Page 1

9ª Junqueirópolis, 10 de outubro de 2007

ACERUVA: de 10 a 14 acontecendo em Junqueirópolis a mais bela festa do interior paulista

Letícia Francelino Branco, representando a USALPA-Usina Alta Paulista, foi eleita Rainha da ACERUVA2007, em concurso realizado no dia 6 no Ginásio de Esportes Cícero Gomes

Conheça a ACERUVA a mais bela festa do interior paulista...


02

A Notícia, outubro/2007 ACERUVA - FESTA... QUE DÁ CERTO...

A 9ª ACERUVA: uma realidade Não fosse a primeira festa de sucesso em 1999, jamais estaríamos aqui, frente a sua nona versão. Não fosse porém a dedicação e a força de vontade dos produtores de Junqueirópolis em querer mostrar produtos que cativaram o consumidor, não teríamos condições de organizar um evento deste porte. Se a 9ª ACERUVA está acontecendo, é um respeito ao idealismo de nossa gente, dos nossos produtores, do prefeito, vereadores, comércio e, centenas de pessoas que nos bastidores há tempo estão preparando o cenário para esse grande festa.

Do pessoal da agricultura e do dinamismo do Osvaldo Dias que juntos estamos nessa caminhada para brindar o povo de

Junqueirópolis e toda a região, com uma festa que mostre o potencial agrícola do município. Que mostre também o resultado de

um trabalho feito com amor, dedicação e acima de tudo de fortalecimento da união de todos. Rinaldo Picinini

Mais uma vez, gostariamos de levar o abraço do Executivo Municipal, aos organizadores, produtores, expositores e ao público em geral pelo apoio dado a Junqueirópolis pela realização da 9ª ACERUVA, que vem marcar o potencial do nosso município. É um trabalho de união, dedicação e respeito na busca do desenvolvimento de Junqueirópolis. Queremos abraçar a todos os visitantes e dizer que se sintam junqueiropolenses durante todas as visitações desta ACERUVA Osmar e Marlene

Associação é união...União é progresso e, progresso é desenvolvimento... A AAJ se sente feliz em poder estar participando mais uma vez deste evento, que nasceu de suas necessidades: a 9ª ACERUVA

A ACERUVA é, sim, a festa da acerola e da uva. Porém é, também, a festa que simboliza a nova “cara” de Junqueirópolis. Ela é bonita, como bonita está nossa cidade. Ela representa o que há de melhor em nosso município, como Junqueirópolis vive um dos melhores momentos desde sua fundação. Ela mostra o potencial de nossos produtores, como Junqueirópolis colhe os louros de agentes políticos competentes. Ela é fruto do trabalho conjunto de suas entidades constituídas: Associação Agrícola, Associação Comercial e Empresarial, dentre outras, bem como das escolas, da Cati, do poder público e da participação efetiva de expositores, colaboradores e visitantes; de uma comissão organizadora dedicada e atuante, assim como Junqueirópolis só mudou o rumo de sua história porque pôde contar com o envolvimento e comprometimento de suas lideranças, de sua gente. A ACERUVA é um local alegre e prazeroso para se visitar, assim como Junqueirópolis é hoje um município próspero, promissor e hospitaleiro para se morar. Assim é a ACERUVA – “A mais bela festa do interior paulista”. Assim é Junqueirópolis – um exemplo de que “a força de um município está na organização e união do seu povo”. Antonio Francisco Castanha cidadão junqueiropolense

Saiba quem foram os presidentes da ACERUVA 1999 - Adilio Carlos Bortolatto 2000 - Rinaldo Picinini 2001 - Adilio Carlos Bortolatto 2002 - Adilio Carlos Bortolatto 2003 - Adilio Carlos Bortolatto 2004 - Adilio Carlos Bortolatto 2005 - Luis Henrique Pelegrinelli 2006 - Rinaldo Picinini 2007 - Rinaldo Picinini

Suplemento:

2007

Jornal:

Associação Agrícola de Junqueirópolis

Produção: AJA-Agência Jornalística Alternativa Ltda 64.614.258/0001-60 DABELE Comunicações Ltda 53.307.674/0001-08 Rua General Osório, 725-B -Junqueirópolis-SP jornalista responsável: José Costa-Mtb. 279-2 fotos arquivos e Jornal A Notícia As matérias assinadas como colaboração são de inteira reponsabilidade de seus autores Tiragem: 6.000 exemplares


03

A Notícia, outubro/2007

Ela nasceu pelo idealismo e força de um grupo de mulheres Quem acompanhou o sucesso da ACERUVA durante todo esse tempo, pode perceber que atrás de grandes belezas, sempre existem as mãos femininas que cuidam e tratam de detalhes. No caso desta festa não poderia ser diferente, pois quando surgiu o interesse de um grupo de mulheres, arregaçando as mangas para salvar um setor da fruticultura, foi transmitida mais coragem e incentivo aos próprios maridos que acreditavam no progresso da acerola como economia do município. No início foi difícil tentar conscientizar a todos da importância de

uma festa para salvar a acerola. A primeira reunião estava marcada, mas apenas três mulheres se postaram como crédulas nesse trabalho. Depois numa próxima, mais outras e após um ano de árduo trabalho, foi que o projeto da festa veio a sair do papel para tornar-se uma realidade. Todos ganharam com isso e, com a união de forças, o sucesso estava diante do trabalho proposto pelos junqueiropolenses. Muitos não acreditavam que uma festa pudesse ressuscitar uma fruta, até então desconhecida em grande parte. Mas os que arriscaram a plantar, conheciam suas

propriedades e acreditavam que um dia a acerola seria uma salvação para a economia do município. Além de garantir trabalho para muitos, os lucros poderiam ser compensadores para suprir a deficiência de um café já desfalecido e um algodão que passou como um vento na Nova Alta Paulista. Mas com o entusiasmo de todos os idealizadores e colaboradores, a acerola seria colocada em destaque, mas surgiu um outro problema. A uva que também tentava ganhar seu espaço, também sentia a necessidade de se mostrar como uma forte opção econômica.

A todos aqueles que sempre acreditaram no sucesso da ACERUVA e, aos que sempre prestigiaram esse evento... ...associamo-nos aos organizadores, expositores, produtores e autoridades para que este ano o trabalho também seja coroado de muito êxito e pleno sucesso. Gerente e funcionários do Banco do Brasil - ag. Junqueirópolis e, Diretoria da Associação Atlética Banco do Brasil - Junqueirópolis

Na outra reunião um pouco mais de pessoas se fizeram presentes

Onde cabe uma, cabem duas, foi a tônica dos projetos iniciais e assim, surgiu uma dupla revelação, que seria sucesso em todas as paradas: a Festa da Acerola e da Uva, que

muito bem denominada; ACERUVA! Era a vez de algo novo surgir como forma de tirar do marasmo uma economia agrícola sem muito incentivo. E foi

assim que surgiu a 1ª Aceruva e com ela um rastro de sucesso e encantamento para todo o público que vem prestigiar anualmente a mais linda festa do interior..

Desejando a toda comissão organizadora, expositores e publico visitante, sucesso pleno, para que a 9ª ACERUVA seja um evento que continue marcando o dinamismo e trabalho de nossos produtores

 - 3841-1326 - Loja I  - 3841-1118 - Loja II Rua Rui Barbosa, 481 Rua Rui Barbosa, 962


04

A Notícia, outubro/2007

Sucessos das festas se deu por interesse de todos do grupo Segundo Helena Frigo, presidente da Associação Agrícola Feminina de Junqueirópolis, a primeira festa foi reconhecimente um sucesso, diante do árduo trabalho realizado, tendo em vista a apreensão dos maridos produtores de acerola e frente ao grave quadro de comercialização do produto. “Saiu tudo a contento”, assegura ela, para quem, a união foi a determinante neste trabalho. Eufóricas, começaram então a buscar idéias para o próximo desafio, pois seria inevitável a realização da 2.ª Aceruva. Esta, segundo Helena, seria feita com os acer-

tos da primeira e, com os reparos e correições dos erros que foram verificados. Para ele, tão logo a festa termina, a comissão já começa a se movimentar no sentido de estabelecer uma diretriz para a próxima festa. E isso, coforme explica, vem sendo feito anualmente. Mas os desafios não são apenas os de Junqueirópolis, pois a comissão, sabendo do potencial que possue a união de todos os produtores, passaram a conhecer outras festas em várias regiões. Por muitas vezes a comissão, agora mais entusiasmada, conheceram

também na

detalhes da Agrishow de Ribeirão Preto, Festas das mais diferentes em Jundiaí, Agudos, Holambra, dentre outras, para perceber ações lá praticadas, que pudessem ser aproveitadas em Junqueirópolis. Conforme consta, captaram todos os detalhes, verificaram erros anotaram os acertos e trouxeram na bagagem, as anotações das outras festas. A receita deu certo e a comissão organizada travestida de toda a humildade possível, retoma seus trabalhos, suas vivências e experiências na busca do que há de melhor para todos e, em especial para a

acerola e a uva do município. Helena Frigo relata que após cada festa, “...o cansaço é grande mas a

Comissão nem sente. Imagine que quando acaba uma festa, a gente fica triste e uns falam para os outros...Ah, que bom se

continuasse!...” É uma demonstração de interesse por algo que realmente divulga Junqueirópolis.

Todo sucesso de uma categoria, se faz através da união de esforços, da boa vontade e dedicação de seus membros. A ACERUVA é um exemplo disso... Parabéns aos organizadores, autoridades, participantes e público em geral!

TRANSROSSI CARGAS E MUDANÇAS EM GERAL

Av. Geraldo Fudo, 750 Crecehe Nosso Teto

9773-5702 / 97735692


05

A Notícia, outubro/2007

JUNQ UEIRÓPOLIS MAIS Q UALID ADE DE VID A JUNQUEIRÓPOLIS QU ALIDADE VIDA

Guias e sargetas

Centro de fisioterapia

Recapeamento

Equipamentos e maquinários

Casas populares

Melhor Caminho

Vicinal JoãoFurini

Trevo na SP--294

Lagoa de tratamento

Divisão de Ensino

Projeto Guri

Creche Nosso Teto


06

A Notícia, outubro/2007

Um livro de receitas ajudou na expansão da ACERUVA Um brado de liberdade e coragem havia sido dado em Junqueirópolis. As mulheres sentiam na pele o desespero dos maridos quando deparando com uma produção de acerola que não encontrava eco no mercado. Alguma coisa teria que ser feita e urgente, pois a salvação da cultura, estava diretamente ligada aos feitos heróicos de alguém que desejava criar opções econômicas para o município. Lembra Helena Frigo, que muitos haviam arriscado no plantio da acerola e, enfrentava agora as dificuldades maiores, o de não ser jogado ao léu um sonho

de esperança. A idéia da festa, foi sem dúvida um passo pioneiro, mas antes de tudo, deveriam mostrar a importância da acerola, pois muitos da região ainda não conheciam o potencial da nova fruta. Agora seria mais importante, pois havia a

Primeira edição esgotou e em 2003 foi lançada uma outra.

fusão de interesses em se propagar a acerola e a uva, num trabalho conjunto. Como sobrava acerola e, para não jogar fora grande parte da produção, a idéia foi a de se criar receitas de todos os tipos. As mulheres então, experientes na cozinha, conseguiram em pouco tempo revolucionar a idéia. Foram tantas as receitas criadas e testadas que o primeiro passo foi juntar todas elas e através da Associação Agrícola Feminina de Junqueirópolis, um segmento fundado para agregar as senhoras dos produtores de acerola, finalmente ser editado o

“ Parabéns a todos que com trabalho e dedicação realizam esta grande festa para a comunidade. Aos Agricultores que elevam o nome de Junqueirópolis e cuja produção é exemplo a outras cidades e países. Aos Comerciantes que acompanhando a evolução dos tempos oferecem qualidade , diversidade e prestação de serviços.”

Vereadora Nair de Souza Leite e esposo Moisés da Silva Leite

livro “Receitas de Acerolas e Uvas”. Para Helena Frigo, presidente da Associação, “o livro foi o maior sucesso na primeira festa, que a edição relativa aquele evento, esgotou dentro de pouco tempo. A saída foi providenciar uma outra edição com mais números de exemplares, diante do grande interesse das pessoas que queriam conhecer o melhor aproveitamento da acerola e da uva na praticidade das mesas brasileiras.” Segundo Helena Frigo, a divulgação feita pela imprensa ajudou a propagar o livro que foi vendido para várias partes do país.

Helena, quando do lançamento da segunda edição do livro “Receitas de Acerolas e Uvas”

Como junqueiropolense, desejo pleno sucesso a 9ª ACERUVA e reconheço publicamente o esforço de todo o pessoal envolvido nesse importante trabalho

Dr. Wagner Rodrigues Cavarzan 

Rua São Salvador, 911 - 3841-2317 - JUNQUEIRÓPOLIS


A NotĂ­cia, outubro/2007

07


08

A Notícia, outubro/2007

Organizadores admitem que uma festa incentiva a próxima Segundo Helena Frigo, presidente da Associação Agrícola Feminina de Junqueirópolis, a primeira festa foi reconhecidamente um sucesso, diante do árduo trabalho realizado, tendo em vista a apreensão dos maridos produtores de acerola e frente ao grave quadro de comercialização do produto. “Saiu a contento”, assegura ela, para quem, a união foi a determinante neste trabalho. Eufóricas, começaram então a buscar idéias para o próximo desafio, pois seria inevitável a realização da 2.ª Aceruva. Esta, segundo Helena, seria feita com os acertos da primeira e, com

os reparos e correições dos erros que foram verificados. Para ela, tão logo a festa termina, a comissão já começa a se movimentar no sentido de estabelecer uma diretriz para a próxima festa. E isso, coforme explica, vem sendo feito anualmente. Mas os desafios não são apenas os de Junqueirópolis, pois a comissão, sabendo do potencial que possue a união de todos os produtores, passaram a conhecer outras festas em várias regiões. Por muitas vezes a comissão, agora mais entusiasmada, conheceram detalhes da Agrishow de

Ribeirão Preto, Festas do Morango em Jundiaí, Agrifam em Agudos, Festa das Flores em Holambra, Doces Industriais em Serra Negra dentre outras, para perceber ações lá praticadas, que pudessem ser aproveitadas em Junqueirópolis. Conforme consta, captaram todos os detalhes, verificaram erros anotaram os acertos e trouxeram na bagagem, as anotações das outras festas. Isso fez com que a ACERUVA fosse sendo adaptada e conseguindo atrair cada vez mais gente para visitar seus estandes, diante sempre das novidades que iam sendo implantadas todos os

Abertura oficial da 1ª ACERUVA a largada para uma festa de sucesso

anos. A receita deu certo e a comissão organizada travestida de toda a humildade possível, retoma seus trabalhos, suas vivências e experi-

ências na busca do que há de melhor para todos e, em especial para a acerola e a uva do município. Helena Frigo relata que após cada festa, “...o

cansaço é grande mas a Comissão nem sente. Imagine que quando acaba uma festa, a gente fica triste e uns falam para os outros...Ah, que bom se continuasse!...”

SINDICATO RURAL DE JUNQUEIROPOLIS A ACERUVA é uma prova de que em se plantando tudo dá... ...mas desde que haja dedicação, amor a terra, respeito a natureza e entrega total na árdua lida do campo, como sempre fizemos. Nós do Sindicaro Rural de Junqueirópolis, também nos sentimos pedaços da ACERUVA, pois sempre torcemos para o sucesso do que se produz na terra.


09

A Notícia, outubro/2007

Apoio surge de todos os lugares para o bem da ACERUVA Para que fosse possível a realização da festa da acerola e da uva, como um tiro a ser dado em busca da propagação desses produtos, houve a necessidade de se buscar apoio e parcerios. A Associação Agrícola de Junqueirópolis, numa fusão de forças de seus diretores a associados e, especial ao setor feminino da mesma, encontraram na prefeitura de Junqueirópolis uma parceiro de grande valor. Assim que a festa foi realizada e os sucessos colhidos e reconhecidos, a prefeitura continuou sempre a dar o apoio considerado fundamental para a difusão

de outras festas seguintes, com os mesmos objetivos. No decorrer das oitos versões da ACERUVA, sempre contando com algumas inovações consideradas primordiais, os organizadores contaram com a participação do Sebrae-Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas através de seu escritório em Presidente Prudente, que com suas palestras, orientações e acompanhamentos fizeram com que os produtores junqueiropolenses se tornassem empresários rurais. Da mesma forma o apoio e incentivo da CATICoordenadoria de Assistência Técnica Integral,

mais especificamente com os trabalhos de seu diretor regional, Luiz Alberto Pelozo, que além de amigo e admirador dos trabalhos da Associação Agrícola de Junqueirópolis pertence também ao seu quadro associativo. Através de vários projetos, incluindo os das microbacias, os agricultores de Junqueirópolis se sentiram valorizados e, tornando assim o município, como um centro de referência. Ainda ficando os reconhecimentos da SAE, através da Satiko Fudo e da AptaAgência Paulista de Tecnologia aos Agronegócios, polo regional da Alta Paulista.

Recebem o apoio do Sebrae através de cursos...

O GRUPO IMPRENSA Deseja que o espírito de trabalho em união da Comissão de 2.006, esteja presente em cada um que se envolveu com a organização da 9ª ACERUVA

...como também da Apta, através de seu pólo regional

Panorama

A VOZ VOZ A Irapuru

A MENSAGEM Junqueirópolis

Santo Expedito

Quando da realização da 9ª ACERUVA, queremos levar nossos reconhecimentos por tão importante evento que mostra o potencial dos produtores do município de Junqueirópolis no cultivo da acerola e da uva. Edvaldo Carvalho e família


10

A Notícia, outubro/2007

Porquê a ACERUVA acontece no mês de outubro? Muitos se questionam sobre os motivos de uma festa de tanta projeção, que acabou sendo a atenção de toda a região e regiões vizinhas, ser realizada em outubro. “Melhor seria em junho, quando do aniversário da cidade”, são colocações feitas para muitos. Outros para justificar o mês de outubro chegam a alegar que outubro pode ser o mês de maior produção. Mas enquanto se discutem, uma ou outras razões, a verdade é que, quando foi proposta a realização da Aceruva, o mês de realização seria outubro, por estar nele uma importante data para os católicos. Dia 12, é dia

de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil e também, a quem se atribue proteções a todas as festas. Um fato curioso ocorrido quando dos preparativos da primeira Aceruva e,colocado pelas mulheres com anuência dos homens, foi o compromisso de que, acreditando no sucesso da primeira festa, uma comissão formada pelos organizadores e pessoal de apoio seguiria até Aparecida para agradecer a Padroeira do Brasil em seu Santuário. Tudo definido, e a festa sendo um grande sucesso, a viagem deveria acontecer como um compromisso de fiéis. Mas como viajar, se faltavam

recursos para custear todas as despesas? A prefeitura nao tinha condições frente aos problemas de uma administração que procurava organizar o município. A idéia então, foi a de se fazer doces e vender. Com a renda, tentar custear a viagem. Para quem colocou o corpo e a alma numa festa inédita, foi fácil esse outro empreendimento. Talvez por interceção da Padroeira do Brasil e também da Aceruva, os recursos vieram e o pessoal presente no Santuário de Aparecida para levar pessoalmente o agradecimento pela primeira festa e pedir proteções para as demais.

Após a primeira ACERUVA, comissão e pessoal de apoio foram agradecer no Santuário de Aparecida

Antes de todas as festas, imagem de Nossa Senhora Aparecida é reverenciada

Sempre torcemos pelo sucesso dessa grande festa... DIRETORIA (2004/2008)

FARMAIS Muito mais por você! Atendimento 24 horas Rua Rui Barbosa, 789

3841-2020 3841-1425(res)

MIGUEL CLÁUDIO BATISTA, APARECIDO DE OLIVEIRA ROCHA, PAULO MARIANO, respectivamente, presidente, secretário e tesoureiro, JAIR ESTOCHI e BENEDITO CIRINO RIBEIRO, respectivamente suplentes da diretoria, OSVALDO JACOBINO DE ANDRADE, APARECIDO FORTUNATO THOMAZ E MOACIR OLIVIER, respectivamente Conselho Fiscal Efetivo, IVANILDO MANICARDI, LUIZ OIM BASSO E VALDEMAR ALEGRETTI, respectivamente Conselho Fiscal Suplente, MIGUEL CLÁUDIO BATISTA, PAULO MARIANO respectivamente Delegado representantes junto a confederação e federação, COMERCINDO SANTO GANDOLFI E PAULO DIAS FUZINATTO, respectivamente delegados representantes suplentes.


11

A Notícia, outubro/2007

Produtos artesanais serão vendidos na ACERUVA Desde o começo da ACERUVA, a frente feminina se destaca na Associação Agrícola. Na primeira festa, resolveram criar o Grupo Delícia da Roça, que começou a preparar pratos deliciosos e vendendo os produtos nas feiras livres. Agora ampliaram a linha de produção artesanal e dispõe de um es-

paço na sede da Associação para vender seus produtos. Estarão lançando geléia de acerola e uva, e a novidade para este ano é a Geleía Aceruva, numa alusão a grande festa. O Grupo Delícias da Roça, está com uma farta linha de produtos para serem comercialziados durante a 9ª ACERUVA.

Acima o Grupo Delícias da Roça, lançando seus trabalhos durante a 1ª Aceruva em 1999...

...a a equipe de preparo de todos os doces naquele mesmo ano

Ao lado a linha de produtos do Grupo Delícias da Roça, que estará sendo comercializada nesta festa.

A ACERUVA sempre foi sucesso, graças aos trabalhos de todos aqueles que acreditam na sua comunidade. E a Distribuidora Ikeda que sempre acreditou nesses trabalhos, não podería deixar de levar os desejos de pleno sucesso a mais esse evento que visa mostrar produtos do município: a ACEROLA e a UVA.


12

A Notícia, outubro/2007

Ano após ano a ACERUVA vem se aperfeiçoando Quando os produtores de acerola e uva de Junqueirópolis resolveram em 1998 aceitar a idéia de se fazer uma festa visando difundir seus produtos, tudo começava do nada. Tiveram um ano para programar, pois o marco fixado em 1999 para a primeira festa já tinha sido estabelecido e agora passariam a estratégia. As experiências eram poucas, mas tinhase a certeza de que havia muita dedicação e esperança de que a festa fosse realmente um sucesso. Para mostrar seus produtos, escolheram os melhores exemplares de acerola e uva, para que o público pudesse ter uma impressão melhor das fru-

tas que os organizadores da Aceruva desejavam mostrar. A mostra dos produtos para o público foi feita dentro das condições e assimilações de festas afins que os organizadores tiveram. Por ser início, lutavam com a preocupação de que nada poderia sair errado e que tudo deveria ser do agrado do público, pois a primeira seria a certeza de as outras também seriam sucesso. Ano após ano, foram feitas modificações nas exposições das frutas e cada vez mais os organizadores se preocupam com o melhor da festa. Vontade todos tem e a garantia de sucesso tem também de ano a ano.

Em 1999 uma mostra simples mas objetiva...

...que em 2003 ganhou mais espaço...

...e com produtos já embalados para o comércio...

...que foram bem apreciados em 2006.

“A força de um município está no poder de organização e união do seu povo.”

Você veio para a ACERUVA, a mais bela festa do interior paulista...

Junqueirópolis vive esse momento. A Aceruva muito tem colaborado para isso. Parabéns a todos!

FGC - Assessoria em Administração Pública e Privada

...no dia 08 de dezembro, teremos uma outra festa em Junqueirópolis!


13

A Notícia, outubro/2007

Dia 12 tem passeio rural da ACERUVA Durante a 9ª ACERUVA 2007 acontecerá o II Passeio Rural, que tem como objetivo resgatar os valores do homem do campo. Esta é a oportunidade para as pessoas conhecerem como é o dia-a-dia de um agricultor, a sua rotina de trabalho, as culturas que são cultivadas em sua propriedade e as dificuldades enfrentadas por ele. Durante o passeio pela zona rural os visitantes serão acompanhados pelos alunos das faculdades e engenheiros agrônomos, profissionais estes que prestarão quaisquer esclarecimentos sobre todas as dúvidas dos participantes. O roteiro pré-estabelecido deste ano inclui visita as câmaras frias do armazém comunitário, onde os participantes irão

Num passeio rural se visita plantações de acerola e outras conhecer o congelamento da acerola, visita à Chácara Recreio, onde há plantação de acerola, uva e pupunha, visita à Chácara São José, onde há plantação de jabuticaba, visita ao seringal, onde há plantação de seringueira e lixia e Chácara do Sr. José Felix, onde há plantação de atemóia e graviola. O passeio rural acontecerá no dia 12 de outubro, saída às 8h00 do recinto da Aceruva e retorno previsto as

14h00. Interessados em participar do passeio rural da sexta-feira reservaram seu passaporte incluso transporte e almoço, na Casa da Agricultura pelo telefone 3841-1332 ou na Associação Agrícola pelo telefone 3841-1036, as vagas serão limitadas. A organização é da Casa da Agricultura e coordenação de Maria José Castilho e Helena Frigo.

Shows da ACERUVA agrada a todos Para oferecer mais entretenimento aos participantes da ACERUVA, os organizadores sempre se preocupam com uma linha de show a fim de que o público possa ter momentos de alegrias enquanto visitam todos os espaços da feira. Para este ano, estão programadas apresentações da Banda Tradição, grupo Titãs e da dupla Mayck e Lyan. Mas em toda a trajetória da ACERUVA, foram vários os nomes que se apresentaram, com destaque para Inimigos do HP, Guilherme e Santiago, Daniel, KLB, Wanessa Camargo, Bruno e Marrone, Rio Negro e Solimões, Axé Blond, Rick e Renner, Capital Inicial, Edson e Hudson, Wilson e Soraya, dentre outros.

Um grande público sempre prestigiando os shows

Agradecimentos: A DEUS, por esses anos maravilhosos de conquistas...Obrigado Senhor! A Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, que nos uniu como uma só família nessa associação de produtores que alimenta o Brasil. E a todo o publico de Junqueirópolis e Região, pois sem as presenças de vocês, o que seria da nossa festa? Abraços carinhosos Maria Helena Vicentin Frigo Pres. Ass. Agr. Feminina de Junqueirópolis

Que a cada ano, o sucesso da ACERUVA seja sempre coroado de êxito como demonstração do valor do trabalho dos nossos agricultores.

Vereadores e funcionários

Câmara Municipal de Junqueirópolis 2007


1402

A Notícia, outubro/2007

ACERUVA enaltece a beleza feminina Segundo os organizadores da festa para escolha da rainha da ACERUVA, a mesma foi instituida para mostrar a beleza da mulher de Junqueirópolis. Para a coordenadora do concurso, “nós também temos mulheres bonitas mas elas não tiveram oportunidade de mostrar suas belezas e assim fazem quando da ACERUVA”. Cada entidade apresenta uma candidata e esse decisão foi tomada pois essas mesmas entidades serem estiveram prontas a ajudar a ACERUVA e, todos queriam ver os nossos campos rejuvenecidos. A escolha aconte-

ceu no sábado e, festa que aconteceu nas dependências do Ginásio de Esportes Cícero Gomes, para um público que foi prestigiar e torcer por suas candidatas. Eis o resultado: Rainha – Letícia Francelino Branco representando a USALPA 1ª Princesa - Bruna Miorin Valcezi representando a Associação Agrícola 2ª Princesa - Josiane Tomaz Batista representando a AABB e o Banco do Brasil. Como prêmios cada uma ganhou um final de semana no Paranoá Clube Hotel, numa oferta daquele clube e do jornal A Notícia.

Letícia ladeada por Bruna e Joseane

CASA DAS PORTAS Portas, batentes, janelas, fechaduras e ferragem em geral Av. Sete de Setembro, 1242 3841-2479

os mais modernos modelos de portas...

ACERUVA: A porta que se abriu para o comércio da acerola e da uva

Fone: (18) 3841-1103 / 3841-1227 - Fax: 3841-1103 escminerva@abcrede.com.br Rua Rui Barbosa, 595 - JUNQUEIRÓPOLIS

Proprietários e funcionários do Escritório Minerva de Contabilidade, desejando aos organizadores, expositores, autoridades e participantes, pleno sucesso pela 9ª ACERUVA


15

A Notícia, outubro/2007

As vencedoras entre Rinaldo, Marlene e Osmar Pinatto

O público presente ao evento

As concorrentes que emprestaram suas belezas para o brilho da festa

REGIS Auto Peças

Peças originais para toda linha de veículos nacionais. Qualidade, preço e prazo

Av. Sete de Setembro, 1074 -(18) 3841-3319 / 3841-1067 JUNQUEIRÓPOLIS

Parabéns aos participantes da ACERUVA

MARMORARIA JUNQUEIRA Av. Latina, esquina Rua Ipiranga Chácara Alvorada - B° Santa Helena JUNQUEIRÓPOLIS 3841-3197 - 9754-1443


16

A Notícia, outubro/2007

Deputado Ed Thomas enaltece potencial da região da Nova Alta Paulista Em pronunciamento na Assembléia Legislativa elogia a realização da Aceruva

Deputado Ed Thomas em pronunciamento na Assembléia Legislativa quando falava sobre a ACERUVA

Acostumado a transmitir alegria e otimismo pelas ondas do rádio, o comunicador líder de audiência nas manhãs da região de Presidente Prudente transfere à vida pública a missão de elevar a

auto-estima das pessoas, com a finalidade de ajudar a construir dias melhores. Com estes pensamento e comportamento o deputado estadual Ed Thomas tem ocupado por reiteradas vezes a tribuna da Assem-

bléia Legislativa, além de fazer o mesmo em entrevistas e nos pronunciamentos públicos, para enaltecer o potencial da décima região administrativa – formada por 54 municípios da Nova Alta Paulista, Alta Sorocabana e Pontal do Paranapanema. O deputado Ed Thomas costuma dizer que está é uma das mais lindas regiões do Estado, com terra e água em abundância; e com uma gente de valor que tem superado as adversidades e os escassos recursos do Estado que nos últimos anos promoveu na região a maior concentração de presídios e presos do mundo. Mas para Ed Thomas não adianta reclamar; é preciso agir. Os gestores públicos devem puxar a fila. Os deputados estaduais da décima região não devem agir como

concorrentes, mas como aliados em nome dos interesses coletivos dos 54 municípios. Nesta linha de pensamento, o deputado Ed Thomas estabelece pronunciamento na Assembléia Legislativa para enaltecer o potencia l da região da Nova Alta Paulista e elogia a realização da ´´mais bela festa do interior paulista“ que é a Aceruva, este ano realizada em sua nona edição juntamente com 33ª Exposição Agropecuária e Industrial, de 6 a 14 de outubro. Eventos de fomento à economia que nestas edições oferecem notável programação de shows – com João Paulo e Ricardo, Tradição, Mayck e Lyan, Titãs e Mattos Nascimento – e outras atrações como motocross, rodeio, leilão beneficente, escolha da rainha e parque de diversões. Para Ed Thomas é mui-

to importante que a comunidade organizada e o poder público – hoje representado pelo prefeito Osmar Pinato - promovam a Aceruva e a Expo, como eventos enaltecedores e estimuladores da produção econômica sustentada pelo agronegócio. É defensor do desenvolvimento sustentável, com a diversificação de culturas e especialmente a prática da agricultura familiar – atividade que mantém o homem no campo. Também defende a expansão da agroindústria sucroalcooleira, com o entendimento de que existe espaço para a cana e outras culturas, como é o caso da acerola em que a região da Nova Paulista se qualifica como a maior produtora do Estado de São Paulo e a terceira principal do Brasil. (informe)

Abastecendo nos postos Max Center e Centro você poderá ganhar um carro O Km.

Compre em Junqueirópolis e concorra a um Carro OKm


Especial da Aceruva 2007  

Caderno Especial do Jornal A Notícia, de Junqueirópolis/SP, veiculado na Aceruva 2007 - 9ª edição da Festa da Acerola e da Uva (outubro de 2...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you