Page 1

gira revista

Atualidade dos concelhos de Vila Franca de Xira | Arruda dos Vinhos Alenquer | Azambuja | Salvaterra de Magos | Benavente diretor António Dias | revistagira.com | €1 | assinatura anual €12 número 18 | mensal | março de 2018

esta terra é gira

dia da mulher

As mulheres da nossa terra à conquista do mundo Filipa Range é um exemplo de sucesso. Começou com um blogue sobre comida vegan, lançou um livro e agora dá workshops. com: Filipa Range, Lurdes Fonseca, Fernanda Bexiga, Maria Lobo, Catarina Vale, Carolina Santiago, Rita Pea, Inês Oliveira e Alexandra de Jesus.

edição on line aqui:

entrevista: ANTÓNIO DE OLIVEIRA passeio: MÊS DO SÁVEL E DA ENGUIA agenda: CAMINHADA DA MULHER


gira número 18 março 2018

propriedade: António Manuel Domingues Dias NIF: 216 680 611 diretor e editor: António Dias colaboradores: David Fernandes Silva (estórias), Maria Martins (moda), Paula Martins (nutrição), Sónia Teles (farmácia), Guida Alves (psicologia), Daniel Gonçalves (pets), Carlota de Pina (política), Maria da Luz Rosinha (política) e Ana Paula Vieira (fotografia) publicidade: revista gira: 243 761 130 | 968 236 531 Voz Ribatejana Lda. sede do editor: rua doutor Manuel Branco, nº30 2005-388 Vale de Santarém telefone: T: 968 236 531 redação: rua doutor Manuel Branco, 30, Vale de Santarém web: www.revistagira.com mail: revistagira@revistagira.com facebook: /revistagira impressão: soartes/Carregado tiragem: 5.000 exemplares depósito legal: 415958/16 número registo na ERC: 126901 foto de capa © António Dias Para aparecer na capa da gira ou no interior contacte 968 236 531 ou revistagira@revistagira.com. Fotografia, filmagens, reportagens giras. Empresariais ou pessoais. As nossas produções são giras!

© março de 2018 Todas as imagens e textos desta publicação são propriedade da revista gira. É interdita a cópia ou a utilização de qualquer conteúdo sem a devida autorização do proprietário. O estatuto editorial da revista gira está disponível no sítio www.revistagira.com

5

14 moda A primavera está a chegar Já começaram a chegar novidades às lojas da região

18 agenda Cartoon Xira A exposição de cartoons é uma das muitas sugestões para o teu tempo livre

24 entrevista António Oliveira O presidente dos SMAS de Vila Franca de Xira fala sobre o futuro da água

30 reportagem Mulheres unidas Testemunhos de mulheres exemplos de vida e de luta

42 passeio Peixinho do rio O sável e a enguia brotam do Tejo nesta altura do ano. Há dezenas de restaurantes aderentes

COLUNISTAS SECÇÕES David Fernandes Silva:6 Maria Martins: 15 Maria da Luz Rosinha: 27 Sónia Teles: 28 Carlota de Pina: 37 Paula Martins: 38 Guida Alves: 41 Daniel Alves: 46

efemérides: 7 notícias: 8 diretório: 17 editorial: 21 pets: 46


6 // curiosidades // março história

O “farrobodó” de Vila Franca David Fernandes Silva*

Das muitas evocações do mês de Março, gostava aqui de referenciar duas. A primeira é o Dia Internacional da Mulher, que foi instituído há 100 anos, a 8 de Março de 1918, evocando as lutas laborais das mulheres, não por privilégio de género, mas pela equidade e igualdade de direitos laborais. Nessa medida, este dia é sobremaneira um momento, a partir do exemplo combativo das mulheres, conscientes dos direitos naturais e da humanidade, em que assinalamos o desejo de haver igual acesso vivencial (laboral, político, social, cultural, etc.) a todo o ser humano. É de salientar que, apesar desta importante mensagem, a ONU só a adoptou em 1975 e, mesmo assim, pelo mundo fora, há muita gente que acha que a igualdade "é apenas para alguns". A humanidade está de parabéns pelas mulheres combativas que teve. Depois, temos o Dia Mundial do Teatro, a 27 de Março, que evoca uma grande e antiga arte, em que homens e mulheres se irmanam, uma vez que o espectador vê em palco a sua própria humanidade e pode plasmar-se com as personagens, num notável "efeito de espelho" ou "democracia do palco" que igualitariza o ser humano. A propósito desta evocação, gostaria de re-ferenciar aqui o 1º conde de Farrobo, Joaquim Pedro Quintela (1801-1869), cuja titulatura resulta do local onde teve o seu principal palácio, no Farrobo (Loja Nova), em Vila Franca de Xira. É uma figura emblemática e contraditória, típica dos empresários do século XIX, muito pouco cautelosos, megalómanos (à conta das suas festas, ainda hoje

usamos a expressão "farrobodó", para designar a desmesura e descontrolo), mas muito apaixonados pela vida e pelas artes. Nascido numa família de negociantes, os Quintela já tinham tido um papel preponderante, com a criação, em 1771, da Sociedade para a Sustentação de Teatros Públicos, que deu origem a dois teatros: o teatro da rua do Condes (para ópera) e o teatro do Salitre (para drama e comédia, em português). De tal modo amante das artes que, nos seus palácios, tinha que ter sempre um teatro, quer no das Laranjeiras, quer no do Farrobo, com "ante-estreias" das peças do teatro nacional D. Maria II e das óperas do São Carlos. A sua situação financeira permitiu em grande parte que o teatro português, a partir de Garrett, mantivesse uma fabulosa actividade, protegendo e criando condições aos artistas. Foi inspector-geral dos teatros, director do conservatório Real de Lisboa e empresário do teatro de São Carlos. Como mecenas, foi dos que mais apoiou a construção do teatro nacional e, graças a ele, foi possível construir o Real Teatro de São Carlos, pois cedeu os terrenos para o edifício, em troca da propriedade de um camarote, fronteiro ao da família real. O poder voraz dos tempos fez do palácio do Farrobo uma grandiosa ruína, de onde desapareceu quase tudo, excepto os espectros das representações e a memória do conde que amou profundamente o teatro. Às vezes, ao passar pelo Farrobo (aposto que o Quintela gostaria) penso que aquele espaço daria uma fabulosa "Escola de Artes Cénicas". Quem sabe?!

*estoriador

o autor escreve conforme a antiga grafia


7

7.mar.1843

Faz 175 anos que nasceu, em Alhandra, Sousa Martins, grande nome da medicina portuguesa. A sua fama foram tão destacadas que lhe valeu um enorme culto popular, com romaria e manifestações de religiosidade sincretista. Diz-se dele que os pobres e os carecentes de cura e auxílio nunca saíam da sua presença sem resposta.

11.mar.1903

Há mais de 115 anos que os vilafranquenses chamam avenida ao jardim Constantino Palha. Aquilo que é ainda hoje uma designação popular, resulta de, nesta data, se ter atribuído o nome de Constantino Palha à avenida marginal, paralela ao caminho de ferro e ao Tejo, inicialmente chamada 11 de Maio. Nessa altura, tinha ainda viação, tendo sido posteriormente fechada ao trânsito e consignada a jardim.

10.mar.1563

14.mar.1993

Evocam-se 25 anos da morte de Alberto Franco Nogueira. Figura próxima de Salazar, o vilafranquense foi político e diplomata e, depois, ministro dos Negócios Estrangeiros, entre 1961 e 1969. O embaixador foi também o primeiro e grande biógrafo do ditador. Jurista de formação, ficou conhecido pelas suas qualidades diplomáticas. Após sido preso na sequência do 25 Abril, foi libertado e esteve exilado, regressando a Portugal em 1981 onde, além de desenvolver atividade académica, ainda colaborou com os governos democráticos em várias questões complexas, nomeadamente na negociação da adesão à CEE.

Embora deva ser de fundação anterior, esta é a data do alvará com que o rei D.Sebastião funda a irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca de Xira. É, pelos seus 455 anos, a mais antiga instituição assistencial da cidade.

2.mar.1983

É fundado em VFX, o Clube Taurino Vilafranquense, vontade dos aficionados e tertúlias locais. Das suas muitas iniciativas, ao longo dos 35 anos, destaca-se, por exemplo, a criação da Escola de Toureio José Falcão, projeto pedagógico na área da tauromaquia.


8 // notícias // março

encruzilhada

Jovens forçados a deixar orquestra de Vialonga por falta de apoios

tuição. "Por um lado, não temos condições para A orquestra de Vialonga está a comemorar dez criar outra orquestra só para os mais velhos; por anos de existência. Fundada em 2008, a iniciativa outro, é uma pena desperdiçar todo este talento e visava, na altura, a inserção de jovens provenientes o investimento feito", aponta José Vieira. A assode famílias desestruturadas. "Era uma forma de ciação está, assim, numa corrida contra o tempo, lhes encontrar novos estímulos, interesses e, ao "à procura de patrocínios e verbas que garantem a mesmo tempo, ajudar a lutar contra a exclusão sopermanência de todos os cial", recorda Cristina interessados em contiMonteiro, presidente da nuar". Para já, como asassociação que gere o prosume o responsável, jeto. De um pequeno "estamos a misturar velhos grupo de 20 elementos, ree novos nos mesmos grucrutados no seio da EB 2, 3 pos. No entanto, mesmo de Vialonga, a banda foi assim, precisamos de procrescendo para um total, fessores, instrumentos e hoje em dia, de 200 José Vieira ao lado de Cristina Monteiro melhores condições de enalunos. Divididos em cinco sino". Cristina Monteiro orquestras, os jovens de lembra como a orquestra tem sido essencial na várias idades, tocam todos os instrumentos premudança de paradigma social dos jovens viasentes numa orquestra clássica. "O custo tem sido longuenses: "todas as turmas com alunos na suportado pelo Ministério da Educação, dentro banda têm melhor aproveitamento escolar", assedas aulas de música, patrocínios privados e Câgura. Clara Afonso, de 13 anos, atesta. "Desde que mara Municipal de Vila Franca de Xira". No encomecei a tocar, tenho maior concentração e metanto, o dinheiro é pouco e, atualmente, a lhorei a minha relação com os outros". Luana Maorquestra de Vialonga encontra-se numa encruziteus, de 15 anos, afiança que "a música traz mais lhada. "Isto cresceu de tal forma que temos desensibilidade e melhora a autoestima". Para já, safios complexos. O principal é encontrar rumo ambas têm lugar garantido. Contudo, há quem para os estudantes que acabaram os estudos e seja obrigado a desistir. São precisos mais apoios querem continuar a tocar. Muitos são forçados a para a orquestra de Vialonga. abandonar", lamenta o vice-presidente da insti-


9 economia

Arruda dá apoios a novos investimentos

"Arruda dos Vinhos é um concelho com futuro". A frase é repetida vezes sem conta por autarcas, empresários e personalidades de relevo. Todos acreditam no potencial do concelho e a Câmara Municipal tem feito um esforço para captar investimentos, tendo resultado em novas unidades fabris instaladas na zona industrial das Corredouras, por exemplo. Ainda assim, "a aposta continua", refere a autarquia em comunicado. Por isso, foi apresentado um novo regulamento para Projetos de Interesse Estratégico para o Município de Arruda dos Vinhos (PIEMA). O documento estabelece as regras e as condições que regem o acesso a incentivos. Poderão candidatar-se ao PIEMA iniciativas a realizar no município "que apresentem um investimento igual ou superior um milhão de euros à data da candidatura, criem pelo menos oito postos de trabalho, correspondam a atividades económicas relevantes e não se encontrem dependentes de resultados de concursos públicos ou de resolução de litígios em que o Estado ou o município sejam parte". Poderão ainda ser reconhecidas ideias que, apesar de menor investimento e criando menos postos de trabalho, "possuam relevante atividade interna de investigação e desenvolvimento, tenham forte componente de inovação aplicada, manifesto interesse ambiental, sejam passíveis de adequada sustentabilidade ambiental ou constituam impacto positivo no domínio da eficiência energética ou favorecimento de fontes de energia renováveis". Entre os vários benefícios, as candidaturas aceites terão acesso reduções fiscais ao nível do IMI e IMT e derrama, em taxas municipais, apoios procedimentais, consulta a mentores, e ainda, à atribuição automática da qualidade de membro do Conselho Económico Estratégico de Arruda dos Vinhos", entre outras vantagens. Mais informações no sítio da Câmara de Arruda em cm-arruda.pt.

votação

Bombeiros da Merceana mais votados no OP de Alenquer

Já são conhecidos os projetos vencedores do orçamento participativo (OP) de Alenquer. Estavam a concurso 18 propostas, nove em cada área (OP geral e OP jovem). Os escolhidos pelo voto popular irão receber 370 mil euros do orçamento municipal. Ao todo, votaram mais de cinco mil alenquerenses, sendo que 2100 deram o seu boletim aos bombeiros da Merceana que, assim, irão receber uma nova ambulância no valor de 72 mil euros. O projeto de ajuda aos animais ficou em primeiro lugar do lado dos jovens. Ao todo, dez propostas receberam o apoio dos cidadãos que terão concretizadas as suas ideias ao longo deste ano. O arranjo da estrada entre a Merceana e Alenquer, que irá custar 74 mil euros, é outras das iniciativas a colher apoio popular. Será ainda reabilitado o campo de jogos 25 de abril em Abrigada e arranjados os telheiros do Centro Escolar do Carregado. Os jovens têm luz verde para organizar um acampamento jovem radical na serra do Montejunto e será também instalada uma rádio para a escola básica de Visconde de Chanceleiros. A lista dos vencedores está disponível em alenquerparticipa.pt. alverca

Museu do Ar fez 50 anos

O Museu do Ar foi criado a 21 de fevereiro de 1968 juntamento com o pólo de Ovar e de Sintra, onde fica a sede da instituição. Para marcar a data, o chefe do Estado Maior da Força Aérea descerrou, em Alverca, uma placa alusiva à data.


10 // notícias // março lei

investimento

Porto da Castanheira abre em 2019

A garantia é da entidade concessionária da infraestrutura. A Empresa Tráfego e Estiva (ETE) está "na fase de consultar os empreiteiros para começar a obra", assegurou o presidente da ETE. Pedro Virtuoso anunciou a intenção no congresso do Tejo III "Mais Tejo, Mais Futuro", que decorreu, em fevereiro, em Lisboa. "Esperamos, no final deste ano, ou no princípio de 2019, começar a operar o porto". A medida já é falada desde 2010. No entanto, tem sido constantemente adiada. Porém, Pedro Virtuoso garante que estão reunidas todas as condições para começarem os trabalhos. Prevê-se que o porto da Castanheira do Ribatejo seja construído sobre estacas, terá 23 metros de frente de rio, ocupará dois hectares de área com uma plataforma logística de 100 hectares. "O porto vai funcionar o ano inteiro e o transporte será feito através de barcaças (uma delas já adquirida) com capacidade para cerca de 100 contentores", acrescentou o responsável. Para já, não há previsão de quantos postos de trabalho serão criados. O objetivo, além de utilizar o rio como uma via de circulação de mercadorias, é retirar tráfego da EN10 e libertar também espaço do porto de Lisboa que está também em remodelação. "Uma barcaça permitirá o transporte de quase 100 toneladas de mercadorias, o que representa 70 viagens de camião. O intuito, a longo prazo, passar por promover a Castanheira como first gate do porto de Lisboa e retirar tráfego da frente ribeirinha de Lisboa. sinistralidade

Deve limpar terrenos até final de abril

Estão no terreno as equipas da GNR que estão a inspecionar os terrenos com vista ao respeito pelas novas diretivas de proteção contra incêndios. Depois das catástrofes que assolaram o país no verão passado, o governo criou uma série de medidas para evitar tragédias idênticas. Uma delas passa por obrigar os proprietários a limpar os seus terrenos numa faixa de 50 metros em redor de todo o perímetro exterior. Isto tem que ser feito até final de abril. As coimas a aplicar dobram de valor em relação a 2017. Uma infração pode custar, no caso dos cidadãos singulares, até 10 mil euros e, no caso de empresas ou entidades coletivas, cerca de 280 mil euros. Muitos proprietários já procederam à limpeza. A GNR, numa primeira fase vai sensibilizar, e só caso haja desrespeito pela ordem é que será levantado processo judicial.

Nacional 10 em Alverca é um ponto negro nas estradas

O troço da estrada nacional 10 (EN10), em Alverca, é considerado um dos pontos negros do país a nível da sinistralidade. De acordo com um relatório da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, em 2016 ocorreram, ao km 128, que atravessa a cidade, sete acidentes que resultaram em três feridos graves e cinco feridos ligeiros. Apesar de Lisboa e Porto terem as vias mais perigosas e congestionadas no país, como o

IC19, a EN6 e a A5, o facto é que há outras estradas menos conhecidas onde as estatísticas são preocupantes. A EN118, por exemplo, tem diversos locais onde a sinistralidade é frequente. Aliás, esta via que atravessa Benavente e Salvaterra de Magos apresentou, em 2016, uma média de 12,5 mortos por 100 mil habitantes, o dobro da média da União Europeia que é de 5 e de todo o país que é de 5,7.


11 promessa Rui Dionísio na plateia do Ildefonso Valério

alverca

Ildefonso Valério está vivo e cheio de força

Depois de um janeiro calmo e de um fevereiro a começar a aquecer, o teatro estúdio Ildefonso Valério prepara-se para um mês de março a ferver (ver agenda cultural em revistagira.com). Quatro peças vão encher a plateia deste espaço alverquense de cor e alegria. É o ciclo de teatro para a infância que irá decorrer aos fins de semana. Um agendamento que faz parte de uma programação anual que foi apresentada em janeiro com pompa e circunstância. "Somos a única sala, a norte da área metropolitana da grande Lisboa, a ter um cartaz anual estipulado de início do ano", congratula-se Rui Dionísio, diretor artístico do Ildefonso Valério. "É um esforço grande mas que insistimos em levar a cabo porque acreditamos que é útil para a população", esclarece. E afiança: "Hoje em dia, já temos gente que nos vem perguntar pelo programa para saberem o que temos previsto apresentar". Rui Dionísio defende esta organização como forma de promover melhor o trabalho da equipa que lidera e dos artistas que traz àquele palco, mesmo que "nem saibamos quais as verbas que iremos ter". Amainados os ânimos com a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira que, em 2017, reformulou os critérios de concessão de apoios financeiros a este setor, o teatro estúdio espera ainda pela decisão de concursos da administração central. "Só daqui a três meses saberemos os resultados dos concursos das artes", suspira, enumerando os critérios e as burocracias necessárias à correta candidatura. Ainda assim, e apesar das incertezas, Rui Dionísio acredita no sucesso do espaço, mesmo em tempo de redes sociais e conteúdos fornecidos na palma da mão. "Também diziam, quando o cinema apareceu, que a rádio ia acabar. E ela está tão ou mais viva que antigamente. É preciso é sabermo-nos reinventar. O teatro nunca vai acabar".

Centro de Saúde do Carregado ganha dois médicos

É um dos problemas mais graves daquela freguesia do concelho de Alenquer: a falta de clínicos da unidade de saúde. O problema arrastase há dois anos, altura em que já tinha sido enviado um abaixo assinado ao ministro da Saúde. No início de fevereiro, a União das Freguesias do Carregado e Cadafais esteve reunida com a deputada Maria da Luz Rosinha, a direção do Hospital Vila Franca de Xira e autarcas locais para exigir a resolução do problema. A ex-presidente da Câmara de Vila Franca de Xira assegurou que "de imediato seriam colocados dois médicos", escreveu a Junta de Freguesia em comunicado. O mesmo documento revela que "o centro de saúde poderá passar a ser tipificado como de especial carência sendo, assim, criadas contrapartidas especiais com a finalidade de fixar os profissionais de saúde por mais tempo". O Carregado é das localidades que mais tem crescido a nível populacional nos últimos anos. O vereador da Câmara de Alenquer, Paulo Franco, presente no encontro, salientou "a imperiosa necessidade de médicos" e que o problema deveria ser resolvido rapidamente.


solidariedade

Cheque farmácia de Arruda chega a mais cidadãos mérito

Externato de Arruda é a melhor escola da região

O externato João Alberto de Faria é o estabelecimento de ensino com as melhores médias dos exames nacionais no concelhos de Vila Franca de Xira, Arruda dos Vinhos, Alenquer, Azambuja, Salvaterra de Magos e Benavente. A escola privada, com ensino público em contrato de concessão, está no 45.º lugar na lista do ranking nacional divulgado pelo Ministério da Educação, com uma média de 12,3 valores. Nos restantes concelhos, a melhor classificada é a secundária de Azambuja, com uma média de 11 valores, colocando-a no 185.º lugar. Seguese a Gago Coutinho, em Alverca, no 209.º posto e uma média de 10,8; Salvaterra de Magos, na 251.ª posição, com a média de 10,7; a Damião de Góis, em Alenquer, encontra-se no 316.º lugar, com 10,3 valores; e Benavente no 449.º lugar, com a média negativa de 9,6. No município de Vila Franca de Xira, a secundária com a pior classificação na lista nacional é a do Forte da Casa, com uma nota de 9,49 valores, colocando a escola no 46.º posto a nível nacional. Após a divulgação do ranking, o ministro da Educação admitiu que "não é adepto" das listas de escolas. Tiago Brandão Rodrigues considera que as realidades do ensino público e privado não podem ser comparadas. O bom trabalho que se faz nas escolas vai muito além das classificações". ribatejo

O cheque farmácia de Arruda dos Vinhos irá chegar a mais cidadãos este ano. A medida implementada em 2015 pela Câmara Municipal de Arruda dos Vinhos pretendia apoiar residentes em situação de carência económica. A autarquia quer, no entanto, abranger mais situações "de forma a garantir que ninguém deixe de ter acesso à medicação e aos cuidados mínimos de saúde", refere o executivo em comunicado. Assim, o cheque farmácia passa a estar acessível a residentes e recenseados no concelho de Arruda dos Vinhos, mesmo que não estejam inscritos numa unidade local de saúde; e também a todos os agregados familiares cujo rendimento liquido per capita mensal seja igual ou inferior a 75% do ordenado mínimo nacional. Mais informações estão acessíveis no sítio da internet da autarquia em www.cm-arruda.pt.

ERT premeia empresas turísticas

Existem diversas categorias a concurso: Melhor Restaurante, Melhor Empreendimento Turístico, Melhor Turismo Rural, Melhor Alojamento Local, Melhor Animação Turística, entre outras. Serão também entregues prémios extra-concurso. A iniciativa é da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo. que pretende

promover os negócios locais que se esmeram na sua imagem, qualidade e serviço que prestam. As candidaturas serão alvo da apreciação por parte de um júri composto por várias personalidades do turismo e a cerimónia de entrega dos prémios deverá acontecer no início de maio. Mais informações em www.visitribatejo.pt.


13

triatlo

Francesa corre em nome de Vila Franca

Pauline Vie tem 18 anos, é francesa, mas já iniciou o processo de nacionalização. A jovem, residente em Alhandra é triatleta do Alhandra Sporting Clube. Os pais franceses mudaram-se, há cerca de oito anos, para o concelho de Vila Franca de Xira por motivos profissionais e "por cá ficaram". Adoram o clima, as pessoas e a comida. E são praticantes de desporto. "O meu pai e o meu irmão sempre fizeram exercício físico", informa. É deles que veio o bichinho de correr, nadar ou remar. "Primeiro comecei na patinagem artística, no UDV. Só que era demasiado artístico para mim. Queria algo mais físico", conta. Experimentou a canoagem, já na secção náutica do Alhandra, e durante dois anos acreditou no seu potencial, chegando a participar em provas. "No entanto, sofri uma lesão que me forçou a optar por outra alternativa. O triatlo era a escolha óbvia". Sendo o Alhandra um clube conceituado per

nesta modalidade, Pauline Vie acaba por beneficiar das condições existentes e também da sua performance. "Em 2016 fiquei em segundo lugar no duatlo das lezírias e no ano passado em primeiro". A correr no escalão de júniores, a triatleta conseguiu apoios suficientes para, em dezembro passado, ir até ao Hawai, nos EUA, ao campeonato do mundo de triatlo cross (versão todo o terreno do triatlo clássico) onde alcançou o segundo lugar, a nível mundial. Porém, sem a nacionalidade portuguesa, Pauline colhe títulos pela França que, por seu turno, tem atletas oficiais e, assim, não valoriza os troféus que ela alcança. Todavia, a jovem com coração vilafranquense espera que, “dentro de um ano e meio, no máximo, possa ter cidadania portuguesa e, assim, receber títulos oficiais". Até lá irá correr, envergando as cores do Alhandra, ganhando experiência, para que, na altura certa, “possa chegar ao topo".

Bairro de Povos entra em obras

Começa, neste mês de março, a reabilitação do bairro de Povos inserido no Programa Especial de Realojamento (PER). São 84 fogos que serão recuperados, num investimento de cerca de 800 mil euros. As obras deverão ficar prontas no início de 2019. Em julho será a vez

do bairro azul, na Póvoa de Santa Iria. Neste caso serão intervencionados 82 fogos, num investimento de cerca de 1,5 milhões de euros. Durante os trabalhos, as famílias ficarão instaladas, provisoriamente, em monoblocos.

mais notícias diariamente no facebook da gira e em revistagira.com


a primavera está a chegar

A primavera chega dia 21 mas na éMe bohèMe todos os dias são primaveris. A aguardar pelas temperaturas amenas, já encontra da nova coleção macacões, vestidos longos, camisas... Visite-nos e descubra as novidades.

#emeboheme

MARCAS éMe bohèMe roupa e acessórios: Maïttè, Tendências, Nekane, Mafalda Leitão, Carher, Bastta, Tantrend calçado: Cubanas, Ruika, Xuz aromas: Castelbel, Boles d’Olor, Lothantique, Mathilde M., Yankee Candle, gourmet: In Tube, Kusmi Tea ‘

eMe boheMe

CONTACTOS ALVERCA | Avª Capitão Meleças, 56 Tlf. 918 771 434 Segunda a sexta 10:00 - 19:00 Sábados 10:00 - 17:00 Abertos ao almoço

modelo: Helena Miranda produção: Maria Martins fotografia: António Dias


5

15

a moda é isto!!!

tendências de primavera

Maria Martins*

O que vamos querer vestir nesta estação? Como sempre, novidades não faltam e é preciso estar bem informada para que nada falhe. Gangas mais escuras, brincos, fios coloridos, os padrões floridos continuam na berra. Andei a investigar, li revistas, acompanhei alguns desfiles e antecipo-lhe aqui algumas das tendências.

1. GANGA ESCURA

A ganga escura voltou à ribalta, desde que se vista dos pés à cabeça. Umas calças, pelo menos, terá que ter no armário para sempre que precisar. E isso, claro, vai requerer cuidados a dobrar com o tecido. O melhor é lavar a ganga o menos possível, não só para evitar que encolha mas também para não desbotar. E, já agora, para poupar água, o que reduz o impacto negativo sobre o ambiente. Quando for altura de lavar, vire os jeans do avesso, lave separadamente em água fria e deixe secar ao ar, se possível. Conselhos importantes!

2.BOLSAS À CINTURA

4.CORES E PADRÕES

Para quem gosta dos tons rosa, esta primavera promete!A cor mais vibrante desta estação é o rosa forte, também conhecido por pink yarrow. Não descurando, contudo, uma cartela de cores neutras, como o cru, o branco, o rosinha, entre outros. Chegam também a esta primavera padrões com flores grandes e várias aplicações. Podemos misturar tonalidades. Quanto mais criativos conseguirmos ser, melhor. E todas as combinações são válidas e possíveis.

5. TRENCH COAT

Em 2018, o trench coat /gabardine vai-se reiventar com novos materiais (como o PVC) e cortes diferentes com texturas radicais, padrões, cores e combinações inesperadas. É o clássico que precisa de ter para os dias. É uma peça intemporal.

É tempo de esquecer a clutch ou as carteiras demasiado grandes, com espaço para guardar tudo o que nunca vamos precisar numa saída à noite. As bolsas de cintura estão de volta, com lantejoulas têm mais glamour, mas também surgem em pele, verga, tela e nylon. Podem-se conjugar com vestidos de princesa, camisolas compridas e jeans, numa versão mais desportiva. É, sem Uma das tendências da moda prima-vera dúvida, o estilo boémio no seu auge. verão 2018 que promete dar muito que falar é o look pijama. O slip dress caiu nas graças das fa-shionistas. Se a modelo Kate Moss aparece de pijama às riscas no A licra fluorescente, os fatos de treino em réveillon deste ano, e a celebrity cetim e fitas elásticas à volta da cabeça, Kendall Jenner está na semana da como se estivéssemos num torneio de ténis. moda de Londres de pijama de Tudo isto faz parte das tendências para este seda e stilettos, é bastante seguro ano, como se a moda se fosse inspirar ao dizer que a tendência está para lado mais kitsh do desporto. Pode parecer ficar. Siga ou não aquilo que mais foleiro mas é uma forma de recuperar ditam as celebridades, o que é estilos dos anos 80 que vemos nos filmes da certo é que tem muito por onde escolher. Olivia Newton-John.

3. A LICRA DE NOVO

6. LOOK PIJAMA

*fashion adviser & personal shopper


16 // moda // fevereiro

Alexa e Inês vestem roupas Áras

+ info

as mulheres são { empreendedoras } Alexa, à esquerda, e Inês Oliveira, à direita, são duas vilafranquenses criativas e donas dos seus próprios negócios. A primeira é uma artista plástica bem conhecida que acaba de lançar o seu blogue onde fala sobre arte, o seu trabalho, locais que visita e tendências. A Inês, por seu turno, criou a loja Áras e, recentemente, uma nova marca de acessórios, a Oliva, com clientes em todo o país.Vê mais exemplos de sucesso a partir da página 30.

Alexa Jesus alexajesuslove.blogspot.com

+ info

ÁRAS facebook.com/byinesoliveira OLIVA facebook.com/olivabyinesoliveira/


// diretório // 17

vestuário

vila franca

MOOD Moda feminina com as melhores marcas, como G.Sel, Rinascimento, entre outras. Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, 17 segunda a sexta: 9h às 20h sábados: 9h às 18h 263 031 968

ÁRAS Nova loja de vestuário feminino, com um toque de modernidade. Avenida Miguel Bombarda Vila Franca de Xira segunda a sexta: 10h às 13h - 14h às 19h sábados: 10h às 14h 937 012 474

alverca

éMe bohèMe A mulher boémia, elegante, em harmonia com a natureza. Loja com acessórios, calçado, aromas para casa, gourmet. Caso único de elegância. E agora também com loja em Lisboa, na estrada de Benfica Av. Capitão João Almeida Meleças, 56 211 940 464 918 771 434

QUEEN HOME Marcas de qualidade, exclusivas, que transformam qualquer mulher numa rainha. Rua José António Veríssimo da Silva, loja 7 216 010 306

SILHOUETTE Concept Store com vesturário, calçado e acessórios. Destaque para a marca exclusiva de malas Gabs. Rua do Trabalhador, 6 loja 3 219 593 876 segunda a sábado 10h30 às 19:30

castanheira

ESTILO FIEL As melhores marcas, exclusivas e com uma história única: Lois, Naf Naf, Mike Davis, Rockport, entre tantas outras. Rua Palha Blanco 133C 263 270 131

retrosarias

vila franca

RISCOS PITORESCOS Projeto jovem, com classe, onde tudo é possível, desde que a imaginação o permita. Rua Miguel Esguelha, 6 934 402 228

restaurantes

vila franca

TASCA DA VILA Comida feita pelo chef Eduardo, com os melhores ingredientes e sabor caseiro. Com boa comida e nesta época de março com o melhor sável e enguias. Rua Luís de Camões,18 8h30 às 23h encerra à segunda-feira

CASALEIRO'S Confeção gourmet, com produtos de primeira qualidade. (antigo Calçada) EN248 Bisau, Cotovios 219 511 864 | 968 458 883 casaleirosrestaurant.pt KOMIKALA Pratos confecionados com gosto caseiro. Centro Comercial da Mina 965 313 700

alhandra

PETISCOS NA MESA Novo espaço com pratos diários diferentes e uma seleção de petiscos suculentos de chorar por mais.

Avenida Sousa Martins T: 219 511 191

VILLA RIO Rua Sousa Martins, 114 Nova imagem e nova decoração para um dos espaços mais emblemáticos da região. Agora também com serviço de almoço. de segunda a sexta: 12h às 24h sábado: 12h às 4h domingo: 12h às 20h encerra à segundasfeiras.

alverca

O CHAFARIZ Restaurante de comida típica portuguesa com gosto a pratos caseiros e ingredientes frescos. Com música ao vivo regularmente. Largo Dr. Jaime Marques Simão, 3 Arcena T: 938 708 980 das 12h às 15h e das 19h às 24h

cafés/bares alverca CHÁARA Pratos saudáveis. Atendimento excelente e espaço acolhedor. Praça engenheiro José Vaz Guedes, 41, Malvarosa T: 219 571 012

decoração

alverca

QUEEN HOME INTERIORS Novo espaço requintado com as melhores marcas nacionais e serviço personalizado de decoração. Com assinatura de Ana Marçalo. Urbanização da Malvarosa T: 966 257 184 T: 216 010 306 queenhome@sapo.pt

saúde vila franca de xira CLÍNICA DR. PEDRO MOTA Espaço renovado para melhor cuidar dos seus dentes Praceta Jornal Vida Ribatejana, 7 Vila Franca de Xira T: 918 280 717

night clubs

vila franca

SOHO Av. Combatentes da Grande Guerra, 23 sábados das 22h às 4h

póvoa sta iria

AMAZING KLUB Rua Polígono das Atividades Económicas 23h às 4h encerra de domingo a quarta.

vialonga

STATION Rua general Humberto Delgado, 4 Verdelha do Ruivo

motos

póvoa

NP MOTOS Somos uma das melhores empresas de comércio de produtos para veículos motorizados de duas rodas. Temos oficina, boutique e marcas exclusivas como a UM. Av. D. Vicente Afonso Valente, Lt G, Fração E T: 219 522 795 T: 933 763 773 segunda a sexta: 9h às 19h30 sábado: 9h às 13h

Para fazer parte do nosso diretório contacte: revistagira@revistagira.com ou o telefone 968 236 531


18 // agenda // março

sexta :: 2

workshop

O VAZIO DA CRIANÇA Pavilhão da Maranhota Vialonga 18h 926 225 173 A tristeza faz parte da vida. O problema é quando a depressão toma conta das nossas vidas. Como diagnosticar isso numa criança? Como resolver o problema? As respostas nesta workshop.

dança

SABOR FLAMENCO Centro Cultural de Samora Correia 21h30 263 659 350 É o décimo aniversário do grupo Sabor Flamenco celebrado com duas galas, cheia de reencontros, memórias e amizades e um encontro de escolas de sevilhanas. Com diversos grupos da região. Repete no sábado.

sábado :: 3 desporto

TORNEIO DE FUTSAL Pavilhão Gimnodesportivo Porto Alto 9h A Associação de Jovens de Samora Correia organiza a primeira edição do seu torneio futsal. Com a realização desta iniciativa, a AJSC pretende promover o desporto dos jovens e fomentar o convívio e o espírito de fair play. Serão atribuídos prémios aos três primeiros classificados e medalhas de participação. CAMPEONAO DE CANOAGEM Barragem de Magos Salvaterra de Magos 263 509 500 14h30 Mais uma etapa do campeonato regional de fundo do Vale do Tejo de canoagem. Há um restaurante, um café e paisagens muito bonitas. Um dia para toda a família.

solidariedade

RECOLHA DE SANGUE Centro Comercial Serra Nova

Póvoa de Santa Iria 15h às 20h Organização da Associação de Dadores Benévolos de Sangue da Póvoa de Santa Iria. Também possível deixar o registo para dador de medula óssea. Tudo numa unidade móvel do Instituto Português do Sangue.

cinema

SEM SOMBRA DE PECADO Palácio do Morgado Arruda dos Vinhos 16h 263 977 008 Filme dentro do ciclo dedicado a Mário Viegas. O filme fala de um jovem oriundo de uma família aristocrata e que se apaixona por uma mulher misteriosa.

dança

AUDIÇÕES DE DANÇA Ateneu Artístico Vilafranquense Vila Franca de Xira 263 271 418 16h Vítor Murta, no ballet, e Laura Póvoa, do contemporâneo, atestam as capacidades dos interessados em ingressar na escola de dança do Ateneu. Para pessoas entre os 14 e os 32 anos de idade.

debate

CONVERSAS DE RAÍZ Palácio do Morgado Arruda dos Vinhos 263 977 008 18h Conversa sobre cinema com Vítor Agositnho, um dos organizadores do festival Curt’Arruda.

humor

ANTÓNIO RAMINHOS, O MELHOR DO PIOR Centro Cultural do Bom Sucesso Alverca 21h30 219 576 104 10€ O comediante passa por Alverca para um espetáculo onde irá contar algumas das suas peripécias e fazer rir a malta. ENFIM, NÓS Sociedade Filarmónica Recreio Alverquense Alverca 910 943 742 21h30

teatro

Peça de teatro romântica e com humor com Marta Fernandes e Rúben Silva. NOITE DE FADOS SOLIDÁRIA Salão Multiusos da Junta de Freguesia Póvoa de Santa Iria Rua Raúl Alves, 40

música

21h30 10€ Noite com caldo verde, pão, chouriço e vinho, e, claro, muito fado com Amália Rodrigues, Carla Arruda, Carlos Balsa, Cruz Monteiro, Francisco Pereira, Vicente Generoso, Zulimira Costa, Rosa Assunção, entre outros. Os fundos revertem a favor da associação Os Companheiros da Noite. BAILE DA PINHA Sociedade Recreativa de Granja Vialonga 219 730 641 22h

convívio

Muita animação, desfiles e eleição do rei e da rainha da pinha com a presença da banda CTL. FURÕES DA VILLA Clube Recreativo e Desportivo de Trancoso São João dos Montes 219 510 129 9h

domingo :: 4

desporto

15€ É o terceiro encontro de veículos de todo o terreno organizado pelo grupo de Trancoso de Baixo, localidade de São João dos Montes. O preço incluiu almoço, reforço e seguro. CORRIDA DAS LEZÍRIAS Parque urbano Vila Franca de Xira, 9h30 Mais uma edição desta

desporto

prova emblemática que reúne milhares de atletas. Há a corrida 15,5 km; às 10h00, entre Vila Franca de Xira e a lezíria; a mini corrida de 5 km; às 10h10, pelo passeio ribeirinho; e a corridinha de 400 m | 800m num circuito desenhado no

parque urbano. As inscrições oscilam entre o €8 e os €15. Mais informações na Xistarca. Há prémios para os vencedores e um kit para todos os participantes.

livros

NU AVESSO DAS PALAVRAS Clube Recreativo de Alhandra 219 500 253 17h Última apresentação do livro de Rita Pea. Organização de Dulce Domingos e da União das Freguesias de Alhandra, S. João dos Montes e Calhandriz com um momento musical de Jaime Varela.

segunda :: 5

cinema

HÁ LODO NO CAIS Auditório da Junta de Freguesia Vila Franca de Xira 263 200 770 15h Johnny Friendly (Lee J. Cobb) é um gangster que atua nas docas de Noa Yorl. É também o chefe do sindicato, sendo assessorado por Charley Malloy (Rod Steiger), um vil advogado. Os dois usam um ex-boxeador, Terry Malloy (Marlon Brando), que é irmão de Charley, para atrair Joey Doyle (John F. Hamilton) até o telhado, onde dois capangas de Friendly o empurram para a morte.

sexta :: 9

cinema

TRUZ, TRUZ, OS FANTASMAS ESTÃO AQUI Pavilhão da Maranhota Vialonga 926 225 173 18h Os problemas da ansiedade nos menores. Como detetar? Como resolver? As respostas nesta workshop para pais preocupados e interessados.

gastronomia

FESTIVAL DAS SOPAS Sociedade Filarmónica Recreio Alverquense Alverca 910 943 742 19h 5€


20 // agenda // março Mais uma vez a SFRA organiza este festival das sopas, onde poderás provar as melhores sopas da região, preparadas pelos restaurantes participantes. A animar as noites, estará Nikita, Ricky e os Vira Milho. No sábado e domingo a festa começa às 14h.

música

TWIN STAR Grémio Dramático Povoense Póvoa de Santa Iria 219 565 004 12h Um almoço seguido e concerto e dança com os Twin Star, banda dos anos de 1960 e 1970. Recordar é viver. O almoço exige reserva obrigatória pelo número 960 068 644.

sábado :: 10

workshop

SER OUTRO POR UM DIA Palácio Quinta da Piedade Póvoa de Santa Iria 219 533 050 16h Orientada por Vânia Jerónimo, esta iniciativa pretende promover o teatro junto de crianças dos seis aos dez anos de idade.

convívio

JANTAR DIA DA MULHER Associação Multicultural Para Um Carregado Mais Empreendedor e Inclusivo Centro Comercial Palmeiras Carregado 263 851 059 19h É com muito orgulho que AMCEI convida-te a participar no jantar solidário do Dia Internacional da Mulher. Para participares é necessário a inscrição 4 de março!

jantar

PRÉMIOS CLUBE TAURINO Lezíria Parque Hotel Vila Franca de Xira 263 276 670 20h O Clube Taurino Vilafranquese entrega os troféus que premiam aqueles que foram os mais destacados na tem-

porada 2017 da praça de touros Palha Blanco. Assim, vão ser galardoados o cavaleiro, João Ribeiro Telles, o matador de touros; Nuno Casquinha; Vasco Pereira, do grupo de forcados amadores de Vila Franca de Xira, como o autor da melhor pega; a ganadaria Murteira Grave, como melhor touro; e os bandarilheiros João Oliveira e João Ferreira. Serão ainda atribuídos os troféus prestígio, ao Maestro Victor Mendes e ao Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira, pelos seus 85 anos serviço da festa.

convívio

JANTAR DA MULHER Sport Clube Recreativo do Cabo Vialonga 214 092 239 20h 13€ Jantar convívio para todas as mulheres que queiram estar presentes! Boa disposição não faltará! Como tem acontecido nos últimos quatro jantares, também este será organizado por um grupo de mulheres de Vialonga e o lucro irá revertir a favor do Centro de Acolhimento Temporário de Crianças e Jovens (CAT) da Associação de Bem Estar Infantil de Vialonga (ABEIV). A confeção do jantar ficará a cargo da própria ABEIV e a ementa será composta, como sempre, por entradas, sopa, prato de peixe, prato de carne e sobremesa. Haverá animação musical.

espetáculo

FESTIVAL DA PRIMAVERA Centro Cultural de Samora Correia Samora Correia 263 659 350 21h Primeira edição deste evento que pretende mostrar o talento musical e de dança da região. Com Tiago Silvestre, Ricardo Neiva, entre outros.

música

PZ E BANDA PIJAMA Palácio do Morgado Arruda dos Vinhos 263 977 008 22h PZ é Paulo Zé Pimenta. Começou a fazer música no

seu quarto com um computador, um sampler, e um ou dois sintetizadores quando tinha 16 anos. À medida que foi aprendendo a mexer em máquinas e a tocar vários instrumentos, num modo autodidata, foi desenvolvendo uma sonoridade própria. Cria diversos alter egos e neste espetáculo faz-se acompanhar de uma banda vestida de pijama, onde o mundo da fantasia e do sonho é que conta.

domingo :: 11

cinema

CANTAR Fábrica das Palavras Vila Franca de Xira 263 271 200 11h É hora de afinar as cordas vocais e Cantar. Cantar é um filme de animação dos mesmos criadores de Gru Maldisposto e d’ A Vida Secreta dos nossos Bichos. Cantar é uma recriação de um concurso de talentos tal como os que se veem na televisão, mas com animais.

ar livre

CAMINHADA DA MULHER Rua 1º de Maio Vialonga 9h 3€ Mais de 750 mulheres percorrerão as ruas principais da freguesia de Vialonga, naquela que é a maior iniciativa que se realiza no concelho de Vila Franca de Xira, para assinalar o Dia Internacional da Mulher.

CAMINHOS COM HISTÓRIA Convento de Santo António Loja Nova 263 285 600 9h Os Caminhos com História com o “Trilho de Santo António”, percurso de oito quilómetros que vai ligar o convento de Santo António às piscinas municipais de Vila Franca de Xira. As inscrições são gratuitas.

segunda :: 12

cinema

ROCKY Auditório da Junta de

Freguesia Vila Franca de Xira 263 200 770 15h Rocky Balboa (Sylvester Stallone), um lutador de boxe medíocre que trabalha como “cobrador” de um agiota, tem a chance de enfrentar Apollo Creed (Carl Weathers), o campeão mundial dos pesos-pesados, que teve a idéia de dar oportunidade a um desconhecido como um golpe publicitário. Mas Rocky decide treinar de modo intensivo, sonhando apenas em terminar a luta sem ter sido derrotado pelo campeão.

quarta :: 14

conferência

OBSERVATÓRIO DOS ANIMAIS Fábrica das Palavras Vila Franca de Xira 263 271 200 Vila Franca de Xira acolhe o ciclo de conferências “Animais e Direito” numa organização conjunta com o ONDAID-Observatório Nacional para a Defesa dos Animais e Interesses Difusos e a Delegação de Vila Franca de Xira da Ordem dos Advogados. O evento dirige-se a um público alargado que engloba advogados, magistrados, polícias, veterinários, parlamentares, organizações de protecção animal e cidadãos em geral.

sexta :: 16

debate

CONVERSAS COM RAÍZ COM CARLOS ALVES Palácio do Morgado Arruda dos Vinhos 263 977 008 21h Conversa sobre filosofia, individualidade, o século XXI, a solidão, a diversidade e o futuro do mundo.

sábado :: 17

convívio

ANIVERSÁRIO ESCOTEIROS VIALONGA Casa do Povo


// 21 Vialonga 10h O grupo 189 dos escoteiros de Vialonga assinala o 20º aniversário com uma festa e entrega de diplomas.

workshop

ATELIER ESCRITA CRIATIVA Galeria Olga Campos 938 965 213 Vialonga 15h Uma workshop com a presença de Tatiana Santos.

desporto

CAMINHADA DA MULHER Jardim Municipal Álvaro Vidal Alverca 965 674 161 Alverca recebe uma caminhada para celebrar o poder do sexo feminino. Com a organização da União das Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho e dos Alverca Urban Runners, o evento é gratuito e permite passar por locais bonitos da cidade. A inscrição obrigatória.

literatura

A GUARDIÃ Palácio do Morgado Arruda dos Vinhos 263 977 008 16h30 Entre a vila medieval de Óbidos, a terra vermelha de Petra e a ilha de Avalon, Luana, uma arqueóloga cética, confronta-se com a possibilidade de ser ela a salvadora da humanidade. Uma obra de Ana Kandsmar.

teatro

QUEM TEM MEDO DE ALMADA NEGREIROS Palácio do Morgado Arruda dos Vinhos 263 977 008 21h Neste espetáculo , o autor e encenador cria duas pedonagem que reuem aluma scarateristica de Almada Negreiros e que se confrontam com as suas histórias e polémicas.

música

NOVO CD JOÃO CHORA

Ateneu Artístico Vilafranquense Vila Franca de Xira 263 271 418 21h30 4€ - 10€ O fadista João Chora apresenta o seu novo disco num espetáculo musical recheado de surpresas. O preço incluiu bebida e tapas fornecidas pelo restaurante Maiorial Tapas. Além do artista natural da Chamusca, estarão presentes Margarida Arcanjo que irá cantar acompanhada de Custódio Castelo à guitarra e Fernando Maia, na viola. Atuação ainda de Telma Jamila que irá fazer uma performance de dança oriental.

domingo :: 18

solidariedade

RECOLHA DE SANGUE Avenida Antero de Quental, Póvoa de Santa Iria 219 563 096 8h30 - 12h30 Organização da Associação de Dadores Benévolos de Sangue da Póvoa de Santa Iria. Também possível deixar o registo para dador de medula óssea. Tudo na sede da associação com o apoio do Instituto Português do Sangue.

desporto

POR TERRAS DE AL RUTA Largo do Município Arruda dos Vinhos 918 738 770 9h O percurso começa em Arruda dos Vinhos passando pelo jardim do palácio do Morgado, jardim municipal e praça de Touros, Quinta de São Sebastião, forte do Cego, forte da Carvalha onde se consegue avistar Sintra, o Cristo Rei, parte da Arrábida e a lezíria. A inscrição é obrigatória e pode ser feita através da Green Treker.

PASSEIO BTT Bombeiros de Vialonga 926 332 683 9h 10€ - 20€ Passeio de veículos todo o terreno para apoiar os bombeiros de Vialonga. O preço incluiu pequeno almoço, seguro, almoço e lavagem da viatura.

editorial

Vila Franca precisa turistas António Dias*

Ao longo do ano, todas as autarquias, umas mais que outras, promovem eventos de atração de visitantes. São uma forma de trazer dividendos para a terra. Vila Franca de Xira sempre fez esse esforço, apesar de grandes certames ainda pairarem no imaginário saudosista de muitos vilafranquenses, como a feira do melão ou a feira do cavalo. Isso acabou, mas há agora o Cartoon Xira, a Bienal de Fotografia, o Colete Encarnado que enche a cidade de vida, eventos desportivos, como a Corrida das Lezírias e, finalmente, as campanhas gastronómicas do sável e do torricado de bacalhau. Aqui ao lado, em Salvaterra de Magos, decorre, também em março, o festival da enguia. O evento de apresentação que pude acompanhar foi vivo e animador, onde marcaram presença autarcas de concelhos da lezíria e, inclusive, o presidente da Entidade Regional de Turismo do Ribatejo e Alentejo. Houve discursos, o voo de um falcão, música e um almoço para jornalistas, autarcas e empresários. Deu vontade de voltar. Vila Franca de Xira quis inovar e, este ano, foi até Lisboa, ao Welcome Center, apresentar o “Mês do Sável”, precisamente no mesmo dia. Momento que pude também acompanhar. Sentime abismado com a diferença: pouco mais de uma dúzia de elementos autárquicos e um presidente da Entidade Regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo que apareceu por minutos e depressa fugiu, sem, pelo menos, deixar umas palavras de apoio à comitiva presente. Foi constrangedor e desmotivador. António Félix, agora com o pelouro do Turismo, bem que gostava de trazer mais turistas estrangeiros para o concelho. Encolhe os ombros quando lhe pergunto como isso se faz. Ao que o vereador responde: “não podemos fazer tudo sozinhos”. Tendo a concordar. Oiço muitas críticas, lamentos e oposição. Mas vejo pouca ação de privados e esforço das entidades competentes. *jornalista


22 // agenda // março cinema

MATRAQUILHOS Palácio do Morgado Arruda dos Vinhos 263 977 008 15h Projeção do filme de animação sobre Amadeu, o rei dos matraquilhos, que gosta de Laura e tem como grande inimigo um colega de infância que nunca gostou do seu sucesso.

música

WELCOME SPRING Open Bar Alverca 219 593 382 16H 4€ Vem dar as boas vindas à primavera com uma aula de zumba coletiva. Com FilipaeLuís e os Doubleexpression.

segunda :: 19

cinema

ANNIE HALL Auditório da Junta de Freguesia Vila Franca de Xira 15h 263 200 770 Alvy Singer (Woody Allen), um humorista judeu e divorciado que faz análise há quinze anos, acaba por se apaixonar por Annie Hall (Diane Keaton), uma cantora em início de carreira com uma cabeça um pouco complicada. Num curto espaço de tempo eles estão a morar juntos, mas depois de um certo período, crises conjugais começam-se a fazer sentir entre os dois.

sexta :: 23

música

JAM ÀS SEXTAS Fábrica das Palavras Vila Franca de Xira 21h30 263 271 200 Sessões de música gratuitas na biblioteca de Vila Franca abertas à participação de todos os instrumentistas e cantores que queiram partilhar a sua paixão pela música e pelo improviso. Estas sessões têm uma formação residente que será composta por Sertório Calado na bateria, João Sanguinheira no

baixo, Telmo Lopes no piano e Paulo Brissos na guitarra e voz. Estão convidados a participar todos os músicos de todos os estilos e com qualquer instrumento. A banda residente terá ao dispor um set de clássicos de jazz e blues que servirão de base para o improviso mas sempre abertos a qualquer tema fora dessa lista.

sábado :: 24

workshop

DANÇA COM LIVROS Palácio do Morgado 14h Arruda dos Vinhos 263 977 008 Oficina criativa, onde os livros, a leitura, o teatro e a dança se misturam. Para crianças dos seis aos 10 anos de idade.

música

CONCURSO DE BANDAS Sociedade Recreativa de Granja Vialonga 219 730 641 16h30 O Vialonga Em Movimento sempre a introduzir novidades na cultura da freguesia. O VEM organiza, desta feita, o primeiro concurso de bandas.

teatro

QUERO IR P'RÁ ILHA Sociedade Filarmónica Recreio Alverquense Alverca 21h30 910 943 742 Com a chancela das Produções Fora de Cena, “Quero Ir Prá Ilha” pretende homenagear e celebrar os 50 anos de carreira do ator Carlos Areia. Trata-se de uma comédia musical inspirada na revista à portuguesa que promete diversão, gargalhadas e muita música. Para além do homenageado, o elenco é composto por Ana Ferreira, Patrícia Candoso, Paulo Patrício e Rosa Bela Soares.

domingo :: 25

desporto

12 KM SALVATERRA Praça Município Salvaterra

de Magos 9h 213 616 160 Corrida que já vai na 18ª edição. Apadrinhada pela atleta Ercília Machado. A inscrição é obrigatória.

TROFÉU MICRO RC Grupo Desportivo e Cultural Loja Nova 263 276 165 Este ano, o Portugal Micro Rc e o Grupo Desportivo da Loja Nova estão a trabalhar para apresentarem várias actividades de radio modelismo automóvel. Com o apoio da União de Freguesias da Castanheira e Cachoeiras realiza-se, hoje, a segunda prova do 2º Troféu Portugal Micro Rc. O troféu será para carros eléctricos modelo buggy e short courses escala 1/14 na categoria de todo o terreno.

cinema

CANTAR Fábrica das Palavras Vila Franca de Xira 263 271 200 11h É hora de afinar as cordas vocais e Cantar. Cantar é um filme de animação dos mesmos criadores de Gru Maldisposto e d’ A Vida Secreta dos nossos Bichos. Cantar é uma recriação de um concurso de talentos tal como os que se veem na televisão, mas com animais.

segunda :: 26

KRAMER CONTRA KRAMER Auditório da Junta de Freguesia Vila Franca de Xira 263 200 770 15h Ted Kramer (Dustin Hoffman) é um profissional para quem o trabalho vem antes da família. Joanna (Meryl Streep), sua mulher, não pode mais suportar esta situação e sai de casa, deixando Billy (Justin Henry), o filho do casal. Quando Ted consegue finalmente ajustar seu trabalho às novas responsabilidades, Joanna reaparece exigindo a guarda da criança. Ted não aceita e os dois vão para o tribunal lutar pela custódia do garoto. 30

sexta :: 30

desporto

XIRA BASKET Pavilhão da União Desportiva Vilafranquense Vila Franca de Xira 263 284 724 9h30 A 28ª edição deste bem conhecido campeonato que irá juntar várias equipas de todo o país.

música

ANIVERSÁRIO DOS DEE JOKERS LIVE Bar Apogma Alverca 916 567 858 Aniversário da vocalista da banda de Alverca num dos locais mais emblemáticos da cidade.

continuam ::

MOLDURAS DE UM CONCELHO Museu Municipal Vila Franca de Xira 263 280 350 Vila Franca de Xira nos anos 40 e 50 do séc XX. Imagens que nos transportam para outra época 3.ª feira a domingo 9h30-12h30 e 14h00-17h30

RUA DO GRILO Palácio do Infantado Samora Correia 263 519 600 Ainda há quem lhe chame a rua da Associação Comercial de Lisboa. Mas para muitos será sempre a Rua do Grilo. Era a mais emblemática artéria de Samora Correia que depois do terramoto de 1755 foi renomeada. Objetos e espaços desse tempo para ver até maio, das 9h às 17h.

CARTOON XIRA Celeiro da Patriarcal Mais uma edição deste conceituado certame de desenho e caricatura até julho.

A lista completa e atualizada em revistagira.com. Vê os nossos roteiros culturais em vídeo no facebook e fica a saber o que podes fazer no fim de semana. Às terças às 20h.


24 // entrevista // marรงo


25

antónio oliveira

É INEVITÁVEL que a água fique mais cara António Oliveira é o presidente dos Serviços Municipalizados de Águas e Saneamento (SMAS) de Vila Franca de Xira. Num ano em que a seca voltou a preocupar o país, o responsável traça um cenário preocupante para o futuro deste bem precioso. Assegura que durante o seu mandato e com o atual executivo camarário, a água será sempre pública e “haverá um constante esforço de manter os preços baixos”. Porém, tendo em conta “os ciclos climáticos que se verificam, forçosamente os custos serão aplicados ao consumidor”. Quanto tempo levará isso a acontecer? Ninguém sabe. O responsável diz que ambas as partes precisam de cumprir os seus deveres: “os SMAS devem reduzir as perdas e os gastos supérfluos” e o cliente tem que “começar a poupar mais”. Tudo revelado numa conversa conduzida pelo António Dias.


26 // entrevista // março A 22 de março assinala-se o Dia Mundial da Água. Tem algo especial marcado para este dia? Sim. À semelhança do que tem vindo a acontecer nos últimos seis anos, queremos marcar a data com a devida importância que tem. E, mais uma vez, iremo-nos focar nas gerações mais novas. Convidámos todos os estudantes dos vários agrupamentos escolares do concelho de Vila Fraca de Xira a visitar o nosso reservatório na Póvoa de Santa Iria, inaugurado em 2016, dotado da última tecnologia, e onde os jovens poderão conhecer como se processa a recolha, tratamento e distribuição da água pública.

O ano passado lançaram a APP myAqua. Como está a iniciativa? Foi uma agradável surpresa. Temos cerca de quatro mil acessos mensais. Os clientes reagiram muito bem à aplicação móvel e já há muita gente que a usa para as coisas mais comuns como dar a leitura, ver o estado da sua conta ou apresentar uma reclamação.

especializada na deteção e correção de falhas na rede. É um projeto líder a nível nacional e estamos muito orgulhosos do trabalho concretizado. Temos uma média de 18% de desperdício de água nos nossos sistemas, enquanto a média nacional ultrapassa os 30%. Este é um problema que, dada a dimensão da operação, existirá sempre e terá que ser acompanhado continuamente. Por outro lado, e seguindo até uma diretiva nacional, reduzimos o tempo de funcionamento das fontes ornamentais. Apesar de que, e para quem não sabe, todas elas funcionam em circuito fechado. Ou seja, a água que o cidadão vê correr é a mesma que é recolhida e usada novamente. Só é reposta, uma vez por mês, e em circunstâncias especiais. Mas é um efeito psicológico que se revela na população preocupada com o esbanjamento e que compreendemos.

Eu termino, todos os dias, uma refeição com um copo de água da torneira

A seca preocupa-o? Seria irresponsável dizer que não. No entanto, a nossa inquietude deve-se traduzir em factos e comportamentos. No ano passado, por exemplo, quase como mau presságio, o tema das nossas comemorações no Dia Mundial da Água, na Fábrica das Palavras, foram a luta contra as perdas. É nisso que estamos a trabalhar e a investir. Em 2017 adquirimos viaturas com um equipa

Não serão todas essas medidas pequenas para a dimensão do problema? É provável. Mas também está na consciência privada de cada um mudar comportamentos. Basta que se pense, por exemplo, no ato de tomar um duche. Um metro cúbico de água são mil litros. Ter a água a correr durante o banho, cerca de cinco minutos, significa um gasto de perto de 500 a 700 litros. É complicado poupar assim. E isso reflete-se na fatura.

Não serão as taxas o maior problema? É um mal do qual nos queixamos. Porque tudo aquilo que o Estado nos cobra tem que ser aplicado ao consumidor final. Perto de 70% da conta


27 são impostos de diversas rubricas que temos de entregar. Servimos meramente de transmissão: aplicamos os impostos que recolhemos e, depois, entregamos.

Mas a escassez de água não irá tornar a fatura mais elevada? É inevitável que isso aconteça. Tendo em conta os ciclos climáticos que se estão a verificar é natural, com tristeza de todos nós, que o valor unitário do metro cúbico tenha que aumentar. Sabemos que há um esforço governamental para que isso não aconteça. No entanto, para já, o maior problema são os custos indiretos. É inconcebível que em 2018 um bem público como este seja taxado a 23% de IVA. Temos 172 trabalhadores ao nosso cargo, um sistema de funcionamento pesado e a nossa função é vender água e o tratar todo o saneamento. É preciso que haja lucro para que, depois, se possam fazer investimentos.

O público parece-lhe consciente do problema? Não. Mas o sistema vai obrigar a mudar comportamentos.

A privatização está no horizonte? Atualmente há uma deliberação dentro do executivo camarário que defende que a água deve ser um bem público. Contudo, provavelmente caminharemos para a entrada de capital privado. Como, aliás, se viu nos resíduos. Ambos os setores caminham em paralelo. Mas, para já, mantemos a nossa questão de princípio de que a água deve existir no domínio público.

A Câmara de Vila Franca de Xira mantém-se isolada na região. O que intriga muita gente. Mas os números falam por nós. Os nossos orçamentos rondam os 19 a 20 milhões de euros por ano. Não temos quaisquer dívidas à banca e conseguimos, no final de cada exercício, ter o

opinião

Salvar o Tejo é salvar pessoas Maria da Luz Rosinha*

Impõe-se voltar a escrever sobre o Tejo. Desde logo pelo choque que, desde o governo, passando por deputados, autarcas das zonas afetadas, associações ambientalistas, terminando nas populações, sentimos com os acontecimentos do passado dia 24 de janeiro. Fomos confrontados com um verdadeiro ataque ambiental e assistimos a uma tomada de atitude por parte do executivo governamental que correspondeu a um verdadeiro murro na mesa. O basta foi dito em voz alta e acompanhado de um conjunto de decisões imediatas que também a muito curto prazo permitiram começar a ver os sinais de recuperação refletidos na melhoria de qualidade da água e na limpeza do rio. O Tejo, pela sua importância, é congregador de muitos interesses que nos acompanharam ao longo da história e, por isso mesmo, nestes momentos, em que a tomada de decisões se impõe, foi relevante assistir à decisão da obrigação de redução para cinquenta por cento da produção por parte de uma das empresas na área da celulose, que mais dúvidas tem levantado em relação à observação e cumprimento da responsabilidade ambiental que lhe cabe. Embora se saiba que incidentes como o que agora teve lugar não são novos, a verdade é que todos esperamos que finalmente se apurem responsabilidades. Embora se respeite a decisão do Ministério Público de ter colocado em segredo de justiça o inquérito à poluição do rio Tejo, os resultados das análises, até por razões de saúde pública, deverão ser conhecidos. Este curso de água, o maior que atravessa o país, tem uma importância que ultrapassa a esfera ambiental. É muito relevante a questão económica, desde logo por ser uma fonte de rendimento de tanta gente, como a que se dedica às atividades piscatórias. Não queremos perder nada do que o rio nos dá e mais queremos potenciá-lo em todas as suas vertentes. Salvaguardar e proteger o Tejo, significa muito mais do que simplesmente isso. Significa também salvar as pessoas. *deputada do PS no Parlamento


28 // entrevista // março saúde

A água é essencial para viver Sónia Teles*

A ONU designou, em 1993, o dia 22 de março como o Dia Mundial da Água. Este dia tem como finalidade chamar a atenção para a necessidade de preservar e poupar este recurso tão valioso. Em anos de seca como os que temos vivido é urgente refletir sobre a correta utilização deste bem precioso. O corpo humano é constituído, maioritariamente, por água. Este elemento é essencial à vida porque serve de veículo de transporte aos nutrientes, intervém no metabolismo sendo fundamental para o bom funcionamento dos órgãos, regula a temperatura corporal e ajuda a controlar o peso corporal. Em 2016 foram publicados os resultados de um estudo realizado nos EUA que chegou à conclusão que quem consome mais água ingere menos calorias, menos sal, menos açúcar e menos gorduras saturadas. As autoridades de saúde consideram-na tão importante que a água figura, atualmente, no centro da roda dos alimentos. Como tal, o consumo de água deve ser estimulado e facilitado em todos os ambientes como, por exemplo, os locais de trabalho e escolas. Quando há uma deficiente ingestão de água pode-se chegar a uma situação clínica de desidratação. Sendo uma situação médica mais frequente no tempo quente, pode ocorrer em qualquer altura. Os sintomas de desidratação são sede, sensação de boca seca, diminuição da elasticidade da pele, diminuição de produção urinária, dores de cabeça, cansaço, dificuldade de concentração e alterações da memória. A população idosa deve ter mais atenção às necessidades de hidratação uma vez que a capacidade de controlar o equilíbrio hídrico através do mecanismo da sede diminui com o avançar da idade. Não se esqueça de beber água. Todos os dias. *farmacêutica na Farmácia Moderna

suficiente para reinvestir no sistema. Estamos a fechar as contas de 2017 e o cenário positivo de 2016 mantém-se.

Então o que incomoda mais? A burocacria e as taxas. São uma dor de cabeça. Compreende-se que o governo necessite de encontrar receitas mas elas não devem ser conseguidas à custa do munícipe. Estamos a falar de um bem de primeira necessidade e que deve ser de acesso público. Compreendo que, no tratamento do saneamento, sejam incutidos os custos dos investimentos nas estações de tratamento das águas. Hoje a nossa frente ribeirinha de 23 quilómetros é bem diferente daquela que existia há 20 anos. Contudo, a água deveria ter menos impostos. É uma insatisfação que já dei a entender à tutela. Porque, assim, torna-se complicado fazer mais investimentos e até contratar pessoal.

Muita gente ainda duvida da qualidade da água da torneira. É um mito. Eu termino sempre uma refeição com um copo de água da torneira. Em 2017, à semelhança do que tinha acontecido em 2014, ganhámos o selo de qualidade exemplar de água para consumo humano, atribuído pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos. Portanto, quem duvida deve provar primeiro e depois pode tirar as suas conclusões. Em breve iremos também arrancar com as obras no nosso laboratório, abrindo os serviços de análise ao mercado nacional e daí tirar rendimentos.

Assumiu o cargo de vice-presidente da Câmara de Vila Franca. Sonha um dia ser presidente? Para já, preocupo-me com o dia de hoje. Posso lhe dizer que vim para a autarquia por um ano e já lá vão quase 13. O futuro é uma incógnita. Podes ver, durante o mês de março, a entrevista em vídeo no sítio da gira na internet e na página de facebook


30 // reportagem // março

8 de março

O SÉCULO mulheres das

O sexo feminino conquistou o poder. Talvez ainda falte um longo caminho para percorrer, mas as portas estão abertas. "Basta esforço, dedicação e lutar pelos sonhos", como defende uma das intervenientes do texto que se segue. Desde os movimentos #metoo e #timesup nos EUA, até aos blockbusters como a Mulher Maravilha, passando pelas bloggers portuguesas, terminando em projetos como a Capazes, elas estão, aos poucos, a marcar posição e a sair do casulo. Falámos com algumas mulheres de sucesso da região em diversas áreas. Todas exemplos a seguir. por António Dias


31

Carolina Santiago ĂŠ uma estudande de jornalismo e autora do blogue The Heaven Rose. Tem mais de 10 mil seguidores no instagram

as mulheres sĂŁo { elegantes }


32 // reportagem // março

as mulheres são { fortes }

Maria Lobo é campeã europeia de muay thai e vive só do desporto. Um exemplo de como o corpo feminino está preparado para lutar


33 Metade do planeta é ocupado por mulheres. Em tanto, há movimentos, como o caso do projeto alguns países elas até são em maior número. Capazes, criado por Rita Ferro Rodrigues, que "Porque será que ganhamos tão pouco e conticresceram também no mundo virtual e acabam nuamos a ser exploradas?", questiona-se uma por ser o rastilho para a exposição de problemas atriz num programa de televisão. Nicole Kidman graves. Vila Franca de Xira, curiosamente, foi expressa a raiva que cada vez mais cidadãs senfundada por uma mulher. "A vila teve foral assitem no âmago. Resultado de séculos de subjunado, em 1212, por Dona Fruilhe Ermiges de gação e uma educação religiosa que sempre Ribadouro", revela David Fernandes, apaixoreprimiu o papel do sexo feminino. Curiosanado por História e cronista na revista gira (ver mente são elas que enchem os templos relipágina 6). O também técnico superior na Junta giosos. Contudo, a industrialização forçou as de Freguesia de Vila Franca não esconde o mães a irem para as orgulho. "Foi a minha fábricas e depois foram 22ª avó e um caso raro. as guerras que, Não só por ser mulher primeiro, levaram ramas também porque foi parigas a ajudar na das poucas pessoas que, frente de batalha; e, em fora da família real, emisegundo lugar, as LINHAS DE APOIO tiu um foral". De Vila deixaram viúvas. Franca de Xira têm Foram milhões que União de Mulheres Alternativa e Resposta surgido grandes talentos. reavaliaram o seu papel A UMAR é hoje uma associação que se Leonor Teles, realizadora na sociedade. A comu- reclama de um feminismo comprometido so- de Balada de um Banicação social e o pro- cialmente, empenhada em despertar a contráquio, conquistou gresso do final do sciência feminista na sociedade portuguesa. prémios internacionais; século XX fizeram o "Maria da Luz Rosinha T: 212 942 198 resto. Atribuiu-se o difoi a primeira presidente reito ao voto e ela gade Câmara Municipal e nhou poder no seio da Mulher Século XXI tinha sido, logo após o 25 família, através de al- Associação de Desenvolvimento e Apoio às de Abril, a primeira do terações legislativas que Mulheres é uma Organização Não Governaconcelho a ser deputada", romperam com a co- mental dos Direitos das Mulheres, constituída como lembra o estorimunidade patriarcal. O em 2001, sediada em Leiria. ador. século XXI trouxe a in- T: 244 821 728 O passado é animador e 964 854 462 ternet e o crime ficou o presente auspicioso. exposto: os salários inNuma sala de um edifício feriores, o assédio se- Serviço de Informação histórico de Lisboa, Filipa xual, o pisar de direitos. às Vítimas de Violência Doméstica Range organiza uma Os norte-americanos, Serviço governamental, que funciona todo o mesa com frutas, nisso, fazem tudo com ano. Confidencial e gratuito. legumes e alguns condipompa e circunstância T: 800 202 148. mentos que irá usar e é de lá que brotam os numa workshop de comida vegan. Em 2013, cansada do mundo fimovimentos alicerçados nas redes sociais que nanceiro em que estava empregada, decidiu difundem casos de agressões e exploração que criar um blogue. Desde então, o Cozinha Verde motivam manifestações globais. Durante déganhou 32 mil seguidores no facebook e oito mil cadas, os estúdios de cinema e televisão reno instagram. No início deste ano, lançou o seu cusaram conceder primazia ao papel de primeiro livro. "É uma forma de passar inforheroínas, por receio de fracasso comercial. Em mação e receitas sobre o veganismo, como 2017 a Mulher Maravilha chegou ao cinema e forma de desmistificar os conceitos em torno foi um sucesso esmagador. A caixa de pandora desta opção gastronómica", revela a vilafranfoi aberta. quense. O mundo virtual permitiu-lhe dar a Em Portugal o cenário é mais comedido. No en-

>>


34 // passeio // março conhecer as suas ideias de uma forma imediata. poração que esteve à beira da rutura, uma Tem sido aí, aliás, que muita gente vai encon- família com dois filhos e projetos de engenharia trando o seu público. Carolina Santiago tem 21 em segurança contra incêndios. "Estou a acabar anos de idade, mora em Samora Correia, e é já os contratos que assumi antes de aqui entrar uma blogger que conhece como as palmas das mas não aceitarei mais algum porque simplessuas mãos os meandros da moda e das celebri- mente falta-me tempo", desabafa. No entanto, dades. "A minha mãe tinha uma loja em Vila encara tudo com um enorme sorriso no rosto. Franca de Xira e eu passava lá muito tempo de- "Admito que tenha sido alvo de alguma desconpois das aulas. Um dia, há cerca de seis anos, de- fiança no passado", revela a responsável. cidi ocupar as minhas horas livres criando um Primeiro no curso de informática, mundo muito blogue". Assim nasceu dominado pelos homens o The Heaven Rose, e, depois, nos bombeiros. uma página de beleza, "Nos anos de 1990, moda, viagens e quando cheguei à corpolifestyle. Primeiro com ração de Coruche para um fotos até ao pescoço, trabalho de final de curso, escondendo a sua o quartel nem sequer identidade, e à medida tinha formação para muque o sucesso cresceu lheres. Fui eu que insisti foi revelando a sua faque se criasse a recruta esceta de comunicadora. pecífica para o sexo femi"Adoro o que faço e nino", recorda. Hoje é a hoje congratulo-me primeira comandante de com o impacto que um posto de bombeiros tenho na vida de outras no distrito de Santarém. pessoas. Recebo imenCuriosamente, em Alhansas mensagens de endra, Carmelita Caetano corajamento e é muito assume um estatuto interessante ter fãs. semelhante no distrito de Tem sido um percurso Lisboa (a operacional fascinante", afiança a mostrou-se indisponível estudante de jornapara uma entrevista, apelismo. A sua conta de sar de várias tentativas instagram é seguida para o efeito). Em Vila por mais de 10 mil utiFranca de Xira, também a lizadores, o suficiente Rita Pea, escritora azambujense PSP é liderada por uma para ser contactada mulher, a intendente por marcas e receber Catarina Franco. "Tudo diversos convites para estar presente em todo o isto deita por terra a teoria de que as mulheres tipo de eventos. "O meu quarto está cheio de são fracas", defende a comandante natural de produtos que me enviam", revela. Sentada num Coruche. "No início, alguns homens desconfibanco em frente ao Palácio do Infantado, a avam que seríamos incapazes de estar à altura jovem de voz calma e aspeto doce, admite que o deles. Mas, passados todos estes anos, cá establogue já é um "fonte de rendimento", ainda que mos, sem problemas", congratula-se. residual. "Tudo o que consegui foi graças ao meu Dentro de um dos ringues do ginásio Iron Fitesforço", insiste. ness, no Forte da Casa, Maria Lobo solta autênSão palavras que fazem eco no discurso de Lur- ticos gritos de guerra enquanto treina ao lado do des Fonseca, comandante dos bombeiros de Sal- seu namorado. A campeã europeia de muay thai vaterra de Magos. Com 41 anos de idade, esta tem conquistado diversos títulos, "inclusive foi a gestora de sistemas informáticos foi parar aos primeira mulher portuguesa da modalidade a soldados da paz por acaso e hoje gere uma cor- estar presente nos World Games, na Polónia, no

A ideia de mulheres formatas de uma certa maneira, com um corpo e medidas específicas, entre outros conceitos. Está tudo errado.


35

as mulheres são { destemidas }

Catarina do Vale, vereadora da Câmara Municipal de Benavente, é psicóloga de formação, e diz termer os números de agressões no namoro que ainda persistem e que colocam em causa o papel da mulher na sociedade


36 // passeio // março

as mulheres são { voluntárias }

Fernanda Bexiga é uma voluntária de Arruda dos Vinhos que toda a gente conhece pela sua bondade e entrega à comunidade


37 ano passado", aponta, com orgulho, o companheiro. A vilafranquense sorri mas segreda mais tarde: "nem são estes títulos que me dão gozo. O muay thai é como o boxe: temos campeonatos regionais, nacionais e mundiais, mas são as galas que nos dão pica. Porque é nessas provas que combatemos as melhores atletas a nível mundial por um determinado cachet. E eu tenho o prazer de admitir que já derrotei uma série de nomes", diz em jeito brincalhão. O percurso de Maria Lobo foi desenhado na infância. "Os meus pais colocaram-me no judo porque tinham receio que pudesse ser vítima de bullying na escola. Por isso, queriam que eu aprendesse técnicas de defesa pessoal". Deixou o judo ao fim de alguns anos por "achar a modalidade demasiada chata" e optou pelo muay thai que considerava "mais desafiante". Atualmente, a atleta consegue viver só do desporto. "Pode parecer incrível mas é possível. É claro que é preciso treinar todos os dias e nunca desistir", avisa. Conselho que a comandante dos bombeiros de Salvaterra assina por baixo: "é necessário esforço, dedicação e lutar pelos sonhos". Um sacrifício que tem de ser suplementar, já que "acumulamos a profissão e as responsabilidades em casa", queixa-se Fernanda Bexiga, responsável no Clube Recreativo Desportivo Arrudense (CRDA). Do alto dos seus 69 anos, a também fundadora do restaurante O Barril, na estrada entre Vila Franca e Arruda, não se desmotiva. É voluntária de causas sociais e apoiante de diversas iniciativas que mexem com o concelho de Arruda dos Vinhos. "Houve uma altura da minha vida que quis mudar de ares. Trabalhava muito e a minha filha

opinião

Lei da paridade, um mal necessário Carlota de Pina*

A ideia do Dia da Mulher surgiu em finais do século XIX e início do século XX, em dois continentes divididos por um grande oceano Atlântico: os continentes americano e europeu, que partilharam momentos de lutas femininas por melhores condições de vida, de trabalho e de direito ao voto. As primeiras celebrações ocorreram a partir de 1909, nos Estados Unidos da América, e propagaram-se pela Europa nos anos seguintes. Mas foi apenas em 1975 que a ONU reconheceu o 8 de março como o Dia Internacional da Mulher. O objetivo era lembrar as conquistas sociais, políticas e económicas do sexo feminino, independente de divisões nacionais, étnicas, linguísticas, culturais, económicas ou políticas. Em 2008 a ONU dinamizou esta data com o lançamento da campanha “As Mulheres Fazem a Notícia”, destinada a estimular a igualdade de género na comunicação social mundial. Em Portugal, as mulheres têm vindo a ocupar cada vez mais cargos de responsabilidade em várias áreas que estavam maioritariamente destinadas a homens. Mas, infelizmente, alguns cargos ainda se regem por quotas e a política é uma delas. A questão da participação das mulheres na política apenas conheceu um avanço legislativo significativo em Portugal, em 2006, com a designada “lei da paridade” (lei orgânica 3/2006 de 21 de agosto), que vincula uma representação de pelo menos 33% de ambos os sexos nas listas eleitorais para a Assembleia da República, para o Parlamento Europeu e para as autarquias. Em junho de 2017 foi aprovada na Assembleia da República a lei das quotas de género para as empresas. Ou seja, a partir de 2018, 33,3% dos conselhos de administração e órgãos de fiscalização de empresas públicas terão de ser ocupados por mulheres. Nas empresas cotadas, o mínimo é de 20% e sobe para os 33,3% em 2020. É um mal necessário pois do meu ponto de vista o que deveria prevalecer é a meritocracia. Tanto em Portugal como a nível mundial ainda há muito para fazer e, na maioria dos casos, não é a lei da paridade mas sim, um mundo justo para homens, mulheres e crianças que deveria existir. É esse o legado que temos de deixar para os nossos filhos e netos. *autarca do PSD em Alverca


38 // reportagem // março alimentação

Mexa-se, pela sua saúde Paula Martins*

Que o exercício físico nos faz bem, já todos sabemos. No entanto, do saber à ação vai ainda um grande caminho. Concluiu-se que, em Portugal, apenas quatro em cada dez adultos faz (ou já fez) exercício físico diário. Desde 2016 que está em vigor a Estratégia Nacional para a Promoção da Atividade Física, da Saúde e do Bem-Estar, promovida pela Direção Geral de Saúde. Este programa (a funcionar até 2025) visa aumentar a prática de atividade física, combatendo o sedentarismo dos portugueses através de pequenos gestos. De acordo com o documento, dedicando dez minutos do nosso dia a esta prática, conseguiremos reduzir a prevalência de algumas doenças crónicas. Muitos são os estudos que fazem uma clara relação entre a inatividade física dos indivíduos e a ocorrência de doenças. São dados da Organização Mundial de Saúde que um milhão de pessoas morre, por ano, na Europa, com doenças relacionadas com o sedentarismo. Esta medida da tutela vem dar resposta à situação que se verifica atualmente, com o objetivo de promover uma maior longevidade e qualidade de vida dos portugueses, o que se refletirá em poupança de custos na área da saúde, assim como uma maior assiduidade e produtividade da população ativa. A responsabilidade de promoção da atividade física deve também ser atribuída aos municípios, pela criação de ambientes e condições propícias à realização da mesma; aos profissionais de saúde, que devem alertar e consciencializar os seus utentes dos benefícios de uma vida fisicamente ativa; e às empresas, que devem ter noção que a produtividade dos seus colaboradores será tanto maior quanto mais saudáveis estes se encontrarem. Também o seu nutricionista o poderá ajudar nesta mudança de atitude, recomendando-lhe que exercícios poderá fazer, que espaços utilizar, com que frequência ou intensidade o deverá fazer, tendo em conta a sua idade, condição física e estado de saúde. Informe-se! *nutricionista e autora do blogue Nutrisaber

começou a tomar conta do negócio. Fiquei com tempo livre e fazia parte do CRDA. Por isso, comecei a dedicar-me mais à comunidade. Num acaso decidi organizar o carnaval e foi assim que tudo começou", recorda. Atualmente, é uma das figuras mais acarinhadas naquele município, estando disponível para os outros e organizando todo o tipo de eventos, como as marchas populares. A empresária serve de exemplo e incentivo a outras pessoas. "Estou sempre a dar esperança e força. Às vezes, quando as pessoas se queixam, vou sempre por trás para cortar com o discurso mais negativo. Caso contrário, cai-se na depressão e isso não pode ser", defende. E é fácil cair num poço sem fundo. Rita Pea é uma escritora de Azambuja. Aos 31 anos e com peso a mais a autora teme que as mulheres possam ser alvos de mensagens perigosas. "A ideia do peso ideal, de mulheres formatas de uma certa maneira, com um corpo e medidas específicas, entre outros conceitos. Está tudo errado". A azambujense vai entrar num processo de dieta mas "apenas por questões de saúde. Tenho muito orgulho no meu aspeto", assevera. Residente em Aveiras de Cima, Rita Pea tem já um livro editado, Nu Avesso das Palavras, e prepara-se para lançar outra obra ainda este ano. Reconhece que a profissão ainda não lhe permite ter uma vida independente mas que é "uma apaixonada pela escrita. É uma forma de deitar cá para fora as minhas experiências de vida e, com isso, servir de inspiração a outras mulheres que passam pelo mesmo que eu", explica. Hoje em dia, também as miúdas mais "redondas" como se autodescreve Rita Pea, ganharam presença nas passereles mundiais. Os estilistas estão mais conscientes das diversas formas do corpo humano e passou a


39

as mulheres são { positivas }

Lurdes Fonseca é uma bombeira, mãe, lutadora, formadora e um ser humano sempre disponível a puxar pela moral dos seus colegas de trabalho


40 // reportagem // marรงo

as mulheres sรฃo { criativas }

Filipa Range tem um blogue de comida vegan desde 2013, o Cozinha Verde, e lanรงou este ano um livro


41 ser obrigatório pensar para todo o tipo de público. Uma manequim esquelética é agora persona non grata. Tem sido assim, história após história, caso após caso, passo a passo, com mais ou menos sucesso, que o sexo feminino se emancipou. "Mas ainda há muitos problemas para resolver", avisa Catarina do Vale, vereadora da Câmara Municipal de Benavente e psicóloga de formação. "Nunca fui discriminada ao longo da minha carreira mas sei que os casos existem, sobretudo os maus tratos no namoro e no casamento. Inclusive estão a aumentar entre os jovens o que é preocupante", lamenta. A responsável chegou à política "fruto do acaso" mas hoje gere vários pelouros, entre eles a Ação Social e o Turismo; é presidente do Centro de Recuperação Infantil de Benavente (CRIB) e tornou-se, em 2017, na primeira mulher a fazer parte do conselho de administração da empresa intermunicipal Águas do Ribatejo. "Tem sido muito bom este reconhecimento", assume com satisfação. Existem algumas sociedades matriarcais em selvas perdidas no meio de África. São casos raros. Há quem acredite que, no passado, a mulher era tida com uma deusa na terra. Achados arqueológicos apontam nesse sentido. Há quem culpe a bíblia e o corão da mudança. Nawal El Saadawi, de 77 anos, é uma conhecida ativista egípcia que luta contra o uso de véus entre ou-tras regras. "As mulheres sempre foram oprimidas pelas religiões", critica num dos seus livros. Talvez seja a queda da sociedade secular que está também a abrir novos horizontes. Seja qual for o motivo, o certo é que este é um século diferente. É uma nova era, onde as mulheres também mandam e se impõem. E apesar dos crimes que ainda acontecem entre as quatro paredes, há agora uma sociedade mais alerta, preparada para a luta.

Ao longo do mês iremos divulgar excertos destas entrevistas no sítio da internet e facebook da gira

psicologia

Sorria, pela sua felicidade Guida Alves*

A felicidade torna as pessoas mais sociáveis e altruístas, amplifica o seu amor por elas mesmas e pelos outros, aperfeiçoa a sua competência de resolver conflitos e fortalece-lhes o sistema imunitário. O efeito cumulativo significa que as pessoas com relacionamentos mais satisfatórios e bem sucedidos encontram carreiras particularmente de sucesso, e vivem vidas mais longas e saudáveis. Não admira que cada um de nós procure a felicidade, face aos benefícios emocionais e palpáveis que a alegria nos proporciona. Um estudo de uma universidade americana diz que cerca de 50% do sentimento geral de felicidade é determinado geneticamente e por isso não pode ser alterado. Cerca de 10% deve-se às conjunturas gerais (nível educacional, rendimento, estado civil, entre outras) que são difíceis de alterar. Contudo ficamos a saber que os restantes 40% dependem do comportamento do dia a dia e da forma como pensa sobre si e sobre os outros. Como não existem duas pessoas iguais, o que faz a si feliz não necessariamente faz outra pessoa ontente. Mesmo assim, ao que tudo indica, algumas coisas estão mais frequentemente associadas à felicidade. Por exemplo, a verdadeira satisfação está relacionada a encontrar contentamento, evitar a inveja, cultivar amor pelos outros e desenvolver resiliência mental e emocional. Não há receitas infalíveis, mas há comportamentos que potencializam a felicidade. Por isso vá jantar fora. Vá a um concerto, ao cinema ou ao teatro. Vá de férias, ou tire uns dias para ir àquele lugar que anda a pensar há tanto tempo. Faça novas experiencias, românticas, radicais com amigos e com a família. Empenhe-se verdadeiramente em experiências que realmente apresentam um bom retorno para o dinheiro que investe. Como disse Aristóteles, a felicidade depende de nós mesmos. As pessoas sorriem quando estão felizes mas também se sentem felizes quando sorriem. O efeito até funciona, quer as pessoas tenham ou não consciência do sorriso. Então sugerese que, se quer saber como ser feliz, comporte-se como uma pessoa feliz. *psicóloga clínica na clínica Lusoxyra


42 // passeio // março

O chef Luís Machado prepara sável frito com açorda de ovas no Welcome Center, em Lisboa, perante convidados da Câmara de Vila Franca de Xira


43

PEIXE DO RIO procura lugar à mesa

Está aberta a época à pesca. Sável, enguias e lampreias inundam os rios portugueses.Meio de sobrevivência das comunidades avieiras no Tejo, foram adotadas em campanhas gastronómicas de atração turística. Em Vila Franca de Xira há sável e em Salvaterra de Magos a enguia. Dezenas de restaurantes aderiram às iniciativas das respetivas autarquias. Março promete ser um mês de restaurantes cheios. Faz já a tua reserva!


44 // passeio // março Gastronomia, artesanato, visitas guiadas, desporto, passeios de barco no Tejo, exposições, entre muitas outras iniciativas. Vila Franca de Xira e Salvaterra de Magos promovem, durante o mês de março, a gastronomia em duas iniciativas distintas mas que se complementam. Ambas apelam aos sentidos e promovem o melhor da região. O intuito, claro, é trazer turistas, visitantes e encher restaurantes. "O ano passado tivemos cerca de oito mil refeições, num número que tem subido nos últimos anos", assegura António Félix, responsável pelo Turismo da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira. A autarquia promove, juntamente com 27 restaurantes do concelho, o sável que será vendido sobretudo frito, acompanhado com açorda de

O vinho da quinta da Subserra, Encostas de Xira, tem sido promovido pela autarquia vilafranquense

ovas. Mas há diversas receitas com este peixe do rio. "Vila Franca de Xira tem a vantagem de se situar a escassos 20 minutos de Lisboa e aquilo que pretendemos é que os visitantes possam conjugar o prazer de saborear uma boa refeição com outras oportunidades culturais e de lazer", esclare o vereador. O programa e lista de restaurantes está disponível no sítio www.cm-vfxira.pt. A maioria dos visitantes continua, no entanto, a ser portuguesa. O responsável pelo pelouro do Turismo assegura que a autarquia "faz o esforço de captar turistas estrangeiros" mas que a responsabilidade é, sobretudo, "da Entidade Regional de Turismo de Lisboa e dos operadores privados". Este ano, a apresentação oficial da campanha do sável decorreu no Welcome Center, em Lisboa, já com esse intuito. Além dos

restaurantes há atividades paralelas a decorrer que são bons motivos para visitar o concelho, como visitas guiadas, passeios a cavalo, provas de vinhos, entre outras. Na margem sul o cenário é idêntico. "O Mês da Enguia é uma iniciativa que mobiliza todos e junta à sua volta as forças vivas que dão corpo e identidade a este concelho e que permitem a promoção das nossas tradições, dos nossos usos e costumes, daquilo que nos diferencia e nos torna únicos”, defende Hélder Esménio, presidente da autarquia salvaterrense. “Os 21 restaurantes, número nunca antes alcançado, voltam a ser a principal sala de visita para os milhares de pessoas que vão rumar à região". Paralelamente, o edil revela que o município "tem procuApresentação do Mês da Enguia no edifício do Cais da Vala, em Salvaterra de Magos

rado criar mais produto em torno da gastronomia, fazendo com que, quem nos visita, permaneça mais tempo por cá. Um dos pilares dessa promoção é a nossa Feira de Artesanato que este ano, pela primeira vez, atinge uma dimensão nacional". O certame vai funcionar às sextas, sábados e domingos e contará com cerca de uma centena de expositores de artesanato e de produtos tradicionais de âmbito local, regional e agora também nacional. A feira terá ainda uma vasta programação que passa pela dança, teatro, folclore, marionetas, espetáculos musicais, demonstração de atividades desportivas, stand up comedy, marchas populares, entre outros. Toda a programação e lista de restaurantes está disponível no sítio da Câmara de Salvaterra em www.cm-salvaterrademagos.pt


Alice Clemente tomou conta da Tasca da Vila em março de 2017. Faz um ano que o espaço emblemático de Vila Franca de Xira passou a ter um novo rumo onde a qualidade impera. Há também lugar para a inovação, com pratos vegetarianos diários, numa iniciativa única na cidade. Além do sável, há também enguias, lambreias, a melhor carne da região, simpatia e um cozinheiro com décadas de experiência. Passe por cá. Temos o sabor da sua terra.

tasca da vila sabor da terra

Março, Mês do Sável

restaurante

aderente

sável frito com açorda de ovas pelo chef Eduardo

Rua Luís de Camões, 18, Vila Franca de Xira T: 966 273 582


46 // animais // março

Os direitos dos animais em debate em Vila Franca Daniel Gonçalves*

As crianças deveriam ter aulas de respeito pelos animais no ensino básico. Quem o defende é o Observatório Nacional para a Defesa dos Animais e Interesses Difusos (ONDAID). Esta é uma associação que tem como objeto a proteção jurídica dos animais e a defesa do seu bem estar, através da promoção da eficácia da justiça e do direito e da sensibilização do poder público e político e que quer também ver a lei cumprida. A entidade considerou recentemente ser necessário aplicar as diretrizes

que obrigam à integração de preocupações com o bem estar animal nas escolas, considerando que “muitas situações de maus tratos se resolvem com a educação”. A vicepresidente da instituição acredita "que a maior parte das crianças não tem noção que os animais também se magoam e sentem dor”. Dolores Carneiro Rodrigues defende, por isso, que “é importante incutir o respeito pelos animais nos mais novos” e “é sobretudo na escola que a mudança começa quando se aprendem conceitos básicos para desenvolver a compaixão pelos animais”. Este é, sem

dúvida, um ponto interessante que defendo há muito tempo: a interação dos jovens com os animais é crucial para o seu crescimento. Recorde-se que em junho de 2016 foi aprovada uma lei que estipula que “o Estado assegura a integração de preocupações com o bem estar animal no âmbito da educação ambiental, desde o primeiro ciclo do ensino básico”. Portanto, a lei deveria ser aplicada. Este será, sem dúvida, um dos pontos a abordar no próximo dia 14 de março, na Fábrica das Palavras, em Vila Franca de Xira. A ONDAID vai lá estar para uma conferência sobre os direitos dos animais, numa organização com o apoio da Câmara Municipal e da delegação de Vila Franca de Xira da Ordem dos Advogados. A conferência começa às 14h e reunirá um painel de oradores multidisciplinares para debater temas como a natureza jurídica dos animais, obrigações dos detentores, animais em condomínios, animais e divórcio, crimes praticados contra animais de companhia e a lei de proibição de abate de animais errantes. O evento dirige-se a um público alargado que engloba advogados, magistrados, polícias, veterinários, parlamentares, organizações de proteção animal e cidadãos em geral. Este evento faz parte do ciclo de conferências "Animais e Direito” promovido pelo ONDAID que está a percorrer diversas localidades do país até outubro próximo. Se puderes, vai lá dar um pulo.

+ info

Rua do Tejo, 18, loja A (junto aos bombeiros) PÓVOA DE SANTA IRIA

T: 219 561 814

especialista em animais*


Bem vindo! Está a ver o logótipo ao lado? Já o viu

por aí, certo? Estamos por cá há algum

tempo. Temos a nossa própria marca de produRua do Tejo, 18 loja A PÓVOA DE SANTA IRIA

219 561 814

(junto aos bombeiros) segunda a sábado 9h às 20h lojakoala@sapo.pt

assina a

DADOS PESSOAIS

tos, clientes fiéis e recebemos toda a gente de

braços abertos. É claro que ouviu falar de nós. Somos o Koala, claro!

gira

Se gostaste do que leste e do que viste, então assina a gira. Ela é feita com um enorme esforço de uma equipa pequena e precisa do teu apoio para continuar a cobrir eventos, fotografar, filmar, entrevistar e apoiar a tua terra.

nome morada

-

código postal email

localidade

nif profissão

telefone

-

-

data de nascimento

A TUA ASSINATURA

O TEU PAGAMENTO

A TUA OPINIÃO

1 ano 12 edições

cheque

onde conheceu a revista gira ?

dinheiro

quais os artigos que mais gostou?

€12

2 ano 24 edições

€23

transferência bancária

recorte e envie para: revista GIRA, rua doutor Manuel Branco, 30, 2005-388 Vale de Santarém info: 968 236 531 | www.revistagira.com


gira #18 março 2018  
gira #18 março 2018  
Advertisement