Issuu on Google+




Introdução Regulamento Participantes Galeria Vencedores Critério do Júri Dia da Entrega dos Prémios Ficha Técnica



3 4 5 6 10 12 13 15


Introdução O Concurso de Presépios 2010 – Concebido como um projecto experimental circunscrito à freguesia da Quinta do Conde, objectiva o estímulo à criatividade, o arreigar do tradicionalismo natalício das populações precedentes no espírito da salvaguarda da nossa identidade cultural, social e religiosa. Procura-se fomentar e divulgar a visão plurilinguísta deste universo tão vasto que é a vivência do indivíduo na sociedade a sua forma cognitiva, daí, resultando a exteriorização e materialização imagética do objecto, motivo de concurso. Convém salientar o carácter didáctico, criativo e lúdico.




1. O 1.º Concurso de Presépios da Quinta do Conde, adiante designado por Concurso, é organizado pela Junta de Freguesia da Quinta do Conde com o apoio da Paróquia da Quinta do Conde; 2. As inscrições para a participação no Concurso estão abertas até 15 de Dezembro e os presépios devem estar expostos ao público de 20 de Dezembro de 2010 a 6 de Janeiro de 2011, podendo concorrer particulares, associações, escolas, entidades públicas e privadas, designadamente estabelecimentos comerciais; 3. Na ficha de inscrição o concorrente deverá caracterizar sinteticamente o seu projecto e identificar o local e horários de acesso público à sua observação; 4. Tendo em conta o regime experimental desta primeira iniciativa, a Organização deixa ao livre arbítrio dos concorrentes a área do presépio, sendo contudo privilegiadas a harmonia dos mesmos, a tradicionalidade e a presença das figuras de José, Maria, Menino Jesus, Reis Magos, Pastores, Anjos, Estrela e Estábulo; 5. Serão atribuídos troféus aos três primeiros classificados de cada um dos escalões de “Particulares”, “Associações”, “Escolas” e “Estabelecimentos Comerciais” e, sem prejuízo de outras distinções, serão atribuídos diplomas de participação a todos os concorrentes. 6. O Júri do Concurso, a quem cabe a resolução de situações omissas no presente regulamento e de cujas deliberações não haverá recurso, é nomeado pela Junta de Freguesia da Quinta do Conde e deverá conter um elemento escolhido pela Junta, um elemento indicado pela Paróquia da Quinta do Conde, um elemento indicado pelos Agrupamentos de Escolas da Quinta do Conde, um elemento indicado pelas associações da Quinta do Conde e outro elemento indicado pelos comerciantes da Quinta do Conde. Quinta do Conde, 3 de Novembro de 2010. A Junta de Freguesia



Regulamento

Enquanto estímulo à criatividade e à promoção do conhecimento pelas tradições, a Junta de Freguesia da Quinta do Conde promove o 1.º Concurso de Presépios da Quinta do Conde, de tema livre, que se rege pelas normas seguintes:


Anime - Projecto de Animação e Formação APPACDM de Setúbal - CSE APPACDM de Setúbal - CSE (Turma C, Sala 9) Associação PIPA - Projecto de Inclusão pela Arte Centro Comunitário da Quinta do Conde - Centro de Dia Centro Comunitário da Quinta do Conde - Centro Infantil CNE - Agrupamento 718 Fundo de Apoio Social de Cabo-Verdianos em Portugal GRES Batuque do Conde Grupo Desportivo e Cultural do Casal do Sapo Grupo Desportivo e Cultural do Conde 2 Igreja de Nossa Senhora da Esperança Igreja de Nossa Senhora da Esperança “Grupo de Jovens” Loja Ond@Jovem da Quinta do Conde União Desportiva e Recreativa da Quinta do Conde Escola Básica Integrada da Quinta do Conde Escola Básica Integrada da Boa Água Pré-escolar da Escola Básica Integrada da Quinta do Conde Farmácia Bio-Latina, Lda. Farmácia da Quinta do Conde Multiconde, Lda.



Participantes

Anabela Varela Marques Fonseca Bernardino Barreiros Mota Carlos Manuel Pires Teixeira Idalina Ferreira V. S. Barros João Ferreira João Maria Azevedo Fialho Maria do Rosário Ferreira Maria Manuela do Rosário Marrafa Geraldes Paula Cristina dos Reis Nunes Alfaro Halia Gaspar/ Filomena Agapito


Galeria




Galeria




Galeria




Galeria




1.º Igreja Nossa Senhora da Esperança 2.º Centro Comunitário da Quinta do Conde 3.º Grupo de Jovens da Igreja de Nossa Senhora da Esperança

1.º Escola Básica Integrada da Quinta do Conde 2.º Escola Básica Integrada da Boa Água 3.º Pré-Escolar da Escola Básica Integrada da Quinta do Conde

1.º Multiconde 2.º Farmácia Bio-Latina 3.º Farmácia da Quinta do Conde

10

Vencedores

1.º Anabela Varela Marques Fonseca 2.º Paula Cristina Nunes Alfaro 3.º Bernardino Barreiros Mota


1. 2. 3. 4. 5.

Originalidade Harmonia Tradicionalidade Estética Criatividade

Constituição do Júri e Entidade Representada Constituído em número de cinco elementos como consta do regulamento do Concurso de Presépios da Quinta do Conde 2010: 1. 2. 3. 4. 5.

António Mestre Lopes - Junta de freguesia da Quinta do Conde Armindo Alberto Silva Encantado – Comerciantes locais Carlos Alberto Ezequiel da Costa – Paróquia da Quinta do Conde Marina Fátima (Artista Pintora) – Associações da Quinta do Conde (Ausência justificada) – Agrupamentos das Escolas da Quinta do Conde

11

Critério do Júri

Nesta análise foi tida em conta pelo júri seleccionado, a natureza do objecto representado, concebido em materiais recicláveis e perecíveis numa visão pedagógica de consciencialização e sensibilização: “Protecção à Natureza” bem como a diminuição do consumismo. Privilegiou-se a estética do objecto pela harmonia entre as partes, pelos elementos iconográficos apresentados, bem como, o seu trabalho manual e tempo de construção. Para um juízo de valor coerente e uniforme do objecto de análise o Júri, constituído em número de quatro (pela ausência do quinto elemento - representante do Agrupamento das Escolas) e na pessoa do Digníssimo Presidente da Junta de Freguesia da Quinta do Conde o Exmo. Senhor Vítor Ribeiro Antunes, deu-se início a uma reunião agendada para o propósito. Resultando, daí, uma grelha de cinco critérios de análise que passamos a elencar:


Tendo este Concurso de Presépios na Quinta do Conde - 2010, um carácter experimental e primeiro, o júri anteriormente descrito, redige um parecer positivo: 1. Ao número de obras apresentadas a concurso, foram catalogadas trinta e uma obras; 2. Pela capacidade de execução dentro do prazo estipulado a regulamento;

3. Pela diversidade plástica; 4. Utilização de materiais recicláveis (esferovite, papelão, garrafas de plástico, tampas, copos de yogurt, entre outros); 5. Utilização de materiais perecíveis e da natureza (rolos de papel higiénico, caixas de papelão, barro, musgo, pedras, entre outros); 6. Trabalho manual (moldagem, costura, instalação, entre outros); 7. Criatividade Universalidade das idades apresentadas dos produtores do objecto a concurso, registando com apreço a aplicação denotada nos concorrentes de idades mais avançadas (Instituição Centro Comunitário - Centro de Dia - da Quinta do Conde no escalão “Associações”, por entre outros), bem como no escalão dos “Particulares” caso de D.ª Hália Gaspar, por entre outros. No universo dos jovens, pela intervenção plástica dos “pequeninos” (Centro Infantil pertença do Centro Comunitário da Quinta do Conde), bem como do estrato etário estudantil das escolas inscritas. A título conclusivo, os membros do Júri, acreditam que esta iniciativa primeira da Junta de Freguesia da Quinta do Conde, será num futuro próximo mais uma iniciativa consolidada de laços de carinho e confiança entre a população Quinta Condense e os seus órgãos de Freguesia. Cabe-nos, elementos do Júri, agradecer à Junta de Freguesia na Sua pessoa o Digníssimo Presidente de Freguesia o Exmo. Senhor Vítor Ribeiro Antunes e seus membros legalmente eleitos aos órgãos por esta iniciativa Cultural. Por último, cabe-nos, agradecer à população da Quinta do Conde pela sua pronta e sempre interventiva participação.

12

Critério do Júri

Relatório


13

Dia da Entrega dos Prémios

Decorreu dia 8 de Janeiro na União Desportiva e Recreativa a “Festa dos Reis Magos”, evento organizado pela Junta de Freguesia durante o qual foram entregues os prémios do 1.º Concurso de Presépios da Quinta do Conde que registou 31 inscritos. A animação da Festa dos Reis Magos coube à Anacruza Band e ao Grupo Musical Raízes do Alentejo e antes da entrega dos prémios do Concurso de Presépios registaram-se intervenções do Presidente da Junta de Freguesia, Vítor Antunes; do Pároco da Quinta do Conde, Padre Júlio Vale e da vice-presidente da Câmara Municipal, Dra. Felícia Costa. Disse Vítor Antunes: “A Junta de Freguesia está empenhada na promoção da Quinta do Conde e isso faz-se também com iniciativas desta natureza. Na verdade, apesar das dificuldades económicas anunciadas e observadas, é notória a aposta em actividades que envolvam as pessoas e as entidades, bem como na formação dos agentes do movimento associativo.” O Padre Júlio Vale afirmou: “Acarinhei a iniciativa desde o momento em dela me deu conhecimento o senhor presidente da Junta de Freguesia. A Quinta do Conde é uma terra de gente boa e iniciativas destas, para as pessoas, são bem-vindas e contam com o apoio da Paróquia.” E por fim, Felícia Costa: “O Concurso de Presépios serviu também para estimular o reforço da identidade local. Enquanto quintacondense, e sinto orgulho em pertencer a esta terra, fico contente quando observo iniciativas como estas e a oportunidade de assistir a apresentações como esta dos jovens músicos da Banda dirigida pela Andreia Pereira.”


Excerto do discurso do Senhor Presidente da Junta de Freguesia da Quinta do Conde.

14

Dia da Entrega dos Prémios

Enquanto estímulo à criatividade e à promoção do conhecimento pelas tradições, a Junta de Freguesia, apoiada pela Paróquia da Quinta do Conde promoveu o 1.º Concurso de Presépios, evento que hoje culmina com a entrega dos prémios. Estamos gratos a todos quantos colaboraram com esta iniciativa, designadamente as pessoas e entidades concorrentes, aos membros do Júri, à União Desportiva e Recreativa pela cedência das instalações para esta festa, bem como aos animadores, a Anacruza Band e o Grupo Musical Raízes do Alentejo. Os ensinamentos que recolhemos desta iniciativa serão colocados em prática no final deste ano quando levarmos por diante a segunda edição deste concurso. A Junta de Freguesia está empenhada na promoção da Quinta do Conde e isso faz-se também com iniciativas desta natureza. Na verdade, apesar das dificuldades económicas anunciadas e observadas, é notória a aposta em actividades que envolvam as pessoas e as entidades, bem como na formação dos agentes do movimento associativo.


Projeto Autoria - Junta de Freguesia da Quinta do Conde Apoio - Paróquia da Quinta do Conde

© Animepaf 2011

Ficha Técnica Coordenação editorial - Paulo Pires Fotografia: ZÉDAPAULA e Arquivo Anime Grafismo: Fernando Pinto ISBN: 978-989-96098-5-3

15


Presepios da Vila 2010