Issuu on Google+

GAZETA DO ESTUDANTE

março 2014 Ano V Número I

Jornal do Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

QUADROS DE VALOR E EXCELÊNCIA Entrega de diplomas

Pág. 3

CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS

CANTAR AS JANEIRAS Um brinde à autarquia

Pág. 15

1.º ciclo

Págs. 16


Ano V

Número I

EDITORIAL

ÍNDICE

25 de Abril / 40 Anos E agora? Como terminei um editorial da nossa gazeta, volto a afirmar que é com trabalho, rigor e exigência que a perceção e a compreensão da escola pública, sendo ela plural, tem de caminhar e evoluir, porque se é verdade que abril de 1974 desencadeou uma série de eventos com vista aos vários direitos que se foram firmando ao longo destas quatro décadas, ainda hoje todos sentimos que foi feita a revolução dos CRAVOS, contudo há uma ideia clara, falta fazer a revolução das mentalidades e da renovação dos valores humanistas e parte desta mudança está nas pessoas e nas instituições em geral. Com certeza não será necessário recordar os nomes de figuras públicas que estiveram ligadas à revolução, mas para os dias que correm muitos afirmam que a nossa democracia é ainda adolescente, ainda não se aprendeu a viver e a conviver com muitos valores que hoje estão em crise. Assim, para se renovar valores e princípios de uma nova ética social e humanista, é preciso renovar o olhar sobre o presente e o futuro, dando primazia à educação, porque esta está também em crise, pelo desinvestimento geral não só nos recursos humanos como também nos recursos financeiros. Porém, este é apenas um lado do problema que tentamos ultrapassar. Aquele que realmente também afeta a escola pública e a sua qualidade é o ruído à volta dos vários papéis sociais, ou seja, o que compete à família, o que compete às instituições e o que compete à escola em sentido lato. Se por um lado à escola compete formar e instruir os nossos alunos, aos pais compete educar para o respeito, para a verdade, para a justiça e para a lealdade. Com estas preocupações, deixo a todos votos de uma Feliz Páscoa. O Diretor do AE Penafiel Sudeste, Jorge Pimentel

2

---Página 3 Entrega dos diplomas dos quadros de Valor e Excelência ---Páginas 4 A sétima arte chegou à biblioteca Exposição de presépios na Biblioteca Escolar ---Página 5 À descoberta da B.E. Hora do conto ---Página 6 Dar voz à Poesia ---Página 7 Familiares na B.E ---Página 8 Halloween Witches’ Contest Lengalengas ---Página 9 Feira de São Martinho ---Página 10 Concurso de quadras de São Martinho ---Página 11 Natal na Escola ---Página 12 Natal Solidário ---Página 13 Dia mundial contra a SIDA ---Página 14 Chá com livros ---Página 15 Cantar as Janeiras ---Página 16 Ciências experimentais no 1º Ciclo ---Página 17 Os cientistas ---Página 18 Educação para a saúde Lengalengas ---Página 19 Ida ao teatro e à Casa da Música ---Páginas 20 Dia da Alimentação Segurança Rodoviária ---Página 21 Segurança Rodoviária na Educação Pré-Escolar ---Página 22 Concurso de ortografia em diferentes línguas II Concurso de leitura em voz alta ---Página 23-25 Página Desportiva

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

ENTREGA DOS DIPLOMAS DOS QUADROS DE VALOR E EXCELÊNCIA

Decorreu no pretérito dia três de outubro, no a sensação de que estes eventos são importantes e Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste, a en- que, o premiar alunos pelo desempenho, vale sempre trega dos diplomas aos alunos que integram os qua- a pena. dros de Valor e Excelência, por se terem destacado e brilhado a nível cognitivo e atitudinal. Clara Castro Como é apanágio deste estabelecimento escolar, realizou-se, mais uma vez, a festa de atribuição dos diplomas dos quadros de Valor e Excelência aos alunos cujo comportamento e aproveitamento se destacaram pela positiva, e constituem um exemplo e modelo a seguir pelos demais colegas da escola. O ambiente era de festa e os sorrisos eram tónica dominante no rosto de todos os intervenientes. Salientese a colaboração do docente José Moreira que abrilhantou com a sua música tão nobre evento. Estão de parabéns todos os alunos premiados, os elementos representativos da escola que entregaram os prémios, e os encarregados de Educação que não se furtaram a comparecer a tão nobre atividade, onde os seus educandos eram as estrelas. Por toda esta dinâmica, alegria e entusiasmo, resta

3


Ano V

Número I

À DESCOBERTA DA B.E.

A atividade “À descoberta da Biblioteca” decorreu durante os dias trinta de setembro e dois e três de outubro, na biblioteca da escola-sede do agrupamento. À semelhança dos anos anteriores, esta atividade foi uma iniciativa da equipa da Biblioteca Escolar dirigida aos novos alunos do quinto ano de escolaridade. Assim, acompanhados pelos professores de Educação para a Cidadania, todas as turmas do quinto ano tiveram a oportunidade de conhecer o espaço, a forma como se encontra organizado, bem como a equipa da BE. Clube do Jornal Escolar Bárbara Oliveira, 5.ºA

4

A HORA DO CONTO

Uma das atividades que se realiza nas Bibliotecas de Penafiel Sudeste é a hora do conto. Nesta atividade, estimulamos o interesse dos alunos pelo livro e pela leitura. Durante a hora do conto os alunos aprendem novos conceitos, despertam a sua curiosidade e vivem a magia de uma história. “Quem lê, viaja pelo mundo”. A equipa da Biblioteca Escolar

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

A SÉTIMA ARTE CHEGOU À BIBLIOTECA

EXPOSIÇÃO DE PRESÉPIOS NA BIBLIOTECA ESCOLAR

A biblioteca festejou a época natalícia, com uma bonita e diversificada exposição de 113 presépios. A iniciativa desta atividade partiu dos professores Fernanda Costa e Carlos Silva da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica, sendo que os presépios foram realizados pelos alunos do 5º e 6º ano com a Em dezembro premiámos os alunos com uma se- colaboração dos seus encarregados de educação. Na mana preenchida de filmes de Natal. Aqui não falta- concretização dos presépios foram utilizados materam as gargalhadas e a boa disposição dos alunos e riais recicláveis que deram aso à criatividade de toprofessores. dos os participantes. O resultado não podia ter sido Para o ano há mais… melhor! A equipa da Biblioteca Escolar

A equipa da Biblioteca Escolar

5


Ano V

Número I

DAR VOZ À POESIA

Integrada nas comemorações do dia das Bibliotecas Escolares e tendo como objetivos desenvolver o imaginário e o espírito criativo, a curiosidade intelectual e o gosto pela poesia e a divulgação de poetas portugueses e estrangeiros, a Equipa da Biblioteca do Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste, em articulação com os departamentos do Pré-Escolar, Primeiro Ciclo e de Línguas, promoveu e desenvolveu, no passado dia 28 de outubro, a atividade “Dar a voz à poesia”. Toda a Comunidade Escolar foi convidada a participar neste evento, tendo-se verificado uma grande adesão, pois nela colaboraram cerca de mil e cem participantes, de todas as escolas do agrupamento, entre alunos, pais, assistentes operacionais e professores, tendo sido citados cerca de cinquenta poetas, tais como: Camões, Fernando Pessoa, Miguel Torga, Luísa Ducla Soares, Lobo Antunes, Florbela Espanca, Manuel António Pina, João Pedro Mésseder, Eugénio de Andrade, Cecília Meireles, Mário Castrim, Alexandre O’ Neil, Sophia de Mello Breyner, Alice Vieira, e ainda muitos outros poetas menos conhecidos, mas não menos importantes. Não poderemos deixar de referir que foram lidos alguns

6

poemas da autoria dos próprios declamadores. Esta atividade preencheu completamente o dia, tendo as nossas bibliotecas estado lotadas, de plateias muito atentas e interventivas. Assim, ficou evidente, que todos os objetivos que levaram à realização da atividade foram plenamente atingidos e demonstrou bem a importância das nossas bibliotecas, na promoção e articulação do desenvolvimento curricular e essencialmente na promoção do gosto pela poesia. Sem dúvida de que, como diz o poeta,” tudo vale a pena quando a alma não é pequena”. A Equipa da BE agradece a todos, professores, alunos, direção, assistentes operacionais e restante comunidade educativa, o empenho e dedicação demonstrados e que em muito contribuíram para o sucesso alcançado por esta atividade. A equipa da Biblioteca Escolar

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

FAMILIARES NA B.E.

A leitura como elo de ligação entre a família e a escola Decorreu, nas bibliotecas do agrupamento, ao longo do segundo período, a atividade “Familiares na B.E.”. O desafio lançado, pela Biblioteca Escolar, aos pais e encarregados de educação dos diferentes níveis de ensino foi acolhido com grande entusiasmo por parte daqueles, que acorreram em massa, movidos pela vontade de entusiasmar os seus educandos nas lides da leitura recreativa. Assim, foi possível assistir a momentos particulares de encontro entre diferentes gerações, unidas pela determinação de dar pujança ao admirável ato de ler. Clube do Jornal Escolar Joana Nogueira, 5ºA Cristina Rodrigues, 5ºA

7


Ano V

Número I

HALLOWEEN WITCHES’ CONTEST

LENGALENGAS

S.Martinho, S.Martinho Castanhas e vinho Vou provar novo vinho Na festa do Zé povinho E feira de tradição Vivida com paixão. Inês Cruz Não era nada manso O ganso Tomas Passava alguém por ele Ia logo atrás Com o bico aberto E sempre a bufar Corre atrás da gente Até conseguir picar Beatriz Sousa

No dia 31 de outubro realizou-se, na escola-sede do agrupamento, a atividade “Halloween witches´ contest”, na qual estiveram envolvidas todas as turmas dos 2.º e 3.º ciclos. Todas as bruxas estiveram expostas no átrio da escola, desde o dia 28 até ao dia 31 de outubro. Havia bruxas de todos os tamanhos e feitios, executadas a partir de materiais recicláveis. No dia seguinte foram aclamados os vencedores do concurso que foram: - 1.º lugar: João Rodrigues – 5.º B - 2.º lugar: Rita e Gabriela – 6.º C - 3.º lugar: Ana e Gisela – 9.º D Os vencedores foram selecionados por um júri composto pelos representantes dos diferentes elementos da comunidade escolar. Clube do Jornal Escolar Miguel Lopes, 5.ºA Daniela Coelho, 5.ºA

8

Era uma vez um Inglês Que desafiou um Português, A cantar francês; O dono do gato maltês Tocava piano em Inglês E eles cantavam francês. Joana Beatriz Ao luar Vou cantar A sonhar Com o ar Não se pode falhar A luz brilhante do luar. Ricardo Era uma lesma a correr E um aluno a escrever Quanto mais a lesma corria Menos o aluno escrevia. Vasco Manuel

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

FEIRA DE SÃO MARTINHO

O ribombar do Grupo de Bombos de Rio de Moinhos, no Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste, era inequívoco, anunciava mais uma feira de S. Martinho. A tradição cumpriu-se, mais uma vez, e todos compareceram ao tão esperado evento. E assim, alunos, pais, funcionários e visitantes, partilharam emoções e viveram a festa com intensidade. A escola encheuse de colorido, sons e cheiros. Por todo o lado havia tendinhas, com os mais diversos petiscos, desde os sofisticados doces e bolos aos cachorros e bifanas. Havia, ainda, grande oferta dos produtos locais, coloridos e apetecíveis, e não faltou a música. Em todos reinava a alegria e, mais uma vez, os nossos alunos foram as estrelas porque a eles se deve

a dinamização desta atividade. Compraram, venderam, riram, aprenderam, cresceram. Foi um dia diferente mas onde a aprendizagem foi uma constante e tónica dominante. Parabéns a todos e que, para o ano que vem, a festa se repita. Equipa do PAA

9


Ano V

Número I

CONCURSO DE QUADRAS DE SÃO MARTINHO

A propósito do Dia de S. Martinho, que se assinala a 11 de novembro, data de especial importância para o concelho de Penafiel, e, a par com as tradições do concelho, a equipa do Plano Nacional de Leitura lançou um desafio à comunidade discente, o “Concurso de Quadras de S. Martinho”. Em forma de quadra popular, os alunos do nosso agrupamento tentaram a sua criatividade e originalidade e brindaram-nos com o seu trabalho. Destacamos aqui a excelente participação dos alunos do segundo ano, da Escola Básica de Senhora – Vila Cova, conseguindo em ex aequo o 2º lugar. Deixamos aqui os trabalhos vencedores do concurso.

Meu querido S. Martinho O povo não te esqueceu fazemos os magustos A tradição não morreu. Leandro Sousa do 3º ano Senhora - Vila Cova S. Martinho, S. Martinho É o nome de um soldadinho que tirou e cortou a capa e deu a um pobrezinho. Samuel Silva do 3º ano Senhora - Vila Cova

1º Lugar O magusto

3º Lugar Já lá vão 60 anos e ainda recordo com carinho o meu avô que me dizia hoje vamos provar o vinho

Os magustos das escolas Têm sido muito divertidos com as castanhas doces, e com os colegas queridas.

Há muitos anos que eu ouvia, ainda era pequenino, que o dia 11 de novembro era dia de S. Martinho.

Neste ano diferente Nós vamos brincar, Todos juntos e alegres Para a diretora de turma nos adorar.

O dia 11 de novembro vamos todos recordar, provando o nosso vinho e as castanhas assar.

Agora sobre o magusto, Eu quero desejar A todos os meus colegas, Um bom magusto para brincar. Rita Sofia Ferreira Moreira, nº24 do 5º C

Se tomares o meu conselho Vai pedindo pelo caminho Que nós estamos à espera Do verão de S. Martinho Joana Rocha, n.º 19 do 5ºE A equipa do PNL Sandra Rebelo Deolinda Ferreira

2º Lugar Querido S. Martinho Trazes as castanhas e o vinho. Se me trouxeres também calor Eu dou-te carinho. Diana Silva do 4º ano Senhora - Vila Cova

10

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

NATAL NA ESCOLA

À semelhança dos anos anteriores, realizou-se, no dia 17 de dezembro, a nossa festa de Natal. Vários grupos de alunos, orientados por alguns profesores apresentaram os seus números musicais, de representação e de declamação alusivos à quadra natalícia. O sentimento da época viveu-se, assim, de uma forma partilhada e feliz, entre todos os elementos da comunidade escolar. Rafael, 5.º A

11


Ano V

Número I

NATAL SOLIDÁRIO

A Associação de Pais do Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste pediu, no passado Natal, aos encarregados de educação do nosso agrupamento que participassem numa ação de solidariedade, contribuindo com alimentos não perecíveis, que seriam depois distribuídos a famílias carenciadas com residência na área do agrupamento e que tivessem crianças a estudar no mesmo. Dessa contribuição, a Associação juntou 277 Kg de alimentos, entre leite, açúcar, massas, arroz, conservas, bolachas, óleo de cozinha, etc. Com esses alimentos recolhidos foram criados cabazes para cada família que continham, cada um, 3kg de arroz, 3kg de massa, 1kg de açúcar ou farinha , 2L de leite , bolachas e conservas variadas. Os cabazes foram divididos quatro por freguesia e foram entregues com a ajuda das juntas de freguesia e das escolas que nos indicaram as famílias a quem entregar os cabazes. A direção da Associação de Pais considera que esta ação solidária foi um êxito, na medida em que as famílias ajudadas puderam ter um Natal mais feliz e, por certo, quem ajudou também passou um Natal mais venturoso por ter ajudado o seu semelhante. Sem dúvida, uma atividade a repetir, enquanto existirem famílias necessitadas no nosso agrupamento, e se mantiver a vontade de ajudar da comunidade educativa. João Martins Presidente da Direção

12

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

DIA MUNDIAL DA LUTA CONTRA A SIDA

A SIDA é provocada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH), que penetra no organismo por contacto com uma pessoa infetada. A transmissão pode acontecer de três formas: relações sexuais; contacto com sangue infetado; de mãe para filho, durante a gravidez ou o parto e pela amamentação. O VIH é um vírus bastante poderoso que, ao entrar no organismo, dirige-se ao sistema sanguíneo, onde começa de imediato a replicar-se, atacando o sistema imunológico, destruindo as células defensoras do organismo e deixando a pessoa infetada (seropositiva), mais debilitada e sensível a outras doenças, as chamadas infeções oportunistas que são provocadas por micróbios e que não afetam as pessoas cujo sistema imunológico funciona convenientemente. De forma a explorarmos esta temática e dando ênfase a este dia mundial da luta contra a Sida (1 de dezembro), foi com grande entusiasmo que os alunos do 9º ano estudaram e se empenharam na realização de trabalhos muito originais. Este tema foi trabalhado na sala de aula, para posteriormente ser exposto na Biblioteca. A equipa da Biblioteca Fátima Jardim e João Costa

13


Ano V

Número I

CHÁ COM LIVROS

Ao longo do primeiro período a equipa do Plano Nacional de Leitura, em estreita colaboração com os docentes que lecionam a aula de Apoio ao Estudo e de Português, levou a cabo a atividade “ Chá com Livros”. A atividade dirigiu-se a todas as turmas do 2º ciclo e teve como principais objetivos a promoção do gosto pela leitura e ao mesmo tempo o desenvolvimento de competências de compreensão da leitura, de uma forma mais lúdica e descontraída. Aliando um chá quentinho e um biscoito a um ambiente diferente e acolhedor, os nossos alunos puderam disfrutar de um momento de leitura muito aprazível. “A viúva e o papagaio” de Virginia Wolf, transportou os nossos alunos do 5º ano para a Londres

14

antiga e através de um belo enredo levou-os a refletir sobre a importância de tratar bem os animais e de como estas ações podem ser compensadoras. “A Noite de Natal”, de Sophia de Mello Breyner Andresen, envolvendo-nos a todos num espírito natalício, proporcionou aos alunos de 6º ano belos momentos de reflexão sobre a época e essencialmente sobre os valores subjacentes à festividade tais como a solidariedade, a partilha e a amizade. Outros momentos de leitura e convívio estão a ser preparados… A equipa do PNL Sandra Rebelo Deolinda Ferreira

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

CANTAR AS JANEIRAS

No dia 16 de janeiro de 2014 a Escola Básica de Penafiel Sudeste dinamizou a atividade “Cantar as Janeiras”. Algumas turmas de 2.º ciclo, no âmbito da disciplina de Educação Musical e do Clube de Música, visitaram as diferentes escolas do nosso Agrupamento, assim como a Câmara Municipal de Penafiel onde cantaram as Janeiras. Tendo como pedra angular a ideologia de que uma escola fascinante é aquela que é viva e atuante, na qual as palavras de ordem são a participação, a motivação e a criatividade, a nossa escola não poderia deixar de participar ativamente nesta atividade que promove os três âmbitos da educação: ramos social, cultural e educacional. Esta atividade revelou-se, indubitavelmente, um espaço de ação, participação efetiva, criatividade, entusiasmo, sociabilização e bem- estar. Os nossos alunos abriram as suas mentes, e tornaram-se atores principais numa peça em que atores e público interagiram numa dinâmica de participação efetiva. Primou a convivência, envolvimento, partilha, socialização e animação. A nossa escola está, assim, de parabéns pelos pilares de dinamismo construídos na objetivação de uma escola animada e fascinante. A escola, através das atividades que desenvolve, deve ser uma forma de intervenção social imediata. Deverá projetar-se fora dos muros, das salas de aula, do formal, do curricular, e, afirmar-se como meio de convívio, de democratização da cultura e como fonte inesgotável de prazer e diversão. A animação escolar favorece o impulso da vida interior e apela para as principais faculdades humanas: vontade, sensibilidade, amor, inteligência, criatividade, socialização e dinamismo. Assim, e tendo em conta o sábio provérbio Chinês: “Ensina-me e eu aprenderei; Mostra-me e eu compreenderei; Envolve-me e eu nunca esquecerei”. Clube de Música Carla Portugal Canto

15


Ano V

Número I

CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS NO 1.º CICLO A Educação em Ciência desempenha um papel extremamente importante na formação dos alunos, não apenas pela aquisição de conhecimentos científicos e técnicos, mas também pelo desenvolvimento de atitudes suscetíveis de assegurar, aos cidadãos do futuro, a capacidade de questionar, avaliar e aplicar esses conhecimentos. Envolver as crianças em atividades práticas e experimentais contribui, segundo vários estudos, para o desenvolvimento de competências psicomotoras, socioafetivas, cognitivas e de abstração transferíveis para outras áreas do saber. O Projeto Ciências Experimentais que está a ser implementado desde o início do ano letivo contempla todas as turmas do 1.º ciclo do Agrupamento de Escolas. Assim, damos conta de várias atividades práticas e experimentais concretizadas ao longo do 1.º período no âmbito deste projeto. Joaquina Carneiro

16

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

OS CIENTISTAS

No dia 29 de novembro vieram à nossa escola dois professores da escola sede: um de Ciências Naturais, o professor João e outro de Física, a professora Sandra. Estes professores vieram à nossa escola para sabermos como é ser um cientista. Explicaram como funcionam os movimentos da Terra: o movimento de rotação e o movimento de translação. Explicaram porque é que numa parte da terra está dia, enquanto na outra está noite. Fizeram a experiência com uma lanterna e o globo terrestre e mostraram fotografias sobre o sistema solar com o gigante Sol. A natureza é extraordinária e está tudo muito bem organizado!

Foi uma tarde bem passada que terminou com a realização de uma ficha sobre o que aprendemos. Vocabulário relacionado: Terra - o terceiro planeta do sistema solar onde há vida animal e vegetal; Movimento de rotação - movimento em que a Terra gira sobre o seu eixo, dá origem ao dia e à noite e demora um dia a realizar-se; Movimento de translação - movimento que a Terra faz à volta do Sol, demora um ano e origina as estações do ano; Sistema solar - conjunto de planetas que contêm uma estrela principal; Sol - estrela principal que se situa no centro do sistema solar. Bruno Cunha , turma 5cab

17


Ano V

Número I

EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE

O PES (Projeto Educação para a Saúde) realizou, durante o primeiro período, várias atividades, das quais se destacaram a projeção do filme “Juno”, dirigida a todos os alunos do nono ano de escolaridade. Estes foram divididos em dois grupos para visualizarem o filme no auditório e na biblioteca, a qual foi preparada especialmente para este fim. Durante a projeção, o filme foi interrompido nalguns momentos, para a realização de uma série de perguntas como forma de fomentar o debate e a reflexão sobre o tema da gravidez na adolescência. Realizou-se ainda um rastreio visual, no último dia de aulas, destinado aos alunos do oitavo ano. Entretanto, está a decorrer o Diagnóstico sobre Estilos de Vida e Comportamento de Saúde na população escolar, realizado através da resposta a um questionário online desenvolvido pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. O PES irá realizar durante o segundo período outras atividades, nomeadamente na temática do bullying nas escolas através da projeção seguida de debate sobre o filme “Senhor das Moscas”, através do Teatro Debate “Macacos e Pombos” e na temática da alimentação saudável através dos concursos “Fruta na minha Escola” (espetadas de fruta variada) e Semana das Sopas. Nesta última atividade, cada turma irá propor uma receita de sopa, sendo as melhores cinco selecionadas para serem confecionadas na cantina. Os professores pertencentes ao grupo PES estão disponíveis no Gabinete de Apoio ao Aluno, para responder a qualquer questão sobre saúde, nos seguintes horários: Sónia Ferreira 2ª | 11h30; 3ª | 15h25; André Barreiros - 4ª | 8h30 | 11h30; Manuel do Vale - 5ª feira | 11h30 e Paulo Monteiro - 6ª feira | 11h30. Para o efeito, pode-se também consultar a página do Facebook: www.facebook.com/pages/Projeto-de-Educação -para-a-Saúde/654124471294733 ou enviar qualquer dúvida para o endereço de correio eletrónico: pespenafielsudeste@ gmail.com. A Equipa do PES

18

GAZETA DO ESTUDANTE

LENGALENGAS

Já é domingo Dia de namorar à vontade Namorar e dançar Dançar para esquecer É um dia para descanso Nelson Moreira Na gaiola tem um papagaio Que dizia ao gaio Dorme dorme Enquanto ele come Vais partir E eu vou fugir A mãe fazia o almoço O Rodrigo era o moço Que comia, comia Enquanto o gato Mia, mia O Rodrigo fazia que comia Rodrigo José Era um homem muito gigante Que relava um elefante Era um homem que comia No fim arrotava e dizia Santa Maria Era um homem que conduzia um autocarro Atropelou um leopardo Rui Pedro Alunos da turma 4 CAB


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

IDA AO TEATRO E À CASA DA MÚSICA

No dia 21 de janeiro realizou-se uma visita de estudo dos alunos do 5.º ano da escola Básica de Penafiel Sudeste ao Porto. Da parte da manhã visitámos o jardim exterior do Palácio de Cristal, onde vimos pavões, andorinhas, patos e gaivotas. Admirámos também algumas esculturas representativas das estações do ano que aí existem. De seguida, fizemos uma visita guiada à biblioteca Municipal Almeida Garrett. No auditório da biblioteca assistimos à peça de teatro “A poesia não é o que parece” que falava de um mordomo de nome Alberto, de um senhor chamado João que era o dono da casa e da Anastércia, e baseava-se na poesia. O almoço foi no Parque da Cidade do Porto. De tarde, fomos à Casa da Música, onde vimos muitas salas, como por exemplo: a sala roxa, a laranja, a “Suggia”, a Renascença, a sala “Vip”, a sala “Cybermúsica” e o terraço. No terraço, vimos um instrumento chamado gamelão. A nossa guia chamava-se Catarina. Os autocarros chegaram à escola às 18:00. Daniela Coelho, 5.ºA

19


Ano V

Número I

DIA DA ALIMENTAÇÃO

SEGURANÇA RODOVIÁRIA

Para além de uma necessidade fundamental, a alimentação é um dos fatores do ambiente que mais afetam a saúde. Já não basta ter acesso a bens alimentares. É necessário "saber comer" - saber escolher os alimentos de forma e em quantidades adequadas às necessidades diárias, ao longo de diferentes fases da vida. O papel da família na alimentação e na educação alimentar das crianças é inquestionável, mas a escola, e em especial o jardim de infância, assume uma particular importância. Pretendendo incutir nas crianças uma relação positiva pela alimentação saudável o jardim de infância e a EB1 de Bairros, em articulação, convidaram a equipa de Saúde Pública para explanar o Projeto Passezinho. De uma forma lúdica e participativa, as crianças vivenciaram conscientemente e com entusiasmo, a descoberta dos alimentos saudáveis.

Sendo a sinistralidade rodoviária uma problemática emergente nos nossos tempos, torna-se cada vez mais urgente intervir e tratar este tema de forma séria e responsável, reunindo esforços e investindo de forma incisiva no tratamento destas questões. Dando continuidade ao trabalho desenvolvido no ano transato na promoção da prevenção rodoviária para os encarregados de educação e membros da Junta de freguesia, os agentes da Escola Segura regressaram novamente ao jardim de infância de Bairros para promover hábitos de segurança rodoviária aos mais pequenos, através de momentos lúdicos e pedagógicos. É sem dúvida muito importante que a família dê bons exemplos através dos seus comportamentos, quer como peões quer como condutores, reforçando a consolidação dos seus resultados junto das crianças e jovens, enquanto cidadãos responsáveis e solidários em ambiente rodoviário. O desenvolvimento de um ambiente rodoviário seguro é um parâmetro para a qualificação urbana e para a qualidade de vida da população, um objetivo da responsabilidade de todos os cidadãos.

As educadoras do jardim de infância de Bairros

As educadoras do jardim de infância de Bairros

20

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

SEGURANÇA RODOVIÁRIA NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

No âmbito da temática “CRESCER COM OS AMIGOS”, os jardins de infância fomentaram atividades no sentido incutir nas crianças normas de segurança rodoviária e a sua importância. Entre outras ações de sensibilização, alguns jardim de infância beneficiaram do apoio da GNR, tendo sido enriquecidas as atividades desenvolvidas. O Jardim-de-infância de Cans de Rio de Moinhos visitou o Quartel da GNR, em Penafiel. Os quatro grupos de crianças participando ativamente, na visita guiada por vários agentes, observaram e contactaram os diversos materiais previamente expostos para este encontro. As crianças contactando, de forma personalizada, com os diversos agentes, conse-

guiram perceber a preciosa ajuda que podem obter com a GNR. Crianças e adultos desenvolveram novas aprendizagens. Desta forma e no que respeita às diversas funções que os cães desempenham ao apoiar o trabalho da GNR, em diferentes ações, os visitantes ficaram a saber que são exercitados cães de busca – salvamento; de deteção de droga (…), de deteção de explosivos; cães que ajudam a GNR na manutenção da ordem pública. Desta forma cada cão tem o seu próprio tratador. Carolina Rodrigues

21


Ano V

Número I

CONCURSO DE ORTOGRAFIA EM DIFERENTES LÍNGUAS

II Concurso de Leitura Em Voz Alta “LER É BOM DEMAIS! ”

Como já vem sendo hábito, o Departamento de Línguas levou a cabo, durante os primeiro e segundo períodos, as atividades “Concurso de Ortografia” e “Spelling Bee”, no âmbito das disciplinas de Português (2.º e 3.º ciclos) e Inglês (2.º ciclo). O concurso desenvolveu-se em duas fases eliminatórias e uma final. Na primeira eliminatória, os concorrentes realizaram uma prova escrita através da qual foram apurados, para a segunda eliminatória, dois alunos efetivos e um suplente, por turma. A segunda eliminatória consistiu numa prova oral através da qual foram apurados os três melhores alunos. Os alunos apurados disputaram a final. A concentração foi fundamental para o bom desempenho no concurso e o entusiasmo foi nota dominante ao longo de toda a competição. Parabéns a todos os participantes, e uma saudação especial aos vencedores.

Tendo em conta a necessidade de promoção da leitura na escola, o grupo disciplinar de Português do segundo ciclo promoveu, nos primeiro e segundo períodos, o II Concurso de Leitura em Voz Alta designado por “Ler é bom demais!”. Os objetivos de tal iniciativa eram os seguintes: estimular a prática da leitura; desenvolver o gosto pela leitura; e promover o desenvolvimento de competências no domínio da leitura. A participação no concurso esteve aberta a todos os alunos do 2.º ciclo do Ensino Básico, matriculados no agrupamento, e incidiu sobre as modalidades de texto narrativo e texto lírico. Todas as turmas dos quinto e sexto anos participaram com dois elementos, um para cada modalidade. Dado o entusiasmo em que a atividade decorreu, no próximo ano será, com certeza, uma ação a manter. Parabéns aos vencedores e a todos quantos participaram!

Clube do Jornal Escolar

Clube do Jornal Escolar

22

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

PÁGINA DESPORTIVA EDUCAÇÃO FÍSICA E CLUBE DO DESPORTO ESCOLAR A disciplina Educação Física tem como objetivo principal promover o desenvolvimento físico e intelectual, através da prática de diversas atividades físicas. Com as aulas de Educação Física os alunos podem melhorar a sua aptidão física através dos exercícios propostos pelos professores nas diferentes modalidades desportivas. Paralelamente a esta oferta curricular, ao longo do ano letivo, também são realizadas atividades através do Clube do Desporto Escolar (CDE). Estas página tem como finalidade dar conhecimento a toda a comunidade educativa das iniciativas promovidas ao longo do ano.

“Jogar na tua escola” - ATIVIDADES DE NÍVEL I

Ao longo do ano irão ser realizadas atividades físicas e desportivas desenvolvidas com um caráter regular e sistemático em formatos reduzidos e/ou em pequenos grupos e em que o sistema de competição será organizado em provas individuais e coletivas (jogos de mesa, dança, futsal, etc.). Uma das modalidades que tem sido dinamizada é o Ténis de Mesa e o local de prática é o salão de jogos. Durante o primeiro período, os professores responsáveis organizaram sessões de treino e realizaram torneios, ao longo da semana nos tempos livres dos alunos.

23


Ano V

Número I

TORNEIO DE BASQUETEBOL 3X3 - 6.º anos

No dia 27 de novembro, realizou-se o torneio de basquetebol 3x3 Compal Air nas escolas para as turmas dos sextos anos. A competição foi organizada com equipas por escalões etários em que cada turma pode ter representantes. As equipas vencedoras participarão no torneio das turmas do 3.º ciclo que se realizará no 2.º período.

CLASSIFICAÇÃO EQUIPAS FEMININAS 2.º3 .º 1.º

CLASSIFICAÇÃO EQUIPAS MASCULINAS 1.º2 .º 3.º

6.ºH “AS IMPOSSIBLES”

6.ºE “DREAM TEAM”

6.ºE “DREAM TEAM”

6.ºC “SMIB”

6.ºD “OS TERRÍVEIS”

6.ºB “OS TERRORISTAS”

CATARINA FERREIRA DANIELA MOREIRA DEOLINDA FERREIRA FABIANA CRUZ

ANA RODRIGUES CARLA CAMPOS CARLA VENÂNCIO MARIANA CRUZ

ANA PINTO ANA RIBEIRO ANA SOARES ANABELA SILVA

BRUNO PEREIRA JOSÉ SOUSA RUI COUTO TELMO NUNES

MANUEL PINTO TELMO CORDEIRO TIAGO SOARES

FLÁVIO SOUSA LEONARDO VIEIRA MARCELO TEIXEIRA TIAGO SOARES

24

GAZETA DO ESTUDANTE


Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste

MEGA ATLETA

No dia 10 de dezembro, realizámos a atividade Mega Atleta, constituída pelas provas Mega Sprinter (corrida de velocidade) e Mega Salto (salto em comprimento). Esta competição apura os melhores alunos de cada turma por escalão/género, de seguida apura os melhores da escola e estes disputarão uma fase interescolas na Pista da Costa Grande, em Amarante.

CLASSIFICAÇÕES - FASE ESCOLA INF.A

MEGA SPRINTER - VELOCIDADE 40m INF.BI NI JUVJ

UN

FEM

1.º ANDREIA MELO 5.ºE 2.º RITA MOREIRA 5ºC

1.º FILIPA SOUSA 6.ºF 2.º BRUNA NUNES 7.ºF

1.º LUÍSA SOARES 8.ºB 2.º SOFIA FERREIRA 8.ºB

1.º ANDREIA LOPES 9.ºE 2.º JÉSSICA NUNES 9.ºH

1.º AGOSTINHA MAIA 9.ºE

MAS

1.º RAFAEL MOREIRA 5.ºA 2.º PEDRO FERREIRA 5.ºF

1.º BRUNO SOUSA 7.ºF 2.º VASCO TEIXEIRA 6.ºA

1.º TIAGO BESSA 7.ºE 2.º MARCOS RIBEIRO 8.ºA

1.º PAULO VIEIRA 9.ºH 2.º BRUNO MARTINS 9.ºA

1.º MARCO LOUREIRO CEF 2.º PAULO REIS 9.ºE

FEM MAS

INF.A

1.º CAMILA PEREIRA 5.ºE 1.º JOÃO RODRIGUES 5.ºC

MEGA SALTO - SALTO EM COMPRIMENTO INF.BI NI JUVJ

1.º BRUNA NUNES 7.ºF 1.º BRUNO SOUSA 7.ºF

1.º LUÍSA SOARES 8.ºB 1.º BRUNO OLIVEIRA 9.ºG

1.º DIANA FERREIRA 9.ºD 1.º PAULO VIEIRA 9.ºH

UN

1.º AGOSTINHA MAIA 9.ºE 1.º JOSÉ SILVA CEF

“Jogar com outras escolas” - ATIVIDADES DE NÍVEL II As atividades de nível II pretendem promover atividade desportiva desenvolvida pelos grupos/equipas através da participação em encontros interescolas, de caráter competitivo (campeonatos) ou de carácter não competitivo (encontros/convívios). Proporcionam atividades de formação e/ou orientação desportiva, tendo em vista a aquisição de competências físicas, técnicas e táticas em via de uma formação desportiva e formação integral dos jovens. No ano letivo 2013/2104 foram criados os seguintes grupos/equipas: Danças Urbanas (Vários/Misto);

Ténis de Mesa (Infantis B/Masculinos e Iniciados/ Masculinos); Futsal (Iniciados /Femininos e Iniciados/Masculinos). As sessões de treino iniciaram no mês de outubro e a competição começa em janeiro. Os alunos interessados em participar nesta competição nestas atividades deverão pedir informações aos professores de Educação Física. Boa época a todos os nossos atletas! Saudações desportivas! Os grupos disciplinares de Educação Física

25


FICHA TÉCNICA Título: GAZETA DO ESTUDANTE Propriedade: Agrupamento de Escolas de Penafiel Sudeste Rua do Cruzeiro de Lampreias, nº551 4575-144 Cabeça Santa - Penafiel Telefone: 255 617 440 Fax: 255 617 441 Website: http://www.aepenafielsudeste.pt/ E-mail: dir.agrupamento@aepenafielsudeste.pt Direção/Coordenação: Anabela Dias Dolores Ferreira Redação/Colaboração: Alunos e professores do Agrupamento Design e Organização Gráfica: Dolores Ferreira Periodicidade: Semestral ------------------------------------------------Envia-nos os teus trabalhos para o nosso e-mail: gazetadoestudante.pnsud@gmail.com -------------------------------------------------


Jornal gazeta estudante