Issuu on Google+

www.jornalocidental.com.br

Ano XVIII Nº 268

1º QUINZENA DE OUTUBRO DE 2010

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Fundado “Sem Nome” em 25 de agosto de 1991 por David Budin 1951 - 1998 e Maria Madalena 1955 - 2007

No legislativo, apoio do governo municipal elege senadores e deputados Página 3

CIDADE | 6

BRASÍLIA/DF | 7

OPINIÃO | 2

CULTURA | 8

Entrega de enxovais às futuras mamães de Cidade Ocidental é coordenado pela primeira-dama e secretária de Assistência Social, Fernanda Batista.

Weslian Roriz, candidata ao Governo do Distrito Federal, recebe o importante apoio do atual governador Rogério Rosso e parte para o 2º turno confiante

Cidadania é o tema do editorial escrito por Saulo Budin. As eleições deste ano foram positivas em mostrar o poder do voto ocidentalense

O segundo CD do grupo de rap Original Gueto é o tema da coluna de André Brito. O movimento hip hop e as iniciativas do grupo no município são destaque

Hora de decidir ELEIÇÕES 2010

O segundo turno na disputa para o governo de Goiás já era esperado. Candidatos fortes, Marconi Perillo (PSDB) e Íris Rezende (PMDB) agora travarão uma batalha pessoal pelo comando de um dos estados com maior potencial de crescimento no país. Ambos terão uma plataforma de campanha bem parecida: relembrarão o que fizeram no estado e atacarão um ao outro com números de erros passados. Página 4

jornalocidental@gmail.com | jornalocidental@gmail.com | jornalocidental@gmail.com | jornalocidental@gmail.com | jornalocidental@gmail.com


2 Opinião Editorial Saulo Budin

jornalocidental@gmail.com

Cidade Ocidental dá aula de cidadania Não é todo mundo que tem vontade de sair de casa num domingo, enfrentar fila para votar e voltar para casa em meio à sujeira de santinhos e cartazes pela rua. Apesar disso, o ocidentalense deu um grande exemplo de cidadania nas eleições do último dia 3 de outubro e foi às urnas com vontade. Um pouco do progresso por que passa a nossa cidade pode ser creditada à sabedoria do cidadão de Cidade Ocidental no momento de ir às urnas. Claro, nada é 100%, mas os eleitores do município tem mostrado que não são só os acertos políticos que dão crédito ou descrédito para quem disputa o voto, a vontade popular continua como rainha soberana do processo

eleitoral. Isso se mostra nas atitudes de jovens e adultos votantes. Na zona rural, de onde o Jor-

PENSÃO PARA EX-MULHER

res dos pais em relação aos filhos, nem importará em restrições aosseus direitos e deveres. E de acordo com o art. 1.708 do Código Civil, é necessáriolembrar também que o novo casamento do cônjuge devedor não extingue a obrigação constante da sentença de divórcio. Portanto, não haverá qualquer alteração nos seus direitos e deveres decorrentes da separação e divórcio. As pensões continuarão as mesmas.A sua obrigação somente cessará com o casamento, a união estável ou o concubinato da sua ex-mulher. Portanto, se sua ex-mulher vier a casar ou constituir uma união estável ou concubinato, você poderá pedir judicialmente a exoneração da pensão destinada a ela. Mas, ainda assim não haverá alteração em relação à pensão destinada a sua filha. É bom registrar que, eventualmente, ainda é viável a prestação alimentar a filhos maiores desde que, apesar de atingida tal condição, subsista a necessidade do suprimento a

Sou separado judicialmente há um ano e seis meses e pago pensão para a minha ex-mulher, porque ela não trabalha, e para uma filha, atualmente com dezessete anos. Gostaria de saber se já posso me divorciar e, se eu me casar novamente, como ficariaminha situação com as pensões que pago atualmente? K.L.M FRIBURGO Caro K.L.M Você já pode requerer o divórcio. O divórcio por conversão, como é o seu caso, épossível após decorrido um ano da sentença da separação judicial ou da decisãoconcessiva da medida cautelar de separação de corpos. Entretanto, de acordo comos Arts 1.579 e 1.580 do Código Civil o novo casamento do divorciado não modificaráos direitos e deve-

Foi bonito comprovar que o futuro da cidade está nas mãos de jovens que sabem da importância do voto

nal Ocidental também acompanhou o domingo de eleição, viu-se muitos senhores acima dos 60 anos de idade, quando já não são obrigados a votar, exercendo o seu papel de cidadão. Caminhando com dificuldade, amparados por filhos e netos, os idosos enfrentaram o sol forte e foram

fazer valer a sua opinião. Na outra extremidade, os jovens se envolveram como nunca neste processo eleitoral. Os que não entraram de cabeça na campanha, se mostraram conscientes na escolha de seus candidatos, especialmente nos que apresentaram propostas inovadoras e ligadas aos sonhos da juventude. Foi bonito comprovar que o futuro da cidade está nas mãos de jovens que sabem da importância do voto. Fomos vitoriosos, sim. Muito mais do que os candidatos a quem demos nossos votos de confiança. Mostramos a evolução política do povo de Cidade Ocidental e nadamos contra a corrente da politicagem. Parabéns a todos nós.

cargo do alimentante, tendo este condição de prestá-la. A necessidade do suprimento desaparece quando, cessada a incapacidade, o filho passe a desenvolver atividades remuneradas. Contudo, claro, em qualquer época você poderá propor a revisão de pensão ou até a exoneração se surgirem quaisquer outros motivos de ordem legal. A lei estabelece que depois de fixados os alimentos, se sobrevier mudança na situação financeira de quem os supre, ou na de quem os recebe, poderá o interessado reclamar ao juiz, conforme as circunstâncias, exoneração, redução ou majoração do encargo. Boa Sorte ! CHEQUE SEM FUNDOS Emprestei um cheque para um amigo meu, e ele não cobriu o cheque, assim o cheque foi devolvido duas vezes e meu nome incluso no CCF. O problema é que ele foi embora de Cidade Ocidental e não encontro quem

Editoriais | Análises | Economia | Crônicas

Felipe Chiavegatto felipe.chiavegatto@gmail.com

SÔNIA CHAVES SURPREENDE Não que ela não seja uma escelente política, mas a ex-prefeita de Novo Gama, Sônia Chaves (PSDB) surpreendeu com uma votação expressiva: 35.486 votos no estado. Agora a tucana estará fazendo seu ótimo trabalho na Assembleia Legislativa com a moral de mais de 35 mil eleitores. CONFIANTES Em contrapartida, as candidatas Joanita e Sandra Milagres, ambas da coligação PSOL/PSTU tivaram cada uma, tchan, tchan, tchan tchan... um voto para deputado estadual. Somente elas confiaram nelas mesmas. Será que a famílias dessas senhoras deu de viajar logo no dia da eleição? PT FRACO NO ENTORNO O Partido da Dilma, a Weslian Roriz do Lula, emplacou quatro deputados estaduais. Nenhum deles, porém, sabe para que lado fica o Entorno de Brasília. Como sempre, a representatividade do PT por aqui anda pífia. POR FALAR EM RORIZ Tem gente comemorando o segundo turno em Brasília. Tudo porque a mulher do Roriz, que disse que defenderia a corrupção, conseguiu atrapalhar a vida do Agnelo (PT). É Dilma presidente, Weslian governadora... ô Tiririca, vem pra Brasília, vem!

esta com meu cheque, e não posso continuar nesta situação. O que devo fazer? H.S Cidade Ocidental Querida H.S . Essa é uma situação mais comum do que você pensa, hoje em dia temos boa vontade de ajudar e muitas vezes nos prejudicamos por uma boa ação. Primeiro passo é tirar uma certidão no cartório de protestos e se o cheque foi protestado, o cartório tem os dados completos no credor original ou alguma empresa de cobrança, você deverá procurálo e saldar a divida. Se não foi protestado, você deve fazer um anúncio em um jornal de grande circulação dizendo que está a procura do tal credor citando o nome do credor, o número e o valor do cheque. Com essas informações em mãos ( Certidão Negativa de Protesto e Anúncio

no Jornal ) poderá tentar junto ao banco central a regularização do cheque.Se dessa forma não foi possível encontrar o responsável pela dívida, o próximo passo é ir ao Juizado Especial Cível. Se o cheque ainda estiver em seu período de vigência – seis meses – é possível fazer um depósito judicial e pedir a tutela da dívida. O Juizado, nesse caso, fica responsável por emitir documentos para os bancos, buscando a empresa pelo CNPJ. Se o cheque já estiver prescrito, é necessário pedir uma declaratória de inexistência da dívida. Em ambos os casos, vá ao Juizado munido de todos os documentos que ajudem a comprovar que você tentou e não conseguiu pagar a dívida. Para valores até 20 salários mínimos, o consumidor não precisa contratar advogado. E aprenda a não emprestar mais cheques, pois sea pessoa não zela pelo nome dela, com certeza não irá zelar pelo seu. Boa Sorte !

Jornal Ocidental | Outubro de 2010


Política 3

Campeões de votos

tiveram o apoio de Alex Batista O empenho do prefeito Alex Batista (PR) em favor dos seus candidatos a deputado estadual e federal deu resultado. Cristóvão Tormin (PTB) e Sandro Mabel (PR) foram eleitos com votações expressivas e podem agradecer parte dessa votação ao trabalho de Alex tanto em Cidade Ocidental quanto em outras cidades do Entorno. O prefeito de Cidade Ocidental entrou de corpo e alma na campanha dos parlamentares, um pouco pela amizade, um pouco pela gratidão e muito pela confiança no trabalho de ambos em esferas diferentes. “Eles já demonstraram que estão dispostos a contribuir com o desenvolvimento da nossa cidade”, justificou o prefeito. Alex disse ainda que o trabalho para a reeleição dos parlamentares foi vitorioso porque ambos tem serviços prestados no município. “Eu nunca traria nomes estranhos à nossa população. Apoiei Sandro, Cristóvão e Sônia Chaves por que sei que eles se preocupam com a nossa região”, disse. Outro nome apoiado pelo prefeito e vitorioso nesta eleição foi o do senador Demóstenes Torres. O democrata estourou as urnas com mais de dois milhões de votos. Lúcia Vânia, em segundo lugar e também apoiada pelo prefeito Alex, amealhou mais 1,4 milhão de votos em todo o estado. A tucana tem como suplente o advogado Hyulley Machado, velho conhecido de Cidade Ocidental. O candidato ao governo do estado apoiado pelo prefeito ficou em terceiro lugar na votaçaõ geral e, segundo analistas, deve ser o fiel da balança para a definição do segundo turno entre Iris Rezende e Marconi Perillo, já que sua votação também foi expressiva em todo o estado, especialmente em Cidade Ocidental.

Demóstenes Torres (DEM)

Lúcia Vânia (PSDB)

2.158.812 1.496.559 votos

Cristóvão Tormim (PTB)

148.687

36.474

votos

votos

Planalto aproxima Vanderlan de Iris

A discussão de qual candidatura será apoiada por Vanderlan Cardoso (PR) neste segundo turno das eleições em Goiás passou por Brasília. Acompanhado do governador Alcides Rodrigues (PP), de Jorcelino Braga (PP) e do deputado federal reeleito Sandro Mabel, presidente do PR de Goiás, Vanderlan se reuniu com o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e o chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Olavo Noleto.

Jornal Ocidental – Fundado “Sem Nome” em 25 de agosto de 1991 por David Budin (1951-1998) e Maria Madalena (1955-2007) Diretor Presidente e Editor Geral Saulo Budin saulobudin@jornalocidental.com.br Vice Presidente Darla Budin

votos

Sandro Mabel (PR)

A pauta da reunião incluiu o apoio e o engajamento do governador e de Vanderlan na campanha da presidenciável Dilma Rousseff (PT) e o apoio do grupo à campanha de Iris Rezende (PMDB) em Goiás. Uma fonte informou que a conversa sobre a campanha no Estado ficou bastante avançada e o apoio de Vanderlan a Iris depende de uma conversa entre os dois, que pode ter acontecido ainda ontem. Vanderlan foi convidado para participar da coordenação nacional da campanha de Dilma junto

Editor de Educação e Cultura André Brito andrebrito@jornalocidental.com.br Editor Geral do Site André Brito Projeto Gráfico (Jornal Impresso) André Brito Colaboradores Felipe Chiavegatto

Jornal Ocidental | Setembro de 2010

ao segmento evangélico. “Vanderlan e todas as lideranças que estavam com ele demonstraram engajamento e fidelidade à Dilma. Sobre Iris, não ficou fechado, mas falamos de ponto importante, como por exemplo a falta de afinidade do grupo com o candidato Marconi Perillo (PSDB)”, disse a fonte. A interferência do Palácio do Planalto na campanha em Goiás ficou ilustrada em um encontro “constrangedor”, segundo um interlocutor, nos corredores. O grupo que acompanhava Vander-

Reportagem (61) 9245-1588 Entre em contato: (61) 3605-3082 | 9179-7047 contato@jornalocidental.com.br

lan topou com Mauro Miranda (PMDB), fiel aliado de Iris, e o prefeito de Goiânia Paulo Garcia (PT), que também tratavam do segundo turno Estado. Ainda em Brasília, Alcides tratou de assuntos relativos à Celg. Segundo informações, a operação de saneamento das contas da estatal estaria totalmente concluída, faltando apenas procedimentos burocráticos e uma operação dentro da própria Celg para o governador divulgar detalhes e o resultado final.


4 Eleições 2010 Quem vai rir por último? FELIPE CHIAVEGATTO Especial para o JO

O segundo turno na disputa para o governo de Goiás já era esperado. Candidatos fortes, Marconi Perillo (PSDB) e Íris Rezende (PMDB) agora travarão uma batalha pessoal pelo comando de um dos estados com maior potencial de crescimento no país. Ambos terão uma plataforma de campanha bem parecida: relembrarão o que fizeram no estado e atacarão um ao outro com números de erros passados. Contra Íris, pesam principalmente o desmonte do Banco do Estado de Goiás (BEG) e o populismo pregado na Prefeitura de Goiânia. Marconi responderá pelos elefantes brancos pelo estado e pelas acusações que se tornaram públicas no ano passado. Mas, nada impede que novos escândalos – fabricados ou não – apareçam para apimentar a campanha. O grande peso, porém, fica com um nome que até três meses atrás parecia desconhecido de grande parte do estado. O fiel da balança se chama Vanderlan (PR). O candidato surpreendeu com números crescentes duran-

O próximo governador deve se preocupar com propostas e deixar o populismo para Lula e Dilma

te toda a campanha e hoje já é seduzido pelo Palácio do Planalto para dedicar seu apoio a Íris, numa forte ofensiva do presidente Lula contra o tucanato do qual faz parte Marconi Perillo. Ao que tudo indica, Lula e seus correligionários devem convencer Vanderlan. O presidente do PR, deputado reeleito Sandro Mabel, está empenhado na aliança e a perda de estados importantes por parte do PT – como São Paulo e Minas – deve forçar o presidente da República a intensificar o envio de recursos para a campanha do PMDB em Goiás.

Com a aliança junto a Vanderlan conquistada, o desafio do PMDB é traçar uma estratégia de transferência de votos do republicano para Íris Rezende. Tarefa difícil do ponto de vista ideológico, já que o eleitor de Vanderlan enxergou no candidato a mudança, a quebra de um regime dominado por peemedebistas e tucanos. Neste ponto, Marconi leva vantagem. Os apoios a ele nos municípios são fortes e estão presentes nas mais importantes cidades goianas. Ainda pesa em seu favor o serviço prestado ao Entorno de Brasília e as inova-

ções na agropecuária em todo o estado, o que fez de Goiás um dos principais estados produtores do cenário nacional. O que decidirá esta eleição, com o cenário acima descrito, serão as propostas. O povo goiano não espera eleger um governador que, como o PT, tenha como carro chefe o auxílio aos pobres, mas que pense no estado como um vetor da economia nacional e, por conseqüência, um transformador da realidade econômica do estado e de seus municípios. O desenvolvimento chegou a Goiás e quem apostar no populismo de Lula morrerá na praia.

ARTIGO

ANDRÉ BRITO

O lixo nosso de cada eleição O domingo eleitoral em Cidade Ocidental transcorreu sem maiores tumultos. Os eleitores encheram as ruas da cidade rumo aos seus locais de votação, a maioria nos colégios e escolas da Cidade. A sujeira feita pelos cabos eleitorais na noite anterior já faz parte da tradição política na cidade. Um leitor mais atento dirá que no país todo é assim e com razão. E pelo andar da carruagem verificamos que será assim por muito tempo, pois apenas a imprensa parece se importar com o fato. Os cabos eleitorais, ao que tudo indica, armazenam material de campanha em casa, para apenas no último dia despejar tudo na rua. São resmas inteiras de cartazes, tamanho grande, jogada para fora dos carros em direção ao asfalto, ainda no inicio da noite do sábado. As calçadas amanhecem intransitáveis, sendo difícil inclusive abrir os portões das casas. Por que não doar tamanha quantidade de papel às cooperativas de reciclagem? Seria o papel social do candidato transformado em ação social.

Jornal Ocidental | Outubro de 2010


Jornal Ocidental | Outubro de 2010


6 Nossa Cidade Primeira dama entrega enxovais a futuras mães A primeira-dama de Cidade Ocidental, Fernanda Batista, fez mais uma entrega de enxovais a 17 gestantes do município. Através de cadastros prévios na Secretaria de Assistência Social, mais de 70 mães foram contempladas até setembro deste ano. Nesta última reunião entre Fernanda Batista e as futuras mamães, ocorrida dia 24 de setembro, a primeira-dama entregou kits comprados com recursos próprios da Prefeitura de Cidade Ocidental, o que demonstra a preocupação do governo em manter o funcionamento do programa mesmo quando não há recursos externos. De acordo com Fernanda, o programa já virou tradição no município e as gestantes já contam com o benefício desde o início da gravidez. “Não poderíamos deixar as mães sem

FIQUE POR DENTRO

FERNANDA BATISTA: ENTREGA DE ENXOVAIS COM RECURSOS PRÓPRIOS

esse benefício, por isso fiz gestão junto ao prefeito para que o nosso governo garantisse a entrega dos enxovais com recursos próprios”, disse a primeira-dama e secretária de Assistência Social. Os kits entregues são compostos de banheira, dois pacotes

de fralda descartável, luvinhas, meias, sabonete infantil, coeiros, roupinhas, lenços umedecidos e fraldas de pano. Para as próximas entregas, Fernanda Batista já garantiu incrementar ainda mais o kit com colônia infantil e pomada contra assaduras.

O benefício da entrega de enxovais pela Prefeitura de Cidade Ocidental é estendido a todas as mães do município. A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) auxilia na montagem dos kits e o governo de Cidade Ocidental garante a entrega. Para se inscrever, basta procurar a Secretaria de Assistência Social de Cidade Ocidental, de segunda a sexta, de 8h às 14h, e levar os documentos pessoais e o Cartão da Gestante.

NOTA DA REDAÇÃO O Jornal Ocidental vem a público repudiar os fatos ocorridos no último dia 3 de outubro, dia das eleições, quando a ex-prefeita de Cidade Ocidental, Sônia Melo, participou da agrassão covarde sofrida pela Secretária de Indústria, Comércio e Turismo, Kariny Nogueira, em frente à Escola Estadual Jorge Amado. Motivada por brigas eleitorais, Sônia Melo e mais duas pessoas ofenderam membros do atual Governo e partiu para a agressão física contra Kariny Nogueira. Em mais de 18 anos como defensor da população ocidentalense, o Jornal Ocidental jamais deixará de emitir sua opinião contrária ao livre exercício da democracia e, com efeito, acredita que tal atitude seja por demais patética, especialmente vindo de uma senhora que já ocupou o cargo mais alto do Poder Executivo desta cidade.

Os incidentes de sempre

Apesar da lei seca, que os bares sempre burlam, vendendo bebidas alcoólicas pela porta dos fundos e outros pela porta da frente mesmo, os bêbados marcam presença nas eleições. Não importa a hora, de manhã ou à tarde eles adentram a seção eleitoral, com seus documentos rasgados, amassados, pisoteados e fazem valer sua obrigação: “vou votar no Sarney” disse um, em alusão ao ex-presidente e atual Senador da República, José Sarney (PMDB). “Quem é o candidato, é o Lula de novo?” perguntou outro atualizadíssimo eleitor etílico. Outros peregrinam pelas seções em busca do local correto de votar. Em geral aqueles que só aparecem na cidade para fazer valer seu dever de cidadão votante. Na seção 76, uma eleitora turista procurava a seção 134. Disse já haver passado por

diversos colégios e ninguém informava. Mas invariavelmente os mesários diziam para procurar o cartório eleitoral que funciona em todos os dias de pleito em regime de plantão. A teimosa eleitora, embora aparentasse 60 anos de idade, trajava-se de shortinho minúsculo, deixando à mostra as pernas maravilhosamente pelancudas, insistiu na reclamação e disse que não iria a nenhum cartório, pois não sabia onde era embora certamente tenha passado na frente quando se dirigia ao centro da cidade. Deve estar procurando até hoje sua seção. Os candidatos da cidade A cada eleição nossos candidatos vão ganhando mais confiança para se lançar aos cargos de Deputado Estadual e mesmo a Deputado Federal. A eterna viúva do ex-prefeito Plínio Araújo, que foi condenado

postumamente a devolver mais de 1 milhão de reais aos cofres públicos por irregularidades na sua gestão (é claro que o TCU sabe de seu falecimento), também concorreu em 2006 e perdeu, embora tenha tido expressiva votação. Esse ano, Paulo Rogério (PT), atual vereador que se encontra em meio a um turbilhão de denúncias de enriquecimento ilícito e de ter se beneficiado irregularmente com o PROUNI, segundo denúncia do Ministério Público, também se lançou ao pleito com a intenção de ser Deputado Estadual, porém alcançando apenas o 172ª colocação, com quase 3 mil votos. Giselle Araújo (PTB), em sua segunda candidatura, onde até cabos eleitorais mirins foram utilizados, distribuindo santinhos em sala de aula, alcançou a 104ª posição.

Jornal Ocidental | Outubro de 2010


Brasília/DF 7

Weslian vai para o segundo turno

com o apoio de Rogério Rosso

O candidato Agnelo Queiroz (PT) terá no segundo turno da eleição para o governo do Distrito Federal o apoio dos senadores eleitos Cristovam Buarque (PDT) e Rodrigo Rollemberg (PSB). A adversária do petista, Weslian Roriz (PSC), contará com a adesão do atual governador do DF, Rogério Rosso (PMDB). Rosso visitou a casa de Weslian Roriz depois de ter sido confirmada a realização do segundo turno. Embora pertença ao PMDB, partido do vice de Agnelo, Tadeu Filippelli, o atual governador declarou “total apoio” à candidata do PSC. Weslian assumiu a candidatura no dia 24 deste mês, no lugar do marido Joaquim Roriz, enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Roriz renunciou

à candidatura depois de o julgamento no Supremo Tribunal Federal a respeito da validade da candidatura dele terminar empatado em 5 a 5. No primeiro turno, neste domingo, Agnelo recebeu 48,41% dos votos válidos e Weslian, 31,5%. Embora fosse ela a candidata e como não houve tempo para a substituição, na urna eletrônica apareceram o nome Roriz e a foto de Joaquim Roriz. Perguntado se considerava a candidatura de Weslian uma ameaça no segundo turno, Agnelo respondeu que não. “Todo mundo entendeu que foi uma manobra de Roriz para fugir da Ficha Limpa, da Justiça”, afirmou. Em entrevista coletiva de alguns minutos, Weslian Roriz disse ser

Jornal Ocidental | Outubro de 2010

uma “mulher de coragem”. Afirmou que está muito feliz e que deve a Deus o resultado das urnas. “É um resultado que também foi ajuda do meu marido, que é uma pessoa muito querida na cidade”, declarou. Indagada se tinha possibilidade de virar a eleição em seu favor no segundo turno, afirmou que sim. “Com muita fé e muita esperança, vou conquistar passo a passo. Sou muito forte, tenho fé”, declarou. Depois da fala de Weslian, o marido Joaquim Roriz passou a responder às perguntas dos jornalistas. Ele disse que “ninguém” acreditava que ela chegaria ao segundo turno, mas afirmou que conhece a cidade. “Tenho certeza que ela vai ganhar”, declarou.


Cultura 8 Original Gueto

Intro Som que Vem da Rua Lua Nova Tribunal de Rua (Tributo ao Rappa) Manifesto a Guerra (Por Felipe Chiavegatto) Dona Viola Espelho Sem Rosto Luz do Amanhã Garoto Suburbano O Homem da Periferia Você é o que Tem Lua Nova Os Loucos Defensor do Favelado (DO BEM) Pai Nosso

de Cidade Ocidental Por André Brito Em seu segundo e último CD, lançado em 1999, o grupo Original Gueto trouxe novas abordagens para um tema recorrente dos grupos de Rap brasileiros: “periferia é periferia em qualquer lugar” como diria o poeta do Rap Nacional GOG. Cidade Ocidental também estaria na rota do Rap, segundo Cláudio Chandelle, líder e idealizador do grupo. Mas de uma maneira diferente, onde outras influências mostrariam a sua cara, como o Rock e a MPB. Em músicas como “Tribunal de Rua”, uma homenagem a Marcelo Yuka, ex-Rappa, percebe-se nitidamente elementos do "Rock Protesto" do grupo carioca, “Som que Vem da Rua” é uma ode ao HipHop, como não poderia deixar de constar nesse segundo registro fonográfico, onde Breakers, Rappers e DJs se encontram em meio a letra com rimas bem calculadas para celebrar o Hip-Hop, manifestação cultural típica das ruas, que tomou conta das ruas de Cidade Ocidental por duas décadas. Claudio Chandelle, que nesse CD não conta mais com as presenças vocais de Pedro (Ordep) e Márcia, parceiros no disco de estréia, cuja resenha foi publicada no Jornal Ocidental do mês de maio e pode ser lido no site do JO (www. jornalocidental.com.br), faz às vezes de Backing Vocal, extrapolando seu papel de MC, líder e condutor do grupo, tentando cobrir o vácuo deixado nas faixas, mas trazendo o grupo para mais perto do seu público, a Cidade Ocidental. Com a produção do DJ Chocolaty, as músicas ganharam batidas mais experimentais, como por exemplo, na nova versão da música “Dona Viola”, presente no primeiro disco, onde os beats

reverberam mais, assim como o vocal de Ana Paula, dando a entender que a música estivesse sendo executada em plena rua. Por vezes, o grupo parece ter finalmente encontrado uma identidade própria, usando batidas diferenciadas, privilegiando as levadas dos dois rappers. Entretanto alguns teclados remetem firmemente à “G Funk Era”, quando ícones como Dr. Dre, DJ Quik e Warren G elevaram à categoria de música, riffs soltos utilizados em larga escala por rappers da “West Coast”, e apropriados pelos rappers da Capital Federal. O CD tem homenagens e participações interessantes. O autor da letra da faixa 5, "Manifesto à Guerra" é nada menos do que nosso incansável colaborador Felipe Chiavegatto, que em um momento dos mais inspirados declara guerra ao sistema opressor. O grupo D.O.B.E.M., rappers já tradicionais da Cidade, marcam presença com sua levada inconfundível, presente na faixa 14 "Defensor do Favelado", o músico Cláudio Batata, pioneiro do Samba e do Pagode da Cidade e grande compositor, solta a voz em "Pai Nosso", faixa que encerra o CD. Você pode curtir as músicas no site do Jornal Ocidental e também no meu blog: http://andrebrito.wordpress.com e no blog do Cláudio Chandelle: http:// claudiochandelle.blogspot.com.

Aniversariantes atista Valcinei B 21/09

Carolina C

ardoso 7/10

João Ferreira 5/10

Aline Fe rreira 22/09

Giovana 27/09

Renata 25/09

O Jornal Ocidental dejesa felicidades aos aniversariantes!

Jornal Ocidental | Outubro de 2010


Jornal Ocidental Outubro de 2010