Page 1

Jornal da Tarde Educação Os dados sobre o desempenho dos alunos, principalmente da rede pública de ensino, são alarmantes. A educação pública encontra vários problemas e dificuldades: prédios mal conservados, falta de professores, poucos recursos didáticos, baixos salários, greves, violência dentro das escolas, entre outros. Este quadro é resultado do baixo índice de investimentos públicos neste setor. O resultado é a deficiente formação dos alunos brasileiros.

Puxada por alimentos, inflação é a maior para setembro desde 2003.

IPCA acelerou para 0,57% no mês passado. No ano, preços subiram 3,77%

Desigualdade O Brasil é um país de grande contraste social. A distribuição de renda é desigual, sendo que uma pequena parcela da sociedade é muito rica, enquanto grande parte da população vive na pobreza e miséria. Embora a distribuição de renda tenha melhorado nos últimos anos, em função dos programas sociais, ainda vivemos num país muito injusto.

IO — A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acelerou para 0,57% em setembro, após registrar alta de 0,41% em agosto, informou o IBGE nesta sexta-feira. É a maior taxa para um mês de setembro desde 2003, quando tinha registrado alta de 0,78%. Em 12 meses, a inflação oficial no país foi de 5,28%. No ano, o índice foi de 3,77%. Mais uma vez a inflação foi puxada por alimentos, que subiram 1,26% no mês e responderam por 0,30 pontos percentuais do IPCA de setembro e 53% do índice. — A inflação voltou a acelerar em setembro, novamente por conta de alimentos, que foram responsáveis por mais da metade da alta da taxa de inflação em setembro — afirmou Eulina Nunes, coordenadora do IPCA. — Dos meses de setembro, a alta de alimentos é a maior desde 2002, quando foi de 1,96%. O IPCA em 12 meses recuou por nove meses seguidos até atingir 4,92% em junho. A partir daí, no entanto, segue em aceleração. Na inflação de 3,77% acumulada em 2012, apenas 24 itens responderam por 82,5% do índice. Carnes encarecem 2,27% no mês No grupo Alimentação e Bebidas, a maior influência da alta de preços veio do item carnes, que subiu 2,27% no mês, com peso de 0,06 ponto percentual. Já preço do tomate, que vinha sendo o vilão da inflação nos últimos meses, reverteu a tendência e caiu 12,88%. Outros alimentos com altas relevantes foram arroz (8,21%), pão francês (3,17%) e frango (4,66%). — Alguns alimentos tiveram menor produção este ano por causa da redução da área plantada, como é o caso do arroz. Além disso, tivemos a seca, tanto no Brasil, quanto nos Estados Unidos e na Rússia, que impactou de maneira geral os alimentos, como soja e milho — explicou a técnica do IBGE. A despeito do forte impacto dos alimentos, a inflação de setembro também registrou elevação nos preços de produtos não alimentícios, cuja alta passou de 0,27% em agosto para 0,37% em setembro. — Os alimentos tiveram importância grande na elevação da taxa da inflação em setembro, mas os grupos não alimentos também aceleraram, como habitação, que tem participação grande no orçamento das famílias — diz Eulina.

Anthony, Adna, Poliane, Ramon Turma: 3607a 16/08/12

Esportes Demitido do pinheiro, técnico quer retomar trabalho com Fratus

Desemprego Embora a geração de empregos tenha aumentado nos últimos anos, graças ao crescimento da economia, ainda existem milhões de brasileiros desempregados. A economia tem crescido, mas não o suficiente para gerar os empregos necessários no Brasil Violência e Criminalidade A violência está crescendo a cada dia, principalmente nas grandes cidades brasileiras. Os crimes estão cada vez mais presentes no cotidiano das pessoas. Nos jornais, rádios e tvs presenciamos cenas de assaltos, crimes e agressões físicas. A falta de um rigor maior no cumprimento das leis, aliada as injustiças sociais podem, em parte, explicar a intensificação destes problemas em nosso país. Poluição Este problema ambiental tem afetado diretamente a saúde das pessoas em nosso país. Os rios estão sendo poluídos por lixo doméstico e industrial, trazendo doenças e afetando os ecossistemas. O ar, principalmente nas grandes cidades, está recendo toneladas de gases poluentes, derivados da queima de combustíveis fósseis (derivados do petróleo - gasolina e diesel principalmente). Este tipo de poluição afeta diretamente a saúde das pessoas, provocando doenças respiratórias. Pessoas idosas e crianças são as principais vítimas. Saúde Nos dias de hoje, pessoas que possuem uma condição financeira melhor estão procurando os planos de saúde e o sistema privado, pois a saúde pública encontra-se em estado de crise aguda. Hospitais superlotados, falta de medicamentos, greves de funcionários, aparelhos quebrados, filas para atendimento, prédios mal conservados são os principais problemas encontrados em hospitais e postos de saúde da rede pública. A população mais afetada é aquela que depende deste atendimento médico, ou seja, as pessoas mais pobres

Após acompanhar os pupilos na Olimpíada de Londres, o técnico Arilson Silva gozou de merecidas férias e, quando retornou ao Pinheiro (na semana passada), descobriu que havia sido demitido. Chateado, o coach, que ficou 12 anos no clube paulistano, deseja voltar a trabalhar com Fratus, quarto colocado na prova dos 50m na capital inglesa. "Acabou um ciclo olímpico e o clube decidiu tomar direções diferentes da minha. Eles decidiram me dispensar, não quiseram mais meu trabalho", afirmou Arilson, que não teve tempo sequer de se despedir de Felipe França (a dupla, considerada especialista no nado peito, estava junta desde 2005). Sobre o futuro, Arilson diz estar analisando propostas, sem adiantar os possíveis destinos. Ele, no entanto, admite a vontade de manter o trabalho com o jovem Fratus. "Estou com ele desde janeiro do ano passado. Um ano e meio já. Seria ótimo para mim e para ele e vejo com bastante possibilidade continuar trabalhando com ele", contou. Uma opção de Arilson é montar uma equipe independente de treinamento, assim como o P.R.O. 16, time carioca que conta com nomes como César Cielo, Leonardo de Deus, Nicholas do Santos, entre outros. Milan pode Desembolsar R$: 15 mil por ano para ter Guardiola Nesta terça-feira, o diário italiano La Repubblica afirmou que Silvio Berlusconi teria oferecido 6 milhões de euros por ano (cerca de R$ 15 milhões) ao técnico Pep Guardiola para que ele treinasse o Milan. » Exclusivo: Mourinho explica tristeza de C. Ronaldo e vê Real como maior desafio » Messi ou C. Ronaldo? Veja histórico de duelos e vote no melhor » Vote e eleja a mais bela mulher de jogadores do Inglês » Com Ronaldinho, americanos listam 100 atletas mais feios da história A especulação da imprensa italiana sobre o assunto só aumentou com o começo ruim do técnico Massimo Allegri à frente do Milan na atual temporada.

Jornal da Tarde  

Jornal interativo de assuntos diversos.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you