Page 1




Coloca as palavras que se encontram abaixo do quadro nos lugares certos.

Put the words below the board in the right places.

: interculturalidade; serviรงo; pessoas; atitude; projecto; feliz. : dialogue; friendship; tolerance; integration; helpful; routine; european; lifetime; travel; volunteer; free; language.







Olá! Hello! Bem vindo a Bordo!/ Wellcome a board! Se recebeste este manual é porque iniciaste agora o teu o projecto de voluntariado europeu! Este livro de auto-gestão irá ajudar-te a responder aos diversos desafios que encontrarás. O objectivo é criares o guia de acordo com as expectativas, experiências e conquistas de desenvolvimento pessoal que estabeleceres para ti próprio. Boa sorte para o teu projecto SVE, que ele se transforme exactamente no que desejares. If you received this manual it’s because you’ve just started your EVS project! This self-management book will help you to answer several challengs you’ll be facing ahead. The goal is to build this guide according to the expectations, experiences and personal development conquests that you’ll establish for yourself. Good luck to you in your EVS project, that will transforme itself into what you’ll desire.




Passaport Passport

6 .......... 4 tion .......... ra a p re 8 P . • .. .. Preparação g point .... ida • Startin rt a p e .......... 10 d to n Po ................ n io ct e fl e R Reflexão •

1. Be You

A minha foto My photo




Preparação/ Preparation

Q

W

A

T

uando nos dispomos a investir o nosso tempo num projecto pessoal de voluntariado, os nossos objectivos iniciais podem ser confusos. primeira tarefa para conheceres os teus objectivos é enumerá-los e validar a sua realização através de um projecto SVE.

Porque é que eu quero realizar este projecto de voluntariado?/ Why do I want to do this voluntary project? Razão N.º 1/ Reason #1:

hen we invest our time in a personal project such as an EVS, sometimes our initial goals are a little bit messy and even incongruents. he first fundamental task to know your personal goals and validate them as reasonable is to enumerate them and explain the reasons that suport their fullfillment through an EVS project.

Em que medida o SVE é o projecto certo?/ In what way is the EVS the right project?

Razão N.º 2/ Reason #2:

Razão N.º 3/ Reason #3:

Razão N.º 4/ Reason #4:

As razões que poderão não estar tão bem alinhadas com o projecto SVE não deverão ser obstáculos à realização plena desta experiência de vida única e desafiante.

The reasons that could be not so aligned with an EVS project shouldn’t get in the way of full experiencing this life challenging process.

Posso realizá-las através de somente investimento pessoal durante o projecto?/ them only by investing my time and effort during the project? �



Como poderei desenvolvê-las no futuro?/ How can I develop them in the future?

Can I fulfill


Dear Volunteer, I think I know exactly how you are feeling at the moment. Everything is new, you’re confused because you don’t know even a word of portuguese and people expect that you understand them. When I arrived it was the same. A great chaos in my head. I was always thinking “This is not real, I am not in Portugal, I am still in my home country with my family and my friends. But the On Arrival Training just a few days after I arrived helped me a lot to arrive also mentally in Portugal. I met other people who where in thesame situation like me and we had a lot of fun. That’s important not to feel lonely in the first days. Perhaps you are afraid of how it will be to work in your roject. In fact, I was. But even if the project is not what you expected it is not the only thing what is EVS. It is experience every day. It is getting to know other people. And you will have friends very quickly like me. The most important thing is to enjoy your year or just half a year. Because, one thing after 8 mounths in Portugal I can say: I love this country and its people. To me they were always friendly and it was the best decision I’ve ever made to do EVS. And be careful: the time abroad changes you. Perhaps not so much like me but I am sure. it will change you. At the end, before you’re getting bored of my letter I can only say one thing, a phrase of Paulo; “Be you, be free, be happy (Maybe I am wrong)”

Beijinhos Hanne




Preparação/ Preparation

Como m e enquan vejo eu to volu ntário? How do I as a Vo see myself lunteer ? Características de um verdadeiro voluntário/ Caracteristics of a true volunteer:

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. Quais os aspectos que eu tenho mais fortes? (Coloca um + ou um – em frente das características acima referidas/ Which characteristics do I strongly possess? (Put a + or – in front of the caracteristics above). Como poderei capitalizar os meus pontos fortes de forma a diminuir o impacto dos pontos menos fortes?/ How can I strenghten my stronger points in order to diminuish the impact of my weak points?




“Olá!!” Chamo-me Elena, sou italiana e estou a fazer o meu EVS em Moura, uma linda vila no Baixo Alentejo. Estou a gostar muito do meu projecto e penso que esta experiência é uma da coisas que de melhor pode acontecer. Moura é perdida no canto do mundo, não há muitos meios de transporte para sair e a vida é muito tranquila! Mas igualmente estou a aproveitar cada momento da minha vida. Aqui aprendi o que significa a solidão e a buscar o tempo que cada um precisa, para viver da melhor maneira! Aproveita este tempo, longe da tua terra, da tua cultura e da tua família para descobrir novas coisas sobre ti, coisa que não imaginava, conhece o mais que puderes acerca de Portugal, da sua cultura e transforma este tempo numa experiência que te acrescenta, que te transforma e te torna numa pessoa melhor e cheia de vida! Viaja e descobre o mais que puderes sobre este mundo tão lindo! Um pensamento feliz para a tua experiência SVE. Elena




Ponto de partida/ Starting point

Aprender • Learning Que conhecimentos e capacidades já desenvolvi?/ What knowledge and skills have I already developed? Educação formal/ Formal education

Educação não formal/ Non formal education

Educação informal/ Informal Education

Com amigos/ With friends

Com a família/ With family

Outros/ Other

10

Como utilizarei no meu SVE?/ How do I use it in my EVS?


Querido/a voluntário/a I would like to write 3 things which I think are the most important out of what I learned here: - your project it is NOT your EVS project, it is your LIFE here, it is a shelter, which gives u maybe first or last time so much TIME for U! - Don’t plan to much, everything that has to happen, it will! - All people u’ll meet are there for a reason - u should look at them as they are your mirror.

Bjs, have fun, good luck!

Kasca

11


Reflexão/ Reflection

Para aplicar uma capacidade que requisitos necessito ver satisfeitos?/ To apply a skill

E quais estão exclusivamente dependentes de mim?/ Which one of them are

what conditions must I see garanteed?

exclusively dependent on me?

Alguns desses requisitos estarão dependentes de outros?/ Some of the conditions are dependent of others?

Estratégias para combater bloqueios de aplicação e desenvolvimento de capacidades e competências durante o projecto EVS/ Fighting strategies to face capacity and competence application and development blocking during the EVS project:

1 2

Combater as ideias que trabalham contra o resultado pretendido./ To fight ideas that work against the desired outcome.

Ser pró-activo e defender as suas ideias e a necessidade do mínimo de meios para o realizar./ To be proactive and defent my own ideas and the need for obtaining the minimum of means to accomplish them.

3 4 5 6 7

Ser criativo e ultrapassar a falta de recursos ou suporte./ To be creative and overcome the lack of resources and support.

12


BEM-VINDO/A! aqui em Portugal...

Olááá! eu sou Olivia, uma rapariga da Áustria com 19 anos. Estou mesmo a gostar do tempo aqui, é um a experiência incrível - desejo-te que vias gostar também. Claro, no início parece difícil, não conheces ninguém, não falas a língua, mas tens de dar-lhe um jeito, passa este tempo com muita motivação para aprender e muita confiança e depois vai correr tudo bem. É uma experiência rica de emoções, novos conhecimentos, novas características e pessoas. Abre-te um bocado, tem vontade de fazer esta experiência e tu vais aprender muito. Não vias só conhecer nova gente, mas como também vais conhecer novas partes de ti. Não sei como irá correr o teu projecto, nalguns precisas de mais força, porque são difíceis, mas esta experiência vale realmente a pena! Eu sei, estou a falar muito entusiástica, mas para mim era (e ainda é) um tempo incrível aqui e estou muito feliz de ter tomado este desafio e também já estou a pensar em ficar ;) vamos ver. Espero que para ti vai ser uma experiência tão rica e boa tal como foi para mim e em momentos em que não te estejas a sentir bem, podes ler esta carta para te ajudar a ter confiança de novo. Eu também tive momentos em que me senti muito mal até chegar ao ponto de pensar em voltar para a Áustria. Mas foi só um momento que acabou por passar e também não quero trocar estas memórias tristes e melancólicas por nada, porque fazem parte da experiência daqui e me fazem pensar sobre as coisas para valorizar, para saber o que é realmente importante para mim na vida e de não só viver a grande vida, só festejar, > porque assim sentir-me-i a mais só existir do que viver. E realmente viver, faz-nos sentir muito melhor, realizar o tempo com todos os teus sentidos. Espero que entendas tudo no meu português, que ainda não é perfeito, claro, mas se a mensagem passa, tá tudo bom. Então, ������������������������������������������������������������� desejo-te um tempo muito feliz, uma experiência rica, de que podes levar muito para a tu vida também. Abraço/ Beijinhos Olivia

13


14 Notas/ Notes


......... ations ........ .... ct e p x e r u o .. Adjust y es ............ ectativas • to challeng g ...... in .. ct .. a Ajustar exp e n R o ti • rganiza esafios o d g a in r e st d o n h o ......... Resp at the nagement .. a Integration m • o ss çã re st ra g • My Inte ............. ão do stress • My freedom notes .. st e g a h in Am ade tos de liberd Apontamen

14 16 16 18 20

2. Be Free

: erdade é ib L a im Para m edom is: To me Fre

15


Ajustar expectativas/ Adjust your expectations

16

U

m dos processos mais importantes para melhorar o nosso bem-estar é o ajustar de expectativas.

O

ne of the best ways to improve our well-being is to adjust our expectations.

Vamos tentar fazer isso mesmo!

Let’s try to do exactly that!

Expectativa irreal/ Unreal expectations

Expectativa frustada/ Frustated expectations

Expectativa adiada/ Postpone expectations

Será possível?/ Is it really possible?

Será possível contornar obstáculos?/ Is it possible to satisfy it?

Qual é o prazo razoável para a realizar?/ What is the reasonable time to achieve it?

O que é possível?/ What is possible after all?

O que é possível?/ What is possible after all?

Qual é o meu plano de acção para garantir?/ What is my action plan to garantee?

C O

onseguiste relativizar as tuas expectativas? nosso sentimento de sucesso é mais viável assim.

Bom Trabalho!

C O

ould you relativize your expectations? ur feeling of success is just more viable this way.

Good Work!


Hey Brother or Sister! You have a “good” experience to live, but: •Don’t stress yourself •Accept the changes. Maybe it will be good for U. • Travel everyday, not only by train. by your dreams too, this is so important. •Listen to good music. Listen everyday all the things people say to you. Because you can learn all the moment. • And the most important: Smile everytime, never mind the circunstances, beacuse this is the key to success. So... enjoy and write me if you read this: “nashau@gmail.com” See you in the next party!

17


Responder a desafios/ Reacting to challenges

18

Integração • Integration at the Hosting Organization Recorda-te de um caso de sucesso em que tiveste que integrar um novo meio ou organização? Como foi?/ Remember one successful situation when you had to integrate a new group of organization? How was it?

O que da parte dos outros favoreceu a tua integração?/ What from others favoures your integration?

O que fizeste de diferente para conseguires fazer parte integrante do grupo?/ What have you done that made you become part of the group?

Substituição de perpecções negativas no primeiro contacto/ Substitution of negative perception during first contact making: “Eles são estranhos comigo.”/ “They are weard around me.”

Possivelmente sente-se ainda pouco à vontade./ It is possible that they’re feeling still just a little bit unseasy around me.

“Eles não falam comigo e apenas falam a sua própria língua”/ “They don’t talk to me, and they tend to talk their own language”

Eu também quase nunca início a conversa, nem explico quais as reais dificuldades que tenho com a língua./ I rarely start the conversation, and never explained the dificulties I have with the language.

“Eles começaram logo a estereotipar-me de acordo com a minha nacionalidade”/ “They started right way to stereotipe me considering my nacionality.”

É normal estereotipar logo no primeiro contacto, e não podemos levá-los a sério./ It’s normal to stereotipe during the first contact. We just can’t take them seriously.

Por vezes somos nós que criamos barreiras no conhecimento dos outros./ Sometimes we are the ones who create barriers for others to get to know us.


Olá, Olá! Estou a escrever uma carta para alguém que nem conheço e esta pessoa, que és tu, também não me conheces... Interessante. Bem vindo a Portugal! Primeiro, o que queria dizer para ti é muito simples... Chegaste a Portugal, agora sê Português! No sentido de ‘Take it easy...’ Se não gostas de alguma coisa de cá, tens de saber que ninguém vai mudar, nem o ambiente, nem o trabalho, nem as pessoas mudam. Por isso, torna-te um bocadinho português, sente o ‘feeling’ do país e tenta ser feliz. Não te preocupes com nada mais, só com a felicidade e o bem-estar. E nunca deixes ninguém magoar-te! Diverte-te! Stay Cool! Porque és tu que mudas e não o mundo. Be a good volunteer! Muitos beijinhos da chica, húngara, boa continuação para ti. Ps: Se receberes esta carta, manda-me um e-mail, para eu saber: orsolya.bn@gmail.com

19


A minha gestão do stress/ My stress management

N D

o dia a dia deparamo-nos com situações que nos incomodam e provocam ansiedade. e maneira a poder responder mais adequadamente, devemos começar por registar esses incidentes e reflectir sobre eles.

n a daily basis we encounter situations that stress and create anxiety. n order to respond and cope with the situation we should start to register the incidents and reflect on them.

Data/ Hora Date/ Time Evento causador de stress/ Stress causing event Quão eficiente está a ser o meu trabalho?/ How efficient is my work being? (0-10) Grau de Stress/ Stress level (0-10) Sintomas físicos durante o evento/ Physical symptoms felt during the event

Como lidei com o evento?/ How have you dealt with the event?

Posso reagir de outra forma?/ incident?

Can I react differently to the

Que pensamentos devo substituir?/ I replace?

20

O I

What thougths should


•YOU CAN FIND A GOOD OR A BAD PROJECT •YOU CAN LIVE IN A BORED OR FUNNY CITY •YOU CAN HAVE A GOOD OR A BAD TUTOR •YOU CAN HAVE A GREAT OR A BAD PLACE TO LIVE BUT YOU CAN CHANGE EVERYTHING! WITH YOUR SMILE AND YOUR ENERGY YOU HAVE THE POWER! YEAAHHH! ENJOY-ENJOY-ENJOY-ENJOY PS: IF YOU ARE ONE OF THE NEXT VOLUNTEER, REMEMBER THAT: I AM VERY JELOUS OF YOU! Até já!

21


22

Apontamentos de liberdade/ My freedom notes


Happyness (Quando foi?/ When was it?)

(Quando foi?/ When was it?)

(Quando foi?/ When was it?)

(Quando foi?/ When was it?)

Sadness

(Quando foi?/ When was it?)

...... 22 ................ .. .. .. .. .. .. g nnin ...... 23 E • EVS pla ................ V .. S .. .. to .. n .. e 25 .. m .. a .. ...... Plane .... gs to do .... genda ...... a in h T rm • e T s re id •M ....... 27 Afaze do projecto n .............. o io ti e a m lu a a v a e d erm ....... 28 Agen ................ erm • Mid T T .. .. id .. M .. .. o .. çã n atio Avalia ......... 29 • Final evalu ................ l .. a .. n .. fi .. o g çã in Avalia eal learn a letter for em real • R turo • Write fu o n Aprendizag ......... 30 ti ra rta pa ................ ca .. .. a .. m .. u .. e .. v .. Escre .......... ture .......... me in the fu

3. Be Happy

(Quando foi?/ When was it?)

23


Planeamento SVE/ EVS planning

O meu primeiro planeamento semanal/ My first week planning Semana/ Week: Segunda/ Monday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Terça/ Tuesday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Quarta/ Wednesday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Quinta/ Thrusday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Sexta/ Friday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Sábado/ Saturday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Domingo/ Sunday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Notas/ Notes: Após analisar a minha primeira agenda de voluntário, que gostaria de alterar?/ After analising my first volunteer schedule, what changes would I like to make?

• • • • •

24

• •


25

Afazeres/ Things to do:


Ciao! Vou-te deixar os dez mandamentos dos voluntários: 1- Não te queixes, é a vida! 2- Não te queixes, é só Portugal! 3- Não te queixes, é só burocracia portuguesa! 4- Fica aberto/a a qualquer coisa. 5- Ninguém te quer fazer mal! 6- Goza da cozinha! 7- Honra o tutor e a associação de acolhimento! 8- O dinheiro não é tudo, mas gasta bem o pouco que tens. 9- Partilha com os outros SVEs. 10- If you didn’t understand anything, there is only one thing you must do now: Study Portuguese! Ciao e in bocca al lupo!

26


Semana/ Week: Segunda/ Monday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Terça/ Tuesday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Quarta/ Wednesday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Quinta/ Thrusday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Sexta/ Friday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Sábado/ Saturday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Domingo/ Sunday Manhã/ Morning

Tarde/ Afternoon

Notas/ Notes: Que mudanças já conseguiste implementar?/ What changes could you implement already?

• •

Agenda a meio do projecto/ Mid Term agenda

Agenda a meio do projecto SVE/ EVS Mid-Term Agenda

Como está a tua agenda agora que estás exactamente a meio do projecto SVE?/ How about your schedule at mid-term?

• • Numa escala de 1 a 10, como te consideras satisfeito?/ How satisfied are you from 1 to 10?

2

3

5

6

8

9

27


RECOMENDATIONS: - Live the first (and every month) as it was the last. I have enjoyed and profit more this last weeks because I knew I have to return in a short time. Vive desde o primeiro mês como se fosse o último. - The people that you find here maybe would never be your friend. But these are the people that you have. Try to be close to them and enjoy the positive things they have. Conhece as pessoas que vivem contigo e que encontrarás aqui. Se calhar não serias o seu amigo no teu país, mas podem-te apoiar em muitas coisas e assim não te sentirás tão sozinho. - Enjoy your time here: visit places, travel, meet people, look for dancing (or painting, or theatre... or what you like), classes... Even in case, it won’t be the best moment of your life it will be ended and you will like having good memories, positive things to remember. Disfruta: viaja, conhece outras pessoas, faz aulas de algo de que gostes. Se as coisas não decorrem tão bem como querias, pelo menos tens coisas positivas que lembres. - Contact the volunteers, you’ll meet on the training. You could make friends and visit them later. Liga, escreve aos voluntários que conheceres cá e vai visitá-los.

28


PONTOS POSITIVOS/

PONTOS A MELHORAR/

ESTRATÉGIA DE ACÇÃO/

POSITIVE POINTS:

POINTS TO IMPROVE:

ACTION PLAN:

Impacto no nível de felicidade?/ Impact on hapiness level?

Impacto no nível de saúde?/ Impact on health level?

Impacto na vida social?/ Impact on social life?

Avaliação Mid Term/ Mid Term evaluation

Desafio: Procura avaliar o projecto até agora/ Challenge: Try to evaluate your EVS Project so far.

Impacto na auto-estima?/ Impact on self-esteem?

Impacto na realização pessoal?/ Impact in self-actualization?

29


Avaliação final/ Final evaluation

E qual é o saldo final?/ What is the final evaluation? PONTOS POSITIVOS/

PONTOS A MELHORAR/

ESTRATÉGIA DE ACÇÃO/

POSITIVE POINTS:

POINTS TO IMPROVE:

ACTION PLAN:

Impacto no nível de felicidade?/ Impact on hapiness level?

Impacto no nível de saúde?/ Impact on health level?

Impacto na vida social?/ Impact on social life?

Impacto na auto-estima?/ Impact on self-esteem?

30

(2 or 3 days to go)

Impacto na realização pessoal?/ Impact in self-actualization?


your learning achivements through EVS, sometimes their’re not technical but behavioral.

O que aprendi?/ What have I learned?

Como sou agora?/ How am I now?

O que de facto desenvolvi com o SVE?/ What have I develop trought EVS?

O que agora? consigo faz do now/ What can er I ?

Aprendizagem real/ Real learning

Procura validar as tuas aprendizagens no SVE, que nem sempre são técnicas mas comportamentos./ The task you should do right now is to validate

Outros/ Others

31


i para t a t r a c e uma etter Escrev o/ Write a l ur : no Fut n the future i u for yo

32


dep

oi s

do S

VE ?

... a

nd

afte r

.......... 32 ................ .. .. .. .. .. .. .. .... ......... 33 • My project ................................ o ct je ro p u O me ing ...... The beginn y experience O começo • Portugal • M ............................ 34 m e a ci n ê ri pe ........ ........... 35 A minha ex ................ .. .. .. .. .. .. ................ .. .. .. .. .. .. l .. a .. g .. u .. rt .. ...... in Po ............ 36 r .............. ................ e .. .. id p r S to • tu a e h ........... 38 Aran m th ncy letter .. • Letter fro e r g a to l tu a n o o d ci a Cart l • Na ............. 39 cia naciona ................ n .. ê .. g e a if a L d f o a m ........... 40 Cart ida • Triagra ................................ V a d a m ra Triag .......... Reflections Reflexões •

4. Projectos Futuros Future Projects

... e

EVS?

33


Longo prazo/ Long run (3 anos)/ In 3 years

Início/ Beginning

Fim/ End

Médio prazo/ Medium run (2 anos)/ In 2 years

Recursos que são necessários/ Resources needed

Intervalo de Tempo/ Time gap

Curto prazo/ Short run (1 ano)/ In a year

Neste momento tenta projectar as acções que irás realizar num futuro próximo./ Now try to Project your actions in a near future.

Objectivos a atingir/ Goals to achieve

Acções a realizar/ Actions to perform

O meu projecto/ My project

Agora estás preparado/a para desenhar o teu projecto futuro./ Now you’re prepared to design your future Project.

O meu projecto/ My project:

34

Que mudança fundamental ocorreu relativamente ao projecto de vida com o SVE?/ What radical change happen to your life project with EVS?


motivation to fulfill your personal project!

Motivação/ Motivation

0

10 20 25 30 40 50 60 70 75 80 90 100

O meu nível de motivação de 1 a 100% é?/ My motivation level from 1 to 100% is?

O começo/ The beginning

Agora só necessitas de muita energia e motivação para cumprires o teu projecto pessoal!/ The only thing you need right now is a lot of energy and

% Energia/ Energy

0

10 20 25 30 40 50 60 70 75 80 90 100

O meu nível de energia de 1 a 100% é?/ My energy level from 1 to 100% is?

%

35


36

Cu ltu r

A

oc k Sh l a

us dj

Me nt a

Ini ti a l

Acc e

Ho ne y

pt

EstĂĄgios e sintomas/ Stages and symptoms

Choque Cultural/ Cultural Shock

A minha experiĂŞncia em Portugal/ My experience in Portugal

m n oo

iod per ce an a nd

nt tme

la so lI

tion

Integration


37

Aranha/ Spider


Carta do tutor/ Letter from the tutor

38

Depois do rodopio dos emails enviados e recebidos, das respostas negativas dos projectos escolhidos, das conversas com a Organização de Envio, das conversas com os amigos, das conversas contigo próprio, depois do tornado de ideias e sonhos que te escondeu a certeza, eis que surge um projecto, num país longe ou perto da tua casa, com uma Língua enrolada ou desatada, eis que aparece o sim, o vamos a isso, o estamos à tua espera… e em poucas semanas estás noutro país. É agora neste preciso momento que tens a noção que o tempo passa depressa, tens tanta coisa que queres fazer antes de ir, tantas ideias para arrumar, perguntas são mais de mil. Fechas os olhos e nesse instante pensas numa coisa… A MOCHILA! Quando partes para uma aventura como o Serviço Voluntário Europeu, uma das maiores preocupações é o conteúdo da mochila. O que carregar no “saco” viajante? O que é que queres que te pese nos ombros? Então colocas muitos sonhos, um caderno para apontar sentimentos, uma caneta para escrever emoções, colocas coragem para viver noutro país, tolerância para aceitar as diferenças e solidariedade para seres mais humano, mas ainda tens espaço para mais uma coisa… o conhecimento. Vais observar uma cultura diferente, aprender uma nova Língua e interagir com os outros. É desta matéria que se fazem os voluntários! Estás pronto! Deste lado está uma pessoa e uma

Organização também ansiosas por te conhecer, que procuram acolher-te da melhor forma e proporcionar-te uma experiência única, onde não faltará o apoio pessoal, profissional e cultural. Ao lado desta Instituição estará o teu Tutor que será uma ligação, o fio condutor entre os teus deveres e direitos. Esta pessoa será responsável pelo esclarecimento das tuas dúvidas, pelos teus desabafos se assim desejares, pelas pequenas coisas do dia a dia e pelo teu papel. O Tutor será honesto e estará disponível para escutar-te e tentar resolver os “problemas” da tua nova vida. Em 10 anos como Tutor aprendi muitas coisas importantes, aprendi com todos os voluntários, trabalhei para e com eles, resolvi muitos conflitos e encaminhei ideias e saberes... Aconselho todos os voluntários que se aventurem nesta epopeia a ter na mochila um pouco de tolerância, nem sempre tudo é como se imagina. Por vezes a descrição do projecto não corresponde à realidade, por vezes os responsáveis não entendem as necessidades dos voluntários, por vezes tudo parece um tornado mas nestas alturas vais precisar de determinação para ultrapassares os obstáculos e para compreenderes o que realmente é ser voluntário noutro país. Aconselho-te a seres honesto e compreensivo e também te aconselho a não esperares a perfeição e a não fazeres uma tempestade num copo de água. Lembra-te que estás num país diferente, tens tudo o que precisas e ainda tens tempo e espaço para conheceres muitos lugares, pessoas e culturas. Podes encontrar ou não o projecto perfeito mas não deixas de conhecer, de saborear, de crescer culturalmente, porque isto é Ser Voluntário Europeu.


Não tenhas medo de errar. Arregaça as mangas, observa, aprende e terás uma experiência de vida única e feliz. É preciso que tenhas força e vontade e estas duas palavras reunidas fazem a diferença. O teu serviço é voluntário, não estás preso, apenas vens para aprender, para conhecer e saborear uma missão. Vais conhecer gente de todas as cores, vais provar bacalhau e ouvir fado e vais, com certeza, fazer novas amizades e ainda aprender uma nova Língua. Bem sei que esta será provavelmente a parte mais difícil: aprender o português é sem dúvida difícil mas não impossível e para falares é preciso Escutar, Estudar e Experimentar, esta “politica” dos três “E” aplica-se a todo o Serviço Voluntário Europeu.

A minha experiência como Tutor trouxeme muitos risos e lágrimas, mas este é um trabalho que adoro fazer. Ser Tutor, Mentor ou Supervisor, a palavra não importa se sublinharmos o apoio incondicional e o acompanhamento. É mais que ajudar, é integrar. Caro Voluntário, este texto é pouco para descrever ou para sublinhar as coisas realmente importantes no Serviço Voluntário Europeu, são apenas palavras juntas que querem designar uma experiência de vida. Não te esqueças da mochila e vem com espírito de aventureiro e com vontade de conhecer… Boa Sorte! Um Abraço José Carlos

39


Carta da agência nacional/ National agency Letter

40

Caro voluntário do SVE, Bem-vindo a Portugal! Bem-vindo ao SVE! Bem-vindo a esta grande oportunidade, a esta grande chance de dar um grande passo em frente, a possibilidade de contribuíres para as tuas crenças, a chance de fazer a diferença! A Agência Nacional Portuguesa para o Programa Juventude em Acção deseja-te um excelente período passado no nosso país, assim como um espectacular projecto SVE! O Serviço Voluntário Europeu está entre nós há sensivelmente 15 anos. Desde então, milhares de jovens tiveram a sorte de experimentar o que vocês se preparam para enfrentar: aprender uma nova língua, obter experiência profissional, fazer amigos, descoberta pessoal e muito mais! Isto será uma experiência em que as vossas vidas irão mudar! Podes contar com a equipa da Agência Nacional como um amigo! Bem-vindo e diverte-te!

Dear EVS volunteer, Welcome to Portugal! And welcome to EVS! Welcome to this great opportunity, this great chance to take little or huge step ahead, the chance to contribute to your beliefs, the chance to make a difference! Portuguese National Agency for Youth in Action Programme wishes you a great time in our country and an amazing EVS project! EVS has been here with us for around 15 years. Since then thousands of young people had the chance you are having now: learning a new language, getting professional experience, making friends, self development and much more! This will be a life changing experience! Count on Portuguese NA as a partner! So once more, welcome and have fun!

Rua de Santa Margarida, n.º 6 4710-306 Braga - Portugal E-mail: geral@juventude.pt Telefone: +351 253 204 260 Fax: +351 253 204 269 Pompeu Miguel Martins Director da Agência Gabriela Salgado Acção 2 e Youthpass gabriela.salgado@juventude.pt Rosa Ferreira Acção 2 rosa.ferreira@juventude.pt João Vilaça Acção 2 Informação joao.vilaca@juventude.pt


41

Triagrama da Vida/ Triagram of Life


42 Reflex천es/ Reflections


Obrigado!

A todos os voluntários que partilharam connosco esta aventura desde 1998.

Thank you!

To all volunteers that shared with us this adventure since 1998.

Junta-te a nós!

e partilha as tuas experiências neste guia em:

Join us!

and share your experiences in this guide on:

BeYouBeHappyBeFree! page

Ficha Técnica: Editor: Anime - Projecto de Animação e Formação 1.ª edição: 2010 - Quinta do Conde Coordenação do projecto: Paulo Pires Rato Textos originais: Paulo Pires Rato e Liliana Dias Revisão de texto: Ana Castro Pereira Ilustração e grafismo: Fernando Neto Pinto Copyright© Animepaf Tiragem: 100 exemplares Impressão: Graficonde - Empresa Gráfica Lda. ISBN: 978-989-96098-4-6 Depósito Legal: 320769/10

www.animepaf.org

43 © Reservados todos os direitos de publicação em Português e da tradução para todas as línguas. Proibida a reprodução ou transcrição de qualquer parte do texto e imagem por qualquer meio, mecânico ou electrónico, incluindo, fotocópia, sem o consentimento do editor.


44

BeYou BeHappy BeFree  

EVS Guide for volunteers around the Europe

BeYou BeHappy BeFree  

EVS Guide for volunteers around the Europe

Advertisement