Page 194

1942, na sua célebre obra “Capitalismo, socialismo e democracia”, esse estado permanente de transformação no ambiente em que as empresas se inserem, quando perpetuou o conceito de destruição criadora, observando que para se manterem num mercado que tem como principal característica a competitividade era preciso se recriarem permanentemente (SCHUMPETER, 1989). As transformações que as empresas atravessam nesse momento, entretanto, vão além da necessidade de melhorar processos, otimizar recursos e de se qualificar para mudanças tecnológicas, tais quais já chamava atenção o economista Schumpeter. O momento contemporâneo propõe rupturas de modelos paradigmáticos de fluxos comunicacionais e relacionais, conforme já observava Levy, em Tecnologias da Inteligência (1995), rupturas essas proporcionadas pelo advento das tecnologias informacionais digitais e pelas redes globais que se formam no seu entorno. Há ainda algumas variáveis absolutamente importantes de serem observadas quando se trata do momento de transformação por que passa a ambiência das organizações contemporâneas. Uma delas são as mudanças de padrões comportamentais que começam a ser estabelecidos pelos novos consumidores, hoje chamados de prosumers. Os prosumers são consumidores hiperconectados, absolutamente bem informados, e que estão incluídos numa rede de relacionamentos que envolvem laços fortes (pessoas conhecidas) e fracos (pessoas que não conhecem pessoalmente, mas que podem reproduzir as suas ideias na

193

Comunicação e Marketing Digitais  

Novos conceitos de comunicação e marketing têm dado base para grandes transformações de ordem econômica e social nos últimos anos. Com o adv...

Comunicação e Marketing Digitais  

Novos conceitos de comunicação e marketing têm dado base para grandes transformações de ordem econômica e social nos últimos anos. Com o adv...

Advertisement