “heróis semideuses” gregos, são, na verdade, os mesmos que “os heróis do passado, [os] homens famosos” dos tempos prédiluvianos, conforme narrado nas Escrituras. Estes foram os filhos concebidos da união entre Deuses e humanas. — Gênesis 6:4, Nova Versão Internacional da Bíblia. Não foram apenas os gregos que transformaram histórias verdadeiras em mitos e lendas. Muitos outros povos também o fizeram. Um livro diz: “Não apenas os egípcios, os caldeus,


os fenícios, os gregos e os Se todas as lendas e mitos romanos, mas também os gregos vêm dali e se baseihindus, os budistas da China am em contos que, embora e do Tibete, os godos, os anfantásticos, tem um verdaglo-saxões, os druidas, os deiro fundo de verdade, mexicanos e os peruanos, os será que as lendas urbanas aborígines da Austrália e até sobre vampiros também mesmo os selvagens das ilhas tem uma fonte real, tal codos Mares do Sul, devem mo se dá com os “heróis todos ter derivado suas ideisemideuses” gregos? Sim, as religiosas de uma fonte e, coincidências à parte, as comum e de um centro coestórias vampirescas remum.” — The Worship of the montam aos mesmos perDead (A Adoração dos Morsonagens já considerados: Todos os heróis semideuses das lendas e mitos gregos, tos), Londres, 1904, p. 3. como Aquiles, tiveram seu derradeiro equivalente nas os filhos “bem-amados” dos A “fonte comum” de todas reais histórias dos “os heróis do passado, [os] homens “anjos que pecaram”! Veas “ideias religiosas” (sejam famosos”, os filhos dos Deuses-anjos com as mulheres jamos isso. — Enoque 10:15; humanas, conforme Gênesis e Enoque escreveram. elas tidas como lendárias, mi2 Pedro 2:4. tológicas e mesmo os muitos relatos fantásticos inseridos nas páginas do Pentateuco e OS NEFILINS ERAM OS de muitos outros livros bíblicos) remete aos VERDADEIROS VAMPIROS sobreviventes do dilúvio.* Enquanto que muitos escritos não-bíblicos relataram as proezas O relato de Gênesis diz que os “filhos dos daquele mundo conforme seus pontos de vis- Deuses notaram [“começaram a notar”, NM] ta, os descendentes de Sem também o fize- que as filhas dos homens eram atraentes”. ram ao seu modo. Quando lemos estas ver- Enoque enriquece o relato ainda mais ao dadeiras histórias nas Escrituras Sagradas revelar que foram elas, as mulheres, quem hoje, estamos, na verdade, revivendo a histó- ‘levaram os anjos de modo desencaminhador a ria conforme a perspectiva relatada pelos saudá-las’. (Enoque 18:2) O que, tanto os anjos descendentes Dele. Todos os povos e seus quanto as mulheres fizeram, foi um erro — múltiplos relatos sobre os “heróis semideu- algo “desnatural”. (Judas 7) Não foi por menos ses”, portanto, saíram geograficamente de que os Deuses santos decidiram punílos a onde Noé e sua família se estabeleceram todos: os anjos com a prisão no “Tártaro” e as após o Dilúvio, isto é: na Caldéia. Foi de lá, mulheres, bem como todos os que se deixaram portanto, que tudo veio à existência. Foi também de lá que Abraão, o ‘pai dos que têm fé’, se originou. — Gên cap 11 e 12; Ro 4:11. __________ * Isto por si só torna todos os mitos e lendas escritos muito valiosos à compreensão de toda a verdade bíblica. Cristãos de ‘mentalidade nobre’ jamais desprezam as variadas fontes das mesmas verdades. — Atos 17:11.

19


O HOMEM PRATICA SEXO COM ANIMAIS?

levar pela violência daquele “mundo de pessoas ímpias”, à morte por afogamento e pela espada. Somente os justos, Noé e sua família, sobreviveram para um novo mundo. — Gên 6:7, 8, 13; 7:1; 2 Pedro 2:4. Hoje quando homens fazem sexo com animais (Veja o quadro ao lado), não tem a gravidês por objetivo; nunca poderá. Já com respeito à união que houve entre os muitos Deuses e as humanas dos tempos pré-diluvianos, foi diferente. Visto termos sido ‘criados às suas imagens e semelhanças', temos compatibilidades genéticas. (Gên 1:26; 2:7) Desta forma, tanto as mulheres puderam (e ainda podem) engravidar dos Deuses, quanto os homens engravidar as Deusas.* Entretanto, devido aos adiantados estágios evolucionários a que os Deuses se encontram, a mistura das duas raças deu origem a seres descomunais: os Nefilins, transliteração da palavra hebraica nefi·lím, que deriva da forma causativa do verbo na·fál (fazer cair; cortar), conforme encontrado, por exemplo, em 2 Reis 3:19; 19:7. Estes filhos nascidos do cruzamento de duas raças distintas não eram apenas diferentes. Eles se tornaram “os poderosos da antiguidade, os homens de fama”. Eram uma nova raça — uma raça híbrida e totalmente descontrolada. (Gênesis 6:4, TNM) Enoque escreveu: “As mulheres conceberam e geraram filhos gigantes, cuja estatura era de trezentos cúbitos. Estes devoravam tudo o que o labor dos homens produzia e tornou-se impossível alimentálos; Então eles se voltaram contra os homens, a fim de devorálos; E começaram a ferir pássaros, animais, répteis e peixes, para comer sua carne (um depois do outro), e para beber seu sangue. Então a terra reprovou os injustos.” — Enoque 7:11-15. 20

A CONTINELA JULHO A SETEMBRO DE 2013

Acha que a prática de sexo entre humanos e animais é mais um dos mitos e lendas urbanas? Não mesmo. A prática é, de longe, uma das mais rotineiras, persistente, corriqueira e causadora de ansiedades a muitos, em muitas partes do mundo. Embora “desnatural” — tão quanto o relacionamento de anjos com mulheres — e condenado pelos Deuses (também por especificas leis humanas, conforme sua cultura), tais práticas de modo algum se igualam nos mínimos detalhes. (Ju 6, 7) Elas se diferenciam em objetividade. Enquanto que o desejo dos anjos era ‘ter filhos’, os que se viram para os animais não podem esperar isso. O que leva ou motiva o homem à zoofilia? A resposta tem que ver com o fato de que, embora tenhamos sido ‘criados à imagem e semelhança dos Deuses’, antes disso éramos tão animais quanto qualquer um deles. (Gên 1:26, 2:7) Assim, quando homens se voltam sexualmente para os animais, eles buscam apenas a satisfação carnal – lembranças implantadas em sua mente animalesca. Outros, como os atores pornôs, buscam dinheiro. Todos nós, evolutivamente falando, portamos os genes ‘animalescos’ e são estes quem domina os “sem espiritualidade” aos atos desavergonhados. Por outro lado, os que ‘andam por espírito’, têm ‘amortecido’ estes ‘desejos nocivos’ de suas mentes. — Judas 19; 1Co 2:14; Mateus 5:48; Colossenses 3:5; 1Tes 4:3-8. O mundo está cheio de atos de selvageria sexual e, conforme o fim deste sistema se aproxima, mais aparecerá. Entretanto, o fim de todos os que andam pela carnalidade será a destruição que acometerá este perverso sistema de coisas, no Armagedom. – Rev 16:16.

__________ * Muitos têm concluído à base de Mateus 22:30, que os anjos ‘não têm sexo’. Daí vem, em parte, as crenças de que, para se reproduzirem, tiveram de se ‘materializar’ e a de que ‘não existem anjos – ou Deuses – do sexo feminino’. Nem a Bíblia nem a razão lógica, entretanto, favorecem tais deduções. Assim, embora não relatado nas Escrituras, a existência de Deusas e Anjas é apoiada tanto pela razão quanto pela lógica. Afinal, de que outra forma poderiam os Deuses terem vindo à existência?


Não só Enoque, mas muitos outros escritores bíblicos, exageraram a estatura real dos Nefilins. Os “trezentos cúbitos” ali relatados, ou foi traduzido errado ou a medida exata equivalente a um cúbito se perdeu no decorrer dos tempos.* Assim, importa-nos saber que os Nefilins eram muito maiores que os homens medianos da época. Um fato ainda mais curioso é que escritores pós diluvianos relataram a existência dos Nefilins, mesmo milênios depois do Dilúvio. Por exemplo, os dez espias enviados a espionar a Terra Prometida trouxeram aos israelitas no ermo o seguinte “relato mau” de Canaã: “Todo o povo que vimos no meio dela são homens de tamanho extraordinário. E vimos ali os Nefilins, os filhos de Anaque, que são dos Nefilins; de modo que ficamos aos nossos próprios olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos olhos deles.” (Números 13:32, 33) Seria isso mesmo possível? Não é verdade o que líderes religionistas hoje têm asseverado, que todos os Nefilins ‘morreram no Dilúvio’? É possível que os espias tenham “exagerado o relato”, conforme esplicações dadas por estes líderes. É conveniente para eles pensarem assim, afinal, todos eles creem que o Dilúvio foi global e que, portanto, nada, mas nada mesmo, teria sobrevivido àquele cataclísmo. Entretanto, que desculpas eles dão para o re__________ * Segundo certos estudiosos do assunto, um cúbito equivaliam à medida entre o cotovela e as juntas da mão. Visto que os braços diferem de um pra outro ser humano, não se sabe exatamente quanto equivalia. Entretanto, mesmo que multiplicássemos ‘trezentos braços’ de uns 30 CM, teríamos 270 Metros para a estatura de um Nefilim. Assim, é possível que o erro ocorreu quando algum tradutor colocou um zero a mais no número de cúbitos. Se assim foi, então, se o retirarmos, obteremos a estatura de 2 metros e 70 centímetros para a estatura real de um Nefilim, o que corrobora com a estatura dada ao gigante flisteu que Davi matou.

lato em que um destes gigantes estivera frente a frente com um menino e sua funda, e que este, por fim, feriu o gigante mortalmente, arrancando-lhe a cabeça após este tombar? — 1Sa 17:4; 17:49-51. A verdade é que os líderes religionistas falsos não arranjaram nenhuma ‘bela desculpa’ para este fato. Sendo assim, a que conclusão mais acertada do que a deles podemos chegar? À de que as possibilidades de um dilúvio local ou regional, em vez de global, não é descartável.* Essa última versão, além de explicar que alguns Nefilins sobreviveram àquele fim, também explica os fatos ligados às descobertas de variadas espécies novas de vida neste planeta — de vegetais, de insetos e até mesmo de animais — algo comprovadamente impossível de voluírem em apenas 5 mil anos. De que forma estes Nefilins poderiam ser taxados de “vampiros”? Enoque indica que, por serem grandes — também sua fome era grande —, “tornou-se impossível alimentá-los” com comida normal. “Então”, escreveu Enoque, “eles se voltaram contra os homens, a fim de devorálos; E começaram a ferir pássaros, animais, répteis e peixes, para comer sua carne . . . e para beber seu sangue”. Estes famintos Nefilins, ‘bebiam o sangue dos animais, das aves e também dos humanos’! Quão apavorantes eram eles! — Veja também Eno 84:6-8. __________ * Uma outra explicação dada, igualmente plausível, seria a de que as águas do Dilúvio não tenham chegado ao cume de algumas altas montanhas da Terra. Assim, a declaração de que “as águas predominaram tão grandemente sobre a terra, que ficaram cobertos todos os altos montes que havia debaixo de todos os céus”, bem que poderia está relacionada apenas com as montanhas das proximidades da “terra” habitada da época, mas não com respeito a todos os “altos montes” da “Terra” com “T” maiúsculo, o inteiro planeta. Visto por este lado, é bem provável que alguns Nefilins, presentindo o perigo — ou mesmo tendo recebido ajuda de seus pais —, ‘fugiram para aqueles montes’, para onde sabiam que as águas não chegariam. — Gênesis 7:19; Mateus 24:16.

A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

21


Imagine você se vivesse nos tempos daqueles verdadeiros vampiros! Ocorre que você vive exatamente no meio deles, ou melhor: eles ainda estão aqui e continuam ‘bebendo o sangue de aves, de animais e de humanos’. Como? ESTE É O PLANETA DOS VAMPIROS Como dissemos, os Nefilins eram uma raça totalmente nova, fora dos padrões evolutivos universais. Eles não evoluíram e nem foram criados pelos Deuses. Eles vieram à existência à partir do cruzamento de duas raças distintas e evoluídas em planetas completamente diferentes e distantes da galáxia — do cruzamento entre Deuses e humanas. Assim, embora que há muito que o último deles morreu, algo evidentemente deles continuou vivendo e vive até nossos dias. O que é? Um dos Grandes Deuses Jeová, ralhando com os “anjos que pecaram”, disse-lhes por intermédio de Enoque: “’[Vós abandonastes] o sublime e santo céu, o qual permanece para sempre; deitastes com mulheres; vos corrompestes com as filhas dos homens; tomastes para ti esposas; agistes igual aos filhos da terra, e gerastes uma ímpia descendência. Sois espirituais, santos, e possuidores de uma vida que é eterna; vos contaminastes com mulheres, procriastes em sangue carnal;

cobiçastes o sangue de homens; . . . Agora, os gigantes que têm nascido de espírito e de carne, serão chamados sobre a terra de maus espíritos, e na terra estará a sua habitação. Maus espíritos procederão de sua carne, porque eles foram criados de cima; das santas Sentinelas. . . . “’[Eles] serão semelhantes às nuvens, . . .. Causarão lamentação. Nenhuma comida eles comerão; e terão sede; eles se esconderão e não se levantarão [visivelmente] contra os filhos dos homens’.” — Enoque 14:2-10. Que bela e verdadeira descrição este Deus Jeová fez daqueles que mais tarde seriam identificados como os demônios! (Mt 8:28-32) Certamente, visto serem “eternos”, esses “maus espíritos” têm estado por trás das esculhambações do atual mundo. Eles ‘não podem comer e têm sede’, mas, quais vampiros, continuam ‘bebendo o sangue de aves, de animais e de humanos’. Como fazem isso, sendo demônios? Quando humanos desconcideram que ‘comer sangue’ é pecado estão sob a ação desses demônios. Ademais, toda esta “geração iníqua” está sob a ação de demônios, que ‘entraram’ nela. (Mataus 12:43-45) É aos demônios que pessoas de todas as “nações” oferecem sacrifícios, indicando assim que têm ‘parceria com eles’. (1Co 10:20) São eles também os co-responsáveis por muitas das barbaridades praticadas neste que, corretamente, é o planeta dos vampiros demônios. — 1Jo 5:19; Sal 106:37, n NM.

Nos dias de Enoque muitos homens ficaram cara-a-cara com verdadeiros vampiros que queriam beber seu sangue. Estes eram os Nefilins. Hoje seus “maus espíritos” (ou demônios), que são ‘eternos’ estão ativos em muitos seres humanos, bebendo sangue de galinhas, de animais e até mesmo de gente.


Qual o significado do seguinte texto bíblico?:

“Não me refreei de vos falar coisa alguma que fosse proveitosa, nem de vos ensinar publicamente e de casa em casa.” – Atos 20:20

Q

UAL É UM DOS MAIS FUNDAMENTAIS sinais identificadores das Testemunhas de Jeová? Sua obra de testemunho de casa em casa. Quando vemos duas pessoas bem vestidas na porta de alguém não raro dizemos: “Eis ali duas Testemunhas de Jeová pregando”. De fato, nenhum outro grupo religioso dito cristão faz um trabalho de evangelização tão pessoal, literalmente de casa em casa, como fazem as Testemunhas de Jeová. Quando perguntadas por que agem assim, então citam as palavras do apóstolo Paulo, em Atos 20:20, que diz, segundo a Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas:* “Não me refreei de vos falar coisa alguma que fosse proveitosa, nem de vos ensinar publicamente e de casa em casa”. — Itálico nosso. A quem Paulo ‘não se refreava de falar e ensinar’, o que quis dizer ele com “publicamente e de casa em casa”? Será que uma análise desse texto, mesmo que alguns considere isso tardio, poderá lançar-nos luz sobre pormenores ainda não plenamente compre__________ * Todas as citações bíblicas deste artigo são desta tradução.

A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

23


endidos? Sim, o que o “espírito dos Deuses santos”, o único “ajudador” enviado pelo Senhor Jesus para dá compreensão da verdade, teria a nos ensinar hoje sobre esse assunto? (Daniel 4:8, 9; João 14:16, 17, 26; 15:26:16:7) O que revelaria ele das palavras de Paulo? “Quem tem ouvido ouça o que o espírito diz”! — Revelação 2:7, 11, 17. A QUEM PAULO ‘NÃO SE REFREAVA DE FALAR E ENSINAR’? Vejamos primeiramente a quem Paulo ‘não se refreou de falar e ensinar’. O contexto de Atos 20:20 indica que Paulo estava em viagem marítima rumo a Jerusalém, onde pretendia chegar “no dia de Pentecostes”. (v. 16) Quando o navio aportou em Mileto, Paulo ‘enviou alguém a Éfeso para que trouxessem a si os anciãos dali’. (v. 17) O relato culmina por dizer: “Quando [os “anciãos”] foram ter com [Paulo], disse-lhes [Paulo]: ‘Bem sabeis como, desde o primeiro dia em que pisei no distrito da Ásia, eu estive convosco todo o tempo, trabalhando como escravo para o Senhor, com a maior humildade mental, e com lágrimas e provações, que me sobrevieram pelas conspirações dos judeus; ao passo que não me refreei de vos falar coisa alguma que fosse proveitosa, nem de vos ensinar publicamente e de casa em casa.” — vs. 18-20. A quem Paulo ‘não se refreava de falar e ensinar’, primeiro “publicamente”, depois “de casa em casa”? O que Paulo diz aqui é algo muito simples de ser entendido. Homens modernos é que tem dado interpretações particulares, com o único objetivo de fazer com que a Escritura sustente suas crenças. É fato que os do Corpo dos Governantes das Testemunhas de Jeová são os maiores interessados em dá uma compreen24

A CONTINELA JULHO A SETEMBRO DE 2013

são diferente ao que Paulo disse. Para dá sustentação ao seu método adotado de pregação, não medem esforços em ‘adulterarem corretamente a palavra da verdade.’ — 2 Coríntios 4:2; 2 Timóteo 2:15. O que Paulo disse foi que, quando iniciou seu trabalho de evangelização no distrito da Ásia, ‘falava publicamente’ num templo ou numa sinagoga e, depois que os que aceitavam sua mensagem tornavam-se cristãos, Paulo continuava a ensinar-lhes, mas desta vez pessoalmente, “de casa em casa”. Este método de fazer discípulo para o Cristo era bastante produtivo. Primeiro ele ‘falava e ensinava publicamente’ aos descrentes, depois, quando alguns demonstravam interesse, o apóstolo punha em operação seu segundo e mais personalizado método de ‘falar e ensinar’ a estes, indo nos seus próprios lares — sim, “de casa em casa”! Que arranjo simples, porém rico em resultados! Assim, não é verdade que este texto defenda um método sistemático de fazer discípulos novos, indo nas casas destes, conforme adotado pelos do Corpo dos Governantes das Testemunhas de Jeová.

Paulo ‘falava e ensinava de casa em casa’ por ir aos ja ‘feitos discipulos’, mesmo que estes fossem espiritualmente maduros, como era o caso dos ‘anciaos de Efeso’. Paulo, entretanto, de modo algum foi quem desenvolveu esse método. Ele apenas imitava o que os discípulos, em especial os doze apóstolos, há muito já faziam! É assim que de-


vemos entender Atos 5:42, que diz: “E cada dia, no templo e de casa em casa, [os discípulos] continuavam sem cessar a ensinar e a declarar as boas novas a respeito do Cristo, Jesus.” Os discípulos haviam recebido a incumbência de ‘ir e fazer discípulos de pessoas de todas a nações, ensinando-as e batizando-as’. É natural que tenham elaborado o método de, primeiro pregar aos descrentes, e depois visitar os interessados, em seus próprios lares onde a amizade se estreitava — Mateus 28:19, 20; Compare também com Atos 2:43-47. Embora um sinal identificador dos discípulos, o método aqui revelado tampouco foi originalmente criado por eles. Eles haviam andado lado a lado com o Senhor Jesus — aquele que originalmente criou esse método inovador. (At 4:13) Assim, ‘falar e ensinar’ primeiramente em ‘público’ — pregando no Templo e nas sinagogas judaicas — e, depois, quando se alcançava os resultados, tendo aparecido os “corretamente dispostos para com a vida eterna”, personalizavam o método, por irem às casas desses — deveras: “de casa em casa”. (At 13:48) Que estupendo método, digno de ser reativado hoje!

Os discípulos, quando ‘iam de casa em casa’ faziam isso para ‘falar e ensinar’ aos já feitos discípulos, como para fortalecerlhes a recémadquirida fé?

Embora tenhamos redescoberto mais uma verdade da “palavra dos Deuses” há muito perdida, não há necessidade de sermos dogmáticos ou críticos dos métodos inventados e posto em operação pelos líderes das Testemunhas. Entretanto, agora que redescobrimos a verdade, podemos compreender mais plenamente porque, nos últimos tempos, temos visto o quão infrutífero tem sido os esforços delas em fazer discípulos usando este método. Quase ninguém mais atende aos publicadores quando estes batem às suas portas e quando atendem, não raro são crianças dizendo: ‘minha mãe pediu pra dizer que não tem ninguém em casa’! Deveras, quando uma atividade não tem base verdadeiramente bíblica, esta falhará, mesmo que devagarzinho e mesmo que seus promotores não queiram perceber isso. Portanto, a agora antibíblica base do evangelismo das Testemunhas, longe de está se fortalecendo, está diminuindo. Ele não está bem embasado na Palavra dos Deuses, mas envolto pelas névoas da incerteza. — At 5:38; Sal 127:1. Assim, entendemos porque o texto de Atos indica que o ‘falar e ensinar publicamente’ vem em primeiro lugar, e, só depois, o “de casa em casa”. Entretanto, como é que nós hoje podemos ‘falar e ensinar publicamente’? Quando e como devemos ir “de casa em casa”? Vejamos isso. ‘FALANDO E ENSINANDO PUBLICAMENTE’ HOJE - VOCÊ TEM FEITO ISSO? Reveja o que aprendeu até aqui: a expressão ‘falar e ensinar publicamente’ remete à pregação e ensino que os discípulos faziam no “Templo” ou em Sinagogas judaicas. Ambos os locais eram abertos ao público em geral. Esse costume era bastante comum naA CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

25


naqueles tempos. Foi o Senhor Jesus, o maior exemplo de alguém que ‘falou e ensinou publicamente’ e de “aldeia em aldeia”, também de “cidade em cidade”, quem originalmente criou esse método de fazer discípulos. (Lucas 8:1) Ele costumava ensinar no templo e em sinagogas judaicas — também em campos abertos e até em encostas de montes — onde pudesse reunir multidões, ali ele ‘falava e ensinava publicamente’ e seus discípulos, que sempre o seguiam, aprenderam dele para, mais tarde, pô em operação este método. — Lc. 4:16; 22:39. Qual seria, hoje, o local ‘público’ mais equiparável à pregação e ao ensino das verdades do reino dos Deuses santos conforme padrão cristão? Como podemos imitar os métodos empregados tanto pelo Senhor quanto pelos seus primitivos discípulos hoje? — Compare com Atos 9:20; 13:14; 14:1; 17:1, 2; 18:4. Hoje não seria conveniente irmos a Igrejas (Templos) ou a Salões do Reino (Sinagogas) ‘falar e ensinar publicamente’ as verdades aqui veiculadas pelo espírito. Igualmente, de nada nos adiantaria convidar o público para nos ouvir nas encostas de algum monte ou num retiro, como alguns fazem, e nem mesmo nas praças públicas. Ocorre que, não raro, os que insistem em pregar assim, são tratados como loucos e desvairados pelos transeuntes e observadores. Onde, então, seria o local ‘público’ mais correto para ‘falarmos e ensinar publicamente’ e que teria um cumprimento moderno do texto de Atos? A internet. Sim, a internet constitui hoje o local público mais apropriado para que os verdadeiros cristãos ‘falem e ensinem publicamente’. Na verdade, não existe lugar mais apropriado, condizente e equivalente! Por 26

A CONTINELA JULHO A SETEMBRO DE 2013

A pregação pública hoje feita por alguns, inclusive pelas Testemunhas, tem sido motivo de chacota e de pena.

ali passam e se ajuntam multidões de pessoas de todo o mundo! Jesus sabia que seria assim. (Jo 14:12) Ademais, é através da internet — este local cada vez mais comum ao ajuntamento de pessoas, de crianças, jovens e idosos — que a mensagem cristã pode chegar a todos a custo absolutamente zero, e numa constância ideal! Utilizando a internet, não há necessidade de templos, salões ou outros locais físicos para reuniões. Esses têm custos financeiros altíssimos e, ademais, a bíblia indica que Jesus ‘derrubou um templo de pedras para, em seguida, ele mesmo construir um templo do espírito’ — nós, os cristãos. Que necessidade tem os cristãos, que são ‘pedras vivas do edifício dos Deuses’, de assumirem altos custos financeiros para cumprir sua missão de ‘falar e ensinar publicamente’? — 1 Pedro 2:4, 5. É por isso que nós, Testemunhas dos Deuses Santos, temos adotado a internet para cumprirmos nossa designação dada pelo espírito. É por intermédio dela, portanto, que


continuaremos a ‘falar e ensinar publicamente’. Que ferramenta fantástica é a internet! Quão perfeita ela serve aos interesses do reino! ‘FALE PUBLICAMENTE E DE CASA EM CASA’ VOCÊ TAMBÉM Agora que você foi iluminada por mais um aspecto do entendimento das Escrituras, que tal se juntar a nós neste que é o maior e mais correto método de se ‘falar e ensinar’ às pessoas? No decorrer do último ano de serviço, muitos corresponderam ao apelo feio na última página desta revista e, concordemente, cooperaram por enviar as revistas a seus parentes, amigos e demais contatos de e-maisl. Outros muitos irmãos e irmãs, todos cristãos sinceros e fervorosos, nos têm enviado mensagens via e-mail ou de outras formas, nos perguntando de que forma eles podem contribuir. A verdade é que há muito trabalho a fazer. ‘A colheita deveras é grande e os trabalhadores ainda são poucos’. — Mateus 9:37. Em vista disso, perguntamos a todos os interessados em ajudar: Que tipo de “dom” os Deuses lhe equiparam? (Leia 1 Coríntios 12:4-31) Sim, qual é sua habilidade? O irmão poderia se prontificar em ser um ajudante direto no departamento de redação de publicações da Associação? Que tal você, querida irmã, se prontificar na produção, manutenção e atualização de nosso Índice de Pu-

blicações da Torre de Monitoramento, tal qual já se empenha uma de nossas irmãs querida? Será que você poderia ser útil — e tem o dom necessário — em assumir este aspecto da obra de ‘falar e ensinar publicamente’? E quanto a você, caro irmão que há muito tem desejo de inovar com vistas a nos conhecermos ainda melhor. Que tal o irmão bolar um método de nos encontrarmos pessoalmente nas ‘casas um do outro’ para “[considerarmo-nos] uns aos outros [e] para nos estimularmos ao amor e a obras excelentes, não deixando de nos ajuntar [de “casa em casa”], como é costume de alguns, mas encorajando-nos uns aos outros, e tanto mais quanto [vemos] chegar o dia”? — Hebreus 10:24, 25. Que todos nós, os que andamos nos verdadeiros caminhos da verdade, estejamos dispostos a cooperar com o espírito de Jesus em todas as coisas — sobretudo em contribuir para a expansão da verdade, usando seus dons para ‘falar e ensinar’ quer publicamente, isto é: na internet — utilizando a ferramenta mais adequada para isso hoje, como nós Testemunhas dos Deuses Santos responsáveis por esta e por outras publicações — quer “de casa em casa”, por nos ‘ajuntar’ como cristãos plenamente cientes da necessidade de nos ‘estimularmos ao amor e às obras excelentes’. Se fizermos isso, tenhamos a mais plena certeza do apoio e das bênçãos de Jeová, todos os nossos Deuses santos.

Você fica se imaginando em como pode ser útil na obra de ‘falar e ensinar publicamente e de casa em casa’? Há muito a ser feito! Por que não entra em contato e se oferece?

A CONTINELA ・ JULHO A SETEMBRO DE 2013

27


ENTRE EM CONTATO CONOSCO:

www.tds-org.blogspot.com.br

acontinela@gmail.com

Ct15p julset13 - A Continela - Anunciando o Reino dos Deuses Santos  

Seu pastor ou líder espiritual o convenceu de que você será salvo. Ele mostrou dentro da Bíblia os motivos que o levaram a crer nisso. Você...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you