Page 1

18 de Maio de 2011

Reportagens V铆deo em 3D Ant贸nio Correia Marketing 18 de Maio de 2011


Reportagens Vídeo em 3D

Introdução Este trabalho surgiu no âmbito do Curso de Marketing 2010/2011 e tem como finalidade a elaboração de um plano de marketing para a criação de uma empresa, onde eu possa aplicar e desenvolver toda a minha aprendizagem durante este curso. Vou fazer um estudo de mercado em relação ao produto de imagem a 3D para avaliar o grau de aceitação nos consumidores do mesmo, e definir um plano de marketing para reportagens que vá ao encontro aos potenciais consumidores e de proporcionar uma mais-valia. Posto isto irá ser realizado um inquérito sobre os conhecimentos adquiridos no 3D e grau satisfação do que existe actualmente no mercado, para definir e caracterizar os potenciais clientes alvos a quem é dirigido o serviço. Seguidamente, será apresentada a empresa, assim como todo o processo relacionado com a sua criação, pela definição da sua localização, do nome escolhido, do logótipo adoptado, das formas de comunicação a seguir, preços e evidência física.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 2


Reportagens Vídeo em 3D

Fontes de Mercado “Um especialista norte-americano do mercado global de telas de todas as tecnologias (LCD, plasma, etc.), a empresa de pesquisa DisplaySearch afirmou em seu relatório trimestral que o surgimento da TV 3D e adopção pelas famílias devem atingir os 42,9 milhões de empregos em 2014. Com isto se compara com as previsões de 3,4 milhões de TV 3D que devem fluir em 2010. Dos 3,4 milhão de TV 3D em 2010, 2 / 3 dos aparelhos seriam de tecnologias LCD e os restantes 1 / 3 de plasma. Para 2014, o LCD representam mais de 35 milhões de televisores de plasma. A empresa de pesquisa aponta que praticamente todos os fabricantes já oferecem modelos 3D, e o IFA em Berlim, em Setembro haverá uma nova onda de modelos.” Seguindo esta pesquisa e baseado no relatório do mesmo chegase à conclusão que o mercado do 3D têm um potencial de crescimento enorme e poderá proporcionar uma excelente oportunidade de negócio. Desta forma resolveu-se fazer um inquérito com o intuito de saber o grau de adesão dos inquiridos a esta nova tecnologia, o 3D.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 3


Reportagens Vídeo em 3D

O Inquérito

António Correia

Projecto de Marketing

Página 4


Reportagens Vídeo em 3D

O Inquérito

António Correia

Projecto de Marketing

Página 5


Reportagens Vídeo em 3D

Análise do Inquérito 1. 2.

Qual a sua idade? ………………… Com esta pergunta pretende-se apurar qual a faixa etária dos inquiridos, para se definir qual o público-alvo potencial.

Faixa Etária 10%

30%

10%

15-25 26-35 50%

36-45 46-55

Verificou-se que 50% dos inquiridos encontram-se entre os 26/35 anos. 3.

Sexo. M

F

Com esta pergunta pretende-se saber o sexo dos inquiridos.

SEXO

30% Masculino Feminino

70%

Verificou-se que 70% dos inquiridos são do sexo feminino

António Correia

Projecto de Marketing

Página 6


Reportagens Vídeo em 3D

4.

Qual a sua adesão às novas tecnologias. Muito Pouco Com esta pergunta pretende-se saber adesão às novas tecnologias

Qual a sua adesão às novas tecnologias 20%

Muito 80% Pouco

Verificou-se que 80% dos inquiridos aderem às novas tecnologias. 5.

Têm conhecimento da tecnologia 3D? Sim Não Com esta pergunta pretende-se saber se conhece a tecnologia 3D

Têm conhecimento da tecnologia 3D 10%

Sim

Não

90%

Verificou-se que 90% dos inquiridos conhece a tecnologia 3D.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 7


Reportagens Vídeo em 3D

6.

Já viu algum filme ou reportagem em 3D? Sim Não Com esta pergunta pretende-se saber se já viu algum filme ou reportagem em 3D.

Já viu algum filme ou reportagem em 3D 20%

Sim

80%

Não

Verificou-se que 80% dos inquiridos Já viram um filme ou reportagem em 3D.

7.

Na realização de um evento onde pretende fazer o registo do mesmo optava pelo 3D? Sim

Talvez

Não

Com esta pergunta pretende-se saber se optava pelo 3D em vez do tradicional.

Na realização de um evento onde pretende fazer o registo do mesmo optava pelo 3D 0% Sim 40%

Talvez 60%

Não

Verificou-se que 60% dos inquiridos optava pelo 3D em detrimento do tradicional.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 8


Reportagens Vídeo em 3D

8.

Acha que uma reportagem em 3D é uma mais-valia? Sim

Talvez

Não

Com esta pergunta pretende-se saber se considera o 3D uma mais-valia numa reportagem.

Acha que uma reportagem em 3D é uma mais-valia 10% Sim 30% 60%

Talvez Não

Verificou-se que 60% dos inquiridos consideram o 3D uma mais-valia.

9.

Sendo o 3D uma tecnologia de vanguarda e por isso mais caro, acha que o preço pode interferir na sua decisão de compra? Sim

Talvez

Não

Com esta pergunta pretende-se saber se o preço condiciona a opção pelo 3D.

Sendo o 3D uma tecnologia de vanguarda e por isso mais caro,acha que o preço pode interferir na sua decisão de compra 10% 10%

Sim Talvez 80%

Não

Verificou-se que 80% dos inquiridos considera que o preço pode interferir na opção de escolha.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 9


Reportagens Vídeo em 3D

10.

Nas reportagens de vídeo actuais, qual o seu grau de satisfação relativamente à oferta existente no mercado? Muito satisfeito

11. 12. 13. 14. 15. 16.

Satisfeito

Insatisfeito

Muito Insatisfeito

Relação preço qualidade Satisfação serviço prestado Simpatia no atendimento Rapidez na entrega do serviço Postura do operador de câmara Qualidade dos meios utilizados

Com esta pergunta pretende-se saber o grau de satisfação relativamente à oferta existente.

Nas reportagens de video actuais, qual o seu grau de satisfação relativamente à oferta existente no mercado 9% 8% 7% 6% 5% 4% 3% 2% 1% 0% 1. Relação preço qualidade

2. Satisfação 3. Simpatia 4. Rapidez na 5. Postura do 6.Qualidade serviço no entrega do operador de dos meios prestado atendimento serviço câmara utilizados

Muito Satisfeito

Satisfeito

Insatisfeito

Muito Insatisfeito

Verificou-se que nas várias opções de resposta os inquiridos estão satisfeitos.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 10


Reportagens Vídeo em 3D

17. Para finalizar gostaríamos de saber as suas sugestões que considera de alguma forma importante e que possam ser uma mais-valia na execução de reportagens de eventos em 3D:

Com esta pergunta pretendeu-se saber alguns aspectos positivos a considerar Verificou-se as seguintes sugestões:

“- As mais-valias do 3D serão sempre em prole da ciência e da tecnologia. - Não vejo que será uma mais-valia, não será de certeza uma opção que irá me despertar interesse - A execução de reportagens de eventos em 3D, embora possa ser uma mais-valia, a sua realização em vídeo é muito dispendiosa, mas também a sua qualidade imbatível. - A relação preço qualidade é, a meu ver essencial. -Julgo que o factor preço é algo a ter em conta bem como a possibilidade de não existirem equipamentos adequados nos lares com visualização de reportagens 3D. Poderia alargar o âmbito da oferta 3D para vender a empresas de publicidade, por exemplo.”

Conclusão: Neste inquérito constatou-se que o preço a ser praticado poderá ser um obstáculo para as pessoas aderirem ao serviço a prestar. A todas as outras questões colocadas as respostas foram motivadoras e incentivadoras. Em relação do grau de satisfação verificou-se que existe alguma insatisfação em relação à questão do preço Vs qualidade e em relação à qualidade dos meios utilizados. Tendo em conta esta questão a empresa terá como base da sua actuação a exploração da melhor relação possível entre qualidade e preço.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 11


Reportagens Vídeo em 3D

Estudo de mercado ___________________________________________________________ TELEVISÃO A 3D Ricardo Freire Cotilho, nº50834 André Sérgio Silva, nº55068 Tiago Lobato Carinhas, nº55105 Comunicação Áudio e Vídeo Instituto Superior Técnico Lisboa, Portugal RESUMO Neste artigo explora-se a arquitectura típica da transmissão televisiva, especificamente para visualização 3D. Existem quatro grandes tecnologias na televisão a 3D: anaglífica 3D, polarização 3D, sequência de tramas alternadas e auto estereoscopia. Usam-se três principais alternativas para a codificação de imagens 3D (2D+Z, Multiview Video Coding e Multiview Video + Depth), sendo que a Eficiência dos algoritmos existentes ainda está pouco desenvolvida em relação ao 2D. A auto estereoscopia é a tecnologia mais expectável, uma vez que dispensa o uso de qualquer acessório visual, tornando-se mais cómodo ao utilizador. A implementação na rede mundial da transmissão televisiva tridimensional já há muito que é perspectivada, sendo que agora começam a ser comercializados os primeiros televisores 3D e transmitidos alguns canais de teste tridimensionais por parte das operadoras. Ainda que estudos recentes denotem algum cepticismo global em relação a esta nova tecnologia, estima-se que com o aperfeiçoamento desta, a sua aceitação seja massiva. Palavras-chave — Estereoscopia, anaglífica 3D, polarização 3D, imagem sequencial alternada, auto estereoscopia, codificação, visualização, captação.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 12


Reportagens Vídeo em 3D

1.

INTRODUÇÃO

É já confirmado que a televisão tridimensional (3DTV) será o próximo grande passo na evolução televisiva. Os primeiros televisores começam a ser comercializados e as operadoras transmitem já alguns canais de teste. A adopção da 3D TV por parte do público geral não dependerá apenas de o evoluir das tecnologias estereoscópicas, mas também do conteúdo de programas disponíveis em 3D. Na fase inicial da introdução do 3D, existirão ocasionalmente transmissões de acontecimentos desportivos, que posteriormente serão alargadas a filmes e séries. Uma programação integralmente a 3D, a acontecer, será a longo prazo, pelo que a rede global de transmissão terá de ter capacidade para transmitir conteúdos 2D e 3D em simultâneo. Vídeo 3D (3DV) e vídeo ponto de vista livre (FVV) são os novos tipos de média visual que ampliam a experiência do utilizador além do que é oferecido por vídeo 2D. 3DV oferece uma impressão de profundidade 3D do cenário observado, enquanto FVV permite uma selecção interactiva do ponto de vista e orientação dentro de uma gama de funcionamento certo. Um elemento comum dos sistemas 3DV e FVV é o uso de múltiplas imagens da mesma cena que são transmitidas ao espectador. A captação de múltiplas imagens implica um maior número de imagens codificadas e transmitidas, surgindo o problema da pouca eficiência das ferramentas existentes, criando então a necessidade de se desenvolver uma norma mais eficiente para a 3DTV.

2.

HISTÓRIA DO 3D

Apesar de apenas na última década se ter observado a um ressurgimento desta forma de visionamento devido ao avanço da tecnologia, a realidade é que esta técnica tem origem há mais de 150 anos. A estereoscopia, que é o método mais comum presentemente para a apresentação de conteúdo tridimensional, foi originalmente concebida por Sir Charles Wheatstone em 1838.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 13


Reportagens Vídeo em 3D O conceito de estereoscopia significa qualquer técnica capaz de gravar informação visual tridimensional ou criar a ilusão de relevo numa imagem. A utilização de tecnologia mais sofisticada de animação computorizada, de câmaras digitais e o sucesso dos filmes 3D nos cinemas contribuíram para a democratização do visionamento e produção estereoscópica. A acompanhar o sucesso de filmes revolucionários na indústria, como “Avatar”, e com a entrada no mercado dos televisores 3D já este ano, a procura pelo 3D é incessante, podendo-se afirmar que esta tecnologia está a viver presentemente a sua 2ª era de ouro. A utilização de tecnologia mais sofisticada de animação computorizada, de câmaras digitais e o sucesso dos filmes 3D nos cinemas contribuíram para a democratização do visionamento e produção estereoscópica. A acompanhar o sucesso de filmes revolucionários na indústria, como “Avatar”, e com a entrada no mercado dos televisores 3D já este ano, a procura pelo 3D é incessante, podendo-se afirmar que esta tecnologia está a viver presentemente a sua 2ª era de ouro. 3. TELEVISÃO

3D NO MUNDO

Este verdadeiro fenómeno que atingiu subitamente toda a sociedade denota que há um interesse crescente nesta tecnologia e que há ainda muita margem de progressão no que toca a equipamentos e a qualidade audiovisual. Mas a adopção deste tipo de televisão a longo prazo pela maior parte dos consumidores parece ser irrefutável. E a acompanhar este interesse estão as empresas que manufacturam este tipo de equipamentos, prontas a lançar novos modelos. Empresas como a LG, Samsung e Mitsubishi foram algumas das que apresentaram os seus modelos ao público na CES (Consumer Electronics Show) que decorreu em Janeiro em Las Vegas. Uma das questões mais pertinentes entre o público é:

“Poderei ver televisão 3D sem óculos?”. A resposta é simultaneamente sim e não. Sim, no sentido em que já existe tecnologia para o efeito, (autoestereoscopia, já abordada na secção anterior) mas prevê-se que apenas daqui a 5 ou 10 anos comecem a chegar ao mercado televisores com esta

António Correia

Projecto de Marketing

Página 14


Reportagens Vídeo em 3D tecnologia. A excepção neste caso serão possivelmente os telemóveis e computadores pessoais, pois dado o facto de serem objectos de uso pessoal, faz com que cada um o posicione da forma mais adequada para si, não incorrendo no problema das TV’s, isto é, a falta de múltiplos pontos de visionamento com boa qualidade de imagem tridimensional. Contrastando com isto, muitas empresas, entre as quais a Sony e a JVC já oficializaram o uso de óculos RealD com o seu equipamento [9]. À partida, espera-se que estes óculos sejam compatíveis com a maior parte do equipamento vendido. Outra questão essencial aos consumidores é a de quanto terão que trabalhar para adquirir uma televisão destas. Embora a médio prazo os preços estejam dependentes quer da aceitação por parte do público, quer da evolução tecnológica neste campo, nesta fase inicial o preço de uma TV de polarização passiva pode variar entre os 1750€ e os 3000€, enquanto as de obturação activa têm um preço compreendido entre os 3000€ e os 4200€ [10]. Mas pondo o obstáculo do preço de lado, em que se focam os interesses dos potenciais compradores? Em linha com os desejos dos consumidores de mais conteúdo tridimensional, já foram anunciados novos canais com transmissão de conteúdo 3D na Europa, América e Ásia. Muitos dos estúdios de renome já se comprometeram publicamente a migrar os seus filmes de animação para 3D, que muito provavelmente ganharão a sua versão Blu-Ray 3D. Outro mercado que certamente terá uma importância muito grande na adopção deste tipo de televisores é o mercado dos jogos de vídeo. A Nintendo planeia lançar uma consola portátil 3D, 3DS, com recurso à tecnologia de auto estereoscopia, ao passo que a Sony já anunciou um update de software gratuito que permitirá ao utilizadores desfrutar de jogos e filmes em 3D. Como podemos verificar, os mercados que se denotam mais promissores são o mercado dos jogos, da animação e do desporto. A figura abaixo ilustra alguns dos mercados em que adopção do 3D se afigura mais célere. Um estudo conjunto entre a CEA (Consumer Electronics Association) e a ETC (Entertainment Technology Center) realizado nos Estados Unidos observou os seguintes factos [11]: António Correia

Projecto de Marketing

Página 15


Reportagens Vídeo em 3D

Estima-se que serão vendidas cerca de 2,2 milhões de TV’s com tecnologia 3D no ano de 2010 e que em 2013, mais de 25% da venda total de TV’s corresponderão a TV’s 3D Cerca de 57% dos consumidores inquiridos que planeiam adquirir um televisor 3D nos próximos 5 anos consideram-se adoptantes iniciais desta tecnologia Aproximadamente 25% dos consumidores online dos Estados Unidos pretendem adquirir uma TV 3D nos próximos 3 anos 67% Destes consumidores referem que mais provavelmente irão adquirir uma TV 3D se o conteúdo tridimensional estiver acessível em casa, quer seja através de cabo, satélite, antena ou fibra óptica. Cerca de 33% dos adultos que viram um filme em 3D nos últimos 12 meses referem que gostariam de ver todos os programas transmitidos em 3D Enquanto 36% refere que o objectivo principal do 3D é jogar jogos de vídeo, os restantes 64% indicam que preferem a TV para visionar filmes em 3D. A experiência da transmissão 3D em TV’s parece ser um sucesso até à data. Muito recentemente, os espectadores nos Estados Unidos tiveram oportunidade de assistir ao US Masters de golfe em 3D, enquanto na GrãBretanha a empresa Sky lançou um canal com conteúdo tridimensional, dando ênfase ao futebol. Está também prevista a transmissão de muitos dos jogos do Campeonato do Mundo de Futebol na África do Sul. Mais concretamente, a Sony está a oferecer aos emissores a possibilidade de transmitirem 25 jogos em 3D. Outro mercado que certamente terá uma importância muito grande na adopção deste tipo de televisores é o mercado dos jogos de vídeo. A Nintendo planeia lançar uma consola portátil 3D, 3DS, com recurso à tecnologia de auto estereoscopia, ao passo que a Sony já anunciou um update de software gratuito que permitirá ao utilizadores desfrutar de jogos e filmes em 3D. António Correia

Projecto de Marketing

Página 16


Reportagens Vídeo em 3D 4. Mas

nem tudo são vantagens nesta tecnologia.

De acordo com Michael Rosenberg, um professor da Universidade de Northwestern e especialista em oftalmologia, estes óculos não só cansam a vista como podem agravar ainda mais problemas de visão e causar dores de cabeça. Segundo a empresa Pricewaterhouse Coopers, 20% das pessoas que assistiram a um filme em 3D não gostaram, devido a cansaço ocular ou outros problemas de visão, num universo de mais de 90 associações relacionadas com a indústria cinematográfica ou televisiva. Também produzir conteúdo tridimensional com recurso ao computador fica mais caro, entre cerca de 5 a 10% e até 15% em filmes de acção. Em Portugal a primeira experiência 3D foi emitida na RTP em 1980, com a exibição do filme “O Monstro da Lagoa Negra”, que originou uma autêntica corrida à compra de óculos anaglíficos. Em Maio de 2006 a RTP voltou a dedicar uma semana inteira de programação ao conteúdo 3D. Em Portugal esta nova tecnologia deverá demorar ainda mais a ser implementada, principalmente devido a 2 motivos: - Praticamente não existe qualquer conteúdo - Muitos dos consumidores não possuem sequer uma televisão de alta definição. Aliada à crise económica que atravessa o país, o facto do mercado estar a tentar “dar um salto” para uma tecnologia em que a maior parte dos consumidores ainda não abraçou completamente a anterior, faz com que o panorama não seja muito animador. Ainda assim, denota-se um esforço significativo e uma forte competição por parte de empresas como a Zon e Meo de fornecerem conteúdo tridimensional, que facilitará com certeza a sua adopção.

5. FUTURO

DA TELEVISÃO 3D.

Como já se percebeu, a televisão tridimensional vem para revolucionar o panorama do vídeo digital. O futuro da televisão 3D passará sobretudo pela tecnologia aplicada aos ecrãs, nomeadamente a auto estereoscopia, holografia e ecrãs volumétricos. António Correia

Projecto de Marketing

Página 17


Reportagens Vídeo em 3D A curto e médio prazo, os ecrãs auto-estereoscópicos e volumétricos irão dominar o modo de visualização 3D, uma vez que as técnicas aplicadas estão mais amadurecidas [17]. Os ecrãs holográficos demorarão ainda alguns anos até conseguirem uma expansão massiva, visto dependerem de SLMs (spatial light modulators) e CCDs (charge coupled devices) mais eficazes que os actualmente desenvolvidos. Futuras tecnologias de codificação também terão um grande impacto, sobretudo ao nível da rede. Farão com que as larguras de banda requeridas ao 3D não expludam para valores insuportáveis à rede, potenciando a produção de material 3D. Ao nível social, novas realidades surgirão. Realidades que actualmente ainda não são perceptíveis à maioria dos cidadãos, uma vez que a televisão 3D iniciou há pouco tempo o processo de comercialização. A interacção entre o espectador e o conteúdo televisivo será de tal forma, que áreas como a medicina, o desporto, a música, o cinema, irão utilizar aplicações de TV 3D para melhorarem o seu desempenho [19]. Por exemplo, num jogo de futebol é exigido ao árbitro decisões correctas. Através do ponto de visão apropriado e com recurso à televisão 3D, facilmente se validam decisões, mesmo as mais difíceis, promovendo o fair-play no jogo. São exemplos como este que permitem nos dias de hoje perceber como será o futuro do mundo audiovisual e a sua preponderância na sociedade. 6.

REFERÊNCIAS

[1]http://www.motorola.com/staticfiles/Business/_Documents/stAtic%20f iles/Guide_To_3D_TV.pdf [2] Alister’s Guide To 3D Stereoscopic Production, http://www.xdcam-user.com/?page_id=652 [3] i-mag: the innovation magazine - n°7 September 2008 [4] U. von Loehneysen, 3D Technologies for Cinema and TV Explained, 2009, http://www.televisions.com/tv-articles/TVin-3D.php [5] W. Matusik, H. Pfister, Mitsubishi Electric Research Laboratories, Cambridge, MA, 3D TV: A Scalable System for Real-Time Acquisition, Transmission, and Auto stereoscopic Display of Dynamic Scenes [6] D. Tytgat, 3D IPTV – Networking technologies and impact, Bell Labs, 2009. António Correia

Projecto de Marketing

Página 18


Reportagens Vídeo em 3D [7] Smolic, Introduction to Multiview Video Coding. Antalaya, Turkey, 2008, http://mpeg.chiariglione.org/technologies/mpeg-4/mp04-mvc/index.htm. [8] Smolic, K. Muller, K. Dix, Intermediate View Interpolation Based on Multiview Video plus Depth for Advanced 3D Video Systems. Berlin, Germany: FIT, 1985. [9] R. Heinemann, RealD aligns with Sony, JVC, Samsung, Toshiba, Panasonic and DirecTV for 3D TV, http://www.reald.com/content/mediaroomdocs/realdoverallcesreleasefin alweb.pdf [10] J. Weinberg, 3D TV – 10 Things You Must Know, http://www.thesun.co.uk/sol/homepage/fun/gizmo/2945653/ten-thingsyou-must-know-about-3D-television.html, Abril2010 [11] C. MacKinnon, 3D TV 2010: 3DTV Fast Facts, http://www.tomsguide.com/us/pictures-story/140-17--3DTVstereoscopicpolarization.html , Janeiro 2010 [12] SONY, Fifa and Sony to launch first ever global 3D Experience of the FIFA World Cup TM, http://www.sony.co.uk/biz/view/ShowPressRelease.action?section=SB+SS +ALL+Press+Center&pressrelease=1237478210706&site=biz_en_GB, Abril 2010 [13] NINTENDO, Launch of New Portable Game Machine, http://www.nintendo.co.jp/ir/pdf/2010/100323e.Pdf, Março 2010 [14] E. Lempel, PS3 3.30 System Software Update, http://blog.us.playstation.com/2010/04/21/ps3-3-30-systemsoftwareupdate/ , Abril 2010 [15] M. Aubusson, V. Teulade, Eyes Wide Open – 3D tipping points loom, http://www.pwc.com/en_GX/gx/entertainmentmedia/pdf/Eye_Wide_Ope n_3D_Tipping_Points.pdf, p. 19 [16] M. Aubusson, V. Teulade, Eyes Wide Open – 3D tipping points loom, http://www.pwc.com/en_GX/gx/entertainmentmedia/pdf/Eye_Wide_Ope n_3D_Tipping_Points.pdf, p. 17 [17] S. Pastor, M. Wijpking, 3-D displays: A review of current technologies. [18] P. Benzie, J. Watson, P. Sunman, I. Rakkolainen, K. Hoof, H. Urey, V. Sainov, C. von Kopylow, A Survey of 3DTV Displays: Techniques and Technologies [19] M. Magnor, 3D-TV The future of visual entertainment, 2004 Website: www.televisao3d.pt.vu António Correia

Projecto de Marketing

Página 19


Reportagens Vídeo em 3D

Nicho de mercado em expansão? Com estes estudos surge esta questão e por consequência o desafio de experimentar este mercado do 3D. Assim decidiu-se optar por Vila Nova Gaia onde se pretende realizar as reportagens em 3D. Actualmente existem 17 casas da especialidade, todas elas vocacionadas apenas para reportagens digitais em DVD e não em 3D. Apesar de concorrentes indirectos são concorrentes e terão de ser levados em conta mesmo se a base dos seus negócios continua a ser o digital. No entanto esta “concorrência”, poderá tornar-se em potenciais clientes uma vez que nesta fase ainda não têm equipamento para oferecer o tipo de serviço em 3D.

Análise da Concorrência 17 Resultados para "vila nova gaia"

Digital Space - Produções em Fotografia e Vídeo mais info>> Rua Jardim 672-A - 4405-823 VILA NOVA DE GAIA Vilar do Paraíso (Vila Nova de Gaia)

Álbum analógico, álbum digital, os melhores registos do seu dia... Telefone 227 111 842 Website E-mail Ligue Grátis

Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Vilar do Paraíso (Vila Nova de Gaia) António Correia

Projecto de Marketing

Página 20


Reportagens Vídeo em 3D

2

New Layers - Fotografia e Vídeo mais info>> Rua Encosta Sol 80-lj 10 - 4400-438 VILA NOVA DE GAIA Canidelo (Vila Nova de Gaia)

Fotografia: Casamentos, Aérea, Empresarial, Estúdio, Eventos Sociais. Telefone 227 710 116 Website E-mail

Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Canidelo (Vila Nova de Gaia)

3

Maria Isabel R Borges Travessa Belo Horizonte 95 - 4430-028 VILA NOVA DE GAIA Mafamude (Vila Nova de Gaia)

Telefone 227 117 639 Website E-mail

Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Mafamude (Vila Nova de Gaia) 4

Marti-Foto 2 Moradas - Ver todas Telefone 223 758 826 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens 5

Videológica-Fotografia e Vídeo Digital Lda. Rua Manuel P Canedo 300 - 4430-140 VILA NOVA DE GAIA Mafamude (Vila Nova de Gaia)

Telefone 227 162 382

António Correia

Projecto de Marketing

Página 21


Reportagens Vídeo em 3D

Website E-mail

Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Mafamude (Vila Nova de Gaia) 6

Foto Marlene Urbanização Vila Este Lote 105,6º-E - 4430-476 VILA NOVA DE GAIA Santa Marinha (Vila Nova de Gaia)

Telefone 227 833 199 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Santa Marinha (Vila Nova de Gaia) 7

Foto Candina Rua Manuel M Costa Júnior 529 - 4405-571 VILA NOVA DE GAIA Valadares (Vila Nova de Gaia)

Telefone 227 115 122 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Valadares (Vila Nova de Gaia) 8

Anselmo Santos Moreira Rua Arroteias 171-r/c - 4430-319 VILA NOVA DE GAIA Vilar de Andorinho (Vila Nova de Gaia)

Telefone 227 834 235 Website E-mail

Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Vilar de Andorinho (Vila Nova de Gaia) 9

Foto Resende Rua Guarda 1948 - 4415-475 GRIJÓ (Vila Nova de Gaia)

Telefone 227 455 573 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Grijó (Vila Nova de Gaia) 10 António Correia

Projecto de Marketing

Página 22


Reportagens Vídeo em 3D

Costa & Simões Lda. Rua Gonçalves Castro 160 - 4415-376 PEDROSO (Vila Nova de Gaia)

Telefone 227 842 059 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Pedroso (Vila Nova de Gaia) 11

Fotex Rua Rei Ramiro 646-lj C2 - 4400-281 VILA NOVA DE GAIA Santa Marinha (Vila Nova de Gaia)

Telefone 223 702 459 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Santa Marinha (Vila Nova de Gaia) 12

Manuel António Maganete Rua Álvares Cabral 32-lj 1 - 4400-017 VILA NOVA DE GAIA Mafamude (Vila Nova de Gaia)

Telefone 223 740 429 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Mafamude (Vila Nova de Gaia)

13

New Layers-Sociedade Técnica de Engenharia e Imagem Lda. Rua Encosta Sol 80-lj 10 - 4400-438 VILA NOVA DE GAIA Canidelo (Vila Nova de Gaia)

Telefone 227 710 116 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Canidelo (Vila Nova de Gaia) 14

Alredo Sousa Pinto Rua José Rocha 239-COND - 4430-123 VILA NOVA DE GAIA Mafamude (Vila Nova de Gaia)

Telefone 220 932 189 António Correia

Projecto de Marketing

Página 23


Reportagens Vídeo em 3D

Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Mafamude (Vila Nova de Gaia) 15

Fotografia Alvónio Rampa Estrela 1 - 4415-622 CRESTUMA Crestuma (Vila Nova de Gaia)

Telefone 227 651 075 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Crestuma (Vila Nova de Gaia) 16

Fernando Ferreira S Pereira Rua Jardim 672-A - 4405-823 VILA NOVA DE GAIA Vilar do Paraíso (Vila Nova de Gaia)

Telefone 227 111 842 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens> Vilar do Paraíso (Vila Nova de Gaia) 17

Eurobjectiva-Fotografia e Vídeo Lda. 2 Moradas - Ver todas Telefone 227 839 091 Fotógrafos - Estúdios e Reportagens

Digital Space - Produções em Fotografia e Vídeo 227 111 842 Rua Jardim 672-A - 4405-823 VILA NOVA DE GAIA Vilar do Paraíso (Vila Nova de Gaia) Obter direcções Álbum analógico, álbum digital, os melhores registos do seu dia especial.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 24


Reportagens Vídeo em 3D

O produto 3D “O que é possível fazer agora com o 3 D 1 - Como funciona o 3D? O 3D é uma ilusão da nossa mente. A distância entre nossos olhos nos faz ver imagens ligeiramente diferentes, que são fundidas pelo cérebro para formar uma só, com profundidade. O mesmo ocorre com as imagens 3D no cinema e na TV. Cada olho recebe uma imagem um pouco diferente da outra. O resto é com o cérebro. 2 - Sempre precisamos usar óculos para ver 3D? Os óculos exibem imagens diferentes aos seus olhos. A tela mostra duas imagens, que podem estar em cores ou em posições diferentes e os óculos funcionam como filtro, para que cada uma delas alcance um dos seus olhos. Depois disso, o cérebro funde as duas. Em algumas TVs, os óculos são dispensáveis. 3 - Como funcionam os óculos? Actualmente, há dois tipos principais, os activos e os passivos. Os passivos, comumente usados no cinema, se dividem em dois modelos: os anaglíficos (em geral em azul e vermelho), filtram as imagens por cor, enquanto os polarizados fazem a separação por ondas na vertical e na horizontal. Já os activos, que acompanham as TVs 3D são mais caros, têm dois pequenos painéis de LCD no lugar das lentes e, sincronizados por infravermelho, mostram as imagens alternadamente para cada olho. António Correia

Projecto de Marketing

Página 25


Reportagens Vídeo em 3D

4 - Qualquer pessoa consegue enxergar o 3D? Não. De acordo com Célia Nakanami, chefe de oftalmologia pediátrica da Universidade Federal de São Paulo, só vê em 3D quem tem os olhos alinhados. Quem tem estrabismo ou ambliopia (redução significativa ou perda de visão em um dos olhos) não consegue ver o efeito nos óculos activos e passivos. Quem tem daltonismo pode não conseguir ver o efeito nos óculos anaglíficos. 5 - Que programas posso ver numa TV 3D hoje? A resposta depende do tipo de conteúdo. A programação convencional exibida hoje, em 2D, será transmitida como estamos acostumados a vê-la. Alguns modelos de TV 3D têm um conversor interno que simula as imagens 2D em três dimensões. Isso dá a impressão de mais profundidade. No momento não há nenhuma programação na grade da TV aberta nem de canais a cabo que seja produzida em 3D. Algumas experiências já foram feitas com a transmissão do Carnaval e da Fórmula Indy, além de documentários e filmes. 6 - Posso ver a Copa do Mundo em 3D em casa? Só se você já tiver a TV 3D e usar a opção de converter o sinal 2D para 3D. O sinal gerado em 3D não deverá ser transmitido para o Brasil porque nenhuma das emissoras tem o direito de exibição da Copa em 3D no país. Por enquanto, elas só estão confirmadas para Estados Unidos e Espanha, segundo acordo com a FIFA. Mas é possível que as partidas sejam exibidas em 3D nos cinemas.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 26


Reportagens Vídeo em 3D

7 - Dá para ver TV 3D sem os óculos? Como faço se já uso óculos? Existem modelos que permitem dispensá-los, mas nos aparelhos que vão chegar agora ao Brasil só é possível ver TV 3D com os óculos. É possível usá-los sobre os de grau que você já usa, embora isso possa ser um pouco incómodo. 8 - Quantos óculos vêm com a TV? Alguns modelos têm apenas uma unidade. Outros já vêm com duas, especialmente em combos com player de Blu-ray e filmes. É possível comprar óculos adicionais, a um valor de aproximadamente 250 reais cada. Haverá também versão para crianças. Mas não vai dar para lotar sua sala: cada TV tem um ângulo máxima para ver as imagens com efeito 3D. 9 - Posso levar meus óculos 3D para ver TV na casa de um amigo? Só se a sua TV e a do seu amigo forem do mesmo fabricante. Os óculos de uma marca não sincronizam com as TVs de outra. 10 - Dá para ver TV 3D deitado? Não. O recomendado é que você esteja sentado, num ângulo de 90 graus em relação à tela e a uma distância de pelo menos três vezes a altura dela. A imagem perde o efeito à medida que você se afasta do ângulo correcto. 11 - O efeito do 3D da TV é tão bom quanto o do cinema?

António Correia

Projecto de Marketing

Página 27


Reportagens Vídeo em 3D

Pode ser até melhor, mas no cinema, como a sala é totalmente escura e o som é mais profissional, a sensação do 3D é mais completa. 12 - Qual é a diferença do 3D do IMAX para os outros cinemas 3D? Enquanto nos cinemas comuns a tela tem cerca de 12 metros de altura, no IMAX pode chegar a 30 metros. Ela preenche totalmente o campo de visão, o que dá a sensação de que você está dentro do filme. Há filmes gravados especialmente para exibição no IMAX, com câmeras especiais. O sistema de som também é mais avançado e tem seis canais. 13 - O som 3D é diferente do normal? Sim. O som é mais envolvente e dá para perceber melhor o deslocamento em qualquer eixo de referência. Nos filmes convencionais, sente-se a movimentação circular apenas em um plano. 14 - Faz mal ver 3D por muito tempo? Algumas pessoas se sentem incomodadas e podem passar mal. Isso ocorre porque os olhos focam e desfocam rapidamente os objectos. O manual da TV da Samsung, por exemplo, tem uma série de recomendações para evitar acidentes após e durante o uso e desestimula que grávidas, epiléticos e bêbados assistam à TV 3D. As instruções chegam a dar medo, mas é só precaução do fabricante. 15 - Posso ver meus DVDs antigos com efeitos 3D? Isso é possível nas TVs que fazem a conversão de 2D para 3D, mas em geral a qualidade não é suficiente para dar sensação de profundidade. O António Correia

Projecto de Marketing

Página 28


Reportagens Vídeo em 3D

ideal é ver DVDs em 2D mesmo. As imagens dos DVDs têm 480p, que não é o recomendado para o 3D 16 - Preciso comprar um Blu-ray 3D para ver filmes? Se eles forem 3D, sim. Os filmes em 3D serão vendidos apenas em Blu-ray e os discos só funcionarão nos players de Blu-ray 3D, especialmente por causa dos cabos HDMI, que mudam do padrão 1.3 para o 1.4, para suportar a quantidade de dados transmitidos. 17 - O que é preciso para ver 3D na TV que tenho em casa? É possível ver, mas é complicado e o resultado não é dos melhores. Nas TVs de plasma e LCD só dá para ver com os óculos anaglíficos (lentes coloridas). O problema nesse caso é o tempo de resposta, que compromete o resultado. Nas TVs de tubo dá para fazer uma conversão de 2D para 3D, usando uma fonte de sinal externa, que pode ser um conjunto de um aparelho de DVD com sincronizador para os óculos. O resultado só é minimamente satisfatório em TVs com frequência de 100 Hz (a maioria tem 60 Hz). 18 - Como terei certeza de que não estou comprando um padrão que vai mudar depois? Cada fabricante de TV tem uma tecnologia distinta. Num primeiro momento, elas não são compatíveis, mas é realmente possível que no futuro seja estabelecido um padrão ou que, pelo menos, existam óculos compatíveis com todas as TVs.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 29


Reportagens Vídeo em 3D

19 - É possível piratear um filme em 3D? Tecnologicamente, sim — mas você não vai fazer isso, certo? Copiar um filme 3D que está em pen drive, por exemplo, funciona da mesma forma que com os filmes 2D. Mas se a intenção for duplicar um disco Blu-ray, a protecção, o tempo gasto e o custo da mídia serão uma barreira. 20 - O preço das TVs vai cair? Sim. Como toda tecnologia nova, há um tempo de popularização. É o mesmo que já aconteceu com o LCD e começa a ocorrer com os modelos LED. Surgirão novas TVs mais avançadas e mais caras. Esta crescente tendência no 3D vai ao encontro das novas apostas que têm sido feitas pelas marcas de referência através da introdução no mercado de novos modelos de televisores e leitores de BLU-RAY, com esta nova tecnologia melhorada e cada vez mais barata.” http://www.3djournal.com

António Correia

Projecto de Marketing

Página 30


Reportagens Vídeo em 3D

A Oportunidade Com este espírito empreendedor e sentido de oportunidade decidiu-se apostar numa empresa de prestação de serviços, surgiu a:

“ACreditamos” A Acreditamos surge com a intenção de satisfazer o crescente interesse por esta nova tendência do 3D no mercado doméstico.

A Empresa / Logótipo

- António - Correia - reportagens 3D - editamos

António Correia

Projecto de Marketing

Página 31


Reportagens Vídeo em 3D

Slogan

Acrescentamos valor

Com este nome pretendemos identificar a empresa de forma a credibilizar o serviço que pretendemos oferecer, e por outro lado houve o cuidado de o personalizar associando a palavra acreditamos (porque efectivamente acreditamos neste projecto 3D) ao serviço que vamos oferecer. A palavra ACREDITAMOS deu-nos a flexibilidade de podermos identificar o nome do proprietário com as letras AC (António Correia) de seguida o serviço que pretendemos oferecer com a letra R (Reportagens) e por fim com a palavra (editamos) ser a base e mais-valia do nosso serviço. Com o SLOGAN “acrescentamos valor”, pretendemos acrescentar valor a um momento especial, através da gravação desse momento em 3D.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 32


Reportagens Vídeo em 3D

O serviço que pretendo oferecer é efectuar reportagens em 3D.

O 3D é uma tecnologia que cada vez mais tem novos potenciais clientes, é a pensar nesses novos clientes que decidimos avançar com este projecto de maneira a oferecer a possibilidade dos interessados obterem o (s) registo (s) daqueles momentos únicos com a mais-valia que proporciona o 3D e poderem usufruir sempre que o pretenderem de uma recordação única só possível á tecnologia 3D. Ao adquirir o equipamento que nos proporciona a realização dos eventos em 3D, pretendemos conseguir despertar o interesse pela realização de eventos com esta tecnologia e dessa forma a “ACREDITAMOS “ será com toda a certeza uma aposta com sucesso.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 33


Reportagens Vídeo em 3D

A Comunicação com Panfleto

António Correia

Projecto de Marketing

Página 34


Reportagens Vídeo em 3D

A Comunicação

O Site

http://www.acreditamos.com/

António Correia

Projecto de Marketing

Página 35


Reportagens Vídeo em 3D

A Comunicação

O Site

António Correia

Projecto de Marketing

Página 36


Reportagens Vídeo em 3D

Cartão-de-visita

António Correia

Projecto de Marketing

Página 37


Reportagens Vídeo em 3D

A Comunicação A nossa aposta de divulgação dos nossos serviços será feita através de panfletos, site e cartão-de-visita. A comunicação através dos panfletos será feita directamente nas casas da especialidade onde numa primeira fase nos propomos abordar os proprietários para dessa forma a dar a conhecer a qualidade e inovação do serviço em 3D que nos propomos oferecer. Pretendemos despertar a curiosidade e interesse pelos serviços realizados em 3D. Os panfletos serão entregues ao proprietário da loja para desse modo divulgar os nossos serviços. A criação do nosso site permite uma comunicação fácil e rápida com a nossa empresa de forma a divulgar toda a inovação e mais-valia que uma reportagem em 3D proporciona. Pretendemos também esclarecer todas as dúvidas que eventualmente possam surgir pelo simples facto de se tratar de uma tecnologia inovadora com enorme potencial e susceptível de levantar dúvidas. Com a entrega de um Cartão-de-visita pretendemos fidelizar o cliente para que este sempre que necessite de esclarecer alguma dúvida ou colocar alguma questão não hesite. Com a entrega de um cartão-de-visita ACREDITAMOS que a satisfação do cliente foi total e ACREDITAMOS que voltará a contactar-nos para nos confiar a realização de novos eventos em 3D.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 38


Reportagens Vídeo em 3D

Evidência física (carro)

Nesta fase inicial uso a minha carrinha para poder fazer as deslocações que necessitar, pois trata-se de uma carrinha a gasóleo o que nos possibilita deduzir o combustível na empresa. Colocaremos o logótipo da empresa ACREDITAMOS na parte da frente da carrinha para dessa forma credibilizar as nossa reportagens e também para divulgação da mesma. A empresa ACREDITAMOS numa primeira fase optava por não ter uma loja, por uma questão de minimizar os custos. ACREDITAMOS que a curto prazo iremos ter esse espaço, através do nosso empenho, dedicação e crescimento sustentado.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 39


Reportagens Vídeo em 3D

Pessoas

A única pessoa a efectuar este tipo de reportagens em 3D na empresa ACREDITAMOS vou ser eu, uma vez que trata-se de uma aposta pessoal e acredito que o facto de pretender oferecer um serviço de qualidade e inovador terá sucesso. Mas para poder oferecer um serviço de qualidade terei de frequentar um curso de 3D vocacionado para o serviço que pretendo oferecer.

Ponto de distribuição

A ACREDITAMOS pretende ser uma empresa de prestação de serviços vocacionada numa primeira fase, a oferecer qualidade e inovação no 3D a todos os estabelecimentos por nos previamente visitados. Os estabelecimentos ao serem solicitados pelo interesse dos seus clientes em efectuarem uma reportagem em 3D, contactam a empresa ACREDITAMOS para efectuar a prestação do referido serviço em 3D. A empresa ACREDITAMOS através do empenho e dedicação acredita que a divulgação das referidas reportagens por parte dos clientes será o ponto de partida para que no futuro tenhamos o nosso estabelecimento e a nossa carteira de clientes.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 40


Reportagens Vídeo em 3D

O equipamento que vou pôr ao serviço da empresa ACREDITAMOS para dessa forma poder oferecer um serviço com qualidade, inovador e assim poder acrescentar valor em 3D, foi adquirido numa das lojas da PANASONIC inovadora em relação ao 3D.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 41


Reportagens Vídeo em 3D

António Correia

Projecto de Marketing

Página 42


Reportagens Vídeo em 3D

Com aquisição deste equipamento a empresa ACREDITAMOS acredita que estão reunidas todas as condições para poder oferecer um serviço de qualidade, inovador no 3D. O facto de sermos pioneiros dá-nos uma responsabilidade acrescida, mas por outro lado a vontade em corresponder a este desafio com realismo mas também com optimismo e acreditar que o investimento de 15 mil euros nesta máquina terá o seu retorno a curto prazo.

Preço O preço será acordado entre a empresa ACREDITAMOS e os estabelecimentos que solicitem os nossos serviços. Ao acordar esta modalidade de pagamento a empresa ACREDITAMOS tem consciência que o preço a praticar será ajustado para os estabelecimentos e à partida condicionado, pois o estabelecimento vai praticar um preço mais elevado para obter a sua margem de lucro ao cliente. Por este motivo o preço ao ser negociado nos vários estabelecimentos será diferente e dessa forma proporcionar preços variáveis. Exemplo referência dos preços praticados no mercado em reportagens HD 299 EUROS/dia 35 EUROS/hora

António Correia

Projecto de Marketing

Página 43


Reportagens Vídeo em 3D

António Correia

Projecto de Marketing

Página 44


Reportagens Vídeo em 3D

Orçamento e objectivos

O investimento a realizar para a empresa ACREDITAMOS poder oferecer qualidade inovação e acrescentar mais-valia no 3D será o seguinte. -1 Maquina filmar 3D

14.640€

-2 Portáteis

1.500€

-1 Bateria Suplente

200€

-Curso em 3D

500€

-Panfletos (impressão)

200€

-Cartão visita (impressão)

150€

- Site (criação)

150€

- Site (alojamento )

20€

TOTAL………………………………………………………………… 17.360€

Nesta fase inicial é fundamental termos serviços de reportagem em 3D.

Para a empresa ACREDITAMOS ter o sucesso pretendido, desejado e poder apresentar um crescimento sustentado, teremos que efectuar duas reportagens em 3D por fim de semana. Neste momento só temos capacidade para efectuar uma reportagem 3D por dia, mas achamos que nesta fase inicial seria demasiada ousadia oferecer ou disponibilizar mais recursos. António Correia

Projecto de Marketing

Página 45


Reportagens Vídeo em 3D

Partindo do principio que a empresa ACREDITAMOS consegue a realização de pelo menos 2 trabalhos 3D por semana e que por cada trabalho realizado facturar cerca de 300 euros, estaremos a falar de uma facturação mensal a rondar os 2500 euros. Seguindo este raciocínio a empresa ACREDITAMOS tem como objectivos para o seu primeiro ano de serviços 3D a facturação de 30.000 euros. A empresa ACREDITAMOS tem a intenção de avaliar no curto prazo se todo o processo de divulgação e promoção dos nossos serviços 3D estão a dar os resultados pretendidos e por ventura ponderar novas estratégias com o intuito de poder melhorar alguns aspectos que eventualmente possam estar a prejudicar a divulgação. A ACREDITAMOS pretende realizar uma projecção a 3 anos, com actualizações semestrais com o intuito de avaliar os objectivos alcançados e definir novos objectivos se for caso disso.

Processo Os primeiros contactos serão estabelecidos com os proprietários e potenciais interessados onde damos a conhecer a inovação do serviço em 3D e esperamos conseguir despertar o entusiasmo e satisfação que os leve a divulgar esta novidade aos seus clientes. Conseguindo esta divulgação os proprietários dos estabelecimentos entram em contacto com a empresa ACREDITAMOS a solicitar a realização do evento ao qual marcamos uma reunião para nos darem conta de todos os dados referentes ao evento.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 46


Reportagens Vídeo em 3D

Nessa reunião será dado a conhecer à ACREDITAMOS o seguinte: - O evento. - Dia do evento. - Local do evento. - Hora do evento. - Nome dos intervenientes - Morada dos intervenientes - Contacto dos intervenientes Depois de o estabelecimento nos ter solicitado todos estes dados referentes ao cliente, a Empresa ACREDITAMOS entra em contacto com o referido cliente para dessa forma nos darmos a conhecer, realçar toda a qualidade e inovação que um serviço em 3D oferece e combinar todos os pormenores que considerar importantes, para que no final a satisfação do cliente seja total em relação ao nosso serviço. Realização da gravação de todo o serviço que nos foi solicitado no dia do evento. Todo o trabalho a realizar de montagem do referido vídeo. Entrega de dois BLUE-RAY prontos com a realização do evento ao estabelecimento que nos solicitou o serviço em 3D.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 47


Reportagens Vídeo em 3D

Financiamentos para o projecto Micro crédito

"Cada um esconde dentro de si muito mais do que aquilo que alguma vez poderá explorar. A não ser que criemos as condições que nos permitam descobrir os limites do nosso potencial, nunca saberemos o que vai dentro de nós."

O Micro crédito é uma rede do Millennium bcp em que se presta um serviço de financiamento, promovendo e apoiando pessoas e microempresas com iniciativas empresariais viáveis, que de outra forma não teriam acesso a crédito, com o intuito de criar/viabilizar postos de trabalho.

Se quer iniciar ou expandir um negócio, analise estas 7 questões e descubra como o Micro crédito do Millennium bcp o pode ajudar. O seu Gestor de Projecto ajudará a desenvolver a sua ideia. Assim, e quer esteja a lançar um novo negócio ou a expandir um já existente, apoiaremos todo o processo de preparação e planeamento. Temos opções de crédito à sua medida António Correia

Projecto de Marketing

Página 48


Reportagens Vídeo em 3D

O seu Gestor de Projecto ajudará também a encontrar a melhor solução de crédito para o seu negócio. Para isso, precisamos conhecer e saber qual a estratégia que já definiu para a sua iniciativa.

Estamos sempre ao seu lado O seu Gestor de Projecto prestará todo o apoio de que precisa: desde a ajuda para o controlo do negócio até à formação em temas de gestão. A concretização de uma ideia de negócio é um desafio em que o apoio e o incentivo de alguém que acredita em si são factores decisivos para atingir o sucesso.

O que é o Micro crédito? O Micro crédito é uma rede do Millennium bcp em que se presta um serviço de financiamento, promovendo e apoiando pessoas e microempresas com iniciativas empresariais viáveis, que de outra forma não teriam acesso a crédito, com o intuito de criar/viabilizar postos de trabalho."

A quem se destina? A todos aqueles que preencham dois requisitos básicos: uma ideia de negócio viável e perfil de empreendedorismo. Estão abrangidos, por exemplo, desempregados, imigrantes, reformados, domésticas e "pequenas" microempresas (Clientes ou não do Millennium bcp).

Qual a área de cobertura geográfica do Micro crédito e quais os respectivos Gestores de Projecto? O Micro crédito está presente no país inteiro através de 4 sucursais: em Lisboa, Porto, Funchal e Ponta Delgada, nas quais estão a operar 15 António Correia

Projecto de Marketing

Página 49


Reportagens Vídeo em 3D

Gestores de Projecto, cada um com uma área de actuação delimitada. Desta forma, os Gestores de Projecto têm a seu cargo uma determinada cobertura geográfica (por zonas de código postal), deslocando-se frequentemente ao local de negócio do Cliente a fim de o poder acompanhar/aconselhar.

Como é que um candidato acede ao Micro crédito?

Pode fazê-lo de diversas formas distintas: Contactando a Banca Telefónica através do nº 707 500 075 (Atendimento telefónico personalizado disponível de 2.ª a 6.ª das 8h30 às 22h e Sábados, Domingos e Feriados das 10h às 22h); preenchendo o formulário; preenchendo o folheto Micro crédito disponível nas Sucursais dirigindo-se a uma das sucursais Micro crédito; junto de qualquer sucursal da Rede Millennium bcp.

Até que montantes vão o Micro crédito? Disponibilizamos até 25.000 EUR por candidato, havendo dois tipos de empréstimo: individual ou em grupo. Que documentação é necessária para solicitar Micro crédito? Assim que o candidato estiver alocado ao Gestor de Projecto respectivo e aquando do 1º encontro, será informado de toda a documentação necessária para desencadear a operação de financiamento. Contactos 707 500 075 http://www.millenniumbcp.pt/site/conteudos/30/article.jhtml?articleID= 333935 António Correia

Projecto de Marketing

Página 50


Reportagens Vídeo em 3D

Conclusão

Sem sombra de dúvida que a elaboração deste trabalho de marketing só foi possível através dos conhecimentos adquiridos ao longo destes meses de aprendizagem que me proporcionaram os conhecimentos necessários para os poder aplicar e desenvolver. Em relação a este trabalho, gostei imenso de o desenvolver porque é uma actividade que pessoalmente me fascina e acredito que uma aposta na tecnologia 3D terá sucesso. Este trabalho deu-me a possibilidade de pesquisar e aprofundar todos os passo que estão a ser dados, no sentido de realizar gravações em 3D, os seus custos associados e os equipamentos disponíveis no mercado. Gostava de num futuro próximo ter a possibilidade de desenvolver esta actividade, pois a EMPRESA ACREDITAMOS é sinonimo de optimismo e apesar de ser fictício eu ACREDITO que se trata de um projecto com potencial e com toda a certeza uma oportunidade de negócio.

António Correia

Projecto de Marketing

Página 51


Reportagens Vídeo em 3D

EU ACREDITO…

Trabalho realizado por: ANTÓNIO CORREIA

António Correia

Projecto de Marketing

Página 52

Trabalho Projecto Final  

elaborado no ambito do curso de marketing

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you