Page 1


Editorial Mudanças necessárias O mercado de duas rodas e de motopeças continua aquecido e as projeções também são otimistas. Porém ainda vivemos na incerteza quanto o momento político-econômico do País. E para que possamos alavancar o crescimento e acenar com melhorias no mercado econômico a aprovação das reformas é fundamental. Comemoramos com muita alegria os 80 anos de fundação e atividades da Chapam Motopeças, uma das mais importantes indústrias do segmento. No Espaço Anfamoto falamos sobre a publicação da Portaria Inmetro No 194, de 25/04/2019, que aprova ajustes na Portaria Inmetro No 123, de 2014 que trará da certificação de coroa, corrente, pinhão e escapamentos. Ainda nesse tema falamos também sobre a parceria com o IQA – Instituto da Qualidade Automotiva, que oferecerá desconto aos associados nos processos de certificação dos componentes da Portaria Inmetro No 123. O presidente da Anfamoto Orlando Leone, esteve presente da 14ª edição da Feira Automec, para prestigiar os associados da entidade que estavam expondo e também para conferir os lançamentos e novidades. Confira a cobertura especial que a ANFAMOTO EM REVISTA fez para o setor de motopeças. Nessa edição falaremos sobre a transformação no cenário da mobilidade urbana e as novas formas que os brasileiros encontraram para trazer comodidade e agilidade no deslocamento diário. Na seção Sua Moto em Detalhe destacamos a importância do sistema de embreagem e da utilização e manutenção corretas. A partir dessa edição traremos notícias do varejo. Não deixe de conferir as novidades no caderno duas rodas, as notícias do setor e as dicas & lançamentos de nossos associados. Boa leitura a todos.

Associação Nacional dos Fabricantes e Atacadistas de Motopeças Presidente: 1º Vice Presidente: 2º Vice Presidente: Tesoureiros:

Orlando Cesar Leone Valdenir dos Santos Galvão Valério Valente Amarildo Severino Fernandes

Conselho Deliberativo - Presidente :

Gianfranco Menna Zezze

Membros do Conselho Deliberativo:

Carlos Alberto Fiorotti Hélio Tenório da Silva Waldemar Ivo de Medeiros

Suplentes do Conselho Deliberativo:

Carlos Manoel Jr. Celso Pedro Franciosi Mônica Orlando de Oliveira

Membros do Conselho Fiscal:

Sandra Brandani Picinato José Jacob Fernandes José Mauricio Felipe

Suplentes do Conselho Fiscal:

Alexandre Saba José Jacob Fernandes Sandra Brandani Picinato

Coordenadores de Setoriais: Fabricante: Freios: Escapamentos: Capacetes:

Edilson Tenório da Silva Valério Valente Anfamoto Carlos Manoel Jr.

Coordenação Editorial:

Fabia Helena Allegrini Pereira

Editor responsável:

Jacylete Abreu – MTB 825-CE

Serviços Gráficos: Editor de Arte: Secretaria:

Gráfica Nywgraf Luis Fernando L. Corrêa Patricia Sartori

Coordenação de Eventos:

Equipe Anfamoto

ANFAMOTO em Revista:

Equipe Anfamoto

Assessora da Presidência:

Fabia Helena Allegrini Pereira

PUBLICIDADE & COMERCIAL

Número de Registro: 823713350 EDIÇÃO 146 - MAR/ABR 2019 A responsabilidade sobre opiniões e fatos presentes nos artigos assinados na “ANFAMOTO em Revista” é exclusiva de seus autores, não exprimindo necessariamente o pensamento desta publicação nem a posição da ANFAMOTO.

Av. Nove de Julho, 3229 Cjtos 208/209/210 Jardim Paulista CEP 01407-000 - São Paulo-SP PABX: (11) 3052-2002 - Fax: (11) 3885-7637 E-mail: anfamoto@anfamoto.com.br - Site: www.anfamoto.org


Especial Cobertura Automec

Sumário Palavra do Presidente

Vivemos o momento da urgência

8

Mercado Projeções para 2019 são revisadas pela Abraciclo

Associado em destaque

CHAPAM MOTOPEÇAS 80 anos de história

Espaço Anfamoto

Regulamentação, Certificação, parcerias e novos associados

Especial Cobertura Automec Presidente da Anfamoto visita seus associados na Automec

10

22 Presidente da Anfamoto visita seus associados na Automec

16

Capa

18

22

26 Capa

A transformação no cenário da mobilidade urbana

Sua Moto em Detalhe

SISTEMA DE EMBREAGEM: Saiba como identificar problemas, causas mais frequentes, e como evita-los

Varejo ICMS retido a mais no varejo pode ser ressarcido

Caderno Duas Rodas Novidades do segmento de duas rodas

Notícias 36 - Dicas & Lançamentos 38 Lista de associados 39 - Aniversariantes - 45

A transformação no cenário da mobilidade urbana

26 30

Sua Moto em Detalhe

32 30

30 SISTEMA DE EMBREAGEM: Saiba como identificar problemas, causas mais frequentes, e como evita-los


Orlando Leone Presidente

Vivemos o momento da urgência A confusão político-econômica-social que ainda atravessamos no Brasil, vai deixando seus rastros e reflexos. A expectativa por soluções rápidas quando o atual governo entrou era muito alta. Um cenário desafiador e preocupante. O problema fiscal a ser resolvido é enorme, a capacidade ociosa da indústria está alta, a taxa do desemprego ainda permanece em altos níveis. Além desses problemas ainda temos o baixo nível de confiança dos investidores internos e externos o que gera uma pressão muito negativa nos preços de nossos ativos. Buscamos sinais de que as reformas serão realmente priorizadas, e de que o Legislativo apoie o Executivo, não deixando questões prioritárias e de difícil resolução sem respostas. A oscilação cambial ao sabor do desafio político também é alvo de muita preocupação. A Reforma da Previdência será um divisor de águas do governo. Se o projeto for aprovado sem muitas mudanças, poderá definir o cenário econômico nos próximos anos. Nosso setor é amplamente favorável a Reforma, pois ela trará equilíbrio fiscal e embora pareça que seu espectro é amplamente e exclusivamente de caráter econômico também trará justiça social, pois muitos que precisam não conseguem receber. A Reforma da Previdência é urgente, bem como a Reforma Tributária também, pois auxiliará e muito no crescimento da indústria e do comércio, alavancando a produtividade e a empregabilidade. A grande oposição política e o cenário econômico ainda fra-

gilizado, o Congresso fragmentado e o crescimento de bancadas com interesses bem particulares, podem ser um empecilho para o crescimento econômico do país. A polarização da opinião pública e popular exige do governo um posicionamento firme de modo a unir a todos em torno de um projeto suprapartidário: o Brasil. É crucial a evolução das reformas para que possamos chegar a um patamar de uma economia sustentável. Apesar de todo esse cenário o mercado de motopeças esteve aquecido nos quatro primeiros meses do ano. Tanto no atacado como no varejo. E a alta do dólar ainda não refletiu nas vendas. Entramos em maio e tradicionalmente esse é o mês do Movimento Maio Amarelo, que nos chama atenção e reforça a importância da conscientização para um trânsito mais seguro. Há cerca de oito anos esse brilhante movimento traz todos os anos um tema diferente para alertar os motoristas. Hoje a motocicleta é utilizada em várias modalidades, seja para trabalhar, passear, se deslocar de casa até o trabalho, entregas rápidas, bombeiros, polícia ou viajar em grupo. Em todas elas o mais importante é pilotar com segurança e atenção redobrada. Sempre utilize equipamentos de proteção adequados e de boa procedência. Mantenha a sua motocicleta sempre em dia, fique atento às revisões e manutenção periódicas. Essas atitudes também colaboram para uma pilotagem segura. E por falar em segurança, em meados de abril, foi anunciada pelo Prefeito Bruno Covas, medida que restringe o acesso de motociclistas à pista expressa da marginal Pinheiros, no sentido da Rodovia Castello Branco. A proibição começa a partir de maio, e a medida foi adotada com vistas a diminuir o número de acidentes na marginal. Todos nós somos favoráveis a medidas que visem a segurança, porém, não vemos por parte do poder público a adoção de medidas, nem tão pouco de investimentos e de políticas públicas para redução de acidentes e melhores condições para quem anda de moto na cidade de São Paulo. Medidas radicais só retardam a tomada de ações efetivas para a diminuição e principalmente para prevenção de acidentes. Essa medida afeta trabalhadores e demais usuários da motocicleta. É necessário que o poder público invista em educação e conscientização de todos para que haja uma diminuição dos acidentes. Avanços importantes e urgentes precisam ser feitos nessa área. Aguardamos, ansiosos e com urgência todas as medidas necessárias para o crescimento do nosso Brasil! Forte abraço e boa leitura a todos! Orlando Cesar Leone Presidente

Agenda Fevereiro 09 – Reunião administrativa com o Presidente 26 – Reunião ABNT – Categoria L – Terminologia Março 12 – Reunião com Presidente do Inmetro 16 - Reunião administrativa com o Presidente 26 - Reunião ABNT – Categoria L – Terminologia 29 – Reunião com Secretário Executivo de Segurança Pública Coronel Camilo

|||| 08 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146

Abril 11 – Reunião administrativa com o Presidente 24 - Reunião ABNT – Categoria L – Terminologia 26 – Visita aos associados na Feira Automec Maio 07 – Reunião com o Deputado Estadual Jorge Wilson, sobre a proibição do tráfego de motociclistas na Marginal.


Mercado

Projeções para 2019 são revisadas pela Abraciclo Novos índices para a indústria de motocicletas apontam crescimento de 6,1% a produção, de 10,7% nas vendas ao atacado e de 8,5% nas vendas ao varejo, nas exportações a nova expectativa é queda de 41,2%. A Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, revisou suas projeções para este ano. A nova expectativa é que a produção atinja 1.100.000 unidades, elevação de 6,1% ante o resultado de 2018 que foi de 1.036.846 motocicletas. A estimativa anterior, apresentada em dezembro do ano passado, era de 1.080.000 unidades, alta de 4,2% ante 2018. Também foram revisadas para cima as perspectivas de vendas no atacado e no varejo. No repasse de motocicletas das fábricas para as concessionárias, no atacado, a estimativa é de 1.060.000 unidades, elevação de 10,7% em relação a 2018 que foi de 957.617 unidade. A estimativa inicial era de 1.031.000, alta de 7,7%. No varejo, ou seja, emplacamentos, a nova projeção é de 1.020.000 unidades, crescimento de 8,5% ante 2018 (940.108 motocicletas). Anteriormente a perspectiva era de 998.000 unidades, aumento de 6,2%. Exportações – A entidade também revisou as projeções de exportação para 2019, que apontam embarque de 40 mil unidades, baixa de 41,2% ante 2018 (68.073 motocicletas). Em dezembro a estimativa era |||| 10 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146

de 49 mil unidades, queda de 28%. No primeiro trimestre foram exportadas 11.382 motocicletas, recuo de 51,2% ante o mesmo período de 2018, 23.320 unidades. Em março o volume embarcado foi de 3.525 unidades, redução de 54,5% na comparação com o mesmo mês de 2018 que foi de 7.747 motocicletas. Em relação a fevereiro, houve aumento de 7,2% totalizando 3.287 unidades. Segundo dados do portal de estatísticas de comércio exterior – Comex Stat, a Argentina foi o principal comprador de motocicletas brasileiras no primeiro trimestre, 3.832 unidades, 37,7% do total. Na segunda posição vieram os Estados Unidos, com 2.224 unidades e 21,9% de participação, se-

guido do Canadá com 1.488 unidades e 14,7% de participação. Em março a Argentina manteve a liderança com 2.660 motocicletas compradas do Brasil, com 53,2% do total, seguida pelo Canadá, com 988 unidades e 19,7% de participação e dos Estados Unidos, com 608 unidades e 12,2 % de participação. Produção no primeiro trimestre – No acumulado dos três primeiros meses do ano foram produzidas no Brasil 276.835 motocicletas, alta de 6,6% ante igual período de 2018 em que foram produzidas 259.587 unidades. Em março foram produzidas 91.537 motocicletas, queda de 3,3% na comparação com março de


Mercado

2018 fechou com 94.649 unidades e de 9,6% ante fevereiro que foi de 101.292 unidades.

Em março a média diária de vendas foi de 4.410 unidades, crescimento de 16,8% ante março do ano passado que fechou com 3.777 unidades e de 4,8% ante fevereiro que totalizou 4.208 motocicletas.

Vendas no atacado – De janeiro a março deste ano as vendas no atacado somaram 270.641 motocicletas, alta de 15,7% ante o mesmo período de 2018 que foi de 234.010 unidades. Apenas em março o repasse de motocicletas para as concessionárias foi de 93.559 unidades, aumento de 7,2% ante março de 2018 com 87.243 unidades. Na comparação com fevereiro foi registrada queda de 2%, totalizando 95.427 unidades.

16,5% ante 5.642 no mesmo período do ano passado. Em março as posições ranking se mantiveram:

• 1º Street: 48,8% de participação 45.688 unidades.

Desempenho por categoria no atacado - A Street liderou o ranking de motocicletas mais comercializadas por categoria no país no primeiro trimestre de 2019, com 51,8% de participação com 140.256 unidades, alta de 17,2% ante 119.723 unidades no primeiro trimestre de 2018. Em segundo lugar ficou a Trail, com 19,4% com 52.459 motocicletas, crescimento de 1,7% ante 51.599 no mesmo período do ano passado. A Motoneta ficou em terceiro lugar com 15% que representa 40.616 unidades, elevação de 23,3% ante 32.948 unidades de janeiro a março do ano passado. Na sequência do ranking vieram a Scooter, com 7,5% de participação com 20.232 motocicletas, crescimento de 31,5% ante 15.386 do primeiro trimestre de 2018, e a Naked, com 2,4% de participação com 6.574 unidades, avanço de

Emplacamentos – De acordo com o levantamento do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), foram emplacadas 258.652 motocicletas no primeiro trimestre deste ano, alta de 17,9% ante o mesmo período de 2018, 219.304 motocicletas. Ainda com base nos dados do Renavam, em março foram licenciadas 83.798 motocicletas, elevação de 5,6% ante março de 2018 que chegou a 79.320 unidades. Na comparação com fevereiro foi registrada queda de 0,4% que teve 84.150 motocicletas.

do

• 2º Trail: 19% de participação 17.736 unidades. • 3º Motoneta: 15,5% de participação 14.462 unidades • 4º Scooter: 10,5% de participação 9.822 unidades • 5º Naked: 2,3 % de participação 2.114 unidades. Desempenho de Scooters no varejo – Os emplacamentos de Scooters no primeiro trimestre somaram 18.730 unidades, alta de 7,3% na comparação com o mesmo período do ano passado 17.451 unidades. Em março foram licenciadas 5.990 Scooters, queda de 4,4% ante 6.264 unidades em março de 2018. Na comparação com fevereiro, houve baixa de 1,6%, 6.085 unidades.

TABELA DE PROJEÇÕES REVISADAS 2018 (A)

2019 PROJEÇÃO ANTERIOR (B)

2019 PROJEÇÃO REVISADA (C)

VARIAÇÃO (A/B) %

VARIAÇÃO (A/C) %

VARIAÇÃO (B/C) Volume

Produção

1.036.846

1.080.000

1.100.000

4,2%

6,1%

+20.000

Exportação

68.073

49.000

40.000

-28%

-41,2%

-9.000

Atacado

957.617

1.031.000

1.060.000

7,7%

10,7%

+29.000

Varejo

940.108

998.000

1.020.000

6,2%

8,5%

+22.000

Fonte: Abraciclo / Associado |||| 12 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146


Mercado

|||| 14 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146


Associados em destaque

CHAPAM MOTOPEÇAS 80 anos de história A Indústria e Comércio de Motopeças Chapam foi fundada em maio de 1939 por João Meneghel, agricultor autônomo com noções de metalurgia, e sediada na pequena cidade de Urussanga, colonizada por italianos, em Santa Catarina. A empresa, inicialmente, se estabeleceu como metalúrgica fabricante de implementos para agroindústria apenas para atender aos agricultores da região. Tanto que começou fabricando ferramentas e acessórios agrícolas, foices, machados, arados, enxadas, carpideiras, facas e facões. Nessa época não havia funcionários. A própria família tocava o negócio. Até completar 80 anos de fundação e atividades ininterruptas, a Chapam passou por altos e baixos e por vários testes que nossa economia submete às empresas. Não foram poucas as dificuldades. Mas foi em 1974 que a empresa passou uma das suas maiores provas, ao enfrentar uma grande enchente que a obrigou a reiniciar do zero e mudar a posição da indústria para as atuais instalações. As atividades da empresa que até 1974 eram voltadas à agricultura, com a mecanização agrícola e a decadência da atividade, mudaram completamente e em 1976 com a instalação das montadoras japonesas Honda e Yamaha no Brasil, desperta-se para o mercado de duas rodas, quando então em 1978 deu-se início a fabricação de peças de motocicleta para atender as necessidades do mercado de reposição. Atualmente com um parque industrial moderno, instalado numa área de 6.000m2, com 8 robos de solda, auxiliados por mais de 20 máquinas de solda manual, 4 mesas de corte, 2 conjuntos de pintura eletrostática, a empresa produz cerca de 45 mil peças por mês para uma linha de 800 itens entre peças e acessórios para nove marcas de motocicletas ||||

16 |

ANFAMOTO em Revista | Edição 146

e todas essa produção com pouca mão-de-obra, pois a Chapam emprega pouco mais de cem funcionários. Com mais de 70 lançamentos por ano, os principais produtos fabricados são: os protetores de motor e carenagem de motos de média e alta cilindradas, a fabricação é bem voltada às big trails. Sempre a frente de seu tempo, a fábrica toda é alimentada por 608 painéis de energia solar. “Já que prevemos uma carência de matriz energética e esse será o futuro em termos de geração, a Chapam já se antecipou e está preparada para suprir essa deficiência”, comenta Jaimar Edson Meneghel – Diretor administrativo e financeiro. “O mercado de motopeças continua ativo e em expansão. As mudanças nos modelos de motos são rápidas demais e trazem dificuldades para acompanharmos todas essas mudanças, que exigem adequar os lançamentos de novas peças, na confecção de ferramental de alta performance. Temos duas frentes de trabalho a manutenção de modelos antigos e os lançamentos”, finaliza Jaimar Meneghel. Chapam: (48) 3465-1453 e-mail: chapam@terra.com.br Site: www.chapam.com.br       


Espaço Anfamoto

Normas Técnicas A Associação Brasileira de Normas Técnicas publicou, em 26/04/2019, a norma ABNT NBR 15941:2019 - Baterias chumbo - ácido para motocicletas, triciclos e quadriciclos Especificação e métodos de ensaios, que revisa a norma ABNT NBR 15941:2012. Esta Norma estabelece diretrizes para a identificação das principais características funcionais e os métodos de ensaios, com seus critérios de aceitação, requeridos para definir a funcionalidade de todos acumuladores chumbo-ácido utilizados em motocicletas, compre-

endendo também os triciclos e quadriciclos que utilizem baterias com capacidade até 30 Ah em regime de 10 h. Estes acumuladores são comumente chamados de baterias de arranque ou partida. Caso tenham interesse, os associados podem adquirir essa norma através da Anfamoto que tem desconto junto a ABNT. Entre em contato com a secretaria da Anfamoto pelo telefone (11) 3052-2002, ou através do e-mail: anfamoto@anfamoto.org.

Anfamoto celebrou parceria com o IQA Instituto da Qualidade Automotiva Anfamoto e o IQA celebraram parceria para oferecer aos associados da entidade descontos nos serviços de certificação de componentes automotivos – coroa, corrente, pinhão e escapamentos. Para mais informações entre em contato com IQA pelo telefone: (11) 5091-4545.

Regulamentação PORTARIA INMETRO No 194, de 25 de abril de 2019

tanto para coroa, corrente e pinhão quanto para escapamentos foram os prazos:

O Inmetro – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, publicou no D.O.U de 08/05/2019, a Portaria No 194, de 25 de abril de 2019, que aprova ajustes à Portaria Inmetro No 123, de 19 de março de 2014, que define os Requisitos de Avaliação da Conformidade para componentes automotivos de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos.

Art. 1º - O art. 4º da Portaria nº 123, de 2014, passa a vigorar com a seguinte redação:

A principal alteração que trouxe essa Portaria, ||||

18 |

ANFAMOTO em Revista | Edição 146

“Art. 4º - A partir de 60 (sessenta) meses, 19/03/2019, contados da data de publicação desta Portaria, os componentes automotivos de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos deverão ser fabricados e importados somente em conformidade com os Requisitos ora aprovados e devidamente registrados no Inmetro.


Parágrafo único - A partir de 12 (doze) meses, 19/03/2020, contados do término do prazo fixado no caput, os componentes automotivos de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos deverão ser comercializados, no mercado nacional, por fabricantes e importadores, somente em conformidade com os Requisitos ora aprovados e devidamente registrados no Inmetro”. (NR) Art. 2º - O art. 5º da Portaria nº 123, de 2014, passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 5º - A partir de 90 (noventa) meses, 18/09/2021, contados da data de publicação desta Portaria, os componentes automotivos de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos deverão ser comercializados, no mercado nacional, somente em conformidade com os Requisitos ora aprovados e devidamente registrados no Inmetro. Parágrafo único - A determinação contida no caput não é aplicável aos fabricantes e importadores que deverão observar os prazos fixados no artigo anterior.» (NR) Para escapamentos a Portaria trouxe ainda outras definições: Art. 3º - Fica suspensa, até que seja avaliada a pertinência e, caso aplicável critérios para demonstração da conformidade, a exigência quanto à apresentação de relatório de ensaios de homologação ou comprovação da homologação junto ao órgão competente para atendimento à legislação em vigor com relação às emissões e ruído prevista no item 4 - Memorial Descritivo, do Anexo Específico IV da Portaria Inmetro nº 123, de 2014. Segue abaixo portaria na Integra: Portaria nº 194, de 25 de abril de 2019. Aprova ajustes à Portaria Inmetro nº 123, de 19 de março de 2014, que define os Requisitos de

Avaliação da Conformidade para Componentes Automotivos de Motocicletas, Motonetas, Ciclomotores, Triciclos e Quadriciclos. A PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO, no uso de suas atribuições, conferidas no § 3º do art. 4º da Lei nº 5.966, de 11 de dezembro de 1973, nos incisos I e IV do art. 3º da Lei nº 9.933, de 20 de dezembro de 1999, e no inciso V do art. 18 da Estrutura Regimental da Autarquia, aprovada pelo Decreto nº 6.275, de 28 de novembro de 2007; Considerando a alínea “f ” do subitem 4.2 do Termo de Referência do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade, aprovado pela Resolução Conmetro nº 04, de 02 de dezembro de 2002, que atribui ao Inmetro a competência para estabelecer as diretrizes e critérios para a atividade de avaliação da conformidade; Considerando a Portaria Inmetro nº 123, de 19 de março de 2014, que aprova os Requisitos de Avaliação da Conformidade para Componentes Automotivos de Motocicletas, Motonetas, Ciclomotores, Triciclos e Quadriciclos, publicada no Diário Oficial da União de 24 de março de 2014, seção 01, página 94-95; Considerando a Portaria Inmetro nº 356, de 30 de outubro de 2018, que aprova ajustes e esclarecimentos aos Requisitos de Avaliação da Conformidade aprovados pela Portaria Inmetro nº 123, de 2014, publicada no Diário Oficial da União de 1º de novembro de 2018, seção 01, página 31; Considerando demandas do setor produtivo constantes nos processos SEI 0052600.004017/201999 e 0052600.004020/2019-11; Considerando o atraso na publicação da Portaria Inmetro nº 356, de 2018, que promoveu ajustes à regulamentação para componentes automotivos de motocicletas, motonetas, ciclomotores,


Espaço Anfamoto triciclos e quadriciclos, acarretando incertezas quanto ao estabelecido na referida regulamentação e, consequentemente, impacto nos prazos anteriormente estabelecidos; Considerando que o relatório de ensaios de homologação ou comprovação da homologação junto ao órgão competente para atendimento à legislação em vigor quanto às emissões e ruído, previsto no item 4 do Anexo Específico IV da Portaria Inmetro nº 123, de 2014, não se aplica aos fornecedores de escapamento para o mercado de reposição; Considerando a existência de outras formas de marcação da identificação da conformidade para os escapamentos de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos, que alcançam os objetivos pretendidos para o produto; Considerando a necessidade de promover ajustes nos Requisitos de Avaliação da Conformidade aprovados pela Portaria Inmetro nº 123, de 2014; resolve: Art. 1º O art. 4º da Portaria nº123, de 2014, passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 4º A partir de 60 (sessenta) meses, contados da data de publicação desta Portaria, os componentes automotivos de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos deverão ser fabricados e importados somente em conformidade com os requisitos ora aprovados e devidamente registrados no Inmetro. Parágrafo único. A partir de 12 (doze) meses, contados do término do prazo fixado no caput, os componentes automotivos de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos deverão ser comercializados, no mercado nacional, por fabricantes e importadores, somente em conformidade com os requisitos ora aprovados e devidamente registrados no Inmetro”. (NR)

||||

20 |

ANFAMOTO em Revista | Edição 146

Art. 2º O art. 5º da Portaria nº123, de 2014, passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 5º A partir de 90 (noventa) meses, contados da data de publicação desta Portaria, os componentes automotivos de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos deverão ser comercializados, no mercado nacional, somente em conformidade com os requisitos ora aprovados e devidamente registrados no Inmetro. Parágrafo único. A determinação contida no caput não é aplicável aos fabricantes e importadores que deverão observar os prazos fixados no artigo anterior.” (NR) Art. 3º Fica suspensa, até que seja avaliada a pertinência e, caso aplicável critérios para demonstração da conformidade, a exigência quanto à apresentação de relatório de ensaios de homologação ou comprovação da homologação junto ao órgão competente para atendimento à legislação em vigor com relação às emissões e ruído prevista no item 4 – Memorial Descritivo, do Anexo Específico IV da Portaria Inmetro nº 123, de 2014. Art. 4º Ficam aprovados os ajustes aos Requisitos de Avaliação da Conformidade aprovados pela Portaria Inmetro nº 123, de 21014 na forma do Anexo a esta Portaria. Art. 5º Ficam revogados os seguintes dispositivos da Portaria Inmetro nº 356, de 2018: I - os art. 3º e 4º; e II - o item 4 do Anexo. Art. 6º Ficam mantidas as demais disposições da Portaria Inmetro nº 123, de 2014. Art. 7º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Angela Flôres Furtado Presidente


Orlando Leone, Presidente da Anfamoto, se reúne com o Deputado Estadual Jorge Wilson, que é Coordenador da Frente Parlamentar dos Veículos Sobre Duas Rodas Logo após a medida anunciada pelo Prefeito Bruno Covas, de proibir a circulação de motos, na pista expressa da Marginal Pinheiros, no sentido Castello Branco, o presidente da Anfamoto, se reuniu com o Deputado Estadual Jorge Wilson – Coordenador da Frente Parlamentar dos Veículos Sobre Duas Rodas, para tratar do assunto.

A proibição restringe a circulação e fere o direito de ir e vir dos motociclistas que precisam trabalhar ou se deslocar pela cidade. A Frente Parlamentar estuda entregar tanto ao prefeito de São Paulo Bruno Covas, quanto ao Governador de São Paulo sugestões para melhorias a todos motociclistas. Será realizado um encontro em São Paulo com todos os envolvidos.

A Anfamoto dá boas-vindas aos novos associados: SKF – A SKF está investindo no setor de motopeças com uma linha de 150 produtos. www.skf.com

Grupo Michelin / Levorin – A Levorin está presente no mercado desde 1943. Em 2016 o Grupo Michelin adquiriu 100% da fabricante brasileira de pneus de motos e bicicletas. Até então a Michelin apenas importava os pneus pata moto que vendia no Brasil. A aquisição da Levorin coloca o grupo francês na posição de fabricante. A aquisição teve um duplo objetivo estratégico: consolidar sua implantação no Brasil e reforçar o desenvolvimento mundial de sua linha de pneus de motocicletas e bicicletas. www.michelin.com.br


ESPECIAL COBERTURA AUTOMEC

Presidente da Anfamoto visita seus associados na Automec

14ª edição da feira mostra a força do mercado de reposição automotivo

A 14ª edição da Automec, realizada de 23 a 27 de abril, em São Paulo, recebeu 75 mil visitantes. A organizadora da Feira Internacional de Autopeças, Equipamentos e Serviços, a Reed Exhibitions, divulgou que foram gerados R$ 77 milhões em negócios. Isso se deve ao fato de que o número de participantes com poder de decisão aumentou em 36% em relação à última edição. Os números oficiais ainda apontam que, mais de 65% dos distribuidores informaram ter para investir, verba acima de R$ 1 milhão e que 50% dos visitantes varejistas eram responsáveis pelo fechamento de negócios. Embora a Automec seja voltada em sua grande parte para au-

topeças e pesados, nessa edição contou com 1,5 mil marcas entre expositores nacionais e internacionais, o evento contou também com expositores do segmento de duas rodas. Várias empresas que também atuam no segmento de motopeças estiveram presentes. A Anfamoto visitou a feira e mostra um pouco do que viu por lá: Cobreq “Para a Cobreq, participar da Automec foi muito importante para reforçar a nova fábrica em Salto, além de divulgar os lançamentos de produtos para o segmento de motos de alto desempenho (pastilhas cerâmicas). Temos presença predominante como o principal fornecedor das montadoras no Brasil com mais de 50% de participação neste mercado”, Luiz Teixeira, Aftermarket Director. www.tmdcobreq.com.br Fras-Le Com 65 anos de mercado, novidades não faltam no portfólio da Fras-Le que está em permanen-

||||

22 |

ANFAMOTO em Revista | Edição 146


te crescimento e deve ganhar mais de 60 novas referências no total. Atualmente, a marca oferece lonas e pastilhas para veículos pesados, pastilhas, lonas e sapatas para veículos leves, revestimentos de embreagem, pastilhas e sapatas para motos e para outros veículos tais como helicópteros e metrôs. A companhia está de olho no efervescente mercado de veículos de duas rodas, já que para 2019 o setor acenou uma alta na produção de 4,2%. Parte das novas ações de expansão da Fras-le incluem um redesenho praticamente completo das estratégias de marketing de produto. Recentemente a empresa adotou regime de distinção específica às linhas leve e comercial, respectivamente, passando a contar com estruturas mais ro-

bustas e 100% dedicadas às necessidades particulares de cada uma das divisões de negócio. www.fras-le.com/pt/ Mahle Além das novas embalagens de componentes para a reposição, a Mahle anuncia quatro novas linhas para o mercado. São elas a de equipamentos de diagnóstico e serviço (incluindo máquinas recicladoras de fluidos de ar-condicionado e de óleo de câmbio), compressor de ar-condicionado, mecatrônica (alternador e motor de partida) e gerenciamento térmico – esta com radiador, viscofam e eletrofam, entre

outros. “Temos a nossa fábrica em Arujá/SP, que era a antiga unidade da Behr, que agora se chama Mahle Behr. Aqui no Brasil nós já somos equipamento original, fornecemos para montadoras na linha pesada. Esses lançamentos chegam para a linha leve a partir do ano que vem”, comenta o diretor de Aftermarket da Mahle para a América do Sul, José Massari. www.br.mahle.com/pt/ Magneti Marelli/Cofap “Nossas melhores expectativas em relação à Automec 2019 foram superadas pela realidade: 32 mil pessoas visitaram nosso estande durante os cinco dias de evento. Isso revela de forma contundente a grande revitalização do afluxo de pessoas na feira”, disse Mônica Cassaro - Diretora de Marketing, Comunicação, Engenharia de produto e Assistência Técnica Magneti


Marelli e Cofap LATAM. Nosso estande – considerado por muitos o mais bonito do evento – retratou a essência de nossa empresa: uma galeria de produtos artisticamente preparados e que indicava a grande bagagem tecnológica de nosso pacote composto por 56 linhas de produtos. Além disso, foram muito bem recebidas pelo público as estátuas vivas, que foram uma homenagem à figura do mecânico, que é um importante formador de opinião do setor. Outro destaque ficou por conta da exposição do hot rod, que capturou incontáveis flashes. Além disso, o acolhimento dos clientes por parte de nossas

equipes promocional, comercial e técnica, que vivem o dia a dia deste mercado e que recepcionaram os clientes com um delicioso jantar, ao som de uma banda que tocava jazz, MPB e clássicos da música internacional. www.magnetimarelli. com/pt

NGK A fabricante de peças de ignição divulga seu portfólio e lança mais 8 novos códigos da linha de bobinas de ignição, que agora conta com 31 apli-

||||

24 |

ANFAMOTO em Revista | Edição 146

cações. A linha de velas, incluindo as especiais G-Power, também estão no estande da multinacional. Segundo o subchefe do departamento de Assistência Técnica da NGK do Brasil, José Eduardo de Souza, a empresa vê a Automec como uma excelente oportunidade de mostrar seus produtos ao mundo “A feira é uma vitrine, a gente consegue expor e destacar toda nossa linha de produtos para todas as partes do planeta” A fabricante também deu início na Automec 2019 às comemorações de 60 anos de atividades. Para celebrar o ano especial, a empresa irá


motos, principalmente as pequenas. www.lumileds.com

Sabó

contemplar o consumidor final e os distribuidores com 120 prêmios. www.ngkntk.com.br

Philips Seis meses após anunciar o lançamento de lâmpadas LED para motocicletas, a Lumileds, divisão de iluminação automotiva da Philips, a empresa apresenta o produto ao mercado. Foi durante a 14ª edição da Automec, evento que aconteceu em São Paulo no final de abril. A Philips Moto LED é o primeira lâmpada LED desenvolvida pela Lumileds e que se destina exclusivamente a motocicletas. O novo produto já está sendo distribuído ao mercado de reposição (after market) e chega no formato HS1/H4 para atender a uma ampla gama de modelos de

“Nesta Automec percebemos um público maior do que na edição de 2017 e sentimos em nossos atendimentos um mercado com uma visão mais otimista, com boas possibilidades e geração de novos negócios. Recebemos clientes de todo o Brasil e América Latina, retomamos, consolidamos e estreitamos o relacionamento com os nossos clientes, o principal objetivo da feira. “ João Conrado, Gerente de Aftermarket Sabó. www.sabo.com.br

SKF A SKF marcou presença na Automec 2019 para promover a aproximação com os mecânicos. Para o Diretor Comercial Automotivo, Daniel Leite, um dos objetivos da multinacional é inovar e promover conhecimento para os profissionais do setor: “Queremos ajudar o mercado a inovar, crescer e apresentar novas tecnologias”. Quanto ao portfólio de produtos da

SKF, o destaque foi o novo aparelho de diagnóstico Mityvac. Leite ainda comenta que a empresa também está investindo no setor de motocicletas com 150 produtos, além de disponibilizar o novo modelo de negócio, o SKF Car Center, que tem como objetivo aproximar a fábrica ao mecânico. www.skf.com.br


A transformação no cenário da mobilidade urbana Novidades nessa transformação exigem cuidados e regulamentação

|||| 26 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146

A mobilidade urbana é um dos maiores desafios das cidades brasileiras. O transporte é algo fundamental na vida do ser humano, a necessidade de se locomover surgiu com a história da humanidade. E com o passar dos anos o homem ganhou habilidade de transformar a natureza ao seu redor de acordo com suas necessidades. Quando falamos em mobilidade urbana, empregamos o termo para nos referirmos ao trânsito de veículos e também

de pedestres, seja através do transporte individual, carros ou motos ou dos transportes coletivos tais como ônibus, metrô, lotações etc. No cenário atual, soma-se a essas alternativas citadas acima os patinetes e as bicicletas, que ganharam um espaço vultuoso. O tempo é um recurso que a mobilidade consome das pessoas, e tempo é precioso e ninguém quer perder um segundo se quer no trânsito tumultuado das grandes cidades. A motocicleta sempre foi


considerada uma solução para quem quer se locomover com rapidez e a um baixo custo. Mas com a modernidade e o uso da tecnologia aliada à mobilidade, algumas soluções acabam aparecendo para que as pessoas “ganhem” esse precioso tempo. Nesse contexto surgiram os patinetes elétricos. A novidade virou febre em várias capitais e cidades brasileiras, ganhou as ruas e calçadas do país, sendo utilizado por pessoas de várias idades. Entretanto as prefeituras das mais de 13 cidades brasileiras, não acompanharam a velocidade com que as empresas de aluguel dos equipamentos entraram nos municípios. Essas empresas atuam sem pagar pelo uso das vias e sem estabelecer as regras de uso do equipamento em espaço púbico. Embora não haja legislação específica para esse tipo de veículo, existem normas a serem seguidas. As regras estão descritas na Resolução No

465, do Conselho Nacional de Trânsito – Contran. Pela lei o equipamento não pode ultrapassar 20 Km/h em ciclovias ou ciclofaixas e 6Km/h nas calçadas. Mas não é o que se vê. A maioria das pessoas não sabem que existem regras e que é necessária a utilização de equipamentos de proteção. Segundo o Ministério da Infraestrutura, cabe aos órgãos e entidades executivos de trânsito dos municípios e do Distrito Federal regulamentar essa circulação. Em São Paulo a prefeitura já vem adotando medidas. A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes criou um grupo para conduzir a regulamentação. Outra característica desse

serviço de compartilhamento é que o usuário pode “abandonar” os veículos pelas calçadas e canteiros. O nome desse sistema é “dockless”, ou sem estação, que é ativado por um sistema onde o usuário destrava o equipamento em qualquer lugar. Porém, as regras também devem ser aplicadas onde se pode parar ou não. Em Santos, litoral de São Paulo, a Prefeitura já anunciou a possibilidade de multa no valor de R$ 195,23 para quem deixar o patinete na rua. É considerada infração grave uso de via pública como depósito. Tanto a retirada quanto a devolução devem ocorrer em áreas privadas e conveniadas com a empresa do serviço. Caso isso não aconteça os equipamentos podem ser até apreendidos. No Rio de Janeiro, um decreto em caráter experimental, passou a disciplinar a partir de dezembro de 2018 o uso dos patinetes,


enquanto isso um outro decreto em caráter definitivo está em fase de elaboração. Por enquanto quem usa o equipamento deve seguir as determinações do Contran. Já a cidade de Vitória, no Espírito Santo, foi uma das primeiras a criar regras. Os dados de uso terão de ser compartilhados pela empresa com a Prefeitura, bem como só poderão ampliar o número de equipamentos mediante autorização. Além disso, os equipamentos devem ser deixados em locais que não prejudiquem a circulação. Valem, ainda, as regras do Contran e os moradores podem denunciar as infrações à pre-

feitura e pelo app da cidade. A Prefeitura de São Paulo estuda publicar até meados de julho um decreto que determine as regras para o funcionamento do serviço de compartilhamento dos patinetes elétricos na cidade. O prefeito anunciou a medida, durante um evento de segurança e mobilidade promovido pela holding que reúne as empresas dos patinetes. As discussões foram iniciadas em janeiro desse ano e envolvem além das empresas e órgãos públicos a sociedade civil. De olho na segurança, o Procon de São Paulo, notificou quatro empresas que prestam serviços de compartilhamento de patinetes, a prestarem informações de segurança aos usuários. As empresas têm que informar à velocidade máxima atingida pelos equipamentos, se há orientação sobre a necessidade de uso de equipamentos de segurança e ainda se há restrições de uso, tais como idade e peso. Outro dado solicitado às empresas pelo Procon, foi o número de acidentes que já ocorreram envolvendo os patinetes e se os usuários são orien-

Guarda Civil Metropolitana (GCM) vai utilizar patinentes elétricos em rondas A Guarda Civil Metropolitana (GCM) vai passar a utilizar patinetes elétricos durante o patrulhamento de pontos estratégicos de São Paulo. A medida anunciada recentemente pelo Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, será possível graças a uma doação de 12 veículos, em regime de comodato, feita por uma empresa do segmento. Ainda segundo o prefeito, a empresa se comprometeu a doar mais 30 veículos. Os veículos serão utilizados pela GCM, durante a semana para policiamento das avenidas Faria Lima e Paulista. Aos sábados e domingos vão ajudar a

|||| 28 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146

patrulhar o “Minhocão” (Elevado João Goulart). A parceria, sem custos para a Prefeitura, terá duração de 36 meses. Os patinetes serão customizados de acordo com os padrões visuais dos outros veículos já utilizados pela GCM, segundo regras previstas no Código de Trânsito Brasileiro. O primeiro grupamento especializado, com 20 GCMs, foi capacitado na Academia de Formação em Segurança Urbana. Durante a capacitação o grupamento recebeu noções básicas de segurança, manutenção, mobilidade e adaptação de técnicas policiais.


tados a seguir as regras de trânsito. Enquanto a regulamentação não chega de vez, o importante mesmo é focar na segurança. Nos aplicativos de aluguel as empresas até recomendam o uso de roupas apropriadas, bem como o capacete e outros acessórios de proteção e alertam ao condutor que ele reconhece e aceita que está agindo por sua conta e risco. É preciso ainda educar as pessoas para lidar com a nova modalidade, não é raro ver nas calçadas pessoas acima da velocidade permitida, nas ruas fora das ciclovias e ciclofaixas, andando na contramão, bem como quem circula por aí já presenciou vários tombos dos usuários. É o que aponta um estudo feito por um hospital de São Paulo,

que detectou um aumento nos acidentes envolvendo bicicletas e patinetes. No primeiro trimestre de 2018 foram 23% das internações por quedas, já esse ano, no mesmo período somam 43%. É preciso andar com segurança, para evitar acidentes.


SUA MOTO EM DETALHES

SISTEMA DE EMBREAGEM: Saiba como identificar problemas, causas mais frequentes, e como evitá-los A embreagem é um conjunto multidisco em banho de óleo que combina discos revestidos cortiça (mais esciros) e também discos de papel (mais claros). É o dispositivo que faz a conexão do motor com a caixa de marchas da motocicleta e tem um papel fundamental na moto. Algumas motos, como parte das scooters, têm câmbios CVT (Continuosly Variable Transmission). A embreagem funciona por meio de fricção (atrito) do conjunto: discos, separadores, cubo e platô de pressão. A unidade do jogo de peças é assegurada pela pressão de algumas molas, a quantidade varia conforme o modelo e a cilindrada da motocicleta. Dessa forma a potência é transmitida ao câmbio e na sequência chega à roda traseira. Nas motocicletas comuns o acionamento da embreagem pode ser mecânico, por meio de cabo de aço com um ou dois manetes, existem sistemas pelos quais o acionamento é hidráulico. Quando o manete é totalmente acionado, as molas são suspensas e os discos deixam de fazer contato entre eles, deixando a moto desengatada. Apesar de ser um sistema robusto projetado para ter vida longa na moto, é necessário ter

alguns cuidados com esse sistema. A embreagem pode apresentar problemas que precisam ser reparados. Os mais fáceis de serem percebidos pelo condutor são: dificuldade na troca das marchas, tranco na troca da marcha, ruído excessivo, trepidação, acionamento do manete pesado e principalmente, giro em falso do motor onde as rotações sobem, mas a motocicleta não entra em movimento. Outro aspecto importante que também deve ser observado para não causar a troca prematura da embreagem é a folga na alavanca, embora não haja uma fórmula especial para regulagem do conjunto, a manutenção é simples e muitas vezes feita pelo próprio usuário, mas deve seguir a orientação do fabricante contida no manual da moto. O excesso de folga dificulta os engates e provoca trancos e danos no conjunto. Falhas na montagem também podem causar o desgaste acelerado da embreagem, o conjunto requer ajustes, sincronismos, balanceamentos, sequência de montagem e aperto específico nos parafusos. Falhas nesses processos podem causar vibração, ruídos e aceleram o desgaste. De modo geral o mau uso também encurta a vida útil do produto, que depende ainda da qualidade da matéria-prima utilizada e do cuidado de cada condutor. Alguns cuidados na utilização devem ser observados para não ocasionar a troca prematura: • Sempre manter o nível do óleo adequado; • Fazer regulagem do cabo de embreagem

|||| 30 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146


com frequência, averiguando se há necessidade da troca; • Nunca efetuar a troca de marcha com o acelerador acionado; • Ao parar sua motocicleta, engatar o neutro. Ao retomar a rota, solte devagar o manete da embreagem e faça uma aceleração progressiva; • Evite ao máximo a queima da embreagem, ou seja, não fique acelerando a moto antes de soltar o manete; Não pilote a motocicleta por algum tempo com a embreagem parcialmente acionada. Isso provoca redução no atrito devido ao calor excessivo entre os discos e separadores e a consequência é o desgaste excessivo. E ainda nessa condição o motor irá sofrer mais esforços e consumir mais combustíveis e emitir mais poluentes. Vale observar também se os manetes estão duros, o que costuma ser um problema comum em algumas motos e pode não estar relacionado diretamente à embreagem, mas, com o tempo, pode causar danos ao sistema. Caso a embreagem possua acionamento manual, a dureza do manete pode vir de cabos enferrujados ou até mal dimensionados e com especificação que não seja da moto. Se o acionamento for hidráulico, falhas no sistema que distribui a pressão do óleo como vazamentos, falta de fluido e bolhas de ar fazer com que o manete fique duro ou não consiga acionar a embreagem corretamente. Se tiver dificuldade para engatar as marchas da moto, em movimento ou em ponto morto, o problema pode ser

mais grave e exigir troca de componentes. Discos empenados ou sem as camadas de fricção, costumam gerar esse problema. O empenamento dos separadores dos discos pode ser responsável também pela dificuldade em engatar as marchas. Já as trepidações aparecem quando um ou mais dentes das engrenagens internas do câmbio estão quebrados. Essa situação com o tempo, leva ao desgaste excessivo da embreagem. As principais causas de trepidações são o uso extremo, transportar mais peso do que o recomendado, terrenos acidentados e problemas com o óleo lubrificante. Nas motocicletas, o mesmo óleo que lubrifica o motor também lubrifica o câmbio e tanto a falta de troca como a troca fora do período estabelecido e recomendado pelo fabricante da motocicleta podem ocasionar essa situação. Escolha sempre o produto adequado à sua motocicleta, adquira sempre peças de boa procedência, lembre-se que o “barato pode sair caro”. Entenda o funcionamento da embreagem de sua moto. Para reparos leve sempre em um mecânico de confiança. Vale lembrar que o tempo de vida útil de sua embreagem, depende muito do seu estilo de pilotagem.


VAREJO

ICMS RETIDO A MAIS NO VAREJO PODE SER RESSARCIDO Em publicação proferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na Ação Direta de Inconstitucionalidade 2.777 e do Recurso Extraordinário 593.849 feita em 19/10/2016, as empresas que realizam vendas ao consumidor final, passaram a ter oportunidade de restituição do ICMS-ST nas operações realizadas por valor inferior ao que serviu de base de cálculo da ST (base presumida). Entretanto, tanto a Procuradoria Geral do Estado de São Paulo, através do Parecer PAT 03/2018, quanto a Secretária da Fazenda do Estado de São Paulo através da Portaria CAT No 42/18 (antigas CAT 17/99 e 158/2015) e Comunicado CAT No 006/2018, haviam manifestado entendimento restritivo quanto ao reconhecimento desse direito dos contribuintes. Sendo assim as empresas interessadas tinham que entrar com ações judiciais, individuais ou através das entidades de classe, para garantir o direito ao crédito. Havia dúvidas além da questão jurídica, de como elaborar os arquivos e a quantificação do créditos, etapa necessária a ser cumprida na esfera administrativa, para fundamentar os valores de restituição a serem solicitados ao fisco. Essa dúvida existia pois não havia definição clara sobre qual sistemática a seguir, se a Portaria CAT 17/99, Portaria CAT 158/15 ou Portaria CAT 42/18.

||||

32 |

ANFAMOTO em Revista | Edição 146

Mas com a publicação do Comunicado CAT 14, de 12 de dezembro de 2018, o fisco apresentou um novo entendimento, passando a admitir os pedidos de ressarcimento para todas as hipóteses de venda para o consumidor final realizadas com base inferior a presumida.

O contribuinte pode pedir o ressarcimento nas seguintes condições: a) Valor do imposto retido a

maior, correspondente à diferença entre o valor que serviu de base à retenção e o valor da operação ou prestação realizada com consumidor ou usuário final;

b) Valor do imposto retido ou da parcela do imposto retido relativo ao fato gerador presumido não realizado; c) Valor do imposto retido ou da

parcela do imposto retido relativo ao valor acrescido, referente à saída que promover ou à saída subsequente amparada por isenção ou não incidência;

d) Valor do imposto retido ou do parcelado imposto retido em favor deste Estado, referente à operação subsequente quando promover saída para estabelecimento de contribuinte situado em outro Estado;

e) Valor do imposto retido a

maior, na hipótese de superveniente redução da carga tributária incidente sobre a operação ou prestação final com a mercadoria ou serviço.

Até que esteja em operação o novo sistema de ressarcimento, ainda em gestação no âmbito da Secretaria da Fazenda, mas já denominado “Sistema Eletrônico de Gerenciamento do Ressarcimento - e Ressarcimento” (artigo 10 e seguintes da Portaria CAT 42/2018), permanecem em vigor e produzindo efeitos os artigos 9º e seguintes da Portaria CAT 17/99, relativos às modalidades de utilização do valor a ressarcir ali previstas. Nessa fase de transição, o contribuinte, para transferir o valor a ressarcir a estabelecimento de fornecedor (ou de não fornecedor), enquadrado na condição de substituto tributário, ou para liquidar débito fiscal com o valor a ressarcir, em hipótese prevista na legislação, deverá dirigir-se aos Postos Fiscais da SEFAZ/SP11, Serviços de Pronto Atendimento - SPA, Centrais de Pronto Atendimento - CPA.

Outras informações podem ser obtidas no site da secretaria da fazenda do Estado de São Paulo www.portal.fazenda.sp.gov.br/ servicos/st


A ANFAMOTO em Revista apresenta as grandes inovações do mercado, assuntos relevantes, questões de mercado, conjuntura, assuntos tributários e jurídicos e assuntos de interesse geral do segmento, lançamentos e novidades. Informa também sobre as atividades e realizações da Associação. A ANFAMOTO em revista é respeitada pela seriedade e independência editorial. Traz artigos assinados por renomados especialistas das áreas que envolvem o mercado de motopeças. Solicite um orçamento ou acesse o mídia kit no site www.anfamoto.org. Associado ANFAMOTO tem descontos especiais.

por que Anunciar ?

Distribuição

Periodicidade

Tiragem

Em todo território brasileiro e Mercosul.

Bimensal 6 edições/ano

VVersão Impressa: 12 mil exemplares

Acompanhe-nos nas redes sociais:

Público

Veículação eletrônica 35 mil nomes

> Empresários, fabricantes, distribuidores e atacadistas de motopeças > Diretores e Gerentes industriais, de marketing, comercial, de produtos, de compras > Engenheiros e técnicos do segmento de motopeças. > Lojistas > Representantes > Universidades e escolas técnicas > Câmaras de comércio > Entidades de classe > Sindicados de Motoboys em todos os estados > Órgãos governamentais > Concessionárias.

/anfamotomotope

/anfamoto

Av. Nove de Julho, 3229 - 2º andar - conj. 208 - São Paulo, SP - 01407-000 Tel.: (11) 3052-2002 | anfamoto@anfamoto.org | www.anfamoto.org


CADERNO DUAS RODAS Protótipo de motor da BMW Motorrad inspira customizadores americanos Mais uma vez, o protótipo de um novo motor boxer, ainda em fase de desenvolvimento pela BMW Motorrad, serviu como ponto de partida para um projeto de motocicleta customizada. Trata-se da Revival Birdcage, uma motocicleta conceitual exclusiva concebida pela empresa Revival Cycles, dos Estados Unidos. Esta é a segunda vez que o mesmo protótipo de motor boxer da BMW Motorrad inspira um projeto de personalização. A primeira iniciativa resultou na‘Departed’, uma motocicleta desenvolvida pela empresa japonesa CUSTOM WORKS ZON, em parceria com a BMW Motorrad. O projeto

nipônico foi apresentado em dezembro do ano passado, durante um evento de carros clássicos customizados realizado em Yokohama, no Japão. Já a Revival Birdcage foi revelada no último dia 11 de abril, em Austin, no Texas, Estados Unidos. Montada sobre um quadro feito de titânio e que lembra uma gaiola – daí o nome birdcage –, a motocicleta deixa à mostra o motor e a transmissão, cujos detalhes podem ser vistos facilmente a partir de qualquer ângulo. Além disso, quase todas as peças da Revival Birdcage, entre elas o guidão, os apoios para pé, a alavanca do câmbio, o assento e os componentes exclusivos da suspensão são feitos de carbono, em um processo artesanal. A Revival Birdcage levou seis meses para ser concluída e seu desenho remete às motocicletas recordistas de velocidade usadas pelo piloto alemão Ernst Henne, nas décadas de 1920 e 30. A BMW Motorrad revelará uma motocicleta-conceito equipada com o novo motor boxer no primeiro semestre deste ano e, no decorrer de 2020, a versão de produção, voltada para o segmento Cruiser, será apresentada oficialmente.

Fonte: Assessoria de Imprenda BMW Group

Triumph lança no Brasil a Bobber Black Após o imenso sucesso da Triumph Bonneville Bobber no mundo todo, motocicleta que vendeu mais rapidamente nos 115 anos de história da Triumph, a fabricante inglesa elevou seu modelo clássico a um patamar ainda superior com o modelo Black - mais forte, mais arrojado e mais feroz. O novo modelo começa a ser vendido no mercado brasileiro em maio. Lançada para consagração internacional em 2016, a premiada Bonneville Bobber é amada por clientes e entusiastas de todo o mundo. Com seu motor Bonneville de alto torque, com 1200 cc, e seu ronco característico da Bobber, o modelo é um grande sucesso. Sua nova versão, a Black, chega ao mercado com uma autenticidade inigualável, um estilo customizado autêntico e um visual ainda mais agressivo. Com atitude imponente, presença distinta e a icônica silhueta da Bobber, a Bobber Black conta com a postura rebaixada, forte e minimalista da Bobber: objetiva, distinta e despojada. Com todas as clássicas características de uma Bobber, o assento único e o visual de hard tail da Bobber Black são combinados com guidão plano e amplo para manuseio intuitivo, carroceria mínima, tanque Bonneville cuidadosamente esculpido, para-lama reduzido com ressalto central e rodas raiadas exclusivas. Fonte: Assessoria de imprensa da Triumph |||| 34 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146


CHEGA AO BRASIL A NOVA GERAÇÃO DA HONDA GOLD WING A nova geração da GL 1800 Gold Wing, passou a ser vendida no Brasil pela Honda. O modelo 2019 conta com um motor boxer de seis cilindros. O quadro e a suspensão também sofreram alterações. A moto terá preço inicial de R$ 136.550,00 e R$ 156.550 na versão Tour, que traz um câmbio de dupla embreagem e sete marchas, que pode ser utilizado

de forma automática ou manualmente. A Tour recebe ainda suspensão com ajuste automático ou configurável em umas destas quatro opções: só piloto, piloto e bagagem, piloto e garupa ou piloto, garupa e bagagem. Desde a versão de entrada a Gold Eing traz sistema de som, controlador automático de velocidade, maletas laterais e faróis totalmente em LEDs. Entre as novidades estão os sistemas star-stop e a suspensão traseira por braço único. Falando ainda da versão top de linha, também traz para-brisa com ajuste elétrico, sistema de áudio compatível com Apple Car Play, controle de tração e baú central traseiro. E continua sendo a única moto em todo o mundo equipada com airbag.

Nova geração da Yamaha MT-09 tem uma série de mudanças Visando se adequar ao Euro4, programa de emissão de poluentes, que passou a vigorar a partir de janeiro de 2017 na Europa, a Yamara atualizou a MT-09, uma das suas mais importantes naked. O modelo foi apresentado ao mercado em outubro de 2016, na Intermot – Feira de Colonia na Alemanha. O modelo ganhou novo visual para superar a versão anterior em alguns pontos. A mudança no design foi mais radical e alinhada com a MT-10. São muitas mudanças, o farol é novo em LED, o assento também veio com modificações 5 mm mais alto que o anterior, para proporcionar um maior conforto. O Subchassi está aproximadamente 20 mm mais curto e assento mais estreito na parte dianteira facilitou alcançar o chão com os pés, melhorando a posição dos joelhos no tanque, o que favorece os pilotos mais baixinhos. Entre tantas mudanças e elementos que dão personalidade à MT-09, o motor tricilíndrico em linha arrefecido a líquido e 847 cm3 é o que mais se destaca. O torque que o motor entrega a baixas rotações é sensacional, catapultando a motocicleta pra frente nas arrancadas, entretanto a suavidade nas respostas contínua não sendo seu ponto forte. A nova MT-09 ganhou em ergonomia comportamento. Graças à nova posição de pilotagem a sensação é de estar mais integrado ao conjunto. A motocicleta já está disponível na rede de concessionárias Yamaha.


Notícias

FECAP PRODUZ ESTUDO COMPLETO SOBRE ROUBO E FURTOS DE MOTOS NO ESTADO DE SÃO PAULO EM 2018 O NP (Núcleo de Pesquisa), da FECAP, acaba de concluir um estudo completo sobre roubos e furtos de motos no estado de São Paulo ocorridos no ano passado. As informações para as análises foram levantadas a partir dos boletins de ocorrências policiais divulgados pelo Portal Transparência - SSP. Para realizar esse estudo completo, a equipe do NP baixou os dados, tabulou e analisou tais conteúdo. Entre as descobertas, o levantamento revelou que, no total, foram registrados 18.553 furtos e 17.167 furtos em 2018. Em média, no estado de São Paulo, 2936 motos foram roubadas ou furtadas por mês, 98 por dia e 4 por hora. A variação em relação ao ano de 2017 mostra que houve uma queda de 5% nos furtos de motos e um aumento de 6% nos roubos. A capital e a região do Grande ABC lideram as estatísticas. No comparativo mês a mês de furtos, foi registrado decréscimo no primeiro semestre, já no período de agosto a dezembro, os números voltaram a crescer. A movimentação em relação aos roubos no mês a mês foi de altos e baixos. Entre janeiro e março esteve abaixo, subiu de abril a junho, caiu em julho e voltou a crescer em agosto. O horário preferido pelos criminosos para roubar e para furtar, segundo a avaliação, é à noite. Sob uma outra perspectiva, pela manhã e a tarde é quando ocorrem mais furtos do que roubos. Entre os dias da semana, terça-feira e quarta-feira há perigo maior de furtos. Já o roubo ocorre principalmente no fim de semana. |||| 36 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146

Pela ordem, os furtos ocorrem em São Paulo (37.19%), São Bernardo (2,84%), Ribeirão Preto (2,75%), Santo André (2,61%), Osasco (2,47%), Campinas (2,29%), Santos (2,14%), Diadema (2,00%), Limeira (1,47%), Mogi Guaçu (1,34%). No caso dos roubos, a sequência é a seguinte: São Paulo (43.66%), Diadema (4,73%), Guarulhos (4,29%), São Bernardo (4,07%), Osasco (3,75%), Campinas (3,43%), Santo André (3,43%), Mauá (2,10%) Carapicuíba (1,69%) e Itaquaquecetuba (1,58%). O diagnóstico da capital O destrinchamento das informações referentes às ocorrências na cidade de São Paulo demonstra que a zona sul é a região com maior concentração de roubos e furtos. Em ordem decrescente, os bairros com alta incidência de furtos é Santo Amaro (5,68%); Pinheiros (5.09%); Bela Vista (4.55%); Jardim Paulista (4.11%); Barra Funda (3.35%); Itai, Bibi (3.22%); Vila Mariana (2.93%); Lapa (2.81%); República (2.70%) e Campo Grande (2.03%). Com relação aos roubos, a lista é encabeçada por Itaquera (3.60%) e depois é seguida por Iguatemi (3.54%); Sapopemba (3.18%); Cidade Ademar (2.78%); Jardim Ângela (2.78%); Capão Redondo (2.69%); Pedreira (2.39%); São Mateus (2.32%); Jabaquara (2.18%); Pirituba (2.14%). A lista dos locais é diferente para cada tipo de crime. Os furtos são mais comuns no centro expandido e nos bairros “nobres”, enquanto que os roubos ocorrem, em sua maioria, nos bairros da periferia. Não há uma

tese comprovada para explicar o fato. “A teoria é de que os furtos acontecem em locais de trabalho, faculdade, lazer e outros, pois é quando essas motos ficam na rua por longo período de tempo e, geralmente, em locais afastados, o que gera a oportunidade do furto”, comenta explica o professor de economia Erivaldo Costa Vieira, Coordenador do NP, que realizou o estudo. Ele acredita que é quando há uma ação planejada e oportunista. O estudo elencou também os logradouros mais visados da capital: Rua Amador Bueno, Rua Sumidouro, Avenida Octalles Marcondes Ferreira, Rua Itapeva, Alameda Itu, Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, Avenida Padre Jose Maria, Avenida Engenheiro Eusébio Stevaux, Rua Treze De Maio, Rua Haddock Lobo, Avenida Jacu Pêssego nova Trabalhadores, Avenida Aricanduva, Avenida Sapopemba, Estrada Do M´Boi Mirim, Estrada do Alvarenga, Estrade de Itapecerica, Avenida Cupecê, Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Melo e Avenida Ragueb Chohfi. De acordo com o pesquisador, vale lembrar que, nesses bairros, a presença da polícia é ostensiva e mais frequente. “No caso do roubo, as ocorrências são no trajeto, as motos estão em deslocamento e são surpreendidas pela ação criminosa, geralmente à mão armada. Ação de alto risco e não planejada, ocorrência em bairros mais violentos”, finaliza.

Fonte: Assessoria de imprensa Fecap


MOVIMENTO MAIO AMARELO 2019

O Movimento Maio Amarelo nasce com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil or-

ganizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas. O movimento em 2019 traz o tema “No trânsito, o sentido é a vida”, e também com a proposta de que os adultos ouçam os conselhos dados por uma criança, que com sua ingenuidade e inexperiência perante a vida, tem uma percepção e absorção do que é certo e errado com mais eficácia, sem filtros. A campanha teve sua inspiração nos cinco sentidos humanos, numa alusão à sinalização de trânsito. Ou seja, o trânsito é feito de sentidos. Para utilizá-lo, é

preciso entender todos eles. O tema escolhido propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro. De acordo com o Observatório, os acidentes não acontecem, mas sim são frutos de escolhas inadequadas e arriscadas. A maioria dos acidentes têm como motivação as falhas humanas como imperícia e desatenção. A Anfamoto apoia o Maio Amarelo e todas a ações que tornem o trânsito mais seguro. Rali: Gregório Caselani Quad: Geison Belmont UTV: Denísio Nascimento Motovelocidade: Alex Barros

MOTOS SERÃO PROIBIDAS NA PISTA EXPRESSA DA MARGINAL PINHEIROS SENTIDO CASTELLO BRANCO Anunciada recentemente pelo Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, a medida visa diminuir acidentes já que no horário estipulado o tráfego de caminhões é intenso. O veto no sentido Interlagos da Marginal Pinheiros ainda não é possível, pois existem pontos em que não há divisão entre a pista local e a expressa. A medida começa a valer a partir de 13 de maio. A proibição já ocorre nas pistas expressa e central da Marginal do Tietê, entre as 6h e 22 h. Apesar de ter a intenção de minimizar os acidentes a medida não foi bem vista entre os motociclistas. O Sindicato da categoria, o Sindimoto,, se manifestou dizendo ser favorável a medidas que visem dacidentes, mas

não dessa forma, que não surtirá efeito e ainda prejudicará o desenvolvimento do exercício da profissão e ainda fere o direito de ir e vir do cidadão. Outro ponto levantado pelo Sindimoto é que o poder público não investe em campanhas de segurança e nem tão pouco em políticas públicas para quem anda de moto na cidade. Motos serão proibidas na pista expressa da Marginal Pinheiros, no sentido Cebolão Medida faz parte do Plano de Segurança Viária, apresentado nesta quarta-feira (17) pela Prefeitura de São Paulo.


DICAS & LANÇAMENTOS

#1 Nasa

#2 Maxx Premium

#3 Valflex

Tem novidade na Linha de boutique NASA em 2019. Desenvolvidas com materiais de primeira qualidadeas jaquetas Nasa da linha Street são fabricadas em 100% Poliéster, 2 bolsos externos, fechamento em zíper YKK reforçado com velcro, costura reforçada, gola alta e mangas removíveis.

Pensando em atender os consumidores mais exigentes, a Maxx Premium desenvolveu a sua linha de bicos injetores para diversos modelos de motocicletas.

A Valflex amplia sua linha de produtos e disponibiliza no mercado o Jogo de Juntas s/borr Suzuki DR650 90 a 95, Jogode juntas s/borr Yamaha YBR/Factor 125 2017 ED. Conheça nossa linha completa.

Os bicos injetores Maxx Premium são fabricados de acordo com a especificação original da motocicleta, permitindo um ajuste perfeito do sistema de alimentação da sua moto, tudo isso garantindo o máximo desempenho e baixo consumo de combustível.

Conheça nossa linha completa acessando nosso site www.valflex.com.br

MAIS INFORMAÇÕES: (11)2475-7000

MAIS INFORMAÇÕES: (11)2317-3388

#5 Valflex

#6 Slyck Retrovisores

A Valflex amplia sua linha de produtos e disponibiliza no mercado o Filtro de Combustível Universal.

A SLYCK RETROVISORES amplia sua linha de produtos e disponibiliza novos itens, são eles, Retrovisor TITAN 150/ TITAN 160 - 2018 / Retrovisor XT 660 / Retrovisor BIZ 125 – 2018

MAIS INFORMAÇÕES: 11 2087-7755

#4 Leon Motoparts Kit Relação Leon Motoparts, possui alta performance em condições extremas, alta tecnologia no processo do tratamento térmico das ligas de aço. Submetido a rigorosos testes de fadiga e alongamento. Confeccionado com a tecnologia FINE BLANK, garantindo o melhor acabamento da coroa. Liga especial de em aço 1045. Marca com distribuição exclusiva Orleon Motos. MAIS INFORMAÇÕES: (11) 3225-2233 |||| 38 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146

Conheça nossa linha completa acessando nosso site www.valflex. com.br

MAIS INFORMAÇÕES: (11) 2317-3388

MAIS INFORMAÇÕES: (11) 4603-1331


Lista de Associados

FABRICANTES A.A.S. Moto Ind. e Com.(Pedro A. Souza) R. Centralina, 268-A 08410-100 - São Paulo - SP Tel.: (11) 2961-6902 - Fax.: (11) 2961-4665 E-mail: aasmoto@ig.com.br Fabricante de Guarnição para ponteiras de escapamentos e elementos para filtro de ar (espuma) Alba Industrial Impermeáveis Ltda Rua Fernão Pompeu de Camargo, 835 Jd. Trevo - 13041-025 - Campinas -SP Tel.: (19) 3272-9821 / Fax: (19) 3272-9795 Site: www.albaindustrial.com.br Fabricante de conjuntos impermeáveis, capas p/ motos, sobre botas, luvas, casacos, blusões e mochilas Arbyn Favaro Tecnometal R. Eng. Guilherme Cristiano Frender, 1.114 Aricanduva 03477-000 São Paulo- SP Tel.: (11) 2727-3777 / Fax: (11) 2722-1444 E-mail: arbyn@arbyn.com.br www.arbyn.com.br AWA Motos Rua Lavineo de Arruda Falcão, 1272 14808-390 – Araraquara – SP (16) 3301-1890 E-mail: marina.murari@awamotos.com.br Site: www.awamotos.com.br Baterias Heliar Av. Antonio Carlos Cômitre, 540 6º andar Campolim 18047-620 Sorocaba-SP Tel.: (11) 3416-8125 Site: www.heliar.com.br Brandy Indústria e Comércio Ltda. Rua: Caconde 660 - Salgado Filho 14079-016 Ribeirão Preto - SP (Ref.: Marginal da Rod.Anhanguera Km 317) Tel (16) 3995-9955 / Fax (16) 3995-9953 e-mail: brandy@brandy.com.br Site: www.brandy.com.br Fabricante de: Coxim, pastilhas, guia, tensor, filtros, reparador, lubrificantes e linha de óleos. Brake Shoes Ind. e Com. de Materiais de Atrito Eireli – EPP Rua Eng. Frederico Fischer Junior,95 09411-080 – Ribeirão Pires – SP Tel.: (11) 4822-7171 E-mail: adm@fischerfreios.com.br

BRV Ind. De Artigos Plast. Metal. Ltda Rua Ituverava, 89 03151-020 – São Paulo – SP Tel.: (11) 2273-7329 Site: http://brvmoto.wix.com/brv-moto# Fabricante de Borrachas e plásticos. Caramori Ind. e Com. Ltda. Av. Dr. Alberto Jackson Byington, 1777 06276-000 - Osasco - SP Tel (11) 3601-4522/Fax (11) 3601-2608 E-mail: caramori@mail.com Fabricante de acessórios e baús. Cerâmica e Velas de Ignição NGK do Brasil Ltda. Estrada Mogi - Salesopolis, Km 9 - Cocuera

08701-970 – Mogi das Cruzes - SP Tel (11) 4793-8000 Site: www.ngkntk.com.br Fabricante de Velas de ignição, cabos de ignição, terminais supressivos e sensores de oxigênio

Dagostin / Maximo Fabr. De Peças p/ Motocicletas - Máximo Rod. SC 443, Km 17,9

B. Graziela

88830-000 Morro da Fumaça – SC. Tel (48) 3434-4711 Site: www.exijamaximo.com.br Fabricante de retrovisores para motocicleta. Danidrea Ind. e Com. Ltda. R. Aristides Crivellaro, 474 Morro das Pedras 13279-813 Valinhos – SP Tel (019) 2136-0888 E-mail: danidrea@danidrea.com.br Site: www.danidrea.com.br Fabricante de Caixa de Direção, Reparos p/ Freios, Buchas p/ Suspensão,Travas p/ Coroa. Deltacapas Comercial e Industrial Ltda Av.: Das Industrias, 750 – prédio: 02 – modulos: 04 e 05 Dstrito Industrial 94930-230 Cachoeirinha-RS tel.: (51) 3238-4000 - fax: (51) 3238-4004

Cia Magnetron Ind. E Com. de Componentes Alameda Arpo, 760 – E 83210-290 – São José dos Pinhais – PR 41-3381-8800 www.magnetron.com.br Cometa Ind. e Com. de Moto Peças Ltda. R. Sitha, 301 Jd. Inamar 09981-070 Diadema – SP Tel (11) 4091-1517/Fax (11) 4091-6006 Site: www.cometamoto.com.br Fabricante de manetes, manicotos e pedais. Controlflex - Ind. Cabos Comando Ltda. R. Carmelina Garcia, 790 – Altos da Fortaleza 18113.010 - Votorantim - SP PABX: 15 3353.9000 – SAC 0800 10 6969 Site: www.controlflex.com.br

Demtec Artefatos de Borracha Ltda. Rua: Maria Rosa de Jesus, 200 V. Sto. Antonio 08534-030 Ferraz de Vasconcelos – SP Tel.: (11) 2280-3661/4674.5435 Call free- 0800.707.3661 e-mail: vendas@demtec.com.br site: www.demtec.com.br Fabricante de Coletores de Admissão, Bucha da Coroa e Coxim. EBF Ind. e Com. de Artefatos Plásticos Ltda Rod. Eng. Ermênio de Oliveira Penteado, km 54,5 13340-600 – Indaiatuba – SP Tel.: 19-3825-4460 E-mail: sac@ebfcapacetes.com.br Site: www.ebfcapacetes.net.br Fabricante de Capacetes

Corteco América do Sul- Freudenberg Av. Piraporinha, 411- Jd. Oriental 09950-902 - Diadema - SP Tel (11) 4072-8000 Site: www.corteco.com.br Fabricante de retentores e selos haste de válvulas, Juntas de motor, reparo da direção hidráulica, kit câmbio, filtros de ar-condicionado e kit de roda com e sem rolamento Costa e Brito Ind. e Com. Ltda-ME BRC Racing Av.Gilberto Carvalho, s/nº lt. C123 24944-000 – Maricá – RJ Tel/Fax: (21) 3606-2074 Site: www.escapamentosbrc.com.br Fabricante de Escapamentos

EBF VAZ - Ind. Com. Ltda. Av. Arquimedes, 615 - Cx.Postal 00436 13211-840 - Dist. Indl. Jundiaí - SP Tel (11) 4585-3900 /Fax (11) 4582-1613 E-mail: clientes@ebf.com.br Fabricante de Coroas, Pinhões e Engrenagens. Ebram Metalurgica Imp. Exp. Ltda R. da Primavera, 194 09980-040 Diadema – SP F. (11) 4051-2066 Fax: (11) 4051-2066 E-mail: ebramvendas@yahoo.com Site: www.aronipmotos.com.br Fabricante de Aros e raios


Lista de Associados

EGK Motoparts Ind. e Com. Ltda R. Iolando Ribeiro Boaventura, 394 Jd.Maringá 03525-120 São Paulo – SP Tel/Fax: (11) 2021-2491 www.egkmotoparts.com.br E-mail:vendas@egkmotoparts.com.br Fabricante de correntes de comando, filtro de ar, filtro de óleo e caixas de direção Eninco Eng. Ind. e Com. Ltda. Tel (43) 3571-8640 Site: www.eninco.com.br Fabricante de raios e aros em alumínio e aço para motos e bicicletas. Fischer Pastilhas e Freios Especiais Rua Eng. Frederico Fischer Jr., 75 09411-080 – Ribeirão Pires – SP Tel.: (11) 4822-7171 - Fax: (11) 4822-7193 Vendas: (DDR) (11) 4822-7181 E-mail: vendas@fischerfreios.com.br Site: www.fischerfreios.com.br Fabricante de pastilhas de freio, patins e discos de embreagem. FNA - Fábrica Nac. de Amortecedores Ltda. AV. Perimetral Bruno Segalla, 11.114 -Kayser 95098-752 - Caxias do Sul - RS Tel: (54) 3213.6500 - Fax: (54) 3213.6511 E-mail: vendas@fna.ind.br Site:www.fna.ind.br Fabricante de Amortecedores e cilindros Fras-le S/A Rod 122, km 66,1 nº 10945 95115-550 – Caxias do Sul – RS 54-3239-2000 www.fras-le.com GEMOTO R. 28 de Junho, 386 V. Morangueirinha 87040-280 Maringá – PR Tel/fax (44) 3028-8559 Site: WWW.gemoto.com.br E-mail: gemoto@gemoto.com.br Fabricante de: escapamentos, guidões, pedais de partida,pedais de apoio (estribos), cavalete laterais, suporte aranha de farol Gow Helmets Indústria e Comércio Ltda Av. Riachuelo, 73 76970-000 Pimenta Bueno – RO F. (69) 3451-2550 E-mail: gow@gowcapacetes.com.br Fabricante de Capacetes Grua Ind. e Com. Ltda. R. Prof. João Machado, 325 - Freguesia do Ó 02927-000 - São Paulo - SP Tel (11) 3931-0891/Fax (11) 3931-5744 Site: www.grua.com.br Fabricante de cabos de comando, bucha da coroa e da balança, ferramentas especiais. |||| 40 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146

GVS SPORT Ind. e Com. de Peças Ltda Estrada Municipal, 1840 - Jundiazinho 07600-000 Terra Preta Mairiporã - SP Tel: (11) 4486-2611 Fax: (11) 4343-5012 Site: www.gvssport.com.br Fabricante e retrovisores Impacto Peças para Automotores Ltda (Motobor +) Rua Dom João V, 266 05075-050 - São Paulo-SP Tel.: (11) 2365-5006 Site: www.motomais.com.br Ind. e Com. de Motopeças Chapam Av. Longarone, 1329 - Bairro De Villa 88840-000 - Urussanga - SC Fabricante de alças, antenas, bagageiros, cavaletes, guidões, pedai de freio, protetores, suportes diversos, etc. Ind. de Pistões Rocatti Ltda Av. Gil Martinez Perez, 25 14807-038 Araraquara – SP Tel. (16) 3311-4144 Fax (16) 3322-2311 E-mail: Joaquim.caratti@rocatti.com.br Site: www.rocatti.com.br Prestação de serviço de:Usinagem, fundição em ligas de alumínio, pintura epóxi , cromo duro e nicasil Jayfex Consultoria e Com. Exterior Ltda Rua Tupy, 565 89214-400 – Joinville – SC 47-3467-0071 www.jayfex.com.br / www.hardt-way.com Jeskap Ind. Com. Imp. Exp. Ltda – Epp Rua Pedro Criste, 65 06900-000 – Embu Guaçu – sp (11) 4661-8020 E-mail: adm@jeskap.com.br Site: www.jeskap.com.br Jojafer Com. de Peças e Acess. p/ Motos Ltda-EPP Av. Rangel Pestana, 256 sl. 04 09185-220 – Santo André – SP Tel.: (11) 4978-3178 Fax: (11) 4474-2078 Site: www.jojafer.com.br E-mail: jojafer@uol.com.br Krieck Componentes Mecânicos LTDA ROD. BR 470 Nº 4521 89130-000 – Indal – SC 47-3333-1991 www.krieck.com.br administrativo@krieck.com.br KSPG Automotive Brasil Ltda. Rod. Arnaldo Julio Mauerberg, 4000 BL- 1 13460-000 - Nova Odessa - SP Tel (19) 3466-9360 Site:www.ms-motor-service.com.br Fabricante de Produtos automotivos

Mahle Metal Leve S.A Rod. Eng. João Tosello, SP 147, Km 96 – Pinhal 13486-264 Limeira – SP Tel.:(19) 3404-7700 / Fax:(19) 3404-7711 Site: www.mahle.com.br Pistões com Pino: pistão + pino; - Pistões com Anel: pistão + pino + anel, Kits p/ Motores: pistão + pino + anel + camisa, - Anéis: anel, - Válvulas: válvula; Guias de Válvulas: guias de válvulas Megaville Ind. e Com. de Peças para Motocicletas Ltda. Rua: Candeias, 225 89233-410 - Joinville - SC Tel/Fax (47) 3426-3302 E-mail: vendas@industriamegaville.com.br Site: www.industriamegaville.com.br Fabricante de bobinas, estatores linha completa, chicotes, baterias 2,5 amp á 7 amp., rele de partida e de pisca, cdi e retificadores, porta escovas e reparos, pedal de partida, camara de ar, guidão / suporte do báu, cachimbos de vela, coxim e bucha da coroa, protetor de mão, trava pneu, linha motoserra / modulo e pinhão, volante magnético. Melc Ind. e Com. Ltda. Av. Armando Giassetti, 501 Torres S. José 13214-525 Jundiaí – SP Tel.: (11) 4815-9200/9202 Site: www.melc.com.br Fabricante de Peças Plásticas em geral. Metalúrgica Fortuna Ltda. Rod. Marechal Rondon, KM 517 (600 mts) 16204-104 - Birigüi - SP Tel (18) 3642-3846 / Fax (18) 3641-1052 E-mail: vendas@fortunaescapamentos.com.br Fabricante de Escapamentos p/ motocicletas MGL Mecânica Grizante Ltda. R. Maria Aparecida Dequeche, 1365 Distr. Indl. João Batista Caruzo 13848-662 - Mogi Guaçu - SP Tel (19) 3891-2904/ Fax (19) 3891-5789 E-mail: mgl@mglmotos.com.br Site: www.mglmotos.com.br Fabricante de Buchas, molas, porcas, parafusos, etc. MT ACESSÓRIOS Rua Conego Agostinho, 1856 62900-000 – Russas – Ce Tel.: (88) 3411-2305 E-mail: mt.acessorios@hotmail.com Site: www.mtacessorios.com.br Nachi Brasil Ltda Av. João XXIII, 2330 08830-000 Mogi das Cruzes – SP Tel.: (11) 3284-9844 Fax (11) 3284-1751 Site: www.nachi.com.br Fabricante de: Rolamento de rodas, transmissão e virabrequim p/ motocicletas e p/ aplicações auto-elétrico e industrial


Lista de Associados

Pantaneiro Ind. E Com. De Capas Eireli Rua Visconde de São Leopoldo, 795 93025-400 – São Leopoldo – RS Tel.: (51) 3590-4217 Site: www.pantaneirocapas.com.br Paramotos Ind. Com. e Importação Ltda. Av. Jovino Fernandes Sales, 677 37130-000 - Alfenas - MG Tel/Fax (35) 3291-3355/3392-2630 E-mail: paramotos@uol.com.br Fabricante de peças em plástico p/ motocicletas Plasmoto Ind. Com. e Repres. Ltda.-ME R. Sete de Setembro, 71B 11013-350 Santos – SP Tel/Fax (13) 3234-1211 E-mail: plasmoto@uol.com.br Fabricante de peças de plásticos em geral. Piracapas Capas e Bancos p/ Motoc. Ltda. R. Augusto de Lello, 1.000 13414-132 - Piracicaba - SP Tel (19) 3421-7800/Fax (19) 3421-6455 Site: www.piracapas.com.br E-mail: piracapa@terra.com.br Fabricante de Capas p/ Bancos. Polivisor - Ind. e Com. de Viseiras Ltda-EPP Av. Dr. Comendador Santoro Mirone, 970 13347-300 - Indaiatuba - SP Tel (19) 3935-7352 Fax (19) 3935-1327 Site: www.polivisor.com.br e-mail: polivisor@polivisor.com.br Fabricante de viseiras e acessórios para capacetes.

Polimet Ind. Met. Ltda Av Industrial, 797 - Campo de Boituva 18550-000 Boituva - SP Tel.: (15) 3363-8633 e-mail: polimet@polimet.com.br Fabricante de barras estabilizadoras, bagageiro, escapamento, guidão, protetor, estribo pedais de freio e alças Protercapas Ltda Av. Ângelo Altoé, 2040 – Loja 1 Bananeiras 29375-000 Venda Nova do Imigrantes - ES Tel (28) 3546-6276 SAC 0800-285-3050 Site: www.protercapas.com.br E-mail: protercapas@protercapas.com.br Fabricante de capas e acessórios Pro-Tork Ind. Com. Equip. P/ Motoc. R. Odilon Leite Rodrigues, 1479 Sala 1 Parque Industrial III 84940-000 - Siqueira de Campos - PR Tel.: (43) 3571-8500 E-mail: marketing@protork.com Site: www.protork.com Fabricante de escapamentos, bagageiros, guidãos, protetores, tanques de combustível, espelhos

ProVision Com. de Plásticos e Acessórios Ltda. R. Das Dalias, 214 03202-060 São Paulo – SP Tel.: (11) 2341-4605 Site: www.provisionviseiras.com.br

SOFAPE Fabricante de Filtros Ltda (Tecfil)

Rinaldi S/A Ind. de Pneumáticos R. Luiz Alegretti, 193 - Licorsul 95700-000 - Bento Gonçalves - RS Tel (54) 3455-7500 / Fax (54) 3455-7575 E-mail: rinaldi@rinaldi.com.br Site: www.rinaldi.com.br Fabricante de Pneus e câmaras de ar Roncar Ind. e Com. Ltda Site: www.roncar.com.br Fabricante de escapamentos, alças de selim, protetores e guidões.

Soretto Fáb. de Cabos Automotivos Ltda

Route- Enerbrax Acumuladores Ltda. Av. Rodrigues Alves, 6018 Pq. Paulista 17034-285 Bauru – SP. Tel.: (14) 2107-4000 Fax.: (14) 2107 4001 E-mail: comercial@enerbrax.com.br Site: www.bateriasroute.com.br Fabricante de: Baterias

13187-115 – Hortolândia – SP

RTO - Ind. e Com. de Artefatos de Borracha Ltda. Av. Itaberaba, 1286 02734-000 - São Paulo - SP Tel (11) 3975-4437 E-mail:rtoretentores@ig.com.br Fabricante de artefatos de borracha, retentores e diafragmas. Sabó Ind. e Com. de Autopeças S/A R. Matteo Forte, 216 – Lapa 05038-160 São Paulo – SP Tel: (11) 2174-5994 Fax: (11) 2174-5777 E-mail: daniella@sabo.com.br Site: www.sabogroup.com.br Servitec Ind. Eletrônica Ltda. R. Ângelo Agostini, 215 95042-090 - Caxias do Sul-RS Tel.: (54) 3224-2299 / 3025-1600 E-mail: Servitec@servitecmoto.com.br Site: www.servitecmoto.com.br Fabricante e distribuidor de Módulos de Injeção,Ignição eletrônica (CDI), Reguladores de Voltagem, Bobinas em geral, Relés de Partida e Pisca, Chaves de Luz, Suportes e Escovas, Estatores, Cabos de Bateria e Fiação Principal. Slyck Ind e Com. de Retrovisores Ltda R. José Del Roio, 316 12908-844 - Bragança Paulista - SP Tel /Fax (11) 4603-1331 E-mail: slyckretrovisores@terra.com.br Fabricante retrovisores

Rod. Pres. Dutra, km 213,8 07183-904 – Guarulhos – SP Tel.: 11-2145-5890 Site: www.tecfil.com.br Fabricante de Filtros

Rua Arthur Rodrigues de Castro, 352 135570-410 São Carlos – SP Tel.: (16) 3411-6688 E-mail: Waldemar@dewan.com.br Site: www.dewan.com.br Sportive Ind. E Com. de Peças p/ Motocicletas Eireli Estrada Geraldo Costa Camargo, 472 galpões 63 e 97/98/99 Tel.: 19-3965-8864 Email: Sportive.plasticos@terra.com.br Fabricante de plásticos para motocicletas

Technic do Brasil Ltda R. Vereador José Nanci, 335 09290-415 Santo André – SP F. (11) 4977-8838 Fax: (11) 4977-8877 E-mail: marketing@pneustechnic.com.br Site: www.pneustechnic.com.br Fabricante de Pneus para motocicleta TMD Friction do Brasil S/A (Cobreq) R. Tupi, 293 - Vila Mariana 13330-000 - Indaiatuba - SP Tel (19) 3894-9783 / Fax (19) 3875-8432 Site: www.cobreq.com.br Fabricante de Pastilhas e Lonas de Freios. TOP Light Av. Armando Giassetti, 501 Torre S.José 13214-525 Jundiaí- SP Tel.: (11) 4815-9202 e-mail: comercial@toplight.ind.br site: www.toplight.ind.br Fabricante de lentes e lanternas traseiras completas. Torbal |Ind. e Com. de Escapamentos LTDA RUA NITERÓI, 499 08573-270 – ITAQUAQUECETUBA – SP 11-4640-1853 www.torbal .com.br compras@torbal.com.br UMICORE BRASIL LTDA Av. São Jerônimo, 5000 13470-310 – Americana – SP Site: www.umicore.com.br


Lista de Associados

Valflex Juntas e Filtros Ind. Com. Ltda. R. Artur Pereira, 11/13 - JD Iguatemi 08381-580 - São Paulo - SP Tel/Fax (11) 2317-3388 FAX (11) 2917-2595 Site: www.valflex.com.br E-mail: valflex@valflex.com.br Fabricante de Juntas p/ Motos e peças em geral. Valplas Ind. e Com. Motopeças Ltda R. José Del Roio, 501 - JD. São Lourenço 12908-844 Bragança Paulista - SP Tel.: (11) 4603-1331 e-mail: valplas@valplas.com.br site: www.valplas.com.br Fabricante de: Piscas, lentes e lanternas Vedamotors Ind. e Com. de Juntas Ltda Estrada Blumenau, 2222 - Bairro Bremer 89161-120 Rio do Sul - SC (47) 3411-0500 Site: www.vedamotors.com.br E-mail: vedamotors@vedamotors.com.br Fabricante de: Juntas e Jogo de Juntas, Anéis de Escape, peças em borrachas, Coxim, Buchas, Filtros de Ar, Óleo e Combustível, Biela, Kit Cilindro, Kit Pistão, Válvula, Disco Embreagem, Vareta Válvula, Guarnições, Reparo Carburador e injeção, Cola Junta e Junta Líquida. Vedox Indústria de Motopeças Ltda Loteam. Norte Center, Qdra 02, lotes 7 e 14 Portão 42700-000 Lauro de Freitas – BA. Tel: (71) 3415-6655 Site:www.vedox.com.br E-mail: vedox@vedox.com.br Fabricante de Oring´s, retentores, buchas e guarnições Wabtec Brasil Fab. e Man. de Equipamentos Ltda R. 19 de novembro, 305 - São Cristovão 15910-000 - Monte Alto - SP Tel (16) 3244-5000 / Fax (16) 3243-2046 E-mail: comercial@diafrag.com.br Site: www.wabtec.com Fabricante de Coletores, patins, pastilhas de freio, mesas, cubos, flange e mesas. Wester Ind. e Com Ltda R. Gustavo Zimmermann, 8463 - Bloco A Itoupava Central 89063-002 Blumenau - SC Tel.: /FAX: (47) 3337-5054 Site: www.wester.com.br E-mail: wester@wester.com.br Fabricante de peças e acessórios para motos WLS Pneumáticos & Moto-Parts, Ind. e Com. Eirelli Rua Barão de Penedo, 407 07222-015 – Guarulhos – SP 11-2066-2000 www.vulcanbor.com.br |||| 42 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146

ATACADISTAS

Abrascort Coml. Import. de Correntes Lt R. Francisco Szurek, 170 Cid Indl 81350-140 Curitiba – PR Tel.: (41) 2169-9999 Fax: (41) 2169-9900 e-mail: vendas@abrascort.com.br Site: www.abrascort.com.br Acepeças - C. Acess. e Peças p/ Biciclos Ltda. Av. Tocantins, 56 - Centro 76400-000 - Uruaçu - GO Tel/Fax (62) 3357-1102 Alfa Motos Av. Diogo Naves, 251 – Qd. 8 – Lote 9 74370-695 – Goiânia – GO E-mail: alfamotos.adm@gmail.com Atlanta Com. Repres. Imp. e Exp. Ltda. R. Conselheiro Nébias, 396 01203-000 - São Paulo - SP Tel/Fax (11) 3224-9377 Site: www.atlantamotos.com.br E-mail: atlanta@atlantamotos.com.br Car-Central de Autopeças e Rolamentos Ltda. Rua Eugênio Bellotto, 200 – Galpão E 04185-160 – São Paulo –SP Tel. 11-2168-6000 Fax. 11-2168-6006 Site: www.carcentral.com.br Ciclo Cairu Ltda. R. Cairu, 601 Setor Industrial 76970-000 Pimenta Bueno – RO Tel.: (69) 3451-0500 Fax: (69) 3451-2367 e-mail: vendas@ciclocairu.com.br Site: www.ciclocairu.com.br Com. de Motos Matsuo Ltda. R. Guaycurus, 532 05033-001 - São Paulo - SP Tel (11) 3864-2711 Site:www.motomatsuo.com.br Comercial Automotiva Ltda. - DPK R. Edmundo Navarro Andrade, 1700 Pq. Indl. 13031-695 Campinas – SP Tel.: (19) 3772-8649 Fax.: (19) 3772-8655 Site: www.dpk.com.br Comercial Motociclo S/A. R. Francisco Souza dos Santos, 731 1º andar - Jd Limoeiro 29164-153 - Serra - ES DISQUE-PEÇAS: 0800-979 1055 Site: www.motociclo.com.br

Evemotos Com. De Motopeças Ltda. – ME Rua Conselheiro Nébias, 407 01203-000 – São Paulo – SP (11) 3221-8575 / 3222-0418 E-mail: contato@evemotopecas.com.br Site: www.evemotopecas.com.br Gramotos Comércio de Moto Peças Eireli Av. 30 de Junho, 2056 76916-000 – Presidente Médici – RO Tel.: (69) 3471-2909 E-mail: gerenciagramotos01@gmail.com Site: www.gramotos.com.br GV1 IMP. E EXP. LTDA Av. Nove de Julho, 3229, Sala 503 Jardim Paulista - São Paulo - SP 01407-000 Hiper Motos Ltda. Av. Ricardo Caran Guimaraes 170 Distrito Industrial 35164-554 - Ipatinga - MG Tel/Fax.: (31) 3801-4000 E-mail: hipermotos@ hipermotos.com.br INTERNACIONAL FORTUNE BUSINESS R. Urbano Santos, 547. 07182-320 – Guarulhos - SP 11- 2087-7755 www.ifbimport.com.br comercial@ifbimport.com.br L.M. Moto Av. Brasil, 2420 35590-000 - Lagoa da Prata - MG Tel.:0800-702-4044 Site: www.lmmoto.com.br E-mail: contato@lmmoto.com.br Lagoa Motoparts R. José Américo de Almeida, 14 30520-230 - Belo Horizonte - MG Tel/Fax (31) 2121-0005 Site: www.lmp.com.br Láquila Peças Ltda. R. Riciere Bernardi, 283 Campo Fundo 83430-000 Campina Grande do Sul – PR Tel (41) 3012-6200 Site: www.laquila.com.br Leone Motoparts Solutions R. General Osório, 691 01213-003 - Santa Ifigênia - SP wleoneoriginalparts@gmail.com Montanna Distribuidora de Motopeças Ltda. R. Ásea, 97 - Vl. Monteiro Lobato 07190-020 - Guarulhos - SP Pabx (11) 2475-7000 Site: www.montanna.com.br


Lista de Associados

MarkC&A Com Dist E Import Ltda R. Cel. Carvalho, 2978 Barra do Ceará 60.341-630 Fortaleza - CE Tel.: (85) 3304-7000 Melo Distribuidora de Peças Ltda R. Tefé, 487 – praça 14 69020-090 Manaus – AM Tel.: (92) 2121-4000 Site: www.melopecas.com.br Motospirit R. Urbano Santos, 151. 07182-320 – Guarulhos - SP 11- 2087-7750 Moto Nanuque Ltda. Av. Mucuri, 1.587 - Centro 39860-000 - Nanuque - MG Tel (33) 3621-4321/Fax (33) 3621-4070 Mundopeças do Brasil Ltda. R. Edgar Linhares, 499 - Nova Esperança 88336-210 - Balneário Camboriú - SC Tel.: (47) 3366-1728 / (47) 3366-0449 e-mail: mundopecas@mundopecas.com.br Site: www.vmg-far.com.ar / www.amortiguadoresfar.com.ar Orleon Motopeças R. Gal. Osório, 521 Santa Efigênia 01213-001– São Paulo – SP. Tel.: (11) 3225-2233 e-mail: orleonmotos@terra.com.br Pellegrino Distribuidora de Autopeças Ltda Rua Ernesto de Castro, 37 – Mooca 03042-900 – São Paulo – SP Tel.: 0800-178288 Site: www.pellegrino.com.br RCC Coml. Import. Ltda Av. Camara Filho, 1723 QD. 125 LT 20 74375-150 Goiania – GO Tel/Fax:(62) 3519-1999 e-mail: Elton@rcccomercial.com.br Site: www.rcccomercial.com.br RCL Peças Ltda Rodov. RN 117, nº 450 Dr. Sebastião Maltez 59780-000 Caraubas – RN Tel.: (84) 3337-2547 Fax.:(84) 3337-2924 E-mail rclvendas@hotmail.com R. Damásio o (Ceará) Importação de Peças e Acessório Ltda R. Felix Pacheco, 866 Centro 64001-160 Teresina – PI Tel.: (86) 3131-8300 Fax: (86) 3131-8444 E-mail: rdamasio@rdamasio.com.br

Sandro Motos R. Vitorio Gasparo, 160 Mini Indl. Adail Vetorazzo 15046-768 S. José do Rio Preto- SP Tel.: (17) 2139-9999 E-mail.: sandro@sandromotopecas.com.br SBS Com. de Veículos Ltda. R. Visconde do Rio Branco, 320 14015-000 Ribeirão Preto – SP Tel (16) 3977-2777 E-mail: sbs@convex.com.br Sul Brasil Atacado de Moto Peças R- Alcino Guanabara, 307 Hauer 81.610-110 Curitiba – PR. Tel.: (41) 3018 2431 e-mail: sulbrasil@swi.com.br Tmac Comércio de Autopeças Ltda Rua Dias da Silva, 479 02114-001 – São Paulo – SP Tel.: (11) 3542-1738 E-mail: alex@tmacimport.com.br Trilha Moto Peças Com. Importações Ltda. Av. Independência, 6.519 Funcionários 74543-020 Goiânia – GO. Tel.: (62) 3230-3100 Fax: (61) 3230-3120 Site: www.trilhamoto21.com.br Veslam Com. de Motos e Peças Ltda. R. José Tavares Carneiro, 800 44020-205 Feira de Santana – BA Tel: (75) 3025-6565 E-mail: veslam@veloxmail.com.br Victor Moto Peças Av. Jabaquara, 402 / 406 04046-000 - São Paulo - SP Tel (11) 2275-8478/Fax (11) 2275-9804 Site: www.victormotopecas.com.br e-mail: comercial@victormotopecas.com.br Wing Com. Moto Peças Ltda R. Gal. Osório, 495 01213-000 - São Paulo - SP Tel: 0800 772 22 02 - (11) 3223-1107 Fax: (11) 3223-6613 e-mail: vendaswing@wingmotos.com.br www.wingmotos.com.br

LOJISTAS

Moto Boutique JK Comércio Ltda. Av. Juscelino Kubtschek, 835 Vl. Nova Conceição 04543-010 São Paulo – SP Tel.: (11) 2579-4076

Moto TEC R. Florianópolis, 1231 Guanabara 89207-000 Joinville – SC Tel.: (47) 3426-2901 Fax: (47) 3427-1335 Site: www.mototecracing.com.br e-mail: mototec_racing@hotmail.com Nova Suzuki Com. Import. Export. Ltda. Al. Jurupis, 1415 Moema 04088-004 São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 5531- 1455 e-mail: gado@nacar.com.br Site: www.novasuzuki.com.br Promotos Com. de Peças e Motos Ltda Av. XV de Novembro, 300 Centro 86300-000 Cornélio Procópio – PR Tel.: (43) 3524-2040 Fax: (43) 3523-2002 Site: www.promotos.com.br E-mail:falecom@promotos.com.br Wal Custom R. General Osorio 604 - Shopping General Lojas 12, 13, 14 Santa Efigênia 01213-010 –São Paulo - SP Tel.: (11) 3337 0222 / Fax 3331 3882 E-mail: walcustom@walcustom.com.br Wheeling Motopeças Av. Água Fria, 1114 Água Fria 02332-000 São Paulo- SP Tel.: 11- 2262-3560 Fax.: 11-2953-2453 E-mail: wheelingmotopecas@ wheelingmotopecas.com.br Site: www.wheelingmotopecas.com.br

REPRESENTANTES

ACD Com. e Repres. Ltda Av. Santos Dumont, 2828 S/1001 60150-161 – Fortaleza – CE Tel.: (85) 3133-1013 Fax: (85) 3133-1021 Site: www.acdgroup.com.br E-mail: taurusce@acdgroup.com.br ACR Representações Ltda R. João Carlos, 397 Sagrada Família 31030-350 Belo Horizonte – MG Tel.: (31)3466-7891 Fax: (31) 3467-3035 e-mail: acrmg@acrmg.com.br A.V.Lopes Representações Ltda Rua Conde de Agrolongo, 470 – Loja A 21020-190 - Rio de Janeiro –RJ Tel.: (21) 2564-1787 - 2564-6148 e-mail: avlopesrep@gmail.com


Lista de Associados

Binatti Representações R. Edgar Linhares, 515 B 88336-210 - Balneário Camboriú - SC Tel.: (47) 3366 7860 Fax: (47) 3366 7860 E-mail: binatti@binatti.com.br Site: www.binatti.com.br MSN: binatti@binatti.com.br SKYPE: binatti_repres Cabral e Araujo Representações Ltda Av. Maria Lacerda Montenegro, 3490 Sl. 101/102 59152-600 Parnamiriam – RN Tel.: (84) 4009-9250 e-mail: comercial@cabralearaujo.com site: www.cabralearaujo.com Curaçao do Brasil Ltda R. Felix de Sousa, 247 Vila Congonhas 04612-080 São Paulo- SP Tel (11) 2145-4700/Fax(11) 2145-4747 Site: www.curacaodobrasil.com.br E-mail: info@curacaodobrasil.com.br Deatik Com. e Representações Ltda R. Marcos Macedo, 1333 s/ 2212 Aldeota 60150-190 Fortaleza - CE Tel.: (85) 3264-6000 Fax: (85) 3261-3322 E-mail: deatik@deatik.com.br Site: www.deatik.com.br Edgar Marques Com. E Repres. Ltda Rua Prof. Manoel Ribeiro, 1315 41770-095 – Salvador – BA Tel.: 71-3341-5382 / 71-98124-9000/ 7599131-9181 Email: edgarmarquesvendasba@yahoo.com.br Jaime Zapellini Representações Ltda R. Lorival Zocatelli, 41 Vila Lenzi 89252-540 Jaraguá do Sul - SC Tel/Fax (47) 3275-1921 E-mail: zape@netuno.com.br

Mateus Moreno Representações Coms. – EPP Av. Santos Dumont, 371 – Sl. 23 Tel: (11) 4453-3530 E-mail: mateus@motoemarcas.com.br Site: www.motoemarcas.com.br Mutual Intern. Representações Ltda. Av. Santos Dumont, 2828 sl-1704/1705 Aldeota - Cep 60150-161 Fortaleza - CE Tel.: (85) 3133-1002/1004 Fax: (85) 3133-1010 Site: www.acdgroup.com.br Noa Comércio e Representações Ltda Av. Conselheiro Carrão, 889 03403-000 São Paulo – SP Tel.: (11) 98368-9873 / 2653-2886 E-mail: noa@noarepresentante.com.br Site: www.noarepresentante.com.br Nuno Figueiredo Representações Ltda R. Ademar de Barros, 355 sl. 02 13330-130 Indaiatuba – SP Tel.: (19) 3825-1020 Fax: 0800-725-5580 E-mail: nfcomercial@terra.com.br / nfvendas@terra.com.br Podium Representações Rua Marechal Deodoro da Fonseca, 1649 84940-000 – Siqueira Campos – PR F/Fax: (43) 3571-3610 Cel: (43) 9919-3680 E-mail: carlos.alves@podiumrepresentacoes. com.br Reapla Repres. Comercio Ltda. Av. Pres. Kennedy, 698 Campinas 88101-900 São José – SC Tel.: (48) 3241-2535 Fax: 0800 6452535 Vendas2@reapla.com.br Reney Soares Representações Ltda. R. Prof.clemente Pinto, 41- Medianeira 90870-220 – Porto Alegre –RS Tel.: (51) 3233- 0511 /FAX: (51) 3231-6014 E-mail: reneys@terra.com.br

JG Representações Ltda Av. Santos Dumont, 1510 Sl. 1508 60150-160 - Fortaleza-CE Tel. 85-3456-3056 Email: edimar@grupojg.com.br

RV Representações Ltda Al. Barão de Limeira, 264 – cj. 9-B 01202-000 – São Paulo – SP Tel.: 11-99973-3780 Email.: vannucchi@terra.com.br

Imotopeças Digital de Varejo de Motopeças, Acessórios e Duas Rodas Ltda Av. Nove de Julho, 3229 sls. 506 à 509 01407-000 – São Paulo – SP Tel.: 11-3539-6811 Email: imotopecas@imotopecas.com.br Site: www.imotopecas.com.br

Sandro Representações Ltda. R. Monsenhor Veras, 480/1103 91340-020 Porto Alegre – RS Tel.: (51) 3219-2119 E-mail: sandrorepresentacoes@terra.com.br Site: www.sandrorepresentacoes.com.br

Martins Representações Ltda R. Açucenas, 20 Sala 2 Nova Suiça 30421-232 Belo Horizonte – MG Tel.: (31) 3377-9452 e-mail:martinsrep@martinsrep.com.br |||| 44 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146

Sudamérica Marketing Repres. S/S Ltda-Me Av. Dr. Luiz Arrobas Martins, 548 Veleiros 04781-001 - São Paulo - SP Tel.: (11) 5548-4226 / Fax. (11) 5521-6923 E-mail: sudamerica@terra.com.br Site: www.kmcchain.com.br

Vasques Representações Comerciais Ltda. R Antonio Bicudo, 541 São Lourenço 79041-320 Campo Grande - MS (67) 3341-3426 Fax: (67) 3341-6777 E-mail: vasques@vasquesrep.com.br

NOVO ASSOCIADO Ricardo Dearo Representações Ltda Rua José Mega, 111 14091-480 – Ribeirão Preto – SP Tel.: 16-3289-3955 Email: paulo.dearo@terra.com.br SKF DO BRASIL LTDA Av. Marginal do Ribeirão dos Cristais, 200 07750-000 - Cajamar - SP Telefone : 11- 4448 8624 www.skf.com Industrial Levorin S.A. Avenida Monteiro Lobato,nº 2641, 07190-901 - Guarulhos - SP Telefone: 11-2464.6610, 11-99249.2439 Email: fcentofanti@levorin.com.br www.levorin.com.br

ENTIDADE DE CLASSE Motorcycle Industry Council, Inc. (Mic) 2 Jenner Street, Suite 150 Irvine, CA 92618-3812 - USA Fone (1) (714) 727-4211 - extension 3028 Fax (1) (714) 727.4217 ASSOMOTOS- Associação das empresas Revendedoras e Prestadoras de Serviço de Moto Peças Av. Visconde do Rio Branco, 1605, sala 05, Centro 60055-170 Fortaleza-CE Tel.: (85) 3254-7661 E-mail: assomotos.ceara@hotmail.com


Aniversariantes de Março, Abril e Maio Empresa

Fundação

Idade

IND. E COM. DE MOTOPECAS CHAPAM

01/05/1939

80

VESLAM COM. DE MOTOS E PEÇAS LTDA

02/05/1965

54

CAR CENTRAL DE AUTOPEÇAS E ROLAMENTOS LTDA

01/04/1969

50

VASQUES REPRESENTAÇÕES COMERCIAIS LTDA

01/05/1977

42

JAIME ZAPELLINI REPRESENTAÇÕES LTDA

04/05/1984

35

CABRAL E ARAUJO REPRESENTAÇÕES LTDA

07/05/1985

34

MONTANNA DISTRIBUIDORA DE MOTOPEÇAS LTDA

08/04/1988

31

MELC IND. E COM. LTDA

05/05/1988

31

DEATIK COM. E REPRESENTAÇÕES LTDA

21/04/1989

30

EBF IND. E COM. DE ARTEFATOS PLÁSTICOS LTDA

12/03/1992

27

GRAMOTOS COMÉRCIO DE MOTO PEÇAS EIRELI

06/04/1994

25

COMETA IND. COM. DE MOTO PEÇAS LTDA

16/05/1995

24

MEGAVILLE IND. E COM.DE PEÇAS P/ MOTOCICLETAS

01/04/1995

24

PRO TORK IND. COM. EQUIP.P/ MOTOCICLETAS

09/05/1996

23

CICLO CAIRU LTDA

01/04/1998

21

SPORTIVE IND. E COM. DE PEÇAS P/ MOTOCICLETAS

29/03/1999

20

ALBA INDUSTRIAL IMPERMEÁVEIS LTDA

27/05/1999

20

DELTACAPAS COMERCIAL E INDUSTRIAL LTDA

10/03/2000

19

POLIVISOR IND. E COM. DE VISEIRAS LTDA EPP

20/04/2001

18

ENERBRAX ACUMULADORES LTDA

01/04/2001

18

MUTUAL INTERN. REPRES. LTDA

19/04/2005

14

MOTO TEC

15/04/2009

10

GOW COMERCIO DE MOTO PEÇAS LTDA

12/04/2011

8


Serviços

www.montanna.com.br vendas 11 2475-7000

PARA MÃO-DE-OBRA NO ESTADO DE SÃO PAULO - 2016 (VALORES EM REAIS R$)

(11)

2317-3388

valflex@valflex.com.br |||| 46 | ANFAMOTO em Revista | Edição 146


Profile for Anfamoto

Edição 146  

Edição 146