Issuu on Google+

CGEB

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Orientações Curriculares e didáticopegagógicas Arte nos Anos Iniciais

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

1


Breve histórico

2002 - Resolução SE 1, de 6/01/2004-11-05 Altera a Resolução SE 184/02 Dispõe sobre a natureza das atividades de Educação Artística e de Ed. Física nas séries do Ensino Fundamental das escolas públicas estaduais.

EE Jeni Davi Bacha– SJCampos Profª Marina

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 2


2002 – I e II Fórum de Ensino de Arte da SEE/SP

Objetivos •

apresentar a proposta de retomada, a partir do ano

letivo de 2003, do Ensino de Arte de 1ª a 4ª série ministrado por professores especialistas; • planejar programas de capacitação; •

discutir a importância do ensino de arte nas séries

iniciais. •

vivenciar propostas de trabalho

nas 4 linguagens da

arte (palestras, oficinas, relatos de experiências e grupos de estudo) SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 3


Encaminhamentos que viabilizariam a proposta

Arte Representação de pensamentos, idéias e sentimentos por meio de códigos não verbais.

Arte/Linguagem Arte/Conhecimento

sistema sígnico de representação patrimônio histórico e cultural

da humanidade Abordagem metodológica – eixos norteadores (apreciar, produzir e conhecer)

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 4


Professores atuando no Ciclo I em 2010

Coordenadoria Disciplina Ciclo I

Ciclo II

E.M.

Ciclo I + Ciclo II

Ciclo I + Ciclo I + Ciclo II + Ciclo II + E.M. E.M. E.M.

Total

CAPITAL/COGSP

ARTE

867

526

378

300

164

919

220

3.374

GDE_SP/COGSP

ARTE

324

749

218

301

60

1.306

203

3.161

CEI/INTERIOR

ARTE

491

1021

606

392

96

3.332

542

6.480

1.682

2.296

1.202

320

5.557

965

13.015

TOTAL GERAL

993

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 5


Novos caminhos – 2011 Apresentar aos PCNP de Arte envolvidos nesta fase do processo (GRA), expectativas de aprendizagem para o 1º e 2º anos do Ensino Fundamental, organizadas pelos consultores especialistas nas

diferentes

“Expectativas

linguagens

de

da

aprendizagem

Arte,

à

luz

do

para

o

ano

documento do

Ensino

Fundamental” (versão preliminar);

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 6


Propiciar Reflexões e discussões que contribuam para a construção de um Currículo de Arte - anos iniciais do EF que possibilite ao professor

especialista

ministrar

aulas

de

Arte

de

modo

significativo e competente; Propor, com base nos princípios norteadores da disciplina, conteúdos para o 1º ano, a partir das expectativas de aprendizagem apresentadas.

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 7


I Fórum “O ensino de Arte nos anos iniciais” Novembro 2011 Oportunizou aos professores que ministram aulas de Arte nos anos inicias, gestores e demais convidados, o acesso a versão preliminar das expectativas de aprendizagem definidas para compor as orientações didático-pedagógicas de Arte e que se espera os alunos alcancem ao final do 5º ano. O material em questão, foi elaborado pelos técnicos da CGEB (anos iniciais e finais), o GRA e consultores especialistas nas quatro linguagens artísticas.

GRA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 8


Orientação curricular e didática para o Ensino de Arte nos Anos Iniciais

Eixos Norteadores Arte

Competências Cognitivas

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 9


SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 10


Princípios que norteiam as Situações de aprendizagem Diálogos entre o ensino e Aprendizagem – Telma Weisz

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 11


Estrutura do documento - Cadernos do Professor • • • • • •

Créditos e ficha catalográfica Carta do Secretário Carta da Coordenadora Sumário Conversa com o professor de Arte que atua nos anos iniciais Orientações curriculares para o professor de Arte que atua nos anos iniciais  Princípios que norteiam as propostas do documento  Visão de área e concepção – Arte • Quadro de expectativas de aprendizagem do 1º ao 3º anos – 4 linguagens

Exemplo: Artes Visuais – 1º ano Introdução Expectativas de aprendizagem 1º ano Situação de aprendizagem I Expectativa(s) de aprendizagem abordada(s) Conteúdo(s) Proposição 1 Avaliação Glossário Bibliografia SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

EE Nelson Ferreira – SJCampos Profª Alessandra

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 12


Ações - 2012

Março a junho

• Finalização das proposições nas 4 linguagens artísticas 1 ao 3º anos;

• Consolidação das produções em cadernos

separados por linguagem para leitura e avaliação da equipe de Arte, consultores e equipe dos anos iniciais. (1ª versão preliminar);

• Retomada do material para reformulação e

ajustes pelos consultores e posterior entrega à consultora de conteúdos.

Orientações didático-pegagógicas – anos iniciais – Arte SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 13


Ações - 2012

Agosto

•Entrega da 2ª versão preliminar à Equipe Curricular de Arte para leitura e validação; •Orientação Técnica: agosto/2012 Publico alvo – 91 PCNP Objetivo Propiciar reflexões que contribuam para a implantação das orientações curriculares e didatico-pedagógicas de Arte - anos iniciais do EF e possibilitar aos participantes vivências que confirmem que as aulas de Arte serão ministradas de modo significativo e competente.

Orientações didático-pegagógicas – anos iniciais – Arte SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 14


Ações - 2012

Dezembro

II Fórum “O ensino de Arte nos anos iniciais” •Público alvo – 800 educadores (PCNP, Professores de Arte que atuam nos anos iniciais e Supervisores);

•Objetivo – Propiciar reflexões que contribuam para a implantação das orientações curriculares e didaticopedagógicas de Arte - anos iniciais do EF e possibilitar aos participantes vivências que confirmem que as aulas de Arte serão ministradas de modo significativo e competente.

Orientações didático-pegagógicas – anos iniciais – Arte SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 15


“É comum se conceber que a infância tem história e raro conhecer que sua arte também a tem.”

Rosa Iavelberg

Obrigada!

Equipe Curricular de Arte Carlos Povinha Kátia Bueno Pio Santana Roseli Ventrella Representante do GRA Andréia Carla Lobo SJCampos 16

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Coordenadoria de Gestão da Educação Básica

Slide 16


PPT Roseli Ventrella e Andréia Carla