Page 1

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SME DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE GUAIANASES EMEF “VER. ANNA LAMBERGA ZÉGLIO”

PROJETO ALUNO MONITOR - 2013 Pauta para o 1º Encontro Introdução: Texto para refletir... Segundo José Ángel Valente (1993): “Para a implantação de recursos tecnológicos de forma eficaz na educação são necessários quatro ingredientes básicos: o computador, o software educativo, o professor capacitado para usar o computador como meio educacional e o aluno”. Na educação não é diferente o computador se faz presente, a busca por informações tornouse mais rápida e prática. Adaptar uma cultura escolar no mundo ao seu redor é fator principal para favorecer uma educação voltada para o desenvolvimento científico, tecnológico e humano. A educação, na atualidade está sendo direcionada para um tipo de conhecimento que permita independência dos indivíduos. Apresentação do Projeto Aluno-Monitor: O Projeto Aluno-Monitor é um programa que “visa atender às novas exigências da sociedade da informação e da comunicação, uma vez que contribui para o desenvolvimento das competências tecnológicas básicas necessárias à inclusão do aluno no universo digital e para o aprofundamento de conhecimentos anteriormente adquiridos”. (Portaria 1997/09) Objetivos do Aluno-Monitor: - Conhecer e dominar o uso das ferramentas tecnológicas (áudio e vídeo, comunicação e informação) - Desenvolver o protagonismo infanto-juvenil; - Formar alunos que auxiliem, desenvolvam e criem projetos na escola; - Ter contato com a área jornalística integrando com o Projeto de Comunicação; - Melhorar a convivência ente alunos e professores através da cooperação e respeito mútuos, integrar os diferentes períodos; - Abrir canais de comunicação e divulgação dos trabalhos e atividades da escola com o mundo virtual, através de Blogs, Redes Sociais e ambientes colaborativos. Atuação do Aluno-Monitor Conforme a Portaria 1997/09: Art. 3º - A atuação do aluno-monitor ocorrerá: I – no Laboratório de Informática Educativa, com uma classe de alunos em cada horário, e obrigatoriamente com a presença do POIE ou Professor regente ou um educador da Unidade Escolar; II – nos diferentes espaços escolares para desenvolvimento de propostas com uso de mídias e de projetos de comunicação, que envolvam equipamentos ou programas de áudio.


Requisitos para participar do Aluno Monitor Conforme a Portaria 1997/09: Art. 4º - O candidato a aluno-monitor deverá apresentar os seguintes requisitos: I – estar matriculado no Ensino Fundamental, no 4º ano/termo do Ciclo I ou no Ciclo II, ou no Ensino Médio; II – identificar-se com a proposta do Programa Aluno-Monitor; III – ter familiaridade com tecnologias; IV – comprometer-se a desenvolver monitoria voluntária na escola, fora do seu horário regular de aulas, como colaborador nas ações desenvolvidas nos Laboratórios de Informática Educativa, no uso de mídias nos diferentes espaços escolares e projetos de comunicação que envolvam equipamentos ou programas de áudio; V – ter disponibilidade de tempo e meios para participação no curso de formação continuada e grupos de estudo e para desenvolver ações como aluno-monitor na Unidade Escolar, em dias e horários pré-estabelecidos, de acordo com a necessidade da UE; VI – ter bom nível de relacionamento com educadores e demais alunos da UE; VII – ter facilidade para desenvolver trabalho em grupo e respeitar normas e regras; VIII – ser organizado e conseguir gerenciar o tempo para seu estudo e para acompanhamento do Programa. Metodologia: A formação dos Alunos Monitores seguirá as recomendações da Portaria 1997/09: “III - estabelecer critérios com o grupo de alunos monitores, em relação ao seu papel, postura ética e definição das formas de participação e intervenção do Poie, do professor regente e do alunomonitor;” “IV - promover formação continuada dos alunos-monitores em reuniões de grupo de estudos para exploração e avaliação de “sites”, elaboração de propostas, encaminhamentos e avaliação da sistemática do processo;” “V - orientar o uso e avaliação de novos programas, novas tecnologias e “softwares”; I - conteúdos dos programas e “softwares” que compõem a estrutura dos laboratórios da rede, com desenvolvimento de projetos; II - formação para metodologia da atuação do aluno-monitor: a) definição de papéis: do alunomonitor, do professor orientador de informática educativa (Poie) e do professor regente de classe; b) ética nas relações; c) aprendizagens em ambientes colaborativos; d) trabalho em grupo; e) responsabilidades e compromissos com a proposta do Programa Aluno-Monitor. Avaliação A avaliação dos alunos monitores obedecerá ao que rege a portaria do programa: Art. 6º - Serão condições para a permanência do aluno-monitor no Programa: I - ser aluno assíduo no horário regular de suas aulas e na atuação como monitor; II - apresentar em todas as áreas do conhecimento/disciplinas o nível de desempenho escolar expresso no conceito “S” – Satisfatório ou “P” - Plenamente Satisfatório; III - participar das reuniões específicas de grupo de estudos e avaliação do programa.


E ainda: - Manter um bom relacionamento com os colegas da monitoria, com os professores e equipe de gestão da escola e com os alunos atendidos, desenvolvendo as propostas do projeto. Considerações Finais: “É por meio da educação que podemos atravessar fronteiras construindo um mundo melhor, apenas precisamos conciliar nossa educação a tecnologia.” (Autor desconhecido)

Professores Responsáveis:

Profº. Natanael Bispo de Souza Profª. Ibelise de Sousa

Aluno Monitor 2013  

Diretrizes para desenvolvimento do projeto aluno Monitor 2013 na EMEF Ver. Anna Lamberga Zéglio.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you