Issuu on Google+

· Nº08 · 2012

Edição Especial Life & Style ANO IV - SÉRIE II REVISTA Nº08 - 2012 — ISSN 1647-3574

aline frazão

Este é um tempo novo O talento e a voz da mais promissora cantora angolana


EDITORIAL

www.comunicare.pt Angola

Rua Rainha Ginga, nº 228 – 2º andar Mutamba – Luanda TEL 923 416 175 / 923 602 924 Portugal Parque Tecnológico Inova.Gaia Avenida Manuel Violas, nº 476 – Sala 21 4410-136 São Félix da Marinha Vila Nova de Gaia TEL 00 351 222 431 902

Assinaturas de charme

www.revistaangolain.com Diretor Geral Daniel Mota

danielmota@comunicare.pt Direção Editorial Manuela Bártolo

manuelabartolo@comunicare.pt Direção de Research ANGOLA - Lisete Pote

lisetepote@comunicare.pt

PORTUGAL - Jorge Saboga

jorgesaboga@comunicare.pt

Coordenador de Projetos Especiais Tiago Vidal Pinheiro Coordenação Editorial Patrícia Alves Tavares

patriciatavares@comunicare.pt Gestão de Conteúdos Life & Style Carla Marques Redação Carla Marques Arte Bruno Tavares · Patrícia Ferreira

design@comunicare.pt Fotografia Marco Torre Shutterstock

Serviços Administrativos e Agenda Patrícia Silva

agenda@revistaangolain.com Publicidade

Interpublishing Rua Sanches Coelho, nº 03 – 10º andar 1600-201 Lisboa Tlf:. 00 351 217 937 205 Impressão Peres-Soctip Indústrias Gráficas S.A Distribuição Green Line Tiragem 10.000 exemplares

de sconto

30% ASSINE JÁ

s atu4r3a 1 902 Ass0in 2 2 in .com 2 1 5 3 angola

!

TEL: 0 ras@revista tu assina s - 42 € número 12 € o 1 an ros - 84 e m s 24 nú 2 ano

30€ 60€

— ISSN 1647-3574 DEPÓSITO LEGAL Nº 297695/09 — Interdita a reprodução, mesmo que parcial, de textos, fotografias e ilustrações, sob quaisquer meios e para quaisquer fins, inclusive comerciais

Esta revista utiliza papel produzido e impresso por empresa certificada segundo a norma ISO 9001:2000 (Certificação do Sistema de Gestão da Qualidade)

Há um rosto sereno onde mil batalhas se travam, uma juventude que as palavras maduras não conseguem esconder, um sorriso antes da voz, essa voz que canta, encanta, seduz e nos faz acreditar que o divino afinal pode estar numa cantiga, num “Rascunho” que se cola à “Boca de Angola”. Aline Frazão é a capa deste mês. Nasceu em Angola, mas tem feito do mundo o seu palco, um lugar de eleição para levar a sua música, as suas palavras e essas raízes que nunca se separam desse continente negro onde as vozes saem do coração da selva para o coração de cada ser humano. Irreverente, lutadora, destemida, esta menina de cabelos revoltos e riso aberto leva o seu “olhar adiante”, enquanto canta: “O caminho é longo, mas eu sou caminhante. Meu olhar só sabe olhar adiante”. Com uma voz banhada de mel, Aline Frazão é muito mais do que uma menina de cara bonita que solta “no ar uma melodia”, que deixa “sentir na pele a maresia”. Ela é mulher, é oxi (terra) onde o imbondeiro cresce, kazumbi (espírito) que dança nos olhares sonhadores de todos nós e nessa força que desponta na vida de cada canção. É também grito que ecoa e lembra: “Jukulumesu, meu povo. É um tempo novo. Já deu: uma nova geração nasceu!” No seu jeito tão próprio de ser encarnou os vestidos que a estilista Micaela Oliveira desenhou para a sua pele e tornou-os uma alma cheia de música, alegria e afetos. Tão ao jeito de Angola, tão ao jeito de Aline ficamos com a sua guitarra, a sua voz cristalina e o seu kandando (abraço de fraternidade), que se estende aos recantos do mundo por onde já deixou a sua “Assinatura de Sal”.

De que se fala quando se fala de luxo?

Quais as características que fazem com que um produto se torne símbolo de luxo, status e desejo? Pensamos em algo definido, concreto ou pelo contrário no sonho que cada um consegue criar? No dicionário, luxo é ostentação, requinte, excelência, extravagância, opulência, riqueza, esplendor, suntuosidade. Em suma algo caro, difícil de obter, que faz explodir os cinco sentidos, mas sem ser verdadeiramente uma necessidade. Objetivamente o termo “luxo” vem do latim “luxus”, que significa abundância. Símbolo de status desde a pré-história da humanidade, a noção de luxo foi mudando ao longo dos tempos. Hoje quando se fala de luxo não nos limitamos a pensar em griffes ou marcas que soam sonantes aos ouvidos do comum dos mortais. Luxo é exclusividade, individualidade, aquilo que faz a diferença e torna o seu portador único. Conforme descreve a autora do ensaio Tempo do Luxo, Tempo das Marcas, Elyette Roux: “É um prazer dos sentidos que desemboca numa emoção, uma sensação de conforto, de harmonia. Não se pode mais reduzir o luxo ao objeto. O luxo nasce de um encontro entre o objeto e a intimidade profunda daquele que o reconhece. O luxo deve despertar imaginários e ressuscitar artes de viver.” Esta edição é também ela um convite aos sentidos, ao despertar do luxo na sua mente!

A Direção

2012

03


eLife&Stylee Ă­ndice

04

2012


{

TURISMO

CAPRI

— Mitos, lendas, histórias de homens e de deuses fundem-se nesta ilha com apenas 17 quilómetros de costa banhada por uma água cor de hortelã. No coração do Mediterrâneo e com a proteção dos Alpes, Capri (uma pérola italiana) tem charme, glamour e um coração que palpita 24 horas por dia

}

06 18 34 48 54 64 66

{ BOCA A BOCA }

O mundo tem cor, alegria e personalidade. Aqui damos voz aos sonhos, falamos do que se fala, do que se vive nos cinco cantos do mundo e das novidades que pode descobrir no que se cria para lá da fantasia

{ CAPA }

Aline Frazão é a menina-mulher que nos conduz nesta viagem entre cantares que encantam. No Hotel The Yeatman, com o Douro a seus pés e o velho casario da cidade do Porto no horizonte, vestiu modelos da estilista Micaela Oliveira e soltou da guitarra “gemidos” que acordaram a terra-mãe

{ LUXOS }

Carros O Projeto C-X75 será a derradeira expressão da inovação em design e engenharia da Jaguar. Sonho? Não, realidade! Veja e deixe-se envolver. Mas se a Jaguar não é a sua marca de eleição conheça o novo SUV da Lamborghini que apresenta prestações de exceção Gadgets Qualidade, exuberância e um design que abre portas para os sonhos. Quem é que nunca ambicionou ter nas suas mãos um gadget exclusivo que o torne um Aladino das novas tecnologias? Relógios São feitos por materiais preciosos, peças de excelência que aliam a nobreza das marcas a uma precisão que faz destes relógios peças de arte eternas! Joias As joias são testemunhos de histórias, de vidas, de amores e desamores. Muitas trazem consigo lendas, outras são sonhos tornados realidade

{ ESTILOS }

A alta costura oferece propostas exóticas, originais para os guarda roupas de homens e mulheres. A ideia é ousar! Acreditar que é possível marcar a diferença e gostar da imagem que o espelho oferece

{ GOURMET }

Se há nome consensual em Portugal em termos gastronómicos esse nome é o do Chef Cordeiro. Atualmente à frente do restaurante Feitoria criou uma proposta Angola’in “Vitela Mirandesa com Domme de Batata”, confira

{ ARTE }

A vida pulsa em África e essa pulsação estende-se a outros países da lusofonia. A Associação BUALA (comunidade em quimbundo) pretende ser um ponto de encontro entre geografias, sentires e pensamentos feito arte

{ AGENDA }

O mundo pulsa e a arte recria-se entre sons e paletas de cores diferentes. Portugal. EUA, Suíça são alguns dos destinos que Angola’in percorre em busca do que de novo se pode ver

2012

05


Life&Style

Carla Marques

Porsche? Sim.

Agora nos seus cabelos

LVMH compra Arnys

Exclusividade!

— O grupo francês LVMH anunciou a aquisição de uma pequena mas emblemática grife masculina francesa, a Arnys. Criada em 1933 e que tem como forte a alfaiataria e o espírito de made-order ou seja, fazer sob medida, esta loja, que fica na 14 Rue de Sèvres, será o endereço da flagship store da Berluti. O grupo francês LVMH comprou esta marca que pertence à família Grimbert desde 1933 e que tinha Jean e Michel Grimbert na direção, enquanto membros da terceira geração da família a dirigirem este negócio. Esta aquisição reflete a estratégia de Antoine Arnault sobre a Berluti para expandir as atividades da fabricante de sapatos masculinos como a primeira marca a vender produtos ready-to-wear de alto acabamento. Alessandro Sartori, diretor artístico e criador da coleção Outono/Inverno 2012 terá a responsabilidade de dirigir o setor de produtos feitos sob medida. Jean Grimbert supervisionará a continuação da expertise da Arnys. De referir que esta loja será um dos poucos lugares em França onde o consumidor poderá encomendar um fato feito inteiramente sob medida.

Chocolate embeleza a pele

— Os amantes de chocolate têm agora um argumento de peso para defender o seu doce preferido. Cientistas da Universidade de Cambrigde afirmam ter desenvolvido um ativo para adicionar ao chocolate que transforma este alimento num poderoso agente anti-idade. A nova tecnologia utiliza uma substância chamada de Coco-Lycosome, que aumenta a absorção de flavonoides do cacau até 20% pelo corpo. Essa substância presente no doce aumenta a oxigenação da pele e, consequentemente, retarda o surgimento dos sinais do envelhecimento. Um pequeno pedaço do chocolate modificado tem os mesmos benefícios para a pele que duas barras de uma versão comum do alimento. Assim, é possível otimizar as vantagens para a beleza sem comprometer a dieta. Além disso, o pesquisador Ivan Petyaev, que participou no desenvolvimento do projeto, afirma que esta adição não compromete nem o gosto nem a textura do doce.

06

2012

— Consegue imaginar um secador potente, bonito e aerodinâmico como os carros da Porsche? De forma concetual ele já existe. A FastCo.Design e a Porsche convidaram designers de todo o mundo com o objetivo de criarem objetos que fossem inspirados no icônico modelo 911 da marca. A única regra era que o item deveria ser “menor do que uma sala de estar e maior do que uma bolsa”. O produto vencedor do concurso chamado “The Porsche Next Design Challenge” foi o secador criado pelo designer Junggi Sung, que foi escolhido entre sete finalistas dos 430 inscritos inicialmente. Este secador atraiu também pelo facto de reproduzir o caraterístico barulho do motor de um Porsche 911.


{ BOCA A BOCA }

Diane Von Furstenberg

Ping pong de luxo!

— E que tal aproveitar esse gosto pelo desporto para jogar uma bela partida de ping pong. Se está preparado para arrasar nada mais importante do que fazê-lo com estilo. A grife de Diane Von Furstenberg apostou na criação de raquetes e bolas de ping pong com um design arrasador. Será certamente muito mais alegre praticar esta modalidade com a oferta deste equipamento da grife de Diane Von Furstenberg.

DoniRosset

Super-desportivo brasileiro

— O empresário brasileiro William Rosset, em parceria com a equipa de design de automóveis da Amoritz GT (Fernando Morita), apresentou o “mock-up” (protótipo de argila em tamanho real) do primeiro super-desportivo brasileiro. O modelo foi batizado de DoniRosset em homenagem ao pai de William e poderá ser comprado por apenas 50 milionários. Segundo consta este carro terá 1.007 cv gerados por um enorme motor 8,4 litros V10 biturbo, alimentado apenas com etanol – o bloco é o mesmo do antigo Dodge Viper. Em potência bruta chegará perto do Bugatti Veyron, que despeja 1.216 cv na versão Grand Sport Vitesse. Será um super-desportivo vocacionado para um público admirador das marcas italianas Ferrari e Lamborghini.

Em Milão pensa-se no ambiente

Primeira floresta vertical

— Stefano Boeri, um conceituado arquiteto italiano, apresentou o projeto da primeira floresta vertical do mundo. Batizada de Bosco Verticali será construída no centro da cidade de Milão, em Itália, como forma de contribuir para a regeneração do meio ambiente e da biodiversidade urbana. O projeto pretende construir duas torres residenciais, com 110 e 76 metros de altura, respetivamente. Contando as estruturas com 900 árvores — com alturas de 3, 6 e 9 metros —, além de arbustos e outras plantas florais. Caso fosse distribuída numa área plana, essa quantidade de vegetação corresponderia a 10 mil metros quadrados de área verde. De acordo com Boeri, a floresta vertical servirá para absorver o CO2 e filtrar as partículas de poeira presentes no ar. Além disso, as plantas criarão um microclima, com temperaturas mais amenas tanto no inverno como no verão, além de diminuir a poluição acústica e a incidência de radiação solar. O sistema de irrigação reaproveitará a água utilizada pelos apartamentos, e as torres contarão com sistemas de produção de energia eólica e fotovoltaica para diminuir os impactos ao meio ambiente.

2012

07


Life&Style

Ray-Ban

Mais prática… a mesma qualidade

— A Ray-Ban apresenta pela primeira vez, em 75 anos de história, uma versão folding do modelo Aviador. Um dos óculos de sol mais famosos do mundo produzidos pela marca americana Ray-Ban desde 1937, acaba de lançar uma versão dobrável e que cabe em qualquer lugar. Após voltar de uma viagem de balão com a retina dos olhos irritada, o tenente americano Jhon MacCready resolveu contatar a fabricante de óculos Bausch & Lomb para criar uns óculos elegantes e que, ao mesmo tempo, protegessem os seus olhos. O resultado foi o modelo que até hoje faz grande sucesso no mundo inteiro. A versão dobrável mantém exatamente o mesmo design, sendo, no entanto, muito mais prática. Os óculos vêm acompanhados por um case de couro. De referir que um outro modelo clássico da marca, o Wayfarer, também possui uma versão dobrável.

Wide Healthcare Services

Viaje com saúde

— Por vezes a saúde pode ser um fator impeditivo de se realizar uma viagem. Nem sempre existe nos locais que queremos clínicas adequadas a problemas deste nível. Se quer viajar mas este é um problema que o afeta conheça este operador especializado em turismo de saúde. A WHS procura aliar o conhecimento do turismo português a uma oferta de qualidade no âmbito dos melhores prestadores de cuidados de saúde em diversas patologias; assegurando tratamentos médicos personalizados durante viagens de negócios ou em período de férias. Oferecendo programas totalmente personalizados e passíveis de serem adaptados às necessidades do doente e da sua família, este serviço

tem como objetivo minimizar o impacto que os tratamentos terão no seu tempo de lazer ou negócios e permitir o alojamento em

Cavicchi cria

Mesa de bilhar em ouro

— O requinte pode estar presente em todos os objetos do nosso quotidiano. Para os amantes de bilhar, a marca italiana de mesas de bilhar, Cavicchi, criou um modelo luxuoso feito com madeira nobre e revestido com folhas de ouro. Trata-se de um objeto de pura opulência, produzida em edição limitada e que foi criada para “iluminar uma sala, com estilo e luxo”. Denominada Klimt Pool Table, é linda e um verdadeiro tributo ao artesanato italiano, pois apresenta detalhes exuberantes suscetíveis de cativarem mesmo o comprador mais exigente.

08

2012

hotéis e resorts onde as opções de lazer são os principais atrativos. Portugal é o ponto de partida para a divulgação desta iniciativa que gradualmente pretende crescer e localizar-se em diferentes partes do globo. Angola é um dos países onde a WHS pretende divulgar este programa, por forma a oferecer a todos os interessados uma gama de hotéis e serviços de alto nível. Atualmente a Wide Healthcare Services trabalha nas áreas de diálise, termalismo clínico e doenças autoimunes, wellness e bem estar, emagrecimento e anti-tabagismo. Para além de proporcionar alojamento em locais com tratamentos adequados para alergias, doenças musculoesqueléticas, doenças respiratórias, doenças do sistema circulatório e doenças do aparelho digestivo.


{ BOCA A BOCA }

Marilyn Monroe

Em filme de Brad Pitt

— No ano em que completam cinco décadas sobre a morte de Marilyn Monroe, musa inspiradora de inúmeros realizadores, prevê-se que Brad Pitt produza uma cinebiografia da atriz. A produção, intitulada Blonde, será dirigida por Andrew Dominik. Recorde-se que o filme já teve um projeto, em que Naomi Watts interpretaria Marylin, mas acabou por ser cancelado ainda antes das gravações terem tido início. Brad pitt está agora disposto a ressuscitar a história, assinando contrato para a produção da cinebiografia, através da sua companhia, a Plan B. Brad e Dominik já trabalharam juntos em O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford, em 2007, e no filme Killing them Softly, com previsão de estreia para Setembro deste ano nos Estados Unidos.

Royal Penthouse Suite

A suite mais cara do mundo

— Quer surpreender alguém? Porque não um fim de semana na suite de hotel mais cara do mundo. Com uma vista assombrosa, uma noite neste espaço de 1680m² custa mais de 60 mil euros. Este luxo pode ser encontrado na Royal Penthouse Suite, localizada no Président Wilson Hotel, em Genebra, na Suiça. Esta suite exclusiva é um paraíso total, oferece um cocktail lounge totalmente equipado. As reservas para esta suíte Royal Penthouse só pode ser feito através do presidente do hotel. Esta suite é tão exclusiva que ocupa um andar inteiro do Hotel e é servida por um elevador privado. Esta suite tem quatro quartos e seis quartos de banho, permitindo aos seus utentes desfrutaren das vistas sobre o Lago Genebra e Monte Branco. As janelas e portas são à prova de balas e estas suite de luxo tem sido a opção de muitas celebridades mundiais.

Gianni Versace

Mansão de Gianni Versace à venda

— A mansão que pertenceu ao estilista Gianni Versace, em Miami, está à venda. A residência foi construída na década de 30 pelo arquiteto Alden Freeman e comprada por Versace em 1992. Depois de ter adquirido esta mansão, o estilista procedeu a uma reforma milionária, criando quartos temáticos e mosaicos finalizados em ouro à volta da piscina. Atualmente, a casa possui 10 quartos com vista para o mar, e é decorada com diferentes estátuas nos seus 1700m². O imóvel foi colocado à venda pela quantia de 125 milhões de dólares. Recordese que Versace comprou a mansão em 1992 por 10 milhões de dólares e gastou mais de 33 milhões para reconstruí-la. No entanto, a casa chamou a atenção somente em 1997, após o trágico assassinato do designer de moda em frente à propriedade.

2012

09


Life&Style

{ BOCA A BOCA }

Império Mogul

Colar de diamantes e esmeraldas

— Um colar com cinco pingentes de diamantes do império Mogul e com gotas de esmeralda foi oferecido para venda privada por 20 milhões de dólares, informou a casa de leilões Bonham’s. Segundo a casa de leilões, o colar chamado “Espelho de Diamantes” era um extraordinário exemplo dos diamantes brutos e sem cor descobertos nas minas antigas de Golconda, na Índia, durante o auge do império Mogul em todo o subcontinente indiano nos séculos 16 e 17, que eram reservados à realeza. Com 28 quilates, a pedra central é o maior diamante lapidado em superfície plana existente. Os cinco diamantes (que variam de 16 a 28 quilates) são o maior conjunto conhecido de diamantes em superfície plana do século 17 do império Mogul. Provavelmente os diamantes pertenceram a um imperador Mogul. De referir que a qualidade e o tamanho das pedras eram de suma importância, e diamantes lapidados em superfície plana eram valorizados por sua clareza e tamanho acima de tudo.

Mya desenha para Koshie O.

“O Diabo Veste Prada”

…to be continued!

— Consta-se que o famoso best-seller “O Diabo Veste Prada” de Lauren Weisberger terá continuação. A sequência terá o título “Revenge Wears Prada : The Devil Returns” e será lançada pela editora Simon & Schuster, em abril de 2013. Este livro reencontra as personagens principais oito anos após o rompimento dos laços profissionais que as uniam. Andrea “Andy” Sachs é a editora de uma das mais influentes revistas sobre casamento “The Plunge”, onde também colaboram e Emily e Andy. O encontro desta com a sua temida exchefe Miranda Priestly será um dos pontos altos do livro. Recorde-se que após o grande sucesso que o livro obteve foi feita uma adaptação cinematográfica em 2006, tendo como protagonistas Anne Hathaway e Meryl Streep nos papéis de Andy e Miranda Priestly, respetivamente.

— A cantora americana Mya, vencedora de um Grammy, irá projetar peças para a próxima coleção da marca africana Koshie O. , tendo como ideia base da campanha “A Mulher O. Koshie”. Esta é uma iniciativa que visa homenagear as mulheres fortes, confiantes e ousadas que são capazes de fazer um conjunto de coisas diversas no seu dia-a-dia, mantendo-se na moda e sempre elegantes. As peças que Mya vai projetar serão para a campanha O. Koshie Primavera / Verão 2013. Estas peças estarão disponíveis para os consumidores na Primavera de 2013 e Mya irá doar 5% das vendas das suas peças para a agência humanitária global Mercy Corps. Esta será a primeira coleção de Koshie O. onde serão personalizadas impressões Koshie O. serão utilizados nos tecidos utilizados. A marca Koshie O. abre uma porta para um novo conceito de luxo em que a estética urbana se interliga com o artesanato africano construindo um projeto altamente contemporânea. O designer utiliza tecidos de luxo selecionados, processados e costurados à mão por costureiras e artesãos do Gana. Esta é uma mistura única de referências de estilo e cultural.

10

2012


2012

11


Life&Style

Carla Marques

Capri

Paraíso inesperado Capri é uma ilha italiana situada no golfo de Nápoles (região da Campania), no mar Tirreno. A ilha possui uma área de cerca de 10,36 km², a maior elevação da ilha é o monte Solaro (589m).

Capri Piazzetta

Pode ser pequena, mas é a praça mais famosa do mundo! Os ilhéus chamam-na de “a chiazz” ou praça. Nos mapas, a praça mais famosa de Capri é chamado Piazza Umberto I. Para o resto do mundo é a Piazzetta. Mas numa coisa todos estão de acordo: este é o coração da ilha. As verdadeiras protagonistas deste espaço são, é claro, as esplanadas, uma para cada canto da praça. Este é o lugar onde todos os mortais têm a chance de conviver com as estrelas do cinema ou beber um cocktail numa das mesas dos bares dos Whicker. Hoje a Piazzetta é um terreno de caça perfeito para os paparazzi, ansiosos por captarem imagens de vedetas ricas e famosas.

12

2012

Centro histórico de Anacapri Para experimentar o “outro lado” de Capri, longe do brilho e glamour da Piazzetta percorra uma estrada de 3 km de comprimento até às falésias com destino a Anacapri. Aqui, no seu pitoresco centro histórico, vai descobrir uma ilha muito diferente, numa das calmas pequenas ruelas e praças pacíficas, enfeitado com brilhantes coloridos gerânios e buganvílias.


{ TURISMO }

Capri Punta Carena

O Farol de Punta Carena domina a costa sudoeste da ilha de Capri. Atrás do farol fica o precipício do Migliera, alinhada com as paredes de defesa construídos pelos ingleses no início do século 19 para proteger Capri da invasão. Em frente ao farol, o mar estende-se até à Sicília.

Capri Grotta Azzurra Mas Capri tem também um lado selvagem, longe das multidões, mais especificamente em Anacapri e Via Migliera. Via Migliera é uma pista pequena, que segue o seu caminho através de Anacapri rural, os vinhedos, onde o vinho da ilha é produzida, manchas de floresta antiga e vislumbres tentadores do mar e da ilha de Ischia. A pista termina no ponto de visualização Belvedere del Tuono, talvez o mais espetacular de todos aqueles que existem na ilha de Capri. Aqui as suaves mudanças na paisagem dramática, apresentadas aos caminhantes com um precipício de pedras brancas irregulares, que se estendem até o farol de Punta Carena. Na Piazza Vittoria encontra um teleférico que lhe permite chegar ao cume do Monte Solaro e à esquerda a Via Capodimonte que o leva ao Museu de Villa San Michele e ao miradouro de onde se avista a baía de Nápoles. No lado oposto da estrada de Piazza Vittoria, o turista pode atravessar a Via Giuseppe Orlandi e ver toda a extensão do centro histórico de Capri. Pode ainda visitar a igreja de San Michele e a Igreja de Santa Sofia.

Suba a bordo de um dos pequenos barcos a remos de madeira flutuando na água fora da caverna, deite-se e aguarde enquanto o marinheiro manobra o barco através da estreita entrada. No início, tudo o que vê é a escuridão. Então, de repente, a caverna enchese de azul e uma luz de prata única. Está no Grotta Azzurra, a mais famosa de todas as atrações turísticas de Capri. A cavidade é de aproximadamente 60 metros de comprimento e 25 metros de largura. O telhado da entrada está situado a cerca de 1 metro acima do nível do mar e, por essa razão, os passageiros são obrigados a deitar-se no barco, enquanto passam para a caverna. O barqueiro estabelece os remos e manobras do barco para dentro com o auxílio de uma cadeia ligada à abóbada da entrada.

2012

13


Life&Style

Capri Palace Hotel & Spa

Um abraço de arte — O Capri Palace Hotel & Spa é um hotel de elegância refinada que recorda, com arcos, abóbadas e colunas, um antigo palácio napolitano de 1700. O mobiliário branco domina todos os ambientes cujas formas arquitetónicas foram inspiradas pelo mediterrâneo. Para além da beleza que carateriza as suas paredes, o Capri Palace é ainda o cenário para uma boa seleção de arte contemporânea, uma caraterística que torna este lugar único. O Resort está a apenas alguns passos do

14

centro da pequena e encantadora vila de

está situado a poucos passos da famosa

em toda parte: nas zonas públicas, quartos,

Anacapri, autêntico na mais exclusiva ilha

Gruta Azul, acessível a partir do hotel que

salas de trabalho, pedindo mesmo a alguns

encantadora de Capri, onde se pode admirar

disponibiliza um serviço de transporte para

artistas para criar obras permanentes.

um maravilhoso panorama do mar e do

os hóspedes. A Fazenda Bela Capri é um

Velasco projetou o mosaico da piscina

Golfo de Nápoles. Os 78 quartos e suites,

SPA de fama internacional, muitas vezes

principal, Tonelli pintou as piscinas dos

alguns com piscina privativa e jardim,

premiado como o melhor SPA médico do

quartos, dedicando este trabalho a Magritte

estão decorados no estilo mediterrânico,

mundo. Quando tomou conta desta herança

e Warhol. Plessi instalou monitores em um

oferecendo conforto e privacidade. O

familiar, Tonino Cacace tinha dois aliados

velho barco de madeira de um marinheiro

hotel tem dois restaurantes, “L’Olivo” -

principais: a filosofia e a arte. A primeira

usado para levar turistas até a Gruta

um espaço elegante e requintado, com

ajudou-o a “pensar diferente” e a segunda a

Azul, Costantini assinou as pinturas em

2 estrelas Michelin - e mais informal

uma incessante “busca da beleza”. Ambos

homenagem a Calder, Kandinsky, Miró

“Bistrot Ragu” com terraço deslumbrante

foram vencedores e hoje ele partilha as

e Dong. E ainda “Rive dei Mari”, uma

e uma vista paradisíaca para o mar. Il

suas emoções com os hóspedes do hotel. E

impressionante parede tridimensional, com

Riccio é um restaurante exclusivo e um

com isto surgiu o The White Musuem, com o

40 metros que Arnaldo Pomodoro criou

clube de praia que pertence ao hotel e

objetivo de criar um hotel onde a arte estava

para a entrada.

2012


{ TURISMO }

Capri Tibério Palace Resort & Spa

Luxo que atrai —

O Capri Tiberio Palace Resort & Spa

vistas quer do mar quer da cidade. Para

está classificado como um hotel de luxo

viajantes de negócios, o hotel oferece um

localizado no centro da cidade de Capri, nas

centro de negócios com computadores e

proximidades da Villa San Michele e Chiesa

equipamentos de telecomunicações, bem

San Michele. A elegância e imponência

como acesso à Internet de alta velocidade

de um palácio restaurado do século 19,

em todo o hotel. O Capri Tiberio Palace

no Capri Tiberio Palace Hotel e Spa, um

Resort & Spa possui piscina externa, piscina

hotel boutique de estilo situado a poucos

interna, hidromassagem e sauna a vapor.

passos da famosa Piazzetta e vibrante

O Capri Tiberio Palace Resort & Spa possui

centro da cidade. Com pessoal experiente,

um serviço de SPA completo e atrativo. Com

proporciona um serviço acolhedor e uma

quartos vocacionados para satisfazer as

tranquilidade serena. O hotel dispõe de 61

necessidades dos clientes mais exigentes,

quartos e suites, com varandas ou terraços,

este hotel proporciona uma estadia

de onde se pode captar maravilhosas

inesquecível a todos os seus hóspedes.

2012

15


Life&Style

{ TURISMO }

J.K. Place Capri

A tradição ainda é o que era —

Graças à sua privilegiada posição frente ao mar, J.K. Place Capri permite aos seus hóspedes usufruir ao máximo da suave carícia proporcionada pela brisa do mar e pelos seus sons suaves. Cercado por águas cristalinas e no coração do Golfo de Nápoles e em Sorrento, Positano e Amalfi, encontra-se a majestosa ilha de Capri onde está localizado o hotel. Um charme caraterístico da época áurea do cinema, a vegetação semi-tropical e a história de Capri, permitem a este hotel oferecer uma atmosfera elegante e um conforto elevado.

16

JKitchen Lounge & Restaurante

Íntimo, ambiente elegante e acolhedor, serviço discreto e profissional, vistas únicas

Todos os espaçosos quartos têm vista para

a partir do terraço panorâmico. Este espaço convida a a saborear tradicionais

o jardim de design ou apresentam uma vista

especialidades mediterrânicas. Para além disso o JK Place Capri convida os seus

deslumbrante do mar.

visitantes a relaxarem e descontraírem no seu SPA de luxo.

2012


2012

17


Life&Style

18

2012

Carla Marques


{

ALINE FRAZÃO CAPA

}

Este é um tempo novo! — É uma surpresa entrar no mundo de Aline Frazão. — Quando chegou o vestido listrado em riscas de várias cores; o cabelo ondulado, revolto e cheio de personalidade e um olhar que acaricia e interroga em simultâneo foram as imagens retidas. Começava a tarde e o desafio de trilhar um percurso que nos levou até uma pessoa completa, rica em ideias, sem preconceitos ou medos e, acima de tudo, com uma voz que, só por si, é poesia!

2012

19


Life&Style

C

omo e quando começou o gosto pela música? Sinceramente tenho a sensação de que a música sempre esteve na minha vida. Não consigo olhar para trás e ter uma memória sem a música. Talvez porque comecei a cantar em público aos 9 anos, muito cedo. Ouvíamos muita música em casa, especialmente ao fim de semana: lembro-me que muitas vezes, depois do almoço de sábado ou domingo, os meus pais escolhiam um CD da estante e subiam o volume. A música esteve sempre presente. Com esse exercício de memória e essa retrospetiva em relação à música consegue traçar um breve percurso da sua vida artística? Considero que os primeiros passos foram importantes, foram a minha escola. Aos 9 anos comecei a cantar em público e a ter aulas de dança contemporânea com a Ana Clara Guerra Marques. Mais tarde continuei com a Rita Oliveira e com a Mónica Anapaz. Acho que esse contacto com a dança teve uma grande importância para cultivar uma certa sensibilidade, para me desenvolver em palco, a nível expressivo. Mas cantar, sempre cantei. Depois veio a pausa da universidade, em Lisboa e em Barcelona, mas em Madrid recomecei a cantar em várias salas da cidade, só guitarra e voz ou com mais um músico. Era a primeira vez que cantava temas meus e isso deu-me um grande impulso para escrever mais e mais músicas. Em 2010 fui convidada pela cantora galega – e grande amiga – Uxía para participar no festival Cantos na Maré. Aí foi o ponto de inflexão na

20

2012

minha carreira. Depois disso estava decidida a gravar “Clave Bantu” e a dedicar todo o meu tempo à música, finalmente. Seguiram-se meses de muito trabalho mas em breve chegou a colheita também. Felizmente este disco tem-me aberto muitas portas. Angola (África) são a fonte-mãe da sua inspiração? Mais que nada, devo dizer, que Luanda é muitas vezes a minha fonte de inspiração. Conheço muito pouco de África e conheço pouco de Angola – o país é enorme, disperso e muito diverso. Sou uma cidadã dessa cidade. Em Luanda sinto-me em casa, é daí que eu venho, desse caos colorido. As imagens e as estórias que gostaria de cantar estão lá, é lá que encontro o meu vocabulário. Sendo tão jovem, que sentido têm para si letras tão profundas, como: “Jukulumesu, meu povo/É um tempo novo/Já deu: uma nova geração nasceu/ Olhando a barriga vazia/E a cheia de uma dúzia/Esse quintal também é meu”? Não é preciso muita idade para cantar ou escrever canções deste tipo. A questão é se nos preocupa este tipo de situação, se conseguimos ver, se queremos apontar o foco para lá. Escrevo letras sobre o que me preocupa e canto canções com as quais me identifico. “Na Boca de Angola” é uma canção espontânea de alguém que pertence a uma nova geração que quer ver um país mais igualitário a todos os níveis. É um sonho legítimo, não? Tenho recebido muitas mensagens de gente em Angola, e não só juventude, que se identifica muito com essa música também. Talvez sejam sinais de que é um tempo novo. O que é preciso é construir.


{

ALINE FRAZÃO CAPA

}

‘Tenho a sensação de que a música sempre esteve na minha vida. Não consigo olhar para trás e ter uma memória sem a música’

2012

21


Life&Style EM TOURNÉ —

21 Outubro

Festival Berlinda (Berlim, Alemanha)

4 Novembro

Festival Misty (Lisboa, Portugal)

Dezembro 2012

Tour pela Holanda

22

2012


2012

23


Life&Style

24

2012


{

ALINE FRAZÃO CAPA

}

‘Soa no ar uma melodia E já posso sentir na pele a maresia Deixar sua assinatura De sal Na cara como uma pintura De cal’

A

cha que a música pode (e deve) ser uma força de intervenção, com capacidade para gerar mudança e desenvolvimento? Acredito que quanto mais livre, crítica e consciente for uma cultura, seja na música, na literatura, no cinema, na dança, etc., mais chances há de termos um país desenvolvido. Isto se nos afastarmos desse conceito limitado de “desenvolvimento” que se restringe ao desenvolvimento económico. O desenvolvimento económico não é prioritário, apesar de ser importante. Estou a falar de educação, de cidadania, de democracia – isso sim. Então, sim: a música pode ajudar a construir isso. Em Angola e mesmo em África, a música sempre teve, em parte, essa função de denunciar os problemas do povo, desde as canções dos Ngola Ritmos e do Teta Lando, ao Fela Kuti, passando pela voz forte da Miriam Makeba. Não é nada de novo, é o que somos. Quem escreve as letras e faz as músicas que canta? Normalmente são minhas, letra e música, mas estou aberta a colaborações. Em ‘Clave Bantu’, por exemplo, há duas letras que são parcerias com dois escritores angolanos: o Agualusa e o Ondjaki. Gosto de criar em conjunto também.

As suas músicas mostram um meninamulher onde o sonho coexiste com a realidade. Como coexistem em si essas duas facetas? Não sei se existem realmente essas duas facetas. No fundo sonho e realidade retro-alimentam-se, pertencem ambos a uma só dimensão que depende de nós mesmas. Completam-se. Se temos um projeto no qual acreditamos e temos a sorte de ter as ferramentas para fazê-lo acontecer, porque não avançar? O que precisamos é disso, geradores de sonhos para construirmos a realidade que acreditamos ser mais justa. Porquê a escolha de Santiago de Compostela para fixar residência. África ainda é redutora em termos de crescimento artístico? Não fixei residência em Santiago de Compostela. Na verdade, acabo de me mudar para Lisboa. Nos últimos anos tenho passado por várias cidades, cada uma corresponde a um determinado momento e a alguns objetivos que me coloco. A Galiza foi uma terra que me acolheu muito bem, já tinha muitos amigos lá e um público muito generoso. Decidi trocar Madrid por Santiago porque lá tinha as condições ideias para trabalhar no “Clave Bantu” e para começar a minha profissionalização enquanto artista. Assim foi. Aproveitei muito a tranquilidade de Santiago e cultivei boas amizades. Foi uma temporada importante na minha vida, sem dúvida.

2012

25


Life&Style NA PRIMEIRA PESSOA —

Uma palavra para se descrever Kaluanda —

Lema de vida “Be the change you want to see in the world” —

Gosta de cinema. Qual o seu filme preferido? E realizador? Difícil, difícil. Um que me marcou recentemente chamase “Primavera, Verão, Outono, Inverno e... Primavera”, do sul-coreano Kim Ki-Duk. —

Uma música que faça parte do seu imaginário? E um cantor (a)? “Serenata a Angola”, Paulo Flores. Cantora: Ella Fitzgerald —

Um livro que a marcou profundamente? “A Geração da Utopia”, do Pepetela. —

O escritor que a faz viajar pelo mundo das palavras? Eduardo Galeano —

O que mais detesta? Injustiça —

Sabor de eleição (um prato) Pão, tomate, azeite e alho. —

O que sente quando canta? ...um sentimento de comunicação. Isso existe? —

Onde se sente em casa? Com os meus, família, amigos... —

O que nunca se esquece O sul. —

Quando é que a Aline não é um sorriso aberto? Quando me dizem: “Xê, minina, não fala política.”

26

2012


{

ALINE FRAZÃO CAPA

}

‘Precisamos de geradores de sonhos para construirmos a realidade que acreditamos ser mais justa’

2012

27


Life&Style

C

omo define a sua música? Não sei, é uma mistura descomplexada de vários estilos, a mistura das minhas influências que vão desde Angola e Cabo-Verde, ao jazz, ao Brasil, à black music. Quais os seus principais ídolos? Felizmente há muito mais gente anónima admirável por aí do que imaginamos. Mas eu diria: o Pepetela na literatura, António Carlos Jobim no piano, com Chico Buarque na letra. Que hobbies é que tem para lá da música? Viajar sempre que posso, gosto muito de ler e cada vez gosto mais de cinema. Como lida com a fama? Ainda há pouca gente que conhece o meu trabalho, mas em geral as pessoas são muito carinhosas nas mensagens de apoio que me transmitem. Crescer, crescer, crescer…qual o rumo que gostava de dar à sua carreira no futuro? O mais importante nem é crescer, crescer, crescer. Às vezes “um passo atrás também pode ser avançar”. O importante é seguir o caminho certo, não perder o rumo e continuar a fazer o que acredito a cada momento, com sinceridade e de uma forma inteira, seja na música, seja em qualquer outro projeto. “Malembemalembe” E quais são esses projetos? Para já continuar a dar a conhecer o “Clave Bantu” mundo afora, continuar a escrever músicas e começar a trabalhar no próximo álbum para o ano que vem.

‘Acredito que quanto mais livre, crítica e consciente for uma cultura, seja na música, na literatura, no cinema, na dança mais chances há de termos um país desenvolvido’

28

2012


{

ALINE FRAZテグ CAPA

2012

}

29


Life&Style

30

2012


{

ALINE FRAZÃO CAPA

}

Bilhete de Identidade

entre a vida e a— música…

Aline Frazão nasceu e cresceu em Luanda (Angola). Aos 9 anos teve a sua primeira experiência em termos de palco tendo, a partir daí, oportunidade de cantar vários estilos de música como fado, MPB, Jazz e música tradicional de Angola e CaboVerde. Com 15 anos começou a escrever as primeiras canções, tocando a guitarra com influências que vinham do Brasil, em especial da bossa nova. Entre 2006 e 2009 enquanto frequentava a universidade em Lisboa realizou algumas colaborações em projetos ligados à música e ao teatro. Barcelona foi o destino que se seguiu e onde nasceu o projeto “A minha embala”, cujo único álbum seria lançado dois anos mais tarde, em Junho de 2011. Ainda em Espanha, Madrid, cidade onde morou durante cerca de dois anos, começa a fazer concertos acústicos a solo em bares e salas, interpretando versões de clássicos da música angolana, cabo-verdiana e brasileira, e também temas autorais. Viajar e cantar são duas paixões que procurou conciliar, tendo atuado já em cidades como Paris, Dublin, Lisboa, Luanda, Bruxelas, Londres e Buenos Aires. Em 2010 participa na edição dos Cantos na Maré, festival galego sobre a lusofonia, ficando a residir em Santiago de Compostela e dedicando-se exclusivamente à música. Foi aí que formou a banda que a acompanha atualmente: o contrabaixista cubano Jose Manuel Díaz e o percussionista galego Carlos Freire. Em Setembro de 2011 entrou em estúdio para gravar o seu primeiro disco. “Clave Bantu” é uma produção independente que reúne um seleção de onze temas originais compostos por Aline Frazão durante esses últimos quatro anos de viagens. Inclui ainda duas parcerias inéditas com dois escritores angolanos, José Eduardo Agualusa e Ondjaki. O disco, com arranjos de Aline e Jose Manuel Díaz, conta ainda com as participações especiais do multiinstrumentista brasileiro Sérgio Tannus e do trombonista português Rúben da Luz.

Ficha técnica Local The Yeatman Hotel, em Vila Nova de Gaia Roupa Micaela Oliveira Sapatos Haity Sapataria Cabelos e maquilhagem LAURA Produtor Diogo de Figueiredo Mayo FotOGRAFIA Pedro Pacheco

2012

31


Life&Style

{ CAPA }

Micaela Oliveira Quando os sonhos se vestem!

E quando os opostos se juntam a magia acontece. Micaela Oliveira é uma estilista nacional cujas criações são conhecidas pelo glamour e extrema elegância. Aline Frazão é a simplicidade que realça uma voz suave e intensa de uma “menina” detentora de uma personalidade única. O desafio da Angola’in era arrojado e, ao mesmo tempo, tentador. Conciliar duas perspetivas fortes aparentemente antagónicas, mas que, na realidade se vieram a mostrar complementares. Micaela Oliveira criou a roupa com que fotografamos Aline Frazão.

Micaela Oliveira nasceu na Trofa a 6 de Maio de 1977, onde até hoje mantém a sua loja e Atelier. Iniciou a internacionalização da marca em 2011, divulgando o nome pelos diferentes continentes. No panorama nacional tem as atrizes Diana Chaves, Rita Pereira, Dânia Neto e a apresentadora Sónia Araújo, bem como a cantora/ atriz Simone de Oliveira a representarem a sua marca. Internacionalmente já participou em produções, certames de moda e galas, como Emmys, Festival de Cannes, Festival de televisão de Monte Carlo bem como galas em Veneza e Monte Carlo, Elite Moda Look Moçambique, e Elite Moda Look Angola vestindo a embaixadora da marca em Angola Micaela Reis, bem como em concursos internacionais de beleza, tendo ganho o prémio de melhor traje por duas vezes, este último culminando a primeira vitória portuguesa num concurso internacional de eleição a Miss. Sendo uma criadora de moda nupcial e alta-costura tem sido também solicitada por nomes como: Ronaldo, Fábio Coentrão, Hélder Postiga, James Rodrigues, Rolando, Maicon, Falcão entre outros. As peças Micaela Oliveira são criadas e desenvolvidas de uma forma cuidada e exclusiva para momentos especiais, tendo como preocupação a ocasião a que se destinam, a envolvência e a personalidade de quem as usa. São peças marcantes quer pela sua exuberância e sensualidade quer pelo seu corte, textura dos matérias, cores ou aplicações, explorando ao máximo os atributos de cada mulher.

32

2012

Naturalmente…

O gosto pela área da alta costura surgiu de uma forma natural, “desde muito cedo demonstrei grande aptidão para trabalhos manuais, tendo bordado a pedido de um familiar o meu primeiro vestido de noiva aos 13 anos, despertando assim um gosto especial

para esta área específica da moda à qual acabei por me dedicar”. Micaela Oliveira é multifacetada. Diversidade de estilos, cores e texturas permitemlhe criar obras de arte para uma “mulher independente e dinâmica com grande personalidade e atitude, que sabe perfeitamente o lugar que ocu-

pa na sociedade e não tem receio de o assumir. Uma mulher que adota uma postura de autoconfiança: a mulher vencedora”. A inspiração, segunda a estilista surge de diversas formas, “em viagens, contatos com novas culturas e formas de vida, em visitas a certames de tendências de moda, onde se encontram as mais inovadoras matérias-primas e tendências de cor. Eu própria desenvolvo alguns dos meus tecidos exclusivos, que acabam por refletir o que sinto e quero transmitir”. Micaela Oliveira assume-se como uma apaixonada por Portugal, apesar das dificuldades “trabalhar em Portugal é muito importante para mim e sobretudo muito gratificante, há um grande reconhecimento da marca que é solicitada por clientes, principalmente em termos de vestidos de noiva, o que me lisonjeia bastante e é muito gratificante a nível profissional e pessoal. O facto de ser um dia tão especial e único para a mulher, onde se depositam tantos sonhos, fez crescer a minha dedicação e envolvimento nesta área tão específica da moda. As mulheres portuguesas são bastante recetivas a mudanças e estão bastante arrojadas. De qualquer forma sempre quis perceber a recetividade à marca além-fronteiras e por isso iniciei a internacionalização da marca em 2011 e obtive um sucesso fantástico”. Em termos de projetos futuros “penso realizar algumas mudanças consolidar outras já iniciadas e ainda criar um novo espaço para receber as minhas clientes”.


2012

33


Life&Style

Carla Marques

Lamborghini Urus

o s o r e d o p e o Exclusiv

de exceção: SUV com prestações de o eit nc co um ou nt sta categoria. A Lamborghini aprese dinâmica e o design ne a e nt me ta le mp co o Urus, que redefiniu

mo tempo, o Urus oferecerá o valor mais O novo Lamborghini Urus tem por base a usufruir de sucesso mundial com um baixo de emissões CO2 entre toda a um conceito exclusivista, trata-se de um forte e sustentado crescimento. Um concorrência desta categoria. Com um SUV poderoso em todos os sentidos. Com SUV luxuoso e potente é a forma mais conceito SUV possuidor de quatro geo concept-car Urus, a Lamborghini redefiemocional para conduzir um veículo nerosos bancos, um compartimento de niu completamente a dinâmica e o design equipado com quatro portas, corresbagagem versátil, distância ao solo vanesta categoria. O Urus é possuidor de uma pondendo à procura dos clientes que riável e, como não poderia deixar de ser, para a sua mobilidade quotidiana quee um a tração permanente às quatro rodas, rem desfrutar de um refinado prazer , havendo ainda a acrescentar um o Urus proporciona um prazer de conde condução. O Urus significa que um interior fascinante cuja versatilidade lhe dução único praticamente sem limitaLamborghini pode agora ser utilizado conferem os requisitos necessários para ções. O interior, também foi concebido como um verdadeiro veículo para toda uma utilização quotidiana. segundo a a família. Facto que possibilita aumenCom uma potência a rondar tar de forma significativa os actuais (e , a Lamborghini transferiu para o com materiais inovadores futuros) clientes da marca. Até agora a Urus todo o seu know-how tecnológico de em fibra de carbono patenteado pela oferta está centrada nos superdesporvanguarda, quer no aspeto dinâmico quer . tivos da Lamborghini de dois lugares, de design e construção ultra leve. Ao mesO segmento de luxo dos SUV continua

dinâmica de exceção único

440 kW /

mais avançada tecnologia Forged Composite®

600 cv

34

design

2012


{

CARROS LUXOS

}

Um SUV luxuoso e potente

emite baixas emissões de CO2

pelo que os nossos clientes que pretendiam possuir um SUV para toda a família tinham de recorrer a modelos de outras marcas. Os mercados-alvo são principalmente os EUA, o Reino Unido, a Alemanha, a Rússia, o Médio Oriente e a China. O volume de produção anual poderá ser estimado em cerca de 3.000 veículos. “O Urus é a ideia de um conceito muito concreto para o futuro da Lamborghini - como uma terceira linha de modelos e como o complemento perfeito para os nossos veículos superdesportivos,” salienta Stephan Winkelmann, Presidente e CEO da Automobili Lamborghini. “Os SUV’s oferecem liberdade e emoção, sendo um dos segmentos de mercado com maior sucesso em todo o mundo. O Urus é a interpretação mais abrangente do conceito SUV, é o Lamborghini dos SUV’s”.

2012

35


Life&Style

os 0-96,5 km/h em temp gundos se ês tr a inferiores

Jaguar C-X75

o d a s u o l e v ó m o t Um au

lançar e que será rido que a marca vai híb um , 75 C-X o , ar gu da Ja e da inovação. Este é o supercarro design, da engenharia do a im últ o sã es pr a ex

A Jaguar dá um passo ousado rumo ao futuro ao anunciar a produção do Projecto C-X75 – um super-automóvel de ponta que será um dos veículos mais velozes a baixas emissões do mundo. O será a derradeira expressão de inovação em design e engenharia da Jaguar. Este super-automóvel irá

Projecto C-X75

híbrido de alta performance 36

2012

permanecer fiel ao estudo de design conceptual inicial, embora cumpra os requisitos que o permitem ser homologado para utilização na estrada. O Projecto C-X75 irá oferecer uma performance que ultrapassa a dos automóveis de produção mais velozes do mercado, ao mesmo tempo que adota a para

tecnologia de vanguarda

um funcionamento significativamente mais económico. Atinge os 0-96,5 km/h em tempos inferiores a três segundos e uma velocidade máxima superior a 321,8 km/h. Esta performance será gerada por um conjunto de emissões incrivelmente baixas, inferiores a 99 g/km de CO2, graças à construção leve e à tecnologia de potência de vanguarda.

Com uma velocidade máxima superior a dos 0-96,5 km/h em menos de 3 segundos e dos 0-160,9 km/h em menos de 6 segundos. Um sistema na parte inferior da carroçaria incorpora um aerofólio móvel e o controlo direcional dos gases de escape para garantir a máxima carga dinâmica e uma resistência ultra-baixa.

km/h,

321,8


{

CARROS LUXOS

}

Audi A6 e A8 hybrid

s o d n u m s i o d e d O melhor

eis estão também disponív em di Q5 hybrid quattro rr Au co do re to e en qu am éis nç an la rca dos quatro ma Depois do recente da os del mo s vo dois no no mercado os outros A8 hybrid. Audi A6 hybrid e Audi os a: rid híb o à propulsã

elera hybrid acundos 6 A e in s u se g A Limo m/h em 7,5 dos 0-100 k

Um conjunto de três novos modelos que alia as prestações de um motor de seis cilindros e o consumo de um bloco de quatro cilindros, estando equipados com um motor 2.0 TFSI de 211 CV (155 KW) e um motor elétrico de 54 Cv (40 kW). Uma combinação que garante uma potência combinada de (180 kW) e um pacote tecnológico de vanguarda. Única diferença: os novos A6 hybrid e A8 hybrid recorrem à tração dianteira, enquanto o Q5 hybrid está equipado com tração

245 Cv

integral permanente quattro. Os novos e estão equipados com um motor de combustão interna de 2.0 TFSI que, em conjunto com o motor elétrico, produz uma potência máxima combinada do sistema de 245 Cv (180 kW) enquanto o binário máximo do sistema é de 480 Nm. A combinação do ultraeficiente bloco 2.0 TFSI com o motor elétrico possibilita como resultado as prestações de um motor de 6 cilindros com os consumos de um bloco de

Audi A6 hybrid A8 hybrid

4 cilindros. A uma velocidade constante de 60 km/h, as Limousine A6 hybrid e A8 hybrid percorrem cerca de três quilómetros e podem acelerar até uma velocidade até 100 km/h no modo exclusivamente elétrico.

sem produzir emissões poluentes

O bloco 2.0 TFSI e o motor elétrico dos Audi A6 hybrid e A8 hybrid encontram-se montados imediatamente um atrás do outro, formando

um sistema híbrido paralelo.

A Limousine A6 hybrid acelera dos 0-100 km/h em 7,5 segundos e alcança uma velocidade máxima de 240 km/h (6,3 segundos e 235 km/h para o A8 hybrid). O consumo médio de combustível, segundo o ciclo normalizado europeu é de 6,2 litros aos 100 kms (6,3 litros no A8) nos dois novos modelos e as emissões de CO2 são de 145 g/km (147 g/km no A8). Os 73 (A6) e 75 litros (A8) de capacidade dos seus depósitos de combustível garantem uma grande autonomia.

2012

37


Life&Style

{

CARROS LUXOS

}

Novo Honda Accord 2012-05-22

s o d a v o n e r a m Corpo e al rações estéticas modelo foi alvo de alte te Es 12. 20 rd co Ac vo no elegante. Já está na estrada o va imagem ainda mais no a um do neabilidade an nt se re orto de condução e ma nf co e de equipamento, ap de eis nív os s ram revisto duzidas. Simultaneamente, fo ora emissões mais re ag m te e qu num modelo

ões co Todas as motorizaç

A alteração mais significativa do design exterior está no novo desenho da zona dianteira do modelo. Na traseira apenas o 4 portas tem alterações, com os farolins traseiros em acabamento vermelho para a luz da marcha-atrás e piscas que complementam as luzes de nevoeiro e a introdução de um acabamento cromado por cima da placa de matrícula. No interior, ambas as versões recebem

novas cores nos acabamentos

metálicos já existentes e puxadores das portas. Todas

38

2012

m emissões mais re

as motorizações disponíveis têm agora . Estas reduções foram alcançadas através da redução da fricção interna do motor combinado com uma série de medidas de melhoria aerodinâmica na parte inferior do chassis, incluindo um deflector dianteiro maior, e a parte inferior do chassis e cobertura da sub-estrutura traseira também com maiores dimensões. Foram também reduzidas as perdas friccionais nas rodas e nos pneus, através de rolamentos de baixa fricção

emissões mais reduzidas

duzidas

e pneus de baixa resistência ao rolamento. Na versão Sedan regista-se uma redução de emissões para as 138 g/km (Elegance) e 141 g/ km (Lifestyle e Executive). Na versão Tourer as emissões são agora de 143 g/km (Elegance) e 146 g/km

CONDUÇÃO E MANEABILIDADE

Todas as versões tiveram alterações ao nível do isolamento e suspensão, de forma a melhorar o já excelente conforto a bordo. Ao nível do

isolamento, foram reforçados os materiais isolantes do motor e do habitáculo. A espessura dos vidros traseiros também aumentou para elevar o conforto dos passageiros. A foi para maior estabilidade a alta velocidade e conforto em pisos deteriorados. Os faróis dianteiros das versões mais equipadas passam a Bi-Xénon, incluindo também luzes de viragem ativas, as quais funcionam sempre que um indicador de mudança de direção é ativado ou o volante vira mais de 90 graus.

melhorada

suspensão


2012

39


Life&Style

Carla Marques

Flight Design

Recursos variados

Largura: 2,57 m

— A empresa alemã Flight Design, apresenta a linha de aeronaves CTLs. A s CTLs foram projetadas especificamente para a categoria LSA (Light Sport Aircraft ou Aeronave Esportiva Leve) e oferecem muitos recursos, além de proporcionar e Como uma das principais referências no segmento LSA, a Flight Design lançou a , uma das primeiras aeronaves com o novo motor , que oferece a tecnologia de injeção eletrônica de combustível. Por ser um produto mais preciso, permite uma melhor eficiência em níveis mais baixos de poluição, graças a um chip de computador que constantemente aperfeiçoa a relação ar-combustível.

maior conforto desempenho CTLSi

Rotax 912 SI

QUICKSILVE

R CA PT U R Pilot

Pescar: um a paixão house 64 0

— Quando a pe

a pa ix ão PilothousescCaAé aPsu TUR é o se, o Quicksilver 640

Possui um co u ba rco de el ck pit grande eição. com assentos popa e um es remov íveis paço da plat pa ra afor m a ai nd A popa apre a m aior pa ra senta um is a pe co sca. vi vo um a bom ba bem eq uipa do com elét rica pa ra ci rculação de O eq uipa men ág ua do m ar to padrão na . Pi lothou se Qu inclui di reçã icksilver 64 o hidráu lica 0 e um suport Este é um br e do motor au inquedo m ar xi lia r. av ilh am antes da oso pa ra os verdadei ros pesca.

40

2012

S 21 5 BO W RI DE

R

água Fascínio na GL ASTRON GL

eg ue — l su rpresa . Cons um a ag radáve m co ph m ,2 O GL S 21 5 BR é 50 a de locidade m áx im nda algu m as ai at ingi r um a ve ui ss Po . ão padr um motor de rta mente irão ovadoras que ce in s ica íst er ct ca ra or rência nc co te for ronto com a ajuda r no conf en frenta. ua nu m a que este ba rco tra nsfor m a a ág o iv ss re ade. id loc ve O estilo ag ta al a no dom ín io da od m de e ell er da pa ss ente adapta ne pr imorosam de muito Com um a ca bi ta m bém dotado tá es -in ap sn s do pa da ág ua . m ta os es ed com ra os br inqu azen amento pa espaço de ar m

270-hp

GLS 215


{

H2O LUXOS

}

BMW F 650 GS

Jovem selvagem

— Esta é uma moto para a vida real. Verdadeiramente versátil, descontraída, explosiva e preparada para desbravar caminhos de terra, fazer a gravilha voar e queimar o alcatrão, tudo isto graças à potência de um motor bicilindrico de com refrigeração líquida, com quatro válvulas por cilindro e dupla arvore de cames, que com a ajuda de uma caixa de ar de grandes dimensões, ajuda a desenvolver uns impressionantes (52 kW). Compacta e ligeira, prática e equilibrada, sente-se tão à vontade na cidade como nos trilhos de gravilha, o segredo desta ciclística está na combinação certa, graças à forquilha telescópica com 180mm de curso na dianteira e à suspensão de biela central com 170mm de curso na roda traseira. Jovem, selvagem e económica, a , com um peso em ordem de marcha inferior a 200Kg tem um consumo médio a 90Km/h de 3,7L aos 100Km.  

798cc

71cv

BMW F 650 GS

Honda CRF

Honda inova

— A nova de 2013 é o resultado direto dos conhecimentos adquiridos pela equipa de engenheiros, do departamento de competição HRC, que acompanham os principais campeonatos mundiais da modalidade. Este novo modelo apresenta, como principal novidade, uma ciclística otimizada, em termos de centralização de massas, com uma nova forquilha dianteira KYB, de ar comprimido USB, combinada com um motor de maior binário, a baixa rotação e com uma entrega de potência mais suave, tudo para proporcionar um modelo de motocross mais acessível, sendo mais fácil de pilotar e por períodos de tempo mais longos. As performances vencedoras da foram revistas e atualizadas, com binário mais resistente a baixa e a média rotação, juntamente com uma suspensão melhorada. A resposta do motor, a baixa e a média rotação, foi aumentada graças à calibragem da injeção de combustível, enquanto o amortecedor traseiro foi revisto, com novos componentes internos e novas relações de amortecimento. A Honda é uma moto totalmente nova desenvolvida para os mais jovens. Com o mesmo estilo das irmãs mais velhas, a nova CRF110F vem equipada com uma nova ciclística e um novo motor – com arranque elétrico – dando a este novo modelo performance e atração extra. Concebida, essencialmente, para condução de lazer, este novo modelo também representa um valioso “trampolim” para outros modelos de cilindrada superior e vocacionados para a competição.

CRF 450R

CRF250R

CRF110F

2012

41


Life&Style Brincos

Pandora

{

JOALHARIA LUXOS

Carla Marques

}

colar com pendente

(E)ternos afetos

Anselmo 1910

Tornam os afetos (e)ternos ou hierarquizam socialmente o seu portador. Testemunham ao longo dos tempos a história da humanidade, através de um percurso que brilha, através das pedras e dos metais utilizados. As joias são testemunhos de tempos que o tempo preserva. A nobreza milenar dos metais, iluminados pela cor das pedras usadas, criam obras de arte que reinventam em cada peça a noção básica de adorno.

Pulseira

Makri Again Collection na Fashion Clinic

Anel

Garrard Grace Collection na Fashion Clinic

Pulseira

Montblanc

Pingente

Pandora Cocoon

na Gilles Fine Jewellery

Gilles Fine Jewellery

Coleção Romance Avantgard

Anel

Miss Sixty 42

2012


2012

43


Life&Style

Carla Marques

Toque de luxo à rotina — E porque não recriar o nosso quotidiano com aparelhos destinados a utilizações comuns, mas cheios de glamour e beleza. Num desafio à imaginação e às carteiras podemos usar os gadgets para dar um toque de luxo à nossa rotina. Claro que todo o luxo tem um preço!

Hitman Absolution novo jogo

A IO Interactive A/S, parte da Square Enix Europe, anunciou a produção de Hitman Absolution, um novo jogo para o sistema de videojogos e entretenimento Xbox 360, PlayStation 3 e para PC Windows. Hitman Absolution segue o Agent 47, um assassino impiedoso que aceita o cumprir o contrato mais perigoso de sempre.

victorinox

A Victorinox apresentou uma versão do tradicional canivete suíço com pen drive e com diamantes incorporados no museu da companhia em Brunnen, na Suiça

Ferrari’s Hasselblad

As câmaras de filmar Ferrari’s Hasselblad feitas exclusivamente na cor Vermelho Ferrari foram produzidas em edição limitada de 599 peças. São peças de luxo equipadas com equipamento de alta tecnologia na captação de imagens que as torna especiais.

(Foto: Arnd Wiegmann/Reuters)

Poker Giorgio Armani

AeroDream One

Gigabyte com mouse de luxo

A Gigabyte lançou um mouse a laser revestido de couro e com cristal Swarovski, além de detalhes em ouro branco 18 quilates.

44

2012

Para fazer o som raiar a perfeição, o designer Jean Michel criou a AeroDream One. Uma peça com mais de 3 metros de altura, 10 megawatts de potência e compatível com iPads. O dock é produzido sob encomenda nas cores preto, branco e cromado.

Giorgio Armani lançou um conjunto de poker acompanhado de uma luxuosa caixa de couro vermelha e com fecho magnético. O kit inclui dois decks personalizados de cartas, cinco dados e 138 fichas de plástico em quatro cores diferentes.


{ LUXOS }

Novidades Windows Phone 8

Chega brevemente às lojas a mais recente versão do Windows Phone. O Windows 8 e o Windows Phone 8 partilham a mesma base de software, uma opção que garante a compatibilidade de aplicações entre as duas plataformas, facilitando a vida (e dando mais mercado) aos programadores.

iPhone em ouro

O iPhone Pink Diamond é uma criação da conceituada grife de luxo Sun & Moon. Este iPhone é em ouro rosa, adornado com centenas de diamantes, sendo a moldura é feita em ouro de 18 quilates.

Stuart Hughes IPAD mais caro do mundo

Mais uma de Stuart Hughes. Por mais de 8 milhões é possível adquirir o iPad mais caro do mundo. Incrustado com 12,5 quilates de diamantes, logotipo da Apple em uma placa de ouro de 24 quilate, a moldura frontal é feito a partir de Ammolite de 75 milhões de anos, com seções de um osso da coxa de T-Rex de 65 milhões de anos.

Óculos Instragram

M Carbon Racer, da BMW

Estes óculos permitem captar fotografias e colocá-las online. Possuem uma câmara de 5 megapixels do lado direito da haste. O produto vem equipado com uma bateria de 7 horas de duração, 2 GB de memória interna, scanner para QR Codes e conectividade Wi-Fi e 4G. O criador Markus Gerke diz que estes óculos levarão as ferramentas de serviço aos olhos das pessoas.

Com uma estrutura de alta tecnologia que pesa menos de 8 kg, a M Carbon Racer – bicicleta desenvolvida pela BMW – é confortável, ergonómica e preparada para conquistar o consumidor mais exigente.

Horn

Whisky Stones de Vermont

A Whisky Stones de Vermont, dos EUA, criou um kit de cubos com 2 x 2 x 2 cm feitos de pedra sabão. Para não estragar a bebida usando gelo de fonte desconhecida a pedra sabão é colocada no congelador por 5 minutos deixando a bebida fresca sem comprometer o gosto.

É enorme, mas não passa de uma simples dock de iPod/iPhone. Ou seja é “apenas” uma luxuosa escultura para o iPod/iPhone, ligando-o a um amplificador de 25W com uma frequência de resposta entre os 47Hz e os 20KHz.

All-star Case Guitar da ION

O All-star Case Guitar da ION (empresa que vem investindo pesado em iGadgets) simula uma guitarra em tamanho real que substitui as tradicionais cordas por botões sensíveis ao toque, dispensa cabos, pois o próprio case possui uma saída de som e alimenta-se da bateria do iPad.

2012

45


Life&Style

{

JOALHARIA LUXOS

Carla Marques

}

Tempo de liberdade O tempo existe enquanto realidade que nos ultrapassa, mas existe para nós, porque pode ser medido. Um relógio não aprisiona o tempo, pelo contrário torna-o mais belo perfeito consoante a riqueza que o compõe. As horas podem ser medidas a ouro, ou ponteadas a pedras preciosas e aí ganham um glamour difícil de ultrapassar.

Breguet Marine Royale

na Boutique dos Relógios

Albatross Urban

na Visão do Tempo 46

2012

Omega De Ville Ladymatic com diamantes na Boutique dos Relógios

Roger Dubuis Monegasque ouro rosa na Boutique dos Relógios

Albatross Aerochrono

na Visão do Tempo

Frederique Constant Runabout Venice Limited Edition

Eletta Glam

na Visão do Tempo

Chanel J12 com diamantes 38mm na Boutique dos Relógios

Jaquet Droz Grande Seconde Circled

na Boutique dos Relógios

Breguet Reine de Naples

na Boutique dos Relógios


2012

47


Life&Style

Carla Marques

Suavemente feminino — Na suavidade do voo de uma borboleta, na claridade ténue do nascer do sol, nos tons pastel de um sonho estão as propostas de um estilo que se pretende leve e feminino por excelência. São cores que se confundem c om a pele e que se tornam o prolongamento dessa mesma pele.

03

06

04

02

07

09

05

11

12 08

01

01 03

10

b Colete curto aberto manufaturado com aplicações Isabel Marant, na Fashion Clinic 02 b Túnica Missoni, na Fashion Clinic b Macaquinho Isabel Marant, na Fashion Clinic 04 b Calças Michael Kors, na Fashion Clinic 05 b Blusa Prada, na Fashion Clinic 06 b Vestido Etro, na Fashion Clinic 07 b Clutch Miu MiU, na Fashion Clinic 08 b Clutch Miu MiU, na Fashion Clinic 09 b Saco Stella McCartney, na Fashion Clinic 10 b Sandálias Stella McCartney, na Fashion Clinic 11 b Sandálias YSL, na Fashion Clinic 12 b Cinto Guess, na Showpress

48

2012


{

TENDÊNCIAS ESTILOS

}

Terra e fogo no look masculino

01

— Tons de terra ponteados com apontamentos de fogo. As cores de África são a nossa aposta para um look masculino pleno de charme e beleza. Roupa adequada para um final de dia à beira mar, antes da noite invadir o espaço com aromas apelativos.

03

12

02

04

07 06

10

11

05 08 09

01 b Blaser Lion of Porches 02 b Casaco Lion of Porches 03 b Pullover Lion of Porches b Pólo Lion of Porches 05 b Lenço Lion of Porches 06 b Cinto Lion of Porches 07 b Sapatos Lacoste b Sapatos Lacoste 09 b Camisa Baccus, by Herman 10 b Relógio Montblanc 11 b Calças Gucci, na Fashion Clinic 12 b Bermudas CAMEL, em CAMEL Portugal 04

08

2012

49


Life&Style

Carla Marques

Brilho de estrelas

— Há mistério, tradição e uma elegância que só alguns conseguem emanar. Capri é não só uma estância balnear que os anos consagraram, como também um destino de eleição de estrelas de cinema, homens de negócio e todos os que sabem o que é o verdadeiro glamour. Vista-se a preceito e descubra o encanto desta ilha italiana.

10 13

09

06

04

03

07 05 08

14 02

01 12

b Vestido Caramelo by Antonio Pernas 02 b Vestido Caramelo by Antonio Pernas 03 b Vestido Caramelo by Antonio Pernas b Clutch Maliparmi, na Loja das Meias 05 b Bolsa Maliparmi, na Loja das Meias 06 b Carteira Maliparmi, na Loja das Meias 07 b Lenço Maliparmi, na Loja das Meias 08 b Calças Maliparmi, na Loja das Meias 09 b Top Maliparmi, na Loja das Meias b Chapéu Maliparmi, na Loja das Meias 11 b Sabrinas Tory Burch, na Fashion Clinic 12 b Sandálias Jimmy Choo, na Fashion Clinic 13 b Sapatos Jimmy Choo, na Fashion Clinic 14 b Colar Maliparmi, na Loja das Meias

01

04

10

11

50

2012


{

DESTINO ESTILOS

}

05

04

02

01

12 03

11 10

07

13

14

06 09

01

08

b Laço Caramelo 02 b Sapatos Caramelo 03 b Cinto Caramelo 04 b Fraque Caramelo 05 b Calças Lion of Porches 06 b Camisa Gucci, na Fashion Clinic 07 b Pólo Lion of Porches 08 b Pólo Lion of Porches 09 b Sapatos Lion of Porches 10 b Óculos Fly London 11 b Boné Barbour 12 b Blusão Barbour 13 b Relógio Bell & Ross Vintage (Heure Sautante) 14 b Pasta MMj, na Loja das Meias

2012

51


Life&Style

Carla Marques

{

COSMÉTICA ESTILOS

}

À conquista dos 5 sentidos

— As cores atraem o olhar, os aromas conquistam o olfato… a cosmética é um mundo maravilhoso onde os cinco sentidos são constantemente postos à prova. Deixe-se conquistar pelas novidades mais recentes do mercado.

Givenchy

po-iluminador

Narciso Rodriguez Eau Délicate

La Distinguee, da Chanel

Baton

Maybelline Baton

Loverdose, da Diesel Perfume

“Le Parfum”, da Elie Saab

Perfume e leite perfumado para o corpo

52

2012

Chanel

VERNIZES


2012

53


q

54

Carla Marques

Iguaria de luxo em prato de deuses Trufas

2012

q

Life&Style


{

VIAGEM GOURMET

}

A trufa nasce sob a terra, a uma profundidade de 20 a 40 centímetros, próximo à raiz de carvalhos e castanheiras. As melhores trufas brancas vêm de Alba, pequena cidade italiana entre Turim e Milão. Já as trufas negras tradicionais são de origem francesa, da região de Périgord.

Possuem um aspeto de mármore negro e bege. A colheita é feita recorrendo a porcos ou cães adestrados que as podem localizar por meio do olfato, embora o trufeiro, especialista em trufas revolva a terra e retire a trufa do solo sem quebrá-la nem ferir-lhe a superfície, pois ela só terá valor se as suas características originais forem preservadas. Existem dois tipos: a negra e a branca. A branca chega a custar cinco vezes mais que a preta e é típica da Itália. Existem cerca de 70 variedades de trufa branca, sendo a mais importante a Tuber magnatum e a negra a Tuber melanosporum. A trufa negra é mais “comum” e as melhores são da França. A principal característica das trufas é o aroma, exalam um perfume fenomenal! Brillat-Savarin dizia que as trufas são “pérolas da cozinha”. Os primeiros registros de sua existência e utilização datam de 3.000 AC. Gregos e romanos já a utilizavam com regularidade na cozinha. É complicado explicar os aromas e sabores da trufa. Ela é única. A trufa branca tem uma cor é amarelo sujo,a lembrar o marfim velho, possui uma superfície lisa, um aroma muito forte, que contrasta

com um paladar delicado, quase inexistente. A trufa negra assemelha-se a um mármore negro e bege, é perfumada, mas menos intensa que a branca, possuindo em contrapartida um sabor maravilhoso. Lá reside grande parte do seu charme. Seu paladar é único, inesquecível, enche a boca de noz, avelã, terra, subbosque e castanha. A preta é cultivável. Após

anos de pesquisa, nasceu o carvalho-trufeiro , que demora cerca de oito anos a produzir o tubérculo. É difícil, até diria impossível, perceber a diferença entre uma melanosporum selvagem e uma de cultivo. A trufa preta vale cinco vezes menos que a Alba. Já a trufa do Perigord pode ser degustada sozinha. A branca nem sempre necessita de acompanhamento. 2012

55


Life&Style

Lenda e história

Já no terceiro milênio antes de Cristo, numas tábuas gravadas em cuneiforme e encontradas em Mari na Mesopotâmia, as trufas são mencionadas como um prato digno de reis. Gregos e romanos continuaram a apreciar o sabor destes frutos subterrâneos, atribuindo-lhes virtudes várias, entre elas a de favorecer as atividades amorosas. Para além disso e já no ano 1000, o conceituado médico árabe Aviceno costumava prescreve-las aos seus doenetes para tratamento de inúmeras maleitas. Na Idade Média, as trufas passaram por um período de esquecimento, sendo pouco mencionadas. Provavelmente a sua cor preta e a sua textura rugosa, assim como a sua produção subterrânea terão contribuído para a divulgação de uma imagem satânica e pouco apetecível aos comensais.

{

VIAGEM GOURMET

Foi o poeta François 1° de França que tendo experimentado as trufas em Espanha durante o seu cativeiro as qualificou de “prato real” e voltou a populariza-las em França, dando origem a um dos maiores pitéus da atualidade. O seu desenvolvimento pouco comum deu origem às hipóteses mais extravagantes. Uma das que perdurou por muito tempo é que as trufas eram geradas pelo impacto dos raios sobre um solo húmido e rico em matéria orgânica. Hoje, sabemos que as trufas são as frutificações de um tipo especial de fungos que se desenvolve baixo a terra, sem qualquer intervenção divina. Dependendo das suas qualidades, o preço das trufas frescas pode variar de 250 a 3000 euros o quilo. A colheita das trufas brancas de Alba, em Itália, tem início em outubro e das pretas do Perigord, em França a partir de meados de janeiro.

As melhores regiões produtoras de trufas 1

Itália, Piemonte

Trufa Branca (a melhor que existe) 2

Itália, Toscana

3

Itália, outras regiões

Trufa Branca e Negra (muito boas) 1 4

Trufa Branca e Negra (regulares) 4

França, Provence

Trufa Negra (muito boa) 5

Espanha, Catalunha

Trufa Negra (regulares)

56

2012

2 5

3

}


2012

57


Life&Style

Inesquecível Carla Marques

q

q

Restaurante Feitoria

Entrar no Feitoria é embarcar numa viagem aos sentidos. Desde logo o olhar que se espraia por uma sala sofisticada, elegante e confortável que tem o Tejo como pano de fundo num abraço que se intensifica com os aromas suaves que convidam a permanecer e a degustar as delícias que os pratos oferecem.

58

2012


{

GASTRONOMIA GOURMET

}

Considerado um dos melhores de Lisboa, tendo obtido a classificação máxima nos principais guias de restaurantes de Portugal, nomeadamente da Time Out Lisboa e do Guia Boa Cama Boa Mesa (Expresso), o Restaurante Feitoria cria magia e tornase inesquecível! O Feitoria Restaurante & Wine Bar foi distinguido este ano com uma estrela no “Guia Michelin Espanha e Portugal 2012”. É um exclusivo restaurante gourmet de cozinha de autor, onde o melhor da gastronomia portuguesa se abre à descoberta das culinárias mais exóticas do Mundo, através de produtos da mais elevada qualidade, num ambiente sofisticado que reinventa a época áurea dos Descobrimentos, preservando a autenticidade dos sabores tradicionais. A viagem começa no ambiente de máxima sofisticação e conforto e completa-se na seleção exaustiva dos melhores vinhos, azeites, águas e charutos. O Restaurante Feitoria em Lisboa oferece uma carta repleta de pratos criativos, menus executivos, Menus degustação de 4 e 5 pratos assim como o Menu Criativo de cozinha de autor, que poderá com 48h de antecedência reservar e deixar-se surpreender pela mestria única do Chefe Cordeiro e da sua equipa. No Feitoria, a experiência gastronómica é engrandecida pela localização única, a vista de rio magnífica e uma sala espaçosa e muito bem decorada. Os clientes são sempre a maior prioridade desta equipa que quer, acima de tudo, “proporcionar momentos inesquecíveis com os melhores sabores nacionais e internacionais”. 2012

59


Life&Style

Chefe Cordeiro Sabor de estrelas

— Tem elevado a cozinha portuguesa ao mais alto nível através da qualidade das suas propostas gastronómicas reconhecidas com a atribuição de estrelas Michelin. Escócia, Suíça e Inglaterra foram alguns dos destinos por onde o Chefe Cordeiro navegou procurando captar a essência da gastronomia. Irreverente e apaixonado pelo que faz regressa a Portugal, onde com a arte e o rigor que o caracterizam tem feito a diferença e servido de inspiração para muitos. Aposta numa gastronomia genuína, utilizando preferencialmente o melhor que existe em Portugal, dando a conhecer às pessoas novas técnicas e paladares! Atualmente é diretor de restauração do Altis Belém Hotel & Spa e, nomeadamente do Restaurante Feitoria. O Feitoria é um restaurante de cozinha de autor, com 1 estrela Michelin, onde os sabores tradicionais e os melhores produtos nacionais predominam e se moldam ao gosto de hoje.

Curriculum invejável

— No seu curriculum, o chefe Cordeiro conta, entre outras com a abertura e controlo total dos três restaurantes da empresa Multiultra, localizados em Matosinhos, e o Giroflée na Ribeira da Cidade do Porto. Trabalhou na Casa da Calçada Relais & Chateaux, em Amarante, onde foi agraciado com 1 Estrela, do Guia Michelin, em 2005 e 2006, enquanto Chefe Supervisor e Executivo de Cozinha do Restaurante Largo do Paço. O restaurante Pestana Porto Carlton Hotel, Porto, Hotel Montebelo, em Viseu, Restaurante Davidoff, na Quinta do Lago, Algarve, Forte de São Francisco, em Chaves,Hotel Le Meridien Park Atlantic, no Porto foram alguns dos espaços onde trabalhou e deixou a sua marca indelével. Para além das estrelas Michelin que os restaurantes que gere têm recebido foi ainda agraciado com o prémio 3 Garfos de Ouro (Restaurante Feitoria) e 2 Garfos de Ouro (Restaurante Mensagem), prémio dos 100 Melhores Chefes da Europa 2005/2006

60

2012


eReceitae

Vão de vitela mirandesa com dome de batata e queijo terrincho, com legumes salteados — Número de pessoas 1 pax Tempo de preparação 2h30

Quantidades 430 grs de vão vitela Mirandesa 100 grs batata agrea 10 grs de queijo Terrincho curado 15 grs de cenoura 15 grs de cenoura roxa

Preparação

Limpar o vão e retirar os ossos de forma a ficar um mini tornedó. Reservar.

Recheio rosti do dome de batata 10 grs de cenoura bebé 5 grs de raiz de salsa 15 grs de courgete 10 grs de topinamburgo

Para o dome de batata

Para o recheio rosti da batata

Descascar a batata e com o aparelho Turn Up (utensílio de cozinha para fazer um cilindro tapado), mas também pode fazer o cilindro com a faca á mão. Poderá não ficar tão perfeito.

Assar a batata inteira e com casca no forno temperada de sal a 160ºC durante 30 minutos. Retirar, descascar e ralar a quente. Juntar ao preparado inicial das natas e envolver bem.

Rechear este cilindro com o rosti de batata. Levar ao forno durante 8 minutos a 200ºC. Retirar do forno e colocar o queijo Terrincho e gratinar. Arranjar e lavar bem todos os legumes, cenoura baby (formato original), cenoura (brunesa), cenoura roxa (laminas), topinamburgo (bolas pequenas-colher parisiense), raiz de salsa (brunesa) e courgete (bolas grandes e

Colocar num tacho a refogar o bacon cortado finamente e acrescentar o alho francês. Deixar suar e refrescar com vinho branco. De seguida juntar as natas e deixar reduzir lentamente e apenas um pouco.

6 grs de bacon 12 grs de alho francês 15 ml de natas Coimbra 60 grs de batata

pequenas-colher parisiense). Bringir todos os legumes que depois na fase do empratamento serão salteados

Empratamento

Corar a carne ao momento em azeite, depois de temperar de sal e pimenta. Retirar a carne e o azeite que ficaram na frigideira e juntar alho e tomilho. Refrescar com um pouco de vinho branco e juntar a manteiga para glacear. Colocar num prato bonito e juntar os legumes alternados e de uma forma bonita, juntamente com o Dome de batata já gratinado. Colocar o molho e servir.


Life&Style

“Os olhos também comem” Carla Marques

Se pensar num paladar único, com produtos de qualidade reconhecida e numa apresentação fantástica certamente terá em mente o conceito gourmet. E porque não apostar na beleza se “os olhos também comem”. Proporcione um jantar de excelência aos seus convidados, seja original!

f

f

ÓBIDOS

Casale Paradiso

Licor de Ginja

Pasta

c

Premiére Pression Provence

Azeite e limão

e

Boa Boca

Bombom de café

d

g

Bombom de azeite

Licor de Alfarroba

Covilhã

Boa Boca

h

Vista Alegre

Serviço de chá

62

2012

h

Geneviéve Lethu


{

SHOPPING GOURMET f

f

Mel

Patés

Beechick

Casa Prisca

e

f

Inexistência

Osho Bom Gourmet

Peças para vinho

Faqueiro

f

Rui Simeão-Tavira

Flor de Sal

}

g

Inexistência

Castiçal

e

Conservas Minerva

sardinha e cavala em azeite

2012

63


Life&Style

Carla Marques

Associação BUALA

Afetos e projetos… em português! A palavra BUALA deriva do quimbundo recuperando aqui a noção de aldeia e de comunidade. É também essa a base da associação homónima que celebra a diversidade criativa da língua portuguesa e tenta complexificar esse universo num portal online onde se pode encontrar muitos conteúdos sobre a contemporaneidade africana. O conceito de África é também ele entendido num diálogo com o mundo numa sucessão de trilhos tão distintos que vão do Rio de Janeiro a Lisboa, passando por outros portos no continente africano e nas ilhas. África, Portugal e Brasil três pontas de um triângulo, com tanto a separá-los, mas com imensos elos de união, mas para que isso prevaleça é necessário criar e fortalecer pontes culturais entre 64

2012

estes três grandes núcleos. A Associação BUALA nasceu da constatação de que havia um grande desconhecimento entre os países africanos de língua portuguesa, “prevalecendo ainda uma ideia de lusofonia que é uma bandeira política muito artificial e sem grande ligação à realidade destes países”. Há novos artistas, pensadores, novos e antigos, outras formas de estar nas cidades e fenómenos culturais da cultura negra, e faltava uma divulgação eficaz desta realidade pungente e um incentivo para a sua documentação. Marta Lança, responsável da Associação, não partilha da ideia clássica de lusofonia: “não sou defensora da lusofonia. O site existe precisamente para dar conhecimento das realidades culturais e

sociais destes países, combatendo saudosismos e falando da vibração e criação contemporânea, sempre problematizando. Muitas vezes produz-se conhecimento sobre África que não chega lá, a ideia é refazer essa tendência”. É jovem, franzina, com uma vivacidade no olhar que cativa os interlocutores. Exala vida por todos os poros, provavelmente um somatório de experiências e conhecimentos adquiridos nas suas viagens permanentes entre Angola, Moçambique, Cabo Verde, Brasil e Portugal. Nessa vivência de povos distintos foi peneirando o que de comum havia e assim surgiu a ideia de dar a conhecer ao mundo esta África contemporânea que cresce num contexto diferente do imaginário de muita gente, sobretudo portugueses

e brasileiros. “Criámos uma rede de trabalho que se materializa num portal online de reflexão, crítica e documentação das culturas africanas contemporâneas, com produção de textos sobretudo em língua portuguesa e traduções em francês e inglês, de abordagem multissectorial e interdisciplinar – www.buala.org.”. Marta Lança afirma que: “O BUALA tem vindo a contribuir para um maior conhecimento das singularidades e expressões apostando na troca de experiências e na divulgação aprofundada das várias realidades culturais. A adesão a este projeto tem sido muito boa. Colaboradores e tradutores voluntários têm feito do Buala uma plataforma participativa que vive precisamente dessa dinâmica


{ ARTE } Há projetos que passam barreiras, que vencem fronteiras e se tornam universais. São ponto de encontro entre geografias, sentires e pensamentos feito arte.

Assim se faz história…

e iniciativa de várias pessoas”. O site disponibiliza materiais com simultaneidade no acesso entre todos os visitantes, que já ultrapassam os 30 mil por mês, sendo os países que mais visitam o site Portugal, Brasil, Estados Unidos da América e Angola, seguindo-se Moçambique e Cabo Verde, França, Inglaterra, Espanha e Alemanha.

A vida pulsa em África

África é, por si só, um património com riquezas tão vastas que não há palavras suficientes para as captar. No entanto, se nada for feito todo este amplo património cultural africano acaba esquecido numa cubata do tempo. África é história, berço de uma humanidade que ainda não

se encontrou plenamente, mas é também contemporânea, revitalizando-se constantemente, em termos de produção e intercâmbio cultural. “O BUALA é uma oportunidade para fazer convergir propostas já desenvolvidas em diversas áreas e, ao mesmo tempo, trazer novas perspetivas, estabelecendo uma ponte entre os campos académico, artístico, jornalístico e a sociedade civil. Para fortalecer esta dinâmica apostamos também na formação, na ligação entre os núcleos de colaboradores: artistas, agentes culturais, investigadores, jornalistas, programadores, estudantes. Fazemos debates mensais sobre assuntos ligados à representação de África em vários contextos culturais (em Lisboa, no Chapitô)”.

O BUALA iniciou a sua atividade a 25 de Maio de 2010 (na Bienal de S. Paulo, no Brasil), dia de África, e contou com o apoio da Casa das Áfricas [Brasil] e da Fundação Calouste Gulbenkian (Portugal], que tornou possível a sua implementação. Esta associação pretende “inscrever a complexidade do vasto campo cultural africano em acelerada mutação económica, política, social e cultural. Entendemos a cultura enquanto sistemas, comunidades, acontecimento, sensibilidades e fricções. Políticas e práticas culturais, e o que fica entre ambas. Problematizar questões ideológicas e históricas, entrelaçando tempos e legados. No fundo desejamos criar novos olhares, despretensiosos e descolonizados, a partir de vários pontos de enunciação da África contemporânea”. Esta é uma plataforma construída para as pessoas que agrega materiais, imagens, projetos, intenções, afetos e memórias. Uma rede de trabalho para profissionais da cultura e do pensamento que assenta a sua ação no voluntariado. “Não representa-

mos países. Temos colaborações vindas de vários países. Os pontos de contacto são uma ideia muito abrangente de África, não só geográfica como a diáspora da cultura negra, uma postura descomplexada para analisar as relações da História”. Em termos de futuro, a nossa entrevistada espera que a “ rede alargue mais a nível de visitas ao site e de produção de conteúdos” mas lamente o estarem “há ano e meio a funcionar sem financiamento e precisamos de profissionalizar o site para poder dar um salto maior”. O BUALA é fruto da boa vontade de um conjunto de homens e mulheres que sabem que a cultura é a marca de diferenciação de um povo, de uma língua ou mesmo de uma realidade tão viva e mutável como é a língua. Para crescerem precisam de apoios, de quem acredite que África é tradição, mas é também mudança e desenvolvimento, principalmente no domínio das artes e do pensamento. Se a ideia base é de aldeia o conceito final é entendido como uma aldeia global onde novos conceitos, repletos de qualidade e inovação ganham contornos claros. 2012

65


Life&Style

Agenda

Carla Marques

04 até

Novembro

Metropolitan Museum of Art (Nova Iorque)

Cloud City Tomás Saraceno Galeria Filomena Soares (Lisboa)

F FOR FREEDOM

Curadoria de Alexandre Melo

08

O título \”F for FRE- até EDOM\” implica uma intenção política mas também aparece por causa de \”F for Fake\” Setembro (1973, Orson Welles) e de várias palavras famosas (em inglês ou em português), cuja primeira letra é um \”F\”. A escolha de exemplos fica a cargo da liberdade de cada um. Como tudo o que se pode dizer ou pensar a propósito desta (ou de qualquer outra) exposição. FREEDOM, LIBERDADE, é talvez a noção mais importante que se pode pensar, diz mesmo respeito à possibilidade de pensar e agir. Afinal a vida é a liberdade, mas a liberdade é a luta pela liberdade e liberdade é uma palavra que é muito difícil definir de modo categórico e impossível definir de modo consensual. Tem por isso algumas semelhanças com a palavra arte. É essa a primeira razão de ser desta exposição.

O artista argentino Tomás Saraceno criou uma constelação de módulos interligados construídos com materiais transparentes e refletores para ser exibida no telhado (Cantor Roof Garden) do MET em Nova Iorque até ao próximo dia 4 de Novembro. Os visitantes podem entrar e explorar esses habitats, construídos por estruturas modulares e que se encontram agrupados numa configuração não linear. Durante a última década, Saraceno estabeleceu uma prática de construção de redes habitáveis baseadas em geometrias complexas e interativas através de uma linguagem interdisciplinar e que abrange: arte, arquitetura e ciência. Este projeto denominado “Cloud Cities/Air Port City” faz parte do processo de investigação do artista sobre a forma como habitamos e interagimos com o meio ambiente que nos rodeia.

Fondation Beyeler (Basileia)

anti- kitsch Jeff Koons

02 até

O artista concetual americano Jeff Koons usou várias ideias e materiais para construir as suas obras com o objetivo de tornar o kitsch e o mau gosto em matérias aplicáveis ao universo da arte, inverte arquétipos e Setembro questionando valores da sociedade ocidental. Jeff Koons brinca com o gosto da cultura de massa, ridiculariza o sentido estético e algumas obsessões da cultura contemporânea de massa, como por exemplo o desejo sexual, a veneração ao kitsch, o culto às celebridades. As obras de Jeff Koons foram feitas para brilhar quer pelo seu acabamento perfeito quer pelas cores fortes que possuem. Até 2 de setembro, a Fondation Beyeler em Basileia, na Suíça, apresenta obras das séries The New, Banality e Celebration, numa grande exposição individual de Jeff Koons.

Metropolitan Museum of Art (Nova Iorque)

Impossible Conversations SCHIAPARELLI AND PRADA

19

até

Schiaparelli e Prada estão no Metropolitam Museum os Art, em Nova Iorque , até ao próximo dia 19 de Agosto. A exposição chama-se Impossible Conversations e explora as afinidades marcantes entre Elsa Schiaparelli e Prada Miuccia, duas designers italianas de diferentes épocas. Inspirado por Miguel Covarrubias, estas “ Impossible Conversations” baseiam-se na Vanity Fair de 1930 e nas ideias destas mulheres icônicas. São apresentados vídeos de conversas simuladas entre Schiaparelli e Prada, dirigidos por Baz Luhrmann, tendo por foco o facto destas mulheres explorarem temas similares em seu trabalho por meio de abordagens muito diferentes. Aborda a atuação de Schiaparelli desde 1920 até final de 1950, suas peças com fortes traços surrealistas, como o “shoe hat” (abaixo) e “tear dress”. Já sobre a Miuccia Prada, traz acervos do arquivo Prada a partir dos anos 1980 até os dias de hoje.

Agosto

66

2012

Moderna Museet (Estocolomo)

Image over image Sturtevant

26

Sturtevant é um dos grandes enigmas da até cena artística, tendo desafiado o significado da arte concebida até então . Esta exposição pa- Agosto tente durante o próximo mês de Agosto, no Moderna Museet, em Estocolomo, permite conhecer a obra de Sturtevant , bem como dos artistas cujas obras ela repetiu e que em grande parte se sobrepõem com a história do Moderna Museet e da sua coleção de Marcel Duchamp, a arte pop americana e minimalismo. Esta exposição apresenta 30 obras, incluindo as suas repetições de Andy Warhol, Marcel Duchamp, Jasper Johns e Félix González-Torres, e quatro de suas mais recentes instalações de vídeo principais. De referir que Sturtevant foi premiado com o Leão de Ouro por seu conjunto de sua obra na arte na Bienal de Veneza em 2011.


· Nº08 · 2012

Edição Especial Life & Style ANO IV - SÉRIE II REVISTA Nº08 - 2012 — ISSN 1647-3574

aline frazão

Este é um tempo novo O talento e a voz da mais promissora cantora angolana


Angola'in - Edição 8