Page 1

15

33 Anos da Cidade

Comentários de quem viveu aquela época (postados em www.andrebrito.wordpresss.com)

É

Por André Brito Todos os meses o JO trará para você, aqueles eventos, aqueles discos, aquelas músicas e aquelas cenas dos anos 1980 e 1990 que você nem lembrava.

Pegando carona no que eu disse na página 3, vou contar um pouco sobre a história da cidade, mais especificamente, a vida artística, desde os primórdios. Mas lembrando que é apenas a minha visão da coisa, as minhas primeiras lembranças e tudo de uma forma resumida. Claro que é muito mais do que isso que vou relatar abaixo.

Lazer e cultura na Cidade Ocidental de antigamente Até o final da década de 1980, a cidade era apenas um núcleo. Finalmente no ano de 1989, elevou-se à categoria de Distrito de Luziânia. Nos endereços de correspondência, era imprescindível colocarmos: Cidade: Luziânia. Bairro: Cidade Ocidental. Fato que irritava e atrapalhava qualquer morador. Enquanto isso, os cidadãos iam se mobilizando. Seja politicamente ou buscando formas de diversão. Frente à falta de opções de lazer, clubes noturnos surgiram e desapareceram. Alguns marcaram época. O pioneiro foi o Clube Vem Viver, localizado na SQ 13. O local reunia centenas de jovens em busca de diversão. Na época, final da década de 1980, os ritmos do momento eram o Funk e o Rock’n’Roll,

com destaque para as bandas nacionais que estavam surgindo na ocasião. Havia outros locais na cidade, mas convém citar apenas os mais populares. Entre bailes, shows e concursos de dança, as brigas começaram a ficar freqüentes nesses locais. Fato comum para lugares de grande rotatividade de pessoas. Mais tarde, o clube foi arrendado por Cid e Gina Lima. Pessoas bastante conhecidas por sua orientação política e seu envolvimento com o futebol e a educação local. O estabelecimento ganhou novo nome. Passou a se chamar Hollyday. E com isso ganhou notoriedade fora dos limites do futuro município por sua diversidade de eventos. Houve a realização de desfiles, matinês, concursos de dança,

Foto: André Brito

Jornal Ocidental | Dezembro de 2009

shows de artistas nacionais e de festivais de bandas locais. Outros estilos também se destacavam. O Rock também marcou época. Simultaneamente ao advento de Legião Urbana e outros, a banda Nomes Feios surgiu para uma longa carreira. Marcelo, mais conhecido como “Zumby” foi o idealizador. Graduado em Estatística pela UnB, chegou a organizar e manter, junto com Roca Melo, o Grupo Guararapes de Escotismo. Uma alternativa ao conhecido ócio de nossa cidade e uma iniciativa inovadora que não encontrou par em nossa Cidade até hoje. São os moradores de nossa cidade buscando soluções e incentivando gerações a combater os males da sociedade “moderna”.

com muito prazer que lhes escrevo para ressaltar nesse pequeno trecho o quão interessantes foram os diversos movimentos da Cidade Ocidental e em todas as suas vertentes. A ebulição do Funk e Rock em profusão. A arte teatral e musical, do Rock ao Heavy Metal. Do Grupo Suburbios aos Demo’s… muita coisa boa rolou. E deixa saudade.. assim como o DJ Marinho, que deus o tenha ao seu lado fazendo festas. Um abração professor e que continuem iluminando o caminho dos nossos jovens, unindo corações e mentes em prol de um mundo melhor, mais justo e mais gostoso de viver. Marcelo Zumby

M

eu caro André, louvável a iniciativa de divulgar e levar a informação da história da nossa querida Cidade Ocidental. Você é, com certeza, o único a fazer isso. Parabéns pelo desprendimento e pela iniciativa. A título de contribuição e para que a informação seja a mais correta, a primeira casa noturna da cidade não foi o Vem Viver e sim a Discoteca do Honorato (SQ 11)e a segunda foi a Zum-Zum (SQ 12). Valeu André e é isso ai, não deixe a nossa história morrer. Sidney Araújo arabéns André! Antes das discotecas nós íamos as “Festinhas” na 11, 15 ,etc produzidas pelo Régis, Rocha e Cia e não podemos deixar de fora o Sambaqui (atrás da antiga rodoviária). Vereador Marcelo Araújo

P

Abaixo, foto do local que abrigou vários clubes como o antigo Vem Viver, que depois virou Hollyday, Point e Nostalgia Drinks, que foram palcos de muitas ilusões, alegrias, tristezas, momentos de glória, reconhecimento por trabalhos bem feitos, desfiles organizados pelo Jornal Ocidental e outros empresários, prêmios concedidos ao comércio local, também foi palco de violência, brigas memoráveis mas esquecíveis, festas de carnaval, de Reggae, de Rap, de Samba, de Rock, show de Biafra, Jorge Aragão, Thaíde e DJ Hum, Sampa Crew, Mixmania com Celsão, casais encontraram o amor de suas vidas, casais se separaram, casais brigaram, filhos foram concebidos não ali, mas depois de uma noite alegre e quente. Enfim, lugar histórico!

http://andrebrito.files.wordpress.com/2010/02/jornalocidental_dezembro_2009  

http://andrebrito.files.wordpress.com/2010/02/jornalocidental_dezembro_2009.pdf

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you