Page 1




Editorial

HORA DE

Associação Nacional dos Fabricantes e Atacadistas de Motopeças

RENOVAR

Presidente:

Em novembro foi eleita a diretoria da Anfamoto para o triênio 2021-2023, uma nova composição, que vem com muito trabalho e desafios para os próximos três anos. As quatro gestões de Orlando Cesar Leone a frente da entidade, mereceram destaque nessa edição, contamos na matéria de capa as principais realizações desses anos. Desde 2012 o mercado mudou bastante passou por um amadurecimento significativo e principalmente nesse ano de 2020 mostrou sua força, tanto no mercado de reposição, quanto no segmento de produção de motos, que apesar de um longo período sem produzir chegará ao final do ano com a expectativa de 937 mil unidades produzidas. E por falar em força, o Associado em Destaque dessa edição é a Maggion. Uma história de sucesso baseada na força de trabalho e na visão de empreendedorismo do seu fundador Giovanni Maggion. A Anfamoto sempre atenta ao que impacta o setor, esteve presente em reunião realizada da FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, que contou com a presença do presidente do Inmetro para discutir as pautas ligadas a certificação e o novo marco regulatório do organismo. Trouxemos ao conhecimento dos leitores, um pouco sobre as propostas que tramitam no Congresso Nacional e no Senado, para a tão sonhada reforma tributária. Além de apresentar as propostas detalhadamente, apresentamos o ponto de vista jurídico sobre o tema. Publicamos na integra a Lei Municipal sobre a implantação obrigatória da logística reversa no município de São Paulo. Ainda no âmbito da legislação, não poderíamos deixar de falar de uma conquista recente da Anfamoto que foi a prorrogação da Portaria Inmetro No 456/19, que trata da certificação de capacetes para condutores e passageiros de motos. No caderno Sua Moto em Detalhes, falamos sobre as baterias, um item de fundamental importância para o funcionamento da motocicleta. A matéria traz dicas valiosas para o bom uso dessa peça. No Cadernos Duas Rodas conheças as novidades das montadoras, já de olho em 2021.

1º Vice Presidente: 2º Vice Presidente: 1º Tesoureiros: 2º Tesoureiros:

Orlando Cesar Leone Valério Valente Vanderley Galvão Amarildo Severino Fernandes Alexandre Saba

Conselho Deliberativo - Presidente :

Carlos Alberto Fiorotti

Membros do Conselho Deliberativo:

Giancarlo Vancini Gianfranco Menna Zezze Hélio Tenório da Silva

Suplentes do Conselho Deliberativo:

Renata Maggion Hélio Joaquim dos Santo Jefferson Antonio Pires

Membros do Conselho Fiscal:

Divino Jorge da Silva Mônica Orlando de Oliveira Sandra Brandani Picinato

Suplentes do Conselho Fiscal:

Bruno Cury Leone Carlos André Rafaela Guma

Coordenação Editorial:

Fabia Helena Allegrini Pereira

Editor responsável:

Jacylete Abreu – MTB 825-CE

Serviços Gráficos: Editor de Arte:

Gráfica Hawai Luis Fernando L. Corrêa

Boa leitura e até a próxima. Secretaria:

Patricia Sartori

Coordenação de Eventos:

Equipe Anfamoto

ANFAMOTO em Revista:

Equipe Anfamoto

Assessora da Presidência:

Fabia Helena Allegrini Pereira

PUBLICIDADE & COMERCIAL

Número de Registro: 823713350

EDIÇÃO 153 - SET/OUT 2020 A responsabilidade sobre opiniões e fatos presentes nos artigos assinados na “ANFAMOTO em Revista” é exclusiva de seus autores, não exprimindo necessariamente o pensamento desta publicação nem a posição da ANFAMOTO.

Av. Nove de Julho, 3229 Cjtos 208/209/210 Jardim Paulista CEP 01407-000 - São Paulo-SP PABX: (11) 3052-2002 - Fax: (11) 3885-7637 E-mail: anfamoto@anfamoto.org - Site: www.anfamoto.org



Sumário

Espaço Anfamoto

Palavra do Presidente Os desafios nos motivam

Mercado Produção de motocicletas tem projeções revisadas e deve fechar o ano com 937 mil unidades produzidas

Associado em destaque Maggion – Uma história de sucesso

Espaço Anfamoto Anfamoto participa de encontro com o presidente do Inmetro na Fiesp

Legislação PORTARIA INMETRO Nº 321, de 15 de outubro de 2020 – Certificação de Capacetes e LEI MUNICIPAL No 17.471, DE 30/09/2020 – Implantação da Logística Reversa em São Paulo

Especial REFORMA TRIBUTÁRIA – Um desafio ainda longe de uma solução

8 10 16 14 16

Anfamoto participa de encontro com o presidente do Inmetro na Fiesp

Capa

17

20

24 Anfamoto elege diretoria para triênio 2021-2023

Capa Anfamoto elege diretoria para triênio 2021-2023

Sua Moto em Detalhes Não deixe sua bateria acabar

24 32

Caderno Duas Rodas

34

Notícias

37

Dicas & Lançamentos

38

Associados

39

Sua Moto em detalhes

32 Não deixe sua bateria acabar



Palavra do Presidente

Orlando Cesar Leone - Presidente Em meados de novembro elegemos a diretoria da Anfamoto para o triênio 2021-2023. O ano que vem será de muitos desafios, ainda estamos vivendo o cenário da pandemia da Covid-19, que certamente impactará nossas atividades. Mas estamos em um setor vivo que movimenta muitos empregos e gera renda para muitas famílias, uma cadeia grande e complexa que vai desde a fabricação das peças até a montagem das motocicletas, a nossa paixão. Ao longo desses anos acompanhamos o amadurecimento do mercado que caminha para um crescimento cada vez mais expressivo, pela utilização da motocicleta em segmentos, principalmente por motoboys e motofretistas, mas também, em serviços essenciais como a polícia, bombeiros, Samu, Correios entre outros. Continuaremos engajados em promover melhorias constantes para o segmento. Em 2021 vamos nos focar em ampliar a regionalização da ANFAMOTO, apresentar propostas aos órgãos governamentais visando a desoneração de impostos, buscar condições de financiamento para o segmento, bem como fortalecer as alianças estratégicas feitas durante 2020 com o objetivo de promover o crescimento e a representatividade do setor de Motopeças. E ainda retomar e fortalecer o trabalho das frentes parlamentares Federal e Estadual, e criar uma municipal. Ainda estamos aguardando ansiosamente o desdobramento das reformas prometidas pelo governo, mas com as eleições municipais o legislativo esvaziou, pois, deputados e senadores estavam voltados para os resultados em seus currais eleitorais. O que atrasa ainda mais as pautas a serem discutidas. Algumas

08

Anfamoto em Revista - Edição 153

OS DESAFIOS NOS MOTIVAM delas urgentes e fundamentais para a economia do país como a votação do próprio orçamento para 2021. Fomos duramente assolados pela pandemia, mas um outro cenário devastador se alastra pelo Brasil, o desemprego. E vivemos num ciclo vicioso, onde não temos investimentos e enxergamos ainda a falta de recursos para investir, a maior parte da arrecadação do Tesouro Nacional, vem dos tributos, que não há mais possibilidade nenhuma em serem aumentados, muito pelo contrário, como falei aqui por muitas e muitas vezes, queremos a diminuição expressiva da carga tributária. É necessário que essa carga saia das costas do empresariado e o governo possa arrumar outras fontes de renda e sustentabilidade. É urgente que as demais etapas da reforma sejam entregues ao Congresso para que possam compor a pauta e entrar na agenda positiva. Pagamos muitos impostos que não são revertidos em investimentos para o país, em educação, saúde, infraestrutura e desenvolvimento. Além de todo cenário interno devemos levar em conta o cenário externo e a influência da pandemia nos mercados. Os desafios diários nos motivam a buscar soluções dentro de nossas empresas, a buscar crescimento, inovação, capacitação e empregabilidade. Queremos ser reconhecidos pela excelência não pela maior carga tributária do planeta. Queremos deixar um legado para nossos sucessores de empresas bem sucedidas e geradoras de oportunidades e não de demissões volumosas por ter que optar entre empregos ou impostos. Em contrapartida continuamos trabalhando, defendendo a indústria e a evolução do mercado de motopeças no Brasil. Continuamos empregando, gerando impostos e sendo um vetor de crescimento. Como sempre faço ao fim dos meus mandatos trago um balanço da gestão e das importantes conquistas para o setor. Agradeço a diretoria que junto comigo comandou a Anfamoto no triênio 2018-2020, e aos nossos associados pelo apoio e confiança. Acredito acima de tudo em um país melhor, que apesar de todos os desafios que enfrentamos, vai se recuperar com muito trabalho e coragem.

Um forte abraço, Orlando Cesar Leone Presidente da Anfamoto



Mercado Produção de motocicletas tem projeções revisadas e deve fechar o ano com 937 mil unidades produzidas Setembro foi o melhor mês do ano, com a produção de 105 mil motocicletas. Desde a retomada gradual das atividades o setor apresenta curva ascendente. Queda na produção total deverá ficar em torno de 15,4% ante 2019 Segundo a Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares a indústria brasileira de motocicletas produziu em setembro 105.046 unidades no Polo Industrial de Manaus. Este volume representa alta de 6,8% na comparação com agosto que teve 98.358 unidades e de 13,1% ante o mesmo mês de 2019 que foi de 92.894 unidades. No acumulado de janeiro a setembro foram produzidas 693.541 motocicletas, retração de 17,1% na comparação com o mesmo período do ano passado que foi de 836.450 unidades. O melhor resultado mensal havia sido registrado em março, quando 102.865 motocicletas saíram das linhas de montagem. Mediante a esse novo cenário a entidade revisou suas projeções para 2020, a nova

estimativa é produzir ao todo esse ano, 937 mil motocicletas, que representa retração de 15,4% na comparação com 2019 que foi de 1.107.758 unidades. A estimativa anterior, apresentada em janeiro, período pré-pandemia, era de 1.175.000 unidades. Foram atualizados também as projeções para os volumes de vendas no atacado e varejo. No atacado as fábricas deverão repassar para as concessionárias 909.000 motocicletas, volume 16,2% menor do que o registrado em 2019 que foi de 1.084.639 unidades. A estimativa inicial, ainda no começo do ano, apontava 1.147.000 unidades. Já quanto às exportações, as expectativas foram mantidas, os embarques deverão somar 28.000 unidades, correspondendo à retração de 27,5% na comparação

com o volume registrado em 2019 que foi de 38.614 motocicletas.

VENDAS NO ATACADO As fábricas venderam no atacado (para as concessionárias), 100.656 motocicletas em setembro, volume 4,4% superior na comparação com agosto de 2020, que foi de 96.415 unidades e 5,6% acima do mesmo mês de 2019 que foi de 95.282 motocicletas. No acumulado do ano as vendas no atacado somaram 665.644 unidades, queda de 18,4% na comparação com o mesmo período de 2019 que foi de 816.064 motocicletas.

DESEMPENHO POR CATEGORIA

PROJEÇÕES PARA A INDÚSTRIA DE MOTOCICLETAS Variação Realizado

1ª Projeção

2019

Jan/2020

Revisão

Revisão

Projeção

projeção 2020/

2020

1ª Projeção 2020

Produção

1.107.758

1.175.000

937.000

Exportação

38.614

28.000

28.000

Atacado

1.084.639

1.147.000

909.000

Varejo

1.077.234

1.140.000

905.000

10

Anfamoto em Revista - Edição 153

Variação Revisão projeção 2020/ Realizado 2019

-20,3%

-15,4%

(-238.000)

(-170.758)

0,0%

-27,5%

(0)

(-10.614)

-20,7%

-16,2%

(-238.000)

(-175.639)

-20,6%

-16%

(-235.000)

(-172.234)

A categoria Naked foi a que registrou maior crescimento em termos de variação percentual, com aumento de 63,7%. As vendas no atacado em setembro somaram 2.467 unidades ante 1.507 em agosto. Em números absolutos, a Street se manteve como a categoria mais comercializada no atacado, com 51.196 unidades em setembro, aumento de 1,1% na comparação com agosto que foi de 50.662 unidades e de 4,5% na comparação com o mesmo mês do ano passado 49.013 motocicletas. A liderança no ranking de vendas do acumulado do ano também é da categoria Street, com 346.480 unidades e de


COMPARATIVO DE VENDAS DE MOTOCICLETAS NO ATACADO MENSAL POR CATEGORIA

Setembro/19

Agosto/20

Setembro/20

(Setembro/20) x (Setembro/19)

(Setembro/20) x (Agosto/20)

STREET

49.013

50.662

51.196

4,5 %

1,1 %

TRAIL

19.005

17.337

19.277

1,4 %

11,2 %

MOTONETA

11.998

15.673

15.699

30,8 %

0,2 %

SCOOTER

8.716

7.727

8.363

-4,1 %

8,2 %

NAKED

2.066

1.507

2.467

19,4 %

63,7 %

BIGTRAIL

1.321

1.916

1.935

-8,7 %

1,0 %

OFF-ROAD

1.076

614

778

-41,1 %

26,7 %

CUSTOM

561

335

405

-27,8 %

20,9 %

SPORT

483

644

536

11,0 %

-16,8 %

TOTAL

95.282

96.415

100.656

5,6%

4,4%

52,1% de participação no mercado. O segundo lugar é da Trail com 122.524 motocicletas e 18,4% de participação.

EMPLACAMENTOS Segundo levantamento do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), em setembro o emplacamento de motocicletas somou 99.609 unidades, alta de 3,8% em relação a agosto que foi de 95.961 unidades. Na comparação com o mesmo mês de 2019 que foi de 87.719, teve um avanço de 13,6%. Com 21 dias úteis, a média diária de vendas de setembro foi de 4.743 unidades. Na comparação com agosto 4.632 unidades, com um dia útil a mais, houve a alta de 8,37%. Em relação a setembro do ano passado quando foram emplacadas 4.177 unidades, que também teve 21 dias úteis, o aumento foi de 13,6%. A região Sudeste liderou o ranking de emplacamentos em setembro. Foram licenciadas 35.563 motocicletas, o que representa 35,7% de participação no mercado. Em segundo lugar ficou a região

Nordeste com 31.773 unidades e 31,9% de participação. Na sequência, a região Norte com 12.163 motocicletas e 12,2% de participação, em seguida o Sul com 10.370 motocicletas e 10,4% de participação e por último o Centro-Oeste com 9.740 motocicletas e 9,8% de participação. São Paulo foi o estado que registrou o maior número de emplacamentos em setembro, com 21.365 motocicletas. Minas Gerais ficou em segundo lugar com 7.885 unidades, seguido pelo Ceará com 6.041 unidades, Bahia com 6.028 unidades e Pará com 5.946 unidades. No acumulado dos anos as vendas no varejo somaram 630.869 unidades, retração de 20,8% na comparação com o mesmo período do ano passado que foi de 796.426 motocicletas.

EXPORTAÇÕES As exportações de motocicletas totalizaram 3.622 unidades em setembro. Na comparação com agosto que foi de 5.167 nidades queda de 29,9% e em relação ao mesmo mês de 2019 quando foram expor-

tadas 2.390 unidades aumento de 51,5%. De acordo com os dados do portal de estatísticas de comércio exterior Comex Stat, que registra os embarques totais de cada mês, o principal destino das motocicletas produzidas no PIM foram os Estados Unidos, com 1.520 unidades, representando 42,3% do total exportado. Em segundo lugar ficou a Colômbia com 872 unidades e 24,3% de participação, seguida pela Argentina com 764 unidades e 21,3% de participação. No acumulado do ano foram exportadas 23.653 motocicletas, queda de 18,8% na comparação com o mesmo período de 2019, com 29.136 unidades. A Argentina ainda é o principal parceiro comercial, com 7.193 motocicletas e 32,6% do volume total exportado. Na sequência vieram Colômbia com 4.864 unidades e 22,1% do total e Estados Unidos com 4.279 unidades e 19,4%.

Fonte: Abraciclo


Mercado

12

Anfamoto em Revista - Edição 153



ASSOCIADO EM DESTAQUE

Maggion – uma história de sucesso Nascido em 1891, em Schio na Itália, Giovanni Maggion, desde cedo trabalhou com o pai, Pietro Maggion, na fábrica da família. Ainda menino, encantou-se com os setores de fundição e usinagem de peças, com o ambiente repleto de máquinas, de barulho e de vida. Gostava de observar, como de um lado entrava a matéria-prima, e do outro saiam os produtos acabados e brilhantes. Considerava a fábrica um lugar instigante e que despertava a imaginação. Formou-se torneiro mecânico e durante a Primeira Guerra Mundial, atuou com sua profissão e não de armas nas mãos. Mudou-se para Gênova e trabalhou por anos na Ansaldo, uma das maiores empresas italianas da época. Com a Europa devastada no pós-guerra, Giovanni foi convidado a vir para o Brasil pelo avô materno, que já havia imigrado anos antes e atuava no Consulado italiano no interior de São Paulo. O avô emprestou o dinheiro para a passagem e em 1923, Giovanni, então com 32 anos, veio para o Brasil. De imediato começou a trabalhar na oficina mecânica de seu tio, na Rua da Consolação, em São Paulo, e logo já se tornou sócio. Casou-se com Angelina Di Santi e teve seu primogênito: Renato. A oficina cresceu, e então, Giovanni adquiriu a

totalidade das ações e precisou ampliar o espaço físico, foi quando em 24 de janeiro de 1933 ele fundou a Artefatos de Borracha e Indústria Mecânica João Maggion, no bairro do Bom Retiro, em São Paulo. Entre 1940 e 1942 a primeira sede começou a ficar pequena para o crescente volume de trabalho e desenvolvimento de novos produtos, foi quando Giovanni abriu uma nova unidade, na Casa Verde, em são Paulo, inicialmente apenas para o setor de fundição, e posteriormente, para fabricação de máquinas e equipamentos. Nessa época o filho Renato começava a trabalhar na empresa e no início dos anos 1950, procurava alternativas para abrigar a empresa, que continuava crescendo. Havia de ser um local com boa estrutura logística, para o escoamento da grande quantidade de produtos fabricados, especialmente aqueles destinados à indústria e ao mercado automotivo. O espaço escolhido era uma grande área de várzea, beirando o Rio Tiête, na cidade de Guarulhos e às margens da principal rodovia do país, a Presidente Dutra, para onde várias outras importantes indústrias começavam a se mudar. Enquanto a Maggion preparava o terreno e as novas e amplas instalações

em Guarulhos, sua linha de produtos não parava de expandir, com a fabricação de pneus automotivos, para motos e máquinas agrícolas. Nos anos 1970, com a inauguração da planta em Guarulhos, a Maggion seguiu expandindo. Com novas instalações, novas máquinas e processos, a empresa subiu de patamar e passou a competir igualmente com gigantes multinacionais do setor. A sede foi ampliada, com a aquisição de terreno vizinho à área original. Para completar a família, em março de 1945 nasce a segunda filha do casal, Rosa Maria, que assumiu a diretoria da empresa, ao lado do irmão Renato, e após o falecimento deste, assumiu a presidência a partir de 1996. Na época da fundação a empresa começou, com 16 funcionários, fabricando máquinas e equipamentos para recauchutagem de pneus, sacos de borracha para recauchutagem, bandas de rodagem de pneus e pneus para charretes. Atualmente são fabricados 172 itens e conta com 1.040 colaboradores e está instalada ainda em Guarulhos, em uma área com mais de 60 mil metros quadrados. A empresa esporadicamente exporta seus produtos para os vizinhos do Mercosul Bolívia, Paraguai e Argentina. A Maggion conta, em média, com o lançamento de quatro a seis produtos por ano, na linha de motos e na linha agrícola. Para o futuro quer expandir a linha de produção, contratar novos colaboradores, realizar novos projetos e lançar mais medidas de produtos. “A Maggion é conhecida como “Mãe Maggion”, que busca preservar o emprego dos nossos colaboradores, o meio ambiente e a nossa cidade Guarulhos”, diz Renata Maggion, diretora superintendente.

Vista aérea Maggion Pneus e Câmaras

14

Anfamoto em Revista - Edição 153



ESPAÇO ANFAMOTO

ANFAMOTO PARTICIPA DE ENCONTRO COM O PRESIDENTE DO INMETRO NA FIESP A Anfamoto – Associação Nacional dos Fabricantes e Atacadistas de Motopeças, participou no início de outubro, do encontro promovido pela FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, que contou com a presença do presidente do Inmetro – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, Marcos Heleno Guerson de Oliveira Júnior, além de representantes de entidades de classe de diversos setores. Na ocasião o presidente da FIESP, Paulo Skaf, reforçou que a 4ª revolução industrial é uma realidade que já está acontecendo e que os processos mudam muito rapidamente. E que o Inmetro tem a função de apoiar a indústria brasileira no processo de aperfeiçoamento. Atualmente o Inmetro está revendo seu modelo regulatório, o novo marco regulatório tem a finalidade de elevar a performance regulatória, reduzir a carga administrativa e estimular a inovação e a competitividade do setor produtivo. Cabe ao Inmetro executar as políticas nacionais de metrologia e qualidade, bem como verificar e fiscalizar o cumprimento das normas técnicas legais, unidades de medida, método de medição, medidas materializadas, instrumentos de medição e produtos pré-medidos, além de fiscalizar os produtos certificados. O presidente do Inmetro explicou o escopo da entidade e o propósito da desburocratização 16

Anfamoto em Revista - Edição 152

da regulamentação, que atualmente, para solicitação da regulamentação de um determinado produto, é necessária uma avaliação criteriosa do impacto regulatório. Explanou ainda que entre as principais metas para o alcançar o pleno funcionamento da entidade, conta com a modernização da estrutura, dos processos e do modelo regulatório, a repactuação com a rede e um projeto de retomada econômica. Apresentou o planejamento estratégico e reforçou a urgência da modernização do modelo regulatório. Marcos Heleno está à frente do Inmetro desde fevereiro deste ano. Na ocasião a Anfamoto se posicionou a favor do novo marco regulatório e reforçou um pedido ao presidente do Inmetro, de que o novo processo não se torne um entrave à inovação e à competividade das empresas do setor produtivo, bem como que reveja os atuais processos na autarquia que são muito morosos e custosos para as empresas. Entidades de diversos setores também apresentaram suas demandas.


LEGISLAÇÃO PORTARIA INMETRO Nº 321, DE 15 DE OUTUBRO DE 2020 CERTIFICAÇÃO DE CAPACETES A Anfamoto – Associação Nacional de Fabricantes e Atacadistas de Motopeças, informa que após um longo e intenso trabalho junto ao INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnológica, bem como em consenso com as empresas participantes do Setorial de Capacetes da Anfamoto, Laboratórios e OCP´s, conseguimos a prorrogação da Portaria Inmetro No 456, de 14 de outubro de 2019. A Portaria No 456, de 14/10/2019, que promove ajustes e esclarecimentos aos Requisitos de Avaliação da Conformidade para Capacetes para Condutores e Passageiros de Motocicletas e Similares, entraria em vigor em 14/10/2020. E considerando ainda a revisão da ABNT NBR 7471:2015 – Veículos rodoviários automotores – Capacete e viseiras para condutores e passageiros de motocicletas e veículos similares – Requisitos de desempenho e métodos de ensaio que apresenta inovações e traz novos requisitos especialmente nas viseiras, e ainda com o acontecimento da pandemia da Covid-19, não foi possível que os laboratórios se adequassem para atender aos novos ensaios previstos na Portaria e na ABNT NBR 7471:2015. A Portaria Inmetro No 321, de 15/10/2020, altera a Portaria Inmetro No 456, de 14 de outubro de 2019, publicada no D.O.U de 17/10/2019, seção 01, página 46, que aprova os ajustes e esclarecimentos aos Requisitos de Avaliação da Conformidade para capacetes para condutores e passageiros de motocicletas e similares. A Portaria na integra pode ser acessa nesse link: https://www.in.gov.br/ web/dou/-/portaria-n-321-de-15-de-outubro-de-2020-283216789 Destacamos o ponto principal da Portaria que é a prorrogação do prazo para certificação:

Art. 1º A Portaria nº 456, de 14 de outubro de 2019, passa a vigorar com as seguintes alterações: “Art. 2º Fica estabelecido o prazo de 30 (trinta) meses, contados da publicação desta Portaria, para que fabricantes e importadores fabriquem e importem para o mercado nacional capacetes para condutores e passageiros de motocicletas e similares em conformidade com os requisitos ora aprovados. § 1º Aplica-se o disposto no caput na adequação dos processos de certificação e registro em andamento e nas certificações e registros que se iniciarem a partir da data de publicação desta Portaria. § 2º Fica estabelecido o prazo de 12 (doze) meses, além daquele estabelecido no caput, para que os fabricantes e importadores comercializem, no mercado nacional, somente capacetes para condutores e passageiros de motocicletas e similares em conformidade com os requisitos ora aprovados.” (NR) Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União. Cabe ressaltar que o prazo estabelecido no Art. 2º, que é de 30 meses, são contados a partir da Portaria 456, de 14 de outubro de 2019. Ou seja, a certificação entrará em vigor em abril de 2022. A Anfamoto vai acompanhar todo o processo de acreditação dos laboratórios para que possamos avaliar se será necessário mais prazo para que a certificação seja executada adequadamente sem prejuízo para as empresas do setor. Esperamos com essa ação ter contribuído, mais uma vez, para preservar nossos associados, bem como para tornar o processo de certificação mais justo e eficiente.


LEGISLAÇÃO IMPLANTAÇÃO DE LOGÍSTICA REVERSA SE TORNA OBRIGATÓRIA NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO LEI MUNICIPAL No 17.471, DE 30/09/2020 O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, promulgou a Lei 17.47, de 30/09/2020, que estabelece a obrigatoriedade da implantação de logística reversa no Município de São Paulo para recolhimento dos produtos que especifica e dá outras providências. Esta Lei articula-se com a Lei Federal No 12.305, de 02/08/2010, que dispõe sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Em seu artigo 2º a Lei diz que são obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa os fabricantes, importadores e comerciantes de determinados produtos e embalagens tais como: I – Óleo lubrificante usado e contaminado, e seus resíduos. II – Baterias chumbo-ácido. III – Pilhas e baterias portáteis. IV – Produtos eletroeletrônicos e seus componentes. V – Lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista, bem como os diodos emissores de luz (LED) e assemelhadas; VI – Pneus inservíveis, ainda que fracionados por quaisquer métodos; VII – Embalagens de produtos que após o uso pelo consumidor, independentemente de sua origem, sejam compostas por plástico, metal, vidro, aço, papel, papelão ou embalagens mistas, cartonadas, laminadas ou multicamada, tais como as de: a) Alimentos; b) Bebidas; c) Produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos; d) Produtos de limpeza e afins; 18

Anfamoto em Revista - Edição 153

VIII – Outros utensílios e bens de consumo, a critério do órgão municipal competente, ou da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB; IX – Agrotóxicos, seus resíduos e embalagens, assim como outros produtos cuja embalagem, após o uso, constitua resíduo perigoso, observadas as regras de gerenciamento de resíduos perigosos previstas em lei ou regulamento, em normas estabelecidas pelos órgãos do SISNAMA, do SNVS e do SUASA, ou em normas técnicas; X – Embalagem usada de óleo lubrificante; XI – Óleo comestível; XII – Medicamentos domiciliares vencido ou em desuso e suas embalagens; XIII – Filtros automotivos. Parágrafo 1º Para o cumprimento do disposto no caput deste artigo, os fabricantes, importadores distribuidores e comerciantes, individualmente ou por meio de entidade representativa do setor contemplando conjuntos de empresas, ou por pessoa jurídica sem fins econômicos criada com o objetivo de gerenciar o respectivo sistema, aos quais caberá a interlocução com o Poder Executivo, ficam responsáveis pela implementação e operacionalização da logística reversa no limite da proporção dos produtos que colocarem no mercado do Município de São Paulo, conforme metas progressivas, intermediárias e finais, estabelecidas em acordos setoriais ou termos de compromisso, respeitada no mínimo, a recuperação: IV – Até dezembro de 2024, de 35% do volume, em massa, das embalagens colocadas no mercado no ano de 2023.


Art. 3º Na implementação e operacionalização de sistemas de logística reversa poderão ser adotadas soluções integradas que contemplem desde procedimentos de compra de produtos ou embalagens usadas, sistemas de reciclagem, atuação em parceria com cooperativas ou outras formas de associação de catadores, bem como postos de entrega voluntária de resíduos reutilizáveis e recicláveis, mediante comprovação por intermédio de Certificados de Reciclagem, de destinação ou similares. Parágrafo 1º Os responsáveis pelos sistemas de logística reversa deverão também promover campanhas educativas e de conscientização pública, bem como dos benefícios de devolução dos produtos e embalagens para reciclagem. Parágrafo 2º Para os fins desta Lei, considera-se como fabricante o comerciante que, de qualquer forma, comercializar produtos de marcas próprias ou exclusivas, independentemente de origem, processamento ou fabricação destes. Art. 4º Para viabilizar todas as etapas dos sistemas de logística reversa, no âmbito das responsabilidades compartilhadas: I – Os consumidores deverão efetuar a devolução após o uso, aos comerciantes ou distribuidores, dos produtos e das embalagens a que se referem os incisos I a XIII do art. 2º; II – Os comerciantes e distribuidores deverão efetuar a devolução aos fabricantes ou aos importadores dos produtos e embalagens reunidos ou devolvidos pelos consumidores; III – Os fabricantes e os importadores darão destinação ambientalmente adequadas aos produtos e às embalagens usadas reunidas ou devolvidas pelo comerciantes ou distribuidores, sendo o rejeito encaminhado para a disposição final ambientalmente adequada, na forma estabelecida pelo órgão com-

petente do SISNAMA e/ou pela AMLURB e, se houver, pelo plano municipal de gestão integrada de resíduos sólidos. Parágrafo único. Se o titular do serviço público de limpeza urbana e de manejo de resíduos sólidos encarregar-se de atividades de responsabilidade dos fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes nos sistemas de logística reversa dos produtos e embalagens a que se refere esta Lei, as ações do poder público deverão ser devidamente remuneradas. Art. 5º Os sistemas de logística reversa que forem objeto de acordo setorial ou de termos de compromisso firmados em âmbito nacional, regional ou estadual, entre o Poder Público e os fabricantes, importadores, distribuidores ou comerciantes deverão ser considerados para fins de atendimento desta lei, desde que comprovadamente estiverem realizando ações no âmbito municipal, e que atendam às regras e metas previstas na legislação municipal de regência. Parágrafo único. Os participantes dos sistemas de logística reversa manterão atualizadas e disponíveis ao órgão municipal competente e as outras autoridades informações completas com balanço anual, sobre a realização das ações sob sua responsabilidade. Art. 7º As despesas decorrentes da execução desta Lei correrão por conta da dotação orçamentárias próprias. Art. 8º Esta Lei entra em vigor após 90 (noventa) dias da data de sua publicação, revogada a Lei No 13.316, de 1º de fevereiro de 2002. PREFEITURA DO MUNÍCIPIO DE SÃO PAULO/SP, aos 30 de setembro de 2020 BRUNO COVAS, PREFEITO


ESPECIAL

REFORMA TRIBUTÁRIA

O

20

Um desafio ainda longe de uma solução

Brasil é um dos países

Anfamoto traz a análise das propos-

petróleo e derivados, combustíveis e

que tem a maior carga

tas que estão tramitando no Senado

lubrificantes, cigarro, energia elétri-

tributária do mundo. São

e no Congresso Nacional, seus prós e

ca e serviços de telecomunicações. A

92 tributos vigentes, o que

contras e também uma análise feita

PEC também prevê a extinção da Con-

torna a questão muito complexa e muito

por um especialista em direito tribu-

tribuição sobre o lucro líquido (CSLL).

burocrática. A altíssima carga tributá-

tário. Falaremos a seguir sobre a Pro-

De acordo com a proposta essa contri-

ria impede que as empresas brasileiras

posta de Emenda à Constituição (PEC)

buição seria incorporada pelo Imposto

tenham um crescimento maior, gerem

110/2019, apresentada pelo ex-de-

de Renda, com porcentagens amplia-

empregos e inclusive possam vender

putado federal Luiz Carlos Hauly que

das. De acordo ainda com o autor da

seus produtos com um preço mais aces-

tramita no Senado, da proposta apre-

PEC, o economista e ex-deputado Luiz

sível. É também um dos fatores que ele-

sentada pelo Governo ao Congresso o

Carlos Hauly, a burocracia do sistema

va o Custo Brasil, que são os entraves

Projeto de Lei 3.887/2020 e da PEC

tributário tem um custo elevadíssimo

políticos, econômicos e burocráticos que

45/2019, que tramita na Câmara dos

para o crescimento da economia bra-

dificultam os negócios com o país. A in-

Deputados, que teve autoria intelec-

sileira. A proposta do ex-deputado cria

segurança gerada pelo sistema tributá-

tual do diretor do Centro de Cidadania

uma única norma tributária que vai

rio brasileiro é o maior empecílio para o

Fiscal, Bernardo Appy e entregue pelo

reduzir os tributos de uma forma ge-

crescimento e expansão do Brasil.

deputado Baleia Rossi. Vale ressaltar

ral, vai também desonerar a folha de

A reforma tributária será um gran-

que todas as propostas propõem mu-

pagamento e acabar com a renúncia

de passo para destravar a economia

danças na base tributária de consumo e

fiscal, combater a sonegação e zerar

e o crescimento no país. Esse assunto

estabelecem a união de impostos com

a inadimplência. Itens como alimentos

recorrente e que sempre joga luz no

o objetivo de simplificar todo o siste-

e remédios poderão ter uma redução

debate político-econômico, é um tema

ma, unificando as alíquotas. Já o projeto

de até 80% dos tributos. E no que tan-

a ser tratado com urgência, inclusive

do governo, mexe apenas em tributos

ge à cobrança eletrônica por meios de

pelo alinhamento com a proposta do

federais. As PEC´s são mais amplas e

pagamento acabaria com o imposto

governo Jair Bolsonaro que é desburo-

incluem mudanças na tributação sobre

declaratório. Nessa proposta por con-

cratizar e mudar o velho modelo brasi-

consumo nos estados e municípios.

ta da mudança haverá alteração das

leiro. Principalmente é preciso avaliar

A PEC 110/2019 que está em aná-

competências tributárias da União,

a carga tributária que incide na popu-

lise no Senado, extingue 9 tributos

estados e municípios. Para evitar per-

lação de menor renda e acabar com a

o ISS, ICMS, IPI, PIS, Pasep, Cofins,

das de arrecadação, foi proposta a

guerra fiscal entre os estados. Outro

IOF, Cide-Combustíveis e o Salário

criação de dois fundos para compen-

ponto que tem sido muito falado pelo

Educação, esses dois últimos seriam

sar eventuais disparidades de receita

ministro da economia, Paulo Guedes,

substituídos por dois novos tributos,

per capita entre estados e munícipios.

é o imposto a ser cobrado sobre as

o IBS – Imposto sobre Bens e Servi-

No caso de aprovação dessa propos-

transações eletrônicas.

ços e o IS – Imposto Seletivo. O IBS

ta o processo de transição será de 15

O tema é difícil, mas é importante

é um imposto de competência esta-

anos em 2 etapas para a implementa-

entender o que está sendo proposto

dual, que incidirá sobre a produção

ção das novas regras.

e os seus impactos, pois os tributos

e o consumo sobre bens e serviços.

A PEC 45/2019, do Deputado Baleia

fazem parte do nosso cotidiano tanto

O IS é de competência federal, o im-

Rossi propõe a extinção de 5 tributos,

na vida pessoal, quanto no dia a dia

posto incidirá sobre bens e serviços

PIS, Confins, IPI, ICMS e ISS e da mes-

das nossas empresas. Dessa forma a

específicos, como bebidas alcóolicas,

ma forma que a PEC 110/19 cria um

Anfamoto em Revista - Edição 153


imposto sobre bens e serviços. O IBS

de produtos da cesta básica, opera-

•Procura de fornecedores, desde

substituirá os 5 impostos extintos. A

ções com produtos in natura, vendas

que não cobrem pelo serviço com base

arrecadação do IBS será compartilha-

de bens da Zona Franca de Manaus e

nas vendas realizadas.

da entre União, estados e municípios.

das Áreas de Livre Comércio, serviços

Além disso, a CBS incidirá sobre a

Cada parte poderá fixar a alíquota em

de transporte público coletivo munici-

importação de bens e serviços, com-

porcentagem que quiser, em valores

pal de passageiros, vendas de imóveis

preendendo, a cessão e licenciamento

diferentes, que valerá para qualquer

residenciais a não contribuintes (não

de direitos, inclusive intangíveis, e se-

bem, serviço ou direito, assim fica

abarcadas pelo Regime Especial de

rão contribuintes do tributo as plata-

preservada a autonomia de cada ente

Tributação), instituições filantrópicas e

formas estrangeiras que intermedia-

federativo. A proposta prevê um pra-

fundações, partidos políticos, sindica-

rem esse tipo de operação, sendo ne-

zo total de dez anos para substituição

tos, serviços sociais autônomos, tem-

cessário um cadastro prévio perante a

dos atuais tributos e 50 anos para ar-

plos de qualquer culto, condomínios

administração tributária brasileira.

recadação. Também prevê que as fa-

de proprietários de imóveis e entida-

Também sofrerá mudança a forma

mílias mais pobres terão direito a uma

des representativas de classes e con-

de cálculo dos tributos, com o fim

restituição tributária por meio de me-

selhos de fiscalização de profissões.

da modalidade cumulativa e da op-

Nessa proposta haverá ainda a ne-

ção de recolhimento considerando a

O PL 3.887/2020, de autoria do go-

cessidade de um controle sobre os

modalidade do Regime de Caixa. As

verno federal, visa unificar o PIS e a

parceiros e da responsabilidade tribu-

empresas optantes pelo lucro presu-

Cofins, e a criação do IVA-Federal, a

tária. Como por exemplo as platafor-

mido terão um acréscimo de 8,35%

chamada CBS – Contribuição de Bens

mas que atuam como intermediárias

na alíquota, enquanto as do lucro real

e Serviços, que teria uma alíquota de

entre fornecedores e adquirentes nas

2,75%, veja o exemplo no rodapé.

12%. A arrecadação proveniente da

operações de bens e serviços na for-

Apesar do aumento no percentu-

CBS financiara a Seguridade Social,

ma eletrônica passarão também a ser

al das contribuições, não significa

o programa do seguro-desemprego,

responsáveis pelo recolhimento da

que haverá um aumento da carga

o PIS e o Pasep. Essa mudança pode

CBS incidente sobre a operação rea-

tributária efetiva. Na verdade, para

representar um aumento expressivo

lizada por seu intermédio quando a

a maioria dos negócios haverá sim,

da carga tributária para as áreas da

pessoa jurídica vendedora não registrar

mas para aquelas empresas cuja

saúde e educação. 67% na carga dos

a operação mediante emissão de do-

margem adicionada é menor, será

hospitais e laboratórios e 940% com o

cumento fiscal eletrônico, ou seja, será

possível estar mais próximo das alí-

fim da isenção sobre o Pis/Cofins do

necessário para fins tributários, um

quotas anteriores.

Prouni, o que poderia tirar da educa-

acompanhamento mais rigoroso sobre

“É um pouco decepcionante e pre-

ção superior, aproximadamente meio

a emissão de nota fiscal por parte do

ocupante que só após 18 meses o

milhão de estudantes. Bem como a

fornecedor parceiro. O projeto descreve

governo tenha entregue uma pro-

proposta do governo pode reduzir 80%

que não são consideradas plataformas

posta tímida somente com a junção

das receitas líquidas nas pequenas

digitais as empresas que executem so-

de impostos e com uma alíquota tão

unidades escolares e hospitalares que

mente uma das seguintes atividades:

alta. Aumentar o imposto sobre o

canismos de transferência de renda.

consumo e sobre a cadeia produtiva é

atendem a municípios do interior do país. Ainda na proposta de Paulo Gue-

•Fornecimento de acesso à internet;

muito preocupante, o empreendedor

des, estariam isentos do CBS os servi-

•Processamento de pagamentos;

será punido e repassará esse valor

ços de saúde pagos pelo SUS, a venda

•Publicidade;

aos consumidores. As famílias já vão

PIS/COFINS Cumulativo

PIS/COFINS Não Cumulativo

CBS

100.000

100.000

100.000

Tributos (em %)

3,65%

9,25%

12,00%

Tributos (em R$)

3.650

9.250

12.000

Faturamento (em R$)


ESPECIAL sair da crise muito mais apertadas, com a renda muito comprometida. A competitividade dos

VISÃO DO JURIDICO

produtos brasileiros no exterior também é prejudicada. Existem cadeias produtivas e principalmente do setor de serviços mais curtas que serão muito afetadas, não conseguirão arcar com o ônus da carga tributária”, aponta Orlando Cesar Leone, presidente da Anfamoto. O governo deverá apresentar as propostas da reforma tributária em quatro etapas, a primeira foi entregue pelo ministro Paulo Guedes em 21 de julho de 2020, ao presidente da CCâmara, Rodrigo Maia, e ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre. A segunda etapa ainda não foi entregue por conta de um impasse que é a criação de uma “nova CPMF” que não é bem vista em nenhuma das casas e não conta com o apoio dos dois presidentes. Além da recriação da CPMF, a segunda etapa prevê a criação do imposto sobre transações financeira, que visa desonerar a folha de pagamentos e baratear a mão-de-obra, bem como mudanças no imposto de renda visando unificar programas sociais. Por conta da pandemia as tratativas ficaram mais lentas bem como a demora do governo em entregar todas as etapas também travam o tema. As PECs se aprovadas exigem mudanças na Constituição o que acaba sendo um problema, nesse aspecto o governo foi mais inteligente ao apresentar sua proposta em forma de projeto de lei que tem a tramitação facilitada, além de ter propostas convergentes com as PECs que já tramitam em ambas as casas. Para avançar e sair do papel sabemos que deve haver uma enorme vontade política, pois além do apoio de deputados e senadores, a matéria enfrenta resistência de diversos setores, e do agravante ainda de estarmos no contexto pandêmico e com eleições municipais que tiram os parlamentares de Brasília. “A Anfamoto continuará acompanhando o tema e esclarecendo nossos associados e o mercado, bem como cobrando o governo quanto a agilidade na tratativa desta matéria de suma importância para todos nós, como pessoas e como empresários”, finaliza o presidente da Anfamoto, Orlando Cesar Leone.

22

Anfamoto em Revista - Edição 153

Reforma Tributária x Desburocratização Espera-se que a realização de mudanças no sistema tributário brasileiro traga a simplificação da arrecadação e a diminuição do número de tributos, incentivando a retomada econômica após a pandemia. O elevado grau de complexidade da arrecadação e da fiscalização tributária, bem como a falta de clareza na interpretação das normas tributárias pela Administração Pública são grandes entraves para o desenvolvimento das empresas no Brasil. Tais obstáculos não apenas provocam insegurança no cotidiano das empresas, mas também geram um aumento da judicialização e um custo de contencioso tributário que prejudica a competitividade nas cadeias internacionais. Segundo estudos realizados pelo Núcleo de Tributação do Insper, o valor do contencioso tributário em discussão atualmente no país é de até 73% do PIB brasileiro, contra 0,28% em média nos países da OCDE. Desse valor, a maior parcela é composta pela discussão de tributos federais – IRPJ, PIS/COFINS, CSLL, IRRF, Contribuições Previdenciárias e IPI. Além da mais elevada carga tributária desde 1947, o Banco Mundial aponta que os contribuintes gastam aqui por volta de 1.501 horas por ano para pagar tributos. A proposta enviada pelo Governo Federal de unificação do PIS e da COFINS, embora controversa no que se refere ao aumento da carga para determinados setores, indica a preocupação do Ministério da Economia com a desburocratização das atividades empresariais. O reconhecimento da urgência da simplificação e da desburocratização pode convencer também a Administração Pública Federal a adotar medidas que não necessariamente demandem a aprovação de Emenda à Constituição, cuja dificuldade de implementação não depende apenas de, no mínimo, um terço do Congresso Nacional, mas também de diversos atores políticos (Estados e Municípios) e setores econômicos. Nesse sentido, iniciativas da Receita Federal do Brasil para unificar a aplicação das regras tributárias e de estímulo aos contribuintes tidos com bom comportamento, em detrimento da atual profusão de normas esparsas e com interpretações divergentes, já seriam de grande colaboração para diminuir a litigiosidade tributária e a insegurança jurídica que assombram os empresários. Apesar das movimentações no Congresso Nacional em 2020, foram adiadas as propostas de reformas em andamento, inclusive pela ausência de consenso entre os entes federativos e segmentos envolvidos. Para 2021, a expectativa é que o Governo Federal renove as iniciativas em busca da desburocratização que vinha tomando, mas também invista com mais agressividade na simplificação do sistema fiscal brasileiro. Virgílio Alves Musse é advogado tributarista no escritório Donaire e Marcantonio Sociedade de Advogados



CAPA

ANFAMOTO ELEGE DIRETORIA PARA TRIÊNIO 2021-2023

Em meados de novembro, a ANFAMOTO elegeu sua diretoria para o triênio 2021-2023. Orlando Cesar Leone continuará na presidência da entidade nos próximos três anos.

A Diretoria, Conselhos Deliberativo e Fiscal é composta por dezoito empresas associadas. E de acordo com Orlando Leone, “os desafios para 2021 são muitos, já que em 2020 vivemos a pandemia que mudou a rotina das nossas empresas, e estamos ainda atravessando uma série de problemas políticos econômicos que deixam o cenário muito incerto”. Em 2021 teremos a realização do XI Salão das Motopeças, que teve sua realização adiada por conta da pandemia, de agosto de 2020 para abril de 2021, o que certamente incrementará as vendas e impulsionará o crescimento do setor. Leone complementa dizendo que “continuaremos engajados em promover melhorias constantes para o segmento. Em 2021 vamos nos focar em ampliar a regionalização da ANFAMOTO, apresentar propostas aos órgãos governamentais visando a desoneração de impostos, buscar condições de financiamento para o segmento, bem como fortalecer as alianças estratégicas feitas durante 2020 com o objetivo de promover o crescimento e a representatividade do setor de Motopeças”. O presidente da Anfamoto ainda acrescenta: “Reforço sempre o convite a todos os associados para que participem ativamente da vida da associação e as empresas do setor que ainda não são associadas que venham fazer parte do quadro de associados da Anfamoto para que possamos ter um setor cada vez mais forte, unido e representativo”. Em 2020 a Anfamoto completou 40 anos de fundação. Esse é o quarto mandato consecutivo de Leone à frente da diretoria da entidade. O presidente eleito fez um agradecimento especial à diretoria anterior pelo apoio e dedicação prestados a entidade.

24

Anfamoto em Revista - Edição 153

Conheça a Diretoria para o triênio 2021-2023 Presidente – Orlando Cesar Leone 1º Vice Presidente – Valério Valente 2º Vice Presidente – Vanderley Galvão 1º Tesoureiro: Amarildo Severino Fernandes 2º Tesoureiro: Alexandre Saba Presidente do Conselho Deliberativo: Carlos Alberto Fiorotti Membros do Conselho Deliberativo: Giancarlo Vancini Gianfranco Menna Zezze Hélio Tenório da Silva Suplentes do Conselho Deliberativo: Renata Maggion Hélio Joaquim dos Santos Jefferson Antonio Pires Membros do Conselho Fiscal: Divino Jorge da Silva Mônica Orlando de Oliveira Sandra Brandani Picinato Suplentes do Conselho Fiscal: Bruno Cury Leone Carlos André Rafaela Guma


Veja aqui as principais ações dos mandatos de Orlando Leone

2013 • A Anfamoto intensificou o relacionamento com o Inmetro, Ipem, Fiesp/Ciesp, ABNT, ABIT, Detran.sp, Suframa, Câmara dos Deputados, Governo do Estado de São Paulo em âmbito estadual e municipal. • Participamos do Fórum Metropolitano para Regulamentação do Motofrete. Fomos inseridos no cadastro do Governo Paulista como entidade colaboradora do segmento de motopeças. Especialmente nas Secretarias de Planejamento, Trabalho, Saúde e Transportes. • Realização do 1º Fórum de Gestão Tributária, que promoveu a discussão de temas relevantes que impactam no dia a dia das empresas, tais como substituição tributária, ICMS interestadual e a alíquota de 4%, SPED Bancário e Lucro Presumido x Lucro Real. O evento contou com a presença de mais de 50 empresas. • Foi realizado o 6º Salão Itinerante das Motopeças, em Campo Grande (MS), o evento abriu a comemoração dos 10 anos da realização do Itinerante, como é conhecido. • Foi realizado o 7º Salão Itinerante das Motopeças em Araraquara, interior de São Paulo. • Participamos do Salão das Duas Rodas. O stand da ANFAMOTO foi um sucesso, deu apoio aos associados e divulgou o trabalho da entidade. • O Presidente Orlando Leone, representou a ANFAMOTO na 71ª edição do Salão Motociclismo de Milão – Esposizione Internazionale Del Motociclo (Eicma), um reconhecimento internacional para a entidade que foi convidada pela organização do evento.

• Participamos do Dia Nacional de Combate ao Câncer Infanto-Juvenil, evento realizado através de uma parceria entre a Ação Solidária Contra o Câncer Infantil (ASCCI), o Instituto de Tratamento do Câncer Infantil (ITACI) e a Polícia Militar do Estado de São Paulo - 2º Batalhão de Policiamento de Choque. Esse evento contou com a presença do piloto de motovelocidade Alan Douglas, Nick Iatauro e Renato Andreghetto e dos Doutores Palhaços. Empresas do segmento de motopeças patrocinaram o evento. • Demos um importante passo na comunicação com nossos associados e com o mercado, encaminhamos diariamente clipping com as principais notícias sobre o segmento de motopeças, duas rodas, economia e notícias de interesse geral. E para ampliarmos ainda mais a interação com o leitor o link da ANFAMOTO em Revista passou a ser encaminhado ao nosso mailing a cada edição. A ANFAMOTO também se reafirmou como fonte de consulta para revistas e sites do segmento, jornais de grande circulação e outras mídias especializadas. • Participamos de reunião no Inmetro - RJ para discutir as minutas dos requisitos para certificação compulsória de cora, corrente, pinhão e escapamentos para motocicletas. • Participamos, na FIESP, de evento que tratou sobre o detalhamento brasileiro da nomenclatura que deverá entrar em vigor a partir do segundo semestre de 2014. Esse assunto é de extrema importância para o segmento e nossos associados, pois o novo detalhamento vai permitir a especificação


CAPA que ficou conhecida como “Lei dos Desmanches”. O governador Geraldo Alckmin assinou o Projeto em 02/01, no Palácio dos Bandeirantes em São Paulo. • Participamos na sede do Inmetro no Rio de Janeiro – RJ, da reunião que apresentou a consolidação dos Requisitos de Avaliação da Conformidade – RAC e dos Regulamentos Técnicos da Qualidade – RTQ que resultaram nas: Portaria INMETRO No 123, de 19 de março de 2014 – RAC - Requisitos de Avaliação da Conformidade para Componentes Automotivos de Motocicletas, Motonetas, Ciclomotores, Triciclos e Quadriciclos e seus anexos específicos mais ampla, uma vez que as NCM´s que compõem nosso setor estão em mais de 50% especificadas em outros. • Participamos no Palácio dos Bandeirantes da solenidade de abertura da Semana Nacional do Trânsito que foi de 18 a 25 de setembro. O evento contou com a presença do presidente do Detran, Daniel Annemberg; do Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Fernando Grella; e outras autoridades. Diversas atividades durante a semana trataram sobre álcool, outras drogas e a segurança no trânsito: efeitos, responsabilidades e escolhas. Esses temas foram debatidos em um seminário e em outras ações realizadas pelo Governo do Estado de São Paulo. • A ANFAMOTO conquistou junto ao Inmetro a prorrogação do prazo de comercialização dos capacetes com o selo de certificação com base nas regras anteriores. Tendo em vista as dificuldades apresentadas no mercado, em 2013, alguns dos fabricantes e importadores não tiveram oportunidade de comercializar todos os produtos que tinham em estoque dentro do prazo estabelecido pela Portaria N° 456. Entre esses estavam em sua grande parte os associados da ANFAMOTO que trouxeram o pleito à entidade para que solicitasse ao Inmetro a prorrogação dos prazos. • Foi realizada reunião com deputado federal Severino Ninho (PSB/PE), criador da Frente Parlamentar em Defesa dos Proprietários e Condutores de Veículos sobre Duas Rodas. A ANFAMOTO vai integrar a frente e trabalhar com a finalidade de colaborar na implementação de uma legislação justa, políticas públicas que atendam e assegurem a diminuição de acidentes e a preservação da vida, através de medidas efetivas e adequadas.

2014 • Participamos da assinatura do Projeto de Lei que dispõe sobre a destinação de veículos terrestres em fim de vida útil, 26

Anfamoto em Revista - Edição 153

Portaria INMETRO No 44, de 27 de janeiro de 2014 – RTQ – Regulamento Técnico da Qualidade para Corrente de Transmissão de Motocicletas, Motonetas, Ciclomotores, Triciclos e Quadriciclos. Portaria INMETRO No 45, de 27 de janeiro de 2014 – RTQ – Regulamento Técnico da Qualidade para Coroa de Motocicletas, Motonetas, Ciclomotores, Triciclos e Quadriciclos. • A ANFAMOTO foi recebida pelo Banco do Povo para celebrar o convênio com o Banco que é uma entidade que visa o fomento de pequenos negócios e que oferece também crédito aos motofretistas do estado de São Paulo. • Participamos do Fórum de Temas Nacionais, promovido pela ADVB – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, na palestra do então governador Geraldo Alckmin. • Participamos na Alfândega do Porto de Santos, do evento Diálogo com Autoridades Públicas, realizado pela FIESP. O evento é voltado aos servidores públicos da Receita Federal do Brasil, com o objetivo principal de fornecer informações que colaborem para a identificação de produtos piratas e de práticas ilegais que prejudicam o comércio. Na ocasião mostramos aos fiscais como identificar um capacete contrafeito e como identificar o selo falso do INMETRO. • Realizamos o 1º Ponto de Encontro ANFAMOTO, que promoveu a discussão sobre o eSocial, sistema do Governo Federal que unificará informações por meio da escrituração digital das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas. A palestra contou com empresas associadas que puderam esclarecer suas dúvidas. • Realizamos o VIII Salão Nacional e Internacional das Motopeças, no Pavilhão Amarelo do Expo Center Norte em São Paulo – SP. Essa edição contou com cerca de 10 mil visitantes


de todo o Brasil e de outros países. O evento é o único do segmento voltado especificamente para negócios. São mais de 100 expositores, representando cerca de 250 marcas. • Fomos convidados para solenidade de abertura do 28º Salão do Automóvel, com a presença de diversas autoridades: governador do Estado de São Paulo – Geraldo Alckimin e do prefeito de São Paulo – Fernado Haddad. • Foi reformulado o site da Anfamoto com novo visual mais dinâmico e interativo com informações atualizadas sobre as atividades da Associação, seus associados, notícias do segmento, agenda, legislação, entre outros assuntos de relevância para o segmento.

2015 • A Anfamoto liderou a confecção da Norma Técnica de Coroa, Corrente e Pinhão. Coordenamos e sediamos as reuniões do CB-05 para a confecção da NBR. • Foi realizada a 1ª Visita Técnica ao Instituto Mauá de Tecnologia para o acompanhamento dos ensaios voluntários dos kits de Coroa, Corrente e Pinhão. • Conquistamos junto ao Inmetro a ampliação do prazo para comercialização dos capacetes que conforme previsto na Portaria Inmetro No 392/2010. • Realizamos a 8ª Edição do Salão Itinerante da Anfamoto em Fortaleza. A capital cearense recebeu pela segunda vez o Salão Itinerante das Motopeças. • Comemoramos os 35 anos de fundação da Anfamoto com uma festa no Buffet Torres para os associados, convidados do setor e imprensa especializada. O evento marcou o lançamento do livro “Anfamoto 35 anos de lutas e

conquistas”. E ainda o lançamento do IX Salão Nacional e Internacional das Motopeças. • Fizemos parceria com o Serasa para oferecer consultas diferenciadas aos nossos associados. • Conquistamos junto ao Inmetro, em um esforço conjunto com as entidades do setor, a prorrogação de prazo para a certificação de coroa, corrente, pinhão e escapamentos. • Participamos na FIESP do lançamento da Campanha “NÃO VOU PAGAR O PATO”, que tem por objetivo combater o aumento de impostos e consiste em um manifesto público que pretende conscientizar a sociedade da alta carga tributária que temos nos produtos que consumimos. • Elegemos a diretoria da Anfamoto para o triênio 2015-2018, Orlando Leone comandará a entidade pelos próximos três anos, levando à frente os projetos para os associados e para o setor. • Celebramos acordo de cooperação entre o Salão Nacional e Internacional das Motopeças e a Intermot – Feira de Colônia de 2016. • Participamos da 13ª Edição do Salão das Duas Rodas, com estande institucional para dar apoio aos associados presentes na feira e os não presente, para que pudessem realizar reuniões ou utilizar o estande como ponto de encontro. Bem como divulgar o trabalho da entidade ao mercado. • Modernizamos a Anfamoto em Revista, modificamos visual e a pauta para tornar o veículo mais dinâmico para o segmento.

2016 • Realizamos reunião com os associados da Anfamoto para discutir temas relevantes para o setor. O encontro


2017 • O Presidente da Anfamoto participou da solenidade de doação de 50 capacetes e capas de chuva à GCM de Guarulhos. Os equipamentos foram entregues ao Prefeito Guti.

teve como objetivo apresentar aos associados as atividades realizadas nos últimos anos. • Realizamos o IX Salão Nacional e Internacional das Motopeças, que foi um sucesso de público e crítica. • Apoiamos o Movimento Maio Amarelo: Atenção pela Vida, que tem por objetivo chamar a atenção das autoridades para o crescente número de acidentes de trânsito. O Movimento é uma ação coordenada entre o poder público e a sociedade. • Trabalhamos em conjunto com a Abraciclo, a Abimoto e o Simefre, para a publicação da Portaria Inmetro No 248, de 03/06/2016, que aprovou os novos requisitos para certificação de Coroa, Corrente, Pinhão e Escapamentos. • O Presidente Orlando Leone, conquistou pessoalmente o lançamento da Frente Parlamentar dos Veículos sobre Duas Rodas. Presidida pelo Deputado Estadual Jorge Wilson – Xerife do Consumidor, a Frente tratou de assuntos como: duas rodas, motopeças, segurança no trânsito e cidadania, legislação e tributação, sustentabilidade, segurança pública e varejo. • Participamos das reuniões da Comissão de Estudos de Baterias da ABNT, no Senai de Bauru. • Participamos no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, do lançamento da ferramenta INFOMAPA SP, que mostra no mapa do estado de São Paulo o exato local dos acidentes de trânsito.

• Fizemos o lançamento da Bolsa de Empregos da Anfamoto, um portal onde as empresas do setor podem oferecer vagas e os interessados cadastrarem seus currículos. • Instalamos a Regional Nordeste, sediada em Natal – RN, o coordenador da Regional é Eduardo Cabral, da Cabral e Araújo Representações. O objetivo da Regional Nordeste é aproximar mais as empresas da região e conhecer seus desafios e anseios. • Apoiamos a Feira de Duas Rodas na Colômbia que cada vez mais conquista as empresas brasileiras do setor a participarem do evento. • Participamos do 31º Encontro da Motomagazine, em Gravatá – PE, com estande institucional, para levar informações sobre a Anfamoto e suas atividades para empresas da região Nordeste. • Retomamos as reuniões dos setoriais da Anfamoto para discutir assuntos e projetos para o setor.

2018 • Elegemos a diretoria da Anfamoto para o triênio 20182020, é o terceiro mandato consecutivo de Orlando Leone à frente da entidade. • Realizamos a 9ª edição do Salão Itinerante das Motopeças, em Campina Grande – PB. O evento contou com a ampla adesão das empresas associadas e empresas da região. • Aumentamos nosso quadro de associados através da campanha “Entidade Forte, É entidade Unida”. • Realizamos o X Salão Nacional e Internacional das Motope-

28

Anfamoto em Revista - Edição 153


ças, que foi sucesso de público e de realização de negócios. • Coordenamos os ajustes junto ao Inmetro do processo de certificação de Coroa, Corrente. Pinhão e escapamentos. • Participamos da premiação Moto de Ouro 2018, a premiação foi realizada no Sambódromo do Anhembi, junto com o AutoShow Collection. • Criamos o setorial de representantes para poder entender os problemas e desafios que esses profissionais enfrentam e para auxiliarmos a categoria em algumas questões. • Coordenamos a Comissão de Estudos da ABNT de Terminologia e especificação técnica de Classificação de Veículos, especificamente da Categoria L. • Elaboramos com o Setorial de Capacetes da Anfamoto, a Consulta Pública, para ajustes na Portaria Inmetro No 456, de 01/12/2010. • Participamos de reunião com o Inmetro, Anip, Abracilco, Simefre entre outras entidades, para discutir sobre a reforma de pneus de motocicleta. A Anfamoto reforçou sua posição contrária à reforma de pneus.

2019 • Firmamos parceria com o IQA – Instituto da Qualidade Automotiva, para oferecer descontos aos associados nos serviços de certificação dos componentes automotivos. • Participamos da Automec, o presidente Orlando Leone, visitou os estandes dos associados na feira. • Realizamos reunião com o presidente do Inmetro para cobrar providências no

andamento do processo de certificação de coroa, corrente, pinhão e escapamentos. • O presidente da Anfamoto realizou reunião com o então secretário executivo de segurança pública, coronel Camilo, para tratar de assuntos do setor. • Participamos de reunião no Denatran em Brasília, sobre a classificação de veículos da Categoria L, para


CAPA

discutir a proposta sobre a regulamentação do Grupo de Mercado Comum do Mercosul. • Participamos do seminário da Folha de São Paulo sobre segurança no trânsito, mobilidade e inovação. • Participamos no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, do evento de lançamento do Programa Respeito à Vida, para educação e prevenção de acidentes de trânsito. • Participamos de palestra do Inmetro sobre o Novo Marco Regulatório. • Participamos da audiência pública sobre pneus remoldados na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados em Brasília. • Participamos da cerimônia de lançamento do conjunto de medidas para promoção da competitividade, empreendedorismo e proteção do consumidor, realizada pelo Inmetro e a Sepec – Secretaria de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia. • Lançamos a Frente Parlamentar dos Veículos Sobre Duas Rodas, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o evento contou com a presença de vários associados, presidentes de entidades e deputados estaduais.

30

Anfamoto em Revista - Edição 153

• Participamos da 15ª edição dos Salão das Duas Rodas, na ocasião fizemos o coquetel de lançamento do XI Salão Nacional e Internacional das Motopeças. • O presidente da Anfamoto fez a entrega do Prêmio Moto de Ouro 2019 para a Honda, agraciada com o prêmio na categoria Touring com a moto GL 1800 Goldwing e entregue a Odair Dedicação Júnior.

2020 • Participamos da reunião com a Procomex – Aliança Pró-Modernização Logística do Comércio Exterior, com o Portal Único de Comércio Exterior e a Receita Federal do Brasil, e demais entidades do setor, para definir os atributos que deverão constar dos novos módulos da DUIMP (Declaração Única de Importação), LPCO (Licenças, Permissões, Certificados e Outros Documentos) e Catálogo de Produtos do Novo Processo de Importação. • Coordenamos a Comissão de Estudos de Coroa, Corrente e Pinhão, durante o pedido de revisão da Norma. • Com a chegada da Pandemia a Anfamoto tomou uma série de medidas em benefício e defesa do setor: • Alteramos a data de realização do XI Salão Nacional e


Internacional das Motopeças, para abril de 2021. • Encaminhamos ofícios ao Ministério da Economia com solicitações de medidas para o setor • Encaminhamos ofícios aos Estados solicitando medidas para o comércio • Solicitamos a harmonização de medidas entre os estados e municípios para que não houvesse sobreposição de medidas • Orientamos os associados e setor quanto as medidas adotas no Estado de São Paulo e nas demais regiões. • Disponibilizamos na íntegra o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego para o enfrentamento dos efeitos econômicos da Covid-19. • Disponibilizamos na íntegra as medidas tributárias adotadas pelo governo federal. • Distribuímos gratuitamente aos lojistas da grande São Paulo, cartazes para serem fixados nas lojas para auxiliar na orientação do cumprimento dos protocolos de prevenção da Covid-19, instituídos na cidade de São Paulo. • Mantivemos reuniões online com os setoriais de fabricantes, capacetes, representantes e de lojistas, para discutir medidas para o enfrentamento da pandemia.

• Celebramos os 40 anos da fundação da Anfamoto. • Participamos do encontro com o presidente do Inmetro na FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, para tratar do Novo Marco Regulatório do organismo e para que os diversos setores pudessem colocar suas demandas. • Conquistamos após um longo e intenso trabalho junto ao INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnológica, bem como em consenso com as empresas participantes do Setorial de Capacetes da Anfamoto, Laboratórios e OCP´s, conseguimos a prorrogação da Portaria Inmetro No 456, de 14 de outubro de 2019, que promove ajustes e esclarecimentos aos Requisitos de Avaliação da Conformidade para Capacetes para Condutores e Passageiros de Motocicletas e Similares. • Elegemos a diretoria da Anfamoto para o triênio 2021-2023, é o quarto mandato consecutivo de Orlando Leone à frente da entidade.


Sua Moto em Detalhes

NÃO DEIXE SUA BATERIA ACABAR

Saiba da importância e da influência da bateria na sua moto

M

uitas vezes a bateria recebe atenção somente quando apresenta falhas. A bateria é quem fornece energia aos componentes elétricos da moto e ao motor. Sem ela não conseguimos dar nem a partida na moto, ligar os faróis, o pisca e fazer funcionar a tecnologia embarcada na moto. Ouvimos especialistas no assunto e trouxemos dicas valiosas para utilizar e conservar a bateria da sua moto. Caso a bateria esteja com algum defeito ou problema, o motociclista não terá como colocar a sua motocicleta em funcionamento. Diversos modelos de motos são totalmente dependentes da bateria para alimentar os sistemas de ignição, injeção e partida elétrica, e se estiver com problemas dificulta o

32

Anfamoto em Revista - Edição 153

funcionamento desses e de outros sistemas e podem comprometer a vida útil da motocicleta como um todo e até a segurança do usuário. A vida útil da bateria está associada à rotina de manutenção da moto e ao perfil de cada usuário. É sempre recomendado que se observe a indicação do fabricante da bateria e o manual da moto. Caso sua motocicleta fique parada por um longo período, fatalmente a bateria ficará descarregada. Se você não utiliza a moto todos os dias, o ideal é pelo menos, uma vez por semana dar a partida no motor e deixá-lo funcionando durante alguns minutos para carregar a bateria. Outra dica que pode ajudar quando a moto estiver parada é o uso de um apoio de madeira ou de borracha no pezinho que sustenta


a moto, pois sendo de metal, o pezinho em contato com o chão, acaba fazendo uma espécie de fio terra e isso pode roubar corrente e toda a energia da bateria é dissipada. A instalação de acessórios como alarmes e rastreadores, também exigem atenção pois eles podem causar a fuga de corrente. Para saber a hora de trocar a bateria, os primeiros sinais são dificuldades em dar a partida na motocicleta, lâmpadas e a buzina fracas. Atualmente o modelo mais comum de bateria são as lacradas, não permitindo o rompimento para adicionar eletrólito ou água desmineralizada, ou seja, não é possível fazer a manutenção, pois caso a bateria seja aberta, ela perde sua funcionalidade ou até mesmo pode ocorrer o vazamento de solução ácida que pode corroer as partes metálicas da motocicleta o que é muito perigoso até para a saúde pois o material é tóxico. Conforme a Portaria Inmetro No 299, de 14/06/2012, desde junho de 2013, todas as baterias automotivas fabricadas no Brasil e importadas devem estar com o selo de certificação de conformidade do Inmetro. A obrigatoriedade vale tanto para o mercado de reposição, quanto para as montadoras e a venda no comércio varejista. Sempre com foco na segurança do usuário e desempenho do produto, a Portaria regulamentou os Requisitos de Avaliação da Conformidade para baterias ou acumuladores elétricos chumbo-ácido para veículos automotores e motocicletas, limitadas à tensão nominal de 12 Volts e destinadas ao arranque de motores à combustão e a alimentação dos sistemas eletroeletrônicos embarcados. A medida vale para motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos da Categoria L, conforme a ABNT NBR 13776 e quadriciclos. Em 2019 foi publicada a ABNT NBR 15941 – Bateria chumbo-ácido para motocicletas, triciclos e quadriciclos – Especificação e métodos de ensaios. “Ainda há muita informalidade no mercado de duas rodas. Por este motivo, ainda encontramos produtos falsificados e outros de procedência duvidosa. Para que o consumidor se proteja de produtos desse tipo, recomendamos que fique atento ao selo de registro do Inmetro e ao CNPJ do fabricante, escrito nos rótulos e caixa que acompanham o produto”, alerta

Adilson Trindade, Coordenador de assistência técnica e SAC da Clarios. Para não correr o risco de comprar esse tipo de peça o consumidor deve sempre procurar adquirir peças em empresas formais e solicitar a nota fiscal, bem como se assegurar de que o certificado de garantia seja devidamente preenchido, assegurando e resguardando o consumidor do cumprimento da garantia legal e contratual conforme descrito no Código de Defesa do Consumidor – Lei 8.078 de 11 de setembro de 1990. “A certificação e fiscalização das baterias pelo Inmetro trouxe maior confiança para os motociclistas na hora da substituição desse componente tão fundamental para a motocicleta. O Inmetro proporciona uma série de regras e obrigatoriedades, que julgamos necessárias para que cada vez mais tenhamos bons produtos sendo oferecidos no mercado”, diz Alexandre Rizzo – Engenheiro de Qualidade do Grupo Montanna. Os modelos maus utilizados ainda são os de baterias para motos com baixas cilindradas, com capacidade de 3 Ah (Ampére-hora), 4 Ah, 5 Ah e 6 Ah. Mas a maior dica aos motociclistas é sempre fazer a manutenção periódica da moto. Antes de comprar a bateria, certifique-se da procedência e idoneidade da empresa que fabrica, importa ou revende o produto e seu compromisso com o meio ambiente e com a sociedade. Verifique se o modelo e capacidade da bateria são os corretos para sua moto, obtendo assim, um melhor desempenho e vida útil. Faça check-up no sistema elétrico da motocicleta a cada seis meses. Ao notar o enfraquecimento da luminosidade dos faróis ou buzina, é recomendado fazer uma recarga na bateria. Verifique também cabos e terminais do motor de arranque. O regulador de tensão deve ser mantido com tensão entre 14 e 15,5 volts. Montanna www.montanna.com.br - F. (11) 2475-7000 Heliar www.heliar.com.br - F. (11) 0800 16 16 44


CADERNO DUAS RODAS HONDA MSX 125 GROM É RENOVADA PARA 2021

Lançada em 2013, a Honda MSX 125 Grom, pequena moto urbana da marca japonesa, está renovada para a linha 2021. A motocicleta é alimentada por um motor monocilíndrico de duas válvulas refrigerado a água e com injeção eletrônica, que entrega potência de 9,6 cv. Ganhou também uma nova transmissão com cinco marchas, substituindo a anterior, que era de quatro velocidades. As principais novidades da pequena motocicleta estão no visual, que está mais minimalista e remete ao conceito Neo Sports Café usado nas novas CB. A parte plástica das laterais é fixada por parafusos que podem ser facilmente removidas, o que permite alta capacidade de customização para o modelo. O farol teve o design atualizado e iluminação em LED. O painel de instrumentos também foi renovado e conta com tela de LCD. A MSX 125 Grom deve chegar às concessionárias Honda da Europa até março de 2021. O modelo não tem data para chegar ao mercado brasileiro.

A FAMÍLIA TIGER AUMENTOU COM A NOVA 850 SPORT

A Triumph apresentou ao público mundial detalhes da nova Tiger 850 Sport da linha 2021, uma combinação perfeita entre seu exclusivo motor triplo 850, equipamentos e tecnologia de última geração. Tudo desenvolvido sob medida para este novo modelo, para oferecer uma capacidade de condução ainda mais fácil no dia a dia. A 850 foi criada a partir da plataforma da Tiger 900 de última geração, lançada recentemente no mercado brasileiro, com todo o equilíbrio dinâmico e o manuseio ágil pelo qual a Tiger é conhecida e elogiada mundialmente. A motocicleta foi projetada para oferecer uma capacidade de pilotagem de aventura ainda mais gerenciável, acessível e intuitiva, mas com foco na estrada. O modelo conta com freios a disco da Brembo e suspensão Marzocchi, cluster digital configurável de 5 polegadas e TFT, Na lista de equipamentos destacamos ainda itens como dois modos de condução a escolher, controle de tração e ABS, que foram ajustados para melhor desempenho em trilhas. Outro item que chama atenção é o assento regulável, que permite su34

Anfamoto em Revista - Edição 153

bir até 20mm de altura. O tanque de combustível tem capacidade para 20 litros o que confere mais autonomia em viagens. O novo modelo poderá ser encontrado nas cores grafite com vermelho ou cinza com azul. A Triumph informa que este modelo não tem previsão para ser vendida no mercado brasileiro.


KAWASAKI APRESENTA OFICIALMENTE NOVA NINJA ZX-10R NA EUROPA Foi apresentada no fim de novembro, a nova geração da Ninja ZX-10R, a superesportiva da fabricante. A principal novidade em termos visuais está na dianteira, que apresenta novo desenho e novo conjunto óptico. Não houve a introdução de elementos aerodinâmicos nas laterais, como chegou a ser especulado pela imprensa internacional. Segundo a Kawasaki, as mudanças estão por dentro da carenagem e a nova geração oferece 17% a mais de downforce do que a geração anterior. O motor permanece o mesmo quatro cilindros em linha de 998 cm3, adequado às normas da Euro5 de emissão de poluentes. Outra novidade é o painel TFT de 4,3 polegadas, inédito na superesportiva. Através da tela é possível visualizar qual dos quatro modos de pilotagem – Sport, Road, Rain e customizável Rider – está selecionado. A nova Ninja ZX-10R é compatível com o app da fabricante, o Ri-

deology, que permite registrar trajetos e configurar a moto antes mesmo de assumir o guidão. Além da ZX-10R, foi exibida também a ZX-10RR, versão limitada a 500 unidade e que conta com algumas alterações no motor para oferecer um leve aumento na potência. Não há previsão de chegada no Brasil.

SUPERVELOCE 75 ANNIVERSÁRIO CELEBRA HISTÓTIOS DA MV AUGUSTA A MV Augusta lançou a Superveloce 75 Anniversario, para celebrar os 75 anos de história da marca. Com pintura especial e em edição limitada, a personalização mais marcante desta edição está na carenagem, que traz as cores da bandeira italiana, além das rodas raiadas em preto e dourado e do assento em vermelho alcântara. O motor é mesmo três cilindros já em linha e 798cm3 derivado da F3. A edição especial da Superveloce 75 Anniversario terá somente 75 unidades produzidas, todas com o certificado de autenticidade, escape aberto de três vias, assinado pela Arrow, unidade de controle com mapa dedicado, tampa traseira monoposto, além de capa para motocicleta e numeração gra-

vada no guidão. As vendas serão feitas somente via internet, no novo site da MV Augusta – www.mvaugusta. com, a moto parte de 25 mil euros, e já teve todas suas unidades vendidas.


CADERNO DUAS RODAS O NOVO CONTEITO DA ELÉTRICO DA BMW A DEFINITION CE 04

A BMW apresentou o Definition CE 04, conceito de scooter elétrico que é uma atualização do Concept Link, scooter futurista mostrado pela marca em 2017. O modelo representa um elo entre os mundos analógico e digital, e serve tanto como um meio de transporte quanto de comunicação para o trabalhador urbano. O scooter tem motor elétrico, design e soluções de

conectividade inovadoras que, segundo a BMW representam uma proposta para redefinir o segmento de scooters. E foi desenvolvido e adaptado para atender as necessidades diárias de seus usuários, presente no mote “Conectado” à vida”. Pensando nessa conexão o scooter tem uma tela de 10,25 polegadas, a maior do segmento. Para aumentar ainda mais a conexão a marca apostou em outros equipamentos como uma jaqueta que traz luzes integradas nas mangas e no capuz, garantindo melhor visibilidade no trânsito. O condutor pode personalizá-las com a cor que preferir e acioná-las por meio de sensores nas mangas. A jaqueta

também possui área para recarregar dispositivos móveis. O BMW Definition CE 04 tem formas baixas e alongadas que se misturam a uma dianteira que sobe na diagonal criando uma silhueta moderna, com design caracterizado por linhas claras e bem definidas. A bateria será posicionada na parte inferior do chassi, permitindo um ganho de espaço na parte inferior do chassi, permitindo um ganho de espaço na parte inferior do assento, que abriga um amplo bagageiro com iluminação e abertura lateral capaz de armazenar um capacete e mais alguns pequenos objetos. O assento pode ser reposicionado, uma vez que o Definition CE 04 conta com um banco flutuante que pode ser usado para deslizar confortavelmente sobre o scooter por trás, o que proporciona melhor ergonomia para condutores de diversas estruturas. Não há informações sobre sua chegada ao mercado.

NOVAS YAMAHA TRACER 9 E TRACER 9 GT A Yamaha Tracer 900, passa a se chamar Tracer 9, além do novo nome o modelo foi totalmente remodelado para 2021. Com novo motor de maior capacidade e potência, novo chassi, balança e carenagem redesenhada com mais proteção aerodinâmica e melhorias eletrônicas e de equipamentos. Já a versão GT ganhou suspensões eletrônicas e malas laterais. As mudanças feitas na Tracer foram necessárias por conta das normas Euro 5. Mas o motor continua sendo o tricilíndrico com tecnologia crossplane, que foi redesenhado para ser ais leve e mais potente. A nova Tracer 9 2021 vem de série com controle de cruzeiro, que antes só tinha na versão GT. Outro destaque é para o painel de instrumentos com dois painéis TFT multifuncionais de 3,5 polegadas cada. Já a Tracer 9 GT tem sistema de suspensão de controle eletrônico semiativo da KYB, cuja firmeza e as respostas podem ser pré-selecionadas. 36

Anfamoto em Revista - Edição 153


Notícias SAIBA QUAIS SÃO OS TIPOS DE MULTAS QUE NÃO SOMARÃO MAIS PONTOS NA CNH A partir de abril de 2021, os condutores brasileiros deverão obedecer às novas regras do CTB – Código Brasileiro de Trânsito e entre algumas novidades está a que prevê que algumas infrações não estarão mais sujeitas à pontuação na CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Mesmo sem gerar pontuação é importante destacar que a violação das regras continuará gerando multa ao infrator. As infrações que não vão mais gerar pontos na carteira referem-se às penalidades geradas por questões mais burocráticas do veículo, como aspectos relacionados à documentação, cor e placa. As infrações são as seguintes: • Todas aquelas que forem praticadas por passageiros de transporte rodoviário. • Infrações autossuspensivas (aquelas que preveem a suspensão da CNH como penalidade). • Quando as placas do veículo estiverem em desacordo com o CONTRAN (Art. 221, do CTB). • Por conduzir veículo com cor ou característica alterada (Art. 230, VII, do CTB). • Por conduzir veículo de carga com falta de inscrição da tara e demais inscrições previstas no CTB (Art. 230, XXI, do CTB). • Por dirigir sem os documentos de porte obrigatório. • Que são a CNH e o CRVL (Art. 232, do CTB). •Infração por deixar de dar baixa no registro de veículo que deu perda total, e seja irrecuperável ou definitivamente desmontado (Art. 240, do CTB). •Infração por deixar de atualizar o cadastro de registro do veículo ou da sua habilitação (Art. 241, do CTB).

a vida dos condutores e pedestres. Isso não significa que elas não devam ser penalizadas, pelo contrário: elas continuarão gerando multas, e quando necessário, medidas administrativas cabíveis como a retenção e a remoção do veículo. Os pontos é que não serão adicionados à CNH do infrator. Por outro lado, as auto suspensivas, aquela que geram a suspensão da carteira como penalidade, são infrações de alto risco e periculosidade. A premissa para que elas não gerem pontos na CNH, nesse caso, se justifica pelo fato de que o documento será suspenso independente da pontuação e assim atribuir pontos para a CNH que já será suspensa não faz sentido. Essa previsão sobre as infrações auto suspensivas já estava descrita desde 2018, em uma resolução do Contran, e com a nova lei, passa a integrar a redação também do Código de Trânsito.

Essas infrações, de modo geral, não geram um risco iminente ao trânsito, a ponto de colocar em risco

DER DO DISTRITO FEDERAL DARÁ CURSO A NOVOS MOTOCICLISTAS O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (DER-DF)

muitos dos novos condutores precisam de treinamento ade-

promoverá ainda este ano um curso de educação para condu-

quado. De acordo com o Departamento de Trânsito (Detran) de

tores de motocicletas. O aprendizado será ministrado pela di-

janeiro a outubro deste ano foram habilitados 9.800 condutores

retoria de Educação de Trânsito do órgão. De acordo com su-

de moto. A frota deste tipo de veículo hoje no DF é de 219.530,

perintendente de Trânsito do DER-DF, Elcy Ozório dos Santos,

11% da frota total da cidade que é de 1.774.433 veículos.

com aumento da oferta de emprego para serviços de entrega em domicílio aumentou também a quantidade de pessoas que tiraram carteira de condutor do tipo A (para dirigir moto), mas

Fonte: Jornal de Brasília

Anfamoto em Revista - Edição 153

37


DICAS & LANÇAMENTOS

#1 Skf

#2 Gvs

#3 Nasa

A SKF está preparando o lançamento de sua linha completa de kits de Caixa de Direção para o mercado de motocicletas em 2021.

GVS lançará brevemente o retrovisor para CB600 HORNET. Mais uma novidade premium para o mercado. Desta vez o modelo HORNET 2008/14.

Serão 22 novos itens de caixas cônicas e esféricas que ampliam a linha de rolamentos SKF no mercado de duas rodas, com mais de 150 produtos de primeira linha para o segmento.

O modelo terá como diferencial o espelho convexo. Este Retrovisor atenderá a toda as versões de motocicleta com rosca M10.

Conheça mais uma luva Nasa Racing, esse é o modelo Shield Mid. Composta por um tecido poliéster, proteção de borracha da parte superior e nos dedos, material reforçado na palma da mão e polegar, elástico entre os dedos para maior conforto e proteção em polietileno na parte superior.

Acesse nosso site www.gvssport.com.br e conheça nossa linha de baús.

A Nasa éHelmets que também é Racing!

MAIS INFORMAÇÕES: (11) 4486-4410

MAIS INFORMAÇÕES: (11) 3335-4955

#4 Montanna

#5 Melc

#6 Deltacapas

Agora a Maxx Premium conta com novos lançamentos de Kit de Embreagem. Entre eles, trazemos em destaque das seguintes motos:

Com capacidades de 29, 33, 36 e 45

As botas Delta são muito mais que um acessório.

• CG 160 e XRE 300

vibração e 6 pontos estabilizadores (os

Os kits levam o selo OEM, ou seja, produto produzido por fabricantes de montadora. Todas as peças que compõem esse conjunto, são desenvolvidos de acordo com as normas internacionais, ou seja, garantindo maior durabilidade e maior confiança ao usuário.

mais altos do mercado) para melhor

MAIS INFORMAÇÕES: (11) 2475-7000

MAIS INFORMAÇÕES: (11) 4977-8831

Com os novos itens desenvolvidos, a SKF passa atender os principais modelos da frota brasileira. MAIS INFORMAÇÕES: (11) 99269-6623

38

Anfamoto em Revista - Edição 153

litros, fechamento por chave e material refletivo na traseira. Utilizando base reforçada, borracha atenuadora de

encaixe do baú na motocicleta, os baús Melc são o ´porta-joias´do motociclista. Acesse nosso site www.melc.com.br e conheça nossa linha de baús.

Tornam o percurso confortável, prazeroso e seguro. São impermeáveis, possuem biqueira com reforço anti-impacto, solado tratorado, palmilha anatômica até a altura do cano e muito mais! Botas Delta: Conforto, leveza, praticidade e, acima de tudo, segurança! Acesse nosso site www.deltacapas. com.br e conheça nossa linha de baús.

MAIS INFORMAÇÕES: (51) 3238-4000


Lista de Associados

FABRICANTES A.A.S. Moto Ind. e Com.(Pedro A. Souza) R. Centralina, 268-A 08410-100 - São Paulo - SP Tel.: (11) 2961-6902 - Fax.: (11) 2961-4665 E-mail: aasmoto@ig.com.br Fabricante de Guarnição para ponteiras de escapamentos e elementos para filtro de ar (espuma) Alba Industrial Impermeáveis Ltda Rua Fernão Pompeu de Camargo, 835 Jd. Trevo - 13041-025 - Campinas -SP Tel.: (19) 3272-9821 / Fax: (19) 3272-9795 Site: www.albaindustrial.com.br Fabricante de conjuntos impermeáveis, capas p/ motos, sobre botas, luvas, casacos, blusões e mochilas Arbyn Favaro Tecnometal R. Eng. Guilherme Cristiano Frender, 1.114 Aricanduva 03477-000 São Paulo- SP Tel.: (11) 2727-3777 / Fax: (11) 2722-1444 E-mail: arbyn@arbyn.com.br www.arbyn.com.br AWA Motos Rua Lavineo de Arruda Falcão, 1272 14808-390 – Araraquara – SP (16) 3301-1890 E-mail: marina.murari@awamotos.com.br Site: www.awamotos.com.br Baterias Heliar Av. Antonio Carlos Cômitre, 540 6º andar Campolim 18047-620 Sorocaba-SP Tel.: (11) 3416-8125 Site: www.heliar.com.br Brandy Indústria e Comércio Ltda. Rua: Caconde 660 - Salgado Filho 14079-016 Ribeirão Preto - SP (Ref.: Marginal da Rod.Anhanguera Km 317) Tel (16) 3995-9955 / Fax (16) 3995-9953 e-mail: brandy@brandy.com.br Site: www.brandy.com.br Fabricante de: Coxim, pastilhas, guia, tensor, filtros, reparador, lubrificantes e linha de óleos. Brake Shoes Ind. e Com. de Materiais de Atrito Eireli – EPP Rua Eng. Frederico Fischer Junior,95 09411-080 – Ribeirão Pires – SP Tel.: (11) 4822-7171 E-mail: adm@fischerfreios.com.br

BRV Ind. De Artigos Plast. Metal. Ltda Rua Ituverava, 89 03151-020 – São Paulo – SP Tel.: (11) 2273-7329 Site: http://brvmoto.wix.com/brv-moto# Fabricante de Borrachas e plásticos. Caramori Ind. e Com. Ltda. Av. Dr. Alberto Jackson Byington, 1777 06276-000 - Osasco - SP Tel (11) 3601-4522/Fax (11) 3601-2608 E-mail: caramori@mail.com Fabricante de acessórios e baús. Cerâmica e Velas de Ignição NGK do Brasil Ltda. Estrada Mogi - Salesopolis, Km 9 - Cocuera

08701-970 – Mogi das Cruzes - SP Tel (11) 4793-8000 Site: www.ngkntk.com.br Fabricante de Velas de ignição, cabos de ignição, terminais supressivos e sensores de oxigênio

Dagostin / Maximo Fabr. De Peças p/ Motocicletas - Máximo Rod. SC 443, Km 17,9

B. Graziela

88830-000 Morro da Fumaça – SC. Tel (48) 3434-4711 Site: www.exijamaximo.com.br Fabricante de retrovisores para motocicleta. Danidrea Ind. e Com. Ltda. R. Aristides Crivellaro, 474 Morro das Pedras 13279-813 Valinhos – SP Tel (019) 2136-0888 E-mail: danidrea@danidrea.com.br Site: www.danidrea.com.br Fabricante de Caixa de Direção, Reparos p/ Freios, Buchas p/ Suspensão,Travas p/ Coroa. Deltacapas Comercial e Industrial Ltda Av.: Das Industrias, 750 – prédio: 02 – modulos: 04 e 05 Dstrito Industrial 94930-230 Cachoeirinha-RS tel.: (51) 3238-4000 - fax: (51) 3238-4004

Cia Magnetron Ind. E Com. de Componentes Alameda Arpo, 760 – E 83210-290 – São José dos Pinhais – PR 41-3381-8800 www.magnetron.com.br Cometa Ind. e Com. de Moto Peças Ltda. R. Sitha, 301 Jd. Inamar 09981-070 Diadema – SP Tel (11) 4091-1517/Fax (11) 4091-6006 Site: www.cometamoto.com.br Fabricante de manetes, manicotos e pedais. Controlflex - Ind. Cabos Comando Ltda. R. Carmelina Garcia, 790 – Altos da Fortaleza 18113.010 - Votorantim - SP PABX: 15 3353.9000 – SAC 0800 10 6969 Site: www.controlflex.com.br

Demtec Artefatos de Borracha Ltda. Rua: Maria Rosa de Jesus, 200 V. Sto. Antonio 08534-030 Ferraz de Vasconcelos – SP Tel.: (11) 2280-3661/4674.5435 Call free- 0800.707.3661 e-mail: vendas@demtec.com.br site: www.demtec.com.br Fabricante de Coletores de Admissão, Bucha da Coroa e Coxim. EBF Ind. e Com. de Artefatos Plásticos Ltda Rod. Eng. Ermênio de Oliveira Penteado, km 54,5 13340-600 – Indaiatuba – SP Tel.: 19-3825-4460 E-mail: sac@ebfcapacetes.com.br Site: www.ebfcapacetes.net.br Fabricante de Capacetes

Corteco América do Sul- Freudenberg Av. Piraporinha, 411- Jd. Oriental 09950-902 - Diadema - SP Tel (11) 4072-8000 Site: www.corteco.com.br Fabricante de retentores e selos haste de válvulas, Juntas de motor, reparo da direção hidráulica, kit câmbio, filtros de ar-condicionado e kit de roda com e sem rolamento Costa e Brito Ind. e Com. Ltda-ME BRC Racing Av.Gilberto Carvalho, s/nº lt. C123 24944-000 – Maricá – RJ Tel/Fax: (21) 3606-2074 Site: www.escapamentosbrc.com.br Fabricante de Escapamentos

EBF VAZ - Ind. Com. Ltda. Av. Arquimedes, 615 - Cx.Postal 00436 13211-840 - Dist. Indl. Jundiaí - SP Tel (11) 4585-3900 /Fax (11) 4582-1613 E-mail: clientes@ebf.com.br Fabricante de Coroas, Pinhões e Engrenagens. Ebram Metalurgica Imp. Exp. Ltda R. da Primavera, 194 09980-040 Diadema – SP F. (11) 4051-2066 Fax: (11) 4051-2066 E-mail: ebramvendas@yahoo.com Site: www.aronipmotos.com.br Fabricante de Aros e raios


Lista de Associados

EGK Motoparts Ind. e Com. Ltda R. Iolando Ribeiro Boaventura, 394 Jd.Maringá 03525-120 São Paulo – SP Tel/Fax: (11) 2021-2491 www.egkmotoparts.com.br E-mail:vendas@egkmotoparts.com.br Fabricante de correntes de comando, filtro de ar, filtro de óleo e caixas de direção Eninco Eng. Ind. e Com. Ltda. Tel (43) 3571-8640 Site: www.eninco.com.br Fabricante de raios e aros em alumínio e aço para motos e bicicletas. Fischer Pastilhas e Freios Especiais Rua Eng. Frederico Fischer Jr., 75 09411-080 – Ribeirão Pires – SP Tel.: (11) 4822-7171 - Fax: (11) 4822-7193 Vendas: (DDR) (11) 4822-7181 E-mail: vendas@fischerfreios.com.br Site: www.fischerfreios.com.br Fabricante de pastilhas de freio, patins e discos de embreagem. FNA - Fábrica Nac. de Amortecedores Ltda. AV. Perimetral Bruno Segalla, 11.114 -Kayser 95098-752 - Caxias do Sul - RS Tel: (54) 3213.6500 - Fax: (54) 3213.6511 E-mail: vendas@fna.ind.br Site:www.fna.ind.br Fabricante de Amortecedores e cilindros Fras-le S/A Rod 122, km 66,1 nº 10945 95115-550 – Caxias do Sul – RS 54-3239-2000 www.fras-le.com GEMOTO R. 28 de Junho, 386 V. Morangueirinha 87040-280 Maringá – PR Tel/fax (44) 3028-8559 Site: WWW.gemoto.com.br E-mail: gemoto@gemoto.com.br Fabricante de: escapamentos, guidões, pedais de partida,pedais de apoio (estribos), cavalete laterais, suporte aranha de farol Goaltech Produtos Químicos Ltda Av. Gupé, 10397 sl.03 06422-120 – Barueri - SP 11-4195-0550/ 11-2533-3250 Email: smarcon@gulfairbrasil.com Gow Helmets Indústria e Comércio Ltda Av. Riachuelo, 73 76970-000 Pimenta Bueno – RO F. (69) 3451-2550 E-mail: gow@gowcapacetes.com.br Fabricante de Capacetes

40

Anfamoto em Revista - Edição 153

Grua Ind. e Com. Ltda. R. Prof. João Machado, 325 - Freguesia do Ó 02927-000 - São Paulo - SP Tel (11) 3931-0891/Fax (11) 3931-5744 Site: www.grua.com.br Fabricante de cabos de comando, bucha da coroa e da balança, ferramentas especiais. GVS SPORT Ind. e Com. de Peças Ltda Estrada Municipal, 1840 - Jundiazinho 07600-000 Terra Preta Mairiporã - SP Tel: (11) 4486-2611 Fax: (11) 4343-5012 Site: www.gvssport.com.br Fabricante e retrovisores Impacto Peças para Automotores Ltda (Motobor +) Rua Dom João V, 266 05075-050 - São Paulo-SP Tel.: (11) 2365-5006 Site: www.motobormais.com.br Ind. e Com. de Motopeças Chapam Av. Longarone, 1329 - Bairro De Villa 88840-000 - Urussanga - SC Tel/Fax (48) 3465-1453/3465-3290 Email: chapam@terra.com.br Site: www.chapam.com.br Fabricante de alças, antenas, bagageiros, cavaletes, guidões, pedai de freio, protetores, suportes diversos, etc. Industrial Levorin S.A. Avenida Monteiro Lobato,nº 2641, 07190-901 - Guarulhos - SP Telefone: 11-2464.6610, 11-99249.2439 Email: fcentofanti@levorin.com.br www.levorin.com.br Jayfex Consultoria e Com. Exterior Ltda Rua Tupy, 565 89214-400 – Joinville – SC 47-3467-0071 www.jayfex.com.br / www.hardt-way.com Jeskap Ind. Com. Imp. Exp. Ltda – Epp Rua Pedro Criste, 65 06900-000 – Embu Guaçu – sp (11) 4661-8020 E-mail: adm@jeskap.com.br Site: www.jeskap.com.br Jojafer Com. de Peças e Acess. p/ Motos Ltda-EPP Av. Rangel Pestana, 256 sl. 04 09185-220 – Santo André – SP Tel.: (11) 4978-3178 Fax: (11) 4474-2078 Site: www.jojafer.com.br E-mail: jojafer@uol.com.br Krieck Componentes Mecânicos LTDA ROD. BR 470 Nº 4521 89130-000 – Indal – SC 47-3333-1991 www.krieck.com.br administrativo@krieck.com.br

KSPG Automotive Brasil Ltda. Rod. Arnaldo Julio Mauerberg, 4000 BL- 1 13460-000 - Nova Odessa - SP Tel (19) 3466-9360 Site:www.ms-motor-service.com.br Fabricante de Produtos automotivos Marelli Cofap do Brasil Av. Manoel da Nóbrega, 196 09380-120 - Mauá - SP 0800 019 4054 www.mmcofap.com.br Megaville Ind. e Com. de Peças para Motocicletas Ltda. Rua: Candeias, 225 89233-410 - Joinville - SC Tel/Fax (47) 3426-3302 E-mail: vendas@industriamegaville.com.br Site: www.industriamegaville.com.br Fabricante de bobinas, estatores linha completa, chicotes, baterias 2,5 amp á 7 amp., rele de partida e de pisca, cdi e retificadores, porta escovas e reparos, pedal de partida, camara de ar, guidão / suporte do báu, cachimbos de vela, coxim e bucha da coroa, protetor de mão, trava pneu, linha motoserra / modulo e pinhão, volante magnético. Melc Ind. e Com. Ltda. Av. Armando Giassetti, 501 Torres S. José 13214-525 Jundiaí – SP Tel.: (11) 4815-9200/9202 Site: www.melc.com.br Fabricante de Peças Plásticas em geral. Metalúrgica Fortuna Ltda. Rod. Marechal Rondon, KM 517 (600 mts) 16204-104 - Birigüi - SP Tel (18) 3642-3846 / Fax (18) 3641-1052 E-mail: vendas@fortunaescapamentos.com.br Fabricante de Escapamentos p/ motocicletas MGL Mecânica Grizante Ltda. R. Maria Aparecida Dequeche, 1365 Distr. Indl. João Batista Caruzo 13848-662 - Mogi Guaçu - SP Tel (19) 3891-2904/ Fax (19) 3891-5789 E-mail: mgl@mglmotos.com.br Site: www.mglmotos.com.br Fabricante de Buchas, molas, porcas, parafusos, etc. MGO Molas Ind. De Motopeças Estrada Vovó Carolina, 2931 08473-370 – São Paulo – SP Tel: (11) 2731-5608 Tel: (11) 2731-5724 contato@mgomolas.com.br MT ACESSÓRIOS Rua Conego Agostinho, 1856 62900-000 – Russas – Ce Tel.: (88) 3411-2305 E-mail: mt.acessorios@hotmail.com Site: www.mtacessorios.com.br


Lista de Associados

Nachi Brasil Ltda Av. João XXIII, 2330 08830-000 Mogi das Cruzes – SP Tel.: (11) 3284-9844 Fax (11) 3284-1751 Site: www.nachi.com.br Fabricante de: Rolamento de rodas, transmissão e virabrequim p/ motocicletas e p/ aplicações auto-elétrico e industrial Nakata Automotiva Av. Fukuichi Nakata – Pavilhão C, 451/539 09950-400 - Diadema - SP 11 3602 8015 www.nakata.com.br Pantaneiro Ind. E Com. De Capas Eireli Rua Visconde de São Leopoldo, 795 93025-400 – São Leopoldo – RS Tel.: (51) 3590-4217 Site: www.pantaneirocapas.com.br Paramotos Ind. Com. e Importação Ltda. Av. Jovino Fernandes Sales, 677 37130-000 - Alfenas - MG Tel/Fax (35) 3291-3355/3392-2630 E-mail: paramotos@uol.com.br Fabricante de peças em plástico p/ motocicletas Plasmoto Ind. Com. e Repres. Ltda.-ME R. Sete de Setembro, 71B 11013-350 Santos – SP Tel/Fax (13) 3234-1211 E-mail: plasmoto@uol.com.br Fabricante de peças de plásticos em geral. Piracapas Capas e Bancos p/ Motoc. Ltda. R. Augusto de Lello, 1.000 13414-132 - Piracicaba - SP Tel (19) 3421-7800/Fax (19) 3421-6455 Site: www.piracapas.com.br E-mail: piracapa@terra.com.br Fabricante de Capas p/ Bancos. Polivisor - Ind. e Com. de Viseiras Ltda-EPP Av. Dr. Comendador Santoro Mirone, 970 13347-300 - Indaiatuba - SP Tel (19) 3935-7352 Fax (19) 3935-1327 Site: www.polivisor.com.br e-mail: polivisor@polivisor.com.br Fabricante de viseiras e acessórios para capacetes.

Polimet Ind. Met. Ltda Av Industrial, 797 - Campo de Boituva 18550-000 Boituva - SP Tel.: (15) 3363-8633 e-mail: polimet@polimet.com.br Fabricante de barras estabilizadoras, bagageiro, escapamento, guidão, protetor, estribo pedais de freio e alças

Protercapas Ltda Av. Ângelo Altoé, 2040 – Loja 1 Bananeiras 29375-000 Venda Nova do Imigrantes - ES Tel (28) 3546-6276 SAC 0800-285-3050 Site: www.protercapas.com.br E-mail: protercapas@protercapas.com.br Fabricante de capas e acessórios Pro-Tork Ind. Com. Equip. P/ Motoc. R. Odilon Leite Rodrigues, 1479 Sala 1 Parque Industrial III 84940-000 - Siqueira de Campos - PR Tel.: (43) 3571-8500 E-mail: marketing@protork.com Site: www.protork.com Fabricante de escapamentos, bagageiros, guidãos, protetores, tanques de combustível, espelhos ProVision Com. de Plásticos e Acessórios Ltda. R. Das Dalias, 214 03202-060 São Paulo – SP Tel.: (11) 2341-4605 Site: www.provisionviseiras.com.br Rinaldi S/A Ind. de Pneumáticos R. Luiz Alegretti, 193 - Licorsul 95700-000 - Bento Gonçalves - RS Tel (54) 3455-7500 / Fax (54) 3455-7575 E-mail: rinaldi@rinaldi.com.br Site: www.rinaldi.com.br Fabricante de Pneus e câmaras de ar Roncar Ind. e Com. Ltda Site: www.roncar.com.br Fabricante de escapamentos, alças de selim, protetores e guidões. Route- Enerbrax Acumuladores Ltda. Av. Rodrigues Alves, 6018 Pq. Paulista 17034-285 Bauru – SP. Tel.: (14) 2107-4000 Fax.: (14) 2107 4001 E-mail: comercial@enerbrax.com.br Site: www.bateriasroute.com.br Fabricante de: Baterias RTO - Ind. e Com. de Artefatos de Borracha Ltda. Av. Itaberaba, 1286 02734-000 - São Paulo - SP Tel (11) 3975-4437 E-mail:rtoretentores@ig.com.br Fabricante de artefatos de borracha, retentores e diafragmas. SKF DO BRASIL LTDA Av. Marginal do Ribeirão dos Cristais, 200 07750-000 - Cajamar - SP Telefone : 11- 4448 8624 www.skf.com Sabó Ind. e Com. de Autopeças S/A R. Matteo Forte, 216 – Lapa 05038-160 São Paulo – SP Tel: (11) 2174-5994 Fax: (11) 2174-5777 E-mail: daniella@sabo.com.br Site: www.sabogroup.com.br

Slyck Ind e Com. de Retrovisores Ltda R. José Del Roio, 316 12908-844 - Bragança Paulista - SP Tel /Fax (11) 4603-1331 E-mail: slyckretrovisores@terra.com.br Fabricante retrovisores SOFAPE Fabricante de Filtros Ltda (Tecfil) Rod. Pres. Dutra, km 213,8 07183-904 – Guarulhos – SP Tel.: 11-2145-5890 Site: www.tecfil.com.br Fabricante de Filtros Soretto Fáb. de Cabos Automotivos Ltda Rua Arthur Rodrigues de Castro, 352 135570-410 São Carlos – SP Tel.: (16) 3411-6688 E-mail: Waldemar@dewan.com.br Site: www.dewan.com.br Sportive Ind. E Com. de Peças p/ Motocicletas Eireli Estrada Geraldo Costa Camargo, 472 galpões 63 e 97/98/99 13187-115 – Hortolândia – SP Tel.: 19-3965-8864 Email: Sportive.plasticos@terra.com.br Fabricante de plásticos para motocicletas

Taurus Blindagens ltda. AV. TAURUS, 10 83.800-000 - MANDIRITUBA – PR (41)3626-8000 www.taurushelmets.com Technic do Brasil Ltda R. Vereador José Nanci, 335 09290-415 Santo André – SP F. (11) 4977-8838 Fax: (11) 4977-8877 E-mail: marketing@pneustechnic.com.br Site: www.pneustechnic.com.br Fabricante de Pneus para motocicleta TMD Friction do Brasil S/A (Cobreq) R. Tupi, 293 - Vila Mariana 13330-000 - Indaiatuba - SP Tel (19) 3894-9783 / Fax (19) 3875-8432 Site: www.cobreq.com.br Fabricante de Pastilhas e Lonas de Freios. TOP Light Av. Armando Giassetti, 501 Torre S.José 13214-525 Jundiaí- SP Tel.: (11) 4815-9202 e-mail: comercial@toplight.ind.br site: www.toplight.ind.br Fabricante de lentes e lanternas traseiras completas. Torbal |Ind. e Com. de Escapamentos LTDA RUA NITERÓI, 499 08573-270 – ITAQUAQUECETUBA – SP 11-4640-1853 www.torbal .com.br compras@torbal.com.br


Lista de Associados

Valflex Juntas e Filtros Ind. Com. Ltda. R. Artur Pereira, 11/13 - JD Iguatemi 08381-580 - São Paulo - SP Tel/Fax (11) 2317-3388 FAX (11) 2917-2595 Site: www.valflex.com.br E-mail: valflex@valflex.com.br Fabricante de Juntas p/ Motos e peças em geral. Valplas Ind. e Com. Motopeças Ltda R. José Del Roio, 501 - JD. São Lourenço 12908-844 Bragança Paulista - SP Tel.: (11) 4603-1331 e-mail: valplas@valplas.com.br site: www.valplas.com.br Fabricante de: Piscas, lentes e lanternas Vedamotors Ind. e Com. de Juntas Ltda Rod. BR-470, 2795, KM 129 Bairro Salto Pilão CEP: 89182-000 Lontras (SC) Brasil Tel.: (47) 3411-0500 E-mail: vedamotors@vedamotors.com.br Site: www.vedamotors.com.br Fabricante de juntas e jogo de juntas, anéis de escape, peças em borrachas, coxim, buchas, filtros de ar, óleo e combustível, biela, kit cilindro, kit pistão, válvula, disco de embreagem, vareta válvula, guarnições, reparo do carburador e injeção, componentes eletroeletrônicos. Vedox Indústria de Motopeças Ltda Loteam. Norte Center, Qdra 02, lotes 7 e 14 Portão 42700-000 Lauro de Freitas – BA. Tel: (71) 3415-6655 Site:www.vedox.com.br E-mail: vedox@vedox.com.br Fabricante de Oring´s, retentores, buchas e guarnições Wabtec Brasil Fab. e Man. de Equipamentos Ltda R. 19 de novembro, 305 - São Cristovão 15910-000 - Monte Alto - SP Tel (16) 3244-5000 / Fax (16) 3243-2046 E-mail: comercial@diafrag.com.br Site: www.wabtec.com Fabricante de Coletores, patins, pastilhas de freio, mesas, cubos, flange e mesas. Wester Ind. e Com Ltda R. Gustavo Zimmermann, 8463 - Bloco A Itoupava Central 89063-002 Blumenau - SC Tel.: /FAX: (47) 3337-5054 Site: www.wester.com.br E-mail: wester@wester.com.br Fabricante de peças e acessórios para moto

41

Anfamoto em Revista - Edição 153

ATACADISTAS Abrascort Coml. Import. de Correntes Lt R. Francisco Szurek, 170 Cid Indl 81350-140 Curitiba – PR Tel.: (41) 2169-9999 Fax: (41) 2169-9900 e-mail: vendas@abrascort.com.br Site: www.abrascort.com.br Acepeças - C. Acess. e Peças p/ Biciclos Ltda. Av. Tocantins, 56 - Centro 76400-000 - Uruaçu - GO Tel/Fax (62) 3357-1102 Alfa Motos Av. Diogo Naves, 251 – Qd. 8 – Lote 9 74370-695 – Goiânia – GO E-mail: alfamotos.adm@gmail.com Atlanta Com. Repres. Imp. e Exp. Ltda. R. Conselheiro Nébias, 396 01203-000 - São Paulo - SP Tel/Fax (11) 3224-9377 Site: www.atlantamotos.com.br E-mail: atlanta@atlantamotos.com.br Ciclo Cairu Ltda. R. Cairu, 601 Setor Industrial 76970-000 Pimenta Bueno – RO Tel.: (69) 3451-0500 Fax: (69) 3451-2367 e-mail: vendas@ciclocairu.com.br Site: www.ciclocairu.com.br Com. de Motos Matsuo Ltda. R. Guaycurus, 532 05033-001 - São Paulo - SP Tel (11) 3864-2711 Site:www.motomatsuo.com.br Comercial Automotiva Ltda. - DPK R. Edmundo Navarro Andrade, 1700 Pq. Indl. 13031-695 Campinas – SP Tel.: (19) 3772-8649 Fax.: (19) 3772-8655 Site: www.dpk.com.br Comercial Motociclo S/A. R. Francisco Souza dos Santos, 731 1º andar - Jd Limoeiro 29164-153 - Serra - ES DISQUE-PEÇAS: 0800-979 1055 Site: www.motociclo.com.br Evemotos Com. De Motopeças Ltda. – ME Rua Conselheiro Nébias, 407 01203-000 – São Paulo – SP (11) 3221-8575 / 3222-0418 E-mail: contato@evemotopecas.com.br Site: www.evemotopecas.com.br

GV1 IMP. E EXP. LTDA Av. Nove de Julho, 3229, Sala 503 Jardim Paulista - São Paulo - SP 01407-000 Hiper Motos Ltda. Av. Ricardo Caran Guimaraes 170 Distrito Industrial 35164-554 - Ipatinga - MG Tel/Fax.: (31) 3801-4000 E-mail: hipermotos@ hipermotos.com.br Imotopeças Digital de Varejo de Motopeças, Acessórios e Duas Rodas Ltda Av. Nove de Julho, 3229 sls. 506 à 509 01407-000 – São Paulo – SP Tel.: 11-3539-6811 Email: imotopecas@imotopecas.com.br Site: www.imotopecas.com.br INTERNACIONAL FORTUNE BUSINESS R. Urbano Santos, 547. 07182-320 – Guarulhos - SP 11- 2087-7755 www.ifbimport.com.br comercial@ifbimport.com.br L.M. Moto Av. Brasil, 2420 35590-000 - Lagoa da Prata - MG Tel.:0800-702-4044 Site: www.lmmoto.com.br E-mail: contato@lmmoto.com.br Lagoa Motoparts R. José Américo de Almeida, 14 30520-230 - Belo Horizonte - MG Tel/Fax (31) 2121-0005 Site: www.lmp.com.br Láquila Peças Ltda. R. Riciere Bernardi, 283 Campo Fundo 83430-000 Campina Grande do Sul – PR Tel (41) 3012-6333 Site: www.laquila.com.br Leone Motoparts Solutions R. General Osório, 691 01213-003 - Santa Ifigênia - SP wleoneoriginalparts@gmail.com Montanna Distribuidora de Motopeças Ltda. R. Ásea, 97 - Vl. Monteiro Lobato 07190-020 - Guarulhos - SP Pabx (11) 2475-7000 Site: www.montanna.com.br MarkC&A Com Dist E Import Ltda R. Cel. Carvalho, 2978 Barra do Ceará 60.341-630 Fortaleza - CE Tel.: (85) 3304-7000


Lista de Associados

Melo Distribuidora de Peças Ltda R. Tefé, 487 – praça 14 69020-090 Manaus – AM Tel.: (92) 2121-4000 Site: www.melopecas.com.br Motospirit R. Urbano Santos, 151. 07182-320 – Guarulhos - SP 11- 2087-7750 Moto Nanuque Ltda. Av. Mucuri, 1.587 - Centro 39860-000 - Nanuque - MG Tel (33) 3621-4321/Fax (33) 3621-4070 Mundopeças do Brasil Ltda. R. Edgar Linhares, 499 - Nova Esperança 88336-210 - Balneário Camboriú - SC Tel.: (47) 3366-1728 / (47) 3366-0449 e-mail: mundopecas@mundopecas.com.br Site: www.vmg-far.com.ar / www.amortiguadoresfar.com.ar Orleon Motopeças R. Gal. Osório, 521 Santa Efigênia 01213-001– São Paulo – SP. Tel.: (11) 3225-2233 e-mail: orleonmotos@terra.com.br Pellegrino Distribuidora de Autopeças Ltda Rua Ernesto de Castro, 37 – Mooca 03042-900 – São Paulo – SP Tel.: 0800-178288 Site: www.pellegrino.com.br RCC Coml. Import. Ltda Av. Camara Filho, 1723 QD. 125 LT 20 74375-150 Goiania – GO Tel/Fax:(62) 3519-1999 e-mail: Elton@rcccomercial.com.br Site: www.rcccomercial.com.br RCL Peças Ltda Rodov. RN 117, nº 450 Dr. Sebastião Maltez 59780-000 Caraubas – RN Tel.: (84) 3337-2547 Fax.:(84) 3337-2924 E-mail rclvendas@hotmail.com

Sandro Motos R. Vitorio Gasparo, 160 Mini Indl. Adail Vetorazzo 15046-768 S. José do Rio Preto- SP Tel.: (17) 2139-9999 E-mail.: sandro@sandromotopecas.com.br

Nova Suzuki Com. Import. Export. Ltda. Al. Jurupis, 1415 Moema 04088-004 São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 5531- 1455 e-mail: gado@nacar.com.br Site: www.novasuzuki.com.br

SBS Com. de Veículos Ltda. R. Visconde do Rio Branco, 320 14015-000 Ribeirão Preto – SP Tel (16) 3977-2777 E-mail: sbs@convex.com.br

Promotos Com. de Peças e Motos Ltda Av. XV de Novembro, 300 Centro 86300-000 Cornélio Procópio – PR Tel.: (43) 3524-2040 Fax: (43) 3523-2002 Site: www.promotos.com.br E-mail:falecom@promotos.com.br

SK AUTOMOTIVE DISTRIBUIDORA DE AUTOPEÇAS LTDA AV. PRES. CASTELO BRANCO, 7777 05034-000 – SÃO PAULO – SP 11-3616-0622 www.skautomotive.com.br Tmac Comércio de Autopeças Ltda Rua Dias da Silva, 479 02114-001 – São Paulo – SP Tel.: (11) 3542-1738 E-mail: alex@tmacimport.com.br UNIFORT LTDA AV. AMAZONAS, 4333 32602-505 – BETIM – MG (31) 2191-5500 www.unifort.com.br Victor Moto Peças Av. Jabaquara, 402 / 406 04046-000 - São Paulo - SP Tel (11) 2275-8478/Fax (11) 2275-9804 Site: www.victormotopecas.com.br e-mail: comercial@victormotopecas.com.br Wing Com. Moto Peças Ltda R. Gal. Osório, 495 01213-000 - São Paulo - SP Tel: 0800 772 22 02 - (11) 3223-1107 Fax: (11) 3223-6613 e-mail: vendaswing@wingmotos.com.br www.wingmotos.com.br

LOJISTAS

R. Damásio o (Ceará) Importação de Peças e Acessório Ltda R. Felix Pacheco, 866 Centro 64001-160 Teresina – PI Tel.: (86) 3131-8300 Fax: (86) 3131-8444 E-mail: rdamasio@rdamasio.com.br

Moto Boutique JK Comércio Ltda. Av. Juscelino Kubtschek, 835 Vl. Nova Conceição 04543-010 São Paulo – SP Tel.: (11) 2579-4076

RPR Motopeças – CAR Central Rua Ernesto de Castro, 37 – Mooca Cep: 03042-900 – São Paulo – SP Tel.: 11-2168-6000 Fax: 11-2168-6006 Site: www.rpr.com.br

Moto TEC R. Florianópolis, 1231 Guanabara 89207-000 Joinville – SC Tel.: (47) 3426-2901 Fax: (47) 3427-1335 Site: www.mototecracing.com.br e-mail: mototec_racing@hotmail.com

Wal Custom R. General Osorio 604 - Shopping General Lojas 12, 13, 14 Santa Efigênia 01213-010 –São Paulo - SP Tel.: (11) 3337 0222 / Fax 3331 3882 E-mail: walcustom@walcustom.com.br Wheeling Motopeças Av. Água Fria, 1114 Água Fria 02332-000 São Paulo- SP Tel.: 11- 2262-3560 Fax.: 11-2953-2453 E-mail: wheelingmotopecas@ wheelingmotopecas.com.br Site: www.wheelingmotopecas.com.br

REPRESENTANTES ACD Com. e Repres. Ltda Av. Santos Dumont, 2828 S/1001 60150-161 – Fortaleza – CE Tel.: (85) 3133-1013 Fax: (85) 3133-1021 Site: www.acdgroup.com.br E-mail: taurusce@acdgroup.com.br A.V.Lopes Representações Ltda Rua Conde de Agrolongo, 470 – Loja A 21020-190 - Rio de Janeiro –RJ Tel.: (21) 2564-1787 - 2564-6148 e-mail: avlopesrep@gmail.com Binatti Representações R. Edgar Linhares, 515 B 88336-210 - Balneário Camboriú - SC Tel.: (47) 3366 7860 Fax: (47) 3366 7860 E-mail: binatti@binatti.com.br Site: www.binatti.com.br MSN: binatti@binatti.com.br SKYPE: binatti_repres Cabral e Araujo Representações Ltda Av. Maria Lacerda Montenegro, 3490 Sl. 101/102 59152-600 Parnamiriam – RN Tel.: (84) 4009-9250 e-mail: comercial@cabralearaujo.com site: www.cabralearaujo.com


Lista de Associados

Curaçao do Brasil Ltda R. Felix de Sousa, 247 Vila Congonhas 04612-080 São Paulo- SP Tel (11) 2145-4700/Fax(11) 2145-4747 Site: www.curacaodobrasil.com.br E-mail: info@curacaodobrasil.com.br Deatik Com. e Representações Ltda R. Marcos Macedo, 1333 s/ 2212 Aldeota 60150-190 Fortaleza - CE Tel.: (85) 3264-6000 Fax: (85) 3261-3322 E-mail: deatik@deatik.com.br Site: www.deatik.com.br Jaime Zapellini Representações Ltda R. Lorival Zocatelli, 41 Vila Lenzi 89252-540 Jaraguá do Sul - SC Tel/Fax (47) 3275-1921 E-mail: zape@netuno.com.br JG Representações Ltda Av. Santos Dumont, 1510 Sl. 1508 60150-160 - Fortaleza-CE Tel. 85-3456-3056 Email: edimar@grupojg.com.br Martins Representações Ltda R. Açucenas, 20 Sala 2 Nova Suiça 30421-232 Belo Horizonte – MG Tel.: (31) 3377-9452 e-mail:martinsrep@martinsrep.com.br Mateus Moreno Representações Coms. – EPP Av. Santos Dumont, 371 – Sl. 23 Tel: (11) 4453-3530 E-mail: mateus@motoemarcas.com.br Site: www.motoemarcas.com.br Mutual Intern. Representações Ltda. Av. Santos Dumont, 2828 sl-1704/1705 Aldeota - Cep 60150-161 Fortaleza - CE Tel.: (85) 3133-1002/1004 Fax: (85) 3133-1010 Site: www.acdgroup.com.br Noa Comércio e Representações Ltda Av. Conselheiro Carrão, 889 03403-000 São Paulo – SP Tel.: (11) 98368-9873 / 2653-2886 E-mail: noa@noarepresentante.com.br Site: www.noarepresentante.com.br

Reney Soares Representações Ltda. R. Prof.clemente Pinto, 41- Medianeira 90870-220 – Porto Alegre –RS Tel.: (51) 3233- 0511 /FAX: (51) 3231-6014 E-mail: reneys@terra.com.br Representações Fênix Av. Barreiras, 2364 45051-160 – Vitória da Conquista – BA Tel.: (77) 98818-1481 Email: representacoesfenix@hotmail.com Ricardo Dearo Representações Ltda Rua José Mega, 111 14091-480 – Ribeirão Preto – SP Tel.: 16-3289-3955 Celular (16) 99766-9684 Email: paulo.dearo@terra.com.br Sandro Representações Ltda. R. Monsenhor Veras, 480/1103 91340-020 Porto Alegre – RS Tel.: (51) 3219-2119 E-mail: sandrorepresentacoes@terra.com.br Site: www.sandrorepresentacoes.com.br Sudamérica Marketing Repres. S/S Ltda-Me Av. Dr. Luiz Arrobas Martins, 548 Veleiros 04781-001 - São Paulo - SP Tel.: (11) 5548-4226 / Fax. (11) 5521-6923 E-mail: sudamerica@terra.com.br Site: www.kmcchain.com.br Vasques Representações Comerciais Ltda. R Antonio Bicudo, 541 São Lourenço 79041-320 Campo Grande - MS (67) 3341-3426 Fax: (67) 3341-6777 E-mail: vasques@vasquesrep.com.br

NOVO ASSOCIADO Coyote Comércio e Exportacao de Escapamentos e Acessórios eireli Rua José Antonio Rosas, 300 14095-160 – Ribeirão Preto – sp Tel.: 16-32346593 Site: www.coyoters.com

Nuno Figueiredo Representações Ltda Al. Ezequiel Mantoanelli, 220, Quadra i Lote 22 Jd Panorama - 13340-350 - Indaiatuba – SP Tel.: (19) 3825-1020 Fax: 0800-725-5580 E-mail: nfcomercial@terra.com.br / nfvendas@terra.com.br

Maggion Ind. de Pneus Máquinas Ltda RUA JOSÉ CAMPANELLA, 467 07112-100 – GUARULHOS – SP Tel.: 11-2229-9200 Site: www.maggion.com.br

Reapla Repres. Comercio Ltda. Av. Pres. Kennedy, 698 Campinas 88101-900 São José – SC Tel.: (48) 3241-2535 Fax: 0800 6452535 Vendas2@reapla.com.br

Quality e Winner Motors Importacao e Exportacao Eireli RUA BAHIA 383 cep. 06401-147 BARUERI - SP Tel.: 11 2134 3400 site: winner-motors.com.br

44

Anfamoto em Revista - Edição 153

ENTIDADE DE CLASSE

Motorcycle Industry Council, Inc. (Mic) 2 Jenner Street, Suite 150 Irvine, CA 92618-3812 - USA Fone (1) (714) 727-4211 - extension 3028 Fax (1) (714) 727.4217 ASSOMOTOS- Associação das empresas Revendedoras e Prestadoras de Serviço de Moto Peças Rua Antenor Frota Wanderley, 535 60020-350 – Fortaleza – CE Tel.: (85) 3254-7661 E-mail: assomotos.ceara@hotmail.com



Serviços

www.montanna.com.br vendas 11 2475-7000

PARA MÃO-DE-OBRA NO ESTADO DE SÃO PAULO - 2016 (VALORES EM REAIS R$)

(11)

2317-3388

valflex@valflex.com.br 46

Anfamoto em Revista - Edição 153