Page 1

Era de ouro Do Rรกdio


Início

A década de Ouro do rádio no Brasil se estabeleceu entre o fim da década de 30 e compreendeu toda a década de 50, inaugurando novas formas de encantar e persuadir o ouvinte. Isso foi o resultado de uma combinação de oralidades e vozes junto com a sonoplastia, uma revolução para a época.

30

40

50


Contexto Histórico - Mundo

Fim da Segunda Guerra Mundial Início de período de Guerra Fria Corrida aeroespacial Cultura de consumismo


Contexto Histórico - Brasil

Abertura ao capital externo para investimento

Planejamento estratégico, construção de infraestrutura

Indústria de base e de produção de bens de capitais.

Pensamento nacionalista e da ideologia ao progresso.

Êxodo rural


Linha do Tempo Década de 20: A primeira transmissão de rádio realizada no Brasil ocorreu no dia 7 de 1922, durante a inauguração da Exposição do Centenário da Independência na Esplanada do Castelo. Década de 30: marcou o apogeu do rádio como veículo de comunicação de massa, refletindo as mudanças pelas quais o país passava. Década de 40: O país assiste o surgimento de ídolos, novelas e revistas a expor o meio artístico.


Década de 50: O Brasil possuía 477 emissoras de rádio e meio milhão de receptores. Com a popularização da televisão, no final da década de 50, o apogeu do rádio chega ao fim e as emissoras são obrigadas a redefinir seus objetivos. A primeira rádio a divulgar notícias durante toda a programação é a Bandeirantes, de São Paulo, inaugurada em 1954. Década de 60: As emissoras eram mais de mil, sendo 56 em frequência modulada (FM), e os receptores já eram quase 10 milhões.


Rádio Novela

Em 12 de julho de 1941, às 10h30, teve início “Em Busca da Felicidade”primeira radio novela transmitida no país, através da Rádio Nacional do Rio de Janeiro. A obra mexicana foi escrita por Leandro Blanco, com adaptação de Gilberto Martins. Seus capítulos ficaram no ar por aproximadamente três anos.Após seu término, começou a cubana ‘O Direito de Nascer’, que foi a principal radio novela do Brasil. Em 1945, apenas a Rádio Nacional transmitia 14 novelas diariamente. Curiosidade: Para fazer a sonoplastia tanto de fogo, quanto de chuva usa-se o mesmo recurso: amassar lentamente, diante do microfone, um pedaço de celofane.


Rádio Jornalismo

Na década de 40, o rádio jornalismo começa a surgir como atividade mais estruturada. Merecem destaque: - O Repórter Esso - O Grande Jornal Falado Tupi - O Matutino Tupi.


- O Rep贸rter Esso (surgiu em 1941, durante a II Guerra Mundial e ia ao ar pela R谩dio Nacional do RJ, seguindo o modelo de notici谩rio radiof么nico norte-americano)


Programas de Auditório

A partir de meados dos anos quarenta até o início dos anos cinquenta, o rádio no Brasil atingiria seu ponto culminante com os programas de auditório. Seria a Rádio Nacional a mais importante nesse período. Entre os programas de maior prestígio esteve "O Trem da Alegria", que tinha como radialista Heber de Boscoli.Este programa foi tão popular, a ponto de necessitar transferir-se dos estúdios da rádio para o Teatro Carlos Gomes.


Fim da Era

A decadência do rádio já estava acelerada no ano de 1962. A televisão passou a levar não somente os artistas, mas também os grandes anunciantes da rádio. Os programas de auditório, que antes eram febre nacional, não tinham mais o mesmo apelo. A rivalidade que existia entre as cantoras, perdeu espaço para a violência na platéia, que esvaziou os programas.


Bibliografia

• http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artig • http://www.locutor.info/audioEradeOuro.html

• http://www.oparanasondasdoradio.ufpa.br/erade • http://www.microfone.jor.br/historia.htm# datasim


Nomes • Anderson Santos • Isabela de Paula • Janaína Mattos • Luana Nogueira • Mariana Jacques • Yuri Aguiar

Era de Ouro do Rádio  

Análise sobre a época em que o Rádio tornou-se o veículo de comunicação mais popular do Brasil.