{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 20

NUREMBERGA .......................... Este último, músico de formação, construía os seus próprios órgãos e, aplicando os conhecimentos musicais e mecânicos, construiu mesmo um enorme carrilhão, com relógio, que colocou numa das torres da igreja dos jesuítas, na capital do império.

– É esse relógio com carrilhão que aparece na célebre gravura incluída na Mursurgia Universalis, de Atanásio Kircher, de 1650. O mecanismo de relojoaria accionava um tambor com espigões, semelhante aos das caixas de música, que por sua vez accionavam arames ligados a sinos, assinalando todas as horas com melodias tradicionais chinesas. Na figura, onde se assinala com “x” está o escape do relógio, do tipo folliot. – Quanto a Gabriel de Magalhães (Pedrógão Grande, 1609 — Beijing 1677), sabe-se que produziu pelo menos dois importantes relógios destinados à corte imperial. O primeiro, destinado ao imperador Shuanzi, o iniciador da nova dinastia manchu (Qing), datava de 1656-57. Pouco se sabe dele, excepto que custara um preço elevadíssimo e que os materiais necessários à sua manufactura tinham sido adquiridos pelo próprio Magalhães em Macau. O seu rasto perdeu-se no conturbado período que sucedeu à morte de Shuanzi, em 1661. Do segundo, produzido para o imperador Kangxi, em 1667, após um período de perseguições religiosas aos cristãos chineses, conhecem-se mais pormenores. A sua produção teve lugar numa oficina contígua à residência dos jesuítas em Beijing, e foi efectuada por artífices locais, sob supervisão de Magalhães, que também foi o autor dos planos de todo o mecanismo. Além das horas, dava música e fazia accionar autómatos. Este relógio ficou célebre na época e agradou tanto a Kangxi que este ordenou a sua colocação no seu quarto de dormir (e até escreveu um poema dedicado ao Relógio, essa máquina que “roda sem descanso e dá horas sempre certas”). Desta e doutras peças importadas ou feitas pelos jesuítas perdeu-se o rasto, mercê das revoltas internas e invasões.

Profile for Anuário Relógios & Canetas

Anuário Relógios & Canetas – Fevereiro 2020  

Edição mensal digital (Fevereiro de 2020) do Anuário Relógios & Canetas

Anuário Relógios & Canetas – Fevereiro 2020  

Edição mensal digital (Fevereiro de 2020) do Anuário Relógios & Canetas