Issuu on Google+

JORNAL DO INSTITUTO ÍSVARA

YOGA – VEDANTA – MEDITAÇÃO – GERENCIAMENTO EMOCIONAL

N° 001

Informações, dicas e reflexões que contribuem com a sua Qualidade de Vida

Qual é a proposta do Yoga? R

espondendo de forma bem sintética, o



que o Yoga nos diz é que podemos sofrer muito menos, sermos muito mais felizes e vivermos com mais qualidade de vida, se soubermos usar o corpo a respiração e a mente. Como o fato de ganharmos um instrumento musical não nos capacita automaticamente a tocar belas melodias nele, assim também acontece ao recebermos nosso corpo e nossa mente. Sem treino e estudos específicos, não conseguiremos experienciar as emoções e idéias mais belas e profundas com que esses instrumentos podem nos propiciar.

Ao entendermos como o corpo e a mente afetam um ao outro, e ao aprendermos técnicas diversas, simples, mais extremamente eficientes, para modificar seus estados, deixamos de ser vítimas dos acontecimentos físicos e emocionais. Tendo maior consciência e controle do corpo e da mente, nos tornamos capazes de realizar modificações que garantem uma maior paz, uma maior tranqüilidade, uma maior satisfação na vida, uma interação com as pessoas mais tolerante, mais paciente, mais amorosa, mais agradável. Dessa forma, a prática do Yoga torna nosso viver muito mais valioso, digno e satisfatório.

Durante as práticas compreendemos as palavras do Sábio que disse: “Como seres humanos, somos feitos para ultrapassar a nós próprios, e somos verdadeiramente nós próprios apenas quando nos transcendemos.”


Meditação: Técnica e Atitude Meditação é uma atitude diante da vida e, também, uma técnica. Podemos dizer que a atitude é a meta e a técnica o caminho. Meditação é um estado de consciência lúcido, não violento, amoroso, sereno, um estado em que podemos ter um controle maior sobre o nosso corpo, sobre nossas reações e comportamentos. Meditação é um estado de liberdade dos impulsos compulsivos e cegos do nosso psiquismo. Esse estado tão desejável pode ser atingido temporariamente pela prática de técnicas de meditação e definitivamente pela assimilação do conhecimento espiritual. Como esse estado de consciência é inicialmente desconhecido, como não fomos treinados desde a infância para vivenciá-lo, precisamos de uma certa insistência para conseguir essa experiência.

Somado a isso, os meditadores yoguis desenvolveram, ao longo de muitos séculos de prática, diversas técnicas que modificam o estado corporal e emocional para facilitar ainda mais a entrada nessa experiência de paz. Fruto de toda essa experiência são as clássicas indicações para manter uma postura corporal confortável, relaxada e imóvel, para iniciar a prática com respirações lentas e profundas, para posicionar os olhos e as mãos do modo especial, para visualizar certas imagens ou repetir mentalmente certos sons. Todas essas ações se mostraram úteis para praticantes de muitas gerações conseguirem vivenciar o estado meditativo.

Visando facilitar os passos iniciais, tradicionalmente procura-se criar uma condição externa que não complique a tarefa, mas a facilite. Assim, um lugar com uma luz suave, um ambiente mais silencioso, eventualmente até acender um incenso perfumado para convidar a nossa dimensão emocional a participar da caminhada interior, constituem ajudas que o principiante não pode dispensar.

Toda essa tecnologia psicofísica constitui uma ajuda importante para obter resultados rápidos de modo que o iniciante não venha a se desencorajar diante da persistente inquietude e dispersão da mente. Com esse apoio, podemos encontrar intensos momentos de paz em que nosso ser emocional se acalma e nossa mente enxerga o significado da própria vida com clareza. Repetindo essa experiência, com ajuda das técnicas do Yoga, muitas e muitas vezes, vamos descobrindo como gerenciar a nossa mente, como sair de estados depressivos ou ansiosos e fincar firmemente o pé no nosso eixo interno de paz. Praticando freqüentemente as técnicas meditativas aprendemos a fazer do estado meditativo o nosso estado habitual. Isso influencia beneficamente todos os aspectos da nossa vida, nossas relações, nosso corpo. A relação custo-benefício é tão favorável que a meditação é praticada por pessoas de todos os países, crenças e valores pois, com sua ajuda, todos encontram um viver mais pleno.

2

Instituto Ísvara


Primeiro o pensamento, depois a emoção Há um entendimento crucial para conseguirmos lidar eficientemente com as nossas emoções: A nossa interpretação da realidade (e não a realidade) é o que gera as nossas reações emocionais. Precisamos compreender isso completamente além de toda dúvida, erro ou imprecisão. Isso nos liberta da sujeição aos nossos pensamentos, às nossas interpretações, aos nossos mapas. Os mapas são muito úteis, porém não são o território, são apenas imagens e palavras que interpretam o território. Os mapas podem nos ajudar a transitar por uma cidade desde que se

mantenham atualizados. Caso contrário, eles tornam-se inúteis ou até mesmo prejudiciais. Um cardápio (o mapa) pode ser muito útil para decidirmos entre vários alimentos (o território), mas de forma alguma é capaz de saciar nossa fome! E nem sempre as fotos maravilhosas de alguns pratos ilustrados nos cardápios coloridos coincidem com o prato real. Os seus pensamentos são mapas: conclusões a que você chegou ao longo de sua vida, a partir de suas experiências pessoais. Mas o fato da vida, das situações, das pessoas mudarem constantemente nos obriga a entender que o que pensamos pode não mais coincidir com os fatos. O ponto crucial é que seja que a realidade tenha mudado ou não, a causa das suas reações emocionais são os seus mapas – não a realidade. Se os mapas estão atualizados, a sua reação emocional pode ser coerente com o contexto. Se os mapas estão desatualizados ou errados, a sua reação emocional pode ser incoerente com o contexto. Porém, em ambos os casos: a causa da sua reação emocional são os seus mapas, o pensamento a respeito da situação que você aceitou como sendo justo e verdadeiro.

Próximo Curso no Ísvara:

Gerenciamento Emocional Início: Quarta-feira, 14 de Outubro, 5 encontros para entender e treinar procedimentos cientificamente comprovados para o gerenciamento eficiente das suas emoções.

Participe!... Porque a vida acontece AGORA. Para saber mais visite www.isvara.com.br ou ligue para o (19) 3203-1918 3

Instituto Ísvara


Jornal do Ísvara