Page 1

Boletim da Associação Nacional dos Doentes com Artrite Reumatóide Nº 27 • Ano XIII • Junho 2013


A.N.D.A.R. ORGÃOS SOCIAIS MESA DA ASSEMBLEIA GERAL Presidente Eduardo Horta Secretários Fernanda Cabral António Valério Teixeira Suplente Hernâni Fernandes DIRECÇÃO Presidente Arsisete Saraiva Vice-Presidente Margarida Costa Vice-Presidente Jaqueline Andrade Secretária Maria da Luz Paiva Tesoureira Teresa Appleton Suplentes Marina Correia Inês Graça CONSELHO FISCAL Presidente Adriano Neto Vogais Lurdes Nogueira Vasco Gonçalves Suplente Esmeralda Costa SECRETÁRIO GERAL António Vilar MORADA A.N.D.A.R. Parque de Saúde de Lisboa - Ed. 24 Av. do Brasil, 53 1700-063 LISBOA T.: 21 793 73 61 21 798 63 76 / 77 Fax: 21 798 63 78 / 21 796 82 15 Linha Verde: 800 203 285 Site: www.andar-reuma.pt E-mail: andar@andar-reuma.pt COMISSÃO EXECUTIVA Arsisete Saraiva Margarida Costa CORPO REDACTORIAL António Vilar Adriano Neto Arsisete Saraiva Margarida Costa

ÍNDICE

3 EDITORIAL 4 AS NOSSAS NOTÍCIAS

MINIMARATONA DE LISBOA

5 HOMENAGEM A INDIVIDUALIDADES FIT FOR WORK • ZURIQUE

6 JANTAR DA PRIMAVERA 8 JORNADAS A.N.D.A.R. 12 ASSEMBLEIA GERAL DA A.N.D.A.R. 13 CONSELHOS ÚTEIS 14 PROTOCOLOS 15 CORREIO DOS LEITORES

DICAS INTERESSANTES

16

A NOSSA BOUTIQUE

Não se esqueça que se pretender ir para as Termas deve pedir a credencial com um mês de antecedência.


EDITORIAL

D

ezoito anos depois da sua fundação a A.N.D.A.R. completou as suas XIII Jornadas no passado dia 5 de Abril - Dia Nacional da Artrite Reumatóide em Portugal. E de novo com casa cheia! São treze anos a organizar jornadas informativas e de divulgação aos nossos associados, seus familiares e público em geral, sobre a artrite reumatóide (AR) na nossa missão de apoio médico social a todos os doentes com AR. Os temas deste ano foram, na primeira mesa presidida por João Eurico da Fonseca, a abordagem multidisciplinar da doença com destaque para a apresentação pelo INFARMED do impacto dos custos no tratamento, a visão do clinico geral e do reumatologista na gestão clínica da A.R. e o valor da educação do doente no tratamento da A.R. Na conferência inaugural, esteve a nossa convidada brasileira Wanda Heloísa a apresentar a experiência de uma associação de doentes com A.R. no Rio de Janeiro. Um momento alto da reunião, pelo desenvolvimento que aquela nossa congénere tem dado aos doentes na região de Petrópolis. Um exemplo a seguir! Após um animado almoço de confraternização com os nossos doentes, associados e convidados, que sempre acontece nestas Jornadas, iniciou-se a sessão da tarde com duas mesas: o tratamento da A.R. revisitado que lembrou o papel do metotrexato e de uma nova apresentação injectável, o tratamento da dor refractaria e a cirurgia do joelho na recuperação da mobilidade dos nossos doentes. Na última sessão com apresentações breves, a jornalista Fernanda Freitas falou-nos de como passar a mensagem para a comunicação social, e um atempado esclarecimento de uma jurista da Direção Geral da Saúde, sobre os atestados de incapacidade e declarações multiusos, que tantos transtornos têm trazido aos nossos associados. Finalmente o presidente da Administração Central do Sistema da Saúde (ACSS) falou da missão e da proximidade que se pretende ter junto dos utentes do sistema de saúde. No final ficou a agradável sensação do dever cumprido numa das mais concorridas e apreciadas jornadas. Até para o ano!

António Vilar

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

3


NOTÍCIAS

AS NOSSAS NOTÍCIAS Como é do conhecimento dos nossos associados a A.N.D.A.R., luta pela defesa dos direitos dos doentes com Artrite Reumatóide, motivo pelo qual, vem sendo convidada a estar presente em várias reuniões, quer a nível nacional e internacional, participando em debates que dizem respeito à saúde, para uma melhoria e qualidade de vida destes doentes. Neste sentido, aqui ficam alguns dos eventos onde estivemos. •1  4 de Janeiro – A convite da ABBVIE no simpósio sobre o tema “Lei dos Compromissos e Sustentabilidade do SNS”, na Universidade Nova de Lisboa •1  7 de Janeiro – Na IX Conferência da Industria Farmacêutica cujo tema foi “Uma perspectiva Global Sobre a Saúde, Ciência e Tecnologia”, no Hotel Ritz, em Lisboa • 19 de Fevereiro – No simpósio organizado pela ABBVIE, sobre “SNS - Custos e Benefícios”, no CCB, em Lisboa •2  8 de Fevereiro – Organizado pela SPR o simpósio sobre “Inflamação & Dor” •4  de Março – Em Zurique participação no “Fit For Work” •1  5 de Março – A Convite da APAH no encontro sobre “Gerir Hospitais em Tempo de Críse”, na Fundação Cupertino de Miranda – Porto •1  7 de Abril – 5º Seminário de Bioética “Prioridades em ­Saúde” - Viseu •2  3 de Abril – Clube Começar de Novo - Comunicação sobre “As Mulheres e a Artrite” - Lisboa •2  e 4 de Maio – Organizado pela SPR o simpósio sobre “Inflamação & Dor”, em Espinho • 24 de Maio – “Artrite Reumatóide – O que é afinal esta ­Doença?”, no Hospital da Covilhã •3  1 de Maio – “Cimeira do Doente” – a convite da ­ABBVIE, no CCB Lisboa

MINIMARATONA DE LISBOA PONTE 25 DE ABRIL

M

ais uma participação da A.N.D.A.R. nesta importante corrida de Lisboa. Desta vez tivemos um amigo importante, que se juntou a nós e que acompanhou a Presidente na corrida (mas só na partida) porque a Presidente só correu a Mini, enquanto que o nosso amigo Eduardo Leyva, Director Geral da AbbVie, corajosamente correu a Meia Maratona. Aqui fica a foto, apenas a da partida…. A da chegada, enviamos no próximo Boletim…

Eduardo Leyva e Arsisete Saraiva.

A NÃO ESQUECER O am for , ÇÃ S . R s .A. ai ZA A LI OT A.N.D nu ção, A U a s a ec . TU Q dos d uro a Dir eral A E G d a E U D ssoci 0 e osta bleia G

2 p a PA O os para r pro ssem à d A A o Ç AÇ as das p a t E o za o tim U TIZ l qu im Q li As ctua mín na ú ES UO Q a mo da SE co rova O UA à S ap N A

Caros Associados, uma vez mais chamamos a vossa atenção para o pagamento das quotas. A A.N.D.A.R. necessita de todo o vosso apoio, para fazer face às iniciativas que nos propomos, mas sem apoio monetário tudo será mais difícil. Podem proceder ao pagamento através de vale de correio, cheque, passado à ordem da A.N.D.A.R. e ainda por transferência bancária. Devem indicar, SEMPRE o nome correcto do sócio ou o seu número de associado, pois sem essa informação não nos é possível identificar o sócio, para procedermos ao envio do respectivo recibo. O nosso NIB é o seguinte:

0010 0000 46269630001 51

4

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


NOTÍCIAS

F

HOMENAGEM A INDIVIDUALIDADES

azendo agora prática, a Direcção da a A.N.D.A.R. decidiu homenagear todos os anos algumas individualidades, que no seu entender, se distinguiram pelo trabalho desenvolvido na área da investigação e visam

Prof. Doutor João Eurico da Fonseca

encontrar novos meios para o tratamento de doenças que tanto afectam os doentes. Foram homenageadas as seguintes personalidades:

Prof. Doutor João Lobo Antunes

Prof. Doutor Jaime Branco

Homenageámos, ainda, dois fundadores da nossa Associação, Dr. António Vilar e Dr. Adriano Neto. A eles se deve muito do trabalho científico que se tem feito, assim como todos os programas científicos elaborados para as Jornadas anuais da A.N.D.A.R., sem eles nunca teria sido possível efectuar este trabalho. António Vilar, Adriano Neto, Margarida Costa e Arsisete Saraiva

Os fundadores da A.N.D.A.R., Dr. António Vilar e Dr. Adriano Neto

FIT FOR WORK • ZURIQUE 5-6 DE MARÇO DE 2013

“The 5th International Experience Exchange for Patient Organisations”

Foto de grupo, onde se destaca a Representação da A.N.D.A.R.

Grupo Luso-Brasileiro

C

om o apoio do Laboratório Roche participámos novamente nesta importante reunião, que junta Associações de Doentes de todo o Mundo. Nesta iniciativa estiveram representadas Associações de países de todos os continentes. Foram analisados problemas com que se defrontam os doentes portadores de diversos tipos de doenças, nomeadamente a Artrite Reumatóide. Deu-se especial realce ao papel das Associações na ajuda a prestar aos doentes em países mais afectados pela crise económica, tendo sido partilhadas ideias e práticas no sentido da resolução de problemas, nomeadamente o apoio na luta dos doentes pela melhor qualidade de vida e inserção social a que têm direito.

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

A A.N.D.A.R. foi convidada a participar e, mais uma vez, foi aproveitada esta oportunidade para contactar com Associações congéneres de outros países, tendo havido uma óptima partilha de experiências, especialmente com representantes do Brasil. A participação tem sido cada vez maior e o reencontro de todos é uma festa. Criámos amizades e há uma grande e sã camaradagem entre todos os participantes. Este encontro à semelhança dos outros anteriores teve uma excelente organização bem como uma excelente escolha de oradores que muito ajudaram no que respeita a compreensão e solução dos vários problemas apresentados.

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

5


JANTAR DA PRIMAVERA

Realizou-se no dia 24 de Maio, no Hotel Altis, em Lisboa, o “JANTAR DA PRIMAVERA”. Este é um jantar anual, sempre que possível, e é organizado pela A.N.D.A.R., para angariar fundos ou para dar a conhecer algum projecto que seja interessante para os seus associados. Neste jantar demos a conhecer o projecto do que vai ser o Centro de Acolhimento para os Doentes com Artrite Reumatóide.

Presidente e outra em acrílico, pintada por José Aguilar, um amigo da A.N.D.A.R. desde há muitos anos, que a ofereceu.

E

ste é o primeiro passo de muitos que ainda nos falta dar. Agora precisamos do terreno definitivo e muitos Euros, para levarmos a bom porto este nosso projecto. É o maior projecto e o mais ambicioso da nossa Associação. Precisamos da ajuda e apoio de todos.

sua artrite e com a cor que mais a caracterizava”. O resultado foi fantástico, pois recebemos muitos quadros. Pedimos ao Pintor e Arquitecto Júlio Quaresma, por ser uma referência nesta área, para nos ajudar a seleccionar estas pinturas. Estes quadros foram rifados por entre os presentes, para realizar alguns fundos, o que foi conseguido. Seguem-se algumas fotos da entrega desses quadros.

O jantar decorreu em ambiente descontraído, animado e com muito boa disposição. Alguns dos nossos Associados responderam ao desafio proposto pela A.N.D.A.R. Propusemos aos Sócios, que pintassem num quadro, “como viam a

Foram escolhidas 10 pinturas. Emoldurámos e expusemos no nosso jantar. Juntámos mais duas telas, uma a óleo, pintada e oferecida pela

Ainda durante o jantar a A.N.D.A.R. sorteou por todos os presentes uma jóia, que foi feita e oferecida por um amigo – Nuno Marques da Silva – para que a oferecêssemos no jantar. A jóia saiu em sorteio a um colaborador do Laboratório Janssen-Cilag, que a ofereceu novamente à A.N.D.A.R. para ser leiloada ou rifada, de forma a angariar fundos. Por este gesto deixamos aqui o nosso louvor.

6

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

Decidimos, fazer rifas, que iremos vender ao longo dos próximos meses até a Abril de 2014, e será sorteada no dia das XIV Jornadas. O valor das rifas é de €5,00 e podem requisitá-las para a A.N.D.A.R. a partir do próximo mês de Julho. Caros Associados e Amigos, ajudem a crescer os fundos para o Centro, comprando estas rifas para esta jóia que aqui apresentamos.

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


JANTAR DA PRIMAVERA

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

7


JORNADAS A.N.D.A.R.

DISCURSO DE ABERTURA

“…Celebramos hoje o 18º. Aniversário., e um crescimento acentuado desta Associação, e a comprová-lo, o número elevado de associados.

Com a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), na procura da discriminação positiva dos doentes com maiores incapacidades.

A realização destas Jornadas, são para nós, o culminar de um ano de trabalho diário e continuo na ajuda aos nossos sócios mais necessitados e, também, àqueles, que não sendo associados, precisam da nossa ajuda. A Associação existe para ajudar e apoiar todos aqueles que sofrem de Artrite Reumatóide, e que encontram na sua Associação uma palavra de conforto e apoio. Hoje a A.N.D.A.R. é reconhecida por todos os seus parceiros, pelo trabalho que tem vindo a desenvolver na defesa de todos os doentes.

Continuamos disponíveis para colaborar e ajudar na procura de soluções exprimindo o ponto de vista dos doentes e seus familiares

Estas Jornadas são já um marco importante na vida da A.N.D.A.R.. Não é nem tem sido fácil executar todo este trabalho, as dificuldades têm sido muitas. Os meios são escassos, mas a nossa determinação é superior, nada nos faz desistir desta luta pelos doentes na conquista por uma melhor qualidade de vida e de saúde. É isso que pretendemos…” “…Os cortes efectuados e previstos no sector da saúde, são um motivo de preocupação para todos nós. No entanto continuamos a fazer esforços, no sentido de minorar este problema. Para tal temos mantido o diálogo com o INFARMED a quem oferecemos os nossos préstimos para trabalhar voluntariamente no levantamento dos custos da dispensa hospitalar de medicamentos. Reunimos com o Sr. SES, aqui presente, que também se disponibilizou para nos ajudar. Informámos das nossas necessidades e das dificuldades dos doentes, a vários níveis. Apresentámos algumas ideias e soluções, que no nosso entender poderiam ajudar na eficiência dos tratamentos sem dificultar o acesso.

8

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

Mas, também gostaríamos de manter as nossas expectativas: • Melhorar o acesso ao médico de família; • Garantir a equidade do acesso à rede hospitalar; •A  referenciação do doente ao respectivo especialista, sempre que seja necessário, para que o acesso ao tratamento seja mais rápido e eficaz; •O  diagnóstico precoce é fundamental. Melhor prognóstico recupera mais rapidamente o cidadão para uma vida activa.

Os nossos desejos: •D  AR VOZ AO DOENTE, através das Associações de doentes. Ter nestas Associações um parceiro primordial, nas decisões que lhes dizem respeito; •O  UVIR O DOENTE; •H  umanização – no tratamento, acolhimento e atitude positiva e humana por parte dos profissionais que trabalham na área da saúde – hospitais – centros de saúde; •R  acionalizar, dando o melhor apenas àqueles que ­necessitem; • Diagnóstico precoce; • Referenciação atempada ao especialista…”.

Arsisete Saraiva (Presidente da Direcção da A.N.D.A.R.)

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


JORNADAS A.N.D.A.R.

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

9


JORNADAS A.N.D.A.R.

EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA OS PACIENTES

M

ais de 200 participantes. Esse foi o público nas XIII Jornadas da A.N.D.A.R. – Associação Nacional dos Doentes com Artrite Reumatóide (AR), em Portugal. Tive o privilégio de estar presente não só como conferencista, mas também como expectadora de um trabalho extremamente árduo realizado em Portugal, em favor dos portadores de AR.Ficou nítido uma total integração dos setores público ,privado e o terceiro setor no que diz respeito ao acolhimento do paciente. Percebeu-se uma dedicação ímpar da diretoria da Instituição a qual parabenizo na pessoa da sua presidente, Arsisete Saraiva, com quem aprendo muito todas as vezes que conversamos. Os temas apresentados foram de alta relevância não só para o público leigo como para os profissionais da saúde e autoridades presentes. Nessa oportunidade fiz uma comunicação sobre “Nova Cultura em Saúde & Grupos de Pacientes & Educação” na qual foram abordados os seguintes tópicos: • A importância da Educação em Saúde para os portadores de Doenças Reumáticas; • O cenário do terceiro setor na Sociedade e na Reumatologia; • A influência que esse trabalho tem na evolução e prognóstico das doenças reumatológicas. Educação em Saúde (ES) é o processo educativo da construção de conhecimentos em saúde que visa à apropriação temática pela população e não a profissionalização ou carreira na saúde, sendo uma ferramenta que pode melhorar os resultados das atividades. O Programa de Educação em Saúde para Pacientes tem como alvo: • tornar o paciente proativo em relação à sua doença e ao seu tratamento; • ter ciência do que é responsabilidade compartilhada; • ter metas e propósitos. De uma forma geral seus objetivos são encorajar as pessoas a: a) adotar e manter padrões de vida sadios; b) usar de forma judiciosa e cuidadosa os serviços de saúde colocados à sua disposição c) tomar suas próprias decisões, tanto individual como coletivamente, visando melhorar sua condição de saúde e as condições do meio ambiente”. Como característica, a Educação em Saúde para portadores de Artrite é baseada nos problemas identificados pelo indivíduo (não pelos profissionais), com a finalidade de ajudar a resolver problemas, tomar decisões e construir confiança com ações centralizadas na função, no emocional e nos medicamentos. Por que a Educação ao Paciente? A educação em saúde busca a mudança de atitude baseada na conscientização da realidade dos pacientes e familiares.

10

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

As ações educativas visam o auto cuidado que desenvolve o sentimento de independência, autocontrole e autodeterminação. A educação ao paciente objetiva fornecer informações, eliminar falsos conceitos e aumentar a adesão ao tratamento (Melles e Zago, 1999). Os benefícios da Educação ao Paciente podem incluir alguns ou todos os itens a seguir: 1. Maior conhecimento da doença e compreensão das circunstâncias desta para cada paciente. 2. Melhor compreensão da necessidade do tratamento e maior aderência 3. Melhor comunicação entre o paciente e o profissional da saúde 4. Participação do paciente na escolha do tratamento 5. Melhoria do auto cuidado 6. Melhoria no gerenciamento das crises 7. Desenvolvimento de habilidades para solucionar problemas e de enfrentamento 8. Melhora da qualidade de vida 9. Maior consciência da importância das consultas de acompanhamento e/ou necessidade de mais procedimentos de triagem e diagnóstico 10. Maior comprometimento do paciente com a sua saúde Na percepção do processo saúde – doença, quais são os valores da Educação em Saúde? Após 12 anos trabalhando em uma Instituição do 3º setor que tem como prioridade a Educação em Saúde para Portadores de Doenças Reumáticas percebemos: 1. Necessidade de modificações conceituais na formação permanente de profissionais; 2. Inclusão de enfoque coletivo; 3. Abordar o conceito ampliado de saúde com seus determinantes sociais e contextuais. 4. Buscar novas metodologias de educação em saúde para ir além da informação 5. Conseguir a ressignificação dos conceitos do processo saúde-doença 6. Poder de fato estabelecer novas práticas e novos processos de trabalho em saúde Em conclusão, se a remissão é o objetivo terapêutico, como alcançá-la na prática diária? Nós sabemos que somente 20% dos pacientes alcançam a remissão. Isto indica um resultado moderado e então como mudar esse resultado? COM EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA OS PACIENTES

Wanda Heloisa Rodrigues Ferreira Presidente do GRUPARJPETRÓPOLIS Grupo de Pacientes Artríticos de Petrópiolis - RJ

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


JORNADAS A.N.D.A.R.

BIOBANCO A

Direcção da A.N.D.A.R., vem publicamente agradecer ao Prof. Doutor João Eurico da Fonseca e a toda a sua equipa ter disponibilizado a presença do Biobanco, do qual é Director, nas XIII Jornadas da A.N.D.A.R. e que muito contribuiu para o sucesso destas Jornadas. Queremos, também, agradecer a todos os nossos Associados que colaboraram, com o Biobanco, cedendo uma amostra do seu sangue.

O que é o BIOBANCO? É uma estrutura criada pelo Instituto de Medicina Molecular (IMM), que acolhe e armazena uma vasta coleção de amostras biológicas, doadas voluntariamente, com o objectivo de impulsionar a investigação biomédica. O Biobanco-IMM conta com milhares de amostras, designadamente, sangue, saliva, urina, osso e tecido tumoral, e respectiva informação clinica. Constitui, desta forma, um importante recurso de apoio à investigação da origem e progressão de doenças com enorme impacto na saúde dos cidadãos, como o cancro ou a osteoporose, permitindo a identificação de novos testes de diagnóstico e prognóstico, bem como de medicamentos inovadores. O sucesso do Biobanco-IMM depende da existência de amostras de pessoas de várias faixas etárias e raças, e da existência de amostras quer de dadores doentes, como de saudáveis.

TRATAMENTOS BIOTECNOLÓGICOS INJEÇÃO DE ESPERANÇA PARA CASOS GRAVES

O

s medicamentos biotecnológicos (biológicos) só devem ser usados por doentes que não respondem ou não toleram outros tratamentos, ou seja, que tenham critérios de inclusão Os medicamentos biológicos, são anticorpos ou proteínas obtidas através da biotecnologia Bloqueiam com precisão certas substâncias do organismo que regulam a inflamação ou suprimem a acção do sistema imunitário. Constituem a nova geração dos chamados modificadores da doença (DMARDs) . (Drogas anti-reumáticas modificadoras da doença) São medicamentos de elevado custo e que exigem cuidados acrescidos - tanto por parte dos médicos, como por parte dos doentes - na vigilância cuidadosa dos seus efeitos terapêuticos e dos seus efeitos adversos. Estes medicamentos só existem em versão injectável e são comparticipados na totalidade pelo Estado, e só podem ser prescritos por médicos do SNS ou privados e em dispensa hospitalar Informação tirada via net

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

11


47ª ASSEMBLEIA GERAL DA A.N.D.A.R.

No decorrer da apresentação de Resultados do Exercício de 2012, a Assembleia Geral Ordinária realizada a 11 de Fevereiro passado, aprovou um louvor à Direcção da Associação pela boa Gestão dos parcos recursos financeiros existentes e que a crise tende a acentuar. Apesar da diversificada actividade realizada no decorrer de 2012 e que reportámos neste Boletim, sublinhou-se com regozijo o resultado positivo de cerca de 4000 euros. DEMONSTRACÃO DE RESULTADOS REFERENTES AO EXERCíCIO CONTABILÍSTlCO DO ANO 2012

TRANSPORTE

Débito

Crédito

Quotizações, Jóias e Inscrições

20.742,16

Venda de Produtos Entéricos / Ortopédicos

8.670,57

RECEITAS:

Venda de PIN’s, p/Chaves, Medalhas, Livros, etc...

523,00

Proveitos Financeiros

4.045,93

Donativos Diversos

7.868,00

Tratamentos de Hidroterapia

4.452,00

Restituição de Impostos

580,44

Seguros

95,00

SUBSÍDIOS: Apoio às Jornadas

12.279,45

Donativos

54.755,02

Maratona

2.527,00

TOTAL DE PROVEITOS 116.538,57 COMPRAS: Produtos Ortopédicos e Entéricos, T’Shirts

6.682,22

DESPESAS: Jornadas, Maratona e Congressos A TRANSPORTAR

25.011,16 31.693,38

N

31.693,38

ENCARGOS GERAIS MATERIAL DE ESCRITÓRIO Cartas, Boletins, Convites, Subscritos, Envelopes, etc… 5.546,27 COMUNICAÇÃO Correios, Telemóveis, PT, Internet 11.824,06 DESPESAS GERAIS Trabalhos Especializados 6.939,66 Honorários 3.589,70 Combustíveis e Despesas c/Motorista 8.185,96 Limpeza Higiene e Conforto 1.621,14 Trab. de Conservação e Manutenção de Equipamentos 1.294,53 Publicidade 6.248,40 Deslocações, Estadas e Transp. de Doentes 3.885,00 Custos Financeiros 234,18 Rendas 1.764,62 Seguros, Vigilância e Segurança 3.166,19 Impostos 0,80 Artigos p/Oferta das Jornadas 1.550,38 Contencioso e Notariado 229,50 Donativos a outras Associações 7.125,00 DESPESAS COM ACÇÃO SOCIAL - HIDROTERAPIA A.F.I.D. / Clínica CUF e Sta. Mª de Lamas 7.779,01 CUSTO DAS EXISTÊNCIAS VENDIDAS E CONSUMIDAS Produtos Dietéticos, Próteses e T’shirts 9.268,15 TOTAL DE CUSTOS 111.945,93

a Assembleia Geral Ordinária realizada no dia 11 de Fevereiro na sede da A.N.D.A.R., foi apresentado aos sócios presentes a seguinte proposta que foi aprovada por unanimidade.

RESULT. LÍQUIDO ANTES DE IMPOSTOS AMORTIZAÇÕES EXERCÍClO DO ANO DE 2012 868,53

4.592,64

LUCRO FISCAL

3.724,11

Técnica Oficial de Contas N° 49330

Maria Deonilde Cunha

PROPOSTA “Que os tempos que vivemos têm sido difíceis e tem havido necessidade de lutar para que não se percam direitos ao acesso a cuidados de saúde é do conhecimento de todos nós. Se é certo que a A.N.D.A.R. tem tido um papel fundamental, não é menos certo que essa luta tem tido um rosto atento, permanente e forte na pessoa da sua Presidente da Direcção.

12

O Artº 13º (Da duração de mandados) dos Estatutos da A.N.D.A.R. estabelece no seu parágrafo 4 que “nenhum membro pode ser eleito para o mesmo cargo por mais de dois mandatos sucessivos”, ressalvando no entanto, a possibilidade de “a Assembleia Geral reconhecer por maioria qualificada de dois terços dos votos expressos a impossibilidade ou inconveniência da sua substituição”.

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

Assim, na próxima eleição para os Órgãos Sociais a Arsisete Saraiva teria de deixar esse cargo e preencher outro. Considerando que, no difícil momento actual, o afastamento da Arsisete traria grandes limitações à eficácia da A.N.D.A.R. na luta pelos seus direitos, os seguintes Associados vêm propor que, nas próximas eleições Arsisete Saraiva possa manter-se no cargo que actualmente exerce.”

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


CONSELHOS ÚTEIS Sabe o que é o “SERVIÇO DE INFORMAÇÃO E MEDIAÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA”? (SIM- PD) •O  SIM-PD Informa-o sobre os direitos, benefícios e recursos existentes na área da reabilitação • Ajuda-o a tomar as decisões quanto ao seu processo de habilitação, reabilitação e autonomia. • Apoia-o na procura das melhores soluções para o seu problema. • O SIM-PD é um serviço que está a ser instalado a nível municipal. QUEM PODE RECORRER AO SIM-PD 1. Pessoas com deficiência e incapacidade e respectivas famílias 2. Técnicos que intervêm na área da prevenção, reabilitação e integração comunitária das pessoas com deficiência 3. Instituições e serviços que desenvolvam qualquer tipo de actividade no domínio da prevenção, habi-

tação, reabilitação e integração das pessoas com deficiência e incapacidade. 4. Qualquer cidadão que necessite de qualquer esclarecimento nas áreas referidas Para mais Informações ligar para a Linha Directa Cidadão/Deficiência

217 959 545

ALERGIAS C

om a chegada da Primavera chegam também as alergias, as mais conhecidas são: ácaros, pólenes, insectos etc. Os sintomas alérgicos podem ser, respiratórios, olhos ou da pele. Se sofre de algumas destas alergias deve contactar o seu médico, a fim do mesmo lhe indicar o melhor remédio. No entanto sem prejuízo aqui fica uma receita do tempo dos nossos avós. Sabia que o sumo de limão é um óptimo remédio caseiro, para as

alergias respiratórias, ajuda a diminuir a tosse a irritação e dificuldade em respirar.

Aqui fica a respectiva receita: 1. 1 Colher de sopa de ramos de alecrim 2. 1 Colher de sopa de flores de Camomila 3. 100ml de água 4. 2 Limões 5. 1 Colher de mel Esprema os limões, e num liquidificador junte os restantes ingredientes, bata muito bem e por último adicione o mel. Beba uma vez ao dia e sempre de manhã. Tenha uma VIDA SAUDÁVEL.

O QUE É O ATESTADO MÉDICO DE INCAPACIDADE MULTIUSO?

O

atestado médico de incapacidade multiuso, está previsto no Decreto-Lei nº 202/96, de 23 de Outubro, alterado pelo Decreto-Lei nº 174/97, de 19 de Julho e Decreto- Lei nº 291/2009, de 12 de Outubro, que estabelece o regime de avaliação das incapacidades das pessoas com deficiência, para efeitos de acesso às medidas e benefícios previstos na Lei para facilitar a sua plena participação na comunidade. Efeitos externos: • Para Provar o grau de incapacidade do avaliado, é utilizado Junto de entidades públicas ou privadas (serviços Tributários, entidades financeiras, seguradoras). • Efeitos internos aos serviços de saúde, pagamento das ­taxas moderadoras.

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

13


PROTOCOLOS TERMAS • Termas de Alcafache • Termas de Monfortinho • Termas de Sangemil •T  ermas de São Jorge – Santa Maria da Feira • Termas de São Pedro do Sul • Termas do Vimeiro

Para beneficiar de Protocolos, só com as quotas em dia. FARMÁCIAS • Farmácia Aliança – Porto • Farmácia Batista – Santarém • Farmácia Costa Cabral – Porto • F armácia Couto – Vila N. de Gaia

• Termas do Estoril • Hospital Termal Caldas da Rainha • Termas Monte Real A não esquecer – Para utilização das Termas deve solicitar sempre um mês antes Declaração passada pela A.N.D.A.R. e ter quotas em dia.

OUTROS PROTOCOLOS •A  na Oliveira Silva – Pedologista – Lisboa / Amadora •D  rª Anabela Cid – Psicóloga – Lisboa •C  ETIES – Centro Tecnológico das Instalações e dos Equipamentos da Saúde •G  randVision Portugal, Lda. •G  randOptical Portugal, S.A. Rua do Carmo, 102 – Lisboa

• Farmácia Pinto Leal – Massamá

•H  ospital de St. Louis (todas as valências) – Lisboa

• F armácia Pombalina – Vila Real de Santo António

• I .P.A.F. – Instituto de Psicologia Aplicada e Formação

• Farmácia Salutar – Lisboa

• Loja das Ajudas – Leiria

• F armácia Sto. António – Rio Meão

•M  elos – Tradição Funerária – Cacém

• F armácia Santos Monteiro – Vendas Novas • Pharma Scalabis – Santarém • Farmácia Sousa – Lisboa • Farmácia Varela – Carregado • Farmácia União – Lisboa • Farmácia Rumariz

PISCINAS • AFID – Alfragide • CUF – Alvalade •S  anta Maria das Lamas – Colégio Liceal

A não esquecer – Leve sempre consigo o Cartão da A.N.D.A.R. (Na falta deste, o último recibo das quotas em dia).

•S  aúde Prime (Future Healthcare) – Lisboa •V  itaclinic – Clínica e Reabilitação Multidisciplinar – Rua de Campo Alegre – Porto • Universidade Lusófona •G  ermano de Sousa – Centro de Medicina Laboratorial •H  otel do Parque – São Pedro do Sul • Hotel Astória – Monfortinho • Hotel Fonte Santa – Monfortinho • Hotel Golf Mar – Vimeiro • Hotel das Termas – Vimeiro

ASSINAMOS PROTOCOLOS COM AS SEGUINTES ENTIDADES: PERTENCENTE AO MESMO GRUPO EIS MAIS HOTÉIS:

•H  otel Monte Rio – São Pedro do Sul •P  alace Hotel e SPA Termas de São Tiago – Penamacor Termas São Vicente – Penafiel

Palace Hotel – Penafiel

•P  alace Hotel e SPA Termas de São Miguel – Fornos de Algodres •H  otel Monte Rio Aguieira – Barragem da Aguieira – Almaça

•H  otel Montemuro – Termas do Carvalhal – Castro Daire

Para informações sobre os mesmos, favor contactar a A.N.D.A.R.

14

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €


CORREIO DOS LEITORES Exmos Senhores: Antes de mais e em nome do núcleo de Santa Maria da Feira, com os elementos aqui presentes, cumprimento respeitosamente toda a Comissão Organizadora desta Associação A.N.D.A.R nas pessoas de D.Arsisete Saraiva , Dr. Adriano Neto e Dr. António Vilar. Os meus cumprimentos são também dirigidos a todos os Exmos Médicos(as) e demais elementos intervenientes nestas Jornadas, bem como a todos os aqui presentes. Não tenho o dom da oratória, nem tão pouco pretendo ser exaustiva nas minhas considerações. Tomo somente a palavra para dirigir a Vossas Excelências todo o apreço pelo empenhamento que tem dedicado à causa dos doentes com Artrite Reumatoide e /ou outras doenças a ela ligadas. São sem dúvida sinais de esperança para todos nós, que sofremos desta enfermidade. Todas as palavras e ensinamentos que vamos ouvir. Só por isso já é benéfica e gratificante a nossa presença aqui. E é sobretudo por esta razão, que em nome dos colegas do núcleo de Santa Maria da Feira (e agora tenho a certeza que poderei referir também aqueles, que pelas mais diversas razões não puderam estar presentes), quero deixar bem expresso o nosso sincero agradecimento pela dedicação, interesse e desvelo que tem disponibilizado a esta causa. Bem-hajam. Sócios do Núcleo de Santa Maria da Feira

Fernanda Cabral de Sousa

DICAS INTERESSANTES CULINÁRIA

Sopa de Grão com Maruca

INGREDIENTES:

PREPARAÇÃO

-

Leve ao lume 1,2 L de água e assim que levantar fervura, junte-lhe as postas de maruca, a cebola e o cubo do caldo. Deixe cozer o peixe, retire-o e reserve-o assim como o caldo.

 Postas de maruca 2 1 Cubo de caldo de peixe 300gr de cenouras 100gr de funcho 1 Colher de sopa polpa de tomate - 150gr de grão cozido - 2 Colheres de sopa de azeite - 1 Dente de alho - 1 Tomate - 1 Cebola Coentros picados a gosto Sal e piripiri q.b.

AJUDE A MANTER ESTE BOLETIM

Descasque as cenouras e corte-as em pedaços. Leve-os a cozer no caldo reservado que deve aromatizar com o funcho. Limpe o peixe de peles e espinhas e volte a adicionar ao caldo, assim como a polpa de tomate e as 100gr de grão. Triture e reserve. Leve o azeite ao lume com o alho picado e, assim que este alourar, junte‑lhe o tomate, limpo de peles e sementes e cortado em pedaços. Tempere com sal e piripiri e deixe saltear. Adicione à sopa, que vai servir, polvilhada com os coentros e o restante grão. E muito bom apetite.

PAGUE AS SUAS QUOTAS

QUOTA ANUAL MÍNIMA 20,00 €

15


PROCURA-SE Caros Associados, foram feitas transferências bancárias de importâncias, que julgamos serem para pagar quotas, mas cujos titulares desconhecemos: CLÁUDIA SOUSA – Transferência em Dezembro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20€ ANTÓNIO JOSÉ CRUZ MARQUES – Transferência em 21/2/2013 . . . . . . . . . . . 25€ MARIA ISABEL GRAÇA CALDEIRA – Transferência em 27/2/2013 . . . . . . . . . . . 20€ Sem nome – só indica o banco BES – Transferência em 13/3/2013 . . . . . . . . . 20€ M. CONCEIÇÃO GONÇALVES – Transferência em 1/4/2013 . . . . . . . . . . . . . 0,20€ Como estes nomes, não fazem parte da nossa base de associados, solicitamos às pessoas que identifiquem, o sócio ao qual diz respeito o pagamento, comuniquem para a A.N.D.A.R., por telefone 217 937 361 / 76 / 77 ou por mail - andar@andar-reuma.pt, a fim de ser feita a actualização das quotas e emitirmos o respectivo documento de pagamento.

A NOSSA BOUTIQUE Para angariação de fundos de apoio, temos na A.N.D.A.R., ao vosso dispor, alguns artigos:

T-Shirt A.N.D.A.R.

5,00€

8,00€

AS MULHERES E A ARTRITE REUMATÓIDE - O VALOR DE UMA VIDA

“ARTRITE REUMATÓIDE - UMA EXPERIÊNCIA DE VIDA”

EXERCÍCIOS AQUÁTICOS PARA DOENTES COM ARTRITE - Drª Rita Gomes da Costa

10,00 €

5,00 €

10,00 €

ATUALIZAÇÃO DE DADOS Actualize a sua ficha sempre que haja alterações (ex.: morada, tel., e-mail) Nome

Nº Sócio

Morada C. Postal

Localidade

Tel./Telem.

Profissão

Data de Nascimento

(Assinale com um X) Médico Assistente E-mail: Data

Doente

Não Doente

Estado Civil

Reumatologista

Nº Fiscal Sist. de Saúde

Assinatura /

/

Envie o cupão preenchido para a seguinte morada: A.N.D.A.R. - Av. do Brasil, 53 - 1700-063 LISBOA - Tel.: 21 793 73 61 - Linha Verde - 800 203 285

Boletim 27  

Boletim 27 ANDAR

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you