Page 1

Planejamento 2013 Educação Infantil

O professor terá um papel central na vida de seu filho durante este ano e é possível que fique em sua memória por toda a vida. Conhecer bem o professor de seu filho e vê-lo como um aliado na educação é uma tarefa vantajosa para todos os envolvidos e que começa com as aulas.

Para os melhores professores, o melhor conteúdo. No Anglo, tudo começa na sala de aula.


EQUIPE ANGLO

Direção administrativa-pedagógica: Adair Recchia. Coordenação pedagógica geral: Maria Elisa Zambolin Gigli. Coordenação pedagógica: Geruza Davoli de Lazari. Orientação educacional: Raquel Imaculada Alves. Psicologia escolar: Américo de Oliveira Cardoso. Assessoria de comunicação: Mariana Peres. Coordenação de Marketing e Eventos: José Humberto Marcatti. Biblioteca: Valnizete Fernandes Pereira da Silva. Coordenação de Material Didático: Natal Pierossi. Secretaria Pedagógica: Mirian Carolina dos Santos. Atendimento: Rosana Maschio Fernandes e Joana D'Arc Nogueira Silva. Cantina e lanches: Claudia Mariane Lovo Couto Paes. Limpeza: Ione de Cássia da Costa. Portão: Regina de Mestriner Oliva. Manutenção e conservação: Osvaldo Rodrigues e Romildo Lima da Silva. Administração de Contas: Adilson Recchia, Eliana Sima Castilho e Luis Antonio Gambaro.


EQUIPE ANGLO

GŎŃÑŌPÑŒÈ Minimaternal: Professora: Neuza Maria Martins Pereira. Auxiliar: Jaqueline de Fátima Lopes. Maternal: Professora: Cristiane AP. Lopes da Silva. Auxiliar: Renata Romito da Silva Antunes. Nível I: Professora: Rosana Crispim Rocha. Auxiliar: Amanda Jaqueline Teixeira. Nível II: Professora: Fernanda Caroline Teixeira. Auxiliar: Jéssica D. Roque Gonçalves. Artes: Marinês Esperança Rossi. Educação Física: Rita de Cássia Granziera.


TURMA DO LUAN ATIVIDADES PERMANENTES: Roda de conversa: chamada, calendário, experiências pessoalmente significativas , planejamento e socialização. Parque, playground, jogos e brincadeiras. Cuidar de animais criados e plantas cultivadas na sala ou no espaço externo: regar as plantas, dar comida e carinho aos animais, observá-los, fazer a limpeza necessária do local etc.. Leitura e Linguagem: contação e invenção de histórias, poemas, brincar com rimas, memorizar brincos e parlendas. Explorar, manipular, utilizar e falar sobre objetos, lugares e acontecimentos. Faz de Conta: brincadeiras no interior ou fora da sala, possibilitando a ampliação contextualizada do universo discursivo, trazendo para o cotidiano novas formas de interação com a linguagem. Jogo Simbólico: utilizando diversos materiais gráficos, próprios às diversas situações cotidianas que os ambientes do Faz de Conta reproduzem, tais como embalagens diversas, livros de receitas, dentre outras. Participar do lanche coletivo. Organização e conservação dos espaços coletivos e dos materiais utilizados. Avaliação das atividades do dia.


OBJETIVOS GERAIS - MINIMATERNAL E MATERNAL Aprendizagem ativa: Aprendizagem iniciada pelo sujeito que aprende, em vez de ser transmitida pelo professor. Baseiam-se no desenvolvimento sensório-motor: movimento, audição, visão, tato, manipulação. Valorizam a criatividade de quem as executa na tentativa de reconstruir a realidade e inventar novas combinações de meios e fins. · Exploração ativa, utilizando todos os sentidos. · Descoberta de relações por meio de experiências diretas. · Manipulação, transformação e combinação de materiais. · Seleção de materiais e atividades. · Aquisição de técnicas de utilização de instrumentos e equipamentos. · Utilização dos grandes músculos. Linguagem: É simultaneamente um instrumento de pensamento e um meio de comunicar-se e deve ser estimulada pelos educadores. A linguagem não deve estar separada das experiências-chave do currículo, mas integrada nelas; o adulto deve introduzir vocabulário, formas linguísticas e conceitos novos durante as atividades concretas desenvolvidas pela criança. · Utilização da linguagem para falar com o outro sobre experiências pessoalmente significativas. · Descrição de objetos, acontecimentos e relações. · Observação da própria linguagem oral colocada por escrito e depois lida em voz alta. · Utilização de novas palavras e expressões. Experimentação e representação: As representações não verbais (as imagens mentais), dominam o pensamento da criança nessa fase. A capacidade de representar o conhecimento do mundo por modalidades e meios diversos deve ser desenvolvida, pois representa um elemento importante em qualquer processo do pensamento criativo. · Reconhecimento de objetos pelo som, tato, gosto e cheiro. · Imitação de ações e sons Classificação: É a capacidade de observar os atributos dos objetos, percebendo as semelhanças existentes entre eles, distinguindo o significado de “igual” e “diferente”. · Investigação e descrição dos atributos dos objetos. · Seleção e agrupamento. Seriação: É a capacidade de ordenar objetos numa série, de acordo com uma propriedade comum. A seriação é uma aptidão cognitiva genérica, que inclui a coordenação de relações, à medida que os objetos se dispõem por uma determinada dimensão. Obs.: a capacidade de a criança dominar completamente a lógica da seriação e da classificação não é total na Educação Infantil. A seriação começa com a consciência das diferenças. As crianças de um e dois anos demonstram consciência das diferenças quando constroem torres piramidais com blocos maiores na base e menores no topo ou quando colocam caixas pequenas dentro de maiores. Com três ou quatro anos, as crianças conseguem construir torres mais complexas. Comparações. · Organização de objetos por ordem e descrever as relações entre eles. · Encaixe de um conjunto ordenado de objetos em outro, por tentativa e erro.


OBJETIVOS GERAIS - MINIMATERNAL E MATERNAL Número: A criança começa a construir o conceito de número por meio de experiências de contagem, agrupamento e comparação. Duas noções marcam o avanço da criança na sua compreensão do número: a correspondência um a um e a conservação. Porém, a criança precisa atravessar um período de desenvolvimento antes de chegar à compreensão dessas duas noções. ·

Comparação de quantidades.

·

Ordenação de dois conjuntos de objetos em correspondência um a um.

·

Contagem de objetos.

Experiências espaciais: É a consciência e o domínio do espaço. Aos três anos, a criança já desenvolveu a capacidade de representar o espaço mentalmente. Explora ativamente as relações de proximidade (com ou sem barreiras), separa objetos e reordena-os no espaço. A criança trabalha com as noções de distância, direção e delimitação do espaço. ·

Encaixe e separação de objetos.

·

Experimentação e representação do próprio corpo.

·

Localização de objetos.

·

Identificação e descrição de formas.

Tempo: A partir dos três anos, a criança começa a perceber o tempo como um contínuo; os acontecimentos passam a ter uma dimensão de “antes” e “depois”. Começa a pensar nos aconteci mentos passados por ordem sequencial e aprende as palavras que os adultos utilizam para representar o tempo. ·

Compreensão das unidades ou intervalos de tempo (interrupção e início de uma ação a um dado sinal, experiência e descrição de diferentes velocidades, experiência e comparação de intervalos de tempo, observação das mudanças sazonais, acontecimentos em sequência no tempo).

·

Antecipação verbal de acontecimentos futuros e execução de preparativos adequados.

·

Representação de acontecimentos passados.

·

Utilização de unidades convencionais de tempo ao falar sobre acontecimentos passados e futuros.

·

Observação e representação da ordem dos acontecimentos.

Materiais recomendados: Os materiais manipuláveis propiciam à criança as experiências concretas que ela precisa para aprender. Objetos familiares que sejam seguros e duráveis e que possam ser trocados frequentemente para manter a criança interessada. Equipamentos que sejam versáteis e levem à exploração e à descoberta.


OBJETIVOS GERAIS - NÍVEIS I E II ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO Linguagem não verbal: Utilizar várias formas de representação para expressar ideias. Participar de atividades de música, artes plásticas e cênicas. Participar da leitura de textos não verbais com ou sem auxílio do professor. Linguagem oral: Descrever pessoas, objetos e situações. Transmitir avisos e recados. Relatar fatos e ideias. Narrar, reproduzir e criar textos individuais e coletivos. Interpretar cenas e histórias. Dramatizar histórias, situações vividas e situações criadas. Reproduzir oralmente histórias, respeitando uma sequência lógica. Linguagem escrita: Representar ideias por meio da produção livre da escrita, de acordo com o nível de desenvolvimento linguístico. Identificar símbolos convencionais. Interpretar símbolos. Compreender a convencionalidade dos símbolos. Utilizar símbolos conhecidos. Perceber a diferença entre texto verbal e não verbal. Identificar a escrita do próprio nome. Escrever o próprio nome. Identificar a escrita de palavras do vocabulário ativo. Identificar a base alfabética da escrita. Perceber a relação entre a linguagem oral e a linguagem escrita. Identificar os valores sonoros convencionais à escrita. Perceber as possibilidades de relação letra/fonema. Perceber o princípio alfabético. Ampliar o nível de desenvolvimento linguístico. Utilizar a direcionalidade da escrita (esquerda–direita/cima–baixo). Escrever palavras e frases. Utilizar a segmentação (espaçamento entre as palavras). Escrever numerais em situações contextualizadas. Ter contato com material linguístico diversificado: a) Textos enumerativos (listas e agendas); b) Textos prescritivos (receitas, instruções diversas e regulamentos); c) Textos literários (literatura popular, trava-línguas, adivinhações, brincos e parlendas, poemas e canções, contos e fábulas); d) Textos informativos (notícias, legendas, folhetos, anúncios, cartas, boletins, bilhetes e avisos); e) Textos não verbais (ilustrações, gravuras, esculturas, pinturas, sinais de trânsito e símbolos).


OBJETIVOS GERAIS - NÍVEIS I E II ALFABETIZAÇÃO MATEMÁTICA E LETRAMENTO Números e sistema de numeração, conceitos e procedimentos: Utilizar a contagem oral nas brincadeiras e em situações em que reconheçam a necessidade. Utilizar noções simples de cálculo mental como ferramenta para resolver problemas. Comunicar quantidades, utilizando a linguagem oral, a notação numérica ou registros não convencionais. Identificar a posição de um objeto ou número na série, explicitando a noção de sucessor e antecessor. Identificar números nos diferentes contextos em que se encontram. Comparar escritas numéricas. Grandezas e medidas: Explorar de diferentes maneiras procedimentos para comparar grandezas. Utilizar unidades convencionais e não convencionais para medir comprimento, peso, volume e tempo. Marcar o tempo por meio de calendários. Fazer experiências com dinheiro em brincadeiras e em situações em que haja interesse. Espaço e forma: Representar a posição de pessoas e objetos, utilizando vocabulário pertinente. Explorar e identificar propriedades geométricas de objetos e figuras: formas, tipos de contornos, bidimensionalidade, faces planas e lados. Representar objetos bidimensionais e tridimensionais. Identificar pontos de referência para situar-se e deslocar-se no espaço. Descrever e representar pequenos percursos e trajetos, observando pontos de referência. Tratamento da informação: Análise de dados. Probabilidade. NATUREZA E SOCIEDADE Ciências sociais: Participar de atividades que digam respeito às tradições culturais de sua comunidade e de outras. Conhecer os modos de ser, viver e trabalhar de alguns grupos sociais do presente e do passado. Identificar papéis sociais existentes em seus grupos de convívio, dentro e fora da escola. Valorizar o patrimônio cultural do próprio grupo social e conhecer as diferentes formas de expressão cultural. Observar a paisagem local: rios, vegetação, construção, florestas, campos, dunas, mar e montanhas. Utilizar fotos, relatos e outros registros para observar mudanças ocorridas nas paisagens ao longo do tempo. Valorizar e desenvolver atitudes de manutenção e preservação dos espaços coletivos e do meio ambiente. Ciências naturais: Processos de transformação. Participar de atividades que envolvam processos de confecção de objetos. Reconhecer algumas das características de objetos produzidos em diferentes épocas e por diferentes grupos sociais. Conhecer algumas propriedades de objetos. Refletir, ampliar ou inverter imagens. Produzir, transmitir ou ampliar sons. Usar com cuidado objetos do cotidiano.


OBJETIVOS GERAIS - NÍVEIS I E II Seres vivos: Estabelecer algumas relações entre diferentes espécies de seres vivos, suas características e suas necessidades vitais. Conhecer cuidados básicos que devem ser dispensados a pequenos animais e vegetais por meio de sua criação e cultivo. Conhecer algumas espécies da fauna e da flora brasileira e mundial. Perceber os cuidados necessários à preservação da vida e do ambiente. Cuidar do próprio corpo, prevenindo acidentes e tomando cuidados com a saúde. Valorizar atitudes relacionadas à saúde e ao bem-estar individual e coletivo. Fenômenos da natureza: Estabelecer relações entre fenômenos da natureza de diferentes regiões e as formas de vida dos grupos sociais que nelas vivem. Participar de diferentes atividades envolvendo a observação e a pesquisa sobre a ação da luz, calor, som, força e movimento. LINGUAGENS Corporal: Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo. Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais para expressar-se nas brincadeiras e nas demais situações de interação. Deslocar-se com destreza progressiva no espaço ao andar, correr, pular, etc., desenvolvendo atitude de confiança nas próprias capacidades motoras. Ampliar as possibilidades expressivas do próprio movimento, utilizando gestos diversos e o ritmo corporal nas suas brincadeiras, danças, jogos e demais situações de interação. Explorar diferentes qualidades e dinâmicas do movimento, como força, velocidade, resistência e flexibilidade, conhecendo gradativamente os limites e as potencialidades de seu corpo. Controlar gradualmente o próprio movimento, aperfeiçoando seus recursos de deslocamento e ajustando suas habilidades motoras para utilização em jogos, brincadeiras, danças e demais situações. Utilizar os movimentos de preensão, encaixe, lançamento etc., para ampliar suas possibilidades de manuseio dos diferentes materiais e objetos. Apropriar-se progressivamente da imagem global de seu corpo, conhecendo e identificando seus segmentos e elementos e desenvolvendo cada vez mais uma atitude de interesse e cuidado com o próprio corpo. Musical: Ouvir, perceber e discriminar eventos sonoros diversos, fontes sonoras e produções musicais. Brincar com a música, imitar, inventar e reproduzir criações musicais. Explorar e identificar elementos da música para se expressar, interagir com os outros e ampliar seu conhecimento do mundo. Perceber e expressar sensações, sentimentos e pensamentos, por meio de improvisações, composições e interpretações musicais. Pictórica: Ampliar o conhecimento de mundo, manipulando diferentes objetos e materiais, explorando suas características, propriedades e possibilidades de manuseio e entrando em contato com formas diversas de expressão artística. Utilizar diversos materiais gráficos e plásticos sobre diferentes superfícies para ampliar suas possibilidades de expressão e comunicação. Interessar-se pelas próprias produções, pelas de outras crianças e pelas diversas obras artísticas (regionais nacionais ou internacionais).


CALENDÁRIO LETIVO

4

5

30

INÍCIO 1ºS

31

29

1

2

3

30

JUL

29

31

INÍCIO 2ºS

1

2

3

4

6

7

8

9

10

5

6

7

8

9

10

11

14

15

16

17

12

13

14

15

16

17

18

22

23

24

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

11

12

13

RECESSO

CARNAVAL

CINZAS

18

19

20

21

25

26

27

28 1

2

3

1

4

5

6

7

8

9

10

2

3

4

5

6

7

8

11

12

13

14

15

16

17

9

10

11

12

13

14

15

18

19

20

21

22

23

24

16

17

18

19

20

21

22

25

26

27

28

29

30

31

23

24

25

26

27

28

29

1

2

3

4

6

7

30 1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31 1

2

3

8

9

10

15

16

17 24

PAIXÃO

5

AGOSTO

28

REUNIÕES

SEG TER QUA QUI SEX SÁB DOM

SETEMBRO

MARÇO

FEVEREIRO

JAN

SEG TER QUA QUI SEX SÁB DOM

9

RECESSO

FERIADO

10

11

12

13

15

16

17

18

19

20

8

14 21 TIRADENTES

22

23

29

30

24 1

25

26

27

28

2

3

4

5

OUTUBRO

ABRIL

PAIXÃO

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

4

5

6

7

20

21

22

23

24

25

26

11

12

13

14

27

28

29

30

JUNHO

C CHRISTI

31

RECESSO

1

2

18

19

25

26

REPÚBLICA

20

21

22

23

27

28

29

30

FERIADO

1

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

2

3

4

5

6*

7

8

17

18

19

20

21

22

23

9

10

11

12

13

14

15

24

25

26* 27 28

29

30

16

17

18

19

20

21

22

*Término das aulas: 26/06

23

Término das aulas: 06/12

NOVEMBRO

6

DEZEMBRO

MAIO

TRABALHO


PROJETO DE LEITURA

Além das atividades cotidianas de contação de histórias, pesquisas, retiradas na biblioteca, eventos integrados etc., durante o ano letivo, haverá encomenda de livros com os valores cotados pela Escola, excetuando aqueles integrantes do material (*), ficando a critério da família utilizar ou não este serviço. É importante, entretanto, a atenção às obras solicitadas e aos prazos estabelecidos nos comunicados enviados.

Minimaternal: 1. Os três porquinhos (*). Autora: Maria Célia Assumpção, Editora Anglo; 2. A galinha ruiva. Autora: Maria Célia Assumpção, Editora Anglo; 3. Cachinhos Dourados. Autora: Maria Célia Assumpção, Editora Anglo.

Maternal: 1. Os três coelhinhos (*). Autora: Maria Célia Assumpção, Editora Anglo; 2. Peixinho dourado vai passear. Autora: Therezinha Casasanta, Editora Brasil; 3. João e o pé de feijão. Autora: Maria Célia Assumpção, Editora Anglo; 4. Medo do escuro. Autor: Antonio Carlos Pacheco, Editora Ática.

Nível I: 1. Pedro e o lobo(*). Autora: Eunice Braido, Editora Anglo; 2. Dorminhoco. Autor: Michael Rosen, Editora Brinque Book; 3. Romeu e Julieta. Autora: Ruth Rocha, Editora Moderna; 4. Chapeuzinho vermelho. - Contos de Grimm, Editora Ática.

Nível II: 1.Pé veloz, o menino da floresta (*) Autoras: Maria Célia Assumpção e Eunice Braido, Editora Anglo. 2.A casa sonolenta. Autor: Audrey Wood, Editora Ática. 3.Férias na floresta. Autores: Léia Cassol e Vitor Siegle. Editora Cassol. 4.A escolinha do mar. Autora: Ruth Rocha, Editora Salamandra.


ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO HORÁRIOS: De segunda à sexta-feira: PERÍODO DA TARDE: 12h30min – Abertura do portão

13h15min – Início das atividades

17h15min – Saída (tolerância: 15 minutos)

1. LANCHE: Opcional, oferecido e orientado pela nutricionista Claudia Mariane Lovo Couto Paes. Quando a família não optar pelo lanche, deverá seguir o cardápio. 2. UNIFORME: É de uso obrigatório. Todas as peças deverão ser IDENTIFICADAS com o nome da criança. Sugestão: utilizar caneta Acrilpen. 3. BRINQUEDOS: As crianças devem trazer brinquedos SOMENTE às sextas-feiras para a Escola. Recomendamos que sejam simples, sem sofisticação quanto ao uso e manejo e que incentivem a socialização, evitando-se os de peças miúdas ou fáceis de serem perdidas. 4. ENFERMIDADES E ACIDENTES: Quando ocorridos na Escola, as crianças serão prontamente atendidas e imediatamente comunicaremos os pais. Solicitamos que nos informem sobre toda e qualquer doença que o/a filho/a possa vir a ter e que a afaste das aulas. Quando a criança apresentar dores ou febre no horário escolar, é necessário vir buscá-la ou medicá-la. 5. ALERGIAS E DOENÇAS CRÔNICAS: Solicitamos orientações por escrito da família ou do médico responsável. 6. INFORMAÇÕES, SUGESTÕES E RECLAMAÇÕES: Devem ser tratadas diretamente com a coordenação. 7. FORMA DE TRATAMENTO: No Anglo, a criança relaciona-se com o adulto através do nome. Não usamos e nem reforçamos o tratamento “tia”. 8. AULAS COM ESPECIALISTAS: Educação Física (a criança deve usar tênis) às segundas-feiras para o Nível I e às terçasfeiras para o Nível II. Educação Artística às terças-feiras para os Níveis I e II. 9. PASSEIOS E EVENTOS: Parte integrante das atividades curriculares. Os pais receberão o comunicado com devida antecedência. 10. ANIVERSÁRIOS: Quando comemorados na Escola, a festinha é oferecida pela cantina aos participantes do lanche coletivo. Quando comemorados fora da Escola, pedimos a gentileza de não marcar em horário de aula. 11. CANECAS: Fazem parte do material individual da criança. Não utilizaremos copos descartáveis. 12. GULOSEIMAS: Evitar trazer este tipo de alimento para a Escola. 13. ATENDIMENTOS: Recomendamos que os atendimentos com as professoras sejam previamente agendados na secretaria, pois mesmo uma conversa rápida pode atrapalhar a rotina da sala.


CALENDÁRIO DE EVENTOS

Fevereiro

Março

Abril Maio Junho

08 - Carnaval na Escola í

28 - Atividades de Páscoa

16 - Reunião com pais 19 - Festa na aldeia

10 - Encontro com mães

21 - Festa junina 26 - Último dia de aula do 1º semestre 27 e 28 - Atendimento individualizado com pais

Julho

31 - Reinício das aulas

Agosto

09 - Encontro com Pais

Outubro

01 - Reunião com pais De 09 a 11 - Semana da criança 11 - Acampamento do Nível II

Novembro

06 - Festa de encerramento e formatura do Nível II

Dezembro

06 - Último dia de aula 11 e 12 - Atendimento individualizado com pais

Observação: Durante o ano letivo, conforme iniciativa dos professores, solicitação dos pais ou alunos, a Escola analisará a possibilidade de participar em outros eventos e estará sempre atenta aos acontecimentos sociais e culturais dos quais possa usufruir a formação dos estudantes.


ORIENTAÇÕES SOBRE TRANSPORTE ESCOLAR Todas as famílias, cujos filhos utilizam transporte escolar, desejam que o deslocamento deles ocorra em total segurança. Sabendo disso, sugerimos que antes da contratação desse serviço, os pais ou responsáveis observem os seguintes pontos: a) O motorista e o veículo devem ser credenciados junto à Prefeitura do município. A comprovação é dada através de documento expedido pelo órgão competente que atesta o cadastramento (do veículo e do motorista). b) O fornecedor dessa espécie de serviço - Pessoa Física ou Jurídica - deve respeitar as regras do Código Nacional de Trânsito (arts. 136 a 139, da Lei 9.503/97), além da legislação do seu município. c) O Código Nacional de Trânsito determina que os veículos destinados à condução coletiva de escolares devem ser autorizados pelos Detrans, atendendo aos seguintes requisitos:

1) registro como veículo de passageiros; 2) inspeção atualizada para verificação dos itens obrigatórios e de segurança; 3) uma faixa amarela com a inscrição "ESCOLAR", à meia altura e em toda a extensão das partes laterais e traseira da carroçaria; 4) equipamento registrador instantâneo inalterável de velocidade e tempo; 5) lanternas de luz branca, fosca ou amarela dispostas nas extremidades da parte superior dianteira e lanternas de luz vermelha, na extremidade superior da parte traseira; 6) cintos de segurança em número igual à lotação do veículo. A autorização do Detran deve ser afixada na parte interna do veículo, em local visível, contendo o número máximo de passageiros permitido pelo fabricante, sendo proibida a condução de escolares em número superior. O condutor do veículo, por sua vez, deve obrigatoriamente:

1) ser maior de vinte e um anos; 2) ser habilitado na categoria D; 3) não ter cometido nenhuma infração gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os 12 últimos meses; 4) ser aprovado em curso de especialização.

Procurem observar, também, se possível: a) como o motorista entrega os alunos na Escola e como os recepciona na saída; b) as condições de higiene internas do veículo. Sobre os valores e pagamentos, informar-se se o serviço é cobrado durante os meses de férias e ainda se será prestado fora dos meses normais. É desejável que todas as informações e combinados constem em um contrato, sobretudo: valores, abrangência do serviço, formas de pagamento e horários. Além disso, os pais também podem solicitar o itinerário que o veículo realiza, normalmente definido pelo prestador de serviço. Modificações no itinerário sem prévia informação podem ser feitas em situações de força maior. No entanto, modificações programadas devem ser informadas previamente. É aconselhável também obter o endereço e telefone do motorista. A responsabilidade pela qualidade do transporte oferecido aos estudantes e eventuais ocorrências são exclusivas da Prestadora do Serviço. À Escola cabe apenas orientar as famílias na busca do melhor atendimento. Informações técnicas sobre a habilitação do veículo, consulta sobre o cadastramento do condutor (Pessoa Física ou Jurídica), documentações, idade máxima permitida para o veículo, renovações, dentre outras, geralmente podem ser encontradas no site da prefeitura, seção trânsito/transporte.


r u C

? u ti

www.facebook.com www.facebook.com/angloitapiramogi /angloitapiramogi Avenida Pouso Alegre n.110- Mogi Guaçu - SP Jardim Munhoz- 19 3811.9110 secretariamogi@anglo.g12.br www.anglodemogi.com.br

art graf

Educação Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Curso Pré-Vestibular

Planejamento 2013 Infantil Mogi  

Manual de Informações Educação Infantil

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you