Issuu on Google+

E mais: Regras para vistos + Batala, ritmo de Livepool + Como abrir seu neg贸cio + Concurso no Consulado


Índice

24

30

51

64

Revista Real - nº 62 Fevereiro 2008 2 Queens Parade Green Lanes London - N8 0RD Fone: 020 8347 5045 Fax: 020 8347 0514 www.revistareal.com

Editor - Chefe Régis Querino (editor@revistareal.com) Arte & Design Marcio Masotti (arte@revistareal.com) Mariano Arias Llorente Marketing & Comercial Diego Jezler (vendas@revistareal.com) Redação Marina Gaspar (jornalismo@revistareal.com)

Distribuição: BR Jet Delivery brjetlondon@yahoo.com

Cartas Destaques do mês Brasil Real Entrevista Política Economia Reino Unido Europa Mundo Capa Música Cinema Livros Artes Comportamento Ciência & Tecnologia

58 60 62 64 68 69 70 72 76 76 77 77 78 79 80 82

Saúde Moda & Beleza Personalidades Turismo Educação Motores Informática Esportes Brasileiro em Londres Receitas Horóscopo Humor Crônica Quadrinhos Classificados Endereços Úteis

E D I T O R I AL Londres tem sido, nos últimos anos, uma das rotas preferidas dos brasileiros no momento de escolher um novo lugar para viver. Seja qual for o motivo da escolha pela capital londrina financeiro, profissional ou pessoal -, é fato que a comunidade, como já mostrou a Real na edição de novembro de 2007, é a mais numerosa entre os latinos por aqui. Se o comércio tem aberto mais portas para oferecer produtos brasileiros e a cultura nacional tem marcado presença com constantes shows e noites brasileiras na agenda londrina, é verdade também que o co-

nhecido “jeitinho brazuca” de resolver as coisas e levar a vida já se tornou famoso na cidade. Casos de conterrâneos envolvidos em falsificação e venda de documentos têm sido comuns ultimamente. E, com a grande demanda de compatriotas aterrissando todos os dias em Londres, infelizmente criou-se uma indústria de aproveitadores, que aplicam os mais diversos tipos de golpes nos recém-chegados. Além da venda de documentos falsos, sublocação de casas e quartos, venda de contatos de trabalho, exploração de trabalho e cobrança de taxa para “ajudar”

a pessoa a abrir conta bancária são os delitos mais comuns praticados pelos “espertos”. Por essas e outras, a Real colocou o time em campo e traz uma matéria especial (página 44) que vai ajudar você a se livrar dos abutres, que estão por aí, rondando, à espera de mais uma vítima. Conheça as táticas dos aproveitadores, confira dicas de como não cair nas armadilhas dos golpistas e saiba que você pode denunciar práticas ilícitas até mesmo se estiver em situação ilegal no país. Entre os outros destaques desta edição, num mês em que o Brasil afina os tamborins para

o Carnaval, dê um pulo até Liverpool (página 30) e conheça a Batala, uma banda inspirada nos ritmos brasileiros que faz sucesso na Inglaterra. Mas se o som forte da batida dos tambores não for lá muito a sua praia e você está pensando em como ter o seu próprio negócio por aqui, confira, na página 24, uma matéria que pode lhe direcionar na realização desse sonho. Ótimo mês a todos. Até março. Régis Querino Editor-chefe Revista Real 3

Índice

Colaboradores Alessandro Freitas (Brasil) Ana Tarot (Reino Unido) Bete Kiskissian (Reino Unido) Camilo Adorno (Reino Unido) Claudiana Fermino (Reino Unido) Denise Richefond (Reino Unido) Devaldo Gilini Jr. (Brasil) Rafael Pieroni (Reino Unido) Tonico Sanches (Brasil)

5 6 8 16 18 20 22 36 40 44 48 50 52 53 54 56


Cartas

CA RTAS D O LE I T OR Espero que as previsões da Mãe Ejá (Real de janeiro) para Londres não se concretizem. Quem vivia aqui em 2005 sabe do que eu estou falando: a paranóia que ficou a cidade depois dos atentados que mataram mais de 50 pessoas no metrô e no ônibus. Deus nos livre de mais essa! Mercedes Barbosa Londres

Estou em Londres há três meses e através da Real fiquei sabendo de dicas de lugares para visitar. Gostei muito do Tate Modern (dica de dezembro), mas aquele mercado que vocês publicaram na edição de janeiro, o Borough Market, ficou devendo. Aquilo perto de uma feira de rua do Brasil não é nada... Otávio Carvalho Londres

Tenho um amigo que mora em Newcastle que gostaria de assinar a Real. É possível? Pamela Batista Gonçalves Nota do editor: Sim, Pamela, você paga £25 por ano e recebe 12 edições da Real na sua casa. O pagamento pode ser feito em cheque ou depósito bancário.

Legal saber que o Cirque du Soleil está de volta a Londres. Dois anos atrás assisti ao espetáculo Alegria e saí do Royal Albert Hall achando que tinha visto o show mais sensacional do planeta. É ótimo ver um circo que não se utiliza do sofrimento de animais para maravilhar o público. Já me disseram que o espetáculo deste ano, Varekai, é melhor ainda do que o Alegria. O ingresso não é barato se você quiser um bom lugar no teatro, mas com certeza vale o investimento. Tomás Antunes de Angelim Londres

Cíntia Maria Lopes Londres

Régis Querino Editor - Chefe

Caro Leitor, Não hesite em nos contatar. Sugestões, críticas e dúvidas podem ser enviadas para o seguinte endereço: 2 Queens Parade, Green Lanes London - N8 0RD Também pelo e-mail: jornalismo@revistareal.com

Revista Real 5

Cartas

Triste ler a matéria na Real daquele missionário ameaçado de morte no Pará por defender agricultores pobres. Quando é que isso vai acabar no Brasil? É por essas e outras que muito europeu morre de medo de visitar o nosso país.

Agradecemos a todos os leitores pelas cartas enviadas. Um grande abraço!


Destaques do mês

Anticoncepcional x câncer

U

Destaques

m estudo de pesquisadores britânicos sugere que até 100 mil casos de câncer de ovário tenham sido evitados nos últimos 50 anos graças à pílula anticoncepcional. A equipe da Universidade de Oxford acredita que a crescente popularidade da pílula poderá, num futuro breve, evitar 30 mil casos de câncer de ovário todos os anos, informou a BBC. A ligação entre contraceptivos orais e baixas taxas de câncer nos ovários é conhecida, mas o novo estudo é um dos mais precisos ao retratar o grau de eficácia do medicamento. Outros estudos, no entanto, concluíram que o uso do contraceptivo por mais de oito anos pode estar associado a um aumento do risco de desenvolver câncer de mama e de colo do útero. O coordenador da nova pesquisa, Richard Peto, afirmou que mulheres jovens não precisam se preocupar com os riscos. “A redução no câncer de ovário é maior do que o aumento da incidência de outros tipos de câncer.”

Sampa terá outro aeroporto

O

ministro da Defesa, Nelson Jobim, assegurou, em entrevista à Folha de São Paulo, no dia 25 de janeiro, a construção do terceiro aeroporto de São Paulo e a implantação do sistema de trens para ligar o aeroporto de Viracopos, em Campinas (95 km de São Paulo), ao centro da capital. De acordo com a reportagem, o ministro afirmou que irá encontrar o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), depois do Carnaval para tratar principalmente do projeto dos trens, que ligará ainda o estado ao Rio. Segundo Jobim, “serão necessários R$ 40 milhões para os estudos de definição da localização e para a elaboração do projeto do terceiro aeroporto, até julho de 2009, e mais R$ 2 bilhões para a compra do terreno e para a terraplanagem.” Ele, porém, não quis se comprometer com prazos e valores para a conclusão da obra. Jobim anunciara, dias antes, novas mudanças nas operações do aeroporto de Congonhas.

Ligações perigosas

O

meia Kaká, do Milan, foi intimado há mais de quatro meses pelo juiz da 1a Vara Criminal de São Paulo, Marcelo Mendroni, para explicar sua relação com a igreja Renascer e seus fundadores. A informação foi veiculada em janeiro pela revista Carta Capital, que publicou que o melhor jogador do mundo de 2007, eleito pela Fifa, paga um dízimo anual no valor de R$ 2 milhões à igreja. O juiz enviou um pedido à Procuradoria- Geral de Milão em 14 de setembro de 2007 para interrogar o jogador. A igreja entrou com um pedido de representação contra o promotor. Os bispos Estevam e Sônia Hernandes respondem a processos por evasão de divisas e lavagem de dinheiro nos EUA e foram condenados a cumprir 10 meses de prisão, cinco deles em regime fechado. Estevam foi libertado no último dia 2 de janeiro, depois de cumprir o período. A justiça norte-americana ainda não decidiu quando a mulher do bispo inicia o seu período de detenção.

Caos no Quênia

M

ais de 800 pessoas morreram e mais de 250 mil foram desabrigadas no Quênia, em janeiro, depois que ativistas da oposição entraram em confronto com a polícia durante manifestações em diversas regiões do país contra a eleição do presidente Mwai Kibaki. Os confrontos com a polícia ocorreram um dia depois da oposição sair vitoriosa na eleição do presidente do Parlamento, o terceiro homem mais importante do país. Depois da vitória, o parlamentar eleito, Kenneth Marende, disse à BBC que o Partido Movimento Democrático Laranja (ODM, na sigla em inglês) tinha direito constitucional de iniciar os protestos contra a eleição do presidente Mwai Kibaki. Os três dias de protesto, marcados para acontecer em 30 cidades do Quênia foram proibidos pela polícia, que os considerou “inapropriados”. Apesar dos apelos internacionais pelo fim da violência, o clima de tensão no país permanecia até o final do mês passado.

Caso Madeleine

Ator é encontrado morto em NY

homem que seria responsável pelo seqüestro de Madeleine McCann, a menina inglesa de 4 anos que desapareceu no sul de Portugal em 3 de maio do ano passado, foi identificado como Joaquim José Marques, após a divulgação de um retrato falado, segundo o jornal britânico Daily Mail. O criador de porcos já havia sido condenado a 5 anos de prisão em 1996 por ter estuprado uma turista britânica no ano anterior, na mesma cidade em que a menina desapareceu. De acordo com o jornal português Diário de Notícias, Marques teria estuprado a adolescente e um cúmplice teria atacado uma amiga da garota. Marques foi identificado como suspeito no final de janeiro. Ele já havia sido interrogado a respeito do desaparecimento de Madeleine em 2007, mas sua participação no crime havia sido descartada pela polícia portuguesa. Após a divulgação do retrato falado, ele foi interrogado mais uma vez pela polícia, que não divulgou o teor do depoimento.

ator australiano Heath Ledger, conhecido por interpretar um caubói gay no filme “O segredo de Brokeback mountain”, foi encontrado morto em um apartamento em Nova York no dia 22 de janeiro. O ator, 28 anos, interpreta o Coringa em “Batman: The Dark Knight”, que deve chegar aos cinemas em julho. De acordo com o “The New York Times”, a polícia trabalha com a possibilidade de suicídio ou overdose acidental. Foram encontrados comprimidos ao lado do corpo, que foi achado pela empregada do ator. Ela bateu na porta do quarto dele para avisálo de que sua massagista havia chegado. Sem resposta, ambas abriram a porta e encontraram Ledger inconsciente. Em entrevista ao “New York Times” em novembro, Ledger revelou que as filmagens de “Batman” o deixaram física e mentalmente exausto e que precisou tomar pílulas do remédio Ambien para dormir. O medicamento pode ser fatal se ingerido em excesso ou tomado com álcool.

O

6 Revista Real

O


PF desbarata quadrilha

A

Polícia Federal e a Previdência Social deflagraram em janeiro a operação “Hemostasia”, cujo alvo eram integrantes de uma quadrilha especializada em fraudes à Previdência. A operação resultou na expedição de 27 mandados de prisão e de busca e apreensão pela Justiça Federal de Governador Valadares (324 km de Belo Horizonte), segundo a Folha Online. Entre os integrantes estão médicos-peritos da própria Previdência Social, despachantes, agenciadores e médicos particulares. Segundo um levantamento inicial, os prejuízos causados pela quadrilha, que agia desde o ano de 2000, podem superar R$ 10 milhões. O grupo teria agido na concessão de dez mil benefícios, sendo que em 300 já foram encontradas irregularidades. Além dos benefícios irregulares, a PF ainda encontrou indícios de que a quadrilha estaria envolvida com o assassinato da médica-perita Maria Cristina de Souza Felipe da Silva, ocorrido em março de 2006.

Liverpool de casa nova

O

Homem fere dois em missa na Catedral da Sé

U

m homem foi detido depois de ferir duas pessoas na manhã desta sexta-feira (25) na Catedral da Sé, Centro de São Paulo. Segundo a polícia, o homem entrou na Sé aparentemente embriagado, quando era celebrada uma missa em homenagem ao aniversário de 454 anos de São Paulo. O prefeito Gilberto Kassab (DEM), o Ministro do Trabalho, Carlos Lupi, o senador Eduardo Suplicy e o secretário de Segurança Pública, Ronaldo Marzagão, estavam presentes à celebração. As vítimas, um professor da pastoral da Igreja e um capitão da polícia militar que fazia a segurança de Marzagão, teriam se ferido ao tentar imobilizar o homem, depois de perceberem que ele estava armado com uma faca. Mais cedo, a polícia chegou a informar que havia três feridos. De acordo com o coronel Álvaro Camilo, comandante do policiamento do Centro, o homem era um morador de rua que vivia na região da Sé. “Ele é um cidadão conhecido daqui. Sempre faz algum tipo de bagunça”, disse. O coronel informou que o suspeito responde a processos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, ele tem passagens por furto e roubo. Ainda de acordo Camilo, o homem não tinha objetivos definidos ao entrar na igreja. Mesmo assim, o coronel defendeu a imobilização dele. “Se os seguranças não fizessem isso, ele poderia ter ferido mais pessoas”, disse.

“Depois que me tornei uma mulher de Deus, me arrependi de muita coisa que fiz. Na verdade, me arrependo por não ter a consciência cristã antes. Me arrependo, por exemplo, de ter posado para a ‘Playboy’.” Da ex-dançarina do “Tchan”, Carla Perez, ao site Ego. Convertida à Comunidade Evangélica Artistas de Cristo, ela agora investe na carreira de cantora infantil “Vamos nos divertir com responsabilidade. Ninguém precisa beber, ninguém precisa fazer nada que não seja o normal para se divertir.” O presidente Lula, em seu programa de rádio semanal “Café com o Presidente”, da Radiobrás, aconselhando os brasileiros a se comportarem durante o Carnaval “Tomei caipirinha, vodca e cerveja. Não estou acostumada a beber e isso me atrapalhou para pensar direito naquela noite. Só aceitei porque tinha de pagar dívidas e precisava do dinheiro.” A auxiliar de serviços gerais Leidiane Santos, 23 anos, que dançou nua em um baile funk, em Vitória, no dia 12 de janeiro. Segunda ela, o DJ lhe ofereceu R$ 600 para dançar nua. Ela aceitou mas depois não recebeu o dinheiro. “Ele está se inserindo bem na equipe e começando a conhecer melhor o futebol italiano. Ele foi fundamental e protagonista de uma esplêndida dobradinha.” Do meia Kaká, eleito o melhor do mundo pela Fifa em 2007, comentando a atuação do companheiro de Milan e nova sensação na Itália, o atacante Alexandre Pato, que marcou dois gols na vitória sobre o Genoa por 2 a 0, no dia 27 de janeiro. “Michael Phelps treina muito duro, mas não tem nada de realmente especial.” Do ex-nadador australiano Ian Torphe, ganhador de cinco ouros olímpicos, sobre o americano, cotado para ser o grande nome da natação nos Jogos de Pequim . “Já estou me acostumando com a idéia de que talvez ela morra. Ela me convidou para ir ao Grammy no mês que vem, mas parte de mim diz que ela não estará viva até lá”. Janis Winehouse, mãe da cantora inglesa Amy Winehouse, em desabafo ao jornal News of the World, temendo que a filha, sempre nas manchetes por uso de drogas, tenha uma overdose. “Ele agiu como um operador, ultrapassando certas autorizações que foram concedidas, mas não agiu para desviar recursos do banco com operações fraudulentas.” O procurador da República de Paris, JeanClaude Marin, sobre o operador do banco Société Générale, Jérome Kerviel, acusado de realizar operações fraudulentas que causaram prejuízos de cerca de US$ 7 bilhões à instituição financeira

Revista Real 7

Destaques

s proprietários do Liverpool, os norte-americanos George Gillett Jr. e Tom Hicks, anunciaram no dia 25 de janeiro, um dia após terem obtido financiamento necessário para manter o clube inglês sob seu poder, que o novo estádio dos Reds terá capacidade para 71 mil pessoas e custará 562 milhões de euros (mais de R$ 1,45 bilhão). Optou-se por um design “prático, cômodo e mais barato” para o estádio, já que a planta anterior, elegante e vanguardista, foi deixada para trás devido a seu custo elevado. O Estádio de Anfield, com 115 anos de história, será substituído em agosto de 2011. O anúncio da construção do estádio foi feito depois da divulgação de relatórios da British Broadcasting Corp que apontavam que os proprietários do Liverpool conseguiram refinanciamento de 470 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão) para devolverem o empréstimo inicial de 333 milhões de euros (R$ 865 milhões) por meio do qual adquiriram o clube.

Frases do mês


Brasil

População indígena

em risco Segundo dados do Conselho Indígena Missionário, pelo menos 76 índios foram assassinados no Brasil em 2007

Brasil

N

o Brasil foram assassinados pelo menos 76 indígenas em 2007, 58% a mais do que no ano anterior. Esse aumento se concentrou em Mato Grosso do Sul, onde os guaranis vivem confinados em terras insuficientes para manterem suas tradições. O total de assassinatos no ano passado, divulgado em janeiro pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi), ainda é preliminar e obterá dados definitivos em abril, quando esse órgão da Igreja Católica divulgar seu informe anual de violência sofrida pela população nativa do Brasil. “Já soubemos de outros cinco assassinatos não registrados anteriormente”, disse à Inter Press Service (IPS) o vice-presidente do Cimi, Roberto Liebgott. Os problemas mais graves estão no Mato Grosso do Sul, onde foram cometidos 48 dos 76 crimes, destacou o especialista. Em 2006, nesse estado foram cometidos 20 dos 48 assassinatos registrados. Na reserva de Dourados, onde a violência é mais visível, “há 12.000 indígenas vivendo em pouco mais de três mil hectares”, disse Liebgott. A vida nas reservas de extensão limitada é particularmente grave para os guaranis, que por tradição é um povo peregrino, que costuma cruzar as fronteiras com o Paraguai e a Argentina, onde também é numeroso. Assim, os conflitos internos e com a sociedade ao redor surgem de forma violenta. “A Fundação Nacional do Índio (Funai) se comprometeu a criar 35 novos territórios indígenas no Mato Grosso do Sul, mas não cumpriu e, em conseqüência, as tensões prosseguem, afirmou Liebgott. “A Funai não se manifestou sobre os números e as denúncias do Cimi, apesar de nossa insistência em ouvir seus diretores”, acrescentou. No Mato Grosso do Sul vivem mais de 60 mil indígenas, quase a metade do povo guarani-kaiowa, entre os quais também são numerosos os suicídios de jovens, em geral atribuídos à falta de perspectiva de vida pela escassez de terras. Mas no mesmo esta-

8 Revista Real

do também vivem, segundo dados do Cimi, cerca de 16 mil terenas, que não apresentam uma incidência anormal de assassinatos e suicídios, apesar de sofrer uma restrição de terras semelhante. “Somos um povo com pouca terra, temos um aldeia de 400 pessoas em quatro hectares”, disse à IPS Marcos Terena, presidente do Comitê Intertribal e diretor do Memorial dos Povos Indígenas, em Brasília. É muito grande a diferença entre o kaiowa, um povo que “sofre a síndrome de vítima” e que “não é agricultor”, e os terenas, que cultivam a terra de forma comunitária e se adaptaram melhor à vida imposta pelos brancos colonizadores, explicou Terena. Quadro aterrador Para Egon Heck, coordenador do Cimi no Mato Grosso do Sul, “o quadro é aterrador devido ao aumento absurdo da violência”. No campo econômico, os grandes investimentos para expandir a cana-de-açúcar, diante da euforia do etanol como substituto da gasolina, fortalecem a presença de monoculturas e encarecem a terra, convertendo-a em objeto de disputas mais intensas e agressivas. No campo político, os governos locais estão completamente “alinhados com os interesses do agronegócio”, disse Heck. Além disso, muitos indígenas trabalham fora, no corte da cana, por exemplo, por isso permanecem afastados de suas comunidades

cerca de 70 dias, “e ao regressarem trazem problemas como o álcool e outras drogas, o que contribui para tornar mais frágeis as relações sociais internas e com os vizinhos”, explicou o coordenador do Cimi. Em novembro, uma empresa produtora de açúcar e álcool do Mato Grosso do Sul foi fechada depois de comprovado que submetia mais de 800 trabalhadores indígenas a condições de escravidão. A ação foi realizada pelo Grupo Móvel de Combate ao Trabalho Escravo, composto por fiscais do Ministério do Trabalho, representantes da Promotoria e policiais federais. Outra fonte de violência procede dos latifundiários locais, que recorrem à força para resolver conflitos gerados pela nota tática dos guaranis de ocupar terras que consideram suas e nelas instalar acampamentos, seguindo o exemplo do Movimento dos Sem-Terra, disse Terena. “É assim que velhos líderes dos guaranis foram brutalmente assassinados, a facadas e golpes de pau”, recordou Terena. Diante do consenso de que a escassez de terras é a principal origem dos assassinatos, a solução seria o estado adquirir terras próximas para assentar os guaranis. Porém, há dificuldades territoriais, já que os caiowas vivem em áreas muito povoadas, onde o valor da terra é muito alto. Mario Osava (IPS/Envolverde)


Febre amarela Em janeiro foram confirmadas nove mortes por conta da doença no Brasil

Brasil

O

ano começou com uma preocupação a mais para quem vive no Brasil: uma possível epidemia de febre amarela, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo responsável por disseminar o vírus da dengue. Do início do mês de janeiro até o fechamento desta edição, no dia 24, o Ministério da Saúde havia confirmado nove mortes causadas pela doença no país, todas no estado de Goiás. Outras unidades da federação, no entanto, não escaparam da doença. No total, 18 pessoas haviam sido diagnosticadas com a doença, 14 só em Goiás – incluindo as nove mortes. Há ainda outros pacientes no Mato Grosso, no Distrito Federal e casos diagnosticados em São Paulo. Em Goiás, mais sete casos não-confirmados permanecem sob investigação. Goiás e Mato Grosso do Sul são os dois estados onde a doença é considerada endêmica, assim como todas as unidades da região Norte, o Maranhão e o Distrito Federal. Já o sul do Piauí, o oeste da Bahia e toda a faixa oeste dos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul são consideradas áreas de transição. Epidemia e vacina O perigo de uma epidemia da doença – negada pelo governo por enquanto – fez crescer uma corrida pela vacina contra a febre amarela. Só no estado de Goiás, a Secretaria de Saúde estima que 975 mil pessoas já vacinadas em outra ocasião tenham recebido uma segunda dosagem. Em São Paulo, um quinto dos postos de saúde fornecem a vacina à população e, até agora, cerca de 100 mil pessoas receberam uma dose da mesma, enquanto no ano passado o número ficou em 69 mil. Mesmo após a nona morte, ocorrida no dia 23 em Goiás, o presidente Luís Inácio Lula da Silva e o ministro da Saúde Luiz Carlos Temporão evitaram falar em uma epidemia da doença no Brasil. O governo tem indicado que somente aqueles com viagem marcada para áreas de risco, como as de floresta, façam uso da vacina. Temporão lembrou que os casos diagnosticados até o momento estão em áreas específicas e isoladas. “Estamos na expectativa de que os casos se estabilizem”, disse o ministro Temporão em

10 Revista Real

entrevista ao site de notícias G1. “As coisas estão tranqüilas, teremos um Carnaval tranqüilo.” A febre amarela é transmitida quando o mosquito pica uma pessoa infectada com o vírus e depois pica outra pessoa, saudável e que não tenha tomado a vacina. Entre os sintomas estão febre alta, dor de cabeça, dor muscular,

mal-estar, calafrios, vômito e diarréia. A maioria dos casos evolui bem, mas pode acontecer o comprometimento de rins, fígado e pulmão, além de problemas cardíacos. * Com informações da Folha de S.Paulo, Folha Online e G1.


Ministra bem cotada Marina Silva foi apontada como umas das 50 pessoas que podem salvar o planeta

O

Brasil

conceituado jornal britânico The Guardian citou no mês passado a ministra do Meio Ambiente do Brasil, Marina Silva, como “uma das 50 pessoas que podem ajudar a salvar o planeta”. Segundo a BBC, a lista divulgada pelo diário, preparada por um painel de especialistas, identificou “os 50 homens e mulheres com o poder de nos salvar de nós mesmos”. No texto dedicado a Marina Silva, o jornal destacou sua história como “filha de um seringueiro brasileiro, passando sua infância coletando látex da floresta amazônica e protestando contra a destruição provocada pelos madeireiros ilegais”. “Em uma das grandes histórias políticas, ela passou de analfabeta aos 16 anos à mais jovem senadora do Brasil e agora é a mulher mais capaz de prevenir a total ruína da Amazônia”, diz o texto. O jornal comentou que, sob a gestão Marina Silva no ministério, o desmatamento na Amazônia caiu 75%, e vastas áreas de floresta foram destinadas às comunidades indígenas. “Mas o futuro, diz Silva, é arriscado. A única maneira de evitar uma perda no longo prazo é com ajuda internacional”, diz o jornal, citando uma declaração da ministra: “Não queremos caridade, é uma questão da ética da solidariedade”. A ministra é a única latino-americana da lista, que traz nomes como os do ex-vice-presidente americano Al Gore, da primeira-ministra alemã e do prefeito de Londres, Ken Livingstone. A foto da ministra foi uma das três escolhidas para ilustrar a chamada para a lista na capa do jornal, ao lado de Leonardo DiCaprio e da ambientalista Wangari Maathai, exministra do Meio Ambiente do Quênia e Nobel da Paz de 2004.

Revista Real 11


Manual para

emigrantes Brasil

Cartilha do governo, lançada em janeiro, em Brasília, traz dados sobre os riscos da migração irregular e os direitos e deveres dos brasileiros que moram fora do país

O

ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, lançou no dia 15 de janeiro, em Brasília, a cartilha ‘Brasileiros no Exterior, Informações Úteis’. A publicação pretende suprir, com informações relevantes como direitos e deveres, os brasileiros que pretendem se mudar para outros países para estudar ou trabalhar. O objetivo é conscientizar os emigrantes das dificuldades que serão encontradas no destino. No formato pocket, com 72 páginas, a cartilha lista os telefones de todas as embaixadas e consulados brasileiros no exterior, explica as diferenças entre os vistos concedidos nas diversas regiões do mundo e alerta para a dificuldade de obtenção de vistos de trabalho em outras nações. A cartilha orienta também como os migrantes devem fazer remessas de dinheiro para o Brasil e traz conselhos e depoimentos de brasileiros residentes no exterior.

12 Revista Real

O manual destaca ainda que o emigrante precisa se informar sobre: as vacinas exigidas pelos outros países, seu sistema de saúde, os tipos de vistos que podem ser concedidos e a validade de cada um, o perigo de entrar clandestinamente no país, a atenção às propostas de emprego para não viver um pesadelo, os órgãos que devem ser procurados em caso de emergência e as dificuldades mais comuns, entre outros temas. A distribuição gratuita do informe será feita em parceria com a Polícia Federal de maneira estratégica em aeroportos, associações de brasileiros no exterior, postos de expedição de passaporte e órgãos públicos, entre outros locais. A tiragem inicial será de 100 mil exemplares. 4 milhões fora do Brasil De acordo com dados do Ministério das Relações Exteriores existem, atualmente, cerca de quatro milhões de brasileiros vi-

vendo no exterior, sendo a maioria composta por trabalhadores. Grande parte migra desconhecendo os procedimentos para obtenção de vistos de trabalho, seus direitos e deveres em outros países, além dos riscos das migrações feitas de forma irregular. Segundo informações da cartilha, um dos aspectos mais evidentes da globalização é o grande fluxo de pessoas entre países e hemisférios. A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que existam cerca de 200 milhões de migrantes em todo mundo. No Brasil, o movimento migratório teve início na década de oitenta. A partir da década de noventa, o movimento foi intensificado, gerando um fluxo migratório crescente, em especial, para os Estados Unidos, Paraguai, Japão e diversos países europeus. Além das dificuldades de adaptação, os migrantes em situação irregular acabam sofrendo pela

discriminação étnica e o medo de serem deportados potencializa as barreiras enfrentadas por eles. Por esses motivos, Carlos Lupi disse que o ministério quer aumentar o auxílio para os brasileiros que moram no exterior. “Muitos brasileiros que vivem no exterior são apátridas, porque vivem sem o reconhecimento de sua família e filhos. Muitas vezes ficam no exterior sem o esclarecimento dos seus direitos. Esse é só um começo. Quero inaugurar pelo menos cinco casas de trabalhadores no exterior ainda nesse ano. Na Itália, já estão adiantadas as conversas.” O ministro citou ainda Portugal, Estados Unidos e Japão como futuras sedes dessas casas que atenderiam os interesses de trabalhadores brasileiros no exterior. *Com informações do site do Ministério do Trabalho e do Emprego: www.mte.gov.br Para acessar a cartilha na versão online acesse: http://www.mte.gov.br/trab_estrang/ brasileiros_exterior_informacoes_uteis.asp


Mais alunos nas

universidades Estudo mostra crescimento das instituições. Qualidade do ensino, porém, é questionada

U

das grandes, segundo especialistas, é a redução nas mensalidades. “Algumas cortaram custos demitindo professores experientes e com salários maiores”, diz o professor da Unesp, João Cardoso Palma Filho, membro do Conselho Estadual de Educação de São Paulo. Com isso, pesa a questão da qualidade. “A expansão é desejável, mas ainda não é possível saber com precisão qual foi seu impacto”, afirma Gabriel Mario Rodrigues, reitor da Anhembi Morumbi e presidente da Abmes, associação que reúne mantenedores de instituições privadas. No Enade, exame que substituiu o Provão a partir de 2004, a média de todos os cursos avaliados nas cinco maiores instituições varia de 2,6 a 3,2. Os conceitos do Enade vão de 1 a 5.

Brasil

ma reportagem da Folha de São Paulo, em janeiro, mostrou que as cinco maiores universidades do Brasil – Unip, Estácio de Sá, UniNove, UniBan e Universidade Salgado de Oliveira – registraram, de 2004 para 2006, aumento de 34% no número de alunos na graduação. O crescimento se deu principalmente por uma guerra de preços nas mensalidades e por promoções realizadas pelas universidades. O crescimento é quase o triplo do verificado para o total das instituições de ensino superior (12%) e mais que o dobro do total das particulares (16%), de acordo com o Censo da Educação Superior do Inep (instituto de pesquisa e avaliação do Ministério da Educação). A principal explicação para o crescimento

Revista Real 13


Faltam bombeiros

no Brasil Pesquisa inédita revela que 90% dos municípios não contam com bombeiros

Brasil

U

ma pesquisa realizada pela Agência Brasil e divulgada em janeiro revelou que apenas 635 dos 5.564 mil municípios brasileiros, contam com uma brigada do Corpo de Bombeiros Militar. O estado que apresenta a melhor situação é o Rio de Janeiro, onde 43 dos 92 municípios têm os serviços do Corpo de Bombeiros à disposição. O tenente-coronel Jadyr de São Sabbas, assessor de comunicação da corporação, explicou, em entrevista à Folha de S. Paulo, que o índice se deve ao fato do Rio ser o principal pólo de turismo nacional e internacional do país. O estado foi seguido na lista por Santa Catarina, com 30,3%, Mato Grosso do Sul, com 23,08%, e São Paulo, com 22,7%. No último lugar ficou o estado do Maranhão, com apenas três dos 217 – ou 1,38% – dos municípios servidos por postos da corporação. Em alguns vizinhos do Nordeste, o índice de estações de bombeiros por município também não foi dos melhores: 1,79% no Piauí e na

Paraíba, além de 1,8% no Rio Grande do Norte. Segundo o coronel Carlos Robério dos Santos, comandante operacional do Corpo de Bombeiros do Maranhão, entre os motivos do atraso da instituição está o processo de emancipação dos Bombeiros da Polícia Militar, que vem acontecendo desde a década de 90. “Com isso a corporação teve um atraso muito grande e só agora nós estamos lutando e já temos projeto para colocar [postos] em mais três municípios grandes, industriais e populosos”, disse à Folha. Cada um por si Nas cidades onde o Corpo de Bombeiros não está presente, os moradores têm de se virar para cumprir o papel de socorrer os cidadãos. São os chamados “bombeiros comunitários”, cidadãos civis que se organizam e recebem treinamento para atuar em casos de incêndios e outras situações de emergência. Na maioria dos municípios brasileiros, no entanto, nenhuma das duas entidades está presente.

14 Revista Real


De volta ao Masp Quadros de Picasso e Portinari, roubados em dezembro do Museu de Arte de São Paulo, foram recuperados pela polícia no mês passado

A

Jatene. Também será colocada, ainda no 1º semestre, uma base fixa de segurança comunitária na calçada do Parque Trianon, com funcionamento 24 horas por dia.

Violência no Rio Bandidos incendeiam ônibus em São Gonçalo

T

rês ônibus, dois da empresa Rio-Ita e outro da viação Tanguá, foram incendiados na noite do dia 28 de janeiro por um grupo de homens armados em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Segundo a polícia militar, os incêndios começaram por volta das 23h30 e só terminaram por volta das 4 horas do dia 29. Ninguém ficou ferido. Dos três ônibus, dois foram incendiados na Praia da Luz e um na Fazenda dos Mineiros. Os criminosos entraram nos ônibus, retiraram os poucos passageiros que estavam ali e jogaram gasolina, ateando fogo em seguida. Um dos cobradores foi assaltado e os ladrões levaram cerca de R$ 150. Ninguém foi preso e não há informações sobre o número de participantes nos atentados. O caso foi registrado na 72ª DP, também em São Gonçalo. Foto: Celso Meira/ AG. O Globo

Revista Real 15

Brasil

Polícia Civil de São Paulo recuperou no dia 8 de janeiro os quadros de Pablo Picasso e de Cândido Portinari, que haviam sido roubados do Museu de Arte de São Paulo (Masp), no dia 20 de dezembro passado. Francisco Laerton Lopes de Almeida e Robson de Jesus Jordão, ambos de 33 anos, foram presos e a polícia tentava localizar outros envolvidos no roubo, principalmente o receptor das obras.

Os quadros “O Lavrador de Café”, de Candido Portinari, e “Retrato de Suzanne Bloch”, de Pablo Picasso, avaliados em US$ 5 milhões e US$ 50 milhões, respectivamente, foram encontrados numa casa em Ferraz de Vasconcelos, periferia de São Paulo. Segundo a coordenadora do acervo do Masp, Eunice Sofia, as obras estavam em perfeito estado. Somente um arranhão foi detectado atrás da tela de Picasso, mas que não compromete a pintura. “São dois filhos que voltam para a casa”, disse Sofia à Folha. As obras voltaram a ser expostas no Masp, que reabriu ao público no dia 11 de janeiro. Para melhorar a segurança externa do prédio, a Polícia Militar colocou uma cabine com funcionamento diário das 7h às 23h em frente ao Parque Trianon e um carro da polícia no espaço Lina Bo Bardi (vão livre do Masp) todos os dias, das 23h às 7h. A medida foi anunciada em nota pelo presidente do museu, Julio Neves, e pelo presidente do Conselho Deliberativo do órgão, Adib


Real Entrevista

Por dentro do m A Real conversou com um dos maiores especialistas em Internet e avanços tecnológicos do Brasil, Tiago Dória, que falou sobre a nova onda da web e deu dicas de como criar o seu próprio blog na rede mundial de computadores

Entrevista

V

ocê sabe o que é blog? A nova onda da web vai ser detalhadamente explicada por alguém que sabe demais do assunto: jornalista , blogueiro e consultor em projetos web. Ufa! Este é Tiago Dória, um dos principais nomes do Brasil, quando o assunto é Internet e avanços tecnológicos. Em seu blog http://www.tiagodoria.ig.com.br ele sempre mostra as principais curiosidades encontradas na rede mundial de computadores, além de muita informação e assuntos gerais, sempre tratados de uma forma muito bem humorada. Formado em Comunicação Social/Jornalismo, ele já trabalhou em rádio, TV e jornal impresso. Na web, seu currículo é extenso: editor de Economia e Mundo Virtual do Último Segundo e ainda tem o blog que mantém desde 2003. Em 2005, foi convidado a ser parceiro do iG, onde permanece até hoje. Confira a seguir a entrevista que vai mostrar para você o mundo dos blogs, com direito a dicas de criar o seu próprio na internet. Real – Atualmente, você é uma das referências quando o assunto é blog sobre web. Hoje, o blog se transformou em uma ferramenta com as mais variadas utilizações, passando pela política e chegando até espaços culinários. Ao que se deve esse sucesso? Tiago Dória - Acredito que ainda exista muita idealização sobre o uso da ferramenta blog. Como se ter um blog, por si só, fosse atestado de competência. Parafraseando Marcelo Tas, blog é como uma caneta bic. Tudo depende do que você vai fazer com ela. Tirando o hype, acredito que o sucesso está em trazer uma linguagem mais direta e aproximar criador do consumidor de conteúdo, além de realizar uma comunicação de duas vias, por meio da caixa de comentários. Real – Você acha que o blog perdeu aquela classificação de “diário virtual”, ou seja, um espaço em primeira pessoa e passou a ser mais um elemento de fornecimento de informações a todos os internautas, perdendo o caráter autoral? Tiago - Acredito que os blogs deixaram de ser vistos como “diários de adolescentes”. Hoje são vistos como algo mais sério, uma mídia mesmo. O que acontece é que os blogs

16 Revista Real

que mais se destacam no Brasil e no exterior são os que não têm essa dinâmica de diário, por isso, a impressão de que os blogs perderam esse jeito de “diário pessoal”. O brasileiro NemoNox http://www.nemonox.com/ppp, por exemplo, mantém seu blog até hoje no formato de diário pessoal. Acredito que existe espaço para todo mundo, desde um blog mais autoral até um mais formal. Real – Do ex-ministro José Dirceu até a dançarina Carla Perez, muitas pessoas públicas passaram a utilizar o blog como uma ferramenta de comunicação com seu público. Até que ponto essa massificação é realmente boa para o desenvolvimento dos blogs? Tiago - Eu acho ótimo essas pessoas públicas utilizarem blogs. A graça dos blogs é justamente essa. Ser uma ferramenta, um tipo de mídia, aberta a qualquer um. É só montar um blog e sair

escrevendo. É uma ferramenta com acesso aberto, portanto, celebridades, políticos, jornalistas, músicos, padeiros, taxistas, poetas, enfim, todo mundo poder ter blog. O perigo para o desenvolvimento dos blogs existe quando a chamada blogosfera se torna um círculo fechado, com as mesmas pessoas falando das mesmas coisas. Real – Os fotoblogs já se tornaram muito populares, principalmente, entre os internautas brasileiros, com exemplos como o http://fotolog.com/, entre outros. Agora,


mundo dos blogs http://www.fotolog.com

http://www.wordpress.com

http://www.nemonox.com/ppp

http://www.tiagodoria.ig.com.br

http://www.bloggertemplates.org

os vídeos digitais parecem crescer no mesmo ritmo, caso do sucesso do “YouTube”. Você acredita na popularização de videoblogs entre os brasileiros?

Pode criar plugins, melhorando ainda mais a ferramenta. Outras tendências serão as ferramentas de blogs terem mais funcionalidades que permitem aos comentaristas trocar informações entre eles.

e WordPress http://www.wordpress.com/, que são atualmente as melhores no mercado. São gratuitas e fáceis de mexer. Se forem falar de seu dia-a-dia, no estilo diário, tomem cuidado para não expor muitas informações pessoais, como endereço, telefone, nome completo, essas coisas. Todo cuidado é pouco na rede. E, no caso de montar um blog sobre um assunto específico, procure um tema que você tenha bastante afinidade. Como é um assunto que você gosta e domina, atualizar o blog será uma diversão. Aliás, os blogs são uma ótima ferramenta para deixar a sua família e os seus amigos informados sobre sua estadia ou viagem ao exterior.

Tiago - Os videoblogs têm um forte potencial para se popularizar, o problema é que as pessoas ainda não encontraram a linguagem e a melhor forma de trabalhar com o formato. O que é mais certo é que eles não vão se popularizar tanto quanto as redes sociais [Orkut] e os blogs [só texto e imagens], pois demanda tempo e trabalho você editar um vídeo. Enfim, um videoblog exige mais dedicação e tempo em relação a outros formatos. Real – Antes um espaço destinado a textos com um pequeno apoio de imagens. Hoje, os blogs contam com ferramentas multimídias que deixam seu espaço cada vez mais atraente. Quais são as novas tendências para os blogs daqui para frente? Tiago - Em relação à parte mais técnica, acredito que as ferramentas adotarão, cada vez mais, os conceitos de colaboração, de código aberto. O WordPress é um bom exemplo. É ferramenta de código aberto. Toda uma comunidade de usuários/desenvolvedores pode recomendar mudanças nos códigos.

Real – Existem especialistas que enxergam em um futuro próximo a queda dos blogs. Para outros, esse momento já está acontecendo. E para você, a blogosfera está com seus dias contados ou deve cada vez mais crescer na rede mundial de computadores? Tiago - Acredito que, como toda tecnologia, os blogs também já chegaram a um pico de uso inicial. Foi assim com a televisão, o rádio e o celular. A tendência agora é cair e estabilizar. Lógico que isso é no âmbito internacional e existem diferenças regionais. Por exemplo, aqui no Brasil, acredito que os blogs ainda vão chegar a esse ponto máximo e depois cair. Mas não morrer. Apenas diminuir a quantidade de blogs.

Tonico Sanches

Real – Que dicas você daria aos leitores e internautas que queiram ter seu próprio blog? Tiago - Recomendo usarem ferramentas como o Blogger http://www.blogger.com/ Revista Real 17

Entrevista

http://www.blogger.com


Política

Lula cobra diálogo entre ministros Presidente pede mais debate político para os próximos três anos de mandato

Política

N

a primeira reunião ministerial de 2008, realizada no dia 23 de janeiro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrou dos ministros mais diálogo para melhorar a atuação do governo nos três anos que ainda restam de seu mandato. “Eu fico imaginando que muitas vezes ficamos cinco anos juntos, sentamos a esta mesa aqui, parece a Santa Ceia, todo mundo amigo, mas depois passamos um ano sem conversar entre nós”, disse Lula, conforme degravação distribuída pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República. A reunião é realizada a portas fechadas. Lula disse que ele e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, conversam com todos os ministros em audiências, mas que fora das reuniões ministeriais falta diálogo direto entre os titulares de cada pasta. “Certamente as pessoas conhecem menos do que deveriam conhecer das coisas que o governo faz, porque o sistema de informação e comunicação entre nós talvez não seja o mais perfeito, ainda”, criticou Lula. O presidente descartou a apresentação do balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na reunião e pediu ao presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, uma exposição sobre a crise da economia norte-americana. Em seguida, o ministro das Relações Institucionais, José Múcio falou sobre o que deve mudar na relação política do Executivo com o Legislativo. “Depois eu vou falar um pouco, menos do que habitualmente falo, para que a gente possa então fazer um debate político”, propôs Lula, dizendo que queria ouvir o que cada um tinha a dizer.

“Afinal de contas, aqui tem representantes de vários partidos políticos, somos de um partido político, estamos no governo e precisamos saber combinar essa nossa atuação na relação com todos os outros ministros, porque nós temos três anos de governo pela frente”, completou. O novo ministro de Minas e Energia,

Edison Lobão, do PMDB, que assumiu o cargo no dia 20 de janeiro, participou de sua primeira reunião ministerial. Lula agradeceu ainda a presença do vice-presidente da República, José Alencar, que ficou uma semana internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para tratar uma infecção devido à retirada de um tumor no abdômen.

No papel, o PAC promete A

o apresentar o balanço dos 12 primeiros meses do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Comitê Gestor do programa afirma, no relatório distribuído à imprensa, que “apesar dos percalços do final de 2007 na área fiscal, 2008 começa com boas perspectivas para o PAC”. Segundo o documento, entre as expectativas para 2008 estão a concessão da BR 116-324, na Bahia, além de licitações para obras em nove aeroportos, o leilão de construção da usina hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira (RO), e o conjunto de licitações do Projeto de Integração e Revitalização do Rio São Francisco.

18 Revista Real

Também está previsto o início das obras de seis hidrelétricas, 20 usinas térmicas e cinco pequenas centrais hidrelétricas. Outra expectativa é o lançamento dos editais de licitação do projeto do Trem de Alta Velocidade, ligando Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas. Dez trechos de rodovias federais podem ser leiloados, entre elas a BR 381, em Minas Gerais, e a BR 470, entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul. O programa Luz para Todos deverá fazer, em 2008, mais 564 mil novas ligações, atendendo a 2,8 milhões de pessoas. A conclusão da linha 1 do metrô de Belo Horizonte também é prevista para o primeiro semestre.


Confusão em

Brasília

Edison Lobão assume Ministério das Minas e Energia e deixa como suplente no Senado filho suspeito de corrupção

B

passamos pelo risco de apagão.” Edison Lobão assumiu a pasta no lugar de Nelson Hubner, que ocupava o cargo de ministro interino desde a saída, em maio, do então titular Silas Rondeau, envolvido em suspeitas de que tinha ligações com uma quadrilha de lavagem de dinheiro, segundo investigações da Operação Navalha, da Polícia Federal. Denúncias Lobão é alvo de investigações no Ministério Público, suspeito de promover o desmatamento de uma área de preservação ambiental nas redondezas do Lago Norte, região nobre de Brasília. As principais denúncias de corrupção que vieram à tona desde que o senador foi confirmado para a pasta das Minas e Energia, no entanto, recaem sobre Lobão Filho, filho do político que é o suplente do pai na vaga de senador. O filho do senador é suspeito de ser sócio oculto da distribuidora de bebidas Itumar. A empresa é suspeita de comandar uma rede que utiliza laranjas para a sonegação de impostos no Maranhão e que, de acordo com as investigações, teria deixado de recolher aos cofres

Política

rasília andou agitada nas últimas semanas de janeiro. No dia 18, o senador Edison Lobão (DEM-MA) assumiu o cargo de ministro das Minas e Energia sob os rumores de risco de um apagão elétrico no Brasil. Não foi o único problema. Ao mudar para o status de ministro, o político maranhense deixou como suplente à vaga do Senado o filho Edison Lobão Filho, envolvido em escândalos de corrupção. “Não há risco de apagão”, declarou o novo ministro em entrevista à Folha Online. “As autoridades do ministério têm tomado todas as providências. Nós temos de ser otimistas com responsabilidade. Não

O senador Edison Lobão (DEM-MA)

públicos cerca de R$ 42 milhões desde o ano de 2000. Lobão filho é, ainda, acusado em um processo que investiga a venda de uma emissora de televisão no município de São Mateus do Maranhão, a 194 km da capital São Luís, em 1996. Em entrevista à Folha de S. Paulo, Lobão Filho declarou não ter quaisquer relações com a Itumar e que nunca utilizou laranjas para sonegar impostos. Também negou as irregularidades apontadas na venda da rede de televisão. “Uma coisa que aconteceu há dez anos atrás foi usada para desestabilizar a posse do meu pai como ministro do governo Lula”, disse ao jornal. Lobão Filho tem prazo de 60 dias para assumir a cadeira do pai no Senado, prorrogáveis por outros 30, desde que justificados. Ele era esperado na semana após o fechamento desta edição para tomar posse e apresentar sua defesa, e anunciou que “com certeza” iria assumir o cargo. * Com informações da Folha Online e da Folha de S.Paulo Revista Real 19


Economia

O sertão vai virar mar?

Economia

D

e acordo com o relatório Brundtland de 1987, Desenvolvimento Sustentável trata-se de um processo no qual a exploração dos recursos, a orientação do desenvolvimento tecnológico e mudança institucional se harmonizam e reforça o potencial presente e futuro... Como aplicar esse conceito na realidade da Amazônia Legal? Para debater o assunto conversei com Sérgio Leitão, Diretor de Políticas Públicas do Greenpeace no Brasil. Sérgio explica que a Organização tem sistematicamente pensado em como valorar economicamente a floresta amazônica e assegura que é fundamental uma equação viável para manter a floresta preservada pelos atores sociais ou explorada de forma sustentável. Como exemplo, a floresta está em pé num convívio harmônico com seringueiros e povos indígenas, por muitos anos, grupos que conseguiram se desenvolver e permanecer na floresta sem derrubá-la. A realidade é que os outros atores sociais que migram para a região só conseguem valorar a floresta se ela estiver derrubada, com a venda ilegal da madeira e, principalmente, ainda, como área que deverá ser utilizada por outras formas de exploração, como é o caso da pecuária extensiva. Segundo o Greenpeace, a valorização da floresta passa por um processo no qual o Estado brasileiro está longe de dominar. Um dos passos então, seria abrir a discussão com a sociedade para a partir daí estabelecer políticas públicas. Mas quais seriam essas políticas? A Organização defende que essas políticas passam pelo(s): a) Investimento em ciência e

20 Revista Real

tecnologia, como aconteceu na área da agricultura. Podemos citar o caso da Embrapa, dos grãos e plantas para o cerrado e a utilização do eucalipto (caso da celulose). Da mesma forma, podemos criar alternativas para a floresta tropical. Boa parte do pessoal que estuda a Amazônia não está nem estabelecido na região. A região tem um enorme déficit de ciência e tecnologia. Sem conhecimento, não se consegue dar o salto tecnológico necessário; b) Redirecionamento dos investimentos públicos. Todos os fundos públicos, e não são poucos, costumam servir para financiar atividades que apresentam lucratividade com a floresta derrubada; c) Controle do governo, que necessita ser efetivo. Multas têm que somar recursos nos cofres públicos. Não é uma questão apenas do Estado se fazer presente. Quando o Estado multa, ele tira a capacidade do agente de continuar explorando a mata, por que este ficará menos capitalizado para continuar destruindo. d) Incentivos econômicos para o bem. Hoje existem incentivos econômicos que acabam gerando o mal. É fundamental incentivar pequenos extrativistas, seringueiros, índios, e até mesmo os grandes produtores, a utilizarem aquilo que já foi desmatado. No entanto, o Diretor de Políticas Públicas do Greenpeace entende que a área remanescente e preservada não deve ser simplesmente congelada, como uma espécie de museu vivo. Todas essas questões de valorização da Amazônia Legal, para promover o desenvolvimento sustentável, têm a ver com uma mudança radical de para-

digmas e pressupostos que precisam revolucionar a maneira como o governo atua na região, afirma Sérgio Leitão. Em 21 de dezembro de 2007, o governo lançou um decreto exigindo que os bancos oficiais não financiem quem tivesse passivos ambientais (anteriormente, quem desmatava irregularmente e já tinha sido multado nunca tivera seu acesso ao crédito cortado). No entanto, o Greenpeace, juntamente com outras organizações, traçaram a seguinte meta: zerar o desmatamento em 7 anos, a partir de 2008 e indo até 2014, utilizando como aporte inicial recursos da ordem de um bilhão de reais/ano para que se estruture o pagamento de serviços ambientais. Um estudo, a partir desse pacto entre as ONGs, demonstra que é possível privilegiar e otimizar o uso dos hectares que já estão desmatados. Fica claro, portanto, que a Amazônia não suporta mais ser tratada como é hoje. Estima-se que 80% das madeiras que circulam no país são ilegais. Apesar da esperança de dias melhores para nosso meio-ambiente, é hora de agir. Há recursos e o Brasil pode e deve promover seu desenvolvimento sustentável internamente, todavia o fato é que falta ainda senso de urgência por parte do Estado e da sociedade a fim de erradicarem o desmatamento da nossa floresta. Alessandro Freitas


Reino Unido

Documento falso: o barato que pode sair bem caro! Falsificar um documento ou casar para ter um passaporte europeu pode ser uma solução tentadora. Mas cada vez mais gente vem tendo problemas com a justiça por causa desse crime

Reino Unido

Q

uem é brasileiro e mora no Reino Unido há algum tempo já deve ter ouvido falar sobre o mercado ilegal de documentos falsos. Mas o que parece ser a maneira simples de conseguir ficar por aqui pode acabar virando uma verdadeira “roubada”. Tudo bem, para quem é apenas cidadão brasileiro, conseguir ficar por muitos anos no Reino Unido de maneira legal não é nada fácil. Na verdade, são poucas as opções: você precisa estar com seu visto de estudante em dia (e renová-lo constantemente de acordo com as regras do Home Office), ter um visto de trabalho provando que a sua empresa precisa dos seus serviços aqui, ou aplicar para o “High Skills”, onde a sua renda e a sua qualificação é que contam pontos. E eis que surge um caminho mais “fácil”: falsificação de documentos ou casamentos de conveniência. Mas os riscos das coisas darem errado são grandes. As duas ações são ilegais e você pode acabar se complicando ainda mais se optar por um destes caminhos. Foi o que aconteceu com uma jovem de 27 anos de São Paulo que prefere se identificar apenas como Mariana. Para conseguir ficar mais tempo na Inglaterra, ela não pensou duas vezes. Conheceu um angolano com passaporte português e resolveu se casar. Tudo num acordo. Para ter direito ao passaporte europeu, ela pagou 4 mil libras (cerca de 16 mil reais) ao angolano. “Foi difícil conseguir a grana, mas eu achei que seria um investimento”, lembra. Mas o que seria a solução para um problema virou uma dor de cabeça. Obrigada a viver com o angolano para manter uma aparência, ela se sentia intimidada pelo marido. “Ele ficava me beijando e aproveitava todas as oportunidades para mostrar que eu teria que ser a esposa dele de fato, mesmo com todo o acordo dizendo que tudo era falso.” Para piorar, apenas alguns meses depois do casamento ela descobriu que o passaporte que ele dizia ter, na verdade, era uma farsa.“Ele me garantiu que tinha o passaporte, mas quando quis dar entrada no meu documento, descobri que ele ainda precisava de autorização do consulado português. Nem ele tinha o passaporte”, conta. Farsa desmascarada, ela deixou de viver com ele. Mas aí começou um outro problema, pedir o divórcio. Depois de pagar as 4 mil libras, ela ainda precisou arcar com todo o processo para se ver livre legalmente dele, mais 500 libras (em torno de 2 mil reais). Com tanta

22 Revista Real

despesa e psicologicamente abalada, o jeito foi voltar para o Brasil. “Acabei me dando muito mal com toda essa história. No início, o marido ou esposa por conveniência parecem pessoas confiáveis. Mas depois a gente vê que nem tudo sai conforme o combinado.” O processo de separação ainda não foi concluído porque o marido angolano desapareceu. E agora, vivendo em São Paulo, Mariana tenta se esquecer dessa fase complicada da vida. Documentos falsos Outra tática para ficar por aqui é a da documentação falsa. Mas isso está se tornando uma idéia cada vez mais perigosa. Depois dos atentados terroristas de 2005, a polícia britânica vem fechando o cerco e intensificando as investigações. De acordo com um último levantamento feito pela Scotland Yard, existem cerca de 170 grupos falsificando passaportes que já foram monitorados. Em setembro de 2006, dois brasileiros foram condenados a cinco anos de prisão depois que a polícia descobriu uma fábrica de documentos falsos. Em janeiro deste ano, mais prisões envolvendo brasileiros. Sete foram presos em Hackney, no leste de Londres, alguns acusados de falsificação e outros por portarem documentos falsos. Rafael Pieroni


Novas regras

para vistos britânicos O Home Office anunciou em janeiro novas medidas de segurança para a emissão de vistos

Reino Unido

O

Home Office anunciou em janeiro novas medidas para quem pretende requerer um visto britânico. O objetivo, segundo o órgão que controla a imigração, é fortalecer as fronteiras do Reino Unido contra a entrada de terroristas. Liam Byrne, ministro britânico da Imigração, destacou que o novo plano de ações foi concluído três meses antes do previsto – a idéia inicial era que fosse colocado em prática apenas em abril – e já deu resultados: cerca de 500 casos de falsa identidade foram descobertos. “O público quer fronteiras mais fortes”, explicou Byrne. “Quer um sistema que toma e reforça decisões rapidamente quando temos obrigações a honrar. E vamos deixar ficar aqueles que nós precisamos que contribuam para a Grã-Bretanha, desde que eles falem inglês, paguem impostos e obedeçam às leis”, completou o ministro. As novas medidas incluem a decisão de que todos os requerentes de visto deverão ter as impressões digitais tiradas eletronicamente, assim como uma foto do rosto inteiro, serão obrigatórias para imigrantes de 133 países, o equivalente a três quartos da população mundial. O ministro Byrne declarou também que o Home Office deve fechar ainda mais o cerco da imigração em 2008. A meta é fazer com que o número de deportações de criminosos, por exemplo, ultrapasse o recorde de 4,2 mil não-britânicos expulsos do país após servirem suas sentenças no ano passado. As novas regras, no entanto, não se aplicam a nenhum dos cidadãos dos países da União Européia. Outra resolução do Home Office está ligada ao trabalho dos imigrantes. Empregadores que tiverem ilegais trabalhando em suas empresas vão ter de arcar com multa de £10 mil ou cumprir pena de dois anos de prisão.

serem implementadas em 2008: • Checar impressões digitais antes de emitir vistos. • Determinar multas para trabalhadores estrangeiros que não se submeterem a checagem do direito de trabalhar no Reino Unido. • Estabelecer uma nova força para as fronteiras e delegar poderes de polícia aos oficiais para a equipe da linha de frente. • Deportar mais prisioneiros estrangeiros que em 2007. • Ativar poderes para deportar prisioneiros estrangeiros automaticamente. • Expandir a capacidade de detenção. • Começar a emitir identidades para estrangeiros legais que permanecem no Reino Unido.

Cardápio de novidades O plano de ação para o controle das fronteiras inclui ações para Revista Real 23


Abrindo o pró Pensando em ter a sua própria empresa na Inglaterra? Saiba como dar os primeiros passos, pois abrir um negócio aqui é bem menos burocrático do que no Brasil financeira sem limites entre o sócio e a empresa e principalmente o fato de você ser responsável pelos débitos da sua empresa.” Partnership - “Também é levada em consideração a facilidade do registro, do gerenciamento e a experiência que o seu parceiro pode trazer para o negócio. Porém, problemas podem ocorrer quando há desacordo entre parceiros .Você pessoalmente é responsável pela dívida da empresa, mesmo quando foi causada pelo seu sócio.”

Reino Unido

S

e você é mais um daqueles que está trabalhando arduamente para juntar dinheiro e abrir seu negócio no Brasil, saiba que pode estar perdendo grandes oportunidades de ser o seu próprio patrão aqui mesmo. Abrir uma empresa na Inglaterra é um processo mais rápido e menos burocrático do que se imagina. Segundo dados levantados em 133 países em 2003, pelo Banco Mundial, são precisos 152 dias, em média, para se abrir uma empresa no Brasil. De acordo com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) são necessárias ainda 55 obrigações para um negócio entrar em operação no país, 41 para continuar funcionando e outras 11 para ser fechado. Já na Inglaterra o processo de se abrir uma empresa pode levar apenas algumas horas. Tudo depende de como o empresário vai escolher registrar o seu negócio, que pode ser: Self employed (autônomo), Partnership (sociedade) ou Limited Company (Companhia Limitada). Rodolfo Basílio, diretor gerencial da Vértice Services, empresa de Contabilidade e Consultoria Empresarial, que promoveu um seminário sobre o tema à comunidade latina no final de janeiro, explica os prós e contras de cada uma dessas estruturas legais e os cuidados a serem tomados em cada escolha: Self employed - “A vantagem é a facilidade do registro, de gerenciamento, independência e o fato de que todo o lucro vai para você, além de poder empregar funcionários, ao contrário do que muitos acreditam. As desvantagens incluem falta de suporte, obrigação

24 Revista Real

A Vértice Services, após uma minuciosa avaliação sobre o tipo e viabilidade do negócio, experiência do profissional no ramo escolhido, entre outras coisas, também pode atuar junto a bancos ou fundos privados na viabilização de empréstimos, que vão de £ 1 mil até £ 1,5 milhão. Outra alternativa ainda é o grupo inglês GLE one London, no qual Rodolfo Basílio também presta serviços de consultoria e que é voltado a dar suporte aos novos e veteranos empresários, dando treino, explicações sobre estratégia de marketing, taxas e VAT, Limited company - “Há uma separa- além de também viabilizar empréstimos. ção legal entre os sócios e a empresa. A responÉ bom lembrar que o visto de permanênsabilidade dos mesmos é limitada ao capital cia no país é determinante para levar o projeinicial. Entretanto, no caso de fraude ou mes- to adiante. “Quem tem visto de permanência no país por ser dependente de cidadão europeu ou britânico ou tem cidadania européia não tem restrições para abrir uma empresa. Mas no caso de estudantes, sejam eles de um curso de inglês ou faculdade, o visto é restritivo”, diz o advogado de imigração Alexandre Soares, da Fast Track Consultancy . Portanto, antes de qualquer decisão tomada, vale lembrar que a pesquisa, o plaRodolfo Basílio, diretor gerencial da Vértice Services nejamento e a orientação de um contador mo provada a falta de gerenciamento, os sócios experiente são fundamentais para que o sopodem ser pessoalmente responsabilizados.” nho do tão almejado negócio próprio não se Independente do tipo de empresa esco- torne num grande pesadelo. lhida, o capital mínimo necessário deve ser Bete Kiskissian suficiente para cobrir os custos do início, que são basicamente compra de equipamentos, mercadoria, depósito do aluguel, taxas, além de um montante extra necessário para continuar mantendo as portas abertas. Se dinheiro for o grande empecilho, as alternativas são os loans (empréstimos), cedidos por alguns bancos aos novos e existentes empresários.


óprio negócio Brasileiros de sucesso Eles investiram em seus próprios negócios e hoje colhem os frutos da decisão

sando. Não há nada melhor do que ser o seu próprio patrão. A minha dica para quem quer abrir uma empresa é ter um contador bom e confiável.” Nelson Santos, 33 anos - sócio do Restaurante Raízes (Bethnal Green).

Como a maioria dos brasileiros, vim a Londres para estudar inglês, mas para a minha surpresa, depois de uma semana que estava aqui, fui contratado pela Embaixada do Brasil. Eles precisavam de alguém para informatizar a biblioteca e como sou historiador e também entendo de processamento de dados, me encaixei perfeitamente na vaga. Comecei a perceber que nos eventos sempre faltava um pouco de mão de obra para operar as mesas de som e como isso é algo que eu gosto, comecei a me envolver nesse trabalho também. As pessoas viviam dizendo: “Romero, você tem que começar a cobrar os seus serviços, toda hora tem alguém te chamando para ajudar com computador e coisas eletrônicas.Você está perdendo dinheiro.” Isso passou a fazer sentido para mim e eu comecei a desenvolver a idéia de alugar projetores, telas e todo o equipamento necessário para seminários. Para o meu primeiro cliente eu comprei tudo no cartão de crédito, o dinheiro do evento cobriu o que eu tinha gasto e entre o segundo e terceiro eventos eu pude ter dinheiro suficiente para comprar o meu próprio equipamento. Hoje eu alugo o material para congressos e seminários e cobro a parte se eu tiver que operar o equipamento. Para isso eu tiro folga da Embaixada quando necessito e uno o útil ao agradável. Para aqueles que estão pensando em ingressar no seu negócio, meu conselho é pesquisar

o que falta no mercado e ir atrás disso, porque é aí que está a grande diferença.” Romero Brito, 40 anos

Revista Real 25

Reino Unido

Saí de Araçatuba com destino a Londres para estudar inglês e viajar. Me formei em Ciências Contábeis no Brasil mais por impulso, porque meu pai é contador.Cresci no meio dessa profissão, mas sempre soube que havia uma outra vocação escondida dentre de mim. Só vim descobrir qual era quando comecei a trabalhar de wash up . Eu via o chefe de cozinha fazendo a comida e eu não conseguia ficar só lavando as louças, eu tinha que ajudá-lo. Comecei a perceber que aquilo me dava prazer e que aquela era a minha aptidão. Resolvi me aprimorar e decidi fazer um curso de dois anos de chef na Westminster. A partir daí comecei a desenvolver a profissão em várias cozinhas em Londres e assim nasceu a vontade de ter o meu próprio negócio. Como o dinheiro que eu vinha juntando não parecia ser suficiente resolvi ter um sócio. A idéia inicial era ter uma barraquinha de cachorro quente nas feiras livres. Porém, quando eu e o meu sócio, Marcos Oliveira, começamos a nos informar sobre o que era necessário legalmente para montar a barraca, percebemos que a situação era muito mais burocrática que abrir um restaurante. Decidimos então partir para o tudo ou nada. Com nossas economias e cartões de crédito, há nove meses abrimos o Raízes. Valeu a pena! O trabalho é árduo, mas o sacrifício está compen-


Acidente em Heathrow Boeing da British Airlines perdeu trem de pouso e caiu a poucos metros da pista do aeroporto

Reino Unido

U

m acidente com um Boeing 777 da British Airlines, no dia 17 de janeiro, no aeroporto de Heathrow, causou grande pânico entre os passageiros e gerou caos ao provocar cancelamentos e atrasos de vôos que sairiam de Londres. O vôo BA 038 vinha de Pequim, na China, com 136 passageiros e 16 tripulantes a bordo. Segundo divulgaram os investigadores que acompanham o caso, a aeronave começou a perder altura porque os motores pararam de receber os comandos para acelerar. O avião caiu na cabeceira da pista, às 12h42, de uma altura relativamente pequena e perdeu o trem de pouso traseiro, o que fez com que escorregasse de barriga pela pista sul de Heathrow até parar. Os passageiros escaparam pelas saídas de emergência enquanto os tripulantes utilizavam extintores para

aplacar o pequeno incêndio que começou a se formar. Apenas seis pessoas saíram feridas, nenhuma em estado grave. Um funcionário do aeroporto disse, em entrevista à BBC Brasil, que, segundo o piloto, o avião ficou sem energia em pleno vôo e os equipamentos eletrônicos da aeronave também falharam. A investigação sobre as causas do acidente, no entanto, ainda não foram concluídas. Atrasos O acidente fez com que toda a pista sul do aeroporto de Heathrow, o mais movimentado do mundo, ficasse fechada para que peritos pudessem examinar o local. O Departamento de Transportes Britânico abriu inquérito para investigar as causas do acidente. A interdição da pista causou caos em Heathrow durante toda a tarde do dia 17. Todos os vôos de curta distância que sairiam do aeroporto foram cancelados e alguns outros foram transferidos para Stansted e Luton, que ficam ao norte da capital inglesa. Dos vôos que continuaram com saída de Heathrow, alguns chegaram a contabilizar atrasos de até 90 minutos. O primeiro-ministro britânico Gordon Brown, que seguiu em viagem para

a China e a Índia naquela mesma tarde, ficou entre os milhares de passageiros que tiveram suas saídas atrasadas por conta do acidente. Segundo Fernando Pardo, um dos passageiros a bordo, o vôo transcorreu sem quaisquer problemas até a hora do pouso. “Foi tão rápido que não deu para perceber o que aconteceu exatamente. Não houve nenhum pânico”, disse em entrevista à BBC Brasil. Paul Venter, que também estava a bordo, contou, também à BBC, que tudo parecia transcorrer normalmente até o momento do pouso. “As rodas [do trem de pouso] foram acionadas e nós fomos para o pouso. No momento seguinte, o avião simplesmente caiu.”

Brasil aposta no turista inglês Embratur lança campanha “Vire fã”, que vai divulgar as atrações do nosso país

C

onsiderado mercado estratégico para o crescimento do setor turístico do Brasil, a Inglaterra será alvo de intensa campanha publicitária da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) neste início de ano. Além dos tradicionais destinos promovidos no exterior, como Rio de Janeiro (RJ) e Foz do Iguaçu (PR), a campanha publicitária apresenta alternativas de viagem para o turista estrangeiro. A campanha “Vire fã” começou no dia 28 na Inglaterra e também na Alemanha. Garopaba e Praia do Rosa (SC), Salvador (BA), Porto de Galinhas e Praia dos Carneiros (PE), Praia do Francês (AL), Ponta do Seixas (PB), Ilhabela e São Paulo (SP) são alguns dos destinos retratados nas campanhas. O Carnaval

26 Revista Real

também será divulgado. A ação faz parte da estratégia do Ministério do Turismo de aumentar a visibilidade do Brasil e atrair um maior número de turistas estrangeiros, além de diversificar os destinos visitados com a divulgação de novas opções. A Inglaterra é o principal emissor de turistas do Reino Unido para o Brasil. Segundo dados do estudo da demanda turística internacional, em 2006, 169.627 turistas britânicos visitaram o país.


LCC sorteia cesta de Natal Fernanda Melo Lopes ganhou o prêmio especial sorteado na Balada Brasil

N

o último dia 23 de dezembro a LCC Trans-Sending sorteou uma cesta de natal na Balada Brasil, que acontece no Tiger Tiger (28 Haymarket, SW1Y 4SP). A tradicional noite atrai centenas de pessoas todos os domingos oferecendo três ambientes com diferentes músicas, como axé, samba, pagode, pop rock, funk, entre outros ritmos. Depois de muita expectativa, um representante da LCC e outro da Tuba Productions sortearam o prêmio especial. Fernanda Melo Lopes foi a sorteada e levou para casa a cesta de Natal que continha 50 produtos.

Saudades de Harry Potter A criadora do bruxinho inglês confessa que não foi fácil escrever o último livro da série

A

escritora britânica J.K. Rowling admitiu no final de janeiro que escrever o último livro sobre Harry Potter, lançado no ano passado, foi mais difícil que um divórcio. “Foi a pior ruptura da minha vida, muito pior que se separar de qualquer homem”, disse a autora ao receber, numa cerimônia em Londres, um prêmio do South

Bank Show, famoso programa de TV britânico de temática cultural. “Por outro lado, foi maravilhoso parar, tomar um ar e pensar: ‘meu Deus, olha o que se transformou uma idéia que tive há 17 anos num trem’”, disse Rowling, de 42 anos. Em 2007, a escritora publicou o último volume da saga do célebre aprendiz de bruxo, intitulado Harry Potter e as Relíquias da Morte. Com as aventuras do famoso personagem, a escritora vendeu 400 milhões de exemplares no mundo todo, tornando-se uma das

mulheres mais ricas do Reino Unido. Quando escreveu Harry Potter e a Pedra Filosofal, em 1997, a escritora tinha se divorciado de seu primeiro marido e vivia como mãe solteira em Edimburgo, na Escócia. Quando questionada sobre um hipotético retorno de Harry num futuro livro, a escritora foi categórica: “Acho que definitivamente acabei com esta história. Disse que seriam sete livros, e foram sete livros”. Rowling já trabalha num novo projeto literário, mas não quis falar muito sobre o assunto. Revista Real 27

Reino Unido

Sobre a LCC A LCC Trans-Sending Ltd. tem escritórios licenciados no Reino Unido, Bélgica, Portugal, Polônia e Suíça e permite aos seus clientes o envio de dinheiro para mais de 90 países de uma forma rápida e eficiente, com baixas taxas de comissão. Há 10 anos, a LCC tem proporcionado uma vasta experiência em moeda estrangeira para corporações e clientes particulares. A LCC tem uma influência significativa no setor industrial, uma posição que claramente se reflete na reputação e conquistas financeiras em Londres. Com uma estratégia de negócio baseada em fazer parte das comunidades, a LCC conquistou a confiança dos seus clientes trabalhando sempre com respeito e honestidade.


Reino Unido

Qual é o seu negócio?

A Casa de Carnes Brasil, na Harrow Road, traz carnes cortadas do jeitinho que o brasileiro gosta

C

hurrasco com hambúrguer e salsicha? Para os brasileiros que vivem em Londres, não há motivo para seguir o modelo inglês. A Casa de Carnes Brasil, que desde setembro de 2006 existe em Kensal Green, traz picanha, contra-filé e outros cortes de carne tal e qual os brasileiros estão acostumados. A Real foi até Harrow Road, a rua mais verde-amarela de Londres, para conhecer um pouco mais o negócio. Quatro funcionários se revezam na Casa de Carnes Brasil para dar conta dos cerca de 500 clientes que, todas as semanas, não abrem mão de pôr à mesa uma boa carne brasileira – 90% deles são brasileiros. Aos domingos, dia em que a Harrow Road fica abarrotada de brazucas, a loja chega a ter fila

28 Revista Real

de espera na calçada. Os produtos mais procurados são, além da tradicional picanha, contra-filé, lingüiça e os pertences para uma boa feijoada. Tudo de primeira qualidade. “A maioria das carnes vêm do Brasil, são o nosso carro-chefe. Mas também trabalhamos com produtos de outros países da América do Sul”, explica Ronaldo Camarelli, dono do bem-sucedido negócio (foto acima). Nem só de carnes é feito o variado cardápio da Casa. “Começamos vendendo pouca variedade de carnes e, aos poucos, os clientes foram nos dando a direção do que gostariam de comprar no estabelecimento”, conta Ronaldo. O resultado é que, hoje, produtos de mercearia em geral figuram nas prateleiras, a maioria brasileiríssimos, como farofa, feijão preto e guaraná Antarctica. Para os que vão fazer um churrasco em casa, a Casa de Carnes Brasil procura oferecer praticidade, já que carvão e sal grosso também são vendidos por lá. Expansão O jeitinho brasileiro de comer carne está

agora pronto para ultrapassar as fronteiras do circuito Kensal Green-Harlesden, onde se concentra grande parte dos brasileiros que vivem em Londres. Depois de mais de um ano de sucesso na Harrow Road, a Casa de Carnes Brasil está chegando a Old Street. Uma nova loja está sendo equipada para ser a filial da Casa de Carnes Brasil, na Hoxton Street. Enquanto ela não abre, quem ficou com água na boca só de pensar em uma boa picanha pode correr até a matriz. Marina Gaspar

Serviço A Casa de Carnes Brasil funciona de segunda a sábado, das 8h às 21h, e aos domingos, das 8h às 18h. Endereço Harrow Road, 1096 - NW10 5NL Para chegar lá, é só pegar o ônibus 18 ou a Bakerloo line até Kensal Green.


Consulado-Geral abre concurso Vaga para auxiliar administrativo tem inscrições abertas de 8 a 19 de fevereiro

O

provante de situação regular de residência, original e fotocópia de certificado de nível médio ou superior, breve currículo, original e fotocópia dos documentos de quitação eleitoral e militar e declaração de que não é servidor público. Para ver o edital completo do concurso, consulte o website do Consulado: www.consbraslondres.com

Reino Unido

Consulado-Geral do Brasil em Londres vai realizar um processo seletivo público para a admissão de auxiliar administrativo. A carga horária é de 40 horas semanais e o prazo do contrato será de dois anos, com possibilidade de renovação. As inscrições estão abertas de 8 a 19 de fevereiro, das 13h às 15h, na sede do Consulado, na 6 St Alban’s Street, London SW1Y 4SQ. Entre as atividades previstas na função estão: atendimento ao público, operação da mesa telefônica, assistência a brasileiros, processamento de vistos, passaportes, legalizações e atos notariais, conhecimento e operação de equipamentos de informática (software), trabalhos de tradução e interpretação (português/inglês) e secretariado. Entre os requisitos previstos para a função, os candidatos devem ter no mínimo 18 anos, estar em situação regular no Reino Unido, ter no mínimo curso de nível médio e estar em dia com o serviço militar e com as obrigações eleitorais. A seleção constará de duas fases. Na primeira, prova escrita, e na segunda, prova prática e entrevista. Documentos Além do formulário de inscrição, à disposição no Consulado, o candidato deve apresentar original e fotocópia da identidade, com-

Revista Real 29


Apaixonado pelo Brasil e casado com uma brasileira, o inglês John Rowlands, mais conhecido

Reino Unido

T

udo bem que em Liverpool a trilha sonora oficial é a música dos Beatles, mas engana-se quem pensa que só os reis do iê-iê-iê têm vez por lá. Os ritmos e danças brasileiros, representados por John Rowlands, mais conhecido como DJ Juanito, e a banda Batala, da qual é percussionista, fazem sucesso entre as atrações culturais da cidade. Festas, ensaios e carnavais ao longo do ano ao som das batucadas do samba e do axé ajudam a disseminar, não apenas em Liverpool, mas em diversos pontos da Inglaterra, um pouco da cultura brasileira além da comunidade tupiniquim que tomou conta de Londres. “Eu acho que temos nos tornado popu-

lares ultimamente”, diz Juanito sobre o trabalho com a Batala. A impressão dele parece bem acertada: além de promover festas e ensaios em Liverpool, a banda já ultrapassou as fronteiras da cidade para se apresentar no show da banda pop Sugababes. No ano passado, foi escalada para animar o intervalo do jogo de futebol entre Brasil e Inglaterra, que aconteceu no estádio de Wembley. No Carnaval de Notting Hill, também em 2007, o grupo levou passistas e percussionistas para, entre os sons caribenhos, mostrar o que é que o brasileiro tem – a divisão européia do grupo ganhou prêmios no evento em 2003, 2005 e 2006. A Batala começou a percorrer a Inglaterra a partir de Liverpool, mas a criação do grupo vem de muito antes. Montada originalmente pelo músico baiano Giba Gonçalves, a banda estreou em Paris há dez anos e, de lá para cá, começou a ganhar filhotes em diversos pontos da Europa. Os músicos, entre brasileiros e estrangeiros, trazem as batidas do samba, do axé e do reggae para o público, formado tanto por gente que quer matar as saudades dos ritmos de casa quanto por aqueles outros que adoram conhecer as novidades vindas lá do sul do Equador. “Temos alguns

brasileiros aqui em Liverpool e eles gostam muito de música”, explica Juanito. “Os carnavais ficam lotados de brasileiros, mas os ingleses também gostam muito e comparecem.” Na cidade dos Beatles, a Liverpool Batala Community Samba – como é chamada a divisão inglesa do grupo europeu – conta com 150 integrantes. O trabalho vai além de tocar ritmos brasileiros para quem quer cair no samba, mas oferecer todo um pacote de cultura brasileira, que envolve dança, workshops de percussão e rodas de capoeira, que costumam ser levadas a alguns dos ensaios da banda. As reuniões para deixar os músicos tinindo para as próximas apresenta-

30 Revista Real

ções costumam acontecer todos os sábados. Juanito Não é de hoje que o DJ Juanito promove a música brasileira pela Inglaterra. “Temos muitos lugares onde se pode ouvir música brasileira em Londres, mas nem tanto nas cidades menores”, conta ele. A trajetória do músico começou há mais de 20 anos, quan-

do, interessado pela salsa, começou a promover festas com ritmos latinos pelo país. O encontro com a música brasileira aconteceu em 1993, quando as primeiras batidas de samba foram introduzidas no repertório de Juanito. Foi nesse ano que ele passou a promover a primeira noite brasileira semanal em Liverpool. “Além de gostar mais do ritmo, acho que os brasileiros são mais cordiais que as pessoas dos clubes de salsa”, explica o DJ. Dois anos depois, Juanito caiu de amores pelo samba de vez. Conheceu a esposa Pilar, passista carioca que trabalha junto dele na


como DJ Juanito, promove os sons do país na Inglaterra com a banda Batala função de promover a cultura brasileira na Inglaterra: Juanito nas carrapetas ou tambores do Batala, Pilar com o samba no pé. Na função de único DJ responsável por promover música e dança brasileiras em Livepool, ele participou da criação de uma série de bandas, tais como Inner Sense, Batida, Chocante, Brasilaca, Beatlife e, claro, a própria Batala. Para mostrar os nossos ritmos por aí, Juanito aposta em conhecer cada vez mais os sons do Brasil. E a pesquisa inclui uma série de viagens ao país e encontros com bandas de inspiração como Olodum, IlêAyé e a tradicional bateria da Mangueira. No Rio de Janeiro, companhia constante do

mais de uma década. Mudar de ritmo parece fora de cogitação para o inglês mais brasileiro de Liverpool, que, quando em Londres, gosta das festas do Guanabara e Disco Brasil. “Liverpool é muito pequena comparada a Londres, mas é importante mostrar que daqui nós estamos promovendo a música e a dança do Brasil em outros lugares da Inglaterra.”

Reino Unido

Carnaval e cultura Nada como uma temporada de Carnaval para animar quem gosta de música brasileira. Pois a Batala e o DJ Juanito não vão perder a oportunidade. Durante o período oficial da folia, 22 integrantes do grupo de inspiração baiana estarão em Salvador coletando diretamente na fonte informações para se aperfeiçoarem cada vez mais nos tambores. Liverpool, no entanto, está

longe de ficar de fora da festa. Além dos pequenos carnavais que Juanito promove ao longo ano, no dia 22 de fevereiro vai acontecer a Brazilian Carnival Charity Party. O evento vai acontecer no clube DeMille, onde Juanito costuma apresentar suas noites brasileiras, e a entrada vai custar uma doação de £3 para as atividades da Batala, que não tem fins lucrativos. A festa começa às nove da noite, com aula de samba, e depois Juanito assume as carrapetas com axé, samba, lambada, funk

casal é o famoso dançarino Carlinhos de Jesus, amigo de velhos tempos da passista Pilar. Ela não apenas freqüentava a Casa de Dança, escola de Carlinhos no bairro de Botafogo, como também foi responsável por criar o primeiro fã-clube do professor. Em terras cariocas, Pilar aproveita também para aperfeiçoar o samba dançando na Salgueiro, sua escola do coração. O trabalho de Juanito e Pilar se divide em ensaios e apresentações com a Batala e as noites brasileiras que o músico promove há

Serviço Brazilian Carnival Charity Party

carioca, pagode e batucada. Outro projeto do DJ é inserir os ritmos brasileiros nos eventos culturais que vão acontecer na cidade em função de Liverpool ser, em 2008, a Capital Européia da Cultura. “Estamos conversando com a prefeitura sobre como participaremos dos eventos deste ano”, explica Juanito. Marina Gaspar

Local: Bar DeMille (14 Fraser Street, Liverpool, L3 8JX) Quando: 22 de Fevereiro, a partir das 21 horas Entrada: £3 Programação: Aulas de samba, apresentação de dançarinos e Brazilian disco, com samba, lambada, pagode, funk carioca e batucada

Revista Real 31


Diversão e História na

London Bridge Evento cheio de diversão e adrenalina abre as portas em fevereiro

Reino Unido

A

London Bridge abre suas galerias no dia 22 de fevereiro para contar um pouco dos dois mil anos de história da ponte mais antiga de Londres, desde a construção na época do Império Romano até a inauguração da obra moderna que conhecemos hoje. É o evento The London Bridge Experience, que promete ser um prato-cheio para quem gosta de misturar diversão e conheci-

mento com uma boa pitada de adrenalina. O passeio pelas galerias da London Bridge promete ser cheio de efeitos especiais, com um festival de animações e personagens reais. Sir John Rennie, Rei Olav, William Wallace (Coração Valente) e o escritor Charles Dickens são alguns deles. O bilionário Robert McCulloch, que em 1969 comprou a ponte original e transportou-a para o estado ameri-

Serviço The London Bridge Experience Endereço: 2-4 Tooley Street. London Bridge – SE1 2SY Horário de funcionamento: 10h às 18h (de fevereiro a junho) e das 10h às 19h (de julho a outubro) Ingressos: Crianças de 5 a 14 anos, £10.95; adultos, £14.95; estudantes, £9.95 e família (dois adultos e duas crianças), £40.50 Duração da visita: 1h30 Telefone: 08000 434 666 e-mail: enquiries@londonbridgeexperience.com www.londonbridgeexperience.com

32 Revista Real

cano do Arizona, onde ela permanece até hoje, também ganha uma versão em carne e osso para receber os visitantes. Para quem acha que vai se confundir com todos esses personagens, não é preciso se preocupar. Um guia, também totalmente vestido a caráter, vai acompanhar os visitantes e contar a história por trás de cada pessoa que aparecer no caminho. Para quem não tem medo de escuro Para os mais corajosos, no entanto, o melhor da aventura ainda está por vir. Depois das galerias vem a hora de conhecer as tumbas da London Bridge e, lá no subterrâneo, não dá para prever o que vai acontecer depois de virar a próxima curva. É bom avisar os claustrofóbicos e os menos adeptos dos momentos de adrenalina pura: só há uma saída do labirinto no subterrâneo da ponte, por isso é bom pensar duas vezes antes de entrar na caverna. O caminho até a saída é longo, vai descendo cada vez mais pelo subterrâneo da London Bridge e é cheio de efeitos especiais dignos de thrillers de Hollywood. Os organizadores brincam – ou não – que durante as escavações para preparar o local para visitação foram encontradas centenas de ossos humanos, sem contar nos trabalhadores que juram de pés juntos terem visto alguns vultos e presenciado acontecimentos estranhos. Educação, turismo e entretenimento O The London Bridge Experience é um evento educacional, já que conta dois mil anos de história durante a uma hora e meia de duração do passeio. Para completar, a organização está promovendo um concurso entre escolas da Inglaterra para escolher o grupo que melhor canta a música-tema da ponte. É um evento turístico, já que a London Bridge é uma das pontes mais famosas de todo o mundo. E para os que estão em Londres, uma dica para conhecer um pouco mais do passado da cidade em um programa cheio de diversão. Marina Gaspar


Restaurantes

verdes

Em Londres, restaurantes começam a adotar práticas ecologicamente responsáveis

F

Companhia O Acorn não é o único restaurante inglês

Reino Unido

azer com que os clientes tenham uma ótima experiência à mesa não é mais o único objetivo de alguns restaurantes de Londres. Além da preocupação em oferecer boa comida, alguns estabelecimentos colocaram como prioridade realizar tal tarefa sem agredir o meio-ambiente. Entre as medidas ecologicamente corretas estão a utilização de alimentos orgânicos e comprados de produtores locais, a transformação das sobras em adubo e a tentativa de diminuir o desperdício de energia elétrica. O exemplo mais bem-sucedido é o do Acorn House, que funciona há um ano em King’s Cross. Incluído no guia de restaurantes da cidade, o London Restaurant Guide, o estabelecimento comandado pelo chef Arthur PottDawson foi classificado pelo jornal Observer como o “restaurante mais ético da Inglaterra”. Na cozinha de Pott-Dawson, a prioridade é sempre dos produtos orgânicos, como legumes e verduras cultivados na própria horta. Outra medida é sempre comprar produtos da estação e, na medida do possível, de produtores locais. “Estou usando produtos da estação produzidos localmente por pessoas em quem confio. Em vez de comprar peixe do Pacífico ou do Atlântico, eu compro um produto que vem de perto, mas só aceito o melhor”, disse ele em entrevista à BBC Brasil. Pott-Dawson, que começou a carreira no concorrido River Cafe e trabalhou no Fifteen, em Islington, do chef-celebridade Jamie Oliver, explicou ainda que a opção, além de economicamente viável, é vista com bons olhos pelos clientes. “Estamos recebendo um grande apoio do público e não estamos perdendo dinheiro.”

que tem se preocupado com medidas de preservação ambiental no dia-a-dia. O Konstam, o Vitaorganic Cafe, o Pumpkin e o The Duke of Cambridge também fazem parte do grupo dos ecologicamente corretos. Especialistas dizem ainda não poder avaliar quão efetiva é a contribuição dessas casas para o meio-ambiente, mas elogiam a iniciativa. “É fantástico ver empresas como a Acorn House, que priorizam e promovem a sustentabilidade”, disse o porta-voz da organização ambientalista britânica Friends of the Earth. Medidas que preservam “Não vamos mudar o mundo, mas queremos conscientizar o público a quebrar os padrões da normalidade”, explica Pott-Dawson. A Real separou algumas das medidas adotadas pelo chef no dia-a-dia para preservar o meio-ambiente:

- Todos os ingredientes são orgânicos e, na medida do possível, de produtores locais. - Por mais que pudesse encher o cofrinho da casa vendendo água engarrafada, o Acorn House incentiva os clientes a beberem água filtrada servida gratuitamente. - Os aparelhos de ar-condicionado foram abolidos do ambiente, que é refrigerado pela água fria de um canal que passa por trás do prédio. - Para iluminar o restaurante, lâmpadas de baixo consumo de eletricidade. - Desperdício é palavrão para Pott-Dawson. Todos os resíduos orgânicos, como sobras de pão e carne e cabeças de peixe, viram adubo. Para evitar sobras de comida nos pratos, os clientes podem optar por porções menores. - Os carros de entregas que chegam e saem do restaurante só utilizam biocombustíveis ou energia elétrica.

Revista Real 33


ondas d Tamisa s a N o

Reino Unido

O famoso rio que corta a capital londrina vai ser, em 2011, palco para a prática do surfe e bodyboarding. Custo do projeto é estimado em £20 milhões

O

s londrinos amantes do surfe vão poder pôr as pranchas sobre as águas sem necessariamente seguir viagem rumo a destinos cheios de altas ondas. A empresa de esportes radicais Venture Xtreme anunciou em janeiro um projeto para criar ondas artificiais de até dois metros de altura no rio Tamisa. O custo estimado é de £ 20 milhões e a previsão é que o complexo de praia artificial seja inaugurado até o ano de 2011, na parte leste da cidade. Duncan Scott, diretor da Associação Britânica de Surfe, disse em entrevista ao jornal britânico The Guardian que tudo sobre a experiência é falso, mas que nem por isso ela é menos importante para os praticantes do esporte. “Alguns acham que boas performances no surfe só acontecem quando podemos repetir a mesma onda muitas e muitas vezes, permitindo que nós tenhamos manobras perfeitas que depois possamos aplicar nas ondas reais.” Nas águas do Tamisa, uma máquina vai ser programada para formar ondas perfeitas para a prática do surfe, em diferentes tama-

34 Revista Real

nhos para atender às necessidades de surfistas dos mais variados níveis de habilidade. O projeto é ambicioso, não apenas por trazer uma praia artificial para Londres, mas por todo o complexo criado em torno dela. A

O projeto é ambicioso, não apenas por trazer uma praia artificial para Londres, mas por todo o complexo criado em torno dela. máquina vai projetar duas ondas, uma com 1,8 metro e outra com 3 metros de altura, que na prática vão variar entre 0,9 metro e 1,2 metro de altura a cada minuto. Elas vão permitir dois surfistas de cada vez e vão levá-los ao longo de uma distância de cem metros até uma praia artificial que

terá capacidade para 200 pessoas. Lá, o espaço vai ser dedicado à prática do bodyboard. A 30 metros do espaço coberto por areia, a piscina vai reproduzir ondas menores perfeitas para o esporte, que poderá ser praticado simultaneamente por grupos de 10 a 15 pessoas. Impacto no bolso Praticar o surfe no Tamisa pode ser divertido, mas vai doer no bolso de muita gente. A estimativa da companhia responsável pela construção do projeto é que sejam cobrados ingressos de £ 30 (cerca de R$ 120) para quem quer passar uma horinha sobre as águas do famoso rio. Mas nada que ponha em risco a viabilidade do negócio: a expectativa é de que 100 praticantes de surfe e bodyboarding coloquem suas pranchas sobre as águas do Tamisa todos os dias e a praia artificial atraia 500 mil expectadores. Para completar o cenário, lojas de artigos esportivos, bares, restaurantes e palmeiras – tão fabricadas quanto as ondas – estarão à disposição dos visitantes.


Noites de

Beatles

Para beatlemaníaco nenhum botar defeito, Liverpool inaugura hotel em homenagem aos filhos mais ilustres da cidade

F

Projeto O hotel fica em um prédio histórico de Liverpool, construído em 1984 e tombado pelo patrimônio nacional. A localização é estratégica: no ponto da cidade conhecido como Quarteirão dos Beatles e a poucos passos do Cavern Club. Dois restaurantes e dois bares acompanham os quartos na tarefa de contar a história da banda de rock, com fotos e objetos de arte encomendados especialmente para tal tarefa. Um dos restaurantes terá como inspiração a capa do disco Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band. Já um dos bares será montado com inspiração indiana, em referência ao tempo que o quarteto passou no país asiático. Simon McCarthy, diretor de criação da Design LSM, a empresa responsável pelo projeto, disse em entrevista à revista especializada Design Week que o A Hard Day’s Night foi um trabalho muito interessante e aprovou o resultado. “Nós queríamos que fosse mais do que apenas os Beatles. Como era uma indústria tão grande, queríamos incluir mais

aqueles que estavam envolvidos com a banda. A idéia inicial não era fazer só um hotel temático, não queríamos que fosse como a Disneylândia”, explicou. “Foi um projeto muito interessante de várias formas.”

www.harddaysnighthotel.com

Reino Unido

icou pronto no começo de janeiro o hotel A Hard Day’s Night (referência a uma das mais famosas canções do grupo), todo projetado em torno da figura dos Beatles. Com inauguração prevista para o dia primeiro de fevereiro, o empreendimento homenageia os quatro integrantes da banda mais famosa de todos os tempos. A idéia é começar as atividades para aproveitar as comemorações que vão acontecer na cidade, eleita a capital européia da cultura este ano. O A Hard Day’s Night é um hotel-boutique quatro estrelas. A construção tem 110 quartos, cada um deles decorados com fotos e adereços que remetam aos quatro mais ilustres filhos da cidade, ou, como gostam de dizer os ingleses, os Quatro Fabulosos (em inglês, Four Fab). Os apartamentos são classificados entre luxo e superluxo e há ainda duas coberturas, as suítes Lennon e McCartney. No espaço dedicado a Lennon, um piano de cauda branco faz parte da decoração que homenageia o ícone da música.

Fonte: http://www.harddaysnighthotel.com

Revista Real 35


Europa

Latinos na mira

em Madri

Passageiros que chegam à capital espanhola são questionados ainda na pista do aeroporto

Europa

P

assageiros vindos dos chamados “vôos quentes”, provenientes do Brasil, Venezuela, Colômbia e Equador, estão tendo mais dificuldades para desembarcarem no aeroporto de Barajas, em Madri, na Espanha, depois que a polícia iniciou uma operação “pente fino” para surpreender os imigrantes que tentam entrar ilegalmente no país, segundo informou a BBC. A blitz começou a ser realizada em janeiro e pega os recém-chegados no desembarque. Antes que os passageiros possam entrar no aeroporto, os policiais de fronteira pedem documentação e fazem uma bateria de perguntas. O objetivo é surpreender os imigrantes que pretendam entrar como turistas e permanecer ilegalmente no país. Segundo a Brigada Central contra Redes de Imigração, os passageiros mais suspeitos são latino-americanos: brasileiros, colombianos, equatorianos, venezuelanos, argentinos e chilenos, nessa ordem. “Considerando que o aumento da imigração brasileira foi de 324% nos últimos seis anos, é lógico colocá-los na cabeça desta lis-

36 Revista Real

ta de vôos quentes. São muito visados agora evidentemente”, comentou um policial da Brigada Central. O controle não é feito somente na pista do aeroporto. Depois da primeira bateria de perguntas, os passageiros são submetidos a outro controle policial dentro do saguão. Já os detidos no desembarque são levados para a dele-

Antes que os passageiros possam entrar no aeroporto, os policiais de fronteira pedem documentação e fazem uma bateria de perguntas. gacia do aeroporto para ser expulsos do país. TV denuncia esquema A polícia aumentou o controle no maior aeroporto espanhol depois da denúncia de uma reportagem da TV pública espanhola

mostrando como é fácil entrar na Espanha de forma irregular. No novo terminal 4 de Barajas há portas de acesso exclusivas para funcionários. Alguns empregados (a maioria sul-americanos), que trabalhavam na limpeza do aeroporto, vendiam a informação a imigrantes por tarifas que variavam entre R$ 7,8 mil e R$ 13 mil. A quadrilha, que já foi descoberta pela polícia, era chefiada por uma espanhola, uma colombiana e uma equatoriana. Além de informar onde estavam as saídas, elas facilitavam contatos com outros trabalhadores do aeroporto para usar seus crachás para que os imigrantes entrassem em locais só permitidos aos empregados. “Fica impossível determinar quanta gente entrou por esse esquema. Mas a rota foi anulada quando desmantelamos a quadrilha e os sistemas de segurança estão reforçados”, disse o delegado-chefe de Barajas, Carlos Salamanca. No entanto, a reportagem da TV pública Telemadrid denunciou que o acesso continua livre. Os imigrantes que aceitavam o esquema recebiam uma cópia em papel indicando passo a passo o que fazer. Era só seguir o caminho descrito em 30 linhas. “Basta procurar uma porta prateada perto da cafeteria e girar a maçaneta com cuidado para não ser visto. Descer as escadas, abrir outra porta e ir direto ao elevador. Aperte o botão nível 2 para chegar ao metrô e sair à rua”, indicava uma das partes do documento conseguido pela reportagem da TV espanhola.


Brasileiros de volta para casa Primeiro programa para retorno voluntário de ilegais funciona até 2009 para os que estão na Bélgica, Portugal e Irlanda

N

Europa

ada de prisões ou deportações. A Organização Internacional para Migrações (OIM) anunciou em janeiro um programa exclusivo para facilitar a volta para casa de brasileiros sem permissão para viver na Bélgica, na Irlanda e em Portugal. Até maio de 2009, a instituição vai oferecer ajuda logística e financeira para os ilegais que quiserem sair dos três países voluntariamente. Pascal Reyntjens, coordenador-geral do projeto, declarou em entrevista à BBC Brasil que a idéia de desenvolver o programa surgiu em função da grande procura de brasileiros por ajuda nesses três países. Em 2006, o número de brasileiros que voltaram para casa por meio do programa geral desenvolvido pela organização, chamado REAB, chegou a 1.325, dos quais 796 saíram dos três países contemplados pelo novo projeto. No ano passado foram 602 apenas na Bélgica. A maioria dos imigrantes que procuram o programa de retorno para casa é constituída de trabalhadores ilegais que, explorados pelos patrões, se viram em um país distante, fora da lei e sem dinheiro. Qualquer brasileiro em situação fora da legalidade e com complicações financeiras nos três países pode se inscrever no programa. Um assistente social entrevista os candidatos para avaliar a necessidade de cada um deles. Tomando por base o REAB, cerca de 10% das solicitações são rejeitadas. Em 60% dos casos, porém, a decisão sai em dez dias e são necessários outros 20 para a instituição preparar o retorno. O candidato que recebe os benefícios precisa, no entanto, assinar um termo se comprometendo a não regressar ao país pelos próximos cinco anos. O programa oferece aos brasileiros não apenas a viagem de volta para casa como também auxílio financeiro para reiniciar a vida no país de origem. Os valores são os mesmos tanto para os estrangeiros que procuram o REAB quanto no programa específico para brasileiros e giram em torno de 700 euros. A OMI reconhece que o valor pode ser um problema para alguns. “Sabemos que 700 euros não é o mesmo no Brasil, na Ucrânia ou na Costa do Marfim. Mas isso é um fator complicado, que não conseguiremos

mudar a curto prazo”, explica Reyntjens.

O programa oferece aos brasileiros não apenas a viagem de volta para casa como também auxílio financeiro para reiniciar a vida no país de origem.

duais e as suas necessidades nos países onde vivem, e por que acabam nesses e não em outros países”, explicou Reyntjens. Segundo o coordenador do projeto, a pesquisa vai ajudar a organização a entender o tipo de imigração com que os três países estão lidando e a situação dos brasileiros, para que estes possam ser ajudados da melhor forma possível.

Perfil dos imigrantes O novo projeto da OMI está sendo cofinanciado pela Comissão Européia, que é o órgão executivo da União Européia. Nele está incluída uma ampla pesquisa que terá o objetivo de traçar um perfil dos brasileiros que vivem ilegalmente nos três países. “Queremos saber por que necessitam da nossa ajuda, de onde vem a maioria dos imigrantes, quais as suas motivações indiviRevista Real 37


Brasileiros caem em golpe Em Madri, espanhola é presa depois de prometer documentos em troca de dinheiro

Europa

B

rasileiros dispostos a permanecer ilegalmente no exterior muitas vezes acabam caindo em golpes. O mais recente caso foi descoberto na Espanha, quando a polícia prendeu, no dia 20 de janeiro, uma espanhola acusada de enganar 90 imigrantes brasileiros em Madri. Segundo reportagem da BBC, a mulher, que não teve a sua identidade divulgada, se passava por detetive especializada em imigração e prometia documentos em troca de dinheiro (de R$ 7,8 mil a R$ 9,1 mil por documento). Em um ano ela arrecadou mais de R$ 900 mil. A acusada fez amizades com brasileiros em bares da capital espanhola e do município de Torrejón de Ardoz e uns imigrantes ilegais chamavam outros. O acordo era pagar adiantado para conseguir licenças de trabalho e residência, carteiras de identidade espanholas e até passaportes. A falsa detetive dava um prazo de 15 a 20 dias para entregar os documentos (que nunca chegavam) e, quando os brasileiros reclamavam, ela culpava a burocracia do país. Quando havia queixas demais a solução era a ameaça. Segundo a polícia, muitos brasileiros confessaram que a acusada ameaçava de expulsão do país quem ficasse impaciente. Na casa da mulher foram apreendidos recibos bancários de pagamentos dos imigrantes, fotografias das vítimas e cópias de passaportes brasileiros. A Brigada Central contra Redes de Imigração avisou que os brasileiros que fizeram a denúncia não serão indiciados porque foram enganados. Mas deverão voltar ao Brasil para pedir nos consulados suas respectivas licenças de trabalho e residência.

Combate ao tráfico humano Polícia italiana desarticula máfia nigeriana que forçava pessoas à prostituição

A

polícia italiana prendeu no dia 15 de janeiro 66 pessoas em uma operação contra uma rede nigeriana dedicada ao tráfico de seres humanos. Os detidos são acusados de crimes que vão de formação de quadrilha para tráfico de seres humanos a escravidão, seqüestro e tráfico de entorpecentes, segundo a agência de notícias Efe. O promotor nacional antimáfia, Pierdo Grasso, afirmou que foi encontrado um livro pertencente à quadrilha, com os nomes e celulares de mais de 300 pessoas. Foram executadas 66 ordens de detenção expedidas por um Tribunal de Nápoles contra cidadãos nigerianos na Itália e no exterior. Um total de 15 pessoas foram detidas, principalmente na Holanda, onde a organização era bastante ativa e trazia da Nigéria crianças e adolescentes de ambos

38 Revista Real

os sexos. Os reféns eram levados para a Itália e outros países europeus para serem usados nos “setores da prostituição e do tráfico de drogas”. Durante as investigações foram constatadas “irregularidades em alguns trâmites de adoção, que permitiram a mulheres nigerianas que vivem na Itália levar crianças de orfanatos nigerianos para induzi-las a tráficos infames”. Grasso destacou a importância da cooperação internacional para realizar este tipo de operação e acrescentou que, neste caso, a polícia holandesa “teve uma boa colaboração”. A polícia lembrou que, em outubro de 2007, foi encerrada uma primeira fase da operação, na qual foram detidas 23 pessoas em países como Espanha, Holanda, Reino Unido, França, Alemanha, Bélgica, Estados Unidos e Nigéria.


Portugal e Brasil no altar Estudo de instituto português, divulgado em janeiro, aponta para aumento da união entre brasileiros e portugueses

O

acabar os estudos, enquanto os da Europa Oriental têm mais idade e muitos já são casados.” Behr considera que os casamentos para conseguir a legalização são uma minoria. “Com o casamento consegue-se imediatamente a autorização de residência, mas a lei prevê que seja negada a renovação se o estrangeiro não mantiver o casamento. Um casamento desses não dura muito.” Os brasileiros constituem cerca de um quarto dos estrangeiros no país. Há quase 500 mil imigrantes em Portugal – país que tem 10,4 milhões de habitantes – e a estimativa com que a embaixada do Brasil trabalha é que sejam cerca de 120 mil brasileiros. O número não é exato porque muitos não estão legalizados (apenas cerca de 80 mil têm a situação regularizada).

Europa

número de casamentos entre portugueses e imigrantes brasileiros que residem em Portugal aumentou 50% em 2006, segundo dados publicados em janeiro pelo Instituto Nacional de Estatística, de Portugal. Dos 5.696 casamentos celebrados entre portugueses e estrangeiros naquele ano, 2.197 foram selados com brasileiros e brasileiras (contra 1986 registrados em 2005), informou a BBC. Em 2006, foram 2.315 casamentos de brasileiras e 602 de brasileiros. “É sem dúvida um sinal de integração”, considera Gustavo Behr, presidente da Casa do Brasil de Lisboa, a mais antiga associação de imigrantes brasileiros do país. “Mas isso tem a ver também com o perfil do imigrante brasileiro, que é mais jovem, vem para Portugal logo depois de

Revista Real 39


Mundo

Após seis anos,

a liberdade Mundo

Reféns das Farc desde 2002, Clara Rojas e Consuelo González foram libertadas em janeiro

D

epois de uma longa negociação, as reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Clara Rojas e Consuelo González, foram libertadas no dia 10 de janeiro na selva colombiana, depois de permanecerem 6 anos em poder do grupo. Elas foram entregues ao governo venezuelano em um ato de desagravo ao presidente Hugo Chávez, retirado das negociações para libertação dos reféns por seu colega colombiano, Álvaro Uribe. Em entrevista à imprensa, um dia após a libertação, Clara Rojas respondeu às questões dos jornalistas sobre seu filho Emmanuel, nascido no cativeiro em 2004, fruto de uma relação consentida com um guerrilheiro. A criança, hoje com 3 anos e 9 meses, foi separada de sua mãe aos 11 meses para ser tratada de uma leishmaniose. A ex-refém disse que só voltou a ter notícias da criança no dia 31 de dezembro passado, quando ficou sabendo pelo rádio que ela havia sido encontrada em um abrigo em Bogotá, na Colômbia. “O crime de seqüestro é contra a humanidade, fico enormemente preocupada por eles se considerarem o exército do povo, um exército organizado, já que treinam pessoas para seqüestrar. No início parecia ser uma organização criminosa”, afirmou Clara sobre as Farc. Dias depois da libertação, Clara reencontrou o filho em Bogotá. Segundo Elvira Forero, diretora do Instituto Colombiano do Bem-Estar Familiar, os dois foram levados a um local secreto e “tiveram uma sessão de seis horas para se conhecer e tentar recupe-

40 Revista Real

rar os laços familiares”. Antes do encontro, psicólogos infantis do governo colombiano mostraram fotos de Clara para Emmanuel para preparar o menino, que viveu em um orfanato desde que foi separado da mãe. Clara Rojas poderá assumir formalmente a custódia definitiva de Emmanuel depois de cumprir os trâmites legais. A ex-parlamentar colombiana Consuelo Gonzalez, acompanhada por suas duas filhas, também fez um julgamento severo sobre as Farc. Disse que não foi torturada fisicamente,

Grupo seqüestra mais seis Três dias após a libertação de Clara Rojas e Consuelo González, os guerrilheiros das Farc seqüestraram seis turistas colombianos na cidade de Nuquí, departamento de Chocó, oeste da Colômbia, segundo a Armada Nacional (Marinha de guerra). Os viajantes foram capturados quando estavam em uma área conhecida como Morromico, aonde haviam chegado de lancha com outras 13 pessoas. Os 19 turistas foram roubados e os terroristas levaram dois professores, uma bióloga, um estudante universitário e dois comerciantes, todos de nacionalidade colombiana. As forças de segurança iniciaram uma operação para tentar resgatar os seqüestrados.

“Somente o fato de ter sido privada de sua liberdade contra a sua vontade é por si só uma espécie de tortura.” Consuelo González

mas que “somente o fato de ter sido privada de sua liberdade contra a sua vontade é por si só uma espécie de tortura”. Ela desejou uma solução pacífica para o conflito na Colômbia. Perguntada sobre a proposta feita por Hugo Chávez de dar status de insurgentes às Farc e à ELN, disse que “qualquer ação que permita avançar na busca pela paz e pela troca humanitária é válida”. “As Farc na maioria das vezes são violentas, duras, mas o conflito colombiano é tão grave que qualquer ação que nos permita superá-lo é bem-vinda”, disse.

Outros 44 reféns de caráter político encontram-se nas mãos da guerrilha, inclusive a ex-candidata à Presidência da Colômbia, Ingrid Betancourt, sequestrada juntamente com Clara Rojas pelos guerrilheiros em 2002. Estima-se ainda que outros 700 reféns comuns estejam nos cativeiros mantidos pelas Farc. Ao contrário dos primeiros, que seriam usados em uma eventual troca humanitária por guerrilheiros presos, os últimos são usados pelas Farc para extorquir dinheiro para o financiamento de suas atividades.


Reflexos da Guerra Segundo a OMS, cerca de 151 mil iraquianos morreram desde a ocupação norte-americana

U

2003. O grupo de defesa dos direitos humanos, Iraq Body Count (Contagem de Corpos no Iraque, em tradução livre), que baseia suas estimativas em dados da imprensa, estima que entre 80 mil e 88 mil pessoas tiveram morte violenta no país desde a invasão. Nos últimos meses, houve uma diminuição da violência em até 60%, atribuída ao sucesso da operação americana de aumento de tropas, especialmente em Bagdá, mas a população iraquiana continua convivendo diariamente com o risco de atentados e explosões de carros-bomba. A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, disse no dia 15 de janeiro, durante uma visita-surpresa a Bagdá, que Washington está decidida a reduzir a presença de militares dos Estados Unidos no país. Rice disse que levará em “consideração as recomendações do chefes militares sobre a retiradas dos soldados do país”.

Revista Real 41

Mundo

ma estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgada em janeiro, revelou que cerca de 151 mil iraquianos morreram vítimas de violência nos três anos que se seguiram à invasão liderada pelos Estados Unidos ao Iraque, em 2003. Segundo a BBC, a pesquisa, baseada em entrevistas em quase 10 mil residências em todo o Iraque, indicou que a guerra se tornou a principal causa de óbitos entre homens de 15 a 59 anos de idade. De acordo com o estudo da OMS, mais da metade das mortes violentas foram na capital iraquiana, Bagdá. A estimativa abrange o período entre março de 2003 e junho de 2006. A própria Organização Mundial de Saúde admite que sua pesquisa tem uma grande margem de erro, mas diz que um quadro completo e preciso da situação no país só seria possível com um amplo sistema de registro de óbitos, o que não existe no Iraque desde


Bin Laden pede fim da violência Enquanto o pai continua foragido, Omar bin Laden (foto ao lado), filho do homem mais procurado do mundo, diz querer lançar um movimento pela paz mundial

Mundo

O

quarto dos 11 filhos do líder da rede terrorista Al Qaeda, Osama bin Laden, afirmou em entrevista à rede americana CNN que seu pai deveria procurar “um outro caminho”. Omar disse que decidiu falar em público porque quer “um fim à violência” inspirada por Osama. “Eu tento dizer a meu pai: tente encontrar outro caminho para alcançar seu objetivo. Essas bombas, essas armas, não podem fazer bem”, afirmou Omar em inglês, com forte sotaque. Ele disse ainda à rede CNN que não conversa com o pai desde 2000, quando deixou um campo de treinamento da rede Al Qaeda no Afeganistão, com o consentimento de Osama. “Eu disse que estava indo embora, que queria viver minha vida. Desde bem jovem, sempre estive com meu pai. Eu só ouvia a ele e a seus amigos. Meu pai, então, me disse: ‘se essa é a sua escolha, a sua decisão, o que posso dizer? Eu gostaria que você estivesse comigo, mas essa é sua decisão’”, afirmou ele na entrevista. Omar disse não ter idéia de onde Osama possa estar. Para ele, porém, seu pai “jamais será encontrado”. Questionado sobre a possibilidade de Osama ter escolhido como esconderijo a região da fronteira entre o Paquistão e o Afeganistão, ele afirmou: “Talvez sim, talvez não.” Com 26 anos e cabelos compridos, o filho do suposto mentor do atentado contra o World Trade Center, em Nova York, em 11 de Setembro de 2001, é casado com uma britânica que tem duas vezes a sua idade. Eles dizem pretender lançar um movimento pela paz. “Sou filho de Osama, não escondo isso, não escondo meu nome”, afirmou ele. “Tenho orgulho de meu nome. Mas as pessoas fogem de mim, ficam com medo.” Omar afirmou que não considera seu pai um terrorista. “Quando ele combatia os soviéticos no Afeganistão, os EUA o consideravam um herói. Antes eles chamavam de guerra, agora chamam de terrorismo”, afirmou ele à CNN. 11 de Setembro Na entrevista, ele criticou ainda os ataques de 11 de Setembro. “Pessoalmente, não acho que [o 11 de Setembro] foi uma coisa certa, mas aconteceu. Não acho que [a guerra] no Vietnã foi uma coisa certa. Não acho que o que acontece com os palestinos ou no Iraque seja certo. Se falarmos sobre o que é certo e o que não é, teremos uma longa lista”, disse Omar. O filho de Osama afirmou ainda que deixou a Al Qaeda porque não queria se associar ao assassinato de civis. Perguntado pela CNN se, ao tomar conhecimento do ataque contra os EUA, ele sabia que seu pai estava por trás do atentado, Omar disse apenas: “Sim, talvez.” Ele disse ter sentido tristeza pelas pessoas mortas. “Não concordo com o 11 de Setembro ou com qualquer guerra em que civis morrem.” Omar afirmou ainda que o relacionamento com seu pai era “limitado”. Ele é o quarto dos 11 filhos de Osama com sua primeira mulher. “A maior parte do tempo ele estava muito ocupado, ou com seus amigos. Ele trabalhava demais.”

42 Revista Real


Palestinos invadem o Egito Sofrendo com um bloqueio imposto por Israel, moradores da faixa de Gaza entram à força em território egípcio

Novas passagens No dia 25, vários palestinos, alguns encapuzados, subiram em um trator para garantir a derrubada de uma parte de concreto do muro. Forças egípcias fizeram disparos de advertência para o ar, mas centenas de palestinos continuaram passando. Antes, os policiais haviam jogado jatos d’água sobre a cabeça de palestinos que entravam no Egito por buracos abertos nos dias anteriores no muro, mas sem conseguir dissuadi-los. Entre os palestinos estavam elegantes mulheres em roupas de festa que rumavam para casamentos de parentes no Egito, que segundo elas foram acertados às pressas para permitir a participação de familiares de Gaza. Yousef Mohammed, de 17 anos, disse que esperou para cruzar para o Egito porque estava juntando dinheiro para as compras. “Eles não querem que entremos”, afirmou ele, apontando para os policiais. A egípcia Amira Ali, de 39 anos, com um filho no colo e puxando pela mão um outro de seis anos, fazia o caminho inverso, para visitar sua sogra em Gaza. “Claro que tenho medo de ficar presa em Revista Real 43

Mundo

M

ilhares de palestinos na cidade de Rafah tentaram evitar que a fronteira da faixa de Gaza com o Egito fosse fechada no dia 25 de janeiro, informou a agência de notícias Efe. Alguns chegaram a usar uma escavadeira para tentar abrir um novo buraco no muro erguido na fronteira, depois que forças de segurança egípcias tentaram bloquear os vários pontos de passagem abertos ilegalmente no local. Policiais egípcios com escudos formaram correntes humanas ao longo da fronteira entre o Egito e Gaza, mas não foram capazes de conter uma nova onda de palestinos que cruzaram para o país depois que uma retroescavadeira derrubou uma outra parte do muro que separa os dois territórios. Parte do muro da fronteira foi destruído no dia 23, por militantes palestinos, depois que Israel bloqueou totalmente as passagens para o território, impedindo a entrada de comida, combustível e remédios. O bloqueio total imposto por Israel visa punir os militantes palestinos de Gaza pelo disparo de foguetes caseiros contra o território do Estado judeu. Desde a abertura forçada da fronteira, no entanto, o Egito permitiu que dezenas de milhares de palestinos entrassem no país e voltassem para Gaza, mas não aceitou sugestões de Israel de que deveria assumir responsabilidade pela miserável faixa costeira. Após as tentativas frustradas de fechar as passagens, as forças de segurança egípcias se retiraram da região fronteiriça e se negaram a conter os palestinos que tentavam entrar no país.

Gaza, mas quero mostrar as crianças para minha sogra”, explicou. O presidente egípcio, Hosni Mubarak, considerou a situação em Gaza “inaceitável” e exigiu que Israel “suspenda o cerco” e “resolva o problema”. A abertura da fronteira, mesmo temporariamente, deu um enorme ganho de popularidade para os governantes do Hamas de Gaza, que afirmam ter conseguido romper um isolamento da faixa imposto por Israel e aceito pela comunidade internacional desde que venceram uma eleição parlamentar em 2006. O isolamento ganhou força depois que o grupo islâmico tomou à força o controle de Gaza, derrotando o movimento Fatah, do presidente palestino Mahmoud Abbas, em junho último.


Capa

Como se livra

A Real foi atrás das histórias de quem passou por apuros ao chegar a Londres e dá

Capa

A

luguéis de casas que não existem, compra e venda de documentos falsos, exploração do trabalho, prostituição. Esses são apenas quatro exemplos das roubadas em que muitos dos brasileiros que chegam a Londres com a bagagem cheia de expectativas se deparam. E, para cada desavisado que chega, tem sempre um abutre à espera do momento certo para atacar. Além de dar nome à enorme ave de rapina, a palavra abutre é usada em várias partes do Brasil como gíria para definir alguém que se aproveita dos outros. Tanto que está lá nos dicionários: “indivíduo sem escrúpulos”, segundo o Michaelis; “pessoa que visa o lucro exagerado”, diz o Priberam, ou “indivíduo que tira proveito da desgraça alheia”, aponta o dicionário de português online. Algumas vítimas dos abutres dão a volta por cima; outras, desiludidas, acham que o melhor é afivelar as malas e pegar o avião de volta para o Brasil. A Real foi procurar as histórias de quem chegou ao Reino Unido e caiu na conversa de gente inescrupulosa e traz nessa matéria especial um guia básico de sobrevivência na “selva londrina”. “As pessoas chegam aqui sem nenhuma informação e acabam caindo nas mãos de aproveitadores”, explica Carlos Mellinger (foto acima), presidente da Associação Brasileira no Reino Unido (Abras). Foi exatamente a falta de informação o principal problema do professor Marcelo Souza (foto abaixo). Formado em Letras e com carreira de 16 anos no sistema de ensino em Minas Gerais, ele resolveu, em um período de instabilidade na profissão, pegar o avião rumo a Londres. A esperança de emprego fácil e bons salários logo caíram por terra. “Quando você chega parece festa, mas depois vê que a realidade é outra”, conta o professor. Atraído para Londres pelas histórias contadas por um amigo, ele saiu do Brasil com visto de turista e, logo que chegou, os problemas começaram dentro da casa que dividia com mais sete pessoas, todas brasileiras. “Os responsáveis pelo pagamento superfaturavam o aluguel e as compras do mercado”, diz Souza. E a convivência tornava-se ainda pior porque o uso de drogas

44 Revista Real

pelos outros moradores era constante. Para completar, o mito do emprego e do dinheiro fácil se desfez. O professor se dividiu entre os mais variados tipos de trabalho: motorista, segurança, faxineiro, entregador de jornal. Como a vida em Londres não é das mais baratas, percebeu que fazer o pé de meia para voltar para casa não é tarefa das mais simples. “Isso aqui é uma mistura de humilhação com ilusão”, diz ele. Ansioso para voltar ao Brasil, Souza vai levar na bagagem o livro que começou a escrever sobre as histórias dos brasileiros que chegaram aqui e se depararam com as mais diversas situações. Inicialmente uma coleção de 30 a 40 relatos, o livro, que a princípio se chamará “Brasi-

Aluguéis de casas que não existem, compra e venda de documentos falsos, exploração do trabalho, prostituição. Esses são apenas quatro exemplos das roubadas em que muitos dos brasileiros que chegam a Londres com a bagagem cheia de expectativas se deparam. leiros sem Brasil”, começou a crescer. Nas páginas, o professor dá dicas de dez maneiras de como não viver em Londres, que incluem aqueles que chegam e, na preocupação em ganhar dinheiro, esquecem dos valores que prezavam ou que se submetem aos mais variados tipos de humilhação por serem estrangeiros. “Foi bom ter aprendido inglês para fazer meu doutorado na volta. Mas é muito ruim pensar no que deixei

para trás e chegar à conclusão de que não deveria”, explica o professor, fazendo um balanço da temporada londrina. Exploração de trabalho As situações que Marcelo Souza pretende retratar no livro acontecem por todo lugar e fizeram parte da história de muita gente que veio do Brasil para o Reino Unido. Éo caso de

Cláudio Fonseca (o nome foi trocado para preservar a identidade do entrevistado), que veio para Londres há um ano e meio, também atraído pelas chances de trabalho abundante e dinheiro na conta. Hoje trabalhando no setor de construção e sem permissão de trabalho no Reino Unido – o visto de turista expirou há nove meses – ele recebe a quantia de £5 por hora de trabalho, menos do que o estabelecido pela lei britânica, que é de £5.53. Mas não reclama. “Sei que é errado, mas pelo menos eles [os empregadores] me pagam.” O conformismo de Fonseca tem seu motivo: ajudante de cozinha em restaurante quando chegou, não recebeu o salário acordado por não ter visto de trabalho e de-


ar dos abutres

á dicas de como se prevenir e não cair nas armadilhas dos aproveitadores de plantão

Marina Gaspar (Veja nas páginas 46 e 47 outros golpes a que as pessoas estão sujeitas por aqui, principalmente pela falta de informação)

Dicas para fugir dos aproveitadores

Não aceitar, sob hipótese alguma, trabalhar sem receber salário ou quaisquer restrições por estar em situação ilegal no país. Se estiver sendo explorado no trabalho, denunciar o empregador é sempre uma saída. A Abras promove frequentemente encontros com a Metropolitan Police, onde os participantes podem fazer denúncias como essa, mesmo que não tenham a situação regularizada no Reino Unido. Na hora de alugar um quarto, mesmo que seja difícil ter contrato, exigir pelo menos algum papel que comprove a negociação, assinado pelo responsável. Ainda sobre aluguéis, prefira sempre os pagamentos por depósito em conta corrente. Pode dar mais trabalho que entregar dinheiro em espécie na mão do landlord, mas os comprovantes do banco servem para provar que o aluguel vinha sendo pago regularmente. Quanto aos depósitos requeridos pelos landlords, a dica é jamais entregar qualquer dinheiro sem a garantia de que o receberá de volta. Um papel assinado pela pessoa que está fornecendo o quarto, a casa ou o apartamento, explicando as condições para a devolução do dinheiro, é o suficiente como garantia – não há a necessidade de reconhecer firma em cartório, como no Brasil, para o documento ter validade.

Alguém está de volta para o Brasil e quer “vender” os contatos para cleaning ou qualquer outro serviço. É bom não cair nessa. Primeiro porque não há garantia de que o cliente vá querer os serviços da pessoa indicada ou sequer de que tais contatos sejam verdadeiros. Segundo porque esse tipo de “negócio” não é sequer permitido por lei. O resultado pode ser o contrário: ficar sem o trabalho e sem o dinheiro. Abrir conta em banco em Londres é de graça e na maioria dos casos não têm taxas mensais a serem pagas – a não ser quando a pessoa opta por uma conta com benefícios extras, geralmente apenas destinada a quem tem passaporte europeu. Se alguém aparecer cobrando uma fortuna para “ajudar”, não aceite. Se você é estudante e não tem um comprovante de endereço em seu nome para ser usado na abertura da conta bancária, a sua própria escola pode fazer uma declaração comprovando os seus dados para que você possa apresentá-la no banco na hora de abrir a conta. Uma declaração do landlord dizendo que você reside no endereço também serve neste caso. Se o problema for de comunicação, caso você não fale inglês ou fale pouco, há quem cobre preços justos para servir de intérprete – o que não é crime. Procurar pessoas com referências e desconfiar dos preços abusivos evita dores de cabeça. Revista Real 45

Capa

pois de algum tempo se viu sem dinheiro para pagar o aluguel. “Tive a sorte de ter encontrado amigos para me ajudar.” Situações como a de Cláudio Fonseca não são incomuns e, segundo Carlos Mellinger, da Abras, constituem uma das maiores formas de exploração de brasileiros em Londres. E, mais uma vez, a falta de informação pode ser crucial: qualquer um que seja explorado pode denunciar o empregador, ainda que esteja em situação ilegal. E com um argumento a mais na hora de exigir o dinheiro: contratar alguém sem visto de trabalho é tão fora da lei quanto burlar as normas da imigração. Desde fevereiro de 2007, os empregadores que se utilizam dessa prática ganharam mais um motivo para se preocupar: exploração de trabalho passou a ser considerado crime de tráfico humano e os responsáveis, além de pagarem multa, podem amargar alguns dias atrás das grades.


Não caia ne Infelizmente, tem brasileiro que “trabalha” explorando recém-chegados (e desinformados).

Capa

A

ânsia por arrumar emprego e fazer o pé de meia para voltar para casa faz com que muitos ilegais compliquem ainda mais sua situação perante a lei. É o caso de quem compra documentos falsos, que chegam a custar entre £40 e £80. O presidente da Abras, Carlos Mellinger, soube da “tabela de preços” através de denúncias de brasileiros que teriam feito contato com “Alexandre”, um brasileiro que oferecia carteira de motorista espanhola a £40 e identidade, também espanhola, a £80. A Real tentou contato com “Alexandre” através de um número de celular, mas não teve sucesso, já que o abutre, para se precaver, deve mudar o número do telefone de tempos em tempos. A prática de comprar um documento falso tem geralmente um desfecho nada feliz: além da deportação, quem vende ou porta documento falso é punido com seis meses de cadeia, podendo cumprir três deles. Há ainda aqueles que decidem procurar casamento com um cidadão europeu – e acham quem cobre dinheiro para assinar os

É sempre bom ficar atento

A

lgumas atitudes de brasileiros por aí não são enquadradas como crime, mas é bom todo mundo sempre prestar atenção no que está acontecendo à volta: - Um único médico com cinco especializações? É bom esclarecer: clínico-geral é uma coisa. Ginecologistas, pediatras, cardiologistas, geriatras, endocrinologistas e quaisquer outras especialidades demandam estudo específico e longo. Desconfiar de quem se diz especialista em tudo é sempre bom. - Nas comunidades para brasileiros no Orkut sempre tem gente oferecendo os mais variados tipos de serviço. Ao mesmo tempo em que está cheio de gente disposta a ajudar com informações, sempre há os abutres que procuram ganhar dinheiro em cima dos outros. Quaisquer ofertas que envolvam dinheiro devem ser analisadas com cuidado e bom-senso. - Produtos brasileiros inflacionados – eles estão por toda parte! Um simples bombom sonho-de-valsa pode ter uma variação de preço de quase 100%. Detalhe: na mesma região da cidade.

46 Revista Real

papéis do matrimônio. A dica é não gastar o suado dinheirinho. Casamento com europeu realizado em Londres tem de ter a autorização do Home Office, a obtenção do direito para ficar não é instantânea e os oficiais da imigração realmente investigam se os pombinhos são um casal. Aluguel Outra das grandes causas de dor de cabeça para os brasileiros em Londres são os problemas com o aluguel. Casas com dezenas de pessoas e a verdade é que ninguém se preocupa em saber se aquela residência pode realmente ser alugada pelo landlord. “Todo aluguel informal é de risco”, explica Carlos Mellinger. Feliz por ter conseguido um quarto por £50 a semana no início da zona 2, a cearense Taciana Alves não pensou duas vezes e fez as malas para a nova casa. Um mês depois, começaram os problemas. “A pessoa de quem eu alugava a casa, que era brasileira, me mandou sair e eu nunca recebi o dinheiro do depósito de volta.” O depósito é uma constante entre os landlord de Londres: a quantia referente a algumas semanas de aluguel que fica em poder do proprietário até a pessoa sair da casa, geralmente com aviso prévio. O problema é que, na maioria dos casos, não há nenhum tipo de contrato ou de recibo de pagamento. “Outro problema é que, como muitas vezes o brasileiro vem para cá sem falar inglês, não tem como se defender na Justiça”, explica o presidente da Abras. A dica é nunca dar qualquer quantia em dinheiro sem exigir um comprovante e procurar sempre ter consigo indícios de que morava na casa, como comprovantes de pagamento de aluguel feitos por depósito bancário. Procurar com cuidado o lugar para morar é essencial. Pode parecer mais simples conseguir um quarto com qualquer conhecido, mas é sempre bom lembrar que existem agências especializadas no assunto. E embora em muitas delas problemas também existam, é sempre bom saber que, no caso de alguma coisa dar errado, os responsáveis não podem simplesmente sumir do mapa. “Qualquer pessoa pode invadir uma casa, dizer que é dela e alugar para outra, porque não é comum ninguém provar propriedade”, diz Luciano Veloso, dono da agência

New Place Lettings, que há quatro anos aluga quartos para brasileiros em Londres. “É sempre bom antes de mudar tentar conversar com algum vizinho e, em qualquer caso, a agência é sempre um método mais seguro.”


esses golpes! Seja na hora de procurar um trabalho ou um lugar para morar, saiba como fugir dos abutres Venda de contatos de trabalho Entre as roubadas que os brasileiros caem ao chegar a Londres, o pior é que em muitos casos os que passam a perna são outros brasi-

Abrir conta em banco Uma outra modalidade de exploração é a dos que cobram para abrir conta em banco. Como muitos brasileiros chegam aqui sem falar inglês e, ao mesmo tempo, precisam de uma conta bancária para receber o pagamento, há aqueles muy amigos que oferecem uma “ajudinha”: prometem conta aberta sem sair de casa, sem precisar ter passaporte válido e com direito até a cartão de crédito. Todo o “serviço” pode custar mais de £100 para os desavisados. A Abras alerta: “Esse tipo de serviço é crime.” As contas bancárias, a não ser aquelas com alguns privilégios, são gratuitas, e qualquer um que queira abri-las precisa ir até a instituição financeira assinar os papéis.

Dicas Entidades que podem ajudar

A

dica para quem está passando por alguma dificuldade é procurar órgãos que realmente possam ajudar. Exemplos não faltam: o Diálogo Brasil, que debate os problemas da comunidade, recentemente promoveu evento onde os brasileiros poderiam esclarecer dúvidas e, inclusive, abrir conta bancária via representantes do banco Barclays. Para ficar por dentro do trabalho da entidade, acesse o site da Embaixada do Brasil em Londres: www.brazil.org.uk. A sede da Abras, em Willesden Junction (59, Station Road – NW10 4UX), está aberta de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h30, e aos sábados, das 11h às 17h, para ajudar quem tem quaisquer tipos de problemas. Os associados contam com assessoria jurídica e médica, entre outros benefícios, sendo que alguns serviços são gratuitos e outros pagos. “Procurar informação e sempre primar por agir dentro da lei, ainda que pareça difícil, é sempre a melhor opção”, conclui Carlos Mellinger, presidente da Abras. Acesse o site da Abras no endereço: www.abras.org.uk.

Jeitinho brasileiro A famosa tendência por achar um caminho mais fácil para tudo nem sempre funciona aqui em Londres – e, a bem da verdade, nem mesmo no Brasil. O Reino Unido oferece várias oportunidades, mas a falta de informação de quem sai do Brasil e a falta de preparo são os principais empecilhos para juntar um dinheiro para melhorar a vida da família que ficou por lá. “Procurar se informar ao máximo antes de vir é a melhor opção”, diz Carlos Mellinger. “Muita gente vem sem dinheiro para sobreviver e às vezes demora um pouco até conseguir um emprego. Nesse tempo, muitos acabam caindo em negócios ilegais ou na prostituição”, alerta. Marina Gaspar Revista Real 47

Capa

leiros querendo se dar bem em cima de quem ainda não conhece as coisas por aqui. Giselle Coutinho veio de Minas e, ao chegar, viu o anúncio de alguém que vendia, por £150, os contatos para fazer cleaning – com a promessa de ganhar mais que o dobro do valor apenas com tais clientes. Ávida por começar a trabalhar, não pensou duas vezes e raspou boa parte das economias para investir no “retorno garantido”. “A maioria dos contatos era falsa, consegui um ou dois pela lista dela e perdi o meu dinheiro.” Depois dos períodos de dificuldade, Giselle deu a volta por cima, mas aprendeu que o jeito mais garantido é conhecer primeiro como tudo funciona à volta antes de se precipitar.


Música

Música de graça O serviço de música online Qtrax anunciou acordo com gravadoras para disponibilizar 25 milhões de canções pela internet

A

Música

Atrações do Grammy 2008 As cantoras Beyonce, Rihanna, Mary J. Blidge e Carrie Underwood, além da banda de rock norte-americana Foo Fighters estão entre as atrações musicais da 50ª edição do Grammy, marcada para o dia 10 de fevereiro, em Los Angeles. A premiação acontecerá no Staples Center, em Los Angeles (EUA). Amy Winehouse, Kanye West e Foo Fighters lideram as indicações. O rapper norte-americano concorre em oito categorias, enquanto a cantora inglesa concorre em seis, incluindo revelação, melhor álbum e canção do ano, com o hit “Rehab”. Além de Winehouse (foto abaixo), estão no páreo pelo troféu de melhor música a cantora Beyonce (“Irreplaceable”), a banda Foo Fighters (“The pretender”), a cantora Rihanna (“Umbrella”), e o cantor Justin Timberlake (“What goes around comes around”). A banda de Dave Grohl também concorre na categoria melhor álbum com “Echoes, silence, patience & grace”, ao lado de Amy Winehouse, com “Back to black”. “These days”, de Vince Gill, “River: The Joni letters”, tributo de Herbie Hancock a Joni Mitchell, e “Graduation”, de Kanye West, estão na corrida. Além de Winehouse, outros indicados ao prêmio de revelação são Feist, Paramour, Taylor Swift e Ledesi.

pós passar uma década tentando combater a pirataria de músicas pela internet, parte da indústria fonográfica decidiu liberar o acesso gratuito a mais de 25 milhões de canções pela internet. Segundo matéria da BBC Brasil, o serviço de música online Qtrax anunciou, no dia 27 de janeiro, uma parceria com grandes gravadoras, incluindo EMI, Sony BMG, Universal Music e Warner Music, que vai possibilitar que usuários baixem de graça títulos de vários gêneros. O anúncio foi feito pela empresa americana durante a abertura da 42a edição do Midem (Mercado Internacional do Disco e da Edição Musical), a feira mundial da música, em Cannes, na França. Para acessar

as músicas, o usuário terá de ir ao site da Qtrax e baixar um software específico. Os arquivos vão vir com DRM (sistema que limita o número de cópias possíveis de um arquivo). Ipod fora As músicas que poderão ser baixadas pelo Qtrax não serão compatíveis - pelo menos em um primeiro momento - com o iPod. Mas a empresa já anunciou que está estudando uma “solução para o iPod”, a ser disponibilizada em 15 de abril. Como parte do acordo, artistas e gravadoras serão pagos conforme o número de acessos às suas músicas e ainda receberão uma fatia do que for arrecadado com os anúncios publicitários feitos na página da Qtrax. Empresas como Microsoft, Mc Donald’s e Ford já revelaram que serão alguns dos anunciantes. Cerca de US$ 30 milhões (R$ 53 milhões) foram investidos pela Qtrax na nova tecnologia. O chefe-executivo da empresa, Allan Klepfisz, disse que os consumidores “agora poderão compartilhar música legalmente pela internet”. “Nós queremos poder disponibilizar música de graça num ambiente de total legalidade que permitirá que os artistas sejam pagos.”

Gravadoras negam acordo Um dia depois do anúncio da Qtrax, três grandes gravadoras negaram ter firmado acordo com o serviço de música online . Segundo nota publicada no site da rede BBC, as gravadoras Warner, EMI e Universal dizem não ter permitido o uso de suas músicas. A Qtrax alega que havia chegado a um acordo com as gravadoras, mas que ainda não tinha sido firmado formalmente. A Warner, no entanto, diz que “não autorizou o uso de seu conteúdo no serviço

48 Revista Real

anunciado pela empresa”. A Universal e a EMI afirmaram que as negociações ainda estão em andamento, mas que nenhum acordo de licenciamento havia sido firmado. Para acessar as músicas, o usuário terá de ir ao site da Qtrax e baixar um software específico. As faixas virão com um dispositivo antipirataria DRM (Digital Rights Management), que permitirá às gravadoras checar quantas vezes suas músicas foram baixadas e tocadas.


Led Zeppelin não define volta O guitarrista Jimmy Page disse que uma turnê mundial deve sair, mas somente após setembro

O

mou que o reencontro foi uma boa iniciativa. “Foi divertido, fantástico, cada semana era uma semana animada”, disse ele. “Nós fizemos o show e foi ótimo.” A banda, formada em 1968 por Page, Plant, o baixista John Paul Jones e o baterista John Bonham, tornou-se um dos maiores grupos de rock do mundo na década de 1970. Estima-se que a banda tenha vendido em todo mundo 300 milhões de álbuns. O grupo decidiu encerrar a parceira após

a morte de Bonham, em setembro de 1980, mas Page e Plant tocaram juntos algumas vezes desde então. Plant, Page e Jones tocaram juntos para 20.000 espectadores no dia 20 de dezembro do ano passado, com o filho de Bonham, Jason, na bateria. Quando o show foi anunciado, o site da Internet que vendia os ingressos saiu do ar devido ao número de acessos. A possibilidade de uma turnê mundial animou fãs do grupo em todo o planeta.

Dicas Hot Chip Made In The Dark 04 de fevereiro Depois do criticamente aclamado disco de 2006, The Warning, chega nas lojas o terceiro disco do grupo britânico de electro-

pop. O primeiro single é “Shake a Fist”.

Morrissey Greatest Hits 11 de fevereiro O ex-vocalista dos The Smiths lança disco com as melhores músicas de sua carreira solo. Entre elas “Everyday Is Like Sunday”, “The More You Ignore Me,

the Closer I Get”, e “Suedehead”.

The Orb The Dream 18 de fevereiro O grupo de música techno/ambient lança disco novo. O álbum foi primeiramente anunciado no website da banda revelando que o disco terá co-

laborações do Youth, Steve Hillage e outros.

The Feeling Join With U 18 de fevereiro Este é o segundo disco de estúdio do grupo indie/pop inglês de “soft rock”. O primeiro single será “I Thought It Was Over” com lançamento previsto

para o dia 11 de fevereiro. Mixado em L.A.

B-52’s Funplex 25 de fevereiro A banda “New Wave Rock” americana foi formada em Athens, Georgia, em 1976. O grupo lança o 11º disco de suas carreiras. O álbum contém onze

músicas e foi gravado em 2006 e 2007.

Goldfrapp The Seventh Tree 25 de fevereiro Quarto disco do duo eletrônico, e desta vez, eles voltam para as raízes do primeiro disco, deixando de lado as influências electro/synth pop dos últimos traba-

lhos. O primeiro single será“A&E.

Revista Real 49

Música

s fãs da banda britânica Led Zeppelin, sedentos em rever os astros do rock em ação novamente, terão que esperar um pouco. A banda gostou de ter se reunido para um show beneficente no ano passado, mas não vai voltar a tocar antes de setembro, disse o guitarrista do grupo, Jimmy Page, em Tóquio, no dia 28 de janeiro, em matéria publicada pela Reuters. O bem-sucedido reencontro da banda em Londres em dezembro passado despertou nos fãs esperanças de uma turnê mundial, mas Page disse que as apresentações do vocalista Robert Plant com o cantor norte-americano Alison Krauss causam um conflito de agendas. “Posso garantir a vocês que a quantidade de trabalho que nós tivemos para o show O2, ensaiando e nos bastidores, foi provavelmente o que se faz para uma turnê mundial”. “Robert Plant também tem um projeto paralelo em andamento e está realmente ocupado com esse projeto, certamente até setembro, então não posso dar novidades a vocês”, disse Page. O guitarrista, que está em Tóquio para promover o lançamento de grandes sucessos, afir-


Cinema

Roteiristas X Executivos Entenda porque a categoria estendeu sua greve a ponto de cancelar o Globo de Ouro volta das negociações entre os roteiristas e executivos de estúdios e redes de televisão. Segundo a Reuters, as duas partes voltaram a conversar depois que o Sindicato dos Diretores chegou a um acordo com a Aliança dos Produtores de Cinema e Televisão, que incluiria algumas das exigências dos roteiristas. Agora, resta aos fãs das telonas e telinhas aguardar por um consenso de ambas as partes para que os filmes e séries mais esperados da temporada não sofram atrasos ou alterações para esta e as próximas temporadas. Tonico Sanches

Cinema

Globo de Ouro 2008 Os Premiados

T

ermômetro do Oscar todos os anos, o Globo de Ouro teve sua premiação cancelada e substituída por um simples anúncio dos vencedores em cada categoria. Para muitos especialistas da área cinematográfica, uma cena inimaginável foi apenas uma das muitas conseqüências da greve dos roteiristas de Hollywood, que já ultrapassa a marca de 60 dias. Com o atual cenário sem evolução nas negociações entre a categoria e os executivos de grandes estúdios, alguns dos principais lançamentos nos cinema e na televisão poderão ser adiados ou até mesmo cancelados. Apesar de um início de ano cheio de novos filmes nas salas de cinemas, essa greve promete comprometer mais os lançamentos a médio e longo prazo.

Por que a greve? Depois de 20 anos, uma greve voltou a afetar não apenas a indústria do cinema, como também programas de televisão e musicais nos Estados Unidos. No início do mês de novembro do ano passado, o sindicato dos roteiristas (Writers Guild of America, WGA, em inglês) iniciou uma batalha contra as companhias de mídia exigindo um maior lucro no total obtido com vendas de DVDs, programas de internet, celulares e outros. Mais de 10 mil profissionais se juntaram pela causa iniciando uma verdadeira batalha de palavras entre roteiristas e executivos. As conseqüências Para desespero de milhares de telespectadores de todo o planeta, algumas das séries mais famosas da televisão, como Grey’s Anatomy, Lost, 24 horas, entre outras, tiveram a exibição de apenas metade de sua temporada, sem a confirmação de que os episódios restantes seriam exibidos ainda este ano. Menos afetados, os longas-metragens tiveram suas filmagens e fases de produção atrasadas devido ao problema. Entretanto, o que mais expôs a difícil situação ao mundo inteiro foi o cancelamento da festa do Globo de Ouro, segunda maior premiação norte-americana. Os atores se juntaram aos roteiristas e boicotaram a entrega dos prêmios. E agora? A imprensa tem divulgado alguns avanços nas negociações, que ainda assim continuam nebulosas por falta de informações mais detalhadas. Antes do fechamento desta edição, foi noticiada por agências internacionais a

50 Revista Real

Melhor Filme Drama “Desejo e Reparação” Melhor Filme Comédia ou Musical “Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet” Melhor atriz - Drama Julie Christie (“Longe Dela”) Melhor ator - Drama Daniel Day-Lewis (“Sangue Negro”) Melhor atriz Comédia ou Musical Marion Cotillard (“Piaf - Um Hino ao Amor”) Melhor ator Comédia ou Musical Johnny Depp (“Sweeney Todd”) Melhor Ator Coadjuvante Javier Bardem (“Onde os Fracos não têm Vez”) Melhor Atriz Coadjuvante Cate Blanchett (“I’m Not There”) Melhor Diretor Julian Schnabel (“O Escafandro e a Borboleta”) Melhor Roteiro Onde os Fracos não têm Vez (“Joel Coen, Ethan Coen”) Melhor Filme em Língua Estrangeira “O Escafandro e a Borboleta” (França, EUA) Melhor Filme de Animação “Ratatouille” Melhor canção “Into the Wild” (“Guaranteed”) Melhor Trilha Sonora “Desejo e Reparação” (Dario Marianelli)


Brasil

fora do Oscar 2008 Filme do cineasta Cao Hamburguer não foi selecionado entre os cinco indicados ao prêmio

O

Os principais indicados Os indicados ao Oscar de melhor filme, principal categoria da premiação do Oscar, foram o vencedor do Globo de Ouro, “Desejo e reparação”, “Onde os fracos não têm vez”, “Sangue negro”, “Conduta de risco” e “Juno”. Entre os diretores, foram indicados Julian Schnabel (“O escafandro e a borboleta”), Joel e Ethan Coen (“Onde os fracos não têm vez”), Joe Wright (“Desejo e reparação”), Jason Reitman (“Juno”) e Paul Thomas Anderson (“Sangue negro”). Na disputa pela estatueta de melhor ator, entraram Daniel Day-Lewis (“Sangue negro”), Johnny Depp (“Sweeney Todd – o barbeiro demoníaco da Rua Fleet”), Geor-

Cinema

Brasil está fora da briga pelo Oscar 2008 de melhor filme estrangeiro. O filme “O ano em que meus pais saíram de férias”, longa do cineasta Cao Hamburguer, disputava uma vaga entre os cinco indicados na categoria melhor filme em língua estrangeira, mas foi preterido pelos jurados. O anúncio foi feito pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas no dia 22 de janeiro, em Los Angeles. Os vencedores do Oscar serão anunciados dia 24 de fevereiro. As produções estrangeiras indicadas na categoria foram: “The counterfeiters”, de Stefan Ruzowitzky (Áustria), “Beaufort”, de Joseph Cedar (Israel), “Mongol”, de Sergei Bodrov (Cazaquistão), “12”, de Nikita Mikhalkov (Rússia) e “Katyn”, de Andrzej Wajda (Polônia). “O ano...” havia ficado entre os nove finalistas da competição, anunciados no último dia 15. A trama lembra o período da ditadura militar a partir dos olhos de uma criança de 12 anos. Caso fosse selecionado, o filme seria o quinto brasileiro a disputar o prêmio, ao lado de “O pagador de promessas”, de Anselmo Duarte, “O quatrilho”, de Fábio Barreto, “O que é isso, companheiro?”, de Bruno Barreto, e “Central do Brasil”, de Walter Salles, únicos longas nacionais que conseguiram a indicação.

lá”), Amy Ryan (“Medo da verdade”), Saoirse Ronan (“Desejo e reparação”), Ruby Dee (“O gângster”) e Tilda Swinton (“Conduta de risco”). O Oscar de melhor longa de animação será disputado por “Ratatouille”, “Persépolis” e “Tá dando onda”.

ge Clooney (“Conduta de risco”), Tommy Lee Jones (“No vale das sombras”), Viggo Mortensen (“Senhores do crime”). Na categoria melhor atriz, foram indicadas Julie Christie (“Longe dela”), Marion Cotillard (“Piaf – um hino ao amor”), Ellen Page (“Juno”), Cate Blanchett (“Elizabeth – the golden age”), Keira Knightley (“Desejo e reparação”). Na categoria melhor ator coadjuvante concorrem Javier Bardem (“Onde os fracos não têm vez), Tom Wilkinson (“Conduta de risco”), Hal Holbrook (“Na natureza selvagem”), Casey Affleck (“O assassinato de Jesse James...”), Philip Seymour Hoffman (“Jogos do poder”). Entre as atrizes coadjuvantes foram indicadas Cate Blanchett (“Não estou Revista Real 51


Livros

por Camilo Tellarolli Adorno

Nove contra o nove José Roberto Torero publica novo romance em capítulos que podem ser lidos em blog na rede

Livros

N

o último dia 10 de dezembro, o escritor, jornalista, cineasta e blogueiro José Roberto Torero começou a postar em seu blog os capítulos do seu mais novo romance, Nove contra o nove, em uma experiência que remete aos folhetins dos séculos passados, em que um autor publicava, normalmente em jornais, capítulos de sua mais nova obra. A história da narrativa gira em torno do assassinato de um jogador de futebol, Beleza, que tinha 999 gols e justamente após marcar seu milésimo, durante um clássico local entre seu time, Banânia, e o Laranjal, caiu duro, fulminado no gramado. Para tentar solucionar esse mistério, Zé Cabala e Gulliver são contratados. Esses são dois conhecidos personagens de Torero - ambos eram freqüentadores assíduos das colunas que o jornalista escrevia para a Folha de São Paulo. Gulliver é um anão, ou como o próprio diz, alguém com deficiência vertical; muito astuto, é o fiel escudeiro de Zé Cabala, grande guru que, entre outras coisas, benze jogadores, faz previsões, incorpora craques do passado, etc. Aliás, essas sessões com antigos jogadores compõem algumas das mais interessantes e engraçadas crônicas de Torero. O humor, de fato, é marcante não só nessa nova empreitada do autor, mas, sim, uma característica intrínseca de quase toda sua obra. No entanto, como o próprio autor afirma em seu site, seu romance não é exatamente como os de antigamente, pois além de ser postado na internet, conta também com a participação dos leitores – coube aos internautas, por exemplo, a escolha da cor e do nome da Kombi 1968 na qual Zé Cabala e Gulliver se locomovem, bem como o slogan que seria pintado na lateral da mesma. José Roberto Torero nasceu em Santos, em 1963, e, não por acaso, é torcedor do alvinegro praiano. Além de ex-colunista esportivo da Folha – o autor deixou de publicar suas crônicas em maio de 2007 para se dedicar a outros projetos –, Torero escreve roteiros para cinema (Pequeno Dicionário Amoroso, Como fazer um filme de amor, Pelé Eterno, etc) e para televisão; além de ser diretor de cinema e autor de livros de grande sucesso, como Galantes Memórias e Admiráveis Aventuras do Virtuoso Conselheiro Gomes, o Chalaça (prêmio Jabuti 1995), Terra Papagalli (com Marcus Aurelius Pimenta), Santos, um time dos céus (com Marcus Aurelius Pimenta), Futebol é bom pra cachorro (com Marcus Aurelius Pimenta), Os cabeças-de-

ARTE: ROGERIO DOKI

bagre também merecem o paraíso, Ira - Xadrez, truco e outras guerras, Os Vermes, entre outros. Em meio a todas essas atividades, Torero ainda encontra tempo para manter um segundo blog, o blog do Lelê, seu sobrinho fictício, criado durante a Copa do Mundo de 2006. Em dezembro passado, o autor publicou o livro As primeiras histórias do Lelê, pela Panda Books. Para ler as histórias do Lelê, acesse http://blogdolele.blog. uol.com.br. Assim, se você tem internet e uma queda por histórias detetivescas e futebolísticas recheadas com muita ironia e humor, não deixe de acessar o blog do Torero http://blogdotorero.blog. uol.com.br e se divertir para valer com essa deliciosa narrativa. Para ler a narrativa desde o seu início basta ir para o Histórico, no canto esquerdo da página e selecionar a data.

Dicas As primeiras histórias de Lelê José Roberto Torero Editora: Panda Books

Reunião das histórias do personagem criado por Torero em 2002 e que devido ao seu grande sucesso ganhou até um blog, onde Leocádio, o Lelê, garoto sapeca e cheio de imaginação, registra suas aventuras. O livro conta com ilustrações de Rogério Doki.

52 Revista Real

O chalaça José Roberto Torero Editora: Objetiva Lançado em 1999, esse é o romance de estréia de Torero, que o projetou para o cenário brasileiro como um dos grandes nomes da literatura nacional. O romance narra as supostas aventuras do Conselheiro Francisco Gomes da Silva, o Chalaça, secretário particular de Dom Pedro I


Artes

Music Speaks Brasileiro Leonildo Maciel é um dos três artistas convidados a expressar sua visão sobre música em um novo espaço cultural em Camden Town

R

etratar algo tão abstrato como música pode ser um prato cheio para artistas. Principalmente para aqueles que dominam a arte de tocar ou cantar. Mas o brasileiro Leonildo Maciel foi ainda mais inovador. Quando pensou em música, mais que acordes ou imagens convencionais, Leonildo preferiu optar pelo silêncio. “Quando se escuta uma

Artes

música, provavelmente não prestamos atenção no silêncio, nas pausas. Na minha opinião, metaforicamente, essa pausa da música representa a pausa que fazemos na vida para pensar no que temos, decidirmos se continuamos pelo mesmo caminho ou se seguimos por outro. É um descanso”, resume. E nada melhor do que o título “rest” para a coleção preparada pelo artista. “Rest”, em inglês, pode significar tanto descanso, como a pausa que existem numa música. Neste caso, “Rest” é representado em oito pequenos quadros, mais precisamente do tamanho de uma capa de CD, matéria-prima usada por Leonildo para a preparação das obras. A princípio, parece um pedaço de vidro, mas um olhar atento revela que se trata do acrílico usado para proteger os discos compactos. Cinco linhas paralelas traçam todos os trabalhos, como uma pauta musical. Os desenhos, que podem representar casais dançando ou expressões faciais, foram formados pelas mesmas notas musicais que marcam a pausa, ou o “rest”, numa música. “Foram seis meses de um trabalho que fiz apenas para mim. Vinha de uma série mais pesada, então encarei esse trabalho como uma forma de relaxar, brincar com novas texturas e cores. Na verdade, nunca havia imaginado que iria expor esses quadros. Mas às vezes, quando menos esperamos, as pesso-

as se interessam pelo trabalho e é sempre uma grande surpresa”, confessa. Durante seis semanas, o trabalho de Leonildo estará em exposição ao lado de outros dois artistas. O britânico Charlie Pi, que decidiu reunir imagens como um tributo ao “rapper” Tupac, morto em 1996. São três quadros, o mais impressionante representando o cantor como um anjo. Outro artista convidado é Edwin Barrington Lue-Shing, inglês com antepassados jamaicanos e chineses, que decidiu retratar grandes ícones da música internacional, como Jimi Hendrix e Miles Davis. A idéia demorou quase seis meses para

sair do papel, como conta a promoter Mamiko Karasudani, responsável pela primeira exposição no Bar Vynil. O projeto virou realidade através de uma parceria entre o bar e uma loja de música que funciona no subsolo do bar, chamada Vynil Rulz. “A idéia é retratar a música de uma outra forma. Hoje vivemos numa era de Ipods, downloads, tudo é muito descartável. Ao montar a exposição, essa foi a minha primeira consideração. E nenhum local é melhor do que Camden para mesclar diferentes estilos de arte e de música”, conta Maniko. Rafael Pieroni Serviço Music Speaks: Exposição até o dia 29 de Fevereiro Quando: de domingo a quinta-feira, a partir das 11h Onde: Bar Vinyl 6 Inverness Street - Camden NW1 7HJ Entrada franca

Revista Real 53


Comportamento

e d a i n a M

Comportamento

magreza Pesquisa encomendada pelo grupo Tesco mostrou que um em cada três britânicos está constantemente de dieta

A

rotina de saladinhas e alimentos de baixas calorias é a mania de um terço dos britânicos. Foi o que constatou uma pesquisa realizada pelo grupo Tesco e divulgada em janeiro. O levantamento encomendado pela empresa, que é um dos maiores grupos de supermercados do país, ouviu duas mil pessoas. Entre as conclusões está a de que as pessoas acima de 55 anos têm mais tendência a encarar as restrições no cardápio que os mais jovens. Nesse grupo, 15% - o dobro do apurado em quaisquer outras faixas etárias – tentam diminuir, diariamente, o número de calorias ingeridas. Especialistas mostraram que, por um lado, a mania dos britânicos de querer entrar na linha tem razão de ser: estimativas apontam que até o ano de 2050 cerca de 60% dos adultos de todo o país serão obesos caso não seja tomada nenhuma medida para combater o aumento da doença. Alan Johnson, ministro da saúde britânico, comentou a pesquisa e disse que a obesidade tem potencial para ser uma crise da mesma escala que as mudanças climáticas. Um alerta, no entanto, foi feito em relação às “die-

54 Revista Real

tas-sanfona”, aquelas radicais sempre abandonadas no meio – quando não no início – do caminho: além de serem ineficientes podem levar ao aumento de peso em longo prazo. Magreza X beleza Mesmo com todos os alertas dos especialistas sobre os benefícios e perigos das dietas, o motivo que leva boa parte dos britânicos a encarar a restrição de calorias é a estética. Ainda de acordo com a pesquisa do grupo Tesco, 15% da população da Grã-Bretanha passa entre 30 minutos e uma hora por dia se preocupando com o próprio peso. Entre as mulheres, mais de 20 confessaram que vão bem além desse tempo e passam mais de três horas diárias pensando nas imperfeições do corpo. Quanto aos motivos para querer entrar na linha, a auto-confiança foi uma das principais

justificativas para os entrevistados que tentam diminuir alguns números do manequim. No grupo das mulheres, seis em cada dez admitiram acreditar que perder peso vai fazer com que se sintam melhor. Entre os homens a mesma resposta foi dada por mais de 40%. Um quinto dos entrevistados também disse acreditar que perder aqueles quilinhos a mais pode ajudar a dar um impulso na vida amorosa. Uma segunda razão apontada pelos homens e mulheres britânicos para fecharem a boca foi a possibilidade de ficarem mais parecidos com celebridades, amigos que não têm problemas com a silhueta ou colegas de trabalho mais atraentes. A psicóloga Donna Dawson explicou que a mania de dieta dos britânicos está diretamente relacionada ao fato de quererem se sentir bem consigo mesmos, mas alerta para alguns perigos. “Os homens e mulheres na Grã-Bretanha têm um forte desejo de se sentir melhor consigo mesmos e eles acreditam que uma das maneiras de alcançar isso é fazendo dieta e emagrecendo. Mas é preciso entender que a prática constante de dieta de efeito sanfona, que está fadada ao fracasso, só serve para minar a auto-confiança.”


Eles têm medo da

solteirice Segundo pesquisa, os homens também estão procurando relacionamentos mais sérios

contrar o par perfeito, no entanto. Na hora de namorar, muitos não querem saber de aceitar as diferenças. Três em cada quatro querem que os pretendentes sejam de sua mesma nacionalidade, enquanto 79% não cogitariam um relacionamento com ninguém de outra religião. Filhos de relacionamentos anteriores também são um problema para 73% dos solteiros.

A pesquisa determinou os mais comuns tipos de solteiro. Para quem ainda está à procura do par perfeito, não custa ver se está encaixado em algumas das categorias e tentar ultrapassar as barreiras da solteirice. Exigente Quer muito do parceiro, mas se dispõe a ceder pouco.

E

ngana-se quem pensa que as mulheres estão sempre atrás de relacionamentos mais sérios enquanto os homens preferem curtir a vida desacompanhados. Pelo menos esse é o perfil dos representantes do sexo masculino na Europa, segundo constatou o 2º Estudo Europeu sobre solteiros, realizado pela agência de namoros Parship e pelo Instituto de Investigações de Mercado Innofact. As informações são da BBC Brasil. Estima-se que haja em todo o continente cerca de 160 milhões de solteiros e para montar um perfil dos mesmos os pesquisadores ouviram 13 mil pessoas com idades entre 18 e 59 anos em 13 países. A maioria dos entrevistados relatou ter pouca experiência em namoros, com cerca de dois relacionamentos sérios ao longo da vida e nenhum no último ano. Cerca de 70% tiveram no máximo um encontro não muito importante em 2007. No quesito exigência, as mulheres andam um pouco mais preocupadas com as qualidades dos parceiros que os homens. 94% delas disseram que procuram pessoas com valores tais como honestidade, fidelidade e otimismo. No grupo deles, 91% colocaram essas qualidades em primeiro lugar. Homens e mulheres preferem, ainda, os que têm uma carreira profissional, generosidade e simpa-

tia. Boa aparência foi constatada como fundamental: enquanto 89% das mulheres não gostam dos carecas e 74% não querem saber dos desleixados, 76% dos membros do clube do Bolinha preferem as mais vaidosas. Casamento e Internet A necessidade de subir ao altar não figura na lista de prioridade dos solteirões europeus. A maioria quer mesmo é um relacionamento sério. Apenas 33% demonstraram o objetivo de oficializar a união e tanta desilusão tem seus motivos: 35% ainda não esqueceram o sofrimento causado por más experiências amorosas, 30% não querem perder a independência e 12% disseram que não têm tempo nem para paquerar. Houve ainda os que admitiram continuar solteiros por serem muito ciumentos e não resistirem à tentação de controlar a vida da namorada. Muitos apontaram ainda a timidez como motivo do fracasso da vida amorosa. E, por esse motivo, eles têm usado cada vez mais a Internet para achar o par ideal: 59% pretendem encontrar um amor na rede e 40% já fizeram a tentativa de achar o parceiro ideal por meio do computador. Algumas barreiras impostas pelo conservadorismo impede alguns europeus de en-

Convencido Acha que a vida a dois tira a liberdade. Auto-suficiente Namorar para quê? Rebelde Tem horror a normas e rotinas. Falso-resignado Aparentemente moderno, mas no fundo solitário. Itinerante Prefere relações temporárias a um amor duradouro. Egoísta Quer se ocupar só de si mesmo. Ressentido Ainda não se recuperou de relações falidas. Sofredor Reclama da solidão como uma doença incurável. Temeroso Tem medo dos custos e responsabilidades de ter uma família.

Revista Real 55

Comportamento

Que tipo de solteiro é você?


Ciência & Tecnologia

De olho em Marte Astronautas dizem encontrar evidências de vidas passadas em Marte. De olho neste planeta, a Nasa já planeja uma volta à lua, que deve acontecer até 2020

Ciência

A

NASA (agência espacial americana) disse que seu veículo explorador Spirit descobriu evidências da existência, no passado, de um ambiente na superfície de Marte que pode ter sido perfeito para o desenvolvimento de vida na forma de micróbios, segundo anunciou uma reportagem da BBC Brasil. De acordo com os pesquisadores, a descoberta foi feita por acaso, quando o robô acabou varrendo o solo em que se encontrava e uma de suas rodas ficou presa durante manobras na superfície do planeta. Foi então que se notou um material brilhante, que, após análise por instrumentos no Spirit, descobriu-se que se tratava de sílica quase pura - o principal ingrediente para a formação do vidro. A Nasa concluiu que os depósitos do material provavelmente foram produzidos quando uma fonte de água quente ou de vapor ácido entrou em contato com rochas vulcânicas. O anúncio da NASA foi qualificado como uma das descobertas mais significativas do Spirit na superfície de Marte. O veículo, que aterrissou na superfície do planeta em 2004, não é equipado para informar se já existiu vida neste local. Mas tanto o Spirit quanto um outro robô semelhante, o Opportunity, continuam a trabalhar por muito mais tempo do que sua missão previa, que era de 90 dias. Na lua Funcionários da Nasa revelaram que a agência espacial americana prepara o caminho para voltar à lua até 2020, criando um trampolim para explorar o planeta Marte. “Nosso trabalho é construir cidades na lua e, eventualmente, deixar marcas de pneus em Marte”, disse Rick Gilbrech à imprensa, um ano após a Nasa anunciar seu ambicioso plano de instalar um posto avançado alimentado com energia solar no pólo sul da lua. “Temos a Estação Espacial Internacional, vamos

56 Revista Real

ter um posto avançado e, algum dia, seguramente, alguém vai chegar a Marte”, afirmou Jeff Hanley, titular do programa Constellation da Nasa, que desenvolve as ferramentas para a volta do homem à lua. “Há 35 anos, Gene Cernan, Ron Evans e Jack Schmitt estavam na superfície da lua. Estamos trabalhando duro para levar uma futura geração de astronautas à lua”, destacou o veterano astronauta Carl Walz, que trabalha na direção do sistema de missões exploratórias. Apesar das restrições no orçamento, a Nasa espera ter o Constellation totalmente operacional até 2016, disse Gilbrech.


O supercomputador britânico Máquina conhecida como HECToR tem potência de 12 computadores pessoais

paralelo da Universidade de Edimburgo, destacou em entrevista à Radio Scotland que a nova máquina vai ajudar a manter os cientistas britânicos no topo das pesquisas. “Hoje em dia, uma nova realidade da ciência é o desenvolvimento de programas de computadores para simular desde algumas coisas que são menores que uma partícula sub-atômica até outras que são maiores que todo realmente consegue fazer tudo o que

o universo. Ele [o HECToR] você quiser fazer.” Entre as utilidades do HECToR estão permitir que pesquisadores estudem as correntes dos oceanos, desenvolvam pequenos componentes para computadores avançados e possibilitem a aviões de guerra serem menos perceptíveis por radares. Apesar de enorme e cheio de funções, ele não é o maior e mais potente do mundo: fica atrás do Blue Gene/L, localizado no Laboratório Nacional de Lawrence Livermore, na Califórnia, Estados Unidos. O Blue Gene/L também capricha nas funções que executa, pois é realizado para o estudo de armas nucleares sem que sejam necessários testes subterrâneos.

*Com informações da BBC e do IDG Now!

Revista Real 57

Ciência

C

ientistas da Universidade de Edimburgo, na Escócia, anunciaram no dia 14 de janeiro um supercomputador capaz de realizar 63 trilhões de cálculos por segundo, velocidade quatro vezes maior que a de seu antecessor. A máquina, batizada com o nome de HECToR – sigla para High Ending Computer Terascale Resouces –, tem a potência de 12 computadores pessoais e custou £ 113 milhões. Durante seis anos, ele vai permitir que cientistas realizem as mais diversas pesquisas, como para desenvolver novos medicamentos, prever mudanças climáticas e conter epidemias. “HECToR permitirá que nós possamos realizar pesquisas que simplesmente não poderíamos fazer de outra forma”, disse Jane Nicholson, do Conselho de Pesquisa de Ciências Físicas e Engenharia, órgão público financiador do projeto. O HECToR é o mais rápido computador britânico e o segundo mais veloz da Europa. Impressiona pelo tamanho: o protótipo tem 60 gabinetes do tamanho de um guarda-roupa. Ele está localizado no Centro de Computação Avançada da Universidade de Edimburgo e demorou dois anos para ser construído. Segundo os cientistas, o novo computador é essencial para que os pesquisadores se mantenham na linha de frente em seus campos de estudo. O Dr. David Henty, gerente de grupo do centro de computação


Saúde

Vacina contra pressão alta Pesquisadores brasileiros desenvolvem vacina para prevenir a pressão alta na gravidez

U

Saúde

ma das principais preocupações das grávidas, a pressão alta na gestação pode estar próxima de ser controlada. E a boa notícia vem direto do Brasil: cientistas do Instituto Butantã, em São Paulo, desenvolveram uma vacina à base do veneno da jararaca para prevenir a pré-eclâmpsia, como a doença é conhecida, que pode ser fatal e atinge cerca de 320 milhões de mulheres todos os anos no mundo, o equivalente a 10% do número de gestantes. Os profissionais do Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão em Toxinologia (CAT/ CEPID) do instituto extraíram do veneno da jararaca uma substância que ajuda a controlar a presa ao fazer que a pressão arterial da mesma caia. “O veneno tem outros componentes, mas esse impede que a presa (geralmente roedores) fuja”, disse Juliano Guerreiro, um dos pesquisadores envolvidos no estudo, à BBC Brasil. A equipe responsável pela pesquisa já enviou pedido de patenteamento do remédio aos órgãos responsáveis no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa. Assim que sair a aprovação, a descoberta será publicada em revistas científicas do mundo inteiro. A pré-eclâmpsia é, atualmente, tratada com remédios para hipertensão que em boa parte dos casos não resolvem o problema. “A pré-eclâmpsia é diferente da hipertensão porque tem outras complicações que caracterizam a doença”, explicou Guerreiro. O pesquisador explicou, ainda, que o novo medicamento age de forma diferente dos remédios comumente usados para combater a hipertensão. “Os hipertensivos mais comuns são os vasodilatadores. Nesse caso, a molécula também age nas artérias e promove

58 Revista Real

a dilatação, mas de uma forma diferente porque age especificamente em uma proteína.” A pressão alta na gravidez pode se desenvolver a partir da vigésima semana de gestação, mas o caso de uma mulher já ser hipertensa ao engravidar não significa que irá desenvolvê-la. A preocupação com a préeclâmpsia, no entanto, é necessária: ela está associada a cerca de 30% das mortes de gestantes no Brasil, sendo que a maioria acontece no parto. Aprovação A notícia do novo remédio representa um avanço para os médicos, mas ainda vai demorar um tempo para se tornar realidade. Aprovada a patente, os pesquisadores do Instituto Butantã esperam receber mais auxílio financeiro privado para a pesquisa, que até aqui custou cerca de US$ 3 milhões, financiados principalmente pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). A próxima fase agora é de testes. Segundo Guerreiro, serão feitos exames para testar a toxicidade da nova droga e se ela interfere no sistema nervoso e no desenvolvimento do feto. Depois disso, chega a fase do exame clínico em mulheres. O pesquisador estima que sejam necessários cinco anos para que o remédio esteja pronto para consumo. Não é a primeira vez que o veneno da jararaca vira matéria-prima contra pressão alta. Ele já foi usado em outras drogas, entre elas o captopril, o primeiro medicamento contra a hipertensão a ser vendido em larga escala.


Pesquisas revelam que os benefícios das radiações solares são maiores que os malefícios

F

az tempo que todo mundo escuta que tomar sol fora dos horários recomendados para bebês faz mal e deve ser evitado. Pois, em pleno verão de 2008 no Brasil, o mais quente da década, segundo meteorologistas, os adoradores de um bom dia de céu claro ganharam motivos a mais para sair às ruas. Pesquisas recentes indicam que os benefícios da exposição à radiação solar são maiores que os malefícios. E são muitos: os raios do sol fazem bem para os ossos, agem no regulamento da pressão arterial e fortalecem o sistema imunológico. Não é só. Além de prevenir a diabetes tipo 2 e algumas modalidades de câncer, ele ainda tem ação anti-depressiva. Não que os malefícios do sol tenham ficado para trás. Mas, com os avanços nos conhecimentos sobre os efeitos da radiação solar e o aprimoramento tecnológico dos protetores, ficou muito mais seguro aproveitar os dias ensolarados. O astro-rei, no entanto, começou a deixar para trás a imagem de vilão da pele quando se intensificaram os estudos sobre a ação da vitamina D sobre o

organismo. Micronutriente essencial para a saúde, a vitamina D fortalece o esqueleto ao potencializar a absorção de cálcio pelo organismo, o que faz com que banhos de sol sejam indicados para combater o raquitismo e a osteoporose. No que diz respeito ao pâncreas, a vitamina ajuda a regular e liberar a insulina, hormônio regulador das taxas de açúcar no sangue, o que reduz os riscos de diabetes tipo 2. Ela está relacionada ainda à liberação de substâncias cerebrais relacionadas à sensação de bem-estar, o que faz com que o sol seja também anti-depressivo. Ainda tem mais. A vitamina D tem um papel fundamental na multiplicação das células, sobretudo da mama, próstata, pulmão e intestino, e sua falta está associada a um maior risco de câncer. A incidência de tais

doenças chega a ser até 50% menor nas regiões onde os dias são mais claros. Nos rins, a vitamina D está envolvida na síntese de renina, substância que regula pressão arterial. Portanto, ponto para os hipertensos que não dispensam um banho de sol. Para completar, a vitamina ainda ajuda a fortalecer o sistema imunológico. Vale lembrar que o uso de protetor solar bloqueia a ação dos raios do sol, que devem ser absorvidos nos braços e pernas por períodos de cinco a trinta minutos, duas vezes por semana, dependendo do tipo de pele de cada um. As boas notícias, no entanto, não significam que todo mundo deve sair por aí tomando o sol de meio-dia – e, mesmo no inverno, as radiações ultravioleta podem ser prejudiciais. O ideal ainda é escolher os horários de menor intensidade do sol, já que os raios UVA e UVB são responsáveis, também, por causar envelhecimento precoce e o câncer de pele.

Revista Real 59

Saúde

Sol que faz bem


Moda & Beleza

Os benefícios da esfoliação O inverno em Londres continua e, para as peles ressecadas, nada melhor que uma boa esfoliação

Moda & Beleza

Q

uer uma pele macia e lisinha mesmo com todo o ressecamento que esses dias de inverno ajudam a acentuar? Pois a dica pode ser simplesmente realizar uma boa esfoliação, em casa mesmo, durante o banho, cerca de duas vezes por semana. A prática vai remover as células mortas e deixar uma pele novinha por baixo instantaneamente. A esfoliação é também conhecida como peeling mecânico. Ela retira as células mortas

60 Revista Real

que diariamente se acumulam sobre a pele e faz com que fique mais limpa, sedosa e brilhante. Os produtos são os mais variados. Existem na forma de géis, cremes, sabonetes líquidos, sabonetes em barras e óleos corporais. É só escolher um próprio para a área do corpo a ser esfoliada. As partículas esfoliantes presentes na fórmula de cada uma deles varia entre as que são destinados à pele do corpo e aquelas menos abrasivas, que são usadas nos esfoliantes faciais. Sementes de bambu e linhaça fazem parte da lista. Na hora de aplicar, é importante tonificar a pele antes e realizar movimentos circulares. O melhor é que, depois da esfoliação, dá para sentir imediatamente a sensação de pele renovada. Outra boa notícia é que, limpa, lisa e uniforme, ela fica pronta para absorver muito melhor os benefícios de outros tratamentos, como os do creme hidratante.

Dicas para quem quer esfoliar • No inverno, ajuda a pele ressecada a ficar mais macia; no verão, promove um bronzeado mais uniforme. • Ajuda a desencravar os pêlos, mas deve ser realizada antes da depilação, não depois, quando a pele está sensível. • Pés, joelhos e cotovelos ficam mais macios do que nunca. • Para o rosto, o melhor é procurar os produtos próprios e nunca utilizar o mesmo destinado a outras partes do corpo. Como a pele é mais sensível, as partículas que promovem a esfoliação devem ser bem menores. • Cuidado para quem tem acne: esfoliar a região afetada pode aumentar ainda mais as lesões.


Brasil exporta aço, grãos, gente e...

depilação! O “Brazilian Waxing” ganha adeptas no mundo inteiro, graças a técnicas aperfeiçoadas por profissionais brasileiras

O

Brazilian Foi eleita por Paris Hilton e Eva Longoria como uma das melhores formas de melhorar o sexo. As atrizes Demi More e Siena Miller também são adeptas dessa depilação. O nome veio porque o método foi introduzido nos Estados Unidos por duas irmãs brasileiras no começo da década de 80. Se bem que

Moda & Beleza

Brasil é o maior exportador de grãos, de minérios, de aço e, principalmente, de gente. Não há lugar onde não haja brasileiros. Mas agora o país é o maior exportador de depilação também. O “Brazilian Waxing” é o estilo mais famoso de depilação no mundo. Isso sem sombra de dúvida alguma. Nos Estados Unidos, no Canadá, na Europa, na Ásia e até no Japão, quando se fala em Brazilian waxing, todos sabem do que se trata. O Brasil é a terra da depilação. Só em Brasília existem mais de quatro cadeias diferentes de depilação. O método mais conhecido é o da cera negra, que não utiliza papéis, plásticos ou panos para retirar a cera. Ela é aplicada em grossas camadas e retirada com a própria cera. É o método menos dolorido existente. E até isso o Brasil também exportou. Em Londres já existem lugares brasileiros que oferecem esse método, e até uma clínica especializada na cera negra que funciona basicamente com clientes “não-brasileiros”. Funcionando no centro de Londres, perto da estação de Oxford Circus, a Amazon Beauty Waxing Clinic é sucesso absoluto e cresceu muito desde a sua inauguração, no final de 2006. A seguir os diferentes métodos de depilação existentes no mercado londrino.

o método já era famoso, mas sem nome, nos filmes pornôs. Consiste em retirar os pêlos da parte da virilha até os grandes lábios. Retiram-se os pêlos da área do bumbum também.

Funny Shapes Aqui se faz desenhinhos de coração, estrelas, coelhinhos da playboy ou letras de nomes. Mais informações podem ser encontradas no website www.amazonbeauty.co.uk

Bikini Line e Bikini Extended O método Bikini line é a depilação suficiente para se colocar um biquíni, sem ser muito cavada. Já na versão “extended”, retiramse os pêlos da região do bumbum também.

Denise Richefond

Hollywood É a segunda mais preferida pelas inglesas. Nesse método retira-se tudo! Não sobrará pêlo sobre pêlo! Revista Real 61


Personalidades

Tom Cruise em nova polêmica

Personalidades

O astro de Hollywood e a Cientologia são atacados em biografia não-autorizada

O

ator Tom Cruise e a Cientologia são o foco de uma biografia explosiva e não-autorizada sobre o astro de Hollywood, lançada no dia 15 de janeiro nos Estados Unidos. Cruise, um dos adeptos mais famosos dessa religião, ainda não fez comen-

tários sobre o livro, “Tom Cruise: Uma Biografia Não-Autorizada”, mas os cientologistas o descreveram como “um ataque intolerante e repleto de mentiras”. O responsável pela obra é o escritor e jornalista britânico Andrew Morton, que quebrou o silêncio sobre o casamento de Lady Di em “Diana: sua Verdadeira História”. No livro, Morton apresenta Tom Cruise de modo pouco elogioso como uma pessoa calculista. O livro detalha os processos iniciados pelo astro de Hollywood ao longo dos anos contra as versões de que era homossexual e infértil e examina o papel da Cientologia em seu casamento com a atriz Nicole Kidman. “Cada afirmação feita sobre a igreja relativa às relações de Cruise são virtualmente falsas”, afirma em comunicado a igreja, que também negou a assombrosa afirmação do livro de que Katie Holmes, a atual esposa de Cruise, e sua filha sejam a encarnação do espírito de L. Ron Hubbard, o fundador da Cientologia. Cruise é, por sua vez, descrito como um “messias do cinema, que reflete os temores e dúvidas de nosso tempo, que se aproveita do poder ilimitado da celebridade moderna, nossa relação com o extremismo religioso e desconcerto da globalização”. A Cientolo-

gia aparentemente se prepara para uma ação legal contra a editora americana St Martin’s Press, que preferiu não fazer comentários. A polêmica causada por sua publicação já colocou o livro no nono lugar entre os dez mais vendidos da Amazon.

Esperando a cegonha Matthew McConaughey celebrou a gravidez da parceira, a brasileira Camila Alves

O

ator Matthew McConaughey e sua namorada, a modelo brasileira Camila Alves, estão esperando o primeiro filho. A notícia foi confirmada pelo próprio astro norte-americano no dia 15 de janeiro, acrescentando que o casal está “emocionado e entusiasmado”, segundo a agência Reuters, em Los Angeles (EUA). “Estamos emocionados e entusiasmados por este presente de Deus”, afirmou McConaughey em seu site.

62 Revista Real

O texano de 38 anos, que já foi considerado o “Homem Mais Sexy Vivo” pela revista “People”, é conhecido por levar uma vida simples. Ele estava recentemente vivendo em um estacionamento de trailers em Malibu, até que decidiu comprar uma casa de US$ 10 milhões (cerca de R$ 17,6 milhões). O ator ganhou reconhecimento ao protagonizar em 1996 o thriller “Tempo de Matar”, e recentemente fez sucesso em comédias românticas como “Armações do Amor” e “Como Perder um Homem em 10 Dias”. Na última edição da revista “Playboy”, ele disse que estava ansioso pela paternidade e pela possibilidade “de ter alguns pequenos McConaugheys correndo por aí”. Mas, como filho de pais que se divorciaram duas vezes cada um até um terceiro casamento, ele disse que não tinha tanta motivação para subir ao altar. McConaughey começou o relacionamento com Camila Alves após ter se separado da atriz espanhola Penélope Cruz, em 2006.


A velha fórmula

está no ar Nada de novo na programação da televisão brasileira; 2008 deve ser marcado novamente pelos reality shows

Curtas Fora do Fantástico Após 10 anos comandando o Fantástico, na Rede Globo, a apresentadora Glória Maria deixou o programa. A Globo disse que a jornalista tirou período sabático de dois anos para cuidar de projetos pessoais. “Glória Maria pretende escrever um livro, se dedicar às aulas de canto e fazer viagens de lazer”, informou a emissora em comunicado. Por outro lado, há rumores de que a apresentadora iniciou negociações com a Record, que nega o contato. Nos bastidores da Globo, comenta-se que Glória Maria estava insatisfeita com a casa. Entre outros motivos, ela tinha desafetos, como Pedro Bial e Renata Ceribelli, também apresentadores do programa. No dia 6 de janeiro, Patricia Poeta assumiu, ao lado de Zeca Camargo, a apresentação do programa dominical da Globo, que apresentou quedas de audiência em 2007.

Personalidades

Britney paga outro mico

E

m 2008, os canais de TV prepararam poucas novidades para o telespectador brasileiro, mas investem bastante em novas temporadas dos reality shows, já conhecidos do público. A primeira grande estréia do ano, em 8 de janeiro, foi o “Big Brother Brasil 8”. O programa, exibido pela Globo desde 2002, deve mais uma vez se tornar a principal atração e maior audiência do canal durante os três meses do verão. Novamente, anônimos foram confinados para disputar o prêmio de R$ 1 milhão e o enredo manjado de carinhas bonitas, corpos sarados, tramas e competições bizarras serão os principais apelos para atrair o público. Mas se o “Big Brother” dará R$ 1 milhão em prêmios, a Record dobra a oferta. O vencedor da quinta edição de “Aprendiz – O Sócio”, prevista para maio de 2008, levará R$ 2 milhões - valor inédito nos programas da TV brasileira. Desta vez, o candidato a milionário não terá que apresentar um projeto de sociedade. Quem ganhar o jogo vai se tornar sócio do apresentador e empresário Rober-

to Justus em um de seus empreendimentos. Antes de “O Aprendiz”, será exibido pela Record em fevereiro a segunda temporada do “Troca de Esposas”, baseado em formato do canal a cabo norte-americano Fox. Desta vez, o programa terá 24 episódios, que mostrarão como convivem 12 famílias de todas as regiões do Brasil com suas “novas mães”. Outro reality que vai emplacar uma nova temporada na Record é o “Simple Life - Mudando de Vida”. O reality musical “Ídolos”, que teve duas edições exibidas pelo SBT, deve mudar de casa. A Record pretende produzir a atração, mas uma disputa com a emissora de Sílvio Santos sobre os direitos do programa ainda não o garante na grade de 2008. Para não ficar para trás, Sílvio Santos já pensa em ressuscitar seu antigo “Show de Calouros”. Quem já garantiu espaço na grade do SBT é a superbabá Cris Poli. O canal está produzindo a terceira edição do bem-sucedido reality “SuperNanny”, que socorre pais em desespero e ajuda a colocar crianças mal-educadas na linha.

A cantora americana Britney Spears foi retirada de sua casa no dia 3 de janeiro em uma maca, depois que a polícia foi chamada ao local para resolver uma batalha familiar pela guarda de seus dois filhos. “Enquanto os policiais estavam na casa de Britney, eles viram que ela parecia estar sob efeito de uma substância desconhecida”, disse um policial à BBC. A popstar americana, 26, e seu ex-marido, Kevin Federline, estão disputando a custódia dos dois filhos desde que se divorciaram, em julho de 2007. Federline tem a custódia temporária das crianças desde que Britney não cumpriu certas determinações estipuladas pela justiça. A cantora tem direito apenas a visitas limitadas. Dias antes do incidente, os advogados de Britney desistiram de representá-la na sua batalha pelos filhos alegando falha na comunicação com a cantora e pediram à corte para serem substituídos.

Revista Real 63


Turismo

Paraíso cearense Quem escolhe o Ceará como destino certamente vai encontrar praias paradisíacas, muito sol o ano inteiro e as noites mais animadas do Nordeste

Turismo

M

etrópole moderna, das belas praias, do vento suave, Fortaleza é destino certo para quem deseja conhecer uma das mais belas capitais do Brasil. Na Avenida Beira Mar, quiosques e barracas oferecem opções para quem quiser uma bebida gelada ou provar os frutos do mar da região. Na feira de artesanato, inúmeras barracas oferecem desde trabalhos em renda e couro até bijuterias e comidas típicas. Das praias urbanas de Fortaleza, a do Futuro é uma das mais freqüentadas, com a peculiaridade de oferecer serviços nas barracas ao longo da orla, cada uma com seu estilo musical e decoração própria. O pôr-do-sol na Ponte dos Ingleses, também conhecida como Ponte Metálica, na Praia de Iracema, é um programa obrigatório para quem visita a cidade. A nova estátua de Iracema faz alusão à lenda da índia de mesmo nome, retratada no romance do escritor José de Alencar. A praia de Mucuripe abriga o Museu do Farol. Inaugurado em 1846, o farol funcionou por 111 anos, até ser desativado em 1957. Funcionando como importante espaço de programação cultural, o Centro do Dragão do Mar de Arte e Cultura abriga o Memorial da Cultura Cearense, o Museu da Arte Contemporânea e o Planetário Rubens de Azevedo, além de cinemas e teatros. Além disso, um complexo de antigos galpões e armazéns foi recuperado para o funcionamento de bares e restaurantes ao largo do centro com infinitas opções de gastronomia e shows musicais durante a noite. A programação da cidade apresenta bares, casas noturnas e restaurantes para diversos gostos, além de ser diferenciado pelos famosos shows de humor que já revelaram artistas de expressão nacional. Para você levar as melhores lembranças de sua viagem, Fortaleza possui ótimas opções de compras na Avenida Monsenhor Tabosa, nas feiras de artesanato. Outro passeio obrigatório é a antiga sede do Governo do Estado, que foi construída no final do século XVIII,

64 Revista Real

com o auxílio de mão de obra indígena. Atualmente, sedia a Academia Cearense de Letras, com um acervo de 15 mil livros. Interior, mas com muita classe Para os mais místicos, Jericoacoara – a cerca de 315 quilômetros de Fortaleza - tem uma energia diferente dos demais locais. Preocupações devem ser deixadas de lado, dando importância apenas às paisagens, já que Jericoacoara foi considerada uma das dez praias mais lindas do mundo, segundo o jornal americano The New York Times. Os amantes do windsurf têm espaço em Jericoacoara garantido pelo bom vento. A

praia é considerada uma das melhores para a prática do esporte. Destaque também para o surf, o rally e o trekking, além de outros esportes de aventura. O sandboard é outra mania que vem ganhando espaço nas dunas de Jeri. Canoa Quebrada também é outra belíssima praia no interior do Ceará, que faz parte do município de Aracati, a 160 quilômetros da capital. Aventureiros em passeios de bugue desbravam as dunas em busca de emoções fortes no local. À noite, pessoas de diversas nacionalidades se encontram para curtir reggae, rock, forró, música eletrônica, jazz e música popular brasileira. Depois de curtir os


de shows oferecem vários estilos musicais, animando a noite de Canoa. Os que querem uma programação mais tranqüila podem curtir um lual na praia ou simplesmente

aproveitar os serviços dos hotéis e pousadas, com padrões nacional e internacional. Eveline Zerio

As praias A Praia do Futuro é a praia mais indicada, com excelente infra-estrutura. Inúmeras barracas oferecem conforto e segurança e você poderá se deliciar com o banho e apetitosos frutos do mar, principalmente o caranguejo. A praia do Meireles é uma área urbana de imponentes edifícios, com movimentado calçadão utilizado para corrida e ciclismo, onde todas as noites, em frente ao Hotel Imperial Othon, realiza-se a Feira de Artesanatos. Próximo a Volta da Jurema há quadras esportivas, vôlei de praia, pista de skate e patinação.A praia do Mucuripe é um local de visual agradável com privilegiada vista da enseada do Mucuripe, mar calmo repleto de jangadas e inúmeros restaurantes onde você poderá saborear a tradicional Peixada Cearense. A estátua de Iracema, personagem do romance do escritor José de Alencar, precursor do romantismo brasileiro, é um símbolo desta faixa da Avenida Beira Mar. A praia de Iracema é caracterizada como um local de vida noturna intensa, com vários bares e restaurantes. Revista Real 65

Turismo

prazeres que Canoa Quebrada oferece durante o dia, os visitantes podem aproveitar a animação da rua principal do lugarejo, a Broadway. Bares, bons restaurantes e casas


País de Gales História e paisagens inesquecíveis caracterizam Wales, um dos quatro países que formam o Reino Unido

Turismo

G

ales é uma terra de lendas e de mitos. Sua civilização é mais antiga que as pirâmides do Egito e os valores e atitudes de seus habitantes são tão velhos quanto o tempo. Sua herança celta manifesta-se em toda sua cultura e no lugar natural, que soube conservar-se. No território se alternam montanhas escarpadas, praias virgens e animados portos. Castelos e povoações de contos misturam-se com Reservas Naturais de excepcional beleza. Rico em história – com mais de 400 castelos -, três Parques Nacionais e cinco Zonas de Grande Beleza Natural, há muitas maneiras de desfrutar das suas paisagens, seja a pé, de bicicleta ou de carro. Conta a lenda que o autêntico rei Artur era um nobre galês, que viveu no século VI e que dirigiu os celtas nas guerras contra os saxões. Alguns textos antigos falam da cidade de Carleon, que pode ser o Camelot, onde ficava a corte deste rei. Também encontra-se em Gales a “Fortaleza de Merlim”. Em galês: Carmarthen.

Deixemos de lado as lendas para adentrarmos nas maravilhas que esconde o País de Gales. A história e os mitos de uma das civilizações mais antigas do mundo criaram imensos locais inesquecíveis para explorar, como os fortes romanos, por exemplo. Mercados encantadores e aldeias curiosas dão cor à zona campestre, enquanto que cidades como Swansea e a capital, Cardiff, são muito cosmopolitas e desenvolvidas. Cardiff Cardiff é a capital mais jovem da Europa

e, nos últimos anos, tem conquistado uma fama muito “cool”. Uma extensa requalificação urbana dotou Cardiff com complexos de desporto e animação de nível mundial. A história de Cardiff remonta aos tempos romanos e o Castelo de Cardiff, no coração da cidade, vale bem mais que uma visita - desde a magnífica torre normanda (Norman Keep) ao decadente e luxuoso interior do castelo da era vitoriana. Se a arte lhe interessa, a dica é o National Museum and Gallery, único na Grã-Bretanha pelas suas mostras de arte e ciência. Cardiff também é a cidade do mundialmente famoso Millennium Stadium, sede do futebol e do rugby galês. Snowdonia O Parque Nacional de Snowdonia é uma zona montanhosa no noroeste do País de Gales onde se encontra a montanha mais alta de Inglaterra e do País de Gales – o Monte Snowdon. Há dois modos para chegar ao topo do Monte Snowdon: percorrer a pé uma das sete trilhas com diferentes graus de dificuldade, ou de trem (o único de cremalheira no país). Qualquer que seja o modo escolhido, do topo você terá uma vista fantástica sobre o parque, estendendo-se eventualmente até a Irlanda. Esta zona é também famosa pelo seu conjunto de castelos medievais bem conservados - Conwy, Caernarfon e Harlech foram construídos por Eduardo I e foram designados pela Unesco como Patrimônio Mundial. Llangollen Diz a lenda que o Santo Graal está enterrado nas ruínas de Castell Dinas Brân, que domina a cidade. Segundo a lenda, José de Arimatéa chegou à região com o Santo Graal, a copa da última ceia que contém o sangue de Cristo. Do seu caiado brotaram raízes e cres-

66 Revista Real


tranqüilo pelo canal de Llangollen. Llangollen é um antigo povo mineiro que se dedicava à extração de ardósia. A fortaleza Dinas Bran, construída no século XII, é um dos destaques da área. Também são destacáveis as belas ruínas da Abadia de vale Crucis, fundada em 1201 por monges da ordem do

Císter. Uma das sete maravilhas de Gales é a famosa ponte que cruza o rio Dee, construída no século XIV. Todos os anos celebra-se na localidade um festival de música: o International Music Eisteedfod. Eveline Zerio

Revista Real 67

Turismo

ceu o famoso Espinho de Glastonbury, que floresce no mês de maio e durante a época do Natal. Mas, além deste mistério, o castelo oferece uma vista espetacular de toda a região. Para os amantes de paisagens inesquecíveis, sugerimos também um passeio de barco


Educação

Alimentação

saudável Aulas de culinária ajudarão a combater a obesidade entre as crianças britânicas

Educação

U

m projeto das autoridades britânicas pretende obrigar todas as escolas secundárias do país a ensinarem culinária saudável para crianças e adolescentes de 11 a 14 anos. A medida visa a fazer com que os jovens aprendam na prática a preparar pratos que sirvam para ajudá-las a evitar a obesidade, segundo informações da BBC Brasil. A nova disciplina será obrigatória em todas as instituições escolares da rede pública por pelo menos um trimestre do ano letivo, quando os alunos deverão ter uma hora de tais aulas por semana. O objetivo é tentar reverter a previsão dos especialistas de que um milhão de crianças serão obesas dentro de uma década. “Eu acho que é importante agir agora”, declarou o secretário para escolas britânica, Ed Balls. “Talvez nós deveríamos ter agido antes”, salientou. Ainda segundo Balls, as aulas vão ajudar a preparar os alunos para virarem adultos. “Não será apenas tecnologia de alimentos, será ensinar a usar ingredientes simples, receitas simples, para que crianças e jovens possam ser preparados para a vida adulta.” De acordo com o Departamento para Crianças, Escolas e Famílias, 85% das instituições de ensino britânicas já ensinam culinária de alguma forma, embora não especificamente voltada para a alimentação saudável. O que as autoridades querem, no entanto, é que todas as escolas secundárias passem a oferecer a modalidade imediatamente e o restante dos estabelecimentos se juntem ao grupo até 2011. Treinamento e recursos O secretário Balls declarou que pretende disponibilizar US$ 5 milhões por ano para ajudar as famílias de crianças carentes a pagar os ingredientes utilizados nas aulas. Também pretende treinar assistentes de ensino para níveis mais altos, a fim de que eles possam recrutar mais professores de tecnologia de alimentos – o esperado é que 800 professores de culinária sejam capacitados. A proposta, no entanto, não escapou de receber críticas. Clarissa William, da Associação Nacional de Professores de Escolas, disse que a estratégia seria muito difícil de ser colocada em prática em tão curto prazo, uma vez

68 Revista Real

“Não será apenas tecnologia de alimentos, será ensinar a usar ingredientes simples, receitas simples, para que crianças e jovens possam ser preparados para a vida adulta.” Ed Balls

que o treinamento dos professores da disciplina foi negligenciado por muito tempo. Durante entrevista à Radio 4, da BBC, ela também demonstrou preocupação com a obtenção dos recursos. “Fogões, microondas e todos os utensílios custam muito dinheiro. Há ainda a expectativa de que as crianças trarão os ingredientes e para alguns isso pode ser difícil.”


Motores

por Devaldo Gilini Júnior

Novo Stilo chega com câmbio Dualogic Troca de marchas pode ser manual ou automática

D

Motores

irigir um carro com câmbio automático, mas que tenha performance esportiva. Hoje em dia, é difícil encontrar um veículo com essas características no mercado brasileiro. A Fiat promete isso e muito mais com o lançamento do novo Stilo. E pelo test-drive realizado na pista do Autódromo de Interlagos, em São Paulo, no final de janeiro, parece que não é somente uma promessa, mas uma realidade bem palpável. A grande novidade do novo Stilo é a tecnologia de última geração, presente no moderno câmbio Dualogic automático, desenvolvido e produzido pela FPT – Powertrain Technologies. Trata-se de um câmbio que traz know-how da Fórmula 1 – como o leitor já está cansado de saber, Fiat e Ferrari pertencem ao mesmo grupo italiano. E, não é só isso: ele permite ao motorista escolher se deseja conduzir o carro automaticamente ou manualmente. Realmente um sonho de consumo de muitos brasileiros. Com o câmbio Dualogic, o motorista enfrenta o trânsito pesado das cidades sem as constantes e cansativas pisadas na embreagem e trocas de marchas. Mas quando o trânsito fica fluido, basta um leve toque na alavanca para transformar o câmbio em manual, proporcionando controle sobre as trocas de marchas e uma condução mais esportiva. Além disso também é possível programar o modo esportivo. É só acionar a tecla “S”, ao lado da alavanca de câmbio, tanto no modo automático como no manual. Ao pressionar a tecla “S” no modo automático, as trocas de marchas passam a ser efetuadas em um giro mais alto, aproveitando melhor a potência do motor. No manual o tempo de troca das marchas é reduzido, privilegiando a condução mais esportiva. Mas tem mais. Para se sentir um verdadeiro Felipe Massa, o motorista pode optar pela troca de marchas através das “borboletas” no volante – a mesma tecnologia desenvolvida pela Magneti Marelli para F-1, que estreou na Scuderia Ferrari. E tudo isso com um sistema que não rouba potência do motor e ainda economiza combustível – algo totalmente diferente dos câmbios automáticos tradicionais. A potência máxima vai de 112 cv (gasolina) a 114 cv (álcool), nos motores 1.8 8 v flex e 167 cv na versão Abarth, com motor

2.4 20 v movido somente a gasolina. Diante de tanta coisa boa, o leitor deve estar se perguntando: “Mas este tal de Dualogic não tem nada de ruim?” Na verdade tem sim, mas não chega a ser um problema fatal. Por ter um torque bem esportivo, a versão automática dá pequenos solavancos no momento da troca de marchas. Poderia ser mais suave, mas aí também já seria mais para um sedã – o tal “carro de família” – que não é o caso de quem compra um Stilo. Além do novo câmbio, o Fiat Stilo recebeu modificações estilísticas externas e internas que o deixam ainda mais moderno e bonito. Também ganhou novos equipamentos, como entradas USB e iPod para o rádio Connect com

viva-voz Bluetooth integrado e leitor MP3/ WMA; espelhos retrovisores externos com luzes de direção incorporadas; e, nas versões Sporting, vidros verdes escurecidos. O novo Stilo chega ao mercado brasileiro em 5 versões: 1.8 8 v flex - R$ 51.270, Dualogic 1.8 8 v flex - R$ 53.760, Sporting 1.8 8 v flex - R$ 59.440, Sporting Dualogic 1.8 8 v flex - R$ 61.930 e Abarth 2.4 20 v gasolina - R$ 90.200. Devaldo Gilini Jr. é editor do caderno Carro & Cia da Folha de Londrina, do Blog sportcarsnaweb.blogspot.com e da RICTV-Record. devaldojr@gmail.com Revista Real 69


Informática

Novidades da

Apple

Empresa apresenta o notebook mais fino do mundo e outros lançamentos do mundo da tecnologia

Informática

U

m notebook que, de tão fino, pode ser retirado de dentro de um envelope de papel ofício. Foi justamente esse o ato de Steve Jobs, dono da Apple, ao apresentar o novo Macbook Air durante a feira MacWorld. “Como vocês sabem, a Apple faz os melhores notebooks do planeta, o Macbook e o Macbook Pro. Hoje, vamos anunciar um terceiro notebook. Ele se chama Macbook Air. O que é o Macbook Air? Em uma frase: é o notebook mais fino do mundo”, disse Jobs durante a apresentação da nova máquina. O novo computador pesa 1,36 quilo e tem 1,9 centímetro de espessura na parte mais grossa e 1,4 centímetro na parte mais fina. Apesar das medidas reduzidas, a máquina não deixa nada a dever aos outros laptops quando o assunto é tecnologia. O Macbook Air vem com um processador Core 2 Duo, nas versões 1.6GHz ou 1.8GHz, HD de 80GBytes e 2GBytes de memória RAM. A tela tem 13,3 polegadas, possui sistema de iluminação com LED (diodos de emissão de luz). O

preço de lançamento é US$ 1.799 mil.

Lançamentos O Macbook Air, mesmo sendo a estrela da noite, não brilhou sozinho na feira da Apple. Outro lançamento foi anunciado pelo dono da companhia. Foi o caso do Time Capsule, um HD wireless com capacidade de armazenamento de até um Terabyte. O valor do aparelhinho é de US$ 499. Na versão que guarda até 500 Gbytes o preço cai para US$ 299. A terceira novidade diz respeito diretamente a quem gosta de assistir filmes pelo computador ou qualquer outro aparelho eletrônico. Em vez de comprar cada filme, os cinéfilos de plantão podem alugar pelo iTunes. O serviço deve funcionar internacionalmente ainda este ano e a previsão da Apple é que até o fim de fevereiro mais de mil filmes estejam disponíveis na locadora virtual. O processo é simples. Quem alugar um filme pode assistir no mesmo momento, por streaming, ou fazer o download para ver depois. Quem optar por baixar o arquivo vai tê-lo disponível por trinta dias até começar a exibição. Depois que a trama estiver rolando no computador, a pessoa vai ter 24 horas para terminar de acompanhá-la. Opções de telas, dos mais diversos tamanhos, não faltam: desde os tradicionais computadores aos pequeninos iPhones, passando pela Apple TV, um conversor que permite transferir as imagens para a televisão. iPhone O iPhone, que foi a grande novidade da feira no ano passado e fechou 2007 como a grande invenção do ano, não ficou de fora da MacWorld de 2008. Jobs relatou que desde a estréia quatro milhões de pessoas garantiram seu aparelhinho e o número deve subir para dez milhões até o fim do ano. O brinquedinho mais cobiçado dos modernos vai ganhar, agora, novos aplicativos. Um deles vai indicar, em um mapa, a localização exata do usuário para que seja mais fácil mostrar a ele caminhos. Um segundo vai permitir que o feliz dono do iPhone possa trocar os ícones da home do aparelho até formar nove homes diferentes.

70 Revista Real


TV digital

ainda é luxo Alto custo do conversor prejudica a adesão dos brasileiros ao novo sistema

A

Informática

pós quase dois meses desde sua estréia, a TV digital atingiu apenas 10 mil domicílios na região da Grande São Paulo. A estimativa é dos próprios fabricantes e emissoras de televisão, segundo informou a coluna Outro Canal, do jornalista Daniel Castro, do UOL e da Folha de São Paulo no dia 29 de janeiro. De acordo com o colunista, fabricantes e radiodifusores esperam alavancar o novo sistema a partir de março. O início “micado” da TV digital já era aguardado por especialistas no segundo semestre do ano passado. Segundo eles, o alto preço da caixinha conversora (set-top box) e a demora para ela chegar às prateleiras foram as culpadas. Um aparelho que já venha com conversor embutido pode custar R$ 15 mil. Sem interatividade, cara e problemática, a TV digital debutou oficialmente no país em 2 de dezembro. A estréia aconteceu na Sala São Paulo e contou com a promessa de R$ 1 bilhão do governo para baratear os conversores. No dia 29 de janeiro, a TV digital foi lançada no Rio de Janeiro. Pelo cronograma apresentado pelo governo, Belo Horizonte e Salvador serão as próximas cidades brasileiras a adotarem o sistema.

Revista Real 71


Esportes

Guga anuncia despedida Com dificuldades para se recuperar de uma lesão no quadril, o maior tenista brasileiro fará sua última temporada nas quadras

Esportes

T

ricampeão de Roland Garros, campeão do Masters e número um do mundo por 43 semanas, Gustavo Kuerten anunciou, no dia 15 de janeiro, em uma concorrida entrevista coletiva, no stand da Diadora, na Couromoda, em São Paulo, que esta será sua temporada de despedida do circuito profissional. Sem conseguir se recuperar da lesão no quadril direito, para encarar uma temporada completa no disputado circuito mundial, Guga, 31 anos, optou por fazer do primeiro semestre de 2008, uma turnê de despedida, em que pretende jogar os seus torneios favoritos, segundo informou o site oficial do tenista. A intenção de Guga é jogar o Brasil Open, que ele conquistou em 2002 e 2004; o Masters Series de Miami, em que jogou uma de suas mais memoráveis partidas mas acabou derrotado por Pete Sampras, na final do ano 2000, depois de ter vencido Andre Agassi na semifinal; o Challenger de Santa Catarina, em que terá oportunidade de se despedir dos fãs de sua cidade natal; o Masters Series de Monte Carlo, que conquistou em 1999 e 2001 e ou o Masters Series de Roma, em que foi campeão em 1999, ou o Masters Series de Hamburgo, em que ergueu o troféu no ano 2000. O adeus oficial deve acontecer no seu palco preferido, Roland Garros. Foi com o seu primeiro título em Paris, em 1997, que Guga transformou a história do esporte no Brasil e iniciou uma trajetória de muito sucesso no esporte mundial. Guga ainda era desconhecido do grande público, mas ganhou destaque derrotando três excampeões do torneio, Muster, Kafelnikov e Bruguera, para se sagrar campeão. Da primeira conquista em Paris seguiram mais 19 títulos, entre eles outros dois em Roland Garros (2000 e 2001) e o da Masters Cup, em Lisboa (2000). Com todas estas conquistas, Guga chegou também ao lugar mais alto do ranking mundial, o de número um, em dezembro do ano 2000, onde permaneceu por 43 semanas. A conquista em Lisboa também foi especial para o brasileiro, que se tornou o primeiro sul-americano a terminar uma temporada como o número

72 Revista Real

um do mundo e o primeiro tenista a vencer Pete Sampras e Andre Agassi, na seqüência, no mesmo torneio.

“Vai ser o meu último ano. Tenho vontade de jogar mais, mas está sendo difícil, bem desgastante.”

Gustavo Kuerten

“Vai ser o meu último ano. Tenho vontade de jogar mais, mas está sendo difícil, bem desgastante. Será uma ótima oportunidade para jogar torneios especiais, para as pessoas me assistirem pela última vez. Vou tentar reviver um pouco daqueles grandes momentos”, disse o brasileiro. A contusão Mas com as vitórias veio também o desgaste físico e em fevereiro de 2002, Guga foi submetido a uma artroscopia no quadril direito. Voltou a competir dois meses depois e continuou conquistando troféus. Venceu o Brasil Open duas vezes, o ATP de Auckland, o de São Petesburgo, entre outros grandes resultados, como a vitória sobre Roger Federer, em 2004, em Roland Garros. Foi em setembro de 2004 que, sentindo o desgaste, foi novamente submetido a artroscopia no quadril direito. Desde então, o tenista vem tentando se recuperar, para competir de igual para igual com os principais jogadores do circuito, mas sem sucesso.

Enquanto treina, com o técnico Larri Passos, para se despedir das quadras, Guga já está preparando o seu futuro longe das competições, em que pretende se dedicar ao Instituto Guga Kuerten, ajudar o tênis brasileiro e ser embaixador da marca Diadora, que acaba de lançar a coleção Diadora Guga Kuerten, entre outros projetos.

Oito Momentos Inesquecíveis 1 – Em 1997, aos 20 anos, Guga é campeão em Roland Garros, em Paris 2 – Campeão do Masters Series 2000, em Portugal, derrotando Sampras na semifinal e Agassi, na final 3- Em 2004, bate o já no 1 do mundo, o suíço Roger Federer, em Roland Garros 4 - Tricampeão no saibro de Roland Garrros, seu palco preferido 5- Para ser campeão do Masters de Cincinatti (EUA), Guga jogou quase duas partidas no mesmo dia, pois na semifinal, o jogo foi interrompido pela chuva 6 – Bate dois ‘top ten’, os espanhóis Corretja e Moyá, e o Brasil vence confronto na Copa Davis, em 1999 7 – Bicampeão em Roland Garros, em 2000 8 – Numa final que durou quase quatro horas, Guga vence o russo Marat Safin e é campeão no Masters de Hamburgo, em 2000 Fonte – globoesporte.com


Paris Dacar é

cancelado Ameaças terroristas levaram a organização do rali mais famoso do mundo a cancelar a edição 2008

P

Esportes

ela primeira vez em 30 anos, o rali mais famoso do mundo não terá a sua edição realizada. O Rali Paris Dacar foi cancelado no início de janeiro pela organização por falta de segurança nas etapas com realização prevista na Mauritânia. O anúncio foi feito inicialmente pelo diretor esportivo da “France Télévisions”, emissora que detém os direitos de transmissão da corrida. Em seguida, os organizadores da prova confirmaram a decisão, informou o site G1. “Depois de conversar com o governo

francês e tendo em conta as suas firmes recomendações, os organizadores do Dacar tomaram a decisão de anular a edição 2008 do rali”, disse a organização, em comunicado oficial, frisando que a medida não põe em risco o futuro do rali: “O Dacar é um símbolo e nada pode destruir esse símbolo.” A decisão de cancelar a mais tradicional prova da modalidade veio após um alerta feito pelo governo francês, que desaconselhou cidadãos do país, pilotos ou membros da organização a viajarem para a Mauritânia, onde quatro turistas franceses foram assassinados em um atentado no dia 24 de dezembro passado. Após o atentado, as autoridades receberam um comunicado atribuído à rede terrorista Al Qaeda com novas ameaças contra franceses na Mauritânia. Oito das 15 etapas do Rali Dacar 2008 aconteceriam no país africano.

Revista Real 73


De letra Esportes

Por Tonico Sanches

O início dos campeonatos estaduais

D

epois das rodadas inaugurais dos principais campeonatos estaduais do Brasil, deu para ter uma pequena idéia de como alguns dos principais times poderão se comportar neste início de temporada. Dois times em especial ganharam muita atenção da imprensa devido ao forte elenco para este ano: o atual campeão brasileiro, São Paulo, e o Fluminense, que fez inúmeras e caras contratações. O Tricolor paulista teve 100% de aproveitamento depois de duas rodadas de Paulistão e o destaque, como já era previsto, foi o atacante Adriano. Marcando duas vezes na estréia e participando bem no segundo jogo, o “Imperador” (apelido que agora ele renega) caiu nas graças da torcida e imprensa de São Paulo. A latinha de cerveja ao lado de Ronaldo na noite carioca, dias após a sua chegada ao time da capital paulista, já foi esquecida. O mais importante agora é que os sensacionalistas deixem Adriano voltar ao seu ritmo de jogo, sem notícias que nada tenham a ver com futebol. Outro grande paulista, o Palmeiras, pode fazer frente ao Tricolor. Com um time redondo e Vanderlei Luxemburgo no banco, o time do Palestra Itália soma uma vitória e um empate (em clássico com o Santos). Alex Mineiro já mostrou serviço e parece ter sido uma ótima contratação para a temporada, em um setor que o Palmeiras carecia de jogadores de bom nível. Já Corinthians e Santos parecem, até o momento, duas incógnitas. Depois de um início forte (3 a 0 no Guarani), o time do técnico Mano Menezes perdeu para o São Caetano por 3 a 1 e já teve sua qualidade

74 Revista Real

posta em dúvida por jornalistas e torcedores. Já o Santos, atual bicampeão paulista, começou perdendo para a Portuguesa por 2 a 0 e depois teve um empate em um jogo violento contra o rival Palmeiras. O técnico Emerson Leão já cogita subir jogadores que participaram da Copa São Paulo de Juniores e trabalhar mais uma vez com os “meninos da Vila”. No Rio de Janeiro, apenas o Vasco da Gama decepcionou em sua estréia depois de perder por 2 a 1 para o Madureira. Fluminense, Flamengo e Botafogo ganharam seus jogos por 2 a 0 e já demonstram força para comandar o estadual deste ano. A grande potência do Rio na temporada, o Fluminense, de olho na Taça Libertadores, contratou inúmeros jogadores, como Washington, Dodô e Leandro Amaral, mas quem começou brilhando foi Thiago Neves, ídolo da temporada passada. Ele

inclusive já anunciou: “Esse vai ser o meu ano e o do Flu.” Na próxima edição da Real falaremos um pouco mais sobre outros campeonatos estaduais que já começaram, como o Gaúcho e o Mineiro, entre outros que movimentam o futebol brasileiro de norte a sul.


Nenê se recupera Pivô brasileiro do Denver foi submetido a cirurgia para a retirada de um tumor

O

Esportes

pivô brasileiro Nenê, do Denver Nuggets, passou por momentos de apreensão em janeiro, quando foi submetido a uma cirurgia para a retirada de um tumor no testículo. A cirurgia aconteceu no dia 14 de janeiro e, segundo o site da revista Época, apesar do tumor ser maligno, era pequeno e não representa risco de vida ao jogador. Em entrevista à publicação, o urologista Fernando Kim, que operou o atleta, disse que o tumor de pouco mais de 1 centímetro era pouco agressivo, apesar de maligno. Assim, o jogador deve ficar fora das quadras por pelo menos dois meses - prazo mínimo para se recuperar da cirurgia. “Não existe nenhum indício de que a doença se espalhou”, disse o médico, descartando assim que o câncer de Nenê tenha alcançado a metástase, processo em que a doença se espalha pelo corpo do paciente. O tumor do pivô foi detectado quase que por acaso. Segundo o jornal “Rocky Mountain News”, uma fonte do Denver, clube do brasileiro, afirmou que o problema foi descoberto após uma coleta de sangue para um teste antidoping de rotina. O pivô disputou 12 jogos nesta temporada da NBA, apenas um como titular. Ele tem médias idênticas de pontos e rebotes: 6,4. Este é o sexto campeonato de Nenê no basquete americano, todos pelo Denver Nuggets. Na carreira, a média de pontos é de 10,8, e a de rebotes é de 6,4.

Curtas A volta do Animal Apresentado no dia 21 de janeiro como novo reforço do Vasco, o veterano atacante Edmundo, 36, prometeu que não terá problemas com o jogador-treinador Romário. Os dois já se desentenderam no passado. “Vamos fazer de tudo para acabarmos com a má impressão que passamos. Quero ajudá-lo a ser tão vencedor como treinador como é como jogador”, disse o Animal, que defendeu o Palmeiras nos dois últimos anos.

Gaúcho no Milan? O Milan estaria pronto para contratar Ronaldinho Gaúcho, segundo o jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”. O atual campeão mundial pagaria 40 milhões de euros (cerca de R$ 105 milhões) ao Barcelona para ter o camisa 10. De acordo com o jornal, o brasileiro receberia 7,5 milhões de euros ao ano (quase R$ 20 milhões), além de ter 100% do seu direito de imagem. Chelsea e Inter de Milão também têm interesse no craque.

Gilberto no Tottenham O lateral-esquerdo brasileiro Gilberto acertou sua transferência do Hertha Berlin para o Tottenham, publicou o jornal alemão “Bild” no dia 22 de janeiro. No entanto, o valor da transferência ainda não está decidido, já que o clube inglês não aceita pagar mais que 3,4 milhões de euros (quase R$ 9 milhões) pelo jogador de 31 anos, que constantemente é convocado pelo técnico Dunga para a seleção.

Juventus quer Diego Segundo publicou a “Gazzetta dello Sport” em janeiro, a Juventus de Turim enviou o diretor esportivo Alessio Secco à Alemanha para negociar a transferência do meia Diego, ex-Santos, com o Werder Bremen. Se concretizado, o negócio só deverá valer a partir da nova temporada, no meio do ano. O Werder pediria € 25 milhões (R$ 66 milhões) por Diego, mas a Juventus já anunciou que só paga € 20 milhões (R$ 53 milhões).

25 anos sem Garrincha Há 25 anos, o povo brasileiro perdia um pouco de sua alegria. No dia 20 de janeiro de 1983, um dos maiores jogadores da história do futebol mundial morreu no Rio de Janeiro, vítima de uma cirrose hepática, deixando todos os torcedores, não só os do Botafogo, saudosos de sua magia e dribles desconcertantes, que tanto encantaram o público. Garrincha jogou 579 vezes pelo Botafogo e marcou 249 gols.

Mais polêmica Fernando Mondragón, filho do traficante Gilberto Orejuela, um dos antigos chefes do cartel de Cali, afirmou em dezembro que a organização subornou a seleção peruana para permitir que a Argentina a vencesse por 6 a 0 na Copa de 1978. A goleada foi um dos resultados mais polêmicos da história dos Mundiais e classificou os argentinos à final do torneio, no lugar do Brasil.

Revista Real 75


Diversos

Brasileiro em Londres Tive um pouco de medo. O que mais estranhei foi o pôr do sol às 10 da noite. Cheguei no verão. O que mais gosta e o que não gosta por aqui? Adoro um ‘breakfast”. Não gosto do comportamento dos adolescentes. Qual o seu lugar predileto em Londres? Vão rir, mas é o meu trabalho. O que você faz para se manter? Muito trabalho sempre. Sou supervisor de área numa empresa de limpeza.

Nome completo: Manoel Clayton Lopes Diniz Idade: 27 anos

Diversos

Local de origem: Vila Velha - Espirito Santo Por que você resolveu vir morar em Londres? O Brasil não estava me dando as oportunidades que queria e também tive algumas dificuldades. Há quanto tempo você está aqui? Quatro anos e meio. Como foi a primeira reação ao chegar? O que você mais estranhou?

Você já passou por alguma situação difícil, alguma “roubada” por aqui? Até que não!!! Alguma dica para os recém-chegados? Sejam honestos e não queiram nada muito fácil. Aqui há espaço para todos. A experiência está valendo a pena? Tenho a filosofia de que tudo na vida vale a pena, mas Londres pra mim valeu mais do que a pena. O que você mais sente falta do Brasil? Família e um bom churrasco. Pretende voltar para o Brasil? Quem pode responder a essa pergunta? Minha resposta hoje é não.

Receitas

Panquecas Aprenda a fazer um prato rápido, fácil e delicioso Ingredientes:

Modo de preparo:

1 copo de leite 1 ovo 1 copo de farinha de trigo 1 colher de sopa de óleo 1 pitada de sal

Bata os ingredientes no liquidificador. Pré-aqueça uma frigideira de teflon com uma colherinha de óleo. Coloque a massa na frigideira com o auxílio de uma concha. Deixe assar até que a borda obtenha uma cor dourada. Vire a panqueca e recheie a gosto (carne, frango, queijo e presunto, espinafre e bacon, etc...) deixando dourar o outro lado. Enrole e reserve-as em um pirex. Cubra com molho de tomate polvilhado com queijo ralado e leve ao forno pouco antes de servir somente para aquecer. Tirando o sol da receita você pode fazer panquecas doces recheando a gosto (doce de leite, brigadeiro, banana ou geléia).

76 Revista Real


Sudoku - intermediário

Humor Empreitada Um prefeito do interior quer construir uma ponte e chama três empreiteiros: um alemão, um americano e um brasileiro. Pede o orçamento e no dia combinado chama todos para uma reunião. - Quero deixar bem claro que o meu critério baseia-se, única e exclusivamente, no melhor preço, alerta o prefeito.

mundo. No final o brasileiro apresenta a sua proposta: - Eu só faço a obra por 9 milhões de dólares. - Nove!!!! - espantou-se o prefeito. Por que tão caro? O brasileiro responde:

O alemão apresenta sua proposta: - Faço a ponte por 3 milhões de dólares. Um pela mão-de-obra, um pelo material e um para meu lucro. O americano apresenta sua proposta:

Horóscopo

- Por mim, negócio fechado, comemora o prefeito. Nada como uma boa oferta.

- Eu faço por 6 milhões de dólares. Dois pela mão-de-obra, dois pelo material e dois para mim. O serviço, no entanto, é de primeiro

Diversos

Preencha todos os quadrados de forma que cada linha, cada coluna e todos os quadrados 3x3 contenham todos os números de 1 a 9.

- Três pra mim, três para você e três para o alemão fazer a obra.

By LuANA Tarot Email: luanatarot@googlemail.com

Áries 21/03 a 20/04 Carneiro terá um mês forte, em que as suas energias estarão em alta, pode contar com boas ajudas para a concretização dos seus projetos. Bom período para estabelecer novas metas para o seu futuro. Terá de resolver um conflito com um amigo seu. Touro 21/04 a 20/05 Touro terá conhecimento de algumas situações que vão requerer uma decisão. Não seja precipitado, será a paciência, a observação dos fatos reais que ajudarão a compreender melhor a situação atual antes de tomar qualquer posição.

Libra 23/09 a 22/10 Balança terá um mês em que surgirão novidades e acontecimentos rápidos que vão trazer novos desafios. Terá de saber aproveitar e não temer correr riscos para melhorar a sua posição. Dedique mais tempo ao convívio com familiares e amigos. Escorpião 23/10 a 21/11 Escorpião vai passar por uma fase marcada pelo fim de um ciclo de rupturas e dificuldades e pelo início de um outro bem mais estável. Terá de romper com alguns laços do passado, mostre uma atitude determinada e convicta. Vão surgir novas perspectivas para o seu futuro.

Gêmeos 21/05 a 21/06 Gêmeos terá um mês que novas oportunidades podem surgir e devem ser prontamente aproveitadas, as metas traçadas serão alcançadas, os acontecimentos vão fluir com simplicidade e tranqüilidade. Mesmo perante dificuldades há que ter confiança e acreditar que chegou a hora de ser feliz.

Sagitário 22/11 a 20/12 Terá um mês positivo se estiver atento e não se deixar deslumbrar por propostas ou algo que inicialmente possam parecer muito bons. Tudo à sua volta vai convidá-lo a fugir às regras, a desobedecer e a transgredir, para não se prejudicar é necessário agir com prudência.

Câncer 22/06 a 22/07 Câncer terá um mês positivo, em que as suas capacidades de comunicação estarão destacadas. É o momento mais indicado para tratar de si e destacar a sua beleza, tanto exterior como interior! Ponha os seus projetos em prática.

Capricórnio 21/12 a 19/01 Capricórnio terá um mês favorável caso consiga libertar-se de alguns medos para estar receptivo a novidades. Não deixe que a falta de perspectivas o levem ao desânimo, quando menos esperar as oportunidades vão surgir e basta saber aproveitá-las.

Leão 23/07 a 22/08 Leão terá um mês algo complicado, as suas energias e emoções estarão descontroladas, e será difícil avaliar com clareza o seu caminho ou definir os seus objetivos, não complique as coisas porque todas as situações serão bem resolvidas.

Aquário 20/01 a 18/02 Aquário, mesmo não estando a passar por um momento agradável, não deve perder a fé e a esperança, deve acreditar que no futuro novas oportunidades vão surgir, bem como soluções e brilhantes expectativas, fazendo com que se sinta feliz.

Virgem 23/08 a 22/09 Virgem terá de respeitar o ritmo natural dos acontecimentos sem precipitar nada, este mês é preciso entender que tudo tem o seu tempo certo e, às vezes, aguardar é a atitude certa a ter. Terá de ter perseverança e paciência para que tudo se desenvolva pelo melhor.

Peixes 19/02 a 20/03 Peixes terá de esclarecer algumas situações que estavam paradas até este momento para manter o equilíbrio interior. Por vezes vai sentir que a sua paciência está a esgotar-se, mas o momento exige uma certa prudência. A partir do dia 19 tudo vai começar a correr melhor.

Revista Real 77


Crônica

por Camilo Adorno

Crônica

É proibido proibir

S

erá votado em 2008 o projeto de lei do deputado federal Aldo Rebelo (PC do B) que proíbe o uso de palavras estrangeiras. O projeto, apresentado em 1999, tem como objetivo, de acordo com o deputado, promover e defender a língua portuguesa. No entanto, a idéia vem causando muita polêmica, especialmente por ser considerada autoritária. O deputado acredita que o uso de estrangeirismo tem forte caráter político-econômico e que a língua pode ser considerada um instrumento de conquista. Independente das questões políticas e ideológicas que envolvem o assunto, é preciso ressaltar que, muitas vezes, o uso de uma expressão estrangeira, seja ela inglesa, francesa ou o que for, tem o intuito de facilitar a comunicação entre as pessoas. Afinal, se você estava acordado nos últimos anos de nossa história, com certeza usou, ainda que inadvertidamente, algum termo ou expressão em inglês. No entanto, algumas vezes pode-se considerar um pouco abusivo o uso de palavras em inglês que poderiam facilmente ser trocadas por um termo português. Um exemplo é o uso de “off” no lugar de liquidação ou de “delivery” em vez de entrega. Tais estrangeirismos são considerados desnecessários e descabidos por muita gente, mas, por outro lado, o dono de um estabelecimento comercial pode alegar que o uso dessas expressões atrai a atenção de possíveis compradores, ou seja, o estrangeirismo, nesse caso, seria apenas uma jogada de marketing – palavra estrangeira já dicionarizada, como pode ser visto no dicionário Houaiss. O cantor e compositor Zeca Baleiro, por exemplo, em uma música chamada “Samba do approach”, faz uma crítica a essa “mania popular” de usar palavras estrangeiras que muitas vezes criam situações extremamente artificiais e desnecessárias. Veja um trecho: venha provar meu brunch saiba que eu tenho approach na hora do rush eu ando de ferryboat eu tenho savoir-faire meu temperamento é light

78 Revista Real

minha casa é hi-tech toda hora rola um insight já fui fã do jethro tull hoje me amarro no slash minha vida agora é cool meu passado é que foi trash No entanto, existe uma enormidade de palavras estrangeiras que já fazem parte do nosso dia a dia e que são usadas sem que nos preocupemos com as origens de tais termos. Desde que o mundo é mundo há esse intercâmbio de palavras, e não paramos para pensar ou saber se são estrangeirismos ou não. Hoje em dia isso é ainda muito constante, especialmente se pensarmos no advento de novas tecnologias que, mais cedo ou mais tarde, precisam de uma denominação, denominação essa que muitas vezes é feita por meio de empréstimos lingüísticos. O que faremos, caso a lei seja aprovada, para ficar em um exemplo prático, com os termos da informática? Palavras como “link”, “email”, “windows” e tantas outras terão que ser rebatizadas e reaprendidas? Não mais poderemos ficar “on line” nem usar o MSN? Laptops e pcs serão extintos? Assim, será que a proibição do uso de termos estrangeiros é a maneira mais eficaz de se proteger a língua portuguesa? Não seria mais conveniente promover uma melhoria na qualidade do ensino das escolas e universidades públicas do país, permitindo às pessoas decidir, por suas próprias idéias, se o uso de estrangeirismo está se tornando abusivo ou não? Afinal, quando uma palavra estrangeira passa a ser usada de modo inadvertido, não é preciso uma lei para tirá-la da língua, uma vez que a própria sociedade, os próprio falantes da língua farão esse trabalho. Não seria, para dizer o mínimo, antidemocrático instaurar uma lei que proíbe a utilização de palavras estrangeiras, não permitindo que elas sejam usadas? Será que esse veto não tem um caráter censurador, capaz de apresentar uma incongruência histórica e indelével ao PC do B? Por fim, vale lembrar que uma língua não pode ser amordaçada, o idioma é aberto, amplo, mutável, e sua função mais bela e funcional é promover a comunicação. E isso, nos dias de hoje, já é muito.


Quadrinhos

Quadrinhos Revista Real 79


CLASSI

Classificados

Anuncie Aqui! 020 8347 5045 vendas@revistareal.com

80 Revista Real


Este espaรงo pode ser seu! 020 8347 5045 vendas@revistareal.com

Anuncie Aqui! 020 8347 5045 vendas@revistareal.com

Classificados Revista Real 81


E ndereç os Emergência: 999 Para contatar a polícia, bombeiros e ambulância. A chamada é gratuíta.

Endereços

Aeroportos: Heathrow 087 00000123 Gatwick 0870 000 2468 London Luton 01582 405 100 London City Airport 020 7646 0088 London Stansted 0870 000 0303 Companhias Aéreas: - Air France www.airfrance.co.uk - Alitalia www.alitalia.co.uk - American Airlines www.americanairlines.com - British Airways www.britishairways.co.uk - Easyjet www.easyjet.co.uk - Iberia www.iberia.com - KLM www.klm.com

82 Revista Real

Úteis

- Lufthansa www.lufthansa.co.uk - Ryanair www.ryanair.com - TAP www.tap-airportugal.pt - TAM www.tam.com.br London Transporte Para planejamento da jornada em metrôs, ônibus e trens: www.tfl.gov.uk Tel.: 020 7222 1234 Consulado Brasileiro 6, St Alban’s Street, SW1 Piccadilly 020 7930 9055 www.consbraslondres.com Embaixada do Brasil 32, Green Street, W1 Marble Arch 020 7499 0877 info@brazil.org.uk Embratel Ligações para o Brasil à cobrar 0800 890 055 - Para

solicitar ajuda à Embratel com ligações para o Brasil (pagamento em Londres): 0055 Banco do Brasil 34, King Street, EC2 Metrô: Bank 020 7606 7101 Home Office Immigration & Nationality Directorate Whitgift Centre, Wellesley Rd. Croydon CR19 1AT Concessões de vistos: 087 0606 7766 Solicitações de formulários para extensão de vistos: 087 0241 0645 Naz Brasil Palingswick House, 241 King Street W6 020 8741 1879 Jose@naz.org.uk www.naz.org.uk Office (pré-registro na Polícia) Brandon House, 180

Borough High Street 020 7230 1208 www.BrazilianArtists.net O portal das artes, entretenimento e eventos culturais brasileiros no UK, divulgando o trabalho dos nossos artistas no UK, promovendo a cena cultural brasileira para o público em geral. BCA (Brazilian Contemporary Artes) BCA House, 22 Chiswick High Road London - W4 1TE Tel.: 020 8747 4770 Aberto ao público de segunda a sexta das 17:30 hs às 19: 00 hs. Metrô: Stamford Brook www.brazilian.org.uk Gay Switchboard Informações sobre acomodação, imigração, “civil partnership”, HIV/AIDS, etc. Tel.: 020 7837 7324 (24hs)

Oi Londres Vistos de estudante, trabalho, casamentos com brasileiros e europeus, residência, retorno de taxas, etc. Tel.: 0207 482 4892 95 Camden Lock Place London - NW1 8AF www.oilondres.com.br ABRAS (Associação Brasileira no Reino Unido) Conta bancária, tradução de documentos e agendamento de consultas médicas, etc 59 Station Road, NW10 4UX 020 8961 3377 www.abras.org.uk Encontre o endereço que procura. Em qualquer parte do Reino Unido ou Europa: Mapas, ruas, cidades, etc Clique no país desejado e depois encontre os detalhes necessários. www.multimap.com


Revista Real 83



Real