2 minute read

1 Manual prático para lidar com a depressão

Anissis Moura Ramos

Uma Introdução

Cada vez mais se fala em depressão, diz-se que é o mal do século e, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão deve se tornar a doença mais comum do mundo, afetando mais pessoas do que qualquer outro problema de saúde, incluindo câncer e doenças cardíacas.

Estudos apontam que a depressão está entre as dez mais importantes causas que impedem os indivíduos de exercerem suas atividades profissionais. A tendência é que o número de casos aumente nos próximos anos em relação a outras épocas.

Frente a estes dados, surge, o questionamento do que poderia estar provocando o aumento expressivo de pessoas depressivas. As pessoas tentam encontrar respostas sobre os questionamentos que fazem em relação ao seu quadro depressivo, mas não encontram. Buscam soluções mágicas que retirem o desconforto que sentem e se frustram ao não encontrar. Outros têm vergonha de dizerem ou de assumirem que estão depressivos e optam por sofrerem sozinhos, tentam encontrar a saída para o problema sem buscarem ajuda.

Percebendo tudo isto e vendo o aumento do índice, de depressão em nossa sociedade, optei por escrever este Manual que ajudará as pessoas a encontrarem respostas aos seus questionamentos e, quiçá, estimulará a busca ajuda de um profissional a fim de aliviar o desconforto vivido.

A ideia é mostrar que a depressão, apesar de estar enquadrada dentro dos transtornos mentais, é uma doença tão comum como a pneumonia, a úlcera, a artrite reumatoide, o cálculo renal ou o cálculo de vesícula, entre outras. A diferença é que as doenças orgânicas são vistas e compreendidas de uma forma bem diferente de quando o problema é emocional e/ou psicológico.

A depressão é uma realidade do mundo moderno e temos que saber lidar com ela da mesma forma como lidamos com as outras doenças: sem preconceito, com naturalidade. Assim como o pneumologista trata das doenças do pulmão, o cardiologista das doenças do coração, o psicólogo e o psiquiatra tratam as questões da psique e do comportamento. Portanto, deixar o preconceito de lado e buscar por informação (sobre depressão), até mesmo para poder ajudar aquele conhecido que está a sua volta e que sofre deste mal, é primordial.

Alterações na produção de neurotransmissores podem causar a depressão.

Nesse caso, a medicação é fundamental.