Page 1

mUsica m贸vel ensemble mobile


INDICE Apresentação

P!

Performance

P2

Oficinas

P4

Justificativa

P5

Plano de Trabalho

P6

Orçamento

P9

Ensemble Mobile

P11

Links

P14


APRESENtacao s

O projeto consiste na organização de apresentações do Ensemble Mobile em diferentes locais do Brasil, juntamente com a realização de oficinas sobre temas correlatos às atividades do grupo. A performance que será apresentada se chama Música Móvel, que é um projeto de intervenções urbanas sonoras. Esta apresentação de música eletrônica experimental foi desenvolvida ao longo de 2013 pelo grupo, e envolveu a elaboração de objetos e sintetizadores de som portáteis, afim de repensar as possibilidades de como levar a música para os espaços urbanos, mediante o uso de novas tecnologias e a cultura DIY (Do It Yourself). O grupo está vinculado ao NuSom (Núcleo de Sonologia) da Universidade de São Paulo, e possui um caráter multidisciplinar, com integrantes com formação em música, computação e arquitetura. O projeto contará com a colaboração produtores locais, que também são da área de artes, para nos auxiliar com a divulgação e espaços para oficinas e performances. p1


Performance Música Móvel é um trabalho de intervenção urbana sonora. Tem como premissas: utilizar o espaço urbano como meio de difusão sonora e se apropriar de paisagens do dia-a-dia como cenário, para que dessa forma esse tipo de arte experimental possa ser acessada por um público que não é frequentador das salas de concerto, enriquecendo o diálogo entre artista e audiência. Isso é uma prática comum para outras artes, como teatro e grafiti, porém, a música eletrônica ainda é pouco explorada em intervenções artísticas na cidade devido, entre outras razões, a dificuldades técnicas. Para que esse trabalho não dependesse da aparelhagem que normalmente é utilizada em apresentações musicais (P.A., mesa de som, amplificadores,microfones e etc.), que impede a movimentação do espetáculo, optamos pelo desenvolvimento de “kits” individuais portáteis, que contivessem um sintetizador e quatro alto-falantes.

p2


Dessa forma realizamos uma grande elaboração no plano do design, construindo uma caixa de propileno dobrável que pode assumir vários formatos, sendo primeiramente uma maleta que guarda todos os componentes e pode ser facilmente transportada, e que se desdobra tornando-se um objeto de performance que expõe os circuitos do sintetizador e ocupa um espaço de quatro metros quadrados através de fios e alto-falantes. Para gerar os sons construímos um sintetizador analógico a partir de componentes muito simples que são controlados

p3

por um sistema digital, o que permite, além de uma manipulação muito precisa do som, a comunicação em rede entre os oito performers. Todo o sistema é alimentado por baterias de 9 volts. As performances acontecerão em espaços com grande fluxo de pedestres, como praças e centros comerciais (mais abaixo no projeto citamos espaços previamente escolhidos), que serão indicados pelos produtores locais. A duração das apresentações não são fixas, podendo variar de poucos minutos a algumas horas.


OFICINA As oficinas terão uma carga horária de 18h, distribuídas em três dias. Três horas na parte da manhã e três na parte da tarde. O conteúdo será constituído por tópicos que foram aplicados ao processo de criação do trabalho, sendo estes: circuit bending, luteria experimental, design interativo e computação musical. Cada participante do grupo irá preparar um trecho do workshop que tenha ligação com sua atividade desenvolvida durante o processo de composição do Música Móvel.

p4

Esses encontros terão como objetivo um público iniciante nessas práticas, e também será apresentado um conteúdo que possa aproximar participantes mais experientes. Os representantes locais serão responsáveis pela mediação com os espaços culturais onde as atividades deverão acontecer e a divulgação local.


justificativa A difusão desse projeto é importante porque ele agrega questões da arte tecnologia e cibercultura a temas da arte contemporânea e cultura brasileira. Como por exemplo a clara relação entre as obras Bichos de Lygia Clark e o nosso objeto desdobrável, que produz formas inesperadas através da interação com o objeto. Também possui similaridade com projetos de intervenção pública como os Parangolés de Hélio Oiticica e trabalhos mais recentes como as intervenções em painéis publicitários de Giselle Beiguelman, que quebram a rotina e alteram a percepção daqueles que transitam pelos mesmos espaços urbanos diariamente.

p5

Outro ponto que e o projeto coloca em destaque é a utilização de gambiarras e conhecimento popular, inseridos na cultura hacktivista, para o desenvolvimento de trabalhos artísticos, que também é uma característica encontrada em outros coletivos brasileiros como o Chelpa Ferro, e é um fator que aproxima o público da performance e ressignifica objetos do cotidiano. Todos esses conceitos serão amplamente explorados nas oficinas, para que essas práticas sejam difundidas e influenciem a produção cultural de outras partes do Brasil. Acreditamos que iniciativas como essa, que envolvem exposição de trabalhos e oficinas, contribuem para o desenvolvimento da arte no território nacional, tanto para a criação de público de arte contemporânea quanto para o surgimento de novos artistas.


PLANO DE TRabalho O plano de trabalho começa em Maio com a pré-produção: agendamentos,divulgação, preparação de material e conteúdo para os workshops e últimos ajustes nos objetos da performance. As viagens serão feitas entre Setembro de 2014 e Junho de 2015, visitando 10 cidades de diferentes estados do Brasil. Viajando para uma cidade a cada mês, e passando o período de 4 dias em cada local.

Como foi dito previamente, cada cidade contará com um, ou mais, produtores locais da área artes, para nos auxiliar selecionando locais para as performances e oficinas, e fazendo a divulgação local.

cidades, Parceiros, Locais para oficinas e performances: Local: Belo Horizonte Parceiros locais: Henrique Iwao / Fred Paulino Sugestão de local para oficinas: Espaço UFMG / Oi Kabum! Sugestão de locais para apresentações: Viaduto Santa Teresa / Praça da Savassi Sugestão de período: Setembro 2014

Local: São Carlos Parceiros locais: UFSCar Sugestão de local para oficinas: UFSCar Sugestão de locais para apresentações: Praça do Mercado Sugestão de período: Outubro 2014

p6


Local: Santarém Parceiros locais: Paulo Lima / Pontão de Cultura Digital do Tapajós Sugestão de local para oficinas: Pontão de Cultura Digital do Tapajós Sugestão de locais para apresentações: Praça Central Sugestão de período: Novembro 2014

Local: Porto Alegre Parceiros locais: Marcelo Birck Sugestão de local para oficinas: Instituto Goethe / Casa de Cultura Mário Quintana / Ateliê Subterrânea Sugestão de locais para apresentações: Brique da Redenção / Mercado Público de Porto Alegre / Rua dos Andradas (Rua da Praia) Sugestão de período: Dezembro 2014

Local: Recôncavo Baiano - Cachoeira e São Félix Parceiros locais: Jarbas Jácome Sugestão de local para oficinas: Lyra Ceciliana de Cachoeira (http://www.lyraceciliana.com.br/) Sugestão de locais para apresentações: Cadeia Pública / Centro Cultural Danemann (São Félix) Sugestão de período: Janeiro 2015

Local: Recife Parceiros locais: H.D. Mabuse (Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife - CESAR) Sugestão de local para oficinas: Porto Musical? / UFPE Sugestão de locais para apresentações: Mercado de São José / Praça do Carmo (Olinda) / Mercado da Madalena Sugestão de período: Fevereiro 2015

p7


Local: Fortaleza Parceiros locais: Emiliano Ponzo Sugestão de local para oficinas: Centro Cultural Dragão do Mar Sugestão de locais para apresentações: Ponte dos Ingleses - Praia de Iracema / Mercado Central de Fortaleza Sugestão de período: Março 2015

Local: Brasília Parceiros locais: Carlos Andrade Sugestão de local para oficinas: HackLab UnB Sugestão de locais para apresentações: Rodoviária / Praça dos Três Poderes / Catedral de Brasília Sugestão de período: Abril 2015

Local: João Pessoa Parceiros locais: José Henrique Padovani (UFPB) Sugestão de local para oficinas: UFPB Sugestão de locais para apresentações: Feira do Hotel Tambau / Mercado Central / Ponta do Seixas. Sugestão de período: Maio 2015

Local: Rio de Janeiro Parceiros locais: Paulo Dantas (UNIRIO) / Guilherme Foguete Sugestão de local para oficinas: Plano B / Audio Rebel / Coletivo Nuvem / Parque Laje / Comuna Sugestão de locais para apresentações: Largo da Carioca / Praça dos Arcos / Praça XV / Casa de Cultura de Paquetá Sugestão de período: Junho 2015 p8


s

Orcamento Orçamento – Música Móvel

R$ 500,00

R$ 20.000,00

set-14 set-14

set-14

INÍCIO

INÍCIO jun-14 set-14 set-14

TÉRMINO set-14

jun-15 jun-15

jun-15

TÉRMINO

TÉRMINO jun-15 jun-15 jun-15

Valor de referência: Diária de aluguel de van em São Paulo – novembro de 2013

OBS.

OBS.

Proponente: André Damião Bandeira

1

R$ 22.400,00 R$ 10.000,00 R$ 52.400,00

INÍCIO set-14

out-14

R$ 8.121,60 R$ 6.768,00

R$ 3.000,00 R$ 300,00 R$ 80.000,00 R$ 83.300,00

Orçamento Analítico PRÉ-PRODUÇÃO / PREPARAÇÃO Produtor Artístico Produtor Executivo Cachês Artísticos Sub-Total Pré-Produção/ Preparação

unidades

R$ 70,00 R$ 1.000,00

R$ 4.000,00

out-14

R$ 253,80 R$ 211,50

R$ 3.000,00 R$ 300,00 R$ 1.000,00

1 1.1 1.2 1.3 PRODUÇÃO / EXECUÇÃO

40

1 1

R$ 250,00

R$ 832,00

nov-14 dez-14 jan-15 fev-15 mar-15 abr-15 mai-15 jun-15

1 1 1

2 Translados locais

unidades cachê

1

R$ 52,00

nov-14 dez-14 jan-15 fev-15 mar-15 abr-15 mai-15 jun-15

projeto meses unidades

2.1

320 10

Unidades

1

R$ 16.000,00 R$ 6.400,00 R$ 8.000,00 R$ 11.200,00 R$ 9.600,00 R$ 4.800,00 R$ 12.800,00 R$ 4.000,00 R$ 77.632,00

1 1 80

2.2 2.3

16

Unidades

R$ 1.000,00 R$ 400,00 R$ 500,00 R$ 700,00 R$ 600,00 R$ 300,00 R$ 800,00 R$ 250,00

4 4

OBS.

Não serão utilizadas passagens aéreas neste trecho

OBS.

Diárias de Alimentação Produtores Locais Sub-total Passagens aéreas Local 1 - Belo Horizonte 16

1 1 1 1 1 1 1 1

2.4

Local 2 – São Carlos

Unidades Unidades Unidades Unidades Unidades Unidades Unidades Unidades

Unidades Unidades

TÉRMINO set-14 out-14

16 16 16 16 16 16 16 16

8 8

INÍCIO set-14 out-14

Local 3 - Santarém Local 4 - Porto Alegre Local 5 - Recôncavo Baiano Local 6 - Recife Local 7 – Fortaleza Local 8 – Brasília Local 9 – João Pessoa Local 10 – Rio de Janeiro Sub-total Passagens 2.5

Hospedagem Local 1 - Belo Horizonte Local 2 – São Carlos

p9


p10


ensemble mobile O Ensemble Mobile é um grupo de performance musical experimental surgido a partir de um grupo de estudos em computação criativa coordenado por André Damião na USP (Universidade de São Paulo) desde 2011. O grupo faz parte do Núcleo de Sonologia (NuSom) sediado na Escola de Comunicação Artes e coordenado por Fernando Iazzetta. O ensemble é constituido por compositores, engenheiros, programadores, artistas visuais e arquitetos, que apesar de terem formações distintas, compartilham interesses em arte digital e tecnologias envolvidas no processo de criação.

integrantes André Damião é graduado em Música Eletroacústica, pela UNESP, cursa o Mestrado sobre Mobile Music na USP e é artista representado pela galeria carioca TechArtLab. Trabalha como compositor, performer e dá oficinas sobre música eletrônica experimental. Borys Duque é graduado em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, e está terminando o curso de Composição na ECA. Atua nos campos de cenografia, maquetes e recentemente terminou um trabalho teórico sobre arte sonora.

p11


Missionário José é Mestre em Musicologia pela USP - Universidade de São Paulo, músico e produtor musical em atividade desde os anos 1990. Atualmente pesquisa Luteria Experimental e toca baixo elétrico com a Lulina e o Mombojó, e ministra cursos e oficinas na área de Tecnologia Musical.

Antonio Goulart Estudou engenharia elétrica, focando em processamento digital de áudio. Atualmente faz doutorado na área de computação musical, trabalhando com síntese sonora e live coding.

Magno Caliman Compositor formado pela Escola de Música da UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro, atualmente faz mestrado em Sonologia pela USP . Atua na área de música experimental, com interesse em tecnologia musical, artemídia, e estudos do som musical aplicados à composição.

Denise Hiromi Aoki Graduanda em Licenciatura em Música pela Universidade de São Paulo; Graduada em Naturologia pela Universidade Anhembi Morumbi (2006); Atua nas áreas de análise musical, de música eletroacústica e de música tradicional japonesa. p12


Marcos Luis Duarte É graduado em Engenharia Elétrica, com especial interesse em redes de computadores, DSP e acústica, e também em Música - Composição. Atualmente é mestrando na USP - Universidade de São Paulo, onde desenvolve um trabalho de pesquisa sobre métodos composicionais assistidos por computador e suas aplicações na música espectral. Kooi Kawazoe Formado no curso de Música - Composição pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, iniciou seus estudos na música no Conservatório Souza Lima no curso de guitarra. No ano de 2008 começou a estudar Shamisen com a professora Tamie Kitahara e em 2013 passou dois meses no Japão realizando estudos orientados pelas professoras Kazuko Nakashima e Utaki Kakui.

p13


LInks NuSom (Núcleo de Sonologia): http://www2.eca.usp.br/nusom/ Ensemble Mobile (videos): http://vimeo.com/ensemblemobile Ensemble Mobile (fotos): http://tinyurl.com/ln3lzvf André Damião: http://andredamiao.com Magno Caliman: http://magnocaliman.com/ Missionário José: http://www.jardelmusic.com/ Antônio Goulart: http://www.ime.usp.br/~ag/

p14

MusicaMovel projeto  

Ensemble Mobile

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you